PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 18/ Prograd SELEÇÃO PÚBLICA DE PESSOAL DOCENTE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 18/2010 - Prograd SELEÇÃO PÚBLICA DE PESSOAL DOCENTE"

Transcrição

1 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 18/ Prograd SELEÇÃO PÚBLICA DE PESSOAL DOCENTE MED 1000 BASES MORFOFISIOLÓGICAS DO SISTEMA DIGESTÓRIO E TRATO URINÁRIO EIXOS TEMATICO: TUTORIA OBJETIVOS GERAIS Desenvolver a aprendizagem do conhecimento das bases anatômicas (macro e microscópicas), bioquímicas, fisiológicas do Sistema Digestório e Trato Urinário; Promover o desenvolvimento das habilidades para o trabalho na equipe de saúde; Promover o desenvolvimento das habilidades de inter-relacionar os fatores biológicos, psicológicos e sociais envolvidos nas várias funções do Sistema Digestório e Trato Urinário, nas situações de doença apresentadas. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Identificar vísceras e serosas e relacioná-las ao eixo esquelético e segmentos corpóreos; Descrever os mecanismos fisiológicos básicos da célula e suas relações com o meio em relação aos Sistema Digestório e Trato Urinário; Descrever os aspectos funcionais específicos envolvidos nas células dos sistemas; Identificar as estruturas anatômicas dos sistemas; Descrever a estrutura microscópica dos componentes dos sistemas;

2 Descrever o desenvolvimento genético e embrionário dos sistemas; Descrever os mecanismos bioquímico-fisiológicos das células dos sistemas; Descrever os processos bioquímicos básicos da homeostasia; Descrever os mecanismos básicos do controle das atividades viscerais; Relacionar os principais sinais e sintomas aos processos fisiopatológicos nas situações de doença apresentadas; Descrever os mecanismos e os fatores biopsicossociais envolvidos; Conhecer a importância das principais condições patológicas dos sistemas; Identificar os elementos bioquímicos relacionados aos processos fisiológicos; Descrever os processos bioquímicos básicos da homeostasia; Desenvolver a habilidade para discussão em Grupo; Mostrar responsabilidade frente a si mesmo, aos colegas e à Instituição. Interligar a Unidade BASES MORFOFISIOLÓGICAS DOS SISTEMAS DIGESTÓRIO E TRATO URINÁRIO as outras unidades do Curso. Conhecer a dinâmica de preparação de Casos Clínicos da Tutoria. Aplicar a Unidade BASES MORFOFISIOLÓGICAS DOS SISTEMAS DIGESTÓRIO E TRATO URINÁRIO aos Casos Clínicos da Tutoria. Conhecer a dinâmica de preparação e desenvolvimento dos Casos do Eixo Teórico Pratico Integrado. Aplicar a Unidade BASES MORFOFISIOLÓGICAS DOS SISTEMAS DIGESTÓRIO E TRATO URINÁRIO aos Casos do Eixo Teórico Pratico Integrado. Interligar a Unidade ao Eixo de Formação Pessoal

3 Aplicar a Unidade BASES MORFOFISIOLÓGICAS DOS SISTEMAS DIGESTÓRIO E TRATO URINÁRIO ao Eixo de Formação Pessoal. Conhecer o Projeto do Curso de medicina da UCG Conteúdo SEM CCT DATAS Bioquímica e Biofísica 1 08 a 12/02 Semana de calouros 2 13 a 17/02 Feriado (sábado a quarta) Carnaval 18 e 19/02 Semana de calouros a 26/02 01 a 05/03 08 a 12/03 -Aminoácidos e Proteínas -Carboidratos e Lipídeos -Estruturas e propriedades das membranas celulares Citologia e Genética -Introdução ao estudo celular -Citoesqueleto e estrutura nuclear -Ciclo celular Fisiologia -Compartimentos dos líquidos -Organização celular -Membranas celulares -Transporte celular (ativo e passivo) -Potencial de membrana -Potencial de ação Anatomia -Introdução à anatomia -História da anatomia -Terminologia anatômica -Termos de posição e direção -Planos corporais e anatomia de superfície -Parede abdominal -Região inguinal Histologia e Embriologia -Etapas iniciais da embriogênese I -Etapas iniciais da embriogênese II -Tecido epitelial: Revestimento e glandular Metodologia de Pesquisa Ciência e Medicina -Fichamentos -Resenhas -Relatórios -A metodologia problematizadora e a PBL - O Conhecimento científico: trajetória da produção do conhecimento Ciências sociais e da vida -Ciência e Sociedade -Ciências Sociais e Saúde -Políticas Sociais -Políticas Públicas -Políticas de Saúde -Antropologia e Saúde -A Constituição da Antropologia -O conceito de A Comunidade: Saúde e Nutrição -Iniciando o trabalho interdisciplinar e multiprofissional. -O trabalho em equipe. -Indicadores de condições de vida. -A saúde como atividade interdisciplinar. -Princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) -DCNs dos Formação médica -Vocação médica -Ética geral -Ética geral

4 a 19/03 22 a 26/03 29, 30 e 31/03 01 e 02/04 05 a 09/04 -Proteínas contrácteis -Vias de transmissão de sinais -Estudo mitocondrial celular do sistema nervoso Segunda, terça e quarta Semana Pedagógica Complementar (SPC) Feriado (quinta e sexta) Semana Santa -Conceitos básicos de enzimologia I -Complexo de Golgi e derivados 10 N1 12 a 16/04 Semana de N a 21/04 Praiamed 21, 22 e VI Semana de Cultura e Cidadania 23/ a 30/04 -Conceitos básicos de enzimologia II celular do estômago -Contração do músculo esquelético -Transmissão do impulso nervoso - Contração do músculo liso dos movimentos do TGI - Mastigação e deglutição -Princípios gerais da secreção do TGI - Secreção salivar e esofágica -Peritôneo e cavidade peritoneal -Cavidade oral -Glândulas salivares -Músculos da mastigação -Faringe -Esôfago -Estômago -Conjuntivo e adiposo - Tecido cartilaginoso e muscular -Cavidade oral, faringe, esôfago -Estômago -Busca de artigos científicos na internet -Tipos de produção científica -Fontes de pesquisa bibliográfica -Tipos de pesquisa: Quantitativo x Qualitativo Métodos Quantitativos I -Delineamento Levantamento Survey -Delineamento Correlacional de ou Métodos Quantitativos II -Estudos de Caso- Controle (ECC) -Estudos de Coorte cultura e a alteridade -A abordagem e a dimensão da antropologia médica -Interações médicopaciente na perspectiva antropológica - Introdução à Antropologia dos Serviços de Saúde. -Correntes sociológicas no campo da saúde. - Positivismo e cursos da área de saúde e Pró- Saúde -SUS: rede de atenção hierarquizada -Conhecendo o ambiente físico. -Temas: UBS (arquivo, sala de espera, usuários do SUS e relações humanas) e/ou Distrito Sanitário. -Território/ Distrito Sanitário. -Condições ambientais e urbanas. -Saúde das famílias. -Visita Domiciliar -Bioética -Bioética Temas especiais I -Bioética Temas especiais II -Ética em pesquisa

5 a 07/05 10 a 14/05 17 a 21/05 -Atividades metabólicas do fígado I -Atividades metabólicas do fígado II -Funções enzimáticas de sucos digestivos celular do fígado celular do pâncreas exócrino celular do intestino delgado e grosso - Funções motoras, secretoras e digestivas do estômago -Funções secretoras e metabólicas do fígado -Função secretora do pâncreas -Digestão de carboidratos, proteínas e lipídios. - Movimentos e secreções do intestino delgado - Absorção de água, íons e nutrientes pelo intestino delgado. -Fígado e vias biliares -Pâncreas -Intestino delgado -Fígado e vias biliares -Pâncreas -Glândulas salivares -Intestino delgado Métodos Quantitativos III -Delineamento Experimental /Ensaio clínico -Delineamento Quase-Experimental Métodos Qualitativos I -Pesquisa Fenomenológica Métodos Qualitativos II -Estudo de Caso saúde. -O modelo biomédico -Correntes sociológicas no campo da saúde -Marxismo e saúde -Modelo explicativo da determinação social da doença. -Conceitos de Saúde-doença. -Teorias geradoras das doenças. -História Natural da Doença. -Prépatogenicidade e patogenicidade. -Níveis de prevenção -Educação em saúde. -Medicina baseada em evidências -Vivência e convivência no meio acadêmico médico -Relação médicopaciente e médicomédico /05 25 a 28/05 Feriado (segunda) - Reposição segunda-feira -Tutoria: abrir CCT11 dia 21/05, às 17h -Formação médica: 25/05, às 18:30h -Comunidade: 27/05, às 17h -Movimentos -Mecanismos bioquímicos de absorção celular do rim e secreções do intestino grosso -Absorção de água e eletrólitos pelo intestino grosso -Intestino grosso -Intestino grosso -O projeto de pesquisa I -A medicina social, a saúde coletiva e a assistência médica -Nutrição e Saúde pública. -Ato médico

6 , 1 e 2/06 -Metabólitos renais I celular do rim -Formação das fezes -Reflexo da defecação -Fluxo sangüíneo renal -Filtração glomerular -Rins e vias urinárias (superior) -Embriologia do rim e vias urinárias -O projeto de pesquisa II -Políticas e organização de serviços de saúde em âmbito nacional -As grandes endemias carenciais -Entidades médicas , 4, 5/06 07 a 11/06 Feriado (quinta e sexta) -Tutoria: abre dia 31/05 e fecha 11/06 (CCT12 e 13 juntos) -Reposição das aulas de quinta-feira -Sexta: não tem CETPI nem AI (AI12 e 13 juntas dia 11/06) -Metabólitos renais II -Introdução à genética -Filtrado glomerular - Secreção e reabsorção tubular renal -Rins e vias urinárias (inferior) -Histologia do rim - ANPEPP -Políticas e organização de serviços de saúde em âmbito estadual e municipal -Programas Nutricionais Governamentai s de combate às endemias carenciais -Medicina e a imprensa a 18/06 -Metabólitos renais III 21/06 Vestibular (segunda) 20 N2 22 a 25/06 Semana de N a 30/06 Entrega de resultados - Aspectos particulares da genética humana -Regulação da osmolaridade (concentração Na e K) -Imagem médica do sistema GI e urinário. -Histologia do ureter e bexiga -Elaboração de referências bibliográficas: o estilo Vancouver e o estilo ABNT -Relatório de pesquisa -Tendências atuais no campo da saúde -Relatórios das práticas -SUS CETPI: O caso do Eixo Teórico Prático Integrado (CETPI) é o momento onde se concretizam as orientações pedagógicas da metodologia problematizadora A partir da seleção de um caso-problema capturado na Comunidade Escola (Distrito Sanitário da Região Noroeste de Goiânia),

7 elaboração de um roteiro para teorização contendo eixo (s) e sub-eixos geradores de discussões. Oportunidade para materializar os cinco elementos do Arco de Maguerez (contextualização, pontos-chave, teorização, hipóteses de soluções e aplicação à realidade) com o objetivo de vivenciar a metodologia problematizadora freireana. O eixo de desenvolvimento pessoal, que permeia todo o currículo, é o segmento responsável pelo alinhavo das questões sóciohistóricas, psicológicas, éticas, relacionais e teológicas com o conhecimento sobre o processo saúde/doença. Este eixo é constituído por um conjunto de atividades, inseridas em programas, visando: Formação do aluno como pessoa e como cidadão Reflexão e revisão permanentes dos preceitos éticos e humanísticos que determinam as atitudes do homem enquanto ser social em suas relações Aquisições cumulativas no processo de ensino-aprendizagem. Os objetivos gerais: Incorporar à formação médica a dimensão psicossocial e espititual da pessoa, enfatizando a relação multiprofissional e interdisciplinar da equipe de saúde, usuários e comunidade; Desenvolver a consciência sobre a amplitude da relação médico-paciente; Promover reflexão sobre as responsabilidades da prática médica e sobre o significado emocional, psicológico, social e espiritual da saúde e da doença para os indivíduos nos diferentes ciclos de vida. Os objetivos específicos: Dimensão das competências políticas

8 a) Ser agente de transformação social ao contribuir para a promoção de condições de vida saudável para a comunidade e para os indivíduos. b) Reconhecer a saúde como direito de todo cidadão e dever do Estado c) Atuar na elaboração das políticas de saúde e em sua execução, reconhecendo o papel social do médico d) Lidar criticamente com o mercado de trabalho e políticas de saúde e) Gerenciar os recursos tecnológicos disponíveis considerando a relação custo-benefício e levando em conta as necessidades da população Dimensão das relações interpessoais a) Comunicar-se de maneira simples e eficaz com o paciente considerando seu universo cultural (situação clínica, procedimentos necessários, transmissão de más noticias), com a família e com os colegas b) Ter disposição para a prática educativa do paciente e da comunidade c) Integrar e/ou liderar equipes multiprofissionais com compromisso, responsabilidade, empatia, gerenciamento eficaz d) Manter postura ética e humanística em relação ao paciente, à família e à comunidade Dimensão das atitudes pessoais a) Cuidar da própria saúde física e mental e buscar seu bem-estar como cidadão e como médico b) Reconhecer e respeitar as diversidades culturais c) Compreender as diferentes dimensões do humano - ética, econômica, política, estética e espiritual - e incorporá-las em sua prática profissional d) Saber trabalhar em equipe e tomar decisões com autonomia e discernimento

9 Bibliografia principal BERBEL, N.A.N. A problematização e a aprendizagem baseada em problemas: diferentes termos ou diferentes caminhos? Interface - Comunicação, saúde e educação, 2 (2): ; KOMATSU, R.S. Aprendizagem Baseada em Problemas: um caminho para a transformação curricular. Revista Brasileira de Educação Médica, 23(2/3): CYRINO, E.G. TORALLES-PEREIRA, M.L. Trabalhando com estratégias de ensino-aprendizado por descoberta na área da saúde: a problematização e a aprendizagem baseada em problemas. Cadernos de Saúde Pública 2004, 20(3): Bibliografia complementar Referências bibliográficas citadas nas diferentes unidades/eixos temáticos do respectivo Módulo. Artigos científicos segundo medicina baseada em evidências e vivências. Sites Institucionais das áreas da educação e da saúde nacionais e internacionais. Monografias, dissertações e teses defendidas e aprovadas em Instituições de Ensino Superior reconhecidas pelo MEC. Projeto do Curso de Medicina da PUC-Goias Manual do modulo BIBLIOGRAFIA ALBERTS, B.; BRAY, D.; LEWIS, J.; RAFF, M.; ROBERTS, K. & WATSON, J.D. Bases Moleculares da Célula. 3ª ed., Editora Artes Médicas, Porto Alegre, 1997.

10 BENNET. Cecil/Tratado de Medicina Interna. 20ª ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1997 BERNE, R. M.; LEVY M.N. Fisiologia, 4ª. ed., Ed. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, DANI, RENATO;CASTRO, LUIZ PAULA. Gastroenterologia Clínica, Ed. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, ultima ed.. DOUGLAS, C.R. Tratado de Fisiologia Aplicada às Ciências da Saúde. 4ª. ed., Rose Editorial, São Paulo, 2000 GANONG, W.F. Fisiologia Médica. 19ª. ed., Ed. Mc Graw Hill do Brasil, Rio de Janeiro, GARDNER, E.D. Anatomia: Estudo Regional do Corpo Humano. 4ª ed., Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, GUYTON, A.C. Neurociência Básica: Anatomia e Fisiologia. 2ª. ed., Ed. Guanabara. Koogan, Rio de Janeiro, GUYTON, A.C.; HALL, J.E. Tratado de Fisiologia Médica. 10ª. ed., Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, GUYTON,A.C.; HALL,J.E. Fisiologia Humana e Mecanismos das Doenças.6ª. ed., Ed.Guanabara Koogan, Rio de Janeiro,1998. JUNQUEIRA, L.C. & CARNEIRO, J. Histologia Básica. 9ª ed., Editora Guanabara Koogan S/A, Rio de Janeiro, KERR, J.B. Atlas de Histologia Funcional. 1ª ed., Editora Artes Médicas Ltda., São Paulo, KOPF-MEYER, P. Atlas de Anatomia Humana : Wolf-Heidegger. 5ª ed., Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, LEHNINGER, A.L., NELSON, D.L. & COX, M.M. Princípios de Bioquímica. 2ª ed., Editora Sarvier, São Paulo, MONTGOMERY, R., CONWAY, T.W. & SPECTOR, A.A. Bioquímica: uma abordagem dirigida por casos. 5ª ed., Editora Artes Médicas Ltda., São Paulo, MOORE KEITH, L. Anatomia orientada para a clínica. 3ª ed. Trad. do inglês. Editora Guanabara Koogan, Ri.Janeiro, MOORE, K. & PERSAUD, T.V.N. Embriologia Clínica. 6ª ed. Editora Guanabara Koogan S/A, Rio de Janeiro, MOORE, K.L. & PERSAUD, T.V.N. Embriologia Básica. 5ª ed., Editora Guanabara Koogan S/A, Rio de Janeiro, PUTZ R. and PABST R. Atlas de anatomia humana: Sobotta. 21ª ed. Trad. do alemão. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, PORTO C.C. Semiologia Médica. 3ª ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, RAMOS Jr., J. Semiotécnica da Observação Clínica. 8ª ed., São Paulo, REZENDE, J.Obstetricia, Ed. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, ultima Ed.

11 ROSS, M.H.; REITH, E.J.; ROMRELL, L.J. Histologia Texto e Atlas. 2ª ed., Editorial Médica Panamericana, SP, SCHOR, N. ; SRAUGH, M.. Nefrologia e Urologia Clínica, Ed. Sarvier, São Paulo. 1ed. 10 Volumes STEVENS, A. & LOWE, J. Histologia. 1ª ed., São Paulo, Manole STRYER, L. Bioquímica. 4ª ed., Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, Bibliografia do Eixo de Desenvolvimento Pessoal 1. Branco R.(org.) A Relação com o paciente: teoria, ensino e prática. 1ª ed. Rio de Janeiro, RJ: Guanabara Koogan, Guimarães K.B.S.(org.) Saúde Mental do Médico e do Estudante de Medicina. 1ª ed. (Coleção temas de psicologia e educação médica). São Paulo, SP: Casa do Psicólogo, Pitta A.M.F. Hospital: dor e morte como ofício. 3ª ed. São Paulo, SP: HUCITEC, Bibliografia Complementar: 1. Balint M. O médico, seu paciente e a doença. 2ª ed. São Paulo, SP: Editora Atheneu, Barbosa G.A. (org.) A Saúde dos Médicos no Brasil. 1ª ed. Brasília, DF: Conselho Federal de Medicina, (disponível no site

12 Portal Médico CFM) 3. Mello Fº J. (org.). Identidade Médica: implicações históricas e antropológicas. 1ª ed. (Coleção temas de psicologia e educação médica). São Paulo, SP: Casa do Psicólogo, Sites de Interesse: Associação Brasileira de Medicina Psicossomática Associação Brasileira de Qualidade de Vida Conselho Federal de Medicina Portal Médico Doctor s Health Advisory Service International Doctors Health Conference The International Balint Federation: American Academy on Communication in Healthcare:

13

Unidade II Eixo temático: Cirurgia Vascular

Unidade II Eixo temático: Cirurgia Vascular CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 18/2010 - Prograd SELEÇÃO PÚBLICA DE PESSOAL DOCENTE Unidade II Eixo temático: Cirurgia Vascular Ementa: Revisão da anatomia, estudo da

Leia mais

Seminário: Investigação clínica, laboratorial e de imagem em nefrologia Seminário: Nefropatia diabética Seminário: IRC clínica

Seminário: Investigação clínica, laboratorial e de imagem em nefrologia Seminário: Nefropatia diabética Seminário: IRC clínica MED 1410 Clinica II Eixo temático: Ambulatório de Nefro Estudo da semiologia, etiopatogenia, fisiopatologia, quadro clínico, diagnóstico, tratamento e prevenção das principais doenças do sistema urinário.

Leia mais

MED 1110 Unidade II- Bases Fisiopatológicas e Propedêutica da Maturidade e de Envelhecimento I Eixo temático: Semiologia

MED 1110 Unidade II- Bases Fisiopatológicas e Propedêutica da Maturidade e de Envelhecimento I Eixo temático: Semiologia MED 1110 Unidade II- Bases Fisiopatológicas e Propedêutica da Maturidade e de Envelhecimento I Eixo temático: Semiologia CONTEÚDO Estudo da semiotécnica da anamnese, do exame físico geral, cardiovascular,

Leia mais

Atividade de integração do Eixo de desenvolvimento pessoal

Atividade de integração do Eixo de desenvolvimento pessoal CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS UNIDADE ACADÊMICO-ADMINISTRATIVA DE MEDICINA (MED) Atividade de integração do Eixo de desenvolvimento pessoal METODOLOGIA PEDAGÓGICA DESENVOLVIDA NA FORMAÇAO TEÓRICO PRÁTICA INTEGRADA

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 18/ Prograd SELEÇÃO PÚBLICA DE PESSOAL DOCENTE. UNIDADE I: Clínica III

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 18/ Prograd SELEÇÃO PÚBLICA DE PESSOAL DOCENTE. UNIDADE I: Clínica III PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO (Prograd) EDITAL N 18/2010 - Prograd SELEÇÃO PÚBLICA DE PESSOAL DOCENTE CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MED 1470 Unidade I: Clinica Medica III Eixo temático: Otorrinolaringologia UNIDADE

Leia mais

Exercícios de estudo de caso controle, de estudo de coorte e ensaio clínico. Leitura de artigos Apresentação em grupo de um artigo científico

Exercícios de estudo de caso controle, de estudo de coorte e ensaio clínico. Leitura de artigos Apresentação em grupo de um artigo científico UNIDADE III EPIDEMIOLOGIA ANALÍTICA EMENTA Método científico e os fundamentos dos principais desenhos de estudo no campo da epidemiologia. Realização de leitura crítica de publicações científicas. Exercício

Leia mais

CURSO: Farmácia. INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Histologia e Embriologia Carga Horária Prática 36 Habilitação / Modalidade Bacharelado EMENTA

CURSO: Farmácia. INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Histologia e Embriologia Carga Horária Prática 36 Habilitação / Modalidade Bacharelado EMENTA Turno: Integral Currículo 2014 Período 2º Tipo Obrigatória Teórica 54 CURSO: Farmácia INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Histologia e Embriologia Carga Horária Prática 36 Habilitação / Modalidade Bacharelado

Leia mais

UNIDADE I: Clínica III

UNIDADE I: Clínica III MED 1470 Unidade I: Clinica Medica III Eixo temático: Otorrinolaringologia UNIDADE I: Clínica III OBJETIVOS GERAIS Promover o aprendizado teórico-prático relacionado ao diagnóstico clínico; Desenvolver

Leia mais

UNIPAMPA Disciplina de Histologia, citologia e embriologia Curso de Nutrição TECIDO EPITELIAL. Prof.: Cristiano Ricardo Jesse

UNIPAMPA Disciplina de Histologia, citologia e embriologia Curso de Nutrição TECIDO EPITELIAL. Prof.: Cristiano Ricardo Jesse UNIPAMPA Disciplina de Histologia, citologia e embriologia Curso de Nutrição TECIDO EPITELIAL Prof.: Cristiano Ricardo Jesse CONSIDERAÇÕES INICIAIS Organismos Sistemas Órgãos Tecidos Células CONSIDERAÇÕES

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE ANEXO V CURSO: MEDICINA ANATOMIA HUMANA I

PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE ANEXO V CURSO: MEDICINA ANATOMIA HUMANA I ANEXO V CURSO: MEDICINA ANATOMIA HUMANA I 1 História da Anatomia 2 Introdução ao estudo de Anatomia Humana 3 Aparelho locomotor Sistema Esquelético Generalidades Sistema Articular Generalidades Sistema

Leia mais

DISCIPLINA: RCG FISIOLOGIA II MÓDULO: FISIOLOGIA DO SISTEMA DIGESTÓRIO

DISCIPLINA: RCG FISIOLOGIA II MÓDULO: FISIOLOGIA DO SISTEMA DIGESTÓRIO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA DISCIPLINA: RCG 0216 - FISIOLOGIA II MÓDULO: FISIOLOGIA DO SISTEMA DIGESTÓRIO Docentes Responsáveis Prof. Dr.

Leia mais

Bases Morfofisiológicas do Sistema Digestório e do Trato Urinário Eixo temático: Citologia e Genética MÓDULO I

Bases Morfofisiológicas do Sistema Digestório e do Trato Urinário Eixo temático: Citologia e Genética MÓDULO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS UNIDADE ACADÊMICO-ADMINISTRATIVA DE MEDICINA (MED) Bases Morfofisiológicas do Sistema Digestório e do Trato Urinário Eixo temático: Citologia e Genética MÓDULO I METODOLOGIA PEDAGÓGICA

Leia mais

TECIDO EPITELIAL. Tecido Epitelial FUNÇÕES :

TECIDO EPITELIAL. Tecido Epitelial FUNÇÕES : TECIDO EPITELIAL 2 Características principais dos quatro tipos básicos de tecidos Tecido Nervoso Epitelial Muscular Células Longos prolongamentos Células poliédricas justapostas Células alongadas contráteis

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Histologia Especial Código da Disciplina: VET203 Curso: Medicina Veterinária Semestre de oferta da disciplina: 2 P Faculdade responsável: Medicina Veterinária Programa

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: FISIOLOGIA GERAL Código da Disciplina: NDC108 Curso: Odontologia Período de oferta da disciplina: 2 o P. Faculdade

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA LAAFATE LIGA ACADÊMICA DE ANATOMIA HUMANA PROFº VALDIR GODOY DA FACULDADE ATENEU - LAAFATE

EDITAL DE SELEÇÃO PARA LAAFATE LIGA ACADÊMICA DE ANATOMIA HUMANA PROFº VALDIR GODOY DA FACULDADE ATENEU - LAAFATE EDITAL DE SELEÇÃO PARA LAAFATE 2017.2 LIGA ACADÊMICA DE ANATOMIA HUMANA PROFº VALDIR GODOY DA FACULDADE ATENEU - LAAFATE A LAAFATE Liga Acadêmica de Anatomia Humana Prof Valdir Godoy da Faculdade Ateneu:

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina CBI212 Histologia e Embriologia

Programa Analítico de Disciplina CBI212 Histologia e Embriologia Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina CBI1 Histologia e Embriologia Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba Número de créditos: 5 Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Cronograma de Aulas Cursos: Odontologia/ Nutrição 2º SEMESTRE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Cronograma de Aulas Cursos: Odontologia/ Nutrição 2º SEMESTRE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Cronograma de Aulas Cursos: / 2º SEMESTRE 14 DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS BÁSICAS (FCBS) DISCIPLINA: FISIOLOGIA - LABORATÓRIO FISIOLOGIA:

Leia mais

MARÇO. 11 P Topognosia; Estereognosia; Grafestesia Sensações: gustativas e olfativas 13 T Nociceptores

MARÇO. 11 P Topognosia; Estereognosia; Grafestesia Sensações: gustativas e olfativas 13 T Nociceptores CRONOGRAMA DE ATIVIDADES - NOTURNO 1º SEMESTRE FEVEREIRO Dia Aula Assunto 11 T Apresentação da disciplina UNIDADE I Meio interno - Organização funcional do corpo humano 11 P Mecanismos Homeostáticos no

Leia mais

FAMERV Faculdade de Medicina de Rio Verde Fazenda Fontes do Saber. Fone: (64) Campus Universitário. (64) Rio Verde - Goiás

FAMERV Faculdade de Medicina de Rio Verde Fazenda Fontes do Saber. Fone: (64) Campus Universitário. (64) Rio Verde - Goiás FAMERV Faculdade de Medicina de Rio Verde Fazenda Fontes do Saber Fone: (64) 3611-2235 Campus Universitário (64)3611-2200 Rio Verde - Goiás e-mail: medicina@fesurv.br PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina:

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Anatomia humana de estruturas reunidas em um mesmo território anatômico e suas representações em exames de imagem normais.

PLANO DE ENSINO. Anatomia humana de estruturas reunidas em um mesmo território anatômico e suas representações em exames de imagem normais. NOME: ANATOMIA TOPOGRÁFICA E IMAGEM Código: IMA002 Carga horária: 120 HORAS-AULA (30 HORAS TEÓRICAS E 90 HORAS PRÁTICAS) Créditos: 08 Período do curso: 4 PERÍODO Pré-requisitos: FIB040 EMENTA PLANO DE

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA CÓDIGO DISCIPLINA REQUISITOS BIO 117 BIOLOGIA GERAL --

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA CÓDIGO DISCIPLINA REQUISITOS BIO 117 BIOLOGIA GERAL -- UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA U.E.F.S DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PROGRAMA DE DISCIPLINA CÓDIGO DISCIPLINA REQUISITOS BIO 117 BIOLOGIA GERAL -- CARGA HORÁRIA CRÉDITOS PROFESSOR(A) T

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: FISIOLOGIA GRADE: MATRIZ CURRICULAR: BACHARELADO E LICENCIATURA RESOLUÇÃO CEPEC Nº

Leia mais

Estudo dos Reflexos Medulares

Estudo dos Reflexos Medulares Teoria da Aula-Prática Estudo dos Reflexos Medulares Podemos dizer que o cérebro humano é o computador mais poderoso do mundo. O cérebro dos vertebrados surgiu há muito anos como uma estrutura primitiva

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA COMISSÃO SUPERIOR DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA COMISSÃO SUPERIOR DE ENSINO ANEXO DA RESOLUÇÃO COSUEN N 05 DE 22 DE MARÇO DE 2016 ADENDO I DO CURSO DE MEDICINA, GRAU BACHARELADO Na página 10, Carga Horária Etapa Pré Internato: 5593 horas (329 créditos) Carga Horária Pré internato:

Leia mais

Esplancnologia. Sentido restrito Digestivo Respiratório Urinário Genital masculino Genital feminino. Sentido lato Vascular endócrino

Esplancnologia. Sentido restrito Digestivo Respiratório Urinário Genital masculino Genital feminino. Sentido lato Vascular endócrino Esplancnologia Estudo das vísceras: órgãos internos ( splanchnon) Sentido restrito Digestivo Respiratório Urinário Genital masculino Genital feminino + Sentido lato Vascular endócrino Arquitetura funcional

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA: FISIOLOGIA

PROGRAMA DE DISCIPLINA: FISIOLOGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA: FISIOLOGIA Departamento de Ciências Fisiológicas Carga horária total: 318 hs Ano Letivo: 2012 Série: 2º ano Coordenador(a): Professora Doutora Maria Thereza Gamberini EMENTA: Estudo

Leia mais

Departamento de Biologia Celular e do Desenvolvimento Instituto de Ciências Biomédicas Universidade de São Paulo BMC- 104: BIOLOGIA TECIDUAL III

Departamento de Biologia Celular e do Desenvolvimento Instituto de Ciências Biomédicas Universidade de São Paulo BMC- 104: BIOLOGIA TECIDUAL III Departamento de Biologia Celular e do Desenvolvimento Instituto de Ciências Biomédicas Universidade de São Paulo G RADUAÇÃO EM M EDICINA - 2015 BMC- 104: BIOLOGIA TECIDUAL III SISTEMA URINÁRIO TÓPICOS

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 Componente Curricular: Citologia e Histologia Código: -- Pré-requisito: -- Período

Leia mais

Tecido Epitelial de Revestimento

Tecido Epitelial de Revestimento Tecido Epitelial de Revestimento Prof. a Dr a. Sara Tatiana Moreira UTFPR Campus Santa Helena 1 Tecido Epitelial Revestimento Secreção/ Glandular 2 1 Revestimento das superfícies corporais externas 3 Revestimento

Leia mais

Sistema Gastrointestinal

Sistema Gastrointestinal Sistema Gastrointestinal PATRICIA FRIEDRICH ENF. ASSISTENCIAL DO CTI ADULTO DO HOSPITAL MOINHOS DE VENTO PÓS GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM TERAPIA INTENSIVA PELA UNISINOS ANATOMIA E FISIOLOGIA Algumas doenças

Leia mais

TECIDO EPITELIAL. Professora Melissa Kayser

TECIDO EPITELIAL. Professora Melissa Kayser TECIDO EPITELIAL Professora Melissa Kayser Tecido Epitelial Introdução Tecido que reveste a superfície externa do corpo e as cavidades internas. Desempenha várias funções: Proteção do corpo (pele) Percepção

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO Código Unidade 040 CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso Etapa Sem. / Ano Ciências Biológicas 1º 1º

Leia mais

SISTEMA DIGESTÓRIO. Prof a Cristiane Oliveira

SISTEMA DIGESTÓRIO. Prof a Cristiane Oliveira SISTEMA DIGESTÓRIO Prof a Cristiane Oliveira SISTEMA DIGESTÓRIO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? Conjunto de órgãos que realizam a ingestão dos alimentos, sua digestão e a absorção dos produtos resultantes;

Leia mais

PLANO DE CURSO. 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Fisiologia e Biofísica

PLANO DE CURSO. 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Fisiologia e Biofísica PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Enfermagem Disciplina: Fisiologia e Biofísica Professor: Rafaell Batista Pereira E-mail: rafaell.pereira@fasete.edu.br Código: Carga Horária:

Leia mais

Sistema Renal. Profa Msc Melissa Kayser

Sistema Renal. Profa Msc Melissa Kayser Sistema Renal Profa Msc Melissa Kayser Componentes anatômicos Rins Ureteres Bexiga urinária Uretra O sangue é filtrado nos rins, onde os resíduos são coletados em forma de urina, que flui para pelve renal,

Leia mais

CURSO de BIOMEDICINA - Gabarito

CURSO de BIOMEDICINA - Gabarito UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE TRANSFERÊNCIA 2 o semestre letivo de 2005 e 1 o semestre letivo de 2006 CURSO de BIOMEDICINA - Gabarito INSTRUÇÕES AO CANDIDATO Verifique se este caderno contém : PROVA

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DOCENTE RESPONSÁVEL: CLÁUDIA RUCCO PENTEADO DETREGIACHI

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DOCENTE RESPONSÁVEL: CLÁUDIA RUCCO PENTEADO DETREGIACHI PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO CURSO: NUTRIÇÃO MODALIDADE: DISCIPLINA: DIETOTERAPIA I ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO: EDUCAÇÃO DOCENTE RESPONSÁVEL: CLÁUDIA RUCCO PENTEADO DETREGIACHI Semestre

Leia mais

Titulação Mínima. Terça-feira das 9h35 às 11h15 e Quarta-feira das 9h35 às 11h15. Terça-feira das 20h55 às 22h35 e Sexta-feira das 20h55 às 22h35

Titulação Mínima. Terça-feira das 9h35 às 11h15 e Quarta-feira das 9h35 às 11h15. Terça-feira das 20h55 às 22h35 e Sexta-feira das 20h55 às 22h35 Planilha atualizada em 27/01/2015 Vaga Curso Disciplina Ementa Horário CH semanal Titulação Mínima Pré-requisito Indispensável Consultor Responável Prazo para envio de currículos Campus 1 Pedagogia Literatura

Leia mais

CURSO: MEDICINA Turno: INTEGRAL. INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Bases Biológicas da Prática Médica I Carga Horária Teórica. Total 166.

CURSO: MEDICINA Turno: INTEGRAL. INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Bases Biológicas da Prática Médica I Carga Horária Teórica. Total 166. CURSO: MEDICINA Turno: INTEGRAL Currículo 2013 Período 1 Tipo Obrigatória INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Bases Biológicas da Prática Médica I Carga Horária Teórica Prática Total 166 47 213 Habilitação

Leia mais

TECIDO EPITELIAL. Prof. Me. Leandro Parussolo

TECIDO EPITELIAL. Prof. Me. Leandro Parussolo TECIDO EPITELIAL Prof. Me. Leandro Parussolo Tecido Epitelial Introdução Tecido que reveste a superfície externa do corpo e as cavidades internas dos animais Desempenha várias funções: proteção do corpo

Leia mais

PROPRIEDADES FUNCIONAIS DO CORAÇÃO

PROPRIEDADES FUNCIONAIS DO CORAÇÃO Universidade Federal do Rio Grande Instituto de Ciências Biológicas Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas Fisiologia Animal Comparada PROPRIEDADES FUNCIONAIS DO CORAÇÃO O sistema circulatório-sanguíneo

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA: FISIOLOGIA DO ESFORÇO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA: FISIOLOGIA DO ESFORÇO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA CÓDIGO: EDFFIE DISCIPLINA: FISIOLOGIA DO ESFORÇO PRÉ - REQUISITO: FISIOLOGIA GERAL CARGA HORÁRIA: 80 CRÉDITOS: 04

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina CBF120 Citologia e Histologia

Programa Analítico de Disciplina CBF120 Citologia e Histologia Catálogo de Graduação 06 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina CBF0 Citologia e Histologia Campus de Florestal - Campus de Florestal Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS ÁREA DE CIÊNCIAS FISIOLÓGICAS. Telefone (fax) (034) CEP:

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS ÁREA DE CIÊNCIAS FISIOLÓGICAS. Telefone (fax) (034) CEP: UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS ÁREA DE CIÊNCIAS FISIOLÓGICAS Telefone (fax) (034)3218-2200 CEP: 38400-902 Av. Pará, 1720 Bloco 2A Sala 120 - Campus Umuarama - Uberlândia

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina CBF220 Anatomia Humana

Programa Analítico de Disciplina CBF220 Anatomia Humana Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Campus de Florestal - Campus de Florestal Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal Períodos

Leia mais

Introdução à Fisiologia. Fisiologia Prof. Msc Brunno Macedo

Introdução à Fisiologia. Fisiologia Prof. Msc Brunno Macedo Introdução à Introdução à Objetivo Conhecer o que significa o estudo da Humana, saber quais aspectos a fisiologia aborda e sua importância para os profissionais da saúde Conteúdo Definição Papel da célula

Leia mais

HISTOLOGIA. Tecido Epitelial

HISTOLOGIA. Tecido Epitelial HISTOLOGIA Tecido Epitelial Geralmente avascularizado Características Escassez de matriz extracelular Membrana basal: separa e prende o epitélio ao tecido conjuntivo Células justapostas com junções intercelulares

Leia mais

Sistema Respiratório. rio. Componentes

Sistema Respiratório. rio. Componentes Slide 1 Sistema Respiratório rio Faringe Slide 2 Componentes Nariz (fossas nasais) - duas cavidades paralelas que começam nas narinas e terminam na faringe - funções: filtrar, umedecer e aquecer o ar,

Leia mais

PLANO DE ENSINO. CURSO: Enfermagem Turno: Integral

PLANO DE ENSINO. CURSO: Enfermagem Turno: Integral PLANO DE ENSINO CURSO: Enfermagem Turno: Integral Currículo 2009 INFORMAÇÕES BÁSICAS Unidade curricular Bases Biológicas da Prática de Enfermagem II Departamento CCO Período 2º Teórica 102 Carga Horária

Leia mais

Inscrição pelo portal do UniCEUB

Inscrição pelo portal do UniCEUB Data Atividade Inscrição pelo portal do UniCEUB Horário Local Exposição de banners científicos dos 1º e 7º semestres do período matutino Não Das 8h às 9h30 Hall do bloco 09 13 de maio, quarta-feira Palestra

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DEPARTAMENTO DE CIENCIAS BÁSICAS FCBS / UFVJM

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DEPARTAMENTO DE CIENCIAS BÁSICAS FCBS / UFVJM MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DEPARTAMENTO DE CIENCIAS BÁSICAS FCBS / UFVJM CRONOGRAMA DE AULAS - DISCIPLINA FISIOLOGIA (Cursos: Farmácia e Odontologia)

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de , DOU de CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21.10.11, DOU de 24.10.11 Componente Curricular: Citologia e Histologia Código: --- Pré-requisito: ----- Período

Leia mais

PLANO DE ENSINO (2017/1)

PLANO DE ENSINO (2017/1) PLANO DE ENSINO (2017/1) 1. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA: CITOLOGIA, HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA CURSO: Farmácia A. NOMENCLATURA CÓDIGO CH CRÉDITOS PRÉ-REQUISITO TEÓRICOS PRÁTICOS IBM029 120 4 2 Não há B.

Leia mais

Tecido Epitelial e Conjuntivo

Tecido Epitelial e Conjuntivo Tecido Epitelial e Conjuntivo Objetivos os estudantes deverão ser capazes de... - descrever as características (constituintes e sua organização) e funções gerais do epitélio de revestimento e do epitélio

Leia mais

Fisiologia Aula 1 SIDNEY SATO, MSC

Fisiologia Aula 1 SIDNEY SATO, MSC Fisiologia Aula 1 SIDNEY SATO, MSC Fisiologia-Curso de Nutrição Carga Horária: 80 Horas Referência Básica: GUYTON, Arthur C. HALL, John E. Tratado de fisiologia médica. 11 ed. Rio de Janeiro: Elsevier

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PLANO DE ENSINO Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: EDUCAÇÃO FISICA Núcleo Temático: Disciplina:

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina CBF221 Histologia Básica

Programa Analítico de Disciplina CBF221 Histologia Básica 0 Programa Analítico de Disciplina Campus de Florestal - Campus de Florestal Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal Períodos - oferecimento: II Carga horária

Leia mais

TECIDO EPITELIAL SEGUNDA PARTE

TECIDO EPITELIAL SEGUNDA PARTE TECIDO EPITELIAL SEGUNDA PARTE Prof : Cristiano Ricardo Jesse TIPOS DE EPITÉLIO - REVESTIMENTO CLASSIFICAÇÃO: Quanto a forma das células o epitélio estratificado (camada mais superficial) pode ser: - Pavimentoso

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CONCURSO PARA PROFESSOR EFETIVO NORMAS COMPLEMENTARES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CONCURSO PARA PROFESSOR EFETIVO NORMAS COMPLEMENTARES CONCURSO PARA PROFESSOR EFETIVO NORMAS COMPLEMENTARES EDITAL Nº. 63/2015 Publicado no DOU em 06/11/2015 O Conselho Diretor do DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS aprovou as seguintes normas complementares

Leia mais

Dra. Iêda Guedes Neurobiologista molecular e do desenvolvimento Instituto de Ciências Biológicas - UFPA. Copyright 2008 Todos os direitos reservados

Dra. Iêda Guedes Neurobiologista molecular e do desenvolvimento Instituto de Ciências Biológicas - UFPA. Copyright 2008 Todos os direitos reservados SISTEMA NEUROSENSORIAL Histologia e Embriologia médica Curso: Medicina Dra. Iêda Guedes Neurobiologista molecular e do desenvolvimento Instituto de Ciências Biológicas - UFPA Copyright 2008 Todos os direitos

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado plea Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO

CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado plea Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 PLANO DE CURSO CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado plea Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Fisiologia Humana Código: Fisio 107 Pré-requisito: Bioquímica Período Letivo: 2016.1

Leia mais

UFSC - CCS - CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1ª FASE CRONOGRAMA

UFSC - CCS - CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1ª FASE CRONOGRAMA UFSC - CCS - CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1ª FASE CRONOGRAMA 2015-1 1ª Semana seg, 09/3 ter, 10/3 qua, 11/3 qui, 12/3 sex, 13/3 a a 8:00 Mesa de Abertura: * Coordenação do Curso e da Fase * CALIMED Sala

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Universidade Católica Portuguesa Viseu Instituto de Ciências da Saúde

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Universidade Católica Portuguesa Viseu Instituto de Ciências da Saúde DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Universidade Católica Portuguesa Viseu Instituto de Ciências da Saúde LICENCIATURA Ciências Biomédicas ÁREA DISCIPLINAR Patologia Humana ANO/SEMESTRE ANO LECTIVO 2.º Ano/1.º

Leia mais

ADENDO AO EDITAL N.º059/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA TRANSFERÊNCIA PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1º SEMESTRE DE 2016

ADENDO AO EDITAL N.º059/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA TRANSFERÊNCIA PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1º SEMESTRE DE 2016 ADENDO AO EDITAL N.º059/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA TRANSFERÊNCIA PARA O CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA 1º SEMESTRE DE 2016 Profa. Dra. Margareth Zabeu Pedroso, Pró-Reitora Acadêmica do Centro Universitário

Leia mais

Biologia. Tecido Epitelial. Professor Enrico Blota.

Biologia. Tecido Epitelial. Professor Enrico Blota. Biologia Tecido Epitelial Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia TECIDO EPITELIAL (OU EPITÉLIO) Apresenta funções de revestimento, absorção de substâncias e proteção de diversas

Leia mais

Funções das glicoproteínas e proteínas da membrana :

Funções das glicoproteínas e proteínas da membrana : Funções das glicoproteínas e proteínas da membrana : 1- UNE ALGUMAS CÉLULAS ÀS OUTRAS (junção celular) muito importante em tecidos como a pele e os vasos sanguíneos 2- FUNCIONAM COMO RECEPTORES > para

Leia mais

Nome: 1- FAÇA um desenho de uma célula, identificando as suas partes. a) DESCREVA a função de cada uma das partes da célula.

Nome: 1- FAÇA um desenho de uma célula, identificando as suas partes. a) DESCREVA a função de cada uma das partes da célula. Atividade de Estudo - Ciências 5º ano Nome: 1- FAÇA um desenho de uma célula, identificando as suas partes. a) DESCREVA a função de cada uma das partes da célula. b) Podemos afirmar que todas as células

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE 206/2002 D.O.U. 29/01/2002 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA CNPJ:

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE 206/2002 D.O.U. 29/01/2002 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA CNPJ: FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE Credenciada pela Portaria/MEC nº 206/2002 D.O.U. 29/01/2002 ORGANIZAÇÃO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA CNPJ: 03.866.544/0001-29 e Inscrição Municipal nº 005.312-3

Leia mais

TECIDO NERVOSO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS?

TECIDO NERVOSO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? TECIDO NERVOSO TECIDO NERVOSO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? Alto grau de comunicação: células nervosas são capazes de transmitir informações entre células distantes no corpo; Forma o sistema nervoso,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE BIOLOGIA CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS FICHA DE DISCIPLINA CH TOTAL TEÓRICA: OBJETIVOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE BIOLOGIA CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS FICHA DE DISCIPLINA CH TOTAL TEÓRICA: OBJETIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE BIOLOGIA CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Anatomia Humana CÓDIGO: UNIDADE ACADÊMICA: Instituto de Ciências Biomédicas PERÍODO:

Leia mais

PLANO DE ENSINO FISIOLOGIA HUMANA II CFS Departamento de Ciências Fisiológicas (CFS)

PLANO DE ENSINO FISIOLOGIA HUMANA II CFS Departamento de Ciências Fisiológicas (CFS) PLANO DE ENSINO FISIOLOGIA HUMANA II CFS7102 2011-2 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Nome da disciplina Departamento CFS7102 - Fisiologia Humana II Departamento de Ciências Fisiológicas (CFS) Professores

Leia mais

Ciências Ensino Fundamental, 8º Ano Caracterização dos órgãos que constituem o sistema urinário, suas funções e os principais excretas

Ciências Ensino Fundamental, 8º Ano Caracterização dos órgãos que constituem o sistema urinário, suas funções e os principais excretas Ciências Ensino Fundamental, 8º Ano Caracterização dos órgãos que constituem o sistema urinário, suas funções e os principais excretas Imagem: Schlomo Wiggins/ This image is free to use for any purpose

Leia mais

Histologia e Embriologia Geral Veterinária

Histologia e Embriologia Geral Veterinária UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - UECE FACULDADE DE VETERINÁRIA - FAVET Roteiro de Aulas Práticas de Histologia e Embriologia Geral Veterinária DOCENTE: Janaina Serra Azul Monteiro Evangelista HISTOLOGIA

Leia mais

Titulação e Profissão: na UFRJ desde: Programa: PGBCD (biologia celular e do desenvolvimento)

Titulação e Profissão: na UFRJ desde: Programa: PGBCD (biologia celular e do desenvolvimento) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INSIUO DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS CURSO: FISIOERAIA DISCILINA: BASES BIOLÓGICAS DOS SISEMAS CÓDIGO: BMW-238 Ano/período: 2016/2 ROFESSOR RESONSÁVEL: rof. S Valença itulação

Leia mais

TECIDO NERVOSO. Prof a Cristiane Oliveira

TECIDO NERVOSO. Prof a Cristiane Oliveira TECIDO NERVOSO Prof a Cristiane Oliveira TECIDO NERVOSO QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? Alto grau de comunicação: células nervosas são capazes de transmitir informações entre células distantes no

Leia mais

BLOCO I IDENTIFICAÇÃO

BLOCO I IDENTIFICAÇÃO PROGRAD 016 CURSO DE GRADUAÇÃO: Farmácia, Biomedicina Diurno e Noturno SÉRIE: odas SEMESRE LEIVO DO ANO: ( X ) 1º SEMESRE ( ) º SEMESRE ( ) 1º e ª SEMESRES PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA BLOCO I IDENIFICAÇÃO

Leia mais

DISCIPLINA: ANATOMIA HUMANA I EMENTA:

DISCIPLINA: ANATOMIA HUMANA I EMENTA: EMENTÁRIO I PERÍODO DISCIPLINA: ANATOMIA HUMANA I EMENTA: Investiga e descreve estruturas anatômicas dos seres humanos, tanto órgãos quanto sistemas, fundamentais ao curso de fisioterapia. Descreve todas

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado e Licenciatura em Educação Física Disciplina: Anatomia Humana Professor: Rafaell Batista Pereira Código: SAU00 Carga Horária: 80 h/aulas Créditos:

Leia mais

PLANO DE CURSO 8 PERÍODO ANO:

PLANO DE CURSO 8 PERÍODO ANO: PLANO DE CURSO 8 PERÍODO ANO: 2013.2 CURSO: MEDICINA DISCIPLINA: ANESTESIOLOGIA CARGA HORÁRIA: 72 horas PROFESSOR TITULAR: MIGUEL DE LEMOS NETO PROFESSORES: ANDERSON TEIXEIRA EMENTA O ensino da disciplina

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC)

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) Ano/Semestre curricular Ano letivo 2016 / 2017 Curso Unidade Curricular [designação e tipo/se é do tipo obrigatório ou optativo] (máx100 caracteres) Língua de ensino ECTS

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Santa Helena PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Santa Helena PLANO DE ENSINO Ministério da Educação UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Santa Helena PLANO DE ENSINO CURSO LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MATRIZ 1 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Resolução nº 077/1 COGEP, de

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS ORAIS

INSTRUÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS ORAIS SALA 10 SALA 11 INSTRUÇÕES PARA APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS ORAIS Prêmio Dr. Paulo Luiz Carvalho Francescantonio HORÁRIO DAS APRESENTAÇÕES NÚMERO TRABALHO 74 TÍTULO CORRELAÇÃO ENTRE A TAXA DE MORTALIDADE

Leia mais

ANEXO I RELAÇÃO DE VAGAS PARA O PROCESSO SELETIVO EXTERNO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS CURSO ENGENHARIA DE ALIMENTOS

ANEXO I RELAÇÃO DE VAGAS PARA O PROCESSO SELETIVO EXTERNO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS CURSO ENGENHARIA DE ALIMENTOS ANEXO I RELAÇÃO DE VAGAS PARA O PROCESSO SELETIVO EXTERNO DO * Sujeito à alterações QUÍMICA ANALÍTICA QUALITATIVA Quarta Feira 13:55 às 17:00-4 horas/aulas. Requisitos Mínimos Graduação em Engenharia de

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina CBI118 Anatomia Humana

Programa Analítico de Disciplina CBI118 Anatomia Humana Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

Modelos explicativos do stresse e a relação com a ocorrência de LMELT. Carlos Fujão Associação Portuguesa de Ergonomia (APERGO)

Modelos explicativos do stresse e a relação com a ocorrência de LMELT. Carlos Fujão Associação Portuguesa de Ergonomia (APERGO) Modelos explicativos do stresse e a relação com a ocorrência de LMELT Estado da arte A compreensão do papel dos factores psicossociais relacionados com o trabalho no desenvolvimento de LMELT ainda é superficial,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. TEORIA: Terapias não convencionais: Racionalidades Médicas.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. TEORIA: Terapias não convencionais: Racionalidades Médicas. DEPARTAMENTO DE FARMACOLOGIA INSTITUTO DE CIENCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE FARMACOLOGIA DISCIPLINA TERAPIAS NÃO CONVENCIONAIS Nº DE CRÉDITOS = 05 CR. Teóricos 03 cr + Práticos 02 cr. Código : FAR 021

Leia mais

PSICOLOGIA MÉDICA ATIVIDADES PROGRAMADAS

PSICOLOGIA MÉDICA ATIVIDADES PROGRAMADAS UFRJ-CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE PSIQUIATRIA E MEDICINA LEGAL DISCIPLINA: PSICOLOGIA MÉDICA PSICOLOGIA MÉDICA ATIVIDADES PROGRAMADAS 1º SEMESTRE DE 2005 COORDENADORA

Leia mais

Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 5 / 8 / 2016

Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 5 / 8 / 2016 Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Casa comum, nossa responsabilidade. Disciplina: Ciências / ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS Série: 5ª - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 5 / 8 /

Leia mais

Sistema Urinário. Carla Beatriz Silva. Introdução

Sistema Urinário. Carla Beatriz Silva. Introdução Sistema Urinário Carla Beatriz Silva Introdução O aparelho urinário é formado pelos dois rins, dois ureteres, a bexiga e a uretra. A urina é produzida nos rins, passa pelos ureteres até a bexiga e é lançada

Leia mais

CIÊNCIAS NATURAIS 9º Ano de Escolaridade SISTEMA DIGESTIVO ALIMENTOS E NUTRIENTES MORFOLOGIA E FISIOLOGIA

CIÊNCIAS NATURAIS 9º Ano de Escolaridade SISTEMA DIGESTIVO ALIMENTOS E NUTRIENTES MORFOLOGIA E FISIOLOGIA CIÊNCIAS NATURAIS 9º Ano de Escolaridade SISTEMA DIGESTIVO ALIMENTOS E NUTRIENTES MORFOLOGIA E FISIOLOGIA Ano Lectivo 2009/2010 FUNÇÕES DOS NUTRIENTES Nutrientes Energéticos Plásticos Reguladores Funções

Leia mais

Sistema Nervoso Cap. 13. Prof. Tatiana Setembro / 2016

Sistema Nervoso Cap. 13. Prof. Tatiana Setembro / 2016 Sistema Nervoso Cap. 13 Prof. Tatiana Setembro / 2016 Função Responsável pela comunicação entre diferentes partes do corpo e pela coordenação de atividades voluntárias ou involuntárias. Neurônios A célula

Leia mais

Dra. Iêda Guedes Neurobiologista molecular e do desenvolvimento Instituto de Ciências Biológicas - UFPA. Copyright 2008 Todos os direitos reservados

Dra. Iêda Guedes Neurobiologista molecular e do desenvolvimento Instituto de Ciências Biológicas - UFPA. Copyright 2008 Todos os direitos reservados SISTEMA NEUROSENSORIAL Histologia e Embriologia médica Curso: Medicina Dra. Iêda Guedes Neurobiologista molecular e do desenvolvimento Instituto de Ciências Biológicas - UFPA Copyright 2008 Todos os direitos

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Do ponto de vista funcional pode-se dividir o sistema nervoso em SN somático e SN visceral. Sistema Nervoso somático

Leia mais

PLANO DE CURSO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

PLANO DE CURSO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: PLANO DE CURSO CURSO: Curso de Fisioterapia DEPARTAMENTO: RECURSOS TERAPÊUTICOS E FÍSICO FUNCIONAIS N DE CRÉDITOS: 6 (4 2) DISCIPLINA: ELETROTERMOFOTOTERAPIA PROFESSOR: RODRIGO DELLA MÉA PLENTZ EMENTA:

Leia mais

Sistema excretor. Professora Mariana Peixoto

Sistema excretor. Professora Mariana Peixoto Sistema excretor Professora Mariana Peixoto Eliminação de excretas nos seres humanos Unidade básica dos rins: néfrons (Cápsula de Bowman) (alça de Henle) Formação da urina Filtração glomerular Glóbulos

Leia mais

Organização Geral das Células

Organização Geral das Células Faculdade Vértice Univértix Cursos: Medicina Veterinária Organização Geral das Células Aula Revisão Professor, Enfº. Laudineide de Carvalho Gomes Matipó, fevereiro de 2015. e-mail: laudineic.gomes@hotmail.com

Leia mais

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA. DOCENTE RESPONSÁVEL : Profa. Dra. Wilma De Grava Kempinas

Campus de Botucatu PLANO DE ENSINO ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA. DOCENTE RESPONSÁVEL : Profa. Dra. Wilma De Grava Kempinas PLANO DE ENSINO I - IDENTIFICAÇÃO CURSO: Ciências Biológicas MODALIDADE: Licenciatura e Bacharelado DISCIPLINA: Embriologia Comparada ( X ) OBRIGATÓRIA ( ) OPTATIVA DEPARTAMENTO: Morfologia DOCENTE RESPONSÁVEL

Leia mais