Nomes de domínio: conceito

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Nomes de domínio: conceito"

Transcrição

1 Nomes de domínio: conceito! nome indicativo de um sítio na Internet onde um website pode ser acedido! combinação única de letras ou nomes perceptíveis à linguagem humana 1

2 Nomes de domínio: a base técnica! Todos os computadores ligados na WWW dispõem de um Internet Protocol (IP) que identifica a localização de um computador no ciberespaço! A digitação de um determinado nome de domínio faz desencadear um processo de identificação tendente a fazer corresponder aquele nome ao endereço IP do computador onde o site se encontra alojado 2

3 Nomes de domínio: os níveis! Nível ou domínio de topo, ou primários (TLD Top Level Domain) designam um país ou território (.pt ) ou um tipo de actividade (.com )! Nível secundário (SLD Second Level Domain) identificam uma organização pública ou privada, um bem ou serviço, uma obra intelectual, etc. (.unl )! Nível inferior ou subdomínios são, por exemplo, uma subdivisão da entidade titular do domínio de segundo nível (.fd ) 3

4 Nomes de domínio: o sistema de administração! Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN): órgão mundial responsável pela administração dos nomes de domínio! Princípio da descentralização: a ICANN nomeia ou acredita as entidades que atribuem domínios primários! Em Portugal: Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN) 4

5 O DNS (Domain Name System) ou Sistema de Nomes de Domínio de.pt, tem a responsabilidade pela gestão, registo e manutenção de domínios sob o TLD.PT, domínio de topo correspondente a Portugal. Esta responsabilidade decorre da delegação efectuada pela IANA Internet Assigned Numbers Authority à FCCN Fundação para a Computação Científica Nacional, foi confirmada e reconhecida pelo ICANN Internet Corporation for Assigned Names and Numbers.

6 Nomes de domínio! Não existem regras universais disciplinadoras dos nomes de domínio! Consequência da novidade do fenómeno e da intenção de privilegiar a auto-regulação 6

7 Regulamento de Registo de Domínios.PT, Julho 2010 Artigo 9.º Nomes de domínio proibidos a) Corresponder a palavras ou expressões contrárias à lei, à ordem pública ou bons costumes; b) Corresponder a qualquer domínio de topo da Internet, existente ou em vias de criação; c) Corresponder a nomes que induzam em erro ou confusão sobre a sua titularidade, nomeadamente por coincidirem com marcas notórias ou de prestígio pertencentes a outrém; d) Corresponder a quaisquer protocolos, aplicações ou terminologias da Internet, sendo estes entendidos como os que são definidos pelo IETF The Internet Engineer Task Force;

8 e) Conter dois hífens «--» seguidos nas terceira e quarta posições; f) Corresponder a um nome de âmbito geográfico, salvo para os registos na hierarquia.com.pt, na qual não se aplica esta proibição, e directamente sob.pt nos termos da alínea b) do n.º1 do artigo 11º; 2. O registo de um domínio não é permitido caso exista o mesmo nome anteriormente registado na hierarquia pretendida. Pode, no entanto, ser registado o mesmo nome em hierarquias diferentes.

9 Nomes de domínio: o problema da sua natureza jurídica! Tendência geral para tratá-los como um mero número identificador sem valor jurídico! Direito ao nome, Direito de autor, Direito de crédito?! Tendência da doutrina para tratá-los em termos idênticos aos sinais distintivos da actividade empresarial 9

10 Nomes de domínio: o problema da natureza jurídica! Afectação da Internet predominantemente a actividades económicas " os nomes de domínio passaram a ser também sinais distintivos das actividades económicas! Coincidência entre as marcas e nomes de domínio registados! Marcas livres! Sinais distintivos atípicos 10

11 Nomes de domínio! Nome de domínio é sinal distintivo atípico! Sinais distintivos do comércio: as modalidades de Propriedade Industrial que protegem os elementos gráficos utilizados no comércio para identificar produtos e serviços e distinguir as respectivas empresas! Exemplos de sinais distintivos: marcas, logotipos, etc. 11

12 Nomes de domínio e marcas! Princípio da novidade: uma marca que se pretende registar deve ser inconfundível com outra marca anteriormente registada por outrem, para o mesmo produto ou serviço, ou produto ou serviço similar que possa induzir em erro o consumidor 12

13 Nomes de domínio e marcas! Princípio da especialidade: a susceptibilidade de confusão só é relevante se ambas as marcas se destinarem a produtos ou serviços idênticos ou de afinidade manifesta 13

14 Nomes de domínio e marcas! Marcas" novidade relativa: podem coexistir no mercado diversas marcas idênticas desde que para designar produtos/ serviços não afins e não confundíveis! Nomes de domínio" novidade absoluta: não podem existir dois idênticos sob o mesmo domínio de topo 14

15 Uso irregular de nomes de domínio! Cybersquatting: uso abusivo de um nome sobre o qual incidam direitos de terceiro (e.g. marcas)! Adopção de nome facilmente confundível! Registo de nomes pertencentes a terceiros para impedir o legítimo titular de os utilizar (concorrentes)! Nomes de domínio com o intuito de atacar a honorabilidade das pessoas, instituições, empresas, etc. " ex: # # # 15

16 Resolução de litígios! Acções judiciais! Problema da competência territorial! Uniform Domain Name Dispute Resolution Policy (UNDR)! World Intellectual Property Organization/Organização Mundial da Propriedade Intelectual 16

17 Exemplo de caso resolvido pelo UNDR/WIPO! Caso Pingo Doce:! Sr. Artur Matias Santos registou pingodoce.com! Jerónimo Martins é titular em Portugal da marca Pingo Doce! O demandado questiona a exclusividade e notoriedade da expressão pingo doce! Decisão do Painel da OMPI: # Pingo Doce é marca notória em Portugal " conhecida pelo demandado # Pingo Doce não é termo genérico ou de uso comum # Demandado falhou em demonstrar interesse ou direito legítimo no nome de domínio # Utilização do nome de domínio representou má fé 17

Regras de Atribuição de DNS. 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005

Regras de Atribuição de DNS. 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005 Regras de Atribuição de DNS 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005 O DNS em Portugal O nome de domínio.pt Como registar um nome de domínio em.pt As regras As novas possibilidades de registo

Leia mais

WebTuga, Lda NIPC: 508469058 Rua Felisbelo Bernardo Rodrigues de Castro Nº 125 3º D 4750-156 Arcozelo, Barcelos (+351) 253094857. www.webtuga.

WebTuga, Lda NIPC: 508469058 Rua Felisbelo Bernardo Rodrigues de Castro Nº 125 3º D 4750-156 Arcozelo, Barcelos (+351) 253094857. www.webtuga. WebTuga, Lda NIPC: 508469058 Rua Felisbelo Bernardo Rodrigues de Castro Nº 125 3º D 4750-156 Arcozelo, Barcelos (+351) 253094857 www.webtuga.pt Período Sun Rise O que é o período de sun rise? No caso da

Leia mais

Regulamento de Registo de Domínios.PT. Depósito Legal n.º311422/10

Regulamento de Registo de Domínios.PT. Depósito Legal n.º311422/10 Regulamento de Registo de Domínios.PT Depósito Legal n.º311422/10 Registo de Domínios de.pt Apartado 50366 1708-001 Lisboa tel: 808 201 039 e-mail : request@dns.pt URL: www.dns.pt 1 de Julho de 2010 ÍNDICE

Leia mais

NovasRegras de Registo de Nomes de Domínio.PT principais alterações

NovasRegras de Registo de Nomes de Domínio.PT principais alterações AGENDA: Novas Regras de registo de nomes de domínio.pt, principais alterações; Nova tabela de preços e novas condições comerciais para os Registrars; Campanha de divulgação; Questões Flexibilização no

Leia mais

Regras de Registo de Nomes de Domínio de.pt 2012. Regulamento de Registo de Nomes de Domínio de.pt. Depósito Legal n.º 340473/12

Regras de Registo de Nomes de Domínio de.pt 2012. Regulamento de Registo de Nomes de Domínio de.pt. Depósito Legal n.º 340473/12 Regulamento de Registo de Nomes de Domínio de.pt Depósito Legal n.º 340473/12 1 Índice Preâmbulo... 3 Capítulo I... 5 Condições para o registo de Domínios de.pt... 5 Secção I... 5 Condições Gerais... 5

Leia mais

Regulamento da Fundação para a Computação Científica Nacional Depósito Legal n.º 311422/10

Regulamento da Fundação para a Computação Científica Nacional Depósito Legal n.º 311422/10 Regulamento da Fundação para a Computação Científica Nacional Depósito Legal n.º 311422/10 PREÂMBULO A FCCN - Fundação para a Computação Científica Nacional, é uma instituição privada sem fins lucrativos

Leia mais

REGRAS DO REGISTO DE DOMÍNIOS.PT

REGRAS DO REGISTO DE DOMÍNIOS.PT Serviço de Registo de Domínios de.pt Apartado 50366 1708-001 Lisboa tel: 808 201 039 e-mail : request@dns.pt URL: www.dns.pt 1 1. INTRODUÇÃO A FCCN - Fundação para a Computação Científica Nacional, é uma

Leia mais

Regras e documentos para registo de domínios.pt

Regras e documentos para registo de domínios.pt www.inoxnet.com Regras e documentos para registo de domínios.pt Versã o 1.20 14/03/2006 REGRAS E DOCUMENTOS PARA REGISTO DE DOMÍNIOS.PT...1 DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O REGISTO DE UM DOMÍNIO.PT...2 Pessoas

Leia mais

Regras de Registo de Nomes de Domínio de.pt 2014. Regras de Registo de Nomes de Domínio de.pt. Depósito Legal n.º 376640/14

Regras de Registo de Nomes de Domínio de.pt 2014. Regras de Registo de Nomes de Domínio de.pt. Depósito Legal n.º 376640/14 Regras de Registo de Nomes de Domínio de.pt Depósito Legal n.º 376640/14 1 Índice PREÂMBULO... 3 CAPÍTULO I... 5 CONDIÇÕES PARA O REGISTO DE DOMÍNIOS DE.PT... 5 SECÇÃO I... 5 CONDIÇÕES GERAIS... 5 SECÇÃO

Leia mais

Promover a estabilidade e a integridade da Internet Pedro Veiga ICANN meetings, Lisbon, 29 March 2007

Promover a estabilidade e a integridade da Internet Pedro Veiga ICANN meetings, Lisbon, 29 March 2007 Promover a estabilidade e a integridade da Internet Pedro Veiga ICANN meetings, Lisbon, 29 March 2007 O que é a ICANN? A ICANN - Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (órgão mundial responsável

Leia mais

(JO L 113 de 30.4.2002, p. 1)

(JO L 113 de 30.4.2002, p. 1) 2002R0733 PT 11.12.2008 001.001 1 Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições B REGULAMENTO (CE) N. o 733/2002 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 22 de Abril

Leia mais

REGRAS DO REGISTO DE DOMÍNIOS.PT

REGRAS DO REGISTO DE DOMÍNIOS.PT Depósito Legal n.º 238398/06 Serviço de Registo de Domínios de.pt Apartado 50366 1708-001 Lisboa tel: 808 201 039 e-mail : request@dns.pt URL: www.dns.pt 1 ÍNDICE: Preâmbulo-----------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Centro de Gestão da Rede Informática do Governo Data de emissão Entrada em vigor Classificação Elaborado por Aprovação Ver. Página

Centro de Gestão da Rede Informática do Governo Data de emissão Entrada em vigor Classificação Elaborado por Aprovação Ver. Página 2002-02-27 Imediata AT CEGER/FCCN GA 2 1 de 11 Tipo: NORMA Revoga: Versão 1 Distribuição: Sítio do CEGER na Internet. Entidades referidas em IV. Palavras-chave: gov.pt. Registo de sub-domínios de gov.pt.

Leia mais

Jornal Oficial das Comunidades Europeias. (Actos cuja publicação é uma condição da sua aplicabilidade)

Jornal Oficial das Comunidades Europeias. (Actos cuja publicação é uma condição da sua aplicabilidade) L 113/1 I (Actos cuja publicação é uma condição da sua aplicabilidade) REGULAMENTO (CE) N. o 733/2002 DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 22 de Abril de 2002 relativo à implementação do domínio de topo.eu

Leia mais

Publicado: II SÉRIE Nº 50 - «B.O.» DA REP. DE CABO VERDE 27 DE DEZEMBRO DE 2006

Publicado: II SÉRIE Nº 50 - «B.O.» DA REP. DE CABO VERDE 27 DE DEZEMBRO DE 2006 AGÊNCIA NACIONAL DAS COMUNICAÇÕES Conselho de Administração DELIBERAÇÃO n.º 4/ De 27 de Novembro Para que as redes de computadores e os seus diversos terminais nelas situadas, estejam ligadas e serem reconhecidas

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO OS 001/DINFO/2014 10/09/2014

ORDEM DE SERVIÇO OS 001/DINFO/2014 10/09/2014 A DIRETORIA DE INFORMÁTICA DINFO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO -UERJ, no uso de suas atribuições legais, estabelece: Art. 1º: Para fins de normatização do Serviço de Hospedagem de Páginas

Leia mais

It is better to fail in originality than to succeed in imitation. Herman Melville (1819-1891)

It is better to fail in originality than to succeed in imitation. Herman Melville (1819-1891) It is better to fail in originality than to succeed in imitation. Herman Melville (1819-1891) Imaginação Imagine uma equipa de especialistas que partilha a sua paixão por aquilo que faz, que compreende

Leia mais

M1 DIRECTIVA DO CONSELHO de 10 de Setembro de 1984 relativa à publicidade enganosa e comparativa. (JO L 250 de 19.9.1984, p. 17)

M1 DIRECTIVA DO CONSELHO de 10 de Setembro de 1984 relativa à publicidade enganosa e comparativa. (JO L 250 de 19.9.1984, p. 17) 1984L0450 PT 12.06.2005 002.001 1 Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições B M1 DIRECTIVA DO CONSELHO de 10 de Setembro de 1984 relativa à publicidade enganosa

Leia mais

DNSSEC. Declaração de Política e Procedimentos

DNSSEC. Declaração de Política e Procedimentos Declaração de Política e Procedimentos Serviço de Registo de Domínios.PT Julho de 2009 Índice 1. INTRODUÇÃO... 6 1.1. ACERCA DO DNS.PT... 6 1.2. ÂMBITO... 7 1.3. CERTIFICAÇÃO E AUDITORIA... 8 1.4. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Arquitectura de Redes

Arquitectura de Redes Arquitectura de Redes Domain Name System DNS 1 Objectivo / Motivação 2 'What's the use of their having names the Gnat said, 'if they won't answer to them?' Alice no País das Maravilhas Resolução de nomes

Leia mais

Nomes de domínios na Internet: os desafios internacionais com os novos gtld s. Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt

Nomes de domínios na Internet: os desafios internacionais com os novos gtld s. Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt Nomes de domínios na Internet: os desafios internacionais com os novos gtld s Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt AGENDA O programa generic Top Level Domain (gtld) O papel do ICANN e o impacto potencial

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS DE RESOLUÇÃO DE NOMES (DNS E WINS). Professor Carlos Muniz

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS DE RESOLUÇÃO DE NOMES (DNS E WINS). Professor Carlos Muniz ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS DE RESOLUÇÃO DE NOMES (DNS Domain Name System (DNS) e Windows Internet Name Service (WINS) são os protocolos usados para resolver nomes para endereços IP.

Leia mais

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns.

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Internet Internet ou Net É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Como Comunicam os computadores Os computadores comunicam entre si utilizando uma linguagem

Leia mais

A Evolução da Governação da Internet

A Evolução da Governação da Internet A Evolução da Governação da Internet o Primórdios da Governação da Internet (1970s 1994): A Internet nasce nos finais dos anos 60 como um projecto do Governo Americano com o patrocínio da Defense Advanced

Leia mais

NOMES DE DOMÍNIO NA INTERNET

NOMES DE DOMÍNIO NA INTERNET MIGUEL ALMEIDA ANDRADE NOMES DE DOMÍNIO NA INTERNET A regulamentação dos nomes de domínio sob.pt Portugal/2004 Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia,

Leia mais

Fundamentos do novo gtld Novas extensões de Internet

Fundamentos do novo gtld Novas extensões de Internet Fundamentos do novo gtld Novas extensões de Internet Pauta Visão geral sobre nomes de domínio, cronograma de gtld e o novo programa gtld Por que a ICANN está fazendo isso; impacto potencial desta iniciativa

Leia mais

T ecnologias de I informação de C omunicação

T ecnologias de I informação de C omunicação T ecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Aferir sobre a finalidade da Internet Identificar os componentes necessários para aceder

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE DOMÍNIOS A POP3 reuniu aqui as principais orientações para registro, renovação e transferência de domínios, entre outras questões que possam ajudar você a entender como funcionam

Leia mais

Porquê o DNSSEC? O que é o DNSSEC? Porque é o DNSSEC necessário? Para contribuir para uma Internet Segura.

Porquê o DNSSEC? O que é o DNSSEC? Porque é o DNSSEC necessário? Para contribuir para uma Internet Segura. Porquê o DNSSEC? Para contribuir para uma Internet Segura. 2009.11.11 O que é o DNSSEC? DNSSEC é o nome dado às extensões de segurança ao protocolo DNS (Domain Name System) concebidas para proteger e autenticar

Leia mais

Regras de Registro de Nomes de Subdomínio do UERJ.BR

Regras de Registro de Nomes de Subdomínio do UERJ.BR Regras de Registro de Nomes de Subdomínio do UERJ.BR Capítulo I Condições para o registro de subdomínios de uerj.br Seção I Condições Gerais Artigo 1º Condições Técnicas 1. Para que um subdomínio seja

Leia mais

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES DOMAIN NAME SYSTEM

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES DOMAIN NAME SYSTEM GESTÃO DE SISTEMAS E REDES DOMAIN NAME SYSTEM OUTLINE DOMAIN NAME SYSTEM NOMES DE DOMINIO CONSULTAS DNS SERVIDORES DE NOMES NAVEGAÇÃO E CONSULTA REGISTO DE RECURSOS O DNS é um serviço de nomes, normalizado

Leia mais

INFORMÁTICA JURÍDICA

INFORMÁTICA JURÍDICA INFORMÁTICA JURÍDICA PROPRIEDADE INDUSTRIAL ON-LINE 5ª Sessão Carla de Sousa Advogada 1º Curso de Estágio 2011 1 Código da Propriedade Industrial Enquadramento Legal - Decreto-Lei nº 318/2007 de 26/09:

Leia mais

Arquitectura de Redes

Arquitectura de Redes Arquitectura de Redes Domain Name System DNS 1 Objectivo / Motivação 2 'What's the use of their having names the Gnat said if they won't answer to them?' Alice no País das Maravilhas Resolução de nomes

Leia mais

Unidade 4 Concepção de web sites. Subunidade 4 - Finalização do web site. -Teste, publicação e promoção do web site

Unidade 4 Concepção de web sites. Subunidade 4 - Finalização do web site. -Teste, publicação e promoção do web site Unidade 4 Concepção de web sites. Subunidade 4 - Finalização do web site -Teste, publicação e promoção do web site o Teste do web site o Publicação do web site - Num servidor pessoal - Por FTP Usando software

Leia mais

INTERNET. TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores)

INTERNET. TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores) TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores) A cada computador integrado na rede é atribuído um número IP que o identifica

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DAS MARCAS NA INTERNET

A UTILIZAÇÃO DAS MARCAS NA INTERNET A UTILIZAÇÃO DAS MARCAS NA INTERNET Miguel Pupo Correia 1 1. Introdução: A imagem da empresa e os sinais distintivos Perante o actual panorama de mercados altamente competitivos e cada vez mais globalizados,

Leia mais

BOLETIM OFICIAL. I Série SUMÁRIO. Número 41. Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009

BOLETIM OFICIAL. I Série SUMÁRIO. Número 41. Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009 Segunda-feira, 2 de Novembro de 2009 I Série Número 41 BOLETIM OFICIAL SUMÁRIO ASSEMBLEIA NACIONAL: Ordem do Dia: Da Sessão Plenária do dia 26 de Outubro e seguintes. Rectificação: Ao Sumário da Lei nº

Leia mais

PROPRIEDADE INTELECTUAL DIREITO COMERCIAL SINAIS DISTINTIVOS. MARCA Classificação - espécies. MARCA Classificação - espécies

PROPRIEDADE INTELECTUAL DIREITO COMERCIAL SINAIS DISTINTIVOS. MARCA Classificação - espécies. MARCA Classificação - espécies DIREITO COMERCIAL PROPRIEDADE INTELECTUAL CONFLITO ENTRE S E OUTROS SINAIS DISTINTIVOS DO EMPRESÁRIO Armindo de Castro Júnior SINAIS DISTINTIVOS Classificação - espécies Marcas de Produto ou Serviço Marcas

Leia mais

REGULAMENTO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA. Preâmbulo

REGULAMENTO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA. Preâmbulo REGULAMENTO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA Preâmbulo Tendo em conta que a UFP: É titulada pela Fundação Ensino e Cultura Fernando Pessoa, sua entidade Instituidora e a quem

Leia mais

PROCEDIMENTO INTERNACIONAL PARA RESOLUÇÃO DE DISPUTAS DE NOMES DE DOMÍNIO

PROCEDIMENTO INTERNACIONAL PARA RESOLUÇÃO DE DISPUTAS DE NOMES DE DOMÍNIO Marianna Furtado de Mendonça marianna@montaury.com.br PROCEDIMENTO INTERNACIONAL PARA RESOLUÇÃO DE DISPUTAS DE NOMES DE DOMÍNIO Marianna Furtado de Mendonça OMPI + ICANN = UDRP OMPI = Organização Mundial

Leia mais

Resolução de nomes. Professor Leonardo Larback

Resolução de nomes. Professor Leonardo Larback Resolução de nomes Professor Leonardo Larback Resolução de nomes A comunicação entre os computadores e demais equipamentos em uma rede TCP/IP é feita através dos respectivos endereços IP. Entretanto, não

Leia mais

Centro Atlântico. Guia Jurídico da Internet em Portugal

Centro Atlântico. Guia Jurídico da Internet em Portugal Centro Atlântico Guia Jurídico da Internet em Portugal Paula Rainha Sónia Queiróz Vaz Guia Jurídico da Internet em Portugal Edições Centro Atlântico Portugal/2001 Reservados todos os direitos por Centro

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. DocumentodetrabalhodaComissão CRIAÇÃO DO DOMÍNIO INTERNET DE TOPO.EU

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. DocumentodetrabalhodaComissão CRIAÇÃO DO DOMÍNIO INTERNET DE TOPO.EU COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 2.2.2000 COM(2000) 153 final DocumentodetrabalhodaComissão CRIAÇÃO DO DOMÍNIO INTERNET DE TOPO.EU CRIAÇÃO DO DOMÍNIO INTERNET DE TOPO.EU (Documento de trabalho

Leia mais

PARECER TÉCNICO CONTRA LAUDO PERICIAL

PARECER TÉCNICO CONTRA LAUDO PERICIAL PARECER TÉCNICO CONTRA LAUDO PERICIAL 1. INTRODUÇÃO O presente trabalho tem por objetivo contestar o laudo apresentado pelo Dr. Ricardo Molina de Figueiredo a cerca dos exames comparativos entre as marcas

Leia mais

Host e Soluções WEB CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO INFORMAÇÕES PRÉVIAS. ClÁUSULA I: OBJETO.

Host e Soluções WEB CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO INFORMAÇÕES PRÉVIAS. ClÁUSULA I: OBJETO. Host e Soluções WEB CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO INFORMAÇÕES PRÉVIAS A VALESITES Host e Soluções WEB, criada e de responsabilidade de CASSIO PEREIRA DAMACENA, CPF: 884.575.322-00, sediada no endereço

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO OS 001/DINFO/2013 02/09/2013 1

ORDEM DE SERVIÇO OS 001/DINFO/2013 02/09/2013 1 ORDEM DE SERVIÇO OS 001/DINFO/2013 02/09/2013 1 A DIRETORIA DE INFORMÁTICA DINFO DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO -UERJ, no uso de suas atribuições legais, estabelece: Art. 1º: Para fins de

Leia mais

CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO

CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO INFORMAÇÕES PRÉVIAS A ACM ATIVIDADES DE INTERNET LTDA, CNPJ 16.987.439/0001 90 com sede na cidade de Birigui, Estado de São Paulo, na Travessa Dom Pedro II, nº 19, Sala

Leia mais

Introdução à Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Introdução à Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Introdução à Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada

Leia mais

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES

INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO ÀS REDES DE COMPUTADORES CAMADA DE APLICAÇÃO Teresa Vazão 2012/2013 IRC - Introdução às Redes de Computadores - LERC/LEE 2 INTRODUÇÃO Internet para todos.. 1979 Tim Burners Lee (invesngador

Leia mais

cctld/gtld - domínios em concorrência? Papel do ICANN Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt

cctld/gtld - domínios em concorrência? Papel do ICANN Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt cctld/gtld - domínios em concorrência? Papel do ICANN Marta Moreira Dias marta.dias@dns.pt AGENDA Visão geral sobre os nomes de domínio; Novos gtld s - o papel do ICANN: Quem? Quando? O quê? Como? Quanto?

Leia mais

CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO "MM DOMINIO"

CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO MM DOMINIO CONTRATO PARA REGISTRO DE DOMÍNIO "MM DOMINIO" Esse instrumento regula a prestação de serviços estabelecida entre MACHADO SERVIÇOS DIGITAIS LTDA-ME (pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ

Leia mais

UNIDADE 3: Internet. Navegação na Web utilizando um browser. Utilização de uma aplicação para Correio Electrónico

UNIDADE 3: Internet. Navegação na Web utilizando um browser. Utilização de uma aplicação para Correio Electrónico Navegação na Web utilizando um browser Utilização de uma aplicação para Correio Electrónico A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados entre si através de linhas telefónicas

Leia mais

Seminário OEP/INPI. Marcas Suas características e importância para o comércio

Seminário OEP/INPI. Marcas Suas características e importância para o comércio Seminário OEP/INPI Apresentado por José Maria Maurício Director de Marcas e Patentes Marcas Suas características e importância para o comércio Em cooperação com: Bissau, 22 de Dezembro de 2006 1 Marca

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação. Principais tipos de serviços da Internet

Tecnologias da Informação e Comunicação. Principais tipos de serviços da Internet Tecnologias da Informação e Comunicação Principais tipos de serviços da Internet Introdução à Internet Serviços básicos Word Wide Web (WWW) Correio electrónico (e-mail) Transferência de ficheiros (FTP)

Leia mais

Arquitectura de Redes

Arquitectura de Redes Arquitectura de Redes Domain Name System Arq. de Redes - Pedro Brandão - 2004 1 Objectivo / Motivação Resolução de nomes (alfanuméricos) para endereços IPs Será que 66.102.11.99 é mais fácil de decorar

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br 1 BuscaLegis.ccj.ufsc.br Domínios, registros, internet. Quem administra e controla o ambiente eletrônico? Cristiane Rozicki 1 É possível, e provável, que muitas pessoas conheçam estes detalhes que passarão

Leia mais

DECISÃO DO PAINEL ADMINISTRATIVO Qualival Indústria Comércio e Manutenção Industrial Ltda. v. Tatiana Ferreira Marques Caso No.

DECISÃO DO PAINEL ADMINISTRATIVO Qualival Indústria Comércio e Manutenção Industrial Ltda. v. Tatiana Ferreira Marques Caso No. ARBITRATION AND MEDIATION CENTER DECISÃO DO PAINEL ADMINISTRATIVO Qualival Indústria Comércio e Manutenção Industrial Ltda. v. Tatiana Ferreira Marques Caso No. DBR2012-0010 1. As Partes A Reclamante é

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática

Tópicos Especiais em Informática Tópicos Especiais em Informática DNS Prof. Ms.-Eng. Igor Sousa Faculdade Lourenço Filho 10 de novembro de 2014 igorvolt@gmail.com (FLF) Tópicos Especiais em Informática 10 de novembro de 2014 1 / 15 Introdução

Leia mais

REGULAMENTO DOMÍNIOS. A delegação de responsabilidade está documentada, com mais pormenor, nos documentos RFC(3) 1032/3/4 e RFC 1591.

REGULAMENTO DOMÍNIOS. A delegação de responsabilidade está documentada, com mais pormenor, nos documentos RFC(3) 1032/3/4 e RFC 1591. REGULAMENTO DOMÍNIOS Indice 1. Introdução... Pag.2 2. Requisitos Necessários de um Sub-Domínio... Pag.3 2.1. Instituição Requerente... Pag.3 2.2. Responsável Técnico... Pag.4 2.3. Servidores de Nomes...

Leia mais

CÂMARA DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS RELATIVAS A NOMES DE DOMÍNIO (CASD-ND) CENTRO DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS EM PROPRIEDADE INTELECTUAL (CSD-PI) DA ABPI

CÂMARA DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS RELATIVAS A NOMES DE DOMÍNIO (CASD-ND) CENTRO DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS EM PROPRIEDADE INTELECTUAL (CSD-PI) DA ABPI CÂMARA DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS RELATIVAS A NOMES DE DOMÍNIO (CASD-ND) CENTRO DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS EM PROPRIEDADE INTELECTUAL (CSD-PI) DA ABPI TRANSPERFECT TRANSLATIONS INTERNATIONAL, INC. X HENRIQUE TRENTINI

Leia mais

Domínios.tel. Uma nova forma de ver a web

Domínios.tel. Uma nova forma de ver a web Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Domínios.tel Uma nova forma de ver a web Índice Introdução... 3 Um único ponto de encontro... 3 Que são os domínios?... 3 Qual é a sua origem?... 3 Quantas partes

Leia mais

Introdução ao Conceito de Redes e Infra estrutura Internet

Introdução ao Conceito de Redes e Infra estrutura Internet Introdução ao Conceito de Redes e Infra estrutura Internet Prof. José Alexandre da Costa Alves (MSc) O que é uma rede de Computadores Conjunto de unidades de processamento com capacidade de trocar informações

Leia mais

CÂMARA DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS RELATIVAS A NOMES DE DOMÍNIO (CASD-ND) CENTRO DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS EM PROPRIEDADE INTELECTUAL (CSD-PI) DA ABPI

CÂMARA DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS RELATIVAS A NOMES DE DOMÍNIO (CASD-ND) CENTRO DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS EM PROPRIEDADE INTELECTUAL (CSD-PI) DA ABPI CÂMARA DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS RELATIVAS A NOMES DE DOMÍNIO (CASD-ND) CENTRO DE SOLUÇÃO DE DISPUTAS EM PROPRIEDADE INTELECTUAL (CSD-PI) DA ABPI 3M COMPANY X RODRIGO DA SILVA PORTO PROCEDIMENTO N ND-20146

Leia mais

DWEB. Design para Web. Fundamentos Web I. Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico

DWEB. Design para Web. Fundamentos Web I. Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico DWEB Design para Web Curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico Fundamentos Web I E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual

Leia mais

Tecnologias de Redes Informáticas (6620)

Tecnologias de Redes Informáticas (6620) Tecnologias de Redes Informáticas (6620) Ano Lectivo 2013/2014 * 1º Semestre Licenciatura em Tecnologias e Sistemas da Informação Aula 6 Nuno M. Garcia, ngarcia@di.ubi.pt Agenda de hoje história do protocolo

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO DEPARTAMENTO NACIONAL DE REGISTRO DO COMÉRCIO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO DEPARTAMENTO NACIONAL DE REGISTRO DO COMÉRCIO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO DEPARTAMENTO NACIONAL DE REGISTRO DO COMÉRCIO PARECER JURÍDICO DNRC/COJUR/Nº 205/03 REFERÊNCIA: Processos

Leia mais

Normas para Registro de Sub- Domínios

Normas para Registro de Sub- Domínios Normas para Registro de Sub- Domínios Comissão Central de Informática da USP Normas para Registro de Sub-Domínios da USPnet (correção efetuada em 06/12/2001) Resolução 02 Dispõe sobre Normas para Registro

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática 1 Este é o seu teste de avaliação de frequência. Leia as perguntas com atenção antes de responder. Escreva as suas respostas nesta folha de teste, marcando um círculo em volta da opção ou opções que considere

Leia mais

PROTECÇÃO DAS MARCAS, PARA DEFESA DAS EMPRESAS ÍNDICE. Introdução. Terminologia e informações úteis

PROTECÇÃO DAS MARCAS, PARA DEFESA DAS EMPRESAS ÍNDICE. Introdução. Terminologia e informações úteis ÍNDICE Introdução Terminologia e informações úteis Recomendações para ajudar a prevenir a prática de actos ilegais Contactos úteis Diplomas legais mais relevantes 1/7 Introdução A protecção da propriedade

Leia mais

Innovation at your service

Innovation at your service Innovation at your service TecMinho Interface da Universidade do Minho Azurém Campus - Guimarães Gualtar Campus - Braga A rede GAPI: Gabinetes de Apoio à Promoção da Propriedade Industrial O que são os

Leia mais

CONTRATO DE REGISTRO DOMINIOS

CONTRATO DE REGISTRO DOMINIOS CONTRATO DE REGISTRO DOMINIOS I. PREÂMBULO De um lado, a empresa ORIONS SITES E HOST, com razão social denominada ORIONS Ltda, inscrita no CNPJ sob nº, estabelecida à rua Ítalo Cipro, 206, Beira Rio, Guaratinguetá,

Leia mais

A EVSolutions é uma entidade comercial sobre a colecta de Jorge Bruno registado na 1ª Rep. Finanças de Setúbal com o NIF PT205 100 198.

A EVSolutions é uma entidade comercial sobre a colecta de Jorge Bruno registado na 1ª Rep. Finanças de Setúbal com o NIF PT205 100 198. Termos de Utilização INTRODUÇÃO Os presentes Termos de Utilização, regulam as relações entre o cliente utilizador dos serviços e a entidade que fornece o serviço EVSolutions. A utilização de serviços fornecidos

Leia mais

Política Uniforme de Solução de Disputas Relativas a Nomes de Domínio

Política Uniforme de Solução de Disputas Relativas a Nomes de Domínio Política Uniforme de Solução de Disputas Relativas a Nomes de Domínio Política aprovada em 26 de agosto de 1999 Documentos de implementação aprovados em 24 de outubro de 1999 Versão em português da Organização

Leia mais

1. O DHCP Dynamic Host Configuration Protocol

1. O DHCP Dynamic Host Configuration Protocol CURSO DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO TIPO 5 2º ANO TÉCNICO DE INFORMÁTICA/INSTALAÇÃO E GESTÃO DE REDES 2008/2009 INSTALAÇÃO REDES CLIENTE SERVIDOR WINDOWS SERVER 2003 Após a instalação Instalação de serviços de

Leia mais

Servidor DNS. João Medeiros (joao.fatern@gmail.com) Fatern 2009.1 1 / 15

Servidor DNS. João Medeiros (joao.fatern@gmail.com) Fatern 2009.1 1 / 15 Servidor João Medeiros (joao.fatern@gmail.com) Fatern 2009.1 1 / 15 O que? O que? O que o define Domain Name Server Serviço utilizado para traduzir nomes em endereços IP e vice-versa Baseado em uma hierarquia

Leia mais

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação A camada de aplicação fornece os serviços "reais" de rede para os usuários. Os níveis abaixo da aplicação fornecem

Leia mais

PROPOSTA DE LEI N.º 101/VIII AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Exposição de motivos

PROPOSTA DE LEI N.º 101/VIII AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Exposição de motivos PROPOSTA DE LEI N.º 101/VIII AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL Exposição de motivos Os sinais de uma nova economia, assentes em processos de globalização e de virtualização

Leia mais

A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação

A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação privadas, satélites e outros serviços de telecomunicação. Hardware

Leia mais

CONSULTA ENUM ANACOM CONTRIBUTO FCCN

CONSULTA ENUM ANACOM CONTRIBUTO FCCN CONSULTA ENUM ANACOM CONTRIBUTO FCCN FCCN, 2006 Índice 1. Enquadramento... 3 RCTS... 3 GigaPIX... 4 TLD.pt... 5 2. Motivação... 6 3. Visão FCCN do ENUM... 7 4. Respostas... 9 Questão 1...10 Questão 2...10

Leia mais

ESTATUTOS ASSOCIAÇÃO DNS.PT. Artigo 1º

ESTATUTOS ASSOCIAÇÃO DNS.PT. Artigo 1º ESTATUTOS ASSOCIAÇÃO DNS.PT Artigo 1º 1. É constituída a contar da data de hoje e para durar por tempo indeterminado uma associação privada denominada Associação DNS.PT, abreviadamente designada por DNS.PT,

Leia mais

Estrutura de um endereço de Internet

Estrutura de um endereço de Internet Barras do Internet Explorer Estrutura de um endereço de Internet Na Internet, cada servidor tem uma identificação única, correspondente ao endereço definido no IP (Internet Protocol). Esse endereço é composto

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES. Resolução do Conselho do Governo n.º 161/2006 de 14 de Dezembro de 2006

PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES. Resolução do Conselho do Governo n.º 161/2006 de 14 de Dezembro de 2006 PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Resolução do Conselho do Governo n.º 161/2006 de 14 de Dezembro de 2006 A SPRAçores Sociedade de Promoção e Gestão Ambiental, S.A., é uma sociedade que tem por

Leia mais

Sistema de Distribuição de Nomes de Domínios (DNS)

Sistema de Distribuição de Nomes de Domínios (DNS) Sistema de Distribuição de Nomes de Domínios (DNS) Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores Sumário:

Leia mais

Por outro lado, estabelece ainda o referido preceito a susceptibilidade da Norma Regulamentar emitida se aplicar igualmente aos mediadores de seguros.

Por outro lado, estabelece ainda o referido preceito a susceptibilidade da Norma Regulamentar emitida se aplicar igualmente aos mediadores de seguros. Não dispensa a consulta da Norma Regulamentar publicada em Diário da República NORMA REGULAMENTAR N.º 03/2010-R, DE 18 DE MARÇO DE 2010 Publicidade Pelo Decreto-Lei n.º 8-A/2002, de 11 de Janeiro, foram

Leia mais

Sede - Lisboa: Rua Cesário Verde, nº 70 B 2790-494 Queijas, Portugal E-mail: kk@merkkuriodigital.pt

Sede - Lisboa: Rua Cesário Verde, nº 70 B 2790-494 Queijas, Portugal E-mail: kk@merkkuriodigital.pt Vantagens A Merkkurio Digital disponibiliza soluções de alojamento Web empresariais, em Data Centers portugueses com servidores dedicados que apresentam todas as características técnicas de ponta existentes.

Leia mais

Introdução ao IPv6. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br

Introdução ao IPv6. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Introdução ao IPv6 Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O CGI.br e o NIC.br Breve Introdução ao IPv6 Agenda O CGI.br e o NIC.br O CGI.br e o NIC.br Breve Introdução ao IPv6 Sobre

Leia mais

CURSO DE EMPREENDEDORISMO E VALORIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO

CURSO DE EMPREENDEDORISMO E VALORIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO c E v I CURSO DE EMPREENDEDORISMO E VALORIZAÇÃO DA INVESTIGAÇÃO MÓDULO: Ideia Empresarial/Protecção da Ideia José Paulo Rainho Coordenador do UAtec Universidade de Aveiro Curso de Empreendedorismo e Valorização

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Do Sr. Walter Feldman) Dispõe sobre a proteção dos direitos de propriedade intelectual e dos direitos autorais na Internet. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Esta Lei dispõe

Leia mais

Sistemas Informáticos

Sistemas Informáticos Sistemas Informáticos Sistemas Distribuídos Eng.ª Sistemas de Informação Escola Superior de Tecnologia e Gestão - IPVC Ano Lectivo 2005-2006 1.º Semestre Gestão de Nomes 1 - Objectivos - Os nomes são fundamentais

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

ACORDO ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA PORTUGUESA E O GOVERNO DA ROMÉNIA SOBRE PROMOÇÃO E PROTECÇÃO RECÍPROCA DE INVESTIMENTOS

ACORDO ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA PORTUGUESA E O GOVERNO DA ROMÉNIA SOBRE PROMOÇÃO E PROTECÇÃO RECÍPROCA DE INVESTIMENTOS Decreto n.º 23/94 de 26 de Julho Aprova o Acordo entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da Roménia sobre Promoção e Protecção Recíproca de Investimentos Nos termos da alínea c) do n.º 1 do

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES CONTA INDIVIDUAL DE SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS Versão de 17/01/2012

CONDIÇÕES PARTICULARES CONTA INDIVIDUAL DE SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS Versão de 17/01/2012 CONDIÇÕES PARTICULARES CONTA INDIVIDUAL DE SOLUÇÕES DE SERVIÇO DE MENSAGENS Versão de 17/01/2012 Definições : Activação do Serviço: A activação do Serviço inicia-se a partir da validação do pagamento do

Leia mais

Laboratório - Observação da resolução do DNS

Laboratório - Observação da resolução do DNS Objetivos Parte 1: Observar a conversão DNS de um URL para um endereço IP Parte 2: Observar a pesquisa de DNS usando o comando Nslookup em um site Parte 3: Observar a pesquisa de DNS usando o comando Nslookup

Leia mais

A implementação do balcão único electrónico

A implementação do balcão único electrónico A implementação do balcão único electrónico Departamento de Portais, Serviços Integrados e Multicanal Ponte de Lima, 6 de Dezembro de 2011 A nossa agenda 1. A Directiva de Serviços 2. A iniciativa legislativa

Leia mais

LISTA DE ESPECIALISTAS DA OMPI DADOS BIOGRÁFICOS

LISTA DE ESPECIALISTAS DA OMPI DADOS BIOGRÁFICOS ARBITRATION AND MEDIATION CENTER LISTA DE ESPECIALISTAS DA OMPI DADOS BIOGRÁFICOS Rodrigo AZEVDO Rua Dom Pedro II, 1240, conj. 607. Porto Alegre, RS, Brasil. 90550-141 Data de Nascimento: 25/08/1974 Nacionalidade:

Leia mais

INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial

INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial Apresentado por 1. Direitos de Propriedade Industrial - Modalidades João Amaral Examinador de Marcas Marcas Como consegui-las? Estrutura da Apresentação

Leia mais

DNS - Domain Name System

DNS - Domain Name System 1 of 8 28-07-2011 9:21 DNS - Domain Name System Introdução Componentes dum sistema DNS Zonas e Domínios Resolução DNS Vs. WINS Ferramentas Introdução Na Internet, para que as máquinas possam comunicar

Leia mais

Este guia é dirigido a todos os que pretendem internacionalizar a sua actividade e exportar os seus produtos ou serviços.

Este guia é dirigido a todos os que pretendem internacionalizar a sua actividade e exportar os seus produtos ou serviços. Este guia é dirigido a todos os que pretendem internacionalizar a sua actividade e exportar os seus produtos ou serviços. Se está nestas condições, leia atentamente este guia. Através deste guia ficará

Leia mais