Monitoramento das Obras de Unidades Básicas de Saúde (UBS) Secretaria Executiva Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Monitoramento das Obras de Unidades Básicas de Saúde (UBS) Secretaria Executiva Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica"

Transcrição

1 Monitoramento das Obras de Unidades Básicas de Saúde (UBS) Secretaria Executiva Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica

2 Política Nacional de Atenção Básica - Saúde Mais Perto de Você (Portaria GM/ MS nº 2.488, de 21 de outubro de 2011) Programa de Requalificação de UBS UBS - Estabelecimentos de saúde considerados como porta de entrada preferencial do Sistema Único de Saúde (SUS), local prioritário de atuação das equipes de Atenção Básica, que tem como objetivo atender até 80% dos problemas de saúde da população, sem que haja a necessidade de encaminhamento para outros serviços. Funcionamento: 40h semanais Principais Serviços Ofertados: consultas médicas e de enfermagem, inalações, injeções, curativos, vacinas, coleta de exames laboratoriais, tratamento odontológico, encaminhamentos para especialidades e fornecimento de medicação básica. Cenário atual: UBS em funcionamento

3 Número de obras financiadas de ampliação e construção: propostas de construção de UBS Estágio das obras: 26% em ação preparatória, 57% em execução e 17% concluída propostas de ampliação Estágio das obras: 24% em ação preparatória, 51% em execução e 25% concluída propostas de reforma: não serão objeto desse Monitoramento Normativas vigentes: Portaria GM/MS nº 339/2013 institui o componente Ampliação Portaria GM/MS nº 340/2013 institui o componente Construção Portaria GM/MS nº 341/2013 institui o componente Reforma Portaria GM/MS nº 1.241/ estabelece prorrogação condicionada para início da execução das obras habilitadas até 2012, para os municípios participantes do Programa Mais Médicos Obs: As portarias nº 339, nº 340 e nº 341/2013 estabelecem as regras do Programa, como prazos para início da execução, conclusão e funcionamento e valores dos incentivos.

4 Objetivo Geral: Realizar o diagnóstico situacional das obras de UBS, em quaisquer etapas da obra (em ação preparatória (não iniciada)/ em execução/ concluída). Específicos: Instituir, de maneira sistematizada e regular, o monitoramento das obras de UBS; Aprimorar o monitoramento das UBS, comparando os dados observados nas s com aqueles registrados no SISMOB (Sistema de Monitoramento de Obras); Conhecer as realidades locais, em especial as dificuldades dos gestores para a finalização e funcionamento das UBS, na perspectiva de apoiar a execução; Gerar fotos de qualidade das obras em andamento;

5 Amostragem aleatória de 326 obras Participaram do sorteio para definição da amostra todas as propostas vigentes de construção e ampliação de UBS habilitadas no período de 2009 a 2013 Consolidado da Amostra

6 Detalhamento da Amostra por UF

7 Período: 14/07 a 15/08/2014 Passagens e diárias custeadas pelo MS (FNS) Logística: Disponibilidade de veículos para locomoção nas UF pelas DICON; Disponibilidade de câmeras fotográficas para registro de fotos pelas DICON

8 Passo a Passo Preparação para a 1º) Agendar previamente com gestor local e responsável técnico pela obra; 2º) Solicitar previamente documentação da obra para conferência no dia da (posse do terreno, ordem de início de serviço, atestado de conclusão da obra); 3º) Abrir arquivos enviados por ou acessar link enviado pelo DAB de acesso à pasta da UF no Dropbox roteiros de em Word roteiro construção e roteiro ampliação - e dados gerais da proposta em planilha Excel; 4º) Imprimir roteiro de e os dados gerais da proposta (nº da proposta, endereço da obra, situação da obra segundo SISMOB e nome da UBS, nos casos de ampliação);

9 Passo a Passo Durante a 5º) Preenchimento do roteiro de Instruções para o preenchimento: É imprescindível que leia e preencha o formulário específico com muita atenção É obrigatório o preenchimento de todos os campos, exceto aqueles que dependem de questões anteriores. É permitido marcar somente uma opção como resposta. 6º) Registro fotográfico: - Foto com boa resolução (mínimo de 2 MB); - Registro da obra como um todo, e não pequenos detalhes construtivos - É obrigatório tirar fotografia da fachada principal da UBS - Mínimo de 5 fotos por obra; - Identificação das fotos: nº da proposta, município, UF, data de referência e número sequencial. Ex: PROPOSTA_MUNICÍPIO_UF_DATA_1

10 Passo a Passo Pós- 7º) Inserção das informações do roteiro de no FormSUS, por meio dos seguintes links: Obra de construção: Obra de ampliação: Prazo máximo para inclusão dos formulários no FormSUS: 20/08/2014 8º) Envio dos formulários impressos e preenchidos e do CD com todas as fotos das obras das para o DAB até 29/08/2014 Os formulários e CD com fotos deverão ser destinados ao Diretor do Departamento de Atenção Básica, Eduardo Alves Melo. Endereço do Departamento de Atenção Básica: Edifício Premium SAF Sul Quadra 2 Lotes 5/6 Bloco II Subsolo Sala 03 e 04, CEP: Brasília - DF

11 Obra de ampliação Obras de construção

12 Contatos FNS: Thais Ramos GTEP/DAB: Carla Belo SE: Mariana Pinheiro

Programa de Requalificação de UBS

Programa de Requalificação de UBS Programa de Requalificação de UBS PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DE UBS Programa instituído no ano de 2011 para estabelecer mecanismos de repasse de recursos financeiros para as Unidades Básicas de Saúde.

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ONLINE DE MONITORAMENTO DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE

ORIENTAÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ONLINE DE MONITORAMENTO DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE ORIENTAÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ONLINE DE MONITORAMENTO DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE Brasília DF 2013 MONITORAMENTO DO PROGRAMA O Polo do Programa Academia da Saúde, instituído no âmbito

Leia mais

Nota Técnica - Programa de Requalificação de UBS

Nota Técnica - Programa de Requalificação de UBS Nota Técnica - Programa de Requalificação de UBS Esta Nota técnica trata dos principais pontos do Programa de Requalificação de Unidades Básicas e apresenta os fluxos que devem ser seguidos pelos municípios

Leia mais

Portaria nº 1.555, de 30 de julho de 2013 Perguntas e respostas mais frequentes

Portaria nº 1.555, de 30 de julho de 2013 Perguntas e respostas mais frequentes MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INSUMOS ESTRATÉGICOS DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA E INSUMOS ESTRATÉGICOS Esplanada dos Ministérios. Bloco G, Ed. Sede, 8º Andar CEP:

Leia mais

NOVAS ADESÕES AO PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DE UBS

NOVAS ADESÕES AO PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DE UBS MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA NOVAS ADESÕES AO PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DE UBS O Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Atenção Básica, inicia

Leia mais

RESOLUÇÃO SES/MG Nº 3.713, DE 17 DE ABRIL DE 2013.

RESOLUÇÃO SES/MG Nº 3.713, DE 17 DE ABRIL DE 2013. RESOLUÇÃO SES/MG Nº 3.713, DE 17 DE ABRIL DE 2013. Institui as normas para credenciamento e implantação das equipes de Consultório na Rua (ecr). O SECRETÁRIO DE ESTADO DE SAÚDE E GESTOR DO SISTEMA ÚNICO

Leia mais

PORTARIA Nº 1679/GM Em 13 de agosto de 2004. PUBLICADA NO DIARIO OFICIAL DA UNIÃO EM 16 DE AGOSTO DE 2004 Nº 157 PAGINA 36 SEÇÃO 1

PORTARIA Nº 1679/GM Em 13 de agosto de 2004. PUBLICADA NO DIARIO OFICIAL DA UNIÃO EM 16 DE AGOSTO DE 2004 Nº 157 PAGINA 36 SEÇÃO 1 PORTARIA Nº 1679/GM Em 13 de agosto de 2004. PUBLICADA NO DIARIO OFICIAL DA UNIÃO EM 16 DE AGOSTO DE 2004 Nº 157 PAGINA 36 SEÇÃO 1 Aprova normas relativas ao Sistema de Monitoramento da Política de Incentivo

Leia mais

TELESSAÚDE BRASIL REDES NA ATENÇÃO BÁSICA

TELESSAÚDE BRASIL REDES NA ATENÇÃO BÁSICA MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA TELESSAÚDE BRASIL REDES NA ATENÇÃO BÁSICA MANUAL INSTRUTIVO Sumário Introdução... 3 Atividades a serem desenvolvidas dentro

Leia mais

Emendas Impositivas e Sistema de Monitoramento de Obras -SISMOB. Porto Alegre/RS, 14 de julho de 2015

Emendas Impositivas e Sistema de Monitoramento de Obras -SISMOB. Porto Alegre/RS, 14 de julho de 2015 Emendas Impositivas e Sistema de Monitoramento de Obras -SISMOB Porto Alegre/RS, 14 de julho de 2015 Emendas Parlamentares 2015 Orçamento Impositivo Orçamento Impositivo A Emenda Constitucional 86/2015

Leia mais

Legislação. Ministério Público RS (/) Contate o MP (/achei) Intranet (http://intra.mp.rs.gov.br) Webmail (/webmail)

Legislação. Ministério Público RS (/) Contate o MP (/achei) Intranet (http://intra.mp.rs.gov.br) Webmail (/webmail) 1 de 7 28/04/2014 11:11 Ministério Público RS (/) Contate o MP (/achei) Intranet (http://intra.mp.rs.gov.br) Webmail (/webmail) pesquisar... A INSTITUIÇÃO (#) Apresentação (/conheca) Projeto Conhecendo

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS PROJETO BRA/10/007

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS PROJETO BRA/10/007 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS PROJETO BRA/10/007 BOAS PRÁTICAS EM REDES NA IMPLANTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PARA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA: SIPIA CONSELHO

Leia mais

Programa de Requalificação de UBS. Março/2015

Programa de Requalificação de UBS. Março/2015 Programa de Requalificação de UBS Março/2015 PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DE UBS Instituído no ano de 2011 OBJETIVOS: Criar incentivo financeiro para as UBS Contribuir para estruturação e o fortalecimento

Leia mais

CARTA TÉCNICA. Nome do Credenciamento e envio de projetos: PRONON Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica

CARTA TÉCNICA. Nome do Credenciamento e envio de projetos: PRONON Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica CARTA TÉCNICA Nome do Credenciamento e envio de projetos: PRONON Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica ENTIDADES QUE PODEM SE CREDENCIAR: Pessoas jurídicas de direito privado, associativas ou

Leia mais

1. DA AUTORIZAÇÃO 2. DO OBJETO

1. DA AUTORIZAÇÃO 2. DO OBJETO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE INCLUSÃO DIGITAL AVISO DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 02, DE 4 DE OUTUBRO DE 2012 PROGRAMA COMPUTADORES PARA INCLUSÃO A União, por intermédio da Secretaria de Inclusão

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Nacional de Renda de Cidadania

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Secretaria Nacional de Renda de Cidadania Instrução Operacional nº 57 SENARC/ MDSBrasília,08de janeirode 2013. Assunto:Divulga aos municípios orientações para a substituição de Gestor Municipal, Prefeito, Órgão Responsável, Equipe de Gestão e

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 122, DE 25 DE JANEIRO DE 2011

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 122, DE 25 DE JANEIRO DE 2011 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 122, DE 25 DE JANEIRO DE 2011 Define as diretrizes de organização e funcionamento

Leia mais

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DO PROGRAMA NACIONAL DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DO PROGRAMA NACIONAL DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DO PROGRAMA NACIONAL DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR MODELO DE RELATÓRIO PARCIAL PARA OS CENTROS COLABORADORES EM ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO ESCOLAR (CECANEs)

Leia mais

Anexo II INFORME PRÉVIO. FRACIONADORA DE insumos farmacêuticos. Nome da Empresa /RS, 20

Anexo II INFORME PRÉVIO. FRACIONADORA DE insumos farmacêuticos. Nome da Empresa /RS, 20 Anexo II INFORME PRÉVIO FRACIONADORA DE insumos farmacêuticos Nome da Empresa /RS, 20 NOTA: 1. Para fins de inspeção para verificação de cumprimento de boas práticas de fracionamento é imprescindível que

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA FOTOGRAFAR AS OBRAS DE REFORMA, AMPLIAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

MANUAL DE ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA FOTOGRAFAR AS OBRAS DE REFORMA, AMPLIAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE MANUAL DE ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA FOTOGRAFAR AS OBRAS DE REFORMA, AMPLIAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE APRESENTAÇÃO As informações descritas neste documento tem o objetivo de orientar os

Leia mais

EXTRATO DA INSPEÇÃO REGULAR DE BARRAGEM. Nome da Barragem: Segundo Nome da Barragem: Coordenadas - datum WGS-84: Latitude _ (S) Volume: m³ RPGA:

EXTRATO DA INSPEÇÃO REGULAR DE BARRAGEM. Nome da Barragem: Segundo Nome da Barragem: Coordenadas - datum WGS-84: Latitude _ (S) Volume: m³ RPGA: Nome do empreendedor EXTRATO DA INSPEÇÃO REGULAR DE BARRAGEM Modelo INEMA 2015 - Lei Federal 12.334/2010 I - Dados Gerais Nome da Barragem: Segundo Nome da Barragem: Coordenadas - datum WGS-84: Latitude

Leia mais

PORTARIA Nº 122, DE 25 DE JANEIRO DE 2011

PORTARIA Nº 122, DE 25 DE JANEIRO DE 2011 PORTARIA Nº 122, DE 25 DE JANEIRO DE 2011 Define as diretrizes de organização e funcionamento das Equipes de Consultório na Rua. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições que lhe conferem os

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador. Sub-E I X O 4-4ª C N S T

Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador. Sub-E I X O 4-4ª C N S T Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador PLANEJAMENTO DO SUS Coordenação Geral de Saúde do Trabalhador FINANCIAMENTO DA

Leia mais

TRATAMENTO FORA DO DOMICÍLIO TFD COMISSÃO ESTADUAL DE TRATAMENTO FORA DO DOMICÍLIO CETFD

TRATAMENTO FORA DO DOMICÍLIO TFD COMISSÃO ESTADUAL DE TRATAMENTO FORA DO DOMICÍLIO CETFD TRATAMENTO FORA DO DOMICÍLIO TFD CONCEITO O Tratamento Fora de Domicílio TFD instituído pela Portaria SAS Nº 55/99, consiste em garantir o encaminhamento do usuário para tratamento médico a ser prestado

Leia mais

EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO

EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO O DIRETOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS, nomeado pela

Leia mais

EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016

EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016 EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016 Inscrição e Seleção de Alunos Bolsistas e voluntários para o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde/GraduaSUS A Direção Geral da Faculdade Unigran Capital,

Leia mais

Processo. Programa de Acreditação AABB/ABHH para Serviços de Hemoterapia, Bancos de Sangue e Terapia Celular

Processo. Programa de Acreditação AABB/ABHH para Serviços de Hemoterapia, Bancos de Sangue e Terapia Celular Programa de AABB/ABHH para Serviços de Hemoterapia, Bancos de Sangue e Terapia Celular Fazer download dos formulários no portal da ABHH www.abhh.org.br 1. Solicitação da Organização para iniciar o processo

Leia mais

INFORME TÉCNICO Nº 04: INSTRUÇÕES PARA OPERACIONALIZAÇÃO DO MÓDULO GRUPO GESTOR DO SISTEMA BPC NA ESCOLA

INFORME TÉCNICO Nº 04: INSTRUÇÕES PARA OPERACIONALIZAÇÃO DO MÓDULO GRUPO GESTOR DO SISTEMA BPC NA ESCOLA MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DEPARTAMENTO DE BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS COORDENAÇÃO GERAL DE ACOMPANHAMENTO DE BENEFICIÁRIOS INFORME TÉCNICO

Leia mais

Art. 2º. Fazer publicar esta Portaria em Boletim de Serviço, revogando-se a Portaria 577/05-R, de 05 de dezembro de 2005.

Art. 2º. Fazer publicar esta Portaria em Boletim de Serviço, revogando-se a Portaria 577/05-R, de 05 de dezembro de 2005. PORTARIA 328/R-06 DE 22 DE JUNHO DE 2006. O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso da competência que lhe foi atribuída pelo artigo 39, inciso XX, do Regimento Geral da UFRN; CONSIDERANDO

Leia mais

Nota Técnica nº 07 CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO DE CURRÍCULOS PELO NEU/SAMU ESTADUAL

Nota Técnica nº 07 CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO DE CURRÍCULOS PELO NEU/SAMU ESTADUAL Nota Técnica nº 07 Revisada em Maio de 2015 CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO DE CURRÍCULOS PELO NEU/SAMU ESTADUAL Considerando a necessidade de definição, em caráter complementar à Portaria GM/MS nº 2048/2002, de

Leia mais

Políticas Pública de Saúde METAS VIVER SEM LIMITE

Políticas Pública de Saúde METAS VIVER SEM LIMITE Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Ações Programáticas Estratégicas ÁREA TÉCNICA SAÚDE DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Políticas Pública de Saúde METAS VIVER SEM LIMITE Organização

Leia mais

NOTA CONASEMS Regras para utilização dos recursos transferidos fundo a fundo

NOTA CONASEMS Regras para utilização dos recursos transferidos fundo a fundo NOTA CONASEMS Regras para utilização dos recursos transferidos fundo a fundo O Financiamento da Saúde, de acordo com a Constituição Federal de 1988, é responsabilidade das três esferas de Governo, com

Leia mais

Academia da Saúde: um Espaço de Promoção da Saúde no Território

Academia da Saúde: um Espaço de Promoção da Saúde no Território SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ATENÇÃO BÁSICA Academia da Saúde: um Espaço de Promoção da Saúde no Território HÊIDER AURÉLIO PINTO Diretor do Departamento de Atenção Básica/SAS/MS Rio de Janeiro, agosto de

Leia mais

SNA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS

SNA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS MINISTÉRIO DA SAÚDE ORIENTAÇÃO PARA IMPLANTAÇÃO DE UM COMPONENTE DO SISTEMA NACIONAL DE AUDITORIA SNA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS SÉRIE AUDITORIA DO SUS VOLUME 3 Brasília DF 2014 MiNiStÉRio DA SAÚDE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.061, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2009

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.061, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2009 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.061, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre a instituição do Prêmio Experiências Educacionais Inclusivas - A escola aprendendo com as diferenças,

Leia mais

Instruções para preenchimento

Instruções para preenchimento Instruções para preenchimento Submissão de Projetos de Pesquisa (via Internet) http://www3.mackenzie.com.br/mackpesqsol/login.php Observações: 1) O projeto poderá ser cadastrado aos poucos, porém deverá

Leia mais

Roteiro para uso do banco de dados do SINAN Online Dengue para análise de completitude e inconsistências

Roteiro para uso do banco de dados do SINAN Online Dengue para análise de completitude e inconsistências Roteiro para uso do banco de dados do SINAN Online Dengue para análise de completitude e inconsistências O Sistema de Informação de Agravos de Notificação Online (SINAN Online) tem por objetivo a notificação

Leia mais

Unidade de Gerenciamento de Projetos CARTA CONVITE Nº 04/2010 PROJETO 914BRA3043

Unidade de Gerenciamento de Projetos CARTA CONVITE Nº 04/2010 PROJETO 914BRA3043 Unidade de Gerenciamento de Projetos CARTA CONVITE Nº 04/2010 PROJETO 914BRA3043 PARA: FAX N. º : A/C: N. º DE PÁGINAS. 0 INCLUINDO ESTA. Caso não receba esta mensagem completa, ligue para (51)3288-5922

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A REGIÃO SUDESTE

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A REGIÃO SUDESTE Rio de Janeiro, em 25 de novembro de 2009. CURSO DE QUALIFICAÇÃO DE GESTORES DO SUS EDITAL PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A REGIÃO SUDESTE A Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca da Fundação Oswaldo

Leia mais

EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO INTERNA DE CIRURGIÃO-DENTISTA PARA EQUIPE DE SAÚDE BUCAL NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO INTERNA DE CIRURGIÃO-DENTISTA PARA EQUIPE DE SAÚDE BUCAL NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PREFEITURA MUNICIPAL DE PELOTAS Estado do Rio Grande do Sul SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO INTERNA DE CIRURGIÃO-DENTISTA PARA EQUIPE DE SAÚDE BUCAL NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Leia mais

PRÊMIO EXPERIÊNCIAS EDUCACIONAIS INCLUSIVAS A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO PRÊMIO

PRÊMIO EXPERIÊNCIAS EDUCACIONAIS INCLUSIVAS A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO PRÊMIO PRÊMIO EXPERIÊNCIAS EDUCACIONAIS INCLUSIVAS A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO PRÊMIO Art. 1º O Prêmio EXPERIÊNCIAS EDUCACIONAIS INCLUSIVAS A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS,

Leia mais

REGULAMENTO OPERACIONAL DA CENTRAL DE REGULAÇÃO CENTRAL DE CONSULTAS E EXAMES ESPECIALIZADOS

REGULAMENTO OPERACIONAL DA CENTRAL DE REGULAÇÃO CENTRAL DE CONSULTAS E EXAMES ESPECIALIZADOS REGULAMENTO OPERACIONAL DA CENTRAL DE REGULAÇÃO CENTRAL DE CONSULTAS E EXAMES ESPECIALIZADOS Aprovado através da Resolução nº 06/CMS/2010, de 09 de março de 2010, Ananindeua PA Capítulo I DO CADASTRAMENTO

Leia mais

RESUMO DA CHAMADA MCTI/DBT N º 17/2015 - Programa de Cooperação SEPED/MCTI/CNPq com o Departamento de Biotecnologia (DBT) do Ministério da Ciência e

RESUMO DA CHAMADA MCTI/DBT N º 17/2015 - Programa de Cooperação SEPED/MCTI/CNPq com o Departamento de Biotecnologia (DBT) do Ministério da Ciência e RESUMO DA CHAMADA MCTI/DBT N º 17/2015 - Programa de Cooperação SEPED/MCTI/CNPq com o Departamento de Biotecnologia (DBT) do Ministério da Ciência e Tecnologia da Índia Salvador Out/2015 I CHAMADA A Secretaria

Leia mais

EDITAL Nº 173/2014 CAMPUS BAMBUÍ

EDITAL Nº 173/2014 CAMPUS BAMBUÍ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS GABINETE DO REITOR Avenida Professor Mário Werneck, nº 2590.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 10/2010

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 10/2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 10/2010 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE INFORMÁTICA

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 15673/2012

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 15673/2012 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO - N.º 15673/2012 Brasília, 09 de fevereiro de 2012. Prezados Senhores (as): O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, no âmbito do Projeto BRA/10/003- Programa Conjunto

Leia mais

Panoramas e Desafios da Vigilância em Saúde

Panoramas e Desafios da Vigilância em Saúde Panoramas e Desafios da Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Cheila Marina de

Leia mais

EDITAL Nº 001/2012-PROPPG, de 17 de janeiro de 2012.

EDITAL Nº 001/2012-PROPPG, de 17 de janeiro de 2012. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS PARA SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS (PIPECT/IFG) EDITAL Nº 001/-PROPPG,

Leia mais

MANUAL CONTRATAÇÃO DE EVENTOS PRÉ EVENTO A) ELABORAÇÃO DA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E TRÂMITES PARA CONTRATAÇÃO DA EMPRESA

MANUAL CONTRATAÇÃO DE EVENTOS PRÉ EVENTO A) ELABORAÇÃO DA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E TRÂMITES PARA CONTRATAÇÃO DA EMPRESA MANUAL CONTRATAÇÃO DE EVENTOS PRÉ EVENTO A) ELABORAÇÃO DA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E TRÂMITES PARA CONTRATAÇÃO DA EMPRESA 1) Reunião Prévia (Responsável: Secretaria Demandante) Solicitação de Contratação,

Leia mais

EDITAL MESTRADO 2016

EDITAL MESTRADO 2016 EDITAL MESTRADO 2016 Edital do Exame de Seleção para ingresso no Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Espírito Santo. A Coordenação

Leia mais

Requisitos para inscrição

Requisitos para inscrição COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 000271-2013-A INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL II ÁREA DE ATUAÇÃO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INFORMÁTICA BÁSICA CFP 1.44 SÃO BERNARDO DO CAMPO CONTRATO POR PRAZO DETERMINADO

Leia mais

GNACS processo de trabalho RELATÓRIO DE AUDITORIA

GNACS processo de trabalho RELATÓRIO DE AUDITORIA GNACS processo de trabalho RELATÓRIO DE AUDITORIA 2013 Metodologia DONABEDIAN Avedis Donabedian entendia cuidado de saúde de forma sistêmica e desenvolveu um quadro conceitual para o entendimento da avaliação

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE QUALIFICAÇÕES E DEFESAS DE MESTRADO E DOUTORADO

ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE QUALIFICAÇÕES E DEFESAS DE MESTRADO E DOUTORADO ORIENTAÇÕES PARA REALIZAÇÃO DE QUALIFICAÇÕES E DEFESAS DE MESTRADO E DOUTORADO QUALIFICAÇÃO MESTRADO E DOUTORADO - O discente de mestrado deverá qualificar-se até 14 meses após seu ingresso no programa

Leia mais

EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO E HABILITAÇÃO TÉCNICA COM VISTAS À PARTICIPAÇÃO NOS LEILÕES DE ENERGIA

EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO E HABILITAÇÃO TÉCNICA COM VISTAS À PARTICIPAÇÃO NOS LEILÕES DE ENERGIA EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO E HABILITAÇÃO TÉCNICA COM VISTAS À PARTICIPAÇÃO NOS LEILÕES DE ENERGIA Governo Federal Ministério de Minas e Energia Ministro Silas Rondeau Cavalcante

Leia mais

Manual do Usuário para o RDQ Versão 2

Manual do Usuário para o RDQ Versão 2 Ministério da Saúde Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa Departamento de Articulação Interfederativa Manual do Usuário para o RDQ Versão 2 Brasília DF Maio de 2014 3 ÍNDICE 1 APRESENTAÇÃO...

Leia mais

Documento de Referência para Apresentação, Habilitação e Seleção de Núcleos de Tecnologia Assistiva

Documento de Referência para Apresentação, Habilitação e Seleção de Núcleos de Tecnologia Assistiva Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social Apoio a Projetos de Tecnologias Social e Assistiva Documento de Referência para Apresentação, Habilitação

Leia mais

2. PROPOSTAS - conforme modelo de projeto a ser seguido no ANEXO 2

2. PROPOSTAS - conforme modelo de projeto a ser seguido no ANEXO 2 Comitê Gestor Institucional de Formação Inicial e Continuada de Profissionais da Educação Básica da Universidade Federal de Santa Catarina COMFOR/UFSC Campus Prof. João David Ferreira Lima CEP 88040-900

Leia mais

Tipo SERVIDOR IFAM ESTAGIÁRIO TERCEIRIZADO MENOR APRENDIZ Homens Mulheres

Tipo SERVIDOR IFAM ESTAGIÁRIO TERCEIRIZADO MENOR APRENDIZ Homens Mulheres 1. UNIDADE ( ) Campus Coari ( ) Campus Maués ( ) Campus Lábrea ( ) Campus Parintins ( ) Campus Manaus Centro ( ) Campus Presidente Figueiredo ( ) Campus Manaus Distrito Industrial ( ) Campus São Gabriel

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N.º 570, DE 1º DE JUNHO DE 2000 Republicada por ter saído com incorreções

MINISTÉRIO DA SAÚDE. GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N.º 570, DE 1º DE JUNHO DE 2000 Republicada por ter saído com incorreções MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N.º 570, DE 1º DE JUNHO DE 2000 Republicada por ter saído com incorreções O Ministro de Estado da Saúde, no uso de suas atribuições legais, e considerando:

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A INSTITUCIONALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO

ORIENTAÇÕES PARA A INSTITUCIONALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO ORIENTAÇÕES PARA A INSTITUCIONALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE EXTENSÃO CURSOS DE EXTENSÃO: Caracterizados como um conjunto articulado de ações pedagógicas, de caráter teórico e/ou prático, presencial ou à distância,

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa AMG Manual de Operação Conteúdo 1. Sumário 3 2. Programa

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-004-R00 PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO DE EVENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-004-R00 PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO DE EVENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-004-R00 PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO DE EVENTOS 09/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 30 de setembro de 2015. Aprovado, Gabriela de Souza Leal 3 PÁGINA INTENCIONALMENTE

Leia mais

QUALIFAR-SUS Programa Nacional de Qualificação da Assistência Farmacêutica

QUALIFAR-SUS Programa Nacional de Qualificação da Assistência Farmacêutica Ministério da Saúde Secretaria de Ciência, tecnologia e Insumos Estratégico Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégico Coordenação Geral de Assistência Farmacêutica Básica QUALIFAR-SUS

Leia mais

NOTA TÉCNICA 27/2011

NOTA TÉCNICA 27/2011 Proposta de alteração do cumprimento da carga horária obrigatória destinada aos profissionais médicos das Equipes de Saúde da Família - ESF disposta na Política Nacional de Atenção Básica 1 NOTA TÉCNICA

Leia mais

REGULAMENTO GERAL FIDELIZAÇÃO 001/2012

REGULAMENTO GERAL FIDELIZAÇÃO 001/2012 Faculdade Borges de Mendonça - CNPJ 05 620 495/0001-75 Rua Santos Dumont, 104 Centro Florianópolis SC CEP 88015-020 Fone/Fax: 0**48 30292500 Home Page: www.bm.edu.br REGULAMENTO GERAL FIDELIZAÇÃO 001/2012

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE HOSPITAL REGIONAL DE CACOAL

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE HOSPITAL REGIONAL DE CACOAL Chamada nº 001/2015 Contratação Enfermagem FACIMED Processo Seletivo Simplificado para profissionais de enfermagem de Nível Médio e Superior HRC A FACIMED, considerando o convênio firmado com o Governo

Leia mais

Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL

Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Superintendência de Gestão Técnica da Informação SGI Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira SFF MANUAL DE INSTRUÇÃO PARA ELABORAÇÃO E ENVIO DE

Leia mais

Perguntas e respostas frequentes

Perguntas e respostas frequentes Perguntas e respostas frequentes 0 Perguntas e respostas frequentes 1) O que fazer para me cadastrar no SIMEC? R: Acesse o site: simec.mec.gov.br. No canto superior direito onde existe a opção de acessar

Leia mais

REDEFINE AS REGRAS DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE

REDEFINE AS REGRAS DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE Circular 536/2013 São Paulo, 18 de Novembro de 2013. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) REDEFINE AS REGRAS DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE Diário Oficial da União Nº 216, Seção 1, quinta-feira, 14 de Novembro

Leia mais

Como solicitar o recurso de custeio?

Como solicitar o recurso de custeio? ORIENTAÇÕES PARA CUSTEIO DO PROGRAMA ACADEMIA DA SAÚDE DOS MUNICÍPIOS SEM NASF A quem se destinam estas orientações? As orientações a seguir destinam-se aos municípios que NÃO possuem NASF (Núcleo de Apoio

Leia mais

Sistemas Corporativos da USP (Web)

Sistemas Corporativos da USP (Web) Sistemas Corporativos da USP (Web) O sistema de estágios remunerados da USP é fruto da colaboração das seguintes áreas da Reitoria da Universidade de São Paulo: Departamento de Recursos Humanos, Departamento

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE RESOLUÇÃO INEA Nº 45 DE 28 DE NOVEMBRO DE 2011 ESTABELECE O MANUAL OPERATIVO DE PROCEDIMENTOS E CRITÉRIOS

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO EDITAL 002/2011 - PROJETO BRA/06/032 CÓDIGO: Monitor O Projeto BRA/06/032 comunica que estará

Leia mais

CIRCULAR NORMATIVA Nº 13

CIRCULAR NORMATIVA Nº 13 CIRCULAR NORMATIVA Nº 13 Código - CN Unidade Organizacional: Unidade de Educação, Tecnologia e Inovação - UNETI Folha Rev. 01 / 5 01 Responsável: Altera o prazo de pagamento da assistência estudantil PRONATEC

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO POP Situações de Emergência na sala de vacinação

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO POP Situações de Emergência na sala de vacinação vacinas 0 Situações de Emergência na sala de vacinação Nº ASSUNTO: Padronizar Situações de Emergência na sala de vacinação. RESULTADOS ESPERADOS: Evitar perdas de vacinas. APLICAÇÃO: Este POP aplica-se

Leia mais

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE OBRAS- SISMOB COMPONENTE REFORMA

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE OBRAS- SISMOB COMPONENTE REFORMA Sistema de Monitoramento de Obras SISTEMA DE MONITORAMENTO DE OBRAS- SISMOB COMPONENTE REFORMA PASSO A PASSO ATENÇÃO O município deverá acessar o sistema a cada 30 dias para informar a sua situação, mesmo

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 0561-2010-01 AUXILIAR DE ENFERMAGEM CONTRATO POR PRAZO DETERMINADO INICIALMENTE ATÉ 16.05

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 0561-2010-01 AUXILIAR DE ENFERMAGEM CONTRATO POR PRAZO DETERMINADO INICIALMENTE ATÉ 16.05 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 0561-2010-01 AUXILIAR DE ENFERMAGEM CONTRATO POR PRAZO DETERMINADO INICIALMENTE ATÉ 16.05.2011 DIVISÃO DE SAÚDE / PROGRAMA DIAGNÓSTICO DE SAÚDE E ESTILO DE VIDA CAT SÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE Brasília DF 2014

MINISTÉRIO DA SAÚDE Brasília DF 2014 MINISTÉRIO DA SAÚDE Brasília DF 2014 MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica DIRETRIZES NACIONAIS DE IMPLANTAÇÃO DA ESTRATÉGIA e-sus ATENÇÃO BÁSICA Brasília DF

Leia mais

Edital n.º 039/2015 - Gestão Cultural Boa Vista/RR, 27 de abril de 2015.

Edital n.º 039/2015 - Gestão Cultural Boa Vista/RR, 27 de abril de 2015. Edital n.º 039/2015 - Gestão Cultural Boa Vista/RR, 27 de abril de 2015. EDITAL DA SEGUNDA CHAMANDA DAS VAGAS REMANESCENTES DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO CULTURAL. O Diretor Executivo

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS QUANTO A UTILIZAÇÃO DO SUBSISTEMA DE CONTROLE DE EXPEDIÇÃO DE DOCUMENTOS/SGA

MANUAL DE PROCEDIMENTOS QUANTO A UTILIZAÇÃO DO SUBSISTEMA DE CONTROLE DE EXPEDIÇÃO DE DOCUMENTOS/SGA MANUAL DE PROCEDIMENTOS QUANTO A UTILIZAÇÃO DO SUBSISTEMA DE CONTROLE DE EXPEDIÇÃO DE DOCUMENTOS/SGA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE SECRETARIA GERAL SERVIÇO DE COMUNICAÇÕES ADMINISTRATIVAS

Leia mais

Programa CAPES/UDELAR - Docentes

Programa CAPES/UDELAR - Docentes Programa CAPES/UDELAR - Docentes Processo Seletivo 2010 Edital DRI/CGCI No 028/09 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Fundação Pública, criada pela Lei no. 8.405, de

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO E ENTREGA DE DOCUMENTOS NOVOS

PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO E ENTREGA DE DOCUMENTOS NOVOS PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO E ENTREGA DE DOCUMENTOS NOVOS Este manual foi elaborado para orientar o Cliente, Órgão/Entidade, sobre os procedimentos necessários a serem seguidos com relação à preparação

Leia mais

Anexo I INFORME PRÉVIO. Indústria de Medicamentos e/ou insumos farmacêuticos. Nome da Empresa /RS, 20

Anexo I INFORME PRÉVIO. Indústria de Medicamentos e/ou insumos farmacêuticos. Nome da Empresa /RS, 20 Anexo I INFORME PRÉVIO Indústria de Medicamentos e/ou insumos farmacêuticos Nome da Empresa /RS, 20 NOTA: 1. Este informe prévio deverá ser preenchido no que couber, por indústria fabricante de medicamentos

Leia mais

PORTARIA Nº 1.599, DE 30 DE SETEMBRO DE 2015

PORTARIA Nº 1.599, DE 30 DE SETEMBRO DE 2015 PORTARIA Nº 1.599, DE 30 DE SETEMBRO DE 2015 Dispõe sobre o Programa de Melhoria do Acesso e Qualidade dos Centros de Especialidades Odontológicas (PMAQ-CEO). O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso da atribuição

Leia mais

ANEXO V COMPETÊNCIAS DEFINIDAS

ANEXO V COMPETÊNCIAS DEFINIDAS ANEXO V COMPETÊNCIAS DEFINIDAS Compete as Unidades de Saúde (básica, secundária/ambulatórios follow up): 1. Realizar a identificação das crianças que cumprem os critérios estabelecidos para recebimento

Leia mais

SELO DE MÉRITO ABC/FNSHDU EDIÇÃO 2014

SELO DE MÉRITO ABC/FNSHDU EDIÇÃO 2014 SUMÁRIO ITEM SUMÁRIO 1 1. DOS OBJETIVOS 2 2. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E DA PREMIAÇÃO 2 3. DO PROCEDIMENTO DA INSCRIÇÃO 3 4. DAS CATEGORIAS 3 4.1 Projetos de impacto regional, com foco em ações de

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEED

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEED SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - SEED Sistema Obras Online Módulo Pedido Julho - 2013 Secretaria da Educação do Paraná Av. Água Verde, 2140 - Vila Isabel 80240-900 - Curitiba - PR 41 3340-1500 e Superintendência

Leia mais

REQUISITOS PARA O CARGO

REQUISITOS PARA O CARGO COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 000146-2015-A INSTRUTOR TÉCNICO PROFISSIONAL CURSO TÉCNICO EM MULTIMÍDIA DESIGNER GRÁFICO CAMPINAS I FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA A Diretoria de Recursos Humanos do SESI-SP

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República no Estado de Rondônia

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República no Estado de Rondônia Procuradoria da República no Estado de Rondônia RECOMENDAÇÃO N 001/12/4º OFÍCIO/5ª CCR/PR-RO CONSIDERANDO os termos da Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, que dispõe sobre as condições para a promoção,

Leia mais

CADASTRO NACIONAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES ACOLHIDOS

CADASTRO NACIONAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES ACOLHIDOS CADASTRO NACIONAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES ACOLHIDOS APRESENTAÇÃO: O Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Acolhidos (CNCA) foi desenvolvido com o objetivo de criar um sistema on line contendo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA EM SAÚDE CURSO DE NUTRIÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA EM SAÚDE CURSO DE NUTRIÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA EM SAÚDE CURSO DE NUTRIÇÃO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - NUTRIÇÃO/ CCS

Leia mais

REGULAMENTO DO 44º SALÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA LUIZ SACILOTTO

REGULAMENTO DO 44º SALÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA LUIZ SACILOTTO REGULAMENTO DO 44º SALÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA LUIZ SACILOTTO O Secretário de Cultura e Turismo no uso de suas atribuições legais e considerando as disposições da Lei Municipal nº 5.901/82 e posteriores

Leia mais

Marco Regulatório sobre acesso ao Patrimônio Genético

Marco Regulatório sobre acesso ao Patrimônio Genético Marco Regulatório sobre acesso ao Patrimônio Genético A partir de 23 de agosto de 2001 com a implementação da Medida Provisória nº2.186, o acesso do patrimônio genético brasileiro passou a ser regulamentado.

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 000135-2015-A TECNICO DE ESPORTE I PREPARAÇÃO TECNICA VÔLEI SENTADO FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA SESI-SP

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 000135-2015-A TECNICO DE ESPORTE I PREPARAÇÃO TECNICA VÔLEI SENTADO FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA SESI-SP COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO Nº 000135-2015-A TECNICO DE ESPORTE I PREPARAÇÃO TECNICA VÔLEI SENTADO FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA SESI-SP DRH SS-SE 000135-2015-A A Diretoria de Recursos Humanos do SESI-SP

Leia mais

III CHAMADA PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE REABILITAÇÃO PSICOSSOCIAL: TRABALHO, CULTURA E INCLUSÃO SOCIAL NA REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL.

III CHAMADA PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE REABILITAÇÃO PSICOSSOCIAL: TRABALHO, CULTURA E INCLUSÃO SOCIAL NA REDE DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL. Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Ações Programáticas Estratégicas Área Técnica de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas III CHAMADA PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE REABILITAÇÃO

Leia mais

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz Instituto Oswaldo Cruz

Ministério da Saúde FIOCRUZ Fundação Oswaldo Cruz Instituto Oswaldo Cruz Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Biologia Computacional e Sistemas CHAMADA DE SELEÇÃO PÚBLICA de Candidatos ao Programa de Pós-Graduação Stricto sensu em Biologia Computacional e Sistemas em

Leia mais

PROMOÇÕES DISTRIBUIÇÃO DE PRÊMIOS NO ÂMBITO DAS ACE S

PROMOÇÕES DISTRIBUIÇÃO DE PRÊMIOS NO ÂMBITO DAS ACE S PROMOÇÕES DISTRIBUIÇÃO DE PRÊMIOS NO ÂMBITO DAS ACE S Manual sobre a realização de Promoções Comerciais pelas Associações Comerciais, elaborada pela Coordenadoria Institucional da FACIAP Federação das

Leia mais

REGULAMENTO PARA O 2º CONCURSO DE PLANOS DE AULA TEMA: CIÊNCIAS E O SANEAMENTO BÁSICO

REGULAMENTO PARA O 2º CONCURSO DE PLANOS DE AULA TEMA: CIÊNCIAS E O SANEAMENTO BÁSICO REGULAMENTO PARA O 2º CONCURSO DE PLANOS DE AULA TEMA: CIÊNCIAS E O SANEAMENTO BÁSICO 1 INTRODUÇÃO O saneamento básico é imprescindível para o desenvolvimento de um meio ambiente saudável, melhoria da

Leia mais

Nível de Escolaridade Formação Exigida Vagas CH. Ensino Médio Ensino Médio Completo 1 40 h R$ 1031,44 R$ 706,98 R$ 206,29

Nível de Escolaridade Formação Exigida Vagas CH. Ensino Médio Ensino Médio Completo 1 40 h R$ 1031,44 R$ 706,98 R$ 206,29 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 08/2014 O Presidente da Fundação Ezequiel Dias, no uso das atribuições que lhe confere o Decreto n.º 45.712, de 30/08/2011, em consonância ao disposto na Lei Delegada

Leia mais

PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE Resultado Seleção 2013/2014 1º CICLO COMPONENTE Nº DE MUNICÍPIOS Nº DE PROPOSTA VALOR TOTAL Construção 2311 4675 R$ 2.073.723.000,00 Reforma 975

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica

MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica 2012 Ed. Premium, SAF Sul, Quadra 2, Lotes 5/6, Bloco II, Subsolo CEP: 70.070-600 Brasília-DF www.saude.gov.br/dab 2012

Leia mais