MUNICIPALIZAÇÃO. Prof. Rodolfo Joaquim Pinto da Luz Secretário Municipal de Educação de Florianópolis e Presidente da UNDIME/SC

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MUNICIPALIZAÇÃO. Prof. Rodolfo Joaquim Pinto da Luz Secretário Municipal de Educação de Florianópolis e Presidente da UNDIME/SC"

Transcrição

1 MUNICIPALIZAÇÃO Prof. Rodolfo Joaquim Pinto da Luz Secretário Municipal de Educação de Florianópolis e Presidente da UNDIME/SC

2 NOVAS RESPONSABILIDADES AOS MUNICIPIOS Ampliação do Ensino Fundamental de 8 para 9 anos; Municipalização da Educação Infantil; Piso Salarial do Magistério; Universalização do Ensino dos 4 a 17 anos; Tempo Integral; Municipalização do Ensino Fundamental; Novo Plano Nacional de Educação;

3 METAS DO NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 1. Colocar na escola todas as crianças de 4 e 5 anos até 2016 e 50% das de 0 a 3 anos até 2020; 2. Universalizar o Ensino Fundamental para as crianças de 6 a 14 anos; 3. Colocar na escola todos os adolescentes de 15 a 17 anos até 2016 e garantir que 85% dos estudantes do ensino médio estejam nessa faixa etária em 2020 (hoje são cerca de 50%); 4. Universalizar o atendimento às crianças com deficiência; 5. Alfabetizar todas as crianças com até 8 anos de idade; 6. Educação integral de 7 horas diárias em 50% das escolas; 7. Atingir metas de qualidade da educação para IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação); 8. Alcançar mínimo de 12 anos de estudo para a população do campo e para os 25% mais pobres; igualar a escolaridade médias de negros e não negros; 9. Erradicar o analfabetismo; 10. Ter pelo menos 25% das matrículas da educação de jovens e adultos integradas ao ensino profissional;

4 METAS DO NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 11. Dobrar de tamanho o número de matrículas no ensino técnico de nível médio; 12. Matricular 33% da população de 18 a 24 anos no ensino superior; 13. Ter 75% de mestres e doutores entre cada instituição de ensino superior; 14. Mais mestres e doutores; 15. Todos os professores com nível superior e licenciatura em suas áreas; 16. Formar 50% dos professores do país em pós-graduação; 17. Aproximar o salário do professor dos outros profissionais com nível superior; 18. Garantir planos de carreira para professores, orientadores e diretores; 19. Garantir critérios técnicos e participação da comunidade escolar nas escolha dos diretores de escola; 20. Colocar na educação valor correspondente a 7% do PIB, que hoje é de 5,2%.

5 REDE Evolução das Matrículas - Brasil EDUCAÇÃO INFANTIL ENSINO FUNDAMENTAL EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EDUCAÇÃO INFANTIL ENSINO FUNDAMENTAL EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS MUNICIPAL ESTADUAL FEDERAL PRIVADA TOTAL % 0% 38% 52% % 0% 30% 56% Municipal Estadual Federal Privada Fonte: MEC/INEP/ CENSO ESCOLAR

6 NÚMERO DE UNIDADES EDUCATIVAS EM SANTA CATARINA REDE Nº UNIDADES ESTADUAL FEDERAL 15 MUNICIPAL PRIVADA 905 TOTAL 6.243

7 REDE Evolução de Matrícula- Santa Catarina EDUCAÇÃO INFANTIL ENSINO FUNDAMENTAL EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EDUCAÇÃO INFANTIL ENSINO FUNDAMENTAL EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS MUNICIPAL ESTADUAL FEDERAL PRIVADA TOTAL % 9% 43% % 0% 53% Municipal Estadual 48% 36% Federal Privada Fonte: MEC/INEP/ CENSO ESCOLAR

8 Evolução de Matrícula- Santa Catarina REDE EDUCAÇÃO INFANTIL (Dados Preliminares) ENSINO FUNDAMENTAL EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EDUCAÇÃO INFANTIL ENSINO FUNDAMENTAL EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS MUNICIPAL ESTADUAL FEDERAL PRIVADA TOTAL Fonte: MEC/INEP/ CENSO ESCOLAR No Ensino Fundamental a Rede Estadual teve uma redução de matrículas; Na Rede Municipal houve incremento de novas matrículas no Ensino Fundamental, já na Educação Infantil esse incremento foi matrículas. Na Rede Privada houve um incremento de matrículas no Ensino Fundamental de e na Educação Infantil de matrículas; Podemos questionar aonde foram os que saíram da Rede Estadual, pois mesmo com o incremento de matrículas na Rede Municipal e Privada, ainda ficam de fora cerca de alunos.

9 ATENDIMENTO NA EDUCAÇÃO INFANTIL 0 a 3 anos 4 E 5 anos BRASIL 18,8% 80,8% SANTA CATARINA 34,9 % 89,1% Fonte:Censo IBGE 2010/Censo Escolar/2010. COMO E QUANTO PARA ALCANÇAR ESTA META -No BRASIL deverão ser construídas cerca de novas Creches, com 10 salas atendendo 200 crianças em período integral, com investimento aproximado de total de R$ ,00. - Em SANTA CATARINA ainda, deverão ser construídas cerca de 334 novas Creches, com 10 salas para atender 200 crianças em período integral, totalizando um investimento de R$ ,00.

10 META DO NOVO PNE Universalizar, até 2016, o atendimento escolar da população de 4 e 5 anos, e ampliar, até 2020, a oferta da Educação Infantil de forma a atender a 50% da população de até 3 anos. DIFERENÇAS INVESTIMENTO ALUNO - CUSTO ALUNO QUALIDADE CAQi Creche R$ 5.943,60 - CUSTO ALUNO SIOPE 2009 R$ 2.257,00 - CUSTO ALUNO PESQUISA UNDIME/UNICEF R$ 5.144,00 VALORES FUNDEB SC 2011 Creche integral R$ 2.562,38 Pré-escolar integral R$ 2.775,91 Creche parcial R$ 1.708,25 Pré-escolar parcial R$ 2.135,31 EXPANSÃO SIOPE R$ CAQi R$ UNDIME/UNICEF R$ BRASIL , , ,00 SANTA CATARINA , , ,00

11 RESULTADOS DO IDEB BRASIL SANTA CATARINA IDEB 2005 IDEB 2007 IDEB 2009 IDEB 2005 IDEB 2007 IDEB 2009 ANOS INICIAIS 3,8 4,2 4,6 4,4 4,9 5,2 ANOS FINAIS 3,5 3,8 4,0 4,3 4,3 4,5 FONTE: MEC/INEP

12 META DO NOVO PNE Universalizar o Ensino Fundamental de nove anos para toda a população de 6 a 14 anos; Universalizar, para a população de 4 a 17 anos, o atendimento escolar aos estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação na rede regular de ensino; Alfabetizar todas as crianças até, no máximo, 8 anos de idade; Oferecer educação em tempo integral em 50% das escolas públicas de Educação Básica; Atingir as seguintes médias nacionais para o IDEB:

13 DIFERENÇAS INVESTIMENTO ALUNO ENSINO FUNDAMENTAL - CUSTO ALUNO SIOPE Anos Iniciais R$ 3.177,00 - CUSTO ALUNO SIOPE Anos Finais R$ 3.314,00 - CUSTO ALUNO QUALIDADE/CAQi EF Anos Iniciais Urbana R$ 2.194,56 - CUSTO ALUNO QUALIDADE/CAQi EF Anos Iniciais Rural R$ 3.627,12 - CUSTO ALUNO QUALIDADE/CAQi EF Anos Finais Urbana R$ 2.184,84 - CUSTO ALUNO QUALIDADE/CAQi EF Anos Finais Rural R$ 2.773,68 FUNDEB SC - ENSINO FUNDAMENTAL/2011: Séries iniciais urbana R$ 2.135,31 Séries iniciais rural R$ 2.455,61 Séries finais urbana R$ 2.348,85 Séries finais rural R$ 2.562,38 Tempo integral R$ 2.775,91

14 META DO NOVO PNE Universalizar, até 2016, o atendimento escolar para toda a população de 15 a 17 anos e elevar, até 2020, a taxa líquida de matrículas do Ensino Médio para 85%, nesta faixa etária; - Duplicar as matrículas da Educação Profissional técnica de nível médio, assegurando a qualidade da oferta; ATENDIMENTO DA FAIXA ETÁRIA DE 15 AOS 17 ANOS 15 a 17 anos BRASIL 80,6% SANTA CATARIANA 75,8% FLORIANÓPOLIS 91,9% Fonte: CENSO ESCOLAR 2010/CENSO IBGE No Ensino Médio no BRASIL são jovens sem acesso a esse nível de ensino, o que representa um investimento de R$ ,00 calculado pelo investimento/aluno do SIOPE para 2009, que foi de R$ 2.317,00 para o Ensino Médio. - Em SANTA CATARINA esse número é de jovens, representando R$ ,00 de investimento. - Em FLORIANÓPOLIS esse número é de jovens, representando R$ ,00.

15 DIFERENÇAS INVESTIMENTO ALUNO ENSINO MÉDIO - CUSTO ALUNO SIOPE 2009 R$ 2.317,00 - CUSTO ALUNO QUALIDADE/CAQi Ensino Médio R$ 2.209,80 FUNDEB/SC - ENSINO MÉDIO: Urbana R$ 2.562,38 Rural R$ 2.669,14 Tempo integral R$ 2.775,91 Integral de Ed. Profissional - R$ 2.775,91

16 VALORES FUNDEB EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: Avaliação no processo R$ 1.708,25 ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO (AEE) R$ 2.562,38

17 Lei de Diretrizes e Bases da Educação LDB nº 9.394/96 Art. 10. Os Estados incumbir-se-ão de: II definir, com os Municípios, formas de colaboração na oferta do Ensino Fundamental, as quais devem assegurar a distribuição proporcional das responsabilidades, de acordo com a população a ser atendida e os recursos financeiros disponíveis em cada uma dessas esferas do Poder Público;

18 LEI COMPLEMENTAR Nº 487/2010 MUNICIPALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO INFANTIL -Estabelece critérios para a municipalização da Educação Infantil da rede pública do Estado e a movimentação de servidores e estabelece outras providências. Art. 2º A municipalização da Educação Infantil se constituirá por meio de convênio firmado entre o Estado e o município e será considerada efetivada no ano letivo de 2009 ou posterior, se for o caso. Art. 4º Os servidores efetivos, lotados e em exercício na data da publicação desta Lei Complementar nas unidades a serem municipalizadas, permanecerão vinculados ao Estado através da Secretaria de Estado da Educação. Art. 9º Os municípios deverão informar à Secretaria de Estado da Educação o número de alunos que estão sendo assistidos pelo professor da unidade educacional municipalizada, bem como a sua frequência. Parágrafo único. Para efeitos de pagamento de regência de classe e demais benefícios, a Secretaria de Estado da Educação fará uso das informações a que se refere o caput deste artigo, considerando-se os critérios de enturmação e outras situações previstas nas normas e diretrizes da educação municipal. - A Lei foi aprovada, somente em 2010, e alguns Convênios ainda não foram assinados com o Estado, mais os CEI s já estão sob a responsabilidade dos Municípios desde o início de 2009.

19 NOVA PROPOSTA DE MUNICIPALIZAÇÃO CADERNO DE ENCARGOS PARA IMPLANTAÇÃO DA MUNICIPALIZAÇÃO ESTADO/MUNICÍPIO Caderno tem como objetivo definir as premissas e as cláusulas gerais de Convênio, do Programa de parceria Educacional Estado-Município para atendimento ao Ensino Fundamental, conforme Decreto nº 502/2011. PONTOS PARA DISCUSSÃO: Por adesão dos Municípios e de forma gradativa; Haverá transferências de recursos do FUNDEB e do Salário Educação, através de Convênio (deverá ser inserido no caderno também o repasse dos recursos do PNAE Programa de Alimentação Escolar e do PNATE Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar aos Municípios); Recebimento e condição dos prédios deverão estar descriminadas no Convênio e o Governo do Estado garantir recursos para a reforma das UE s; Serão abertas matriculas nos 1º anos???; Ressarcimento à Secretaria Estadual, mensalmente, no prazo de 10 dias, o valor despendido com o pagamento de vencimentos e encargos relacionados aos professores; Repasse em 10 parcelas mensais(qual prazo???) dos recursos do FUNDEB e Salário Educação, acima os Municípios tem 10 dias para repassar e o Estado qual será o prazo. Deverá ser estipulado no Convênio; Inclusão dos alunos no Censo Escolar 2012, o Convênio deverá ser firmado com data anterior a data referência do Censo Escolar.

20 CARTA UNDIME CHAPECÓ Os Municípios só deverão aceitar a municipalização, desde que compatível com o cumprimento de todas as suas obrigações constitucionais e legais referentes à oferta da educação infantil, além da garantia de qualidade da sua atual rede de ensino fundamental, nas diversas modalidades. Cabe aos municípios aderirem livremente ou não; Os Municípios poderão optar pela municipalização de parte ou da totalidade das Unidades Escolares ou ainda não aceitar nenhuma escola; No caso do município aceitar alguma escola, o Estado deverá transferir ao município a administração da unidade escolar municipalizada, bem como, a propriedade, o patrimônio e equipamentos; O recebimento e condição dos prédios deverão estar discriminados no Convênio e o Governo do Estado deverá garantir recursos para a reforma das unidades escolares; Garantia de que o Governo SC continuará oferecendo integralmente matrículas em unidades escolares que não forem municipalizadas, não sendo aceita a supressão gradativa de anos escolares, isto é, deixar de oferecer os primeiros anos em 2012 e assim sucessivamente. Seria a municipalização compulsória incompatível com um Sistema Articulado da Educação; Há discordância quanto ao ressarcimento à Secretaria Estadual do valor despendido com o pagamento de vencimentos e encargos relacionados aos professores;

21 CARTA UNDIME CHAPECÓ Além da transferência de recursos do FUNDEB e do Salário Educação deverá ser inserido no caderno de encargos, o repasse do PNAE Programa Nacional de Alimentação Escolar e do PNATE Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar aos Municípios, por meio de convênio, referente aos alunos da educação fundamental das unidades escolares municipalizadas; Repasse em 5 parcelas mensais dos recursos mencionados no item anterior; Garantia da manutenção do convênio de transporte escolar para os municípios, sem redução no valor do repasse; O Convênio deverá ser firmado com data anterior à data, referência do Censo Escolar, garantindo a inclusão dos alunos no Censo Escolar 2012 e assim sucessivamente.

22 CONCLUSÃO Cada Município deverá ter autonomia para estar optando pela Municipalização; Ressaltar que a prioridade dos Municípios é a ampliação da Educação Infantil; A oferta do Ensino Fundamental é obrigação compartilhada dos Estados e Municípios, para tanto, a devemos manter e regulamentar do Regime de Colaboração, através de Convênio; Lutar para que até o final do novo PNE se aplique10% do PIB para a educação, com novas fontes de recursos.

23 Secretaria

O PNE E OS DESAFIOS ATUAIS DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA

O PNE E OS DESAFIOS ATUAIS DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA O PNE E OS DESAFIOS ATUAIS DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA Lívia M. Fraga Vieira Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Educação ANPED Faculdade de Educação Universidade Federal de Minas Gerais liviafraga@globo.com

Leia mais

Conheça as 20 metas aprovadas para o Plano Nacional da Educação _PNE. Decênio 2011 a 2021. Aprovado 29/05/2014

Conheça as 20 metas aprovadas para o Plano Nacional da Educação _PNE. Decênio 2011 a 2021. Aprovado 29/05/2014 Conheça as 20 metas aprovadas para o Plano Nacional da Educação _PNE Decênio 2011 a 2021. Aprovado 29/05/2014 Meta 1 Educação Infantil Universalizar, até 2016, o atendimento escolar da população de 4 e

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA Minuta Lei Municipalização Ensino Fundamental 2009 Estabelece critérios para a municipalização do Ensino Fundamental da rede pública do Estado e a movimentação de servidores e estabelece outras providências.

Leia mais

AS 20 METAS DO PNE COMISSÃO TÉCNICA DO PME VACARIA/RS

AS 20 METAS DO PNE COMISSÃO TÉCNICA DO PME VACARIA/RS AS 20 METAS DO PNE COMISSÃO TÉCNICA DO PME VACARIA/RS Meta 1: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 a 5 anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CORONEL PACHECO PODER LEGISLATIVO CNPJ.: 74.011.552/0001-31 HOME PAGE: www.coronelpacheco.cam.mg.gov.br

CÂMARA MUNICIPAL DE CORONEL PACHECO PODER LEGISLATIVO CNPJ.: 74.011.552/0001-31 HOME PAGE: www.coronelpacheco.cam.mg.gov.br PROJETO DE LEI N 774 DE 12 DE MAIO DE 2015. Aprova o Plano Municipal de Educação - PME e dá outras providências A Câmara Municipal de Coronel Pacheco aprova e eu, Prefeito Municipal, no uso de minhas atribuições,

Leia mais

Constituição Federal - CF - 1988 Título VIII Da Ordem Social Capítulo III Da Educação, da Cultura e do Desporto Seção I Da Educação

Constituição Federal - CF - 1988 Título VIII Da Ordem Social Capítulo III Da Educação, da Cultura e do Desporto Seção I Da Educação Constituição Federal - CF - 1988 Título VIII Da Ordem Social Capítulo III Da Educação, da Cultura e do Desporto Seção I Da Educação Art. 205 - A educação, direito de todos e dever do Estado e da família,

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E SUAS 20 METAS. Palestra: Campo Grande MS 27.03.2015

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E SUAS 20 METAS. Palestra: Campo Grande MS 27.03.2015 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E SUAS 20 METAS. Palestra: Campo Grande MS 27.03.2015 MILTON CANUTO DE ALMEIDA Consultor Técnico em: Financiamento, Planejamento e Gestão da Educação, Plano de Carreira e Previdência

Leia mais

Plano Nacional de Educação Oportunidades ou Ameaças?

Plano Nacional de Educação Oportunidades ou Ameaças? Plano Nacional de Educação Oportunidades ou Ameaças? Extrato do PL Art. 1º Fica aprovado o Plano Nacional de Educação - PNE, com vigência por 10 (dez) anos, a contar da aprovação desta Lei, na forma do

Leia mais

PNE NO EVENTO ACERCA DO PDI PROEG-16/9/2015

PNE NO EVENTO ACERCA DO PDI PROEG-16/9/2015 PNE NO EVENTO ACERCA DO PDI PROEG-16/9/2015 PNE 2014-2024 Lei 13.0005, aprovada em junho de 2014 Diretrizes do PNE (artigo 2º): Erradicação do analfabetismo Universalização do atendimento escolar Superação

Leia mais

Plano Nacional de Educação 201? 202?: Desafios e Perspectivas. Fernando Mariano fmariano@senado.leg.br Consultoria Legislativa

Plano Nacional de Educação 201? 202?: Desafios e Perspectivas. Fernando Mariano fmariano@senado.leg.br Consultoria Legislativa Plano Nacional de Educação 201? 202?: Desafios e Perspectivas Fernando Mariano fmariano@senado.leg.br Consultoria Legislativa Panorama População com idade até 24 anos: 63 milhões Taxa de alfabetização:

Leia mais

ANEXO II INDICADORES PARA MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DA EVOLUÇÃO DAS METAS DO PDME

ANEXO II INDICADORES PARA MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DA EVOLUÇÃO DAS METAS DO PDME ANEXO II INDICADORES PARA MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DA EVOLUÇÃO DAS METAS DO PDME No presente documento, estão listados os indicadores básicos que serão utilizados para monitoramento e avaliação das metas

Leia mais

METAS E ESTRATÉGIAS. 1.5) Fomentar a formação inicial e continuada de profissionais do magistério para a educação infantil.

METAS E ESTRATÉGIAS. 1.5) Fomentar a formação inicial e continuada de profissionais do magistério para a educação infantil. METAS E ESTRATÉGIAS NACIONAL - Meta 1: universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches,

Leia mais

2. DIAGNÓSTICO EDUCACIONAL FLORIANÓPOLIS

2. DIAGNÓSTICO EDUCACIONAL FLORIANÓPOLIS VERSÃO PRELIMINAR PME / 2015 1 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO 1. BASE LEGAL 2. DIAGNÓSTICO EDUCACIONAL FLORIANÓPOLIS 2.1. FLORIANÓPOLIS ASPECTOS HISTÓRICOS, GEOGRÁFICOS E SOCIOECONÔMICOS 2.2. EDUCAÇÃO

Leia mais

Plano Nacional de Educação

Plano Nacional de Educação Plano Nacional de Educação Sistema Nacional de Educação O poder público deverá instituir, em lei específica, contados 2 (dois) anos da publicação desta Lei, o Sistema Nacional de Educação, responsável

Leia mais

Sinproja, Jaboatão dos Guararapes, PE. 27 de maio de 2011

Sinproja, Jaboatão dos Guararapes, PE. 27 de maio de 2011 Projeto de Lei 8035 / 2010 Plano Nacional de Educação 2011-2020 Sinproja, Jaboatão dos Guararapes, PE 27 de maio de 2011 Paulo Rubem Santiago - Deputado Federal PDT - PE www.paulorubem.com.br Titular da

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PIUMHI/MG

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PIUMHI/MG PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PIUMHI/MG 2015 1 ANEXO I METAS E ESTRATÉGIAS DO PME Meta: 1 Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade

Leia mais

Plano Nacional de Educação

Plano Nacional de Educação Plano Nacional de Educação Comissão Especial destinada a proferir parecer ao Projeto de Lei nº 8035, de 2010, do Poder Executivo, que "aprova o Plano Nacional de Educação para o decênio 2011-2020 e dá

Leia mais

META PNE SUBSTITUTIVO PNE PEE 1.7 Fomentar o atendimento populações do campo, comunidades

META PNE SUBSTITUTIVO PNE PEE 1.7 Fomentar o atendimento populações do campo, comunidades META PNE SUBSTITUTIVO PNE PEE 1.10) Fomentar o atendimento das 1.7 Fomentar o atendimento populações do campo, comunidades das crianças do campo na indígenas e quilombolas na educação educação infantil

Leia mais

ATA DA AUDIENCIA PÚBLICA REALIZADA EM 23 DE JUNHO DE 2.015. PARA DEBATE DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI Nº57/2015

ATA DA AUDIENCIA PÚBLICA REALIZADA EM 23 DE JUNHO DE 2.015. PARA DEBATE DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI Nº57/2015 ATA DA AUDIENCIA PÚBLICA REALIZADA EM 23 DE JUNHO DE 2.015. PARA DEBATE DO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI Nº57/2015 Aos vinte e três (23) dias do mês de Junho, do ano de dois mil e quinze,

Leia mais

METAS E ESTRATÉGIAS Meta 1: Estratégias:

METAS E ESTRATÉGIAS Meta 1: Estratégias: METAS E ESTRATÉGIAS Meta 1: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches de forma

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS DA LEI Nº 13.005, DE 2014

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS DA LEI Nº 13.005, DE 2014 ESTUDO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ATRIBUIÇÕES E PRAZOS INTERMEDIÁRIOS DA LEI Nº 13.005, DE 2014 Ana Valeska Amaral Gomes Paulo Sena Consultores Legislativos da Área XV Educação, Cultura e Desporto Nota

Leia mais

Educação, crescimento, equidade Não temos espaço para errar

Educação, crescimento, equidade Não temos espaço para errar Educação, crescimento, equidade Não temos espaço para errar Desafios da Educação O PNE Quantidade Qualidade Equidade Diversidade Inovação Quantidade www.observatoriodopne.org.br 1 - Educação Infantil Universalizar,

Leia mais

Assunto: Orientações para a Organização de Centros de Atendimento Educacional Especializado

Assunto: Orientações para a Organização de Centros de Atendimento Educacional Especializado Ministério da Educação Secretaria de Educação Especial Esplanada dos Ministérios, Bloco L 6º andar - Gabinete -CEP: 70047-900 Fone: (61) 2022 7635 FAX: (61) 2022 7667 NOTA TÉCNICA SEESP/GAB/Nº 9/2010 Data:

Leia mais

O ato elaborar planos não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras de decisões presentes. PLANEJAR PARA QUEM? PARA O OUTRO (ALUNO)

O ato elaborar planos não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras de decisões presentes. PLANEJAR PARA QUEM? PARA O OUTRO (ALUNO) Efetivação das Políticas Educacionais Pós-Publicação dos Pls de Educação Explicitar como o consenso na construção em torno de uma política de educação para o decênio de forma ativa e participativa, constituído

Leia mais

Políticas de Educação de Jovens e

Políticas de Educação de Jovens e Ministério da Educação Políticas de Educação de Jovens e Adultos Junho de 2011 Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Documentos de Referência Legislação Constituição

Leia mais

Universalizar a educação primária

Universalizar a educação primária Universalizar a educação primária META 2 terminem um ciclo completo de ensino. Garantir que, até 2015, todas as crianças, de ambos os sexos, Escolaridade no Estado de São Paulo O aumento sistemático das

Leia mais

METAS E ESTRATÉGIAS DO Plano Municipal de Educação de Afuá 2015-2025

METAS E ESTRATÉGIAS DO Plano Municipal de Educação de Afuá 2015-2025 METAS E ESTRATÉGIAS DO Plano Municipal de Educação de Afuá 2015-2025 3- METAS E ESTRATÉGIAS. META 1: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco)

Leia mais

PNE: análise crítica das metas

PNE: análise crítica das metas PNE: análise crítica das metas Profa. Dra. Gilda Cardoso de Araujo Universidade Federal do Espírito Santo Ciclo de Palestras do Centro de Educação 2015 Metas do PNE Contexto Foram 1.288 dias de tramitação,

Leia mais

PL 8035/2010 UMA POLÍTICA DE ESTADO. Plano Nacional de Educação 2011/2020. Maria de Fátima Bezerra. Deputada Federal PT/RN

PL 8035/2010 UMA POLÍTICA DE ESTADO. Plano Nacional de Educação 2011/2020. Maria de Fátima Bezerra. Deputada Federal PT/RN PL 8035/2010 Plano Nacional de Educação 2011/2020 UMA POLÍTICA DE ESTADO Maria de Fátima Bezerra Deputada Federal PT/RN Presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal O PNE foi construído

Leia mais

SEMINÁRIO: PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE PERNAMBUCO: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA

SEMINÁRIO: PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE PERNAMBUCO: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA SEMINÁRIO: PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE PERNAMBUCO: UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA Período: 23 e 24 de fevereiro de 2015 Local: Centro de Educação e Centro de Artes e Comunicação CAC Fórum Estadual de Educação

Leia mais

Direito à Educação. Parceria. Iniciativa. Coordenação Técnica. Apoio

Direito à Educação. Parceria. Iniciativa. Coordenação Técnica. Apoio Direito à Educação Apoio Parceria Coordenação Técnica Iniciativa Objetivos Refletir sobre: O que é Direito à Educação e como chegamos até aqui Garantia do direito à educação no Brasil Papel atual do Gestor

Leia mais

A participação e os compromissos do ensino privado

A participação e os compromissos do ensino privado artigo Cecília Farias Diretora do Sinpro/RS e presidente do Conselho Estadual de Educação do Rio Grande do Sul (CEEd/RS). A participação e os compromissos do ensino privado com o Plano Nacional de Educação

Leia mais

Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010

Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010 Financiamento da Educação Plano Nacional de Educação PL 8035/2010 Profª Cleuza Rodrigues Repulho Dirigente Municipal de Educação de São Bernardo do Campo/ SP Presidenta da Undime Projeto de Lei 8035/ 2010

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira ESTUDO TÉCNICO Nº 4/2014

CÂMARA DOS DEPUTADOS Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira ESTUDO TÉCNICO Nº 4/2014 Solicitação de Trabalho nº 252/2014 CONOF Solicitante: Deputado Pauderney Avelino ESTUDO TÉCNICO Nº 4/2014 ASPECTOS ORÇAMENTÁRIOS E FINANCEIROS SOBRE A INCLUSÃO DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR COMO DESPESA DE MANUTENÇÃO

Leia mais

II - ANÁLISE PRELIMINAR DOS DADOS EDUCACIONAIS DE SERGIPE:

II - ANÁLISE PRELIMINAR DOS DADOS EDUCACIONAIS DE SERGIPE: EDUCAÇÃO INTEGRAL I - META 6 DO PNE: Oferecer Educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, 25% dos(as) alunos(as) da Educação Básica. II - ANÁLISE

Leia mais

METAS E ESTRATÉGIAS. PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ANGELINA- 2015 a 2024:

METAS E ESTRATÉGIAS. PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ANGELINA- 2015 a 2024: METAS E ESTRATÉGIAS PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ANGELINA- 2015 a 2024: Meta 1: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré - escola para as crianças de 04 (quatro) a 05 (cinco) anos de idade

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GUARAMIRIM

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GUARAMIRIM PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GUARAMIRIM METAS E ESTRATÉGIAS Meta 1: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 04 (quatro) a 05 (cinco) anos de idade e ampliar a oferta

Leia mais

Mesa Redonda: PNE pra Valer!

Mesa Redonda: PNE pra Valer! Mesa Redonda: PNE pra Valer! Construindo o futuro ou reeditando o passado? Um esboço comparativo entre a Lei 10.172/2001 e o PL 8035/2010 Idevaldo da Silva Bodião Faculdade de Educação da UFC Comitê Ceará

Leia mais

Plano Nacional de Educação. Programa Bolsa Família e MDS

Plano Nacional de Educação. Programa Bolsa Família e MDS Plano Nacional de Educação COORDENAÇÃO GERAL DE INTEGRAÇÃO E ANÁLISE DE INFORMAÇÕES Departamento de Condicionalidades x Secretaria Nacional de Renda de Cidadania Ministério do Desenvolvimento Social e

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESTRELA/RS. Documento Base. Metas e estratégias

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESTRELA/RS. Documento Base. Metas e estratégias PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESTRELA/RS Documento Base Metas e estratégias Meta 1 PNE: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade

Leia mais

Lei nº 12.796 de 04/04/2013

Lei nº 12.796 de 04/04/2013 O governo federal publicou nesta sexta-feira (5), no Diário Oficial da União, a lei número 12.796 que altera a lei que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Como novidade, o texto muda

Leia mais

Referenciais Estratégicos

Referenciais Estratégicos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Referenciais Estratégicos Coordenação Comissão Central do

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2014-2024: IMPLICAÇÕES E PROJEÇÕES PARA O PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2014-2024: IMPLICAÇÕES E PROJEÇÕES PARA O PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2014-2024: IMPLICAÇÕES E PROJEÇÕES PARA O PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Gizelle Rodrigues dos Santos; Márcio Adriano de Azevedo Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

OS DESAFIOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PNE NA REDE MUNICIPAL

OS DESAFIOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PNE NA REDE MUNICIPAL OS DESAFIOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PNE NA REDE MUNICIPAL Maurício Fernandes Pereira PRESIDENTE DO CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA CATARINA PRESIDENTE DO FÓRUM NACIONAL DOS CONSELHOS ESTADUAIS DE

Leia mais

Plano Municipal de Educação de Goiânia Documento Base

Plano Municipal de Educação de Goiânia Documento Base Meta 1: universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches de forma a atender, no mínimo,

Leia mais

Fórum Estadual de Educação PR Plano Nacional de Educação PNE 2011/2020

Fórum Estadual de Educação PR Plano Nacional de Educação PNE 2011/2020 Fórum Estadual de Educação PR Plano Nacional de Educação PNE 2011/2020 Sessão de Debate Regional Sudoeste, 01/07/2011 UTFPR Campus Pato Branco Região: Sudoeste Cidade: Pato Branco Data do debate: 01-07-2011

Leia mais

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Inclusão, Diversidades e EJA

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Inclusão, Diversidades e EJA Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará Eixo Temático Inclusão, Diversidades e EJA Ceará, 2015 1 Socioeconômico Diagnóstico Para compreender a situação da educação no estado do Ceará é necessário

Leia mais

LEI N 1.063 DE 17 DE JUNHO 2015. APROVA O PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, PARA O DECÊNIO 2015-2025 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI N 1.063 DE 17 DE JUNHO 2015. APROVA O PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, PARA O DECÊNIO 2015-2025 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI N 1.063 DE 17 DE JUNHO 2015. APROVA O PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, PARA O DECÊNIO 2015-2025 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Sr. Natanael Casavechia, prefeito de São José do Rio Claro, Estado de Mato Grosso,

Leia mais

ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO: DA EDUCAÇÃO BÁSICA AO ENSINO SUPERIOR

ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO: DA EDUCAÇÃO BÁSICA AO ENSINO SUPERIOR ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO: DA EDUCAÇÃO BÁSICA AO ENSINO SUPERIOR Ana Lucia Lima da Costa Pimenta Monteiro Prefeitura Municipal de Biguaçu anamonteiro1970@hotmail.com INTRODUÇÃO: As políticas

Leia mais

Nelson Cardoso Amaral 1

Nelson Cardoso Amaral 1 OS 10% DO PIB COMO PROMOTOR DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: uma análise considerando os resultados do PISA e os valores aplicados por estudante em diversos países Nelson Cardoso Amaral 1 Resumo O estudo apresenta

Leia mais

Plano Nacional de Educação: uma dívida histórica do Estado brasileiro

Plano Nacional de Educação: uma dívida histórica do Estado brasileiro Plano Nacional de Educação: uma dívida histórica do Estado brasileiro A Associação Nacional de Política e Administração da Educação ANPAE, fundada em 1961 1, é uma associação civil de caráter educativo,

Leia mais

O Sr. ÁTILA LIRA (PSB-OI) pronuncia o seguinte. discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores. Deputados, estamos no período em que se comemoram os

O Sr. ÁTILA LIRA (PSB-OI) pronuncia o seguinte. discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores. Deputados, estamos no período em que se comemoram os O Sr. ÁTILA LIRA (PSB-OI) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, estamos no período em que se comemoram os vinte anos de promulgação da Constituição Cidadã de

Leia mais

Planejando a Próxima Década

Planejando a Próxima Década Planejando a Próxima Década Conhecendo as 20 Metas do Plano Nacional de Educação Ministério da Educação Ministério da Educação G O V E R N O F E D E R A L G O V E R N O F E D E R A L Ministério da Educação

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE GUARULHOS SUL DISCUSSÃO

PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE GUARULHOS SUL DISCUSSÃO PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE GUARULHOS SUL DISCUSSÃO Metas e Estratégias Consolidação a partir do documento do FEESP com contribuições da SEESP e CEESP

Leia mais

Prefeitura Municipal de Campinas

Prefeitura Municipal de Campinas PROJETO DE LEI Nº 173/2015 INSTITUI O PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, NA CONFORMIDADE DO ARTIGO 6º DA LEI Nº 12.501 DE 13 DE MARÇO DE 2006,DO MUNICÍPIO DE CAMPINAS, ESTADO DE SÃO PAULO. A Câmara Municipal

Leia mais

CARTA COMPROMISSO DA FETEMS AOS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL. Debate com os Candidatos a Governador/Setembro/2014

CARTA COMPROMISSO DA FETEMS AOS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL. Debate com os Candidatos a Governador/Setembro/2014 CARTA COMPROMISSO DA FETEMS AOS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL Debate com os Candidatos a Governador/Setembro/2014 Os sonhos devem ser ditos para começar a se realizarem. E como

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO- METAS E ESTRATÉGIAS

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO- METAS E ESTRATÉGIAS PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO- METAS E ESTRATÉGIAS Meta 1: universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar a oferta de educação

Leia mais

ESTRATÉGIAS DO PNE REALIDADE MUNICIPAL AÇÕES

ESTRATÉGIAS DO PNE REALIDADE MUNICIPAL AÇÕES META NACIONAL 9: elevar a taxa de alfabetização da população com 15 (quinze) anos ou mais para 93,5% (noventa e três inteiros e cinco décimos por cento) até 2015 e, até o final da vigência deste PNE, erradicar

Leia mais

Curso de Formação Cidadã 23/11/12. Profª. Ma. Isabel Cristina Rodrigues

Curso de Formação Cidadã 23/11/12. Profª. Ma. Isabel Cristina Rodrigues Curso de Formação Cidadã 23/11/12 Profª. Ma. Isabel Cristina Rodrigues - Formação e experiência profissional (Pedagoga, Mestre em educação, experiência em docência, formação de professores, currículo,

Leia mais

PORTARIA SMED N 073/2012. Dispõe sobre a transferência e utilização de recursos financeirosàs Caixas Escolares da Rede Municipal de Educação.

PORTARIA SMED N 073/2012. Dispõe sobre a transferência e utilização de recursos financeirosàs Caixas Escolares da Rede Municipal de Educação. PORTARIA SMED N 073/2012 Dispõe sobre a transferência e utilização de recursos financeirosàs Caixas Escolares da Rede Municipal de Educação A Secretária Municipal de Educação, no uso de suas atribuições

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO PROJETO DE LEI Nº 7.222, DE 2002

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO PROJETO DE LEI Nº 7.222, DE 2002 COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E DESPORTO PROJETO DE LEI Nº 7.222, DE 2002 Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Autor: Deputado Luiz

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO RECOMENDAÇÃO Nº /2015 Dispõe sobre a atuação do Ministério Público na garantia à Educação Infantil. O CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO, no exercício das atribuições que lhe são conferidas pelo art.

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO D E C R E T A

A CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO D E C R E T A PROJETO DE LEI Nº 912/2011 EMENTA: ESTABELECE CRITÉRIOS PARA A INCLUSÃO DE PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS EM TURMAS REGULARES DA REDE DE ENSINO PÚBLICO MUNICIPAL. Autor(es): VEREADOR ELIOMAR COELHO

Leia mais

Estratégias: Estratégias:

Estratégias: Estratégias: META 1: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches de forma a atender, no mínimo,

Leia mais

1. Compare o PNE 2001/2010 com o projeto PNE 2011/2020 (estrutura do documento, quantidade de metas, abrangências,etc.)

1. Compare o PNE 2001/2010 com o projeto PNE 2011/2020 (estrutura do documento, quantidade de metas, abrangências,etc.) 1. Compare o PNE 2001/2010 com o projeto PNE 2011/2020 (estrutura do documento, quantidade de metas, abrangências,etc.) O PNE 2001/2010 é um documento mais extenso, com 98 páginas e com 7 artigos em relação

Leia mais

Meta 1. Meta 2. O Plano Nacional de Educação

Meta 1. Meta 2. O Plano Nacional de Educação O Plano Nacional de Educação Meta 1 Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 a 5 anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches de forma a atender,

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO Marcos Neves Comissão Central PDI do IFSC PNE EXIGÊNCIA CONSTITUCIONAL O art.

Leia mais

Esta síntese apresenta a linha de base dos indicadores referentes às metas do PNE. O documento consiste em análises descritivas das séries históricas

Esta síntese apresenta a linha de base dos indicadores referentes às metas do PNE. O documento consiste em análises descritivas das séries históricas Esta síntese apresenta a linha de base dos indicadores referentes às metas do PNE. O documento consiste em análises descritivas das séries históricas dos indicadores selecionados pelo Ministério da Educação

Leia mais

PORTARIA Nº 08, DE DEZEMBRO DE 2014

PORTARIA Nº 08, DE DEZEMBRO DE 2014 UNICÍPIO DE MARIANA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Rua Bom Jesus, 16 - CENTRO. 35420-000 MARIANA/MG (31) 3557-9030/9068 PORTARIA Nº 08, DE DEZEMBRO DE 2014 Estabelece normas para a organização do Quadro

Leia mais

RESOLUÇÃO CP N.º 1, DE 30 DE SETEMBRO DE 1999. (*)

RESOLUÇÃO CP N.º 1, DE 30 DE SETEMBRO DE 1999. (*) RESOLUÇÃO CP N.º 1, DE 30 DE SETEMBRO DE 1999. (*) Dispõe sobre os Institutos Superiores de Educação, considerados os Art. 62 e 63 da Lei 9.394/96 e o Art. 9º, 2º, alíneas "c" e "h" da Lei 4.024/61, com

Leia mais

RESOLVE: CAPÍTULO I DA EDUCAÇÃO ESPECIAL

RESOLVE: CAPÍTULO I DA EDUCAÇÃO ESPECIAL RESOLUÇÃO 003, de 06 de abril de 2006. Fixa normas para a Educação Especial na Educação Básica do Sistema Municipal de Ensino Teresina. O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE TERESINA, no uso de suas atribuições

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre o PCCR

Perguntas e Respostas sobre o PCCR Perguntas e Respostas sobre o PCCR 1) Como é o ingresso na Secretaria Municipal de Educação? O ingresso no Quadro de Pessoal da Secretaria Municipal de Educação, assim como em toda a Administração Pública

Leia mais

META NACIONAL 15: garantir, em regime de colaboração entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, no prazo de 1 (um) ano de vigência deste PNE, política nacional de formação dos profissionais

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ENCONTRO DOS CONSELHOS DE EDUCAÇÃO DE SERGIPE

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ENCONTRO DOS CONSELHOS DE EDUCAÇÃO DE SERGIPE CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ENCONTRO DOS CONSELHOS DE EDUCAÇÃO DE SERGIPE REGIMENTO ESCOLAR PROPOSTA PEDAGÓGICA ORGANIZAÇÃO CURRICULAR ENCONTRO DOS CONSELHOS DE REGIMENTO ESCOLAR ROSAMARIA DE FARIAS

Leia mais

Número de matrículas na educação básica por dependência administrativa. Brasil - 2008/2014. Matrícula na educação básica. Pública

Número de matrículas na educação básica por dependência administrativa. Brasil - 2008/2014. Matrícula na educação básica. Pública Número de matrículas na educação básica por dependência administrativa Matrícula na educação básica geral Pública % Federal Estadual Municipal Privada % 2008 53.232.868 46.131.825 86,7 197.532 21.433.441

Leia mais

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Infantil

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Infantil Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará Eixo Temático Educação Infantil Ceará, 2015 1 Socioeconômico Diagnóstico Para compreender a situação da educação no estado do Ceará é necessário também

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 10.049, DE 27 DE JANEIRO DE 2016.

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 10.049, DE 27 DE JANEIRO DE 2016. RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 10.049, DE 27 DE JANEIRO DE 2016. Aprova o Plano Estadual de Educação do Rio Grande do Norte (2015-2025) e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE:

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PLANO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REDAÇÃO DO PROJETO DE LEI Aprova o Plano Municipal de Educação - PME e dá outras providências. O Prefeito do Município de vereadores decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Faço

Leia mais

LEI Diretrizes Regime de colaboração articulação interfederativa Participação Fórum das Entidades Garantia do acesso Indicadores de acompanhamento

LEI Diretrizes Regime de colaboração articulação interfederativa Participação Fórum das Entidades Garantia do acesso Indicadores de acompanhamento PNE PME LEI Diretrizes Regime de colaboração articulação interfederativa Participação Fórum das Entidades Garantia do acesso Indicadores de acompanhamento locais e nacionais (prova Brasil e IDEB) 10% do

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA: PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR E O PROGRAMA NACIONAL DE APOIO AO TRANSPORTE DO ESCOLAR

AUDIÊNCIA PÚBLICA: PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR E O PROGRAMA NACIONAL DE APOIO AO TRANSPORTE DO ESCOLAR AUDIÊNCIA PÚBLICA: PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR E O PROGRAMA NACIONAL DE APOIO AO TRANSPORTE DO ESCOLAR Profª. Marcia Adriana de Carvalho Dirigente Municipal de Educação de São Francisco de

Leia mais

COLEÇÃO LER E SER - Parecer Técnico Penildon Silva Filho

COLEÇÃO LER E SER - Parecer Técnico Penildon Silva Filho COLEÇÃO LER E SER - Parecer Técnico Penildon Silva Filho Dois assuntos atualmente recebem muita atenção dos educadores e gestores em Educação: o acompanhamento da evolução do Índice de Desenvolvimento

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE IMBITUBA ESTADO DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO LEGISLATIVO

CÂMARA MUNICIPAL DE IMBITUBA ESTADO DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO LEGISLATIVO ANEXO ÚNICO Meta 1 Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches de forma a atender,

Leia mais

1 de 7 02/07/2015 12:49

1 de 7 02/07/2015 12:49 1 de 7 02/07/2015 12:49 ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE PIMENTA BUENO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESPORTE E CULTURA ANEXO I LEI MUNICIPAL Nº 2.117/2015 METAS E ESTRATÉGIAS DO PLANO MUNICIPAL

Leia mais

Carta-Compromisso pela. Garantia do Direito à Educação de Qualidade. Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil

Carta-Compromisso pela. Garantia do Direito à Educação de Qualidade. Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil 1 Carta-Compromisso pela Garantia do Direito à Educação de Qualidade Uma convocação aos futuros governantes e parlamentares do Brasil Para consagrar o Estado Democrático de Direito, implantado pela Constituição

Leia mais

Transferência também da estrutura física, de equipamentos e de material (toda a escola com tudo que ela possua); Autorização também do

Transferência também da estrutura física, de equipamentos e de material (toda a escola com tudo que ela possua); Autorização também do PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 014/09 Análise Educacional Art. Artigo Proposta Contra proposta Justificativa Art. 1º Transferência da responsabilidade administrativa, financeira e operacional para os municípios

Leia mais

10 Pontos Para um Plano de Expansão da Educação Infantil de Qualidade no Município de São Paulo

10 Pontos Para um Plano de Expansão da Educação Infantil de Qualidade no Município de São Paulo 10 Pontos Para um Plano de Expansão da Educação Infantil de Qualidade no Município de São Paulo São Paulo, 20 de agosto de 2013 1 Apresentação O GRUPO DE TRABALHO INTERINSTITUCIONAL SOBRE EDUCAÇÃO INFANTIL

Leia mais

QUALIDADE NA APLICAÇÃO DOS RECURSOS PÚBLICOS DIAGNÓSTICO DA MERENDA ESCOLAR

QUALIDADE NA APLICAÇÃO DOS RECURSOS PÚBLICOS DIAGNÓSTICO DA MERENDA ESCOLAR QUALIDADE NA APLICAÇÃO DOS RECURSOS PÚBLICOS DIAGNÓSTICO DA MERENDA ESCOLAR 1 Justificativa O Observatório Social do Brasil lança uma ação conjunta para a Rede de Observatórios Sociais que consistirá num

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ITABORAÍ ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CÂMARA MUNICIPAL DE ITABORAÍ ESTADO DO RIO DE JANEIRO CÂMARA MUNICIPAL DE ITABORAÍ ESTADO DO RIO DE JANEIRO Meta 4: universalizar, para a população de 4 (quatro) a 17 (dezessete) anos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades

Leia mais

Descentralização mediante convênio.

Descentralização mediante convênio. PARCERIAS PÚBLICAS Descentralização A descentralização é um princípio administrativo consagrado pelo art. 10 do Decreto-lei n 200, de 1967, que firmou, como uma das práticas principais, descentralizar

Leia mais

Contexto. Educação para o mundo do trabalho. Por Mozart Neves Ramos - Todos Pela Educação em 01/03/2013

Contexto. Educação para o mundo do trabalho. Por Mozart Neves Ramos - Todos Pela Educação em 01/03/2013 META NACIONAL 11 - Educação Profissional- Triplicar as matrículas da Educação Profissional Técnica de nível médio, assegurando a qualidade da oferta e pelo menos 50% da expansão no segmento público. Contexto

Leia mais

HISTÓRICO DA LEI DO PISO E PROPOSTA DE ENCAMINHAMENTO Mariza Abreu Consultora em Educação 26.outubro.2015 Histórico da Lei do Piso Nacional do Magistério (I) Constituição Federal de 1988: Art. 206. O ensino

Leia mais

Meta Educação Infantil: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar

Meta Educação Infantil: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar Meta Educação Infantil: Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches, de forma

Leia mais

FINANCIAMENTO NO PNE E OS DESAFIOS DOS MUNICÍPIOS. LUIZ ARAÚJO Doutor em Educação Professor da Universidade de Brasília Diretor da FINEDUCA

FINANCIAMENTO NO PNE E OS DESAFIOS DOS MUNICÍPIOS. LUIZ ARAÚJO Doutor em Educação Professor da Universidade de Brasília Diretor da FINEDUCA FINANCIAMENTO NO PNE E OS DESAFIOS DOS MUNICÍPIOS LUIZ ARAÚJO Doutor em Educação Professor da Universidade de Brasília Diretor da FINEDUCA O QUE ESTÁ EM JOGO? Em todo debate sobre financiamento educacional

Leia mais

disposto no presente Decreto. Art. 11 - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

disposto no presente Decreto. Art. 11 - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Á constar, dentre outros tópicos, seus objetivos, conceitos, estratégias, indicadores e metodologia de avaliação; II - relatórios mensais contendo dados consolidados das incidências criminais nas áreas

Leia mais

(Assessoria de Comunicação Social/MEC) INSTRUMENTO DIAGNÓSTICO PAR MUNICIPAL 2011-2014. (6ª versão maio 2011) Ministério da Educação

(Assessoria de Comunicação Social/MEC) INSTRUMENTO DIAGNÓSTICO PAR MUNICIPAL 2011-2014. (6ª versão maio 2011) Ministério da Educação (Assessoria de Comunicação Social/MEC) INSTRUMENTO DIAGNÓSTICO PAR MUNICIPAL 2011-2014 (6ª versão maio 2011) Ministério da Educação Instrumento Diagnóstico - PAR Municipal 2011-2014 A gestão que prioriza

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 97/2012. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, Aprova:

PROJETO DE LEI Nº 97/2012. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, Aprova: PROJETO DE LEI Nº 97/2012 Aprova o Plano Municipal de Educação para o decênio 2012-2021 e dá outras providências. Autor: Prefeito Municipal Mensagem nº 074/2012 A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS O MP E AS VERBAS DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS O MP E AS VERBAS DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS O MP E AS VERBAS DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO PÚBLICO O Ministério Público é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa

Leia mais

A Educação Infantil no Brasil: Desafios e Possibilidades. Prof. Ms. Maristela Gallo Romanini

A Educação Infantil no Brasil: Desafios e Possibilidades. Prof. Ms. Maristela Gallo Romanini A Educação Infantil no Brasil: Desafios e Possibilidades Prof. Ms. Maristela Gallo Romanini Para início de conversa... Para López (2007), no campo das políticas públicas brasileiras, há poucos estudos

Leia mais

A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO: DESAFIOS PARA A CONSOLIDAÇÃO DOS DIREITOS. Profa. Dra. Joana Célia dos Passos

A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO: DESAFIOS PARA A CONSOLIDAÇÃO DOS DIREITOS. Profa. Dra. Joana Célia dos Passos A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO: DESAFIOS PARA A CONSOLIDAÇÃO DOS DIREITOS Profa. Dra. Joana Célia dos Passos O contexto do PNE... Toda vez que um novo projeto de lei de Educação

Leia mais