EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA"

Transcrição

1 EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA PRONOR PETROQUÍMICA S.A. Companhia Aberta - Código CVM 9784 CNPJ/MF nº / NIRE BRPNORACNOR1 BRPNORACNPA4 BRPNORACNPB2 POR ORDEM E CONTA DE PIN PETROQUÍMICA S.A. CNPJ/MF nº / E POR INTERMÉDIO DE BANCO MODAL S.A., instituição financeira com sede na Praia de Botafogo, nº 501, 5º andar (parte) - bloco 01, na cidade do Rio de Janeiro, estado do Rio de Janeiro, inscrito no CNPJ/MF sob o nº / , na qualidade de instituição financeira intermediária ( Instituição Intermediária ), por conta e ordem da PIN PETROQUÍMICA S.A., sociedade por ações devidamente constituída de acordo com as leis brasileiras, com sede na Cidade de Salvador, Estado da Bahia, na Rua Miguel Calmon, nº 398, 2º andar/parte, Comércio, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º / ( Ofertante ), vem a público dirigir aos detentores de ações ordinárias, de ações preferenciais classe A e de ações preferenciais classe B, todas de emissão da PRONOR PETROQUÍMICA S.A. ( Companhia ), em circulação no mercado ( Ações Ordinárias, Ações Preferenciais A, Ações Preferenciais B ou, quando em conjunto, simplesmente

2 Ações, conforme o caso), oferta pública para aquisição das Ações da Companhia ( Oferta ou OPA ), visando ao cancelamento do seu registro de companhia aberta, de que tratam o artigo 21, 6º, da Lei n 6.385, de 07 de dezembro de 1976 ( Lei nº 6.385/76 ), e os artigos 4º, 4º e 4º-A, da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976 ( Lei nº 6.404/76 ), observados os termos da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários ( CVM ) n 361, de 05 de março de 2002 ( Instrução CVM nº 361/02 ), nas seguintes condições. 1. OFERTA PÚBLICA 1.1 Fato Relevante. Em 30/07/2010, a Ofertante e a Companhia divulgaram fato relevante, comunicando ao mercado a intenção da Ofertante de realizar uma oferta pública de aquisição de ações de emissão da Companhia visando ao cancelamento do seu registro de companhia aberta, nos termos do art. 4º, 4º da Lei 6.404/76 e da Instrução CVM nº 361/02 ( Fato Relevante ) Ações Objeto da Oferta. A Instituição Intermediária, representada no Leilão (conforme definido no item 2.1 abaixo) pela Link S.A Corretora de Cambio, Títulos e Valores Mobiliários, com sede na Rua Leopoldo Couto de Magalhães Jr, 758, 8º e 10º andares, Itaim Bibi, na cidade de São Paulo, estado de São Paulo, inscrita no CNPJ/MF sob o no / ( Link CCTVM ), dispõe-se a adquirir, por conta e ordem da Ofertante, até a totalidade das Ações em circulação no mercado representativas do capital social da Companhia, com todos os seus direitos legais e estatutários, livres e desembaraçadas de quaisquer ônus ou gravames. Encontram-se em circulação no mercado, Ações Ordinárias, representativas de 42,30% do total de Ações Ordinárias, e Ações Preferenciais, sendo Ações Preferenciais A, representativas de 54,53% do total de Ações Preferenciais A e Ações Preferenciais Classe B, representativas de 95,81% do total de Ações Preferenciais B, totalizando Ações representativas de 50,67% do capital social total da Companhia. As ações em circulação correspondem a todas as ações emitidas pela Companhia, excetuadas, nos termos do artigo 3º, inciso III, da Instrução CVM nº 361/02, as ações de emissão da Companhia detidas pela Ofertante, pelo acionista controlador da Ofertante, por pessoas a ele vinculadas, por administradores da Companhia e aquelas mantidas pela Companhia em tesouraria Ações de Titularidade da BB Administração de Ativos, Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários e do BNDES Participações S.A. BNDESPAR. Dentre as ações em circulação mencionada acima incluem-se as ações de titularidade da BB Administração de Ativos, Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários ( BB ) e do BNDES Participações S.A. BNDESPAR (em conjunto BB e BNDESPAR os Acionistas Minoritários ). Os 2

3 Acionistas Minoritários não devem ser considerados como acionistas controladores da Companhia, tendo em vista que os acordos vigentes entre esses acionistas e a Ofertante: (a) garantem apenas o direito de eleger determinado número de membros para o conselho de administração da Companhia (sempre em quantidade que não lhes garanta a maioria no Conselho de Administração); e (b) não estabelecem qualquer obrigatoriedade de os Acionistas Minoritários e/ou de seus conselheiros indicados votarem em conjunto com a Ofertante, não sendo estes acordos considerados acordos de voto e, portanto, acordos de controle, o que é evidenciado, inclusive, nas Assembleias da Companhia realizadas em 24/04/2008; 27/04/2009; 30/04/2010; e 29/10/2010, bem como nas Reuniões do Conselho de Administração realizadas em 18/12/2007; 19/08/2008; 16/12/2008; 13/04/2008; 17/03/2009; 18/03/2010; 08/10/2010 e em 19/08/2010, ocasiões em que os Acionistas Minoritários e seus respectivos conselheiros indicados votaram contrariamente às deliberações da Ofertante e de seus conselheiros Condições para a Oferta. A presente Oferta estará condicionada ao atendimento dos requisitos previstos para as ofertas públicas de aquisição para cancelamento de registro de companhia aberta, de acordo com o estabelecido na Instrução CVM n 361/02. Caso não se verifique o cumprimento do requisito de acionistas titulares de mais de 2/3 das Ações de emissão da Companhia em circulação aceitarem a Oferta ou concordarem expressamente com o cancelamento do registro (considerando-se ações em circulação, para este só efeito, apenas as Ações cujos titulares concordarem expressamente com o cancelamento de registro ou se habilitarem para o leilão da Oferta, na forma do item 2.5 abaixo), a Ofertante, nos termos do artigo 15, II, da Instrução CVM nº 361/02, pretende desistir da Oferta, não adquirindo nenhuma quantidade de ações Ausência de Restrições ao Exercício do Direito de Propriedade sobre as Ações. As Ações, para serem alienadas nos termos desta Oferta, deverão estar livres e desembaraçadas de quaisquer ônus, direitos de garantia, usufruto ou outras formas de gravame que impeçam o exercício imediato pela Ofertante da propriedade plena conferida pela titularidade das Ações, além de atenderem às exigências para negociação de ações constantes do Regulamento de Operações Segmento Bovespa, da BM&FBOVESPA Dividendos. Caso a Companhia venha a declarar o pagamento de dividendos ou de juros sobre capital próprio até a data da liquidação financeira da Oferta, farão jus ao pagamento dos dividendos, ou de juros sobre capital próprio declarados, os acionistas que estiverem inscritos como proprietários ou usufrutuários das Ações na data do ato da declaração dos dividendos ou de juros sobre capital próprio Validade. A presente Oferta permanecerá válida pelo prazo de 40 (quarenta) dias, contados da data da publicação deste Edital de Oferta ( Edital ), ou seja, sua fluência inicia-se em 25/03/2011 e encerra-se em 04/05/2011, data em que será realizado o Leilão. 3

4 1.7. Preço. O preço de aquisição será de R$ 1,72 ( Preço de Aquisição ) por Ação (seja Ação Ordinária, Ação Preferencial A ou Ação Preferencial B) Avaliação Independente das Ações da Companhia. Nos termos do artigo 8º da Instrução CVM nº 361/02 e do seu Anexo III, foram elaboradas, de forma independente, pelo Banco Modal S.A., avaliações econômico-financeiras das Ações de emissão da Companhia, conforme detalhado em laudo de avaliação de que trata a Seção 4 do presente Edital Preço Justo. No julgamento da Ofertante, o Preço de Aquisição ofertado é justo, e se encontra no ponto médio do intervalo de valor encontrado em laudo de avaliação exclusivamente elaborado para este fim, de forma independente, por instituição financeira com comprovada experiência no mercado de capitais brasileiro Pagamento do Preço. O Preço de Aquisição será pago à vista aos Acionistas que aceitarem a Oferta, em moeda corrente nacional, atualizado pela variação da Taxa SELIC, calculada pro rata die desde a data de publicação do Fato Relevante (30/07/2010) até a data da liquidação financeira do Leilão, de acordo com os procedimentos da Câmara de Compensação e Liquidação do Segmento BOVESPA da BM&FBOVESPA ( Central Depositária de Ativos ) Caso a Taxa SELIC seja extinta ou não seja divulgada por mais de 30 (trinta) dias pela superveniência de norma legal ou regulamentar, não podendo ser mais utilizada para atualização do Preço de Aquisição, passará a ser utilizado o índice que vier a ser fixado pelo Governo Federal em substituição, na mesma data da extinção da Taxa SELIC ou do impedimento de sua utilização. Caso não seja fixada pelo Governo Federal uma nova taxa para substituir a Taxa SELIC, aplicarse-á a média do valor da Taxa SELIC dos últimos 12 (doze) meses divulgados Informação à BM&FBOVESPA. A Instituição Intermediária informará ao Diretor de Operações da BM&FBOVESPA, com até 2 (dois) dias úteis de antecedência à data de realização do Leilão, por meio de comunicado escrito, o Preço de Aquisição final para o Leilão, com duas casas decimais, atualizado até a data da liquidação financeira do Leilão. 2. LEILÃO 2.1. Data e Local. O Leilão da Oferta será realizado no dia 04/05/2011, às 13:00 horas (horário de Brasília) no sistema eletrônico de negociação MegaBolsa da BM&FBOVESPA ( Leilão e Data do Leilão ). O Leilão obedecerá às regras 4

5 estabelecidas pela BM&FBOVESPA, devendo os Acionistas que desejarem vender suas Ações no Leilão, atender às exigências para a negociação de ações na BM&FBOVESPA Credenciamento para o Leilão. Até as 18:00 horas (horário de Brasília) do dia 03/05/2011 (último dia útil imediatamente anterior à Data do Leilão), os acionistas que desejarem habilitar-se para participar do Leilão, bem como os acionistas que desejarem manifestar concordância expressa com o referido cancelamento, ou dissentir do cancelamento do registro de companhia aberta da Companhia, deverão credenciar a Link CCTVM ou outra sociedade corretora autorizada a operar no Segmento Bovespa da BM&FBOVESPA para representá-los no Leilão ( Sociedade Corretora ), respeitando os prazos previstos no item 2.4 abaixo Documentos Necessários ao Credenciamento. O titular de Ações de emissão da Companhia que desejar participar do Leilão deverá comparecer pessoalmente à Sociedade Corretora que irá representá-lo vendendo as suas Ações, a qual o informará dos procedimentos exigidos para seu credenciamento Prazo para Transferência de Ações Custodiadas no Itaú Corretora de Valores S.A.. Os acionistas titulares de Ações da Companhia custodiadas pelo Itaú Corretora de Valores S.A. ( Itaú ), instituição financeira depositária das ações escriturais da Companhia, deverão habilitar-se para o Leilão credenciando a Link CCTVM ou outra Sociedade Corretora, nos termos do item 2.2. acima, com, no mínimo, 4 dias úteis de antecedência da data do Leilão, para viabilizar a transferência de suas ações da custódia do Itaú para a custódia da Central Depositária de Ativos Observância dos Prazos. Ficará a cargo de cada acionista tomar as medidas cabíveis para que a transferência das Ações para a custódia da Central Depositária de Ativos seja efetuada em tempo hábil para permitir sua respectiva habilitação no Leilão Habilitação para o Leilão. Até as 12:00 horas (horário de Brasília) da Data do Leilão, as Sociedades Corretoras credenciadas deverão registrar as aceitações à Oferta dos acionistas por elas representados no Leilão no sistema eletrônico MegaBolsa, mediante a quantidade e os respectivos códigos, sendo o código PNOR3L para as Ações Ordinárias, código PNOR5L para as Ações Preferenciais A e o código PNOR6L para as Ações Preferenciais B Interferência no Leilão. Será permitida a livre interferência de Sociedades Corretoras representando terceiros compradores no Leilão, desde que pela totalidade ou das Ações, por se tratar de OPA destinada ao cancelamento de registro de companhia aberta, e desde que o valor da oferta seja pelo menos 5% superior ao preço da Oferta. As 5

6 interferências compradoras estarão condicionadas ao prévio registro na CVM, pelos interferentes, de oferta pública concorrente, nos termos da Instrução CVM nº 361/ Liquidação Financeira do Leilão. A liquidação do Leilão será realizada de acordo com as normas da Central Depositária de Ativos, três dias úteis após a Data do Leilão, por meio do módulo de liquidação bruta Custos, Comissões de Corretagem e Emolumentos. Os custos de corretagem e emolumentos nas operações com a compra das Ações correrão por conta da Ofertante, enquanto os custos e emolumentos relativos à venda das Ações serão de responsabilidade dos aceitantes da Oferta. As despesas com a realização do Leilão, tais como emolumentos e taxas instituídas pela BM&FBOVESPA e/ou pela Central Depositária de Ativos obedecerão às tabelas vigentes à época da realização do Leilão e às demais disposições legais em vigor. 3. MANIFESTAÇÃO DOS ACIONISTAS SOBRE O CANCELAMENTO DE REGISTRO DE COMPANHIA ABERTA 3.1. Manifestação dos Acionistas sobre o Cancelamento de Registro. De acordo com o 1 do artigo 22 da Instrução CVM nº 361/02, todos os acionistas titulares de Ações de emissão da Companhia que pretendam vender suas Ações no Leilão ou dissentir do cancelamento do registro de companhia aberta da Companhia ( Cancelamento do Registro ), bem como os acionistas que tenham manifestado concordância expressa com o Cancelamento do Registro, deverão credenciar, até a véspera do Leilão, uma Sociedade Corretora para representá-los no Leilão da Oferta Acionistas Concordantes com o Cancelamento de Registro. Os acionistas que, devidamente habilitados para o Leilão, aceitarem vender suas Ações, estarão automaticamente concordando com o Cancelamento do Registro de que trata o artigo 21 da Lei nº 6.385/76, não havendo necessidade de nenhum outro procedimento adicional Manifestação de Concordância. Os acionistas que não desejarem efetuar a venda de suas ações poderão se manifestar concordando com o Cancelamento do Registro devendo, para tanto, preencher formulário próprio, em 2 vias, declarando estarem cientes de que suas ações ficarão indisponíveis até a liquidação financeira do Leilão e de que, após o cancelamento, não poderão alienar suas ações na BM&FBOVESPA. Tal formulário de manifestação de concordância poderá ser retirado nas sedes da Instituição Intermediária ou da Companhia, através dos sites ou ou ainda, poderá ser solicitado para a Link CCTVM, no telefone (11)

7 3.4. Formulário. O formulário que se refere o item 3.3. acima deverá ser preenchido por completo e assinado pelo respectivo acionista ou procurador devidamente habilitado por procuração com firma reconhecida. Após o devido preenchimento, o formulário deverá ser entregue até as 18:00 horas (horário de Brasília) do dia 03/05/2011, véspera da realização do Leilão, para a Sociedade Corretora que representará o acionista no Leilão. As corretoras que receberem este formulário de aceitação sem a respectiva venda, devem encaminhar ao Diretor de Operações da BM&FBOVESPA até as 12:00 horas declaração com a quantidade de ações de acionistas por ela representados que estejam nesta condição Acionistas Discordantes com o Cancelamento de Registro. Os acionistas que, devidamente habilitados para participar do Leilão, não venderem suas Ações no Leilão, e desde que não manifestem expressamente a sua concordância com o cancelamento do registro de companhia aberta da Companhia, serão considerados discordantes do Cancelamento do Registro. 4. LAUDO DE AVALIAÇÃO 4.1. Avaliação. De acordo com o artigo 4, 4, da Lei nº 6.404/76 e com o artigo 8 da Instrução CVM nº 361/02, foi elaborado laudo de avaliação das ações da Companhia pelo Banco Modal S.A., na data de 04/08/2010, tendo como data-base as informações da Companhia de 31/03/2010 ( Laudo de Avaliação ) O quadro abaixo apresenta o resultado da avaliação contida no Laudo de Avaliação e os respectivos valores por Ação. Resumo dos valores apresentados (Critérios) Preço Médio Ponderado nos 12 meses imediatamente anteriores à data de publicação do Fato Relevante de 30/07/2010 Preço Médio Ponderado entre a data de publicação do Fato Relevante de 30/07/2010 e a data do Laudo de Avaliação Valor Ação Ordinária (R$) Não houve negociação Não houve negociação Valor Ação Preferencial A (R$) Valor Patrimonial 4,11 Valor Econômico das Ações Ordinárias, Ações Preferenciais A e Ações Preferenciais B segundo o Laudo de Avaliação 1 Valor Ação Preferencial B (R$) 3,08 2,66 1,86 1,88 Entre 2,34 e 2,59 7

8 Outro critério de avaliação escolhido pelo avaliador segundo o Laudo de Avaliação 2 Entre 1,64 e 1,81 1-Média entre o valor máximo e o valor mínimo encontrado através da metodologia de múltiplos de mercado 2 Critério de soma das participações detidas pela Pronor ( Soma das Partes ). Este critério avalia cada um dos investimentos detidos pela Pronor de forma independente Disponibilidade do Laudo de Avaliação. As avaliações de que tratam os itens 4.1 e 4.2 acima estão disponíveis para exame por eventuais interessados nos endereços indicados no item 9.5 abaixo Reavaliação das Ações. O prazo para acionistas titulares de, no mínimo, 10% das Ações em circulação no mercado requererem aos administradores da Companhia a convocação de assembleia especial de acionistas titulares de Ações em circulação no mercado para deliberar sobre a realização de nova avaliação da Companhia, pelo mesmo ou por outro critério, de acordo com o procedimento estabelecido no artigo 24 da Instrução CVM nº 361/02, por determinação da CVM, encerrou-se no 15º dia contado da divulgação do fato relevante que anunciou o valor desta Oferta, mencionado no item 1.1. deste Edital Declarações. O Avaliador declarou no Laudo de Avaliação que (i) considera os critérios utilizados no Laudo de Avaliação para determinação do valor dos ativos da Companhia como os mais adequados à definição do preço justo das Ações; (ii) não tem conflito de interesses que lhe diminua a independência necessária ao desempenho de suas funções; e (iii) o Avaliador, seu controlador e pessoas relacionadas ao Avaliador, e ao seu controlador, na data de conclusão do Laudo de Avaliação, não detinham, de forma direta, nenhum valor mobiliário de emissão da Companhia ou da Ofertante Premissas e Informações. As premissas e informações utilizadas na elaboração do Laudo de Avaliação se encontram detalhadas no Laudo de Avaliação Avaliação Independente. Não obstante a existência do Laudo de Avaliação, cada acionista da Companhia deve fazer uma avaliação independente das informações contidas no Laudo de Avaliação e neste Edital e decidir, por seu próprio julgamento, sobre a conveniência e o interesse em alienar suas Ações nos termos da presente Oferta. 5. INFORMAÇÕES SOBRE A COMPANHIA 5.1. Sede, Jurisdição e Objeto Social. A Companhia é uma companhia aberta com sede na Quadra 3 do SESF, Cia-Sul, na Cidade de Simões Filho, Estado da Bahia, CEP , com seu Estatuto Social arquivado na Junta Comercial do Estado da Bahia sob o 8

9 NIRE A Companhia é controlada diretamente pela Pin Petroquímica S.A., que detém diretamente 46,30% do seu capital social. A Companhia tem por objeto social a participação em outras sociedades como sócia, quotista ou acionista Capital Social. O capital social da Companhia, totalmente subscrito e integralizado, nesta data, é de R$ ,13 (cento e cinqüenta e quatro milhões, seiscentos e oitenta e seis mil, duzentos e sessenta e cinco reais e treze centavos), dividido em ações ordinárias, ações preferenciais classe A e ações preferenciais classe B, todas sem valor nominal Composição do Capital da Companhia. A composição acionária do capital social da Companhia em 03/08/2010 era a seguinte: Ações ON % ON Ações PN % PN Total % Total Ofertante , , ,30 Administradores da Companhia e Pessoas Ligadas Total de ações em circulação no mercado 1 0, , , , , ,67 Ações em Tesouraria Total , , , Indicadores Econômicos e Financeiros. Os principais indicadores Econômicos e Financeiros para cada período abaixo da Companhia são os seguintes: Índices º Trimestre º Trimestre 2010 (em milhares de reais, exceto se de outra forma indicado) 3º Trimestre 2010 Capital Social Patrimônio Líquido Receita Líquida Lucro Líquido Total do Passivo Passivo Circulante Exigível a Longo Prazo Número de Ações (mil)*

10 Lucro por Ações (R$) Valor Patrimonial por Ação (R$) Total do Passivo / Patrimônio Líquido (%) Lucro Líquido / Patrimônio Líquido (%) Lucro Líquido / Capital Social Contabilizado (%) -710, ,05-71,58-947,07 146,09 3,13 4,19 4,11 3,17 3,31 326,16% 232,02% 226,24% 280,84% 260,72% -22,67% 36,29% -1,74% -29,90% 4,41% -21,18% 45,27% -2,13% -28,23% 4,35% 5.5. Informações Históricas Sobre as Negociações com Ações Ordinárias e Ações Preferenciais de Emissão da Companhia. O volume de negociação, bem como as cotações das Ações Máximas e Mínimas de emissão da Companhia negociadas na BM&FBOVESPA estão demonstrados nas tabelas a seguir: Fonte: Informações constantes no site da BM&FBOVESPA 5.6. Informações Adicionais sobre a Companhia. Os interessados poderão obter mais informações sobre a Companhia (i) em sua sede (ii) na sede da Instituição Intermediária, 10

11 (iii) na CVM, e (iv) na BM&FBOVESPA, nos endereços mencionados no item 9.5 deste Edital. 6. INFORMAÇÕES SOBRE A OFERTANTE 6.1. Sede, Jurisdição e Objeto Social. A Ofertante é uma sociedade anônima, controlada diretamente pela Pin Petroquímica Participações S.A., com sede na Cidade de Salvador, Estado da Bahia, na Rua Miguel Calmon, nº 398, 2º andar/parte, Comércio. A Ofertante tem por objeto social a participação no capital de sociedades que tenham por finalidade a indústria e o comércio de produtos químicos, podendo exercer quaisquer atividades direta ou indiretamente relacionadas com o objeto social acima descrito Capital Social. O capital social da Ofertante, nesta data, subscrito e totalmente integralizado, era de R$ ,83, dividido em ações ordinárias e 426 ações preferências, ambas sem valor nominal Composição do Capital da Ofertante. A composição acionária do capital social da Ofertante, em 30/06/2010, era a seguinte: Acionistas Ações ON Ações ON (%) Ações PN Ações PN (%) Total Total (%) PIN Petroquímica Participações S.A ,30 0 0, ,05 Outros 306 1, , ,95 Total , , , Indicadores Econômicos e Financeiros. Os principais indicadores Econômicos e Financeiros consolidados da Ofertante são os seguintes: Índices 31/03/2010 (em milhares de reais, exceto se de outra forma indicado) Ativo Total Passivo Circulante Passivo Exigível de Longo Prazo Patrimônio Líquido (PL) Capital Social Realizado Receita Operacional Líquida Resultado Operacional (2.016) Lucro (Prejuízo) do Período (2.016) Lucro (Prejuízo) do Período/PL (%) -1,7% Exigível de Longo Prazo/PL (%) 7,5% 11

12 6.5. Informações Adicionais sobre a Ofertante. Os interessados poderão obter maiores informações sobre a Ofertante em sua sede, ou na sede da Instituição Intermediária. 7. OBRIGAÇÕES SUPERVENIENTES DA OFERTANTE 7.1. Caso venha a adquirir mais de 2/3 das Ações de emissão da Companhia em circulação de cada espécie, nos termos do 2 do artigo 10 da Instrução CVM nº 361/02, ficará a Ofertante obrigada a adquirir, nas condições estabelecidas neste Edital, as ações em circulação remanescentes, pelo prazo de 3 meses contados da data de realização do Leilão. O preço de aquisição das Ações durante este período será o preço final obtido no Leilão, ajustado pela variação da Taxa SELIC, calculada pro rata die desde a data da liquidação financeira do Leilão até a data do efetivo pagamento. O prazo máximo para pagamento das Ações nestas condições será de 15 dias corridos, a contar da data em que o acionista da Companhia contatar a Instituição Intermediária no sentido de proceder à referida alienação de Ações. A Instituição Intermediária garantirá a liquidação financeira e o pagamento do preço de compra no caso de exercício da faculdade de venda a que se refere este item, nos termos do 4º do artigo 7º da Instrução CVM nº 361/ A Ofertante obriga-se a pagar, nos termos do inciso I do artigo 10 da Instrução n 361/02, aos acionistas titulares de Ações que aceitarem a presente Oferta, a diferença a maior, se houver, entre o valor das ações que estes receberem pela venda de suas Ações, atualizado pela variação da Taxa SELIC, calculada pro rata die desde a data da liquidação financeira do Leilão até a data do efetivo pagamento do valor que seria devido, e ajustado pelas alterações no número de ações decorrentes de bonificações, desdobramentos, grupamentos e conversões eventualmente ocorridos, e (i) o valor por ação que seria devido, ou venha a ser devido, caso venha a se verificar, no prazo de 1 ano contado da data de realização do Leilão, fato que impusesse, ou venha a impor, a realização de oferta pública de aquisição de ações obrigatória, nos termos dos incisos I a III do artigo 2 da Instrução CVM nº 361/02, ou (ii) o valor a que teriam direito, caso ainda fossem acionistas e dissentissem de deliberação que venha a aprovar a realização de qualquer evento societário que permita o exercício do direito de recesso, quando esse evento se verificar dentro do prazo de 1 ano, contado da data da realização do leilão da Oferta. A Ofertante não prevê a ocorrência de fato que imponha, ou venha a impor, a realização de oferta pública de aquisição de ações obrigatória, nos termos referidos no item 7.2(i) acima, razão pela qual não prevê a realização do pagamento previsto no artigo 10, I, a, da Instrução CVM nº 361/02. 12

13 8. RESGATE DAS AÇÕES 8.1. Nos termos do 5º do artigo 4º da Lei nº 6.404/76, terminado o prazo da Oferta, caso mais de 2/3 dos acionistas detentores de Ações da Companhia, calculados de acordo com o item 1.2 acima, aceitem a Oferta ou concordem expressamente com o cancelamento do registro de companhia aberta da Companhia, nos termos do inciso II do artigo 16 da Instrução CVM nº 316/02, e remanesça em circulação menos de 5% do total das ações emitidas pela Companhia, a assembléia geral de acionistas da Companhia poderá deliberar o resgate dessas ações remanescentes pelo mesmo valor praticado na Oferta, desde que seja efetuado o depósito em estabelecimento bancário autorizado pela CVM, à disposição dos titulares de tais ações, do valor de resgate, não se aplicando, neste caso, o disposto no artigo 44, 6, da Lei n 6.404/76, respeitando o previsto nos itens 7.1 e O resgate referido neste item somente poderá ser deliberado se os requisitos necessários para o cancelamento de registro da Companhia previstos no artigo 16 da Instrução CVM nº 361/02 forem atendidos O depósito do valor de resgate indicado no item 8.1 acima será efetuado em instituição financeira que mantenha agências aptas a realizar o pagamento aos Acionistas, ou no mínimo na localidade da sede da Companhia e da BM&FBOVESPA, no prazo de até 15 dias contados da deliberação de resgate pela assembléia geral de acionistas da Companhia, sendo essa informação divulgada através de fato relevante publicado pela Companhia A divulgação do resgate e da instituição financeira na qual serão depositados os recursos para o pagamento dessas ações em circulação remanescentes será efetuada pela Companhia por meio de notícia de fato relevante, nos termos do inciso III do artigo 20 da Instrução CVM nº 361/ OUTRAS INFORMAÇÕES 9.1. Atualização do Registro de Companhia Aberta. A Ofertante declara, neste ato, que até onde seja de seu conhecimento e após solicitadas as devidas confirmações, o registro de companhia aberta da Companhia de que trata o artigo 21 da Lei nº 6.385/76, bem como as informações a ele referentes, encontram-se devidamente atualizadas junto à CVM Inexistência de Fatos ou Circunstâncias Relevantes Não Divulgadas. A Ofertante e a Instituição Intermediária declaram que desconhecem a existência de quaisquer fatos ou circunstâncias relevantes não revelados ao público que possam influenciar de modo relevante os resultados da Companhia. 13

14 9.3. Relação de Acionistas da Companhia. A relação nominal de todos os acionistas da Companhia, com as respectivas quantidade de ações, encontra-se à disposição dos interessados, mediante identificação e recibo, inclusive em meio eletrônico, nos endereços indicados no item 9.5. abaixo Acionistas Domiciliados Fora do Brasil. Os acionistas domiciliados fora do Brasil poderão estar sujeitos a restrições impostas pela legislação de seus países quanto à aceitação da presente Oferta, à participação no Leilão e à venda das Ações. A observância de tais leis aplicáveis é de inteira responsabilidade de tais acionistas não residentes no Brasil Acesso ao Laudo de Avaliação, ao Edital e à Lista de Acionistas. Este Edital e cópia do Laudo de Avaliação preparado pelo Avaliador contendo os parâmetros que serviram de base para a apuração do Preço de Aquisição ofertado, a lista de acionistas da Companhia, bem como os demais documentos referentes à Oferta, encontram-se à disposição dos interessados, nos endereços a seguir indicados. PRONOR PETROQUÍMICA S.A. Quadra 3 do SESFI, Cia-Sul, Simões Filho/ Bahia CEP Fax: (71) PIN PETROQUÍMICA S.A. Rua Miguel Calmon, nº 398, 2º andar/parte, Comércio, Salvador / Bahia CEP: Fax: (21) COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS Rua Sete de Setembro, nº 111, 5º andar - "Centro de Consultas" Centro, Rio de Janeiro, RJ Rua Cincinato Braga, 340 2º, 3º e 4º andares, edifício Delta Plaza São Paulo, SP Site: BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS BM&FBOVESPA Praça Antonio Prado, 48-2º andar - Diretoria de Operações - São Paulo INSTITUIÇÃO INTERMEDIÁRIA BANCO MODAL S.A. Praia de Botafogo, nº 501, 5º andar (parte) - bloco 01 - Rio de Janeiro/RJ 14

15 www. modal.com.br Fax: (21) ou (11) CORRETORA Link S.A Corretora de Cambio, Títulos e Valores Mobiliários Rua Leopoldo Couto de Magalhães Jr, 758, 8º e 10º andares, Itaim Bibi, São Paulo/SP Fax: (11) Propriedade de Ações da Companhia pela Instituição Intermediária. A Instituição Intermediária, declara, por si e por seus controladores e pessoas a eles vinculadas, que, na data de publicação do presente Edital, não é titular de ações de emissão da Companhia, nem tampouco os fundos de investimento que estão sob a sua administração discricionária possuem ações de emissão da Companhia Declaração da Ofertante. A Ofertante declara que é responsável pela veracidade, qualidade e suficiência das informações fornecidas à CVM e ao mercado, bem como por eventuais danos causados à Companhia, aos seus acionistas e a terceiros, por culpa ou dolo, em razão de falsidade, imprecisão ou omissão de tais informações Declarações da Instituição Intermediária. A Instituição Intermediária, por sua vez, declara que tomou todas as cautelas e agiu com elevados padrões de diligência para assegurar que as informações prestadas pela Ofertante fossem verdadeiras, consistentes, corretas e suficientes, respondendo pela omissão nesse seu dever. A Instituição Intermediária declara ainda ter verificado a suficiência e qualidade das informações fornecidas ao mercado durante todo o procedimento da Oferta, necessárias à tomada de decisão por parte de investidores, inclusive as informações eventuais e periódicas devidas pela Companhia, e as constantes do presente Edital e do Laudo de Avaliação Identificação dos Assessores Jurídicos: ASSESSOR JURÍDICO DA OFERTANTE BARBOSA, MÜSSNICH & ARAGÃO ADVOGADOS Avenida Almirante Barroso, 52-31º andar , Rio de Janeiro RJ Telefone: (55 21) Fax: (55 21) Relacionamento entre a Instituição Intermediária e a Ofertante. A Ofertante mantém relacionamento comercial no curso normal dos seus negócios com a Instituição Intermediária e outras sociedades do conglomerado do qual faz parte, de acordo com 15

16 práticas usuais do mercado financeiro. Ademais, a Instituição Intermediária poderá prestar no futuro, serviços de banco de investimento, consultoria financeira e outros serviços correlatos, pelos quais a Instituição Intermediária, por si ou por meio de sua subsidiária que prestar o serviço, pretende ser remunerada Relacionamento entre a Instituição Intermediária e a Companhia. A Companhia mantém relacionamento comercial no curso normal dos seus negócios com a Instituição Intermediária e outras sociedades do conglomerado do qual faz parte, de acordo com práticas usuais do mercado financeiro. Ademais, a Instituição Intermediária poderá prestar no futuro, serviços de banco de investimento, consultoria financeira e outros serviços correlatos, pelos quais a Instituição Intermediária, por si ou por meio de sua subsidiária que prestar o serviço, pretende ser remunerada Inexistência de Demais Valores Mobiliários Emitidos Publicamente. Além das Ações, a Companhia não emitiu outros valores mobiliários que estejam em circulação Garantia. Em conformidade com o Contrato de Intermediação celebrado entre a Ofertante e a Instituição Intermediária, esta garantirá a liquidação dos valores a serem transferidos em pagamento aos Acionistas aceitantes da presente OPA, nos termos do 4º do artigo 7º da Instrução CVM nº 361/ Oferta. A presente Oferta é imutável, irretratável e irrevogável, exceto se houver, a juízo da CVM, nos termos do artigo 5, 3º, da Instrução CVM nº 361/02, alteração substancial, posterior e imprevisível, nas circunstâncias de fato existentes quando do lançamento da Oferta, acarretando aumento relevante dos riscos assumidos pela Ofertante, inerentes à própria Oferta Atendimento aos Acionistas. O Serviço de Atendimento aos Acionistas da Companhia é prestado pelo Departamento de Relações com Investidores, no telefone (71) ou pelo Registro Perante a CVM. A presente Oferta foi previamente submetida à CVM e registrada sob o número CVM/SRE/OPA/CAN/2011/002, em 22/03/2011, tendo a BM&FBOVESPA aprovado a realização do Leilão em seu sistema de negociação. São Paulo, 25 de março de 2011 PIN PETROQUÍMICA S.A. Ofertante 16

17 BANCO MODAL S.A. Instituição Intermediária O DEFERIMENTO DO PEDIDO DE REGISTRO DA PRESENTE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO PELA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS CVM OBJETIVA SOMENTE GARANTIR O ACESSO ÀS INFORMAÇÕES PRESTADAS, NÃO IMPLICANDO, POR PARTE DA CVM, GARANTIA DE VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES, NEM JULGAMENTO SOBRE A QUALIDADE DA COMPANHIA OBJETO OU O PREÇO OFERTADO PELAS AÇÕES OBJETO DA OFERTA. 17

CNPJ/MF 92.692.979/0001-24. por conta e ordem do BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S/A - BANRISUL CNPJ/MF 92.702.067.0001/96

CNPJ/MF 92.692.979/0001-24. por conta e ordem do BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S/A - BANRISUL CNPJ/MF 92.702.067.0001/96 Edital de Oferta Pública para aquisição de ações ordinárias para cancelamento de registro de Companhia Aberta de BANRISUL S/A ADMINISTRADORA DE CONSÓRCIOS CNPJ/MF 92.692.979/0001-24 por conta e ordem do

Leia mais

1 Aquisição que Gerou a Obrigação de Formular a OPA.

1 Aquisição que Gerou a Obrigação de Formular a OPA. OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA EXCELSIOR ALIMENTOS S.A. SOB PROCEDIMENTO DIFERENCIADO AVISO RESUMIDO AOS ACIONISTAS DA EXCELSIOR ALIMENTOS S.A. SRS. CLOVIS LUIZ BAUMHARDT,

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DE

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DE A OFERTA REALIZADA POR MEIO DESTE EDITAL DIRIGE-SE A TODOS OS TITULARES DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS EM CIRCULAÇÃO DE DOCAS INVESTIMENTOS S.A. OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS POR ALIENAÇÃO DE CONTROLE DE EMISSÃO DA

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS POR ALIENAÇÃO DE CONTROLE DE EMISSÃO DA 1 OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS POR ALIENAÇÃO DE CONTROLE DE EMISSÃO DA BUETTNER S/A INDÚSTRIA E COMÉRCIO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL Cia. Aberta em Recuperação Judicial - Brusque/SC CNPJ/MF

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA Este edital de oferta pública não está sendo direcionado e não será direcionado, direta ou indiretamente, a nenhum país diferente do Brasil e, em particular, aos Estados Unidos da América, nem tampouco

Leia mais

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF n.º 64.571.414/0001-64 NIRE 35.300.338.421 AVISO AOS ACIONISTAS

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF n.º 64.571.414/0001-64 NIRE 35.300.338.421 AVISO AOS ACIONISTAS VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. CNPJ/MF n.º 64.571.414/0001-64 NIRE 35.300.338.421 AVISO AOS ACIONISTAS Nos termos do artigo 157, parágrafo 4º da Lei n.º 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS PARA CANCELAMENTO DE REGISTRO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS PARA CANCELAMENTO DE REGISTRO DA Este Edital de oferta pública não está sendo direcionado e não será direcionado, direta ou indiretamente, a nenhum país diferente do Brasil e, em particular, aos Estados Unidos da América, nem tampouco

Leia mais

LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n.º 33.014.556/0001-96. SUBMARINO S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n.º 02.930.076/0001-41 FATO RELEVANTE

LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n.º 33.014.556/0001-96. SUBMARINO S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n.º 02.930.076/0001-41 FATO RELEVANTE LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n.º 33.014.556/0001-96 SUBMARINO S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n.º 02.930.076/0001-41 FATO RELEVANTE LOJAS AMERICANAS S.A. ( Lojas Americanas ) e SUBMARINO

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA POR ORDEM E CONTA DA

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA POR ORDEM E CONTA DA OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA FRAS-LE S.A. Companhia Aberta CNPJ 88.610.126/0001-29 Rua Sarmento leite, 488, Caxias do Sul, RS POR ORDEM E CONTA DA RANDON PARTICIPAÇÕES

Leia mais

POR ORDEM E CONTA DE SUA ACIONISTA CONTROLADORA HORÁCIO SABINO COIMBRA COMÉRCIO E PARTICIPAÇÕES LTDA.

POR ORDEM E CONTA DE SUA ACIONISTA CONTROLADORA HORÁCIO SABINO COIMBRA COMÉRCIO E PARTICIPAÇÕES LTDA. [MINUTA SUJEITA A ALTERAÇÕES E COMPLEMENTAÇÕES, ARQUIVADA NA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS PARA FINS EXCLUSIVOS DE ANÁLISE POR PARTE DESTA AUTARQUIA, AINDA NÃO HAVENDO DEFINIÇÃO DE DATAS DE LEILÃO E/OU

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA Os Acionistas da Ferronorte S.A. Ferrovias Norte Brasil são aconselhados a ler e examinar os documentos relacionados a esta oferta que forem oportunamente arquivados na Comissão de Valores Mobiliários

Leia mais

PEDIDO DE RESERVA CÓDIGO ISIN Nº BRVRTACTF008

PEDIDO DE RESERVA CÓDIGO ISIN Nº BRVRTACTF008 PEDIDO DE RESERVA CÓDIGO ISIN Nº BRVRTACTF008 Condicionado Não Condicionado Pedido de Reserva ( Pedido de Reserva ou Pedido ) relativo à oferta pública de distribuição de até 434.783 (quatrocentas e trinta

Leia mais

GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado (Categoria A ) CNPJ/MF nº 08.764.621/0001-53 NIRE 35.300.340.

GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado (Categoria A ) CNPJ/MF nº 08.764.621/0001-53 NIRE 35.300.340. GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. Companhia Aberta de Capital Autorizado (Categoria A ) CNPJ/MF nº 08.764.621/0001-53 NIRE 35.300.340.833 FATO RELEVANTE GENERAL SHOPPING BRASIL S.A. ( Companhia ), em atendimento

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA VOLUNTÁRIA PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA VOLUNTÁRIA PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA Este edital de oferta pública não está sendo direcionado e não será direcionado, direta ou indiretamente, aos Estados Unidos da América, nem tampouco será utilizado o correio norte-americano ou qualquer

Leia mais

MANUAL PARA REGISTRO DE CERTIFICADO DE DEPÓSITO DE VALORES MOBILIÁRIOS - BDR NÍVEL I NÃO PATROCINADO

MANUAL PARA REGISTRO DE CERTIFICADO DE DEPÓSITO DE VALORES MOBILIÁRIOS - BDR NÍVEL I NÃO PATROCINADO MANUAL PARA REGISTRO DE CERTIFICADO DE DEPÓSITO DE VALORES MOBILIÁRIOS - BDR NÍVEL I NÃO PATROCINADO Artigo 1º. Para registro do Certificado de Depósito de Valores Mobiliários - BDR Nível I Não Patrocinado

Leia mais

COSAN S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO CNPJ nº 50.746.577/0001-15 NIRE 35.300.177.045 Companhia Aberta

COSAN S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO CNPJ nº 50.746.577/0001-15 NIRE 35.300.177.045 Companhia Aberta COSAN S.A. INDÚSTRIA E COMÉRCIO CNPJ nº 50.746.577/0001-15 NIRE 35.300.177.045 Companhia Aberta COSAN LOGISTICA S.A. CNPJ/MF 17.346.997/0001-39 NIRE 35.300.447.581 Companhia Aberta FATO RELEVANTE A COSAN

Leia mais

COSAN LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF nº 17.346.997/0001-39 NIRE 35.300.447.581 COMPANHIA ABERTA AVISO AOS ACIONISTAS

COSAN LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF nº 17.346.997/0001-39 NIRE 35.300.447.581 COMPANHIA ABERTA AVISO AOS ACIONISTAS COSAN LOGÍSTICA S.A. CNPJ/MF nº 17.346.997/0001-39 NIRE 35.300.447.581 COMPANHIA ABERTA AVISO AOS ACIONISTAS COSAN LOGÍSTICA S.A. ( Companhia ), em continuidade ao Fato Relevante de 28 de abril de 2016

Leia mais

BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES

BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES BANCO ABC BRASIL S.A. CNPJ/MF nº 28.195.667/0001-06 Companhia Aberta AVISO AOS ACIONISTAS AUMENTO DE CAPITAL MEDIANTE SUBSCRIÇÃO PARTICULAR DE AÇÕES Banco ABC Brasil S.A. ( Companhia ), vem a público comunicar

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA ESTE DOCUMENTO É UMA MINUTA INICIAL SUJEITA A ALTERAÇÕES E COMPLEMENTAÇÕES, TENDO SIDO ARQUIVADO NA CVM PARA FINS EXCLUSIVOS DE ANÁLISE POR PARTE DESSA COMISSÃO. Este edital de oferta pública não está

Leia mais

CSHG REAL ESTATE FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ/MF n 09.072.017/0001-29 Código Cadastro CVM 122-8 AVISO AO MERCADO

CSHG REAL ESTATE FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ/MF n 09.072.017/0001-29 Código Cadastro CVM 122-8 AVISO AO MERCADO CSHG REAL ESTATE FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ/MF n 09.072.017/0001-29 Código Cadastro CVM 122-8 AVISO AO MERCADO CREDIT SUISSE HEDGING-GRIFFO CORRETORA DE VALORES S.A., sociedade por ações

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS, AÇÕES PREFERENCIAIS CLASSE A E AÇÕES PREFERENCIAIS CLASSE B DE EMISSÃO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS, AÇÕES PREFERENCIAIS CLASSE A E AÇÕES PREFERENCIAIS CLASSE B DE EMISSÃO DA Os detentores de ações de emissão da CIA. IGUAÇU DE CAFÉ SOLÚVEL residentes fora do Brasil poderão participar da oferta que está sendo apresentada por este Edital, desde que tais detentores cumpram com

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO Companhia Aberta CNPJ/MF n.º 47.508.411/0001-56 Código ISIN BRPCARACNOR3 POR CONTA E ORDEM DE CASINO GUICHARD

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA UNIFICADA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA UNIFICADA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA Titulares de ações ordinárias de emissão da Amil Participações S.A. que residam fora do Brasil poderão participar da oferta objeto deste edital, desde que tais acionistas cumpram com todas as leis e regulamentos

Leia mais

BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 08.613.550/0001-98 NIRE 33.3.0028096-1 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES

BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 08.613.550/0001-98 NIRE 33.3.0028096-1 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº 08.613.550/0001-98 NIRE 33.3.0028096-1 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES 1. Objetivo da Outorga de Opções 1.1. O Plano de Opção de Compra de Ações da Brasil

Leia mais

COMUNICADO AOS ACIONISTAS DA

COMUNICADO AOS ACIONISTAS DA COMUNICADO AOS ACIONISTAS DA PARMALAT BRASIL S/A INDÚSTRIA DE ALIMENTOS EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL Companhia Aberta CNPJ/MF 89.940.878/0001-10 por conta e ordem de LÁCTEOS DO BRASIL S.A. CNPJ/MF 07.174.914/0001-18

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS, AÇÕES PREFERENCIAIS CLASSE A E AÇÕES PREFERENCIAIS CLASSE B DE EMISSÃO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS, AÇÕES PREFERENCIAIS CLASSE A E AÇÕES PREFERENCIAIS CLASSE B DE EMISSÃO DA Os detentores de ações de emissão da CIA. IGUAÇU DE CAFÉ SOLÚVEL residentes fora do Brasil poderão participar da oferta que está sendo apresentada por este Edital, desde que tais detentores cumpram com

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DA GAEC EDUCAÇÃO S.A. SEÇÃO I DEFINIÇÕES

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DA GAEC EDUCAÇÃO S.A. SEÇÃO I DEFINIÇÕES POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DA GAEC EDUCAÇÃO S.A. SEÇÃO I DEFINIÇÕES 1. Os termos e expressões relacionados abaixo, quando utilizados nesta Política, terão o seguinte significado: 1.1.

Leia mais

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DA LINX S.A.

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DA LINX S.A. PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DA LINX S.A. Este Plano de Opção de Compra Ações da LINX S.A. ( Companhia ), aprovado pela Assembleia Geral Extraordinária da Companhia realizada em 27 de abril de 2016

Leia mais

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 PROSPECTO AVISOS IMPORTANTES I. A CONCESSÃO DE REGISTRO PARA A VENDA DAS COTAS DESTE FUNDO NÃO IMPLICA, POR PARTE DA

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS Companhia Aberta - Código CVM 11010 CNPJ/MF 33.041.062/0001-09 NIRE 33.3.0001651-1 ISIN n.º BRSASGACNOR6

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA UNIFICADA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E AÇÕES PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA UNIFICADA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E AÇÕES PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA EDITAL DE OFERTA PÚBLICA UNIFICADA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E AÇÕES PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA NET SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF 00.108.786/0001-65 NIRE 35.300.177.240

Leia mais

PLANO DE INCENTIVOS DE LONGO PRAZO - OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES

PLANO DE INCENTIVOS DE LONGO PRAZO - OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES PLANO DE INCENTIVOS DE LONGO PRAZO - OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES O presente Plano de Incentivos de Longo Prazo - Opção de Compra de Ações é regido pelas disposições abaixo e pela legislação aplicável. 1.

Leia mais

- BM&FBOVESPA S.A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS Superintendência de Acompanhamento de Empresas - Coordenadoria de Relações com Empresas

- BM&FBOVESPA S.A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS Superintendência de Acompanhamento de Empresas - Coordenadoria de Relações com Empresas À COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS Superintendência de Relações com Empresas Rio de Janeiro RJ c/cópia: - BM&FBOVESPA S.A. BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS Superintendência de Acompanhamento de Empresas

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo de Investimento Ações Petrobras (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20) 31 de março de 2014 com Relatório dos Auditores

Leia mais

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM NÃO O SUBSTITUI.

Leia mais

ACORDO DE ACIONISTAS ENTRE ALEXANDRE G. BARTELLE PARTICIPAÇÕES S.A. VERONA NEGÓCIOS E PARTICIPAÇÕES S.A. GRENDENE NEGÓCIOS S.A. GRENDENE S.A.

ACORDO DE ACIONISTAS ENTRE ALEXANDRE G. BARTELLE PARTICIPAÇÕES S.A. VERONA NEGÓCIOS E PARTICIPAÇÕES S.A. GRENDENE NEGÓCIOS S.A. GRENDENE S.A. ACORDO DE ACIONISTAS ENTRE ALEXANDRE G. BARTELLE PARTICIPAÇÕES S.A. VERONA NEGÓCIOS E PARTICIPAÇÕES S.A. GRENDENE NEGÓCIOS S.A. GRENDENE S.A. E DETERMINADOS INTERVENIENTES ACORDO DE ACIONISTAS Pelo presente

Leia mais

WTORRE PETRO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII

WTORRE PETRO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII LEIA ATENTAMENTE O REGULAMENTO E O PROSPECTO ANTES DE ACEITAR A OFERTA, EM ESPECIAL A SEÇÃO FATORES DE RISCO. OLIVEIRA TRUST DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. CNPJ/MF n.º 36.113.876/0001-91

Leia mais

REGULAMENTO DE LISTAGEM DO

REGULAMENTO DE LISTAGEM DO REGULAMENTO DE LISTAGEM DO NívEL 2 ÍNDICE REGULAMENTO DE LISTAGEM DO NÍVEL 2 DE GOVERNANÇA CORPORATIVA... 5 OBJETO...5 DEFINIÇÕES...5 AUTORIZAÇÃO PARA NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS NO NÍVEL 2 DE GOVERNANÇA

Leia mais

A OFERTA FEITA POR MEIO DESTE EDITAL DIRIGE-SE A TODOS OS ACIONISTAS DA ELEVA ALIMENTOS S.A.

A OFERTA FEITA POR MEIO DESTE EDITAL DIRIGE-SE A TODOS OS ACIONISTAS DA ELEVA ALIMENTOS S.A. A OFERTA FEITA POR MEIO DESTE EDITAL DIRIGE-SE A TODOS OS ACIONISTAS DA ELEVA ALIMENTOS S.A. EDITAL DE OFERTA PÚBLICA PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA ELEVA ALIMENTOS S.A. Companhia aberta

Leia mais

PLANO DE OPÇÃO DE AÇÕES. (aprovado na Assembléia Geral Extraordinária da SER EDUCACIONAL S.A. realizada em 12 de agosto de 2013)

PLANO DE OPÇÃO DE AÇÕES. (aprovado na Assembléia Geral Extraordinária da SER EDUCACIONAL S.A. realizada em 12 de agosto de 2013) PLANO DE OPÇÃO DE AÇÕES (aprovado na Assembléia Geral Extraordinária da SER EDUCACIONAL S.A. realizada em 12 de agosto de 2013) 1. OBJETIVOS DO PLANO O Plano de Opção de Ações ( Plano ) tem por objeto

Leia mais

REGULAMENTO DO 1 PROGRAMA DE INCENTIVO ATRELADO A AÇÕES DA DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. CNPJ 16.614.

REGULAMENTO DO 1 PROGRAMA DE INCENTIVO ATRELADO A AÇÕES DA DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. CNPJ 16.614. REGULAMENTO DO 1 PROGRAMA DE INCENTIVO ATRELADO A AÇÕES DA DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. DIRECIONAL ENGENHARIA S.A. CNPJ 16.614.075/0001-00 NIRE 31.300.025.837 15 de maio de 2015 TEXT_SP 9567220v1 / O presente

Leia mais

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS Aprovada pelo Conselho de Administração em 03 de maio de 2012 1. INTRODUÇÃO Esta Política de Negociação estabelece diretrizes e procedimentos a serem observados

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA EDITAL DE OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS E PREFERENCIAIS DE EMISSÃO DA VALE FERTILIZANTES S.A. Companhia Aberta Código CVM nº 14028 CNPJ/MF nº 19.443.985/0001-58 NIRE nº 31.300.035.476

Leia mais

Gemini, Primus e Banco doravante também denominados, em conjunto, como Partes e, individualmente como Parte ;

Gemini, Primus e Banco doravante também denominados, em conjunto, como Partes e, individualmente como Parte ; PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DE GEMINI HOLDING S.A. E PRIMUS HOLDING S.A. PELO BANCO INDUSTRIAL E COMERCIAL S.A. Pelo presente instrumento particular: (A) GEMINI HOLDING S.A., sociedade por

Leia mais

BRASKEM S.A. POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. FATO RELEVANTE

BRASKEM S.A. POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. FATO RELEVANTE BRASKEM S.A. POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. FATO RELEVANTE BRASKEM S.A. ( Braskem ) e POLIALDEN PETROQUÍMICA S.A. ( Polialden ), em atendimento ao disposto nas Instruções CVM nºs 319/99 e 358/02, vêm informar

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO. Pelo presente instrumento particular,

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO. Pelo presente instrumento particular, PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA LOOK INFORMÁTICA S.A. PELA TOTVS S.A. Pelo presente instrumento particular, (A) TOTVS S.A., sociedade por ações de capital aberto, com sede na Cidade de São

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL. Parágrafo 3 Poderão ser emitidas ações preferenciais até 2/3 (dois terços) do total de ações.

ESTATUTO SOCIAL. Parágrafo 3 Poderão ser emitidas ações preferenciais até 2/3 (dois terços) do total de ações. ESTATUTO SOCIAL Pettenati S/A Indústria Têxtil Atualizado até 29/10/2010 ESTATUTO SOCIAL I Denominação, sede, objeto e duração da sociedade Art. 1º - A sociedade terá por denominação social Pettenati S/A

Leia mais

MAGAZINE LUIZA S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n 47.960.950/0001-21 NIRE 35.300.104.811 MANUAL DA ADMINISTRAÇÃO PARA

MAGAZINE LUIZA S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n 47.960.950/0001-21 NIRE 35.300.104.811 MANUAL DA ADMINISTRAÇÃO PARA MAGAZINE LUIZA S.A. Companhia Aberta CNPJ/MF n 47.960.950/0001-21 NIRE 35.300.104.811 MANUAL DA ADMINISTRAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA DE 2015 DO MAGAZINE LUIZA S.A. DATA: 27 DE

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL. CAPÍTULO I Da Denominação, Sede, Foro, Prazo De Duração E Objeto

ESTATUTO SOCIAL. CAPÍTULO I Da Denominação, Sede, Foro, Prazo De Duração E Objeto ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I Da Denominação, Sede, Foro, Prazo De Duração E Objeto Artigo 1º A UPTICK PARTICIPAÇÕES S.A. é uma sociedade anônima de capital autorizado, que se rege pelas leis e usos do comércio,

Leia mais

PLANO DE OUTORGA DE OPÇÃO DE COMPRA OU SUBSCRIÇÃO DE AÇÕES - REGULAMENTO

PLANO DE OUTORGA DE OPÇÃO DE COMPRA OU SUBSCRIÇÃO DE AÇÕES - REGULAMENTO PLANO DE OUTORGA DE OPÇÃO DE COMPRA OU SUBSCRIÇÃO DE AÇÕES - REGULAMENTO 1. Conceito: Este Plano consiste na outorga de opções de compra ou subscrição de ações aos executivos da MARCOPOLO S.A. e de suas

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO "NOVO LEBLON"

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO NOVO LEBLON ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO "NOVO LEBLON" I - Denominação e Objetivo ARTIGO 1º - O Clube de Investimento Novo Leblon, doravante designado Clube é constituído por número limitado de membros

Leia mais

ALPARGATAS S.A. Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, DURAÇÃO E OBJETO

ALPARGATAS S.A. Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, DURAÇÃO E OBJETO ALPARGATAS S.A. Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, DURAÇÃO E OBJETO Artigo 1º - A ALPARGATAS S.A., constituída em 3 de abril de 1907, é uma sociedade anônima que se rege pelo

Leia mais

Documento II da Ata da Assembléia Geral Extraordinária realizada em 13 de junho de 2008. PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES

Documento II da Ata da Assembléia Geral Extraordinária realizada em 13 de junho de 2008. PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES Documento II da Ata da Assembléia Geral Extraordinária realizada em 13 de junho de 2008. PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES 1. Objetivo do Plano 1.1. O objetivo do Plano de Opção de Compra de Ações da ESTÁCIO

Leia mais

PEDIDO DE RESERVA PARA AS QUOTAS DE EMISSÃO DO EUROPAR II BANIF FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII. CNPJ nº 13.720.522.0001-00

PEDIDO DE RESERVA PARA AS QUOTAS DE EMISSÃO DO EUROPAR II BANIF FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII. CNPJ nº 13.720.522.0001-00 PEDIDO DE RESERVA PARA AS QUOTAS DE EMISSÃO DO EUROPAR II BANIF FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CNPJ nº 13.720.522.0001-00 Código ISIN: BREURDCTF006 Nº [ ] CARACTERÍSTICAS DA OFERTA Pedido de reserva

Leia mais

ODONTOPREV S.A. Companhia Aberta. N.I.R.E.: 35.300.339.436 C.N.P.J./M.F. n. : 04.821.041/0001-08 FATO RELEVANTE

ODONTOPREV S.A. Companhia Aberta. N.I.R.E.: 35.300.339.436 C.N.P.J./M.F. n. : 04.821.041/0001-08 FATO RELEVANTE ODONTOPREV S.A. Companhia Aberta N.I.R.E.: 35.300.339.436 C.N.P.J./M.F. n. : 04.821.041/0001-08 FATO RELEVANTE A Odontoprev S.A. ( Companhia ), em cumprimento ao disposto nas Instruções CVM n os. 319/99

Leia mais

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DE EMISSÃO DA VIA VAREJO S.A.

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DE EMISSÃO DA VIA VAREJO S.A. PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DE EMISSÃO DA VIA VAREJO S.A. 1 ÍNDICE 1 OBJETIVOS... 3 2 PARTICIPANTES... 3 3 ADMINISTRAÇÃO DO PLANO... 3 4 AÇÕES OBJETO DESTE PLANO... 5 5 OUTORGA DA OPÇÃO... 5 6 EXERCÍCIO

Leia mais

ANEXO II DIAGNÓSTICOS DA AMÉRICA S.A. PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES

ANEXO II DIAGNÓSTICOS DA AMÉRICA S.A. PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES ANEXO II DIAGNÓSTICOS DA AMÉRICA S.A. PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES O presente regulamento estabelece as regras do Plano de Opção de Compra de Ações ("Plano") da DIAGNÓSTICOS DA AMÉRICA S.A. ("Companhia"),

Leia mais

MINASMÁQUINAS S/A CNPJ/MF: 17.161.241/0001-15 NIRE:31300041727 Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO

MINASMÁQUINAS S/A CNPJ/MF: 17.161.241/0001-15 NIRE:31300041727 Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO MINASMÁQUINAS S/A CNPJ/MF: 17.161.241/0001-15 NIRE:31300041727 Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I - DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, OBJETO E DURAÇÃO Art. 1º - Sob a denominação de MINASMÁQUINAS S/A,

Leia mais

Política de Negociação de Valores Mobiliários Política

Política de Negociação de Valores Mobiliários Política de Negociação de Valores Mobiliários de Negociação de Valores Mobiliários Versão 1.0 Data de criação 01/08/2012 Data de modificação Não Aplicável Tipo de documento Índice 1. PRINCÍPIOS GERAIS... 4 2. DEFINIÇÕES...

Leia mais

Mensagem da Administradora

Mensagem da Administradora Mensagem da Administradora Prezados Cotistas: Submetemos à apreciação de V.S.as. a demonstração da composição e diversificação das aplicações da CSN Invest Fundo de Investimento em Ações, em 31 de dezembro

Leia mais

Embratel Participações S.A. CNPJ/MF 02.558.124/0001-12 N.I.R.E. 3330026237-7 Companhia Aberta

Embratel Participações S.A. CNPJ/MF 02.558.124/0001-12 N.I.R.E. 3330026237-7 Companhia Aberta Embratel Participações S.A. CNPJ/MF 02.558.124/0001-12 N.I.R.E. 3330026237-7 Companhia Aberta NET Serviços de Comunicação S.A. CNPJ/MF nº 00.108.786/0001-65 N.I.RE nº 35.300.177.240 Companhia Aberta FATO

Leia mais

COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO COMPANHIA ABERTA DE CAPITAL AUTORIZADO CNPJ/MF n.º 47.508.411/0001-56

COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO COMPANHIA ABERTA DE CAPITAL AUTORIZADO CNPJ/MF n.º 47.508.411/0001-56 COMPANHIA BRASILEIRA DE DISTRIBUIÇÃO COMPANHIA ABERTA DE CAPITAL AUTORIZADO CNPJ/MF n.º 47.508.411/0001-56 ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA NO DIA 8 DE ABRIL DE 2004 1 - DATA E LOCAL: No

Leia mais

TARPON INVESTIMENTOS S.A. CNPJ/MF Nº 05.341.549/0001-63 NIRE 35.300.314.611

TARPON INVESTIMENTOS S.A. CNPJ/MF Nº 05.341.549/0001-63 NIRE 35.300.314.611 TARPON INVESTIMENTOS S.A. CNPJ/MF Nº 05.341.549/0001-63 NIRE 35.300.314.611 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 25 DE MAIO DE 2016 Data, hora e local: 25 de maio de 2016, às 17h, na

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DE AÇÕES DE EMISSÃO DA ELEVA ALIMENTOS S.A. PELA PERDIGÃO S.A. ELEVA ALIMENTOS S.A. PERDIGÃO S.A.

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DE AÇÕES DE EMISSÃO DA ELEVA ALIMENTOS S.A. PELA PERDIGÃO S.A. ELEVA ALIMENTOS S.A. PERDIGÃO S.A. PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DE AÇÕES DE EMISSÃO DA ELEVA ALIMENTOS S.A. PELA PERDIGÃO S.A. ENTRE ELEVA ALIMENTOS S.A. E PERDIGÃO S.A. _ DATADO DE 13 DE NOVEMBRO DE 2007 _ PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO

Leia mais

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. CNPJ/MF: 17.314.329/0001-20 NIRE: 3530048875-0

PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. CNPJ/MF: 17.314.329/0001-20 NIRE: 3530048875-0 PLANO DE OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DA INTERNATIONAL MEAL COMPANY ALIMENTAÇÃO S.A. CNPJ/MF: 17.314.329/0001-20 NIRE: 3530048875-0 CLÁUSULA 1. OBJETIVO DA OUTORGA DE OPÇÕES 1.1 O objetivo do Plano de Opção

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO, POR FIBRIA CELULOSE S.A., DE ARAPAR S.A. E DE SÃO TEÓFILO REPRESENTAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A.

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO, POR FIBRIA CELULOSE S.A., DE ARAPAR S.A. E DE SÃO TEÓFILO REPRESENTAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO, POR FIBRIA CELULOSE S.A., DE ARAPAR S.A. E DE SÃO TEÓFILO REPRESENTAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S.A. FIBRIA CELULOSE S.A. (nova denominação social de Votorantim Celulose

Leia mais

TRX Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A.

TRX Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A. Balanços patrimoniais em 31 de dezembro (Em Reais) (reclassificado) (reclassificado) Ativo Nota 2012 2011 Passivo Nota 2012 2011 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 61.664 207.743 Fornecedores

Leia mais

DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES

DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO 1 / 14 CAPÍTULO XXVI DOS DADOS CADASTRAIS DOS CLIENTES 26.1 DA FICHA CADASTRAL 26.1.1 As Sociedades Corretoras deverão manter cadastros atualizados de seus clientes, contendo,

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A.

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF n 02.558.156/0001-18 NIRE n 2630001109-3 TELPE CELULAR S.A. CNPJ/MF n 02.336.993/0001-00 NIRE n 2630001043-7 TELASA CELULAR S.A. CNPJ/MF n 02.328.592/0001-09

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA FLUMINENSE S.A. 19 de outubro de 2015 INSTRUMENTO PARTICULAR

Leia mais

CAPÍTULO III - DA COMPOSIÇÃO E DIVERSIFICAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO

CAPÍTULO III - DA COMPOSIÇÃO E DIVERSIFICAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º O CAIXA FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS PETROBRAS IV CAIXA FMP FGTS PETROBRAS IV, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é uma comunhão de recursos, constituído sob

Leia mais

DURATEX S.A. CNPJ. 97.837.181/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300154410

DURATEX S.A. CNPJ. 97.837.181/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300154410 DURATEX S.A. CNPJ. 97.837.181/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300154410 POLÍTICA DE NEGOCIAÇÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS (aprovada na RCA de 12.08.2009 e alterada nas RCA s de 14.06.2010, 04.11.2011 e 22.04.2014)

Leia mais

BANCO CENTRAL DO BRASIL MANUAL DE OFERTA AOS EMPREGADOS

BANCO CENTRAL DO BRASIL MANUAL DE OFERTA AOS EMPREGADOS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DEFINIÇÕES E ABREVIAÇÕES... 3 3. QUEM PODE ADQUIRIR AÇÕES DO BEP?... 4 4. COMO O BEP SERÁ VENDIDO?... 4 5. QUE VANTAGENS OS EMPREGADOS PODEM TER AO ADQUIRIR AÇÕES DA EMPRESA?...

Leia mais

BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES REGULAMENTO DO FUNDO O BRESSER AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES, regido pelas disposições do presente Regulamento, e regulado pelas Instruções CVM nº 302

Leia mais

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. CNPJ/MF Nº 33.113.309/0001-47 NIRE 33.3.

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. CNPJ/MF Nº 33.113.309/0001-47 NIRE 33.3. VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. CNPJ/MF Nº 33.113.309/0001-47 NIRE 33.3.0027799-4 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 11 DE MAIO DE

Leia mais

TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849

TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849 REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO BM&F TELEFONES: (0XX11) 3175 5351 Mesa de Operações FAX: (0XX11) 3283 5849 ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A. Nº 04, com sede no Município de São Paulo,

Leia mais

PLANO DE INCENTIVO DE LONGO PRAZO - OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES S.A.

PLANO DE INCENTIVO DE LONGO PRAZO - OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES S.A. PLANO DE INCENTIVO DE LONGO PRAZO - OPÇÃO DE COMPRA DE AÇÕES DA GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES S.A. aprovado pela Assembleia Geral Extraordinária realizada em 19 de outubro de 2012 1 PLANO DE INCENTIVOS

Leia mais

PLANO DE OPÇÕES DE COMPRA DE AÇÕES DA WEG S.A.

PLANO DE OPÇÕES DE COMPRA DE AÇÕES DA WEG S.A. PLANO DE OPÇÕES DE COMPRA DE AÇÕES DA WEG S.A. 1. OBJETIVO DO PLANO O Plano de Opções de Compra de Ações ( Plano ) tem por objetivo a outorga de Opções de compra de ações de emissão da WEG S.A. ( Companhia

Leia mais

PÁTRIA SPECIAL OPPORTUNITIES I - FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES. CNPJ/MF n.º 13.328.

PÁTRIA SPECIAL OPPORTUNITIES I - FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES. CNPJ/MF n.º 13.328. PROSPECTO DEFINITIVO DE DISTRIBUIÇÃO PÚBLICA DAS QUOTAS DA SEGUNDA EMISSÃO DO PÁTRIA SPECIAL OPPORTUNITIES I - FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO EM PARTICIPAÇÕES CNPJ/MF n.º 13.328.452/0001-49

Leia mais

CNPJ nº 78.876.950/0001-71 NIRE nº 42300020401 Companhia Aberta de Capital Autorizado

CNPJ nº 78.876.950/0001-71 NIRE nº 42300020401 Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ nº 78.876.950/0001-71 NIRE nº 42300020401 Companhia Aberta de Capital Autorizado ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 10 DE ABRIL DE 2008 (Lavrada sob a forma sumária, conforme

Leia mais

PROGRAMA DE OUTORGA DE OPÇÃO DE COMPRA OU SUBSCRIÇÃO DE AÇÕES

PROGRAMA DE OUTORGA DE OPÇÃO DE COMPRA OU SUBSCRIÇÃO DE AÇÕES PROGRAMA DE OUTORGA DE OPÇÃO DE COMPRA OU SUBSCRIÇÃO DE AÇÕES O presente Programa de Outorga de Opção de Compra ou Subscrição de Ações é regido pelas disposições abaixo. 1. Conceituação 1.1. O Programa

Leia mais

BRASIL AGROSEC COMPANHIA SECURITIZADORA 1ª Emissão 1ª Série

BRASIL AGROSEC COMPANHIA SECURITIZADORA 1ª Emissão 1ª Série BRASIL AGROSEC COMPANHIA SECURITIZADORA 1ª Emissão 1ª Série ÍNDICE CARACTERZIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DOS CERTIFICADOS...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5 ASSEMBLÉIAS DOS TITULARES DOS CERTIFICADOS...5

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO SINERGIA

ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO SINERGIA ESTATUTO SOCIAL DO CLUBE DE INVESTIMENTO SINERGIA I Denominação e Objetivo Artigo 1º O Clube de Investimento SINERGIA é constituído por número limitado de membros que têm por objetivo a aplicação de recursos

Leia mais

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA RAÍZEN ENERGIA S.A.

POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA RAÍZEN ENERGIA S.A. POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE ATO OU FATO RELEVANTE DA RAÍZEN ENERGIA S.A. 1. OBJETIVO 1.1. O objetivo da presente Política de Divulgação é estabelecer as regras e procedimentos a serem adotados pela Raízen

Leia mais

MINUTA DE ESTATUTO SOCIAL CONSOLIDADO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO

MINUTA DE ESTATUTO SOCIAL CONSOLIDADO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO MINUTA DE ESTATUTO SOCIAL CONSOLIDADO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, OBJETO E DURAÇÃO Artigo 1º - A Porto Seguro S.A. é uma sociedade anônima, regida pelo disposto neste Estatuto Social e pelas disposições

Leia mais

MERCANTIL DO BRASIL FINANCEIRA S.A. CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTOS Sede: Belo Horizonte Minas Gerais E S T A T U T O

MERCANTIL DO BRASIL FINANCEIRA S.A. CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTOS Sede: Belo Horizonte Minas Gerais E S T A T U T O MERCANTIL DO BRASIL FINANCEIRA S.A. CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTOS Sede: Belo Horizonte Minas Gerais CAPÍTULO I Denominação, Sede, Objeto e Prazo E S T A T U T O Art. 1º - A Mercantil do Brasil

Leia mais

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA

EDITAL DE OFERTA PÚBLICA PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA EDITAL DE OFERTA PÚBLICA PARA AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS DE EMISSÃO DA VALE FERTILIZANTES S.A. (nova razão social de FERTILIZANTES FOSFATADOS S.A. FOSFERTIL) Companhia Aberta CNPJ/MF Nº 19.443.985/0001-58

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - DOMMO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - DOMMO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

MANUAL DOS ACIONISTAS

MANUAL DOS ACIONISTAS CIELO S.A. CNPJ/MF nº 01.425.787/0001-04 NIRE 35.300.147.073 Companhia Aberta de Capital Autorizado MANUAL DOS ACIONISTAS PROPOSTA DE DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO (ANEXO 9-11-II DA INST. CVM 481) PROPOSTA

Leia mais

Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Petrobrás (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de

Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Petrobrás (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Petrobrás Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes Aos

Leia mais

GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES S.A. (Companhia Aberta) C.N.P.J. n.º 06.164.253/0001-87 N.I.R.E. 35.300.314.441 AVISO AOS ACIONISTAS

GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES S.A. (Companhia Aberta) C.N.P.J. n.º 06.164.253/0001-87 N.I.R.E. 35.300.314.441 AVISO AOS ACIONISTAS GOL LINHAS AÉREAS INTELIGENTES S.A. (Companhia Aberta) C.N.P.J. n.º 06.164.253/0001-87 N.I.R.E. 35.300.314.441 AVISO AOS ACIONISTAS Nos termos da Instrução CVM nº 358/02, conforme alterada, a Gol Linhas

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A OLIVEIRA FRANCO SOCIEDADE CORRETORA DE VALORES E CÂMBIO LTDA, em atenção ao quanto disposto na Instrução CVM n. 505, de 27/09/2011, define por este documento, suas regras e parâmetros relativos ao recebimento,

Leia mais

ESTE FUNDO PODE ESTAR EXPOSTO A SIGNIFICATIVA CONCENTRAÇÃO EM ATIVOS DE RENDA VARIÁVEL DE POUCOS EMISSORES, APRESENTANDO OS RISCOS DAÍ DECORRENTES.

ESTE FUNDO PODE ESTAR EXPOSTO A SIGNIFICATIVA CONCENTRAÇÃO EM ATIVOS DE RENDA VARIÁVEL DE POUCOS EMISSORES, APRESENTANDO OS RISCOS DAÍ DECORRENTES. ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA OS FUNDOS DE INVESTIMENTO, BEM COMO ÀS NORMAS EMANADAS

Leia mais

FGP FUNDO GARANTIDOR DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS CNPJ: 07.676.825/0001-70 (Administrado pelo Banco do Brasil S.A.)

FGP FUNDO GARANTIDOR DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS CNPJ: 07.676.825/0001-70 (Administrado pelo Banco do Brasil S.A.) FGP FUNDO GARANTIDOR DE PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS CNPJ: 07.676.825/0001-70 (Administrado pelo Banco do Brasil S.A.) NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE AGOSTO DE 2006 (Em milhares de

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS Nome (Cliente): RG: CPF/ CNPJ: Endereço: Cidade: UF: CEP: Profissão: Estado Civil: Nacionalidade: Classificação

Leia mais

Procedimentos para Registro de Companhias na BOVESPA

Procedimentos para Registro de Companhias na BOVESPA Procedimentos para Registro de Companhias na BOVESPA A análise de pedidos de registro no BOVESPA MAIS, bem como dos pedidos de registro no Novo Mercado, Nível 2 e Nível 1 de empresas que estejam em processo

Leia mais

CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO

CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO BRB FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM RENDA FIXA DI LONGO PRAZO 500 FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Competência: 19/01/2016 CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA

Leia mais

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO EMPRESA INCORPORADA: HFF PARTICIPAÇÕES S.A. EMPRESA INCORPORADORA: BRF BRASIL FOODS S.A.

PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO EMPRESA INCORPORADA: HFF PARTICIPAÇÕES S.A. EMPRESA INCORPORADORA: BRF BRASIL FOODS S.A. PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO EMPRESA INCORPORADA: HFF PARTICIPAÇÕES S.A. EMPRESA INCORPORADORA: BRF BRASIL FOODS S.A. 25 DE FEVEREIRO DE 2010 PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA HFF

Leia mais

ANEXO 16 Protocolo de Justificação da Incorporação da Localiza Cuiabá

ANEXO 16 Protocolo de Justificação da Incorporação da Localiza Cuiabá ANEXO 16 Protocolo de Justificação da Incorporação da Localiza Cuiabá PROTOCOLO E JUSTIFICAÇÃO DE INCORPORAÇÃO DA LOCALIZA CUIABÁ ALUGUEL DE CARROS LTDA. PELA LOCALIZA RENT A CAR S.A. (a) LOCALIZA RENT

Leia mais