Carga tributária: o maior limitante de investimentos no Brasil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Carga tributária: o maior limitante de investimentos no Brasil"

Transcrição

1 IMPOSTOS NO BRASIL Imposto sobre telefone chega a 62,9% e é o maior do mundo. Com a conversa de que os impostos são para "combate à pobreza" (alguém acredita?), o imposto é de 2 a 3 vezes maior que o do segundo colocado (Argentina). Veja a seguir uma tabela comparativa com alguns outros países: Carga tributária: o maior limitante de investimentos no Brasil Estudo do Banco Mundial, descrito em artigo de Marcelo Carneiro, publicado na Revista Veja nº 1874 de 6 de outubro de 2004, apresenta dados de levantamento junto a 1642 empresas sobre as razões que limitam os investimentos das empresas no Brasil. Pela ordem: 84,5% - Carga tributária 75,9% - Incerteza quanto à política governamental 71,7% - Crédito 67,2% - Corrupção 52,2% - Crime 39,6% - Falta de qualificação da mão de obra 32,8% - Ineficiência da justiça 20,3% - Eletricidade Tributos sobre o preço final de produtos chega a 83,07%! A incidência de impostos em 84 produtos. O parágrafo 5º do artigo 150 da Constituição Federal determina que o cidadão seja informado com exatidão e clareza sobre os impostos embutidos nos bens e serviços. Mas essa lei tem 15 anos, os srs. deputados não se preocuparam em regulamentá-la e, portanto, até hoje, essa lei não é aplicada.

2 A tabela abaixo, preparada pelo Núcleo dos Jovens Empresários de Joinville, mostra a situação: Cachaça 83,07% Álcool 43,28% Cobertor 37,42% Cigarro 81,65% Amaciante 43,16% Milho Verde 37,37% Forno de 56,99% Ventilador 43,16% Sapatos 37,37% Microondas Cerveja (lata) 56% Garfos / Facas 42,70% Margarina 37,18% Gasolina 53,03% Sabão em Pó 42,27% Óleo 37,18% Shampoo 52,33% Sabonete 42% Molho de 36,66% Tomate Vídeo Cassete 52,06% Pasta de Dentes 42% Café 36,52% DVD 51,59% Aparelho de 41,98% Toalha de 36,33% Barbear Banho Casa Popular 49,02% Brinquedos 41,98% Travesseiro 36,00% Desodorante 47,25% Telefone Celular 41% Xarope para 36% Tosse CD 47,25% Sabão em Barra 40,50% Ervilhas 35,86% Refrigerador 47,06% Saponáceo 40,50% Macarrão 35,20% Condicionador 47,01% Detergente 40,50% Farinha 34,47% Refrigerante 47% Açucar 40,50% Telha 34,47% Telefonia 46,65% Papel Higiênico 40,50% Tijolo 34,23% Torradeira 45,89% Fogão 4 bocas 39,50% Chocolate 32% Energia Elétrica 45,81% Automóvel ,29% Contas de 29,83% Água Tinta 45,77% Biscoito 38,50%??J? Sal 29,48% Copos 45,60% Refreso em Pó 38,32% Iogurte 24% Água Mineral 45,11% Aparelho de Som 38% Livros 23,75% Pratos 44,76% TV Frutas 22,96% Panelas 44,47% Computador 38% Ovos 21,79% Esponja de Aço 44,35% Desinfetante 37,54% Leite 19,24% Ferro de Passar 44,35% Água Sanitária 37,84% Carne Bovina 18,67% Vaso Sanitário 44,11% Achocolatado 37,84% Peixe 18% Batedeira 43,64% Suco 37,84% Feijão 18% Liquidificador 43,64% Roupas 37,84% Arroz 18% Carro Acima de ,63 Lençol 37,51% Frango 17,91%

3 Brasil tem a 2ª maior carga tributária do mundo sobre salários A carga tributária sobre rendimentos do trabalho no Brasil é de 42,2%, menor apenas que a da Dinamarca (43,1%) onde, como é sabido o estado provê serviços proporcionais ao que cobra. Abaixo estão as cargas tributárias em diversos países (Brasil, dados de 2003; demais países, dados de 2002). Juros são altos por causa dos impostos excessivos Entre os tributos diretos estão IOF, CPMF, IR na fonte, PIS e Cofins. O tributo indireto é depósito compulsório, isto é, o dinheiro que o governo obriga os bancos a depositarem no banco Banco Central sem qualquer remuneração. Mesmo que a taxa básica de juros, as d??j?espesas, o lucro dos bancos e o retorno de investidores foeem zero, ainda assim (em razão dos tributos) o custo anual de uma operação mensal dde crédito seria de 29,4%.

4 Confiscando renda, tabela do IR não é reajustada desde 1996 Desde 1996 o governo não reajusta a tabela que define o Imposto de Renda que os assalariados são obrigados a recolher na fonte. Nesse período, enquanto a renda média do trabalhador caiu 0,77%, o Imposto de Renda na fonte cresceu 15%. E, além de não corrigir a tabela, o governo manteve a alíquota de 27,5%, que já deveria ter sido baixada para 25% Isso mostra claramente os conceitos de ética e honestidade dos governantes e burocratas que, de 1996 até hoje, ocuparam cargos relacionados ao tema. Impostos muito elevados fazem brasileiro investir no exterior Os depósitos de brasileiros no exterior passaram de 7,9 para 16,7 bilhões de dólares (praticamente dobraram). O artigo aponta como causa principal o aumento das alíquotas do PIS e do Cofins, que resultou no aumento da já elevada carga fiscal e estimulou as empresas a aplicarem seus excedentes no exterior. E mostra, com a tabela reproduzida abaixo, a inflûencia da tributação sobre as aplicações financeiras:

5 "Com uma taxa de juro Selic de 15,8% ao ano, e considerando uma inflação de 7% neste ano, verifica-se que o rendimento das aplicações financeiras é, somente, de 230 pontos acima da inflação - contra um risco Brasil de 600 pontos. A solução não é, evidentemente, elevar os juros, mas, sim, diminuir a tributação." COFINS: abusiva, imoral, indevida e, mesmo assim, cobrada Boletim Jurídico publicado em maio de 2004 pela VSBG Advogados cita que o geverno federal vem cobrando de maneira ilegal e abusiva o tributo Cofins de clínicas médicas. Conforme descreve o boletim, a Súmula nº 276 de , da Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por unanimidade, declarou que "as sociedades civis de prestação de serviços profissionais são isentas de Cofins, irrelevante o regime adotado". Portanto, o pagamente de tal tributo pode e deve ser questionado perante o Poder Judiciário. Carga tributária Já vária sobre tarifas públicas é das mais altas do mundo Artigo publicado na revista Veja, edição 1851 de 28 de abril de 2004, pág. 34, mostra que o governo brasileiro aplica tributação exorbitante sobre tarifas públicas como gáz de cozinha, telefone e energia elétrica. Há casos em que a tributação fica de 6 a 10 vezes maios que na Inglaterra ou nos Estados Unidos. O artigo mostrou a tabela abaixo:

Beira Mar. lixão. Palmeiras

Beira Mar. lixão. Palmeiras Beira Mar lixão Palmeiras DÉCADA DE 70 DÉCADA DE 80 As famílias começam a se organizar... DÉCADA DE 90 1991 1991 Ponte sobre o riacho 1991-94 Canal de drenagem Esgoto 1995-96 Praçinha 1995 FINAL DA DÉCADA

Leia mais

MODELO DE CARTA PROPOSTA

MODELO DE CARTA PROPOSTA 1 ACHOCOLATADO EM PÓ INST. POTE 400G UND 36 2 ÁGUA MINERAL 20 LITROS RECARGA 40 3 AÇUCAR PCT DE 2KG CADA C/ 15UND FARDO 35 4 ALHO BOA QUALIDADE KG 20 5 AMENDOIN IN NATURA, SEM CASCA, MEDIO 1 KG KG 4 6

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR Novembro 2015

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR Novembro 2015 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR Novembro 2015 Rio de Janeiro, 09 de dezembro de 2015 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS Novembro 2015 ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO

Leia mais

Leitores: supermercadistas de todos os portes, fornecedores, órgãos governamentais, universidades

Leitores: supermercadistas de todos os portes, fornecedores, órgãos governamentais, universidades SuperHiper é a publicação oficial do setor, pertence à Abras e este ano completa 35 anos Leitores: supermercadistas de todos os portes, fornecedores, órgãos governamentais, universidades Representa o setor

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC dezembro 2013

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC dezembro 2013 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC dezembro 2013 Rio de Janeiro, 10 de janeiro de 2014 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS Dezembro 2013 1. No mês 1.1 - ÍNDICE

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Fevereiro 2005

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Fevereiro 2005 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Fevereiro 2005 Rio de Janeiro, 11 de março de 2005 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS FEVEREIRO DE 2005 ÍNDICE NACIONAL

Leia mais

Cesta básica volta a subir em Novembro

Cesta básica volta a subir em Novembro Piracicaba, 03 de dezembro de 2014. Cesta básica volta a subir em Novembro Os preços médios mensais da Cesta Básica de Piracicaba ICB - ESALQ/FEALQ, calculado pela EJEA, têm oscilado nos últimos meses

Leia mais

Cardápios para café da manhã - 1 e 3 semana. Vitamina C (mg) Fibras (g) Vitamina A (RE) Lipídios (g)

Cardápios para café da manhã - 1 e 3 semana. Vitamina C (mg) Fibras (g) Vitamina A (RE) Lipídios (g) CARDÁPIO DE MAIO DE 2015 LEITE COM CAFÉ E BISCOITO SALGADO atos s Lipídios 66 Leite integral 100 60,2 4,52 3,22 3,25-102,00-113,00 9,64 0,03 0,38 31 Café 5 21,5 3,29 0,74 0,60 2,56 - - 5,34 8,26 0,41 0,03

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR Agosto 2015

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR Agosto 2015 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR Agosto 2015 Rio de Janeiro, 10 de setembro de 2015 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS Agosto 2015 ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR

Leia mais

PADRÃO BÁSICO 03 CESTAS DE R$ 100...pág 02 a 03 06 CESTAS DE R$ 100...pág 04 a 05 12 CESTAS DE R$ 100...pág 06 a 07

PADRÃO BÁSICO 03 CESTAS DE R$ 100...pág 02 a 03 06 CESTAS DE R$ 100...pág 04 a 05 12 CESTAS DE R$ 100...pág 06 a 07 REGULAMENTOS DAS ASSISTÊNCIAS CESTA ALIMENTAÇÃO ÍNDICE PADRÃO BÁSICO 03 CESTAS DE R$ 100...pág 02 a 03 06 CESTAS DE R$ 100...pág 04 a 05 12 CESTAS DE R$ 100...pág 06 a 07 PADRÃO CLASSIC (12 CESTAS DE R$

Leia mais

FUNDAÇÃO PROCON-SP CONSTATA VARIAÇÃO DA CESTA BÁSICA DE -0,69% EM JULHO/2011

FUNDAÇÃO PROCON-SP CONSTATA VARIAÇÃO DA CESTA BÁSICA DE -0,69% EM JULHO/2011 FUNDAÇÃO PROCON-SP CONSTATA VARIAÇÃO DA CESTA BÁSICA DE -0,69% EM JULHO/2011 No mês de ho de 2011, o valor da cesta básica do paulistano teve queda de 0,69%, revela pesquisa diária da Fundação Procon-SP,

Leia mais

SCI. Sistema de Consumo Inteligente

SCI. Sistema de Consumo Inteligente catálogo de produtos /Ano 2 - Janeiro/2015 Sistema de Consumo Inteligente Adquira uma CESTA BÁSICA com produtos de primeira necessidade, com a melhor qualidade do mercado, divulgue para os amigos e participe

Leia mais

TABELA DE PONTOS DAS DOAÇÕES - ALIMENTOS NÃO-PERECÍVEIS

TABELA DE PONTOS DAS DOAÇÕES - ALIMENTOS NÃO-PERECÍVEIS Açúcar Arroz Aveia Azeite - ALIMENTOS NÃO-PERECÍVEIS 5 pontos / 0,5 L Bolacha ( diversas ) Café Canjica / Milho Pipoca Realizar Chá ( diversos ações-de pómanutenção ou sachê ) ( elétrica, hidráulica, pintura,

Leia mais

Apresentação Oficial da SCI - 001/SET/2015 01/26

Apresentação Oficial da SCI - 001/SET/2015 01/26 Apresentação Oficial da SCI - 001/SET/2015 01/26 Sistema de Consumo Inteligente 02/26 Como se tornar um Consumidor Inteligente Stella Luri Depto. de Compras Hoje você terá a oportunidade de conhecer a

Leia mais

Alexsandre Lira Cavalcante *

Alexsandre Lira Cavalcante * 1. Volume de vendas do comércio varejista Alexsandre Lira Cavalcante * Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do mês de dezembro de 2010, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e

Leia mais

RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS

RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS Folha: 1/6 RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS De acordo com o Artigo 16 da Lei Nr. 8.666, de 21 de Junho de 1993, alterada pela Lei Nr. 8.883, de 08 de Junho de 1994, esta é a relação de todas as compras realizadas

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 001/2016 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL

TERMO DE REFERENCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 001/2016 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL TERMO DE REFERENCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 001/2016 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE O PEQUENO NAZARENO, inscrita no CNPJ nº 00.371.537.0001-68, com sede na Rua Senador Alencar, nº.

Leia mais

Nível de preços em novembro tem aumento de 1,70% no município de Chapecó

Nível de preços em novembro tem aumento de 1,70% no município de Chapecó Publicação mensal do curso de Ciências Econômicas da Universidade Comunitária da Região de Chapecó Ano 19, Nº 11 Novembro/2014 Nível de preços em novembro tem aumento de 1,70% no município de Chapecó O

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Maio 2015

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Maio 2015 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Maio 2015 Rio de Janeiro, 10 de junho de 2015 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS Maio 2015 ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO

Leia mais

O AUMENTO DA CARGA TRIBUTÁRIA DE BETO RICHA E O IMPACTO DO AUMENTO DO ICMS SOBRE PREÇOS DOS PRODUTOS BÁSICOS

O AUMENTO DA CARGA TRIBUTÁRIA DE BETO RICHA E O IMPACTO DO AUMENTO DO ICMS SOBRE PREÇOS DOS PRODUTOS BÁSICOS O AUMENTO DA CARGA TRIBUTÁRIA DE BETO RICHA E O IMPACTO DO AUMENTO DO ICMS SOBRE PREÇOS DOS PRODUTOS BÁSICOS Cid Cordeiro Silva Economista e Especialista em Finanças Públicas I O SISTEMA TRIBUTÁRIO NO

Leia mais

UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes

UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes UNIFEMM SOLIDÁRIO 2015 Um trabalho de Equipes 1 INTRODUÇÃO O Projeto UNIFEMM Solidário surgiu no ano de 2013 da vontade dos alunos do 10º período de Direito em querer deixar sua marca no Centro Universitário.

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS A ADQUIRIR

RELAÇÃO DE ITENS A ADQUIRIR AVALIAÇÃO COMPETITIVA IDSM/OS MCTI Nº 0001/2015 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO: 1.1. Aquisição de gêneros alimentícios e produtos de limpeza em geral para uso nas atividades desenvolvidas pelo CONTRATANTE

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Janeiro 2006

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Janeiro 2006 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Janeiro 2006 Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de 2006 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS JANEIRO DE 2006 ÍNDICE NACIONAL

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0019, DE 2 DE OUTUBRO DE 2001

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0019, DE 2 DE OUTUBRO DE 2001 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0019, DE 2 DE OUTUBRO DE 2001 Publicada no DOE(Pa) 03.10.01. Alterada pela IN 19/04. Revogada pela IN 19/10, efeitos a partir de 03.09.10. Define as mercadorias de que trata o art.

Leia mais

Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais

Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais IPES Cesta Básica de Caxias do Sul Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais CESTA BÁSICA DE CAXIAS DO SUL Junho - 2013 Junho de 2013 UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL REITOR Prof. Isidoro

Leia mais

ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (INPC) E A CESTA BÁSICA DEZEMBRO/2011

ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (INPC) E A CESTA BÁSICA DEZEMBRO/2011 1. INTRODUÇÃO O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) apresenta os resultados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor e a Cesta Básica para a Região Metropolitana de Fortaleza.

Leia mais

IMPOSTO ZERO! A CESTA BÁSICA PEDE SOCORRO!

IMPOSTO ZERO! A CESTA BÁSICA PEDE SOCORRO! IMPOSTO ZERO! A CESTA BÁSICA PEDE SOCORRO! Paulo Cezar Ribeiro da Silva Mestre em Administração FGV/RJ Coordenador da Empresa Júnior FABAVI Vitória RESUMO Trata de relatar sobre o lançamento da campanha

Leia mais

BOLETIM MENSAL 30 - Nº 11 31 - Nº

BOLETIM MENSAL 30 - Nº 11 31 - Nº BOLETIM MENSAL Ano Ano 30 31 - Nº Nº 11 01 Novembro Janeiro - 2014 1-2015 Universidade Federal de Viçosa Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de Economia ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR

Leia mais

BOLETIM MENSAL Ano 27 No 09 Setembro 2011

BOLETIM MENSAL Ano 27 No 09 Setembro 2011 BOLETIM MENSAL Ano 27 N o 09 Setembro 2011 Apoio: UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR DE VIÇOSA (IPC-VIÇOSA)

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR Setembro 2015

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR Setembro 2015 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR Setembro 2015 Rio de Janeiro, 07 de outubro de 2015 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS Setembro 2015 ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO

Leia mais

Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES. Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande

Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES. Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande IPC/CG IPC/CG - Fevereiro de 2010 0,42% Campo Grande MS NÚCLEO

Leia mais

C A L E N D Á R I O D E O B R I G A ÇÕES

C A L E N D Á R I O D E O B R I G A ÇÕES C A L E N D Á R I O D E O B R I G A ÇÕES j a n e i r o / 2 0 1 5 DIA 05 SEGUNDA 06 TERÇA 07 QUARTA 09 SEXTA 10 SÁBADO IMPOSTO /CONTRIBUIÇÃO ICMS/SP - Geral e Sub. Tributária - ref. 12/2014 - Código Prazo

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC Fevereiro 2007 Rio de Janeiro, 09 de março de 2007 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS FEVEREIRO DE 2007 ÍNDICE NACIONAL

Leia mais

determinará medidas para que os consumidores

determinará medidas para que os consumidores Shutterstock Vendo o invisível sívelinvisívelinvisí Neste mês passa a valer a lei que determina que os impostos embutidos em produtos e serviços sejam discriminados na nota fiscal determinará medidas para

Leia mais

Nível de preços em outubro tem aumento de 1,31% no município de Chapecó

Nível de preços em outubro tem aumento de 1,31% no município de Chapecó Publicação mensal do curso de Ciências Econômicas da Universidade Comunitária da Região de Chapecó Ano 19, Nº 10 Outubro/2014 Nível de preços em outubro tem aumento de 1,31% no município de Chapecó O curso

Leia mais

CÁLCULO DA VARIAÇÃO DA CESTA BÁSICA NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ-MG DE 2004 A 2008

CÁLCULO DA VARIAÇÃO DA CESTA BÁSICA NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ-MG DE 2004 A 2008 CÁLCULO DA VARIAÇÃO DA CESTA BÁSICA NO MUNICÍPIO DE BAMBUÍ-MG DE 2004 A 2008 Érik DOMINIK; Uellington CORRÊA * CEFET Bambuí; CEFET Bambuí RESUMO Este trabalho tem o objetivo de demonstrar as variações

Leia mais

A KDK ALIMENTANDO SUA FAMÍLIA E REALIZA SEUS SONHOS!

A KDK ALIMENTANDO SUA FAMÍLIA E REALIZA SEUS SONHOS! A KDK ALIMENTANDO SUA FAMÍLIA E REALIZA SEUS SONHOS! MANUAL DE NEGÓCIOS PARABÉNS! Você acaba de entrar para um seleto grupo de consumidores inteligentes, com o grande objetivo de ganhar dinheiro a partir

Leia mais

Receita. Fundo (caldo) 2L de água Pedaços de cebola, cenoura, salsão e outros legumes que aprecie. Risoto

Receita. Fundo (caldo) 2L de água Pedaços de cebola, cenoura, salsão e outros legumes que aprecie. Risoto s Feira Fika Risoto de calabresa com limão siciliano Fundo (caldo) 2L de água Pedaços de cebola, cenoura, salsão e outros legumes que aprecie Risoto 4 dentes de alho 1 cálice pequeno de vinho branco Azeite

Leia mais

Caderneta de Poupança

Caderneta de Poupança Caderneta de Poupança Maio de 2009 1 OBJETIVO DAS MEDIDAS Garantir que a caderneta de poupança permaneça como o melhor investimento para a poupança da maioria da população brasileira Impedir que a caderneta

Leia mais

ÍNDICE TORTA DE BATATA COM CARNE... 01 ISCAS À MODA CHINESA... 02 FRANGO COM ABOBRINHA... 03 BIFE GRELHADO... 04 FRANGO COM PEPINO À CHINESA...

ÍNDICE TORTA DE BATATA COM CARNE... 01 ISCAS À MODA CHINESA... 02 FRANGO COM ABOBRINHA... 03 BIFE GRELHADO... 04 FRANGO COM PEPINO À CHINESA... RECEITUÁRIO-PADRÃO ÍNDICE TORTA DE BATATA COM CARNE... 01 ISCAS À MODA CHINESA... 02 FRANGO COM ABOBRINHA... 03 BIFE GRELHADO... 04 FRANGO COM PEPINO À CHINESA... 05 CAÇAROLA MEXICANA DE PEIXE... 06 CARNE

Leia mais

1 xícara de café com leite desnatado c/ 1 colher de chá de açúcar ou adoçante

1 xícara de café com leite desnatado c/ 1 colher de chá de açúcar ou adoçante SEGUNDA-FEIRA Café da Manhã - 07:00 2 colheres de chá de requeijão ou margarina 1 xícara de café com leite desnatado c/ 1 colher de chá de açúcar ou adoçante 1/2 mamão papaia (1 fatia) ou 1 fatia de melão

Leia mais

Receitas do livro BOLO SALGADO DE FARINHA DE MANDIOCA

Receitas do livro BOLO SALGADO DE FARINHA DE MANDIOCA Receitas do livro BOLO SALGADO DE FARINHA DE MANDIOCA Nome da 4 xícaras de chá de farinha de farinha (500g) 4 ovos 2 Litros de leite morno 1 colher (sopa) de fermento em pó (10g) 2 gemas para pincelar

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS 1 Cardápio Segunda-Feira: Mingau de aveia, canela e biscoito doce MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Frango guisado, arroz escorrido, feijão, farofa, salada e Sopa de legumes e carne seca Tiras de frango acebolada,

Leia mais

Diretoria de Pesquisas Coordenação de Índices de Preços - COINP. Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor SNIPC.

Diretoria de Pesquisas Coordenação de Índices de Preços - COINP. Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor SNIPC. Diretoria de Pesquisas Coordenação de Índices de Preços - COINP Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor SNIPC setembro 2012 Data 05/10/2012 IPCA IPCA setembro 0,57 % agosto 0,41 % IPCA - Série

Leia mais

CESTA BÁSICA PAZ VIANNA S TIPO 01

CESTA BÁSICA PAZ VIANNA S TIPO 01 TIPO 01 QTD UN COMPOSIÇÃO 01 UN AÇÚCAR REFINADO 02 UN ARROZ TIPO 1 02 UN FEIJÃO PRETO 1 01 UN ÓLEO DE SOJA SOYA 01 UN MACARRÃO ESPAGUETE ADRIA 01 UN CAFÉ CARRETEIRO / PELÉ 250 gr 01 UN FARINHA DE MANDIOCA

Leia mais

renda fixa? seu dinheiro É hora de apostar na #92 Tudo indica que os juros deverão voltar a subir para controlar a inflação

renda fixa? seu dinheiro É hora de apostar na #92 Tudo indica que os juros deverão voltar a subir para controlar a inflação #92 É hora de apostar na renda fixa? Tudo indica que os juros deverão voltar a subir para controlar a inflação seu dinheiro a sua revista de finanças pessoais Para quê moeda? Brasileiros utilizam cada

Leia mais

ICV-DEESE fica em 6,04%, em 2013

ICV-DEESE fica em 6,04%, em 2013 1 São Paulo, 8 de janeiro de 2014. ICV-DEESE fica em 6,04%, em 2013 NOTA À IMPRENSA Em 2013, o Índice do Custo de Vida ICV calculado pelo DIEESE Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos

Leia mais

Cuquinha de banana. Receitas sem glúten e sem lactose. Ingredientes: Modo de preparo:

Cuquinha de banana. Receitas sem glúten e sem lactose. Ingredientes: Modo de preparo: Cuquinha de banana - 1 copo de farinha de arroz urbano; - 1 colher de sopa de fermento em pó; - 3/4 copo de óleo; - 1 copo de açúcar; - 1 copo de suco de laranja; - 3 ovos; - 1 colher de café de canela

Leia mais

RELATÓRIO DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DA ETAPA SOLIDÁRIA DA 4ª GINCANA TEMA A UNIÃO EM PROL DA SOLIDARIEDADE E DA SUSTENTABILIDADE.

RELATÓRIO DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DA ETAPA SOLIDÁRIA DA 4ª GINCANA TEMA A UNIÃO EM PROL DA SOLIDARIEDADE E DA SUSTENTABILIDADE. RELATÓRIO DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DA ETAPA SOLIDÁRIA DA 4ª GINCANA TEMA A UNIÃO EM PROL DA SOLIDARIEDADE E DA SUSTENTABILIDADE. QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO: ENTIDADE ITENS DOADOS ARRECADAÇÃ0 Comunidade

Leia mais

Sugestões de Presentes. Eletrodoméstico

Sugestões de Presentes. Eletrodoméstico Sugestões de Presentes Eletrodoméstico Ar condicionado Aspirador de pó Batedeira de bolo Cafeteira elétrica Centrífuga de frutas Depurador Espremedor de frutas Faca elétrica Ferro elétrico Fogão Forno

Leia mais

EDITAL Pregão Presencial Nº 000061/2013 ANEXO I

EDITAL Pregão Presencial Nº 000061/2013 ANEXO I PREFEITURA MICIPAL DE ÁGUIA BRANCA EDITAL Pregão Presencial Nº 000061/2013 ANEXO I 1 - Propomos entregar a PMAB-ES, pelo preço apurado após a fase de lances, o objeto desta Licitação, obedecendo às estipulações

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS - UNIMONTES. Reitor: Prof. João dos Reis Canela. Vice-Reitora: Profª. Maria Ivete Soares de Almeida

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS - UNIMONTES. Reitor: Prof. João dos Reis Canela. Vice-Reitora: Profª. Maria Ivete Soares de Almeida Centro de Ciências Sociais Aplicadas - CCSA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS - UNIMONTES Reitor: Prof. João dos Reis Canela Vice-Reitora: Profª. Maria Ivete Soares de Almeida Pró-Reitor de Pesquisa:

Leia mais

ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (INPC) E A CESTA BÁSICA JANEIRO/2011

ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR (INPC) E A CESTA BÁSICA JANEIRO/2011 1. INTRODUÇÃO O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) apresenta os resultados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor e a Cesta Básica para a Região Metropolitana de Fortaleza.

Leia mais

Centro de Conhecimento em Agronegócios. Universidade de São Paulo

Centro de Conhecimento em Agronegócios. Universidade de São Paulo Realização: SECRETARIA DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO CÂMARA SETORIAL DE LEITE E DERIVADOS Centro de Conhecimento em Agronegócios Centro de Conhecimento em Agronegócios Faculdade de Economia, Administração

Leia mais

SUGESTÃO FILANTRÓPICA NOVEMBRO/ 2011 Dias Desjejum Almoço Lanche Jantar Mamão e banana com Sopa de macarrão, carne e Pão de forma com Omelete

SUGESTÃO FILANTRÓPICA NOVEMBRO/ 2011 Dias Desjejum Almoço Lanche Jantar Mamão e banana com Sopa de macarrão, carne e Pão de forma com Omelete SUGESTÃO FILANTRÓPICA NOVEMBRO/ 2011 31/10 Leite com achocolatado Mamão e banana com Sopa de macarrão, carne e Pão de forma com Omelete farinha láctea legumes Batatas ao molho Salada de cenoura e beterraba

Leia mais

Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES. Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande

Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES. Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande IPC/CG IPC/CG - Março de 2010 0,43% Campo Grande MS NÚCLEO DE

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO

QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO Setor: N o. do quest QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO PARA TODAS AS PESSOAS COM 20 ANOS OU MAIS Data da entrevista / / Hora de início: Nome do entrevistador: Nº de identificação: Nome: Sexo

Leia mais

GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL GUIA ALIMENTAR COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL A promoção da alimentação saudável é uma diretriz da Política Nacional de Alimentação e Nutrição e uma das prioridades para a segurança alimentar e nutricional

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC junho 2014

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC junho 2014 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC junho 2014 Rio de Janeiro, 08 de julho de 2014 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS Junho 2014 ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS

Leia mais

NÚMERO. Alimentação: Sustentável. Receitas deliciosas. O seu dia a dia muito mais saboroso. CHICO SARDELLI DEPUTADO ESTADUAL PV

NÚMERO. Alimentação: Sustentável. Receitas deliciosas. O seu dia a dia muito mais saboroso. CHICO SARDELLI DEPUTADO ESTADUAL PV Alimentação: Sustentável NÚMERO 3 Receitas deliciosas. O seu dia a dia muito mais saboroso. Risoto de casca de Abóbora Cascas de 2kg de abóbora (ralada ) 3 xicaras de arroz cozido 1 cebola grande (picada)

Leia mais

Análise dos impactos do Programa Bolsa Família no desenvolvimento do Nordeste

Análise dos impactos do Programa Bolsa Família no desenvolvimento do Nordeste Análise dos impactos do Programa Bolsa Família no desenvolvimento do Nordeste Francisco Diniz Bezerra Coordenador de Estudos e Pesquisas BNB/ETENE Fortaleza CE 20/11/2013 Indicadores socioeconômicos da

Leia mais

Nível de preços em julho tem queda de 1,12% no município de Chapecó

Nível de preços em julho tem queda de 1,12% no município de Chapecó Publicação mensal do curso de Ciências Econômicas da Universidade Comunitária da Região de Chapecó Ano 19, Nº 7 Julho/2014 Nível de preços em julho tem queda de 1,12% no município de Chapecó O curso de

Leia mais

Centro Espírita São Caetano

Centro Espírita São Caetano Centro Espírita São Caetano Centro Espírita São Caetano conhecido como Tenda de Umbanda Choupana do Caboclo Laje e São Sebastião, fundado em 06 de Maio de 1976 Rua 28 de Julho, 240 andar superior Bairro

Leia mais

Inventário Página 1 de 6

Inventário Página 1 de 6 Hall de entrada: Página 1 de 6 01 mesa c/ base de ferro e tampo de granito; 02 esculturas barrocas (Santa e Cristo) 02 cadeiras de madeira com assento de veludo e encosto de palha traçada; Sala de jantar:

Leia mais

RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS

RELAÇÃO MENSAL DAS COMPRAS Folha: 1/11 RELAÇÃO NSAL DAS COMPRAS De acordo com o Artigo 16 da Lei Nr. 8.666, de 21 de Junho de 1993, alterada pela Lei Nr. 8.883, de 08 de Junho de 1994, esta é a relação de todas as compras realizadas

Leia mais

Treinamento: Aproveitamento Integral de Alimentos Cód. 821

Treinamento: Aproveitamento Integral de Alimentos Cód. 821 APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS Para higienização de hortifrutis: - 1 litro de água potável - 1 colher de sopa (10 ml) de água sanitária, sem perfume - Deixar de molho por 15 minutos CALDO NUTRITIVO

Leia mais

Empresa Júnior constitui ou não Instituição de Educação?

Empresa Júnior constitui ou não Instituição de Educação? 1 Sumário I. Introdução... 3 II. Empresa Júnior constitui ou não Instituição de Educação?... 3 III. As Imunidades Tributárias das Empresas Juniores... 4 IV. Incidência de Tributos sobre Empresas Juniores:...

Leia mais

Associação Brasileira de Supermercados Nº49 ECONOMIA. Honda: ritmo de vendas de janeiro foi positivo. Nesta edição:

Associação Brasileira de Supermercados Nº49 ECONOMIA. Honda: ritmo de vendas de janeiro foi positivo. Nesta edição: Associação Brasileira de Supermercados Nº49 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 26 de Fevereiro de 2015 Setor inicia o ano com crescimento real de 3,42% Em janeiro de 2015

Leia mais

Lípidios (g) (g) MODO DE PREPARO. Vitamina C (mg) Açúcar g 7 27,09 6,97 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 R$ 0,01

Lípidios (g) (g) MODO DE PREPARO. Vitamina C (mg) Açúcar g 7 27,09 6,97 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 R$ 0,01 Cardápio nº 2455 - BISCOITO CASEIRO DE NATA E SUCO DE POLPA DE FRUTA os C Ca Mg Fe Zn Custo Açúcar g 8 30,96 7,97 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 R$ 0,01 Açúcar (suco) g 10 38,70 9,96 0,00

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DO OESTE

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DO OESTE PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO DO OESTE PROCESSO SELETIVO Nº001/2010 AUXILIARES DE SERVIÇOS GERAIS NOME DO CANDIDAT0: ASSINATURA: RIO DO OESTE 27 DE JANEIRO DE 2010 Instruções: Antes de começar a realizar

Leia mais

IPCA setembro 2014 Data 08/10/2014

IPCA setembro 2014 Data 08/10/2014 Diretoria de Pesquisas Coordenação de Índices de Preços - COINP Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor SNIPC IPCA setembro 2014 Data 08/10/2014 IPCA Setembro 0,57 % Agosto 0,25 % IPCA Regiões

Leia mais

ÍNDICE UNIFAFIBE DO CUSTO DA CESTA BÁSICA DE BEBEDOURO BOLETIM ANUAL 2011 Destaques:

ÍNDICE UNIFAFIBE DO CUSTO DA CESTA BÁSICA DE BEBEDOURO BOLETIM ANUAL 2011 Destaques: 1 ÍNDICE UNIFAFIBE DO CUSTO DA CESTA BÁSICA DE BEBEDOURO BOLETIM ANUAL Destaques: Inflação anual da cesta básica de Bebedouro é de 5,12%, aumento de R$ 23,56. Aumento da cesta foi puxado por alimentos.

Leia mais

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? O Ministério da Saúde está lançando a versão de bolso do Guia Alimentar para a População Brasileira, em formato de Dez Passos para uma Alimentação Saudável, com o objetivo

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO PRÊMIO MÉRITO ACATS EXPOSUPER 2015

REGULAMENTO GERAL DO PRÊMIO MÉRITO ACATS EXPOSUPER 2015 1. NATUREZA DO PRÊMIO REGULAMENTO GERAL DO PRÊMIO MÉRITO ACATS EXPOSUPER 2015 1.1. O Prêmio Mérito ACATS Exposuper é uma iniciativa da ACATS - Associação Catarinense de Supermercados, que tem como objetivo

Leia mais

Cesta básica tem alta em janeiro

Cesta básica tem alta em janeiro 1 São Paulo, 11 de fevereiro de 2008. NOTA À IMPRENSA Cesta básica tem alta em janeiro Em janeiro, o preço dos gêneros alimentícios essenciais apresentou alta em 15 das 16 capitais onde o DIEESE Departamento

Leia mais

Por um Mundo Melhor. A Campanha será realizada no período de 10 de abril a 20 de dezembro de 2010.

Por um Mundo Melhor. A Campanha será realizada no período de 10 de abril a 20 de dezembro de 2010. OBJETIVO A Campanha Solidária é um evento realizado pela Fundação Mokiti Okada M.O.A., com o apoio da Igreja Messiânica Mundial do Brasil, do Movimento Johvem e da empresa Korin. Seu objetivo é promover

Leia mais

TENDÊNCIAS DA MAIORIA

TENDÊNCIAS DA MAIORIA TENDÊNCIAS DA MAIORIA O desafio de conquistar um mercado consumidor de R$ 834 bilhões em 2010 O Brasil emergente São 37 milhões de famílias com renda mensal entre 3 e 10 salários-mínimos A classe média

Leia mais

Endereço Telefone: Preço

Endereço Telefone: Preço Supermercados Região Central Endereço Telefone: Preço Supermercado Musamar Pernambuco, 785 3324-0020 * Foram pesquisados itens com os mesmos referenciais de qualidade, embalagem e peso. Supermercado Condor

Leia mais

VAREJO INTENSIFICA LIQUIDAÇÕES PARA MINIMIZAR PERDAS EM 2015

VAREJO INTENSIFICA LIQUIDAÇÕES PARA MINIMIZAR PERDAS EM 2015 VAREJO INTENSIFICA LIQUIDAÇÕES PARA MINIMIZAR PERDAS EM 2015 Atravessando seu pior ano em mais de uma década e necessitando reduzir estoques para vendas de final de ano, varejo reduz os preços de 41,6%

Leia mais

peixe cozido com pirão Arroz/feijão Sob : fruta suco com torradinhas almôndegas com massinha. Sob: fruta

peixe cozido com pirão Arroz/feijão Sob : fruta suco com torradinhas almôndegas com massinha. Sob: fruta 1ª SEMANA café com leite + rosquinhas suco de frutas+ biscoito maizena cereal com leite mingau de maizena leite com morango+biscoito cream cracker e frango desfiado polenta picadinho carioca arroz com

Leia mais

Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES BOLETIM IPC/CG

Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES BOLETIM IPC/CG Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES BOLETIM IPC/CG Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande IPC/CG IPC/CG - JULHO de 2012 0,15% Campo Grande

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2012

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2012 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, DE 2012 (Do Sr. Vaz de Lima) Altera os Anexos da Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, para permitir o abatimento de parcela dedutível do valor devido mensalmente

Leia mais

Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES BOLETIM IPC/CG

Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES BOLETIM IPC/CG Universidade Anhanguera - Uniderp Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas e Sociais - NEPES BOLETIM IPC/CG Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande IPC/CG IPC/CG - JUNHO de 2012 0,19% Campo Grande

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC julho 2014

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC julho 2014 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC julho 2014 Rio de Janeiro, 08 de agosto de 2014 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS Julho 2014 ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE RONDÔNIA SENAR-AR/RO CNPJ Nº. 04.293.236/0001-14 ANEXO II ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº001 VINCULADA A LICITAÇÃO NA MODALIDADE CONCORRÊCIA Nº 001/2010 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº. 001/2010 PROCESSO Nº 006/2010 CONCORRÊNCIA Nº 001/2010 CONTRATANTE: SENAR/RO

Leia mais

BOLETIM MENSAL Ano 25 No 05 Maio 2009

BOLETIM MENSAL Ano 25 No 05 Maio 2009 BOLETIM MENSAL Ano 25 N o 05 Maio 2009 Apoio: UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR DE VIÇOSA (IPC-VIÇOSA) Coordenador

Leia mais

Empresário Empreendedor

Empresário Empreendedor Empresas x Tributação Empresário Empreendedor Carga Tributária Obrigações acessórias Receita Federal Receita Estadual Previdência Social Receita Municipal Situação Tributária do Negócio Para o Empresário

Leia mais

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC fevereiro 2014

ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC fevereiro 2014 ÍNDICES NACIONAIS DE PREÇOS AO CONSUMIDOR IPCA e INPC fevereiro 2014 Rio de Janeiro, 12 de março de 2014 SISTEMA NACIONAL DE ÍNDICES DE PREÇOS AO CONSUMIDOR COMENTÁRIOS Fevereiro 2014 ÍNDICE NACIONAL DE

Leia mais

Gerência de Compra GERÊNCIA DN. Refrigerante tradicional e zero; Suco de frutas - 2 sabores; E Água mineral comum e gasosa.

Gerência de Compra GERÊNCIA DN. Refrigerante tradicional e zero; Suco de frutas - 2 sabores; E Água mineral comum e gasosa. 1 1 13/00278 SERVIÇO DE ALIMENTAÇÃO / COQUETEL SIMPLES 1 E COQUETEL SIMPLES 2 (MESMAS UND 12 OPçõES DO COQUETEL SIMPLES 1 INCLUINDO CERVEJA) - PARA 60, 100 E 150 Refrigerante tradicional e zero; Suco de

Leia mais

OTI Olimpíadas de Tecnologia da Informação

OTI Olimpíadas de Tecnologia da Informação OTI Olimpíadas de Tecnologia da Informação Cursos Análise e Desenvolvimento de Sistemas Sistemas de Informação 2012 25 a 28 de junho Objetivo 1. Estimular e promover o desenvolvimento de todas as disciplinas

Leia mais

F E V E R E I R O / 9 3

F E V E R E I R O / 9 3 G O V E R N A D O R D O E S T A D O - G E R A L D O B U L H Õ E S B A R R O S ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE PLANEJAMENTO SEPLAN FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PLANEJAMENTO FIPLAN INSTITUTO DE INFORMÁTICA - IFOR

Leia mais

Em Santo Antônio do Pinhal, Merenda Escolar não é despesa. É investimento!

Em Santo Antônio do Pinhal, Merenda Escolar não é despesa. É investimento! 1º Semana- Outubro/2014 29/09/2014 30/09/2014 01/10/2014 02/10/2014 03/10/2014 Suco Suco Suco de Abacaxí Arroz, Feijão Farofa de Ovo e Cenoura e Salada de Beterraba Arroz, Feijão, Frango com Batata e Salada

Leia mais

ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR AGOSTO/2012

ÍNDICE NACIONAL DE PREÇOS AO CONSUMIDOR AGOSTO/2012 1. INTRODUÇÃO O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) apresenta os resultados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) para a Região Metropolitana de Fortaleza e o Índice

Leia mais

Estudo sobre o comportamento de preços de produtos da cesta básica 2014/2015: Supermercados da cidade de Corumbá, Mato Grosso do Sul, Brasil.

Estudo sobre o comportamento de preços de produtos da cesta básica 2014/2015: Supermercados da cidade de Corumbá, Mato Grosso do Sul, Brasil. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DO CAMPUS DO PANTANAL PESQUISA DE PREÇOS DE PRODUTOS DA CESTA BÁSICA Estudo sobre o comportamento de preços de produtos da cesta básica

Leia mais

14,29 22,79 12,79 10,99 8,99 22,99 12,99 11,99 12,98 37,90. Panettone ou Chocottone Bauducco 400g. Panettone Village 500g Chocolate

14,29 22,79 12,79 10,99 8,99 22,99 12,99 11,99 12,98 37,90. Panettone ou Chocottone Bauducco 400g. Panettone Village 500g Chocolate 4,69 Chocolate Barra Garoto 125g 9,49 Panettone Village 400g Frutas 12,79 Panettone Village 500g Chocolate 22,79 Chocottone Bauducco 550g Trufa, Avelã ou Mousse 14,29 Panettone ou Chocottone Bauducco 400g

Leia mais

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada

Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada Escolha sua melhor opção e estude para concursos sem gastar nada 06. Observe o quadrinho. Para responder às questões de números 08 a 12, leia o texto. (Folha de S.Paulo, 14.06.2013. Adaptado) Assinale

Leia mais

IPES CESTA BÁSICA CAXIAS DO SUL. Fevereiro de 2015. Cesta Básica de Caxias do Sul. Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais

IPES CESTA BÁSICA CAXIAS DO SUL. Fevereiro de 2015. Cesta Básica de Caxias do Sul. Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais IPES Cesta Básica de Caxias do Sul Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais CESTA BÁSICA DE CAXIAS DO SUL Fevereiro 2015 Fevereiro de 2015 UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL REITOR Prof.

Leia mais

Governo do Estado de Mato Grosso do Sul Secretaria de Estado de Educação

Governo do Estado de Mato Grosso do Sul Secretaria de Estado de Educação Governo do Estado de Mato Grosso do Sul Secretaria de Estado de Educação Receitas Salgadas Molho Básico de Carne Moída Arroz Vitaminado Brasileirinho Sopa de Feijão com Macarrão, Legumes e Carne Baião

Leia mais

Cardápio Escolar ALMOÇO 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10. Arroz, Feijão, Brócolis alho e óleo. Arroz, Feijão, Purê de Batata

Cardápio Escolar ALMOÇO 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10. Arroz, Feijão, Brócolis alho e óleo. Arroz, Feijão, Purê de Batata 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10 Acompanhamento Salada Sobremesa 01/09/10 Frango Assado com Creme de Cebola Brócolis alho e óleo Tomate Abacaxi 02/09/10 Bife a Role Purê de Batata cozida

Leia mais

I CASOS PRÁTICOS DACON Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos

I CASOS PRÁTICOS DACON Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos I CASOS PRÁTICOS DACON Segue abaixo orientações quanto ao preenchimento prático de informações a serem prestadas em Dacon através de exemplos fictícios. 1 Sistema Cumulativo Pessoa Jurídica tributada pelo

Leia mais