Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023"

Transcrição

1 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento e adequação dos registros e padrões 02 Expor de maneira clara o item 5.8 as áreas usuárias Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável Rubrica Diretoria de Engenharia e Operações Contas a Pagar Vendas Gestão de Contratos Service Qualidade SGI Suprimentos Engenharia Engenharia Desenvolvimento de novos produtos Fabrica Jurídico Tecnologia da Informação Claudio Marques Luciana Abreu Roberto Saghi José Fernando Duarte Nestor Dalla Villa Neto Marcio Medeiros Luara Rebechi Gilberto Nahas Filho João Tavares Adriano Rezende Cristiano da Silva Fernandes Carlos Reis Ricardo Abreu Marcos Monteggia 1. Objetivo Descrever a forma de efetuar pagamentos de despesas com Colaboradores, Fornecedores taxas, tarifas e Impostos. Este processo contempla: Despesa de colaboradores. Despesa com cartão de Créditos de Gestores. Pagamento de colaboradores PJ. Pagamento de estagiários.

2 2/ 7 Pagamento de fornecedores para obras com Gestão de Contratos. Efetuação dos pagamentos. 2. Abrangência Este procedimento é aplicável à geração de contas a pagar e pagamento de despesas com a participação direta das seguintes áreas: Recursos Humanos Diretoria de Engenharia e Operações Diretoria Gestão de Contratos Demais Áreas Usuárias 3. Definições SSA Software de Gestão Integrada Área Usuária Colaborador da SINER de qualquer área que tem valor a receber PJ Pessoa Jurídica Cartão de colaborador cartão de débito e saque fornecido pela SINER aos funcionários de Service CRD Centro de Receitas e Despesas 4. Requisitos de GST/AIA Antes de iniciar as atividades descritas nesse procedimento, o colaborador deverá garantir que todas as medidas de controle consideradas/estabelecidas no PO 002 Medidas de Controle de Saúde e Segurança e Meio Ambiente nas Atividades Administrativas, sejam devidamente seguidas. 5. Procedimento Gerais: Diariamente, o deve gerar o relatório da movimentação bancária do dia útil anterior, acessando o site do banco, e lançar todos os gastos realizados com

3 3/ 7 cartões de colaborador no SSA. Os gastos devem ser identificados por usuário e CRD da área (exemplos: Service, ). Para colaboradores e Prestadores de Serviços PJ que tenham adiantamento para despesas os Relatórios deverão ser fechados juntamente com as RHTS, ou seja, nos dias 15 e 30 de cada mês. Após a conferência e autorização da área responsável as mesmas seguirão para pagamento de acordo com o calendário do contas a pagar.para os demais colaboradores e Prestadores de Serviços PJ que não tenham adiantamento a apresentação do Relatório de Despesas deverá ocorrer até a sextafeira da semana que anteceda o pagamento. Há no o caixa central com um valor de R$ 500,00, para ser utilizado para pequenas compras de urgência. Para utilizá lo, o usuário deve entrar em contato com o explicando o motivo e o valor da compra, retirar o dinheiro e, posteriormente, encaminhar a Nota Fiscal da compra ao. As compras realizadas com o caixa central devem ser contabilizadas quando o valor disponível estiver próximo a R$ 50,00. Os gastos devem ser lançados no SSA Saídas de Caixa Carapicuíba do caixa central no CRD da SINER Engenharia Enviar Relatório de Despesas No início de cada mês, o usuário deve preencher o Relatório de Despesas de Colaboradores (R ADM 03) informando: Na aba Descrição das Despesas informar todos os gastos realizados no período como locomoção, hospedagem, alimentação e outras despesas como papelaria, impressão e correios. Na aba Relação de Diárias informar o local ou cliente em que o usuário se encontrava em cada dia do Relatório de Despesas. O Relatório de Despesas não deve ser utilizado para compra de materiais e serviços destinados às obras/projetos.

4 4/ 7 Anexar ao Relatório de Despesas todas as notas fiscais e enviar para Gestor da Área Usuária. Para o caso de colaboradores em campo, todas as notas ficais deverão ser enviadas ao Gestor pelo correio (Sedex). Nota 1: Não serão ressarcidas despesas com uso de celular particular Conferir gastos e enviar para o O Gestor da Área Usuária deve conferir os gastos dos Relatórios de Despesas de Colaboradores e enviá los, somente com os valores aprovados, para o conforme prazos mencionados no item 04 deste Procedimento Lançar o valor a pagar no SSA O lançamento no SSA deve ser do valor total do Relatório de Despesas de Colaboradores (R ADM 03) e quitado contra o adiantamento do período. Para o usuário com gasto comprovado superior ao adiantamento, deve ser gerado o pagamento do valor do gasto excedente e a reposição do valor do adiantamento. Para o usuário com gasto comprovado inferior o saldo do adiantamento ficará em aberto até a comprovação da despesa. Quando o gasto for igual ao o adiantamento deverá ser gerada a reposição do valor gasto Enviar relatório individual do cartão de crédito anexando as notas fiscais O usuário do cartão de crédito da SINER deve receber a fatura individual de gastos via e mail deverá anexar à fatura as notas fiscais referentes aos gastos e enviar no prazo de 10 dias corridos a contar da data de envio do para a área de Conta a Pagar. O cartão não poderá ser utilizado em hipótese alguma para pagamento de despesas particulares, e as despesas sem identificação serão descontadas do usuário do cartão. Não poderão ser efetuadas compras parceladas. Arquivar até a semana anterior ao vencimento

5 5/ 7 Os documentos recebidos devem ser arquivados no. Na semana anterior a data do vencimento deve ser iniciado o processo de pagamento conforme (Anexo 6) Elaborar Relatório de Honorários de PJ Recursos Humanos deve elaborar o Relatório de Honorários de PJ (R ADM 04) constando o valor a pagar e os gastos pessoais, e enviar um informando ao usuário o valor das despesas e o valor e data que devem constar na nota fiscal. As notas fiscais e os relatórios de honorários de PJ deverão ser entregues ao Contas a Pagar no dia 24 de cada mês, caso esta data coincida com feriado ou final de semana a mesma será antecipada com prévio aviso Acompanhamento do Gestor de Contratos em pagamentos a fornecedores Todas as notas fiscais de Prestação de Serviços deverão ser encaminhadas a área jurídica para averiguação das condições contratuais sendo que para prestação de serviços não haverá adiantamento, os pagamentos somente serão realizados mediante apresentação de Nota Fiscal. Para pagamentos de fornecimento de serviços para obras ou matérias primas que requerem inspeção, a cada evento de pagamento, deve receber do Gestor de Contratos o Relatório de Fornecimento de Mão de Obra (Materiais), que deve ser anexado à nota fiscal do fornecedor (no caso de adiantamentos não há Nota Fiscal) e enviado para a liberação dos pagamentos pelas Diretorias conforme procedimento Comprar Materiais e Serviços (PO 006) Verificar pagamentos com vencimento na semana Nas segundas feiras o deve verificar os pagamentos agendados para o período de terça feira da mesma semana, até a segunda feira da semana seguinte, para enviar para a aprovação da Diretoria de Engenharia e Operações e da Diretoria. As notas fiscais deverão ser entregues no almoxarifado até as 14h00H da segunda feira da semana que anteceda o seu pagamento, conforme descrito no PO 001 Receber Materiais e

6 6/ 7 Serviços. Para sequência do fluxo de realização de pagamento as mesmas serão encaminhadas até quarta feira(da semana que antecede o seu pagamento) para o Conferir o documento para o pagamento deve conferir se os documentos para pagamentos no período estão aprovados, de acordo com o tipo de pagamento. Relatório de Medição de Fornecimento de Mão de Obra (Materiais) elaborado e aprovado pelo Gestor de Contratos para pagamento de adiantamentos a fornecedores, fornecedores de serviços para obras com Gestão de Contratos e fornecedores de materiais que requerem inspeções (conforme descrito no PO 006 Comprar Materiais e Serviços). No caso de compra de materiais, os seguintes documentos também são possíveis: Nota de débito, Recibo, Boleto bancário ou Fatura pró forma. Formulário de Reconhecimento de Serviços Tomados (R SUP 01) preenchido pelo usuário que solicitou o serviço para pagamento de fornecedores de serviços sem Gestão de Contratos (conforme descrito no PO 001 Receber Materiais e Serviços). Relatório de Despesas de Colaboradores (R ADM 03) aprovado pelo Gestor da área usuária para ressarcir despesas de colaboradores SINER. Relatório de Honorários de PJ (R ADM 04) para pagamento de honorários a colaboradores PJ. Outros documentos que geram pagamento: Recibos, boletos e faturas devem ser validados pela área fiscal e apresentadas ao financeiro juntamente com o Formulário de Reconhecimento de Serviços Tomados (R SUP 01), devidamente preenchido e assinado (conforme descrito no PO 001 Receber Materiais e Serviços), para a programação de pagamento de Aluguel de Imóveis apresentarem juntamente o contrato de locação do imóvel sem a necessidade de validação da área fiscal, são exceções: Faturas de Contas de Consumo como: Agua, Energia Elétrica, Telefonia e Faturas de Cartão de Crédito de Gestores que estão como débito automático e serão lançados e arquivados pela área de contas a

7 7/ 7 pagar e estes dispensam a apresentação de Formulário de Reconhecimento de Serviços Tomados (R SUP 01). Enviar relatório de pagamentos agendados para aprovação das Diretorias Nas segundas feiras o deve enviar para a aprovação das Diretorias, um relatório contendo todos os pagamentos agendados para o período de terça feira da mesma semana até a segunda feira da semana seguinte, juntamente com as notas fiscais e outros documentos referentes aos pagamentos. 6. Indicadores de Desempenho Os indicadores estão descritos na Lista de Indicadores da Siner. 7. Relatórios aplicáveis Não Aplicável 8. Documentos e Controles Relacionados R ADM 03 Relatório de Despesas de Colaboradores R ADM 04 Relatório de Honorários de PJ R SUP 01 Formulário de Serviços Tomados R GC 02 Planilha de Medição 9. Anexos Anexo 1 Fluxo de Pagamento de Despesas de Colaboradores. Anexo 2 Fluxo de Despesas de Cartão de Crédito de Gestores. Anexo 3 Fluxo de Pagamento de Colaboradores PJ. Anexo 5 Fluxo de Pagamento de Fornecedores para Obras com Gestão de Contratos Anexo 6 Fluxo de Efetuação de Pagamento.

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 023 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento e adequação dos registros e padrões Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 026

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 026 1/7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão dos Indicadores 02 Revisão geral do documento 03 Item 4.1: Foi inserida uma aprovação final da Diretoria após o Gestor

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 04

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 04 1/ 6 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão e adequação integral do PO 02 Revisão na íntegra do PO Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 008

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 008 1/5 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Inclusão da AP como de uso restrito e interno da SINER e revisão das responsabilidades do Responsável pelo Projeto. 02 Melhoria

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 20

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 20 1/ 8 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão e Adequação integral do PO 02 Adequação dos Registros e Padrões Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 014

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 014 1/ 14 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão integral do PO, Indicadores e adequação dos registros e padrões. 02 Adequação as normas ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007

Leia mais

Procedimento Sistêmico Nome do procedimento: Tratar Não Conformidade, Incidentes e Acidentes Data da Revisão 18/01/12

Procedimento Sistêmico Nome do procedimento: Tratar Não Conformidade, Incidentes e Acidentes Data da Revisão 18/01/12 1/ 11 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento Adequação de seu conteúdo para sistema ISO 9001:2008 e alteração de nomenclatura. 01 Deixa de ser chamado de PO (Procedimento Operacional)

Leia mais

Política de Contas a Pagar

Política de Contas a Pagar T Política de Contas a Pagar 1 1. ABRANGÊNCIA 1.1 Todas as áreas administrativas da empresa responsáveis por aquisições/contratações de produtos e/ou serviços, conforme deliberação e aprovação dos sócios

Leia mais

Procedimento Operacional

Procedimento Operacional Nome do procedimento: 1/ 6 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável Rubrica Diretoria de Engenharia e Operações

Leia mais

Procedimento Sistêmico N⁰ do procedimento: PS 01

Procedimento Sistêmico N⁰ do procedimento: PS 01 1/ 6 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento 01 Adequação aos processos Adequação de seu conteúdo para sistema ISO 9001:2008 e alteração de nomenclatura. 02 Deixa de ser chamado de PO (Procedimento

Leia mais

Procedimento Operacional Nome do procedimento: Calibração, Aferição, Instrumentação e Ferramentaria Data da Revisão: 13/05/2011

Procedimento Operacional Nome do procedimento: Calibração, Aferição, Instrumentação e Ferramentaria Data da Revisão: 13/05/2011 Data da 1/ 7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento Diretoria de Negócios Vendas Service Qualidade Suprimentos Fabrica Gestão de Materiais Demais envolvidos na análise e aprovação

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 014

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 014 1/ 14 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão integral do PO, Indicadores e adequação dos registros e padrões. 02 Adequação as normas ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007

Leia mais

FIN. 08 - ADIANTAMENTO E PRESTAÇÃO DE CONTAS

FIN. 08 - ADIANTAMENTO E PRESTAÇÃO DE CONTAS 1 de 12 msgq - ADIANTAMENTO E PRESTAÇÃO DE CONTAS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR - ADIANTAMENTO E PRESTAÇÃO DE CONTAS 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS...

Leia mais

DEARH SESMT. Arquiva documentação em 4 vias (pagamento, dentista, funcionário e sistema)

DEARH SESMT. Arquiva documentação em 4 vias (pagamento, dentista, funcionário e sistema) MANUTENÇÃO DE ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGIA 02/02/2011 Encaminha a SESMT orçamento emitido pelo dentista. Recebe do orçamento do dentista Verifica valores em tabela já estabelecida o chefe da Seção Orçamento

Leia mais

Processo de Compras GENS

Processo de Compras GENS Processo de Compras GENS Manual do Colaborador Versão 2.0 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1 Objetivos... 3 1.1.1 Objetivo da definição do Processo de Compras... 3 1.1.2 Objetivo deste Manual... 3 2. PROCESSO

Leia mais

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 REGRAS E CRITÉRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DAS OPERAÇÕES DE CONTAS A PAGAR ATRAVÉS DA FADEX TERESINA PI, FEVEREIRO DE 2012 INSTRUÇÃO

Leia mais

Gestão de Suprimento de Fundos

Gestão de Suprimento de Fundos Suporte Institucional MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Gestão de Suprimento de Fundos Esta edição do Manual foi atualizada até 26/06/2014. Ministério Público Federal Procuradoria da República do Rio Grande

Leia mais

PROCEDIMENTO DE VIAGEM

PROCEDIMENTO DE VIAGEM PG.GAF.001 003 01/11/2015 1 de 16 CENTRO INTERNACIONAL DE ENERGIAS RENOVÁVEIS BIOGÁS Novembro 2015 PG.GAF.001 003 01/11/2015 2 de 16 Sumário 1. OBJETIVO...3 2. DEFINIÇÕES E SIGLAS...3 3. FLUXO DO PROCESSO

Leia mais

Procedimento Operacional

Procedimento Operacional 1/11 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento 02 Adequação dos registros e padrões Adequação para o Sistema de Gestão Integrado, alteração do Item

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA REMESSA DE DOCUMENTOS PARA CONTABILIZAÇÃO

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA REMESSA DE DOCUMENTOS PARA CONTABILIZAÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA REMESSA DE DOCUMENTOS PARA CONTABILIZAÇÃO Através deste manual, a Tecnicont pretende orientar seus clientes e facilitar os procedimentos a serem realizados no envio de documentos

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO FLUXO E PROCEDIMENTOS DE NOTAS FISCAIS AOS COORDENADORES DE PROJETOS E CONVÊNIOS NIOS ADMINISTRADOS PELA FUNDAHC

MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO FLUXO E PROCEDIMENTOS DE NOTAS FISCAIS AOS COORDENADORES DE PROJETOS E CONVÊNIOS NIOS ADMINISTRADOS PELA FUNDAHC 1 MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO FLUXO E PROCEDIMENTOS DE NOTAS FISCAIS AOS COORDENADORES DE PROJETOS E CONVÊNIOS NIOS ADMINISTRADOS PELA FUNDAHC Introdução: A FUNDAHC preparou o presente manual para distribuição

Leia mais

Manual Prático Para Prestação de Contas

Manual Prático Para Prestação de Contas Manual Prático Para Prestação de Contas INTRODUÇÃO O presente manual tem por finalidade orientar os gestores de projetos culturais sobre os seus deveres, instruir como realizar as despesas e prestar contas

Leia mais

Passo a passo Aditamento a Contrato de Arrendamento Mercantil Cessão de Direitos e Obrigações.

Passo a passo Aditamento a Contrato de Arrendamento Mercantil Cessão de Direitos e Obrigações. Passo a passo Aditamento a Contrato de Arrendamento Mercantil Cessão de Direitos e Obrigações. Para dar início ao processo de transferência do contrato primeiramente é necessário preencher a proposta para

Leia mais

Procedimento Operacional

Procedimento Operacional 1/ 13 Contratos Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão Integral do PO Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável Rubrica Diretoria de Engenharia

Leia mais

FIN. 10 CONTAS A RECEBER

FIN. 10 CONTAS A RECEBER 1 de 12 msgq CONTAS A RECEBER MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A RECEBER CONTAS A RECEBER 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1 DEFINIÇÃO

Leia mais

FIN. 03 - ARRECADAÇÃO MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO ARRECADAÇÃO

FIN. 03 - ARRECADAÇÃO MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO ARRECADAÇÃO 1 de 25 msgq FIN. 03 - ARRECADAÇÃO MACROPROCESSO PROCESSO ARRECADAÇÃO FIN. 03 - ARRECADAÇÃO 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1. DEFINIÇÃO DO

Leia mais

Procedimento Operacional N do procedimento: PO 01

Procedimento Operacional N do procedimento: PO 01 1/ 18 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão integral do PO e Indicadores 02 Adequação da Premissa, item 4.1 e 4.2 03 Adequação dos Registros e padrões 04 Revisão

Leia mais

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE AQUISIÇÃO DE SUPRIMENTOS E SERVIÇOS

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE AQUISIÇÃO DE SUPRIMENTOS E SERVIÇOS Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE AQUISIÇÃO DE SUPRIMENTOS E SERVIÇOS Código Revisão Confidencialidade Data Página PQ-0002 Rev.

Leia mais

FS133.1. Sistema: Futura Server. Caminho: Contas a Receber>Boleto>Boleto Baixa. Referência: FS133.1. Versão: 2016.07.04

FS133.1. Sistema: Futura Server. Caminho: Contas a Receber>Boleto>Boleto Baixa. Referência: FS133.1. Versão: 2016.07.04 Como Baixar FS133.1 Boletos? Sistema: Futura Server Caminho: Contas a Receber>Boleto>Boleto Baixa Referência: FS133.1 Versão: 2016.07.04 Como Funciona: Esta tela é utilizada para gerar arquivos que informarão

Leia mais

Pd@Net Financeiro. Manual do Fornecedor

Pd@Net Financeiro. Manual do Fornecedor Pd@Net Financeiro Manual do Fornecedor Ao formularmos este manual, pensamos em você, nosso fornecedor, que necessita de um suporte a qualquer horário. Aqui você vai saber como acessar as seguintes informações:

Leia mais

Apresentar recibo original emitido pela organização do evento, constando inclusive à assinatura do recebedor.

Apresentar recibo original emitido pela organização do evento, constando inclusive à assinatura do recebedor. Apresentar recibo original emitido pela organização do evento, constando inclusive à assinatura do recebedor. acompanhado dos cartões de embarque originais utilizados; f) A FAPERJ não aceitará o pagamento

Leia mais

Ref.: NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO DE 2009

Ref.: NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO DE 2009 Universidade Federal de Minas Gerais Pro - Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Departamento de Contabilidade e Finanças e-mail: dcf@dcf.ufmg.br Tel. (031) 3409-4102 1 OFÍCIO CIRCULAR DCF 028/2009

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho FINANCEIRO IT. 20 11 1 / 6 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para as atividades financeiras do Conselho. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Instrução Normativa nº 480 de 15 de dezembro de 2004 Secretaria da

Leia mais

Guia para Comprovação de Investimentos

Guia para Comprovação de Investimentos Guia para Comprovação de Investimentos 1 2 4 5 Introdução Acompanhamento na Fase de Análise ETAPA 1 Comprovação Financeira ETAPA 2 Comprovação Física ETAPA Comprovação Jurídica ETAPA 4 Liberação Penalidades

Leia mais

Procedimento Sistêmico N⁰ do procedimento: PS 03

Procedimento Sistêmico N⁰ do procedimento: PS 03 1/ 5 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Emissão do documento baseado nos requisitos da ISO 9001:2008 01 Adequação as normas ISO 14001:2004 e OHSAS 18001:2007, inclusão das auditorias de manutenção e alteração

Leia mais

2 APLICAÇÃO 3 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5 TERMINOLOGIA 6 DESCRIÇÃO DAS ROTINAS ADMINISTRATIVAS_ZIG

2 APLICAÇÃO 3 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 4 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 5 TERMINOLOGIA 6 DESCRIÇÃO DAS ROTINAS ADMINISTRATIVAS_ZIG Aprovado ' Elaborado por Luana Gomes/BRA/VERITAS em 21/10/2013 Verificado por Luis Fernando em 22/10/2013 Aprovado por Marcio Pereira/BRA/VERITAS em 22/10/2013 ÁREA M&O Tipo Instrução Administrativa Número

Leia mais

NORMA OPERACIONAL PADRÃO Código: Versão V.1

NORMA OPERACIONAL PADRÃO Código: Versão V.1 27/07/2015 1 SUMÁRIO 1. Objetivo 1.1 Abrangência 2. Definições, terminologia e siglas 3. Norma Operacional Padrão Viagens 3.1 Adiantamento 3.2 Passagens Aéreas 3.3 Hospedagem 3.4 Veículos 3.5 Recibos 3.6

Leia mais

GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS

GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS Sumário 1. Introdução... 2 2. Início Portal Coordenador... 2 2.1. Novos Pedidos... 2 2.2. Pendências... 3 2.3. Menu... 4 2.4. Sair... 4 3. Saldo de Projetos... 5 4. Extrato

Leia mais

CATEGORIA TOUR DE COMPRAS EM RIO BRANCO - URUGUAI 89 PREÇOS EM REAIS POR PESSOA, SEM REFEIÇÕES. GRUPO MÍNIMO DE 08 PESSOAS

CATEGORIA TOUR DE COMPRAS EM RIO BRANCO - URUGUAI 89 PREÇOS EM REAIS POR PESSOA, SEM REFEIÇÕES. GRUPO MÍNIMO DE 08 PESSOAS HOSPEDAGEM HOTEL Jacques Georges Tower Curi Palace Manta sob consulta DISTÂNCIA DO EVENTO Hotel Oficial 2.000 m 1,500 m 1.300 m CATEGORIA PREÇOS EM REAIS, POR PESSOA INDIVIDUAL DUPLO TRIPLO DIÁRIA DIÁRIA

Leia mais

Emissão de Boletos de Locação - Sami ERP++

Emissão de Boletos de Locação - Sami ERP++ Emissão de Boletos de Locação - Sami ERP++ 1. Tabela de I.R.R.F. Acesse o módulo DIVERSOS/ CADASTROS/ TABELA DE I.R.R.F. Este programa destina-se ao cadastramento da tabela do Imposto de Renda na Fonte

Leia mais

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto.

Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Orientações para aquisição de Bens Móveis Parabéns! Agora que a sua cota já está contemplada e você já recebeu sua CARTA DE CRÉDITO, você poderá concretizar o seu projeto. Lembrando que a análise do seu

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA CLIENTES

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA CLIENTES I. OBJETIVO A PLUS CONTÁBIL preparou o presente manual para distribuição aos nossos clientes, com o objetivo de: Auxiliá-los no relacionamento com nosso escritório Estabelecer alguns procedimentos básicos

Leia mais

RESCISÃO DE LOCAÇÃO. A Rescisão poderá ser feita estando o contrato sendo regido pelo prazo determinado ou indeterminado.

RESCISÃO DE LOCAÇÃO. A Rescisão poderá ser feita estando o contrato sendo regido pelo prazo determinado ou indeterminado. RESCISÃO DE LOCAÇÃO 1 OBJETIVO Descrever o processo de rescisão do inquilino, desde o comunicado de desocupação até a entrega efetiva das chaves e o acerto final. 2 PROCEDIMENTO A palavra Rescisão é utilizada

Leia mais

NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS

NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS PROCEDIMENTO PADRÃO Nº. 001/2006. Teresina, Março 2008 ATUALIZADO EM MARÇO DE 2008 NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS

Leia mais

NOR - PRO - 105 PAGAMENTO DA DESPESA

NOR - PRO - 105 PAGAMENTO DA DESPESA 1. OBJETIVO 1.1. Estabelecer normas e procedimentos para o pagamento de despesas referentes às contratações de prestação de serviços, ao fornecimento de bens permanentes e de consumo e às obras e serviços

Leia mais

Índice 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. DEFINIÇÃO... 3 5. RESPONSABILIDADE... 3 6. HISTÓRICO DE REVISÕES...

Índice 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. DEFINIÇÃO... 3 5. RESPONSABILIDADE... 3 6. HISTÓRICO DE REVISÕES... REF: CE-M-001 REV: 2 de 9 Índice 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. REFERÊNCIA... 3 4. DEFINIÇÃO... 3 5. RESPONSABILIDADE... 3 6. HISTÓRICO DE REVISÕES... 4 7. DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO... 4 POLÍTICAS...

Leia mais

CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO

CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO 1. PRINCIPAIS ORIENTAÇÕES 2 2. MODALIDADE PARA USO DA SUA CARTA DE CRÉDITO 2 3. ETAPAS PARA UTILIZAÇÃO DO CRÉDITO 2 4. DOCUMENTOS PARA PESQUISA

Leia mais

Prestacao de Contas para Convenios COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COPLAG NÚCLEO DE CONTROLADORIA NUCON

Prestacao de Contas para Convenios COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COPLAG NÚCLEO DE CONTROLADORIA NUCON Prestacao de Contas para Convenios COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COPLAG NÚCLEO DE CONTROLADORIA NUCON SECRETARIO ADJUNTO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO Antônio Rodrigues de Amorim SECRETARIO EXECUTIVO

Leia mais

Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal. Banco do Setor público

Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal. Banco do Setor público Manual Cartão de Pagamento do Governo Federal Banco do Setor público 2 Sumário Introdução 04 Cartão de Pagamento do Governo Federal CPGF 04 Passo a Passo 10 Perguntas e Respostas 12 Legislação I Ementa

Leia mais

Execução de Despesa. DNT/SSSCI/SF Abril 2013

Execução de Despesa. DNT/SSSCI/SF Abril 2013 DNT/SSSCI/SF Abril 2013 Realização Secretaria da Fazenda Subsecretaria do Sistema de Controle Interno Departamento de Normas Técnicas Apresentação David Fabri Monique Junqueira Ferraz Zanella INTRODUÇÃO

Leia mais

MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS

MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS 2013 MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS UNIPAMPA Pró-Reitoria de Administração 12/02/2013 APRESENTAÇÃO Este Manual destina-se a orientar sobre procedimentos de contratações de serviços (terceirizados; energia

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL DO CARTÃO BI CARD CONSIGNADO GOV. ACRE

ROTEIRO OPERACIONAL DO CARTÃO BI CARD CONSIGNADO GOV. ACRE 1. PUBLICO ALVO O publico alvo é constituído por servidores ativos e inativos do Governo do Estado do Acre com o objetivo de concessão do Cartão BI CARD possibilitando saque antecipado, saques eletrônicos,

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº 06, de 17.2.09 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO o disposto nos arts.

Leia mais

Ref.: Demonstrações Contábeis de 2013

Ref.: Demonstrações Contábeis de 2013 Ao Morro do Chapéu Golfe Clube Belo Horizonte, 28 de fevereiro de 2014. Ref.: Demonstrações Contábeis de 2013 Anexamos às seguintes demonstrações: 1. Balanço Patrimonial: apresenta a situação patrimonial

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Processo Universidade Federal da Bahia Coordenação de Material e Patrimônio Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Nº de folhas 1 de 5 Glossário de Termos CCF/PROAD

Leia mais

MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos.

MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO. Contamos com o comprometimento e colaboração de todos. MANUAL BÁSICO DE NORMAR E ROTINAS DEPARTAMENTO FINANCEIRO DISPOSIÇÕES INICIAIS O manual trás um resumo de algumas normas e rotinas que devem ser seguidas para o bom desempenho das tarefas necessárias para

Leia mais

Conta Centralizadora das Bandeiras Tarifárias. Título: PO CCB-01 Operacionalização da Conta Bandeiras. Tipo do documento: Procedimento.

Conta Centralizadora das Bandeiras Tarifárias. Título: PO CCB-01 Operacionalização da Conta Bandeiras. Tipo do documento: Procedimento. Conta Centralizadora das Bandeiras Tarifárias Título: PO CCB-01 Operacionalização da Conta Bandeiras Tipo do documento: Procedimento Número: 01 Versão: 01 Classificação do documento: Público Vigência:

Leia mais

PETROBRAS - PETROLEO BRASILEIRO S/A

PETROBRAS - PETROLEO BRASILEIRO S/A PETROBRAS - PETROLEO BRASILEIRO S/A COMPARTILHADO/RSPS/NS/SPI EDITAL DE LEILÃO Nº. 0200.001/2014 LICITAÇÃO COM APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA POR LEILÃO ELETRÔNICO TERMINAL DE GUARAREMA/SP Lote 01 - Sucata Mista

Leia mais

Se você for substituir o seu bem por um USADO, providenciar a vistoria do bem (se for um bem NOVO, passar para o 2º passo)

Se você for substituir o seu bem por um USADO, providenciar a vistoria do bem (se for um bem NOVO, passar para o 2º passo) Orientações para Substituição de Garantia Bens Móveis Nesse documento você encontra todas as orientações para concluir a substituição do bem adquirido no Consórcio, de maneira ágil e fácil. Esse processo

Leia mais

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Setembro / 2013 Bem vindo ao sistema de consultas de pagamentos da TOTVS S/A. Aqui você encontrará informações sobre condições de pagamentos, bem

Leia mais

Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social.

Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social. Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social. Documentos que possuem validade fiscal perante o fisco

Leia mais

Manual de Processo Cobrança de despesas reembolsáveis pelos clientes

Manual de Processo Cobrança de despesas reembolsáveis pelos clientes T Manual de Processo Cobrança de despesas reembolsáveis pelos clientes Processos e Conformidade Novembro/2014 Rev.0 3/18/2015 1 SUMÁRIO 1 OBJETIVO...3 2 ABRANGÊNCIA...3 3 DESENHO...4 4 PASSO A PASSO...5

Leia mais

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Versão Fevereiro/2013 Índice PCS - Módulo de Prestação de Contas...3 Acesso ao Módulo PCS...3 1. Contas financeiras...5 1.1. Cadastro de

Leia mais

Orientações para Pagamento de Diárias e Prestação de Contas Versão nº 05, 06/04/2011

Orientações para Pagamento de Diárias e Prestação de Contas Versão nº 05, 06/04/2011 Orientações para Pagamento de Diárias e Prestação de Contas Versão nº 05, 06/04/20 Sumário I - REQUISIÇÃO DE DIÁRIA / PAGAMENTO DE DIÁRIA... Solicitante (Servidor que irá realizar a viagem)... Aprovador

Leia mais

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS. Art. 2º As Bibliotecas da Univás estão a serviço da comunidade, oferecendo aos usuários:

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS. Art. 2º As Bibliotecas da Univás estão a serviço da comunidade, oferecendo aos usuários: REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1 Este Regulamento normatiza o funcionamento das Bibliotecas da Universidade do Vale do Sapucaí Univás, mantida pela Fundação de Ensino Superior

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE. Av. Conselheiro Aguiar, nº 4635, salas 407/408, Boa Viagem, Recife/PE 81-3325.0725 81-8639.0762

MANUAL DO CLIENTE. Av. Conselheiro Aguiar, nº 4635, salas 407/408, Boa Viagem, Recife/PE 81-3325.0725 81-8639.0762 MANUAL DO CLIENTE Av. Conselheiro Aguiar, nº 4635, salas 407/408, Boa Viagem, Recife/PE 81-3325.0725 81-8639.0762 www.hvrcontabil.com.br contato@hvrcontabil.com.br INTRODUÇÃO Este manual tem como finalidade

Leia mais

Nº Versão/Data: Validade: 1.0 01/10/2014 OUTUBRO/2015 FIN. 07 - BORDERÔS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR

Nº Versão/Data: Validade: 1.0 01/10/2014 OUTUBRO/2015 FIN. 07 - BORDERÔS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR 1 de 7 msgq - BORDERÔS MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO CONTAS A PAGAR BORDERÔS 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1 DEFINIÇÃO DO SERVIÇO E SUA

Leia mais

HISTÓRICO DE REVISÕES

HISTÓRICO DE REVISÕES PÁGINA: 1/12 DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRAD ÁREAS SECON FPB/ QUALIDADE CÓDIGO DE CLASSIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 010 TíTULO: REALIZAR ANÁLISE FINANCEIRA DAS UNIDADES FPB ELABORADO EM:09/07/2014 REVISADO EM:14/07/2014

Leia mais

MANUAL ALTERAR DAR. Resolução 033/2014-GSEFAZ

MANUAL ALTERAR DAR. Resolução 033/2014-GSEFAZ MANUAL ALTERAR DAR Resolução 033/2014-GSEFAZ Versão 2.0 em 15/03/2016 ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O USO DA FUNCIONALIDADE ALTERAR DAR 1. O que é Alterar DAR? É uma ferramenta disponibilizada ao contribuinte

Leia mais

Desoneração da Folha de Pagamento

Desoneração da Folha de Pagamento Instruções de Configuração e Uso Pré-requisitos para adequação do Sistema para o Cálculo da Contribuição Previdenciária sobre o Faturamento. Estes procedimentos são realizados nos módulos: Fiscal (SIGAFIS)

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE CONTAS A PAGAR FORNECEDOR NACIONAL

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE CONTAS A PAGAR FORNECEDOR NACIONAL 0/05/203 PCP-0 Coord.. INTRODUÇÃO O Procedimento de Fornecedor Nacional tem por objetivo estabelecer as normas para o processo de pagamento a fornecedores nacionais e colaboradores através do sistema SAP,

Leia mais

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E-

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E- 2014 ÍNDICE 1. Cadastros básicos 2. Módulos básicos (Incluso em todas as versões) CMC BASE 3. Agenda 4. Arquivos 5. Empresas ou Cadastros de empresas 6. Pessoas ou cadastro de pessoas 7. Módulos que compõem

Leia mais

IS - INSTRUÇÃO DE SERVIÇO

IS - INSTRUÇÃO DE SERVIÇO INSTRUÇÃO DE SERVIÇO: Lançamento de notas fiscais de entradas de mercadoria no sistema com geração do contas a pagar. OBJETIVO: Realizar lançamentos de notas fiscais de entradas de mercadoria seguido de

Leia mais

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS. Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS. Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016 REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016 1. APRESENTAÇÃO 1.1. O Instituto Consulado da Mulher, ação social da marca Consul, torna público que estão abertas as

Leia mais

GERA GESTÃO E CONTROLE DE TÍTULOS: parte I

GERA GESTÃO E CONTROLE DE TÍTULOS: parte I Olá! Você verá a seguir um importante treinamento que vai facilitar suas atividades diárias! Ao acessá-lo pela primeira vez, procure assistir até o final. Caso não consiga, você poderá reiniciar de onde

Leia mais

Gerencial Software MANUAL DO USUÁRIO 1

Gerencial Software MANUAL DO USUÁRIO 1 MANUAL DO USUÁRIO 1 SUMÁRIO Tela de Login... 3 Telas de Atualização e Informação... 3 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Grupos... 7 Cadastro de Subgrupos... 8 Cadastro de Fornecedores... 8 Cadastro

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE VALIDADE DE DOCUMENTOS (TEMPO DE GUARDA)

ORIENTAÇÃO DE VALIDADE DE DOCUMENTOS (TEMPO DE GUARDA) ORIENTAÇÃO DE VALIDADE DE DOCUMENTOS (TEMPO DE GUARDA) 1. VIDA FINANCEIRA 1.1 PAGAMENTO DE TRIBUTOS 1.1.1 Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) e seu respectivo DARF, contados a partir do exercício

Leia mais

ANEXO VII EDITAL 003/2013 -PROCULTURA INSTRUÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS

ANEXO VII EDITAL 003/2013 -PROCULTURA INSTRUÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS ANEXO VII EDITAL 003/2013 -PROCULTURA INSTRUÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS BASE LEGAL 1. Capítulo III da Lei nº 5.662/09 2. Item 9 do Edital 000/2013-ProCultura ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Os PROPONENTES que

Leia mais

Anexo 6 Guia de Solicitação de Compras

Anexo 6 Guia de Solicitação de Compras Passos que devem ser seguidos para abertura, alteração ou exclusão de solicitação de compras no SSA: 1. Criando uma Solicitação de Compras Na tela inicial do SSA abrir a aba Compras, selecionar a opção

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE. 2014 versão l. (Direitos reservados)

MANUAL DO CLIENTE. 2014 versão l. (Direitos reservados) MANUAL DO CLIENTE 2014 versão l (Direitos reservados) 1 Anotações: 2 MANUAL DO CLIENTE Número do Manual: Cliente: CNPJ: Recebido em: / / Entregue por: Caro cliente Este manual tem a finalidade de instruí-lo

Leia mais

Evolução e desafios do setor de meios eletrônicos de pagamento nas relações com os consumidores. CMEP, 4 de novembro de 2014

Evolução e desafios do setor de meios eletrônicos de pagamento nas relações com os consumidores. CMEP, 4 de novembro de 2014 Evolução e desafios do setor de meios eletrônicos de pagamento nas relações com os consumidores CMEP, 4 de novembro de 2014 Avanço Regulatório Resolução 3.919 de 25 de setembro de 2010 Tarifas o Normas

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS

INSTITUTO NACIONAL DE SEGURO SOCIAL - INSS ROTEIRO DE CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO DOS EMPRÉSTIMOS CONSIGNADOS PUBLICO ALVO Aposentados e pensionistas que recebam pelo INSS. Empréstimos consignados para idosos aposentados, pensionistas, analfabetos ou semi-analfabetos, moradores das cidades mencionadas abaixo,

Leia mais

Diretoria: Diretoria de Administração e Finanças Área de origem: Gerência Administrativa Assunto: VIAGEM DE PESSOAL NO PAÍS

Diretoria: Diretoria de Administração e Finanças Área de origem: Gerência Administrativa Assunto: VIAGEM DE PESSOAL NO PAÍS SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CORPORATIVA SUBSISTEMA NORMAS ORGANIZACIONAIS Diretoria: Diretoria de Administração e Finanças Área de origem: Gerência Administrativa Assunto: VIAGEM DE PESSOAL NO PAÍS Número:

Leia mais

FLUXOGRAMA DOS PROCESSOS DE PAGAMENTO

FLUXOGRAMA DOS PROCESSOS DE PAGAMENTO FLUXOGRAMA DOS PROCESSOS DE PAGAMENTO Fluxograma de Diárias Solicitação: cabe ao Gabinete da Presidência elaborar Portaria, conforme Anexo I, encaminhá-la a secretaria geral para abertura do PEF, e encaminhar

Leia mais

CONTAS A PAGAR. Como efetuar o lançamento. Arquivo > Financeiro > Lancamentos > Contas a Pagar. Novo

CONTAS A PAGAR. Como efetuar o lançamento. Arquivo > Financeiro > Lancamentos > Contas a Pagar. Novo CONTAS A PAGAR Serão lançados nesse módulo os documentos relativos a despesas da empresa que ainda serão pagos. Ex: Notas Fiscais de Aquisição de Produtos/Serviços, Contas de Energia, Telefone, Água, Folha

Leia mais

REF.: RELATÓRIO TRIMESTRAL DO FIDC FORNECEDORES ODEBRECHT (CNPJ: 12.630.101/0001-25) - PERÍODO ENCERRADO EM 30/09/2015.

REF.: RELATÓRIO TRIMESTRAL DO FIDC FORNECEDORES ODEBRECHT (CNPJ: 12.630.101/0001-25) - PERÍODO ENCERRADO EM 30/09/2015. São Paulo, 16 de novembro de 2015. À Comissão de es Mobiliários ( CVM ) Gerência de Acompanhamento de Fundos Estruturados - GIE Rua Sete de Setembro, 111 30º andar 20159-900 - Rio de Janeiro - RJ REF.:

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO E AUDITORIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO E AUDITORIA ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA A ELABORAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS DIRETÓRIOS PARTIDÁRIOS Tendo em vista a obrigação das agremiações partidárias de prestar contas até 30 de abril de 2014, referente ao exercício

Leia mais

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER... 1 2 INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO......6 3. CONTAS A RECEBER......6 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...6 3.2. LANÇAMENTO MANUAL DE CONTAS A RECEBER...7 3.3. GERAÇÃO

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM EXCELÊNCIA OPERACIONAL NA ÁREA DA SAÚDE

Leia mais

MANUAL CONTRATAÇÃO DE EVENTOS PRÉ EVENTO A) ELABORAÇÃO DA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E TRÂMITES PARA CONTRATAÇÃO DA EMPRESA

MANUAL CONTRATAÇÃO DE EVENTOS PRÉ EVENTO A) ELABORAÇÃO DA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E TRÂMITES PARA CONTRATAÇÃO DA EMPRESA MANUAL CONTRATAÇÃO DE EVENTOS PRÉ EVENTO A) ELABORAÇÃO DA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA E TRÂMITES PARA CONTRATAÇÃO DA EMPRESA 1) Reunião Prévia (Responsável: Secretaria Demandante) Solicitação de Contratação,

Leia mais

INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS IIP Nº 005, de 24 de agosto de 2011 (*)

INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS IIP Nº 005, de 24 de agosto de 2011 (*) INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS IIP Nº 005, de 24 de agosto de 2011 (*) Disciplina no âmbito do IFPR as Orientações acerca da Execução Orçamentária e Financeira, relativas à Concessão de Suprimentos

Leia mais

Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL. Procedimentos do Programa de Eficiência Energética PROPEE

Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL. Procedimentos do Programa de Eficiência Energética PROPEE Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Procedimentos do Programa de Eficiência Energética PROPEE Módulo 10 Controle e Fiscalização Revisão Motivo da Revisão 1 Correções e aperfeiçoamentos Instrumento

Leia mais

CRÉDITO CONSIGNADO ITAÚ. Procedimento de Rescisão de Funcionários

CRÉDITO CONSIGNADO ITAÚ. Procedimento de Rescisão de Funcionários Data de Atualização: 08/10/2009 CRÉDITO CONSIGNADO ITAÚ Procedimento de Rescisão de Funcionários Itaú Bankline Empresa Versão Outubro de 2009 ÍNDICE ETAPA 1 INTRODUÇÃO... 03 ETAPA 2 CADASTRO DE RESCISÃO...

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana EDITAL PROEX 10/2014, de 05 de agosto de 2014 PROFIEX 2014 A Comissão Superior de Extensão e a Pró-Reitora de Extensão da Universidade

Leia mais

EDITAL 03/2016 EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA (CALEM)

EDITAL 03/2016 EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA (CALEM) EDITAL 03/2016 EXAME DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA (CALEM) A do e o Centro Acadêmico de Línguas Estrangeiras Modernas (CALEM) da (UTFPR) informam que estarão abertas as inscrições para a realização

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Geral Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema de Almoxarifado

Leia mais

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS.

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. I. BALANÇO ATIVO 111 Clientes: duplicatas a receber provenientes das vendas a prazo da empresa no curso de suas operações

Leia mais

UNIDADE PRESTAÇÃO DE CONTAS

UNIDADE PRESTAÇÃO DE CONTAS UNIDADE PRESTAÇÃO DE CONTAS Fluxo do Processo de Prestação de Contas Workshop de Alinhamento Estratégico São Paulo Maio 2010 PROCESSO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS PRESTAÇÃO DE CONTAS TÉCNICA FINANCEIRA Unidade

Leia mais

Treinamento Sistema Imobilis Módulo I

Treinamento Sistema Imobilis Módulo I Imobilis Módulo I CADASTROS Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2

Leia mais

EDITAL Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA TÉCNICA

EDITAL Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA TÉCNICA Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica EDITAL Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA TÉCNICA A Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica

Leia mais