Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade"

Transcrição

1 Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade DM003.0 Página 1 / 42

2 Índice 1 APRESENTAÇÃO... 4 DETALHAMENTO DOS LINKS DO TECBIZ ONLINE INICIAL ASSOCIADO SELECIONA ASSOCIADO ALTERAR DADOS CADASTRAIS EXTRATOS Extrato atual / saldo Extratos anteriores ALTERAR LIMITES DE CRÉDITO CADASTRAR NOVO ASSOCIADO CADASTRAR NOVO DEPENDENTE INATIVOS A MAIS DE 6 MESES CARTÕES GERENCIAR CARTÕES EMITIR CARTÃO PROVISÓRIO/REIMPRESSÃO REDE CONVENIADA EXTRATOS EXTRATOS POR PERÍODO DADOS CADASTRAIS ALTERAR RESTRIÇÕES DE VENDA CONVÊNIOS SOLICITADOS CONTROLE DE COMPROVANTE SELECIONAR OUTRO ESTABELECIMENTO AUTORIZAÇÕES CONSULTAR AUTORIZAÇÕES ESTORNAR AUTORIZAÇÃO LISTAGEM DE AUTORIZAÇÕES AUTORIZADOR ON-LINE LANÇAMENTOS PARA ASSOCIADOS PARA ESTABELECIMENTOS CONSULTAR LANÇAMENTO PARA ESTABELECIMENTOS RELATÓRIO DE LANÇAMENTOS PARA ESTABELECIMENTOS FECHAMENTO/ENCERRAMENTO CONTAS A PAGAR Contas a pagar: Unificado Contas a pagar: Por banco CONTAS A RECEBER Contas a receber: Meses em aberto Contas a receber: Meses encerrados REPASSES Repasses - Saldo inicial Repasses Lançamentos RECURSOS EXCLUSIVOS DM003.0 Página 2 / 42

3 10 SEGURANÇA LOG DE OPERAÇÕES USUÁRIOS CADASTRADOS ATIVIDADES EM LOTE ALTERAÇÕES DE STATUS DE CARTÃO EM LOTE ALTERAÇÃO DE LIMITE EM LOTE MENSAGENS FALE COM A DIRETORIA SOLICITE UM CONVÊNIO DÚVIDAS FREQUENTES DM003.0 Página 3 / 42

4 1 Apresentação O objetivo deste manual é facilitar o entendimento e esclarecer dúvidas sobre as ferramentas do portal da TecBiz, como também orientar a Entidade, quanto a gerenciar seu próprio cartão de convênios. Para maiores informações e esclarecimentos entre em contato com nosso departamento de suporte. Nosso horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 08h às 19h. Nossos telefones para contatos são: e opção 3. Os s do setor de suporte são: (para assuntos de suporte, ocorrências), (para assuntos sobre solicitações e contratos de Redes Conveniadas) e (para assuntos referentes a cartões, solicitação de POS). TecBiz Online Acesse o site da TecBiz: Clique no botão Entidade (no canto superior direito da tela, conforme ilustração abaixo); Digite o código e a senha da Entidade, feito isso digitar o nome do usuário e a senha de usuário (segue ilustração abaixo). OBS = A senha da Entidade é comum a todos os usuários da Entidade. Este processo chama-se Login, ao se logar no sistema o usuário poderá utilizar todas as ferramentas do portal. Seu nome ficará na tela inicial. DM003.0 Página 4 / 42

5 Detalhamento dos Links do TecBiz Online 2 Inicial Contém as estatísticas da Entidade. Como por exemplo, o endereço, o mês corrente, o dia de corte, o número de associados, o número de associados ativos sem consumo, o número de associados com consumo, o número de estabelecimentos conveniados, o número de autorizações no mês corrente, o valor compromissado para o mês corrente. E o quadro dos setores TecBiz com seus respectivos coordenadores responsáveis. 3 Associado É onde fica armazenado todo o gerenciamento do cartão e cadastro do associado. 3.1 Seleciona Associado É utilizado para selecionar um associado, que poderá ser feita através do código, matrícula, número do cartão ou nome do mesmo. E poderá também optar por Status (liberado, bloqueados, cancelados), por fonte pagadora e ordenar código ou nome. DM003.0 Página 5 / 42

6 Busca todos: Se deixar todos os campos sem digitar nada e escolher os status e a fonte pagadora desejada você busca todos os associados do status e fonte escolhido. Segue ilustração abaixo: 3.2 Alterar dados cadastrais É utilizado para realizar alterações nos dados cadastrais do associado. Opção de impressão DM003.0 Página 6 / 42

7 Primeiramente deve-se selecionar o associado que se deseja fazer uma alteração, importante sempre clicar em atualizar cadastro, para que a alteração seja registrada. Caso o associado tenha esquecido sua senha, nesta tela há opção resetar senha, neste caso, a senha voltará a ser Extratos Visualizar os extratos dos associados, os extratos são referentes a mês atual (meses em aberto) e aos meses anteriores (meses encerrados). A Entidade deve primeiramente selecionar o associado, após selecionar poderá escolher entre os extratos anteriores e o extrato atual. Segue abaixo ilustração. DM003.0 Página 7 / 42

8 3.3.1 Extrato atual / saldo Neste link está disponível o extrato para simples conferência e o saldo disponível. Os extratos disponíveis são referentes ao mês atual e aos meses futuros. Segue imagem abaixo: DM003.0 Página 8 / 42

9 3.3.2 Extratos anteriores Extrato para simples conferência dos meses anteriores. Segue ilustração abaixo: Movimentação por período Extrato em um determinado período (Mês/ano inicio Mês/ano fim) de todos os estabelecimentos ou de algum em específico, conforme ilustrações abaixo: 3.4 Alterar limites de crédito Este link é utilizado para fazer alterações de limites de créditos dos associados. Cada Entidade têm suas próprias regras para estipular um valor de limite de crédito para seus associados. E somente a Entidade tem a autonomia de determinar estes limites e fazer alterações quando necessários. * Limite de crédito mensal é o valor estipulado e cadastrado no sistema pela Entidade. DM003.0 Página 9 / 42

10 * Saldo é o limite de crédito mensal, menos o somatório do valor das parcelas em aberto no período. Para fazer alteração de limite de crédito de um associado, deve-se primeiramente selecionar o associado, para só então ir em limite de crédito. Conforme ilustração abaixo. Clicando em limite de crédito aparecerá a tela da ilustração abaixo. Deve-se fazer a alteração do valor, digitando o novo valor e clicar em altera limite de crédito. Segue ilustração abaixo. Assim que clicar em altera limite de crédito, aparecerá a tela abaixo. Na qual deve-se conferir as informações a serem alteradas, e confirmar. Segue ilustração abaixo. DM003.0 Página 10 / 42

11 Após clicar em confirmar, vai aparecer uma mensagem dizendo que o limite foi alterado com sucesso. 3.5 Cadastrar novo associado Primeiramente deve-se gerar um código para o associado clicando em gerar código, o sistema automaticamente preencherá o campo de código com o próximo nº sequencial disponível, e após isso preencher o cadastro com as informações do associado. Todas as informações são obrigatórias. Caso a Entidade não tenha matrícula poderá repetir o nº do código. Informações necessárias: matrícula, Nível, nome, CPF, a fonte pagadora, e limite de crédito, imprime cartão=sim/não. Clicando em confirma cadastro, o sistema irá gerar um número de cartão para o associado cadastrado. Segue ilustração abaixo. Definição de Ouro e Prata: Associado Ouro = Iniciará o novo mês de compra com limite cheio conforme cadastro, ou seja se o associado tiver compras no mês fechado iniciará o mês com o limite todo disponível, mesmo que a Entidade não saiba se ele realmente será descontado. DM003.0 Página 11 / 42

12 Associado Prata = Iniciará o novo mês com seu limite de cadastro menos o valor do consumo do último mês, quando a Entidade tiver a resposta confirmando o desconto o associado receberá um crédito no valor exato do desconto, neste caso o associado só terá disponível para consumo antes da confirmação do desconto o saldo ainda não comprometido do limite de cadastro. 3.6 Cadastrar novo dependente Para cadastrar um dependente, deve-se entrar no cadastro do titular do cartão. Após, deve-se clicar em dependentes, e em seguida em novo dependente, digitar o nome do novo dependente e clicar em cadastrar, o sistema irá gerar um número de cartão para este dependente. Segue ilustração abaixo. 3.7 Inativos a mais de 6 meses Neste link a Entidade poderá excluir permanentemente associados inativos a mais de 6 meses que nunca tiveram movimentação. A Entidade deve selecionar o link associado, após Inativos a mais de 6 meses ; Irá abrir uma listagem de associados inativos a mais de 6 meses; A Entidade deve localizar o associado que deseja excluir, clicar em excluir, e confirmar a exclusão do associado; 4 Cartões 4.1 Gerenciar Cartões DM003.0 Página 12 / 42

13 Neste link de gerenciar os cartões TecBiz, temos 3 opções: Liberar, bloquear e cancelar um cartão de associado. Liberação de cartão: Quando a Entidade cadastra um novo associado no sistema, o mesmo é gerado automaticamente com o status de bloqueado. Sendo desbloqueado pela própria Entidade. Bloqueio de cartão: Esta opção é utilizada em situações em que a Entidade deseja bloquear o cartão de um associado temporariamente. É um procedimento reversível, ou seja, se a Entidade quiser ela pode liberar e bloquear quantas vezes forem necessárias. O motivo para o bloqueio de um cartão pode ser por motivos financeiros, ou até mesmo por perda do mesmo. Cancelamento de cartão: É um procedimento irreversível. Uma vez o cartão cancelado, somente gerando uma nova via de cartão para o associado utilizar. Esta opção é utilizada em situações em que a Entidade quer cancelar o cartão por motivo de desligamento do associado com a Entidade, ou perda do cartão. Procedimentos para liberar um cartão: Ir em associados, e depois em gerenciar cartões. Conforme imagem anterior. Próximo passo é fazer o desbloqueio do cartão do associado clicando em cima do número do cartão. Conforme ilustração abaixo: Irá aparecer uma nova tela com as informações do associado, tais como o nome do associado, o número do cartão, a data de emissão deste cartão, opções de liberar o cartão ou de cancelar o mesmo. Para liberar este cartão, deve-se somente clicar em liberar cartão. Conforme ilustração abaixo. DM003.0 Página 13 / 42

14 Cartão liberado para novas compras. Segue ilustração abaixo. Procedimentos para bloquear um cartão: Clicar em gerenciar cartão como explicado no item acima. O cartão vai estar liberado conforme imagem a seguir: Clicando no número do cartão, aparecerá uma nova tela. Com a opção de bloquear colocando a justificativa. Esta justificativa é necessária para que o atendente da TecBiz possa informar ao associado o motivo do bloqueio, caso este entre em contato conosco. Segue ilustração abaixo. Clicando em bloquear aparecerá a tela abaixo. Cartão bloqueado. DM003.0 Página 14 / 42

15 Obs.: Apenas a Entidade tem a autonomia de desbloquear o cartão do associado. Procedimentos para cancelar um cartão: Ir em associados, após em gerenciar cartões. Entrar no link gerenciar cartões e verificar o status do cartão se está bloqueado. O cartão só poderá ser cancelado se o mesmo estiver bloqueado, clicar em cima do número do cartão conforme imagem abaixo: O status do cartão estando bloqueado pode-se fazer o cancelamento do cartão do associado. Conforme exemplo abaixo. Deve-se clicar em cancelar cartão ; Aparecerá uma mensagem para a confirmação do cancelamento. Confirme. Segue ilustração abaixo: DM003.0 Página 15 / 42

16 Confirmando o cancelamento, aparecerá a tela abaixo; Obs.: Caso queira gerar novas vias, as mesmas permanecerão com o mesmo código do associado alterando somente o número de cartão. 4.2 Emitir cartão provisório/reimpressão O cartão provisório é uma alternativa para o associado que ainda não recebeu o seu definitivo em PVC. Através de uma imagem emitida pelo sistema, a Entidade poderá imprimir quantas vezes forem necessárias, pois o cartão provisório não gera novas vias. Este cartão (provisório) não possui data de validade, devendo a Entidade usar critérios próprios para administrar. Para gerar um cartão provisório deve-se seguir o item 3.1, após selecionar o associado, seguir os passos abaixo: DM003.0 Página 16 / 42

17 Ao clicar em Reimprimir Cartão, será gerada uma solicitação com a mesma numeração de cartão, conforme imagem abaixo. 5 Rede Conveniada Neste link é importante salientar que os estabelecimentos credenciados são solicitados pela Entidade, o contrato é homologado entre ambas, e só a Entidade poderá fazer o bloqueio e desbloqueio dos estabelecimentos. O relacionamento com os estabelecimentos para pagamento, divulgação, renovação ou renegociação de contratos devem ser feitos diretamente com a Entidade. Os contratos são cadastrados no sistema TecBiz e automaticamente bloqueados, a Entidade de posse do contrato deverá desbloqueá-lo assim que o convênio estiver pronto. 5.1 Extratos Neste link a Entidade pode visualizar os extratos da Rede Conveniada, meses em aberto, e meses encerrados, matriz e filiais. Clicar no link da Rede Conveniada, em seguida fazer a pesquisa da Rede Conveniada pelo código, nome, segmento, cidade, ou pelo status. Após fazer a opção de pesquisa clicar em procurar. Segue ilustração. DM003.0 Página 17 / 42

18 5.2 Extratos por período No extrato por período a Entidade pode visualizar os últimos 12 meses de uma Rede Conveniada. A Entidade deve entrar em Rede Conveniada, extratos e extrato por período. Conforme ilustração abaixo: DM003.0 Página 18 / 42

19 Deve-se selecionar uma Rede Conveniada e o mês de vencimento e clicar em consulta. Conforme ilustração abaixo: Irá aparecer todo o extrato dos próximos 12 meses da Rede Conveniada selecionada. 5.3 Dados Cadastrais Neste link a Entidade pode selecionar os dados cadastrais de uma Rede Conveniada. Os dados cadastrais dos ECS não estão disponíveis para alteração, visto que o mesmo tem convênios com outras Entidades e a base de dados é única. Caso haja necessidade de alteração enviar para Localizar o estabelecimento conforme mostrado acima: DM003.0 Página 19 / 42

20 . 5.4 Alterar restrições de venda Neste link a Entidade pode fazer restrições para uma Rede Conveniada. A Entidade pode restringir a quantidade de parcelas, bem como bloquear e desbloquear um ECS. Clicar no link da Rede Conveniada, selecionar a Rede Conveniada e clicar em restrições de venda e fazer a alteração de restrição de venda e enviar. 5.5 Convênios Solicitados DM003.0 Página 20 / 42

21 Neste link a Entidade poderá visualizar uma lista de solicitações de convênios por status. Você pode marcar todos os status ou escolher um especifico (segue imagem abaixo): 5.6 Controle de Comprovante Registrar e controlar os comprovantes entregues para efetuar os devidos pagamentos, considerando o valor parcial. DM003.0 Página 21 / 42

22 5.7 Selecionar outro estabelecimento Neste link a Entidade poderá pesquisar um estabelecimento pelo código, nome, segmento, cidade ou pelo status, e em seguida clicar em procurar. 6 Autorizações 6.1 Consultar autorizações Pesquisar autorização através do número da autorização. Primeiramente clicar em autorizações, depois em consultar autorizações. Irá abrir uma nova tela, onde deverá ser digitado o número da autorização. É só digitar o número da autorização e clicar em seguida em consultar. Caso você não saiba o número da autorização, o mesmo pode ser consultado nos relatórios do associado e da rede conveniada. Seguindo o 1º passo a passo corretamente, aparecerá a imagem de uma autorização detalhada. Conforme ilustração abaixo: DM003.0 Página 22 / 42

23 6.2 Estornar autorização Neste link a Entidade pode fazer um estorno de uma autorização. Lembrando que o sistema só estorna parcelas em aberto. Para estornar autorizações no mês atual o mesmo deverá ser feito antes da data de corte. Para realizar um estorno, a Entidade deve clicar em Autorizações, e após clicar em estornar autorização. Irá abrir uma nova tela onde será solicitado algumas informações. Tais como: número da autorização e número do cartão(imagem abaixo). Irá aparecer os dados detalhados da autorização (conforme imagem abaixo) DM003.0 Página 23 / 42

24 No campo senha, digitar a senha do operador da Entidade, clicar em Estornar Autorização, Após clicar em confirmação de estorno, clicar em OK, vai ser estornado as parcelas em aberto e será mostrado os dados da autorização estornada conforme imagem ao lado. 6.3 Listagem de autorizações A Entidade deve entrar pelo link autorizações, clicar em listagem de autorizações. Essa pesquisa poderá ser feita por período, ordem de numérica de autorização, código de associado, código de estabelecimento, podendo ser ordenado por data ou por autorização. Segue ilustração abaixo. 6.4 Autorizador on-line Para fazer uma autorização Online, o sistema irá pedir as seguintes informações: O código da Rede Conveniada, o número do cartão do associado, o valor total da compra, o número de parcelas e o número do comprovante. Segue imagem abaixo do Autorizador: DM003.0 Página 24 / 42

25 Irá abrir o autorizador on-line conforme segue a ilustração; 7 Lançamentos 7.1 Para Associados Fazer lançamentos para os associados para meses em aberto e / ou meses encerrados. Lançamento para associado individual: Para a Entidade fazer um lançamento para um associado para meses em aberto / encerrados (último mês encerrado), basta preencher os dados conforme solicitado, conforme imagem abaixo: DM003.0 Página 25 / 42

26 Irá aparecer os dados preenchidos, se estiverem corretos, confirmar conforme imagem abaixo: Após clicar em Confirma, vai ser gerado um número de autorização conforme imagem abaixo: O sistema oferece duas opções de lançamentos para o associado: 1º Crédito: Neste caso o valor virá a somar ao saldo atual / futuro que o associado já possui, entre inúmeras situações que podemos citar na utilização desta ferramenta, estão os casos de acerto prévio do associado. 2º Débito: Neste caso o valor irá abater do saldo atual / futuro do associado, esta ferramenta é muito utilizada em acerto de pendências. É muito importante salientarmos que como em toda a contabilidade para cada crédito haverá um débito, e vice-versa, ou seja, para creditar ou debitar um associado ou estabelecimento o valor em contrapartida irá debitar ou creditar um estabelecimento que poderá ser interno como o exemplo: o financeiro da associação ou externo no caso da Rede Conveniada atual. 7.2 Para Estabelecimentos Neste link pode-se fazer lançamentos para um estabelecimento para o mês atual e/ou mês futuro. DM003.0 Página 26 / 42

27 Para se fazer um lançamento basta seguir os passos abaixo: Observação neste link: Crédito = É quando a Entidade quer creditar um valor, aumentando o saldo do mesmo no período vigente. Débito = É quando a Entidade desconta um valor X de um associado ou de uma Rede Conveniada, diminuindo seu saldo atual. Em contrapartida, crédito e débito sempre deverá ter um código de ECS para fazer este lançamento. Poderá ser código interno ou código de uma Rede Conveniada. Preencher os dados conforme solicitados, na opção histórico pode se escolher um titulo para aparecer no extrato. Verificar os dados digitados se estiver correto clicar em Continua, caso foi digitado algo errado pode se clicar em Cancela (segue imagem abaixo) 7.3 Consultar lançamento para Estabelecimentos Para uma Entidade fazer uma consulta de lançamento, ela deve entrar em Lançamentos>Para estabelecimentos>consultar lançamento para estabelecimento. O sistema irá solicitar o número do lançamento. (segue imagem abaixo) DM003.0 Página 27 / 42

28 7.4 Relatório de lançamentos para Estabelecimentos Para uma Entidade fazer um relatório dos lançamentos realizados, deve-se entrar em Lançamento>para estabelecimento>relatório de lançamentos para estabelecimentos. Após o sistema irá solicitar as seguintes informações: o código do estabelecimento, o histórico do lançamento (um histórico ou todos os históricos), a data inicial e a data final, e o período (mês de pesquisa) e clicar em pesquisar, o sistema irá gerar o relatório com as informações solicitadas. Observação importante: Código Interno Tesouraria Este Código Interno é utilizado quando uma Entidade precisa fazer acertos lançando um débito ou um crédito para um associado. Como funciona: DM003.0 Página 28 / 42

29 Quando uma Entidade recebe um valor em espécie, deve fazer um lançamento de crédito utilizando o cód Tesouraria, para dar entrada do valor na entidade. Da mesma forma para fazer o acerto do associado no sistema sem interferir no relatório do estabelecimento de origem deve-se fazer um lançamento para o associado de crédito (no caso também é utilizado o estabelecimento 200) para acertar o valor. EX: Um associado tem R$75,00 em haver em 2 parcelas de R$37,50. O mesmo associado quitou seu débito diretamente com a associação, que para ter a ação registrada no sistema lançou um crédito de R$75,00 reais em 2 vezes para o código 200 tesouraria, e outro crédito para o associado no valor das parcelas mensais, ou seja, 2 vezes de R$ 37,50. O resultado final da ação é a anulação do desconto mensal do associado, que já havia quitado seu débito junto à entidade. DM003.0 Página 29 / 42

30 8 Fechamento/Encerramento Neste link estão os relatórios de contas a pagar e receber da Entidade. É o relatório de toda a movimentação do mês, com os valores discriminados indicando o total bruto movimentado pelos associados, os valores relativos a taxa administrativa integral e parcial referente a TecBiz e da taxa administrativa que deverá ser repassado (pago) para os estabelecimentos. 8.1 Contas a pagar É o relatório detalhado com a movimentação do período que deverá ser repassado para as Redes Conveniadas. O relatório de contas a pagar poderá ser visualizado a qualquer momento, mas após a data do corte ele passará a integrar os meses encerrados e não poderá mais ser alterado Contas a pagar: Unificado Para uma Entidade visualizar o relatório de contas a pagar unificado, deve-se entrar em Fechamento, em seguida em contas a pagar, e após isso em unificado. O sistema irá solicitar as seguintes informações: o mês de vencimento, a fonte pagadora, o rótulo (nome fantasia / razão social), o domínio (todas as parcelas / apenas parcelas faturadas pela TecBiz / apenas parcelas não faturadas (importações). Em seguida clicar em gerar relatório, em seguida o sistema irá gerar o relatório de contas a pagar. DM003.0 Página 30 / 42

31 8.1.2 Contas a pagar: Por banco Para uma Entidade visualizar o relatório de contas a pagar por banco, deve-se entrar em Fechamento, em seguida em contas a pagar, e após isso em por banco. O sistema irá solicitar as seguintes informações: o mês de vencimento e a fonte pagadora. Em seguida clicar em gerar relatório, em seguida o sistema irá gerar o relatório de contas a pagar por banco. Conforme ilustração abaixo: DM003.0 Página 31 / 42

32 Relatório unificado: é a lista unificada com todas as movimentações. Relatório por banco: é a lista separada por banco e agência. 8.2 Contas a receber É o valor que a Entidade deve descontar dos associados Contas a receber: Meses em aberto É para controle e visualização parcial da Entidade. Segue ilustração abaixo. DM003.0 Página 32 / 42

33 8.2.2 Contas a receber: Meses encerrados Para uma Entidade visualizar o relatório de contas a receber meses encerrados, deve-se entrar em Fechamento/Encerramento, em seguida em contas a receber, e após isso em meses encerrados. O sistema irá solicitar as seguintes informações: o mês de vencimento, a fonte pagadora e selecionar todas as fontes pagadoras ou apenas as fontes pagadoras com movimentação, e em seguida clicar em gerar relatório, em seguida o sistema irá gerar o relatório de contas a receber de meses encerrados. DM003.0 Página 33 / 42

34 8.3 Repasses Neste link é possível fazer o registro dos repasses para as Redes Conveniadas. Essa ferramenta facilita na conferência dos fechamentos com as Redes Conveniadas credenciadas no sistema TecBiz Repasses - Saldo inicial É o valor líquido a ser repassado para as Redes Conveniadas. Para uma Entidade realizar um repasse, a mesma deve entrar em contas a pagar e verificar o valor total líquido; DM003.0 Página 34 / 42

35 Entrar em Repasses, depois em Saldo inicial e fazer um Repasse para um código interno de sua Entidade no valor total líquido; Repasses Lançamentos É o valor repassado para as Redes Conveniadas, e o abatimento do valor do saldo inicial. Entrar em Repasses novamente, depois em lançamentos, e fazer os Repasses dos valores correspondentes para cada Rede Conveniada conforme contas a pagar; DM003.0 Página 35 / 42

36 Após fazer os Repasses para as Redes Conveniadas, deve-se ir no link de Redes Conveniadas, depois entrar em extratos anteriores individuais, digitar o código 0500 que é referente a Repasses de Redes Conveniadas, e verificar o extrato e conferir os repasses se estão corretos; Se no extrato estiver no valor total líquido zerado, significa que está OK os repasses; Pode ocorrer de não conferir os valores. Se no valor total líquido tiver o valor negativo (-) é porque foi repassado valores a mais, e se tiver o valor total líquido positivo (+) é porque faltou repassar valores de algumas Redes Conveniadas. Neste caso deve-se fazer uma conferência para verificar para quem foi repassado o valor indevidamente e fazer a correção. DM003.0 Página 36 / 42

37 9 Recursos Exclusivos Neste link ficam disponíveis os recursos exclusivos da sua Entidade. Recursos exclusivos são customizações no sistema para que o mesmo ofereça ferramentas específicas. 10 Segurança 10.1 Log de operações Neste link a Entidade poderá visualizar os usuários e operações realizadas em nosso sistema. Para uma Entidade fazer uma pesquisa de log de operações, deve entrar em segurança, clicar em seguida em log de operações, o sistema irá solicitar as seguintes informações: o período para fazer a pesquisa, operação (selecionar uma operação ou todas as operações), o usuário, o código do associado ou o código do estabelecimento Usuários Cadastrados Mostra todos os usuários cadastrados com a Entidade e seus respectivos dados e informando da situação do usuário. DM003.0 Página 37 / 42

38 11 Atividades em lote É funções que podem ser carregadas em lote conforme layout do arquivo Alterações de status de cartão em lote Liberar, Bloquear e Cancelar associados em lote conforme arquivo. Clicar em Procurar, selecionar a fonte pagadora, escolher os status e Validar arquivo. Após ser validado, irá retornar uma mensagem informando se o arquivo está ok Alteração de limite em lote Alteração de limite mensal, total e/ou margem consignável. Montar o arquivo conforme instruções na tela. DM003.0 Página 38 / 42

39 Após montar o arquivo, clicar em validar, será mostrado a tela a seguir: Clicar em Processar arquivo, no qual irá processar as linhas corretas do arquivo. Planilha com as linhas incorretas, no qual irá mostrar as linhas incorretas e o motivo da inconsistência. OBS:Antes de processar o arquivo, deve ser salvo as planilhas, pois após clicar em processar a tela voltará para a tela inicial de alteração de limite. 12 Mensagens Este link é um canal de comunicação entre a TecBiz, as Entidades, Redes Conveniadas e seus associados. Caixa de mensagens Para uma Entidade acessar sua caixa de mensagens, é só entrar em caixa de mensagens, que em seguida irá abrir uma nova janela com todas as mensagens da Entidade correspondente. Envio de Mensagens Neste link a Entidade poderá enviar mensagens para suas redes convenia Para uma Entidade enviar uma mensagem para as Redes Conveniadas ou para os Associados, devese seguir os próximos passos. Entrar em mensagens, em seguida em envio de mensagens ; Se for mensagem para as Redes Conveniadas, deve-se digitar a mensagem e em seguida deve-se clicar em atualizar, e em seguida a mensagem poderá ser visualizada pelas Redes Conveniadas. Mesmo procedimento deve ser feito no caso da mensagem ser digitada para os associados. DM003.0 Página 39 / 42

40 13 Fale com a Diretoria Neste link a Entidade poderá se comunicar diretamente com a Diretoria. 14 Solicite um convênio Neste link a Entidade poderá fazer uma solicitação de convênio. O link solicite seu convênio é a única ferramenta utilizada atualmente para solicitar um convênio. Conforme ilustração abaixo. 15 Dúvidas Frequentes Está disponibilizado Online as dúvidas mais frequentes das Entidades. DM003.0 Página 40 / 42

41 Considerações finais: Mês corrente: É o período de tempo que é usado para utilização do sistema. Associados ativos sem consumo: Associado que está cadastrado no sistema com o cartão com o status de liberado, mas sem consumo, ou seja, sem compras feitas com o cartão do convênio. Associados ativos com consumo: Associado que está cadastrado no sistema com o cartão com o status de liberado, com consumo, ou seja, com compras feitas com o cartão do convênio. Autorizações: Autorização é uma forma de registrar a compra no sistema TecBiz, para o controle dos associados, das Redes Conveniadas e das Entidades. Valor compromissado: Valor compromissado é toda e qualquer movimentação de valores no sistema TecBiz. Cartão liberado: É quando o associado está cadastrado no sistema TecBiz e com o cartão disponível para efetuar compras nas Redes Conveniadas. Cartão bloqueado: Esta opção é utilizada pelas Entidades em situações em que a Entidade deseja bloquear o cartão de um associado temporariamente. Cartão cancelado: É um procedimento irreversível. Uma vez o cartão cancelado, somente gerando uma nova via de cartão para o associado utilizar. Esta opção é utilizada em situações em que a Entidade quer cancelar o cartão por motivo de desligamento do associado com a Entidade. Limite de crédito mensal: Limite de crédito mensal é o valor estipulado e cadastrado no sistema pela Entidade. Saldo: Saldo é o limite de crédito mensal, menos o somatório do valor das parcelas não estornadas no período. Relatório unificado: É a lista unificada com todas as movimentações. Relatório por banco: É a lista separada por banco e agência. DM003.0 Página 41 / 42

42 Contas a receber: É o valor que a Entidade deve descontar dos associados. Contas a pagar: É o valor que a Entidade deve repassar para as Redes Conveniadas. Recursos exclusivos: São customizações no sistema para que o mesmo ofereça recursos fora do padrão. Caixa de mensagens: É um canal de comunicação entre a TecBiz e seus clientes. Fale com a Diretoria: É um canal de comunicação entre clientes e nossa Diretoria. Solicite um convênio: É a ferramenta utilizada atualmente para solicitar um convênio. Cartão provisório: O cartão provisório é uma alternativa para o associado que ainda não recebeu o seu definitivo em PVC. Através de uma imagem gerada pelo sistema, a Entidade poderá gerar e / ou imprimir quantas vezes forem necessárias, pois o cartão provisório não gera novas vias. Este cartão (provisório) não possui data de validade, devendo a Entidade usar critérios próprios para administrar. Cartão definitivo: O cartão definitivo é em PVC. A Entidade quando cadastra um novo associado no sistema TecBiz, recebemos pelo sistema esta informação. Automaticamente fazemos à confecção dos cartões e enviamos para as Entidades correspondentes. Relatórios: É uma listagem de todas as movimentações pelo sistema TecBiz. ECS: Sigla para Estabelecimento comercial. ETD: Sigla para Entidade TBZ: Sigla para TecBiz. Repasses: É o valor líquido a ser pago para a Rede Conveniada. Código interno: São códigos de ECS fornecido para controle interno de uma determinada Entidade que possuem o mesmo CNPJ da associação. Ex: Ecs Feira ou Ecs Caixa, dos quais geralmente não são cobradas taxas de administração, não sendo divulgados aos associados justamente por não fazerem parte da rede conveniada convencional. DM003.0 Página 42 / 42

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 MÓDULO CLIENTE Conteúdo 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 2.2 HOME 4 2.3 A VALECARD 5 2.4 PRODUTOS 6 2.5 REDE CREDENCIADA 7 2.6 ROTA 9 2.7 CONTATO 9 3. EMPRESAS 11 3.1. ACESSO

Leia mais

Tutorial contas a pagar

Tutorial contas a pagar Tutorial contas a pagar Conteúdo 1. Cadastro de contas contábeis... 2 2. Cadastro de conta corrente... 4 3. Cadastro de fornecedores... 5 4. Efetuar lançamento de Contas à pagar... 6 5. Pesquisar Lançamento...

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

Sistema integrado de Aquisição de Vale-transporte para Cartões Eletrônicos. SBCTrans

Sistema integrado de Aquisição de Vale-transporte para Cartões Eletrônicos. SBCTrans Sistema integrado de Aquisição de Vale-transporte para Cartões Eletrônicos SBCTrans A tecnologia facilitando a vida do cidadão Índice Cadastro e Primeiro Acesso... 05 Acessando o Sistema... 08 Menu de

Leia mais

Cadastro e Comercialização de Vale-Transporte Guia de Utilização

Cadastro e Comercialização de Vale-Transporte Guia de Utilização 1º PASSO: ACESSO À PAGINA PARA EMPREGADORES NÃO CADASTRADOS Acesse o site www.tripoa.com.br e selecione a opção Vale-transporte, ou então acesse www.trensurb.gov.br. Neste espaço você será informado sobre

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet

MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet MANUAL DO PROGRAMA CSPSNet Qualquer dúvida entre em contato: (33)32795093 01 USUÁRIO/CSPSNet O sistema CSPSNet está configurado para funcionar corretamente nos seguintes browsers: Internet Explorer 8.0,

Leia mais

Manual de uso do RM Portal Acessando o portal

Manual de uso do RM Portal Acessando o portal Manual de uso do RM Portal Acessando o portal 1º) Deve-se abrir um browser de internet (Utilizar o Internet Explorer para uma melhor visualização do portal). Após o browser aberto, deve-se digitar o endereço

Leia mais

Como funciona? SUMÁRIO

Como funciona? SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Benefícios e Vantagens... 2 3. Como utilizar?... 2 3.1. Criar Chave / Senha de Usuário... 2 3.2. Recursos da Barra Superior... 2 3.2.1. Opções... 3 3.2.1.1. Mover Para...

Leia mais

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA...

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... Portal de Vendas Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 1.1. Guia Portal de Vendas... 7 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... 8 5.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

Passo a Passo Créditos Adicionais Digite o endereço no seu navegador de internet: www.spmd.maceio.al.gov.br/sisplagem/asp

Passo a Passo Créditos Adicionais Digite o endereço no seu navegador de internet: www.spmd.maceio.al.gov.br/sisplagem/asp 1 2 Passo a Passo Créditos Adicionais Digite o endereço no seu navegador de internet: www.spmd.maceio.al.gov.br/sisplagem/asp Para acessar ao sistema DIGITE CPF E SENHA. Clique em ENVIAR para entrar. Depois

Leia mais

Portal Acadêmico Manual Técnico Renovação de Matrícula 2015/1

Portal Acadêmico Manual Técnico Renovação de Matrícula 2015/1 A rematrícula poderá ser feita acessando o site da Multivix e clicando no link Portal Acadêmico, ou digitando diretamente no seu navegador o endereço http://portal.. Na tela de login, entre com seus dados

Leia mais

GUIA DE USO. Sobre o Moip

GUIA DE USO. Sobre o Moip GUIA DE USO Sobre o Moip Sobre o Moip 2 Qual o prazo de recebimento no Moip? Clientes Elo 7 possuem prazo de recebimento de 2 dias corridos, contados a partir da data de autorização da transação. Este

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

MANUAL LOJA VIRTUAL - PORTAL PHARMA LINK

MANUAL LOJA VIRTUAL - PORTAL PHARMA LINK Data: Abril de 2014 MANUAL LOJA VIRTUAL - PORTAL PHARMA LINK ÍNDICE Objetivo:... 2 Premissas:... 2 1 CADASTRO NA LOJA VIRTUAL... 3 1.1 Acesso...3 1.2. Cadastrar Loja...3 1.3 Ativação de Cadastro...6 1.3.1

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO

MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO MANUAL DE REGRAS E NORMAS TÉCNICAS PARA WEB GUIA E DEMONSTRATIVO DE PAGAMENTO Este Manual tem por finalidade orientar os procedimentos de preenchimento da Web Guia do CREDENCIADO no atendimento aos beneficiários

Leia mais

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR CAIXA SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) Versão 12-05/01/2015 1 ÍNDICE CAIXA CAIXA...1 CAIXA...2 CAIXA...2 1.Introdução... 2 2.Objetivo do Sistema...3 3.Usuário

Leia mais

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas Prefeitura de Rio Verde GO SEFAZ - Secretaria da Fazenda DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas DMS e Notas Fiscais Eletrônicas Rio Verde, GO, setembro 2009 1 Sumário INTRODUÇÃO... 03 LEGISLAÇÃO...

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.12 Pagueban...2 Bancos...2 Configurando Contas...5 Aba Conta Banco...5 Fornecedores Referências Bancárias...7 Duplicatas a Pagar...9 Aba Geral...10 Aba PagueBan...11 Rastreamento

Leia mais

Orientações Básicas Repom.

Orientações Básicas Repom. Orientações Básicas Repom. Considerações importantes: 1 A viagem deverá estar autorizada para depois solicitar o pagamento. 2 É obrigatório informar o campo NCM da mercadoria, que está em tabela>auxiliares>mercadoria.

Leia mais

CUPOM ELETRÔNICO GBARBOSA. Manual do Conveniado

CUPOM ELETRÔNICO GBARBOSA. Manual do Conveniado CUPOM ELETRÔNICO GBARBOSA Manual do Conveniado 1. Acesso ao sistema Para ter acesso ao sistema, o conveniado deve solicitar ao Departamento Financeiro da Cencosud Brasil Comercial Ltda. (GBarbosa), o cadastro

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED I - Site Portocred Para acessar o site Portocred, devemos entrar no link: extranet.portocred.com.br/cp e após clicar na opção Credito Pessoal Perto Check. *Lançar o usuário e a senha que serão informadas

Leia mais

Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0. www.sms.agenciaglobo.net

Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0. www.sms.agenciaglobo.net Manual de utilização do sistema de envio de sms marketing e corporativo da AGENCIA GLOBO. V 1.0 www.sms.agenciaglobo.net 1 ACESSO O SISTEMA 1.1 - Para acessar o sistema de envio entre no site http://sms.agenciaglobo.net/

Leia mais

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE

Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Manual de Utilização Portal de Serviços do Inmetro nos Estados - PSIE Sumário PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ETIQUETAS DE REPARO...3 Figura 1.0...3 Figura 2.0...4 Figura 3.0...5 Figura 4.0...5 1. Proprietário

Leia mais

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar:

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar: SOLICITAÇÃO DE FOMENTO on-line MANUAL DO USUÁRIO 1 CONTATOS... 2 2 ANTES DE COMEÇAR... 2 3 ENTRAR NO SISTEMA INFAPERJ... 3 3.1 ACESSO AO SISTEMA...3 3.2 LOGIN...4 4 APRESENTAÇÃO GERAL DA INTERFACE... 5

Leia mais

Universidade Federal de Mato Grosso. Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação. SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL

Universidade Federal de Mato Grosso. Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação. SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL Universidade Federal de Mato Grosso Secretaria de Tecnologias da Informação e Comunicação SISCOFRE Sistema de Controle de Frequência MANUAL Versão 2.1 2013 Cuiabá MT Sumário Usuários do SISCOFRE... 3 Fases

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4

APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4 INDICE APRESENTAÇÃO... 3 OBJETIVO... 3 QUEM DEVE USAR... 3 CAPÍTULO 1 - INICIANDO O SISTEMA... 4 1.1 - ENTRADA NO SISTEMA... 4 1.2 - TELA DO ORGANIZADOR DO MULTICONTAS... 4 CAPÍTULO 2 - FUNCIONALIDADES

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

O sistema possui 5 módulos para registros:

O sistema possui 5 módulos para registros: ÍNDICE 1 DESCRIÇÃO...4 2 ACESSO...6 3 DADOS CADASTRAIS...7 3.1 ATUALIZAR CADASTRO...7 3.2 TROCAR SENHA...8 4 GRUPO DE USUÁRIO...9 4.1 INCLUIR...9 4.2 ATUALIZAR...9 5 FUNCIONÁRIOS...10 5.1 INCLUIR...10

Leia mais

Manual Q-Acadêmico 2.0. Módulo Web - Professor

Manual Q-Acadêmico 2.0. Módulo Web - Professor Manual Q-Acadêmico 2.0 Módulo Web - Professor Índice 1 Acessando o sistema via internet... 3 2 Menu de Funcionalidades... 6 2.1 Acompanhamento de Calendários Acadêmicos... 7 2.2 Alterar Senha... 9 2.3

Leia mais

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Perfil Convenente

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Perfil Convenente MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E USO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E USO MANUAL DE INSTALAÇÃO E USO Gerenciamento de Convênios AFUSCAD Desenvolvido por DinizSoft Sistemas Av.Presidente Vargas, 823 Sala 103 Edifício Vargas Dracena/SP 17.900-000 Telefone (18) 3822.2497 email

Leia mais

MÓDULO 1.0 Tela inicial do sistema, onde é identificado o usuário pelo próprio CRO sendo coerente com a senha, lhe é permitido o acesso via WEB ao sistema DENTAL GROUP. Quando carrego a tela de menu já

Leia mais

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática

Manual do Sistema de RMO P á g i n a 2. Manual do Sistema de RMO. Registro Mensal de Ocorrências (GRH) Núcleo de Informática Gerência de Recursos Humanos GRH/PRAD/UFMS Manual do Sistema de RMO Versão On-Line Núcleo de Informática Universidade Federal de Mato Grosso do Sul P á g i n a 2 Manual do Sistema de RMO Registro Mensal

Leia mais

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos fiscais Consultar

Leia mais

Como Fazer o seu Pedido

Como Fazer o seu Pedido 1 Como Fazer o seu Pedido Agora que você já está cadastrado e sabe como acessar o seu escritório virtual, é muito importante que saiba como enviar seus pedidos. No tutorial Como Fazer o seu Cadastro você

Leia mais

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com

Material de Apoio. SEB - Contas a Pagar. Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Material de Apoio SEB - Contas a Pagar Versão Data Responsável Contato 1 05/12/2011 Paula Fidalgo paulaf@systemsadvisers.com Conteúdo CONFIGURAÇÃO... 3 Cadastro de Fornecedores... 3 Métodos de Pagamento...

Leia mais

Manual do Processo de Controladoria

Manual do Processo de Controladoria Manual do Processo de Controladoria Apresentação MV Sumário Processo de Controladoria 5 Leia-me primeiro... 5 Contas a Pagar -... Provisionamento 7 Validar Dados da Nota Fiscal... 11 Registro no Contas

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5

ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5 BENTO GONÇALVES Julho de 2005 ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5 5.1 Para acessar o sistema 5 5.2

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

Sumário. Manual de Acesso Ferramenta Administrativas Acadêmicos. 1. Ferramenta Administrativas (Acadêmicos)... 3

Sumário. Manual de Acesso Ferramenta Administrativas Acadêmicos. 1. Ferramenta Administrativas (Acadêmicos)... 3 Sumário Manual de Acesso Ferramenta Administrativas Acadêmicos 1. Ferramenta Administrativas (Acadêmicos)... 3 2 1. Ferramenta Administrativas (Acadêmicos) Manual de Acesso Ferramenta Administrativas Acadêmicos

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Configurando o Módulo... 3 Contas... 3 Conta Caixa... 5 Aba Geral... 5 Aba Empresas... 8 Conta Banco... 9 Aba Geral... 9 Aba Conta Banco... 10 Aba Empresas... 12 Tipos de

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

GUIA DE USO SERVIÇOS PARA IMOBILIÁRIAS

GUIA DE USO SERVIÇOS PARA IMOBILIÁRIAS GUIA DE USO SERVIÇOS PARA IMOBILIÁRIAS Diretoria Comercial Corporativa Página 2 de 14 Sumário 1 Introdução... 4 2 Acessando os serviços para Imobiliárias... 5 3 Gerenciando clientes... 8 4 Serviços...

Leia mais

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg. 2. 2. Cadastro pg. 3. 3. Abas de navegação pg. 5. 4. Abas dados cadastrais pg. 5. 5. Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA. Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA. Acesso ao Sistema - Pessoa Física ELETRÔNICA - NFS-e NOTA CARIOCA Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 36 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 2. REGRAS PARA CADASTRAMENTO... 5 3. SENHA WEB... 6

Leia mais

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE Guia do Usuário ÍNDICE ÍNDICE Setembro /2009 www.4rsistemas.com.br 15 3262 8444 IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 3 Sou localizado no município... 4 Não sou localizado no município... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 Tela

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?...

Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... 4 COMO CONFIGURAR O CNAB... 5 CADASTRO DE BANCOS... 5 PARAMETROS DO CNAB...

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

MANUAL SISTEMA WEB 1) BAIXANDO O SISTEMA NO SITE DA BELSINOS

MANUAL SISTEMA WEB 1) BAIXANDO O SISTEMA NO SITE DA BELSINOS MANUAL SISTEMA WEB 1) BAIXANDO O SISTEMA NO SITE DA BELSINOS Acessar o site www.belsinos.com.br Ir em Seja Cliente Clicar na Sistema de Operações Clicar em Baixar o aplicativo Baixar o instalador do WebFactoring

Leia mais

Passos para teste de boletos pré-produção

Passos para teste de boletos pré-produção Passos para teste de boletos pré-produção Os passos citados abaixo apenas poderão ser efetuados após a homologação dos boletos junto ao banco. Este processo é realizado pela MTI e liberado à empresa que

Leia mais

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES 1 Quais são os sujeitos que devem ser cadastrados e o que cada um representa no cadastro da empresa?...2 2 Como fazer para cadastrar uma empresa?...3 3 Cliquei

Leia mais

Manual Prático de Acesso Novo Hamburgo/RS. ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica

Manual Prático de Acesso Novo Hamburgo/RS. ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Novo Hamburgo/RS ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica SUMÁRIO Página LOGIN AO SISTEMA...3 EMITIR NOTA FISCAL ELETRÔNICA...7 CONSULTAR NOTA FISCAL ELETRÔNICA...12 CONSULTAR SOLICITAÇÕES DE CANCELAMENTO

Leia mais

SUMÁRIO CARTÃO USP SOLICITAÇÃO DE 1ª VIA... 2 CARTÃO USP SOLICITAÇÃO DE 2ª VIA... 12

SUMÁRIO CARTÃO USP SOLICITAÇÃO DE 1ª VIA... 2 CARTÃO USP SOLICITAÇÃO DE 2ª VIA... 12 Sistemas Recursos Humanos da USP na Internet SUMÁRIO CARTÃO USP SOLICITAÇÃO DE 1ª VIA... 2 CARTÃO USP SOLICITAÇÃO DE 2ª VIA... 12 CARTÃO USP GERENCIAMENTO PELA ÁREA DE PESSOAL... 23 Como listar solicitações

Leia mais

Os itens adicionados nesta lista serão retirados do estoque até que você os devolva.

Os itens adicionados nesta lista serão retirados do estoque até que você os devolva. Funções do Rackine. Será abordado aqui de forma simples e abreviada, as principais funções de cada tela do Rackine. Focando apenas em descrever o que cada parte do software faz. Para informações relativas

Leia mais

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios Atrelada ao processo: Validação de layout dos arquivos de convênios/cobrança de um novo convênio/cedente Classificação da informação: uso interno

Leia mais

LOGÍSTICA E FATURAMENTO

LOGÍSTICA E FATURAMENTO LOGÍSTICA E FATURAMENTO 1. Geração lote de separação 1 2. Impressão Picking list 3 2.1. Por pedidos 3 2.2 Por lote 5 2.3 Controle do Picking List por Lote 7 3. Registro de operação por Caixa 10 3.1 Separação

Leia mais

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 jfinanças Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFINANÇAS PESSOAL... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfinanças Pessoal...

Leia mais

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV Sistema de de Eletrônica SETRANSP DOTFLEX MANUAL MÓDULO PDV REGIÃO MANUAL METROPOLITANA MÓDULO PESSOA Revisão JURÍDICA 02 / Setembro SBE de 2008 - DOTFLEX Revisão 00 / Março de 2009 MANUAL MÓDULO EMPRESA

Leia mais

Circulação de Materiais

Circulação de Materiais Circulação de Materiais Manual APC Manual PER-MAN-001 Circulação de Materiais Sumário 1. EMPRÉSTIMO/DEVOLUÇÃO/DÉBITOS/RENOVAÇÃO... 1-1 1.1 1.2 EMPRÉSTIMO... 1-3 DEVOLUÇÃO... 1-7 1.3 DÉBITOS... 1-10 1.4

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB

MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB MANUAL DO PRESTADOR FATURAMENTO WEB 0 Sumário Introdução... 2 Funcionalidades... 2 Requisitos Necessários... 2 Faturamento Web... 3 Faturamento Simplificado... 4 Faturamento Detalhado... 9 Faturamento

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred I - Site Portocred Para acessar o site Portocred, devemos entrar no link: extranet.portocred.com.br/cp e após clicar na opção Crédito Pessoal Perto Check. *Lançar o usuário e a senha que serão informadas

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: Apresentação: 02 Método de Acesso ao Sistema Sig Iss: 02 Tela de Abertura: 03 Modo de Acesso: 04 Botões e Telas

Leia mais

Contato/Suporte = Para dúvidas ao efetuar o cadastro ou para acessar.

Contato/Suporte = Para dúvidas ao efetuar o cadastro ou para acessar. 1 Central Eletrônica de Integração e Informações (CEI) dos Atos Notariais e Registrais dos Cartórios Extrajudiciais do Estado de Mato Grosso Manual de Utilização da Central, Anoreg-MT Versão 1.2 Descrição

Leia mais

Manual de digitação de contas Portal AFPERGS

Manual de digitação de contas Portal AFPERGS Manual de digitação de contas Portal AFPERGS 1 Sumário Acesso à função digitação de contas... 3 O que é a Função digitação de contas (DC)... 4 Como proceder na função digitação de conta médica (DC)...

Leia mais

Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br).

Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br). 1 Objetivo: Digitação e pesquisa de contas via site Mediservice (www.mediservice.com.br). Acesso ao site Na página inicial do site da Mediservice, o prestador deve selecionar a opção Credenciado. 2 Caso

Leia mais

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios

Portal Sindical. Manual Operacional Empresas/Escritórios Portal Sindical Manual Operacional Empresas/Escritórios Acesso ao Portal Inicialmente, para conseguir acesso ao Portal Sindical, nos controles administrativos, é necessário acessar a página principal da

Leia mais

http://www.portalinovacao.mct.gov.br/sapi/

http://www.portalinovacao.mct.gov.br/sapi/ http://www.portalinovacao.mct.gov.br/sapi/ 1. Para registrar-se, na página principal do Portal SAPI clique no banner Registre-se, posicionado logo abaixo dos dados de login. O Sistema pergunta se a instituição

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CADASTRO DE RECURSOS HUMANOS

SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CADASTRO DE RECURSOS HUMANOS SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CADASTRO DE RECURSOS HUMANOS Março/2008 Sumário Sistema Automatizado de Consignação...3 PRconsig...3 Orientações

Leia mais

PAG CONTAS CARNÊ Agora ficou mais fácil pagar suas contas. PAG CONTAS CARNÊ. Geração de Boletos MANUAL DO USUÁRIO

PAG CONTAS CARNÊ Agora ficou mais fácil pagar suas contas. PAG CONTAS CARNÊ. Geração de Boletos MANUAL DO USUÁRIO PAG CONTAS CARNÊ Geração de Boletos MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DE GERAÇÃO DE BOLETOS EMPRESAS CONVENIADAS 1) REQUISITOS DO SISTEMA: Primeiramente devemos possuir seguintes itens abaixo: - Microcomputador

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA. Nota Fiscal Paulista. Manual da Entidade Social

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA. Nota Fiscal Paulista. Manual da Entidade Social GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA FAZENDA Nota Fiscal Paulista Manual da Entidade Social V.2 28.07.2009 Índice Analítico 1. Considerações Gerais 3 1.1 Definição 3 1.2

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166 Sistema Nota Já Este manual tem por objetivo apresentar o sistema NotaJá a fim de auxiliar o usuário com todos os processos de cadastro, lançamentos de notas, cancelamentos, inutilizações, notas complementares

Leia mais

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços

SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DO USUÁRIO SEI-SS Sistema Extrajudicial Integrado Módulo Site dos Serviços TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2/24 ÍNDICE Instruções

Leia mais

Roteiro Aeronáutica Agência e Corban

Roteiro Aeronáutica Agência e Corban Comando da Aeronáutica 1. REGRAS GERAIS DO PRODUTO... 2 1.1 Público Alvo... 2 1.2 Tipo de Averbação... 2 1.3 Quantidade de empréstimos por militar/pensionista... 2 1.4 Matrícula... 2 1.5 Política de Crédito...

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM

MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM MANUAL DE INSTRUÇÕES AO CREDENCIADO VOAM Versão 01/2013 Terapias 11 IDENTIFICAÇÃO VOAM VOLVO ODONTOLOGIA E ASSISTÊNCIA MÉDICA. Razão Social: VOLVO DO BRASIL VEÍCULOS LTDA. CNPJ: 43.999.424/0001-14 Registro

Leia mais

TUTORIAL PORTAL AO ALUNO. Acesse o Site da Escola QI.EDUBR. Parando o Mouse em cima do link Portal do Aluno:

TUTORIAL PORTAL AO ALUNO. Acesse o Site da Escola QI.EDUBR. Parando o Mouse em cima do link Portal do Aluno: Pg.1 Acesse o Site da Escola QI.EDUBR Parando o Mouse em cima do link Portal do Aluno: Você terá acesso para: Faculdade Matrícula Online; Acessar o Portal; Download Do Manual de Acesso; Ambiente Virtual

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET)

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVOS DO SISTEMA... 3 3. USUÁRIO GESTOR... 3 4. AMBIENTE DO SISTEMA - CANAL DE COMUNICAÇÃO INTERNET...

Leia mais

Passo a Passo do Sistema de Cobrança do Banco do Nordeste

Passo a Passo do Sistema de Cobrança do Banco do Nordeste P á g i n a 1 Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Passo a Passo do Sistema de Cobrança do Banco do Nordeste P á g i n a 2 INTRODUÇÃO I. Acessando o Sistema O Sistema de Cobrança Eletrônica para

Leia mais

Sumário. www.samisistemas.com.br Porto Alegre 51 3254.5454 Florianópolis 48 3094.1775 São Paulo 11 3076.499 Rio de Janeiro 21 3031.

Sumário. www.samisistemas.com.br Porto Alegre 51 3254.5454 Florianópolis 48 3094.1775 São Paulo 11 3076.499 Rio de Janeiro 21 3031. Sumário Legenda... 3 1. Caixa... 4 1.1. Caixa... 4 1.1.1. Abertura de Caixa... 4 1.1.1.1. Lançamentos de Caixa... 6 1.1.2. Fechamento de Caixa... 38 1.2. Consultas... 39 1.2.1. Fita do Caixa... 39 1.2.2.

Leia mais

1.1. Usuários com e sem vínculos de representação. 1.3. Como consultar os dados do gestor de segurança e saber quem ele é

1.1. Usuários com e sem vínculos de representação. 1.3. Como consultar os dados do gestor de segurança e saber quem ele é Atualizado: 22 / 04 / 2013 - FAQ - AI 1. Gestor de segurança da empresa 1.1. Usuários com e sem vínculos de representação 1.2. O que significa ser gestor de segurança 1.3. Como consultar os dados do gestor

Leia mais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Cadastros Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Cadastro de Grupos de Usuário... 3 Cadastro de Usuários... 4 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Empresas...

Leia mais

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S

MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S MANUAL DE REFERÊNCIA DO CLIENTE S SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CADASTRANDO-SE NO SISTEMA... 4 CADASTRANDO UM FAMILIAR... 7 ACESSANDO O SISTEMA já sou cadastrado... 8 COMO AGENDAR UMA CONSULTA pesquisar horários...

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

MANUAL DE USUÁRIO - PRESTADORES

MANUAL DE USUÁRIO - PRESTADORES MANUAL DE USUÁRIO - PRESTADORES ÍNDICE Conteúdo ACESSO AO SISTEMA WEB... 2 AUTORIZAÇÃO PARA CONSULTA MÉDICA... 5 AUTORIZAÇÃO PARA EXAMES E PROCEDIMENTOS... 10 PROCEDIMENTOS COM TAXAS, MATERIAIS OU MEDICAMENTOS...

Leia mais

Pagamento - Fornecedor

Pagamento - Fornecedor Pagamento - Fornecedor MT-212-00137 - 1 Última Atualização 30/08/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI

MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI www.meusoft.com.br Indice Item Descrição Pg 1. Objetivo e Principais Funcionalidades 3 2. Para acessar e instalar a aplicação 4 3. Conhecendo o MeuSoft MEI 6 3.0 Tela inicial

Leia mais

7. Acesso ao NetTeacher

7. Acesso ao NetTeacher 7. Acesso ao NetTeacher O acesso dos professores deverá ser realizada por meio do portal do UNIS, em link disponibilizado na página da IES, bem como o acesso dos alunos hoje é realizado também pelo site

Leia mais