XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações"

Transcrição

1 Livro de actas do XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações 20 e 21 de Maio de 2011 Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Campo Grande, 376 Lisboa Organização

2

3 20 e 21 de Maio de 2011 ULHT, Lisboa, Francisco Ferreira (FCT, UNL); Ana Rita Antunes; Laura Carvalho; Ana Dias; Sara Guerreiro; João Concha; Nídia Costa (Quercus ANCN) R. Santo António da Glória, nº 6D, Lisboa, tel: Artigo apresentado no XI CNEA Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente, subordinado ao tema Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações, que decorreu na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia (Lisboa), nos dias 20 e 21 de Maio de Citação: Ferreira, F.; Antunes, A.; Carvalho, L.; Dias, A.; Guerreiro, S.; Concha, J. e Costa, N. (2011). Ecofamílias II: Promoção da Eficiência Energética nas Habitações. XI CNEA Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente. Lisboa.

4 Ferreira et al. a) SUMÁRIO O projecto EcoFamílias II tem como objectivo a sensibilização dos cidadãos para as questões ligadas ao consumo de energia no sector doméstico, nomeadamente para a redução e racionalização deste consumo, actuando ao nível dos equipamentos e dos aspectos construtivos. Foram visitadas 1000 famílias espalhadas por todo o território do continente entre Novembro de 2009 e Março de 2011, apresentando-se aqui uma análise provisória das famílias visitadas entre Novembro de 2009 e Julho de 2010, num total de 428 famílias. Da análise efectuada verifica-se já existirem, por parte das famílias, preocupações em anular os consumos de standby e off-mode e na escolha de iluminação eficiente. No entanto existe ainda um potencial de poupança significativo associado, não só a estes dois níveis, mas também à substituição de electrodomésticos e à utilização de tecnologias de energias renováveis. Na construção o potencial de poupança existente está relacionado com a climatização, isolamento e vãos envidraçados. PALAVRAS-CHAVE: Eficiência Energética, Equipamentos, Construção, Sector doméstico.. 4

5 20 e 21 de Maio de 2011 ULHT, Lisboa, INTRODUÇÃO O projecto EcoFamílias II tem como objectivo a sensibilização dos cidadãos para as questões ligadas ao consumo de energia no sector doméstico, nomeadamente para a redução e racionalização deste consumo, dando continuidade à medida EcoFamílias aprovada e desenvolvida no PPEC de Através da actuação directa nas habitações das famílias portuguesas (1000 famílias, residentes em Portugal Continental), a medida pretende: Delinear planos de gestão de procura para as famílias e promover a sua implementação; Promover a eficiência e a redução do consumo energético no sector doméstico, através do aconselhamento directo e personalizado; Sensibilizar os cidadãos para os aspectos construtivos das habitações, que tem consequências directas nos consumos eléctricos em climatização. As visitas foram realizadas entre Novembro de 2009 e Março de 2011 mas os resultados apresentados correspondem à análise dos dados de 428 famílias, visitadas entre Novembro de 2009 e Julho de 2010, nas áreas de anulação de standby e off-mode, iluminação, substituição de grandes equipamentos (categoria das máquinas de lavar e equipamentos de frio), instalação de painéis solares térmicos para o aquecimento das águas sanitárias (AQS) e conforto higrotérmico. 5

6 Ferreira et al. a) METODOLOGIA As famílias receberam a visita de dois técnicos, um para a área dos equipamentos e outro para a área da construção, que realizaram o levantamento dos hábitos de utilização de energia da família e das características construtivas da habitação. Durante a visita foram também realizadas medições de consumo dos equipamentos eléctricos nos seus diferentes modos de funcionamento: ligado, em standby e em offmode. Nas visitas as famílias receberam material e informação para poderem actual desde logo para melhorar a eficiência energética da sua habitação, nomeadamente: Uma multitomada com corte de corrente; Uma ficha de recomendação geral da área da energia; Uma ficha de recomendação geral da área da construção. As fichas apresentam um conjunto de conselhos que visam a poupança energética e encontram-se divididas nas seguintes componentes: Energia: Standby e off-mode, Iluminação, Grandes equipamentos, Pequenos electrodomésticos de cozinha, Equipamentos de frio, Outras informações. Construção: Procedimentos a seguir no Verão, Procedimentos a seguir no Inverno, Cor, Outras recomendações, Espaços verdes, Links de interesse. 6

7 20 e 21 de Maio de 2011 ULHT, Lisboa, CARACTERIZAÇÃO As famílias visitadas no período em análise têm as seguintes caracteristicas: 85% do agregado familiar é composto por 2 a 4 pessoas ( Figura 1); 7% 2% 0,5% 5% 1 elemento 27% 27% 2 elementos 3 elementos 4 elementos 5 elementos 6 elementos 7 elementos 31% Figura 1 Nº elementos do agregado familiar A maioria das casas visitadas (57%) são apartamentos; 91% de todas as casas são de propriedade de que as habita; A tipologia de casa mais visitada foi a T3, com 37% (Figura 2). 3% 0% 3% 7% 7 23% 27% T0 T1 T2 T3 T4 T5 >T5 37% Figura 2 Tipologia das casas visitadas Foi efectuada a medição dos consumos dos equipamentos das famílias, sempre que possível, nas suas modalidades de standby e em off-mode. Estas medições permitem avaliar a poupança que as famílias já obtêm, por não deixar os equipamentos nestas modalidades, e a poupança potencial, que poderiam obter se alterassem os seus comportamentos. Os equipamentos de entretenimento e informática que normalmente as famílias deixam na modalidade de standby (quando o aparelho está a consumir energia, sem desempenhar a sua função, e com indicação de

8 Ferreira et al. a) consumo) são indicados na Tabela I, juntamente com os valores máximos e mínimos, desse consumo, encontrados. Equipamento Standby máximo Standby mínimo Powerbox TV (CRT e Plasma) 30 4 Modem 17 1 Rooter 15 1,5 Disco externo 10 1 Multifunções 14 3 Tabela I Valores máximos e mínimos de standby Os equipamentos de de entretenimento e informática que normalmente as famílias deixam na modalidade de off-mode (quando o aparelho está a consumir energia, sem desempenhar a sua função e sem indicação de consumo) são indicados na Tabela II, juntamente com os valores máximos e mínimos, desse consumo, encontrados. 8 Equipamento Off-mode máximo Off-mode mínimo Multifunções 10 2 Disco externo 8 0,3 Torre 7 2 TV (CRT e Plasma) 6 0,3 Tabela II Valores máximos e mínimos de off-mode Os pequenos electrodomésticos de cozinha que normalmente as famílias deixam na modalidade de standby são indicados na Tabela III, juntamente com os valores máximos e mínimos, desse consumo, encontrados.

9 20 e 21 de Maio de 2011 ULHT, Lisboa, Equipamento Standby máximo Standby mínimo Microondas 5 1,5 Máquina de café 8 0,4 Tabela III Valores máximos e mínimos de standby A evolução tecnológica ocorrida nos últimos anos e os regulamentos comunitários aplicados ao sector da iluminação reflectem-se na tipologia de lâmpadas encontradas em casa das famílias (Figura 3). A predominância de lâmpadas incandescentes foi largamente substituída pelas lâmpadas fluorescentes compactas (cerca 41%). A quantidade de LED s é ainda pouco expressiva (1,4%) mas é evidente a vontade das famílias em adquirir e usar este novo tipo de tecnologia, muito embora as potências disponíveis e os preços aplicados sejam ainda obstáculos à sua implementação generalizada. 8,3% 1,4%1,1% 0,2% Lâmpada fluorescente compacta Lâmpada Incandescente 21,1% 40,6% Lâmpada de halogéneo 9 Lâmpada fluorescente tubular LED Lâmpada fluorescente circular 27,2% Outro Figura 3 Tipologias de lâmpadas encontradas nas habitações No caso dos grandes electrodomésticos mais antigos ou quando havia queixas, por parte da família, foi deixado, sempre que possível, um energy check para medir os consumos energéticos do equipamento. Esse aparelho foi recolhido mais tarde e os dados foram analisados de forma a avaliar a viabilidade econónica, em 10 anos, da sua substituição por outro mais eficiente. Foi também avaliada a possibilidade de aplicação de painéis solar térmicos para a obtenção de águas quentes sanitárias (AQS) para vivendas e apartamentos do penúltimo e último andar. Das famílias que cumpriam estes requisitos, 47% teria vantagens em implementar um sistema solar térmico, com retorno de investimento menor ou igual a 10 anos. No entanto essa recomendação foi sempre acautelada aconselhando a consulta de uma empresa especializada, no sector, para avaliar mais detalhadamente a viabilidade da situação.

10 Ferreira et al. a) Na construção verifica-se que os edifícios são maioritariamente recentes, posteriores ao primeiro Regulamento das Caracteristicas de Comportamento Térmico dos Edifícios. Identificou-se também uma distribuição equilibrada entre as várias orientações, com uma ligeira predominância entre Este e Oeste (Figura 4). É preocupante que a orientação Norte tenha tanta expressão (14%), uma vez que, é uma orientação onde se perde muita energia, com maior humidade e praticamente não recebe radiação solar directa ao longo do ano. 7% 14% 13% 15% 15% 13% N NE E SE S SO O 13% 10% Figura 4 Orientação geográficas das casas 10 Ao nível da eficiência dos elementos construtivos é mais frequente (mais de 75% dos casos) encontrar vãos e elementos de sombreamento eficientes (vidro duplo e caixilharia eficiente/ sombreamento exterior) do que elementos opacos (menos de 45% da construção eficientes paredes exteriores e coberturas bem isoladas termicamente (Figura 5). Este facto pode dever-se aos montantes envolvidos para fazer estas intervenções na habitação apesar do valor por m 2 ser mais elevado para a substituição de vãos, por corresponder a uma menor área, esta traduzse numa despesa inferior do que isolar paredes e coberturas.

11 20 e 21 de Maio de 2011 ULHT, Lisboa, 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% NÃO EFICIENTES EFICIENTES 30% 20% 10% 0% Paredes Cobertura Vãos Sombreamento Figura 5 Eficiência dos elementos construtivos Cerca de 30% das habitações, consideradas nesta análise, apresenta patologias. Predominam os fungos e bolores (Figura 6) e, regra geral, estes têm origem na insuficiente ventilação das habitações, podendo também ter origem em situações construtivas mais sérias. 100% 11 90% 80% 70% 60% 50% 40% NÃO SIM 30% 20% 10% 0% condensações fungos/ bolores fissuras outros Figura 6 Patologias encontradas nas casas

12 Ferreira et al. a) RESULTADOS No levantamento efectuado, durante as visitas nas casas das famílias, foram também identificados e quantificados, sempre que possível, os bons comportamentos já adoptados pelas famílias, antes do projecto. Verificou-se que as famílias, em média, já efectuavam uma poupança de 390 kwh/ano, com os hábitos de anulação dos consumos standby e off-mode e com a utilização de iluminação energeticamente mais eficiente (Tabela IV). Componente kwh/ano /ano kg CO2/ano Standby e off-mode Iluminação TOTAL Tabela IV Poupança média já efectuada, por família Para além da poupança já efectuada, nestas áreas, foi ainda identificado um potencial de poupança de 271 kwh/ano (Tabela V). O potencial de redução de consumos obtido pela substituição de máquinas de lavar e de equipamentos de frio bem na instalação de dos painéis solar térmicos, nas famílias em que era economicamente viável a sua substituição ou implementação, corresponde a kwh/ano. 12 Componente kwh/ano /ano kg CO2/ano Standby e off-mode Iluminação TOTAL Máquinas de lavar e equipamentos de frio* AQS* * média das famílias em que era economicamente viável a substituição ou implementação Tabela V Poupança potencial média, por família

13 20 e 21 de Maio de 2011 ULHT, Lisboa, Na Figura 7 verifica-se que a poupança potencial relativa à anulação de standby e off-mode está predominantemente relacionada com os equipamentos de entretenimento (72%). 4% 1% Entretenimento 23% Informática Peq. electrodomésticos cozinha 72% Outros Figura 7 Poupança potencial associada à anulação de standby e off-mode Ao nível da construção, verificou-se que as famílias poderiam diminuir o seu consumo na climatização se intervierem, essencialmente, na envolvente construtiva opaca (principalmente nas paredes exteriores e coberturas). Na maioria dos casos a poupança potencial das intervenções na envolvente construtiva opaca situa-se entre os 10 e os 25%, enquanto nos vãos e sombreamento esse potencial reduz-se a 10% (Figura 8) % 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 90 (%) 65 < 90 (%) 40 < 65 (%) 25 < 40 (%) 10 < 25 (%) < 10 (%) 10% 0% parede/ cobertura vãos/ sombreamento Figura 8 Potencial de poupança em climatização

Saber mais sobre Energia

Saber mais sobre Energia Saber mais sobre Energia Energia Está sempre presente nas nossas actividades. Mas usamos uma fonte que se está a esgotar. Situação Actual Cerca de 83% da energia consumida no nosso país é importada e de

Leia mais

Pós-Copenhaga E o ambiente? Francisco Ferreira

Pós-Copenhaga E o ambiente? Francisco Ferreira Pós-Copenhaga E o ambiente? Francisco Ferreira Alterações climáticas Emissão de gases de efeito de estufa -> agravamento do efeito de estufa -> aquecimento global -> alterações climáticas 4 relatórios

Leia mais

XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações

XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações Livro de actas do XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações 20 e 21 de Maio de 2011 Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Leia mais

Aspetos da Sustentabilidade

Aspetos da Sustentabilidade Aspetos da Sustentabilidade Francisco Ferreira (Quercus FCT/UNL) 16 de outubro de 2014 Ordem dos Engenheiros Antigamente Bulla Regia Tunísia (vila subterrânea) Atualmente Aspetos de sustentabilidade Perspetiva

Leia mais

Caso de Estudo: reabilitação energética de duas moradias em Paço de Arcos

Caso de Estudo: reabilitação energética de duas moradias em Paço de Arcos Workshop Formar para Reabilitar a Europa PAINEL 3: TECNOLOGIAS E IMPLEMENTAÇÃO DE PROJECTOS Caso de Estudo: reabilitação energética de duas moradias em Paço de Arcos Vítor Cóias, GECoRPA Susana Fernandes,

Leia mais

CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA DE EDIFÍCIOS REABILITADSOS

CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA DE EDIFÍCIOS REABILITADSOS CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA DE EDIFÍCIOS REABILITADSOS Vasco Peixoto de Freitas LFC Laboratório de Física das Construções FACULDADE DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO Vasco Peixoto de Freitas OASRN_2008-1

Leia mais

Sensibilização e Redução do Consumo de Energia RELATÓRIO FINAL

Sensibilização e Redução do Consumo de Energia RELATÓRIO FINAL Sensibilização e Redução do Consumo de Energia RELATÓRIO FINAL Projecto financiado pela Islândia, Liechtenstein e Noruega através do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu Projecto financiado

Leia mais

PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010)

PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010) PRORROGAÇÃO DE PRAZO - Candidaturas SI Qualificação PME (Diversificação e Eficiência Energética) (16/07/2010) Foi prorrogado o prazo para apresentação de candidaturas no âmbito do Aviso N.º 03/SI/2010,

Leia mais

Eficiência Energética e Integração de Energias Renováveis em Edifícios

Eficiência Energética e Integração de Energias Renováveis em Edifícios Eficiência Energética e Integração de Energias Renováveis em Edifícios Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior dos Edifícios Leiria, 11 de Dezembro de 2008 Paulo Gata Amaral pgata@estg.ipleiria.pt

Leia mais

Eficiência Energética em Edifícios. Faculdade de Engenharia Universidade do Porto EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS

Eficiência Energética em Edifícios. Faculdade de Engenharia Universidade do Porto EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS Faculdade de Engenharia Universidade do Porto Engenharia Electrotécnica e Computadores Gestão de Energia A Eficiência Energética em projecto de edifícios tem sempre presente que existem questões importantes

Leia mais

Guia Prático do Certificado Energético da Habitação

Guia Prático do Certificado Energético da Habitação Guia Prático do Certificado Energético da Habitação Fonte: ADENE O QUE É UM CERTIFICADO ENERGÉTICO? Um Certificado Energético (CE) de um edifício ou fracção autónoma é o documento emitido no âmbito do

Leia mais

Sessão de Divulgação: Avisos QREN Eficiência Energética em PME e IPSS Local: Auditório do NERGA - Guarda

Sessão de Divulgação: Avisos QREN Eficiência Energética em PME e IPSS Local: Auditório do NERGA - Guarda Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sessão de Divulgação: Avisos QREN Eficiência Energética em PME e IPSS Local: Auditório do NERGA - Guarda DATA

Leia mais

Certificação energética dos edifícios existentes

Certificação energética dos edifícios existentes Certificação energética dos edifícios existentes Metodologias simplificadas, vantagens, dificuldades e inconvenientes Helder Gonçalves e Laura Aelenei 8ª Jornadas de Climatização Lisboa, 15 de Outubro

Leia mais

SEMINÁRIO FACHADAS ENERGETICAMENTE EFICIENTES: CONTRIBUIÇÃO DOS ETICS/ARGAMASSAS TÉRMICAS FACHADAS EFICIENTES NO DESEMPENHO ENERGÉTICO DE EDIFÍCIOS

SEMINÁRIO FACHADAS ENERGETICAMENTE EFICIENTES: CONTRIBUIÇÃO DOS ETICS/ARGAMASSAS TÉRMICAS FACHADAS EFICIENTES NO DESEMPENHO ENERGÉTICO DE EDIFÍCIOS SEMINÁRIO FACHADAS ENERGETICAMENTE EFICIENTES: CONTRIBUIÇÃO DOS ETICS/ARGAMASSAS TÉRMICAS FACHADAS EFICIENTES NO DESEMPENHO ENERGÉTICO DE EDIFÍCIOS LISBOA, 10 DE MAIO DE 2012 ADENE Agencia para a Energia

Leia mais

CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR NOS EDIFÍCIOS

CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR NOS EDIFÍCIOS CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR NOS EDIFÍCIOS Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema de Certificação Energética e de

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA MÁRTIRES DO TARRAFAL, Nº375, 1º ESQ Localidade MONTIJO

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA MÁRTIRES DO TARRAFAL, Nº375, 1º ESQ Localidade MONTIJO Válido até 14/04/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA MÁRTIRES DO TARRAFAL, Nº375, 1º ESQ Localidade MONTIJO Freguesia MONTIJO E AFONSOEIRO Concelho MONTIJO GPS 38.710800, -8.986600 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

EcoFamílias Água. (Janeiro Novembro 2008) Relatório Final

EcoFamílias Água. (Janeiro Novembro 2008) Relatório Final EcoFamílias Água (Janeiro Novembro 2008) Relatório Final Janeiro de 2009 Índice 1. Resumo Executivo... 3 2. Introdução... 5 3. Objectivos... 8 4. Metodologia... 9 4.1. Selecção das Famílias... 9 4.2. Monitorização...

Leia mais

estudo paramétrico para otimização do projeto térmico de pequenos edifícios parte ii

estudo paramétrico para otimização do projeto térmico de pequenos edifícios parte ii 39_ 43 projeto térmico estudo paramétrico para otimização do projeto térmico de pequenos edifícios parte ii Albano Neves e Sousa Professor Auxiliar do Departamento de Engenharia Civil Arquitetura e Georrecursos

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO

FICHA TÉCNICA DO CURSO FICHA TÉCNICA DO CURSO ACÚSTICA DE EDIFÍCIOS EDIÇÃO Nº01/2015 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO ACÚSTICA DE EDIFÍCIOS 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER - Saber dotar um edifício de boas condições de conforto acústico,

Leia mais

Relatório de Auditoria Energética

Relatório de Auditoria Energética Relatório de Auditoria Energética Relatório de Certificação Energética Local: 0 Today() www.classe-energetica.com Índice 1. Objectivos da Certificação Energética 2. escrição do Imóvel 3. Resultados da

Leia mais

Certificado energético e medidas de melhoria das habitações Estudo de opinião. Junho 2011

Certificado energético e medidas de melhoria das habitações Estudo de opinião. Junho 2011 Certificado energético e medidas de melhoria das habitações Estudo de opinião Junho 2011 Objectivos Avaliar se os indivíduos que habitam em casas já certificadas, conhecem o respectivo certificado energético

Leia mais

Seminário Eficiência Energética : Políticas, Incentivos e Soluções. Sertã, 06 de Junho 2011

Seminário Eficiência Energética : Políticas, Incentivos e Soluções. Sertã, 06 de Junho 2011 Seminário Eficiência Energética : Políticas, Incentivos e Soluções Promover a eficiência energética É tornar o mundo melhor e mais assustentável tá e ADENE Agência para a Energia Paulo Nogueira Auditório

Leia mais

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema de Certificação Energética - Geral

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema de Certificação Energética - Geral Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema de Certificação Energética e de QAI Contexto nacional energético e ambiental Transposição da Directiva

Leia mais

Portugal 2020, oportunidades para a eficiência energética nas empresas

Portugal 2020, oportunidades para a eficiência energética nas empresas Portugal 2020, oportunidades para a eficiência energética nas empresas SEMINÁRIO: EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA INDÚSTRIA / OPORTUNIDADES Carlos Almeida, Diretor-Geral de Energia e Geologia 5 de março de 2015

Leia mais

Ações Programa ECO EDP 2007-2010

Ações Programa ECO EDP 2007-2010 Ações Programa ECO EDP 2007-2010 Seminário PPEC - Avaliação de Resultados e Perspetivas Futuras Centro Cultural de Belém, 11 de fevereiro de 2011 Conjuntamente com o PPEC, o Programa ECO EDP estrutura

Leia mais

Arrefecimento solar em edifícios

Arrefecimento solar em edifícios Arrefecimento solar em edifícios Introdução A constante procura de conforto térmico associada à concepção dos edifícios mais recentes conduziram a um substancial aumento da utilização de aparelhos de ar

Leia mais

O palácio de Belém Um exemplo pioneiro

O palácio de Belém Um exemplo pioneiro O palácio de Belém Um exemplo pioneiro Workshop - TIC e Eficiência Energética: O Estado deve dar o exemplo Teresa Ponce de Leão 23 de Junho de 2010 Extracto do relatório 2009 O processo que conduziu à

Leia mais

O Solar- Térmico na Melhoria da Eficiência Energética. www.kleanenergie.c om www.selfenergysolu tions.eu 1

O Solar- Térmico na Melhoria da Eficiência Energética. www.kleanenergie.c om www.selfenergysolu tions.eu 1 O Solar- Térmico na Melhoria da Eficiência Energética www.kleanenergie.c om www.selfenergysolu tions.eu 1 Áreas de Actividade Fornecedor Equipamentos de Energias Renováveis a Escolas. Fornecedor Equipamento

Leia mais

Apresentação do Projeto. janeiro.2012

Apresentação do Projeto. janeiro.2012 Apresentação do Projeto janeiro.2012 Agenda (05 min) Introdução (20 min) Eficiência Energética O que é a Eficiência Energética? Casos de sucesso (30 min) ECO CHALLENGE Objetivos Funcionamento (30 min)

Leia mais

A Energia em Portugal Perspectiva de quem a utiliza

A Energia em Portugal Perspectiva de quem a utiliza A Energia em Portugal Perspectiva de quem a utiliza 2 Introdução A Associação Portuguesa da Energia (APE) publica a terceira edição de A Energia em Portugal - perspectiva de quem a utiliza, estudo que

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AV. COMBATENTES 15, RCH DRT,, Localidade SESIMBRA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AV. COMBATENTES 15, RCH DRT,, Localidade SESIMBRA Válido até 08/05/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada AV. COMBATENTES 15, RCH DRT,, Localidade SESIMBRA Freguesia SESIMBRA (SANTIAGO) Concelho SESIMBRA GPS 38.444432, -9.105156 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada MONTE STO ANTONIO - CASA FELIZ, CAIXA POSTAL 2010P, Localidade BENSAFRIM

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada MONTE STO ANTONIO - CASA FELIZ, CAIXA POSTAL 2010P, Localidade BENSAFRIM Válido até 04/11/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada MONTE STO ANTONIO - CASA FELIZ, CAIXA POSTAL 2010P, Localidade BENSAFRIM Freguesia BENSAFRIM E BARÃO DE SÃO JOÃO Concelho LAGOS GPS 37.157682, -8.742078

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA PADRE AMÉRICO, 131, 2.º ANDAR - AP. 25 Localidade CAMPO VLG

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA PADRE AMÉRICO, 131, 2.º ANDAR - AP. 25 Localidade CAMPO VLG Válido até 09/09/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA PADRE AMÉRICO, 131, 2.º ANDAR - AP. 25 Localidade CAMPO VLG Freguesia CAMPO E SOBRADO Concelho VALONGO GPS 41.181981, -8.473370 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação

Certificado Energético Edifício de Habitação Válido até 22/07/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada TRAVESSA DOS GALINHEIROS, 17, 2ºDIR Localidade GANDRA PRD Freguesia GANDRA Concelho PAREDES GPS 41.186242, -8.449825 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL Conservatória

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação

Certificado Energético Edifício de Habitação Válido até 22/01/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada LARGO DE ÂMBAR, 126, R/C ESQº Localidade SÃO DOMINGOS DE RANA Freguesia S. DOMINGOS DE RANA Concelho CASCAIS GPS 38.711198, -9.326610 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

2. as JORNADAS DA ESPECIALIZAÇÃO EM DIREÇÃO E GESTÃO DA CONSTRUÇÃO

2. as JORNADAS DA ESPECIALIZAÇÃO EM DIREÇÃO E GESTÃO DA CONSTRUÇÃO 2. as JORNADAS DA ESPECIALIZAÇÃO EM DIREÇÃO E GESTÃO DA CONSTRUÇÃO ENGENHARIA CIVIL OS NOVOS DESAFIOS A SUSTENTABILIDADE COMO MAIS-VALIA uma abordagem do ponto de vista da Física das Construções 1.Tema

Leia mais

PPEC 2013-2014 Plano de Promoção da Eficiência Energética no Consumo de Energia Eléctrica. Auditoria Energética para Escolas

PPEC 2013-2014 Plano de Promoção da Eficiência Energética no Consumo de Energia Eléctrica. Auditoria Energética para Escolas PPEC 2013-2014 Plano de Promoção da Eficiência Energética no Consumo de Energia Eléctrica Auditoria Energética para Escolas Objectivo da Medida As Auditorias Energéticas para Escolas faz parte de um conjunto

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DA CARAPINHEIRA, 14 E 16, Localidade CARAPINHEIRA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DA CARAPINHEIRA, 14 E 16, Localidade CARAPINHEIRA Válido até 05/05/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DA CARAPINHEIRA, 14 E 16, Localidade CARAPINHEIRA Freguesia CARAPINHEIRA Concelho MONTEMOR-O-VELHO GPS 40.206620, -8.649000 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

STC 6 Modelos de Urbanismo e mobilidade

STC 6 Modelos de Urbanismo e mobilidade STC 6 Modelos de Urbanismo e mobilidade Certificação energética da minha habitação Descrição da minha habitação de Sonho 1 Introduça o Simulação da certificação energética da casa Situação Atual classe

Leia mais

Comissão Ministerial de Coordenação dos PO Regionais

Comissão Ministerial de Coordenação dos PO Regionais Comissão Ministerial de Coordenação dos PO Regionais Orientações para a Tipologia de Intervenção Melhoria da Eficiência Energética em Habitações de Famílias de Baixos Rendimentos no âmbito de Intervenções

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO CASTELO,, Localidade MONTEMOR-O-VELHO

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO CASTELO,, Localidade MONTEMOR-O-VELHO Válido até 29/03/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DO CASTELO,, Localidade MONTEMOR-O-VELHO Freguesia MONTEMOR-O-VELHO E GATÕES Concelho MONTEMOR-O-VELHO GPS 40.173269, -8.685544 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

Artigo. Condensações em Edifícios. Publicado na revista Arquitectura & Vida, nº 63, Set. 2005, pp. 71-74. Maio 2005 AC05103LIS/ENG

Artigo. Condensações em Edifícios. Publicado na revista Arquitectura & Vida, nº 63, Set. 2005, pp. 71-74. Maio 2005 AC05103LIS/ENG Artigo Publicado na revista Arquitectura & Vida, nº 63, Set. 2005, pp. 71-74 Maio 2005 AC05103LIS/ENG Condensações em Edifícios Luís Viegas Mendonça Condensações em Edifícios Luís Viegas Mendonça* Sumário

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA GENERAL HUMBERTO DELGADO, BLOCO F, 181, 3.º DIR. Localidade MATOSINHOS

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA GENERAL HUMBERTO DELGADO, BLOCO F, 181, 3.º DIR. Localidade MATOSINHOS Válido até 04/11/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA GENERAL HUMBERTO DELGADO, BLOCO F, 181, 3.º DIR. Localidade MATOSINHOS Freguesia MATOSINHOS E LEÇA DA PALMEIRA Concelho MATOSINHOS GPS 41.193776, -8.698345

Leia mais

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR Nº CER CE72617225 CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR TIPO DE FRACÇÃO/EDIFÍCIO: EDIFÍCIO DE HABITAÇÃO SEM SISTEMA(S) DE CLIMATIZAÇÃO (EXISTENTE) Morada / Localização Rua

Leia mais

8.5. Inter-relação entre os requisitos acústicos e as exigências de conforto higrotérmico e ventilação

8.5. Inter-relação entre os requisitos acústicos e as exigências de conforto higrotérmico e ventilação 8.5. Inter-relação entre os requisitos acústicos e as exigências de conforto higrotérmico e ventilação 8.5.1. Introdução O conforto higrotérmico tem motivado o desenvolvimento de tecnologias passivas com

Leia mais

Reabilitação Urbana. Eixo Prioritário IV Coesão Local e Urbana

Reabilitação Urbana. Eixo Prioritário IV Coesão Local e Urbana Reabilitação Urbana Eixo Prioritário IV Coesão Local e Urbana Alteração ao Aviso de Abertura de Concurso para apresentação de Candidaturas em regime de Overbooking 2014 - EP IV (Overbooking) - Reabilitação

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA ENGENHEIRO CARLOS RODRIGUES, BLOCO N.º 4, 1º D Localidade ÁGUEDA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA ENGENHEIRO CARLOS RODRIGUES, BLOCO N.º 4, 1º D Localidade ÁGUEDA Válido até 16/01/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA ENGENHEIRO CARLOS RODRIGUES, BLOCO N.º 4, 1º D Localidade ÁGUEDA Freguesia ÁGUEDA E BORRALHA Concelho AGUEDA GPS 40.577121, -8.439516 IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Ficha de identificação da entidade participante

Ficha de identificação da entidade participante Ficha de identificação da entidade participante Instituição Designação Instituto Superior Técnico Professor responsável João Toste Azevedo Contacto 218417993 Email toste@ist.utl.pt Técnico responsável

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AV. WENCESLAU BALSEIRO GUERRA,, 115, 2º B Localidade PAREDE

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AV. WENCESLAU BALSEIRO GUERRA,, 115, 2º B Localidade PAREDE Válido até 11/06/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada AV. WENCESLAU BALSEIRO GUERRA,, 115, 2º B Localidade PAREDE Freguesia CARCAVELOS E PAREDE Concelho CASCAIS GPS 38.688617, -9.434011 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR Nº CER CE0000045965837 CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR TIPO DE FRACÇÃO/EDIFÍCIO: EDIFÍCIO DE HABITAÇÃO SEM SISTEMA(S) DE CLIMATIZAÇÃO (NOVO) Morada / Localização Vila

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO AREAL, 35, 1.º DRT.º TRÁS Localidade TRAVASSÔ

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO AREAL, 35, 1.º DRT.º TRÁS Localidade TRAVASSÔ Válido até 08/08/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DO AREAL, 35, 1.º DRT.º TRÁS Localidade TRAVASSÔ Freguesia TRAVASSÔ E ÓIS DA RIBEIRA Concelho AGUEDA GPS 40.592482, -8.504090 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO MOLHE, 113, R/C ESQ.º Localidade PORTO

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO MOLHE, 113, R/C ESQ.º Localidade PORTO Válido até 28/09/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DO MOLHE, 113, R/C ESQ.º Localidade PORTO Freguesia ALDOAR, FOZ DO DOURO E NEVOGILDE Concelho PORTO GPS 41.160004, -8.682547 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

Programa Janela Eficiente tem potencial de negócio de 500 milhões 08/03/11, 18:31

Programa Janela Eficiente tem potencial de negócio de 500 milhões 08/03/11, 18:31 1 de 9 Programa Janela Eficiente tem potencial de negócio de 500 milhões 08/03/11, 18:31 NOTÍCIAS A substituição de janelas antigas por janelas eficientes pode gerar na indústria, um potencial de negócio

Leia mais

XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações

XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações Livro de actas do XI Congresso Nacional de Engenharia do Ambiente Certificação Ambiental e Responsabilização Social nas Organizações 20 e 21 de Maio de 2011 Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Leia mais

CONTEÚDOS MODELO DAS AUDITORIAS ENERGÉTICAS

CONTEÚDOS MODELO DAS AUDITORIAS ENERGÉTICAS CONTEÚDOS MODELO DAS AUDITORIAS ENERGÉTICAS Conteúdos Modelo das Auditorias Energéticas Pacote de trabalho n : 4 Produto nº: 13 Parceiro que coordena este produto: A.L.E.S.A. Srl Os únicos responsáveis

Leia mais

Programa EcoCafés. Novembro de 07

Programa EcoCafés. Novembro de 07 Programa EcoCafés Novembro de 07 1. Equipa Francisco Ferreira (Supervisão) Ana Rita Antunes (coordenação) Sara Ramos (Eng. do Ambiente) Patrícia Sá Santos (Consultora para Arquitectura) Índice 1. Equipa

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO CHOUPELO, 811, R/C ESQUERDO Localidade VILA NOVA DE GAIA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO CHOUPELO, 811, R/C ESQUERDO Localidade VILA NOVA DE GAIA Válido até 11/02/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DO CHOUPELO, 811, R/C ESQUERDO Localidade VILA NOVA DE GAIA Freguesia VILA NOVA DE GAIA (SANTA MARINHA) Concelho VILA NOVA DE GAIA GPS 41.070000, -8.360000

Leia mais

Mudança de Comportamento no âmbito da Eficiência Energética

Mudança de Comportamento no âmbito da Eficiência Energética Mudança de Comportamento no âmbito da Eficiência Energética Abril 2011 Metodologia Universo Residentes, em território do Continente, com idade compreendida entre os 18 e os 65 anos Amostra 1 005 entrevistas

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVª FONTES PEREIRA DE MELO, 51 A 51-G, 8º ESQ Localidade LISBOA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVª FONTES PEREIRA DE MELO, 51 A 51-G, 8º ESQ Localidade LISBOA Válido até 19/01/2015 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada AVª FONTES PEREIRA DE MELO, 51 A 51-G, 8º ESQ Localidade LISBOA Freguesia AVENIDAS NOVAS Concelho LISBOA GPS 39.700000, -8.000000 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

COM SISTEMAS ACTIVOS DE ELEVADA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

COM SISTEMAS ACTIVOS DE ELEVADA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EDIFÍCIOS DE BAIXO CONSUMO COM SISTEMAS ACTIVOS DE ELEVADA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 20 de Maio de 2010 COMPONENTE PASSIVA DO EDIFÍCIO OPTIMIZADA COMPONENTE DOS SISTEMAS ACTIVOS OPTIMIZADA 1 COMPONENTE PASSIVA

Leia mais

Certificado Energético Pequeno Edifício de Comércio e Servicos IDENTIFICAÇÃO POSTAL

Certificado Energético Pequeno Edifício de Comércio e Servicos IDENTIFICAÇÃO POSTAL Válido até 09/09/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DO SOBREIRO, 290, LOJA AC-56 Localidade SENHORA DA HORA Freguesia SÃO MAMEDE DE INFESTA E SENHORA DA HORA Concelho MATOSINHOS GPS 41.191499, -8.652745

Leia mais

PATOLOGIAS EM PAVIMENTOS E COBERTURA DE EDIFÍCIOS

PATOLOGIAS EM PAVIMENTOS E COBERTURA DE EDIFÍCIOS PATOLOGIAS EM PAVIMENTOS E COBERTURA DE EDIFÍCIOS Hélder Maurício Antunes Cruz * a40472@alunos.uminho.pt José Barroso de Aguiar aguiar@civil.uminho.pt Resumo A presente comunicação reflecte um estudo na

Leia mais

Índice SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE. Esquentadores - Tecnologia, poupança, conforto e conectividade 03. Inovação e Evolução Tecnológica 04

Índice SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE. Esquentadores - Tecnologia, poupança, conforto e conectividade 03. Inovação e Evolução Tecnológica 04 ESQUENTADORES Índice Esquentadores - Tecnologia, poupança, conforto e conectividade 03 Inovação e Evolução Tecnológica 04 Serviços de Apoio ao Cliente 05 Como escolher um Esquentador 06 Condições de Instalação

Leia mais

LIGHT STEEL FRAMING. Em Portugal o sistema é vulgarmente conhecido por Estrutura em Aço Leve.

LIGHT STEEL FRAMING. Em Portugal o sistema é vulgarmente conhecido por Estrutura em Aço Leve. Light Steel Framing PORTEFÓLIO 2 QUEM SOMOS A INSIDEPLAN foi criada com o intuito de responder às exigências do mercado no âmbito da prestação de serviços a nível de projecto e obra. Na execução de projectos

Leia mais

Pré-Certificado Energético Edifício de Habitação SCE84144829 PROVISÓRIO

Pré-Certificado Energético Edifício de Habitação SCE84144829 PROVISÓRIO Válido até IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DOS ESCUTEIROS,, Localidade RIBAMAR Freguesia RIBAMAR Concelho LOURINHÃ GPS 39.197874, -9.330633 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL Conservatória do Registo Predial

Leia mais

Damos valor à sua energia

Damos valor à sua energia Damos valor à sua energia Invista em energias renováveis e eficiência energética e comece a poupar naturalmente. Energia O futuro do planeta está cada vez mais nas nossas mãos e a forma como obtemos e

Leia mais

sustentabilidade da construção Isabel Santos e Carla Silva

sustentabilidade da construção Isabel Santos e Carla Silva O papel do Ambiente Urbano na sustentabilidade da construção Isabel Santos e Carla Silva SUMÁRIO O PAPEL DO AMBIENTE URBANO NA SUSTENTABILIDADE DA CONSTRUÇÃO APRESENTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE AMBIENTE URBANO

Leia mais

CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA (nova edição)

CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA (nova edição) CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA (nova edição) MÓDULO RCCTE OBJECTIVOS Formação de peritos qualificados no âmbito da Certificação Energética de Edifícios no que respeita à aplicação do novo Regulamento das Características

Leia mais

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR Nº CER CE53106823 CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR TIPO DE FRACÇÃO/EDIFÍCIO: EDIFÍCIO DE HABITAÇÃO SEM SISTEMA(S) DE CLIMATIZAÇÃO (NOVO) Morada / Localização Vila Utopia,

Leia mais

04 Financiar o Desenvolvimento Sustentável

04 Financiar o Desenvolvimento Sustentável PAULO CATRICA 1965, Lisboa, Portugal Rio Murtiga, Alentejo, Agosto, 2005 Prova cromogénea de ampliação digital (Processo LightJet Lambda) 155 x 125 cm Edição 1/5 Fotografia de Paulo Catrica, Cortesia Galeria

Leia mais

Eficiência Energética

Eficiência Energética Eficiência Energética O Sistema de Certificação Energética e o seu Impacto Energia 2020, FCUL, 8 Fevereiro 2010 Sistema de Certificação Energética e de QAI Certificados Energéticos e de QAI Ponto de situação

Leia mais

Certificado Energético Pequeno Edifício de Comércio e Servicos IDENTIFICAÇÃO POSTAL

Certificado Energético Pequeno Edifício de Comércio e Servicos IDENTIFICAÇÃO POSTAL Válido até 05/08/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA JOSÉ GUSTAVO PIMENTA, LOJA N.º 15, RC NORTE Localidade ÁGUEDA Freguesia ÁGUEDA E BORRALHA Concelho AGUEDA GPS 40.576546, -8.447543 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

N.14 Abril 2003 PAREDES DIVISÓRIAS PAINEIS PRÉFABRICADOS DE ALVENARIA DE TIJOLO REVESTIDA A GESSO. Estudo Comparativo.

N.14 Abril 2003 PAREDES DIVISÓRIAS PAINEIS PRÉFABRICADOS DE ALVENARIA DE TIJOLO REVESTIDA A GESSO. Estudo Comparativo. N.14 Abril 2003 PAREDES DIVISÓRIAS PAINEIS PRÉFABRICADOS DE ALVENARIA DE TIJOLO REVESTIDA A GESSO Estudo Comparativo Mafalda Ramalho EDIÇÃO: Construlink, SA Tagus Park, - Edifício Eastecníca 2780-920 Porto

Leia mais

Energia nos Transportes! Co-financiado por:

Energia nos Transportes! Co-financiado por: Energia nos Transportes! O Projecto Ferreira Sustentável - Energia Projecto -Ferreira Energia Plano Nacional para a Eficiência Energética Portugal Eficiência 2015 Energia nas Escolas Energia nos Transportes

Leia mais

PROJECTOS AVAC EM ESCOLAS: SUCESSOS E DIFICULDADES

PROJECTOS AVAC EM ESCOLAS: SUCESSOS E DIFICULDADES PROJECTOS AVAC EM ESCOLAS: SUCESSOS E DIFICULDADES ENQUADRAMENTO REGULAMENTAR: RSECE (DL79/06) Grande Edifício de Serviços (área > 1000 m 2 ) Edifício constituído por vários corpos Grande intervenção de

Leia mais

Projecto Eco-Famílias Resultados Finais

Projecto Eco-Famílias Resultados Finais Projecto Eco-Famílias Resultados Finais 1ª Edição_2008 ÍNDICE 1. Introdução......... 3 2. Objectivos... 4 3. Implementação..... 5 3.1. Fase de diagnóstico... 5 3.2. Fase de recomendações.. 7 4. Caracterização

Leia mais

Vamos Poupar Energia!!! www.facebook.com/experimenta.energia

Vamos Poupar Energia!!! www.facebook.com/experimenta.energia Vamos Poupar Energia!!! www.facebook.com/experimenta.energia Que podemos nós fazer? Eficiência Energética Utilização Racional da Energia, assegurando os níveis de conforto e de qualidade de vida. Como?

Leia mais

1 INTRODUÇÃO. 1.1 - Enquadramento e objectivo

1 INTRODUÇÃO. 1.1 - Enquadramento e objectivo 1 INTRODUÇÃO Este capítulo refere-se ao enquadramento e objectivo do tema de pesquisa, às motivações para a realização do trabalho e à estrutura orientadora do mesmo. 1.1 - Enquadramento e objectivo A

Leia mais

A CASA MAIS EFICIENTE DE PORTUGAL

A CASA MAIS EFICIENTE DE PORTUGAL A CASA MAIS EFICIENTE DE PORTUGAL RELATÓRIO DE AUDITORIA ENERGÉTICA Casa da família Avelar Alcobaça ÍNDICE Introdução 4 1. Síntese dos resultados obtidos 2. Caracterização térmica 3. Caracterização energética

Leia mais

NOTA DE APRESENTAÇÃO

NOTA DE APRESENTAÇÃO NOTA DE APRESENTAÇÃO 1. O presente estudo dá continuidade ao trabalho de natureza estatística relativo às liquidações das declarações do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares iniciado e divulgado

Leia mais

Regulamento da CMVM n.º 9/2007 Comercialização Pública de Contratos Relativos ao Investimento em Bens Corpóreos

Regulamento da CMVM n.º 9/2007 Comercialização Pública de Contratos Relativos ao Investimento em Bens Corpóreos Regulamento da CMVM n.º 9/2007 Comercialização Pública de Contratos Relativos ao Investimento em Bens Corpóreos Ao abrigo do disposto no n.º 5 do artigo 9.º, no n.º 2 do artigo 10.º, nos artigos 11.º e

Leia mais

Colectores Solares para Aquecimento de Água. S. T. Spencer silvino.spencer@adene.pt

Colectores Solares para Aquecimento de Água. S. T. Spencer silvino.spencer@adene.pt Colectores Solares para Aquecimento de Água S. T. Spencer silvino.spencer@adene.pt POTENCIAL DE APLICAÇÃO DE COLECTORES SOLARES PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA Hotéis Apartamento Moteis Pousadas Estalagens

Leia mais

1. Requisitos quanto a detecção e sensores

1. Requisitos quanto a detecção e sensores TERMOS DE REFERÊNCIA DO EUROSISTEMA PARA A UTILIZAÇÃO DE MÁQUINAS DE DEPÓSITO, ESCOLHA E LEVANTAMENTO POR INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO, BEM COMO QUALQUER OUTRA INSTITUIÇÃO DA ÁREA DO EURO, QUE INTERVENHAM,

Leia mais

Workshop Soluções energeticamente eficientes em edifícios públicos Portalegre, 14 de Abril de 2010

Workshop Soluções energeticamente eficientes em edifícios públicos Portalegre, 14 de Abril de 2010 Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Workshop Soluções energeticamente eficientes em edifícios públicos Portalegre, 14 de Abril de 2010 Sistema

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO TERRENOS TRAVESSA DA IGREJA DE NEVOGILDE NEVOGILDE. PORTO

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO TERRENOS TRAVESSA DA IGREJA DE NEVOGILDE NEVOGILDE. PORTO Introdução O presente relatório de avaliação diz respeito a dois prédios, um com armazém e outro com moradia, na Travessa da Igreja de Nevogilde, na cidade do Porto. A avaliação do terreno e/ou edifícios

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA D. GLÓRIA DE CASTRO, Nº 141,, Localidade VILA NOVA DE GAIA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA D. GLÓRIA DE CASTRO, Nº 141,, Localidade VILA NOVA DE GAIA Válido até 22/08/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA D. GLÓRIA DE CASTRO, Nº 141,, Localidade VILA NOVA DE GAIA Freguesia VILAR DE ANDORINHO Concelho VILA NOVA DE GAIA GPS 41.099916, -8.587908 IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

A Reabilitação Urbana e a Energia na Legislação Nacional e na Gestão Municipal (SIM Porto e. Eduardo de Oliveira Fernandes AdEPorto

A Reabilitação Urbana e a Energia na Legislação Nacional e na Gestão Municipal (SIM Porto e. Eduardo de Oliveira Fernandes AdEPorto A Reabilitação Urbana e a Energia na Legislação Nacional e na Gestão Municipal (SIM Porto e outros ) Eduardo de Oliveira Fernandes AdEPorto 3 de Abril de 2013 INDICE - A importância da Reabilitação - A

Leia mais

PORQUÊ POUPAR ENERGIA?

PORQUÊ POUPAR ENERGIA? PORQUÊ POUPAR ENERGIA? O utilizador doméstico obtém a energia essencialmente de duas formas distintas: Electricidade, que chega a nossas casas maioritariamente através da produção hídrica e térmica, esta

Leia mais

Projecto EcoFamílias. Relatório Final

Projecto EcoFamílias. Relatório Final Projecto EcoFamílias Relatório Final Abril de 2008 1. Equipa Francisco Ferreira, Vice-Presidente da Quercus, Professor universitário (supervisão) Ana Rita Antunes, Engenheira do Ambiente (coordenação)

Leia mais

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR Nº CER 1234567/2007 CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR TIPO DE EDIFÍCIO: EDIFÍCIO DE SERVIÇOS Morada / Situação: Localidade Concelho Data de emissão do certificado Nome

Leia mais

Água. Quente. Grátis. A nova geração de soluções solares compactas e com um design único

Água. Quente. Grátis. A nova geração de soluções solares compactas e com um design único Água. Quente. Grátis. A nova geração de soluções solares compactas e com um design único Água. Quente. Grátis. A visão da Solcrafte uma visão com futuro. Os recursos energéticos fósseis tornam-se cada

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada SESMARIA DE SÃO JOSÉ, RUA DO AGRICULTOR, 51, Localidade SALVATERRA DE MAGOS

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada SESMARIA DE SÃO JOSÉ, RUA DO AGRICULTOR, 51, Localidade SALVATERRA DE MAGOS Válido até 13/03/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada SESMARIA DE SÃO JOSÉ, RUA DO AGRICULTOR, 51, Localidade SALVATERRA DE MAGOS Freguesia SALVATERRA DE MAGOS E FOROS DE SALVATERRA Concelho SALVATERRA DE

Leia mais

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios. Janeiro/Fevereiro 2008

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios. Janeiro/Fevereiro 2008 Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios Janeiro/Fevereiro 2008 Sistema de Certificação Energética e de QAI Contexto nacional energético e ambiental Transposição

Leia mais

VENTILAÇÃO NATURAL EM EDIFÍCIOS DE HABITAÇÃO CARACTERIZAÇÃO DOS SISTEMAS

VENTILAÇÃO NATURAL EM EDIFÍCIOS DE HABITAÇÃO CARACTERIZAÇÃO DOS SISTEMAS VENTILAÇÃO NATURAL EM EDIFÍCIOS DE HABITAÇÃO CARACTERIZAÇÃO DOS SISTEMAS Manuel Pinto 1 e Vasco Peixoto de Freitas 2 RESUMO As recomendações técnicas sobre ventilação existentes em vários países propõem

Leia mais

Análise das Facturas de Energia e Água entre 2008 e Abril 2010

Análise das Facturas de Energia e Água entre 2008 e Abril 2010 Análise das Facturas de Energia e Água entre 28 e Abril 21 Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa Relatório Outubro 21 ÍNDICE 1. NOTA INTRODUTÓRIA... 3 2. CONSUMO E GASTOS EM DE ELECTRICIDADE,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROJECTO MUNICIPAL LOURES REPARA PEQUENAS REPARAÇÕES DOMÉSTICAS AO DOMICÍLIO

REGULAMENTO DO PROJECTO MUNICIPAL LOURES REPARA PEQUENAS REPARAÇÕES DOMÉSTICAS AO DOMICÍLIO REGULAMENTO DO PROJECTO MUNICIPAL LOURES REPARA PEQUENAS REPARAÇÕES DOMÉSTICAS AO DOMICÍLIO (Aprovado na 16.ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal, realizada em 20 de Agosto de 2008 e na 4.ª Sessão Extraordinária

Leia mais

7 de Maio de 2009. Contacto Netsonda : Departamento Comercial Tiago Cabral 91.7202203 Estudo NE253

7 de Maio de 2009. Contacto Netsonda : Departamento Comercial Tiago Cabral 91.7202203 Estudo NE253 Contacto Netsonda : Departamento Comercial Tiago Cabral 91.7202203 Estudo NE253 Netsonda Network Research Travessa do Jasmim 10 1º Andar 1200-230 Lisboa Tel. 21.3429318 Fax 21.3429868 Estudo Número N de

Leia mais

IMPLICAÇÕES CONSTRUTIVAS DO NOVO RCCTE NA CONCEPÇÃO DE PAREDES DE ALVENARIA

IMPLICAÇÕES CONSTRUTIVAS DO NOVO RCCTE NA CONCEPÇÃO DE PAREDES DE ALVENARIA Seminário sobre Paredes de Alvenaria, P.B. Lourenço et al. (eds.), 2007 87 IMPLICAÇÕES CONSTRUTIVAS DO NOVO RCCTE NA CONCEPÇÃO DE PAREDES DE ALVENARIA Vasco Peixoto de FREITAS Professor Catedrático Faculdade

Leia mais

Barómetro da Eficiência Energética Portugal 2010

Barómetro da Eficiência Energética Portugal 2010 1 - Aspectos Gerais 1.1 - Em qual das duas categorias a sua empresa se insere mais? Indústria 1.2 - O tema da eficiência energética é importante para a sua empresa. Barómetro da Eficiência Energética Portugal

Leia mais

QUEM FAZ A AVALIAÇÃO ENERGÉTICA E EMITE O CERTIFICADO?

QUEM FAZ A AVALIAÇÃO ENERGÉTICA E EMITE O CERTIFICADO? O QUE É UM CERTIFICADO ENERGÉTICO? Um Certificado Energético (CE) de um edifício ou fracção autónoma é o documento emitido no âmbito do Sistema Nacional de Certificação Energética e Qualidade do Ar Interior

Leia mais