PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE HISTÓRIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE HISTÓRIA"

Transcrição

1 PROGRAMAÇÃO CURRICULAR DE HISTÓRIA 6 ano 1 volume CONTEÚDOS OBJETIVOS 1.O que é História? Fontes para o estudo da História Escrita da História História e tempo Calendários e relógios também são históricos A História foi dividida em períodos Pré-História História Compreender o conceito de História. Identificar as fontes para o estudo da História. Compreender a importância das fontes para a escrita da História. Compreender o tempo histórico como a principal categoria de estudo da História. Identificar instrumentos de medição do tempo: relógios e calendários. Compreender a periodização clássica da História.

2 2.Grupos humanos da Pré-História Estudo dos grupos préhistóricos Seres humanos e tradições culturais Primeiras comunidades humanas Período Paleolítico Período Neolítico Idade dos Metais Presença de comunidades humanas na América História Compreender a organização dos seres humanos nos diferentes períodos da Pré-História: Paleolítico, Neolítico e Idade dos Metais. Identificar as tradições culturais criadas pelos seres humanos na Pré-História. Compreender os diferentes modos de viver dos primeiros grupos humanos. Compreender e explicar as diferentes possibilidades para a ocupação da América pelos seres humanos. 3.Formação das primeiras cidades Primeiras aldeias Produção de alimentos Relação com a natureza Metais: símbolos de riqueza e poder Das trocas, surgiu o comércio Primeiras cidades Compreender e descrever os processos de organização das primeiras aldeias. Identificar os metais que simbolizaram riqueza e poder. Compreender as situações que favoreceram os primórdios do comércio. Identificar e compreender as situações que levaram ao surgimento das primeiras cidades.

3 4.Primeiras civilizações Crescente Fértil: localização e importância Povos que habitaram a região do Crescente Fértil Sumérios e acadianos Babilônios Assírios Segundo Império Babilônico Povos mesopotâmicos Organização econômica Organização político-social Organização religiosa Legados culturais 5.África Antiga Egito Organização política Organização social Trabalho Religião Conhecimentos desenvolvidos pelos egípcios Reino de Kush Reino de Punt Compreender a importância da Mesopotâmia para o surgimento das grandes civilizações. Identificar e conhecer as primeiras características dos povos mesopotâmicos: sumérios, acadianos, babilônios e assírios. Identificar e compreender como ocorreu o processo de formação desses povos com base em sua organização política, religiosa e social. Compreender os costumes e tradições desses povos. Identificar as invenções e criações, relacionando-as às heranças culturais deixadas por esses povos. Reconhecer a África como o continente que teve uma das maiores civilizações da Antiguidade: o Egito. Identificar e compreender como ocorreu o processo de formação do Egito com base em sua organização política, religiosa e social. Compreender a relação estabelecida entre os egípcios e os demais povos da Antiguidade, tanto na África (reinos de Kush e de Punt), quanto fora dela (hebreus, por exemplo).

4 2 volume 6.Hebreus Origem e organização política Período dos patriarcas Período dos juízes Período dos reis Cisma do povo hebreu Organização econômica e social Religião Legado cultural Compreender como ocorreu a formação do povo hebreu. Identificar as principais características da organização do povo hebreu em seus aspectos político, econômico, social e cultural. Relacionar as características dos hebreus com as dos demais povos da Antiguidade. Compreender a organização da religião dos hebreus e sua herança para as religiões contemporâneas. 7.Fenícia Origem e primeiras cidades Organização política e social Organização econômica Aspectos da vida cultural Religião Escrita Literatura Arquitetura Costumes e tradições Compreender como ocorreu a formação do povo fenício. Identificar as principais características da organização do povo fenício em seus aspectos político, econômico, social e cultural. Relacionar as características dos fenícios com as dos demais povos da Antiguidade. Compreender e identificar seu legado cultural para as sociedades ocidentais.

5 8.Pérsia Organização político-social Organização econômica Aspectos culturais Religião Artes Compreender como ocorreu a formação do povo persa. Identificar as principais características da organização do povo persa em seus aspectos político, econômico, social e cultural. Relacionar as características dos persas com as dos demais povos da Antiguidade. Compreender e identificar seu legado cultural para as sociedades ocidentais. 9.China Antiga Vale do Rio Amarelo China das antigas dinastias China Imperial Religião Compreender como ocorreu a formação do povo chinês. Identificar as principais características da organização do povo chinês em seus aspectos político, econômico, social e cultural. Relacionar as características dos chineses com as dos demais povos da Antiguidade. Compreender e identificar seu legado cultural para as sociedades atuais. 10.Índia Antiga Cultura harapense Vida nas cidades Período Védico Sociedade de castas Religião Compreender como ocorreu a formação do povo hindu. Identificar as principais características da organização do povo hindu em seus aspectos político, econômico, social e cultural. Relacionar as características dos hindus com as dos demais povos da Antiguidade. Compreender e identificar seu legado cultural para as sociedades atuais.

6 3 volume 11.Grécia Antiga Formação da Grécia Antiga Organização política Atenas e Esparta Experiência democrática Conflitos na Grécia Antiga Compreender como ocorreu a formação do povo grego. Identificar as principais características da organização do povo grego em seus aspectos político e social. Relacionar as características entre a organização de Atenas e Esparta. Compreender as razões e os fatos dos conflitos ocorridos entre as cidades-estados gregas e entre elas e outros impérios. 12.Uma sociedade dividida Divisão social e trabalho na Grécia Antiga Escravidão na Grécia Antiga Sociedade grega: mulheres e crianças Vida cotidiana Compreender a organização das sociedades nas cidades-estados gregas e as principais diferenças entre elas. Identificar as principais características da organização dos papéis desempenhados por homens livres e escravizados. Relacionar as características entre a organização das cidades de Atenas e Esparta em relação aos papéis de mulheres e crianças. Compreender aspectos ligados ao cotidiano, como alimentação, moradia, vestuário e lazer.

7 13.Desenvolvimento cultural na Grécia Antiga Religião dos gregos Filosofia A arte da representação Grécia: o universo da arte e da ciência Compreender a relação existente entre a religião e a sociedade na Grécia Antiga. Reconhecer a importância do pensamento filosófico para a explicação dos fenômenos naturais. Identificar as características da arte grega: teatro, arquitetura e escultura. Compreender as relações entre a construção artística e científica dos gregos com a sociedade da Grécia Antiga. 14.Roma Antiga Origens de Roma Desenvolvimento de Roma e nova organização política República: Novo governo! Novas conquistas? Guerras Púnicas Paz e nova administração em Roma Imperadores Compreender os mitos e as explicações históricas para a origem de Roma. Identificar as diferentes organizações sociais de cada período da história romana. Compreender o conceito de República para os romanos. Compreender os motivos que levaram às lutas dos plebeus durante a República. Identificar as características da chamada Pax romana. Compreender as razões que levaram o Império Romano à crise.

8 15.Sociedade romana na Antiguidade Trabalho Escravidão Família Cotidiano das crianças Diversão Compreender as relações de trabalho existentes na sociedade romana antiga. Identificar as diferentes formas de uma pessoa se tornar escravo na Roma Antiga. Compreender as relações familiares e sua importância para a sociedade romana. Compreender o cotidiano das crianças romanas, identificando as diferenças entre o de meninos e meninas. Identificar as diferentes formas de diversão existentes na Roma Antiga e sua relação com a manutenção da estrutura social. 4 volume 16.Cultura romana Religião na Roma Antiga Cristianismo: uma nova religião Desenvolvimento das artes Arquitetura Literatura Urbs romana Herança romana Latim Direito Romano Compreender a organização religiosa da Roma Antiga: deuses, rituais e templos. Compreender as condições sociais do surgimento do cristianismo e sua relação com o poder em Roma. Estabelecer comparações entre a religião romana primitiva e o cristianismo. Compreender o desenvolvimento das artes em Roma, identificando características herdadas de outros povos. Identificar as marcas características da organização da cidade romana: espaços públicos e privados.

9 17.Declínio do Império Romano Povos bárbaros Grupos germânicos e seu modo de viver Chegada dos germanos a Roma Invasões dos povos germânicos Reinos germânicos no Ocidente Compreender a formação da cultura ocidental com base na herança romana, principalmente em relação às línguas e ao Direito. Identificar e reconhecer as principais características dos povos bárbaros que invadiram o Império Romano. Compreender as especificidades dos germanos como uma reunião de vários povos com origem comum que transformaram a organização do Império Romano. Reconhecer as diferentes formas de invasão feitas pelos germanos ao território do Império Romano. Compreender a nova organização social, política e econômica imposta pelos povos germânicos. 18.Império Romano do Oriente: Bizâncio A cidade de Constantinopla Cristianismo e política imperial Constantino e a visão da cruz Cultura bizantina Cisma e criação da Igreja Ortodoxa Grega Conquista do Império Romano do Oriente Compreender a primeira organização do Império Romano do Oriente, ainda como extensão do Ocidente. Identificar as características do cristianismo oriental. Compreender a importância do cristianismo para a união e manutenção do Império Bizantino. Compreender a crise que se estabeleceu no interior da Igreja Cristã e sua divisão em duas partes. Identificar as razões que levaram ao fim o Império Bizantino.

10 19.Expansão do mundo muçulmano Arábia e deserto Maomé e as transformações no mundo árabe Islã e os preceitos religiosos Expansão islâmica Espanha muçulmana Contribuição dos árabes Mulheres no Islã Identificar as características da população árabe antes do islamismo. Compreender as razões que levaram ao nascimento do islamismo e a relação de Maomé com esse momento. Identificar os principais preceitos do islamismo. Compreender como ocorreu a difusão islâmica. Identificar e reconhecer as contribuições dos árabes para as diferentes populações do mundo.

11 7 ano 1 volume CONTEÚDOS OBJETIVOS 1.Europa feudal Reino dos francos Império Carolíngio Organização do Império por Carlos Magno Sociedade feudal Vassalos e suseranos Feudo Religião no Ocidente Medieval europeu Cruzadas 2.Renascimento comercial e urbano Crescimento populacional e desenvolvimento agrícola Renascimento urbano e expansão das atividades comerciais Burgos Cidades e fortalecimento da burguesia Espaços de liberdade e cultura Compreender como ocorreu a formação da Europa feudal a partir da instalação dos reinos germânicos. Identificar as características do Reino dos Francos e do Império Carolíngio. Compreender as relações estabelecidas na sociedade feudal: suserania e vassalagem. Compreender o conceito de feudo. Identificar e compreender a presença e as relações estabelecidas pela Igreja no Ocidente Medieval. Compreender a instituição das Cruzadas como marca da organização medieval. Identificar as razões que levaram ao crescimento populacional e ao desenvolvimento da agricultura na Idade Média. Compreender os fatores que levaram à reorganização das cidades no final da Idade Média. Estabelecer relações entre o renascimento comercial e o urbano. Compreender o espaço urbano como aquele que traz modificações para a vida cotidiana da população europeia. Identificar as características da vida cotidiana e cultural da Idade Média, relacionadas ao papel da mulher e da família e à produção da arte (música, literatura, pintura, arquitetura, etc.)

12 3.Crise do sistema feudal Crise no campo e fome Peste Negra Enfraquecimento da Igreja Guerras e revoltas Revoltas no campo e nas cidades Guerra dos Cem Anos Fim de uma era Conceito de Idade Moderna Compreender que fatores, como a crise no campo, a fome e as pestes foram significativas para levar ao fim o sistema feudal. Relacionar o enfraquecimento do papel da Igreja na sociedade medieval ao fortalecimento do poder real. Compreender os fatores que levaram à disseminação da Peste Negra e como as pessoas do período a compreendiam. Identificar os fatores que levaram à construção do conceito de Idade Moderna. 4.Formação do Estado Nacional Moderno Principais características da Europa moderna A formação dos Estados Nacionais e o absolutismo Teóricos do absolutismo Principais características dos Estados Nacionais Modernos Processo de centralização política na Europa Ocidental Inglaterra, França, Espanha, Portugal e Sacro Império Romano-Germânico Identificar as características principais do período conhecido por Idade Moderna. Compreender os processos que levaram à formação dos Estados Nacionais na Europa. Relacionar as ideias dos teóricos absolutistas ao processo de centralização dos Estados Nacionais. Identificar as particularidades do processo de formação da Inglaterra, da França, da Espanha, de Portugal e do Sacro Império Romano-Germânico.

13 5.Renascimento Humanismo origem da cultura renascentista Península Itálica berço do Renascimento Fases do Renascimento na Península Itálica Renascimento científico Expansão do Renascimento na Europa Filosofia, literatura e teatro renascentistas Compreender as características do Humanismo em contraposição às ideias filosóficas e religiosas da Idade Média. Reconhecer a importância e o significado da Península Itálica como local de surgimento e difusão do Renascimento. Identificar as características das três fases do Renascimento italiano. Compreender como aconteceu a expansão do Renascimento pela Europa. Identificar os principais pintores, escultores, literatos e cientistas do Renascimento.

14 2 volume 6.Reformas religiosas Causas da Reforma Políticas Econômicas Morais e religiosas Mudança de consciência e inovações técnicas Precursores da Reforma Reforma na Alemanha Martinho Lutero Reforma na França e na Suíça Reforma na Inglaterra Contrarreforma: Reforma da Igreja Católica Instrumentos da Contrarreforma Identificar as características da sociedade europeia do final da Idade Média em sua relação com a Igreja Católica. Estabelecer relações entre essas características e as ações praticadas pelos membros da Igreja. Compreender as razões que levaram alguns membros da Igreja a se revoltarem contra ela. Identificar as características das igrejas que surgem na Alemanha, na França, na Suíça e na Inglaterra. Compreender as razões que levaram a Igreja Católica a empreender a Contrarreforma. Identificar os instrumentos utilizados pela Igreja Católica para combater o avanço das demais igrejas cristãs. Compreender como funcionavam esses instrumentos.

15 7.Mercantilismo e expansão marítima Mercantilismo: política econômica dos Estados Nacionais Modernos Contexto das Grandes Navegações Comércio com o Oriente Queda de Constantinopla Viagens Pioneirismo português Viagens espanholas Expansão marítima inglesa, francesa e holandesa Mundo dividido entre portugueses e espanhóis Identificar as principais características do mercantilismo. Compreender as transformações causadas no início da Idade Moderna em função do Mercantilismo. Estabelecer relação entre o Mercantilismo e o contexto das Grandes Navegações. Compreender a importância do Mar Mediterrâneo para o comércio do período e os desafios superados para a realização das viagens oceânicas. Identificar as especificidades das expansões marítimas portuguesa, espanhola, inglesa, francesa e holandesa. Compreender a função e o significado dos tratados firmados entre Portugal e Espanha para a divisão das terras encontradas e por descobrir. 8.Exploração do litoral africano pelos portugueses África Árabe África Atlântica Povos da África Atlântica Identificar as razões que levaram os europeus a buscar outros caminhos para as Índias, evitando o Mar Mediterrâneo. Compreender as especificidades que caracterizam o norte da África como árabe. Compreender o significado da expressão África Atlântica. Identificar algumas características dos povos que faziam parte da África Atlântica nos séculos XV e XVI.

16 9.Conquista e colonização da América Organização administrativa e política na América portuguesa Colonização do Brasil Ocupação da Colônia Capitanias Hereditárias Governo-Geral Presença dos jesuítas Invasões francesas Invasões holandesas Identificar as razões que levaram os europeus a buscar novas terras para além do Oceano Atlântico. Reconhecer as diferenças e semelhanças entre as organizações dos diferentes povos pré-colombianos na América. Estabelecer relações entre as formas de conquista dos astecas e dos incas, bem como seus processos de resistência. Compreender os objetivos da política mercantilista colonial e sua implantação pelas diferentes nações que haviam se organizado na Europa. Identificar as diferenças e semelhanças do processo de colonização feito pela Espanha, Inglaterra, França e Holanda. 10.Povos indígenas do Brasil Muitas línguas, muitas histórias Indígenas do passado e do presente Moradias Cotidiano Indígenas e o Brasil atual Indígenas e as lutas por seus direitos A questão das terras 3 volume Identificar os vários troncos linguísticos que reúnem diversos povos indígenas no Brasil. Compreender o fato de que os povos indígenas são diferentes entre si em diversos aspectos: na construção de suas aldeias, na língua falada, na religião, nos costumes, etc. Identificar as semelhanças no modo de viver das populações indígenas do passado e da atualidade, bem como suas transformações. Compreender a realidade atual dos povos indígenas no que se refere à luta por direitos e pela demarcação de terras.

17 11.Conquista e colonização da América portuguesa Organização administrativa e política na América portuguesa Colonização do Brasil Ocupação da Colônia Capitanias Hereditárias Governo-Geral Presença dos jesuítas Invasões francesas Invasões holandesas Identificar as razões que levaram os portugueses a tomar posse e, depois, ocupar as terras por eles encontradas. Compreender como aconteceu o início do processo de colonização do Brasil no contexto do mercantilismo. Identificar as principais características das formas de colonização usadas no Brasil: Capitanias Hereditárias e Governo-Geral. Compreender a importância da existência do pau-brasil e sua exploração pelos portugueses para a definitiva posse das terras pelo governo português. Relacionar as invasões estrangeiras com os interesses pelas riquezas da terra. 12.Sociedade açucareira no Brasil Colonial Chance de lucros: o açúcar Cultura da cana-de-açúcar Engenho colonial: uma unidade produtora Comércio triangular Identificar as relações entre a produção açucareira no Brasil e as intenções mercantilistas de Portugal e das demais nações europeias que invadiram a Colônia. Compreender a instalação dos engenhos de cana-deaçúcar dentro dos interesses mercantilistas. Compreender como era organizado o trabalho no engenho de cana-de-açúcar. Compreender como acontecia o comércio triangular.

18 13.Sociedade, trabalho e cultura no Brasil Colonial Patriarca, esposa e filhos A decisão de utilizar a mão de obra escrava Captura Viagem Chegada dos africanos ao Brasil Escravos de família: criados da casa e da produção Identificar os diferentes grupos que organizavam a sociedade colonial. Compreender as razões e as formas como foi introduzido o trabalho escravo na Colônia. Compreender a organização da vida em um engenho de cana-de-açúcar: produção e trabalho. Compreender como aconteceu a imposição do trabalho aos africanos escravizados e as diversas formas de resistência por eles executadas. 4 volume 14.Expansão para o interior no Brasil Colonial O Brasil sendo desbravado Bandeiras Quem eram os bandeirantes? Tropeirismo Sociedade dos criadores de gado Identificar as razões que levaram os colonos a se lançarem à conquista do interior da Colônia. Compreender a organização das Bandeiras e do tropeirismo e como se estabeleceram. Compreender como as pessoas que participavam das bandeiras e das tropas viviam o seu cotidiano na relação com o espaço (caminhos a serem abertos, vilas fundadas, etc.) e com as demais pessoas (povos indígenas encontrados, pessoas escravizadas que chegavam do litoral da Colônia ou da África). Compreender as razões para a diversidade social que se estabeleceu na sociedade mineradora. Relacionar a importância dos criadores de gado para a manutenção da vida na sociedade mineradora.

19 15.Mineração no Brasil Colonial Busca pelo ouro Sociedade mineradora Cobrança dos impostos Destino do ouro Identificar os desafios enfrentados pelos colonos na busca pelo ouro. Compreender como a sociedade mineradora se organizou e as diferenças entre ela e a sociedade açucareira. Compreender a política de cobrança de impostos sobre o ouro imposta por Portugal. Analisar como o ouro encontrado na Colônia foi utilizado. 16.Revoltas do Período Colonial Rígida cobrança dos impostos Revolta nas regiões das minas Revolta contra o domínio português Revolta de Beckman Guerra dos Emboabas Guerra dos Mascates Revolta de Filipe dos Santos Identificar as razões que levaram os colonos a se revoltarem contra a Metrópole, tanto aqueles que viviam em torno da produção açucareiras quanto os que viviam na sociedade mineradora; Compreender as razões e o processo ocorrido nas revoltas ou guerras do Período Colonial: Revolta de Beckman, Guerra dos Emboabas, Guerra dos Mascates e Revolta de Filipe dos Santos; Compreender a situação das pessoas escravizadas na sociedade mineradora e como organizaram uma forma de resistência: os quilombos.

20 CONTEÚDOS 8 ano 1 volume OBJETIVOS 1.Revoluções Inglesas Antecedentes políticos na Inglaterra Contexto inglês no século XVII Plano econômico e social: Revolução Comercial Plano político Planos ideológico e religioso Revolução Puritana República de Cromwell Revolução Gloriosa Analisar o contexto histórico em que ocorreram as Revoluções Inglesas. Compreender o processo da Revolução Puritana, conhecido também como Guerra Civil ( ). Entender a República Puritana de Cromwell ( ). Apreender os motivos da restauração da monarquia ( ). Compreender o processo da Revolução Gloriosa de 1688.

21 2.Revolução Industrial Breve história do trabalho Pioneirismo inglês Burguesia inglesa e capitalismo Condições favoráveis da Inglaterra Revolução Industrial na prática Inglaterra: oficina do mundo Fábricas Trabalhadores Cidades 3.Iluminismo Ciência e razão Principais pensadores Francis Bacon ( ) John Locke ( ) Montesquieu ( ) Voltaire ( ) Rousseau ( ) Propagação das ideias Liberalismo econômico Déspotas esclarecidos Relacionar o início do processo de industrialização com o aumento da prática de cercamentos e o pioneirismo da Inglaterra. Analisar o desenvolvimento de novas técnicas de produção, transformando a Inglaterra na oficina do mundo. Entender os desdobramentos da Revolução Industrial. Conhecer a transformação ocorrida na sociedade com o advento da indústria. Compreender o movimento filosófico conhecido como Iluminismo. Conhecer os principais pensadores do Iluminismo, como John Locke, Montesquieu, Voltaire e Rousseau. Compreender a origem do liberalismo econômico. Conhecer algumas obras escritas naquele período, como a Enciclopédia. Identificar os reis absolutistas que adotaram as ideias iluministas e ficaram conhecidos como déspotas esclarecidos.

22 4.Revolução Francesa Contexto da sociedade francesa no século XVIII Sociedade Processo revolucionário Assembleia Nacional Constituinte ( ) Convenção Relembrar o conceito de Antigo Regime na França. Relacionar o perfil político e socioeconômico da França no século XVIII com o movimento revolucionário. Compreender o que foram os Estados Gerais e as mudanças ocorridas no processo político. Identificar a participação do Terceiro Estado no fomento da revolução. Conhecer as fases da Revolução Francesa: Assembleia Nacional, Monarquia Constitucional, Convenção Republicana. 2 volume 5.Período napoleônico Diretório Consulado Império de Napoleão Bloqueio Continental Resistência ao domínio napoleônico Guerras Napoleônicas Governo dos Cem Dias Congresso de Viena Realizar um balanço do processo revolucionário francês com a ascensão de Napoleão Bonaparte. Conhecer os períodos de governo denominados Diretório ( ) e Consulado ( ). Analisar o império de Napoleão Bonaparte. Entender a estratégia de consolidação do poder francês ao decretar o Bloqueio Continental e realizar conflitos para a expansão territorial. Apreender a ocorrência da resistência ao poder napoleônico.

23 6.Independência da América inglesa Antecedentes históricos Treze Colônias Organização social nas Treze Colônias Locke e o processo de independência Processo de independência Guerra dos Sete Anos Novas leis e impostos Lutas pela independência Uma república na América Retomar os antecedentes históricos do processo de independência das Treze Colônias. Conhecer as mudanças na política da metrópole inglesa com relação às colônias da América. Compreender o processo de luta pela independência. Analisar a Declaração de Independência dos Estados Unidos. Apreender sobre a formação do primeiro governo republicano na América. 7.As Independências na América espanhola Contexto histórico Colônias espanholas no início do século XIX Processos de independência Elites e processo de independência Líderes da independência Contextos de México, Peru e Haiti Conhecer o processo de emancipação das colônias latino-americanas. Estabelecer relações entre os diferentes processos de emancipação das colônias na América. Perceber a influência do poder de Napoleão Bonaparte na América. Conhecer um pouco sobre a sociedade colonial dessa região. Compreender os processos de emancipação de México, Peru e Haiti.

24 8.Brasil: Processo de independência Lutas no século XVIII Inconfidência Mineira Conjura Baiana Corte portuguesa em terras brasileiras Modernização do Brasil Artistas, cientistas e acadêmicos Passos da Independência Revolução de 1817 Revolução do Porto Apontar os interesses divergentes existentes na sociedade colonial. Relacionar o movimento iluminista com o processo de emancipação no Brasil, com a análise da Inconfidência Mineira (1789) e a Conjuração dos Alfaiates (1798). Indicar o descontentamento de brasileiros e portugueses com o rumo da economia do Brasil Colonial. Perceber o significado da Revolução Pernambucana de 1817 e da Revolução Liberal do Porto para a emancipação. Compreender o processo de independência ocorrido em volume 9.Brasil: Primeiro Reinado e regências Primeiro Reinado Revoltas internas Assembleia Constituinte Confederação do Equador Crise e abdicação Período Regencial Revoltas Regenciais Maioridade de Pedro de Alcântara Constatar a importância das modificações políticas ocorridas no período do Primeiro Reinado e no período Regencial. Conhecer as principais determinações da primeira Carta Magna do Brasil, a Constituição de Identificar a diferença entre governo centralizado e descentralizado. Estabelecer relações entre a conjuntura política do Brasil e os motivos da abdicação de D. Pedro I. Conhecer as características do Período Regencial com as Regências Trinas e Una. Compreender os objetivos das diferentes revoltas ocorridas no Período Regencial.

25 10.Estados Unidos no século XIX Expansão territorial Encontro com os indígenas Guerra de Secessão Vitória do Norte Consequências da guerra 11.Ideologias do século XIX na Europa Liberalismo como ideologia Socialismo Socialismo utópico Socialismo científico Anarquismo Analisar a história dos Estados Unidos no contexto do século XIX. Conhecer o processo de expansão territorial com a Marcha para o Oeste. Relacionar as características das regiões Norte e Sul estadunidenses com a Guerra de Secessão. Analisar os antecedentes aristocráticos no contexto histórico das ideologias do século XIX. Interpretar o conceito de liberalismo como ideologia. Conhecer outras ideologias surgidas no século XIX: socialismo e anarquismo.

26 12.Movimentos do século XIX na Europa Congresso de Viena Movimento operário Revoluções de 1830 e : concretização do sonho burguês 1848: burguesia versus proletariado Unificação da Itália e da Alemanha Caso italiano Caso alemão Identificar a influência do Congresso de Viena no processo de restauração monárquica e revolução. Conhecer as revoluções ocorridas em 1830 e Analisar os processos de unificação dos atuais territórios da Alemanha e da Itália. 4 volume 13.Brasil: Segundo Reinado O Brasil e o café no mundo Processo de abolição da escravatura Imigração Guerra do Paraguai Questões platinas O conflito Primórdios da industrialização brasileira Conhecer eventos ocorridos no período do Segundo Reinado, sobretudo no contexto nacional. Relacionar o contexto do século XIX com o fim da escravidão no Brasil. Constatar o fortalecimento da cultura brasileira do café no mundo. Identificar os primórdios da industrialização brasileira. Compreender o que foi a Guerra do Paraguai.

27 14.Industrialização no século XIX Segunda Revolução Industrial Tecnologias de comunicação e de transporte Crescimento do mercado Surgimento de uma sociedade de consumo Imperialismo dos Estados Unidos Era Meiji 15.Imperialismo na África e na Ásia Corrida imperialista Ciência no século XIX Partilha da África Conferência de Berlim Resistência africana Guerra dos Bôeres Partilha da Ásia Índia: a joia da Coroa inglesa Revolta dos Cipaios China Guerra dos Boxers Relacionar as transformações dos processos industriais ocorridos na Primeira e na Segunda Revolução Industrial. Conhecer as tecnologias de comunicação e de transporte surgidas no final do século XIX. Compreender o porquê da busca por novos mercados. Perceber o surgimento de uma sociedade de consumo. Conhecer a abertura cultural do Japão e sua revolução industrial durante o século XIX. Conhecer o conceito de imperialismo. Identificar aspectos que podem explicar a origem das desigualdades sociais e econômicas da atualidade. Conhecer os objetivos das potências, sobretudo, europeias, em desenvolver essa política.

28 9 ano 1 volume CONTEÚDOS OBJETIVOS 1.Brasil: República da Espada Queda do Império Estabelecimento da Primeira República Constituição de 1891 Crise do Encilhamento Governos dos marechais Marechal Deodoro da Fonseca Marechal Floriano Peixoto Resgatar e analisar as principais características da crise do Segundo Reinado, que possibilitou a implantação da Primeira República no Brasil. Identificar as principais características da organização da política, da economia e da sociedade brasileira durante os primeiros anos de República. Relacionar a situação econômica brasileira do fim do século XIX e início do século XX com a crise ocorrida durante o Segundo Reinado. Conhecer e analisar os motivos que levaram os presidentes Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto a enfrentarem revoltas durante os seus mandatos.

29 2.Brasil: República Oligárquica Política dos Governadores e coronelismo República do Café com Leite Movimentos sociais rurais Contestado Cangaço Canudos Sedição de Juazeiro Movimentos sociais urbanos Revolta da Vacina Revolta da Chibata Tenentismo Greve geral de 1917 Arte, cultura e sociedade Semana de Arte Moderna Analisar e compreender a máquina eleitoral que se estabeleceu durante a República Oligárquica nos níveis municipal, estadual e federal. Identificar os principais movimentos sociais que ocorreram durante a República Oligárquica nos meios rural e urbano, estabelecendo-se relações com as condições de vida da maioria da população brasileira. Conhecer o contexto social brasileiro do início do século XX no período da chamada La Belle Époque. Conhecer os efeitos do processo de reurbanização do Rio de Janeiro pelo prefeito Pereira Passos, destacando-se as consequências para a população humilde que habitava os cortiços do centro do Rio de Janeiro. Reconhecer a importância da Semana de Arte Moderna para a cultura brasileira.

30 3.Revolução Russa Rússia no início do século XX Oposição à monarquia czarista Partidos políticos O ano de 1905 Movimento revolucionário Revolução de Fevereiro de 1917 Revolução de Outubro de 1917 Guerra Civil e Comunismo deguerra Nova Política Econômica (NEP) e Planos Quinquenais Formação da URSS Disputas entre Trotski e Stalin Analisar a situação geral da Rússia no final do século XIX e início do século XX, enfatizando-se a organização política e suas implicações para a economia e a sociedade russas. Identificar os principais partidos políticos que passaram a fazer oposição ao governo czarista, destacando-se as ideologias defendidas por cada um deles. Compreender as duas fases do processo revolucionário que teve início no ano de Analisar o contexto em que teve início a guerra civil travada entre o Exército Branco e o Exército Vermelho. Analisar os planos econômicos estabelecidos após o início do processo revolucionário, destacando-se os objetivos de cada um deles. Relacionar a morte de Lenin às disputas travadas entre Trotski e Stalin pelo poder, destacando-se os rumos tomados pela política russa após 1924.

31 4.O início do século XX e a Grande Guerra La Belle Époque Europa: fatores que levaram ao conflito Deflagração e etapas do conflito Crise nos Bálcãs Guerra de Movimentos Guerra de Trincheiras O ano de 1917 Armistício e acordos de paz Arte, cultura e sociedade A geração perdida Mulher e mundo do trabalho Conhecer as principais características de La Belle Époque. Identificar os principais fatores que levaram à eclosão da Grande Guerra em Identificar as principais alianças. Conhecer as diferentes fases do conflito e suas principais características. Analisar a importância da saída da Rússia e da entrada dos Estados Unidos no conflito, em Identificar as implicações das determinações estabelecidas pelos vencedores nos acordos de paz. Identificar as mudanças ocorridas na sociedade, fruto da Grande Guerra. 2 volume 5.Período entreguerras: regimes totalitários Fascismo Nazismo Salazarismo Franquismo: Guerra Civil Espanhola Resgatar e analisar a situação geral da Europa após o fim da Grande Guerra ( ). Identificar as principais características dos partidos políticos de direita, de esquerda, de extrema direita e de extrema esquerda. Relacionar as determinações presentes nos acordos de paz assinados ao final da Grande Guerra e a situação econômica da Alemanha. Conhecer e analisar as principais características dos líderes fascistas, salientando-se seus principais objetivos.

32 6.Período entreguerras: Crise de 1929 Economia estadunidense no pós-guerra 1929: constatação da crise A Grande Depressão nos Estados Unidos New Deal Efeitos da crise pelo mundo Europa Brasil Relacionar as vitórias conquistadas pelos Estados Unidos na Grande Guerra à euforia econômica vivida pelos estadunidenses na década de Identificar os principais elementos que levaram à Crise de 1929 e compreender que uma crise econômica não ocorre de um dia para o outro; porém, esta é constatada pela população quando toda a economia entra em colapso. Identificar os efeitos causados pela crise em vários segmentos da população, destacando-se o desemprego, a fome e o aumento da atuação dos denominados gângsteres. Conhecer as principais diretrizes do New Deal, plano colocado em prática pelo presidente Franklin Delano Roosevelt. Reconhecer os efeitos da crise, iniciada nos Estados Unidos, em países europeus que estavam se reerguendo da destruição causada pela Grande Guerra, bem como no Brasil.

33 7.Brasil: República Nova Revolução de 1930 Governo Provisório Conselho Nacional do Café Revolução Constitucionalista Código Eleitoral de 1932 Constituição de 1934 Governo Constitucional Ação Integralista Brasileira (AIB) Aliança Nacional Libertadora (ANL) Plano Cohen Governo ditatorial (Estado Novo) Constituição de 1937 Hora do Brasil e Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) Brasil na Segunda Guerra Mundial Renúncia de Vargas Arte, cultura e sociedade Analisar a situação política e econômica que levou a política do café com leite ao fim. Identificar os principais partidos políticos que atuavam no Brasil no fim da década de 1920 e suas atuações para a ocorrência da Revolução de Compreender as fases de governo em que podemos dividir os 15 anos em que Getúlio Vargas permaneceu no poder, destacando as principais características de cada uma delas. Conhecer e diferenciar as ideologias da Ação Integralista Brasileira e da Aliança Nacional Libertadora, destacando a atuação das duas agremiações durante o governo Vargas. Conhecer, analisar e reconhecer as diferenças entre as constituições de 1934 e Relacionar a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial ao movimento que exigia a saída de Getúlio Vargas da presidência. Conhecer as principais características da sociedade brasileira do período.

34 8.Segunda Guerra Mundial Europa: ascensão dos governos totalitários Política expansionista dos governos fascistas A União Soviética de Stalin Os Estados Unidos de Roosevelt Deflagração e etapas do conflito Invasão da Polônia Frente Ocidental Frente Oriental O ano de 1941 Armistício na Europa Guerra no Pacífico Nova Ordem Mundial Relacionar a conjuntura do Período entreguerras com a eclosão da Segunda Guerra Mundial. Identificar os principais fatores que levaram à eclosão da Segunda Guerra Mundial em Identificar os principais grupos de contendores e os objetivos que uniram esses países e fizeram com que formassem alianças. Conhecer as diferentes fases do conflito e suas principais características. Analisar a importância da entrada da União Soviética e dos Estados Unidos no conflito, em Reconhecer a importância da utilização de armas nucleares no fim do conflito, destacando-se seu poder de destruição e a ameaça para as gerações futuras. Identificar as implicações das determinações estabelecidas pelos vencedores nos acordos de paz e o início da bipolarização mundial e da Guerra Fria. Identificar as mudanças ocorridas na sociedade, fruto da Segunda Guerra Mundial.

35 3 volume 9.O mundo após a Segunda Guerra Mundial Guerra Fria e bipolarização mundial Plano Marshall e Comecon Otan e Pacto de Varsóvia Corridas armamentista e espacial Divisão da Alemanha Arte, cultura e sociedade Resgatar e analisar a situação geral da Europa após a Segunda Guerra Mundial, destacando a posição de lideranças dos Estados Unidos e da União Soviética na Nova Ordem Mundial. Conhecer e analisar as principais características da Guerra Fria, bem como os motivos que levaram o conflito a ser assim denominado. Identificar os principais instrumentos, estratégias e alianças criadas por Estados Unidos e União Soviética. Estudar a divisão da Alemanha em quatro zonas de influência após a Segunda Guerra Mundial e os desdobramentos que levaram à formação de duas Alemanhas. Identificar a divisão da Alemanha e a construção do Muro de Berlim como símbolos da Guerra Fria. Conhecer as principais manifestações artísticas do período relacionando-a à conjuntura mundial e às sociedades nas quais foram produzidas.

36 10.Populismo e ditaduras na América Latina Populismo México Argentina Ditaduras Argentina Chile Uruguai e Paraguai Cuba Compreender as definições de populismo e ditadura. Identificar as principais características dos governos populistas na América Latina. Estudar os governos populistas no México e na Argentina, identificando as características comuns entre eles. Identificar as principais características dos governos ditatoriais na América Latina. Estudar os governos ditatoriais na Argentina, no Chile, no Uruguai, no Paraguai e em Cuba, identificando as características comuns entre eles.

37 11.Brasil: Populismo Alinhamento com os Estados Unidos Constituição de 1946 Governos populistas Nacionalismo e trabalhismo Desenvolvimentismo Arte, cultura e sociedade Construção de Brasília Estabelecer relação entre o conceito de populismo estudado na unidade anterior e o período denominado de populismo na República brasileira. Reconhecer a aproximação dos governos brasileiros com os Estados Unidos e as implicações de tais alianças em uma época de Guerra Fria. Analisar a conjuntura política e social do Brasil no período em que a Constituição de 1946 foi promulgada, destacando a necessidade de uma nova carta constitucional. Conhecer os presidentes que governaram o Brasil de 1946 a 1964, reconhecendo as principais realizações e os principais episódios de cada gestão. Destacar a importância do nacionalismo e do desenvolvimentismo durante o período populista de nossa República. Relacionar a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial à renúncia de Getúlio Vargas do poder. Conhecer as principais características da sociedade brasileira do período, destacando as produções artísticas.

38 12.Brasil: golpe e Ditadura Militar Golpe militar Militares no poder Constituição de 1967 Milagre econômico Arte, cultura e sociedade Retomar os últimos governos do período denominado populismo da República brasileira, destacando os elementos que contribuíram para o Golpe de Conhecer os principais acontecimentos que fizeram parte da tomada do poder pelos militares. Identificar os militares que assumiram a Presidência da República, destacando as principais características de cada gestão. Analisar os atos institucionais e a Constituição de 1967, destacando a centralização do poder político e a falta de liberdade de expressão. Analisar as principais determinações econômicas que foram denominadas de milagre econômico. Conhecer as principais características da sociedade brasileira do período, destacando as produções artísticas.

39 13.Tensões e conflitos no Oriente Médio Questão Palestina e Estado de Israel Questão Libanesa Afeganistão Irã, Iraque e Guerra do Golfo Invasão do Iraque Retomar o histórico da região anteriormente estudado nas histórias Antiga e Medieval. Identificar a importância geográfica e estratégica da região. Identificar as origens da Questão Palestina, destacando a importância do Movimento Sionista, do holocausto e do final da Segunda Guerra Mundial para a criação do Estado de Israel. Estabelecer relação entre a Guerra Civil no Líbano e as guerras travadas entre palestinos e israelenses, destacando a formação étnica e religiosa da população libanesa. Analisar a invasão do Afeganistão pelas tropas soviéticas em 1978 e as consequências para a população afegã. Analisar a invasão do Afeganistão pelas tropas da Coalização após os atentados de 11 de setembro de Identificar as raízes da guerra entre Irã e Iraque na década de 1980 e a ampliação dos conflitos com a participação de outras potências. Identificar a conjuntura mundial no início do século XXI, destacando o terrorismo internacional relacionado às ações militares de potências ocidentais no Oriente Médio.

40 4 volume 14.Descolonização da África e da Ásia Conferência de Bandung Descolonização da África Argélia Angola Congo Descolonização da Ásia Índia China Vietnã Resgatar e analisar a situação geral da Europa após a Segunda Guerra Mundial, destacando a crise vivida pelas potências europeias, detentoras de grandes impérios coloniais. Compreender a importância da Conferência de Bandung para o processo de independência de várias colônias em relação às suas metrópoles e em relação às pressões estadunidenses e soviéticas. Identificar alguns dos processos de emancipação na África (Argélia, Angola e Congo) e na Ásia (Índia, China e Vietnã), destacando os pontos comuns e suas particularidades. Identificar as marcas deixadas pelo período de exploração colonial e pelos processos de emancipação recentes em cada um dos casos estudados. 15.Crise do modelo socialista soviético Fim da URSS Perestroika e glasnost Divergências políticas no Leste Europeu Reunificação da Alemanha Tchecoslováquia Revolução de Veludo Guerra Civil na Iugoslávia Resgatar a situação da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas após a Segunda Guerra Mundial e durante a Guerra Fria. Analisar a conjuntura soviética que levou Mikhail Gorbatchev, em 1986, a promover o conjunto de reformas que receberam as denominações perestroika e glasnost. Identificar os reflexos da perestroika e da glasnost na União Soviética, no mundo de maneira geral e, especialmente, nos países do bloco socialista. Estudar o processo de unificação da Alemanha, a separação da Tchecoslováquia e a longa Guerra Civil na Iugoslávia.

41 16.Brasil: Nova República Abertura política e processo de redemocratização Diretas Já Constituição de 1988 Eleição de 1989 e Impeachment Brasil no século XXI Arte, cultura e sociedade Resgatar os últimos anos da Ditadura Militar, estabelecendo relações entre a crise política e econômica e as campanhas pela redemocratização do país. Reconhecer as medidas tomadas pelos governos de Ernesto Geisel e João Baptista Figueiredo para diminuir a repressão e conduzir o país à democracia, destacando a oposição dos militares da chamada linha dura a todo esse processo. Analisar a conjuntura política e social do Brasil durante o período da Nova República, destacando a crise econômica e a instabilidade política ocorridas durante o governo Sarney. Conhecer as promessas de campanha de Fernando Collor de Mello e as denúncias que levaram ao impeachment do ex-presidente. Destacar a implantação do Plano Real e a estabilidade econômica do Brasil. Reconhecer a necessidade de melhorar a distribuição de renda e promover maior igualdade e justiça social no Brasil.

42 17.Neoliberalismo e globalização Neoliberalismo Globalização Comércio exterior e relações na América Latina Novas tecnologias de informação e Comunicação Trabalhar os conceitos de neoliberalismo e globalização. Conhecer as principais características do neoliberalismo e os impactos para as sociedades nas quais ele foi transformado em política de governo. Identificar o processo de globalização da economia, destacando sua importância no último século. Analisar os impactos das transformações econômicas ocorridas em esfera mundial para as grandes potências que atualmente vivem o deslocamento de seus parques industriais para países como China, Índia, Vietnã e Brasil. Compreender os impactos da conjuntura mundial para os países latino-americanos. Reconhecer a importância das novas tecnologias da informação para o mundo atual.

FAÇA HISTÓRIA. Prof. Iair Grinschpun - Grupo de Estudos. www.grupodehistoria.com.br ANTIGUIDADE ORIENTAL ANTIGUIDADE OCIDENTAL OU CLÁSSICA

FAÇA HISTÓRIA. Prof. Iair Grinschpun - Grupo de Estudos. www.grupodehistoria.com.br ANTIGUIDADE ORIENTAL ANTIGUIDADE OCIDENTAL OU CLÁSSICA ANTIGUIDADE ORIENTAL Crescente Fértil; Modo de produção asiático; Mesopotâmia Iraque, Rios Tibre e Eufrates Egito Rio Nilo Fenícios Líbano, comércio e navegação, alfabeto Hebreus Israel, Rio Jordão, monoteísmo,

Leia mais

HISTÓRIA - 6º AO 9º ANO

HISTÓRIA - 6º AO 9º ANO A FORMAÇÃO DO CURRÍCULO DA REDE O solicitou-nos uma base para colocar em discussão com os professores de história da rede de São Roque. O ponto de partida foi a grade curricular formulada em 2008 pelos

Leia mais

HISTÓRIA. Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses da Coluna B, de cima para baixo.

HISTÓRIA. Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses da Coluna B, de cima para baixo. HISTÓRIA 37 Associe as civilizações da Antigüidade Oriental, listadas na Coluna A, às características políticas que as identificam, indicadas na Coluna B. 1 2 3 4 COLUNA A Mesopotâmica Fenícia Egípcia

Leia mais

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo de Referência da Rede Estadual de Educação de GOIÁs. História Oficina de História

Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo de Referência da Rede Estadual de Educação de GOIÁs. História Oficina de História Apontamentos das obras LeYa em relação ao Currículo de Referência da Rede Estadual de Educação de GOIÁs História Oficina de História 2 Caro professor, Este guia foi desenvolvido para ser uma ferramenta

Leia mais

Curso: Estudos Sociais Habilitação em História. Ementas das disciplinas: 1º Semestre

Curso: Estudos Sociais Habilitação em História. Ementas das disciplinas: 1º Semestre Curso: Estudos Sociais Habilitação em História Ementas das disciplinas: 1º Semestre Disciplina: Introdução aos estudos históricos Carga horária semestral: 80 h Ementa: O conceito de História, seus objetivos

Leia mais

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes Africana: África como berço da humanidade Capítulo 1: Item 1 Européia Capítulo 1: Item 2 Asiática Capítulo 1: Item 2 Americana Capítulo 1: Item 3 Arqueologia Brasileira Capítulo 1: Item 4 A paisagem e

Leia mais

1º ano. 1º Bimestre. Revolução Agrícola Capítulo 1: Item 5 Egito - política, economia, sociedade e cultura - antigo império

1º ano. 1º Bimestre. Revolução Agrícola Capítulo 1: Item 5 Egito - política, economia, sociedade e cultura - antigo império Introdução aos estudos de História - fontes históricas - periodização Pré-história - geral - Brasil As Civilizações da Antiguidade 1º ano Introdução Capítulo 1: Todos os itens Capítulo 2: Todos os itens

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de HISTÓRIA do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos/2015

Conteúdo Básico Comum (CBC) de HISTÓRIA do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Exames Supletivos/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

DIPLOMACIA E CHANCELARIA CONCURSOS DA. 2 a EDIÇÃO COMENTADAS. 1 a FASE 1.200 QUESTÕES NOS. Renan Flumian Coordenador da obra

DIPLOMACIA E CHANCELARIA CONCURSOS DA. 2 a EDIÇÃO COMENTADAS. 1 a FASE 1.200 QUESTÕES NOS. Renan Flumian Coordenador da obra 2 a EDIÇÃO Renan Flumian Coordenador da obra NOS CONCURSOS DA DIPLOMACIA E CHANCELARIA 1 a FASE 1.200 QUESTÕES COMENTADAS Wander Garcia coordenador da coleção SUMÁRIO SUMÁRIO COMO USAR O LIVRO? 15 01.

Leia mais

A América Espanhola.

A América Espanhola. Aula 14 A América Espanhola. Nesta aula, trataremos da colonização espanhola na América, do processo de independência e da formação dos Estados Nacionais. Colonização espanhola na América. A conquista

Leia mais

Cronograma de Estudos de História - Projeto Medicina - www.projetomedicina.com.br

Cronograma de Estudos de História - Projeto Medicina - www.projetomedicina.com.br Cronograma de Estudos de História - Projeto Medicina - www.projetomedicina.com.br Área Assunto Início Fim Teoria Exercícios História da América A Conquista da América e os Povos Pré-Colombianos História

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE - Sistemas sociais e culturais de notação de tempo ao longo da história, - As linguagens das fontes históricas; - Os documentos escritos,

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

1º ano CULTURA, DIVERSIDADE E SER HUMANO TRABALHO, CONSUMO E LUTAS POR DIREITOS

1º ano CULTURA, DIVERSIDADE E SER HUMANO TRABALHO, CONSUMO E LUTAS POR DIREITOS 1º ano Estudo da História Estudo da História O Brasil antes dos portugueses América antes de Colombo Povos indígenas do Brasil A colonização portuguesa A colonização europeia na América Latina Introdução:

Leia mais

O imperialismo. Prof Ferrari

O imperialismo. Prof Ferrari O imperialismo Prof Ferrari Imperialismo ou neocolonialismo do séc. XIX Conceitos e definições sobre o imperialismo O imperialismo dos séculos XIX e XX resultou da expansão capitalista e atendia aos interesses

Leia mais

HISTÓRIA 7 O ANO FUNDAMENTAL. PROF. ARTÊMISON MONTANHO PROF. a ISABEL SARAIVA

HISTÓRIA 7 O ANO FUNDAMENTAL. PROF. ARTÊMISON MONTANHO PROF. a ISABEL SARAIVA 7 O ANO FUNDAMENTAL PROF. ARTÊMISON MONTANHO PROF. a ISABEL SARAIVA Unidade I Identidades, Diversidades e Direitos Humanos Aula 1.1 Conteúdos Apresentação do Componente A formação da Europa feudal Os germanos:

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de História

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de História Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de História COMENTÁRIO GERAL: Foi uma prova com conteúdos de História do Brasil e História Geral bem distribuídos e que incluiu também questões de História da América

Leia mais

EIXO TEMÁTICO: Dos primeiros humanos ao legado cultural do helenismo. Indicadores/ Descritores

EIXO TEMÁTICO: Dos primeiros humanos ao legado cultural do helenismo. Indicadores/ Descritores P L A N O D E E N S I N O A N O D E 2 0 1 3 ÁREA / DISCIPLINA: Ciências Humanas e suas tecnologias / História Professor(a): Joubert Cordeiro Lisboa SÉRIE: Nº DE HORAS/AULA SEMANAIS: TOTAL DE HORAS/AULA/ANO

Leia mais

ALTA IDADE MÉDIA 1. FORMAÇÃO DOS REINOS CRISTÃOS-BÁRBAROS

ALTA IDADE MÉDIA 1. FORMAÇÃO DOS REINOS CRISTÃOS-BÁRBAROS ALTA IDADE MÉDIA É costume dividir o período medieval em duas grandes fases: a Alta Idade Média, que se estende do século V ao século XI e a Baixa Idade Média, do século XII ao século XV. A primeira fase

Leia mais

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia 1 Conteúdos selecionados: Nome: nº Recuperação Final de História Profª Patrícia Lista de atividades 9º ano Apostila 1: Segunda Revolução Industrial (características); Neocolonislimo; Brasil no século XX:

Leia mais

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes 4ª FASE Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas. 2 Aula 1.1 Conteúdo O que é História I? 3 Habilidade Compreender o estudo da História

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O 2015-2016

P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O 2015-2016 P L A N I F I C A Ç Ã 0 3 º C I C L O 2015-2016 DISCIPLINA / ANO: História - 9º MANUAL ADOTADO: Missão História! - 9.º Ano, Porto Editora, Cláudia Amaral, Bárbara Alves, Tiago Tadeu GESTÃO DO TEMPO 1º

Leia mais

Orientação Geral. Expansão Marítima e Comercial: a crise do feudalismo a partir do século XIII

Orientação Geral. Expansão Marítima e Comercial: a crise do feudalismo a partir do século XIII Orientação Geral Objetivos Este programa enfatiza a articulação do evento histórico com o processo geral de desenvolvimento das sociedades. O candidato deve saber: Analisar as instâncias econômicas, políticas

Leia mais

Planejamento. Ensino fundamental I 5 o ano. história Unidade 1. Ético Sistema de Ensino Planejamento Ensino fundamental I

Planejamento. Ensino fundamental I 5 o ano. história Unidade 1. Ético Sistema de Ensino Planejamento Ensino fundamental I história Unidade 1 A vinda da família real portuguesa para o Brasil Os desdobramentos sociais, políticos e econômicos da independência do Brasil Os aspectos históricos do início do Império brasileiro O

Leia mais

UFMG - 2006 3º DIA HISTÓRIA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2006 3º DIA HISTÓRIA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2006 3º DIA HISTÓRIA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR História Questão 01 Considerando as transformações que abriram caminho para o surgimento do Mundo Moderno, ANALISE o impacto dessas mudanças

Leia mais

Pré-História (600.000-4.000 a.c)

Pré-História (600.000-4.000 a.c) Pré Exame História HISTÓRIA GERAL Pré-História (600.000-4.000 a.c) Paleolítico - fogo - nômades - coletores REVOLUÇÃO do NEOLÍTICO agricultura e pecuária Neolítico - roda - produtores - sedentários Idade

Leia mais

CADERNO 1 BRASIL CAP. 3. Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA. Resposta da questão 1: [D]

CADERNO 1 BRASIL CAP. 3. Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA. Resposta da questão 1: [D] Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA Resposta da questão 1: Somente a proposição está correta. Com a expansão napoleônica na Europa e a invasão do exército Francês em Portugal ocorreu a vinda da corte portuguesa

Leia mais

SUMÁRIO UNIDADE I UNIDADE II A PRÉ-HISTÓRIA... 10. A Pré-História... 12. África, o berço da humanidade... 30

SUMÁRIO UNIDADE I UNIDADE II A PRÉ-HISTÓRIA... 10. A Pré-História... 12. África, o berço da humanidade... 30 SUMÁRIO UNIDADE I A PRÉ-HISTÓRIA... 10 CAPÍTULO 1 A Pré-História... 12 A origem do homem... 13 O desenvolvimento cultural... 16 A periodização da Pré-História... 20 A Pré-História na América... 24 A origem

Leia mais

1º Período UNIDADE 1. Exercícios; A aventura de navegar

1º Período UNIDADE 1. Exercícios; A aventura de navegar 1º Período UNIDADE 1 A aventura de navegar Produtos valiosos Navegar em busca de riquezas Viagens espanholas Viagens portuguesas Ampliação O dia a dia dos marinheiros Conhecer as primeiras especiarias

Leia mais

Gabarito 7º Simulado Humanas

Gabarito 7º Simulado Humanas GEOGRAFIA QUESTÃO 01 a) Alguns fatores físico-naturais são: relevo, área de encosta de forte declividade; clima, elevada precipitação pluviométrica e infiltrações em áreas desflorestadas, levando a deslizamentos

Leia mais

Portugal e Brasil no século XVII. Domínio espanhol no Brasil(1580-1640)

Portugal e Brasil no século XVII. Domínio espanhol no Brasil(1580-1640) Portugal e Brasil no século XVII Domínio espanhol no Brasil(1580-1640) O domínio espanhol. Em 1580, o rei de Portugal, D. Henrique, morreu sem deixar herdeiros ( fim da dinastia de Avis) surgiram disputas

Leia mais

CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL

CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL BASES COMUNS DO SISTEMA COLONIAL PACTO-COLONIAL Dominação Política Monopólio Comercial Sistema de Produção Escravista ESTRUTURA SOCIAL DAS COLONIAS ESPANHOLAS Chapetones

Leia mais

História/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / /

História/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / História/15 8º ano Turma: 1º trimestre Nome: Data: / / 8ºhist301r ROTEIRO DE ESTUDO RECUPERAÇÃO 2015 8º ano do Ensino Fundamental II HISTÓRIA 1º TRIMESTRE 1. Conteúdos Objetivo 1: Africanos no Brasil (Cap.

Leia mais

CURSO À DISTÂNCIA DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA Currículo nº 01

CURSO À DISTÂNCIA DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA Currículo nº 01 CURSO À DISTÂNCIA DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA Turno: INTEGRAL Currículo nº 01 Autorizado pela Resolução CEPE n.º 226, DE 16.12.08. Para completar o currículo pleno do curso superior de graduação à distância

Leia mais

SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA

SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA SIMULADO 4 JORNAL EXTRA ESCOLAS TÉCNICAS HISTÓRIA QUESTÃO 01 De uma forma inteiramente inédita, os humanistas, entre os séculos XV e XVI, criaram uma nova forma de entender a realidade. Magia e ciência,

Leia mais

Material de divulgação da Editora Moderna

Material de divulgação da Editora Moderna Material de divulgação da Editora Moderna Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Colégio Estadual João Ferreira Neves Ensino Fundamental e Médio. Plano de Trabalho Docente PTD 2014

Colégio Estadual João Ferreira Neves Ensino Fundamental e Médio. Plano de Trabalho Docente PTD 2014 Colégio Estadual João Ferreira Neves Ensino Fundamental e Médio Plano de Trabalho Docente PTD 2014 Professora: Marcela Szymanski Disciplina: História Série: 7º B, E 1º Trimestre. Conteúdo Estruturante

Leia mais

Quadro de conteúdos HISTÓRIA

Quadro de conteúdos HISTÓRIA Quadro de conteúdos HISTÓRIA 1 Apresentamos, a seguir, o conteúdo a ser trabalhado em cada período do segundo ciclo do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano. 6 o ano 1 A História e a humanidade 2 Sociedades

Leia mais

COMENTÁRIO DA PROVA DE HISTÓRIA

COMENTÁRIO DA PROVA DE HISTÓRIA COMENTÁRIO DA PROVA DE HISTÓRIA Prova com temas clássicos, dentro do programa, sem maiores complicações. Sentimos falta de questões que buscassem uma maior relação diacrônica (com exceção da questão 1),

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE HISTÓRIA 8º ANO PROFESSOR: MÁRCIO AUGUSTO

Leia mais

Memórias de um Brasil holandês. 1. Responda: a) Qual é o período da história do Brasil retratado nesta canção?

Memórias de um Brasil holandês. 1. Responda: a) Qual é o período da história do Brasil retratado nesta canção? Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 3 o Bimestre 4 o ano história Data: / / Nível: Escola: Nome: Memórias de um Brasil holandês Nessa terra

Leia mais

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 CURSINHO PRÓ-ENEM 2015 E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 Origens A história grega pode ser dividida em quatro grandes períodos: Homérico (séculos XII a VIII a.c.), Arcaico (séculos

Leia mais

PLANO ANUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL DE HISTÓRIA DO 6º AO NONO ANO

PLANO ANUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL DE HISTÓRIA DO 6º AO NONO ANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃOAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CEDUC - CENTRO DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA COLÉGIO DE APLICAÇÃO PLANO ANUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL DE HISTÓRIA DO 6º AO NONO

Leia mais

América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural. Capítulo 38

América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural. Capítulo 38 América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural Capítulo 38 Expansão marítima européia; Mercantilismo (capitalismo comercial); Tratado de Tordesilhas (limites coloniais entre Portugal e Espanha):

Leia mais

Roma. Profª. Maria Auxiliadora

Roma. Profª. Maria Auxiliadora Roma Profª. Maria Auxiliadora Economia: Agricultura e Pastoreiro Organização Política: MONARQUIA 753 a.c. 509 a.c. Rex = Rei (chefe supremo, sacerdote e juiz) Conselho de Anciãos = Senado (legislativo)

Leia mais

HISTÓRIA Resolução OBJETIVO 2001

HISTÓRIA Resolução OBJETIVO 2001 1 Tito Lívio, em História de Roma, referindo-se às lutas entre patrícios e plebeus que se estenderam do século V ao IV a.c., escreveu: "... apesar da oposição da nobreza, houve eleições consulares em que

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA Currículo nº 8 A partir de 2012

CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA Currículo nº 8 A partir de 2012 CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA Turno: NOTURNO Currículo nº 8 A partir de 2012 Reconhecido pelo Decreto n o 32.242, de 10.02.53, D.O.U. nº 42 de 20.02.53. Renovação de Reconhecimento Decreto nº. 8405,

Leia mais

1 - Independências das nações latinoamericanas: Império Espanhol em 1800

1 - Independências das nações latinoamericanas: Império Espanhol em 1800 1 - Independências das nações latinoamericanas: Processo de libertação das colônias espanholas. Quando: Aproximadamente entre 1810 e 1830. Império Espanhol em 1800 Fatores externos: Crise geral do Antigo

Leia mais

MESOPOTÂMIA ORIENTE MÉDIO FENÍCIA ISRAEL EGITO PÉRSIA. ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações

MESOPOTÂMIA ORIENTE MÉDIO FENÍCIA ISRAEL EGITO PÉRSIA. ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações MESOPOTÂMIA FENÍCIA ISRAEL EGITO ORIENTE MÉDIO PÉRSIA ORIENTE MÉDIO origem das primeiras civilizações CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE ORIENTAL Mesopotâmia - Iraque Egito Hebreus Israel Fenícios Líbano Pérsia

Leia mais

Sugestões de avaliação. História 8 o ano Unidade 4

Sugestões de avaliação. História 8 o ano Unidade 4 Sugestões de avaliação História 8 o ano Unidade 4 5 Nome: Data: Unidade 4 1. Analise a gravura e explique qual crítica ela revela. Gravura anônima do século XVIII. Biblioteca Nacional da França, Paris

Leia mais

Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA

Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA Os negros na formação do Brasil PROFESSORA: ADRIANA MOREIRA ESCRAVIDÃO ANTIGA A escravidão é um tipo de relação de trabalho que existia há muito tempo na história da humanidade. Na Antiguidade, o código

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA FUNDAMENTAL CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA FUNDAMENTAL CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA FUNDAMENTAL 6 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP UNIDADE DE ESTUDO 06 OBJETIVOS - Localizar, na História, a Idade Média;

Leia mais

Mineração e a Crise do Sistema Colonial. Prof. Osvaldo

Mineração e a Crise do Sistema Colonial. Prof. Osvaldo Mineração e a Crise do Sistema Colonial Prof. Osvaldo Mineração No final do século XVII, os bandeirantes encontraram ouro na região de Minas Gerais Grande parte do ouro extraído era de aluvião, ou seja,

Leia mais

TODOS COLÉGIOS SIMULADO 2ª SÉRIE

TODOS COLÉGIOS SIMULADO 2ª SÉRIE TODOS COLÉGIOS SIMULADO 2ª SÉRIE 1.Analise as afirmativas abaixo referentes ao Iluminismo: 01 - Muitas das idéias propostas pelos filósofos iluministas são, hoje, elementos essenciais da identidade da

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades Resoluções das Atividades Sumário Módulo 1 A conquista da América, a história cultural dos povos indígenas e africanos e a economia açucareira...1 Módulo 2 A mineração no Período Colonial, as atividades

Leia mais

Total aulas previstas

Total aulas previstas ESCOLA BÁSICA 2/3 DE MARTIM DE FREITAS Planificação Anual de História do 7º Ano Ano Lectivo 2011/2012 LISTAGEM DE CONTEÚDOS TURMA Tema 1.º Período Unidade Aulas Previas -tas INTRODUÇÃO À HISTÓRIA: DA ORIGEM

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 8 o ano 3 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : 1. 25 de janeiro de 1835, ao amanhecer o dia na cidade de Salvador, 600 negros entre libertos e escravos levantaram-se decididos

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO- 3º CEB

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO- 3º CEB 1. INTRODUÇÃO HISTÓRIA Prova 19 O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2015 pelos alunos que se encontram abrangidos

Leia mais

Europa no Século XIX FRANÇA RESTAURAÇÃO DA DINASTIA BOURBON LUÍS XVIII CARLOS X LUÍS FELIPE ( 1824 1830 )

Europa no Século XIX FRANÇA RESTAURAÇÃO DA DINASTIA BOURBON LUÍS XVIII CARLOS X LUÍS FELIPE ( 1824 1830 ) Europa no Século XIX FRANÇA RESTAURAÇÃO DA DINASTIA BOURBON -Após a derrota de Napoleão Bonaparte, restaurou-se a Dinastia Bourbon subiu ao trono o rei Luís XVIII DINASTIA BOURBON LUÍS XVIII CARLOS X LUÍS

Leia mais

1º ano. 1) Relações de Trabalho, Relações de Poder...

1º ano. 1) Relações de Trabalho, Relações de Poder... Liberdade, propriedade e exploração. A revolução agrícola e as relações comerciais. Capítulo 1: Item 5 Relações de trabalho nas sociedades indígenas brasileiras e americanas. Escravidão e servidão. Divisão

Leia mais

Período pré-colonial

Período pré-colonial CHILE Período pré-colonial O navegador português Fernão de Magalhães, a serviço do rei da Espanha, foi o primeiro europeu a visitar a região que hoje é chamada de Chile. Os mapuches, grande tribo indígena

Leia mais

REVOLUÇÃO AMERICANA (1776-1781) - LISTA DE EXERCÍCIOS

REVOLUÇÃO AMERICANA (1776-1781) - LISTA DE EXERCÍCIOS 1. (Upe 2014) A passagem do século XVIII para o XIX foi marcada por um desequilíbrio nas relações entre a Europa e o Novo Mundo. As lutas políticas na América estavam ligadas à resistência contra a colonização

Leia mais

Disciplina: História. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: História. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Disciplina: História Período:

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano Profª. Maria Auxiliadora 3º Ano Contradições entre o sistema colonial e as propostas liberais a partir do século XVIII Guerra de sucessão do trono espanhol (1702-1713) Luís XIV conseguiu impor seu neto

Leia mais

Europa do século XIX IDADE CONTEMPORÂNEA. Revoluções de 1820, 1830 e 1848

Europa do século XIX IDADE CONTEMPORÂNEA. Revoluções de 1820, 1830 e 1848 IDADE CONTEMPORÂNEA Europa do século XIX O século XIX apresentou, na Europa, a consolidação dos ideais burgueses liberais e a vitória sobre as forças conservadoras/reacionárias. O avanço das forças produtivas

Leia mais

Do mundo multipolar para o. bipolar da Guerra Fria

Do mundo multipolar para o. bipolar da Guerra Fria Do mundo multipolar para o bipolar da Guerra Fria Geografia - 9ºANO Profª Bruna Andrade e Elaine Camargo Ordem Multipolar As potências industriais disputam hegemonia cultural, econômica e política no cenário

Leia mais

HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA

HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA INDEPENDÊNCIA DO Colonização: espanhola até 1697, posteriormente francesa. Produção açucareira. Maioria da população:

Leia mais

Prof. Thiago. Os Imperialismos

Prof. Thiago. Os Imperialismos Prof. Thiago Os Imperialismos TECNOLOGIA x TRABALHADORES DIMINUIÇÃO DO CUSTO MENOR Nº DE TRABALHADORES MENOS CONSUMO 1ª GRANDE DEPRESSÃO DO CAPITALISMO SOLUÇÕES PARA CRISE A) Concentração de capitais Grandes

Leia mais

Gravura 5. 26. Para responder a esta questão, primeiro observe as seguintes gravuras. Gravura 1

Gravura 5. 26. Para responder a esta questão, primeiro observe as seguintes gravuras. Gravura 1 Gravura 5 26. Para responder a esta questão, primeiro observe as seguintes gravuras. Gravura 1 Considerando as gravuras acima, quais das afirmativas abaixo estão corretas? Gravura 2 Gravura 3 I. Considerando

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:. Compreender

Leia mais

A expansão da América Portuguesa

A expansão da América Portuguesa 8 ANO A/B RESUMO DA UNIDADE 1 DISCIPLINA: HISTÓRIA PROFESSORA: SUELEM *Os índios no Brasil A expansão da América Portuguesa Violência contra os povos indígenas; - Doenças, trabalho forçado; - Foram obrigados

Leia mais

Em resumo: Geopolítica é o estudo das relações entre os Estados na disputa pelo controle do poder e a capacidade de exercê-lo sobre os demais países.

Em resumo: Geopolítica é o estudo das relações entre os Estados na disputa pelo controle do poder e a capacidade de exercê-lo sobre os demais países. 21/10/2014 Em resumo: Geopolítica é o estudo das relações entre os Estados na disputa pelo controle do poder e a capacidade de exercê-lo sobre os demais países. O NASCIMENTO DA DISCIPLINA: Ratzel, no contexto

Leia mais

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA. Fase 1

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA. Fase 1 FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA Fase 1 Novembro 2008 INTRODUÇÃO Na prova de História de 2009 foi possível concretizar vários dos objetivos do programa do Vestibular.

Leia mais

TEXTO BASE: Roma Antiga Império (27 a.c. 476)

TEXTO BASE: Roma Antiga Império (27 a.c. 476) TEXTO BASE: Roma Antiga Império (27 a.c. 476) Divide-se em duas fases: Alto Império (séc. I a.c. ao séc. III) Baixo Império (séc. III ao séc. V) ALTO IMPÉRIO O período do Alto Império Romano é caracterizado

Leia mais

(Perry Anderson, Linhagens do Estado absolutista. p. 18 e 39. Adaptado)

(Perry Anderson, Linhagens do Estado absolutista. p. 18 e 39. Adaptado) 1. (Fgv 2014) O paradoxo aparente do absolutismo na Europa ocidental era que ele representava fundamentalmente um aparelho de proteção da propriedade dos privilégios aristocráticos, embora, ao mesmo tempo,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA HISTÓRIA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA EIXOS TEMÁTICOS: I. MUNDOS DO TRABALHO COMPETÊNCIA HABILIDADES CONTEÚDO -Compreender as relações de trabalho no mundo antigo, nas sociedades pré-colombianas e no mundo medieval.

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO MÉDIO Conteúdos da 1ª Série 1º/2º Bimestre 2014 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Yann/Lamarão Data: / /2014 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara História Resultado

Leia mais

Analise duas transformações ocorridas nesse contexto histórico que colaboraram para a crise da República.

Analise duas transformações ocorridas nesse contexto histórico que colaboraram para a crise da República. 1) Leia a afirmativa abaixo que relaciona as conquistas territoriais às profundas alterações políticas, sociais e econômicas ocorridas entre os séculos II e I a.c. A República conquistara para Roma o seu

Leia mais

História. Bussunda. Prof. Bussunda

História. Bussunda. Prof. Bussunda Prof. Australopithecus Homo Habilis Homo Erectus Homo Neanderthalensis Homo Sapiens Primeiro hominídeo Confecção de ferramentas Domínio Do fogo linguagem cultura Paleolítico Sem agricultura Nomadismo

Leia mais

a) Identifique e caracterize a situação histórica a que a charge se refere.

a) Identifique e caracterize a situação histórica a que a charge se refere. Revisão Específicas 1. (FUVEST) Observe esta charge: a) Identifique e caracterize a situação histórica a que a charge se refere. b) Explique quais são os principais elementos do desenho que permitem identificar

Leia mais

TRANSIÇÃO DA ANTIGUIDADE PARA A IDADE MÉDIA NA EUROPA

TRANSIÇÃO DA ANTIGUIDADE PARA A IDADE MÉDIA NA EUROPA TRANSIÇÃO DA ANTIGUIDADE PARA A IDADE MÉDIA NA EUROPA O processo de transição Fim do Império Romano do Ocidente: diversos fatores; Cultura dos povos bárbaros + cultura dos povos romanos = base para as

Leia mais

MÓDULO 03 CICLOS ECONÔMICOS E REBELIÕES COLONIAIS

MÓDULO 03 CICLOS ECONÔMICOS E REBELIÕES COLONIAIS MÓDULO 03 CICLOS ECONÔMICOS E REBELIÕES COLONIAIS 3.1- A AGROMANUFATURA AÇUCAREIRA O COMPLEXO AÇUCAREIRO ( XVI / XVII ) - Pré-condições favoráveis( solo, clima, mão-deobra,mercado externo ) - Participação

Leia mais

A Economia da América Latina

A Economia da América Latina A Economia da América Latina adsense1 Agricultura A agricultura de subsistência era a principal atividade econômica dos povos originais da América Latina, Essa atividade era complementada pela caça, pela

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para

Leia mais

Independência da América Espanhola

Independência da América Espanhola Independência da América Espanhola Nossa América No início do século XIX a América hispânica, inspirada nas idéias liberais do Iluminismo, travou sua guerra de independência vitoriosa contra o colonialismo

Leia mais

HISTÓRIA REVISÃO 1. Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 9 Revisão e avaliação da unidade II

HISTÓRIA REVISÃO 1. Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 9 Revisão e avaliação da unidade II HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Unidade II Civilização Greco Romana e seu legado. Aula 9 Revisão e avaliação da unidade II HISTÓRIA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3 Expansionismo Romano - Etapas 1ª.

Leia mais

De que jeito se governava a Colônia

De que jeito se governava a Colônia MÓDULO 3 De que jeito se governava a Colônia Apresentação do Módulo 3 Já conhecemos bastante sobre a sociedade escravista, especialmente em sua fase colonial. Pouco sabemos ainda sobre a organização do

Leia mais

ln\ ! ' I. i Actualidade A/462363

ln\ ! ' I. i Actualidade A/462363 ln\ 1! ' I. i A/462363 Actualidade Das Origens à Reconquista Cristã ( 1095) 3 Das Origens à Reconquista Cristã 5 A localização da Península Ibérica 5 A vegetação natural 5 Os rios 5 O clima ibérico 6 O

Leia mais

CURSO DE HISTÓRIA: EMENTAS DAS DISCIPLINAS NÍVEL I

CURSO DE HISTÓRIA: EMENTAS DAS DISCIPLINAS NÍVEL I CURSO DE HISTÓRIA: EMENTAS DAS DISCIPLINAS NÍVEL I 15201-04 Introdução ao Estudo da História Introdução ao estudo da constituição da História como campo de conhecimento, ao longo dos séculos XIX e XX,

Leia mais

LINHA DO TEMPO. Curso de Atualização e Capacitação sobre Formulação e Gestão de Políticas Públicas

LINHA DO TEMPO. Curso de Atualização e Capacitação sobre Formulação e Gestão de Políticas Públicas LINHA DO TEMPO Curso de Atualização e Capacitação sobre Formulação e Gestão de Políticas Públicas Destaques de alguns fatos na: História política, economia e sociedade no BRASIL e no MUNDO (em preto) História

Leia mais

BREVE HISTÓRIA DO TRABALHO. Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) 2106-1750

BREVE HISTÓRIA DO TRABALHO. Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) 2106-1750 BREVE HISTÓRIA DO TRABALHO O que é trabalho? A palavra trabalho deriva do latim tripalium, objeto de três paus aguçados utilizado na agricultura e também como instrumento de tortura. O trabalho está associado

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 7 o ano 4 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : Leia o trecho da carta de Pero Vaz de Caminha, escrivão da armada de Pedro Álvares Cabral, escrita em maio de 1500 para o rei português

Leia mais

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Conteúdo O Consulado: Economia, Educação

Leia mais

Principais características

Principais características Roma Antiga Principais características Península itálica (Lácio); Rio Tibre; Solo fértil desenvolvimento da agricultura; Litoral pouco recortado ausência de portos naturais em abundância; Fundação: Arqueologia

Leia mais

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições.

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Revolução de 1930 Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Responsável pelo fim da chamada Política café com leite Política café com leite

Leia mais

Equipe de Geografia GEOGRAFIA. A União Soviética foi um Estado Socialista que existiu na Eurásia (parte na Europa, parte na Ásia), entre 1922 e 1991.

Equipe de Geografia GEOGRAFIA. A União Soviética foi um Estado Socialista que existiu na Eurásia (parte na Europa, parte na Ásia), entre 1922 e 1991. Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 14R Ensino Médio Equipe de Geografia Data: GEOGRAFIA A União Soviética foi um Estado Socialista que existiu na Eurásia (parte na Europa, parte na Ásia), entre 1922

Leia mais

A formação da Europa medieval

A formação da Europa medieval A formação da Europa medieval Causas da crise do Império Romano: Crises e retomadas dos séculos III e IV; Anarquia militar; As complexas relações com os germânicos; Guerra civil (generais sem consenso);

Leia mais