A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2"

Transcrição

1 A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2 Roteiro de Alcir Nicolau Pereira Versão de OUTUBRO/

2 A DOMÉSTICA (FILME-CURTA) PERSONAGENS Empregada doméstica. Mulher Marido Namorado da empregada AMBIENTE Sala de um apartamento, porta para cozinha, contígua e porta principal do apartamento e porta interna para quarto, onde existe uma cama de casal e outras mobílias. Além dos móveis normais na sala existe um relógio grande na parede e mesinha de centro SINOPSE Mulher (médica) atrasada para sair, xinga doméstica que não chega no horário. A brabeza da mulher muda quando a doméstica finalmente chega. Depois a domestica cuida da casa exatamente como a própria acha adequado (c) Alcir Nicolau Pereira, Adaptado de conto do próprio autor publicado no livro CONTOS PARA BISOLHAR Adaptado de conto do próprio autor PUBLICADO no livro Contos para Bisolhar Este roteiro pode ser usado por quem se interessar, SEM CUSTO, bastando citar o nome do autor do roteiro pelo ou Site: CENA 1 SALA - INT/DIA. - CRÉDITOS A cena intercala diversas vezes - relógio na parede marcando, inicialmente, 06h45min horas. Mulher caminha pela sala. Leva ao 2

3 braço um avental branco. No decorrer desta cena aparecem os créditos CENA 2 SALA - INT/DIA. CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 07h00min HORAS. MULHER AINDA CAMINHANDO NERVOSA PELA SALA. OLHA O RELÓGIO NA PAREDE. CONFERE COM O DO PULSO. MULHER GRITANDO A Sidicléia ainda não chegou! Será que vem hoje? VOZ MASCULINA EM OFF. - Sei lá! MULHER OLHA PARA A PORTA DE ONDE SAIU A VÓZ VOZ MASCULINA EM OFF. - Tu sabes que está difícil de conseguir empregada. MARIDO SAI APRESSADO DA COZINHA COM XÍCARA DE CAFÉ NA MÃO. VAI À PORTA DE SAÍDA. VOLTA E COLOCA XÍCARA NA MESINHA DE CENTRO. MULHER DICA OLHANDO A XICARA. Marido: - Paciência, querida, vai ver ela logo chega. MARIDO VAI À PORTA. VOLTA. DÁ BEIJO NA MULHER. VAI EM DIREÇÃO À PORTA. MULHER FICA PARADA NO CENTRO DA SALA. CAMINHA NERVOSA MARIDO VOLTA E ABRAÇA A MULHER Marido: Tiau, querida. Não vai chegar atrasada no serviço. MARIDO SAI MULHER CAMINHA - Paciência uma ova! Olha só, onde o outro deixou a xícara. 3

4 MULHER CAMINHA NA SALA Mulher imitando voz de homem aponta para porta: - Olha o que ele falou. (Voz de homem) Daqui a pouco ela chega. (Voz de mulher) Assim espero. Pra eu sair basta que esta empregada sem-vergonha chegue! CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 07h15min. MULHER POUCO IRRITADA. OLHA O RELÓGIO NA PAREDE CENA 3 SALA - INT/DIA. MULHER AINDA CAMINHANDO PELA SALA - Será que essa dona Sidicléia não vem! CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 07h30min. MULHER CAMINHA NERVOSA DE UM LADO PARA OUTRO - OLHA A PORTA. FICA BRAVA. Mulher - Essa empregada! A Sidicléia vai chegar atrasada! CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 07h50min MULHER CAMINHA APRESSADA DE UM LADO PARA OUTRO. PÁRA. VAI À JANELA E ESPIA PRA FORA. - Vou chegar atrasada no consultório. E os meus pacientes? E esta filha da mãe de doméstica que não chega. CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 08h10min MULHER FICA NERVOSA. OLHA AS HORAS NO RELÓGIO DA PAREDE. CONFIRMA NO DE PULSO. CAMINHA DESCONTROLADA PELA SALA CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 08h30min MULHER CAMINHA NERVOSAMENTE PELA SALA OLHANDO RELÓGIO DA PAREDE. COLOCA MÃOS NA CINTURA. 4

5 - Essa serviçal bandida não vem. Porcaria de empregada. CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 08h40min. MULHER VAI DESAPARECE NA PORTA DA COZINHA. VOLTA RÁPIDO COM COPO NA MÃO MUITO IRRITADA. BEBE ÁGUA. - Desgraçada! Incompetente! Quando ela chegar, vou passar uma carraspana daquelas. CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 08h50min MULHER VAI À PORTA. ESPIA PELO OLHO MÁGICO. OLHA RELÓGIO DE PULSO. Mulher. - Tomara que não venha mesmo. Se vier nem sei bem o que vou fazer. Sou capaz de matá-la. CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 09h10min MULHER SENTA NO SOFÁ. TREME AS MÃOS. ESCABELA UM POUCO O CABELO. ORA SACODE, ORA CRUZA AS PERNAS. - Perdi a hora. (FICA ENFURECIDA) Se ela me aparece na frente, estrangulo essa bandoleira. Bandida! CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 09h25min MULHER LEVANTA DO SOFÁ. VAI AO ESPELHO, ARRUMA O CABELO, OLHA DESESPERADA PARA O RELÓGIO DE PAREDE. - Agora não adianta mais! Vou botar essa cachorra no olho da rua. Deixa só ela chegar. CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 09h40min MULHER CHORAMINGA. VAI À PORTA. COLOCA OUVIDO NA PORTA TENTANDO OUVIR. VOLTA AO CENTRO DA SALA. - Se depender da minha vontade, aquela zinha não trabalha mais em lugar algum. Vou dizer pra todo mundo a péssima empregada que ela é. Ela vai ver o que é bom pra tosse! 5

6 CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 09h56min MULHER PEGA A ALMOFADA EM CIMA DA POLTRONA. DEIXA CAIR NO CHÃO. DÁ UM PONTAPÉ NA ALMOFADA. - É só essa infeliz chegar e dou-lhe um pontapé na... na... bunda Desta filha da puta. CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 10h10min MULHER DEITA NA POLTRONA. FICA OLHANDO O TETO SEM MEXER-SE. CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 10:35 HORAS. MULHER LEVANTA RÁPIDO. FICA COLÉRICA - Cachorra! Ela que me apareça agora. Essa empregadinha de merda! Vai entrar e sair pela mesma porta, pois já tá no olho da rua. CENA 4 SALA - INT/DIA. PORTA FAZ BARULHO. MULHER PÁRA E FICA ATENTA À PORTA DE MÃOS NA CINTURA, BRAVA ACINTOSAMENTE. PORTA ABRE-SE LENTAMENTE. EMPREGADA ENTRA COM CHAVE DA CASA NA MÃO. COLOCA A BOLSA EM CIMA DO SOFÁ. CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 10h45min MULHER E EMPREGADA FICAM TROCANDO OLHARES OLHAM RELÓGIO DE PAREDE MULHER COM OLHAR MUITO SÉRIO EMPREGADA OLHA RELÓGIO DE PULSO Mulher mudando de humor. Abre os braços: - Graças a Deus que tu chegaste, Sidicléia, meu bem. Vai tomar um cafezinho antes do trabalho. Tiau, amoreco desta família.(dá beijinhos nas bochechas) Cuida bem da nossa casa. MULHER PEGA BOLSA VESTE O AVENTAL E SAI APRESSADA. 6

7 EMPREGADA FECHA A PORTA. OLHA PARA CÂMERA. (CLOSE) CIRCULA O DEDO NA CABEÇA COMO SE A PATROA FOSSE LOUCA. EMPREGADA ENTRA NA PORTA DA COZINHA CENA 5 SALA - INT/DIA. CÂMERA MOSTRA RELÓGIO NA PAREDE QUE MARCA 11h00min EMPREGADA VOLTA COM UMA CERVEJA E DOIS COPOS NA MÃO SENTA NA POLTRONA. ABRE A CERVEJA E SERVE OS DOIS COPOS CAMPAINHA TOCA EMPREGADA VAI ATENDER E ABRE A PORTA ENTRA HOMEM OS DOIS SE ABRAÇAM MUITO ASSANHADAMENTE FICAM SE BEIJANDO SENTAM NA PLTRONA BEBERICAM CERVEJA INTERCALANDO COM BOLINAÇÕES LEVANTAM E VÃO EM DIREÇÃO A PORTA DO QUARTO CENA 6 QUARTO DE CASAL - INT/DIA. HOMEM DEITA NA CAMA TAPA-SE COM LENÇOL FAZ GESTOS EMBAIXO DO LENÇOL QUE ESTÁ TIRANDO A ROUPA EMPREGA SAI PELA PORTA CENA 7 QUARTO DE CASAL - INT/DIA. EMPREGADA VOLTA BEM SEXI VESTINDO UM AVENTAL DE MÉDICA. AVENTAL ESTÁ DESABOTOADO MOSTRANDO ROUPA SENSUAL ÍNTIMA HOMEM OLHA COM OLHAR DE TARADO EMPREGADA OLHA PARA O HOMEM E FAZ GESTOS SENSUAIS Homem: - Sempre tive a fantasia de comer uma médica. Vem minha doutorzinha. Empregada dengosa: - Já vou. Já vou. Mas tem que dar uma rapidinho. 7

8 Homem: - Ué, por quê? Empregada dengosa e com ênfase: - Esqueceu que tenho que cuidar da casa! EMPREGADA ENTRA DEBAIXO DO LENÇOL INCIA UM ROLA ROLA EMBAIXO DO LENÇOL CÂMERA VAI SE AFASTANDO LENTAMENTE SEMPRE FOCANDO O CASAL NA CAMA CENA 8 QUARTO DE CASAL - INT/DIA. CÂMARA ENTRA NA SALA E CRISTALIZA NO RELÓGIO QUE CIRCULA PONTEIROS RAPIDAMENTE APÓS 14h00min OUVE-SE GEMIDO DE SEXO CENA PARA CRÉDITOS FINAIS FIM **************************************************************** 8

A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2

A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2 A DOMÉSTICA (FILME CURTA) Final 2 Roteiro de Alcir Nicolau Pereira Versão de NOVEMBRO DE 2012. 1 A DOMÉSTICA (FILME-CURTA) --------------------------------------------------------------- PERSONAGENS Empregada

Leia mais

TESTE DE ELENCO COM UMA CENA. Por VINICIUS MOURA

TESTE DE ELENCO COM UMA CENA. Por VINICIUS MOURA TESTE DE ELENCO COM UMA CENA Por VINICIUS MOURA * Embora seja uma cena que contenha dois atores os candidatos serão avaliados individualmente. Os critérios de avaliação se darão a partir da performace

Leia mais

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno.

Os dois foram entrando e ROSE foi contando mais um pouco da história e EDUARDO anotando tudo no caderno. Meu lugar,minha história. Cena 01- Exterior- Na rua /Dia Eduardo desce do ônibus com sua mala. Vai em direção a Rose que está parada. Olá, meu nome é Rose sou a guia o ajudara no seu projeto de história.

Leia mais

O ESCRITOR (FILME-CURTA)

O ESCRITOR (FILME-CURTA) O ESCRITOR (FILME-CURTA) Roteiro de Alcir Nicolau Pereira Versão de fevereiro de 2007. --------------------------------------------------------------- PERSONAGENS Jornaleiro de livraria (aspecto sinistro)

Leia mais

Segunda-feira. Querido, está na hora de acordar! Querido, já é noite, você precisa se levantar!

Segunda-feira. Querido, está na hora de acordar! Querido, já é noite, você precisa se levantar! Segunda-feira Hummm! Querido, está na hora de acordar! Hummm... o quê? Querido, já é noite, você precisa se levantar! Ah, mãe, preciso mesmo? Precisa, sim. Aqueles aldeões não vão se assustar sozinhos.

Leia mais

INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009

INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009 INVERNO Um roteiro de Mikael Santiago 25/05/2009 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS COPYRIGHT MIKAEL SANTIAGO mikael@mvirtual.com.br RUA ITUVERAVA, 651/305 JACAREPAGUÁ RIO DE JANEIRO - RJ (21)9879-4890 (21)3186-5801

Leia mais

ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro. Fábio da Silva. 15/03/2010 até 08/04/2010

ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro. Fábio da Silva. 15/03/2010 até 08/04/2010 ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro de Fábio da Silva 15/03/2010 até 08/04/2010 Copyright 2010 by Fábio da Silva Todos os direitos reservados silver_mota@yahoo.com.br 2. ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE?

Leia mais

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos

Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Geração Graças Peça: Os Cofrinhos Autora: Tell Aragão Personagens: Voz - não aparece mendigo/pessoa Nervosa/Ladrão faz os três personagens Menina 1 Menina 2 Voz: Era uma vez, duas irmãs que ganharam dois

Leia mais

Mu: Continente Perdido Capítulo 2

Mu: Continente Perdido Capítulo 2 Mu: Continente Perdido Capítulo 2 Minissérie de William Soares da Costa Escrita por William Soares da Costa Personagens deste capítulo NICOLAS GUILHERME WERA JEAN FELIPE Participação especial MARCUS, DOIS

Leia mais

Quem tem medo da Fada Azul?

Quem tem medo da Fada Azul? Quem tem medo da Fada Azul? Lino de Albergaria Quem tem medo da Fada Azul? Ilustrações de Andréa Vilela 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2015 Edição de Texto Noga Sklar Ilustrações Andréa Vilela Capa KBR

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

UNIFORMES E ASPIRINAS

UNIFORMES E ASPIRINAS SER OU NÃO SER Sujeito desconfiava que estava sendo traído, mas não queria acreditar que pudesse ser verdade. Contratou um detetive para seguir a esposa suspeita. Dias depois, se encontrou com o profissional

Leia mais

PDF created with pdffactory Pro trial version www.pdffactory.com

PDF created with pdffactory Pro trial version www.pdffactory.com Tema:Humor Você vai ler a seguir um fragmento da peça teatral Lua nua, de Leilah Assunção, que foi encenada em várias cidades do país entre 1986 e 1989, sempre com grande sucesso de público e de crítica.

Leia mais

UMA PIZZA CHAMADA DESEJO. por. Rodrigo Ferrari. Versão final 02/09/2011

UMA PIZZA CHAMADA DESEJO. por. Rodrigo Ferrari. Versão final 02/09/2011 UMA PIZZA CHAMADA DESEJO por Rodrigo Ferrari Versão final 02/09/2011 rodrigoferrari@gmail.com (21)9697.0419 Iluminados, no fundo do palco, BLANCHE e o. O Médico veste um jaleco branco, estetoscópio, óculos

Leia mais

UM SOL ALARANJADO. Vemos de cima uma pequena vila de subúrbio com suas casas baixas. Amanhece, e pessoas começam a sair das casas.

UM SOL ALARANJADO. Vemos de cima uma pequena vila de subúrbio com suas casas baixas. Amanhece, e pessoas começam a sair das casas. SEQUÊNCIA 1 - EXTERIOR - DIA VILA UM SOL ALARANJADO Roteiro de Eduardo Valente, a partir de argumento e com a colaboração de Rubio Campos. Vemos de cima uma pequena vila de subúrbio com suas casas baixas.

Leia mais

Um amigo, chamado computador!

Um amigo, chamado computador! Um amigo, chamado computador! NARRADOR: Era uma vez uma menina chamada Isa, ela era uma menina muito curiosa e com uma imaginação bastante fértil. Na escola, durante uma aula no laboratório de informática,

Leia mais

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME CENA 1. HOSPITAL. QUARTO DE. INTERIOR. NOITE Fernanda está dormindo. Seus pulsos estão enfaixados. Uma enfermeira entra,

Leia mais

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo

Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa. O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse. O melhor amigo Instituto Presbiteriano de Educação Goiânia, de de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) Atividade Extraclasse Leia o texto abaixo para responder às questões 01 a

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO

Roteiro para curta-metragem. Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO Roteiro para curta-metragem Nathália da Silva Santos 6º ano Escola Municipalizada Paineira TEMPESTADE NO COPO SINOPSE Sérgio e Gusthavo se tornam inimigos depois de um mal entendido entre eles. Sérgio

Leia mais

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares BOLA NA CESTA Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares 25/04/2012 SINOPSE Essa é a história de Marlon Almeida. Um adolescente que tem um pai envolvido com a criminalidade. Sua salvação está no esporte.

Leia mais

NA LOJA DE CHAPÉUS. Karl Valentin. Personagens. Vendedora. Valentin ATO ÚNICO

NA LOJA DE CHAPÉUS. Karl Valentin. Personagens. Vendedora. Valentin ATO ÚNICO NA LOJA DE CHAPÉUS De Karl Valentin Personagens Vendedora Valentin ATO ÚNICO Bom dia, senhor. O que deseja? Um chapéu. Que tipo de chapéu? Um chapéu pra botar na cabeça. Certamente, meu senhor, um chapéu

Leia mais

Vamos falar de amor? Amornizando!

Vamos falar de amor? Amornizando! Vamos falar de amor? Amornizando! Personagens 1) Neide Tymus (Regente); 2) Sérgio Tymus (Marido Neide); 3) Nelida (Filha da Neide); 4) Primeiro Coralista; 5) Segundo Coralista; 6) Terceiro Coralista; 7)

Leia mais

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada.

Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Sal, Pimenta, Alho e Noz Moscada. Cláudia Barral (A sala é bastante comum, apenas um detalhe a difere de outras salas de apartamentos que se costuma ver ordinariamente: a presença de uma câmera de vídeo

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR Índice Índice Prefácio Sobre o autor Introdução Como ser produtivo estudando corretamente Você já organizou o seu tempo e os seus dias para estudar? Definir o que vai estudar Organizando

Leia mais

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:...

ALEGRIA ALEGRIA:... TATY:... ALEGRIA PERSONAGENS: Duas amigas entre idades adolescentes. ALEGRIA:... TATY:... Peça infanto-juvenil, em um só ato com quatro personagens sendo as mesmas atrizes, mostrando a vida de duas meninas, no

Leia mais

find localizando diferentes extenções

find localizando diferentes extenções Cracha na Central Amigos Olhem que legal, saiu na Globo!!! [] s find localizando diferentes extenções Ola amigos Após alguns dias sem publicar notas sobre Info, segue uma dica bem bacana. Para se localizar

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

A TURMA DO ZICO EM: CUIDADO COM A DENGUE

A TURMA DO ZICO EM: CUIDADO COM A DENGUE Texto: Warley di Brito A TURMA DO ZICO EM: CUIDADO COM A DENGUE Personagens: Zico, Zefinha, Paulinha e sua mãe Bastiana Cenário: A esquete acontece no quintal da casa da mãe de Zico, para a montagem do

Leia mais

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira?

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira? HISTÓRIA DE LINS EE PROF.PE. EDUARDO R. de CARVALHO Alunos: Maria Luana Lino da Silva Rafaela Alves de Almeida Estefanny Mayra S. Pereira Agnes K. Bernardes História 1 Unidas Venceremos É a história de

Leia mais

O LAVA JATO MACABRO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

O LAVA JATO MACABRO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA O LAVA JATO MACABRO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA Rua alameda dom Pedro II n 718 Venda da cruz São Gonçalo. e-mail:jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.LAGE DA CASA.DIA Renam está sentado na

Leia mais

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe?

- Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Trecho do romance Caleidoscópio Capítulo cinco. 05 de novembro de 2012. - Você sabe que vai ter que falar comigo em algum momento, não sabe? Caçulinha olha para mim e precisa fazer muita força para isso,

Leia mais

ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM

ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM ROTEIRO DE:Luccas Miguel e Higor Espedito. 2 revisão ROTEIRO ORIGINAL PARA CURTA METRAGEM FADE IN: CENA 1.DIA-EXT-CEMITERIO Cemitério.vemos dois garotos brincando,o sorrisos em seus rostos.a baderna que

Leia mais

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012.

MALDITO. de Kelly Furlanetto Soares. Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. MALDITO de Kelly Furlanetto Soares Peça escritadurante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR.Teatro Guaíra, no ano de 2012. 1 Em uma praça ao lado de uma universidade está sentado um pai a

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção CAPÍTULO 007 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS. PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. AGENOR ALBERTO FERNANDO GABRIELE JORGE MARIA CLARA MARIA CAMILLA MARÍLIA

Leia mais

ANTES DE OUVIR A VERDADE. Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver.

ANTES DE OUVIR A VERDADE. Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver. ANTES DE OUVIR A VERDADE FADE IN: CENA 01 - INT. SALA DE ESTAR NOITE Plano fechado em uma mão masculina segurando um revólver. Plano aberto revelando o revólver nas mãos de, um homem de 35 anos, pele clara

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura.

Palavras do autor. Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Palavras do autor Escrever para jovens é uma grande alegria e, por que não dizer, uma gostosa aventura. Durante três anos, tornei-me um leitor voraz de histórias juvenis da literatura nacional, mergulhei

Leia mais

1º VESTIBULAR BÍBLICO DA UMADUP. Livro de João

1º VESTIBULAR BÍBLICO DA UMADUP. Livro de João Upanema/RN, 03 de Agosto de 2013 1º VESTIBULAR BÍBLICO DA Livro de João Leia com atenção as instruções abaixo: 1. Verifique se o caderno de prova contém 30 (trinta) questões. Em caso negativo, comunique

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

Meu nome é Rosângela Gera. Sou médica e mãe de uma garotinha de sete anos que é cega.

Meu nome é Rosângela Gera. Sou médica e mãe de uma garotinha de sete anos que é cega. Prezado Editor, Meu nome é Rosângela Gera. Sou médica e mãe de uma garotinha de sete anos que é cega. Gostaria de compartilhar com os demais leitores desta revista, minha experiência como mãe, vivenciando

Leia mais

Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho

Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho alternativo, onde encontra com um sujeito estranho.

Leia mais

Abordagem Psiquiátrica de Casos Clínicos 2012.2. Casos e Revisão. Professor: Marcus André Vieira

Abordagem Psiquiátrica de Casos Clínicos 2012.2. Casos e Revisão. Professor: Marcus André Vieira Abordagem Psiquiátrica de Casos Clínicos 2012.2 Casos e Revisão Professor: Marcus André Vieira Primeiro caso Conta que, no trabalho, por exemplo, em cada setor que andava, pegava papéis no chão, abria

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

DICAS PARA VOCÊ PILOTAR MOTO COM MAIS SEGURANÇA E PERDER O MEDO

DICAS PARA VOCÊ PILOTAR MOTO COM MAIS SEGURANÇA E PERDER O MEDO DICAS PARA VOCÊ PILOTAR MOTO COM MAIS SEGURANÇA E PERDER O MEDO #1 ATENÇÃO Essa é a dica mais importante, parece clichê mas não é! Não mesmo! Atenção é tudo no trânsito quando estamos pilotando. Pelo Método

Leia mais

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Serviço de Rádio Escuta da Prefeitura de Porto Alegre Emissora: Rádio Guaíba Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Data: 07/03/2007 14:50 Programa: Guaíba Revista Apresentação:

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Roteiro. Coordenador do curso Prof. Dr. Francisco Isidro Massetto. Autor Professor Conteudista Rafael Moralez

Roteiro. Coordenador do curso Prof. Dr. Francisco Isidro Massetto. Autor Professor Conteudista Rafael Moralez Roteiro 1 Coordenador do curso Prof. Dr. Francisco Isidro Massetto Autor Professor Conteudista Rafael Moralez PACC Programa Anual de Capacitação Continuada Curso: Produção de Vídeo. de Massetto, F. I.,

Leia mais

DIANTE DA LEI O ROTEIRO Baseado em conto homônimo de Franz Kafka - DIANTE DA LEI ROTEIRO DE: ALYSON LACERDA E-MAIL: ALYSONLACERDA@YAHOO.COM.

DIANTE DA LEI O ROTEIRO Baseado em conto homônimo de Franz Kafka - DIANTE DA LEI ROTEIRO DE: ALYSON LACERDA E-MAIL: ALYSONLACERDA@YAHOO.COM. 1 - DIANTE DA LEI ROTEIRO DE: ALYSON LACERDA E-MAIL: ALYSONLACERDA@YAHOO.COM.BR SEQ.01 A RECEPÇÃO DA LEI 2 (CENA 01 - INT. PORTARIA DA LEI.INDIFERENTE) O camponês toca uma campainha que está sobre um balcão.

Leia mais

O Pedido. Escrito e dirigido por João Nunes

O Pedido. Escrito e dirigido por João Nunes O Pedido Escrito e dirigido por João Nunes O Pedido FADE IN: INT. CASA DE BANHO - DIA Um homem fala para a câmara. É, 28 anos, magro e mortiço. Queres casar comigo? Não fica satisfeito com o resultado.

Leia mais

Obedecer é sempre certo

Obedecer é sempre certo Obedecer é sempre certo Obedecer. Palavra fácil de entender, mas muitas vezes difícil de colocar em prática. Principalmente quando não entendemos ou concordamos com a orientação dada. Crianças recebem

Leia mais

A SENSITIVA E A MULHER MACACO

A SENSITIVA E A MULHER MACACO A SENSITIVA E A MULHER MACACO Esquetes cômicos de Luís Alberto de Abreu CENA ÚNICA A AÇÃO SE PASSA NO INTERIOR DE UM ÔNIBUS. ENTRA UM APRESEN- TADOR. Silêncio. Um momento de silêncio por favor. Essa é

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário

O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário epílogo O mar de Copacabana estava estranhamente calmo, ao contrário do rebuliço que batia em seu peito. Quase um ano havia se passado. O verão começava novamente hoje, ao pôr do sol, mas Line sabia que,

Leia mais

Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições

Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições Como conseguir um Marido Cristão Em doze lições O. T. Brito Pág. 2 Dedicado a: Minha filha única Luciana, Meus três filhos Ricardo, Fernando, Gabriel e minha esposa Lúcia. Pág. 3 Índice 1 é o casamento

Leia mais

O NASCIMENTO DE RUNA

O NASCIMENTO DE RUNA Für die Übersetzung ins brasilianische Porugiesisch danken wir herzlich Adriana Dantas Breust. O NASCIMENTO DE RUNA MINHA IRMÃ VEM AO MUNDO Concepção e texto: Uwe Spillmann. Ilustração: Inga Kamieth Este

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

INTERTÍTULO: DIANA + 1 FADE IN EXT. PRAIA/BEIRA MAR DIA

INTERTÍTULO: DIANA + 1 FADE IN EXT. PRAIA/BEIRA MAR DIA DIANA + 3 INTERTÍTULO: DIANA + 1 FADE IN EXT. PRAIA/BEIRA MAR DIA Pablo, rapaz gordinho, 20 anos, está sentado na areia da praia ao lado de Dino, magrinho, de óculos, 18 anos. Pablo tem um violão no colo.

Leia mais

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria,

Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, O Afonso levantou-se de um salto, correu para a casa de banho, abriu a tampa da sanita e vomitou mais uma vez. Posso ajudar? perguntou a Maria, preocupada, pois nunca tinha visto o primo assim tão mal

Leia mais

1 O que é terapia sexual

1 O que é terapia sexual 1 O que é terapia sexual Problemas, das mais diversas causas, estão sempre nos desafiando, dificultando o nosso diaa-dia. A vida é assim, um permanente enfrentamento de problemas. Mas existem alguns que

Leia mais

Acorda, seu Zé Preguiça, hoje é domingo. Dia do Senhor. A sua mãe tá passando a roupa que você separou ontem, e o seu café já está pronto, só

Acorda, seu Zé Preguiça, hoje é domingo. Dia do Senhor. A sua mãe tá passando a roupa que você separou ontem, e o seu café já está pronto, só Acorda, seu Zé Preguiça, hoje é domingo. Dia do Senhor. A sua mãe tá passando a roupa que você separou ontem, e o seu café já está pronto, só esperando a sua boa vontade. Felipe tentou voltar a dormir,

Leia mais

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães

Estórias de Iracema. Maria Helena Magalhães. Ilustrações de Veridiana Magalhães Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães 2 Era domingo e o céu estava mais azul que o azul mais azul que se pode imaginar. O sol de maio deixava o dia ainda mais bonito

Leia mais

este ano está igualzinho ao ano passado! viu? eu não falei pra você? o quê? foi você que jogou esta bola de neve em mim?

este ano está igualzinho ao ano passado! viu? eu não falei pra você? o quê? foi você que jogou esta bola de neve em mim? viu? eu não falei pra você? o quê? este ano está igualzinho ao ano passado! foi você que jogou esta bola de neve em mim? puxa, acho que não... essa não está parecendo uma das minhas... eu costumo comprimir

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos.

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 1 JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 ENTREGADOR DE CARGAS 32 ANOS DE TRABALHO Transportadora Fácil Idade: 53 anos, nascido em Quixadá, Ceará Esposa: Raimunda Cruz de Castro Filhos: Marcílio, Liana e Luciana Durante

Leia mais

CANTIGA DE NINAR SLEEPING SONGS

CANTIGA DE NINAR SLEEPING SONGS CANTIGA DE NINAR SLEEPING SONGS Glória Magalhães 1 RESUMO: "Cantiga de ninar" é um monólogo que fala da relação mãe e filha tendo como ponto de vista a posição da mãe. Durante a peça a personagem principal

Leia mais

Rica. Eu quero ser... Especial ???????? Luquet. Um guia para encontrar a rota da prosperidade. Apoio: por Mara. Elas&Lucros

Rica. Eu quero ser... Especial ???????? Luquet. Um guia para encontrar a rota da prosperidade. Apoio: por Mara. Elas&Lucros ???????? Apoio: Rica Eu quero ser... Um guia para encontrar a rota da prosperidade por Mara Luquet 81 Era uma vez... Era uma vez uma princesa, dessas que passeiam pelos campos e bosques e são muito bonitas

Leia mais

QUESTÃO 1 Texto para as questões 1, 2 e 3.

QUESTÃO 1 Texto para as questões 1, 2 e 3. Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSARÁ O 7º ANO EM 2012 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: QUESTÃO 1 Texto para as questões 1, 2 e 3. Considere as afirmações I.

Leia mais

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação.

Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. Unidade I Tecnologia: Corpo, movimento e linguagem na era da informação. 1.1 Conteúdos: Apresentação do Plano Didático Pedagógico; Classificação das orações coordenadas sindéticas e inferência. 1.1 Habilidade:

Leia mais

Todos os dias Leitura: atividades

Todos os dias Leitura: atividades Todos os dias Leitura: atividades 1. Escreva Certo (C) ou Errado (E) para as afirmações a seguir. A) O marido acorda a esposa todos os dias de manhã. ( ) B) Às seis da tarde ele volta para casa depois

Leia mais

O PAPEL DOS ENUNCIADORES EM SITUAÇÕES DIALÓGICAS

O PAPEL DOS ENUNCIADORES EM SITUAÇÕES DIALÓGICAS Introdução O PAPEL DOS ENUNCIADORES EM SITUAÇÕES DIALÓGICAS Daisy Batista Pail 1 Segundo a Teoria da Argumentação na Língua, de Oswald Ducrot, um enunciado é polifônico por possuir pelo menos três vozes:

Leia mais

"ATIROU PARA MATAR" Um roteiro de. Nuno Balducci (6º TRATAMENTO)

ATIROU PARA MATAR Um roteiro de. Nuno Balducci (6º TRATAMENTO) "ATIROU PARA MATAR" Um roteiro de Nuno Balducci (6º TRATAMENTO) Copyright 2013 de Nuno Balducci Todos os direitos reservados. balducci.vu@gmail.com (82) 96669831 1 INT. DIA. LANCHONETE CHINESA Uma GAROTA

Leia mais

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série.

HISTÓRIA DE SÃO PAULO. Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. EE Bento Pereira da Rocha HISTÓRIA DE SÃO PAULO Alunos: Tatiana Santos Ferreira, Joyce Cruvello Barroso, Jennifer Cristine Silva Torres dos Santos, Sabrina Cruz. 8ª série. História 1 CENA1 Mônica chega

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão 1 INDICE Introdução... Pg: 03 Você é muito bonzinho... Pg: 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade... Pg: 05 Evite pedir permissão... Pg: 07 Não tenha medo de ser você mesmo... Pg: 08 Não

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

Animação Sociocultural. No PAís do Amor

Animação Sociocultural. No PAís do Amor No PAís do Amor Há muito, muito tempo, num reino que ficava Mais Longe que Bué Bué longe, vivia-se com muito amor e alegria. Os dias eram passados em festa e eram todos muito amigos. Nesse reino havia

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Português Compreensão de texto 2 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Compreensão de texto Nome: Data: Leia este texto expositivo e responda às questões de 1 a 5. As partes de um vulcão

Leia mais

Parábolas curtas de Jesus: 3 - Vinho novo em odres velhos Lc 5,37-39

Parábolas curtas de Jesus: 3 - Vinho novo em odres velhos Lc 5,37-39 Pequenas de Jesus Parábolas curtas de Jesus: 1 - Os primeiros lugares Lc. 14,7-11 2 - Lâmpada para iluminar Lc 8,16-17; 11,33 3 - Vinho novo em odres velhos Lc 5,37-39 Parábola: Os primeiros lugares Lc.14,7-11

Leia mais

Harmonizando a família

Harmonizando a família Harmonizando a família Narrador: Em um dia, como tantos outros, como e em vários lares a, mãe está em casa cuidando dos afazeres doméstic os, tranqüilamente. Porém c omo vem ac ontec endo há muito tempo,

Leia mais

Aula 3.1 Conteúdo: Elementos da narrativa: personagens, espaço, tempo, ação, narrador. Conto: conceitos e características LÍNGUA PORTUGUESA

Aula 3.1 Conteúdo: Elementos da narrativa: personagens, espaço, tempo, ação, narrador. Conto: conceitos e características LÍNGUA PORTUGUESA 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 3.1 Conteúdo: Elementos da narrativa: personagens, espaço, tempo, ação, narrador. Conto: conceitos e características 3 CONTEÚDO E HABILIDADES

Leia mais

História Para as Crianças. A menina que caçoou

História Para as Crianças. A menina que caçoou História Para as Crianças A menina que caçoou Bom dia crianças, feliz sábado! Uma vez, do outro lado do mundo, em um lugar chamado Austrália vivia uma menina. Ela não era tão alta como algumas meninas

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

Guia Prático para Encontrar o Seu. www.vidadvisor.com.br

Guia Prático para Encontrar o Seu. www.vidadvisor.com.br Guia Prático para Encontrar o Seu Propósito de Vida www.vidadvisor.com.br "Onde os seus talentos e as necessidades do mundo se cruzam: aí está a sua vocação". Aristóteles Orientações Este é um documento

Leia mais

carles santamaria y pere pérez

carles santamaria y pere pérez comics as aventuras de por carles santamaria y pere pérez Prepare-se para conhecer Rock Rivers, um agente secreto cuja missão é deter o maquiavélico Hellvansinger e a bela Ina - cantora de voz e curvas

Leia mais

ESPANHA. ENVOLVENDO O MUNDO COM O EVANGELHO QUADRANGULAR! Tema

ESPANHA. ENVOLVENDO O MUNDO COM O EVANGELHO QUADRANGULAR! Tema ESPANHA 42 ENVOLVENDO O MUNDO COM O EVANGELHO QUADRANGULAR! Tema Anunciai entre as nações a sua glória, entre todos os povos as suas maravilhas Salmo 96:3 Versículo Chave PAÍS ALVO O nome Espanha deriva

Leia mais

CD UM NOVO DIA. Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar

CD UM NOVO DIA. Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar CD UM NOVO DIA Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar Quantos momentos da vida. Me fazem ver. O que aqui dentro existe. Ouvi dizer. Luto pra conseguir, corro só pra fugir, faço o que posso, mas já não sou vencedor,

Leia mais

SARAMAU. Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva

SARAMAU. Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva SARAMAU Carolina Pereira Rodrigues e Milena da Silva CENA 1 Saramau entra no palco leve e com um ar de alegria e paz. ela acaba de compreender que ama de verdade José o seu marido. Ela entra chamando pelo

Leia mais

A.C. Ilustrações jordana germano

A.C. Ilustrações jordana germano A.C. Ilustrações jordana germano 2013, O autor 2013, Instituto Elo Projeto gráfico, capa, ilustração e diagramação: Jordana Germano C736 Quero-porque-quero!! Autor: Alexandre Compart. Belo Horizonte: Instituto

Leia mais

LIÇÃO 2 AMOR: DECIDIR AMAR UNS AOS OUTROS

LIÇÃO 2 AMOR: DECIDIR AMAR UNS AOS OUTROS LIÇÃO 2 AMOR: DECIDIR AMAR UNS AOS OUTROS RESUMO BÍBLICO I João 4:7-21; Jo 13:35 Tudo começou com o amor de Deus por nós. Ele nos amou primeiro e nós precisamos responder a isso. Ele provou seu amor, através

Leia mais

Comunicação Não-Violenta

Comunicação Não-Violenta Comunicação Não-Violenta Setembro 2014, São Paulo Palestrante: Sven Fröhlich Archangelo XII Congresso Latino-Americano de PNL Julgamentos Egoista, incompetente, dono da verdade, mentirosa, grosseiro,

Leia mais

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome:

1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: 1 o ano Ensino Fundamental Data: / / Nome: Leia o texto com ajuda do professor. EU QUERO! EU QUERO! A Júlia é pequenininha, mas quando quer alguma coisa grita mais do que qualquer pessoa grandona. Esta

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE?

POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? POR QUE O MEU É DIFERENTE DO DELE? Rafael chegou em casa um tanto cabisbaixo... Na verdade, estava muito pensativo. No dia anterior tinha ido dormir na casa de Pedro, seu grande amigo, e ficou com a cabeça

Leia mais

Análise spot publicitário

Análise spot publicitário Análise spot publicitário Trabalho Realizado por: Carlos Nunes carlosmmnunes@gmail.com Nº 20240 Para a disciplina: Multimédia Scriptwriting Leccionada por: Profª Joana Carvalho Porto, 13 de Abril de 2011

Leia mais

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria

A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria A Cura de Naamã - O Comandante do Exército da Síria Samaria: Era a Capital do Reino de Israel O Reino do Norte, era formado pelas 10 tribos de Israel, 10 filhos de Jacó. Samaria ficava a 67 KM de Jerusalém,

Leia mais

Ficha de Informação da Criança

Ficha de Informação da Criança Ficha de Informação da Criança Data: / / Nome: Data de Aniversário: / / Sexo: Masculino Feminino Apelido: Língua materna: Nome do pai: Língua materna: Nível de inglês: Nome da mãe: Língua materna: Nível

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais