MATA49 Programação de Software Básico

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MATA49 Programação de Software Básico"

Transcrição

1 MATA49 Programação de Software Básico Leandro Andrade leandrojsa<at>dcc.ufba.br PROF. LEANDRO ANDRADE 1

2 Planejamento Avaliação Uma prova Dois trabalhos práticos Média Final = (P1 + T1 + T2) / 3 Provável datas definirei em breve Aulas de reposição Sugestão: Sábados de manhã PROF. LEANDRO ANDRADE 2

3 Metodologia Aulas expositivas Exercícios práticos Aulas em laboratório Avaliar devido o grande número de alunos na turma Programação se aprende programando! PROF. LEANDRO ANDRADE 3

4 Referências Bibliográficas Paul A. Carter, PC Assembly Language Andrew S. Tanenbaum, Organização Estruturada de Computadores, 4ª edição, Prentice-Hall do Brasil, 2001 Manual oficial do Nasm Hugo Perez Perez. Tutorial de linguagem Assembly. Information Systems General Coordination. University of Guadalajara. Traduzido para o português por Jeferson Amaral IA-32 Intel Architecture Software Developer s Manual volume1: Basic architecture. Intel Corporation PROF. LEANDRO ANDRADE 4

5 Objetivo Programação em linguagem de montagem; Recursos de arquitetura para técnicas de programação; Arquitetura Intel Conceitos de implementação de baixo nível; PROF. LEANDRO ANDRADE 5

6 O que é uma linguagem de montagem? Qual a diferença entre assembly e assembler? PROF. LEANDRO ANDRADE 6

7 Antes, alguns conceitos... Tradutores: Programas que convertem um programa escrito em uma linguagem para outra Linguagem fonte Linguagem Alvo Geração do programa objeto Interpretação: Execução de programa fonte original Em certos caso geração de um código intermediário (Ex: Java) PROF. LEANDRO ANDRADE 7

8 Então... Os tradutores são divididos em dois tipos: Assembler (Montador): Quando a linguagem fonte é uma representação simbólica da linguagem de máquina Neste caso a linguagem fonte é chamada de linguagem de montagem (assembly language) Compilador: Quando a linguagem fonte é uma linguagem de alto nível e a alvo é uma linguagem de máquina numérica ou uma representação simbólica PROF. LEANDRO ANDRADE 8

9 Desse modo... Assembler é o programa que transforma a representação simbólica da linguagem de máquina em programa objeto (executável) Assembly é a linguagem fonte de representação simbólica da linguagem de máquina PROF. LEANDRO ANDRADE 9

10 Vejamos: PROF. LEANDRO ANDRADE 10

11 Linguagem de montagem Cada declaração produz uma instrução de máquina Facilita o processo de programação Acredite! Pior seria usar somente binários e hexadecimais Diretamente ligado a arquitetura do processador Dificulta o reuso para outras arquiteturas PROF. LEANDRO ANDRADE 11

12 Linguagem de montagem Linguagem de máquina BA0B01 B409 B44C CD C6C6F2C20576F Linguagem de montagem mov dx,msg mov ah,9 mov ah,4ch int 21h msg db 'Hello, World!',0Dh,0Ah,'$' PROF. LEANDRO ANDRADE 12

13 Linguagem de montagem Existência de linguagens híbridas São constituídas por instruções de alto nível Porém permitem a execução de instruções de máquina Exemplo: Linguagem C Por isso é considerada por muitos autores como uma linguagem de médio nível PROF. LEANDRO ANDRADE 13

14 Programação em linguagem de montagem Escrever um programa em linguagem de montagem demora muito mais do que escrever o mesmo em uma linguagem de alto nível Isso inclui: Depuração, manutenção Se arquitetura muda, logo o código muda também! Em outras palavras, programação em linguagem de montagem não trivial! PROF. LEANDRO ANDRADE 14

15 Por que ainda usar/aprender linguagem de montagem? PROF. LEANDRO ANDRADE 15

16 Por que usá-la? Busca por melhor desempenho O código de desenvolvido em linguagem de máquina pode ser muito menor (ou mais eficiente) do que um código compilado de uma linguagem de alto nível Uso de assembly em pontos críticos de desempenho É comum 10% do código de um programa ser responsável por 90% do tempo de execução PROF. LEANDRO ANDRADE 16

17 Por que usá-la? Acesso direto ao hardware Certos componentes só podem ser acessados por linguagem de montagem Ex: Tratadores de interrupção e exceção em um Sistema Operacional Ex: Controladores de dispositivos embutidos de tempo real PROF. LEANDRO ANDRADE 17

18 Por que usá-la? Escassez de memória escovando bits Desenvolvimento de compiladores Ex: Linaro para S.O Android melhoria de mais de 30% no desempenho Compreender o real funcionamento do computador São tantas camadas de abstração que esquecemos como o funcionamento realmente é PROF. LEANDRO ANDRADE 18

19 Linguagem de montagem Na disciplina utilizaremos a linguagem: Nasm Para Linux: Gcc + nasm Para Windows: Cygwin (inclui módulos do gcc e do nasm) No final utilizaremos C + Nasm (se der tempo) PROF. LEANDRO ANDRADE 19

20 Dúvidas?? PROF. LEANDRO ANDRADE 20

Introdução à Arquitetura de Computadores. Renan Manola Introdução ao Computador 2010/01

Introdução à Arquitetura de Computadores. Renan Manola Introdução ao Computador 2010/01 Introdução à Arquitetura de Computadores Renan Manola Introdução ao Computador 2010/01 Introdução Conceitos (1) Computador Digital É uma máquina que pode resolver problemas executando uma série de instruções

Leia mais

Linguagem de Montagem

Linguagem de Montagem Linguagem de Montagem Uma introdução à Programação Assembly do PC Slides baseados em material associado ao livro Introduction to Assembly Language Programming, Sivarama Dandamudi 1 A Visão do Usuário sobre

Leia mais

Introdução à Engenharia de Computação

Introdução à Engenharia de Computação Introdução à Engenharia de Computação Tópico: O Computador como uma Máquina Multinível (cont.) José Gonçalves - LPRM/DI/UFES Introdução à Engenharia de Computação Máquina Multinível Moderna Figura 1 Máquina

Leia mais

Organização de Computadores 1. Prof. Luiz Gustavo A. Martins

Organização de Computadores 1. Prof. Luiz Gustavo A. Martins Organização de Computadores 1 1 - INTRODUÇÃO Prof. Luiz Gustavo A. Martins Arquitetura Define os elementos que impactuam diretamente na execução lógica do programa. Corresponde aos atributos visíveis veis

Leia mais

Computador Digital Circuitos de um computador (Hardware)

Computador Digital Circuitos de um computador (Hardware) Computador Digital SIS17 - Arquitetura de Computadores (Parte I) Máquina que pode resolver problemas executando uma série de instruções que lhe são fornecidas. Executa Programas conjunto de instruções

Leia mais

Software Básico (INF1018)

Software Básico (INF1018) Software Básico (INF1018) http://www.inf.puc-rio.br/~inf1018 Noemi Rodriguez (noemi@inf.puc-rio.br) Ana Lúcia de Moura (amoura@inf.puc-rio.br) 1 Objetivo do curso Entender como funciona um computador típico,

Leia mais

Infra-estrutura de Software

Infra-estrutura de Software Infra-estrutura de Software Apresentação Ciência da Computação Professor: Carlos Ferraz Monitoria: em formação Horários: Quartas e Sextas, 08-10h (D-005) Laboratório: G4, normalmente URL: http://www.cin.ufpe.br/~cagf/if677/2013-1

Leia mais

Arquitetura do conjunto de instruções (ISA); características de instruções de máquina; tipos de operandos

Arquitetura do conjunto de instruções (ISA); características de instruções de máquina; tipos de operandos Arquitetura do conjunto de instruções (ISA); características de instruções de máquina; tipos de operandos Abordaremos nesta aula assuntos referentes à arquitetura do conjunto de instruções, tipos de operandos

Leia mais

Software Básico. Conceito de Linguagem de Máquina e Montagem: introdução ao Assembly. Prof. MSc. Hugo Vieira L. Souza

Software Básico. Conceito de Linguagem de Máquina e Montagem: introdução ao Assembly. Prof. MSc. Hugo Vieira L. Souza Software Básico Conceito de Linguagem de Máquina e Montagem: introdução ao Assembly Prof. MSc. Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão reservados para o todo

Leia mais

Programação de Computadores. Turma CI-180-B. Josiney de Souza. josineys@inf.ufpr.br

Programação de Computadores. Turma CI-180-B. Josiney de Souza. josineys@inf.ufpr.br Programação de Computadores Turma CI-180-B Josiney de Souza josineys@inf.ufpr.br Agenda do Dia Aula 2 (06/03/15) Como está organizado um computador Computadores antigos Modelo von-neumann Quais suas partes

Leia mais

Conceitos básicos. Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Conceitos básicos. Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Conceitos básicos Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Tecnologia de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Organização de Computadores Prof. André Luiz 1 Um computador

Leia mais

Organização e Arquitetura de Computadores I. de Computadores

Organização e Arquitetura de Computadores I. de Computadores Universidade Federal de Campina Grande Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação Curso de Bacharelado em Ciência da Computação Organização e Arquitetura de Computadores I Organização Básica B de Computadores

Leia mais

Introdução à Engenharia de Computação

Introdução à Engenharia de Computação Introdução à Engenharia de Computação Tópico: O Computador como uma Multinível José Gonçalves - Introdução à Engenharia de Computação Visão Tradicional Monitor Placa-Mãe Processador Memória RAM Placas

Leia mais

Estrutura do tema ISC

Estrutura do tema ISC Introdução aos Sistemas de Computação (3) num computador (1) Estrutura do tema ISC 1. Representação de informação num computador 2. Organização e estrutura interna dum computador 3. num computador 4. O

Leia mais

Algoritmos e Programação Aula 01 Introdução a Computação

Algoritmos e Programação Aula 01 Introdução a Computação Algoritmos e Programação Aula 01 Introdução a Computação Felipe S. L. G. Duarte Felipelageduarte+fatece@gmail.com Baseado no material do Prof. Luis Otavio Alvares e do Prof. Dr. Rodrigo Fernandes de Mello

Leia mais

Roteiro. MC-102 Aula 01. Hardware e dispositivos. O que é um computador? Primeiro Semestre de 2008 3 A linguagem C

Roteiro. MC-102 Aula 01. Hardware e dispositivos. O que é um computador? Primeiro Semestre de 2008 3 A linguagem C Roteiro Introdução à Programação de Computadores 1 Instituto de Computação Unicamp 2 Primeiro Semestre de 2008 3 O que é um computador? Computador: o que computa, calculador, calculista. (dicionário Houaiss).

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 1

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 1 ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 1 Índice 1. Introdução...3 1.1. O que é um Computador?... 3 1.2. Máquinas Multiníveis... 3 2 1. INTRODUÇÃO 1.1 O QUE É UM COMPUTADOR? Para estudarmos como um computador

Leia mais

UNIP - UNIVERSIDADE PAULISTA. Arquitetura de computadores

UNIP - UNIVERSIDADE PAULISTA. Arquitetura de computadores UNIP - UNIVERSIDADE PAULISTA Arquitetura de computadores ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Bibliografia: MONTEIRO, M. A. Introdução à organização de computadores. 4 ed. RJ. LTC 2001. TANEMBAUM, A. S. Organização

Leia mais

Introdução à Arquitetura de Computadores IFES Campus Serra

Introdução à Arquitetura de Computadores IFES Campus Serra Os computadores atuais possuem seis ou mais níveis de máquinas conforme podemos observar no quadro abaixo Nível de linguagem orientada para problemas Nível de linguagem de montagem Nível de sistema operacional

Leia mais

Sistemas de Computação

Sistemas de Computação Sistemas de Computação Prof. João Paulo A. Almeida (jpalmeida@inf.ufes.br) 2007/02 - INF01907 Informações gerais Página web: http://www.inf.ufes.br/~jpalmeida/ensino/2007-02- sistemas-computacao Carga

Leia mais

Construção de Compiladores. Capítulo 1. Introdução. José Romildo Malaquias. Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2014.

Construção de Compiladores. Capítulo 1. Introdução. José Romildo Malaquias. Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2014. Construção de Compiladores Capítulo 1 Introdução José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2014.1 1/21 1 Linguagens de programação 2 Compilação 2/21 Layout 1

Leia mais

3. O NIVEL DA LINGUAGEM DE MONTAGEM

3. O NIVEL DA LINGUAGEM DE MONTAGEM 3. O NIVEL DA LINGUAGEM DE MONTAGEM Nas aulas anteriores tivemos a oportunidade de discutir dois diferentes níveis presentes na maioria dos computadores atuais. Nesta aula dedica-se a outro nível que também

Leia mais

ALP Algoritmos e Programação. . Linguagens para Computadores

ALP Algoritmos e Programação. . Linguagens para Computadores ALP Algoritmos e Programação Iniciação aos computadores. Linguagens para Computadores. Compiladores, Interpretadores. Ambientes de Programação 1 Linguagens para Computadores. Linguagem binária: Dispositivos

Leia mais

Introdução à Sistemas Operacionais. Glauber Magalhães Pires

Introdução à Sistemas Operacionais. Glauber Magalhães Pires Introdução à Sistemas Operacionais Glauber Magalhães Pires Agenda O que são sistemas operacionais? Histórico Primeira geração (1945-1955) Segunda geração (1955-1965) Terceira geração (1965-1980) Quarta

Leia mais

Aula 00 Apresentação da Disciplina

Aula 00 Apresentação da Disciplina Aula 00 Apresentação da e Aplicações Período Letivo 4ª série Carga Horária 120h (160 h/a) 02 Encontros Semanais 5M56 6M56 2 e Aplicações Objetivos Entender os conceitos básicos sobre comunicação de dados;

Leia mais

Capítulo 7 Nível da Linguagem Assembly

Capítulo 7 Nível da Linguagem Assembly Capítulo 7 Nível da Linguagem Assembly Presente em quase todos os computadores modernos. Implementado por tradução. Linguagem fonte => Linguagem alvo. O programa no arquivo fonte não é executado diretamente

Leia mais

MC-102 Aula 01. Instituto de Computação Unicamp

MC-102 Aula 01. Instituto de Computação Unicamp MC-102 Aula 01 Introdução à Programação de Computadores Instituto de Computação Unicamp 2015 Roteiro 1 Por que aprender a programar? 2 Hardware e Software 3 Organização de um ambiente computacional 4 Algoritmos

Leia mais

Introdução a Programação Funcional

Introdução a Programação Funcional UNIPAC - Universidade Presidente Antônio Carlos Departamento de Sistemas de Informação Wendell Pereira da Silva Objetivos Gerais Iniciar os estudos sobre o paradigma da programação funcional. Construir

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Sistemas de Informação Professores: Marcos Eduardo Godinho Período/ Fase: 2º Semestre: 2º Ano: 2010

Leia mais

Linguagem de Programação

Linguagem de Programação Linguagem de Programação Introdução a Linguagem C Princípios de Programação em C Gil Eduardo de Andrade Conceitos Iniciais: Linguagem C Introdução É uma linguagem estruturada; Foi desenvolvida na década

Leia mais

Infra-Estrutura de Software. Introdução

Infra-Estrutura de Software. Introdução Infra-Estrutura de Software Introdução Aula Extra Assembly! NASM 32bits e 16bits (para uso no projeto do bootloader) quinta-feira, dia 18/08, 17h no Anfiteatro 2 Computador Moderno Componentes físicos

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Engenharia Licenciatura Engenharia Electrónica e Informática Unidade Curricular Arquitectura de Computadores Semestre: 4 Nº ECTS: 6,0 Regente Prof. Vítor Pereira

Leia mais

Computadores de Programação (MAB353)

Computadores de Programação (MAB353) Computadores de Programação (MAB353) Aula 19: Visão geral sobre otimização de programas 06 de julho de 2010 1 2 3 Características esperadas dos programas O primeiro objetivo ao escrever programas de computador

Leia mais

Programação de. Programa. Bibliografia. Páginas electrónicas de PM. Regras das aulas de laboratório. Métodos de Ensino - Aulas

Programação de. Programa. Bibliografia. Páginas electrónicas de PM. Regras das aulas de laboratório. Métodos de Ensino - Aulas Programa Programação de Microprocessadores 1º Ano 2º Semestre A arquitectura dos computadores A linguagem C 1 aula 7 aulas Talvez haja mais algum assunto a abordar nas aulas seguintes Mestrado Integrado

Leia mais

Linguagens de Programação

Linguagens de Programação 68 Linguagens de Programação Uma linguagem de programação é um vocabulário e um conjunto de regras gramaticais usadas para escrever programas de computador. Esses programas instruem o computador a realizar

Leia mais

Paradigmas de Linguagens de Programação

Paradigmas de Linguagens de Programação Paradigmas de Linguagens de Programação Faculdade Nova Roma Cursos de Ciências da Computação (6 Período) Prof. Adriano Avelar - Site: www.adrianoavelar.com Email: edson.avelar@yahoo.com.br Ementa Introdução

Leia mais

Breve Histórico & Conceitos Básicos

Breve Histórico & Conceitos Básicos Breve Histórico & Conceitos Básicos compiladores interpretadores montadores filtros pré-processadores carregadores linkers compilador cruzado (cross-compiler) auto-compilável (bootstraping) auto-residente

Leia mais

Arquitetura de Computadores

Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores Definições... a estrutura de um computador que um programador de código máquina tem de entender para escrever corretamente um programa para essa

Leia mais

PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM POR COMPETÊNCIAS

PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM POR COMPETÊNCIAS PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM POR COMPETÊNCIAS CURSO: Técnico em redes de computadores COMPONENTE CURRICULAR: Planejamento do Programador para Internet CARGA HORÁRIA: 20 hs SEMESTRE/ANO: 01;2010 ORIENTADOR(ES)

Leia mais

Linguagem de Montagem 2. Operações e Operandos

Linguagem de Montagem 2. Operações e Operandos Linguagem de Montagem 2 Operações e Operandos Revisão Para executar uma tarefa qualquer, um computador precisa receber instruções precisas sobre o que fazer Esse conjunto de instruções chamamos de algoritmo

Leia mais

Sistemas Operacionais Arquitetura e organização de sistemas operacionais: Introdução. Prof. MSc. Hugo Souza

Sistemas Operacionais Arquitetura e organização de sistemas operacionais: Introdução. Prof. MSc. Hugo Souza Sistemas Operacionais Arquitetura e organização de sistemas operacionais: Introdução Prof. MSc. Hugo Souza Começando nossa disciplina sobre os sistemas operacionais modernos iremos abordar inicialmente

Leia mais

Introdução à Programação Aula 2 Introdução à linguagem Python

Introdução à Programação Aula 2 Introdução à linguagem Python Introdução à Programação Aula 2 Introdução à linguagem Python Pedro Vasconcelos DCC/FCUP 2015 Pedro Vasconcelos (DCC/FCUP) Introdução à Programação Aula 2 Introdução à linguagem Python 2015 1 / 24 Nesta

Leia mais

Introdução às Linguagens de Programação

Introdução às Linguagens de Programação Introdução às Linguagens de Programação Histórico de Linguagens de Programação O computador não faz nada sozinho Precisamos informar, de forma clara, como ele deve executar as tarefas Ou seja, o computador

Leia mais

Introdução à Arquitetura de Computadores

Introdução à Arquitetura de Computadores 1 Introdução à Arquitetura de Computadores Hardware e software Organização de um computador: Processador: registradores, ALU, unidade de controle Memórias Dispositivos de E/S Barramentos Linguagens de

Leia mais

Sistemas Operacionais Aula 2

Sistemas Operacionais Aula 2 Sistemas Operacionais Aula 2 Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@recife.ifpe.edu.br http://dase.ifpe.edu.br/~alsm Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas de Informação Recife - PE 1/38 O que

Leia mais

Organização de Computadores Software

Organização de Computadores Software Organização de Computadores Software Professor Marcus Vinícius Midena Ramos Colegiado de Engenharia de Computação (74)3614.1936 marcus.ramos@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~marcus.ramos Objetivos: Entender

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 1. Introdução a Sistemas de Computação Noções de Lógica Introdução à Lógica de Programação

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 1. Introdução a Sistemas de Computação Noções de Lógica Introdução à Lógica de Programação CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 1 Introdução a Sistemas de Computação Noções de Lógica Introdução à Lógica de Programação Componentes de um Sistema de Computação - Hardware Parte física de um sistema

Leia mais

Introdução. Introdução. Introdução. Organização Estruturada de Computadores. Introdução. Máquinas Multiníveis

Introdução. Introdução. Introdução. Organização Estruturada de Computadores. Introdução. Máquinas Multiníveis Ciência da Computação Arq. e Org. de Computadores Máquinas Multiníveis Prof. Sergio Ribeiro Computador digital máquina que resolve problemas executando uma série de instruções. Programa conjunto de instruções

Leia mais

SIMBLER: UM SIMULADOR DE LINGUAGEM DE MONTAGEM DIDÁTICO

SIMBLER: UM SIMULADOR DE LINGUAGEM DE MONTAGEM DIDÁTICO SIMBLER: UM SIMULADOR DE LINGUAGEM DE MONTAGEM DIDÁTICO José Tarcísio Franco de Camargo jtfc@bol.com.br Rua dos Estudantes, s/n Cachoeira de Cima Caixa Postal: 293-13.843-971 Mogi Guaçu SP Centro Regional

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS OPERATIVOS Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS OPERATIVOS Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular SISTEMAS OPERATIVOS Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Informática 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

Introdução à Arquitetura de Computadores

Introdução à Arquitetura de Computadores Introdução à Arquitetura de Computadores Um programa pode ser definido como uma seqüência de instruções que descrevem como executar uma determinada tarefa. Uma instrução pode ser definida como um comando

Leia mais

RESUMO DO LIVRO. A linguagem de máquinas e o custo são analisados antes do computador ser projetado. LINGUAGEM, NÍVEIS E MÁQUINA REAIS

RESUMO DO LIVRO. A linguagem de máquinas e o custo são analisados antes do computador ser projetado. LINGUAGEM, NÍVEIS E MÁQUINA REAIS RESUMO DO LIVRO Um computador digital é uma máquina com programas que, convertidos em instruções, podem facilitar a vida das pessoas. As instruções são simples, como some dois números. As instruções são

Leia mais

Introdução à Arquitetura e Linguagem Assembly de Processadores IA-32

Introdução à Arquitetura e Linguagem Assembly de Processadores IA-32 Introdução à Arquitetura e Linguagem Assembly de Processadores IA-32 Sistemas da Computação Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2 semestre 2007 CHIP Ano MHz Transistors Mem 8086 1978 5

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Aula 01 - Introdução Prof. Maxwell Anderson www.maxwellanderson.com.br Capítulo 1: Introdução O que é um sistema operacional? Componentes de um sistema operacional O que faz parte

Leia mais

Nível do Sistema Operacional

Nível do Sistema Operacional Nível do Sistema Operacional (Aula 14) Introdução a Sistemas Operacionais Roberta Lima Gomes - LPRM/DI/UFES Sistemas de Programação I Eng. Elétrica 2007/1 Introdução Hardware Provê os recursos básicos

Leia mais

Programação de Computadores III

Programação de Computadores III Programação de Computadores III Introdução a Linguagens de Programação Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2013.1/tcc-00.157

Leia mais

Computador E/S, Memória, Barramento do sistema e CPU Onde a CPU Registradores, ULA, Interconexão interna da CPU e Unidade de controle.

Computador E/S, Memória, Barramento do sistema e CPU Onde a CPU Registradores, ULA, Interconexão interna da CPU e Unidade de controle. Introdução Os principais elementos de um sistema de computação são a unidade central de processamento (central processing unit CPU), a memória principal, o subsistema de E/S (entrada e saída) e os mecanismos

Leia mais

Gerenciador de Boot Simples

Gerenciador de Boot Simples Gerenciador de Boot Simples Este tutorial é uma simples caminhada através de um Gerenciador de Boot Hello World. Este, como qualquer outro gestor, tem que obedecer a algumas regras. Termos utilizados:

Leia mais

UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com 1 Algoritmos Representação Exercícios Linguagens de Programação Compilador Interpretador Ambiente de Desenvolvimento Python Característica Para que serve Onde

Leia mais

Arquitetura de Computadores Universidade Guarulhos Prof. Erwin A. Uhlmann

Arquitetura de Computadores Universidade Guarulhos Prof. Erwin A. Uhlmann Arquitetura de Computadores Universidade Guarulhos Prof. Erwin A. Uhlmann Guarulhos PLANEJAMENTO EMENTA: Sistemas numéricos. Aritmética binária. Memórias, unidades centrais de processamento, entrada e

Leia mais

Apresentação. Rio de Janeiro, 19 de fevereiro de 2002 Waldemar Celes

Apresentação. Rio de Janeiro, 19 de fevereiro de 2002 Waldemar Celes Apresentação A disciplina de Estruturas de Dados (ED) está sendo ministrada em sua nova versão desde o segundo semestre de 1998. Trata-se da segunda disciplina de informática oferecida no curso de Engenharia

Leia mais

Infra-estrutura de Software. Apresentação!

Infra-estrutura de Software. Apresentação! Apresentação! Ciência da Computação Professor: Carlos Ferraz Monitoria: em formação Horários: Segundas, 13-15h (D- 005), e Quintas, 15-17h (D- 004) Laboratório: G4, normalmente URL: hsp://www.cin.ufpe.br/~cagf/if677/2012-2

Leia mais

3 Revisão de Software

3 Revisão de Software 1 3 Revisão de Software O software é indispensável para a utilização do hardware. Sem o software para utilizar o computador precisaríamos ter um profundo conhecimento do hardware. Alguns softwares são

Leia mais

ORGANIZAÇÃO BÁSICA DE COMPUTADORES E LINGUAGEM DE MONTAGEM

ORGANIZAÇÃO BÁSICA DE COMPUTADORES E LINGUAGEM DE MONTAGEM Cap1.1 ORGANIZAÇÃO BÁSICA DE COMPUTADORES E LINGUAGEM DE MONTAGEM 1. Conceitos básicos Bit = BInary digit = vale sempre 0 ou 1 elemento básico de informação Byte Word = 8 bits processados em paralelo (ao

Leia mais

Prof. Antonio Torres antonioctorres@gmail.com @_antonioctorres. Fundamentos de Sistemas Operacionais UNIP/2015

Prof. Antonio Torres antonioctorres@gmail.com @_antonioctorres. Fundamentos de Sistemas Operacionais UNIP/2015 Prof. Antonio Torres antonioctorres@gmail.com @_antonioctorres Fundamentos de Sistemas Operacionais UNIP/2015 Disciplinas FUNDAMENTOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Horários Quarta-feira Fundamentos de Sistemas

Leia mais

História dos SOs. Tópicos

História dos SOs. Tópicos História dos SOs Cap. 1 - Tanenbaum Prof. Alexandre Beletti Ferreira 1ª Geração 2ª Geração 3ª Geração 4ª Geração Tópicos 1 1ª Geração 1ª Geração: 1945 a 1955 Computadores: em meados da década de 40 Máquinas

Leia mais

Disciplina: Arquitetura de Computadores. Prof a. Carla Katarina de Monteiro Marques UERN

Disciplina: Arquitetura de Computadores. Prof a. Carla Katarina de Monteiro Marques UERN Disciplina: Arquitetura de Computadores Prof a. Carla Katarina de Monteiro Marques UERN Programa do curso Modelo de um Sistema de Computação: Unidade de Controle e Unidade de Processamento, Organização

Leia mais

Apostila da disciplina Introdução à Engenharia de Software Professor: Sandro Melo Faculdades São José Curso de Tecnologia de Sistemas de Informação

Apostila da disciplina Introdução à Engenharia de Software Professor: Sandro Melo Faculdades São José Curso de Tecnologia de Sistemas de Informação Capítulo 1: Software e Engenharia de Software O que é? E quem produz? Porque é importante? Quais são as fases? Qual o resultado? Como avaliar? Arcabouço: processo, conjunto de métodos e ferramentas. 1.1

Leia mais

Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web. 2005 by Pearson Education do Brasil

Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web. 2005 by Pearson Education do Brasil 1 Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web OBJETIVOS Neste capítulo, você aprenderá: Conceitos básicos de hardware e software. Conceitos básicos de tecnologia de objeto, como classes,

Leia mais

Infra-Estrutura de Software

Infra-Estrutura de Software Infra-Estrutura de Software Introdução Material de Estudo Transparências das aulas http://www.cin.ufpe.br/~cagf/if677/2013-1/ Livros Parte I: Sistemas Operacionais Modernos 2ª Edição. A. Tanenbaum, 2003

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria Departamento de Eletrônica e Computação Disciplina de Fundamentos de Comuputadores Professor Raul Ceretta Nunes

Universidade Federal de Santa Maria Departamento de Eletrônica e Computação Disciplina de Fundamentos de Comuputadores Professor Raul Ceretta Nunes Universidade Federal de Santa Maria Departamento de Eletrônica e Computação Disciplina de Fundamentos de Comuputadores Professor Raul Ceretta Nunes Programação Assembly Carlos Renan Silveira Santa Maria,

Leia mais

O que é um programa? Programa é uma lista de instruções que descrevem uma tarefa a ser realizada pelo computador.

O que é um programa? Programa é uma lista de instruções que descrevem uma tarefa a ser realizada pelo computador. O que é um programa? Programa é uma lista de instruções que descrevem uma tarefa a ser realizada pelo computador. Linguagem de Programação Uma linguagem de programação é um método padronizado para expressar

Leia mais

Linguagem de Programação I. Aula 05 Linguagem C

Linguagem de Programação I. Aula 05 Linguagem C Linguagem de Programação I Aula 05 Linguagem C Da Aula Anterior Algoritmos Portugol: aspectos básicos Estruturas repetição e controle Array: vetores e matrizes Nesta Aula Linguagens de Programação A Linguagem

Leia mais

Arquitetura de Computadores Introdução

Arquitetura de Computadores Introdução Arquitetura de Computadores Introdução "O computador pode ser definido como uma máquina capaz de efetuar cálculos complexos em grandes quantidades e altas velocidades". Existem vários parâmetros para a

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS SOBRE PROGRAMAÇÃO Programação Orientada a Objetos (POO)

CONCEITOS BÁSICOS SOBRE PROGRAMAÇÃO Programação Orientada a Objetos (POO) CONCEITOS BÁSICOS SOBRE PROGRAMAÇÃO Programação Orientada a Objetos (POO) Profa. Vania V. Estrela, Profa. Albany E. Herrmann 1. Programação Programação requer o uso de uma linguagem, cuja sintaxe geralmente

Leia mais

Computador Cleópatra

Computador Cleópatra ORGNIZÇÃO E RQUITETUR DE COMPUTDORES Computador Cleópatra Introdução a rquitetura e Programação lexandre mory Edson Moreno 2 / 9 Na ula nterior bstração em Software Programa em linguagem C Programa em

Leia mais

PIM. CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Projeto Integrado Multidisciplinar. 4º/3º Períodos 2010/2 UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO

PIM. CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Projeto Integrado Multidisciplinar. 4º/3º Períodos 2010/2 UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas PIM Projeto Integrado Multidisciplinar 4º/3º Períodos 2010/2 PIM - PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA Projeto e implementação

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Universidade Federal do Pará Campus Universitário de Marabá Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação Sistemas Distribuídos Prof.: Warley Junior warleyjunior05@gmail.com Plano de Ensino. Turma SI

Leia mais

Nível da Arquitetura do Conjunto das Instruções

Nível da Arquitetura do Conjunto das Instruções Nível da Arquitetura do Conjunto das Instruções (Aula 13) Fluxo de Controle Fluxo Seqüencial de Controle e Desvios (1) Fluxo de Controle: É a seqüência na qual instruções são dinamicamente executadas Isto

Leia mais

Aula Prática 1 Introdução à programação Assembly no DOS usando TASM Bruno Silva bs@cin.ufpe.br lauro Moura lauromoura@gmail.com

Aula Prática 1 Introdução à programação Assembly no DOS usando TASM Bruno Silva bs@cin.ufpe.br lauro Moura lauromoura@gmail.com Interface Hardware Software Aula Prática 1 Introdução à programação Assembly no DOS usando TASM Bruno Silva bs@cin.ufpe.br lauro Moura lauromoura@gmail.com Conteúdo Visão geral do processo TASM / TLINK

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Aula 3 Software Prof.: Edilberto M. Silva http://www.edilms.eti.br SO - Prof. Edilberto Silva Barramento Sistemas Operacionais Interliga os dispositivos de E/S (I/O), memória principal

Leia mais

x86 Assembly Mini-Course

x86 Assembly Mini-Course x86 Assembly Mini-Course Part 1 Bruno P. Evangelista bpevangelista@gmail.com Introdução Assembly é uma linguagem de programação de baixo nível em formato mnemonico Ela possibilita trabalhar diretamente

Leia mais

Linguagens de. Aula 01. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagens de. Aula 01. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de III Aula 01 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de III Horário das Aulas: 6as feiras das 7h40 às 10h55 Objetivo principal desta disciplina é: utilizar

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Conceito de Computador Um computador digital é

Leia mais

1 INTRODUÇÃO 1.1 CONCEITO DE PARADIGMAS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO PARADIGMAS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO

1 INTRODUÇÃO 1.1 CONCEITO DE PARADIGMAS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO PARADIGMAS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO 1 INTRODUÇÃO 1.1 CONCEITO DE PARADIGMAS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO Desde o seu surgimento, o manuseio da computação é baseado em linguagens de programação. Ela permite que sejam construídos aplicativos

Leia mais

: Administração Produção : Linguagem de : Adminstração Banco 1 :Administração Storage Sistema z/os Sistema z/vm : Melhores Práticas em Gestão de Tecnologia - IL Módulo : : Administração Produção : Linguagem

Leia mais

- Aula 1 - ARQUITETURA DE COMPUTADORES

- Aula 1 - ARQUITETURA DE COMPUTADORES - Aula 1 - ARQUITETURA DE COMPUTADORES Em arquitetura de computadores serão estudados aspectos da estrutura e do funcionamento dos computadores. O objetivo é apresentar de forma clara e abrangente a natureza

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES. EMENTA Prof. Benito Piropo Da-Rin

ARQUITETURA DE COMPUTADORES. EMENTA Prof. Benito Piropo Da-Rin ARQUITETURA DE COMPUTADORES EMENTA Prof. Benito Piropo Da-Rin EMENTA Princípios básicos de arquitetura de computadores. Estudo do funcionamento dos principais elementos da arquitetura Von Neumann: memória,

Leia mais

PSIU Protocolo Simples de Intercomunicação Unificado

PSIU Protocolo Simples de Intercomunicação Unificado PSIU Protocolo Simples de Intercomunicação Unificado Ricardo J. O. Mariz 1, Rodrigo Pessoa Medeiros 2, Henrique Braga Foresti 1, Fábio E. A. Aguiar 3 1 Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) 2 Universidade

Leia mais

Parte II Introdução a Linguagens de Programação

Parte II Introdução a Linguagens de Programação Programação de Computadores III Aula 1 Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2011.1/tcc-03.063 Roteiro da Aula

Leia mais

MC102 Algoritmos e Programação de Computadores 1ª Aula Introdução à Programação de Computadores

MC102 Algoritmos e Programação de Computadores 1ª Aula Introdução à Programação de Computadores MC102 Algoritmos e Programação de Computadores 1ª Aula Introdução à Programação de Computadores 1. Objetivos Situar a atividade de programação de computadores Apresentar conceitos fundamentais relativos

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Aula 01 - Introdução Edirlei Soares de Lima O que é um sistema operacional? Um computador moderno consiste em: Um ou mais processadores; Memória principal;

Leia mais

Arquitetura de Computadores Moderna

Arquitetura de Computadores Moderna Arquitetura de Computadores Moderna Eduardo Barrére (eduardo.barrere@ice.ufjf.br) DCC/UFJF Baseado no material do prof. Marcelo Lobosco Agenda Visão Geral Objetivos do Curso Ementa Bibliografia Avaliações

Leia mais

Sistema Operacional. História Sistema Operacional 1. QI Escolas e Faculdades Apostila de Linux

Sistema Operacional. História Sistema Operacional 1. QI Escolas e Faculdades Apostila de Linux 4 Capítulo 1 Sistema Operacional É uma coleção de programas que inicializa hardwares, fornece rotinas básicas para controle de dispositivos, mantém a integridade de um sistema. Um sistema operacional de

Leia mais

PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM POR COMPETÊNCIAS

PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM POR COMPETÊNCIAS PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM POR COMPETÊNCIAS CURSO: Técnico em redes de computadores COMPONENTE CURRICULAR: Instalação de sistema operacional cliente e aplicativos CARGA HORÁRIA: 42 hs SEMESTRE/ANO: 01;2010

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS PROFESSOR: REINALDO GOMES ASSUNTO: PRIMEIRO PROGRAMA EM JAVA (COMPILAÇÃO

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 6 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 6-21/09/2007 1 Ementa Conceitos Básicos de Computação (Hardware, Software e Internet) Softwares Aplicativos Tutorial: Word Tutorial:

Leia mais

Edeyson Andrade Gomes

Edeyson Andrade Gomes Sistemas Operacionais Conceitos de Arquitetura Edeyson Andrade Gomes www.edeyson.com.br Roteiro da Aula Máquinas de Níveis Revisão de Conceitos de Arquitetura 2 Máquina de Níveis Máquina de níveis Computador

Leia mais

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C

Convertendo Algoritmos para a Linguagem C onvertendo Algoritmos para a Linguagem Notas de Aula Prof. Francisco Rapchan www.geocities.com/chicorapchan O objetivo deste texto é mostrar alguns programas em, dando uma breve descrição de seu funcionamento

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software 2 1 OBJETIVOS

Leia mais