REPÚBLICA DE ANGOLA Governo Provincial da Huíla. INVEST HUÍLA 2015 Fórum de Negócios e Oportunidades de Investimento OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REPÚBLICA DE ANGOLA Governo Provincial da Huíla. INVEST HUÍLA 2015 Fórum de Negócios e Oportunidades de Investimento OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTO"

Transcrição

1 REPÚBLICA DE ANGOLA Governo Provincial da Huíla INVEST HUÍLA 2015 Fórum de Negócios e s de Investimento OPORTUNIDADES SECTOR IMOBILIÁRIO Construção

2 SECTOR IMOBILIÁRIO Construção ÍNDICE IH.IM017 Boulevard do Rio Mucufi Concessão 1 IH.IM018 Boulevard do Rio Mucufi Concessão 2 IH.IM019 Boulevard do Rio Mucufi Concessão 3 IH.IM021 Complexo Expo Popular Operação Urbanística

3 Boulevard Rio Mucufi Concessão 1 14º S; 13º E de Investimento no sector imobiliário, concedendo o direito de concessão e exploração de O terreno (dividido em 3 lotes) está inserido numa área urbana central da cidade do Lubango, com boas acessibilidades. Está situado entre os Bairros Comercial, da Lucrécia e 14 de Abril. Este espaço expectante a intervir é seccionado transversalmente em três troços atravessamentos de vias/pontes existentes e longitudinalmente, zona central, pelo rio Mucufi. O rio Mucufi é um elemento estruturante da paisagem, que virá a ser um corredor verde com potencial para o desenvolvimento e a criação de espaços de lazer polivalentes. Com capacidade de auto regeneração e pouco exigente em termos de manutenção o rio deverá ser requalificado e reabilitado a nível hidráulico e paisagístico. Concessão de terrenos para a criação de infraestruturas que permitam e potenciem o aproveitamento destes espaços para funções de lazer. Os espaços para funções de lazer estarão integrados no estudo conjunto a desenvolver e divididos em três troços a concessionar. O estudo enquanto unidade deverá contemplar circuitos pedonais, circuitos de bicicleta, zonas de estar e recreio, zonas verdes, zonas de estacionamento, requalificação dos atravessamentos viários/ pontes, requalificação e tratamento da ribeira, implementação de mobiliários urbano. Transformação de uma área urbana desocupada num espaço para interacções de lazer. Avaliação Potenciais estruturas para fins recreativos: Bares/ Quiosques/ Restaurantes, Terraços com esplanadas Ginásio de cardiofitness, Caminhos para corrida ao ar livre Escola de skate com loja e parque exterior Anfiteatro ao ar livre para espectáculos e pequenos concertos Mercado urbano, Lojas quiosque e Mercado de rua para comida tradicional, arte étnica, têxteis e festivais temáticos. Parâmetros Urbanos Área Total do Terreno (lotes ) ,00m2 Área de Intervenção Lote ,00m2 Proposta Área Bruta construção 1.180,00m2 N.º total de unidades para Com./Serv.- 14 fiscais específicos para investimentos na Huíla. Alto retorno do investimento. VALOR ESTIMADO $ ,20 IH.IM017-MUCUFI 1

4 Boulevard Rio Mucufi Concessão 2 14º S; 13º E de Investimento no sector imobiliário, concedendo o direito de concessão e exploração de O terreno (dividido em 3 lotes) está inserido numa área urbana central da cidade do Lubango, com boas acessibilidades. Está situado entre os Bairros Comercial, da Lucrécia e 14 de Abril. Este espaço expectante a intervir é seccionado transversalmente em três troços atravessamentos de vias/pontes existentes e longitudinalmente, zona central, pelo rio Mucufi. O rio Mucufi é um elemento estruturante da paisagem, que virá a ser um corredor verde com potencial para o desenvolvimento e a criação de espaços de lazer polivalentes. Com capacidade de auto regeneração e pouco exigente em termos de manutenção o rio deverá ser requalificado e reabilitado a nível hidráulico e paisagístico. Concessão de terrenos para a criação de infraestruturas que permitam e potenciem o aproveitamento destes espaços para funções de lazer. Os espaços para funções de lazer estarão integrados no estudo conjunto a desenvolver e divididos em três troços a concessionar. O estudo enquanto unidade deverá contemplar circuitos pedonais, circuitos de bicicleta, zonas de estar e recreio, zonas verdes, zonas de estacionamento, requalificação dos atravessamentos viários/ pontes, requalificação e tratamento da ribeira, implementação de mobiliários urbano. Transformação de uma área urbana desocupada num espaço para interacções de lazer. Avaliação Parâmetros urbanos Proposta Potenciais estruturas para fins recreativos: Bares/ Quiosques/ Restaurantes, Terraços com esplanadas Ginásio de cardiofitness, Caminhos para corrida ao ar livre Escola de skate com loja e parque exterior Anfiteatro ao ar livre para espectáculos e pequenos concertos Mercado urbano, Lojas quiosque e Mercado de rua para comida tradicional, arte étnica, têxteis e festivais temáticos. Área Total do Terreno (lotes ) ,00m2 Área de Intervenção Lote ,00m2 Área Bruta construção 1.180,00m2 N.º total de unidades para Com./Serv - 14 fiscais específicos para investimentos na Huíla. Alto retorno do investimento. VALOR ESTIMADO $ ,25 IH.IM018-MUCUFI 2

5 Boulevard Rio Mucufi Concessão 3 14º S; 13º E de Investimento no sector imobiliário, concedendo o direito de concessão e exploração de O terreno (dividido em 3 lotes) está inserido numa área urbana central da cidade do Lubango, com boas acessibilidades. Está situado entre os Bairros Comercial, da Lucrécia e 14 de Abril. Este espaço expectante a intervir é seccionado transversalmente em três troços atravessamentos de vias/pontes existentes e longitudinalmente, zona central, pelo rio Mucufi. O rio Mucufi é um elemento estruturante da paisagem, que virá a ser um corredor verde com potencial para o desenvolvimento e a criação de espaços de lazer polivalentes. Com capacidade de auto regeneração e pouco exigente em termos de manutenção o rio deverá ser requalificado e reabilitado a nível hidráulico e paisagístico. Concessão de terrenos para a criação de infraestruturas que permitam e potenciem o aproveitamento destes espaços para funções de lazer. Os espaços para funções de lazer estarão integrados no estudo conjunto a desenvolver e divididos em três troços a concessionar. O estudo enquanto unidade deverá contemplar circuitos pedonais, circuitos de bicicleta, zonas de estar e recreio, zonas verdes, zonas de estacionamento, requalificação dos atravessamentos viários/ pontes, requalificação e tratamento da ribeira, implementação de mobiliários urbano. Transformação de uma área urbana desocupada num espaço para interacções de lazer. Avaliação Parâmetros Urbanos Proposta Potenciais estruturas para fins recreativos: Bares/ Quiosques/ Restaurantes, Terraços com esplanadas Ginásio de cardiofitness, Caminhos para corrida ao ar livre Escola de skate com loja e parque exterior Anfiteatro ao ar livre para espectáculos e pequenos concertos Mercado urbano, Lojas quiosque e Mercado de rua para comida tradicional, arte étnica, têxteis e festivais temáticos. Área Total do Terreno (lotes ) ,00m2 Área de Intervenção Lote ,00m2 Área Bruta construção 1.280,00m2 N.º total de unidades para Com./Serv.- 14 fiscais específicos para investimentos na Huíla. Alto retorno do investimeno. VALOR ESTIMADO $ ,75 IH.IM019-MUCUFI 3

6 Complexo Expo Popular Operação Urbanística 14 46' 24.06" S; 13 50' 25.14" E de Investimento no sector imobiliário, concedendo o direito de concessão e exploração de Parâmetros urbanos Área para Operação Urbanística ,00m2 Área de construção ,30m2 Número total de unidades operacionais 7 Unidades O terreno está localizado na confluência de 3 vias principais e estruturantes de ligação a diferentes municípios Lubango/ Matala/ Quilengues. Existe neste cruzamento um mercado urbano de carácter informal que gera uma elevada movimentação de trocas comerciais. Ponto de confluência com potencial para desenvolvimento de diferentes tipos de espaços. Avaliação Esta operação urbanística trata-se de um projecto de coesão urbana e como tal faseada temporalmente: Fase 1 Sector Agrícola Unidade 1 e 3 Fase 2 Sector Industrial Unidade 2 Fase 3 Sector Turismo e Lazer Unidade 5 e 7 Fase 4 Sector Desporto e Recreio Unidade 6 Cedência de Parcela de terreno para desenvolvimento de operação urbanística constituída por 7 unidades distintas. O zonamento incorpora várias valências recinto para agropecuária, área para plataforma, interface e estacionamento de apoio a todo o complexo, áreas culturais, de lazer, parques infantis, áreas de restauração, circuitos de manutenção, turismo e clube desportivo e recreativo. A reestruturação viária será também fundamental para o bom funcionamento de todo o complexo, que se pretende que seja um novo espaço de dinamização a nível económico, social e cultural. Proximidade Localizado a 40km do centro da cidade do Lubango. fiscais específicos para investimentos na Huíla. Alto retorno do investimento VALORES ESTIMADOS Unidade 1 Feira de Agro Pecuária $ ,00 Unidade 2 plataformas logísticas $ ,00 Unidade 3 Interface de transportes e estacionamentos $ ,00 Unidade 4 Pista de Motocross $ ,00 Unidade 5 Bungallows Eco-Turismo $ ,00 Unidade 6 Clube desportivo e Recreativo $ ,00 Unidade 7 Parque Urbano $ ,00 IH.IM021-EXPO POPULAR

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE ÍLHAVO DO ANO 2015

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICÍPIO DE ÍLHAVO DO ANO 2015 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 995.500,00 995.500,00 50.000,00 50.000,00 50.000,00 1.145.500,00 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 995.500,00 995.500,00 50.000,00 50.000,00 50.000,00 1.145.500,00

Leia mais

OPERAÇÃO 3 - CONSTRUIR UMA CENTRALIDADE - PRAÇA DAS MINAS

OPERAÇÃO 3 - CONSTRUIR UMA CENTRALIDADE - PRAÇA DAS MINAS EIXO 2 AMBIENTE E ESPAÇO PÚBLICO OPERAÇÃO 3 - CONSTRUIR UMA CENTRALIDADE - PRAÇA DAS MINAS Intervenção de ordenamento e requalificação do centro da vida social do bairro, criando condições para o seu desenvolvimento

Leia mais

Polis Litoral Norte CONCURSO PARA A ELABORAÇÃO DO PROJECTO DE REQUALIFICAÇÃO DA FRENTE RIBEIRINHA DE VIANA DO CASTELO - NÚCLEO DO CABEDELO

Polis Litoral Norte CONCURSO PARA A ELABORAÇÃO DO PROJECTO DE REQUALIFICAÇÃO DA FRENTE RIBEIRINHA DE VIANA DO CASTELO - NÚCLEO DO CABEDELO Polis Litoral Norte CONCURSO PARA A ELABORAÇÃO DO PROJECTO DE REQUALIFICAÇÃO DA FRENTE RIBEIRINHA DE VIANA DO CASTELO - NÚCLEO DO CABEDELO SÍNTESE METODOLÓGICA Polis Litoral Norte CONCURSO PARA A ELABORAÇÃO

Leia mais

PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DO DIVOR

PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DO DIVOR INAG INSTITUTO DA ÁGUA PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DO DIVOR PROGRAMA DE EXECUÇÃO E PLANO DE FINANCIAMENTO ÍNDICE GERAL DOS ELEMENTOS COMPLEMENTARES PEÇAS ESCRITAS: Relatório Síntese dos Estudos de

Leia mais

Plano de Pormenor da Margem Direita da Foz do Rio Jamor Programa de Execução e Plano de Financiamento Janeiro 2014

Plano de Pormenor da Margem Direita da Foz do Rio Jamor Programa de Execução e Plano de Financiamento Janeiro 2014 PROGRAMA DE EXECUÇÃO E PLANO DE FINANCIAMENTO DO PLANO PORMENOR DA MARGEM DIREITA DA FOZ DO RIO JAMOR - OEIRAS Câmara Municipal de Oeiras ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 2 2 OBJECTIVOS DO PP... 2 2.1 Objectivos

Leia mais

LOCALIDADE: JUVENTUDE ASSISTÊNCIA À 1ª INFÂNCIA ASSISTÊNCIA

LOCALIDADE: JUVENTUDE ASSISTÊNCIA À 1ª INFÂNCIA ASSISTÊNCIA LOCALIDADE: IDADE: SEXO: ESCOLARIDADE: PROFISSÃO: ENUMERE POR ORDEM DE IMPORTÂNCIA AS ÁREAS PROBLEMÁTICAS EXISTENTES NO MUNICÍPIO. ENUNCIE SUCINTAMENTE O TIPO DE PROBLEMA ENCONTRADO E AS POTENCIALIDADES

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Datas Despesas Anos Seguintes 1. FUNÇÕES GERAIS 938.000 688.000 250.000 125.786 108.000 1.171.786 1.1 SERVIÇOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 938.000 688.000 250.000 125.786 108.000 1.171.786 1.1.1 ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013 INICIATIVA JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo Faro, 22 de maio de 2013 O Turismo na economia Peso no PIB Peso no Emprego Peso nas Exportações Peso dos Mercados O Turismo e a Regeneração Urbana

Leia mais

Agenda 21 Local do Concelho de Redondo. Síntese do Diagnostico do Concelho

Agenda 21 Local do Concelho de Redondo. Síntese do Diagnostico do Concelho Agenda 21 Local do Concelho de Redondo Síntese do Diagnostico do Concelho Redondo 2004 INTRODUÇÃO O presente documento constituí uma Síntese do Diagnóstico do concelho, elaborado no âmbito da Agenda 21Local

Leia mais

MUNICIPIO DE ILHAVO DO ANO 2010

MUNICIPIO DE ILHAVO DO ANO 2010 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 1.851.000,00 1.851.000,00 860.000,00 280.000,00 2.991.000,00 1.1. Serviços gerais de administração pública 1.601.000,00 1.601.000,00 610.000,00 2.241.000,00 1.1.1. 1.1.1.1.

Leia mais

Revisão do Plano Diretor Municipal de Carrazeda de Ansiães Fase 4 Plano Diretor Municipal Volume III Programa de Execução

Revisão do Plano Diretor Municipal de Carrazeda de Ansiães Fase 4 Plano Diretor Municipal Volume III Programa de Execução Revisão do Plano Diretor Municipal de Carrazeda de Ansiães Fase 4 Plano Diretor Municipal Volume III Programa de Execução Janeiro 2015 E17093 RR - Planning, Lda. Av. Gomes Freire, n.º 18 2760 066 Caxias

Leia mais

URBAN II Em apoio do comércio e do turismo

URBAN II Em apoio do comércio e do turismo [Página 1 capa] Utilizar da melhor forma os fundos estruturais URBAN II Em apoio do comércio e do turismo O que é e sugestões para candidaturas a projectos bem sucedidas Com esta publicação, a DG Empresa

Leia mais

IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS

IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS IMOBILIÁRIA 2014 IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS O Setor Imobiliário é uma das principais áreas de investimento do Grupo Américo Amorim,

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

Publicidade e divulgação

Publicidade e divulgação CONDOMÍNIOS VERTICAIS RESIDENCIAIS NA CIDADE DE SÃO PAULO (2000-2008): CONDOMÍNIOS - CLUBE Publicidade e divulgação Os informes publicitários, como já discutido nos capítulos anteriores, trazem imagens

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO

PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO ANO ECONÓMICO DE 2010 GRANDES OPÇÕES DO PLANO PARA O QUADRIÉNIO 2009 2013 É tempo de um novo mandato autárquico, resultante das eleições do passado

Leia mais

2.ª Fase de Auscultação Pública do Plano Director das Novas Zonas Urbanas. Relatório de Análise das Opiniões da Sociedade

2.ª Fase de Auscultação Pública do Plano Director das Novas Zonas Urbanas. Relatório de Análise das Opiniões da Sociedade 2.ª Fase de Auscultação Pública do Plano Director das Novas Zonas Urbanas Relatório de Análise das Opiniões da Sociedade 2012 Foram recolhidos nesta fase 870 textos de opiniões com um total de 3 185 artigos

Leia mais

ÁREA DE REABILITAÇÃO URBANA QUINTA DAS VIOLETAS ENTRE CAMINHOS CASTELO BRANCO

ÁREA DE REABILITAÇÃO URBANA QUINTA DAS VIOLETAS ENTRE CAMINHOS CASTELO BRANCO ÁRE DE REBILITÇÃO URBN QUINT DS VIOLETS ENTRE CMINOS CSTELO BRNCO ÁRE DE REBILITÇÃO URBN CSTELO BRNCO Índice Nota Introdutória... 3 Objectivos Genéricos da Reabilitação Urbana... 4 Plano Geral de Urbanização

Leia mais

Memoria Descritiva DPQ ESTUDO PRELIMINAR CENTRO GÍMNICO. DRAFT21 URBANISMO & ARQUITECTURA Lda 25-03-2013

Memoria Descritiva DPQ ESTUDO PRELIMINAR CENTRO GÍMNICO. DRAFT21 URBANISMO & ARQUITECTURA Lda 25-03-2013 DPQ 25-03-2013 PLANO DE PORMENOR DO ESPAÇO DE REESTRUTURAÇÃO URBANÍSTICA DE CARCAVELOS-SUL DRAFT21 URBANISMO & ARQUITECTURA Lda Memoria Descritiva ESTUDO PRELIMINAR CENTRO GÍMNICO Índice 1 Introdução 2

Leia mais

Programação de equipamentos colectivos

Programação de equipamentos colectivos Programação de equipamentos colectivos Definição e tipologia Conceitos associados à programação de equipamentos Critérios de programação, dimensionamento e localização; exemplos Instituto Superior Técnico/Departamento

Leia mais

!@# Revitalização do Píer do Porto do Recife

!@# Revitalização do Píer do Porto do Recife Revitalização do Píer do Porto do Recife 1 Agenda I. Proposta de Intervenção II. Análise de Mercado III. Impactos do Projeto IV. Premissas Consideradas V. Resultados Previstos 2 I. Proposta de Intervenção

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 30.951,63 10.509,00 960.567,00 960.567,00 42.565,00 1.044.592,63 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 30.951,63 10.509,00 960.567,00 960.567,00 42.565,00 1.044.592,63 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Leia mais

CATEGORIA B6 SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS DE LAZER IDENTIFICAÇÃO. Subtipos:

CATEGORIA B6 SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS DE LAZER IDENTIFICAÇÃO. Subtipos: Ministério do Turismo Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico Coordenação Geral de Regionalização Inventário da Oferta Turística uf:

Leia mais

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos

Execução Anual do Plano Plurianual de Investimentos do Plano Plurianual de Investimentos 01 EDUCAÇÃO 01 01 EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E ENSINO BÁSICO 01 01 /1 Infraestruturas de 01 01 /1 1 Centro Escolar de Caria 0102 07010305 E 100 01/ 12/2016 735.00 735.00

Leia mais

Conceito territorial Projecto de requalificação Empresa pública Projecto decisivo para a criação da Cidade das duas

Conceito territorial Projecto de requalificação Empresa pública Projecto decisivo para a criação da Cidade das duas Arco Ribeirinho Sul: o que é? Conceito territorial Projecto de requalificação Empresa pública Projecto decisivo para a criação da Cidade das duas margens Oportunidade de reconversão ambiental e urbanística

Leia mais

UM FUTURO VIRADO AO RIO. Convenção Autárquica do PS Lisboa. 20 Junho 2015 14:00. Pavilhão do Conhecimento Parque das Nações

UM FUTURO VIRADO AO RIO. Convenção Autárquica do PS Lisboa. 20 Junho 2015 14:00. Pavilhão do Conhecimento Parque das Nações UM FUTURO VIRADO AO RIO Convenção Autárquica do PS Lisboa 20 Junho 2015 14:00 Pavilhão do Conhecimento Parque das Nações O PS de Lisboa, reunido em Convenção Autárquica discutiu Lisboa, um Futuro virado

Leia mais

Trabalho Prático. Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática

Trabalho Prático. Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática Trabalho Prático Designação do Projecto Proposta de Valorização da Zona Ribeirinha do Montijo Tema Cidades Saudáveis e Respostas Locais Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática

Leia mais

Melhoramento dos Arruamentos do Centro Antigo. Tratamento e Valorização da Frente Urbana Poente

Melhoramento dos Arruamentos do Centro Antigo. Tratamento e Valorização da Frente Urbana Poente PROALGARVE Eixxo 2 Acções Inttegrradas I de Base Terrrri ittorri iall Medida 2 Acção Inttegrrada I de Qualiffi icação e Competti itti ividade das Cidades Componentte Terrrri ittorri iall Melhoramento dos

Leia mais

ABERTIS LOGÍSTICA INICIA A CONSTRUÇÃO DO ABERTIS LOGISTICSPARK LISBOA

ABERTIS LOGÍSTICA INICIA A CONSTRUÇÃO DO ABERTIS LOGISTICSPARK LISBOA Dossier de imprensa Comunicação Tel. +34 93 230 50 94 / +34 93 230 51 85 Tel. +34 91 563 66 26 comunicacion@abertislogistica.com ABERTIS LOGÍSTICA INICIA A CONSTRUÇÃO DO ABERTIS LOGISTICSPARK LISBOA O

Leia mais

Mapa 09 Área Central de PiracicabaOcupação do Solo. Urbano

Mapa 09 Área Central de PiracicabaOcupação do Solo. Urbano L E I T U R A E I N T E R P R E T A Ç Ã O D A S I T U A Ç Ã O U R B A N A Mapa 09 de PiracicabaOcupação do Solo Urbano P L A N O D E A Ç Ã O P A R A R E A B I L I T A Ç Ã O U R B A N A D A Á R E A C E

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CIDADE DO ENTRONCAMENTO. Entroncamento Santarém

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CIDADE DO ENTRONCAMENTO. Entroncamento Santarém NOME DA ESCOLA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS CIDADE DO ENTRONCAMENTO LOCALIDADE E DISTRITO Entroncamento Santarém TEMAS - Fraca afluência à Biblioteca Municipal - Reduzida Mobilidade Urbana - Qualidade da água

Leia mais

Plano de Pormenor de Reabilitação Urbana de Santa Catarina TERMOS DE REFERÊNCIA

Plano de Pormenor de Reabilitação Urbana de Santa Catarina TERMOS DE REFERÊNCIA Plano de Pormenor de Reabilitação Urbana de Santa Catarina Câmara Municipal de Sines Departamento de Gestão Territorial Divisão de Planeamento, Ordenamento do Território e Ambiente Novembro de 2012 Índice

Leia mais

De referir que a zona da piscina não está incluída neste processo de concurso.

De referir que a zona da piscina não está incluída neste processo de concurso. MEMÓRIA DESCRITIVA Trata esta memória descritiva da descrição do objeto a concessionar no Concurso Público para Concessão de Exploração do Empreendimento das SALINAS, em Câmara de Lobos. Esta intervenção

Leia mais

Compromisso para o Crescimento Verde e Perspetivas do Alentejo 2020

Compromisso para o Crescimento Verde e Perspetivas do Alentejo 2020 Compromisso para o Crescimento Verde e Perspetivas do Alentejo 2020 Financiamentos Comunitários na Área do Ambiente e da Eficiência Energética Auditório António Chainho Santiago do Cacém 22/07/2015 Programa

Leia mais

Município de Ourique Resumo Orçamental das Grandes Opções do Plano para 2013

Município de Ourique Resumo Orçamental das Grandes Opções do Plano para 2013 0102 020214 Estudos, pareceres, projectos e consultadoria 1 1.1 2010/5007 Agenda 21-Local 1 1.2 2011/5005 Plano Municipal de Emergência-Protecção Civil 6.000,00 6.000,00 0102 020225 s serviços 1 1.1 2012/5001

Leia mais

PROGRAMA INTEGRADO DE REGENERAÇÃO DA CIDADE DE ÁGUEDA REGENERAÇÃO URBANA DA CIDADE DE ÁGUEDA OS PROJECTOS QUE VÃO MARCAR A TRANSFORMAÇÃO DA CIDADE

PROGRAMA INTEGRADO DE REGENERAÇÃO DA CIDADE DE ÁGUEDA REGENERAÇÃO URBANA DA CIDADE DE ÁGUEDA OS PROJECTOS QUE VÃO MARCAR A TRANSFORMAÇÃO DA CIDADE PROGRAMA INTEGRADO DE REGENERAÇÃO DA CIDADE DE ÁGUEDA REGENERAÇÃO URBANA DA CIDADE DE ÁGUEDA OS PROJECTOS QUE VÃO MARCAR A TRANSFORMAÇÃO DA CIDADE ÁGUEDA: A INDÚSTRIA E A CIDADE AO SERVIÇO DA INOVAÇÃO

Leia mais

Regional Policies for Greening The Building Sector. O caso da Região de Lisboa Políticas Públicas no âmbito do QREN (2007-2013)

Regional Policies for Greening The Building Sector. O caso da Região de Lisboa Políticas Públicas no âmbito do QREN (2007-2013) Regional Policies for Greening The Building Sector 28 de Fevereiro de 2012 - Museu do Fado O caso da Região de Lisboa Políticas Públicas no âmbito do QREN (2007-2013) Inteli Re-GREEN (INTERREG IVC) CCDR-LVT

Leia mais

Revitalizacão de áreas

Revitalizacão de áreas solange de oliveira patrícia a. nascimento sheila nicolini neto orgel ramos júnior estudo de casos Parque das Nações (Lisboa); Estação das Docas (Belém/PA). RioCidade (Rio de Janeiro). 2 panorama Estação

Leia mais

Do Associativismo Juvenil

Do Associativismo Juvenil Roteiro Do Associativismo Juvenil Secretário de Estado do Desporto e Juventude Dr. Emídio Guerreiro Guarda - Dia 06 de agosto Programa 10:00H Pequeno-almoço com os Jornalistas, nos Serviços Desconcentrados

Leia mais

ESCOLA PROFISSIONAL DA PRAIA DA VITÓRIA

ESCOLA PROFISSIONAL DA PRAIA DA VITÓRIA Rua Comendador Francisco J. Barcelos Rua Gervásio Lima Localização NÚCLEO EMPRESARIAL AUDITÓRIO MUNICIPAL ESCOLA PROFISSIONAL ESTAÇÃO DE CAMIONAGEM/APOIOS BIBLIOTECA MUNICIPAL Maquetização 3D geral EDIFÍCIO

Leia mais

OUC Parque Natural Municipal Barra da Tijuca Secretaria Municipal de Urbanismo jun/15. Secretaria Municipal de Urbanismo

OUC Parque Natural Municipal Barra da Tijuca Secretaria Municipal de Urbanismo jun/15. Secretaria Municipal de Urbanismo OUC Parque Natural Municipal Barra da Tijuca jun/15 Histórico 1959 - Pelo Decreto Federal nº 14.334 foi criada a Reserva Biológica de Jacarepaguá, que passou a englobar ainda a recém-demarcada Reserva

Leia mais

A rua como elemento central da mobilidade urbana ciclável

A rua como elemento central da mobilidade urbana ciclável A rua como elemento central da mobilidade urbana ciclável 15 de Fevereiro de 2011 José M. Viegas Susana Castelo Mudança de paradigma Necessidade de : 1. Revisão do modelo de Predict & Provide, já que este

Leia mais

Memória Descritiva e Justificativa

Memória Descritiva e Justificativa Memória Descritiva e Justificativa 1. Introdução 1.1 Objectivos da Intervenção O ante-projecto do Acesso Norte do Porto Grande de São Vicente, insere-se no âmbito do Estudo de reordenamento das áreas terrestres

Leia mais

2. FICHAS DE PROJECTO NO ÂMBITO DA REVISÃO DO PDM DE VAGOS... 4

2. FICHAS DE PROJECTO NO ÂMBITO DA REVISÃO DO PDM DE VAGOS... 4 1. PROGRAMA DE EXECUÇÃO E PLANO DE FINANCIAMENTO... 2 2. FICHAS DE PROJECTO NO ÂMBITO DA REVISÃO DO PDM DE VAGOS... 4 2.1 FICHA 1 - REQUALIFICAÇÃO DO PARQUE DESPORTIVO E DE LAZER DA VILA DE SOSA...6 2.2

Leia mais

EDIFÍCIO APQ - REBOLEIRA / AMADORA

EDIFÍCIO APQ - REBOLEIRA / AMADORA EDIFÍCIO APQ - REBOLEIRA / AMADORA Setembro 2011 Edifício APQ Relatório de Caracterização 1. CARACTERIZAÇÃO DO EDIFÍCIO Composto por 4 fracções autónomas, contíguas e interligadas: Praça Félix Correia,

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO VAGOS DO ANO 2009

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO VAGOS DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 674.458,82 124.591,58 1.509.000,00 1.509.000,00 2.617.000,00 2.662.000,00 995.000,00 8.582.050,40 1.1. Serviços gerais de 674.458,82 124.591,58 1.504.000,00 1.504.000,00 2.617.000,00

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL E AUDITORIA URBANA DE GUIMARÃES

AGENDA 21 LOCAL E AUDITORIA URBANA DE GUIMARÃES AGENDA 21 LOCAL E AUDITORIA URBANA DE GUIMARÃES PRINCIPAIS PROBLEMAS EXISTENTES E GRANDES OPÇÕES DE QUALIDADE DE VIDA PARA O FUTURO 3 de Março de 2004 Elaborado para e Por CIVITAS Centro de Estudos sobre

Leia mais

INQUÉRITO À POPULAÇÃO DE BRAGANÇA

INQUÉRITO À POPULAÇÃO DE BRAGANÇA FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DE LISBOA Mestrado em Geografia, Esp. em Urbanização e Ordenamento do Território O planeamento urbano e o ordenamento territorial estratégico: O papel das politicas de

Leia mais

LEI 31/2009, DE 3 DE JULHO, NA REDACÇÃO DA LEI 40/2015, DE 1 DE JUNHO

LEI 31/2009, DE 3 DE JULHO, NA REDACÇÃO DA LEI 40/2015, DE 1 DE JUNHO LEI 31/2009, DE 3 DE JULHO, NA REDACÇÃO DA LEI 40/2015, DE 1 DE JUNHO COORDENADOR DE PROJECTO, DIRECTOR DE OBRA E DIRECTOR DE FISCALIZAÇÃO DE OBRA, ELABORAÇÃO DE PROJECTOS DE ENGENHARIA ESPECIFÍCOS, E

Leia mais

JOAQUIM ANTÔNIO MENDONÇA DE RIBEIRO

JOAQUIM ANTÔNIO MENDONÇA DE RIBEIRO S. José do Rio Preto JOAQUIM ANTÔNIO MENDONÇA DE RIBEIRO Diretor Regional do Secovi-SP São José do Rio Preto São José do Rio Preto Padrão urbanístico similar ao de cidades de grande porte; O maior aglomerado

Leia mais

UMA REVISTA EDITADA PELA GERIL INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS LDA. www.pessoas.com.pt

UMA REVISTA EDITADA PELA GERIL INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS LDA. www.pessoas.com.pt UMA REVISTA EDITADA PELA GERIL INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS LDA. www.pessoas.com.pt Bem-vindo a um mundo de estilo e comodidade. O Edifício Fernando Pessoa, no Parque das Nações, oferece-lhe a possibilidade

Leia mais

Powered by. Desenvolvimento

Powered by. Desenvolvimento Desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis 1 Urbancraft Energia, S.A. FDO INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES, SGPS, S.A. ALEXANDRE BARBOSA BORGES, SGPS, S.A. 50% 50% A URBANCRAFT ENERGIA, S.A é uma sociedade

Leia mais

Hotel 4 estrelas + Moradias em Malanje -Estudo Prévio

Hotel 4 estrelas + Moradias em Malanje -Estudo Prévio Tendo como base o programa fornecido, o presente estudo tem como objectivo dar a conhecer as intenções da nossa proposta para a elaboração do projecto para um Hotel 4 estrelas, mais moradias em Malanje

Leia mais

Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra

Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra O Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra estabelece a concepção do espaço urbano, para a área de intervenção do Plano, dispondo, designadamente,

Leia mais

14ª Reunião Regional do CB27

14ª Reunião Regional do CB27 14ª Reunião Regional do CB27 SEMURB NATAL SECRETÁRIO MARCELO ROSADO FEVEREIRO 2016 1- Inventário Florístico Levantamento Quali-Quantitativo das Espécies Arbóreas da Cidade do Natal-RN 1.1 Plano municipal

Leia mais

PLANOESTRATÉGICO DO DESENVOLVIMENTOECONÓMICOLOCAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. Plano da sessão

PLANOESTRATÉGICO DO DESENVOLVIMENTOECONÓMICOLOCAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. Plano da sessão plano estratégico del desenvolvimento económico local PLANOESTRATÉGICO DO DESENVOLVIMENTOECONÓMICOLOCAL ECONÓMICO LOCAL DE S. JOÃO DA MADEIRA Equipa técnica: Assessor: João Pedro Guimarães Colaboradores:

Leia mais

A vida anda corrida...

A vida anda corrida... A vida anda corrida... A vida anda corrida......e muitas vezes os desejos das crianças são deixados de lado. O Clube da Criança é a solução ideal para pais e filhos. O Clube da Criança é a solução ideal

Leia mais

O novo PDM é um instrumento para concretizar 7 grandes objetivos, uma nova visão estratégica de Lisboa.

O novo PDM é um instrumento para concretizar 7 grandes objetivos, uma nova visão estratégica de Lisboa. O novo PDM é um instrumento para concretizar 7 grandes objetivos, uma nova visão estratégica de Lisboa. Recuperar os habitantes perdidos na última década, nos próximos 10 anos ATRAIR MAIS HABITANTES Como?

Leia mais

requalificação em consequência de concurso de arquitectura promovido pela Câmara Municipal de Lisboa.

requalificação em consequência de concurso de arquitectura promovido pela Câmara Municipal de Lisboa. AIRES MATEUS E ASSOCIADOS RUA SILVA CARVALHO, 193, 1250-250 LISBOA TEL 21 381 56 50 35/79 requalificação em consequência de concurso de arquitectura promovido pela Câmara Municipal de Lisboa. O edifício

Leia mais

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 200.000,00 200.000,00 200.000,00 1.1. 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. ADMINISTRAÇÃO GERAL 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. 01 2005 ADMINISTRAÇÃO GERAL 55.000,00

Leia mais

GAPTEC. Estudos de Orientação Para o Planeamento do Concelho de Odivelas. Relatório Final Volume II. Maio 2003

GAPTEC. Estudos de Orientação Para o Planeamento do Concelho de Odivelas. Relatório Final Volume II. Maio 2003 GAPTEC Departamento de Planeamento Estratégico Divisão do Plano Director Municipal Estudos de Orientação Para o Planeamento do Concelho de Odivelas Maio 2003 Relatório Final Volume II EQUIPA Coordenadores

Leia mais

Município de Torres Vedras

Município de Torres Vedras Município de Torres Vedras Reunião da Rede CiViTAS Espanha e Portugal Cidades Pequenas e Médias da Rede CiViTAS Espanha e Portugal. Torres Vedras, 5 de Março de 2012. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL URBANA EM CIDADES

Leia mais

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio.

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Popular Imóveis Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 01 PRIMAVERA / VERÃO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO de Desenvolvimento Urbano de VISEU 2020

PLANO ESTRATÉGICO de Desenvolvimento Urbano de VISEU 2020 PLANO ESTRATÉGICO de Desenvolvimento Urbano de VISEU 2020 Outubro 2015 Apresentação Síntese ENQUADRAMENTO O Município de Viseu apresentou ao PORTUGAL 2020 a sua candidatura de Plano Estratégico de Desenvolvimento

Leia mais

Resultados dos Fóruns de Participação

Resultados dos Fóruns de Participação Resultados dos Fóruns de Participação Estatística Participantes: N.º Fóruns: 11 N.º total de participantes: 30 Média de participantes: 28 Em relação ao número de participantes, destacam-se as freguesias

Leia mais

PLANO DE PORMENOR DA CASA PIDWELL REGULAMENTO

PLANO DE PORMENOR DA CASA PIDWELL REGULAMENTO PLANO DE PORMENOR DA CASA PIDWELL REGULAMENTO Novembro 2011 ÍNDICE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 Artigo 1.º Objectivo e Âmbito Territorial... 3 Artigo 2.º Relação com Outros Instrumentos de Gestão

Leia mais

ESPAÇOS VERDES PRINCIPAIS PARQUES E JARDINS. Foi ampliado entre 1930-1934. Jardim da Av. Bento Gonçalves 30 000 anos 30 séc. XX - Novo projecto do

ESPAÇOS VERDES PRINCIPAIS PARQUES E JARDINS. Foi ampliado entre 1930-1934. Jardim da Av. Bento Gonçalves 30 000 anos 30 séc. XX - Novo projecto do ESPAÇOS VERDES PRINCIPAIS PARQUES E JARDINS área (m²) Período de Construção Parque Catarina Eufémia (antigamente designado 15 000 1939 como Parque Oliveira Salazar) Jardim dos Franceses 5 000 1918-1922

Leia mais

Polis Litoral Operações Integradas de Requalificação e Valorização da Orla Costeira

Polis Litoral Operações Integradas de Requalificação e Valorização da Orla Costeira Polis Litoral Operações Integradas de Requalificação e Valorização da Orla Costeira OBJECTIVOS DO POLIS LITORAL: (RCM n.º 90/2008, de 3 de Junho) a) Proteger e requalificar a zona costeira, tendo em vista

Leia mais

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo INICIATIVA JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo Porto, 28 de novembro de 2012 Objectivo do FDU - Turismo Promover o desenvolvimento de projetos de investimento que contribuam para a regeneração,

Leia mais

Documento privado e confidencial. Todos os direitos de uso, compartilhamento e reprodução pertencem à Saphyr Shopping Centers.

Documento privado e confidencial. Todos os direitos de uso, compartilhamento e reprodução pertencem à Saphyr Shopping Centers. Documento privado e confidencial. Todos os direitos de uso, compartilhamento e reprodução pertencem à Saphyr Shopping Centers. Saphyr Mais de 1 milhão de m 2 de área bruta locável A Saphyr é uma empresa

Leia mais

5 Um Modelo Inteligente de Cidade 7 Santa Marinha, um Conceito Global 9 Arquitectura 11 O Lugar Ideal Para Viver 13 Espaços 15 Conforto, Harmonia e

5 Um Modelo Inteligente de Cidade 7 Santa Marinha, um Conceito Global 9 Arquitectura 11 O Lugar Ideal Para Viver 13 Espaços 15 Conforto, Harmonia e 5 Um Modelo Inteligente de Cidade 7 Santa Marinha, um Conceito Global 9 Arquitectura 11 O Lugar Ideal Para Viver 13 Espaços 15 Conforto, Harmonia e Bem-Estar 17 A Sede do Seu Negócio 19 Tudo à Distância

Leia mais

ACGD vai aproveitar a 14a edição

ACGD vai aproveitar a 14a edição CGD vai leiloar casas no SIL com descontos de 25 % A 14 a edição do Salão Imobiliário de Lisboa (11 a 16 de Outubro) é marcada pelos leilões de 237 imóveis da CGD. A Century 21 venderá 230 imóveis da banca.

Leia mais

Os bons tempos voltaram

Os bons tempos voltaram Os bons tempos voltaram CEP 30315-382. Belo H Design Resorts Mais um produto da A Design Resorts S.A é uma empresa global dedicada à concepção, comercialização e gestão de projetos imobiliários turísticos

Leia mais

O empreendimento concebido pela PROPRIETÁRIA denominar-se-á CONDOMINIO PRAIA DAS TARTARUGAS.

O empreendimento concebido pela PROPRIETÁRIA denominar-se-á CONDOMINIO PRAIA DAS TARTARUGAS. TERMO DE ACORDO E COMPROMISSO REFERENTE À APROVAÇÃO DO CONDOMINIO PRAIA DAS TARTARUGAS, NA FORMA ABAIXO: Trata-se o presente instrumento do Termo de Acordo e Compromisso referente à aprovação do empreendimento

Leia mais

Município de Leiria ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2014 I 2015. Ciclo de Participação: 3.ª Etapa. Designação: Documento: Relatório

Município de Leiria ORÇAMENTO PARTICIPATIVO 2014 I 2015. Ciclo de Participação: 3.ª Etapa. Designação: Documento: Relatório Ciclo de Participação: 3.ª Etapa Designação: Avaliação técnica das propostas pelos serviços da câmara Municipal de Leiria, transformação das propostas em projetos Documento: Relatório Data: 01.09.2014

Leia mais

Implicações da Lei n.º 26/2013, de 11 de Abril nas explorações agrícolas

Implicações da Lei n.º 26/2013, de 11 de Abril nas explorações agrícolas Workshop Uso Sustentável de Produtos Fitofarmacêuticos Implicações da Lei n.º 26/2013, de 11 de Abril nas explorações agrícolas Maria Paula Mourão DGAV Direção de Serviços de Meios de Defesa Sanitária

Leia mais

O POVO DA CIDADE DO RECIFE, POR SEUS REPRESENTANTES, DECRETA E EU EM SEU NOME SANCIONO, A SEGUINTE LEI:

O POVO DA CIDADE DO RECIFE, POR SEUS REPRESENTANTES, DECRETA E EU EM SEU NOME SANCIONO, A SEGUINTE LEI: LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR DE Nº 15.840/93 DE 29 DE DEZEMBRO DE 1993. (Publicada no DOM de 29/30 de 12 de 1993) (Revogada pela Lei 16.290, de 29 de janeiro de 1997) EMENTA: Institui a Zona Especial Turística

Leia mais

Implementação de JESSICA: os Fundos de Desenvolvimento Urbano e o papel do BEI

Implementação de JESSICA: os Fundos de Desenvolvimento Urbano e o papel do BEI JESSICA KICK-OFF MEETING PORTUGAL Lisboa, 18 de Fevereiro de 2008 Implementação de JESSICA: os Fundos de Desenvolvimento Urbano e o papel do BEI Mateu Turró, Director Associado Assessor especial JESSICA

Leia mais

manutenção lazer e recreio

manutenção lazer e recreio manutenção lazer e recreio 4 CIRCUITO DESPORTIVO DO PARQUE CENTRAL DA AMADORA Freguesia da Mira CIRCUITO DE MANUTENÇÃO DA ILHA MÁGICA DO LIDO Freguesia da Venteira 9 CIRCUITO PEDONAL DO BAIRRO JANEIRO

Leia mais

Infraestruturas para instalação de empresas

Infraestruturas para instalação de empresas Infraestruturas para instalação de empresas A proximidade a Lisboa, a infraestruturas portuárias e aeroportuárias, e a existência de um conjunto de acessibilidades marcadas por eixos rodoviários (A1, A6,

Leia mais

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio.

Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 02 OUTONO / INVERNO 2015 Popular Imóveis Amplie o seu espaço e faça um grande negócio. N 02 OUTONO/INVERNO 2015 Viana do Castelo Braga Bragança Vila Real Imóveis do Norte Pág 3 Porto Aveiro Viseu Guarda

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA DA QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE ARACRUZ.

RELATÓRIO DA PESQUISA DA QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE ARACRUZ. RELATÓRIO DA PESQUISA DA QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE ARACRUZ. Apresentação Este relatório contém os resultados da 1ª pesquisa de Qualidade de Vida na cidade de Aracruz solicitada pela FACE. O objetivo

Leia mais

Sessão de Divulgação do Subprograma 3 do PRODER

Sessão de Divulgação do Subprograma 3 do PRODER Sessão de Divulgação do Subprograma 3 do PRODER Vendas Novas 27 de Janeiro de 2012 SUBPROGRAMA 3 - Dinamização das Zonas Rurais 3.1 DIVERSIFICAÇÃO DA ECONOMIA E CRIAÇÃO DE EMPREGO 3.1.1 Diversificação

Leia mais

What We re Doing For Cycling no município do Seixal

What We re Doing For Cycling no município do Seixal What We re Doing For Cycling no município do Seixal SEIXAL Seixal: 94 km2 158 269 habitantes 94 600 empregados e estudantes 47 800 ficam no concelho (50%) Seixal: 94 km2 158 269 habitantes 94 600 empregados

Leia mais

EUROPAN 13 AZENHA DO MAR, ODEMIRA

EUROPAN 13 AZENHA DO MAR, ODEMIRA EUROPAN 13 AZENHA DO MAR, ODEMIRA 1. CONTEXTO TERRITORIAL EUROPAN 13 AZENHA DO MAR, ODEMIRA > CONCELHO DE ODEMIRA BAIXO ALENTEJO Situado no sudoeste de Portugal, o concelho de Odemira evidencia características

Leia mais

Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo

Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo Agenda 21 Local de Figueiró dos Vinhos 3ª Sessão do Fórum Participativo 22 de Fevereiro de 2010 Índice Índice PARTE I SÍNTESE DO 2º FÓRUM PARTICIPATIVO (10 minutos) PARTE II SÍNTESE DA ESTRATÉGIA DA SUSTENTABILIDADE

Leia mais

45.761,92 61.02 45.761,92 45.761,92 75.000,00 45.761,92 7.500,00 730.800,00 864.800,00 134.000,00 730.800,00 75.000,00 75.000,00

45.761,92 61.02 45.761,92 45.761,92 75.000,00 45.761,92 7.500,00 730.800,00 864.800,00 134.000,00 730.800,00 75.000,00 75.000,00 Pagina : 1 1. Funções gerais 2.391.613,00 2.641.653,00 5.033.266,00 711.967,19 711.967,19 29.77 14.15 1.1. Serviços gerais de administração pública 2.301.613,00 2.441.653,00 4.743.266,00 637.867,59 637.867,59

Leia mais

nada é referência por acaso. corporate&offices

nada é referência por acaso. corporate&offices lançamento Um produto Melnick Even corporate&offices nada é referência por acaso. A Melnick Even usou toda sua expertise para trazer à rua Anita Garibaldi um empreendimento comercial pensado cuidadosamente

Leia mais

Dia 27 de Maio Promoção Imobiliária e Sustentabilidade. Eng.º Gonçalo Costa. Alta de Lisboa

Dia 27 de Maio Promoção Imobiliária e Sustentabilidade. Eng.º Gonçalo Costa. Alta de Lisboa Dia 27 de Maio Promoção Imobiliária e Sustentabilidade Eng.º Gonçalo Costa Sustentabilidade na A é um empreendimento que abrange uma área de cerca de 300 ha, junto ao aeroporto de Lisboa, que tem prevista

Leia mais

RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJETO DE EXECUÇÃO

RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJETO DE EXECUÇÃO ÉVORA RESORT RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJETO DE EXECUÇÃO VOLUME 1 SUMÁRIO EXECUTIVO JUNHO DE 2012 ÉVORA RESORT RELATÓRIO DE CONFORMIDADE AMBIENTAL DO PROJETO DE EXECUÇÃO Sumário Executivo

Leia mais

ANEXO TURISMO SUSTENTÁVEL BASES PARA A DEFINIÇÃO DE UM PROGRAMA DE VER PLANTA CASAS E MONTES AGRÍCOLAS ESTRATÉGIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL -

ANEXO TURISMO SUSTENTÁVEL BASES PARA A DEFINIÇÃO DE UM PROGRAMA DE VER PLANTA CASAS E MONTES AGRÍCOLAS ESTRATÉGIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL - ANEXO BASES PARA A DEFINIÇÃO DE UM PROGRAMA DE TURISMO SUSTENTÁVEL VER PLANTA CASAS E MONTES AGRÍCOLAS ESTRATÉGIA DE TURISMO SUSTENTÁVEL - ANEXO AO RELATÓRIO 3 ANEXO AO RELATÓRIO 3_ PROGRAMA DE EXECUÇÃO

Leia mais

Publicação da Direcção dos Serviços de Economia de Macau

Publicação da Direcção dos Serviços de Economia de Macau Boletim Informativo do CEPA Edição de Março de 2013 Número 44 Publicação da Direcção dos Serviços de Economia de Macau Índice: 1. Semana Dinâmica de Macau realizada na cidade de Jinan da província de Shandong

Leia mais

PLANO DIRECTOR MUNICIPAL DE ODIVELAS

PLANO DIRECTOR MUNICIPAL DE ODIVELAS PLANO DIRECTOR MUNICIPAL DE ODIVELAS I SISTEMAS EM RUPTURA?... Urbano: fragmentado, densidades extremadas Natural: pressão, desarmonia, descontinuidade Residencial: dormitório unifamiliar ou massivo Económico:

Leia mais

A reabilitação urbana constitui um fator essencial no desenvolvimento do. setor do turismo, enquanto elemento integrante da oferta turística e que

A reabilitação urbana constitui um fator essencial no desenvolvimento do. setor do turismo, enquanto elemento integrante da oferta turística e que INICIATIVA JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo Lisboa, 21 de janeiro de 2013 O Turismo na economia Peso no PIB Peso nas Exportações Peso no Emprego 63% Peso dos Mercados 37% Mercado Estrangeiro

Leia mais

Estatuto da Cidade 22/05/2015. Lei Nº 10.257, de 10/07/2001. Medida Provisória Nº 2.220, de 04/09/2001. MP Nº 103, de 01/01/2003. Conselho das Cidades

Estatuto da Cidade 22/05/2015. Lei Nº 10.257, de 10/07/2001. Medida Provisória Nº 2.220, de 04/09/2001. MP Nº 103, de 01/01/2003. Conselho das Cidades Estatuto Estatuto da da Cidade Cidade Referencia : Conhecendo o Estatuto das Cidades, Manual do Instituto Polis, autor(es): Caixa Economica Federal, FASE - Federação de Órgãos para Assistência Social e

Leia mais

Conceitos básicos: Cuidar, Inovar e Avançar

Conceitos básicos: Cuidar, Inovar e Avançar PROGRAMA DE GOVERNO PAULO ALEXANDRE BARBOSA Conceitos básicos: Cuidar, Inovar e Avançar O programa de governo do candidato Paulo Alexandre Barbosa está baeado em três palavras-conceito: cuidar, inovar

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA ESPAÇUS GENIAL S.A.

APRESENTAÇÃO DA EMPRESA ESPAÇUS GENIAL S.A. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA ESPAÇUS GENIAL S.A. - CONSTRUÇÃO CIVIL - PARQUES INFANTIS - CAMPOS DESPORTIVOS/ EQUIPAMENTOS - MOBILIÁRIO URBANO - SKATE PARQUES/ PAREDES ESCALADA - ESPAÇOS GERIÁTRICOS - PAVIMENTOS

Leia mais

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Na frente ribeirinha de Lisboa, a poucos minutos do Parque das Nações, desenvolve-se um novo condomínio que enquadra toda a estrutura pré-existente

Leia mais

CIDADES SUSTENTÁVEIS Diplomas de Estudos Pós-Graduados

CIDADES SUSTENTÁVEIS Diplomas de Estudos Pós-Graduados 1 CIDADES SUSTENTÁVEIS Diplomas de Estudos Pós-Graduados 1. Área Científica Predominante do Curso: Ambiente, urbanismo e desenvolvimento sustentável 2. Porquê um Curso na Área do Ambiente e Urbanismo na

Leia mais

ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS

ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS De acordo com o Plano Diretor as ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS são porções do território destinadas, prioritariamente, à recuperação urbanística, à regularização

Leia mais