SUMÁRIO. Introdução... PRIMEIRA PARTE A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E o ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO. Introdução... PRIMEIRA PARTE A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E o ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO"

Transcrição

1 SUMÁRIO Abreviaturas... Nota à 2 1 edição... xix xxi Prefácio xxiii Introdução PRIMEIRA PARTE A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E o ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO Capítulo I - As Transformações do Estado e a Organização Administrativa Moderna Estado Liberal, Estado Social e o Estado Democrático de Direito: a eclosão do Estado Subsidiário Direito Administrativo Comunitário e a organização administrativa A constitucionalização do Direito Administrativo: da Administração unitária e imperativa à Administração policêntrica e consensual "A fuga para o direito privado" e as parcerias entre o Poder Público e os particulares: a pluralidade de regimes jurídicos Federação e o principio da separação de poderes: o exercicio da função administrativa As atividades administrativas e os direitos fundamentais Desconcentração e descentralização administrativa A organização administrativa em setores: 1 2 Setor - Estado, 2 2 Setor - Mercado e 3 29 SEGUNDA PARTE (1 11 SETOR) ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DIRETA E INDIRETA Capítulo 11 - Administração Pública Administração Pública e seus sentidos: subjetivo e objetivo Administração Pública e Governo A distinção entre Administração Pública Direta e Indireta Capítulo m -Órgãos Públicos Conceito e a Teoria do órgão público Criação e extinção Capacidade processual ou judiciária excepcional Capacidade contratual e o contrato de gestão

2 3.5. Classificações Capítulo IV - Administração Pública Indireta Entidades da Administração Pública Indireta Características comuns das Entidades administrativas Reserva legal Controle ou vinculação Capítulo V - Autarquias Conceito Criação Objeto: atividade tipica de Estado Regime de pessoal Patrimônio: natureza dos bens Atos e contratos Foro processual Responsabilidade civil Prerrogativas especiais Classificações Agências executivas e agências reguladoras Associação Pública Capítulo VI - Agências Reguladoras Origem e evolução das agências reguladoras nos Estados Unidos New DeaI e o boom das agências reguladoras Críticas e desconfianças em relação às agências reguladoras: reforço dos controles judicial, presidencial e parlamentar O poder normativo das agências reguladoras americanas: o ruiemaking Modalidades de agências administrativas americanas Lei do Procedimento Administrativo Federal de 1946 (Federal Administrative Procedure Act - APA): regulamentos (ruies) e atos administrativos (orders) Origem e fontes normativas das agências reguladoras no BrasiL Atividade regulatória: sentido Modalidades de Agências Reguladoras Regime jurídico especial Função normativa e a deslegalização Autonomia administrativa Estabilidade reforçada dos dirigentes Impossibilidade de recurso hierárquico impróprio Autonomia financeira e as taxas regulatórias O risco da Teoria da Captura e a legitimidade das agências reguladoras Capítulo VII - Empresas Estatais: Empresas Públicas e Sociedades de Economia Mista Conceito Diferenças entre empresas públicas e sociedades de economia mista Composição

3 I Forma societária Foro competente para julgamento dos litígios Criação Objeto: serviços públicos e atividades econômicas Regime de pessoal Patrimônio: natureza dos bens Penhora Usucapião Atos, licitação e contratos Licitação: atividade-fim x atividade-meio A licitação na Petrobrás Arbitragem nos contratos das estatais Responsabilidade civil Controle do Tribunal de Contas Imunidade tributária Falência Capítulo VIII - Fundações Estatais Natureza juridica: fundações estatais de direito público e fundações estatais de direito privado Conceito Criação Objeto: atividades sociais Regime de pessoal Patrimônio: natureza dos bens Atos e contratos Foro processual Responsabilidade civil Prerrogativas especiais Controle...: Capítulo IX - Consórcios Públicos Introdução Os consórcios públicos antes da Lei n /05...: Discussão sobre a constitucionalidade da Lei n /05 - competência legislativa da União para legislar sobre normas gerais?... : Os consórcios públicos após a Lei n /05 e suas "novidades" ;, Contratualização do consórcio Partícipes Personalidade jurídica Necessidade de autorização legislativa O procedimento legal para formalização do consórcio Contrato de rateio...j Contrato de programa Associação Pública Natureza jurídica: autarquia interfederativa Criação Objeto Regime de pessoal... ~

4 Patrimônio: natureza dos bens Atos e contratos Foro processual Responsabilidade civil Pessoa jurídica de direito prívado Natureza jurídica: fundação estatal de direito privado interfederativa Criação Objeto Regime de pessoal Patrimônio: natureza dos bens Atos e contratos Foro processual Responsabilidade civil Alterações legislativas promovidas pela Lei dos Consórcios Públicos Licitação (Lei n /93) Improbidade administrativa (Lei n /92) TERCEIRA PARTE (2 11 SETOR): CONCESSIONÁRIOS DE SERVIÇOS PÚBLICOS Capítulo X - Serviços Públicos A expressão "serviço público" e sua evolução O serviço público na França: origem do instituto As public utilities e o sistema da Common Law Os "serviços de interesse econômico geral" ou "serviços universais" na União Europeia A crise permanente do serviço público e suas tendências O serviço público no direito brasileiro Princípios Princípio da continuidade Princípio da igualdade ou uniformidade ou neutralidade Princípio da mutabilidade ou atualidade Princípio da generalidade ou universalidade Princípio da modicidade Classificação Uti universi e uti singuli Federais, estaduais, distritais, municipais e comuns Administrativos, comerciais (ou industriais) e sociais Essenciais e não essenciais Próprios e impróprios (virtuais) Inerentes e por opção legislativa Capítulo XI - Concessão Comum de Serviços Públicos Conceito, fontes normativas e modalidades Concessão de serviço público e autorização legislativa: controvérsias Concessão X permissão de serviço público Remuneração do concessionário: tarifa e receitas alternativas Licitação: peculiaridades Modalidades de licitação

5 Tipos de licitação Contratação direta: dispensa e inexigibilidade Contrato de concessão: características e prazo Cláusulas essenciais Prazo Prorrogação Subcontratação, subconcessão e transferência da concessão ou do controle acionário Encargos do Poder Concedente e da Concessionária Direitos e obrigações dos usuários Serviço público e o CDC Interrupção do serviço público por inadimplemento do usuário Gratuidade do serviço público e o contrato de concessão: limites e possibilidades Extinção da concessão Inaplicabilidade da exceptio non adimpleti contractus Arbitragem Reversão dos bens Responsabilidade civil Autorização de serviço público: polêmicas Capítulo XII - Concessão Especial de Serviços Públicos; as Parcerias Público- Privadas (PPPs) Origem e justificativas para implementação das PPPs Competência legislativa PPPs: sentidos amplo e restrito da expressão Modalidades de PPPs (PPP Patrocinada e PPP administrativa) e suas diferenças Remuneração Objeto do contrato Quadro comparativo (PPP patrocinada x PPP administrativa), exemplos e a questão relativa à indelegabilidade do poder de polícia Concessões comuns e PPPs: diferenças Remuneração Repartição de ríscos Requisitos especificos para as PPPs Quadro comparativo (Concessões comuns e PPPs) O enquadramento jurídico das PPPs Sociedade de Propósito Específico (SPE) Licitação e contratos: peculiaridades Garantias diferenciadas e a constitucionalidade do FGP PPPs e os consórcios públicos Responsabilidade civil nas PPPs QUARTA PARTE (3 11 SETOR): As ENTIDADES PÚBLICAS NÃO-ESTATAIS Capítulo XIII - O Terceiro Setor Fundamentos para o surgimento do Terceiro Setor Significado da expressão "Terceiro Setor" e suas características gerais

6 13.3. As qualificações jurídicas no Terceiro Setor Serviços Sociais Autônomos (Sistema S) Organizações Sociais (OS) Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs) Fundações de Apoio Quadro comparativo: OS X OSCIPs Aspectos relevantes e controvertidos no Terceiro Setor Foro processual competente para as causas do Terceiro Setor Controle pelo Tribunal de Contas e controle social Regime de pessoal Patrimônio Licitação e contratos Responsabilidade civil Imunidade tributária QUINTA PARTE: CONCLUSÕES Capítulo XIV - Conclusão e Proposições Finais... Referências Bibliográficas Apêndice - Comentários ao Anteprojeto de Lei Orgânica da Administração Pública, Entidades Paraestatais e Entidades de Colaboração C~mposição da Comissão de juristas Normas gerais sobre organização administrativa: limites e possibilidades Proposta de uma nova organização administrativa: Administração Pública, entidades paraestatais e entidades de colaboração Entidades estatais Criação, organização, funcionamento e extinção dos órgãos Subsidiárias das entidades estatais Autarquias Empresas estatais Fundações estatais: natureza jurídica Consórcios públicos Regime jurídico das entidades estatais de direito privado Contrato de autonomia Planejamento, articulação e controle das entidades estatais t Entidades paraestatais Paraestatais: polissemia da expressão Corporações profissionais Serviços sociais autônomos Entidades de colaboração Contrato público de colaboração e o chamamento público Fomento e controle das entidades de colaboração

7 Seleção de pessoal por entidades de colaboração Anexo - Texto Integral do Anteprojeto de Lei Orgânica da Administração Pública, Entidades Paraestatais e Entidades de Colaboração Apresentação Exposição De Motivos Minuta do Anteprojeto de Lei Orgânica

SUMÁRIO INTRODUÇÃO... PRIMEIRA PARTE: A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO

SUMÁRIO INTRODUÇÃO... PRIMEIRA PARTE: A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO SUMÁRIO INTRODUÇÃO... PRIMEIRA PARTE: A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO Capítulo I As transformações do Estado e a organização administrativa moderna 1.1. Estado Liberal, Estado

Leia mais

LIVRO: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, CONCESSÕES E TERCEIRO SETOR EDITORA: LUMEN JURIS EDIÇÃO: 2ªED., 2011 SUMÁRIO

LIVRO: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, CONCESSÕES E TERCEIRO SETOR EDITORA: LUMEN JURIS EDIÇÃO: 2ªED., 2011 SUMÁRIO LIVRO: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, CONCESSÕES E TERCEIRO SETOR EDITORA: LUMEN JURIS EDIÇÃO: 2ªED., 2011 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... PRIMEIRA PARTE: A ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO Capítulo

Leia mais

STJ00097278 DIRLEY DA CUNHA JÚNIOR

STJ00097278 DIRLEY DA CUNHA JÚNIOR DIRLEY DA CUNHA JÚNIOR Juiz Federal da Seção Judiciária da Bahia. Doutor em Direito Constitucional pela PUC-SP. Mestre em Direito Econômico pela UFBA. Pós-graduado em Direito pela Universidade Lusíada

Leia mais

LIVRO: LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 2ªED., 2013 SUMÁRIO

LIVRO: LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 2ªED., 2013 SUMÁRIO LIVRO: LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 2ªED., 2013 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... Capítulo I LICITAÇÃO 1.1. Conceito... 1.2. Fontes normativas... 1.3. Competência legislativa...

Leia mais

SUMÁRIO 1. REGIME JURÍDICO DA ADMINISTRAÇÃO 1.1 Função administrativa definição 1.2 Direitos e deveres da administração 1.3 Questões correlatas

SUMÁRIO 1. REGIME JURÍDICO DA ADMINISTRAÇÃO 1.1 Função administrativa definição 1.2 Direitos e deveres da administração 1.3 Questões correlatas SUMÁRIO 1. REGIME JURÍDICO DA ADMINISTRAÇÃO 1.1 Função administrativa definição 1.2 Direitos e deveres da administração 1.3 Questões correlatas 2. PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA ADMINISTRAÇÃO 2.1 Noções

Leia mais

Como pensa a Cesgranrio?

Como pensa a Cesgranrio? AÇÃO CIVIL PÚBLICA antecipação de tutela coisa julgada competência direitos indisponíveis inquérito civil legitimidade ativa legitimidade ativa da Defensoria Pública legitimidade ativa da União e dos Estados,

Leia mais

EIXO 3 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. 6 a 8 de fevereiro de 2012

EIXO 3 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. 6 a 8 de fevereiro de 2012 EIXO 3 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Disciplina: D 3.3 Fundamentos do Direito Público (20h) (Aula 4: Parcerias na Administração Pública) Professores: Eduardo Xavier e Wellington Márcio Kublisckas 6 a 8 de fevereiro

Leia mais

SETOR PÚBLICO, SETOR PRIVADO E TERCEIRO SETOR

SETOR PÚBLICO, SETOR PRIVADO E TERCEIRO SETOR SETOR PÚBLICO, SETOR PRIVADO E TERCEIRO SETOR Consiste na forma como as diferentes Pessoas Jurídicas atuam no desenvolvimento de atividades econômicas e sociais no âmbito da sociedade. De acordo com o

Leia mais

LEI Nº 9.038, DE 14 DE JANEIRO DE 2005. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 9.038, DE 14 DE JANEIRO DE 2005. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 9.038, DE 14 DE JANEIRO DE 2005 Dispõe sobre o Programa Municipal de Parcerias Público- Privadas. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte

Leia mais

ADITIVO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007

ADITIVO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 ADITIVO AO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2007 O Presidente da Fundação de Apoio à Universidade Federal de São João del-rei FAUF e o Prefeito Municipal de Ibirité, Antonio Pinheiro Júnior, faz saber

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS NO QUADRO PERMANENTE DA PREFEITURA MUNICIPAL DE LAJEDO RETIFICAÇÃO 01 DO EDITAL Nº 01/2009 A Prefeitura Municipal de Lajedo, Estado de Pernambuco, torna

Leia mais

Leituras Complementares de Direito Administrativo: Licitações e Contratos

Leituras Complementares de Direito Administrativo: Licitações e Contratos Leituras Complementares de Direito Administrativo: Licitações e Contratos Organizadores Fernanda Marinela e Fabrício Bolzan Autores: Alexandre Guerra Alice Bianchini Ana Maria Goffi Flaquer Scartezzini

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E SERVIDORES PÚBLICOS

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E SERVIDORES PÚBLICOS TRATADO DE DIREITO ADMINISTRATIVO MARIA SVLVIA ZAN ELLA DI PI ETRO COORDENAÇÀ() ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E SERVIDORES PÚBLICOS MARIA SYLVIA ZANELLA DI PIETRO FABRÍCIO MOTTA THOMSON REUTERS REVISTA DOS TRIBUNAIS'"

Leia mais

Agências Executivas. A referida qualificação se dará mediante decreto do Poder Executivo. Agências Reguladoras

Agências Executivas. A referida qualificação se dará mediante decreto do Poder Executivo. Agências Reguladoras Agências Executivas A Lei nº 9.649/98 autorizou o Poder Executivo a qualificar, como agência executiva aquela autarquia ou fundação pública que celebre contrato de gestão com o Poder Público. A referida

Leia mais

LEI Nº 9.548, DE 22 DE ABRIL DE 2015. A CÂMARA MUNICIPAL DE GOIÂNIA, Estado de Goiás, aprova e eu, PREFEITO MUNICIPAL, sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 9.548, DE 22 DE ABRIL DE 2015. A CÂMARA MUNICIPAL DE GOIÂNIA, Estado de Goiás, aprova e eu, PREFEITO MUNICIPAL, sanciono a seguinte Lei: 1 Gabinete do Prefeito LEI Nº 9.548, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Institui o Programa Municipal de Parcerias Público-Privadas, cria a Comissão Gestora de Parcerias Público-Privadas de Goiânia e dá outras providências.

Leia mais

PROJETO DE LEI DAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS

PROJETO DE LEI DAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS PROJETO DE LEI DAS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS 9 PROJETO DE LEI Institui normas gerais para licitação e contratação de parceria público-privada, no âmbito da administração pública. O CONGRESSO NACIONAL

Leia mais

PARCERIAS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

PARCERIAS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Maria Sylvia Zanella Di Pietro PARCERIAS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Concessão, Permissão, Franquia, Terceirização, Parceria Público-Privada e outras Formas loª Edição SÃO PAULO EDITORA ATLAS S.A. - 2015

Leia mais

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site:

SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: SISTEMA EDUCACIONAL INTEGRADO CENTRO DE ESTUDOS UNIVERSITÁRIOS DE COLIDER Av. Senador Julio Campos, Lote 13, Loteamento Trevo Colider/MT Site: www.sei-cesucol.edu.br e-mail: sei-cesu@vsp.com.br FACULDADE

Leia mais

SEPARAÇÃO DE PODERES DO ESTADO

SEPARAÇÃO DE PODERES DO ESTADO SEPARAÇÃO DE PODERES DO ESTADO Plano horizontal diferenciação funcional (Legislativo, Executivo e Judiciário) Plano vertical ordens jurídicas especiais (União, Estados, DF e Municípios) Impõe limites e

Leia mais

O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO E A ECONOMIA DE MERCADO. Antônio Fernando Guimarães Pinheiro

O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO E A ECONOMIA DE MERCADO. Antônio Fernando Guimarães Pinheiro O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO E A ECONOMIA DE MERCADO Antônio Fernando Guimarães Pinheiro INTRODUÇÃO O Estado de direito veio consagrar o processo de afirmação dos direitos humanos que constitui um dos

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE AMAPÁ DO MARANHÃO CONCURSO PÚBLICO INSTITUTO MACHADO DE ASSIS Seriedade, compromisso e competência.

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE AMAPÁ DO MARANHÃO CONCURSO PÚBLICO INSTITUTO MACHADO DE ASSIS Seriedade, compromisso e competência. Errata nº 002/2016 A Comissão Organizadora do Concurso da Prefeitura Municipal de Amapá do Maranhão PUBLICA alteração no edital. ONDE SE LÊ: CARGO: PROCURADOR JURÍDICO MUNICIPAL Direito Constitucional

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 1988

CONSTITUIÇÃO DE 1988 CONSTITUIÇÃO DE 1988 Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade,

Leia mais

PPP s em Projetos de Infraestrutura 8º Encontro de Logística e Transportes

PPP s em Projetos de Infraestrutura 8º Encontro de Logística e Transportes PPP s em Projetos de Infraestrutura 8º Encontro de Logística e Transportes Maio, 2013 Índice Contexto do Surgimento da LEI das PPPs Comparação Fazer uma PPP não é fácil Características e Requisitos das

Leia mais

Diretrizes para os Serviços Públicos de Saneamento Básico

Diretrizes para os Serviços Públicos de Saneamento Básico Diretrizes para os Serviços Públicos de Saneamento Básico As competências constitucionais Competência para prestação de serviços públicos locais (CF, art. 30) Compete aos Municípios:... V - organizar e

Leia mais

Pós-graduação em Direito do Estado Coordenadores: Prof. Sérgio Guerra Prof. Rafael Alves de Almeida PROGRAMA

Pós-graduação em Direito do Estado Coordenadores: Prof. Sérgio Guerra Prof. Rafael Alves de Almeida PROGRAMA Pós-graduação em Direito do Estado Coordenadores: Prof. Sérgio Guerra Prof. Rafael Alves de Almeida PROGRAMA OBJETIVO Oferecer uma perspectiva crítica das principais temáticas relacionadas ao poder estatal

Leia mais

Prof. Murillo Sapia Gutier. www.murillogutier.com.br

Prof. Murillo Sapia Gutier. www.murillogutier.com.br Prof. Murillo Sapia Gutier www.murillogutier.com.br é acordo firmado entre Administração Pública e pessoa do setor privado; Objetivo: implantação ou gestão de serviços públicos, com eventual execução de

Leia mais

Tribunal de Justiça do Piauí TJ/PI Área Judiciária Carreira de Escrivão Judicial

Tribunal de Justiça do Piauí TJ/PI Área Judiciária Carreira de Escrivão Judicial Tribunal de Justiça do Piauí TJ/PI Área Judiciária Carreira de Escrivão Judicial ÍNDICE VOLUME 1 CONHECIMENTOS BÁSICOS LÍNGUA PORTUGUESA Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto

Leia mais

Ementário do curso de

Ementário do curso de Introdução ao Estudo de I Fase: I Carga Horária: 60 h/a Créditos: 04 A sociedade. e ordem jurídica. Conceito de justiça. e moral. Fontes do. Positivo. objetivo e subjetivo. Público e Privado. Capacidade

Leia mais

ÍNDICE SISTEMÁTICO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

ÍNDICE SISTEMÁTICO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ÍNDICE SISTEMÁTICO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL PARTE GERAL LIVRO I - DAS NORMAS PROCESSUAIS CIVIS TÍTULO ÚNICO - DAS NORMAS FUNDAMENTAIS E DA APLICAÇÃO DAS NORMAS PROCESSUAIS CAPÍTULO I - DAS NORMAS

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA TCU Nº 47, DE 27 DE OUTUBRO DE 2004. Estabelece normas de organização e apresentação de processos de tomada e prestação de contas.

INSTRUÇÃO NORMATIVA TCU Nº 47, DE 27 DE OUTUBRO DE 2004. Estabelece normas de organização e apresentação de processos de tomada e prestação de contas. INSTRUÇÃO NORMATIVA TCU Nº 47, DE 27 DE OUTUBRO DE 2004 Estabelece normas de organização e apresentação de processos de tomada e prestação de contas. O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, no uso de suas atribuições

Leia mais

Apostila Exclusiva Direitos Autorais Reservados www.thaisnunes.com.br 1

Apostila Exclusiva Direitos Autorais Reservados www.thaisnunes.com.br 1 Direito - Técnico do TRF 4ª Região É possível estudar buscando materiais e aulas para cada uma das matérias do programa do concurso de Técnico do TRF 4ª Região. Basta disciplina e organização. Sugestão

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 492. O GOVERNADOR DO ESPÍRITO SANTO Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte

LEI COMPLEMENTAR Nº 492. O GOVERNADOR DO ESPÍRITO SANTO Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte LEI COMPLEMENTAR Nº 492 Institui o Programa de Parcerias Público- Privadas do Estado do Espírito Santo e dá outras providências. Lei: O GOVERNADOR DO ESPÍRITO SANTO Faço saber que a Assembléia Legislativa

Leia mais

Plano de Curso de Direito das Obrigações. Disciplina do 3º Ano da Licenciatura em Direito

Plano de Curso de Direito das Obrigações. Disciplina do 3º Ano da Licenciatura em Direito Faculdade de Direito da Universidade de Macau Plano de Curso de Direito das Obrigações Disciplina do 3º Ano da Licenciatura em Direito Ano Lectivo 2010/2011 Regente: Manuel M. E. Trigo Assistente: João

Leia mais

MARCELO DE SIQUEIRA FREITAS Procurador-Geral Federal

MARCELO DE SIQUEIRA FREITAS Procurador-Geral Federal ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO PROCURADORIA-GERAL FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA E PROVIMENTO DE CARGOS DE PROCURADOR FEDERAL DE 2ª CATEGORIA EDITAL Nº 24, DE 16 DE MAIO DE 2014

Leia mais

CAP 01 - Princípios...15

CAP 01 - Princípios...15 Sumário CAP 01 - Princípios...15 1.1. PRINCÍPIOS BÁSICOS:...16 1.1.1. Princípio da Supremacia do Interesse Público Sobre o Privado...16 1.1.2. Princípio da Indisponibilidade do Interesse Público...16 1.2.

Leia mais

índice PORTARIA SECEX N 2 10/10

índice PORTARIA SECEX N 2 10/10 índice Apresentação 3 PORTARIA SECEX N 2 10/10 CAPÍTULO l - IMPORTAÇÃO Seção l - Registro de Importador 11 Seção l! - Credenciamento e da Habilitação 12 Seção III - Licenciamento das Importações 12 Subseção

Leia mais

www.apostilaeletronica.com.br

www.apostilaeletronica.com.br DIREITO TRIBUTÁRIO I. Sistema Tributário Nacional e Limitações Constitucionais ao Poder de Tributar... 02 II. Tributos... 04 III. O Estado e o Poder de Tributar. Competência Tributária... 08 IV. Fontes

Leia mais

Sumário. 00_abertura_Direito das Sucessoes_Dimas.pmd11

Sumário. 00_abertura_Direito das Sucessoes_Dimas.pmd11 Sumário Apresentação... 17 Prefácio... 21 1- INTRODUÇÃO... 25 1.1- Histórico... 25 1.2- Acepção jurídica de sucessão... 26 2- TRANSMISSÃO DA HERANÇA/VOCAÇÃO HEREDITÁRIA... 31 3- HERANÇA JACENTE... 35 4-

Leia mais

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS ÍNDICE Código Disciplina Página DIR 02-07411 Direito Constitucional I 2 DIR 02-07417 Direito Constitucional II 3 DIR 02-00609 Direito Constitucional III 4 DIR 02-00759 Direito

Leia mais

DECRETO Nº 17.033, DE 11 DE MARÇO DE 1996

DECRETO Nº 17.033, DE 11 DE MARÇO DE 1996 DECRETO Nº 17.033, DE 11 DE MARÇO DE 1996 Dispõe sobre a Instituição da Autarquia Estadual, Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas - IPAAM, aprova seu Regimento interno e dá outras providências. O

Leia mais

ANEXO I - EDITAL Nº 04/2013

ANEXO I - EDITAL Nº 04/2013 Página 1 de 5 ANEXO I - EDITAL Nº 04/2013 O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/RN, representado por sua Administração Regional no Estado do Rio Grande do Norte, torna público, para o conhecimento de quantos

Leia mais

CONCESSÕES TERESINA, 8 DE JULHO DE 2015

CONCESSÕES TERESINA, 8 DE JULHO DE 2015 CONCESSÕES TERESINA, 8 DE JULHO DE 2015 Premissas da Exposição 1- Não há relação entre o objeto da exposição, o debate ideológico e a defesa de segmentos políticos específicos 2- Não será realizada a defesa

Leia mais

Sumário. Apresentação... 21. Prefácio da Obra... 23

Sumário. Apresentação... 21. Prefácio da Obra... 23 Sumário Nota do autor à 1ª edição... 15 Nota do autor à 3ª edição... 19 Apresentação... 21 Prefácio da Obra... 23 Capítulo I Princípios Constitucionais no Direito Civil Contemporâneo... 25 1. Introdução...

Leia mais

Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil

Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil LEI CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Parte Geral Livro I DAS NORMAS PROCESSUAIS CIVIS TÍTULO ÚNICO DAS NORMAS FUNDAMENTAIS E DA APLICAÇÃO DAS NORMAS PROCESSUAIS

Leia mais

DIREITO FINANCEIRO E FISCAL ANO LECTIVO 2005/2006 PROGRAMA

DIREITO FINANCEIRO E FISCAL ANO LECTIVO 2005/2006 PROGRAMA DIREITO FINANCEIRO E FISCAL ANO LECTIVO 2005/2006 PROGRAMA Introdução I. Aspectos gerais 1. As Finanças Públicas. Questões de ordem geral 2. Fixação de terminologia (Direito Financeiro, Economia Pública,

Leia mais

JOSÉ AUGUSTO DIAS DE CASTRO LUCIANO BENETTI TIMM Organizadores

JOSÉ AUGUSTO DIAS DE CASTRO LUCIANO BENETTI TIMM Organizadores JOSÉ AUGUSTO DIAS DE CASTRO LUCIANO BENETTI TIMM Organizadores ESTUDO SOBRE AS PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS IOB Thomson São Paulo, 2006 CATALOGAÇÃO NA FONTE E82 Estudos sobre parcerias público-privadas/

Leia mais

Direito Administrativo Prof. Gustavo Mello Knoplock Fl. 1

Direito Administrativo Prof. Gustavo Mello Knoplock Fl. 1 Direito Administrativo Prof. Gustavo Mello Knoplock Fl. 1 PROVAS TRT-RJ - TÉCNICO JUDICIÁRIO 2013 FCC A respeito das entidades integrantes da Administração indireta, é correto afirmar que (A) se submetem,

Leia mais

Nota sobre o objeto e o objetivo do livro. Nota sobre a forma de utilização do livro

Nota sobre o objeto e o objetivo do livro. Nota sobre a forma de utilização do livro Nota sobre o objeto e o objetivo do livro Nota sobre a forma de utilização do livro 1 Leitura ativa, xxv 2 Ensino participativo, xxvii 3 Utilização da bibliografia, xxviii Introdução - O que é "processo

Leia mais

SUMÁRIO I PARTE INTRODUTÓRIA. Capítulo I O ESTADO E A ORDEM JURÍDICA. Capítulo II ORGANIZAÇÃO E FUNÇÕES DO ESTADO

SUMÁRIO I PARTE INTRODUTÓRIA. Capítulo I O ESTADO E A ORDEM JURÍDICA. Capítulo II ORGANIZAÇÃO E FUNÇÕES DO ESTADO SUMÁRIO Índice dos quadros esquemáticos I PARTE INTRODUTÓRIA 1. O Estado e seus elementos constitutivos 2. Organização política e jurídica 3. Interesses, direitos e Direito 4. Ordem jurídica 5. Os conflitos

Leia mais

DISPENSA E INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO. Paulo Roberto Wiechers Martins paulo.wiechers@gmail.com

DISPENSA E INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO. Paulo Roberto Wiechers Martins paulo.wiechers@gmail.com DISPENSA E INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Paulo Roberto Wiechers Martins paulo.wiechers@gmail.com Contratação Direta Conteúdo Programático O que é, conceitos, aplicabilidade Dispensa e inexigibilidade de

Leia mais

REGULAMENTO DE AQUISIÇÕES DE BENS E DE SERVIÇOS COM A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NO ÂMBITO DA UNIDADE EMBRAPII-CPqD

REGULAMENTO DE AQUISIÇÕES DE BENS E DE SERVIÇOS COM A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NO ÂMBITO DA UNIDADE EMBRAPII-CPqD COM A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NO ÂMBITO DA UNIDADE EMBRAPII-CPqD OUTUBRO/2015 Regulamento Aprovado na 875ª REDIR de 03/08/15 CAPÍTULOS PÁGINA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS. 2 CAPÍTULO II SELEÇÃO

Leia mais

EMENTA: Dispõe sobre as Parcerias

EMENTA: Dispõe sobre as Parcerias LEI N LEGISLATIVO EMENTA: Dispõe sobre as Parcerias Público-Privadas (PPP) no município de Santa Cruz do Capibaribe. A MESA DIRETORA DA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE, ESTADO

Leia mais

PROJETO DE LEI MUNICIPAL Nº. xxx, DE xx DE xx DE xxxx INSTITUI O CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

PROJETO DE LEI MUNICIPAL Nº. xxx, DE xx DE xx DE xxxx INSTITUI O CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PROJETO DE LEI MUNICIPAL Nº. xxx, DE xx DE xx DE xxxx INSTITUI O CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL, Faço saber que a Câmara Municipal decreta e eu sanciono a

Leia mais

PARCERIAS PÚBLICO- PRIVADAS III Fórum Brasileiro sobre a Reforma do Estado Carlos Ari Sundfeld SITUANDO O TEMA DA PPP escassez de recursos orçamentários para projetos de alto custo déficit de projetos

Leia mais

Fundamentos de Parcerias Público-Privadas (PPPs)

Fundamentos de Parcerias Público-Privadas (PPPs) Fundamentos de Parcerias Público-Privadas (PPPs) Organização: Unidade de Parcerias Público-Privadas - Secretaria de Estado de Economia e Planejamento (SEP) Vitória, 26.11.2010 Objetivos do Curso Apresentar

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE

DIREITO PROCESSUAL DO CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE DIREITO PROCESSUAL DO CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...7 CAPÍTULO I JUSTIFICATIVA, ASPECTOS HISTÓRICOS E SISTEMAS EXISTENTES DE CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE...19 1. Justificativa

Leia mais

Constituição e Processo: direitos e garantias fundamentais de natureza processual.

Constituição e Processo: direitos e garantias fundamentais de natureza processual. PONTO Nº 01 Hermenêutica: interpretação, integração e aplicação do Direito do Trabalho. Métodos básicos de exegese. O papel da equidade. Eficácia das normas trabalhistas no tempo e no espaço. Revogação.

Leia mais

Prefácio... xxi Introdução... 1

Prefácio... xxi Introdução... 1 SUMÁRIO Prefácio... xxi Introdução... 1 CAPÍTULO I BREVE HISTÓRICO... 5 1. O comércio e o direito comercial... 5 2. A falência... 9 3. A evolução do direito falimentar... 11 4. O direito falimentar no

Leia mais

SUMÁRIO. Informativos de Jurisprudência... 46

SUMÁRIO. Informativos de Jurisprudência... 46 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 PRINCÍPIOS... 19 1. Princípios básicos... 19 1.1. Princípio da Supremacia do Interesse Público sobre o privado... 19 1.2. Princípio da Indisponibilidade do Interesse Público... 19 2.

Leia mais

Regime jurídico das empresas estatais

Regime jurídico das empresas estatais Prof. Márcio Iorio Aranha Regime jurídico das empresas estatais 1) Submissão aos princípios gerais da Administração Pública (art. 37, caput legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência)

Leia mais

I) DIREITO INDIVIDUAL E COLETIVO DO TRABALHO

I) DIREITO INDIVIDUAL E COLETIVO DO TRABALHO PROGRAMA ESPECÍFICO DA PROVA ORAL XX CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEXTA REGIÃO I) DIREITO INDIVIDUAL E COLETIVO DO TRABALHO

Leia mais

Características das Autarquias

Características das Autarquias ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Professor Almir Morgado Administração Indireta: As entidades Administrativas. Autarquias Define-se autarquia como o serviço autônomo criado por lei específica, com personalidade d

Leia mais

BIZU DO PONTO CONCURSO DA POLÍCIA FEDERAL AGENTE DIREITO ADMINISTRATIVO - PROF. FABIANO PEREIRA

BIZU DO PONTO CONCURSO DA POLÍCIA FEDERAL AGENTE DIREITO ADMINISTRATIVO - PROF. FABIANO PEREIRA Olá! Seja bem-vindo ao nosso BIZU de Direito Administrativo para o concurso da Polícia Federal, mais precisamente para o cargo de Agente, cujas provas serão aplicadas em 06 de maio de 2012. A propósito,

Leia mais

Natanael Gomes Bittencourt Acadêmico do 10º semestre de Direito das Faculdades Jorge Amado

Natanael Gomes Bittencourt Acadêmico do 10º semestre de Direito das Faculdades Jorge Amado ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Natanael Gomes Bittencourt Acadêmico do 10º semestre de Direito das Faculdades Jorge Amado Resumo: A Administração Pública se liga ao interesse público e às necessidades sociais,

Leia mais

Privadas O Projeto de Lei em tramitação

Privadas O Projeto de Lei em tramitação BNDES BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL Parcerias Público-Privadas Privadas O Projeto de Lei em tramitação MAURÍCIO PORTUGAL RIBEIRO CONSULTOR JURÍDICO DA UNIDADE DE PPP DO MINISTÉRIO

Leia mais

Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011.

Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011. Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o São estabelecidas, em cumprimento

Leia mais

LEI Nº 13.792, de 18 de julho de 2006. (PDIL) Procedência: Governamental Natureza: PL 141/06 DO: 17.928 de 20/07/06 Fonte - ALESC/Coord.

LEI Nº 13.792, de 18 de julho de 2006. (PDIL) Procedência: Governamental Natureza: PL 141/06 DO: 17.928 de 20/07/06 Fonte - ALESC/Coord. LEI Nº 13.792, de 18 de julho de 2006. (PDIL) Documentação Procedência: Governamental Natureza: PL 141/06 DO: 17.928 de 20/07/06 Fonte - ALESC/Coord. Estabelece políticas, diretrizes e programas para a

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO ORGANIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

DIREITO ADMINISTRATIVO ORGANIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DIREITO ADMINISTRATIVO ORGANIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Atualizado em 27/10/2015 ORGANIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DESCENTRALIZAÇÃO E DESCONCENTRAÇÃO A administração pública exerce as suas competências

Leia mais

Direito Administrativo

Direito Administrativo Olá, pessoal! Trago hoje uma pequena aula sobre a prestação de serviços públicos, abordando diversos aspectos que podem ser cobrados sobre o assunto. Espero que gostem. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS O

Leia mais

Prefácio, xxi Nota à 3a edição, xxv Nota à 2a edição, xxvii Introdução, xxxi

Prefácio, xxi Nota à 3a edição, xxv Nota à 2a edição, xxvii Introdução, xxxi Prefácio, xxi Nota à 3a edição, xxv Nota à 2a edição, xxvii Introdução, xxxi 1 O Direito Econômico, 1 1 Direito Econômico, 1 1.1 Os três mitos do Direito Econômico, 4 1.1.1 O primeiro mito - Direito Econômico

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Ponto 1 - Das pessoas naturais. Das pessoas jurídicas. Direitos da personalidade. Desconsideração da Personalidade Jurídica. Do domicílio. - Princípios e conceitos gerais do Código de Defesa do Consumidor

Leia mais

pública; defensoria pública. 10 Finanças Públicas: normas gerais; orçamento público. 11 Direitos e garantias fundamentais; direitos e deveres

pública; defensoria pública. 10 Finanças Públicas: normas gerais; orçamento público. 11 Direitos e garantias fundamentais; direitos e deveres TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL (TCDF) CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO CARGO DE AUDITOR DE CONTROLE EXTERNO EDITAL Nº 2 TCDF/ACE 2013, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2013 O Presidente do Tribunal

Leia mais

Prof. Marcelino Fernandes DIREITO ADMINISTRATIVO

Prof. Marcelino Fernandes DIREITO ADMINISTRATIVO Prof. Marcelino Fernandes DIREITO ADMINISTRATIVO Twitter: @profmarcelino facebook.com/profmarcelino88 Fanpage:facebook.com/profmarcelino instagram.com/profmarcelino professormarcelino@hotmail.com AULA

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO Profa. Patrícia Newley Kopke Resende 1. Administração Pública 2. Direito Administrativo 3. Organização Administrativa ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 1.PODERES (art. 2º CF/88) 2. CONCEITO

Leia mais

Sumário. Parte I DOS CONTRATOS EM GERAL PALAVRAS PRÉVIAS 4ª EDIÇÃO... 21 PREFÁCIO... 27

Sumário. Parte I DOS CONTRATOS EM GERAL PALAVRAS PRÉVIAS 4ª EDIÇÃO... 21 PREFÁCIO... 27 PALAVRAS PRÉVIAS 4ª EDIÇÃO... 21 PREFÁCIO... 27 Parte I DOS CONTRATOS EM GERAL Capítulo I INTRODUÇÃO A TEORIA GERAL DOS CONTRATOS... 31 1. O Direito Civil Constitucional... 31 1.1. O Direito Civil na Feição

Leia mais

Gestão de Contratos de PPP. Bancabilidade, Financiamento e Garantias

Gestão de Contratos de PPP. Bancabilidade, Financiamento e Garantias Gestão de Contratos de PPP Bancabilidade, Financiamento e Garantias Roteiro da Apresentação Bloco 1 Alinhamento Conceitual Aspectos Legais dos Financiamentos Evolução da modelagem (BNB) Bloco 2 Riscos

Leia mais

P O D E R J U D I C I Á R I O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO SECRETARIA DA COMISSÃO DE CONCURSO

P O D E R J U D I C I Á R I O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO SECRETARIA DA COMISSÃO DE CONCURSO P O D E R J U D I C I Á R I O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO SECRETARIA DA COMISSÃO DE CONCURSO XXI CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NA MAGISTRATURA DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO EDITAL nº 7/2008

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ACARAÚ - CE C O N C U R S O P Ú B L I C O EDITAL Nº 001/2014

CÂMARA MUNICIPAL DE ACARAÚ - CE C O N C U R S O P Ú B L I C O EDITAL Nº 001/2014 ANEXO I Relação dos Cargos, Vagas Oferecidas, Carga Horária e Salário Base O Cargo, a Escolaridade/Pré-Requisitos, (Coluna C) - Total de Vagas, (Coluna D) - Vagas Reservadas para Portadores de Deficiência,

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE USUÁRIOS DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO DE CARGAS

CONSELHO NACIONAL DE USUÁRIOS DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO DE CARGAS CONSELHO NACIONAL DE USUÁRIOS DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO DE CARGAS UMA PROPOSTA José Ribamar Miranda Dias Vice Presidente da ANUT ANTT Brasília / DF 27/11/2009 PRESSUPOSTO I Lei 8.987 de 13/02/1995, que

Leia mais

L E I N 7.785, DE 9 DE JANEIRO DE 2014

L E I N 7.785, DE 9 DE JANEIRO DE 2014 L E I N 7.785, DE 9 DE JANEIRO DE 2014 Dispõe sobre a reestruturação da Loteria do Estado do Pará - LOTERPA e dá outras providências. A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO PARÁ estatui e eu sanciono a

Leia mais

SUMÁRIO. I - Introdução ao Direito Processual do Trabalho, 1

SUMÁRIO. I - Introdução ao Direito Processual do Trabalho, 1 SUMÁRIO I - Introdução ao Direito Processual do Trabalho, 1 1 Fontes do direito processual do trabalho, 2 1.1 Fontes materiais, 2 1.2 Fontes formais, 3 1.2.1 Fontes formais diretas, 3 1.2.2 Fontes formais

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 2ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL E REABERTURA DE INSCRIÇÕES

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 2ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL E REABERTURA DE INSCRIÇÕES CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 2ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL E REABERTURA DE INSCRIÇÕES O Prefeito Municipal de Gurupi, através da Resolução nº 528/2012 do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins, e, no uso

Leia mais

SEMINÁRIO DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO: Licitar, Dispensar ou Inexigir a licitação?

SEMINÁRIO DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO: Licitar, Dispensar ou Inexigir a licitação? SEMINÁRIO DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO: Licitar, Dispensar ou Inexigir a licitação? SEMINÁRIO DE CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO: Licitar, Dispensar

Leia mais

Texto integral de Proposições

Texto integral de Proposições Texto integral de Proposições PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2007 Altera a Lei nº 1.411, de 13 de agosto de 1951, para atualizar a regulamentação do exercício da profissão de Economista e dá outras providências.

Leia mais

MANUAL DE NORMAS PAGAMENTO DE VALOR DE QUITAÇÃO DE FINANCIAMENTO DE VEÍCULO AUTOMOTOR COM BAIXA DE GRAVAME

MANUAL DE NORMAS PAGAMENTO DE VALOR DE QUITAÇÃO DE FINANCIAMENTO DE VEÍCULO AUTOMOTOR COM BAIXA DE GRAVAME MANUAL DE NORMAS PAGAMENTO DE VALOR DE QUITAÇÃO DE FINANCIAMENTO DE VEÍCULO AUTOMOTOR COM BAIXA DE GRAVAME VERSÃO: 24/10/2011 MANUAL DE NORMAS PAGAMENTO DE VALOR DE QUITAÇÃO DE FINANCIAMENTO DE VEÍCULO

Leia mais

Índice Sistemático. Capítulo Primeiro NOÇÕES GERAIS. I O Comércio e o Direito Regulador das Atividades Comerciais

Índice Sistemático. Capítulo Primeiro NOÇÕES GERAIS. I O Comércio e o Direito Regulador das Atividades Comerciais Índice Sistemático Capítulo Primeiro NOÇÕES GERAIS I O Comércio e o Direito Regulador das Atividades Comerciais 1. O Comércio como Atividade Empresarial 2. Desenvolvimento do Comércio e do Direito Regulador

Leia mais

III - nos casos de guerra ou grave perturbação da ordem;

III - nos casos de guerra ou grave perturbação da ordem; GLOSSÁRIO Classificação Funcional Programática A Classificação Funcional Programática é o agrupamento das ações do governo em grandes áreas de sua atuação, para fins de planejamento, programação e elaboração

Leia mais

Projeto do Fórum Paranaense de Economia Solidária que define a Política Estadual de Fomento à Economia Solidária no Paraná.

Projeto do Fórum Paranaense de Economia Solidária que define a Política Estadual de Fomento à Economia Solidária no Paraná. Projeto do Fórum Paranaense de Economia Solidária que define a Política Estadual de Fomento à Economia Solidária no Paraná. Artigo 1. Fica instituída a Política Estadual de Fomento à Economia Solidária

Leia mais

Direito Ambiental: - Princípios fundamentais de Direito Ambiental. Fontes do Direito Ambiental.

Direito Ambiental: - Princípios fundamentais de Direito Ambiental. Fontes do Direito Ambiental. Direito Constitucional: - Direitos e Garantias Fundamentais: direitos e deveres individuais, sociais e coletivos. - Direito de ação, devido processo legal, habeas corpus, mandado de segurança, mandado

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE CIVIL PUBLICADA NO DOE Nº 2.137, DE 31-03-06 LEI Nº 1424, DE 14 DE MARÇO DE 2006.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS GABINETE CIVIL PUBLICADA NO DOE Nº 2.137, DE 31-03-06 LEI Nº 1424, DE 14 DE MARÇO DE 2006. PUBLICADA NO DOE Nº 2.137, DE 31-03-06 LEI Nº 1424, DE 14 DE MARÇO DE 2006. Faço saber que: Institui o Programa de Parcerias Público- Privadas do Município de Palmas, Estado do Tocantins, e dá outras providências.

Leia mais

Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP)

Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP) Formação dos integrantes do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP) Conceitos gerais de gestão pública: princípios e regras da administração pública, processos de licitação, contratos

Leia mais

GRADE CURRICULAR- EMENTA ESPECIALIZAÇÃO EM ADVOCACIA PÚBLICA

GRADE CURRICULAR- EMENTA ESPECIALIZAÇÃO EM ADVOCACIA PÚBLICA GRADE CURRICULAR- EMENTA ESPECIALIZAÇÃO EM ADVOCACIA PÚBLICA Direito Constitucional 1 1. Constituição. Conceito. Classificação. Normas Constitucionais. Aplicabilidade e Eficácia. Disposições Constitucionais

Leia mais

LEI Nº 935 /2010. Art. 1º. Esta Lei dispõe sobre a Estrutura Administrativa da Câmara Municipal de Piranguçu. TÍTULO I DA ESTRUTURA ADMINSTRATIVA

LEI Nº 935 /2010. Art. 1º. Esta Lei dispõe sobre a Estrutura Administrativa da Câmara Municipal de Piranguçu. TÍTULO I DA ESTRUTURA ADMINSTRATIVA LEI Nº 935 /2010 Dispõe sobre a Estrutura Administrativa da Câmara Municipal de Piranguçu. O Povo do Município de Piranguçu, por seus representantes na Câmara Municipal aprovou e eu, Prefeito Municipal,

Leia mais

Danilo Roque Pasin Coordenador do Ramo Infraestrutura do Sistema OCB. Guarujá, Outubro de 2013.

Danilo Roque Pasin Coordenador do Ramo Infraestrutura do Sistema OCB. Guarujá, Outubro de 2013. Contexto das Cooperativas de Eletrificação no Brasil Danilo Roque Pasin Coordenador do Ramo Infraestrutura do Sistema OCB Guarujá, Outubro de 2013. Conceito de Infraestrutura É o conjunto de atividades

Leia mais

Responsáveis pela Licitação

Responsáveis pela Licitação Responsáveis pela Licitação Material didático destinado à sistematização do conteúdo da disciplina Direito Administrativo I Publicação no semestre 2014.2 do curso de Direito. Autor: Albérico Santos Fonseca

Leia mais

Apresentação. Objetivo. Público-Alvo

Apresentação. Objetivo. Público-Alvo Apresentação Fornecer aos gestores públicos e de Fundações, principalmente de Convênios e de instrumentos correlatos, conhecimentos que possibilitem melhores condições de responder, de maneira técnica,

Leia mais

LEI Nº 10.066, DE 27 DE JULHO DE 1992

LEI Nº 10.066, DE 27 DE JULHO DE 1992 LEI Nº 10.066, DE 27 DE JULHO DE 1992 Cria a Secretaria de Estado do Meio Ambiente SEMA, a entidade autárquica Instituto Ambiental do Paraná IAP e adota outras providências. A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO

Leia mais

Sumário. Palavras Prévias (Apresentação da 10ª edição)... 21 Prefácio... 27 Apresentação... 25

Sumário. Palavras Prévias (Apresentação da 10ª edição)... 21 Prefácio... 27 Apresentação... 25 Sumário Palavras Prévias (Apresentação da 10ª edição)... 21 Prefácio... 27 Apresentação... 25 Capítulo I Introdução ao Direito Civil... 29 1. Noções Conceituais sobre o Direito... 29 2. Acepções da Palavra

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 12.234, DE 13 DE JANEIRO DE 2005. (publicada no DOE nº 09, de 14 de janeiro de 2005) Dispõe sobre normas para

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI:

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: Lei nº 7.084, de 02 de julho de 2001. Cria o Fundo de Desenvolvimento de Campos dos Goytacazes - FUNDECAM e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE

Leia mais