PRIMEIRO CONCURSO ESTADUAL DE ARTIGOS PROFESSOR RAYMUNDO CÂNDIDO ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - SEÇÃO MINAS GERAIS ÓRGÃO ESPECIAL ADVOCACIA E ÉTICA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRIMEIRO CONCURSO ESTADUAL DE ARTIGOS PROFESSOR RAYMUNDO CÂNDIDO ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - SEÇÃO MINAS GERAIS ÓRGÃO ESPECIAL ADVOCACIA E ÉTICA"

Transcrição

1 1 PRIMEIRO CONCURSO ESTADUAL DE ARTIGOS PROFESSOR RAYMUNDO CÂNDIDO ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - SEÇÃO MINAS GERAIS ÓRGÃO ESPECIAL ADVOCACIA E ÉTICA REGULAMENTO Este Regulamento contém as normas de realização do Concurso Estadual de Artigos Professor Raymundo Cândido da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Minas Gerais OAB/MG e da entrega dos respectivos prêmios, criados em reunião de Diretoria. O concurso de artigos jurídicos é uma promoção cultural, cujos direitos são de propriedade da OAB/MG que o criou, nos termos e limites da lei brasileira. O nome dos prêmios principais conferidos aos vencedores é uma homenagem ao jurista Raymundo Cândido. CAPÍTULO I DO OBJETO E DOS OBJETIVOS DO CONCURSO DE ARTIGOS JURÍDICOS Art. 1º O concurso de artigos jurídicos, promovido pela OAB/MG, tem por objeto a escolha dos melhores trabalhos jurídicos elaborados por advogados e por estudantes de Direito. Art. 2º Constituem objetivos do concurso a contribuição ao aprimoramento da cultura jurídica mineira, principalmente no que tange à ética profissional e o estímulo à produção de artigos jurídicos. CAPÍTULO II DA PUBLICIDADE DO CONCURSO Art. 3º O primeiro concurso de artigos jurídicos é realizado, com a mais ampla publicidade sobre o tema escolhido e as condições de habilitação e de disputa, de forma a proporcionar a todos os interessados igual oportunidade de concorrer e tempo necessário para a elaboração e a entrega de seus trabalhos. Art. 4º O tema a ser desenvolvido, sob a forma de artigo, deve ser um dos seguintes: Advocacia pro bono e seus limites éticos Independência dos advogados e a relação com o magistrado Publicidade na advocacia Litigância de má fé e a conduta do advogado Honorários contratuais e seus limites em face do código de ética Art. 5º Editais ou avisos complementares poderão ser publicados a juízo do Presidente do Órgão Especial da OAB/MG. Art. 6º A entrega do artigo faz presunção absoluta de que o candidato conhece os termos deste Regulamento do concurso e com eles concorda.

2 2 Art. 7º O resultado do concurso de que trata este Regulamento será divulgado pela internet e afixado na sede da OAB/MG. CAPÍTULO III DAS CATEGORIAS E DAS CONDIÇÕES DE HABILITAÇÃO AO CONCURSO ESTADUAL DE ARTIGOS PROFESSOR RAYMUNDO CÂNDIDO Seção I Das Categorias Art. 8º Podem participar do concurso de que trata este Regulamento: I advogados de toda Minas Gerais; II estudantes de Direito matriculados em unidade de ensino sediada no Estado de Minas Gerais. Seção II Das Condições Art. 9º Poderá participar do concurso de que trata este Regulamento na categoria profissional o advogado: I - que tiver registro ativo na Ordem dos Advogados do Brasil, sem anotação de sanções disciplinares transitadas em julgado; II - que estiver quite com a obrigação de pagamento de anuidade da OAB/MG; Parágrafo único: A comprovação do preenchimento dos requisitos a que se referem os incisos I e II deste artigo será feita no momento da inscrição. Art. 10 Poderá participar do concurso de que trata este Regulamento na categoria acadêmico: I - o estudante regularmente matriculado em faculdade de Direito legalmente reconhecida ou autorizada, com unidade de ensino sediada no Estado de Minas Gerais, e que esteja cursando qualquer um dos períodos do curso. Parágrafo único: A comprovação de matrícula em faculdade a que se refere o caput deste artigo será feita no momento da inscrição, mediante apresentação de atestado ou declaração da instituição de ensino. Art. 11 Cada candidato poderá apresentar apenas um trabalho. CAPÍTULO IV DA CRIAÇÃO E DA COMPETÊNCIA DAS COMISSÕES Art. 12 Ficam criadas as seguintes comissões: I Comissões de Avaliação/Seleção Regionais;

3 3 II Comissão de Avaliação/Seleção Estadual. Art. 13 As Comissões de Avaliação/Seleção Regionais serão compostas segundo livre determinação do presidente do Órgão Especial OAB/MG e terão três membros e igual número de suplentes. Art. 14 Compete às Comissões de Avaliação/Seleção Regionais: I apreciar os artigos e deferir a sua inscrição, eliminando aquelas que não atenderem aos requisitos formais enumerados neste Regulamento; II decidir os recursos sobre matéria de sua competência; III dar ao candidato ciência de suas decisões por via postal, telegráfica ou eletrônica; IV conferir ao candidato oportunidade de correção, no prazo de cinco dias, de defeitos formais identificados nos trabalhos; V permitir ao candidato, nos casos de omissão ou de insuficiência de documentos, complementá-los, no prazo de cinco dias da comunicação da falha, respeitado o prazo final para a inscrição. VI Avaliar os artigos referentes às respectivas regiões, escolhendo um vencedor em cada categoria (profissional e acadêmico) que serão remetidos para a Comissão de Avaliação Estadual. Parágrafo único Se a Comissão Avaliação/Seleção Regional decidir que nenhum dos artigos apresentados perante uma determinada região supre os requisitos exigidos, lavrará ata sucinta, esclarecendo as razões de sua decisão, da qual não cabe recurso. Art. 15 A Comissão Estadual, também nomeada Presidente do Órgão Especial, que a presidirá, é composta de quatro membros efetivos e igual número de suplentes, escolhidos entre pessoas de notório saber jurídico e com prestígio nacional na área específica do tema do concurso. Parágrafo único O Presidente do Órgão Especial poderá delegar a presidência da Comissão Estadual a um de seus membros, não implicando tal medida a nomeação de outro componente. Art. 16 Compete à Comissão Estadual, em dia, local e hora previamente definidos e comunicados aos candidatos, apreciar as teses, nas categorias profissional e acadêmico, aprovadas em primeiro lugar por cada uma das Comissões Regionais, atribuindo-lhes notas classificatórias. Art. 17 As decisões das Comissões serão encaminhadas ao Presidente do Órgão Especial, que as divulgará pelos meios de comunicação previstos no edital do concurso. Art. 18 A sessão ou as sessões de julgamento final dos artigos serão públicas e poderão realizar-se na Capital do Estado ou em outra cidade mineira que tenha notória relevância cultural. CAPÍTULO V DAS ETAPAS DO CONCURSO DE ARTIGOS PROFESSOR RAYMUNDO CÂNDIDO Art. 19 O concurso de artigos será realizado em duas etapas eliminatórias. 1º - Na primeira etapa, as Comissões Regionais apreciarão os trabalhos selecionados referentes à região de sua competência, escolhendo aqueles que, vencedores em cada categoria, serão encaminhados à Comissão Estadual.

4 4 2º A segunda etapa compreende a análise dos artigos perante a Comissão Estadual, observado. CAPÍTULO VI DOS REQUISITOS E DA FORMA DE AVALIAÇÃO DOS ARTIGOS Art. 20 Serão apreciados os artigos que forem: I inéditas e que versarem sobre o tema do concurso; II apresentadas em texto graficamente impresso ou digitado eletronicamente, em espaço duplo, fonte 12 e caracteres Times New Roman, contendo de 24 a 28 linhas em cada página; III escritas em língua portuguesa e redigidas de acordo com a norma culta; IV apresentadas com o mínimo de 02 (duas) páginas e o máximo de 05 (cinco) páginas, observado o disposto pela Associação Brasileira de Normas Técnicas ABNT para a redação de artigos; V entregues em cinco vias. 1º Não serão apreciados os artigos que não observarem as exigências estabelecidas neste Regulamento. Art. 21 Na apreciação dos artigos, além da contribuição pessoal do candidato para o estudo do tema escolhido, serão considerados, a juízo soberano das Comissões, os seguintes aspectos: I a qualidade intrínseca do artigo, seguindo-se o apuro vernacular escrito; II a única fração de nota admitida será a correspondente a meio ponto. III melhor qualidade científica; Art. 22 Havendo empate entre as notas dos melhores candidatos, em cada categoria, o Presidente da Comissão proferirá o voto de desempate. Art. 23 Cada Comissão lavrará ata sucinta das avaliações e dos resultados e o seu Presidente fará a proclamação dos vencedores, seguindo-se a entrega dos prêmios na mesma sessão ou em dia subseqüente, na mesma hora designada. Art. 24 Na ata, assinada por todos os membros da Comissão, constarão as notas finais de todos os candidatos, registrando-se também as ponderações da avaliação dos artigos e eventuais razões de desclassificação ou de desqualificação. CAPÍTULO VII DA PREMIAÇÃO Art. 23 Os candidatos de cada categoria que tiverem obtido o primeiro lugar em cada Comissão Regional, além da classificação do artigo para a Comissão Estadual, receberão os seguintes prêmios, sem prejuízo de outros previstos mediante editais extras:

5 5 1º Lugar Estudante: - Certificado de campeão regional destaque acadêmico (uma) assinatura anual e publicação do artigo premiado na revista eletrônica da editora magister. 1º lugar Profissional (Advogado): - Certificado de campeão regional destaque profissional - 01 (uma) assinatura anual e publicação do artigo premiado na revista eletrônica da editora magister. Art. 24 Os candidatos de cada categoria que tiverem obtido o primeiro lugar Estadual, receberão os seguintes prêmios, sem prejuízo de outros previstos mediante editais extras: 1º Lugar Estudante: - Medalha Professor Raymundo Cândido - Certificado de campeão estadual Destaque Acadêmico (um) micro computador portátil notebook (uma) assinatura anual e publicação do artigo premiado na revista eletrônica e impressa de circulação nacional da editora magister. 1º lugar Profissional (Advogado): - Medalha Professor Raymundo Cândido - Certificado de campeão estadual Destaque Profissional (um) micro computador portátil notebook (uma) assinatura anual e publicação do artigo premiado na revista eletrônica e impressa de circulação nacional da editora magister. Art. 25 A OAB/MG poderá conferir certificado de participação aos candidatos não premiados, sem que os beneficiados façam jus a qualquer outro prêmio. CAPÍTULO VIII DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 26 A premiação do artigo inscrito no Concurso Professor Raymundo Cândido implica em autorização irrevogável para que a OAB/MG o publique, sem ônus. Art. 27 A publicação de que trata o art. 26 não implica prejuízo do direito de autoria e da edição do próprio autor em outros veículos, ressalvada a obrigação de constar no texto o recebimento do Prêmio e o nome da OAB/MG. Art. 28 A OAB/MG poderá cancelar o concurso de que trata este Regulamento, em razão de caso fortuito ou de força maior e também por insuficiência de inscrições, a critério da OAB/MG, sem que isso importe em nenhum direito indenizatório. Art. 29 A OAB/MG, nas solenidades públicas relativas ao concurso e nos documentos de sua divulgação, registrará o nome dos patrocinadores e apoiadores do certame, na forma definida em contrato, podendo, para os fins do concurso ou das premiações, celebrar convênios com entidades ou instituições nacionais e estrangeiras.

6 6 Art. 30 A verificação, em qualquer etapa do concurso, de irregularidade, inexatidão de dados ou falsidade de declaração implicará a eliminação do candidato e a anulação de todos os atos dela decorrentes, sem prejuízo das sanções civis e penais cabíveis, ressalvado o disposto no inciso V do art. 14. Art. 31 A Comissão Estadual, no uso de suas prerrogativas, poderá deixar de conceder a premiação, se entender que os trabalhos apreciados não preenchem os requisitos estabelecidos por este Regulamento ou pelo edital do concurso. Art. 32 Os casos omissos neste Regulamento serão decididos pela Comissão de Organização do Concurso que divulgará, ainda: I o prazo, o local e a forma de recebimento das inscrições e de entrega dos artigos em cada Região; (trabalhos entregues ate 30 do abril de 2008) II o local, a data e a hora em que se realizarão a seleção dos trabalhos e a divulgação dos resultados; III o local, a data e a hora da entrega dos prêmios; IV a nomeação dos integrantes de casa Comissão; V os endereços e os meios para a aquisição do texto deste Regulamento. Art. 33 Este Regulamento é o texto fundamental para a solução de qualquer dúvida ou controvérsia sobre o Concurso, sem prejuízo da adoção supletiva de normas da lei civil brasileira. Art. 34 Este Regulamento entra em vigor na data de sua publicação. Art. 35 Revogam-se as disposições em contrário. Belo Horizonte, 16 de outubro de Luiz Fernando Valladão Nogueira Presidente do Órgão Especial

RESOLUÇÃO NORMATIVA CRA-MG, Nº 005 de 14 de maio de 2013. Aprova Regulamento do para a concessão do Prêmio CRA-MG na Estrada.

RESOLUÇÃO NORMATIVA CRA-MG, Nº 005 de 14 de maio de 2013. Aprova Regulamento do para a concessão do Prêmio CRA-MG na Estrada. RESOLUÇÃO NORMATIVA CRA-MG, Nº 005 de 14 de maio de 2013. Aprova Regulamento do para a concessão do Prêmio CRA-MG na Estrada. O CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE MINAS GERAIS, no uso da competência

Leia mais

CONCURSO LOGOMARCA FACULDADE NOVOS HORIZONTES R E G U L A M E N T O

CONCURSO LOGOMARCA FACULDADE NOVOS HORIZONTES R E G U L A M E N T O CONCURSO LOGOMARCA FACULDADE NOVOS HORIZONTES R E G U L A M E N T O Capítulo I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO Art. 1º - A Diretoria do Instituto Novos Horizontes de Ensino Superior e Pesquisa Ltda e a FACULDADE

Leia mais

REGULAMENTO IV CONCURSO SOBRE A DENGUE NO AMAZONAS - 2011 TEMA Escola em Ação contra a Dengue

REGULAMENTO IV CONCURSO SOBRE A DENGUE NO AMAZONAS - 2011 TEMA Escola em Ação contra a Dengue REGULAMENTO IV CONCURSO SOBRE A DENGUE NO AMAZONAS - 2011 TEMA Escola em Ação contra a Dengue A Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) conjuntamente com a Secretaria de Estado da Educação e Qualidade de

Leia mais

Edital 001/2013 CONCURSO DE LOGOMARCA PARA O DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES

Edital 001/2013 CONCURSO DE LOGOMARCA PARA O DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES Edital 001/2013 CONCURSO DE LOGOMARCA PARA O DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO Art. 1º O Diretório Central dos Estudantes torna público o presente edital de CONCURSO

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil Seção do Estado do Rio de Janeiro Centro de Documentação e Pesquisa

Ordem dos Advogados do Brasil Seção do Estado do Rio de Janeiro Centro de Documentação e Pesquisa Ordem dos Advogados do Brasil Seção do Estado do Rio de Janeiro Centro de Documentação e Pesquisa REGULAMENTO DO 41º PRÊMIO JURÍDICO MIGUEL PRESSBURGER TÍTULO I DO PRÊMIO Art. 1º Os trabalhos do 41º Prêmio

Leia mais

REGULAMENTO DO 6º CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUE NO AMAZONAS - 2013. TEMA: Dengue é fácil combater, só não pode esquecer

REGULAMENTO DO 6º CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUE NO AMAZONAS - 2013. TEMA: Dengue é fácil combater, só não pode esquecer 1 REGULAMENTO DO 6º CONCURSO ESCOLAR SOBRE A DENGUE NO AMAZONAS - 2013 TEMA: Dengue é fácil combater, só não pode esquecer A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS) conjuntamente com a Secretaria

Leia mais

PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO

PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Artigo 1º - Idealizado e instituído pela Confederação Nacional da Indústria, o Prêmio CNI de Economia, cuja periodicidade é anual, tem por finalidade

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA RESOLUÇÃO Nº 1.907, DE 28 DE MARÇO DE 2014. Dispõe sobre o Regulamento do XX Prêmio Brasil de Economia. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso de suas atribuições legais e

Leia mais

CONCURSO LOGOMARCA SEPVASF REGULAMENTO CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO

CONCURSO LOGOMARCA SEPVASF REGULAMENTO CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO CONCURSO LOGOMARCA SEPVASF REGULAMENTO CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO Art. 1 o A Comissão Organizadora do VI Simpósio de Engenharia de Produção do Vale do São Francisco VI SEPVASF, institui o CONCURSO

Leia mais

R E G U L A M E N T O

R E G U L A M E N T O R E G U L A M E N T O PRÊMIO CHICO RIBEIRO SOBRE INFORMAÇÃO DE CUSTOS E QUALIDADE DO GASTO NO SETOR PÚBLICO I. DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Idealizado pelo Instituto Social IRIS, o PRÊMIO CHICO RIBEIRO SOBRE

Leia mais

REGULAMENTO CATEGORIA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

REGULAMENTO CATEGORIA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS REGULAMENTO CATEGORIA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS apoio: organização: CATEGORIA MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PRÊMIO NACIONAL DE CONSERVAÇÃO E USO RACIONAL DE ENERGIA EDIÇÃO 2009 1 O PRÊMIO Instituído

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO PÚBLICA DE ESTAGIÁRIOS DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

EDITAL PARA SELEÇÃO PÚBLICA DE ESTAGIÁRIOS DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA EDITAL PARA SELEÇÃO PÚBLICA DE ESTAGIÁRIOS DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA EDITAL PARA EXAME DE SELEÇÃO PÚBLICA DE ACADÊMICOS DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO DEVIDAMENTE CONVENIADAS COM

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE GABINETE DA PRESIDÊNCIA SECRETARIA GERAL RESOLUÇÃO Nº 006/2004-TJ CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE GABINETE DA PRESIDÊNCIA SECRETARIA GERAL RESOLUÇÃO Nº 006/2004-TJ CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE GABINETE DA PRESIDÊNCIA SECRETARIA GERAL RESOLUÇÃO Nº 006/2004-TJ Dispõe sobre concurso de ingresso e de remoção nos Serviços Notariais e de Registro,

Leia mais

EDITAL II CONCURSO ESTADUAL SOBRE PREVENÇÃO A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

EDITAL II CONCURSO ESTADUAL SOBRE PREVENÇÃO A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER EDITAL II CONCURSO ESTADUAL SOBRE PREVENÇÃO A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER TEMA: A mulher no esporte: superando limites e conquistando direitos Lei nº. 11.340/06, art. 3º reafirma que serão assegurados às

Leia mais

RESOLUÇÃO nº. 78/2015/CSDP.

RESOLUÇÃO nº. 78/2015/CSDP. RESOLUÇÃO nº. 78/2015/CSDP. Aprova e torna público o Regulamento do V Concurso Público de Provas e Títulos para ingresso na carreira da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso e dá outras providências.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS Secretaria da Saúde Avenida NS 02, AASE 50 (502 Sul), Paço Municipal, Centro CEP 77.021-658 Telefone: (63) 3218-5559

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS Secretaria da Saúde Avenida NS 02, AASE 50 (502 Sul), Paço Municipal, Centro CEP 77.021-658 Telefone: (63) 3218-5559 EDITAL Nº. 01, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2014 II CONCURSO VIDA NO TRÂNSITO DE JORNALISMO 1. PREÂMBULO 1.1 A de Palmas (SEMUS), órgão gestor do Sistema Único de Saúde (SUS) em Palmas Tocantins, por intermédio

Leia mais

CONCURSO LOGOTIPO DA ESCOLA LIVRE PARA FORMAÇÃO INTEGRAL DONA LINDU

CONCURSO LOGOTIPO DA ESCOLA LIVRE PARA FORMAÇÃO INTEGRAL DONA LINDU CONCURSO LOGOTIPO DA ESCOLA LIVRE PARA FORMAÇÃO INTEGRAL DONA LINDU O Sindicato promove este concurso para a criação de logotipo, como parte da iniciativa de reformulação de sua comunicação institucional.

Leia mais

III PRÊMIO JOVEM CIENTISTA DO CRC/BA - Prof. Wilson Thomé Sardinha Martins. Rumo a Produção Científica. Contábil Estudantil

III PRÊMIO JOVEM CIENTISTA DO CRC/BA - Prof. Wilson Thomé Sardinha Martins. Rumo a Produção Científica. Contábil Estudantil III PRÊMIO JOVEM CIENTISTA DO CRC/BA - Prof. Wilson Thomé Sardinha Martins Rumo a Produção Científica Contábil Estudantil Concurso de artigos sobre Tópicos Contemporâneos da Ciência Contábil. Os dez primeiros

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS PICUÍ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS PICUÍ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS PICUÍ Regulamento do concurso de logomarca da IV Feira de

Leia mais

Art. 4º. As inscrições serão realizadas no hot site do Prêmio de Monografia no período de 02 de maio a 31 de maio de 2016.

Art. 4º. As inscrições serão realizadas no hot site do Prêmio de Monografia no período de 02 de maio a 31 de maio de 2016. EDITAL 18 PRÊMIO DE MONOGRAFIA DA UNIT Art. 1º. A Universidade Tiradentes UNIT, com o propósito de estimular a produção científica dos seus discentes, institui o PRÊMIO DE MONOGRAFIA DA UNIT 18ª Edição.

Leia mais

ENCONTRO DE PESQUISA EM HISTÓRIA DA UFMG REGIMENTO INTERNO-EPHIS

ENCONTRO DE PESQUISA EM HISTÓRIA DA UFMG REGIMENTO INTERNO-EPHIS CAPÍTULO I- DEFINIÇÃO ENCONTRO DE PESQUISA EM HISTÓRIA DA UFMG REGIMENTO INTERNO-EPHIS Art. 1º - O Encontro de Pesquisa em História da UFMG, designado também por sua sigla EPHIS-UFMG, é um evento discente

Leia mais

CONCURSO IDENTIDADE VISUAL DA FACULDADE DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGULAMENTO CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO

CONCURSO IDENTIDADE VISUAL DA FACULDADE DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGULAMENTO CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO CONCURSO IDENTIDADE VISUAL DA FACULDADE DE HISTÓRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGULAMENTO CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO Art. 1 o A Faculdade de História da UFG institui o CONCURSO Identidade

Leia mais

Regulamento do concurso para escolha da Logomarca da Revista Toca: Revista Online de Literatura e Outras Artes CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO

Regulamento do concurso para escolha da Logomarca da Revista Toca: Revista Online de Literatura e Outras Artes CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO Regulamento do concurso para escolha da Logomarca da Revista Toca: Revista Online de Literatura e Outras Artes CAPÍTULO I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO Art. 1º O Departamento de Letras e Artes do Colégio

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DA HONRARIA TÍTULO II DA COMISSÃO DA MEDALHA CAPÍTULO I CONSTITUIÇÃO

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DA HONRARIA TÍTULO II DA COMISSÃO DA MEDALHA CAPÍTULO I CONSTITUIÇÃO 4 HONRA AO MÉRITO ODONTOLÓGICO NACIONAL REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DA HONRARIA Art. 1º. O Conselho Federal de Odontologia, pela Resolução 194/95, de 15 de julho de l995 criou o sistema de honraria às pessoas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA RESOLUÇÃO N o 24/2012, DO CONSELHO DE GRADUAÇÃO Aprova as Normas Gerais de Estágio de Graduação da Universidade Federal de Uberlândia, e dá outras providências. O CONSELHO DE GRADUAÇÃO DA, no uso das competências

Leia mais

EDITAL N. 004/CCT Boa Vista-RR, 25 de novembro de 2013

EDITAL N. 004/CCT Boa Vista-RR, 25 de novembro de 2013 EDITAL N. 004/CCT Boa Vista-RR, 25 de novembro de 2013 DISPÕE SOBRE O CONCURSO PARA CRIAÇÃO DO LOGOTIPO DO CENTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA CCT/UFRR. O Diretor do Centro de Ciência e Tecnologia da Universidade

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA HONRA AO MÉRITO ODONTOLÓGICO NACIONAL REGIMENTO INTERNO

CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA HONRA AO MÉRITO ODONTOLÓGICO NACIONAL REGIMENTO INTERNO CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA HONRA AO MÉRITO ODONTOLÓGICO NACIONAL REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DA HONRARIA Art. 1º. O Conselho Federal de Odontologia, pela Resolução 194/95, de 15 de julho de l995 criou

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL FUNDAÇÃO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE EDITAL DE CONCURSO

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL FUNDAÇÃO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE EDITAL DE CONCURSO GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL FUNDAÇÃO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE EDITAL DE CONCURSO PRÊMIO MINEIRO DE BOAS PRÁTICAS EM GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Leia mais

-------------------------------------------------------------------------------- RESOLUÇÃO CFM Nº 1772/2005

-------------------------------------------------------------------------------- RESOLUÇÃO CFM Nº 1772/2005 Normas para certificado de atualização profissional O Conselho Federal de Medicina aprovou, em sessão plenária encerrada no dia 12 de agosto, a Resolução 1772/2005, que institui o certificado de atualização

Leia mais

PRÊMIO FRANCISCO CUNHA PEREIRA FILHO TERCEIRA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO

PRÊMIO FRANCISCO CUNHA PEREIRA FILHO TERCEIRA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO PRÊMIO FRANCISCO CUNHA PEREIRA FILHO TERCEIRA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. O Instituto dos Advogados do Paraná promove o PRÊMIO FRANCISCO CUNHA PEREIRA FILHO, em sua terceira

Leia mais

INSTITUIÇÕES DE ENSINO DEVIDAMENTE CONVENIADAS COM A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

INSTITUIÇÕES DE ENSINO DEVIDAMENTE CONVENIADAS COM A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA EDITAL PARA EXAME DE SELEÇÃO PÚBLICA DE ACADÊMICOS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO DEVIDAMENTE CONVENIADAS COM A PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA A Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério

Leia mais

Eleição e competências das Comissões de Ética Médica - Resolução: 1657 de 19/12/2002

Eleição e competências das Comissões de Ética Médica - Resolução: 1657 de 19/12/2002 Eleição e competências das Comissões de Ética Médica - Resolução: 1657 de 19/12/2002 Ementa: Estabelece normas de organização, funcionamento e eleição, competências das Comissões de Ética Médica dos estabelecimentos

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ EDITAL DE CONCURSO PARA CRIAÇÃO DA BANDEIRA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ O DESEMBARGADOR MÁRIO GURTYEV DE QUEIROZ, Presidente do, no uso de suas atribuições legais, torna pública a realização

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO E ENGENHARIA CIVIL DA UNIGRANRIO CONCURSO ESTUDANTIL DE PROJETOS

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO E ENGENHARIA CIVIL DA UNIGRANRIO CONCURSO ESTUDANTIL DE PROJETOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO E ENGENHARIA CIVIL DA UNIGRANRIO CONCURSO ESTUDANTIL DE PROJETOS CONCURSO DE IDEIAS PARA PÓRTICO EM XERÉM DUQUE DE CAXIAS EDITAL 001/2016 1. DO OBJETO DO CONCURSO

Leia mais

VII Concurso de Fotografia OAB-PR - 2015 REGULAMENTO

VII Concurso de Fotografia OAB-PR - 2015 REGULAMENTO VII Concurso de Fotografia OAB-PR - 2015 REGULAMENTO 1. DESCRIÇÃO GERAL O VII Concurso de Fotografia OAB-PR edição 2015 ( CONCURSO ) é promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Paraná

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE BIOLOGIA CFBio

CONSELHO FEDERAL DE BIOLOGIA CFBio INSTRUÇÃO ELEITORAL QUE REGULAMENTA O PROCESSO PARA ELEIÇÃO E POSSE DOS CONSELHEIROS DO CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA DA 8ª REGIÃO - CRBio-08 (BA, AL, SE), PARA O MANDATO DE 06 DE JANEIRO DE 2015 A 06

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Coordenadoria de Benefícios REGULAMENTAÇÃO DO PROGRAMA AUXILIO ALIMENTAÇÃO

Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Coordenadoria de Benefícios REGULAMENTAÇÃO DO PROGRAMA AUXILIO ALIMENTAÇÃO Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis Coordenadoria de Benefícios REGULAMENTAÇÃO DO PROGRAMA AUXILIO ALIMENTAÇÃO CAPITULO I DO PROGRAMA Art. 1. O Programa Auxílio Alimentação

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de

Leia mais

PRÊMIO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNICO-CIENTÍFICA PROF. DR. ANTÔNIO LOPES DE SÁ

PRÊMIO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNICO-CIENTÍFICA PROF. DR. ANTÔNIO LOPES DE SÁ R E G U L A M E N T O 2009 PRÊMIO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CONTÁBIL TÉCNICO-CIENTÍFICA PROF. DR. ANTÔNIO LOPES DE SÁ Informação contábil: agregando valor ao capital Prêmio Internacional de Produção Contábil

Leia mais

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. RESOLUÇÃO Nº 036/2012, DE 14 DE SETEMBRO DE 2012 Aprova as normas para concurso público de provimento de cargos de Professor de Nível Médio/Profissionalizante, Administrador Escolar, Supervisor Pedagógico

Leia mais

Centro Universitário do Maranhão UNICEUMA CEPE

Centro Universitário do Maranhão UNICEUMA CEPE RESOLUÇÃO Nº 056/2010 Dispõe sobre a admissão à monitoria e seu exercício, e dá outras providências. A Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão do Centro Universitário do Maranhão, no uso

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL (Aprovado pela Resolução CONDEL n o 027/2015, de 2/9/2015)

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL (Aprovado pela Resolução CONDEL n o 027/2015, de 2/9/2015) REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL (Aprovado pela Resolução CONDEL n o 027/2015, de 2/9/2015) CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Art. 1 o Este Regimento Interno do Conselho Fiscal CONFI estabelece as normas que complementam

Leia mais

PROF. FILINTO BASTOS

PROF. FILINTO BASTOS CONCURSO DE ARTIGOS PROF. FILINTO BASTOS EDITAL I. DISPOSIÇÕES GERAIS 1. O Concurso de Artigos Prof. Filinto Bastos, promovido pela equipe de monitoria da Unidade Damásio Educacional de Feira de Santana,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA Gabinete do Secretário

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA Gabinete do Secretário EDITAL CONCURSO: PRÊMIO SÃO PAULO DE LITERATURA 2016 O Secretário da Cultura, Marcelo Mattos Araujo, torna público que, por um período de 45 (quarenta e cinco) dias, compreendido e entre 29 de março de

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO CONCURSO PLANO DE NEGÓCIOS UNISC CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E DAS DENOMINAÇÕES

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO CONCURSO PLANO DE NEGÓCIOS UNISC CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E DAS DENOMINAÇÕES UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC REGULAMENTO DO CONCURSO PLANO DE NEGÓCIOS UNISC CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E DAS DENOMINAÇÕES Art. 1 O Concurso Plano de Negócios UNISC é um instrumento que tem como

Leia mais

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA STJD ATLETISMO DO BRASIL REGIMENTO INTERNO

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA STJD ATLETISMO DO BRASIL REGIMENTO INTERNO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA STJD ATLETISMO DO BRASIL REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DO SUPERIOR TRIBUNAL Art. 1º. Ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Atletismo do Brasil STJD/AtB, unidade

Leia mais

LEI Nº 3.793 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998

LEI Nº 3.793 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 LEI Nº 3.793 DE 30 DE DEZEMBRO DE 1998 DISPÕE SOBRE APROVAÇÃO DO REGIMENTO INTERNO DAS JUNTAS ADMINISTRATIVAS DE RECURSOS DE INFRAÇÕES JARI DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ MT. O prefeito Municipal de Cuiabá-MT,

Leia mais

NORMAS DO SISTEMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DO CONCEITO

NORMAS DO SISTEMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DO CONCEITO NORMAS DO SISTEMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DO CONCEITO Art. 1º A monitoria é uma atividade acadêmica, no âmbito da graduação, que pretende oferecer ao aluno experiência de iniciação à docência. 1º A monitoria

Leia mais

CÂMARA PORTUGUESA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA DO RIO DE JANEIRO C.N.P.J. 42.519.785/0001-53 ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I

CÂMARA PORTUGUESA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA DO RIO DE JANEIRO C.N.P.J. 42.519.785/0001-53 ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I 1 CÂMARA PORTUGUESA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA DO RIO DE JANEIRO C.N.P.J. 42.519.785/0001-53 ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I Denominação, Sede, Natureza Jurídica, Duração e Fins Artigo 1º A CÂMARA PORTUGUESA DE

Leia mais

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO ESCOLAR E ASSISTÊNCIA SOCIAL REGULAMENTO DO XIV PRÊMIO PMMG DE POESIA / 2012

DIRETORIA DE EDUCAÇÃO ESCOLAR E ASSISTÊNCIA SOCIAL REGULAMENTO DO XIV PRÊMIO PMMG DE POESIA / 2012 DIRETORIA DE EDUCAÇÃO ESCOLAR E ASSISTÊNCIA SOCIAL REGULAMENTO DO XIV PRÊMIO PMMG DE POESIA / 2012 Art. 1º - A Diretoria de Educação Escolar e Assistência Social (DEEAS) será a coordenadora do XIV Prêmio

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Londrina Departamento de Engenharia de Materiais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Londrina Departamento de Engenharia de Materiais Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Londrina Departamento de Engenharia de Materiais Londrina, quarta-feira, 02 de Setembro de 2015 Regulamento do Concurso para Criação

Leia mais

CURSO DE PSICOLOGIA REGIMENTO DO CONCURSO PARA PROFESSOR ÁREA: PSICOLOGIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL

CURSO DE PSICOLOGIA REGIMENTO DO CONCURSO PARA PROFESSOR ÁREA: PSICOLOGIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL CURSO DE PSICOLOGIA REGIMENTO DO CONCURSO PARA PROFESSOR ÁREA: PSICOLOGIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL A COORDENAÇÃO DO CURSO DE PSICOLOGIA, conforme Portaria nº 1100/2012, e o NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE

Leia mais

CONCURSO REDAÇÃO PROJETO MÊS DO MEIO AMBIENTE

CONCURSO REDAÇÃO PROJETO MÊS DO MEIO AMBIENTE CONCURSO REDAÇÃO PROJETO MÊS DO MEIO AMBIENTE 1- DO CONCURSO: a) O Concurso de Redação do Projeto Mês do Meio Ambiente é organizado pelo Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008. Fixa os critérios e procedimentos para a realização de concursos públicos de provas e títulos, destinados ao provimento dos cargos efetivos do

Leia mais

Sociedade Brasileira de Engenharia Naval - SOBENA

Sociedade Brasileira de Engenharia Naval - SOBENA Sociedade Brasileira de Engenharia Naval - SOBENA ESTATUTO SOCIAL CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO E SEDE, FINALIDADES, REPRESENTAÇÕES REGIONAIS E FONTES DE RECURSOS Seção Da Denominação e Sede Art. 1º - A SOCIEDADE

Leia mais

ASSEITE-MT Associação das Empresas de Informática e Telecomunicações de Mato Grosso

ASSEITE-MT Associação das Empresas de Informática e Telecomunicações de Mato Grosso ESTATUTO SOCIAL DA ASSEITE-MT Data de Fundação: 12 de agosto de 1985. ÍNDICE GERAL Capítulo I - Identidade Social... 03 Capítulo II Objetivos... 03 Capítulo III Associados... 04 Capítulo IV Rendas... 07

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL ASSOCIAÇÃO MANTENEDORA DO PROJETO AÇÃO SOCIAL

ESTATUTO SOCIAL ASSOCIAÇÃO MANTENEDORA DO PROJETO AÇÃO SOCIAL ESTATUTO SOCIAL 1 ASSOCIAÇÃO MANTENEDORA DO PROJETO AÇÃO SOCIAL Capítulo I DA DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE E TEMPO DE DURAÇÃO Artigo 1º - Fica constituída a ASSOCIAÇÃO MANTENEDORA DO PROJETO AÇÃO SOCIAL,

Leia mais

PORTARIA MMA Nº 202, DE 07 DE JUNHO DE 2013

PORTARIA MMA Nº 202, DE 07 DE JUNHO DE 2013 PORTARIA MMA Nº 202, DE 07 DE JUNHO DE 2013 A MINISTRA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso de suas atribuições, e tendo em vista o disposto na Lei nº 10.683, de 28 de maio de 2003, Decreto nº 6.101, de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE ARTES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO PPGAU NÍVEL MESTRADO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE ARTES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO PPGAU NÍVEL MESTRADO REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO - TITULO I DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Art. 1 - O Mestrado em Arquitetura e Urbanismo da UFES compreende o conjunto de atividades de ensino,

Leia mais

COMISSÃO DE DESPORTOS DA MARINHA CONCURSO LOGOMARCA DO 49º CAMPEONATO MUNDIAL MILITAR DE ORIENTAÇÃO (WMOC 2016) R E G U L A M E N T O.

COMISSÃO DE DESPORTOS DA MARINHA CONCURSO LOGOMARCA DO 49º CAMPEONATO MUNDIAL MILITAR DE ORIENTAÇÃO (WMOC 2016) R E G U L A M E N T O. COMISSÃO DE DESPORTOS DA MARINHA CONCURSO LOGOMARCA DO 49º CAMPEONATO MUNDIAL MILITAR DE ORIENTAÇÃO (WMOC 2016) R E G U L A M E N T O Capítulo I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO Art. 1º A Comissão de Desportos

Leia mais

EDITAL PROPI Nº 007/2014 - Bolsas de Doutorado e Auxílio Moradia na Modalidade do Novo Programa de Formação Doutoral Docente/CAPES (Novo Prodoutoral)

EDITAL PROPI Nº 007/2014 - Bolsas de Doutorado e Auxílio Moradia na Modalidade do Novo Programa de Formação Doutoral Docente/CAPES (Novo Prodoutoral) EDITAL PROPI Nº 007/2014 - Bolsas de Doutorado e Auxílio Moradia na Modalidade do Novo Programa de Formação Doutoral Docente/CAPES (Novo Prodoutoral) O Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação do Instituto Federal

Leia mais

EDITAL CURTA NASSAU 2016.1

EDITAL CURTA NASSAU 2016.1 EDITAL CURTA NASSAU 20161 A UNINASSAU, por intermédio da COORDENAÇÃO DOS CURSOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, torna pública para conhecimento dos interessados, abertura da edição 20161 do projeto de exibição

Leia mais

ATO DELIBERATIVO 27/2015. O Conselho Deliberativo da Fundação CELESC de Seguridade Social - CELOS, no uso de suas atribuições e,

ATO DELIBERATIVO 27/2015. O Conselho Deliberativo da Fundação CELESC de Seguridade Social - CELOS, no uso de suas atribuições e, ATO DELIBERATIVO 27/2015 O Conselho Deliberativo da Fundação CELESC de Seguridade Social - CELOS, no uso de suas atribuições e, CONSIDERANDO a necessidade de atualizar as disposições do Ato Deliberativo

Leia mais

EDITAL 06/2015 IX ICONCURSO DE REDAÇÃO 1º SEMESTRE DE 2015 CAPÍTULO I DO OBJETO CAPÍTULO II DAS INSCRIÇÕES

EDITAL 06/2015 IX ICONCURSO DE REDAÇÃO 1º SEMESTRE DE 2015 CAPÍTULO I DO OBJETO CAPÍTULO II DAS INSCRIÇÕES ESCOLA DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS ECJS NÚCLEO DE PESQUISA E PRODUÇÃO CIENTÍFICA NPPC Núcleo de Extensão - NEX EDITAL 06/2015 IX ICONCURSO DE REDAÇÃO 1º SEMESTRE DE 2015 CAPÍTULO I DO OBJETO Art. 1º

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013 REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL DA ANABB 2013 (Texto Final Aprovado Reunião Direx, de 8/1/2013) Art. 1 Idealizado pela Associação Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil (ANABB), será realizado o Literatura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016 A Diretora do Colégio de Aplicação da UFRJ, no uso de suas

Leia mais

VIII Concurso de Monografia "Formas de Diversificação de Investimentos Via Mercado de Capitais em Cenário de Redução de Taxa de Juros"

VIII Concurso de Monografia Formas de Diversificação de Investimentos Via Mercado de Capitais em Cenário de Redução de Taxa de Juros VIII Concurso de Monografia "Formas de Diversificação de Investimentos Via Mercado de Capitais em Cenário de Redução de Taxa de Juros" REGULAMENTO O VIII Concurso de Monografia CVM e BOVESPA versará sobre

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Fax (27) 3132 8383 Telefone: (27) 3132-8351 - e-mail: artescenicas@secult.es.gov.br O ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, pessoa jurídica de direito público interno, por intermédio

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 05/2007 REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA - UESB

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 05/2007 REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA - UESB Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Credenciada pelo Decreto Estadual nº 7.344 de 27.05.1998 CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 05/2007 REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS ELEIÇÕES DIRETAS AOS CONSELHOS EXECUTIVO E FISCAL DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB -, EM 26 DE NOVEMBRO DE 2010

REGULAMENTO PARA AS ELEIÇÕES DIRETAS AOS CONSELHOS EXECUTIVO E FISCAL DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB -, EM 26 DE NOVEMBRO DE 2010 REGULAMENTO PARA AS ELEIÇÕES DIRETAS AOS CONSELHOS EXECUTIVO E FISCAL DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB -, EM 26 DE NOVEMBRO DE 2010 0BSEÇÃO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - As eleições

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA Jundiaí/SP REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º. O estágio de prática jurídica supervisionado

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 184 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 184 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO EDITAL Nº 184 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2015 A Diretora do Colégio de Aplicação da UFRJ, no uso de suas

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES)

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES) REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE METODISTA DE SANTA MARIA (FAMES) SANTA MARIA - RS 2014 1 REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIREITO FACULDADE METODISTA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA EDITAL DE CONCURSO PRÊMIO SÃO PAULO DE LITERATURA 2013 O GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO, por intermédio de sua Secretaria da Cultura, com sede na Rua Mauá, 51, Luz, São Paulo SP, representada por seu Secretário,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELA VISTA/MS POLO DE APOIO PRESENCIAL DO SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELA VISTA/MS POLO DE APOIO PRESENCIAL DO SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL CONCURSO CULTURAL PARA ESCOLHA DO SÍMBOLO DO POLO UAB DE BELA VISTA/MS REGULAMENTO GERAL DO CONCURSO E SEU OBJETIVO A coordenadora do polo, no uso de suas atribuições, publica o presente Edital para a

Leia mais

8º CONCURSO ESTADUAL DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2015 REALIZAÇÃO: SEBRAE/SC REGULAMENTO

8º CONCURSO ESTADUAL DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2015 REALIZAÇÃO: SEBRAE/SC REGULAMENTO 8º CONCURSO ESTADUAL DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2015 REALIZAÇÃO: SEBRAE/SC REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O Concurso Estadual de Planos de Negócio para Universitários é uma

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 07/2008 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2008. O DIRETOR DA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS, no uso e gozo de suas atribuições e,

RESOLUÇÃO Nº 07/2008 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2008. O DIRETOR DA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS, no uso e gozo de suas atribuições e, RESOLUÇÃO Nº 07/2008 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2008. Altera o regulamento da Monitoria. O DIRETOR DA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS, no uso e gozo de suas atribuições e, Considerando a necessidade de

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO PRÊMIO MÁRIO PEDROSA MUSEUS, MEMÓRIA E MÍDIA

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO PRÊMIO MÁRIO PEDROSA MUSEUS, MEMÓRIA E MÍDIA EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO PRÊMIO MÁRIO PEDROSA MUSEUS, MEMÓRIA E MÍDIA O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, autarquia federal vinculada ao Ministério da Cultura, por intermédio

Leia mais

RESOLUÇÃO CRCMG Nº 357, DE 18 DE JULHO DE 2014.

RESOLUÇÃO CRCMG Nº 357, DE 18 DE JULHO DE 2014. RESOLUÇÃO CRCMG Nº 357, DE 18 DE JULHO DE 2014. Alterada pela Resolução CRCMG nº 363/2014. Altera o Regulamento Geral das Delegacias Seccionais do CRCMG. O CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DE MINAS GERAIS,

Leia mais

FACULDADE ORÍGENES LESSA FACOL ISEOL - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ORÍGENES LESSA PORTARIA Nº 004 / 2009

FACULDADE ORÍGENES LESSA FACOL ISEOL - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ORÍGENES LESSA PORTARIA Nº 004 / 2009 ASSOCIAÇÃO LENÇOENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA - ALEC FACULDADE ORÍGENES LESSA FACOL ISEOL - INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO ORÍGENES LESSA PORTARIA Nº 004 / 2009 Usando as atribuições que lhe confere o regimento

Leia mais

COOPERATIVA AGROPECUÁRIA FAMILIAR DE CANUDOS, UAUÁ E CURAÇÁ Edital concurso cultural de Literatura de Cordel 7º Festival Regional do Umbu

COOPERATIVA AGROPECUÁRIA FAMILIAR DE CANUDOS, UAUÁ E CURAÇÁ Edital concurso cultural de Literatura de Cordel 7º Festival Regional do Umbu Edital concurso cultural de Literatura de Cordel 7º Festival Regional do Umbu 1. PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO 1.1 A Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (COOPERCUC), promove durante o 7º

Leia mais

FUNDAÇÃO CULTURAL CAPITANIA DAS ARTES PORTARIA nº 041/2014-GP/FUNCARTE DE 03 DE JULHO DE 2014

FUNDAÇÃO CULTURAL CAPITANIA DAS ARTES PORTARIA nº 041/2014-GP/FUNCARTE DE 03 DE JULHO DE 2014 FUNDAÇÃO CULTURAL CAPITANIA DAS ARTES PORTARIA nº 041/2014-GP/FUNCARTE DE 03 DE JULHO DE 2014 O Presidente da Fundação Cultural Capitania das Artes FUNCARTE, no uso de suas atribuições legais e tendo em

Leia mais

ACADEMIA DE POLÍCIA Dr. Coriolano Nogueira Cobra Secretaria de Concursos Públicos Comunicado Processo S nº. 69497/2013 A Academia de Polícia Dr.

ACADEMIA DE POLÍCIA Dr. Coriolano Nogueira Cobra Secretaria de Concursos Públicos Comunicado Processo S nº. 69497/2013 A Academia de Polícia Dr. ACADEMIA DE POLÍCIA Dr. Coriolano Nogueira Cobra Secretaria de Concursos Públicos Comunicado Processo S nº. 69497/2013 A Academia de Polícia Dr. Coriolano Nogueira Cobra, pela Comissão de Seleção de Professor

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL OZIRES SILVA DE EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL OZIRES SILVA DE EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL OZIRES SILVA DE EMPREENDEDORISMO SUSTENTÁVEL I. Natureza do Prêmio 1. O Prêmio Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável é uma iniciativa do Instituto Superior de Administração

Leia mais

PRÊMIO VALE CAPES DE CIÊNCIA E SUSTENTABILIDADE. Edital Nº 1/2016

PRÊMIO VALE CAPES DE CIÊNCIA E SUSTENTABILIDADE. Edital Nº 1/2016 PRÊMIO VALE CAPES DE CIÊNCIA E SUSTENTABILIDADE Edital Nº 1/2016 PROCESSO Nº 23038.005708/2012-77 OBJETO: Premiação de Teses de Doutorado e Dissertações de Mestrado, que tratam sobre Ciência e Sustentabilidade.

Leia mais

CAPÍTULO I - PROPÓSITO E ABRANGÊNCIA

CAPÍTULO I - PROPÓSITO E ABRANGÊNCIA CAPÍTULO I - PROPÓSITO E ABRANGÊNCIA Art. 1º - O presente Código ANBIMA de Regulação e Melhores Práticas para as Atividades Conveniadas ( Código ) estabelece normas relativas à atuação da ANBIMA Associação

Leia mais

REGULAMENTO 6 Prêmio ANTF de Fotografia - 2011

REGULAMENTO 6 Prêmio ANTF de Fotografia - 2011 REGULAMENTO 6 Prêmio ANTF de Fotografia - 2011 1. Objetivo: O 6º Prêmio ANTF de Fotografia tem como objetivo mostrar o desenvolvimento do setor ferroviário de carga brasileiro através de imagens expressivas

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE RESOLUÇÃO CONSUN Nº 009/2012

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE RESOLUÇÃO CONSUN Nº 009/2012 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE RESOLUÇÃO CONSUN Nº 009/2012 Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. Alterada pela

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EDITAL DE ABERTURA PROGRAD Nº 19 DE 26 DE ABRIL DE 2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA VAGA DE SUPORTE TÉCNICO AVA NA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UFGD A PRÓ-REITORA DE ENSINO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional do Ministério Público Diretoria de Estágios e Convênios Acadêmicos EDITAL PARA EXAME

Leia mais

Acompanha o presente Edital o Regulamento do Concurso que contém:

Acompanha o presente Edital o Regulamento do Concurso que contém: COMISSÃO DE SELEÇÃO DE FRASES E CHARGES DO CONCURSO DO Comitê de Mediação e Humanização das Relações de Trabalho na UFOP COMHUR Artigo I. Inscrição: até 20 de outubro de 2010 Prazo de Entrega dos Trabalhos:

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) e revoga as Resoluções CONSEPE nº 09/2013; 10/2014

Leia mais

PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES. Lançamento do PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES 2015

PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES. Lançamento do PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES 2015 PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES Lançamento do PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES 2015 ABRIL/2015 COMISSÃO TÉCNICA: Prêmio Monografia Economista Jairo Simões Econ. Gildásio Santana

Leia mais

DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e,

DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e, DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013 Cria a Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S/A RIOSAÚDE e aprova seu Estatuto. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

PRÊMIO E.M.C. 25 ANOS: UM CAMINHO PARA A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA. TEMA : A TRAJETÓRIA DA E.M.C. NOS SEUS 25 ANOS DE EXISTÊNCIA

PRÊMIO E.M.C. 25 ANOS: UM CAMINHO PARA A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA. TEMA : A TRAJETÓRIA DA E.M.C. NOS SEUS 25 ANOS DE EXISTÊNCIA PRÊMIO E.M.C. 25 ANOS: UM CAMINHO PARA A CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA. TEMA : A TRAJETÓRIA DA E.M.C. NOS SEUS 25 ANOS DE EXISTÊNCIA 1º. CONCURSO LITERÁRIO: CARTAS E POEMAS. REGULAMENTO CAPÍTULO I O PRÊMIO Art.

Leia mais

I CONCURSO DE TCC s 2015

I CONCURSO DE TCC s 2015 I CONCURSO DE TCC s 2015 O I Concurso de TCC s 2015 do CAOG Gestão INNOVARE, é uma proposta de incentivo a pesquisa encampada pela entidade, que visa estimular a produção acadêmica do corpo discente a

Leia mais

Serviço Público Federal Universidade Federal de Goiás Regional Catalão Departamento Editorial EDITAL Nº 001/2014

Serviço Público Federal Universidade Federal de Goiás Regional Catalão Departamento Editorial EDITAL Nº 001/2014 EDITAL Nº 001/2014 CHAMADA PARA APRESENTAÇÃO DE CONTOS E POEMAS 1º CONCURSO NACIONAL DE CONTOS & POEMAS - ANTOLOGIA 2015 Prêmio FLOR DO IPÊ O DEPECAC d o C a m p u s Catalão da e o Departamento de Letras

Leia mais

FACULDADE 7 DE SETEMBRO

FACULDADE 7 DE SETEMBRO FACULDADE 7 DE SETEMBRO SEDE IMPERADOR PROCESSO SELETIVO 2015.2 EDITAL Nº 11/2015 A Faculdade 7 de Setembro (FA7), com base no seu Regimento Interno e nas disposições da legislação em vigor, torna pública,

Leia mais

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS AO I ENCONTRO RONDONIENSE DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS

REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS AO I ENCONTRO RONDONIENSE DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS DATA: 14.10.2015 REGULAMENTO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS AO I ENCONTRO RONDONIENSE DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS O I TECNÓLOGOS, promovido pelo CRA/RO- Conselho Regional de Administração de Rondônia e

Leia mais

Regimento Interno do Programa de Pós-Graduação em. Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais

Regimento Interno do Programa de Pós-Graduação em. Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais Regimento Interno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais I DOS OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO GERAL Art. 1 O Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Minas, Metalúrgica

Leia mais