Motores Automação Energia T&D Tintas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Motores Automação Energia T&D Tintas"

Transcrição

1 Motores Automação Energia T&D Tintas

2 Motores Automação Energia T&D Tintas Werner Eggon Geraldo 1 22/06/2015

3 Unidades de negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

4 Eficiência Energética Redução dos Custos Operacionais

5 Aplicando Eficiência Energética - Eficiência com motores elétricos; - Retorno do Investimento; - Especificação de motores; - Redimensionamento de motores; - Limite de Recuperabilidade; - Variação de Velocidade; - Algumas Soluções em Processos;

6 Consumo de Energia Elétrica Definição de Rendimento Pperdas Pel Pmec η Pmec Pel - Rendimento Pmec - Potência Mecânica Pel - Potência Elétrica

7 IE1 IE2 IE3 IE4 IE5 Maior Rendimento Menor Consumo de Energia Evolução da WEG Lei de Eficiência Energética Lei nº Portaria nº 553 Ultra Premium Super Premium Super Premium W22 Premium W22 Premium Não Existia Legislação W21 Alto Rendimento Plus W22 Plus W22 Plus W21 Standard Não Permitido Não Permitido Não Permitido

8 Oportunidades EE: - Custo KWh - Idade dos motores - Horas operação/dia Evolução Tecnológica 1980 Rendimento: 90% 1990 Rendimento: 90,2% 2010 W22 Premium: 95,1% 2000 W21 AR Plus: 93,9% 2014 W22 Magnet Ultra Premium: 96,5% 2013 W22 Super Premium: 95,8% 1960 Rendimento: 88% Ref: Motor 60cv 4p Pense Verde

9 Motores antigos instalados

10 Especificação de Motores Elétricos

11 Especificação de Motores Elétricos

12 Especificação de Motores Elétricos

13 W22 Premium Eficiência e confiabilidade para a indústria

14

15 Plano de troca Para cada cv Reciclagem de: - 2kg Cu - 3kg Fe Outras vantagens: Assegura retirada de motores antigos de circulação Redução de emissão de CO 2 na cadeia produtiva (ferro, cobre, alumínio etc.) a reciclagem chega a 95% de aproveitamento

16 Aplicando Eficiência Energética - Eficiência com motores elétricos; - Retorno do Investimento; - Especificação de motores; - Redimensionamento de motores; - Limite de Recuperabilidade; - Variação de Velocidade; - Algumas Soluções em Processos;

17 Eficiência com troca do motor Cálculo de Consumo kwh consumido ( ano) P nominal ( kw) % Carga %motor horas dia dias ano

18 O custo do motor elétrico Custo de ciclo de vida dos motores elétricos 100,00% 96% 80,00% 60,00%? 40,00% 20,00% 2,50% 1,50% 0,00% Aquisição Manutenção Energia Perdas de produção Fonte: Revista Eletricidade Moderna

19 Cálculo de Consumo Motor Instalado/Operando 75 CV, 4 pólos, 1997, 24 h, 365 d, R$ 0,45/kWh * Motor W22 Premium 75 CV, 4 pólos, 2010, 24 h, 365 d, R$ 0,45/kWh * (%): 91,3** R$ energia/ano: R$ ,00 + 4,1% (%): 95,4 R$ energia/ano: R$ ,00 Melhoria de 4,1% no rendimento resultou em uma economia anual de R$ ,00 ** duas queimas Valor motor novo : R$ ,00 Valor Rebobinamento R$ 4.500,00 Pgto Troca = R$ 2.820,00

20 Evolução Preço de Energia 100% 90% 99% 80% 70% 72% 60% 50% 62% 40% 30% 41% 20% 10% 0% PIB IPCA IGP-M Tarifa de energia

21 Custo Energia 2014/2015 Distribuidora Reajuste Médio CEMIG 12,41% CPFL 16,1% COELCE 16,16% COELBA 16,04% AESul 30,29% ELETROPAULO 18,66% RGE 22,34% CELESC 22,62% CERR 54,06% IPCA: 6,41% Acumulado 2014

22 Consumo de Energia Elétrica Distribuição do consumo de energia elétrica por uso final na Indústria 3,10% 22,80% 5,80% 68% Força Motriz Iluminação Eletrotermia Eletrolise Fonte: PESQUISA DE POSSE DE EQUIPAMENTOS E HÁBITOS DE USO - ANO BASE Março 2008 Procel

23 Consumo de Energia Elétrica

24 Aplicando Eficiência Energética - Eficiência com motores elétricos; - Retorno do Investimento; - Especificação de motores; - Redimensionamento de motores; - Limite de Recuperabilidade; - Variação de Velocidade; - Algumas Soluções em Processos;

25 Especificação de Motores Elétricos Na compra de um motor... O que você pede? - Potência - Tensão - Nº pólos - Carcaça - Forma construtiva Mas o que também é necessário? - Carga acionada - Temperatura ambiente - Tipo de acionamento - Tipo de acoplamento - Contaminantes sólidos - Contaminantes líquidos - Agressores químicos - Classe de risco - Altitude - Etc...

26 Aplicando Eficiência Energética - Eficiência com motores elétricos; - Retorno do Investimento; - Especificação de motores; - Redimensionamento de motores; - Limite de Recuperabilidade; - Variação de Velocidade; - Algumas Soluções em Processos;

27 Curvas Características dos Motores Elétricos 90 0,74 53 Rede Elétrica Pel = 32,45 kw Carga Acionada Pmec = 29,15 kw / 39,75 CV 75 CV Standard

28 Curvas Características dos Motores Elétricos ,85 0, Rede Elétrica Pel = 31 kw Carga Acionada Pmec = 29,15 kw / 39,75 CV Economia: 1,45 kwh Economia: R$ 3.175,50 0,25 R$/kWh; 24 horas; 365 dias /ano 60 CV W22 Premium

29 Onde você está indo? Qual sua opção?

30 W22 HFG WQuattro Wmagnet Wwash Wmining WELL Water Cooled Rolled Table Motofreio Motor à prova de explosão Motofreio à prova de explosão Não acendível WDIP Motor para redutor Motores Industriais Apresentação Motores Motofreio para redutor Smoke Motor Bomba Monobloco 30

31 Eficiência Energética - Quais aplicações tornar eficiente? - Como torná-la eficiente?

32 Aplicando Eficiência Energética - Eficiência com motores elétricos; - Retorno do Investimento; - Especificação de motores; - Redimensionamento de motores; - Limite de Recuperabilidade; - Variação de Velocidade; - Algumas Soluções em Processos;

33 Eficiência Energética/ Melhoria Processo Acionamentos por Inversor de Frequência na indústria Estados Unidos 30% Brasil 8% Potencial 22%

34 Influência do Regime de Operação

35 Eficiência Energética - Como torná-la eficiente?

36 Automação de Sistemas Motores Automação Energia T&D Tintas Exemplos Sistema Economia Energia Ganhos Indiretos Torres de Resfriamento Filtro de Mangas Até 70% Até 60% Red. Consumo água Vida útil mangas e red. Consumo ar compr. Silos de Grãos Injetoras Até 70% Até 60% Qualidade e controle do nível Red. Temp. óleo Extrusoras Moinho de Bolas Até 30% Até 40% Red. Custos de manutenção Red. Custos de manutenção

37 Wmagnet Drive System Extra alto rendimento Menor peso e volume Torque constante em toda faixa de rotação Redução de ruído e vibração Maior vida útil

38 Influência do Regime de Operação Potência Rotação Potência Economia de energia Rotação

39 Automação de Processos Economia de energia: Bombas centrífugas 20 a 50% Ventiladores / exaustores 20 a 50% Bombas alternativas 10 a 30% Esteiras transportadoras 10 a 30%

40 Motor Ventilador 500cv Consumo (MWh) Motor Atual 2.564,86 Economia* (MWh) Economia Investimento Motor Novo com inversor 1.915,42 649,44 R$ ,00 R$ ,77

41 Aplicando Eficiência Energética - Eficiência com motores elétricos; - Retorno do Investimento; - Especificação de motores; - Redimensionamento de motores; - Variação de Velocidade; - Case de Filtro Manga e Silo;

42 Algumas soluções em processos Torres de resfriamento Filtros de Manga Silos Injetoras de plástico Extrusoras de plástico Sistemas de refrigeração

43 Muito Obrigado! VALMIR APARECIDO ROBERTO GRUPO WEG Eficiência Energética

GESTÃO DE ATIVOS COM APLICAÇÃO DE POJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA CARGILL

GESTÃO DE ATIVOS COM APLICAÇÃO DE POJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA CARGILL Unidades de negócios GESTÃO DE ATIVOS COM APLICAÇÃO DE POJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA CARGILL Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Unidades de negócios Motores Automação Energia

Leia mais

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Eficiência Energética O Investimento Necessário para a Indústria Fernando Cardoso Garcia Diretor de Vendas América do Sul WEG Motores Automação

Leia mais

Unidades de negócios. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia. Tintas

Unidades de negócios. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia. Tintas FIESC Unidades de negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Fábricas e Filiais Do primeiro prédio ao parque instalado total Brasil Argentina Chile Colômbia Venezuela Peru México

Leia mais

A Solução Global com Máquinas Elétricas e Automação para Indústria e Sistemas de Energia. 05 de março Dia Mundial de Eficiência Energética

A Solução Global com Máquinas Elétricas e Automação para Indústria e Sistemas de Energia. 05 de março Dia Mundial de Eficiência Energética A Solução Global com Máquinas Elétricas e Automação para Indústria e Sistemas de Energia 05 de março Dia Mundial de Eficiência Energética Motores Tintas Unidades de Negócio Automação Energia Transmissão

Leia mais

ACIJS. Uso Eficiente de Energia Outubro/2014

ACIJS. Uso Eficiente de Energia Outubro/2014 ACIJS Uso Eficiente de Energia Outubro/2014 Unidades de negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Evolução da tarifa de energia elétrica Fonte: Aneel Tarifa de Energia; IBGE

Leia mais

Unidades de negócios. Eficiência Energética no Segmento Plástico. Sidnei Amano. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia.

Unidades de negócios. Eficiência Energética no Segmento Plástico. Sidnei Amano. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia. Unidades de negócios Eficiência Energética no Segmento Plástico Sidnei Amano Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Unidades de negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição

Leia mais

Energias Renováveis e Eficiência Energética

Energias Renováveis e Eficiência Energética Energias Renováveis e Eficiência Energética Unidades de Negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Fábricas e Filiais Do primeiro prédio ao parque instalado total Argentina Chile

Leia mais

Eficiência Energética em Filtros de Manga

Eficiência Energética em Filtros de Manga Eficiência Energética em Filtros de Manga Sistema de Exaustão O sistema de exaustão do filtro manga, Seção de Rebarbação da área da Fundição I da WEG Equipamentos Elétricos S.A., possui normalmente 03

Leia mais

Soluções em Eficiência Energética

Soluções em Eficiência Energética Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Soluções em Eficiência Enerética O futuro depende de atitudes conscientes e sustentáveis, pois o mundo cresce em ritmo acelerado, modernizando

Leia mais

MOTORES ELÉTRICOS 29/01/2010 CONSERVAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA. Motor Elétrico. Motor Elétrico UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES

MOTORES ELÉTRICOS 29/01/2010 CONSERVAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA. Motor Elétrico. Motor Elétrico UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES CONSERVAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA MOTORES ELÉTRICOS Mário Cesar G. Ramos Conversor eletromecânico baseado em princípios eletromagnéticos capaz de transformar energia elétrica

Leia mais

EFICIENCIA ENERGETICA COM MOTORES CA. 0 Presentation title

EFICIENCIA ENERGETICA COM MOTORES CA. 0 Presentation title EFICIENCIA ENERGETICA COM MOTORES CA 0 Presentation title História 16 de setembro de 1961 Werner Ricardo Voigt, Eggon João da Silva e Geraldo Werninghaus fundaram a Eletromotores Jaraguá, que viria a ganhar

Leia mais

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Soluções para Agronegócio

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Soluções para Agronegócio Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Soluções para Agronegócio Visão Geral Eficiência e produtividade em todas as safras? Conte com a WEG. Para nós, produtividade e eficiência

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial. Motor Elétrico.

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial. Motor Elétrico. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Guia Prático de Treinamento Técnico Comercial Motor Elétrico Módulo I Já se foi o tempo em que só simpatia garantia bons resultados em vendas.

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 IR4 Super Premium Motor de Indução Trifásico

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 IR4 Super Premium Motor de Indução Trifásico Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motor de Indução Trifásico -- 2 A WEG em constante inovação amplia sua linha de motores de alta eficiência W22 IR4 SUPER Premium Nas últimas

Leia mais

Eficiência Energética na Indústria Indústria +Eficiente

Eficiência Energética na Indústria Indústria +Eficiente Eficiência Energética na Indústria Indústria +Eficiente Rogerio Iannaccaro Gerente Joinville, 19 de Outubro de 2014 0 1 VISÃO GERAL DA TUPY Líder no mercado de blocos e cabeçotes de motor em ferro fundido

Leia mais

Eficiência Energética no parque fabril WEG

Eficiência Energética no parque fabril WEG Eficiência Energética no parque fabril WEG Motores Tintas Unidades de Negócio Automação Energia Transmissão & Distribuição NEGÓCIO WEG A Solução Global com máquinas elétricas e automação para a indústria

Leia mais

ABESCO Associação Brasileiras das Escos. Alexandre Behrens Gerente de Relacionamento com o Mercado da APS Soluções em Energia SA (Associada Abesco)

ABESCO Associação Brasileiras das Escos. Alexandre Behrens Gerente de Relacionamento com o Mercado da APS Soluções em Energia SA (Associada Abesco) 01 ABESCO Associação Brasileiras das Escos Alexandre Behrens Gerente de Relacionamento com o Mercado da APS Soluções em Energia SA (Associada Abesco) A única maneira de superar os concorrentes é não mais

Leia mais

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA XVII Encontro Nacional dos Conselhos de Consumidores de Energia Elétrica Vitória, 26 e 27 de Novembro de 2015 EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Julian Villelia Padilla Conteúdo: Conceitos básicos. Aplicações típicas

Leia mais

A metodologia proposta pela WEG para realizar este tipo de ação será apresentada a seguir.

A metodologia proposta pela WEG para realizar este tipo de ação será apresentada a seguir. Eficiência Energética Buaiz Alimentos 1 CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA Nome fantasia: Buaiz Alimentos Ramo de atividade: Alimentício Localização: Vitória / ES Estrutura tarifária: Horo-sazonal Azul A4 Demanda

Leia mais

Eficiência Energética Chocolates Garoto

Eficiência Energética Chocolates Garoto Eficiência Energética Chocolates Garoto 1 CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA Nome fantasia: Chocolates Garoto Ramo de atividade: Alimentício Localização: Vila Velha / ES Estrutura tarifária: Horo-sazonal Azul

Leia mais

Inversores de Frequência Aplicados em Processos de Mineração Trazem Ganho de Produtividade, Economia de Energia e Manutenção Reduzida.

Inversores de Frequência Aplicados em Processos de Mineração Trazem Ganho de Produtividade, Economia de Energia e Manutenção Reduzida. Inversores de Frequência Aplicados em Processos de Mineração Trazem Ganho de Produtividade, Economia de Energia e Manutenção Reduzida. Eng. Cristian Benedet Tezza - cristian@weg.net WEG AUTOMAÇÃO Av. Prefeito

Leia mais

Eficiência Energética com Motores Elétricos e Automação para Indústria

Eficiência Energética com Motores Elétricos e Automação para Indústria Eficiência Energética com Motores Elétricos e Automação para Indústria História Fundação da Eletromotores Jaraguá 16 de setembro de 1961 Cada vez mais se consolidando como fornecedor de sistemas elétricos

Leia mais

Soluções WEG para o segmento de Alimentos & Bebidas. Apresentador: Eng Alessandro Donadel Barbosa Motores Alimentos e Bebidas alessandrodb@weg.

Soluções WEG para o segmento de Alimentos & Bebidas. Apresentador: Eng Alessandro Donadel Barbosa Motores Alimentos e Bebidas alessandrodb@weg. Soluções WEG para o segmento de Alimentos & Bebidas Apresentador: Eng Alessandro Donadel Barbosa Motores Alimentos e Bebidas alessandrodb@weg.net 3. Digitem aqui 2. Espaço para apresentação pessoal, eventuais

Leia mais

Considerações sobre redimensionamento de motores elétricos de indução

Considerações sobre redimensionamento de motores elétricos de indução Considerações sobre redimensionamento de motores elétricos de indução Artigo publicado na revista Lumiere Electric edição nº 166 Aplicações de investimentos dentro das empresas sempre são questionadas

Leia mais

Motores Linha de Produtos. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Motores Linha de Produtos. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas es Linha de Produtos es Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Efi ciência e confi abilidade para a indústria. Fundada em 1961, a WEG é reconhecida atualmente como uma das maiores fabricantes

Leia mais

Sistemas de Força Motriz

Sistemas de Força Motriz Sistemas de Força Motriz Introdução; Os Dados de Placa; Rendimentos e Perdas; Motor de Alto Rendimento; Partidas de Motores; Técnicas de Variação de Velocidade; Exemplos; Dicas CONSUMO DE ENERGIA POR RAMO

Leia mais

PROJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM FILTRO DE MANGAS NA INDÚSTRIA QUÍMICA

PROJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM FILTRO DE MANGAS NA INDÚSTRIA QUÍMICA PROJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM FILTRO DE MANGAS NA INDÚSTRIA QUÍMICA Rodrigo Augusto Neves (1) Marcos Coelho (2) RESUMO Nas plantas industriais, o consumo de energia elétrica representa uma parcela

Leia mais

Motores Aplicações Industriais. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Motores Aplicações Industriais. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motores Industriais Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Eficiência e confiabilidade para a indústria A WEG, fundada em 1961, está presente em mais de 100 países nos cinco continentes

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações Comerciais e Residenciais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações Comerciais e Residenciais Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motores Aplicações Comerciais e Residenciais -- Aplicações Comerciais e Residenciais Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em

Leia mais

Variação de velocidade

Variação de velocidade Variação de velocidade Variação de velocidade A indústria é responsável pelo consumo de cerca de 50% da electricidade produzida a nível mundial, sendo que cerca de 2/3 é consumida por motores eléctricos.

Leia mais

South America Energy & Utilities

South America Energy & Utilities South America Energy & Utilities Eficiência Energética Maio / 2011 1 South America Energy & Utilities Conceitos e Esclarecimentos Maio / 2011 2 O que é? Afinal O que é Eficiência Energética? Eficiência

Leia mais

Aplicações eficientes com motores eléctricos de Elevado Rendimento

Aplicações eficientes com motores eléctricos de Elevado Rendimento Colégio de Engenharia Geológica e de Minas LISBOA 23-03-2011 0 Aplicações eficientes com motores eléctricos de Elevado Rendimento Carlos Ribeiro da Costa Gestor de Projectos carloscosta@weg.net Tel: 229

Leia mais

Eficiência na transferência de calor de processos industriais

Eficiência na transferência de calor de processos industriais 58 Capítulo V Eficiência na transferência de calor de processos industriais Por Oswaldo de Siqueira Bueno* Nas edições anteriores, foram abordadas as perspectivas de economia de energia com a eficiência

Leia mais

Estratégia de desenvolvimento da plataforma de motores elétricos W22

Estratégia de desenvolvimento da plataforma de motores elétricos W22 Estratégia de desenvolvimento da plataforma de motores elétricos W22 Sebastião Lauro Nau Dia da Inovação na Indústria IEL/SC FIESC - Fpolis/SC 18/07/12 CONTEÚDO 1. UM POUCO SOBRE A WEG 2. DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Incineração. Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Fabiano do Vale de Souza Setembro/2010

Incineração. Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Fabiano do Vale de Souza Setembro/2010 Incineração Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Fabiano do Vale de Souza Setembro/2010 O que é Incineração? É a decompos ição de produtos e/ou s ubprodutos via oxidação térmica à alta temperatura (

Leia mais

Benefícios. Redução acentuada dos esforços sobre os acoplamentos e. dispositivos de transmissão (redutores, polias, engrenagens,

Benefícios. Redução acentuada dos esforços sobre os acoplamentos e. dispositivos de transmissão (redutores, polias, engrenagens, Soft-Starter Benefícios Redução acentuada dos esforços sobre os acoplamentos e dispositivos de transmissão (redutores, polias, engrenagens, Soft-Starters são chaves de partida estática, projetadas para

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE FELIPE GUILHERME STEIN APLICAÇÃO INDUSTRIAL DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ESTUDO DE

Leia mais

------------------------------- -----------------------------Henflex. Henflex------------------------------ Índice

------------------------------- -----------------------------Henflex. Henflex------------------------------ Índice Índice 1.Características Gerais... 2 2.Seleção do Tamanho do Acoplamento... 2 2.1- Dimensionamento dos acoplamentos Henflex HXP para regime de funcionamento contínuo... 2 2.2 Seleção do Acoplamento...

Leia mais

PLANO DE ENSINO. PPGEEA Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

PLANO DE ENSINO. PPGEEA Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PPGEEA Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE ARQUITETURA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA PLANO DE ENSINO

Leia mais

Motores elétricos Siemens e a Economia de Energia

Motores elétricos Siemens e a Economia de Energia Jornadas Técnicas Novas perspectivas Drive Technology Mundo em Motores elétricos Siemens e a Economia de Energia Tópicos Instalando o motor elétrico com inversor de freqüência Princípio de funcionamento

Leia mais

Motores Aplicações Industriais. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Motores Aplicações Industriais. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motores Industriais Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em 1961, a WEG é reconhecida atualmente como uma das maiores

Leia mais

Motores Óleo e Gás. Motores Energia Automação Tintas

Motores Óleo e Gás. Motores Energia Automação Tintas Motores Óleo e Gás Motores Eneria Automação Tintas www.we.net Classificação das áreas Zona 2 Zona 1 Ex Ex e Ex p Ex d Ex na Ex e Ex p Ex d Zona 1 Linha M: Ex e Ex p Linha HGF: Ex e Síncronos: Ex p Water

Leia mais

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM FILTRO DE MANGAS

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM FILTRO DE MANGAS EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM FILTRO DE MANGAS Rodrigo Augusto Neves (1) Leandro Ávila da Silva (2) RESUMO Nas plantas industriais, o consumo de energia elétrica representa uma parcela importante nos custos

Leia mais

Economia de Energia com Eficiência nos Accionamentos Eficientes

Economia de Energia com Eficiência nos Accionamentos Eficientes Economia de Energia com Eficiência nos Accionamentos Eficientes 1 João Pratas SEW-EURODRIVE EURODRIVE PORTUGAL Departamento de Engenharia Apresentação da SEW-EURODRIVE Portugal Introdução 2 Sistemas de

Leia mais

Setor volta a movimentar mercado de acionamentos

Setor volta a movimentar mercado de acionamentos 56 Fevereiro/2010 Setor volta a movimentar mercado de acionamentos Empresas deste segmento se preparam para atender uma nova onda de elevação de demanda RENATO ANSELMI, DE CAMPINAS FREE LANCE PARA O JORNALCAMA

Leia mais

MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 024/2014

MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 024/2014 MODELO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 024/2014 NOME DA INSTITUIÇÃO: COMPANHIA ESTADUAL DE GERAÇÃO E TRANS. ENERGIA ELÉTRICA AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL ATO

Leia mais

Programas de Eficiência Energética ao redor do mundo

Programas de Eficiência Energética ao redor do mundo Programas de Eficiência Energética ao redor do mundo 01/2015 Visão geral das normas ao redor do mundo Porque é importante saber e entender as leis de eficiência de cada país? Para entender as necessidades

Leia mais

Oportunidades de eficiência energética em motores e em acionadores de velocidade ajustável (AVAs)

Oportunidades de eficiência energética em motores e em acionadores de velocidade ajustável (AVAs) 54 Capítulo II Oportunidades de eficiência energética em motores e em acionadores de velocidade ajustável (AVAs) Por Antonio Sergio Alves de Lima* Na edição anterior foram abordadas as perspectivas de

Leia mais

MOINHOS GRANULADORES

MOINHOS GRANULADORES MOINHOS GRANULADORES DESDE 1980 Fundada em 1980 sediada em Farroupilha, RS em uma área própria de 15.000m², com área construída de 2.250 m², a Mecanofar mantém mais de 3.500 máquinas no mercado de transformação.

Leia mais

Motores Aplicações Industriais. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Motores Aplicações Industriais. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas es Industriais es Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em 1961, a WEG é reconhecida atualmente como uma das maiores fabricantes

Leia mais

Fig. 2. Painel de instalação

Fig. 2. Painel de instalação ANÁLISE DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE VENTILAÇÃO INDUSTRIAL Alex Gomes da Fonseca, Alin de Amaral Martins, Cecília de Melo Batalhone, Décio Bispo, Antônio Carlos Delaiba. Universidade Federal

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Soft-Starters SSW07 e SSW08

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Soft-Starters SSW07 e SSW08 Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação IPI REDUZIDO Produto beneficiado pela Lei da Informática SSW07 e SSW08 Soft-starters são chaves de partida estática, projetadas para

Leia mais

CALANDRA MONORROL CAPACIDADES DE 60 A 220KG

CALANDRA MONORROL CAPACIDADES DE 60 A 220KG CALANDRA MONORROL PASSAGEM FÁCIL, ALTA PRODUTIVIDADE COM TECNOLOGIA SISTEMA DE ROLO E FITAS EQUIPAMENTO COMPACTO: projetado para passagem de tecidos planos, com alta produção e qualidade. ALTA PRODUTIVIDADE:

Leia mais

IE3. Série S da BOGE, modelo S-3. Motor. BOGE Competence

IE3. Série S da BOGE, modelo S-3. Motor. BOGE Competence Série S da BOGE, modelo S-3 Premium IE3 Efficiency BOGE Competence A melhor qualidade ada de novo: A nova geração da Série S da BOGE 6 Detalhes da nova geração: 4 A B C Novo bloco compressor BOGE effilence

Leia mais

Eficiência energética com aplicação de motores de imãs permanentes

Eficiência energética com aplicação de motores de imãs permanentes Eficiência energética com aplicação de motores de imãs permanentes Rodrigo Augusto Neves Engenheiro Eletricista Helder Pires Luca Engenheiro Eletricista 1 Resumo Nas plantas industriais, o consumo de energia

Leia mais

SECANDO COM QUALIDADE E ECONOMIA

SECANDO COM QUALIDADE E ECONOMIA SECADORES ALTO DESEMPENHO, SEGURANÇA E BAIXO CUSTO OPERACIONAL SECANDO COM QUALIDADE E ECONOMIA Secadores Mamute são sinônimos de flexibilidade e alta produção. Seu projeto técnico e ergonômico asseguram

Leia mais

Solução EF-ENERGY + Solução WEG para Armazenagem de Grãos

Solução EF-ENERGY + Solução WEG para Armazenagem de Grãos ECONOMIA DE ENERGIA GARANTIDA Solução EF-ENERGY + Solução WEG para Armazenagem de Grãos Destinado a gerar economia de energia na aeração de grãos, a solução de eficiência energética EF-ENERGY regula automaticamente

Leia mais

Automação Soft-Starters. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Automação Soft-Starters. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas SSW - Soft-Starter WEG O atual estado de desenvolvimento dos acionamentos elétricos concentra o resultado de um longo período de tentativas

Leia mais

FERNANDES FARDIM. Inovações! Grandes Soluções! MÁXIMA EFICIÊNCIA EM SECAGEM DE GRÃOS. FERNANDES FARDIM. Novas soluções!

FERNANDES FARDIM. Inovações! Grandes Soluções! MÁXIMA EFICIÊNCIA EM SECAGEM DE GRÃOS. FERNANDES FARDIM. Novas soluções! FERNANDES FARDIM MÁXIMA EFICIÊNCIA EM SECAGEM DE GRÃOS. Inovações! Grandes Soluções! FERNANDES FARDIM Novas soluções! Segurança. Alta Qualidade. Novas Tecnologias. Robustez. Eficiência. FERNANDES FARDIM

Leia mais

...uma economia anual de 24.636,87 MWh/ano...

...uma economia anual de 24.636,87 MWh/ano... ...uma economia anual de 24.636,87 MWh/ano......equivalente ao consumo de 10.454 residências durante o mesmo período. 10.273,15 toneladas de CO 2 deixaram de ser emitidas + indústria eficiente 06 08

Leia mais

SEGURANÇA ENERGÉTICA NO BRASIL PARA A CLIMATIZAÇÃO DE EDIFICAÇÕES

SEGURANÇA ENERGÉTICA NO BRASIL PARA A CLIMATIZAÇÃO DE EDIFICAÇÕES SEGURANÇA ENERGÉTICA NO BRASIL SOLUÇÕES S COM A TECNOLOGIA OG ISOMAX PARA A CLIMATIZAÇÃO DE EDIFICAÇÕES 1 SEGURANÇA ENERGÉTICA NO BRASIL SOLUÇÕES S COM A TECNOLOGIA OG ISOMAX PARA A CLIMATIZAÇÃO DE EDIFICAÇÕES

Leia mais

Inovação Tecnológica na WEG

Inovação Tecnológica na WEG Seminário Inovação e Desenvolvimento Econômico Como superar a dependência tecnológica brasileira? Inovação Tecnológica na WEG Siegfried Kreutzfeld Diretor Superintendente WEG Equipamentos Elétricos S.A.

Leia mais

Troca Tela Hidráulico. Banheira de Inox de 3.0 ou 5.0m. Sensor de pressão no cabeçote (1 estágio);

Troca Tela Hidráulico. Banheira de Inox de 3.0 ou 5.0m. Sensor de pressão no cabeçote (1 estágio); Extrusora LDA - SJP Extrusora LDD - SJP Extrusora LDF - SJP Extrusoras para Laboratório YD 30 SJSL 20 Extrusora de Alta Performance SJSL 63 Ventoinha de Transporte LCF - 3 a 5 Secador de Espaguete CF -

Leia mais

Excelência no uso da Energia Elétrica Abordagem de Problemas e Soluções. G.T. Capacitores

Excelência no uso da Energia Elétrica Abordagem de Problemas e Soluções. G.T. Capacitores Excelência no uso da Energia Elétrica Abordagem de Problemas e Soluções 1 Excelência no uso da Energia Elétrica 1- Conceito 2- Legislação atual em Baixa Tensão 3- Visão de Futuro/ Tendência Mundial 4-

Leia mais

1 - Eficiência em Energia Elétrica: 1.1 - Medidas para Eficiêntização Elétrica

1 - Eficiência em Energia Elétrica: 1.1 - Medidas para Eficiêntização Elétrica 1 1 - Eficiência em Energia Elétrica: 1.1 - Medidas para Eficiêntização Elétrica Implantação de Controladores de Velocidade em Motores Elétricos (Bombas, Ventiladores, Exaustores,...); Motores Elétricos

Leia mais

H3- Interpretar as formas construtivas dos motores de corrente alternada Aula 3

H3- Interpretar as formas construtivas dos motores de corrente alternada Aula 3 H3- Interpretar as formas construtivas dos motores de corrente alternada Aula 3 Técnico em Eletromecânica - Julho de 2010 1 CONTEÚDO INTRODUÇÃO; 3.1 Motor Assíncrono Monofásico Aberto; 3.2 Motor Assíncrono

Leia mais

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 16 SOFT START

IECETEC. Acionamentos elétricos AULA 16 SOFT START AULA 16 SOFT START 1- Introdução Soft-starters são utilizados basicamente para partidas de motores de indução CA (corrente alternada) tipo gaiola, em substituição aos métodos estrela-triângulo, chave compensadora

Leia mais

Máquinas Elétricas Motores de Indução. Máquinas Assíncronas (Motores de Indução)

Máquinas Elétricas Motores de Indução. Máquinas Assíncronas (Motores de Indução) Máquinas Assíncronas (Motores de Indução) Principais Características Só desenvolve torque fora da velocidade síncrona; Máquina de excitação única; Escorregamento Amplo uso Principais Limitações Máquina

Leia mais

AULA 25 UNIDADE 3 MÁQUINAS ELÉTRICAS. Prof. Ademir Nied, Dr. Eng. Elétrica dee2an@joinville.udesc.br

AULA 25 UNIDADE 3 MÁQUINAS ELÉTRICAS. Prof. Ademir Nied, Dr. Eng. Elétrica dee2an@joinville.udesc.br Universidade do Estado de Santa Catarina Departamento de Engenharia Elétrica Curso de Graduação em Engenharia Elétrica AULA 25 UNIDADE 3 MÁQUINAS ELÉTRICAS Prof. Ademir Nied, Dr. Eng. Elétrica dee2an@joinville.udesc.br

Leia mais

Coldex Tosi Ar Condicionado

Coldex Tosi Ar Condicionado Coldex Tosi Ar Condicionado Especificações Construtivas Os climatizadores (Fan Coil Tosi Baby) foram projetado vizando obter maior vida útil, performance adequada e facilidade de instalação, operação

Leia mais

V Prêmio Alstom de Tecnologia Metroferroviária

V Prêmio Alstom de Tecnologia Metroferroviária V Prêmio Alstom de Tecnologia Metroferroviária Estudo de Caso: Substituição do sistema de controle de vazão de um insuflador de ar em túneis de um sistema de transporte de pessoas sobre trilhos. OBJETIVO:

Leia mais

Conhecer as características de conjugado mecânico

Conhecer as características de conjugado mecânico H4- Conhecer as características da velocidade síncrona e do escorregamento em um motor trifásico; H5- Conhecer as características do fator de potência de um motor de indução; Conhecer as características

Leia mais

ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX MN

ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX MN CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre eles, de borracha sintética de elevada resistência a abrasão.

Leia mais

Desenvolvimento de Software para Avaliação Técnica-Econômica das Alternativas de Investimento propostas em Projetos de Diagnóstico Energético

Desenvolvimento de Software para Avaliação Técnica-Econômica das Alternativas de Investimento propostas em Projetos de Diagnóstico Energético Desenvolvimento de Software para Avaliação Técnica-Econômica das Alternativas de Investimento propostas em Projetos de Diagnóstico Energético C. Penna, A. P. C. Paraguassu, C. M. Matos ENERSUL; I. S. Escobar

Leia mais

Soluções para Aumentar Eficiência e Produtividade da Usina

Soluções para Aumentar Eficiência e Produtividade da Usina Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 Soluções para Aumentar Eficiência e Produtividade da Usina Resumo da apresentação, caso precise de mais informações relativo ao tema favor me contatar. Dep. DT -

Leia mais

Eficiência Energética

Eficiência Energética Ricardo Figueiredo - ABB ISEP 29 de Abril de 2010 Eficiência Energética May 4, 2010 Slide 1 Eficiência Energética ISEP ABB Gama de Variação de velocidade Novidades Variação de velocidade Vantagens na aplicação

Leia mais

Energética. Eng. Eduardo Acquaviva Coord.. Engenharia de Desenvolvimento

Energética. Eng. Eduardo Acquaviva Coord.. Engenharia de Desenvolvimento 3º Congresso Brasileiro de Eficiência Energética e Cogeração de Energia Eng. Eduardo Acquaviva Coord.. Engenharia de Desenvolvimento 28/06/2006 Iqara Energy 13 Contratos (7,6 MW - 4.000 TR - 15,0 milhões

Leia mais

ANÁLISE DO DESEMPENHO DOS MOTORES TRIFÁSICOS NACIONAIS

ANÁLISE DO DESEMPENHO DOS MOTORES TRIFÁSICOS NACIONAIS ART456-07 - CD 262-07 - PÁG.: 1 ANÁLISE DO DESEMPENHO DOS MOTORES TRIFÁSICOS NACIONAIS João Roberto Cogo, da EFEI Jocélio Souza de Sá, do INATEL Nelson W. B. Simões, da CEMIG Jaime A. Burgoa, da CEMIG

Leia mais

SSW-05 Micro Soft-starter

SSW-05 Micro Soft-starter Motores Automação Energia Tintas Micro Soft-starter g Compacto g Digital - DSP g Fácil operação g Elevado rendimento g By-pass incorporado REPLACE ME BY A PICTURE! Soft-Starters são chaves de partida estática,

Leia mais

WORKSHOP: GÁS NATURAL NA INDÚSTRIA CERÂMICA Projeto de P&D da COMGAS voltado para indústria Cerâmica.

WORKSHOP: GÁS NATURAL NA INDÚSTRIA CERÂMICA Projeto de P&D da COMGAS voltado para indústria Cerâmica. WORKSHOP: GÁS NATURAL NA INDÚSTRIA CERÂMICA Projeto de P&D da COMGAS voltado para indústria Cerâmica. USO DO GÁS NATURAL PARA A SECAGEM FORÇADA DE ARGILA PARA PLACAS CERÂMICAS NO PÓLO CERÂMICO DE SANTA

Leia mais

ALTO RENDIMENTO. O caminho para a eficiência energética. Política de Gerenciamento de Motores. Vantagens dos Motores Alto Rendimento

ALTO RENDIMENTO. O caminho para a eficiência energética. Política de Gerenciamento de Motores. Vantagens dos Motores Alto Rendimento motores ALTO RENDIMENTO O caminho para a eficiência energética Política de Gerenciamento de Motores Vantagens dos Motores Alto Rendimento Políticas de economia de energia com os planos de manutenção de

Leia mais

Aplicação de Simulação Computacional na Avaliação e Otimização de Motores Elétricos de Indução Visando a Conservação de Energia

Aplicação de Simulação Computacional na Avaliação e Otimização de Motores Elétricos de Indução Visando a Conservação de Energia Aplicação de Simulação Computacional na Avaliação e Otimização de Motores Elétricos de Indução Visando a Conservação de Energia Mário Cesar E. S. Ramos Instituto de Eletrotécnica e Energia, Universidade

Leia mais

Realidade das Tarifas de Energia Elétrica no Brasil

Realidade das Tarifas de Energia Elétrica no Brasil Realidade das Tarifas de Energia Elétrica no Brasil Sumário Executivo Este documento oferece uma análise factual sobre a composição da tarifa de energia elétrica, os fatores que levam à variação de cada

Leia mais

ÁGUA, ESGOTO E ENERGIA: ABORDAGENS PRÁTICAS EM SISTEMAS DE SANEAMENTO

ÁGUA, ESGOTO E ENERGIA: ABORDAGENS PRÁTICAS EM SISTEMAS DE SANEAMENTO 17 DE SETEMBRO 2008 ÁGUA, ESGOTO E ENERGIA: ABORDAGENS PRÁTICAS EM SISTEMAS DE SANEAMENTO Frederico Ferreira de Vasconcelos SCAI Ltda. Fundada em 1993; Projetos e s para Mineração, Têxtil, Saneamento e

Leia mais

Medição da Eficiência

Medição da Eficiência Medição da Eficiência Indicadores kw/tr É a unidade mais utilizada na avaliação de Chillers a 100% ou em cargas parciais COP (Coeficiente de Performance) É utilizado na comparação de chillers quando estes

Leia mais

EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA EM INDÚSTRIAS DE MATO GROSSO DO SUL ESTUDO DE CASOS

EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA EM INDÚSTRIAS DE MATO GROSSO DO SUL ESTUDO DE CASOS EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA EM INDÚSTRIAS DE MATO GROSSO DO SUL ESTUDO DE CASOS Wellington Rocha Araújo, Saulo Gomes Moreira, Amâncio Rodrigues da Silva Júnior, Bráulio C. Paucar, Gervásio S. Lara, Luciana

Leia mais

EDP Serviços. Colégio de Engenharia Geológica e de Minas. Optimização energética na indústria extrativa

EDP Serviços. Colégio de Engenharia Geológica e de Minas. Optimização energética na indústria extrativa EDP Serviços Colégio de Engenharia Geológica e de Minas Explorações a Céu Aberto:Novos desenvolvimentos Optimização energética na indústria extrativa Lisboa, 23 de Março de 2011 Agenda Contexto Consumos

Leia mais

Eficiência Energética Fundação Santo André - Professor Mario Pagliaricci

Eficiência Energética Fundação Santo André - Professor Mario Pagliaricci Fundação Santo André - Professor Mario Pagliaricci FONTES DE ENERGIA 1 Um pouco de Física (I, II, III e IV) 2 O Problema dos Transportes 3 Fontes de Energia de Grande Porte 4 Fontes Alternativas 5 E o

Leia mais

CONSUMO EFICIENTE DE. energia elétrica: uma agenda para o Brasil

CONSUMO EFICIENTE DE. energia elétrica: uma agenda para o Brasil CONSUMO EFICIENTE DE energia elétrica: uma agenda para o Brasil 2/14 Créditos Copyright Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) 2016 Conteúdo PSR Soluções e Consultoria

Leia mais

Motores Drives Controles Proteção PRESSÃO CONSTANTE SISTEMAS

Motores Drives Controles Proteção PRESSÃO CONSTANTE SISTEMAS Motores Drives Controles Proteção PRESSÃO CONSTANTE SISTEMAS PRESSÃO CONSTANTE SUBDRIVE E MONODRIVE Deixe-nos lidar com a pressão Os controladores de pressão constante SubDrive e MonoDrive da Franklin

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Nível Médio

Leia mais

EXPOREXEL - 21/05/2015

EXPOREXEL - 21/05/2015 EXPOREXEL - 21/05/2015 Eficiência Energética Autoconsumo Rexel / SMA Rexel Nuno Romão SMA Alexandre Cruz Eficiência Energética - Autoconsumo 1. O que é o Autoconsumo? 2. Enquadramento Legislativo 3. Diagrama

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO. 1. INDICADORES - Perdas de água: produção x distribuição - Relação da energia necessária para produção de 1 m³ de água

SUMÁRIO EXECUTIVO. 1. INDICADORES - Perdas de água: produção x distribuição - Relação da energia necessária para produção de 1 m³ de água SUMÁRIO EXECUTIVO 1. INDICADORES - Perdas de água: produção x distribuição - Relação da energia necessária para produção de 1 m³ de água 2. CENÁRIO ATUAL DO SETOR - Problemas diagnosticados - Investimento

Leia mais

Audiência Pública. Revisão Tarifária Periódica

Audiência Pública. Revisão Tarifária Periódica Audiência Pública Revisão Tarifária Periódica Agenda 1. Panorama Geral da Concessão 2. Evolução da Qualidade do Serviço 3. Investimentos Realizados no Ciclo (2007-2011) 4. Principais Desafios 3º Ciclo

Leia mais

Centrais Elétricas Brasileiras SA Diretoria de Operação de Sistemas AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL. Outubro 1999 Versão 08

Centrais Elétricas Brasileiras SA Diretoria de Operação de Sistemas AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL. Outubro 1999 Versão 08 Centrais Elétricas Brasileiras SA Diretoria de Operação de Sistemas AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL Outubro 1999 Versão 08 APRESENTAÇÃO Este relatório sintetiza o conjunto dos Programas de

Leia mais

I. INTRODUÇÃO. Palavras-chave Conservação de Energia, Eficiência Energética, Sistemas Industriais.

I. INTRODUÇÃO. Palavras-chave Conservação de Energia, Eficiência Energética, Sistemas Industriais. EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA EM MÉTODOS DE CONTROLE DE VAZÃO R. R. B. Aquino, Z. D. Lins, P. A. C. Rosas, L. F. A. Cordeiro, J. R. C. Ribeiro, I. A. Tavares, P. S. Amorim. Universidade Federal de Pernambuco:

Leia mais

PRODUÇÃO DE VAPOR E ELETRICIDADE A EVOLUÇÃO DO SETOR SUCROALCOOLEIRO

PRODUÇÃO DE VAPOR E ELETRICIDADE A EVOLUÇÃO DO SETOR SUCROALCOOLEIRO PRODUÇÃO DE VAPOR E ELETRICIDADE A EVOLUÇÃO DO SETOR SUCROALCOOLEIRO II GERA: Workshop de Gestão de Energia e Resíduos na Agroindustria Sucroalcooleira FZEA - USP Pirassununga, 12 de junho de 2007 Helcio

Leia mais

Centro de Seleção/UFGD Técnico em Refrigeração ==Questão 26==================== Assinale a alternativa que define refrigeração.

Centro de Seleção/UFGD Técnico em Refrigeração ==Questão 26==================== Assinale a alternativa que define refrigeração. Técnico em Refrigeração ==Questão 26==================== Assinale a alternativa que define refrigeração. (A) O movimento de energia de frio dentro de um espaço onde ele é necessário. (B) A remoção de calor

Leia mais

Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM. Introdução

Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM. Introdução Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM Introdução Os motores de tração são os equipamentos responsáveis pela propulsão dos trens. Sua falha implica na diminuição do desempenho

Leia mais

Bombas de Calor Geotérmicas

Bombas de Calor Geotérmicas Bombas de Calor Geotérmicas Futuro A crescente subida dos preços dos combustíveis fósseis (gás e gasóleo) levou a CHAMA a procurar alternativas aos sistemas tradicionais de aquecimento. Alternativas que

Leia mais