MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 065/2008

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 065/2008"

Transcrição

1 PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 065/2008 DATA DE ABERTURA: 13 de agosto de 2008 HORÁRIO: 10:00 horas LOCAL DA SESSÃO PÚBLICA: Sala da CPL/PGR, localizada no Edifício-sede, Bloco B, 2º andar, sala 202, sito à SAF Sul, Quadra 04, Conjunto C, Brasília-DF. A PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA, através de seu Pregoeiro, instituído pela Portaria nº 09 de 20 de junho de 2007, do Senhor Secretário de Administração, de conformidade com o processo nº / , comunica aos interessados que fará realizar licitação na modalidade de Pregão, do tipo menor preço, sob a forma de fornecimento parcelado, em conformidade com o que determina a Lei nº /2002, e do Decreto nº 3.555/2000, tendo por finalidade o REGISTRO DE PREÇOS, nos termo do Art. 15, inciso II da Lei nº 8.666/1993, regulamentado pelo Decreto 3.931/2001 e alterações do Decreto 4.342/2002, Decreto nº 5450, de 31/05/2005 e Lei Complementar nº 123/2006 e demais normas pertinentes. I DO OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada na prestação de serviços técnicos de processamento de transações eletrônicas de saúde, visando a automatização da autorização das liberações de atendimentos do Programa de Saúde e Assistência Social do Ministério Público Federal Plan- Assiste, através de Registro de Preços, conforme especificações do Projeto Básico e minuta de Contrato São partes integrantes deste Edital: - Projeto Básico (Anexo I); - Modelo de Ata de Registro de Preços (Anexo II); - Modelo de Declaração de superveniência de fatos impeditivos (Anexo III); - Modelo de Declaração de Regularidade Resoluções CNMP nº 01/2005 e nº 07/2006(Anexo IV); - Modelo do Termo de Vistoria (Anexo V); - Minuta de Contrato (Anexo VI). II - CONDIÇÕES GERAIS PARA PARTICIPAÇÃO 2.1. Poderão participar desta licitação pessoas jurídicas que explorem ramo de atividade compatível com o objeto licitado e que atendam às condições exigidas neste edital e seus anexos; 2.2. As empresas que desejarem participar deste Pregão deverão no dia, hora e local estabelecidos neste edital, proceder o credenciamento, entregar ao Pregoeiro os envelopes separados e lacrados, respectivamente, a "PROPOSTA" e DOCUMENTAÇÃO contendo na parte externa o nº do edital, nome da empresa, local, data e hora da realização do certame. Declarada a abertura da sessão pelo Pregoeiro, não mais serão admitidos novos proponentes Não poderão participar os interessados que se encontrem com falência decretada, em processo de recuperação judicial ou extrajudicial, concurso de credores, dissolução, liquidação, empresas estrangeiras que não funcionem no País, nem aqueles que tenham sido declarados

2 inidôneos para licitar ou contratar com a Administração Pública ou punidos com suspensão do direito de licitar e contratar com a PGR/MPF Os licitantes deverão apresentar declaração dando ciência de que cumprem plenamente os requisitos de habilitação, como condição para a participação na presente licitação, conforme disposto no inciso VII do art. 4º da Lei nº /2002. (A referida declaração deverá ser apresentada juntamente com o documento de credenciamento) Os licitantes deverão apresentar declaração, nos termos das Resoluções CNMP nº 01/2005 e nº 07/2006 do Conselho Nacional do Ministério Público, conforme modelo constante do Anexo IV, de que os sócios da empresa, bem como seus gerentes e diretores não são cônjuges, companheiros(as) ou parentes, até o terceiro grau, inclusive, de membros e servidores ocupantes de cargo de direção do Ministério Público da União (Ministério Público Federal,estes Ministério Público Militar, Ministério Público do Trabalho e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios). A referida declaração é condição de participação e deverá ser apresentada juntamente com o documento de credenciamento As empresas que se enquadrem na condição de microempresa ou empresa de pequeno porte, deverão apresentar declaração de que a empresa que cumpre os requisitos legais para qualificação, conforme art. 11, Decreto 6.204/2007. (Apresentar no momento do credenciamento). III DO CREDENCIAMENTO 3.1. Os proponentes deverão se apresentar para credenciamento junto ao Pregoeiro por um representante que, devidamente munido de documento que o credencie a participar deste procedimento licitatório, venha a responder por sua representada, devendo, ainda, no ato de entrega dos envelopes, identificar-se exibindo a Carteira de Identidade ou outro documento equivalente O credenciamento é condição obrigatória para os licitantes que desejarem ofertar lances neste Pregão (Art. 11, inc. IV do Decreto nº de 08/08/2000). O representante legal da licitante que não se credenciar perante o Pregoeiro ficará impedido de participar da fase de lances verbais, de negociação de preços, de declarar a intenção de interpor recurso, ficando mantido o preço apresentado na sua proposta escrita, para efeito de ordenação das propostas e apuração do menor preço O credenciamento far-se-á através de instrumento público de procuração ou documento que comprove os necessários poderes para formular ofertas e lances de preços e praticar todos os demais atos pertinentes ao certame, em nome do Proponente. Em sendo sócio, proprietário, dirigente ou assemelhado da empresa proponente, deverá apresentar cópia do respectivo Estatuto ou Contrato Social, no qual estejam expressos seus poderes para exercer direitos e assumir obrigações em decorrência de tal investidura Nenhuma pessoa (física ou jurídica) mesmo que credenciada por processo legal poderá representar mais de uma empresa nesta licitação. IV - DA PROPOSTA 4.1. No envelope deverá conter a palavra "PROPOSTA", número deste Pregão, dia e hora de sua abertura. A proposta deverá ser impressa e apresentada em papel timbrado da Empresa, sem emendas, rasuras ou entrelinhas, suas folhas devem estar rubricadas e a última assinada pelo seu representante legal, nome do proponente, número do CNPJ da Empresa, endereço, número da conta bancária, agência e nome do banco. Deverão constar da proposta: a) especificação dos serviços propostos, conforme especificações constantes do objeto.

3 b) valor unitário e total do quantitativo exigido no Lote cotado, expressos em moeda nacional, conforme tabela orientativa abaixo: ITEM DESCRIÇÃO (especificações completas no anexo I) QTD. MÊS VALOR UNITÁRIO (R$) VALOR TOTAL (R$) (*) Valor unitário máximo aceito (R$) 01 - Transações realizadas , Custo de implantação ,00 Valor Global do Lote (*) Cumprimento do Art. 9º, Inciso III, do Dec de A simples participação neste certame implica em: a) aceitação de todas as condições estabelecidas neste Pregão; b) que no preço final dos serviços propostos estão inclusos todos os impostos, taxas e fretes e demais encargos; c) que o prazo de validade da proposta é de 60 (sessenta) dias, contados da data estipulada para sua entrega, o qual, se maior, deverá ser explicitado na proposta; d) que no caso de omissão na proposta, considerar-se-á que as suas especificações serão as que constam do objeto. e) que a empresa vencedora, deverá apresentar nova proposta de preços de acordo com os valores finais oferecido neste Pregão. V - DO JULGAMENTO DAS PROPOSTAS 5.1. No julgamento das propostas será adotado o critério de menor preço do lote, desde que atendidas as especificações constantes deste Pregão Será verificada a conformidade das propostas apresentadas com os requisitos estabelecidos no Instrumento Convocatório, sendo desclassificadas as que estiverem em desacordo Serão classificados pelo Pregoeiro, os proponentes que apresentarem as propostas de menor preço, em conformidade com o objeto licitado, e as propostas em valores sucessivos e superiores em até 10%, relativamente à de menor preço Não havendo pelo menos 03 (três) propostas nas condições definidas no item 5.3, o pregoeiro classificará as 03 (três) melhores propostas Aos licitantes classificados será dada oportunidade para nova disputa, por meio de lances verbais e sucessivos de valores distintos e decrescentes sempre sobre o menor valor (lance), a partir do autor da proposta classificada de maior valor, e os demais Será vencedora aquela que ofertar o menor preço total do lote cotado, para o objeto da presente licitação, sendo a adjudicação realizada por este valor Não serão aceitas propostas que apresentarem preço global do lote simbólico, irrisório ou de valor zero Será assegurada, como critério de desempate, preferência de contratação para as microempresas e empresas de pequeno porte (art. 44. Lei Complementar nº 123/2006) Entendem por empate aquelas situações em que as propostas apresentadas pelas microempresas e empresas de pequeno porte sejam iguais ou até 5% (cinco por cento) superior ao melhor preço. (R$)

4 5.10. Para efeito do disposto na condição anterior, ocorrendo o empate, proceder-se-á da seguinte forma: A microempresa ou empresa de pequeno porte mais bem classificada poderá apresentar proposta de preços inferior àquela considerada vencedora do certame, situação em que será adjudicado em favor o objeto licitado; Não ocorrendo a contratação da microempresa ou empresa de pequeno porte, na forma do subitem anterior, serão convocadas as remanescentes que porventura se enquadrem na hipótese da condição 5.9, na ordem classificatória, para o exercício do mesmo direito; No caso de equivalência dos valores apresentados pelas microempresas e empresas de pequeno porte que se encontrem no intervalo estabelecido na condição 5.9, será realizado sorteio entre elas para que se identifique aquela que primeiro poderá apresentar melhor oferta A microempresa ou empresa de pequeno porte mais bem classificada será convocada para apresentar nova proposta no prazo máximo de 5 (cinco) minutos após o encerramento dos lances, sob pena de preclusão Na hipótese da não contratação nos termos previstos no art. 44 da Lei Complementar nº 123/2006, o objeto licitado será adjudicado em favor da proposta originalmente vencedora do certame O disposto no item anterior somente se aplicará quando a melhor oferta inicial não tiver sido apresentada por microempresa ou empresa de pequeno porte Se duas ou mais propostas em absoluta igualdade de condições ficarem empatadas, será realizado sorteio, em ato público, exceto o previsto no item Não poderá haver desistência dos lances ofertados, sujeitando-se o proponente desistente às penalidades constantes do Capítulo VII, deste Edital Encerrada a etapa competitiva e ordenadas as Propostas, o Pregoeiro examinará a aceitabilidade, quanto ao objeto e valor, da primeira classificada, decidindo motivadamente a respeito Sendo aceitável a oferta, será verificado o atendimento das condições habilitatórias pelo licitante que a tiver formulado Constatado o atendimento pleno às exigências editalícias, será declarado o proponente vencedor, sendo-lhe adjudicado o objeto para o qual apresentou proposta Se a oferta não for aceitável ou se o proponente não atender às exigências editalícias, o Pregoeiro examinará as ofertas subsequentes, na ordem de classificação, até a apuração de uma proposta aceita, sendo o respectivo proponente declarado vencedor e a ele adjudicado o objeto deste Edital e seus Anexos, para o qual apresentou proposta Da reunião, lavrar-se-á ata circunstanciada, em que serão registradas as ocorrências relevantes e, ao final, será assinada pelo Pregoeiro, equipe de apoio e os licitantes presentes Verificando-se, no curso da análise, o descumprimento de requisitos estabelecidos neste Edital e seus Anexos, a Proposta será desclassificada. VI - DA HABILITAÇÃO 6.1. Os documentos necessários à habilitação poderão ser apresentados em original, ou qualquer processo de cópia autenticada através de cartório competente, ou publicação em órgão

5 da imprensa oficial ou de cópias, desde que sejam apresentados os originais para conferência pelo Pregoeiro ou sua equipe de apoio O licitante deverá apresentar os seguintes Documentos para habilitar-se na presente licitação: Declaração, observadas as penalidades cabíveis, de superveniência de fato impeditivo da habilitação (exigida apenas em caso positivo) Declaração da LICITANTE de que não possui em seu quadro de pessoal empregado(s) com menos de 18 (dezoito) anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre e menor de 16 (dezesseis) anos em qualquer trabalho, salvo na condição de aprendiz, nos termos do inciso V do art. 27 da Lei 8666/ Certidão Negativa do Débito junto à Fazenda Federal, Estadual e Municipal, dentro do prazo de validade, compreendendo: a)certidão da Dívida Ativa da União; b) Certidão de Quitação de Tributos e Contribuições Federais; c) Certidão Negativa de Débito CND das contribuições sociais previstas nas alíneas do Parágrafo Único, Art. 4º, da Lei nº 8.212, às contribuições instituídas a título de substituição e às contribuições devidas, por Lei, a terceiros, inclusive inscritas em dívida ativa do INSS e da União, por ela administrada. d) Certidão Negativa de Débito junto ao Estado; e) Certidão Negativa de Débito junto ao Município. OBS: As Certidões indicadas nas alíneas a, b e c, poderão ser apresentadas na forma do Decreto 6.106, de 30/04/ Certificado de Regularidade de Situação - FGTS, junto ao gestor, dentro do prazo de validade; Prova de capacidade técnica da empresa, mediante a apresentação de atestado(s) fornecido(s) por pessoas jurídicas de direito público ou privado, que comprovem que a empresa executou ou executa os serviços equivalentes ao objeto da presente licitação Declaração de Vistoria emitida pelo PLAN-ASSISTE, de que o licitante vistoriou, através de seu Representante Legal, devidamente identificado, tomando conhecimento do local e condições para realização do objeto da presente licitação. A empresa deverá ligar no Tel: (61) /6672, falar com Srs. Helder ou José Euclídes, para agendar o horário de vistoria, a qual deverá ser realizada até 01 (um) dia útil antes da data prevista para a abertura da licitação As empresas não cadastradas no SICAF que apresentarem o Certificado de Registro Cadastral - CRC, dentro do prazo de validade, expedido por qualquer órgão ou Entidade Pública e nos termos do Parágrafo 3º do Art. 32 da lei 8.666/93, ficarão dispensadas de apresentar os documentos de que tratam os subitens e A comprovação do cadastro e habilitação no SICAF, dar-se-á mediante verificação da validade dos documentos necessários, através de consulta ON LINE ao sistema, por ocasião da abertura do envelope documentação do licitante vencedor. O atendimento a este item dispensará o licitante de apresentar os documentos de que tratam os subitens e 6.2.4; Será assegurado ao já cadastrado o direito de apresentar a documentação atualizada e regularizada na própria sessão (caso esteja com algum documento vencido) Não será permitida a participação de consórcio de empresas, qualquer que seja sua forma de constituição Não serão aceitos protocolos de entrega ou solicitação de documento em substituição aos documentos requeridos no presente Edital e seus anexos.

6 VII - DAS PENALIDADES 7.1 Com fulcro no artigo 7º da Lei /2002 e artigos 86 e 87 da Lei nº 8.666/93, a Administração poderá, garantida a prévia defesa, aplicar aos licitantes e/ou adjudicatários as seguintes penalidades, sem prejuízo das responsabilidades civil e criminal: a) advertência; b) multa, a ser recolhida no prazo máximo de 15 (quinze) dias corridos, a contar da comunicação oficial, nas seguintes hipóteses: b.1 0,3% (zero vírgula três por cento) por dia de atraso injustificado e por descumprimento das obrigações estabelecidas neste Contrato, até o máximo de 10% (dez por cento) sobre o valor total do Contrato; b.2 10% (dez por cento) sobre o valor total do Contrato, no caso de inexecução total ou 5% (cinco por cento) no caso da inexecução parcial do objeto contratado. c) suspensão temporária do direito de participar de licitação e impedimento de contratar com a Procuradoria Geral da República, pelo prazo de até 2 (dois) anos; d) declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Pública, enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida sua reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade. 7.2 Ficará impedida de licitar e de contratar com a União, Estados, DF e Municípios, pelo o prazo de até 5 (cinco) anos e descredenciada do SICAF a licitante que não celebrar o contrato, deixar de entregar ou apresentar documentação falsa exigida para o certame, ensejar o retardamento da execução de seu objeto, não mantiver a proposta, falhar ou fraudar na execução do contrato, comportar-se de modo inidôneo ou cometer fraude fiscal,sem prejuízo das multas previstas neste edital e no contrato e das demais cominações legais. 7.3 O valor da multa, aplicada após regular processo administrativo, acrescido de juros moratórios de 1% (um por cento) ao mês após transcurso do prazo previsto nos itens anteriores, poderá ser descontado da garantia prevista neste Edital ou no Contrato. Na hipótese do valor da multa ser superior ao valor da garantia, responderá a contratada pela diferença, que poderá ser descontada dos pagamentos eventualmente devidos pela PGR ou cobrada judicialmente As sanções previstas nas alíneas a, c e d do subitens 7.1 e 7.2 poderão ser aplicadas cumulativamente ou não à penalidade da alínea b A aplicação de quaisquer das penalidades previstas neste capítulo realizar-se-á em processo administrativo que assegurará o contraditório e a ampla defesa, observando-se o procedimento previsto na Lei 8.666/93 e subsidiariamente, a Lei 9.784/ Os recursos, quando da aplicação das penalidades previstas neste edital e contrato decorrente, exceto a penalidade do item 7.1 alínea d, poderão ocorrer no prazo máximo de 5 (cinco) dias úteis a contar da intimação do ato ou da lavratura da ata No caso da penalidade prevista no item 7.1 alínea d caberá recurso administrativo, no prazo de 10 (dez) dias a contar da intimação do ato. VIII DA IMPUGNAÇÃO E RECURSOS 8.1. A impugnação ao ato convocatório poderá ser feita em até 02 (dois) dias úteis antes da data fixada para o recebimento das propostas, nos termos do Art. 12 caput, 1º e 2º do Dec de Declarado o vencedor, qualquer licitante poderá manifestar imediata e motivadamente a intenção de recorrer, quando lhe será concedido o prazo de 03 (três) dias para apresentação das razões do recurso, ficando os demais licitantes desde logo intimados para apresentar contra-

7 razões em igual número de dias, que começa a correr do término do prazo do recorrente, sendolhes assegurada vista imediata dos autos, nos termos do art. 4º, inciso XVIII da Lei / O acolhimento do recurso importará a invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento Os recursos quando da aplicação das penalidades previstas no capítulo VII deste edital, poderão ocorrer no prazo máximo de 5 (cinco) dias úteis a contar da intimação do ato ou da lavratura da ata Os autos do processo permanecerão com vista franqueada aos interessados, na sala da CPL, sito à SAF Sul, Quadra 04, Conjunto C, Bloco B, Sala 202, em Brasília - DF. IX - DA FORMALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇO 9.1. Homologada a licitação, será formalizada a Ata de Registro de Preço, com o fornecedor primeiro classificado e, se for o caso, com os demais classificados que aceitarem fornecer pelo preço do primeiro, obedecida à ordem de classificação e os quantitativos propostos O Gerente de Registro de Preços da PGR/MPF, convocará formalmente o fornecedor, informando o local, data e hora para a reunião e assinatura da Ata de Registro de Preço O prazo de convocação do fornecedor poderá ser prorrogado, desde que ocorra motivo justificado e aceito pelo Gerente do Registro de Preços No caso do fornecedor primeiro classificado, após convocado, não comparecer ou se recusar a assinar a Ata de Registro de Preços, sem prejuízo das punições previstas neste Edital e seus Anexos, a PGR/MPF registrará o licitante que aceitar manter o preço do primeiro classificado na licitação, mantido a ordem de classificação Publicada na imprensa oficial a Ata de Registro de Preço terá efeito de compromisso de fornecimento conforme artigo 10 do Decreto 3.931/2001. X - DOS USUÁRIOS DA ATA DE REGISTRO DE PREÇO Poderá utilizar-se da Ata de Registro de Preços qualquer órgão ou entidade da Administração que não tenha participado do certame, mediante prévia consulta ao órgão gerenciador, desde que devidamente comprovada a vantagem e, respeitadas no que couber, as condições e as regras estabelecidas na Lei n. º 8.666/93 e no Decreto n.º 3.931/ Caberá ao fornecedor beneficiário da Ata de Registro de Preços, observadas as condições nela estabelecidas, optar pela aceitação ou não do fornecimento, independente dos quantitativos registrados em Ata, desde que este fornecimento não prejudique as obrigações anteriormente assumidas Havendo remanescente de materiais a serem entregues, inclusive em função do direito de acréscimo previsto no 3º do Art.8º do Decreto nº 4.342/2002, não exercido pelos órgãos ou entidades usuários do registro, poderão estes autorizar a PGR a proceder o devido apostilamento na respectiva Ata de Registro de Preço e acatar os eventuais pedidos de outros órgãos ou entidades da Administração não participantes desta licitação. XI - DAS CONDIÇÕES DE FORNECIMENTO DOS SERVIÇOS A Procuradoria Geral da República, será o órgão responsável pelos atos de controle e administração da Ata de Registro de Preços decorrentes desta licitação e indicará, sempre que solicitado pelos órgãos usuários, respeitada a ordem de registro e os quantitativos a serem contratados o fornecedor para o qual será emitido o pedido.

8 11.2. Somente quando o primeiro licitante registrado atingir a totalidade do seu limite de fornecimento estabelecido na Ata de Registro de Preço, será indicado o segundo e, assim sucessivamente, podendo ser indicados mais de um, ao mesmo tempo, quando o quantitativo do pedido for superior à capacidade do licitante da vez A convocação do Proponente pela PGR, será formalizada e conterá o endereço e o prazo máximo em que deverá comparecer para retirar o respectivo pedido O Proponente convocado na forma do subitem anterior que não comparecer, não retirar o pedido no prazo estipulado ou não cumprir as obrigações estabelecidas na Ata de Registro de Preço, estará sujeito às sanções previstas neste Edital e seus Anexos Quando comprovada a hipótese acima, a PGR poderá indicar o próximo fornecedor ao qual será destinado o pedido, sem prejuízo da abertura de processo administrativo para aplicação de penalidades. XII - DOS ACRÉSCIMOS E SUPRESSÕES As contratações adicionais decorrentes da inclusão de órgãos usuários poderão sofrer acréscimos de até 100% (cem por cento) dos quantitativos máximos registrados na Ata de Registro de Preços, por órgão Na hipótese prevista no item anterior, a contratação se dará pela ordem de registro e na razão dos respectivos limites de fornecimento registrados na Ata A existência de preços registrados não obriga a Administração a firmar as contratações que deles poderão advir, facultando-se-lhe a realização de licitação específica para a aquisição pretendida, sendo assegurado ao beneficiário do registro preferência de fornecimento em igualdade de condições. XIII - DO CONTROLE E DAS ALTERAÇÕES DE PREÇOS Durante a vigência da Ata, os preços registrados serão fixos e irreajustáveis, exceto nas hipóteses decorrentes e devidamente comprovadas, nas situações previstas na alínea d do inciso II do art. 65 da Lei n. º 8.666/93 ou de redução dos preços praticados no mercado Mesmo comprovada a ocorrência de situação prevista na alínea d do inciso II do art. 65 da Lei n. º 8.666/93, a Administração, se julgar conveniente, poderá optar por cancelar a Ata e iniciar outro processo licitatório Comprovada a redução dos preços praticados no mercado nas mesmas condições do registro, e, definido o novo preço máximo a ser pago pela Administração, o Proponente registrado será convocado pela PGR para a devida alteração do valor registrado em Ata. XIV - CANCELAMENTO DO REGISTRO DE PREÇO DO PROPONENTE O Proponente terá o seu registro de preço cancelado na Ata, por intermédio de processo administrativo específico, assegurado o contraditório e ampla defesa: A pedido, quando: a) Comprovar estar impossibilitado de cumprir as exigências da Ata, por ocorrência de casos fortuitos ou de força maior; b) O seu preço registrado se tornar, comprovadamente, inexeqüível em função da elevação dos preços de mercado, dos insumos que compõem o custo das aquisições/contratações e se a comunicação ocorrer antes do pedido de fornecimento Por iniciativa da PGR, quando:

9 a) O fornecedor não aceitar reduzir o preço registrado, na hipótese deste se tornar superior àqueles praticados no mercado; b) Perder qualquer condição de habilitação ou qualificação técnica exigida no processo licitatório; c) Por razões de interesse público, devidamente motivadas e justificadas; d) Não cumprir as obrigações decorrentes da Ata de Registro de Preço; e) Não comparecer ou se recusar a retirar, no prazo estabelecido, os pedidos decorrentes da Ata de Registro de Preço; f) Caracterizada qualquer hipótese de inexecução total ou parcial das condições estabelecidas na Ata de Registro de Preço ou nos pedidos dela decorrentes. g) Em qualquer das hipóteses acima, concluído o processo, a PGR fará o devido apostilamento na Ata de Registro de Preço e informará aos Proponentes a nova ordem de registro. XV - DO CANCELAMENTO AUTOMÁTICO DO REGISTRO DE PREÇO A Ata de Registro de Preço, decorrente desta licitação, será cancelada automaticamente: a) Por decurso de prazo de vigência. b) Quando não restarem fornecedores registrados. XVI - DA DOTAÇÃO A despesa decorrente da contratação do objeto deste Pregão correrá à conta dos recursos específicos consignados no orçamento do MPF. XVII - DAS OBRIGAÇÕES Atender às exigências constantes deste edital, Ata de Registro de Preços e Minuta de Contrato, anexos; XVIII DO RECEBIMENTO Provisoriamente, para efeito de posterior verificação da conformidade dos serviços com as especificações; Definitivamente, no prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis, após a verificação da qualidade e quantidade do material e conseqüente aceitação. XIX - DO PAGAMENTO DOS SERVIÇOS E IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA O pagamento será efetuado em até o 5º (quinto) dia útil do mês subsequente ao da prestação dos serviços, a contar do recebimento definitivo, por meio de depósito em contacorrente, através de Ordem Bancária O pagamento da implantação será efetuado em parcelas, após o recebimento definitivo, conforme o prazo estipulado por região As demais condições de pagamento, para os serviços contratados, estão contidas na minuta de Contrato, Anexo VI do presente edital. XX- DAS DISPOSIÇÕES FINAIS A presente licitação somente poderá vir a ser revogada por razões de interesse público decorrente de fato superveniente devidamente comprovado, ou anulada no todo ou em parte por ilegalidade de ofício ou por provocação de terceiros, mediante parecer escrito e devidamente fundamentado O objeto da presente licitação poderá sofrer acréscimos ou supressões, conforme previsto no Parágrafo 1º, Art. 65, Lei nº 8.666/93 e Parágrafo 2º, Inciso II, Art. 65, Lei nº 9648/98.

10 20.3. Se a licitante vencedora deixar de aceitar ou não retirar a Nota de Empenho/Assinar o Contrato, dentro de 05 (cinco) dias úteis contados da data de recebimento da notificação, e sem justificativa por escrito e aceita pelo Sr. Secretário de Administração/MPF, restará caduco o seu direito de vencedora, sujeitando-se às penalidades aludidas no capítulo VII deste Pregão O Pregoeiro, no interesse da Administração, poderá relevar omissões puramente formais observadas na documentação e proposta, desde que não contrariem a legislação vigente e não comprometa a lisura da Licitação, sendo possível a promoção de diligência destinada a esclarecer ou a complementar a instrução do processo Ocorrendo à hipótese prevista no item 20.3, o objeto da presente licitação poderá ser adjudicado às licitantes remanescentes, na ordem de classificação, e de acordo com as propostas apresentadas Nenhuma indenização será devida às licitantes pela elaboração e/ou apresentação de documentação relativa ao presente Edital Transcorrido o prazo recursal e decidido os recursos eventualmente interpostos, será o resultado da licitação submetido ao Secretário de Administração para o procedimento de homologação Independente de declaração expressa, a simples participação nesta licitação implica em aceitação plena das condições estipuladas neste Edital, decaindo do direito de impugnar os seus termos o licitante que, tendo-o aceito sem objeção, vier, após o julgamento desfavorável, apresentar falhas e irregularidades que o viciem Quaisquer esclarecimentos sobre dúvidas, eventualmente suscitadas, relativas às orientações contidas no presente Pregão, poderão ser solicitadas, por escrito, à Secretaria de Administração, através do Pregoeiro ou através dos telefones e Fax: Brasília-DF, 28 de julho de Amaury Pimentel da Silva Junior Pregoeiro/PGR

11 A N E X O I PROJETO BÁSICO I - DO OBJETO Contratação de empresa especializada na prestação de serviços técnicos de processamento de transações eletrônicas de saúde, visando a automatização da autorização das liberações de atendimentos do Programa de Saúde e Assistência Social do Ministério Público Federal Plan-Assiste, através de Pregão com Sistema de Registro de Preços. II - DA ESPECIFICAÇÃO a. O Plan-Assiste fornecerá todos os dados necessários para a operação do processo de autorizações eletrônicas, com política e critérios de segurança conforme recomendações da Secretaria de Tecnologia da Informação do Ministério Público Federal; b. A autorização será considerada para efeito de remuneração dos serviços, sendo compreendida como o atendimento. c. Atendimento é o conjunto de eventos que compreendem a prestação de serviços médicos que um prestador realiza a um beneficiário titular ou a algum de seus dependentes. Portanto, para cada beneficiário atendido será contabilizado um atendimento, independente do número de procedimentos que tenham sido realizados, durante um atendimento único em um período sem interrupção; d. O sistema das transações eletrônicas deverá atender ao contido no Anexo I e II (Projeto Básico), bem como : 1. Autorizar, negar ou cancelar, procedimentos e consultas médicas em clínicas, laboratórios ou hospitais credenciados, em conformidade com os protocolos estabelecidos pelo Plan-Assiste; 2. gerar arquivos das transações eletrônicas autorizadas ou não, com os respectivos códigos dos procedimentos para importação no sistema de gestão do Plan-Assiste; 3. disponibilizar relatórios gerenciais para acompanhamento do desempenho das atividades e performance da solução; 4. possibilitar que as regras contratuais dos prestadores e beneficiários do Plan-Assiste possam ser validadas em base de dados da CONTRATADA; 5. disponibilizar mecanismos para alimentação da base de dados da CONTRATADA de forma incremental ou total, conforme necessidade e volume da informação; 6. dispor de uma rede de comunicação de dados composta por dispositivos tipo POS (Terminal de Ponto de Serviço), DIS (Dispositivo de Integração de Sistemas), URA (Unidade de Resposta Audível) e acesso à Internet para captação das transações eletrônicas realizadas pelos prestadores de serviços médicos credenciados do PLAN-ASSISTE no atendimento aos seus Beneficiários em todo o país. III - DOS PRAZOS E CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO A CONTRATADA terá o prazo máximo de 120(cento e vinte) dias a contar da aprovação do plano de implantação e consequente comunicação formal pelo CONTRATANTE, para entregar o sistema de autorização eletrônica operacional em todo o território nacional, devendo seguir o seguinte cronograma de implantação: a. trinta dias para concluir a implantação na região centro-oeste; b. sessenta dias para concluir a implantação na região sudeste, c. noventa dias para concluir a implantação na região sul; d. cento e vinte dias, a contar da assinatura do contrato, para concluir a implantação nas demais regiões IV - DO RECEBIMENTO 1. provisoriamente, para efeito de posterior verificação da conformidade dos serviços com as especificações; 2. definitivamente, no prazo máximo de cinco dias úteis, após a entrega da solução e conseqüente aceitação. V - DA GARANTIA Garantia mínima de doze meses, a contar da entrada em operação definitiva da solução e consequente aceite pelo Gestor do Contrato. 1

12 VI - DO PAGAMENTO 1. O pagamento será efetuado até o 5º (quinto) dia útil, contado a partir do 1º dia útil subsequente ao do recebimento definitivo, por meio de depósito em conta corrente, através de Ordem Bancária. 2. O pagamento da implantação será efetuado da seguinte forma: a. 20 % ( vinte por cento), com aprovação do término da implantação na região centro-oeste; b. 20 %( vinte por cento), após aprovação do término da implantação na região sudeste; c. 20 % ( vinte por cento), após aprovação do término da implantação na região sul; d. 40 % ( vinte por cento), após aprovação do término da implantação nas demais regiões. e. O pagamento das transações será feito mensalmente, calculado da seguinte forma: o valor total das transações realizadas no mês anterior, multiplicado pelo preço unitário de cada transação f. pagamento somente será liberado após a apresentação da respectiva nota fiscal/fatura devidamente discriminada, em nome da Secretaria de Administração do Ministério Publico Federal, CNPJ n.º / ; g. Apresentar juntamente com a nota fiscal/fatura o Certificado de Regularidade do FGTS, a certidão específica quanto a inexistência de débito de contribuições junto ao INSS, e a Certidão Conjunta de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União, conforme Decreto n.º 6.106/2007; h. A liberação da Nota Fiscal/Fatura para pagamento ficará condicionada ao atesto do gestor do contrato, conforme disposto nos artigos 67 e 73 da Lei n. º 8.666/93; i. Qualquer atraso ocorrido na apresentação da fatura ou nota fiscal, ou dos documentos exigidos como condição para pagamento por parte da CONTRATADA importará em prorrogação automática do prazo de vencimento da obrigação do CONTRATANTE. 1

13 ANEXO I Projeto Básico O Programa de Saúde do Ministério Público Federal possui aproximadamente vidas e sua rede credenciada de atendimento abrange todo o território nacional, com aproximadamente 3000 credenciados, com gerências regionais nas unidades a saber: Procuradoria Geral da República, 27 Procuradorias da República, 5 Procuradorias Regionais da República e 162 Procuradorias da República nos Municípios. O sistema de autorização eletrônica on line deve atender ao padrão TISS estabelecido pela ANS, conforme resolução nº 153 de 29 de maio de 2007 e abranger: CAPTAÇÃO E TRANSMISSÃO DE INFORMAÇÕES E PROCESSAMENTO DAS TRANSAÇÕES ELETRÔNICAS a. IDENTIFICAÇÃO DE BENEFICIÁRIOS - VISÃO GERAL O objetivo principal da Identificação de Beneficiários é assegurar a resposta imediata para uma solicitação de autorização visando a execução de um procedimento médico, sem que o beneficiário tenha que se deslocar fisicamente até um posto de atendimento do PLAN-ASSISTE para a obtenção de guias de serviços nos casos de procedimentos em consultório, procedimentos ambulatoriais e internações hospitalares. O projeto contempla quatro elementos básicos: o Cartão de Identificação de beneficiários; uma forma de leitura deste cartão e a captação dos dados na rede credenciada; uma rede de comunicação remota; e um processo de autorizações eletrônicas para analisar os procedimentos baseado em regras de negócios do PLAN- ASSISTE. O cartão de identificação de beneficiários é um dos elementos mais importantes, pois através dele o PLAN-ASSISTE identifica os seus beneficiários e monitora os que estão utilizando e em qual prestador credenciado está sendo realizado o evento. O Plan-Assiste utiliza atualmente a tecnologia de cartão com tarja magnética. Complementa o processo uma forma de leitura do cartão e a captação dos dados necessários para o processo de autorizações eletrônicas na rede credenciada. Esta forma de captação se adaptará às diferentes necessidades de volume, performance, integração, distribuição geográfica e ao suporte tecnológico disponível nas diversas regiões do território nacional. Tal diversidade levou o PLAN-ASSISTE a identificar a necessidade de adotar, inicialmente, como meios de captação de dados para o projeto, ressalvadas as características apropriadas para cada situação, a Internet, o POS (Terminal de Ponto de Serviço), o DIS (Dispositivo de Integração de Sistemas) e a URA (Unidade de Resposta Audível).Todos estes meios de captação terão que se integrar em uma rede de comunicação de dados com capilaridade nacional de forma que os prestadores de serviços de saúde credenciados arquem, nesta rede remota, com um custo de ligação não superior ao custo de uma ligação telefônica local / regional por transação, exceto nas aplicações de URA. Esta rede remota deverá garantir o transporte das transações de solicitação de Autorizações Eletrônicas de procedimentos médicos até o Centro de Processamento. O processo de Autorizações Eletrônicas tem como finalidade a implementação do conjunto de regras para autorização de um procedimento médico em tempo real. Este processo dar-se-à com a autorização sendo efetuada nos computadores do Centro de Processamento da empresa CONTRATADA. O processo de Autorizações Eletrônicas consiste em autorizar ou negar, em tempo real, a execução de procedimentos médico, clínico, laboratorial, odontológico e hospitalar realizados por um prestador credenciado para um Beneficiário, segundo regras de negócio previamente definidas pelo PLAN-ASSISTE. O resultado deste processo será encaminhado diariamente para o PLAN-ASSISTE, via Internet, em formato eletrônico contendo todas as transações executadas. Deverá haver a troca de dados entre o PLAN-ASSISTE e a CONTRATADA, visando manter a base de dados atualizada de forma que o processamento das transações seja feito com base em informações correntes. b. MEIOS DE CAPTAÇÃO DE DADOS Os meios de captação de dados são todos os dispositivos necessários para a aquisição de informações referentes às transações entre um prestador credenciado e a CONTRATADA. O processo de Cartão de Identificação de Beneficiários utilizará meios de captação instalados em prestadores credenciados e estes meios de captação, que o PLAN-ASSISTE utilizará, são os descritos abaixo. Os meios de captação a serem instalados e/ou disponibilizados dependerão do volume de transações realizadas pelo prestador e da localidade geográfica em que o mesmo se encontra. A responsabilidade da instalação será da CONTRATADA e deverá ser considerada a melhor solução custo/benefício para o credenciado. Ficarão a cargo da CONTRATADA os serviços de manutenção e treinamento para cada um dos meios de captação de dados, sendo que o PLAN-ASSISTE se reserva o direito de solicitar alterações durante o decorrer dos serviços prestados, com prévia comunicação formal à CONTRATADA. Os itens abaixo descrevem os meios de captação que serão considerados neste projeto. Outros meios poderão ser combinados com estes visando uma rede de maior abrangência. 1

14 1.POS - Terminal de Ponto de Serviço POS é um dispositivo especialista que trabalha como terminal de transações na modalidade discada, possibilitando a transmissão com garantia da integridade dos dados. Este dispositivo é composto por: a. Um modem para o envio e recebimento dos dados; b. Uma impressora integrada para a impressão de um boleto em duas vias, sendo que o boleto deverá conter os dados mínimos descritos no ANEXO II deste projeto e um espaço para a assinatura do Beneficiário, concordando com a cobrança do procedimento; c. Um teclado que possibilite a digitação de número e letras, quando do envio dos dados; d. Um visor com, no mínimo, 2 linhas de 16 dígitos que possibilite a visualização dos dados solicitados durante o processo de aquisição, bem como eventuais informações quando do recebimento dos dados; e. Um leitor integrado de cartões magnéticos padrão ISO 7811 para leitura do cartão de identificação do Beneficiário; f. Teclas de funções; g. Software que oriente o prestador credenciado durante o processo de digitação dos dados em cada transação URA - Unidade de Resposta Audível URA é um dispositivo com capacidade de receber, reconhecer e processar os dados originados em aparelhos telefônicos comuns, bem como gerar respostas de forma audível, onde o Prestador credenciado informa e/ou recebe os dados necessários a cada transação. Esta URA deve, no mínimo, atender os seguintes requisitos: a. Gerar transações eletrônicas automáticas para o processo de Autorizações Eletrônicas; b. Funcionar através de programação com mensagens gravadas previamente e, c. Atender a mais de uma ligação, simultaneamente. 1.2 DIS - Dispositivo de Integração de Sistemas É o Dispositivo de Integração de Sistemas, uma solução de software e/ou hardware que viabilize a conectividade entre os processos existentes nos Prestadores e a CONTRATADA, permitindo o envio e o recebimento dos dados captados nas transações executadas nos processo existentes nesses Prestadores credenciados. Esta solução opera em Prestadores Credenciados que apresentam alto volume de transações e deve, no mínimo, ter as seguintes características: a. Receber, de forma automática, as informações necessárias para o processamento de cada transação; b. Conectar e enviar os dados e receber as respostas on-line no processo de Autorizações Eletrônicas; c. Realizadas as Autorizações Eletrônicas, enviar ao software do Prestador credenciado os dados mínimos para visualização em telas e impressão do recibo ou boleto INTERNET É a captação através da Internet, todos os recursos de software que possibilitam a aquisição, a transmissão e o recebimento seguro dos dados via WEB. Deve garantir os seguintes requisitos mínimos: a. Um browser instalado no ambiente do Prestador credenciado capaz de utilizar os protocolos HTTP/HTTPS; b. Funcionar em diferentes plataformas de sistema operacional e permitir a impressão das respostas de Autorizações Eletrônicas. 2. PADRÃO DO CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO O PLAN-ASSISTE disponibilizará aos seus Beneficiários cartões de identificação com tarja magnética em 3 (três) trilhas. Tanto o embosso (gravação em alto-relevo) como o layout da trilha seguem padrões específicos do PLAN-ASSISTE, cuja descrição segue abaixo e no Anexo II deste projeto: a. Informações apresentadas no embosso do cartão: a.1 Matrícula do Beneficiário - Número de identificação do Beneficiário no PLAN-ASSISTE. a.2 Nome do Beneficiário - Nome completo do Beneficiário a.3 Data de Nascimento - Data de Nascimento do Beneficiário a.4 Nome do ramo do MPU Ramo do MPU que pertence o Beneficiário 3. TIPOS DE TRANSAÇÕES Para cada tipo de transação existirá um conjunto de informações captadas e um conjunto mínimo de dados enviados como resposta ao prestador credenciado. As informações captadas são as solicitadas nos diversos meios de captação utilizados pela CONTRATADA para avaliação e autorização conforme as regras definidas pelo PLAN-ASSISTE. Os dados mínimos de resposta são os que devem ser apresentados pelos meios de captação ao prestadores contratados ao término da transação. 3.1 Transação de Consulta 1

15 Transação de consulta é o evento em que um Beneficiário executa uma consulta médica em um determinado prestador, podendo esta ser uma consulta médica eletiva ou urgente. a.informações Captadas (no mínimo): a. 1Código do Prestador credenciado a.2 Código do Beneficiário a.3 Código do Plan-Assiste a. 4Código da especialidade a.5 Código do procedimento 3.2 Transação de Execução de Procedimentos Transação de execução de procedimentos é o evento em que um determinado Beneficiário executa um procedimento médico, clínico, laboratorial, odontológico ou hospitalar em um Prestador da rede credenciada. a. Informações Captadas (no mínimo): a. 1Tipo de procedimento (Eletivo ou Urgente) a. 2 Código Prestador credenciado a. 3 Código de solicitante a.4 Código do Beneficiário a.5 Código da especialidade a.6 Código CID a. 7Código do procedimento a.8 Quantidade de procedimentos 3.3 Solicitação para Terceiros (Solicitação de Pré Autorização) Transação de solicitação para terceiros é o evento em que o Plan-Assiste solicita para um determinado Beneficiário, a execução de um procedimento médico, clínico, laboratorial ou hospitalar, em um terceiro credenciado. Esse processo gerará uma pré autorização. a.informações Captadas (no mínimo): a.1 Código Plan-Assiste a.2 Código do Beneficiário a.3 Código do executante a.4 Código da especialidade a.5 Código CID a.6 Código do procedimento a.7 Quantidade de procedimentos 3.4 Transação de Execução de Pré Autorizada Transação de execução pré autorizada é o evento em que o beneficiário, de posse de uma senha concedida na transação de solicitação para terceiros, obtém uma autorização definitiva para a execução do procedimento médico, clínico,laboratorial ou hospitalar em um prestador da rede credenciada. a.informações Captadas (no mínimo): a. 1 Código Prestador credenciado a.2 Código do Beneficiário a.3 Código da especialidade a.4 Senha 3.5 Tratamento Tratamento é o evento em que um determinado beneficiário, através da execução de procedimentos, pode realizar várias sessões de um determinado procedimento médico. a. Informações Captadas (no mínimo): a. 1Tipo de procedimento (Eletivo ou Urgente) a.2 Código Prestador credenciado a.3 Código do Beneficiário a.4 Código de solicitante a.5 Código da especialidade a. 6 Código CID a. 7Código do procedimento 1

16 a. 8Quantidade de procedimentos 3.6 Cancelamento Cancelamento é o evento em que um beneficiário ou prestador, após o recebimento de uma autorização, solicita o estorno desta autorização, tendo em vista que ela não mais será realizada e não convertida em faturamento. a.informações Captadas : a. 1Código prestador credenciado a.2 Código do usuário a. 3 Autorização 4. AUTORIZAÇÕES ELETRÔNICAS O PLAN-ASSISTE fornecerá todos os dados necessários para a operação do processo de autorizações eletrônicas na CONTRATADA, com política e critério de segurança desses dados conforme recomendação da Secretaria de Tecnologia da Informação do MPF. A descrição do funcionamento do processo de autorizações eletrônicas é mostrada a seguir: 4.1 Troca de Dados para Autorização O PLAN-ASSISTE efetuará a atualização das bases de dados para o processo de Autorizações Eletrônicas gerando um único arquivo com as informações necessárias, em periodicidade definida, podendo ser esta atualização total ou incremental. Na modalidade atualização de forma total, o PLAN-ASSISTE gerará e enviará um arquivo cujo conteúdo expressa todos os registros da sua base de dados. Esses registros serão utilizados pelo processo autorizador implementado. Na modalidade atualização de forma incremental, um arquivo será gerado e enviado contendo somente as modificações que ocorrerem na base de dados do PLAN-ASSISTE, desde a última atualização. Os dados enviados deverão estar em um layout que contemple controles de segurança através de cabeçalho e rodapé, bem como identificadores de registros. Os dados deverão possibilitar a aplicação de todas as regras de negócio definidas pelo PLAN-ASSISTE para os controles do processo de Autorizações Eletrônicas. 4.2 RECEPÇÃO DOS ARQUIVOS DAS TRANSAÇÕES REALIZADAS Os arquivos enviados pela CONTRATADA para o Plan-Assiste contendo todas as transações eletrônicas, autorizadas ou não, deverão estar de acordo com o formato utilizado pelo atual sistema de gestão e deverão se ajustar ao formato que será utilizado no novo sistema de gestão do Progranma de Saúde, que já se encontra em fase de implantação. 5. CONSULTA ON LINE ÀS TRANSAÇÕES REALIZADAS O processo de autorizações eletrônicas deverá permitir que o PLAN-ASSISTE, através de um aplicativo on-line, efetue consultas de transações realizadas nos últimos 07 (sete) dias. O aplicativo deverá conter filtros para minimizar os tempos de pesquisa e otimizar as consultas. Esses filtros deverão ser constituídos por: a. Pesquisa por código do Prestador; b. Pesquisa por número do Beneficiário; c. Pesquisa por código do Prestador com intervalo de datas; d. Pesquisa por número do Beneficiário com intervalo de datas; e. Pesquisa por número de autorização. f. Pesquisa por recurso. 6. REGRAS PARA AUTORIZAÇÕES ELETRÔNICAS O autorizador deverá possibilitar alterações e/ou implementações de novas regras de forma parametrizável, objetivando adequar o processo para as regras do PLAN-ASSISTE, de forma flexível. As regras para autorização, a serem disponibilizadas pela CONTRATADA, deverão validar as condições de atendimento em função das informações do beneficiário, do prestador credenciado e do procedimento a ser executado. 6.1 Regras de Estabelecimento: Possibilitará o controle da rede de prestadores credenciados, validando se o Prestador está habilitado a utilizar um determinado meio de captação de transações. 1

17 6.2 Regras de Beneficiário: Possibilitará o controle e a verificação da existência do Beneficiário no cadastro fornecido pelo PLAN- ASSISTE bem como das funcionalidades descritas nos itens a seguir: Limite: para qualquer execução de procedimentos na rede de Prestadores credenciados do PLAN-ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time dos limites referentes aos procedimentos executados por dia, mês e ano, bem como períodos mínimos para retorno à execução do procedimento em questão Carência: para qualquer execução de procedimentos na rede de Prestadores credenciados do PLAN- ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time dos prazos de carência, nos quais os beneficiários ficarão impedidos de utilizar os serviços da rede através da utilização de históricos e controles de datas Validade do cartão: para qualquer execução de procedimentos na rede de Prestadores credenciados do PLAN-ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time para verificação e validação da versão do cartão do beneficiário, incluindo o controle sobre datas de vencimento do cartão Obrigatoriedade de uso do cartão: para qualquer execução de procedimentos na rede de prestadores credenciados do PLAN-ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time para verificação da obrigatoriedade do uso do cartão do beneficiário. Da mesma forma verificará a permissão de digitação dos dados do cartão de identificação do beneficiário no dispositivo se necessário Situação do beneficiário: para qualquer execução de procedimentos na rede de Prestadores credenciados do PLAN-ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time para regras de bloqueio e desbloqueio de Beneficiários a critério do PLAN- ASSISTE. 6.3 Regras de Prestador Credenciado: Possibilitarão o controle da verificação da existência do prestador credenciado no cadastro fornecido pelo PLAN-ASSISTE bem como das funcionalidades descritas nos itens a seguir: Retorno: para qualquer execução de procedimentos para um Beneficiário na rede de atendimento do PLAN- ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time com relação ao retorno do mesmo beneficiário a este prestador dentro do prazo de 15 dias. O retorno será contabilizado por prestador, e estabelecido pelo PLAN-ASSISTE como: a. Retorno de consulta específico para aquele prestador; b. Retorno de consulta de abrangência geral (definido como geral pelo PLAN- ASSISTE); Situação do prestador: para qualquer execução de procedimentos para um Beneficiário na rede de atendimento do PLAN-ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time com relação a existência ou não e a situação do Prestador credenciado integrado à rede de atendimento do PLAN-ASSISTE, bem como implementará controles de horário de atendimento desse Prestador em sua localidade de atendimento Contrato do prestador: para qualquer execução de procedimentos para um Beneficiário na rede de atendimento do PLAN-ASSISTE, o processo deverá possibilitar o controle transacional real time com relação ao contrato de execução de procedimentos do prestador estabelecido com o PLAN-ASSISTE, estando as autorizações restritas à possibilidade daquele prestador específico executar o procedimento solicitado. O processo de Autorizações Eletrônicas possibilita vincular ao prestador credenciado a utilização de padrões de execução de procedimento por especialidade, baseado em critérios próprios de formação estabelecidos pelo PLAN-ASSISTE. O processo de Autorizações Eletrônicas deverá dispor das funcionalidades acima para a rede de credenciados como um todo e de forma regionalizada. Também serão verificadas datas de vigência dos procedimentos solicitados. O processo também deverá fornecer opções de execução de procedimentos passíveis de justificativas, com a comprovação documental por parte do Prestador. Estas comprovações serão referentes a pedido médico, conta ambulatorial ou laudo a ser emitido, sendo de responsabilidade do PLAN-ASSISTE a averiguação desses atestados. 1

18 6.4 Regras de Procedimento: Para qualquer execução de procedimentos para um Beneficiário na rede de atendimento do PLAN- ASSISTE, o processo possibilitará o controle transacional real time para validação da existência do procedimento solicitado, diferenciando-o dos procedimentos estabelecidos pelo PLAN-ASSISTE como eletivo e de urgência Precedência entre procedimentos médicos: para qualquer execução de procedimentos para um beneficiário na rede de atendimento do PLAN-ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time, validando regras de simultaneidade, precedência e compatibilidade entre procedimentos médicos conforme descritos abaixo. A regra de precedência fornecerá os seguintes tipos de controle: a.pré-requisito: o procedimento solicitado não pode ser realizado se o precedente não foi executado previamente. b.simultaneidade Temporal: o procedimento solicitado não pode ser realizado se o precedente já foi executado, até um determinado período de tempo definido pelo PLAN-ASSISTE; c.simultaneidade Permanente: o procedimento solicitado não pode ser realizado se o precedente já foi executado, não necessitando a análise de critério de tempo Cruzamento de dados por Sexo, Idade e Especialidade: para a execução de qualquer procedimento para um Beneficiário na rede de atendimento do PLAN-ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time do sexo e dos limites de idade do beneficiário com relação aos limites de idade mínima e idade máxima para cada especialidade médica. Esses controles possuirão abrangência também através da validação do sexo do beneficiário com relação ao procedimento que está sendo solicitado Cruzamento de dados por Sexo, Idade e Procedimento: para qualquer execução de procedimentos para um Beneficiário na rede de atendimento do PLAN-ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time com relação à idade do Beneficiário e os devidos limites de idade para aquele determinado procedimento em questão que está sendo solicitado. Esses controles possuirão abrangência também através da validação do sexo do Beneficiário com relação ao procedimento que está sendo solicitado Controle por Prestadora: para a execução de qualquer procedimento para um beneficiário na rede de atendimento do PLAN-ASSISTE, possibilitará o controle transacional real time - por prestadora e com ou sem verificação de limites de execução - da autorização para a realização do procedimento em questão que está sendo solicitado. 6.5 Necessidade de Autorizações Eletrônicas na Central de Atendimento O PLAN-ASSISTE deverá dispor de uma transação de solicitação especial de senha que gerará uma préautorização com o objetivo de atender situações onde, por algum motivo em particular, o beneficiário necessite executar um procedimento que não foi possível ser autorizado no prestador em tempo real por questões operacionais. Por exemplo: cartão magnético desmagnetizado, beneficiário sem cartão e/ou problemas físicos nos meios de captação, etc. Esta transação deverá ser realizada em equipamento de captação específico na Central de Atendimento através de um cartão magnético especial que identifica o operador. 6.6 Necessidade de Perícia Médica O PLAN-ASSISTE deverá dispor de uma transação de solicitação especial de senha que gere uma préautorização com o objetivo de atender a situações onde, por algum motivo, o Beneficiário necessite executar um procedimento em que já houve uma recusa do processo de transações em tempo real. Essa recusa pode ser por questões de limite ou porque o procedimento necessita de uma análise prévia ou de perícia médica do PLAN- ASSISTE para a sua liberação. Esta transação deverá ser realizada em meio de captação específico na Central de Atendimento através de um cartão magnético que identifica o operador. 6.7 Necessidade de Autorizações Eletrônicas Privilegiadas O PLAN-ASSISTE deverá dispor de uma transação de solicitação especial de senha que gerará uma préautorização com o objetivo de atender algumas situações especiais. Por exemplo: o Beneficiário necessita executar um procedimento que foi negado pelo processo de transações em tempo real e esta situação não pode ser resolvida nem pelo atendente da Central nem pelo perito do PLAN-ASSISTE. Esta funcionalidade permitirá que um supervisor execute uma transação privilegiada, contornando algumas ou todas as regras de autorizações eletrônicas do processo e concedendo uma senha de pré-autorização. 1

19 7. REDE DE CAPTAÇÃO PARA O PROCESSO DE AUTORIZAÇÃO ELETRÔNICA A Rede de Captação é o meio que interliga todos os componentes do processo de elegibilidade e que permite realizar, em tempo real e no próprio local da prestação dos serviços, atendimentos médicos eliminando atividades intermediárias de autorização (emissão de guias) nos postos do PLAN-ASSISTE. O objetivo desta modalidade de disponibilização de serviços é tornar desnecessário o prévio comparecimento dos Beneficiários às dependências do PLAN-ASSISTE para obter uma permissão de utilização. 7.1 Abrangência (Meio de Captação) O PLAN-ASSISTE informará os meios de captação cabendo ao credenciado a escolha da opção que melhor se adequar a sua realidade considerando as características de volumes dos atendimentos realizados, o grau interno de automação de suas atividades e a integração dos sistemas próprios dos Prestadores com o processo de autorizações eletrônicas. 7.2 Distribuição (Capilaridade) Distribuição ou capilaridade da capacidade da rede de captação da CONTRATADA, para atender a rede de Prestadores credenciados do PLAN-ASSISTE no território nacional independente de localização, volume de transações e grau de automação. 7.3 Disponibilidade A rede de captação deve estar operacional 7 dias por semana, 24horas por dia, com nível de disponibilidade de 99% (noventa e nove por cento), exceto nos casos em que a interrupção das comunicações se deva a problemas com as concessionários dos canais de dados ou linhas telefônicas, ou a ocorrências de problemas nos equipamentos ou instalações de responsabilidade dos Prestadores credenciados pelo PLAN- ASSISTE, ou força maior. 7.4 Suporte ao Prestador Credenciado O suporte ao prestador credenciado é o conjunto de serviços oferecidos pela CONTRATADA, ao prestador credenciado para garantir o acesso ao processo de Autorizações Eletrônicas Atendimento Técnico: para os meios de captação utilizados, a CONTRATADA, disponibilizará atendimento técnico para garantir serviço de manutenção dos mesmos, dentro de um prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas, oferecendo ao Prestador alternativas, dentro do período de atendimento, que lhe permita manter acesso ininterrupto ao processo de Autorizações Eletrônicas Instalação dos Meios de Captação: Será de responsabilidade da CONTRATADA, a instalação dos meios de captação nos estabelecimentos dos Prestadores credenciados. Para tanto, a Licitante deverá fornecer aos Prestadores credenciados o projeto de infra-estrutura de comunicação necessária (linhas telefônicas) e alimentação de energia elétrica (tomadas de força) para que os mesmos possam se preparar para instalação do meio de capitação escolhido, quando for o caso Treinamento: Será de responsabilidade da CONTRATADA, o treinamento dos responsáveis operacionais na utilização dos meios de captação disponibilizados e das funções do processo de autorizações eletrônicas. Esta atividade deverá ser ministrada no próprio local de atendimento do prestador e concomitante à instalação dos meios de captação Suprimentos: entende-se por suprimentos, a distribuição dos materiais de consumo (fitas e bobinas) utilizados pelos POS. Será de responsabilidade da Licitante manter os equipamentos de captação de dados nos prestadores redenciados em pleno funcionamento e providos dos suprimentos necessários. 8. HOSPEDAGEM DE DADOS E SISTEMAS EM CENTRAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS DATA CENTER A Contratada deverá dispor de um ambiente computacional próprio ou de terceiros instalado em local equipado com controle de acesso, dispositivos de redundância de energia elétrica, climatização e comunicação de voz e dados. Tais caracterísitcas buscam garantir a proteção física e lógica, a operação de rotinas de backup, além da hospedagem dos equipamentos, dados e sistemas que fazem parte do processo de AUTORIZACAO ELETRONICA. A comunicação de voz e dados compreende o acesso à Internet e telefonia nacional, onde serão transacionadas as atividades de acesso e atualização dos dados. 1

20 Todos os serviços prestados e os equipamentos hospedados no Data-Center deverãor operar em regime de 24h x 7 dias por semana e apresentar um índice de disponibilidade mínima de 99% ( noventa e nove por cento), aferidos mensalmente, utilizando-se um sistema de gerência do CONTRATANTE, previamente homologado pela Secretaria de Tecnologia da Informação-STI. Os relatórios de disponibilidade deverão ser enviados até o 5º (quinto) dia útil do mês subsequente ao Plan-Assiste COMUNICAÇÃO SEGURA COM O PLAN-ASSISTE Os arquivos das transações eletrônicas autorizadas ou não, com os respectivos códigos dos procedimentos serão enviados para importação no sistema de gestão do Plan-Assiste, mediante conexão segura, via Internet, entre a CONTRATADA e o Plan-Assiste. Para garantir a autenticidade, integridade e confidencialidade das informações, a conexão deverá ser implementada utilizando-se uma Rede Privada Virtual- VPN ( Virtual Private Network), através de um túnel criptografado pela Internet, devendo tanto os dados quanto o cabeçalho dos pacotes que irão compor a transmissão das transações, serem embaralhados, sendo empacotados e transmitidos segundo um novo endereçamento IP, em um túnel estabelecido entre o ponto de origem e de destino. A transferência de arquivos também poderá ser implementada pela internet, através do emprego do protocolo FTP seguro, aliado a um filtro de endereço IP. A Secretaria de Tecnologia da Informação-STI do MPF irá disponibilizar um servidor de VPN e detalhar as especificações necessárias à correta conexão entre máquina cliente, pertencente e situada no Data-Center da CONTRATADA e o servidor VPN do MPF/Plan-Assiste, após assinatura contratual. 9. HELP DESK A CONTRATADA, deverá dispor de serviço de apoio aos prestadores credenciados no uso dos meios de captação e na operação das funções de autorizações eletrônicas através de um Helpdesk operando 24 horas por dia, 7 dias por semana. O acesso ao mesmo será gratuito para todos os prestadores do PLAN-ASSISTE. 10. PLANO DE IMPLANTAÇÃO A CONTRATADA, deverá apresentar, em até cinco dias úteis contados da assinatura do contrato, o seu Plano de Implantação, obedecendo às condições mínimas abaixo exigidas para o início da prestação dos serviços. 10.1CAPTAÇÃO E TRANSMISSÃO DE INFORMAÇÕES E PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES ELETRÔNICAS O serviço prestado atualmente não deverá sofrer descontinuidade, o que significa que a licitante vencedor deverá encarregar-se de manter o funcionamento do autorizador atual, mesmo no caso de não ser ele o prestador atual do serviço. Com relação a implantação no território nacional o prazo total máximo de execução permitido será de 120 (cento e vinte) dias corridos. A CONTRATADA, deverá apresentar um cronograma detalhado da implantação da solução em todo território nacional, contento os locais, prazos, equipes e as atividades. Este cronograma deverá ser validado pela equipe do Plan-Assiste. Findo o prazo de 120 dias, a CONTRATADA, deverá apresentar o processo de autorizações eletrônicas completamente operacional. Este Plano de Implantação deverá conter, no mínimo, as seguintes etapas: a. Homologação do processo de autorizações eletrônicas b. Pré produção do Sistema de Autorizações Eletrônicas c. Produção do Sistema de Autorizações Eletrônicas 10.2 Homologação do Processo de Autorizações Eletrônicas Nesta etapa, o PLAN-ASSISTE homologará os meios de captação de dados, as funcionalidades, as regras e as facilidades da Rede de Captação, indicados os itens relacionados a seguir: a. MEIOS DE CAPTAÇÃO DE DADOS: os meios de captação de dados deverão estar disponibilizados e operando as funcionalidades descritas no item Tipos de Transações. b. PADRÃO DO CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO: serão homologadas a aceitabilidade e a compatibilidade entre os Cartões Magnéticos de Identificação e os meios de Captação de Dados. c. TIPOS DE TRANSAÇÃO: a homologação incluirá todos os tipos de transações, descritos no item 4, informações de captação e resposta, bem como as situações relacionadas com o processo de Autorizações Eletrônicas. d. AUTORIZAÇÕES ELETRÔNICAS NA CONTRATADA: será homologado o processo de Autorizações Eletrônicas na CONTRATADA, sendo utilizada uma base de dados real, extraída dos arquivos de dados fornecidos pelo PLAN-ASSISTE. 2

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 125/2008 DATA DE ABERTURA: 04 de dezembro de 2008 HORÁRIO: 13:00 horas LOCAL DA SESSÃO PÚBLICA: Auditório da CPL/PGR, localizada no

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO PREGÃO N 91/2008 DATA DE ABERTURA: 25 de setembro de 2008 HORÁRIO: 10:00 horas LOCAL DA SESSÃO PÚBLICA: Auditório

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 001/2013 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 037/2013

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 001/2013 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 037/2013 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 001/2013 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 037/2013 Pelo presente instrumento, a SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, órgão gerenciador do Registro de Preços, localizada na

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO 01/2010 Processo nº 0.000.000.001735/2010-31 VALIDADE 12 (DOZE) MESES ATA Nº 1/2010 No dia 21 de dezembro do ano de dois mil e dez, no CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071, confirmando a retirada deste edital pela internet.

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº 109/2010 PROCESSO Nº 1.00.000.010869/2010-97

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 039/2014 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 096/2013

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 039/2014 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 096/2013 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 039/2014 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 096/2013 Pelo presente instrumento, a SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, órgão gerenciador do Registro de Preços, localizada na

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20...

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20... ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20... Ao...do dia do mês de... do ano de 20..., na PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA PGR,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Processo...: 8/2015 Modalidade.: Convite Número...: 6/2015

Leia mais

EDITAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS - ABAS CONVITE Nº 003/2008

EDITAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS - ABAS CONVITE Nº 003/2008 EDITAL ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS - ABAS CONVITE Nº 003/2008 Ref.: Convênio n 001/2008: Convênio celebrado entre a Agência Nacional de Águas - ANA e Associação Brasileira de Águas Subterrâneas

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PEDRO DAS MISSÕES PROCESSO LICITATÓRIO Nº 003/2016 TOMADA DE PREÇO Nº 003/2016 Aldoir Godois Vezaro, Prefeito Municipal de São Pedro das Missões RS, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com a Lei nº 8.666,

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP)

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP) 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP) A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia -, por meio de sua Comissão de Licitações, torna público para conhecimento

Leia mais

PROJETO JARDIM DO CERRADO: DA CASA AO TERRITÓRIO. Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH

PROJETO JARDIM DO CERRADO: DA CASA AO TERRITÓRIO. Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH PROJETO JARDIM DO CERRADO: DA CASA AO TERRITÓRIO Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH Processo Administrativo nº 001/2015, de 13/02/2015 Processo Seletivo nº 001/2015, de 13/02/2015

Leia mais

EEEP PROFESSOR GUSTAVO AUGUSTO LIMA E-mail: eeepgustavolima@escola.ce.gov.br Lavras da Mangabeira Ceará

EEEP PROFESSOR GUSTAVO AUGUSTO LIMA E-mail: eeepgustavolima@escola.ce.gov.br Lavras da Mangabeira Ceará MINUTA DO CONVITE Nº 030/2014. Natureza da Despesa: SERVIÇOS PESSOA JURÍDICA 3390390091 - REPASSE PARA MANUTENÇÃO DE ESCOLAS Data de Emissão: 29/09/2013 Data da Licitação: 09/10/2014 Hora da Licitação:

Leia mais

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul.

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009 Business Online Comunicação de Dados Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071 ou email cgl@vr.rj.gov.br, confirmando a retirada

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE 2926- CNPJ: 13.959.466/1-6 Tel: 2732683178 Fax: 273268376 Site: Pregão Presencial Nº 6/214 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE MEDICAMENTOS PARA ATENDER A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE POR UM PERÍODO DE DE (6)

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE PNEUS DESTINADOS AOS VEÍCULOS DA SECRETARIA MUNICIPAL SAÚDE PARA O EXERCÍCIO DE DE 2014 2014 O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE/MUNICIPIO DE DOMINGOS MARTINS, com sede na Rua Bernardino

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 ! " TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 PROCESSO Nº 1.825/2005 Regime Jurídico: Lei nº 8.666/93, alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: TOMADA DE PREÇOS O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM EDITAL CONVITE Nº 002/2015 1 PREÂMBULO 1.1. A, através da COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO CML, adiante denominada simplesmente CML, CONVIDA essa firma para participar do certame licitatório, na modalidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 ATA DO REGISTRO DE PREÇOS CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DE PRESTAÇÃO DE

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá COORDENADORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá COORDENADORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n.º 25 /2014 PROCESSO n.º 62/2013 (Protocolo nº 6.007). PREGÃO ELETRÔNICO n.º 49/2013 VALIDADE: 12 (doze) meses Aos quatorze dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze,

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S 1 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS S.A. - ELETROBRÁS EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº10/2009 2 ÍNDICE 1 OBJETO...3 2 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO...3 3 FORMA DE APRESENTAÇÃO DAS

Leia mais

ANEXO VI ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DIRAT/DESEG-200./..., OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS PARA USO EM MARCENARIA.

ANEXO VI ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DIRAT/DESEG-200./..., OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS PARA USO EM MARCENARIA. PREGÃO Nº 011/2007 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DIRAT/DESEG-200./..., OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE PRODUTOS PARA USO EM MARCENARIA. Processo nº 041.000.045/2007. VALIDADE: 12

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº 146/2008

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº 146/2008 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº 146/2008 PROCESSO Nº 1.00.000.006843/2008-20 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº

Leia mais

DECRETO nº. 11.698, de 16 de janeiro de 2009. O PREFEITO MUNICIPAL DE ANANINDEUA, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, e ainda:

DECRETO nº. 11.698, de 16 de janeiro de 2009. O PREFEITO MUNICIPAL DE ANANINDEUA, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, e ainda: 1 DECRETO nº. 11.698, de 16 de janeiro de 2009 Regulamenta, no âmbito da Administração pública municipal, o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº. 8.666, de 21 de junho de 1993, e

Leia mais

CONVITE Nº 017/2006 Processo nº 05351/2006

CONVITE Nº 017/2006 Processo nº 05351/2006 CONVITE Nº 017/2006 Processo nº 05351/2006 O Tribunal de Contas do Estado do Tocantins, por intermédio da Comissão Permanente de Licitação, instituída pelas Portarias nº 1.262, de 14 de dezembro de 2005

Leia mais

RECIBO DE RETIRADA PROCESSO Nº 11.628/2005 EDITAL DE CONVITE N.º 05/2005

RECIBO DE RETIRADA PROCESSO Nº 11.628/2005 EDITAL DE CONVITE N.º 05/2005 SCS, Qd. 02, Bl. B, Edifício Palácio do Comércio, Sala 501 Brasília-DF Tel: (61) 224-4385 e-mail: cofecon@cofecon.org.br RECIBO DE RETIRADA PROCESSO Nº 11.628/2005 EDITAL DE CONVITE N.º 05/2005 RAZÃO SOCIAL:

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59 1. DA JUSTIFICATIVA 1.1 Dotar de melhores condições de trabalho a sala 12, da SUREG/AM, na qual atuam os empregados designados para compor

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº 115/2007

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº 115/2007 PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº 115/2007 PROCESSO Nº 1.00.000.0009554/2006-11 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº 28/2007 Aos 26 dias do mês

Leia mais

Tem por objetivo esta Licitação de prestação de serviços neste estabelecimento de ensino. Constante do anexo I, deste convite.

Tem por objetivo esta Licitação de prestação de serviços neste estabelecimento de ensino. Constante do anexo I, deste convite. MINUTA DO CONVITE Nº 0011/2015 Natureza da Despesa: MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DE BENS E IMÓVEIS Fonte Recurso: Fonte 51 FUNDEB- APORTE FINANCEIRO 2015 Data de Emissão: 29/10/2015 Data da Licitação: 09/11/2014

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais).

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais). PROCESSO N.º 003/2013 LICITAÇÃO Nº 003/2013-CONVITE TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE À EMPRESA: ENDEREÇO: O Conselho Regional de Administração-CRA, através de sua Comissão Permanente de Licitação, nos termos

Leia mais

ATA DE REGISTRIO DE PREÇOS Nº 007/2014

ATA DE REGISTRIO DE PREÇOS Nº 007/2014 ATA DE REGISTRIO DE PREÇOS Nº 007/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO N. º 002/2014 MODALIDADE DE PREGÃO PRESENCIAL PROCESSO Nº 2014 0001 1954 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES Aos 28 dias do mês de fevereiro de 2014, na

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços EDITAL A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10-124-DIREF de 29/06/2006, realizará

Leia mais

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br EDITAL Nº 62/2012 PREGÃO ELETRÔNICO 34/2012 PROCESSO DE DESPESA: 2318/2012 (SEC. DE EDUCAÇÃO) PROCESSO DE LICITAÇÃO 2318/2012 PROCESSO DE COMPRA 45-12 ABERTURA: 29/03/2012 HORÁRIO: 15 horas O Prefeito

Leia mais

DECRETO Nº 11.319, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2004

DECRETO Nº 11.319, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2004 DECRETO Nº 11.319, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2004 PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL Nº 032, DE 17-02-2004 Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP, previsto no art. 15, da Lei nº 8.666, de 21 de junho de

Leia mais

SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016

SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016 SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016 Aos três dias do mês de junho de 2015, o Município de Santo Antônio da Patrulha/RS, neste

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni torna público

Leia mais

2.2. É vedada a participação na Licitação de pessoas jurídicas que:

2.2. É vedada a participação na Licitação de pessoas jurídicas que: SECRETARIA DA EDUCAÇÃO 6ª COORDENADORIA REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO 6ª CREDE RUA DR. JOSÉ EUCLIDES FERREIRA GOMES, S/N COLINA DA BOA VISTA- SOBRAL CNPJ: 00.273.843/0001-61 CARTA CONVITE Nº

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE TUBOS DE CONCRETO

EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE TUBOS DE CONCRETO PREFEITURA MUNICIPAL DE SOLEDADE SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA EDITAL TOMADA DE PREÇOS Nº 38/2015 TIPO MENOR PREÇO EDITAL TOMADA DE PREÇO PARA AQUISIÇÃO DE TUBOS DE CONCRETO O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5.

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5. TERMO DE REFERÊNCIA I DO OBJETO 1.1. Contratação de pessoa jurídica especializada para prestação de serviço de limpeza e desinfecção de caixa d água para subseção de Dourados/MS do Coren/MS, conforme as

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 012/2007

CARTA CONVITE Nº 012/2007 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. CARTA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DA PARAÍBA PREGÃO 01-2008 PRESENCIAL MENOR PREÇO GLOBAL POR ITEM OBJETO:

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DA PARAÍBA PREGÃO 01-2008 PRESENCIAL MENOR PREÇO GLOBAL POR ITEM OBJETO: 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DA PARAÍBA PREGÃO 01-2008 PRESENCIAL MENOR PREÇO GLOBAL POR ITEM OBJETO: ITEM 01 LIMPEZA E CONSERVAÇÃO ITEM 02 VIGILÂNCIA ARMADA ITEM 03

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2013 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2013 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 19/03/2013 HORÁRIO: 10:00 Horas LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro

Leia mais

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José Alencar

Leia mais

EDITAL DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 004/2014 TIPO: MENOR PREÇO

EDITAL DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 004/2014 TIPO: MENOR PREÇO EDITAL DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 004/2014 TIPO: MENOR PREÇO (PROCESSO N 2014/11/267) O Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Paranaguá, por sua Comissão Permanente de Licitação, designada

Leia mais

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 PROCESSO : 50600.000884/2006-13 Tipo de Licitação:

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO AMPLO N o 4/2010 PROCESSO N o 53500.000211/2010

EDITAL DE PREGÃO AMPLO N o 4/2010 PROCESSO N o 53500.000211/2010 EDITAL DE PREGÃO AMPLO N o 4/2010 PROCESSO N o 53500.000211/2010 A AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES - ANATEL, com sede no SAUS, Quadra 06, Bloco H, Edifício Ministro Sérgio Motta, na cidade de Brasília

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015. Objeto

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015. Objeto EDITAL DE TOMADA DE PREÇO N.º 004/2015 O Município de Benjamin Constant do Sul - RS, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, torna público para conhecimento dos interessados a

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 017/2007 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2007 HORÁRIO: 10:00 HORAS LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro

Leia mais

SESSÂO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona n.º 1.200, 7º andar São Paulo SP Horário: 10h30 horas do dia 03 de Agosto de 2009

SESSÂO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona n.º 1.200, 7º andar São Paulo SP Horário: 10h30 horas do dia 03 de Agosto de 2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD. PAULISTA CEP

Leia mais

Edital de convite para

Edital de convite para CÂMARA MUNICIPAL DE ARVOREZINHA EDITAL DE CONVITE N.º 004/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 006/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO E ABERTURA DOS ENVELOPES DA DOCUMENTAÇÃO: 13/11/2014,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009 A Superintendência de Seguros Privados - SUSEP realizará, às 15 horas do dia 16 de julho de 2009, licitação na modalidade PREGÃO ELETRÔNICO, tipo MENOR PREÇO, conforme autorização da Senhora Chefe do DEAFI,

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL Praça da Bandeira, 354 Fone: 54 520 7000 99700-000 Erechim RS

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL Praça da Bandeira, 354 Fone: 54 520 7000 99700-000 Erechim RS MINUTA 175/2014 CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º /2014 PROCESSO N.º 8287/2014 - PREGÃO PRESENCIAL N.º 153/2014 AQUISIÇÃO DE PEÇAS PARA CONSERTO DA MÁQUINA M-65 - SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS PÚBLICAS E HABITAÇÃO

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n 037. Processo n 35 /2016 Pregão 13/2016

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n 037. Processo n 35 /2016 Pregão 13/2016 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n 037 Processo n 35 /2016 Pregão 13/2016 Aos dezessete dias do mês de março do ano de 2.016, o MUNICÍPIO DE RIO NEGRO-PR, neste ato representado pelo seu PREFEITO MUNICIPAL, MILTON

Leia mais

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS DO ESTADO DE SANTA CATARINA CRECI - 11ª REGIÃO/SC, através da Comissão de Julgamento de Licitação, comunica que, de acordo

Leia mais

ANEXO I MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E INFRAESTRUTURA TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E INFRAESTRUTURA TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E INFRAESTRUTURA 1 OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1.1. Contratação de empresa especializada, para o eventual

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL Praça da Bandeira, 354 Fone: 54 3520 7000 99700-010 Erechim RS

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL Praça da Bandeira, 354 Fone: 54 3520 7000 99700-010 Erechim RS MINUTA 261/2015 CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º /2015 PROCESSO N.º 14040/2015 - PREGÃO PRESENCIAL N.º 228/2015 AQUISIÇÃO DE REDES PARA A PROTEÇÃO DE JANELAS - SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - Contrato Administrativo

Leia mais

Conselho Regional de Economia da Paraíba 21ª Região

Conselho Regional de Economia da Paraíba 21ª Região EDITAL DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE CONTADOR PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS CONTÁBEIS E DE ASSESSORIA CONTÁBIL PARA O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 21ª REGIÃO PARAÍBA CONVITE Nº 002/2016

Leia mais

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 612, DE 16 DE MARÇO DE 2007. Dispõe sobre a implantação do Sistema de Registro de Preços nas compras, obras e serviços contratados pelos órgãos da

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 005/2015 PROCESSO N 2014.030552 VALIDADE: 12 (doze) meses.

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 005/2015 PROCESSO N 2014.030552 VALIDADE: 12 (doze) meses. 1 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 005/2015 PROCESSO N 2014.030552 VALIDADE: 12 (doze) meses. Ata de registro de preço, para Modalidade: : REGISTRO DE PREÇOS PARA FUTURA AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE CRIAÇÃO

Leia mais

PROCESSO Nº 1.23.000.000388/2015-83

PROCESSO Nº 1.23.000.000388/2015-83 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 03/2015 PROCESSO Nº 1.23.000.000388/2015-83 VALIDADE: 12 MESES Aos 25 dias do mês de março de 2015, na, Sala de licitações, localizada na Rua Domingos Marreiros, nº 690 Bairro

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015. (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001).

INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015. (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). Fl. Rub. INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 026/2010

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 026/2010 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 026/2010 EDITAL DE LICITAÇÃO N.º 112/2010 MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL PROCESSO Nº 2010 0000 5017 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº 026/2010 Ao 1º (primeiro) dia do mês de outubro

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 008/2016 PROCESSO LICITATORIO Nº 028/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016.

ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 008/2016 PROCESSO LICITATORIO Nº 028/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016. ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 008/2016 PROCESSO LICITATORIO Nº 028/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016. VALIDADE: 12 meses Aos dezoito dias do mês de março de 2016, na sala de reuniões da Prefeitura Municipal,

Leia mais

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO Data: A partir do dia 22/06/2011 Local: FAPEU SETOR DE LICITAÇÃO (Campus Universitário s/nº, Trindade,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ATA N 05/2013

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ATA N 05/2013 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO PROCESSO N 081370903/13 VALIDADE: 12 (doze) meses ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ATA N 05/2013 Aos 18

Leia mais

EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011. PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas

EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011. PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas EDITAL N.º CONVITE N.º PROCESSO N.º 011/2011-CPL 009/2011 011/2011 PRAZO MÁXIMO PARA ENTREGA DOS ENVELOPES Até 17 de Outubro de 2011 Às 14:00 horas ABERTURA DOS ENVELOPES DOCUMENTAÇÃO Dia 17 de Outubro

Leia mais

CONVITE N.º 002-001/2013-CV

CONVITE N.º 002-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 002-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço transporte fluvial no município de Santarém/Pará. A TERRA DE DIREITOS, entidade privada sem

Leia mais

2ª CHAMADA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015

2ª CHAMADA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO SECRETARIA MUNICIPAL DE SERVIÇOS BÁSICOS SEMUSB 2ª CHAMADA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 Edital de chamamento público para formalização de convênio com

Leia mais

E D I T A L Nº 2229/2013

E D I T A L Nº 2229/2013 E D I T A L Nº 2229/2013 MODALIDADE: Convite ABERTURA: Dia 12 de Setembro de 2013, às 10:00 horas TIPO: Menor preço por item LOCAL DE ABERTURA: Setor de Licitações, localizado na Rua Benjamin Constant,

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N 02/2007 Regido pela Lei n 8.666/93.

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N 02/2007 Regido pela Lei n 8.666/93. TST L: j TRBUNAL SUP-EROR DO TRABALHO EDTAL DE CREDENCAMENTO N 02/2007 Regido pela Lei n 8.666/93. Objeto PRESTAÇÃO DE SERVÇOS DE ASSSTÊNCA MÉDCA HOSPTALAR E ANÁLSES CLÍNCAS DE ALTA COMPLEXDADE MÉDCA E

Leia mais

CARTA CONSULTA Nº 008/2015

CARTA CONSULTA Nº 008/2015 CARTA CONSULTA Nº 008/2015 A Fundação de Apoio `Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação FAPEB, por intermédio do Chefe do Setor de Licitação, convida as empresas cadastradas a participar da licitação na modalidade

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20123340 TERMO DE PARTICIPAÇÃO

COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20123340 TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20123340 TERMO DE PARTICIPAÇÃO PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Legislativo Câmara municipal de Guanambi - Bahia Ano IV Nº 177 11 de Março de 2015 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: CARTA CONVITE AVISO DE LICITAÇÃO -

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ. CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ. CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 1 SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ 1. DA CONVOCAÇÃO: CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO

Leia mais

DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005.

DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005. DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no artigo 15, 3º da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e artigo 11 da Lei Federal nº 10.520, de 17 de julho

Leia mais

CONVITE N o 5/2004 FIRMA : ENDEREÇO : CIDADE: CEP:

CONVITE N o 5/2004 FIRMA : ENDEREÇO : CIDADE: CEP: CONVITE N o 5/2004 REPARTIÇÃO: Gerência Administrativa SEÇÃO: Seção de Material e Patrimônio MODALIDADE: Convite. TIPO: Menor preço por item OBJETO: Prateleiras de aço para o almoxarifado DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA:

Leia mais

CONVITE N.º 009-001/2012-CV

CONVITE N.º 009-001/2012-CV 1 CONVITE N.º 009-001/-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço transporte fluvial no município de Santarém/Pará. A TERRA DE DIREITOS, entidade privada sem fins

Leia mais

CONTRATO N. 75/2005 ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO DIRETORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO DIVISÃO DE CONTRATOS E CONVÊNIOS SEÇÃO DE ELABORAÇÃO

CONTRATO N. 75/2005 ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO DIRETORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO DIVISÃO DE CONTRATOS E CONVÊNIOS SEÇÃO DE ELABORAÇÃO CONTRATO N. 75/2005 TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O ESTADO DE SANTA CATARINA, POR INTERMÉDIO DO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, E A EMPRESA ESMENA DO BRASIL S/A. Pelo presente

Leia mais

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 011/2013.

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 011/2013. EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 011/2013. PREÂMBULO Processo de licitação nº.: 395/2013. Interessado: Fundo Social de Solidariedade do Município de Araras. Recursos orçamentários e financeiros: Consignados

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO

PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO AÇÃO COMUNITÁRIA DO BRASIL ACB/RJ Plano Nacional de Qualificação - PlanSeQ CONVÊNIO MTE/SPPE/CODEFAT N 00010/08 PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO A Comissão de Licitação da AÇÃO COMUNITÁRIA

Leia mais

CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR

CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR CONVITE Nº 008/2013 CPL/FMS/SMS/PMVR O MUNICÍPIO DE VOLTA REDONDA/RJ, por intermédio da COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO do FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE da SECRETARIA MUNCIPAL DE SAÚDE/PMVR, atendendo requisitos

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000120/2011-01

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000120/2011-01 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000120/2011-01 1 JUSTIFICATIVA 1.1 Justifica-se essa aquisição pela necessidade de atendimento à demanda de Aparelhos Telefônicos efetuada pelas diversas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ

RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ O COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o disposto no artigo 29-A da Lei nº 8.229, de 07 de dezembro de

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº0063 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº0063 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº0063 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL PELA INTERNET

RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL PELA INTERNET Pregão Presencial nº 02/2013 Processo nº 05/2013 RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL PELA INTERNET Razão Social: CNPJ: Endereço: Cidade: Telefone: e-mail: Pessoa para contato: Estado: Fax: Recebemos, através

Leia mais

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO ANEXO 6 MINUTA DE CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO/ MATERIAL PARA MANUTENÇÃO DE BENS IMÓVEIS/ TUBOS DE METALON E DE INOX, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015

PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015 PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 01/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº. 004/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 06 PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015 PROCESSO N 004/2015 VALIDADE 12 meses Aos 11 dias do

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS/CONTRATO Nº004-B/2016 PROCESSO LICITATÓRIO Nº018/2016 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL N 006/2016 VALIDADE: 12 (doze) meses O Município de Jaguaraçu, neste ato representado por seu

Leia mais

Cotação Eletrônica TERMO DE PARTICIPAÇÃO

Cotação Eletrônica TERMO DE PARTICIPAÇÃO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006. PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos

Leia mais

PREGÃO Nº 001/2012. O CRCTO receberá os envelopes, conforme a seguir:

PREGÃO Nº 001/2012. O CRCTO receberá os envelopes, conforme a seguir: PREGÃO Nº 001/2012 O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO TOCANTINS - CRCTO torna público, para ciência dos interessados, que por intermédio de seu pregoeiro, designado pela Portaria CRCTO nº 022, de

Leia mais

TOMADA DE PREÇO N 001/2016. 1986, e ativado a partir de fevereiro de 1987, inscrito no CNPJ/MF sob o nº

TOMADA DE PREÇO N 001/2016. 1986, e ativado a partir de fevereiro de 1987, inscrito no CNPJ/MF sob o nº TOMADA DE PREÇO N 001/2016 DATA 29 /01/2016 EDITAL 1 DO LICITADOR: CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISA EM SAÚDE COLETIVA-CEPESC, é uma entidade civil, sem fins lucrativos, criada em 9 de maio de 1986, e ativado

Leia mais

Forma de Fornecimento: ( X ) 1- Integral ( ) 2- Parcelada

Forma de Fornecimento: ( X ) 1- Integral ( ) 2- Parcelada Modalidade: Convite Data de Emissão: 06/02/2012 Data da Licitação: 13/02/2012 Hora da Licitação: 15:00 horas Tipo da Licitação: MENOR PREÇO GLOBAL Unidade Administrativa: Dotação Orçamentária: NP. Nº 14374

Leia mais

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010 1 O, por intermédio do TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS, doravante denominado TCM/PA, CNPJ nº 04.789.665/0001-87, com sede na Travessa Magno de Araújo nº 474, bairro do Telégrafo na cidade de Belém, Estado

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO Nº 006/2015 PREGÃO PRESENCIAL

EDITAL DE LICITAÇÃO Nº 006/2015 PREGÃO PRESENCIAL EDITAL DE LICITAÇÃO Nº 006/2015 PREGÃO PRESENCIAL A Companhia de Habitação do Estado de Santa Catarina COHAB/SC, empresa de economia mista estadual, inscrita no CNPJ nº 83.883.710/0001-34, com Sede à Rua

Leia mais