ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2011 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2011 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS"

Transcrição

1 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 02 - SERVIÇOS DE APOIO, ESTUDOS, COORDENAÇAO, COOPERAÇAO E CONTROLO 06 - INSTITUTO DE GESTAO DO SOCIAL EUROPEU IP-ORÇ. PRIV.-FUNC. PROG MED RECEITA 065 FUNÇÕES S - DIVERSAS NÃO ESPECIFICADAS 06 TRANSFERENCIAS CORRENTES: ADMINISTRACAO CENTRAL: ESTADO - PARTICIPACAO PORTUGUESA EM PROJECTOS CO-FINANCIADOS A0 ESTADO - PARTICIPAÇAO PORT. PROJ. CO-FINANCIADOS SERVICOS E S AUTONOMOS A0 SFA'S - IEFP SEGURANCA SOCIAL: PARTICIPACAO PORTUGUESA EM PROJECTOS CO-FINANCIADOS A0 PARTICIPAÇAO PORT. EM PROJ. CO-FINANCIADOS - IGFSS FINANCIAMENTO COMUNITARIO EM PROJECTOS CO-FINANCIADOS A0 FINANCIAMENTO COMUNITARIO PROJ. CO-FINANCIADOS - IGFSS TRANSFERENCIAS A0 TRANSFERENCIAS - TSU - IGFSS REPOSICOES NAO ABATIDAS NOS PAGAMENTOS: REPOSICOES NAO ABATIDAS NOS PAGAMENTOS: REPOSICOES NAO ABATIDAS NOS PAGAMENTOS A0 REPOSIÇOES NAO ABATIDAS NOS PAGAMENTOS 17 OPERACOES EXTRA-ORCAMENTAIS: OPERACOES DE TESOURARIA - RETENCAO DE DO ESTADO OPERACOES DE TESOURARIA - RETENCAO DE DO ESTADO A0 OPERAÇOES TESOURARIA Total das operações extra-orçamentais Total do funcionamento Total do organismo

2 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 02 - SERVIÇOS DE APOIO, ESTUDOS, COORDENAÇAO, COOPERAÇAO E CONTROLO 06 - INSTITUTO DE GESTAO DO SOCIAL EUROPEU IP-ORÇ. PRIV.-FUNC. S 065 FUNÇÕES S - DIVERSAS NÃO ESPECIFICADAS S COM O PESSOAL REMUNERACOES CERTAS E PERMANENTES ORGAOS SOCIAIS PESSOAL DOS QUADROS-REGIME DE FUNCAO PUBLICA PESSOAL CONTRATADO A TERMO PESSOAL AGUARDANDO APOSENTACAO PESSOAL EM QUALQUER OUTRA SITUACAO GRATIFICACOES REPRESENTACAO SUBSIDIO DE REFEICAO SUBSIDIO DE FERIAS E DE NATAL ABONOS VARIAVEIS OU EVENTUAIS HORAS EXTRAORDINARIAS AJUDAS DE CUSTO INDEMNIZACOES POR CESSACAO DE FUNCOES ABONOS EM NUMERARIO OU ESPECIE SEGURANCA SOCIAL A A A0.A A0.B A0.C O ENCARGOS COM A SAUDE CONTRIBUIÇÃO DA ENTIDADE PATRONAL PARA A ADSE SUBSIDIO FAMILIAR A CRIANCAS E JOVENS CONTRIBUICOES P/ A SEGURANCA SOCIAL CONTRIBUICOES PARA A SEGURANCA SOCIAL CAIXA GERAL DE APOSENTACOES SEGURANCA SOCIAL ACIDENTES EM SERVICO E DOENCAS PROFISSIONAIS PENSOES SEGUROS S DE SEGURANCA SOCIAL S AQUISICAO DE BENS E SERVIÇOS CORRENTES AQUISICAO DE BENS COMBUSTIVEIS E LUBRIFICANTES LIMPEZA E HIGIENE ALIMENTACAO-REFEICOES CONFECCIONADAS MATERIAL DE ESCRITORIO MATERIAL DE TRANSPORTE-PECAS OUTRO MATERIAL-PECAS PREMIOS, CONDECORACOES E OFERTAS LIVROS E DOCUMENTACAO TECNICA BENS AQUISICAO DE SERVICOS

3 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 02 - SERVIÇOS DE APOIO, ESTUDOS, COORDENAÇAO, COOPERAÇAO E CONTROLO 06 - INSTITUTO DE GESTAO DO SOCIAL EUROPEU IP-ORÇ. PRIV.-FUNC. S 065 FUNÇÕES S - DIVERSAS NÃO ESPECIFICADAS ENCARGOS DAS INSTALACOES LIMPEZA E HIGIENE CONSERVACAO DE BENS LOCACAO DE EDIFICIOS LOCACAO DE MATERIAL DE TRANSPORTE LOCACAO DE BENS COMUNICACOES A0 ACESSOS A INTERNET B0 COMUNICACOES FIXAS DE DADOS C0 COMUNICACOES FIXAS DE VOZ D0 COMUNICACOES MOVEIS F0 SERVICOS DE COMUNICACOES TRANSPORTES REPRESENTACAO DOS SERVICOS SEGUROS DESLOCACOES E ESTADAS ESTUDOS, PARECERES, PROJECTOS E CONSULTADORIA A0 SERVICOS DE NATUREZA INFORMATICA B FORMACAO A0 TECNOLOGIAS DA INFORMACAO E COMUNICACAO - TIC B SEMINARIOS, EXPOSICOES E SIMILARES PUBLICIDADE VIGILÂNCIA E SEGURANÇA ASSISTÊNCIA TÉCNICA A0 EQUIPAMENTO INFORMATICO - HARDWARE B0 SOFTWARE INFORMATICO C TRABALHOS ESPECIALIZADOS A0 SERVICOS DE NATUREZA INFORMATICA B0 PAGAMENTOS A GERAP SERVICOS DE SAUDE SERVICOS TRANSFERENCIAS CORRENTES ADMINISTRACAO CENTRAL SERVICOS E S AUTONOMOS SEGURANÇA SOCIAL SEGURANÇA SOCIAL INSTITUIÇÕES S/ FINS LUCRATIVOS INSTITUIÇÕES S/ FINS LUCRATIVOS

4 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 02 - SERVIÇOS DE APOIO, ESTUDOS, COORDENAÇAO, COOPERAÇAO E CONTROLO 06 - INSTITUTO DE GESTAO DO SOCIAL EUROPEU IP-ORÇ. PRIV.-FUNC. S 065 FUNÇÕES S - DIVERSAS NÃO ESPECIFICADAS S CORRENTES DIVERSAS R0 RESERVA AQUISICAO DE BENS DE CAPITAL INVESTIMENTOS EQUIPAMENTO DE INFORMATICA B0 ADMINISTRACAO CENTAL - SERVICOS E S AUTONOMOS B0.B SOFTWARE INFORMATICO B0 ADMINISTRACAO CENTAL - SERVICOS E S AUTONOMOS B0.B EQUIPAMENTO ADMINISTRATIVO B0 ADMINISTRACAO CENTAL - SERVICOS E S AUTONOMOS B0.B OPERACOES EXTRA-ORCAMENTAIS OPERACOES DE TESOURARIA OPERACOES DE TESOURARIA Total das operações extra-orçamentais Total do funcionamento Total do organismo

5 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 01 - IEFP-DIVERSOS PROG MED RECEITA 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO 04 TAXAS, MULTAS E PENALIDADES: MULTAS E PENALIDADES: MULTAS E PENALIDADES DIVERSAS A0 TAXAS, MULTAS E OUT. PENAL.-MULTAS E PENAL RENDIMENTOS DA PROPRIEDADE: JUROS - SOC. E QUASE SOC. NAO FINANCEIRAS: PRIVADAS JUROS - SOCIEDADES FINANCEIRAS BANCOS E INSTITUICOES FINANCEIRAS JUROS - ADMINISTRACOES PUBLICAS: ADMINISTRACAO CENTRAL - SFA JUROS - INSTITUICOES S/FINS LUCRATIVOS JUROS - INSTITUICOES S/FINS LUCRATIVOS JUROS - FAMILIAS JUROS - FAMILIAS TRANSFERENCIAS CORRENTES: ADMINISTRACAO CENTRAL: SERVICOS E S AUTONOMOS SFA - PARTICIPACAO COMUNITARIA EM PROJECTOS CO-FINANCIADOS SEGURANCA SOCIAL: PARTICIPACAO PORTUGUESA EM PROJECTOS CO-FINANCIADOS A0 T. CORR. - S.SOCIAL - PARTICIP. PORTUGUESA EM PROJ. CO-FINANCIADOS - DIVER FINANCIAMENTO COMUNITARIO EM PROJECTOS CO-FINANCIADOS A0 T. CORR. - S.SOCIAL - FINANC. COMUNIT. EM PROJ. CO-FINANCIADOS - DIVERSOS TRANSFERENCIAS A0 T. CORR. - S.SOCIAL - OUT. TRANSF. - - FUNCIONAMENTO RESTO DO MUNDO: UNIAO EUROPEIA - INSTITUICOES A0 T.CORR. - RESTO DO MUNDO - UE - INSTITUIÇÕES - FSE B0 T.CORR. - RESTO DO MUNDO - UE - INSTITUIÇÕES - DIVERSOS PAISES TERCEIROS E ORGANIZACOES INTERNACIONAIS VENDA DE BENS E SERVICOS CORRENTES: VENDA DE BENS: PUBLICACOES E IMPRESSOS BENS INUTILIZADOS PRODUTOS AGRICOLAS E PECUARIOS DESPERDICIOS, RESIDUOS E REFUGOS

6 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 01 - IEFP-DIVERSOS PROG MED RECEITA 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO SERVICOS: ALIMENTACAO E ALOJAMENTO RENDAS: EDIFICIOS CORRENTES: CORRENTES: VENDA DE BENS DE INVESTIMENTO: BENS DE INVESTIMENTO: SOCIEDADES E QUASE SOC. NAO FINANCEIRAS FAMILIAS ACTIVOS FINANCEIROS: EMPRESTIMOS A MEDIO E LONGO PRAZO: SOCIEDADES E QUASE SOC. NAO FINANCEIRAS ADM. PUBLICAS - ADM. LOCAL - CONTINENTE INSTITUICOES S/FINS LUCRATIVOS FAMILIAS DE CAPITAL: : INDEMNIZACOES REPOSICOES NAO ABATIDAS NOS PAGAMENTOS: REPOSICOES NAO ABATIDAS NOS PAGAMENTOS: REPOSICOES NAO ABATIDAS NOS PAGAMENTOS Total do funcionamento

7 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 8 - MTSS - INVESTIMENTOS DO PLANO-SFA 04 - INSTITUTO DE EMPREGO E DA FORMAÇAO PROFISSIONAL IP-ORÇ. PRIV.-PIDDAC 01 - IEFP-DIVERSOS PROG MED RECEITA 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO 06 TRANSFERENCIAS CORRENTES: SEGURANCA SOCIAL: TRANSFERENCIAS B0 T. CORR. - S.SOCIAL - OUT. TRANSF. - - INVESTIMENTO Total dos investimentos do plano Total do organismo

8 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 01 - IEFP-DIVERSOS S 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO S COM O PESSOAL REMUNERACOES CERTAS E PERMANENTES ORGAOS SOCIAIS PESSOAL DOS QUADROS-REGIME DE FUNCAO PUBLICA PESSOAL DOS QUADROS-REG DE CONTRATO INDIVIDUAL TRABALHO PESSOAL ALEM DOS QUADROS PESSOAL CONTRATADO A TERMO PESSOAL EM REGIME DE TAREFA OU AVENCA PESSOAL AGUARDANDO APOSENTACAO GRATIFICACOES REPRESENTACAO SUPLEMENTOS E PREMIOS SUBSIDIO DE REFEICAO SUBSIDIO DE FERIAS E DE NATAL REMUNERACOES POR DOENCA E MATERNIDADE/PATERNIDADE ABONOS VARIAVEIS OU EVENTUAIS HORAS EXTRAORDINARIAS AJUDAS DE CUSTO ABONO P/ FALHAS SUBSIDIO DE TURNO INDEMNIZACOES POR CESSACAO DE FUNCOES SUPLEMENTOS E PREMIOS A0 SUPLEMENTOS E PREMIOS ABONOS EM NUMERARIO OU ESPECIE SEGURANCA SOCIAL A B A A0.A A0.B A0.C ENCARGOS COM A SAUDE CONTRIBUIÇÃO DA ENTIDADE PATRONAL PARA A ADSE ENCARGOS COM A SAÚDE SUBSIDIO FAMILIAR A CRIANCAS E JOVENS PRESTACOES FAMILIARES CONTRIBUICOES P/ A SEGURANCA SOCIAL CONTRIBUICOES PARA A SEGURANCA SOCIAL CAIXA GERAL DE APOSENTACOES SEGURANCA SOCIAL ACIDENTES EM SERVICO E DOENCAS PROFISSIONAIS PENSOES S DE SEGURANCA SOCIAL AQUISICAO DE BENS E SERVIÇOS CORRENTES AQUISICAO DE BENS MATERIAS-PRIMAS E SUBSIDIARIAS COMBUSTIVEIS E LUBRIFICANTES

9 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 01 - IEFP-DIVERSOS S 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO LIMPEZA E HIGIENE ALIMENTACAO-REFEICOES CONFECCIONADAS VESTUARIO E ARTIGOS PESSOAIS MATERIAL DE ESCRITORIO PRODUTOS QUIMICOS E FARMACEUTICOS MATERIAL DE CONSUMO CLINICO MATERIAL DE TRANSPORTE-PECAS MATERIAL DE CONSUMO HOTELEIRO OUTRO MATERIAL-PECAS PREMIOS, CONDECORACOES E OFERTAS FERRAMENTAS E UTENSILIOS LIVROS E DOCUMENTACAO TECNICA ARTIGOS HONORIFICOS E DE DECORACAO MATERIAL DE EDUCACAO, CULTURA E RECREIO BENS AQUISICAO DE SERVICOS ENCARGOS DAS INSTALACOES LIMPEZA E HIGIENE CONSERVACAO DE BENS LOCACAO DE EDIFICIOS LOCACAO DE MATERIAL DE TRANSPORTE LOCACAO DE BENS COMUNICACOES A0 ACESSOS A INTERNET B0 COMUNICACOES FIXAS DE DADOS C0 COMUNICACOES FIXAS DE VOZ D0 COMUNICACOES MOVEIS E0 SERVICOS CONEXOS DE COMUNICACOES F0 SERVICOS DE COMUNICACOES TRANSPORTES REPRESENTACAO DOS SERVICOS SEGUROS A0 ESTAGIOS PROFISSIONAIS NA AP B DESLOCACOES E ESTADAS ESTUDOS, PARECERES, PROJECTOS E CONSULTADORIA A0 SERVICOS DE NATUREZA INFORMATICA B FORMACAO B SEMINARIOS, EXPOSICOES E SIMILARES PUBLICIDADE VIGILÂNCIA E SEGURANÇA ASSISTÊNCIA TÉCNICA

10 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 01 - IEFP-DIVERSOS S 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO A0 EQUIPAMENTO INFORMATICO - HARDWARE B0 SOFTWARE INFORMATICO C TRABALHOS ESPECIALIZADOS A0 SERVICOS DE NATUREZA INFORMATICA C SERVICOS DE SAUDE SERVICOS TRANSFERENCIAS CORRENTES SOCIEDADES E QUASE SOC NAO FINANCEIRAS PRIVADAS ADMINISTRACAO CENTRAL ESTADO SERVICOS E S AUTONOMOS ADMINISTRACAO REGIONAL REGIÃO AUTONOMA DOS AÇORES A0 REGIAO AUTONOMA DOS AÇORES - REGIONAL DO EMPREGO REGIÃO AUTONOMA DA MADEIRA A0 REGIAO AUTONOMA DA MADEIRA - INSTITUTO REGIONAL DO EMPREGO SEGURANÇA SOCIAL SEGURANÇA SOCIAL INSTITUIÇÕES S/ FINS LUCRATIVOS INSTITUIÇÕES S/ FINS LUCRATIVOS FAMILIAS A0 ESTAGIOS PROFISSIONAIS NA AP RESTO DO MUNDO RESTO DO MUNDO - UNIAO EUROPEIA - INSTITUICOES RESTO DO MUNDO - UNIAO EUROPEIA - PAISES MEMBROS RESTO DO MUNDO - PAISES TERCEIROS E ORGANIZACOES INTERNACION SUBSIDIOS SOCIEDADES E QUASE SOC NAO FINANCEIRAS PUBLICAS SUBS. - SOC. QSN. FIN. - PUBLICAS - PARA VARIOS SUBS. - SOC. QSN. FIN. - PUBLICAS - PARA VARIOS PUBLICAS - POLIT. ACTIVAS DE EMPR. E FORM. PROF. - ACCOES DE A0 PÚBLICAS. - POLÍT. ACTIV. DE EMPR. E FORM. PROF. - ACÇÕES DE FORM. PROFISSIO PRIVADAS A0 PRIVADAS - SUBSIDIOS PARA FUNCIONAMENTO

11 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 01 - IEFP-DIVERSOS S 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO B0 PRIVADAS - SUBSIDIOS PARA INVESTIMENTO PRIVADAS - POLIT. ACTIVAS DE EMPR. E FORM. PROF. - ACCOES DE A0 PRIVADAS. - POLÍT. ACTIV. DE EMPR. E FORM. PROF. - ACÇÕES DE FORM. PROF SOCIEDADES FINANCEIRAS BANCOS E INSTITUICOES FINANCEIRAS A0 BANCOS E INST. FINANC. - SUBSIDIOS PARA FUNCIONAMENTO ADMINISTRACAO CENTRAL ESTADO ADMINISTRACAO LOCAL CONTINENTE A0 SUBS. - ADM. LOCAL - CONT. - SUBSÍDIOS PARA FUNCIONAMENTO B0 SUBS. - ADM. LOCAL - CONT. - SUBSÍDIOS PARA INVESTIMENTO SEGURANCA SOCIAL SEGURANCA SOCIAL A0 SUBS. - SEGURANÇA SOCIAL INSTITUICOES S/ FINS LUCRATIVOS INSTITUICOES S/ FINS LUCRATIVOS A0 SUBS. - INST. S/ FINS LUC. - SUBS. P/ FUNCIONAMENTO B0 SUBS. - INST. S/ FINS LUC. - SUBS. P/ INVESTIMENTO INSTIT S/ FINS LUCRA. - POLIT. ACT. DE EMPR. E FORM. PROF FAMILIAS EMPRESARIO EM NOME INDIVIDUAL A0 SUBS. - FAM. - EMP. NOME IND. - SUBSÍD. P/ FUNCIONAMENTO B0 SUBS. - FAM. - EMP. NOME IND. - SUBSÍD. P/ INVESTIMENTO A0 SUBS. - FAM. - OUT. - SUBSÍDIOS PARA FUNCIONAMENTO B0 SUBS. - FAM. - OUT. - SUBSÍDIOS PARA INVESTIMENTO S CORRENTES DIVERSAS IMPOSTOS E TAXAS A R0 RESERVA AQUISICAO DE BENS DE CAPITAL INVESTIMENTOS EQUIPAMENTO DE INFORMATICA B0 ADMINISTRACAO CENTAL - SERVICOS E S AUTONOMOS B0.A0 HARDWARE DE COMUNICACOES B0.B

12 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 01 - IEFP-DIVERSOS S 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO SOFTWARE INFORMATICO B0 ADMINISTRACAO CENTAL - SERVICOS E S AUTONOMOS B0.B ACTIVOS FINANCEIROS EMPRESTIMOS A MEDIO E LONGO PRAZOS INSTITUICOES SEM FINS LUCRATIVOS UNIDADES DE PARTICIPACAO SOCIEDADES FINANCEIRAS - BANCOS E INSTITUICOES FINANC Total do funcionamento

13 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 8 - MTSS - INVESTIMENTOS DO PLANO-SFA 04 - INSTITUTO DE EMPREGO E DA FORMAÇAO PROFISSIONAL IP-ORÇ. PRIV.-PIDDAC 01 - IEFP-DIVERSOS S 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO 07 AQUISICAO DE BENS DE CAPITAL INVESTIMENTOS EDIFICIOS B0 ADMINISTRACAO CENTAL - SERVICOS E S AUTONOMOS B0.A0 AQUISICAO B0.B0 CONSERVACAO OU REPARACAO B0.C0 CONSTRUCAO CONSTRUCOES DIVERSAS B0 CONSTRUÇOES DIVERSAS EQUIPAMENTO ADMINISTRATIVO B0 ADMINISTRACAO CENTAL - SERVICOS E S AUTONOMOS B0.B EQUIPAMENTO BASICO B0 ADMINISTRACAO CENTAL - SERVICOS E S AUTONOMOS B0.B FERRAMENTAS E UTENSILIOS B0 FERRAMENTAS E UTENSILIOS INVESTIMENTOS B0 INVESTIMENTOS Total dos investimentos do plano Total do organismo

14 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 02 - IEFP-S DE COOPERAÇAO PROG MED RECEITA 021 COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO 003 SERV. DA A.P. - COOPERAÇÃO EXTERNA 06 TRANSFERENCIAS CORRENTES: SEGURANCA SOCIAL: TRANSFERENCIAS C0 T. CORR. - S.SOCIAL - OUT. TRANSF. - - COOPERAÇÃO Total do funcionamento Total do organismo

15 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 02 - IEFP-S DE COOPERAÇAO S 021 COOPERAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO 003 SERV. DA A.P. - COOPERAÇÃO EXTERNA S COM O PESSOAL ABONOS VARIAVEIS OU EVENTUAIS AJUDAS DE CUSTO AQUISICAO DE BENS E SERVIÇOS CORRENTES AQUISICAO DE SERVICOS DESLOCACOES E ESTADAS SERVICOS TRANSFERENCIAS CORRENTES RESTO DO MUNDO RESTO DO MUNDO - PAISES TERCEIROS E ORGANIZACOES INTERNACION S CORRENTES DIVERSAS A Total do funcionamento Total do organismo

16 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 03 - IEFP-CENTROS DE GESTAO PARTICIPADA PROG MED RECEITA 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO 06 TRANSFERENCIAS CORRENTES: SEGURANCA SOCIAL: TRANSFERENCIAS D0 T. CORR. - S. SOCIAL - OUT. TRANSF. - PROPRIAS - CGP Total do funcionamento Total do organismo

17 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 03 - IEFP-CENTROS DE GESTAO PARTICIPADA S 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO TRANSFERENCIAS CORRENTES INSTITUIÇÕES S/ FINS LUCRATIVOS INSTITUIÇÕES S/ FINS LUCRATIVOS TRANSFERENCIAS DE CAPITAL INSTITUICOES S/ FINS LUCRATIVOS INSTITUICOES S/ FINS LUCRATIVOS Total do funcionamento Total do organismo

18 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 04 - IEFP-PROMOTORES EXTERNOS PROG MED RECEITA 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO 06 TRANSFERENCIAS CORRENTES: SEGURANCA SOCIAL: PARTICIPACAO PORTUGUESA EM PROJECTOS CO-FINANCIADOS B0 T. CORR. - S.SOCIAL - PARTICIP. PORTUGUESA EM PROJ. CO-FINANCIADOS - PROM FINANCIAMENTO COMUNITARIO EM PROJECTOS CO-FINANCIADOS B0 T. CORR. - S.SOCIAL - FINANC. COMUNIT. EM PROJ. CO-FINANCIADOS - PROMOTOR Total do funcionamento Total do organismo

19 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 04 - IEFP-PROMOTORES EXTERNOS S 064 FUNÇÕES S - RELAÇÕES DO TRABALHO 05 SUBSIDIOS SOCIEDADES E QUASE SOC NAO FINANCEIRAS PUBLICAS SUBS. - SOC. QSN.FIN. - PÚBLICAS - PARA VARIOS SUBS. - SOC. QSN.FIN. - PÚBLICAS - PARA VARIOS PRIVADAS - POLIT. ACTIVAS DE EMPR. E FORM. PROF. - ACCOES DE SEGURANCA SOCIAL SEGURANCA SOCIAL A0 SUBS. - SEGURANÇA SOCIAL INSTITUICOES S/ FINS LUCRATIVOS INSTIT S/ FINS LUCRA. - POLIT. ACT. DE EMPR. E FORM. PROF Total do funcionamento Total do organismo Total do ministério - receita Total do ministério - despesa

20 DESENVOLVIMENTO DAS /S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 12 OPERACOES EXTRA-ORCAMENTAIS OPERACOES DE TESOURARIA OPERACOES DE TESOURARIA Total das operações extra-orçamentais 17 OPERACOES EXTRA-ORCAMENTAIS: OPERACOES DE TESOURARIA - RETENCAO DE DO ESTADO OPERACOES DE TESOURARIA - RETENCAO DE DO ESTADO Total das operações extra-orçamentais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2010 DESENVOLVIMENTO DAS DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2010 DESENVOLVIMENTO DAS DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 02 - SERVIÇOS DE APOIO, ESTUDOS, COORDENAÇAO, COOPERAÇAO E CONTROLO 06 - INSTITUTO DE GESTAO DO SOCIAL EUROPEU IP-ORÇ. PRIV.-FUNC. PROG MED RECEITA 065 FUNÇÕES

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2012 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2012 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 01 - ENCARGOS DO ESTADO 1 - ENCARGOS DO ESTADO - PRIVATIVOS - SFA 01 - PRESIDENCIA DA REPUBLICA 01 - PRESIDENCIA DA REPUBLICA - ORÇAMENTO PRIVATIVO - FUNCIONAMENTO

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2007 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2007 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 01 - INSTITUTO DE GESTÃO INFORMÁTICA E FINANCEIRA DA SAÚDE-ORÇ.PRIV.-FUNCIONAMENTO PROG MED RECEITA 06 TRANSFERENCIAS CORRENTES: 06.03 ADMINISTRACAO CENTRAL:

Leia mais

ORÇAMENTO DE ESTADO 2007 DESENVOLVIMENTO DAS DESPESAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS

ORÇAMENTO DE ESTADO 2007 DESENVOLVIMENTO DAS DESPESAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS Capítulo: 01 - GABINETE DOS MEMBROS DO GOVERNO, ORGÃOS E SERVIÇOS CENTRAIS Divisão: 01 - GABINETE DOS MEMBROS DO GOVERNO Subdivisão: 01 - GABINETE DO MINISTRO 01 01.01 COM O PESSOAL REMUNERACOES CERTAS

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2007 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2007 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 18 - INSTITUTO NACIONAL DE MEDICINA LEGAL - PRIVATIVO FUNCIONAMENTO PROG MED RECEITA 008 JUSTIÇA 001 SISTEMA MÉDICO-LEGAL 05 RENDIMENTOS DA PROPRIEDADE: 05.02

Leia mais

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE VILA VELHA DE RODAO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2007

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE VILA VELHA DE RODAO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2007 ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE VILA VELHA DE RODAO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2007 PÁGINA : 1 01 CAMARA MUNICIPAL 1.433.053,00 01.01 OPERAÇOES FINANCEIRAS

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO ECONÓMICA DAS DESPESAS

CLASSIFICAÇÃO ECONÓMICA DAS DESPESAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES 01 Despesas com o pessoal 01 Despesas com o pessoal 01 Remunerações certas e permanentes 01 Remunerações certas e permanentes 01 Titulares de órgãos de soberania e

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO ANO ECONÓMICO DE 22 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS EM CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO N. 2 DO ART. 5 DO DEC. LEI 71/95, DE 15 DE ABRIL, ENVIA-SE A RELAÇÃO TRIMESTRAL DAS ALTERAÇÕES ORÇAMENTAIS EFECTUADAS NOS ORÇAMENTOS

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO ANO ECONÓMICO DE 25 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS EM CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO N. 2 DO ART. 5 DO DEC. LEI 71/95, DE 15 DE ABRIL, ENVIA-SE A RELAÇÃO TRIMESTRAL DAS ALTERAÇÕES ORÇAMENTAIS EFECTUADAS NOS ORÇAMENTOS

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS Pág. 1 PROG MED 05 RENDIMENTOS DA PROPRIEDADE: 05.02 JUROS - SOCIEDADES FINANCEIRAS 05.02.01 BANCOS E INSTITUICOES FINANCEIRAS 05.02.01.12 DEPOSITOS A ORDEM

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS MA OP-01 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 03 - SERVICOS NA AREA DA ECONOMIA 01 - IMEI - AGENCIA PARA A COMPETITIVIDADE E INOVAÇAO PROG MED 065 FUNÇÕES S - DIVERSAS NÃO ESPECIFICADAS 04 TAXAS,

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL CASA PIA DE LISBOA, I.P. CONTA DE GERÊNCIA. Gerência de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2007

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL CASA PIA DE LISBOA, I.P. CONTA DE GERÊNCIA. Gerência de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2007 CONTA DE GERÊNCIA Gerência de 1 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2007 Débito Parcial Telnet Sif Total Crédito SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR: DESPESAS CORRENTES De Receitas Próprias: 01 DESPESAS COM PESSOAL

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO ANO ECONÓMICO DE 24 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS EM CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO N. 2 DO ART. 5 DO DEC. LEI 71/95, DE 15 DE ABRIL, ENVIA-SE A RELAÇÃO TRIMESTRAL DAS ALTERAÇÕES ORÇAMENTAIS EFECTUADAS NOS ORÇAMENTOS

Leia mais

FLUXOS DE CAIXA CONSOLIDADOS

FLUXOS DE CAIXA CONSOLIDADOS CÂMARA MUNICIPAL DO / SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DE TRANSPORTES COLECTIVOS DO RECEBIMENTOS Saldo da gerência anterior 2.363.424,49 Execução Orçamental 1.404.990,71 Operações de Tesouraria 958.433,78 Total

Leia mais

ORÇAMENTO DE ESTADO 2014 DESENVOLVIMENTO DAS DESPESAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS

ORÇAMENTO DE ESTADO 2014 DESENVOLVIMENTO DAS DESPESAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS MA OE-12 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS INTEGRADOS 0 - FINANÇAS 01 - AÇAO GOVERNATIVA 01 - GABINETES DOS MEMBROS DO GOVERNO 001 SERV. DA A.P. - ADMINISTRAÇÃO GERAL 01 01.01 COM O PESSOAL REMUNERAÇÕES

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO ANO ECONÓMICO DE 23 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS EM CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO N. 2 DO ART. 5 DO DEC. LEI 71/95, DE DE ABRIL, ENVIA-SE A RELAÇÃO TRIMESTRAL DAS ALTERAÇÕES ORÇAMENTAIS EFECTUADAS NOS ORÇAMENTOS

Leia mais

Universidade da Beira Interior Serviços de Contabilidade

Universidade da Beira Interior Serviços de Contabilidade DESPESAS DE FUNDOS PRÓPRIOS Despesas Orçamentais 310 - Origem / Aplicação - Esforço Financeiro Nacional 01 01 03 00 00 Pessoal dos quadros - Regime de função pública 4885817,77 01 01 05 00 00 Pessoal além

Leia mais

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2012

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2012 ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2012 PÁGINA : 1 01 ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL 4.684.112,00 01.01 ADM/OPERAÇÕES FINANCEIRAS

Leia mais

AGRUPAM ENTO SUB- ALINEA ALÍNEA RUBRICA SUBAGRUP AMENTO 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESPESAS CORRENTES

AGRUPAM ENTO SUB- ALINEA ALÍNEA RUBRICA SUBAGRUP AMENTO 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESPESAS CORRENTES CÓDIGO P AM 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESPESAS CORRENTES 01 DESPESAS COM O PESSOAL 0102 ABONOS VARIÁVEIS OU EVENTUAIS 010204 AJUDAS DE CUSTO 500 010213 OUTROS SUPLEMS E PRÉMIOS 01021302 OUTROS 30.000 30.000

Leia mais

37.100.500,00 TOTAL DA RECEITA: TOTAL DA DESPESA: 37.100.500,00

37.100.500,00 TOTAL DA RECEITA: TOTAL DA DESPESA: 37.100.500,00 TOTAL DA RECEITA: TOTAL DA DESPESA: 37.100.500,00 37.100.500,00 0 DA CÂMARA MUNICIPAL DE LEIRIA ANO 2013 RECEITAS DESPESAS CORRENTES 23.469.442,00 CORRENTES 23.270.500,00 CAPITAL 13.631.058,00 CAPITAL

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO ANO ECONÓMICO DE 22 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS EM CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO N. 2 DO ART. 5 DO DEC. LEI 71/95, DE DE ABRIL, ENVIA-SE A RELAÇÃO TRIMESTRAL DAS ALTERAÇÕES ORÇAMENTAIS EFECTUADAS NOS ORÇAMENTOS

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 1.348.952,41 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 1.034.500,26 Operações de Tesouraria 314.452,15 16.035.427,63 Receitas Correntes 11.478.511,35 01

Leia mais

ORÇAMENTO PARA O ANO 2014 - Receita

ORÇAMENTO PARA O ANO 2014 - Receita ORÇAMENTO PARA O ANO 2014 - Receita 04 Taxas, multas e outras penalidades 0402 Multas e outras penalidades 040201 Juros de mora 6.000 040204 Coimas e penalidades por contra-ordenações 040299 Multas e penalidades

Leia mais

Orçamento de Despesa - Dotações Iniciais

Orçamento de Despesa - Dotações Iniciais 01...... Órgãos da Autarquia 157.262,00 01.01..... 01.01.01.... 01.01.01.02... Assembleia de Freguesia 900,00 Despesas com o pessoal 800,00 Abonos variáveis ou eventuais 800,00 01.01.01.02.13.. Outros

Leia mais

Potenciais Facto Pagamentos Verbas disponíveis IPV ESAV IPV ESAV IPV ESAV IPV ESAV Jan..Junho 65% 56% 35% 44% 33% 40% 340.784.566 136.649.

Potenciais Facto Pagamentos Verbas disponíveis IPV ESAV IPV ESAV IPV ESAV IPV ESAV Jan..Junho 65% 56% 35% 44% 33% 40% 340.784.566 136.649. Potenciais Facto Pagamentos Verbas disponíveis IPV ESAV IPV ESAV IPV ESAV IPV ESAV Jan..Junho 65% 56% 35% 44% 33% 40% 340.784.566 136.649.154 Jan..Agosto 54% 51% 46% 49% 45% 46% 280.821.456 124.481.637

Leia mais

Serviços Municipalizados da C.M.Guarda

Serviços Municipalizados da C.M.Guarda 01 Orçamento-Exercício corrente 12.450.272,25 12.450.272,25 0,00 0,00 011 Receitas,00 12.133.603,25 0,00 12.133.603,25 01104 Taxas, multas e outras penalidades,00 19.860,00 0,00 19.860,00 0110402 Multas

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2007 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2007 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 03 - SERVIÇOS DE PROTECÇÃO CIVIL E SEGURANÇA RODOVIÁRIA 02 - DIRECÇÃO-GERAL DE VIAÇÃO - PRIVATIVO - FUNCIONAMENTO PROG MED RECEITA 04 TAXAS, MULTAS E PENALIDADES:

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 7.946.571,02 Execução Orçamental 5.519.930,76 Operações de Tesouraria 2.426.640,26 das Receitas Orçamentais 58.322.634,95 Receitas Correntes 55.610.658,97 01 Impostos

Leia mais

MAPAS DE FLUXOS FINANCEIROS

MAPAS DE FLUXOS FINANCEIROS DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2010 MAPAS DE FLUXOS FINANCEIROS Documentos de Prestação de Contas 2010 DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2010 Fluxos de Caixa Documentos de Prestação de Contas 2010 DOC

Leia mais

Relatório de execução orçamental Anual. Índice Página: 1 - O grau de execução orçamental 2

Relatório de execução orçamental Anual. Índice Página: 1 - O grau de execução orçamental 2 Índice Página: 1 - O grau de execução orçamental 2 2 - Análise detalhada 2 2.1-Despesa total efetuada, em 2014, através das fontes de financiamento 2 2.2 - Despesa total efetuada, em 2014, pela fonte de

Leia mais

CASA PIA DE LISBOA, I.P.

CASA PIA DE LISBOA, I.P. Classificações DESPESAS CORRENTES 01 DESPESAS COM O PESSOAL 01 Remunerações Certas e Permanentes 02 6411000000 Vencimentos-Orgãos Directivos 683.000,00 03 6421111000 Vencimentos-Pessoal do Quadro 18.300.000,00

Leia mais

Investimentos do Plano- 2º Trimestre/2002 7822435 79,6% 1370353 13,9% 292069 3,0% 336454 3,4% 5682 0,1% 9826993 100,0% Despesas correntes

Investimentos do Plano- 2º Trimestre/2002 7822435 79,6% 1370353 13,9% 292069 3,0% 336454 3,4% 5682 0,1% 9826993 100,0% Despesas correntes Investimentos do Plano- 2º Trimestre/2002 em contos Orçamento corrigido Pagamentos efectutaxa de execução Despesas correntes Conservação de bens 109.747 0% Outros serviços 219.038 49.337 23% Total 328.785

Leia mais

Orçamento 01 280.554,00 200,00 300,00 10.100,00 10.000,00 4.900,00. 30.750,00 04.01.23.99.01 Atestados, Confirmações e

Orçamento 01 280.554,00 200,00 300,00 10.100,00 10.000,00 4.900,00. 30.750,00 04.01.23.99.01 Atestados, Confirmações e Pag.: 1 04.01.23.99.03 1.500,00 Transladações 04.02 Multas e outras penalidades 04.02.99 Multas e penalidades diversas 05 Rendimentos da propriedade 05.02 Juros - Sociedades financeiras 05.02.01 Bancos

Leia mais

MPS PERIODO : JANEIRO A NOVEMBRO - 2014/11/30 2014/12/15 2014 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO

MPS PERIODO : JANEIRO A NOVEMBRO - 2014/11/30 2014/12/15 2014 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO MPS PERIODO : JANEIRO A NOVEMBRO - 2014/11/30 2014/12/15 2014 1 010101 TITULARES DE ÓRGÃOS DE SOBERANIA E 98.400,00 98.400,00 98.373,57 77.242,97 77.242,97 98.400,00 98.373,57 77.242,97 77.242,97 26,43

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2009 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2009 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 06 - PARA AS RELAÇOES INTERNACIONAIS, I. P. - ORÇAMENTO PRIVATIVO - FUNC. PROG MED RECEITA 04 04.01 TAXAS, MULTAS E OUTRAS PENALIDADES: TAXAS: 04.01.20 EMOLUMENTOS

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIREÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO 6ª DELEGAÇÃO DE CONTABILIDADE

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIREÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO 6ª DELEGAÇÃO DE CONTABILIDADE 6ª DELEGAÇÃO DE CONTABILIDADE Alterações orçamentais autorizadas, no trimestre a seguir indicado, ao abrigo do artigo 51.º da Lei n.º 91/21, de 20 de Agosto, alterada pela Lei n.º 52/, de 13 de Outubro,

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2009 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2009 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 03 - SERVIÇOS DE PROTECÇAO CIVIL E SEGURANÇA RODOVIARIA 01 - AUTORIDADE NACIONAL DE PROTECÇAO CIVIL PROG MED RECEITA 009 SEGURANÇA E PROTECÇÃO CIVIL 002 PROTECÇÃO

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 03 - SERVIÇOS DE INTERVENÇAO NO SETOR DO MAR 04 - DE COMPENSAÇAO SALARIAL DOS PROFISSIONAIS DA PESCA PROG MED 045 AGRICULTURA, PECUÁRIA, SILV, CAÇA, PESCA

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 393.778,77 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 263.966,97 Operações de Tesouraria 129.811,80 16.355.231,25 Receitas Correntes 12.596.773,53 01 Impostos

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2013 ENTIDADE MVN MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A ANO 2013 ENTIDADE MVN MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 R E C E B I M E N T O S ENTIDADE MVN MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 213.697,03 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 67.235,92 OPERAÇÕES DE TESOURARIA...

Leia mais

ORÇAMENTO DA DESPESA

ORÇAMENTO DA DESPESA 01 00 00 Administração Autárquica DESPESAS CORRENTES 01 Despesas com o pessoal 255.313,99 01 01 Remunerações certas e permanentes 176.770,19 01 01 01 Titulares de órgãos de soberania e membros de órgãos

Leia mais

R E C E B I M E N T O S

R E C E B I M E N T O S ENTIDADE MVVR MUNICIPIO DE VILA VELHA DE RODAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2009/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 91.278,01 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 64.840,03 OPERAÇÕES

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DO BAIXO ALENTEJO E ALENTEJO LITORAL ORÇAMENTO DA RECEITA Ano: 2015

ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DO BAIXO ALENTEJO E ALENTEJO LITORAL ORÇAMENTO DA RECEITA Ano: 2015 ORÇAMENTO DA RECEITA Ano: 25 RECEITAS CORRENTES 05 RENDIMENTOS DA PROPRIEDADE 10,00 05 Juros Sociedades Financeiras 10,00 05 Bancos e Outras Instituições Financeiras 10,00 06 TRANSFERÊNCIAS CORRENTES 991.045,28

Leia mais

Praça Francisco Inácio - 4835-321 - Contrib: 507 214 668 - Tel: 253 531 824

Praça Francisco Inácio - 4835-321 - Contrib: 507 214 668 - Tel: 253 531 824 01 Impostos directos 0102 Outros CORRENTES 010202 Imposto municipal sobre imóveis 9.000,00 TOTAL Rúbrica 01 9.000,00 02 Impostos indirectos 0202 Outros 020206 Impostos indirectos específicos das autarquias

Leia mais

FREGUESIA DE MEXILHOEIRA GRANDE ORÇAMENTO DA RECEITA

FREGUESIA DE MEXILHOEIRA GRANDE ORÇAMENTO DA RECEITA FREGUESIA DE MEXILHOEIRA GRANDE ORÇAMENTO DA RECEITA RECEITAS CORRENTES 01 Impostos directos 10.102,Oe 01 02 Outros 10.102,Oe 010208 imposto municipal imóveis (rústico) 1.000,00 010209 Imposto Municipal

Leia mais

ORGÂNICA ECONÓMICA D E S I G N A Ç Ã O ORGÂNICA ECONÓMICA

ORGÂNICA ECONÓMICA D E S I G N A Ç Ã O ORGÂNICA ECONÓMICA ENTIDADE MUNICIPIO DE MOGADOURO ORÇAMENTO DA DESPESA ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2009 PÁGINA : 1 01 01.01 ADMINISTRACAO MUNICIPAL OPERACOES FINANCEIRAS 5.094.863,00

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2010 ENTIDADE CM AMADORA MUNICIPIO DA AMADORA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2010/12/31 R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A ANO 2010 ENTIDADE CM AMADORA MUNICIPIO DA AMADORA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2010/12/31 R E C E B I M E N T O S 15:10 2011/06/09 Fluxos de caixa Pag. 1 ENTIDADE CM AMADORA MUNICIPIO DA AMADORA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2010/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 54.683.639,20 EXECUÇÃO

Leia mais

ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013

ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013 ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013 PÁGINA : 1 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL 31.800,00 D E S P E S A S C O R R E N T E S 31.800,00

Leia mais

FLUXOS DE CAIXA PERÍODO DE 2014/01/01 A 2014/12/31. Modelo de acordo com a Instrução n.º 1/2004 do Tribunal de Contas CÓDIGO PAGAMENTOS CÓDIGO

FLUXOS DE CAIXA PERÍODO DE 2014/01/01 A 2014/12/31. Modelo de acordo com a Instrução n.º 1/2004 do Tribunal de Contas CÓDIGO PAGAMENTOS CÓDIGO Despesas de fundos próprios: Saldo da gerência anterior: Dotações orçamentais (OE): Execução orçamental - Fundos próprios: Correntes: De dotações orçamentais (OE) 79.410,36 79.410,36 De receitas próprias:

Leia mais

DOCUMENTOS PREVISIONAIS PARA O ANO DE 2009

DOCUMENTOS PREVISIONAIS PARA O ANO DE 2009 DOCUMENTOS PREVISIONAIS PARA O ANO DE 2009 - ORÇAMENTO DA RECEITA E DA DESPESA - PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS - GRANDES OPÇÕES DO PLANO - RESUMO DE ORÇAMENTO APROVADO EM: C.A. / / C.M. / / A.M. /

Leia mais

ORÇAMENTO DESPESA ANO DIVISA CÓD. ORÇ. PRIVATIVO CLASS. ORGÂNICA CLASSIFICAÇÃO FUNC. PROG./MED. F. F. ECONÓMICA AL / SAL DOTAÇÃO ORÇAMENTAL RUBRICAS

ORÇAMENTO DESPESA ANO DIVISA CÓD. ORÇ. PRIVATIVO CLASS. ORGÂNICA CLASSIFICAÇÃO FUNC. PROG./MED. F. F. ECONÓMICA AL / SAL DOTAÇÃO ORÇAMENTAL RUBRICAS 2054 002037 311 01 Despesas com o pessoal 7.507.733,00 2054 002037 311 0101 Remunerações certas e permanentes 5.928.712,00 2054 002037 311 010102 0000 Orgãos sociais 9.900,00 2054 002037 311 010103 0000

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 310.276,31 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 103.137,41 Operações de Tesouraria 207.138,90 6.794.667,86 Receitas Correntes 5.881.296,87 01 Impostos

Leia mais

RESUMO FREGUESIA DE BENFICA. Ano :2012 (Unidade: EUR) Receitas Montante Despesas. Corrente... Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432.

RESUMO FREGUESIA DE BENFICA. Ano :2012 (Unidade: EUR) Receitas Montante Despesas. Corrente... Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432. RESUMO Ano :2012 Receitas Montante Despesas Montante Corrente... 4.349.118,00 Corrente... Capital... 2,00 Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432.383,80 960.736,20 Total 4.349.120,00 Total 4.393.120,00

Leia mais

ANO 2007 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1

ANO 2007 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 383.685,64 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 161.920,09 OPERAÇÕES DE TESOURARIA... 221.765,55 RECEITAS ORÇAMENTAIS...

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 316.566,25 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 264.031,03 Operações de Tesouraria 52.535,22 5.031.119,33 Receitas Correntes 2.585.384,84 01 Impostos

Leia mais

ANEXO 4 Tabela de Rubricas Orçamentais 1 NATUREZA DA DESPESA SUPORTE DESPESAS CORRENTES

ANEXO 4 Tabela de Rubricas Orçamentais 1 NATUREZA DA DESPESA SUPORTE DESPESAS CORRENTES ANEXO 4 Tabela de Rubricas Orçamentais 1 CODIGO DESPESAS CORRENTES 010101 TITULARES DE ORGÃOS DE SOBERANIA E MEMBROS DE ORGÃOS AUTÁRQUICOS Corrente DL 26/2002 010102 ORGÃOS SOCIAIS Corrente DL 26/2002

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 O Órgão Executivo; O Órgão Deliberativo;

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 O Órgão Executivo; O Órgão Deliberativo; PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 Junto se remetem os Documentos de Prestação de Contas referentes à Gerência de 2007, organizados em conformidade com o POCAL e de acordo com a Resolução n.º 04/2001 2.ª Secção,

Leia mais

Mapa de Fluxos de Caixa

Mapa de Fluxos de Caixa RECEBIMENTOS Saldo da Gerência Anterior 1.243.835,16 Execução Orçamental 1.090.463,60 Operações de Tesouraria 153.371,56 Receitas Orçamentais 18.346.140,09 01 IMPOSTOS DIRECTOS 4.120.643,81 0102 Outros

Leia mais

Anexo VII. Alíneas e subalíneas da Classificação económica da Despesa Pública de tipificação vinculativa

Anexo VII. Alíneas e subalíneas da Classificação económica da Despesa Pública de tipificação vinculativa Anexo VII Alíneas e subalíneas da Classificação económica da Despesa Pública de tipificação vinculativa (Nos termos das notas explicativas ao classificador das receitas e das despesas públicas em anexo

Leia mais

Município de Mortágua

Município de Mortágua Município de Mortágua Documentos de Prestação de Contas Balanço Demonstração de Resultados Mapas de Execução Orçamental Anexos às Demonstrações Financeiras Relatório de Gestão 2004 Índice Índice: 5. Balanço

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS Pág. 1 02 - SERV. OIO E COORDENAÇAO, ORGAOS CONSULTIVOS E ENTIDADES DA PCM PROG MED S S 02 IMPOSTOS INDIRETOS: 02.02 : 02.02.03 IMPOSTO DO JOGO 3 3 02.02.05

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2007 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31

F L U X O S D E C A I X A ANO 2007 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 2.998.192,70 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 1.267.764,59

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS MA OP-01 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 03 - SERVIÇOS NA AREA DO AMBIENTE E DO ORDENAMENTO DO TERRITORIO 01 - AGENCIA PORTUGUESA DO AMBIENTE, I.P. PROG MED 033 HABITAÇÃO E SERV. COLECTIVOS

Leia mais

Instituto Politécnico de Viseu

Instituto Politécnico de Viseu Instituto Politécnico de Viseu Ano:2010 7.3-Fluxos de Caixa Consolidado Nota Código PAGAMENTOS Total 2010 Total 2009 explicativa Capº Grupo Artº Despesas de fundos próprios Despesas orçamentais Class.

Leia mais

Freguesia. Foz do Arelho. Município de Caldas da Rainha ORÇAMENTO RECEITA E DESPESA PARA O ANO FINANCEIRO DE 2003 APROVADO

Freguesia. Foz do Arelho. Município de Caldas da Rainha ORÇAMENTO RECEITA E DESPESA PARA O ANO FINANCEIRO DE 2003 APROVADO Freguesia de Foz do Arelho Município de Caldas da Rainha ORÇAMENTO DA RECEITA E DESPESA PARA O ANO FINANCEIRO DE 2003 APROVADO PELA JUNTA DE FREGUESIA Em reunião de PELA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA Em sessão

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A R E C E B I M E N T O S PERÍODO 2014/01/02 A 2014/12/31 Pág. 1 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 259.724,13 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 18.518,45 OPERAÇÕES DE TESOURARIA... 241.205,68 RECEITAS ORÇAMENTAIS... 4.975.283,44

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS MA OP-01 DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 03 - SERVIÇOS DE PROTEÇÃO CIVIL E SEGURANÇA RODOVIÁRIA 01 - AUTORIDADE NACIONAL DE PROTEÇÃO CIVIL PROG MED S S 014 SEGURANÇA E ORDEM PÚBLICAS -

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS DESENVOLVIMENTO DAS S DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS Pág. 1 PROG MED S S 02 IMPOSTOS INDIRETOS: 02.02 : 02.02.03 IMPOSTO DO JOGO 2 001 441 2 001 441 02.02.05 RESULTADOS EXPLORAÇÃO OSTAS MUTUAS 53 500 000 53

Leia mais

Junta de Freguesia de Alcabideche

Junta de Freguesia de Alcabideche Junta de Freguesia de Alcabideche (Sede da Junta de Freguesia de Alcabideche) Conta de Gerência 2012 Junta de Freguesia de Alcabideche Conta de Gerência 2012 Prestação de Contas Ano de 2012 Prefácio Orçamental

Leia mais

Código Class. Económica ORÇAMENTO PARA O ANO 206 - Receita 0 Impostos directos 002 Outros Município de Vila Nova de Poiares Designação Montante 00202 Imposto municipal sobre imóveis.20.000 00203 Imposto

Leia mais

7.1 - Mapa de Controlo da Execução Orçamental - Despesa

7.1 - Mapa de Controlo da Execução Orçamental - Despesa 111058200 013016 2012 313 319 358 359 411 412 070110B0B0 0201090000 0201140000 0010000 0020000 009C000 009D000 012B000 0130000 014B000 0170000 020C000 0250000 0403055841 070107B0B0 070110B0B0 070111B000

Leia mais

DOCUMENTOS Prestação de Contas 2014

DOCUMENTOS Prestação de Contas 2014 DOCUMENTOS Prestação de Contas 2014 VIZELA Câmara Municipal VIZELA INDÍCE MENSAGEM DO PRESIDENTE 1 BALANÇO (PONTO 5 DO POCAL) - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Leia mais

Educação e Ciência. Universidade de Lisboa (UL) - Reitoria

Educação e Ciência. Universidade de Lisboa (UL) - Reitoria Educação e Ciência Universidade de Lisboa (UL) - Reitoria Mapa de fluxos de caixa em 31/12/2014 Valores em euros Ano: 2014 Código Recebimentos Importâncias Parcial Total Saldo da gerência anterior De Dotações

Leia mais

União das Freguesias de Viana do Castelo (Santa Maria Maior e Monserrate) e Meadela

União das Freguesias de Viana do Castelo (Santa Maria Maior e Monserrate) e Meadela Pág. n.º 1 01 ADMINISTRAÇÃO AUTÁRQUICA... 769100,89 01 DESPESAS COM O PESSOAL:... 54506,91 01.01 Remunerações certas e permanentes:... 34358,38 01.01.01 Tit. de órgãos de soberania e m. de órgãos autárquicos

Leia mais

Junta de Freguesia de S. Julião da Figueira da Foz Fluxos de Caixa (Desagregados)

Junta de Freguesia de S. Julião da Figueira da Foz Fluxos de Caixa (Desagregados) Pag.: 1 Despesas Correntes 01...... 01...... 01.03..... 01.03.01.... 01.03.01.01... 01.03.01.01.01.. ADMINISTRAÇÃO DA FREGUESIA 274.212,16 ADMINISTRAÇÃO DA FREGUESIA 13.440,80 ADMINISTRAÇÃO GERAL 274.212,16

Leia mais

Orçamento Inicial para 2010

Orçamento Inicial para 2010 RECEITAS Económica Designação Previsão RECEITAS CORRENTES 7.527.796,00 01 Impostos directos 791.550,00 0102 Outros 791.550,00 010202 Imposto municipal sobre imóveis 230.000,00 010203 Imposto único de circulação

Leia mais

R E L A T Ó R I O E C O N T A D E G E R Ê N C I A 2 0 0 8

R E L A T Ó R I O E C O N T A D E G E R Ê N C I A 2 0 0 8 R E L A T Ó R I O E C O N T A D E G E R Ê N C I A 2 0 0 8 índice Índice (numeração conforme a indicação no POCAL) índice... 2 5 - Balanço... 3 6 Demonstração de Resultados... 9 7 Mapas de Execução Orçamental...

Leia mais

MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO

MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 010101 TITULARES DE ÓRGÃOS DE SOBERANIA E 94.610,00 94.610,00 94.610,00 70.063,47 70.063,47 94.610,00 94.610,00 70.063,47 70.063,47 24.546,53

Leia mais

Freguesia de Nogueira, Meixedo e Vilar de Murteda

Freguesia de Nogueira, Meixedo e Vilar de Murteda Freguesia Nogueira, Meixedo e Vilar Murteda 01 Impostos directos 0102 Outros CORRENTES 010202 Imposto municipal sobre imóveis 1.000,00 TOTAL Rúbrica 01 1.000,00 04 Taxas, multas e outras penalidas 0401

Leia mais

Documentos de Prestação de. Contas

Documentos de Prestação de. Contas Documentos de Prestação de Contas Ano Financeiro de 2010 INDICE GERAL 7.3.1 CONTROLO ORÇAMENTAL DA DESPESA 7.3.2 CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA 7.4 EXECUÇÃO ANUAL DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 7.4A

Leia mais

DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2013 RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE

DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2013 RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE R E S U M O D O O R Ç A M E N T O ENTIDADE SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DAS CALDAS DA RAINHA DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO RECEITAS MONTANTE DESPESAS MONTANTE Correntes... 6.949.000,00 Correntes... 5.808.050,00

Leia mais

Instituto Politécnico de Castelo Branco. Gerência de a Recebimentos. De dotações orçamentais (OE) ,

Instituto Politécnico de Castelo Branco. Gerência de a Recebimentos. De dotações orçamentais (OE) , Instituto Politécnico de Castelo Branco Gerência de 01-01-2011 a 31-12-2011 Class. Económica Recebimentos Saldo da gerência anterior Execução orçamental - Fundos Próprios 1.408.401,59 De dotações orçamentais

Leia mais

FLUXOS DE CAIXA PERÍODO DE 2013/01/01 A 2013/12/31. Modelo de acordo com a Instrução n.º 1/2004 do Tribunal de Contas CÓDIGO PAGAMENTOS CÓDIGO

FLUXOS DE CAIXA PERÍODO DE 2013/01/01 A 2013/12/31. Modelo de acordo com a Instrução n.º 1/2004 do Tribunal de Contas CÓDIGO PAGAMENTOS CÓDIGO Despesas de fundos próprios: Saldo da gerência anterior: Dotações orçamentais (OE): Execução orçamental - Fundos próprios: Correntes: De dotações orçamentais (OE) INMLCF, I.P. Sede De receitas próprias:

Leia mais

ORÇAMENTO RECEITA E DA DESPESA

ORÇAMENTO RECEITA E DA DESPESA MUNICÍPIO DAS VELAS ORÇAMENTO DA RECEITA E DA DESPESA ANO DE 2010 MUNICÍPIO DAS VELAS ORÇAMENTO DA RECEITA 2010 Código Class. Económica ORÇAMENTO PARA O ANO 2010 - Receita 01 Impostos directos 0102 Outros

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO ANO ECONÓMICO DE 23 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS EM CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO N. 2 DO ART. 5 DO DEC. LEI 71/95, DE 15 DE ABRIL, ENVIA-SE A RELAÇÃO TRIMESTRAL DAS ALTERAÇÕES ORÇAMENTAIS EFECTUADAS NOS ORÇAMENTOS

Leia mais

Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos

Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos Contribuinte nº 506 811 875 Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos Ano Económico 2015 Aprovado em reunião da Junta de Freguesia em / / Aprovado em reunião da Assembleia de Freguesia em / / ORÇAMENTO

Leia mais

SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR: EXECUÇÃO ORÇAMENTAL DE DOTAÇÕES ORÇAMENTAIS (OE) , ,72

SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR: EXECUÇÃO ORÇAMENTAL DE DOTAÇÕES ORÇAMENTAIS (OE) , ,72 5858 - DGPC Página: 1 Código Recebimentos SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR: EXECUÇÃO ORÇAMENTAL DE DOTAÇÕES ORÇAMENTAIS (OE)................ 25.430,72 25.430,72 DE RECEITAS PRÓPRIAS: NA POSSE DO SERVIÇO..................

Leia mais

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a MAPA DO CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1 CLA SIFICAÇÃO ECONÓMICA PREVISÕES RECEITAS POR RECEITAS LIQUIDAÇÕES RECEITAS REEMBOLSOS/RESTITUIÇÕES

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos 52 Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 37.783.789,55 Execução Orçamental 35.078.206,90 Operações de Tesouraria 2.705.582,65 Total das Receitas Orçamentais 127.650.315,34 Receitas Correntes 126.723.676,78

Leia mais

A presente alteração corresponde à correção da alteração orçamental que foi comunicada no segundo trimestre - orgânica 02.9.50.49.00 - IGESPAR.

A presente alteração corresponde à correção da alteração orçamental que foi comunicada no segundo trimestre - orgânica 02.9.50.49.00 - IGESPAR. 1ª DELEGAÇÃO DE CONTABILIDADE Alterações orçamentais autorizadas, no trimestre a seguir indicado, ao abrigo do artigo 51.º da Lei n.º 91/21, de 20 de Agosto, alterada pela Lei n.º 52/2011, de 13 de Outubro,

Leia mais

Documentos de Prestação de Contas

Documentos de Prestação de Contas Documentos de Prestação de Contas E DOCUMENTOS ANEXOS Segundo a Resolução nº04/2001-2ª Secção APROVAÇÃO Câmara Municipal - Reunião de / / Assembleia Municipal - Sessão de / / ACÓRDÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2014 ENTIDADE CMB MUNICIPIO DE BEJA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2014/12/31 R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A ANO 2014 ENTIDADE CMB MUNICIPIO DE BEJA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2014/12/31 R E C E B I M E N T O S ENTIDADE CMB MUNICIPIO DE BEJA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2014/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 441.383,66 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 10.692,50 OPERAÇÕES DE TESOURARIA...

Leia mais

SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR ,18 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL ,44 OPERAÇÕES DE TESOURARIA ,74 RECEITAS ORÇAMENTAIS

SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR ,18 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL ,44 OPERAÇÕES DE TESOURARIA ,74 RECEITAS ORÇAMENTAIS PERÍODO 2016/01/01 A 2016/12/31 Pág. 1 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 656.177,18 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 443.336,44 OPERAÇÕES DE TESOURARIA... 212.840,74 RECEITAS ORÇAMENTAIS... 19.056.181,28

Leia mais

DESIGNAÇÃO DA ENTIDADE

DESIGNAÇÃO DA ENTIDADE ANEXO 1 DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº DESIGNAÇÃO CÓDIGO POCAL 1 Balanço 5 2 Demonstração de resultados 6 3 Plano plurianual de investimentos - aprovado por deliberação de 3/12/2009 7.1 4 Orçamento

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 25.139.953,70 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 21.734.828,03 Operações de Tesouraria 3.405.125,67 119.654.540,34 Receitas Correntes 114.998.565,55

Leia mais

FLUXOS DE CAIXA PERÍODO DE 2011/01/01 A 2011/12/31. Modelo de acordo com a Instrução n.º 1/2004 do Tribunal de Contas CÓDIGO PAGAMENTOS CÓDIGO

FLUXOS DE CAIXA PERÍODO DE 2011/01/01 A 2011/12/31. Modelo de acordo com a Instrução n.º 1/2004 do Tribunal de Contas CÓDIGO PAGAMENTOS CÓDIGO Despesas de fundos próprios: Saldo da gerência anterior: Dotações orçamentais (OE): Execução orçamental - Fundos próprios: Correntes: De dotações orçamentais (OE) INML, I.P. Sede De receitas próprias:

Leia mais

Instituição: Instituto do Vinho do Douro e Porto,I.P. Ano: 2008 Mapa: Fluxos de Caixa

Instituição: Instituto do Vinho do Douro e Porto,I.P. Ano: 2008 Mapa: Fluxos de Caixa Recebimentos SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR Execução Orçamental - Fundos Próprios 16 01 01 De dotações orçamentais (OE ou OE...) 0,00 0,00 De receitas próprias Na posse do serviço 10.302.904,47 10.302.904,47

Leia mais

7.3D - MAPA DOS FLUXOS DE CAIXA - Despesa

7.3D - MAPA DOS FLUXOS DE CAIXA - Despesa 25 Agr S-Agr Rub DESPESAS COM PESSOAL: Remunerações certas e permanentes: Orgãos sociais... RCTFP - Por tempo indeterminado... Pessoal em regime cont individual trabalho. Pessoal além dos quadros... Pessoal

Leia mais

7.3 - Mapa de Fluxos de Caixa Data de lançamento até Código Recebimentos

7.3 - Mapa de Fluxos de Caixa Data de lançamento até Código Recebimentos Instituição: ARSLVT, IP Página: 1 Código Recebimentos SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR: EXECUÇÃO ORÇAMENTAL - FUNDOS PRÓPRIOS: DE DOTAÇÕES ORÇAMENTAIS (OE OU OE-...) 0,00 0,00 DE INVESTIMENTO DO PLANO 112.420,03

Leia mais

7.3. Mapa de Fluxos de Caixa. IMPORTÂNCIAS RECEBIMENTOS Capº Grupo Artigo PARCIAL TOTAL

7.3. Mapa de Fluxos de Caixa. IMPORTÂNCIAS RECEBIMENTOS Capº Grupo Artigo PARCIAL TOTAL Período da Gerência : Ano 2013 Código RECEBIMENTOS Capº Grupo Artigo PARCIAL TOTAL Saldo da gerência anterior: Execução orçamental - Fundos próprios: De dotações orçamentais (OE ou OE-...) 311 - Estado

Leia mais