Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias & Gestão de Ciclo de Vida de Locais de Venda MNSRM AVP003 Manual de Utilizador Externo - Comunicação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias & Gestão de Ciclo de Vida de Locais de Venda MNSRM AVP003 Manual de Utilizador Externo - Comunicação"

Transcrição

1 Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias & Gestão de Ciclo de Vida de Locais Manual de Utilizador Externo - Comunicação de Horários e Turnos

2 Índice 1 Introdução Objetivo Funcionalidades Autenticação Nível de Acesso e Perfis Definições, Acrónimos e Abreviaturas Módulo de Comunicação de Horários para uma Farmácia Funcionalidades Criação de Nova Comunicação de Horário para uma Farmácia Breve Descrição Acesso à Aplicação do Portal INFARMED Efetuar Comunicação de Horário Efetuar Pedido de Alteração de Horário... Erro! Marcador não definido Consultar de Comunicação de Horários...29 Página 2/32

3 Índice de Imagens Imagem 1 Funcionalidades Macro de Comunicação de Horário...8 Imagem 2 Login de Utilizador externo...12 Imagem 3 Menu Principal no Portal INFARMED após login...14 Imagem 4 Ecrã As Minhas Farmácias...15 Imagem 5 Detalhes da Farmácia: Dados da Farmácia...16 Imagem 6 Detalhes da Farmácia: Profissionais...16 Imagem 7 Detalhes da Farmácia: Pedidos...17 Imagem 8 Detalhes da Farmácia: Pagamentos...17 Imagem 9 Detalhes da Farmácia: Postos Farmacêuticos...18 Imagem 10 Comunicação de Horário regime de horário Geral...19 Imagem 11 Comunicação de Horário regime de horário Turno de Disponibilidade...19 Imagem 12 Comunicação de Horário regime de horário 24 horas...20 Imagem 13 Comunicação de Horário com horário sazonal...20 Imagem 14 Pop-up de horário sazonal...21 Imagem 15 Pop-up de detalhes de horário sazonal...21 Imagem 16 Comunicação de Horário separador Documentação Anexa...22 Imagem 17 Pop-up de carregamento da Documentação Anexa...22 Imagem 18 Ecrã As Minhas Farmácias... Erro! Marcador não definido. Imagem 19 Detalhes da Farmácia: Dados da Farmácia... Erro! Marcador não definido. Imagem 20 Detalhes da Farmácia: Profissionais... Erro! Marcador não definido. Imagem 21 Detalhes da Farmácia: Pedidos... Erro! Marcador não definido. Imagem 22 Detalhes da Farmácia: Pagamentos... Erro! Marcador não definido. Imagem 23 Detalhes da Farmácia: Postos Farmacêuticos... Erro! Marcador não definido. Imagem 10 Comunicação de Horário regime de horário Geral... Erro! Marcador não definido. Imagem 11 Comunicação de Horário regime de horário Turno de DisponibilidadeErro! Marcador não definido. Imagem 12 Comunicação de Horário regime de horário 24 horas... Erro! Marcador não definido. Imagem 13 Comunicação de Horário com horário sazonal... Erro! Marcador não definido. Imagem 14 Pop-up de horário sazonal... Erro! Marcador não definido. Imagem 15 Pop-up de detalhes de horário sazonal... Erro! Marcador não definido. Imagem 16 Comunicação de Horário separador Documentação AnexaErro! Marcador não definido. Imagem 17 Pop-up de carregamento da Documentação Anexa... Erro! Marcador não definido. Imagem 32 Ecrã As Minhas Farmácias...29 Imagem 33 Ecrã de Detalhes da Farmácia: Tab Pedidos...30 Imagem 34 Ecrã Detalhes da Comunicação de Horários: Horário da Farmácia...31 Imagem 25 Ecrã Detalhes da Comunicação de Horários: Horário(s) do(s) Posto(s)...31 Imagem 26 Pop-up com o horário do posto... Erro! Marcador não definido. Página 3/32

4 1 Introdução 1.1 Objetivo No âmbito do projeto de Ciclo de vida de uma Farmácia & Ciclo de vida de um Local de Venda de MNSRM, foram criados um conjunto de sub-processos, os quais foram agrupados por temas específicos. De salientar que este projeto se baseia na abordagem BPM, o que significa que a aplicação apresenta uma visão detalhada sobre as varias funções ou processos de negócio do INFARMED no âmbito do ciclo de vida de uma farmácia e do ciclo de vida de um local de venda de MNSRM. O objetivo do presente documento é ser um manual explicativo do comportamento da aplicação e dos processos que compõem uma comunicação de horários efetuado pela Farmácia on-line, a consulta dessa comunicação, um pedido de alteração de horário e a consulta dos diferentes estados em que se encontra até ao momento em que é aprovado ou rejeitado esse mesmo pedido por parte do departamento responsável no INFARMED. Ao longo do documento serão explicados os passos que o Proprietário da Farmácia terá de realizar para efetuar a comunicação do horário e o pedido de alteração do mesmo, bem como os passos para a consulta do estado do pedido. Este manual destina-se aos Utilizadores Externos do Portal INFARMED Farmácias. As tarefas realizadas pelos Utilizadores Internos do INFARMED referentes ao processo de comunicação de horários serão abordadas no manual de Comunicação de Horários BackOffice. Página 4/32

5 1.2 Funcionalidades No âmbito deste manual, as funcionalidades disponíveis e que serão descritas neste documento, são as seguintes: Efetuar uma comunicação de horários on-line no âmbito de uma Farmácia; Consulta da comunicação de horários efetuada por parte da Farmácia; Estas funcionalidades serão descritas em seguida. 1.3 Autenticação Os Utilizadores Externos ao INFARMED, ou seja, os Proprietários das Farmácias acedem ao Portal INFARMED através do endereço de Caso já sejam utilizadores registados, necessitam de efetuar o login: O Utilizador necessita de inserir o seu username e a sua password. O username corresponde ao seu número de NIF e a password foi indicada pelo próprio Utilizador após ter efetuado o registo de dados. Nos casos em que o Utilizador ainda não se encontra registado, necessita de efetuar esse mesmo registo, pois só terá acesso à sua área de trabalho após ter efetuado o login na aplicação. Quando acedem à aplicação, surgem as seguintes opções: Página 5/32

6 O Utilizador terá uma série de opções, nomeadamente: Área de Utilizador área onde pode consultar os seus dados pessoais; Concursos - área onde se pode consultar os concursos existentes e concorrer aos mesmos; Farmácias área onde pode consultar o detalhe de cada farmácia que o Utilizador possui onde para cada uma pode efetuar diferentes pedidos, nomeadamente a comunicação de horários no âmbito do presente documento; Postos Farmacêuticos área onde é possível pesquisar novos pedidos de postos farmacêuticos bem como efetuar pedidos de novos postos farmacêuticos; Locais de Venda de MNSRM área destinada a postos de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica; Página 6/32

7 Help-online esclarecimentos sobre a página atual ou sobre outra matéria em que o Utilizador tenha dúvidas; Sair cancela a operação que o Utilizador se encontra a realizar, fechado o website. O Utilizador para efetuar uma comunicação de horários on-line, tem de ir ao menu As Minhas Farmácias, selecionar a Farmácia para a qual pretende efetuar o pedido, aceder ao detalhe da mesma e na tab Pedidos, selecionar o link Criar/Alterar Horário. Será apresentado o ecrã com os dados necessários para preenchimento na sequência do referido pedido Nível de Acesso e Perfis Os níveis de acesso definidos são: BackOffice: Técnico DIL D1 Diretor de Direção D2 Diretor de Departamento CD Conselho Diretivo DJ Direção Jurídica FrontOffice acesso às funcionalidades de disponíveis no portal de acesso externo. 1.4 Definições, Acrónimos e Abreviaturas CH Comunicação de Horários; GENT Sistema Interno de Gestão de Identidades; DIL Departamento de Inspeção e Licenciamento; Técnico DIL Técnico do Departamento de Inspeção e Licenciamento; D2 Diretor de Departamento; D1 Diretor de Direção; CD Conselho Diretivo; N/A Não se aplica. Página 7/32

8 2 Módulo de Comunicação de Horários para uma Farmácia 2.1 Funcionalidades Imagem 1 Funcionalidades Macro de Comunicação de Horário A imagem apresenta as funcionalidades macros dentro do módulo de Comunicação de Horário para uma Farmácia. Este esquema permite ao Utilizador visualizar as tarefas macro envolvidas numa comunicação de horário da farmácia. O Utilizador necessita de aceder à sua área no Portal INFARMED, através de login. Posteriormente deve selecionar na sua área a lista das Farmácias e selecionar a Farmácia para a qual pretende efetuar a comunicação de horário. Dentro do registo da Farmácia, na tab Pedidos, selecionar a ação de Criar/Alterar Horário. O Utilizador deve inserir os dados da comunicação ou do pedido de alteração de horário e submeter este último para validação por parte do INFARMED. O Utilizador poderá também consultar os estados da comunicação e do pedido efetuados. Estas funcionalidades são descritas em seguida com mais pormenor, sendo apresentados os respetivos ecrãs. Página 8/32

9 2.2 Criação de Nova Comunicação de Horário para uma Farmácia Breve Descrição Neste capítulo pretende-se descrever os passos necessários para o Proprietário da Farmácia efetuar uma comunicação de horário. Além da comunicação, pretende-se especificar como se pode consultar a comunicação e efetuar um pedido de alteração de horário. O processo de Comunicação de Horários tem início com o preenchimento do formulário respetivo por parte do requerente (proprietário da farmácia), ou pelo BackOffice a pedido do requerente. A Farmácia requerente tem na sua área, através do Portal INFARMED, um link para comunicação de Horários. Ao selecionar este link, surge o ecrã correspondente onde a Farmácia insere os dados do horário (horário de abertura, horário de fecho, pausa de almoço e se fecha aos feriados), escolhe o ano e o semestre a que respeita o horário e o regime que o mesmo terá. Os regimes de horários possíveis são os seguintes: Geral, Turno de Disponibilidade e 24 horas. Se for selecionado o valor Geral ou Turno de Disponibilidade, o utilizador deverá preencher a tabela de horário. Se for selecionado o valor 24 horas, a tabela de horário surgirá preenchida. Para todos os dias da semana, o campo Abertura conterá o valor 00:00 e o campo Fecho conterá o valor 23:59. Os campos Início Almoço e Fim Almoço não conterão valores. Ao ser escolhido o valor 24 horas, a farmácia está aberta vinte e quatro horas por dia, todos os dias do ano. Para o regime de horário Geral, o total de horas semanal tem de ser igual ou superior a 50 horas, caso contrario a aplicação avisa o Utilizador. Neste caso a comunicação não é submetida. Esta regra apenas se aplica no horário das Farmácias. Para o horário dos Postos não existe qualquer regra associada. O horário introduzido pelo utilizador deverá cobrir o horário padrão: De Segunda a Sexta-feira: das 10 às 13 e das 15 às 19 horas. Sábados: das 10 às 13 horas; Para o regime de horário Turno de Disponibilidade, o total de horas semanal tem de ser igual ou superior a 44 horas, caso contrario a aplicação avisa o Utilizador. Neste caso a comunicação Página 9/32

10 não é submetida. Esta regra apenas se aplica no horário das Farmácias. Para o horário dos Postos não existe qualquer regra associada. O horário introduzido pelo utilizador deverá conter as seguintes regras: Só podem ser registadas horas de segunda a sábado; O mínimo de horas semanais tem de ser 44 horas semanais. As horas introduzidas têm de ser no intervalo diurno das 07:00 às 20:00. O mínimo diário de horas é de 3 horas. Para o regime de horário 24 horas, o horário surgirá preenchido por omissão, em modo não editável, com o campo Abertura preenchido com o valor 00:00 e o campo Fecho preenchido com o valor 23:59. Estes valores aplicam-se a todos os dias da semana. Ao ser escolhido este valor, a farmácia está aberta vinte e quatro horas por dia, todos os dias do ano. A tabela de horário sazonal não se encontra visível no caso em que é selecionado o valor 24 horas no campo Regime de Horário. A tabela de horário sazonal encontra-se visível para os casos em que são selecionados os valores Geral ou Turno de Disponibilidade. O total de horas do horário sazonal introduzido não poderá ser inferior ao total de horas do horário normal: 50 horas para o regime Geral e 44 horas para o regime de Turno de Disponibilidade. O horário sazonal terá de cumprir o padrão e o mínimo semanal. O carregamento de ficheiro do mapa de pessoal é obrigatório, nos casos em que os valores Turno de Disponibilidade ou 24 horas sejam selecionados no campo Regime de Horário. O carregamento de ficheiro do mapa de pessoal é facultativo, nos casos em que o valor Geral seja selecionado no campo Regime de Horário. No caso de ser efetuada uma comunicação de horário, para um determinado semestre do ano, fora do prazo, o utilizador terá que preencher os campos Data de entrada em vigor do horário e o Motivo. A comunicação fora do prazo será validada pelo Infarmed. O Proprietário acede ao Portal INFARMED Fluxo Simplificado Ação Página 10/32

11 Fluxo Simplificado Ação Efetuar a Comunicação de Horário Da lista de farmácias que possui, deve selecionar o registo da Farmácia para a qual pretende efetuar uma comunicação de horário Aceder aos detalhes da Farmácia selecionada Selecionar a tab de Pedidos Selecionar o link de Criar/Alterar Horário Inserir os dados indicados no ecrã para uma nova Comunicação de Horário Submeter a nova comunicação de horário Consultar Comunicação de Horário Na lista de farmácias que possui, deve aceder aos detalhes da farmácia que submeteu uma comunicação de horário Selecionar a tab de Pedidos Selecionar os Detalhes da comunicação de horário Página 11/32

12 2.2.2 Acesso à Aplicação do Portal INFARMED Passo 1 O concorrente acede ao endereço de: Surge o ecrã para efetuar login. Imagem 2 Login de Utilizador externo Passo 2 Caso o Utilizador já se encontre registado no Portal deve inserir o seu username e a sua password e selecionar a ação de Entrar. Passo 3 Caso o Utilizador ainda não se encontre registado, selecionar a ação de Efetuar Registo (ver documento AVP003_DOC_MN_001_100_Registo de Candidaturas a Concurso_externo.doc). Regras de negócio Regras de Negócio Campo Username / Password Descrição O username / password deverão ser válidos no sistema. Ações Ações Botão Descrição Permite aceder à aplicação, caso as credenciais de acesso se encontrem corretas. O username e password do utilizador têm de estar registado no sistema. Limpa os campos preenchidos. Permite ao utilizador aceder ao ecrã e efetuar o seu registo, caso ainda não o tenha feito. Página 12/32

13 Ações Botão Descrição Permite ao utilizador recuperar a sua password. Página 13/32

14 2.2.3 Efetuar Comunicação de Horário Passo 1 O Utilizador, após ter realizado login no Portal INFARMED, tem disponíveis as seguintes opções: Imagem 3 Menu Principal no Portal INFARMED após login Passo 2 O Utilizador deve selecionar a opção As Minhas Farmácias, para visualizar as farmácias que possui. É redirecionado para o seguinte ecrã: Página 14/32

15 Imagem 4 Ecrã As Minhas Farmácias Passo 3 O Utilizador irá visualizar uma tabela com as farmácias das quais é proprietário. Nesta tabela tem alguns dados que permitem identificar as diferentes farmácias que o proprietário detém. Os dados são os seguintes: Número de Candidatura número da candidatura criado com aquando da candidatura a concurso; Número de Alvará número de Alvará da farmácia, criado após a vistoria com sucesso da nova farmácia; Nome da Farmácia nome da farmácia; Distrito Distrito onde se localiza a farmácia; Concelho Concelho do Distrito onde se localiza a farmácia; Freguesia Freguesia do Concelho onde se localiza a farmácia; Detalhes link para os detalhes da farmácia; Editar link que permite alterar dados da farmácia que não requerem pagamento nem aprovação (ver manual AVP003_DOC_MN_001_100_Frontoffice_Alteração de Dados Simples.doc); Passo 4 Para o Utilizador ter acesso aos detalhes da farmácia, deverá selecionar o Link Detalhes. Surge o seguinte ecrã: Página 15/32

16 Imagem 5 Detalhes da Farmácia: Dados da Farmácia Imagem 6 Detalhes da Farmácia: Profissionais Página 16/32

17 Imagem 7 Detalhes da Farmácia: Pedidos Imagem 8 Detalhes da Farmácia: Pagamentos Página 17/32

18 Imagem 9 Detalhes da Farmácia: Postos Farmacêuticos Passo 5 No tab Dados da Farmácia, o Utilizador pode visualizar os dados da sua farmácia, mais concretamente o nome da farmácia, o número de Alvará, a localização, os contactos, o proprietário e o diretor técnico. Passo 6 No tab Profissionais, o Utilizador pode visualizar os profissionais que pertencem à farmácia: Diretor Técnico, Diretor(es) Técnico(s) Substituto(s), Farmacêuticos, Técnicos de Farmácia, Técnicos Colaboradores de Farmácia, Auxiliares de Farmácia e outros profissionais. Passo 7 No tab Pedidos, o Utilizador pode efetuar novos pedidos, ver os detalhes e os estados dos mesmos. Passo 8 No tab Pagamentos, o Utilizador pode visualizar os pagamentos relativos aos pedidos a efetuar e que já estão regularizados. Para além disto, o utilizador pode ver as referências dos modos de pagamentos. Passo 9 No tab Postos Farmacêuticos, o Utilizador pode visualizar os postos farmacêuticos que a farmácia possui. Passo 10 Para o Utilizador efetuar a comunicação de encerramento temporário, terá que aceder ao tab Pedidos e selecionar Link Criar/Alterar Horário, sendo redirecionado para o ecrã de inserção da comunicação em causa. Página 18/32

19 Imagem 10 Comunicação de Horário regime de horário Geral Imagem 11 Comunicação de Horário regime de horário Turno de Disponibilidade Página 19/32

20 Imagem 12 Comunicação de Horário regime de horário 24 horas Imagem 13 Comunicação de Horário com horário sazonal Página 20/32

21 Imagem 14 Pop-up de horário sazonal Imagem 15 Pop-up de detalhes de horário sazonal Página 21/32

22 Imagem 16 Comunicação de Horário separador Documentação Anexa Imagem 17 Pop-up de carregamento da Documentação Anexa Passo 11 No tab Horário da Farmácia, o utilizador deverá preencher os campos abaixo descritos: Semestre da Comunicação Permite indicar a que semestre se refere a comunicação de horário a ser submetida. Opções: 1º Semestre ou 2º Semestre. Ano Permite indicar a que ano se refere a comunicação de horário a ser submetida. Regime de Horário Permite indicar o regime do horário. Opções: Geral, Turno de Disponibilidade ou 24 horas. Data da entrada em vigor Data a partir da qual irá entrar em vigor o horário da farmácia. Este campo tem o formato XXXX-XX-XX (ano-mês-dia); Motivo Motivo da alteração do horário de determinado semestre. O campo é visível e de preenchimento obrigatório, caso já tenha sido efetuada uma comunicação de horário para o semestre indicado no campo Semestre da comunicação. Página 22/32

23 Encerra aos Feriados Indicação de que a farmácia encerra aos feriados; Passo 12 Para o utilizador poder preencher os períodos do horário, deverá pressionar no ícone, de forma a adicionar uma nova linha à tabela do horário. Dia Lista com os dias da semana. Deve ser selecionado o dia da semana para o qual se pretende inserir o horário. Opções: Domingo, Segunda-Feira, Terça-Feira, Quarta-Feira, Quinta- Feira, Sexta-Feira e Sábado; Abertura Hora de abertura da farmácia. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento obrigatório; Fecho Hora de encerramento da farmácia. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Início Almoço Hora de início do período em que a farmácia encerra para almoço. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento facultativo; Fim Almoço Hora de início do período em que a farmácia encerra para almoço. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento facultativo; Passo 13 O utilizador se desejar remover uma linha da tabela do horário, deverá pressionar no ícone. Passo 14 Se o utilizador desejar introduzir um horário sazonal deverá pressionar o botão, surgirá o pop-up de horário sazonal. Passo 15 O utilizador deverá preencher os seguintes campos: Início do período Permite indicar a data de início do período de sazonalidade ao qual se refere o horário introduzido. Fim do período Permite indicar a data de fim do período de sazonalidade ao qual se refere o horário introduzido. Encerra aos feriados Indicação se a farmácia se encontra aberta ou encerrada aos feriados. Opções: Sim ou Não. Passo 16 Para o utilizador poder preencher os períodos do horário, deverá pressionar no botão, de forma a adicionar uma nova linha à tabela do horário: Dia Lista com os dias da semana. Deve ser selecionado o dia da semana para o qual se pretende inserir o horário. Opções: Domingo, Segunda-Feira, Terça-Feira, Quarta-Feira, Quinta- Feira, Sexta-Feira e Sábado; Abertura Hora de abertura da farmácia. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento obrigatório; Página 23/32

24 Fecho Hora de encerramento da farmácia. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Início Almoço Hora de início do período em que a farmácia encerra para almoço. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento facultativo; Fim Almoço Hora de início do período em que a farmácia encerra para almoço. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento facultativo; Passo 17 O utilizador se desejar remover uma linha da tabela do horário, deverá pressionar no link. Passo 18 O utilizador deverá pressionar o botão sazonal. para submeter o horário Passo 19 No tab Documentação Anexa, o utilizador poderá efetuar o upload do mapa de pessoal. Para tal, deverá selecionar o botão ficheiro.. Surgirá um pop-up para carregar o Passo 20 O Utilizador deverá preencher os seguintes campos: Descrição Descrição do ficheiro a ser carregado; Passo 21 O utilizador deverá pressionar no botão selecionar o ficheiro que pretende carregar. Passo 22 O utilizador deverá pressionar o botão carregado.. Na janela o utilizador deverá para submeter o documento Passo 23 Após o preenchimento dos dados da comunicação de horário, se o utilizador desejar prosseguir com a comunicação de horário, deverá pressionar o botão. Passo 24 Se o Utilizador não desejar submeter a comunicação, poderá sempre pressionar o botão submetida., saindo do ecrã da comunicação de horários, não sendo a mesma Regras de negócio Regra de Negócio Campo Formato das horas Horas permitidas Descrição O formato das horas tem de ser hh:mm. Só é permitida a introdução de valores que se encontram entre o período das 00:00 às 23:59. Página 24/32

25 Regra de Negócio Campo Abertura / Fecho Inicio do Almoço/ Fim do Almoço Semestre da Comunicação Comunicação para o mesmo semestre Descrição A hora de abertura não pode ser superior à hora de fecho indicada para cada um dos dias indicados. Do mesmo modo, a hora de fecho não pode ser inferior à hora de abertura. O início do almoço não pode ser superior ao fim do almoço e viceversa. O utilizador terá que indicar qual o semestre a que se refere a comunicação. Caso seja selecionado o valor 1º Semestre e seja efetuada até ao dia 30 de setembro, o horário aplicar-se-á ao primeiro semestre do ano civil seguinte. Caso seja selecionado o valor 2º Semestre e seja efetuada até ao dia 31 de março, o horário aplicar-se-á ao segundo semestre do ano civil corrente. Se já tiver sido efetuada uma comunicação de horário para um semestre e caso seja submetida uma comunicação para esse mesmo semestre, após dia 31 de março, para o segundo semestre do ano civil corrente, e após dia 30 de setembro, para o primeiro semestre do ano seguinte, o utilizador terá de preencher os campos Data de entrada em vigor e Motivo. Ao ser submetida a comunicação de horário, existirá um processo de Avaliação DIL para ser analisada a alteração do horário. Se for selecionado o valor Geral ou Turno de Disponibilidade, o utilizador deverá preencher a tabela de horário. Regime do Horário Regime do Horário: Geral Regime do Horário: Turno de Disponibilidad e Se for selecionado o valor 24 horas, a tabela de horário surgirá preenchida. Para todos os dias da semana, o campo Abertura conterá o valor 00:00 e o campo Fecho conterá o valor 23:59. Os campos Início Almoço e Fim Almoço não conterão valores. Ao ser escolhido o valor 24 horas, a farmácia está aberta vinte e quatro horas por dia, todos os dias do ano. Para o regime de horário Geral, o total de horas semanal tem de ser igual ou superior a 50 horas, caso contrario a aplicação avisa o Utilizador. Neste caso a comunicação não é submetida. Esta regra apenas se aplica no horário das Farmácias. Para o horário dos Postos não existe qualquer regra associada. O horário introduzido pelo utilizador deverá cobrir o horário padrão: De Segunda a Sexta-feira: das 10 às 13 e das 15 às 19 horas. Sábados: das 10 às 13 horas; Para o regime de horário Turno de Disponibilidade, o total de horas semanal tem de ser igual ou superior a 44 horas, caso contrario a aplicação avisa o Utilizador. Neste caso a comunicação não é submetida. Esta regra apenas se aplica no horário das Farmácias. Para o horário dos Postos não existe qualquer regra associada. Página 25/32

26 Regra de Negócio Campo Regime do Horário: 24 horas Encerra aos feriados Horário Sazonal Início do Período Fim do Período Intervalo entre Início e Fim do período de sazonalidade Carregamento de Ficheiro Descrição O horário introduzido pelo utilizador deverá conter as seguintes regras: Só podem ser registadas horas de segunda a sábado; O mínimo de horas semanais tem de ser 44 horas semanais. As horas introduzidas têm de ser no intervalo diurno das 07:00 às 20:00. O mínimo diário de horas é de 3 horas. Para o regime de horário 24 horas, o horário surgirá preenchido por omissão, em modo não editável, com o campo Abertura preenchido com o valor 00:00 e o campo Fecho preenchido com o valor 23:59. Estes valores aplicam-se a todos os dias da semana. Ao ser escolhido este valor, a farmácia está aberta vinte e quatro horas por dia, todos os dias do ano. Se no campo Regime de Horário for escolhido o valor 24 horas, este campo não será visível. O campo não se encontra visível no caso em que é selecionado o valor 24 horas no campo Regime de Horário. O campo encontra-se visível para os casos em que são selecionados os valores Geral ou Turno de Disponibilidade. O total de horas do horário sazonal introduzido não poderá ser inferior ao total de horas do horário normal: 50 horas para o regime Geral e 44 horas para o regime de Turno de Disponibilidade. O horário sazonal terá de cumprir o padrão e o mínimo semanal. A data de início do período sazonal não poderá ser superior à data de fim do período. A data de fim do período sazonal não poderá ser inferior à data de inferior do período. O intervalo de datas de início e fim do período de sazonalidade deverá estar contido no semestre a que se refere a comunicação de horário. O carregamento de ficheiro é obrigatório, nos casos em que os valores Turno de Disponibilidade ou 24 horas sejam selecionados no campo Regime de Horário. O carregamento de ficheiro é facultativo, nos casos em que o valor Geral seja selecionado no campo Regime de Horário. Ações Ações Botão Descrição Página 26/32

27 Ações Botão Link Criar/Alterar Horário Descrição Link existente no tab Pedidos dos Detalhes da Farmácia que permite efetuar uma nova comunicação de horário. Se ainda não tiver passado seis meses desde a última comunicação de horário, então será efetuada uma alteração de horário que terá que ser avaliada pela DIL. Permite adicionar uma linha à tabela horário de forma a introduzir um novo período ao horário. Permite remover linha da tabela horário. Ícone existente nas tabelas de horário que permite adicionar uma linha às tabelas, de forma a introduzir um novo período ao horário. Ícone existente nas tabelas de horário que permite remover uma linha das tabelas. Ícone existente na tabela período de sazonalidade que permite introduzir um horário sazonal para um determinado período. Ao ser pressionado o ícone, surge o pop-up de introdução de horário sazonal. Link existente na tabela de período de horário sazonal que permite remover linha da tabela. Link existente na tabela de período de sazonalidade que permite remover linha da tabela. Link existente na tabela de período de sazonalidade que permite aceder aos detalhes do horário do período definido. Surge o pop-up de detalhes do horário sazonal. Link existente na tabela de período de sazonalidade que permite editar do horário do período definido. Surge o pop-up de edição do horário sazonal. Botão existente no separador Documentação Anexa que permite carregar um ficheiro. Surge o pop-up de carregamento de ficheiro. Botão existente no pop-up de carregamento de ficheiro que permite escolher o ficheiro a carregar. Surge o pop-up de seleção de ficheiro. Botão existente no ecrã de Comunicação de horário que valida que todos os dados inseridos se encontram corretos, que os campos obrigatórios foram inseridos e valida as regras de negócio. Após validação, permite inserir a comunicação de horário, gerando um número automático da comunicação e um , que será enviado para o do proprietário da farmácia. Botão existente no pop-up de carregamento de ficheiro que permite submeter o ficheiro escolhido. Permite cancelar a introdução da comunicação de horário e regressa ao ecrã de detalhes da farmácia. Página 27/32

28 Ações Botão Descrição Botão existente no pop-up de carregamento de ficheiro que regressar ao ecrã de comunicação de horário. Página 28/32

29 2.2.4 Consultar de Comunicação de Horários Passo 1 Após ter sido efetuada a comunicação de horários, o utilizador pode visualizar a mesma. Para tal, terá que, no ecrã As Minhas Farmácias, selecionar a farmácia que efetuou a comunicação de horários. Para selecionar terá que pressionar o Link Detalhes. Imagem 18 Ecrã As Minhas Farmácias Passo 2 Nos detalhes da farmácia, o utilizador deverá aceder ao tab Pedidos, onde poderá visualizar todos os pedidos efetuados, agrupados por tipo de pedido. Página 29/32

30 Imagem 19 Ecrã de Detalhes da Farmácia: Tab Pedidos Passo 3 No agrupamento Horário da Farmácia e Postos, pode visualizar uma tabela com as comunicações e os pedidos de alteração efetuados e o estado em que os mesmos se encontram. Na tabela constarão os seguintes campos que permitirão identificar a comunicação: Número da Comunicação número de registo da comunicação de horários, gerado automaticamente aquando da submissão; Data da Comunicação data em que foi realizada a comunicação de horários; Estado estado em que se encontra a comunicação. Os estados possíveis são: Pendente, Aprovado e Não Aprovado; Data de Decisão data em que foi aprovado ou rejeitado a comunicação ou pedido de alteração de horário; Detalhes link que permite visualizar os detalhes da comunicação de horários; Passo 4 O utilizador poderá visualizar a comunicação de horários que efetuou, selecionando o Link Detalhes. Página 30/32

31 Imagem 20 Ecrã Detalhes da Comunicação de Horários separador Horário da Farmácia Imagem 21 Ecrã Detalhes da Comunicação de Horários separador Documentação Anexa Passo 5 No ecrã de Detalhes da Comunicação, o utilizador pode visualizar os dados submetidos aquando da submissão da comunicação ou do pedido de alteração de horário. Estes dados surgem em modo não editável. Página 31/32

32 Passo 6 No tab Horário da Farmácia utilizador terá os campos abaixo descritos, disponíveis em modo editável: Semestre da Comunicação Permite indicar a que semestre se refere a comunicação de horário a ser submetida. Opções: 1º Semestre ou 2º Semestre. Ano Permite indicar a que ano se refere a comunicação de horário a ser submetida. Regime de Horário Permite indicar o regime do horário. Opções: Geral, Turno de Disponibilidade ou 24 horas. Data da entrada em vigor Data a partir da qual irá entrar em vigor o horário da farmácia. Este campo tem o formato XXXX-XX-XX (ano-mês-dia); Motivo Motivo da alteração do horário de determinado semestre. O campo é visível e de preenchimento obrigatório, caso já tenha sido efetuada uma comunicação de horário para o semestre indicado no campo Semestre da comunicação. Encerra aos Feriados Indicação de que a farmácia encerra aos feriados; pretende inserir o horário. Opções: Domingo, Segunda-Feira, Terça-Feira, Quarta-Feira, Quinta- Feira, Sexta-Feira e Sábado; Abertura Hora de abertura da farmácia. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento obrigatório; Fecho Hora de encerramento da farmácia. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Início Almoço Hora de início do período em que a farmácia encerra para almoço. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento facultativo; Fim Almoço Hora de início do período em que a farmácia encerra para almoço. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento facultativo; Passo 7 No agrupamento horários sazonais, o utilizador poderá visualizar os horários sazonais de determinado período. Início do período Permite indicar a data de início do período de sazonalidade ao qual se refere o horário introduzido. Fim do período Permite indicar a data de fim do período de sazonalidade ao qual se refere o horário introduzido. Encerra aos feriados Indicação se a farmácia se encontra aberta ou encerrada aos feriados. Opções: Sim ou Não. Página 32/32

33 Dia Lista com os dias da semana. Deve ser selecionado o dia da semana para o qual se pretende inserir o horário. Opções: Domingo, Segunda-Feira, Terça-Feira, Quarta-Feira, Quinta- Feira, Sexta-Feira e Sábado; Abertura Hora de abertura da farmácia. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento obrigatório; Fecho Hora de encerramento da farmácia. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Início Almoço Hora de início do período em que a farmácia encerra para almoço. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento facultativo; Fim Almoço Hora de início do período em que a farmácia encerra para almoço. Permite valores entre as 00:00 e as 23:59 inclusive. Este campo é de preenchimento facultativo; Passo 8 No tab Documentação Anexa, o utilizador poderá consultar da documentação que foi carregada aquando da submissão do pedido. Para tal, deverá pressionar o link. Surgirá uma janela para descarregar ou abrir o ficheiro. Passo 9 Se o utilizador de desejar sair do ecrã de detalhe do pedido pode fazê-lo pressionando o botão. Regressando ao ecrã de detalhes da farmácia. Regras de negócio Regras de Negócio Campo N/A Descrição N/A Ações Ações Botão Descrição Link existente no ecrã As Minhas Farmácias que permite redirecionar o utilizador para o ecrã de Detalhes da farmácia. Surgirá o ecrã com os detalhes da farmácia. Link existente no tab Pedidos do ecrã detalhes da farmácia que permite ver os detalhes da comunicação de horários. Surgirá o ecrã com os detalhes. Link existende no tab Horário da Farmácia do ecrã de detalhes da comunicação de horário que permite ver os detalhes do horário sazonal. Surgirá um pop-up com os detalhes do horário sazonal. Link existente no tab Documentação Anexa que permite descarregar ou abrir o documento carregado aquando da submissão da comunicação. Botão existente no pop-up de detalhes do horário sazonal que permite ao Utilizador regressar ao ecrã de detalhes da comunicação do horário. Página 33/32

34 Ações Botão Descrição Botão existente no ecrã de detalhes da comunicação de horários que permite ao Utilizador voltar ao ecrã de detalhes da farmácia. Página 34/32

Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias AVP003. Manual de Utilizador Externo - Entregas ao Domicílio e Vendas via Internet

Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias AVP003. Manual de Utilizador Externo - Entregas ao Domicílio e Vendas via Internet Sistema de Gestão de Ciclo de Vida de Farmácias AVP003 Manual de Utilizador Externo - Entregas ao Domicílio e Vendas via de Índice 1 Introdução... 4 1.1 Objetivo...4 1.2 Funcionalidades...5 1.3 Autenticação...5

Leia mais

Breves indicações para a utilização do sistema pelo Fabricante/Mandatário

Breves indicações para a utilização do sistema pelo Fabricante/Mandatário Registo de Dispositivos Médicos e Dispositivos Médicos para Diagnóstico In Vitro pelos Fabricantes/Mandatários Breves indicações para a utilização do sistema pelo Fabricante/Mandatário Índice 1 Introdução...

Leia mais

PONTO DE CONTATO ELETRÓNICO COM OS TRIBUNAIS ARBITRAIS

PONTO DE CONTATO ELETRÓNICO COM OS TRIBUNAIS ARBITRAIS PONTO DE CONTATO ELETRÓNICO COM OS TRIBUNAIS ARBITRAIS MANUAL DE UTILIZADOR INFARMED - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. Parque de Saúde de Lisboa - Avenida do Brasil, 53 1749-004

Leia mais

Guia de Apoio à Candidatura Online

Guia de Apoio à Candidatura Online Recomendações gerais: Consultar as Normas e as Perguntas Frequentes - FAQ disponíveis no sítio eletrónico http://rehabitarlisboa.cm-lisboa.pt, menu COMO FAZER / Programa O Bairro (com)vida ; Certificar-se

Leia mais

FAQ s para os Administradores do Sistema

FAQ s para os Administradores do Sistema FAQ s para os Administradores do Sistema Este documento disponibiliza FAQ s sobre vários temas. Clique sobre o tema que lhe interessa para aceder às respetivas FAQ s. FAQ s sobre a credenciação do Administrador

Leia mais

Manual de Transição TWT Sítio de Disciplina para Moodle 2.6

Manual de Transição TWT Sítio de Disciplina para Moodle 2.6 Universidade Católica Portuguesa Direcção de Sistemas de Informação Manual de Transição TWT Sítio de Disciplina para Moodle 2.6 Manual de utilização - Docentes DSI Outubro 2014 V2.6 ÍNDICE 1 OBJETIVO DESTE

Leia mais

MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS

MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS GLOSSÁRIO... 2 INTRODUÇÃO... 3 Objectivo... 3 DEFINIÇÕES... 3 Certificado de um medicamento

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR

MANUAL DO UTILIZADOR ÁREA RESERVADA MANUAL DO UTILIZADOR OUTUBRO 2015 Manual INDICE Introdução 5 Âmbito 4 Acesso Página Inicial Menu Encomenda Submenu Encomenda de Produtos TOP Produtos da Semana Pesquisa de Produtos Adição

Leia mais

Concurso Externo, Contratação Inicial e Reserva de Recrutamento

Concurso Externo, Contratação Inicial e Reserva de Recrutamento MANUAL DE INSTRUÇÕES Reclamação da Candidatura Eletrónica Concurso Externo, Contratação Inicial e Reserva de Recrutamento Tipo de candidato Externo e LSVLD Nos termos do Aviso n.º 3597-K/2016, publicado

Leia mais

Registo de Dispositivos Médicos pelos Fabricantes/Mandatários. Manual de Utilizador Externo Fabricante/Mandatário

Registo de Dispositivos Médicos pelos Fabricantes/Mandatários. Manual de Utilizador Externo Fabricante/Mandatário Registo de Dispositivos Médicos pelos Fabricantes/Mandatários Manual de Utilizador Externo Fabricante/Mandatário Aviso de Confidencialidade A informação contida neste documento é confidencial e pertence

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES Aperfeiçoamento da Candidatura Eletrónica CONCURSO INTERNO E EXTERNO CONTRATAÇÃO INICIAL / RESERVA RECRUTAMENTO Ano Escolar 2015/2016 NOS TERMOS DO AVISO N.º 2505-B/2015, PUBLICADO

Leia mais

CANDIDATURAS PÓS-GRADUAÇÃO (2º CICLO, 3º CICLO, CFA) Mestrados, Doutoramentos, Especializações

CANDIDATURAS PÓS-GRADUAÇÃO (2º CICLO, 3º CICLO, CFA) Mestrados, Doutoramentos, Especializações CANDIDATURAS PÓS-GRADUAÇÃO (2º CICLO, 3º CICLO, CFA) Mestrados, Doutoramentos, Especializações A formalização de candidatura a curso de pós-graduação (2º ciclo, 3º ciclo, cfa) pressupõe o acesso à respetiva

Leia mais

Portal de Requisição de Vinhetas. Pedido de Reconhecimento de Entidade Utilizadora Software. Novo Pedido. Prescritores

Portal de Requisição de Vinhetas. Pedido de Reconhecimento de Entidade Utilizadora Software. Novo Pedido. Prescritores Portal de Requisição de Vinhetas Pedido de Reconhecimento de Entidade Utilizadora Software Novo Pedido Prescritores Guia de utilização versão 1 03 out 2013 Uma vez efetuado o registo de prescritor no Portal,

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO CENTRALIZADO (SIC) UTILIZADOR CONSUMIDOR

MANUAL DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO CENTRALIZADO (SIC) UTILIZADOR CONSUMIDOR MANUAL DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO CENTRALIZADO (SIC) UTILIZADOR CONSUMIDOR ÍNDICE Introdução e Objetivos... 7 Acesso ao SIC... 8 2.1. Página Inicial Consulta de informação... 10 2.1.1. Ícones relevantes

Leia mais

Manual do Fénix. Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso. Candidatura Online para o 2.

Manual do Fénix. Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso. Candidatura Online para o 2. Manual do Fénix Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso Candidatura Online para o 2. º Ciclo SI (Versão 1.0) Maio 2011 Este manual tem como objectivo auxiliar na

Leia mais

Manual de candidaturas online

Manual de candidaturas online Instituto Superior de Agronomia Manual de candidaturas online 20-06-2014 (Versão 1.0) O objetivo deste manual é auxiliar o candidato na apresentação da sua candidatura. Índice Introdução 1. Registo do

Leia mais

Aplicação de RMAs - Instruções

Aplicação de RMAs - Instruções Aplicação de RMAs - Instruções 1 - Registo do Utilizador na Plataforma Existem duas possibilidades de um utilizador se registar na plataforma de RMAs. Utilizador com acesso ao site Utilizador sem acesso

Leia mais

Manual de Transição TWT Sítio de Disciplina para Moodle 2.6

Manual de Transição TWT Sítio de Disciplina para Moodle 2.6 Universidade Católica Portuguesa Direção de Sistemas de Informação Manual de Transição TWT Sítio de Disciplina para Moodle 2.6 Manual de utilização - Alunos DSI Outubro 2014 V2.6 ÍNDICE 1 OBJETIVO DESTE

Leia mais

Realizar Matrícula. A cada período de matrícula o sistema solicita que o discente atualize seus dados, conforme ilustrado na tela a seguir:

Realizar Matrícula. A cada período de matrícula o sistema solicita que o discente atualize seus dados, conforme ilustrado na tela a seguir: Realizar Matrícula Sistema SIGAA Módulo Portal do Discente Usuários Discentes Esta funcionalidade permite ao usuário realizar sua matrícula on-line em turmas. Vale ressaltar que o ato de realizar a matrícula

Leia mais

1 Contextualização 3 2 Administração do Joomla 5 3 Painel de controlo 6 3.1 Menu sítio 6 3.2 Menu utilizadores 7 3.3 Outras funcionalidades 8 4

1 Contextualização 3 2 Administração do Joomla 5 3 Painel de controlo 6 3.1 Menu sítio 6 3.2 Menu utilizadores 7 3.3 Outras funcionalidades 8 4 1 Contextualização 3 2 Administração do Joomla 5 3 Painel de controlo 6 3.1 Menu sítio 6 3.2 Menu utilizadores 7 3.3 Outras funcionalidades 8 4 Sistema de armazenamento e criação de conteúdos 9 4.1 Criar

Leia mais

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET

WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET MANUAL DO UTILIZADOR WEBSITE DEFIR PRO WWW.DEFIR.NET 1. 2. PÁGINA INICIAL... 3 CARACTERÍSTICAS... 3 2.1. 2.2. APRESENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES... 3 TUTORIAIS... 4 3. DOWNLOADS... 5 3.1. 3.2. ENCOMENDAS (NOVOS

Leia mais

1 MANUAL DO CANDIDATO 2016-17

1 MANUAL DO CANDIDATO 2016-17 1 MANUAL DO CANDIDATO 2016-17 (Aconselha-se que utilize preferencialmente os browsers Firefox 3+, Safari ou Chrome ) 1.1 Acesso à plataforma Para iniciar o processo de candidatura o candidato deverá aceder

Leia mais

Manual do Fénix. Gestão de Curriculum. SI 11-10-2010 (Versão 1.0)

Manual do Fénix. Gestão de Curriculum. SI 11-10-2010 (Versão 1.0) Manual do Fénix Gestão de Curriculum SI 11-10-2010 (Versão 1.0) Este manual tem como objectivo auxiliar a tarefa de gestão do portal curriculum por parte dos docentes. Índice Abreviaturas... 3 1. Entrar

Leia mais

Procedimento para inscrição online 2015/16

Procedimento para inscrição online 2015/16 Procedimento para inscrição online 2015/16 Passo 1. Aceder à Secretaria Virtual A inscrição deverá ser realizada no netp@ - Portal de serviços académicos, em: https://academico.ualg.pt Passo 2. Efetuar

Leia mais

Manual utilização. Dezembro 2011. Instituto Politécnico de Viseu

Manual utilização. Dezembro 2011. Instituto Politécnico de Viseu Manual utilização Dezembro 2011 Instituto Politécnico de Viseu 1 Índice Zona pública... 3 Envio da ideia de negócio... 3 Inscrição nas Oficinas E... 4 Zona privada... 5 Administração... 5 Gestão de utilizadores...

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE FORMADORES

CONTRATAÇÃO DE FORMADORES MANUAL DO UTILIZADOR CONTRATAÇÃO DE FORMADORES Instituto do Emprego e Formação Profissional, I.P. 28 de dezembro de 2015 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Aspetos gerais... 5 1.2 Normas importantes de acesso

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Geral Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema de Almoxarifado

Leia mais

Guia de Candidatura. Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt

Guia de Candidatura. Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt Av. Duque D Ávila, 137 1069-016 Lisboa PORTUGAL Tel: 213 126 000 Fax: 213 126 001 www.dges.mctes.pt Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: Reunir informação: Para o correcto

Leia mais

GimobWEB Plataforma de gestão imobiliária

GimobWEB Plataforma de gestão imobiliária GimobWEB Plataforma de gestão imobiliária Documento de apoio ao cliente Versão:.0 Atualizado em 04-02-2016 Copyright by Improxy 2016 Geral Telefone: 223 749 100 Fax: 223 749 109 Email: geral@improxy.com

Leia mais

CSSnet - candidaturas on-line

CSSnet - candidaturas on-line CSSnet - candidaturas on-line Passamos a apresentar, os passos que deverá seguir para realizar a sua candidatura on-line, chamando a atenção para alguns aspetos a ter em conta. Leia, atentamente, todas

Leia mais

Manual do usuário Sistema de Ordem de Serviço HMV/OS 5.0

Manual do usuário Sistema de Ordem de Serviço HMV/OS 5.0 Manual do usuário Sistema de Ordem de Serviço HMV/OS 5.0 DESENVOLVEDOR JORGE ALDRUEI FUNARI ALVES 1 Sistema de ordem de serviço HMV Apresentação HMV/OS 4.0 O sistema HMV/OS foi desenvolvido por Comtrate

Leia mais

Candidaturas Académicas Locais

Candidaturas Académicas Locais Candidaturas Académicas Locais Criar no GA Disponibilizar no SI Criar Parametrizar Analisar Seriar Homologar seriação de Registo das no GA Candidaturas Académicas Locais: Criar no GA (SA) Pesquisar Curso/Ciclo

Leia mais

Manual PORTAL NOVA IMS Online

Manual PORTAL NOVA IMS Online Manual PORTAL NOVA IMS Online Índice 1 - Login... 3 2 Consultar Curricula... 4 3 Gestão Unidades Curriculares... 6 4 Secretaria Virtual... 7 5 Serviços de Informática... 7 6 Serviços de Documentação...

Leia mais

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE GestProcessos Online Manual do Utilizador GestProcessos Online GABINETE DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EAmb Esposende Ambiente, EEM Rua da Ribeira 4740-245 - Esposende

Leia mais

SRCT Sistema de Gestão de Receitas e Cobrança de Taxas

SRCT Sistema de Gestão de Receitas e Cobrança de Taxas 01-01-2006 SRCT Sistema de Gestão de Receitas e Cobrança de Taxas Rev 1.0 1 INDICE 1 Indice... 2 2 Introdução... 3 2.1 Acesso ao sistema... 3 3 Login... 4 3.1 Primeiro Login... 4 4 Gestão de Declarações...

Leia mais

CITV. Manual do Utilizador. Realização de Candidaturas de Centros de Inspecção

CITV. Manual do Utilizador. Realização de Candidaturas de Centros de Inspecção CITV Manual do Utilizador Realização de Candidaturas de Centros de Inspecção Índice 1 Introdução...3 2 Entrada/Validação...4 2.1 Descrição...4 3 Candidatura Preenchimento de Formulário...10 3.1 Descrição...10

Leia mais

Manual de apoio à plataforma de candidaturas a cursos de mestrado e pós-licenciatura

Manual de apoio à plataforma de candidaturas a cursos de mestrado e pós-licenciatura Manual de apoio à plataforma de candidaturas a cursos de mestrado e pós-licenciatura Centro de Informática e Técnico 1 passo 1: abrir candidatura O primeiro passo consiste em efetuar a abertura do processo

Leia mais

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador ESCOLAS / DRE

MATRÍCULA ELECTRÓNICA. Manual do Utilizador ESCOLAS / DRE MATRÍCULA ELECTRÓNICA Manual do Utilizador ESCOLAS / DRE ÍNDICE 1 PREÂMBULO... 2 2 UTILIZAÇÃO PELOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS DOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO... 3 2.1 Matrícula Electrónica - Acesso através

Leia mais

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6 MANUAL DO UTILIZADOR A informação contida neste manual, pode ser alterada sem qualquer aviso prévio. A Estratega Software, apesar dos esforços constantes de actualização deste manual e do produto de software,

Leia mais

MANUAL DE REGISTO E ADESÃO AOS SERVIÇOS DO BALCÃO DIGITAL. Serviços Intermunicipalizados de Água e Saneamento de Oeiras e Amadora

MANUAL DE REGISTO E ADESÃO AOS SERVIÇOS DO BALCÃO DIGITAL. Serviços Intermunicipalizados de Água e Saneamento de Oeiras e Amadora MANUAL DE REGISTO E ADESÃO AOS SERVIÇOS DO BALCÃO DIGITAL Índice I Requisitos que devem ser cumpridos para a correta utilização das funcionalidades do Balcão Digital... 2 II Procedimentos inerentes à correta

Leia mais

Serviço de Atendimento Online. Manual de ajuda para uma melhor utilização dos programas de apoio ao serviço de atendimento online: Messenger

Serviço de Atendimento Online. Manual de ajuda para uma melhor utilização dos programas de apoio ao serviço de atendimento online: Messenger Serviço de Atendimento Online Manual de ajuda para uma melhor utilização dos programas de apoio ao serviço de atendimento online: Messenger Índice Messenger Dicas de utilização... 3 1. O que é... 3 2.

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1 Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente Versão 1.1 Sumário Sistema de Relacionamento com Cliente 3 1 Introdução... ao Ambiente do Sistema 4 Acessando... o Sistema 4 Sobre a Tela... do Sistema

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento. Toledo PR. Versão 2.0 - Atualização 26/01/2009 Depto de TI - FASUL Página 1

MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento. Toledo PR. Versão 2.0 - Atualização 26/01/2009 Depto de TI - FASUL Página 1 MANUAL DO USUÁRIO SORE Sistema Online de Reservas de Equipamento Toledo PR Página 1 INDICE 1. O QUE É O SORE...3 2. COMO ACESSAR O SORE... 4 2.1. Obtendo um Usuário e Senha... 4 2.2. Acessando o SORE pelo

Leia mais

PLATAFORMA INFORMÁTICA DE REQUISIÇÃO DE POLICIAMENTO DE ESPETÁCULOS DESPORTIVOS (PIRPED)

PLATAFORMA INFORMÁTICA DE REQUISIÇÃO DE POLICIAMENTO DE ESPETÁCULOS DESPORTIVOS (PIRPED) Manual de Utilizador PLATAFORMA INFORMÁTICA DE REQUISIÇÃO DE POLICIAMENTO DE ESPETÁCULOS DESPORTIVOS (PIRPED) Data: 11 De Junho de 2014 Versão: 3.0 1 Histórico do Documento Versão Data Autor Revisor Descrição

Leia mais

» Quer saber mais sobre a ação de registar e/ou enviar um documento através do GesDoc?

» Quer saber mais sobre a ação de registar e/ou enviar um documento através do GesDoc? » PERGUNTAS MAIS FREQUENTES FAQ s - https://gesdoc.uevora.pt» Quer saber mais sobre a ação de registar e/ou enviar um documento através do GesDoc?» Aqui encontra algumas respostas às perguntas mais frequentes

Leia mais

Guia rápido de criação e gestão de um espaço no SAPO Campus

Guia rápido de criação e gestão de um espaço no SAPO Campus Guia rápido de criação e gestão de um espaço no SAPO Campus O SAPO Campus é uma plataforma online, disponível em http://campus.sapo.pt, que permite a comunicação e a colaboração entre membros de uma Instituição

Leia mais

Catálogo Nacional de Compras Públicas. Manual de Fornecedores

Catálogo Nacional de Compras Públicas. Manual de Fornecedores 10 de Julho de 2009 Índice 1. Introdução... 3 1.1. Objectivo... 3 2. Fornecedor... 4 2.1. AQs/CPAs... 4 2.2. Contratos... 4 2.3. Grupos AQ/CPA... 5 3. Carregamento e Actualização do Catálogo... 7 3.1.

Leia mais

Introdução. A comunicação dos elementos dos documentos de transporte pode ser realizada através de serviço telefónico automático, nos seguintes casos:

Introdução. A comunicação dos elementos dos documentos de transporte pode ser realizada através de serviço telefónico automático, nos seguintes casos: Introdução O novo regime de bens em circulação entrará em vigor no dia 1 de julho de 2013. A Portaria nº 161/2013, publicada a 23 de abril no Diário da República, veio regulamentar o modo de cumprimento

Leia mais

Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação

Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação 1. INTRODUÇÃO...1 2. MÓDULO DE GESTÃO...2 2.1. ENTIDADES...3 2.1.1. TERCEIROS...4 2.1.1.1. CONSULTAR OS TERCEIROS...4 2.1.1.2. CRIAR UM TERCEIRO...5 2.1.1.3.

Leia mais

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre.

Manual de Utilizador. Caderno. Recursos da Unidade Curricular. Gabinete de Ensino à Distância do IPP. http://eweb.ipportalegre.pt. ged@ipportalegre. Manual de Utilizador Caderno Recursos da Unidade Curricular Gabinete de Ensino à Distância do IPP http://eweb.ipportalegre.pt ged@ipportalegre.pt Índice RECURSOS... 1 ADICIONAR E CONFIGURAR RECURSOS...

Leia mais

Manual Técnico de Utilização

Manual Técnico de Utilização Manual Técnico de Utilização Inscrição nos Internatos Médicos Capítulo 1 1. Estrutura do Manual 1.1 Introdução O presente manual descreve o modo de utilização das inscrições dos candidatos ao concurso

Leia mais

Portal Fornecedores 1

Portal Fornecedores 1 Portal Fornecedores 1 o endereço Internet: http://www.jumbo.pt/pfornecedores 2 3 O Fluxo da Informação Inscrição no Portal Atualizar Dados / Gerir Utilizadores Aprovar Inscrição Manutenção de Artigos Aprovar

Leia mais

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares) POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE SEGURANÇA PRIVADA (SIGESP) Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Leia mais

GUIA RÁPIDO SUBMISSÃO DO FICHEIRO SAF-T PT

GUIA RÁPIDO SUBMISSÃO DO FICHEIRO SAF-T PT GUIA RÁPIDO SUBMISSÃO DO FICHEIRO SAF-T PT GUIA DE APOIO À SUBMISSÃO DO FICHEIRO SAF-T PT (STANDARD AUDIT FILE FOR TAX PURPOSES PORTUGUESE VERSION) ATRAVÉS DO PORTAL DAS FINANÇAS / E-FACTURA DATA DE ELABORAÇÃO:

Leia mais

Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais - Front-Office

Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais - Front-Office Manual Utilizador - Gestão de Processos de Acidentes de Trabalho e - Front-Office V1.0 Página 1 Índice Índice... 2 1. Introdução... 3 2. Instruções Gerais... 4 2.1 Acesso... 5 2.1.1 Regras para Aceder

Leia mais

Concurso de Fotografia A inclusão na diversidade

Concurso de Fotografia A inclusão na diversidade Concurso de Fotografia A inclusão na diversidade REGULAMENTO I. O concurso: 1. O concurso de fotografia A inclusão na diversidade é uma iniciativa da Plural&Singular, em parceria com o Centro Português

Leia mais

PORTAL DE ATENDIMENTO Manual do Usuário VERSÃO 2.0

PORTAL DE ATENDIMENTO Manual do Usuário VERSÃO 2.0 PORTAL DE ATENDIMENTO Manual do Usuário VERSÃO 2.0 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ACESSANDO O SISTEMA... 3 3. ABRIR CHAMADO... 4 4. CONSULTAR CHAMADOS... 7 5. RESPONDER A UMA SOLICITAÇÃO DE INFORMAÇÃO...

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO 2014-15

MANUAL DO CANDIDATO 2014-15 MANUAL DO CANDIDATO 2014-15 1.1 Candidaturas Online Para iniciar o processo de candidatura o candidato deverá aceder ao portal do IGOT http://www.igot.ulisboa.pt e clicar no separador «CANDIDATURAS»: Para

Leia mais

Relatório SHST - 2003

Relatório SHST - 2003 Relatório da Actividade dos Serviços de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Relatório SHST - 2003 Programa de Recolha da Informação Manual de Operação Versão 1.0 DEEP Departamento de Estudos, Estatística

Leia mais

Procedimento para requisição de pedidos de materiais - kits e contentores. 1. Registo da entidade (sem o qual não é possível realizar pedidos)

Procedimento para requisição de pedidos de materiais - kits e contentores. 1. Registo da entidade (sem o qual não é possível realizar pedidos) Procedimento para requisição de pedidos de materiais - kits e contentores 1. Registo da entidade (sem o qual não é possível realizar pedidos) Resumo A requisição de materiais implica, em primeiro lugar,

Leia mais

Avaliação do Desempenho do. Pessoal Docente. Manual de Utilizador

Avaliação do Desempenho do. Pessoal Docente. Manual de Utilizador Avaliação do Desempenho do Pessoal Docente Manual de Utilizador Junho de 2011 V6 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 4 1.1 Aspectos gerais... 4 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação... 4 1.3

Leia mais

Manual de utilização da aplicação web Gestão de Delegados de Informação Médica

Manual de utilização da aplicação web Gestão de Delegados de Informação Médica Manual de utilização da aplicação web Gestão de Delegados de Informação Médica 1.1 Pedido de Login de Novas Entidades. Este ecrã irá proporcionar à entidade a realização do pedido de login. Para proceder

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR

MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR SISTEMA DE INFORMAÇÃO FORMAÇÃO CONTÍNUA (Art.21.º do Decreto-Lei n.º22/2014, de 11 de fevereiro) 6 de julho de 2015 Índice 1. ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Objetivo... 5 1.2 Contactos Úteis...

Leia mais

GUIA DE APOIO AO PREENCHIMENTO FORMULÁRIO DE PEDIDO DE PAGAMENTO

GUIA DE APOIO AO PREENCHIMENTO FORMULÁRIO DE PEDIDO DE PAGAMENTO GUIA DE APOIO AO PREENCHIMENTO FORMULÁRIO DE PEDIDO DE PAGAMENTO \ Este guia tem por finalidade prestar apoio aos beneficiários com o intuito de facilitar o preenchimento do formulário de Pedido de Pagamento

Leia mais

GUIÃO DE PREENCHIMENTO MÓDULO CONTRATOS

GUIÃO DE PREENCHIMENTO MÓDULO CONTRATOS GUIÃO DE PREENCHIMENTO MÓDULO CONTRATOS Índice 1 Introdução... 4 1.1 Enquadramento... 5 1.2 Organização do Guião... 5 2 Instruções de Utilização Balcão 2020... 6 2.1 Acesso à aplicação Módulos Contratos...

Leia mais

Módulo WEB. Guia de acesso rápido usuário

Módulo WEB. Guia de acesso rápido usuário Módulo WEB Guia de acesso rápido usuário Para acessar sua consulta, clique no botão entrar 93 Por usuário Antes de consultar, o usuário deve se identificar digitando sua matrícula e sua senha. Caso a janela

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica Versão 2 Departamento de Segurança Privada Março de 2014 Manual do Utilizador dos Serviços Online do SIGESP Versão 2. (Março de 2014)

Leia mais

Tutorial. Como adquirir uma licença webqda? palavras. www.webqda.com. dados. imagens. descritores. fontes. matrizes. atributos. projeto.

Tutorial. Como adquirir uma licença webqda? palavras. www.webqda.com. dados. imagens. descritores. fontes. matrizes. atributos. projeto. Licensed by: imagens matrizes qualitativa fontes codificação texto questionamento descritores ficheiros vídeo análise notas atributos áudio palavras dados nós projeto Trabalho Colaborativo Tutorial Como

Leia mais

ADSE DIRETA MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARA PRESTADORES DA REDE DA ADSE

ADSE DIRETA MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARA PRESTADORES DA REDE DA ADSE ADSE DIRETA MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARA PRESTADORES DA REDE DA ADSE 2 ÍNDICE ADSE Direta... 4 Serviços Disponíveis... 6 Atividade Convencionada... 7 Atualizar/Propor Locais de Prestação... 9 Propor Novo

Leia mais

Guia de registo de Reserva de Recursos. Reserva de Recursos

Guia de registo de Reserva de Recursos. Reserva de Recursos Reserva de Recursos Indice Introdução 2 Reserva simples 3 Reserva avançada 5 Consulta de disponibilidades de recursos 7 Reservas efetuadas 10 Serviços de Informática - Direção dos Serviços de Documentação

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I.

Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I. Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I. MILI S.A. - D.T.I. Índice 1 ACESSANDO O PORTAL IPEDIDOS... 3 1.1 Login...5 1.2 Tela Principal, Mensagens e Atendimento On-line...6 2 CADASTRAR... 10 2.1 Pedido...10

Leia mais

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito Mais informação Acesso ao Sistema de Transferência Electrónica de dados de Inquéritos (STEDI). Onde se acede ao sistema de entrega de Inquéritos? Deverá aceder ao sistema através do site do GEP www.gep.mtss.gov.pt

Leia mais

U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares ===== Manual [Primeiros Passos e Conhecendo o Sistema] =====

U3 Sistemas Análise e Desenvolvimento de Softwares ===== Manual [Primeiros Passos e Conhecendo o Sistema] ===== 1 Manual Primeiros Passos e Conhecendo o Sistema 01 PRIMEIROS PASSOS E CONHECENDO O SISTEMA 2 01.01 Após a instalação do sistema vamos dar os primeiros passos para podermos utilizar o U3 Marmoraria Plus.

Leia mais

Utilização das Ferramentas e Recursos da Comunidade @rcacomum

Utilização das Ferramentas e Recursos da Comunidade @rcacomum Utilização das Ferramentas e Recursos da Comunidade @rcacomum Investigadores Responsáveis: Maribel Santos Miranda e Professor Doutor António Osório Instituto Estudos da Criança Universidade do Minho http://www.nonio.uminho.pt/arcacomum

Leia mais

Introdução. Os valores registados e assumidos têm que estar em conformidade com a contabilidade da entidade.

Introdução. Os valores registados e assumidos têm que estar em conformidade com a contabilidade da entidade. Introdução Na contabilidade pública para permitir a aquisição de um bem ou serviço existem, entre outras obrigações, o cabimento e o compromisso. O cabimento prévio corresponde a um encargo provável, a

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR NETEMPREGO

MANUAL DO UTILIZADOR NETEMPREGO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL MANUAL DO UTILIZADOR NETEMPREGO Titular da candidatura Coordenação: Departamento de Formação Profissional Outubro 2015 ÍNDICE 3 1. Objetivos gerais do manual 3 2.

Leia mais

Manual do Usuário - Cliente Externo

Manual do Usuário - Cliente Externo Versão 3.0 SGCL - Sistema de Gestão de Conteúdo Local SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Referências... 4 2. COMO ESTÁ ORGANIZADO O MANUAL... 4 3. FUNCIONALIDADES GERAIS DO SISTEMA... 5 3.1. Acessar a Central

Leia mais

Manual Teamwork. Manual de instalação, configuração e utilização

Manual Teamwork. Manual de instalação, configuração e utilização Manual Teamwork Manual de instalação, configuração e utilização Manual Teamwork_15Abril2016 Índice 1. Introdução... 3 1.1. Credenciais de acesso... 3 1.2. Requisitos... 4 1.3. Sistemas operativos suportados...

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica Versão 1.0 Departamento de Segurança Privada Abril de 2012 Manual do Utilizador dos Serviços Online do SIGESP Versão 1.0 (30 de abril

Leia mais

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt

Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC. www.estagiostic.gov.pt Manual de Utilizador Plataforma de Estágios TIC www.estagiostic.gov.pt 1 Índice 1 Introdução 3 1.1 Programa de Estágios TIC 3 1.2 Objectivo da plataforma 3 1.3 Perfis 4 1.3.1 Escola 4 1.3.2 Empresa 4 1.3.3

Leia mais

MANUAL CHAT DE ATENDIMENTO VIASOFT

MANUAL CHAT DE ATENDIMENTO VIASOFT MANUAL CHAT DE ATENDIMENTO VIASOFT 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS A Viasoft para melhor atender seus clientes está aperfeiçoando as suas ferramentas de atendimento. O Chat Online, já conhecido e utilizado pela

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) http://curriculum.degois.pt Março de 2012 Versão 1.5 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador

Leia mais

Introdução... 3. 1ª Parte - Acesso à Aplicação Avaliação Online... 4 I Aceder à Aplicação... 4 1. Inscrição... 4 2. Acesso à Aplicação...

Introdução... 3. 1ª Parte - Acesso à Aplicação Avaliação Online... 4 I Aceder à Aplicação... 4 1. Inscrição... 4 2. Acesso à Aplicação... Índice Introdução... 3 1ª Parte - Acesso à Aplicação Avaliação Online... 4 I Aceder à Aplicação... 4 1. Inscrição... 4 2. Acesso à Aplicação... 4 II Entrada na Aplicação... 5 1. Informações... 6 1. Avaliação

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Como criar um blog. Será aberta uma janela onde você deverá especificar o título do blog, o endereço do blog, e o modelo.

Como criar um blog. Será aberta uma janela onde você deverá especificar o título do blog, o endereço do blog, e o modelo. Como criar um blog Criando o blog Vá em www.blogger.com. Entre com sua conta google (a mesma que você usa para acessar o gmail). Escolha um perfil. Na página seguinte, clique no botão novo blog. Será aberta

Leia mais

Manual do Gestor da Informação do Sistema

Manual do Gestor da Informação do Sistema Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Licenciatura Informática e Computação Laboratório de Informática Avançada Automatização de Horários Manual do Gestor da Informação do Sistema João Braga

Leia mais

GUIA DE APOIO ÀS CANDIDATURAS

GUIA DE APOIO ÀS CANDIDATURAS GUIA DE APOIO ÀS CANDIDATURAS Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: ANTES do preenchimento da candidatura: o que precisa saber/ fazer? Reunir informação: Consultar as Normas

Leia mais

B2S SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, LDA. RUA ARTILHARIA UM, Nº 67 3º FRT. 1250-038 LISBOA TEL: 21 385 01 09 - FAX: 21 012 52 25 E-MAIL B2S@B2S.

B2S SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, LDA. RUA ARTILHARIA UM, Nº 67 3º FRT. 1250-038 LISBOA TEL: 21 385 01 09 - FAX: 21 012 52 25 E-MAIL B2S@B2S. Procedimentos Abertura/Fecho Ano Primavera V750 B2S SISTEMAS DE INFORMAÇÃO, LDA. RUA ARTILHARIA UM, Nº 67 3º FRT. 1250-038 LISBOA TEL: 21 385 01 09 - FAX: 21 012 52 25 E-MAIL B2S@B2S.PT MCRC LISBOA 11492

Leia mais

Tutorial: criação de uma Ficha de Voluntário online

Tutorial: criação de uma Ficha de Voluntário online Tutorial: criação de uma Ficha de Voluntário online A pedido da Coordenação Nacional, o grupo de Coordenação Distrital de Coimbra elaborou este pequeno tutorial que ensina como criar um formulário online

Leia mais

Manual de Utilização MU001-2.0/2015. Secretaria Virtual/e-SCA(Perfil utilizador - Estudante)

Manual de Utilização MU001-2.0/2015. Secretaria Virtual/e-SCA(Perfil utilizador - Estudante) Manual de Utilização MU001-2.0/2015 Secretaria Virtual/e-SCA(Perfil utilizador - Estudante) 1. Introdução I 2. Primeiros passos I 3. Unidade Curricular I 4. Recursos e actividades I 5. Atualizações e Serviços

Leia mais

PROSPECT. Manual do Utilizador

PROSPECT. Manual do Utilizador PROSPECT Manual do Utilizador 1 Tabela de Conteúdos 1. INTRODUÇÃO...3 1.1 O QUE É O PROSPECT?... 3 2. ANTES DE COMEÇAR: DICAS PARA AJUDÁ-LO COM A SUA CANDIDATURA...4 3. ACESSO E SUBMISSÃO DE UMA CANDIDATURA

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PLATAFORMA DE INSCRIÇÕES ONLINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PLATAFORMA DE INSCRIÇÕES ONLINE A época de 2012/2013 terá um novo recurso para a Filiação e Inscrições em Provas para os Clubes, Equipas e Agentes Desportivos, tendo sido criada para o efeito uma nova Plataforma de Inscrições Online.

Leia mais

Guião de Ajuda. Inscrição. Instituto Português da Juventude Departamento de Associativismo

Guião de Ajuda. Inscrição. Instituto Português da Juventude Departamento de Associativismo Guião de Ajuda Inscrição Instituto Português da Juventude Departamento de Associativismo ÍNDICE Títulos Pág. Apresentação do Roteiro do Associativismo 3 Aceder ao Roteiro do Associativismo 4 Inscrever/Atualizar

Leia mais

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud

Leia mais

CONSULGAL, S.A. Consulgal_Email_Manual_15.pdf 1

CONSULGAL, S.A. Consulgal_Email_Manual_15.pdf 1 CONSULGAL, S.A. Consulgal_Email_Manual_15.pdf 1 Utilização do e-mail do Grupo Consulgal em Full MAPI A configuração do e-mail em Full MAPI permite ao colaborador ter acesso à sua caixa de correio, contractos,

Leia mais

Instituto Politécnico de Tomar. Manual da Área de Secretariados

Instituto Politécnico de Tomar. Manual da Área de Secretariados Instituto Politécnico de Tomar Manual da Área de Secretariados Última actualização: 13 de Outubro de 2004 Índice Como aceder a Área de Secretariados...2 O que posso efectuar na Área de Secretariado (Acções)...4

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR ACESSO À AREA RESERVADA DO PORTAL DO IFAP

MANUAL DO UTILIZADOR ACESSO À AREA RESERVADA DO PORTAL DO IFAP MANUAL DO UTILIZADOR ACESSO À AREA RESERVADA DO PORTAL DO IFAP MANUAL DO UTILIZADOR DO ACESSO À ÁREA RESERVADA DO PORTAL DO IFAP INDICE 1. Primeiro Acesso à Área Reservada do Portal IFAP 4 2. Como aceder

Leia mais

DESAFIO DE PROGRAMAÇÃO

DESAFIO DE PROGRAMAÇÃO DESAFIO DE PROGRAMAÇÃO Regulamento de Participação Forum of ISCTE-IUL School of Technology and Architecture, 2 e 3 de Março de 2016 http://fista.iscte-iul.pt/ Âmbito e Objetivo Este desafio é realizado

Leia mais