Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A."

Transcrição

1 Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A. São Paulo, 8 de dezembro de

2 Aviso Legal Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação, relativas às perspectivas de negócios da Companhia, projeções e metas operacionais e financeiras, constituem-se em crenças e premissas da diretoria da Lojas Renner S.A. bem como em informações atualmente disponíveis para a Companhia. Considerações futuras não são garantias de desempenho, envolvem riscos, incertezas e premissas, pois se referem a eventos futuros e portanto dependem de circunstâncias que podem ou não ocorrer. O público deve compreender que condições econômicas gerais, condições da indústria e outros fatores operacionais, podem afetar os resultados futuros da empresa e podem conduzir a resultados que diferem, materialmente, daqueles expressos em tais considerações futuras. 2

3 Agenda Visão Geral do Setor de Varejo Sobre a Lojas Renner S.A. Resultados Lojas Renner S.A. Plano de Expansão e Perspectivas 2006 Mercado de Capitais 3

4 Varejo de Vestuário no Brasil Participação de Mercado no Varejo de Vestuário (R$ 95 bilhões) Participação de Mercado das Maiores Empresas (R$ 8 bilhões) Outros 91,4% Marisa 0,7% C&A 3,0% Renner 1,4% Riachuelo 1,5% Pernambucanas* 2,0% Maiores Empresas 8,6% C&A 34,1% Pernambucanas* 24,4% Marisa 8,5% Renner 15,9% Riachuelo 17,1% Mercado altamente disperso Pequenas redes de varejo Sem condição para concessão de crédito * Pernambucanas inclui Cama, Mesa & Banho e Linha Dura. Fonte: Banco Santander - Participações de mercado calculadas com base no faturamento das empresas sobre a participação do varejo de vestuário no PIB. 4

5 Efeitos das Taxas de Juros As taxas de juros têm influência na produção e venda de bens de consumo duráveis. 138,1 120,6 97,7 25,00% 103,1 19,00% 15,75% 19,00% 78,9 90,5 16,50% 17,75% 19,50% 69, * Índice de Produção de Bens Duráveis Taxa de Juros (Selic) * Dados até setembro de 2005 Base 100 = média 2002 Fonte: Banco Central / IPEAData 5

6 Demanda Reprimida de Bens Duráveis Com o aumento do crédito, acredita-se que a demanda reprimida por bens duráveis foi suprida, gerando uma expectativa de crescimento marginal nos próximos anos, com maior potencial para aumento de vendas de bens não duráveis. 120,6 151,5 138,1 69,7 97,7 78,9 69,9 90,5 76,2 103,1 88,1 113,3 51,3 22, * Índice de Produção de Bens Duráveis ** Crédito Pessoas Físicas (R$ Bilhões) *** * Dados até outubro de 2005 ** Base 100 = média 2002 *** Saldo consolidado no mês das operações de crédito com recursos livres (total pessoa física) Fonte: Banco Central / IPEAData 6

7 Nível de Emprego e Confiança do Consumidor Os índices de confiança do consumidor e de emprego têm influência na produção e venda de bens de consumo não duráveis * Índice de Confiança do Consumidor** Índice de Emprego** Índice de Vendas de Bens não Duráveis*** * Dados até outubro de 2005 ** Base 100 = dez/04 *** Base 100 = média 2002 Fonte: IPEAData 7

8 Indústria de Shopping Centers no Brasil Visão Geral do Setor em ,3 milhões m² área locável 911 lojas âncora Faturamento de R$ 36,6 bilhões (+ 16% x 2003) Distribuição dos Principais Shopping Centers por Região* Freqüência de 185 milhões de pessoas em 2004 Número de Shopping Centers no Brasil Norte 1% Nordeste 14% Sul 15% Centro Oeste 8% Sudeste 62% * Considerando um universo de 205 shopping centers (E) 2006 (E) Fonte: Abrasce e Bradesco 8

9 Agenda Visão Geral do Setor de Varejo Sobre a Lojas Renner S.A. Resultados Lojas Renner S.A. Plano de Expansão e Perspectivas 2006 Mercado de Capitais 9

10 Visão Geral da Renner Uma das maiores lojas de departamento do Brasil (tamanho médio das lojas: m 2 ) 66 lojas localizadas nas regiões sul, sudeste e centro-oeste (80% ICP (1) ) 91% das lojas localizadas em shopping centers Estratégia de marcas e produtos baseada no conceito de Lifestyle Foco em mulheres entre 18 e 45 anos (alto potencial de consumo e decisão de compra) Histórico de crescimento de vendas e sólidos resultados operacionais Receita liquida CAGR : 24,1% e EBITDA CAGR : 40,0% Cartão Renner lealdade do consumidor e oportunidade para produtos financeiros Cultura corporativa diferenciada missão de encantar os clientes Diretoria experiente e alinhada com os interesses dos acionistas Novo benchmark em governança corporativa no Brasil (corporação) (1) Índice de Consumo Potencial ICP Fonte: Target Marketing

11 Histórico de Expansão Crescimento do Número de Lojas +28 lojas CAGR = 19,6%

12 Estrutura Capacitada para o Crescimento 1. Modelo de Seleção de Localização 2. Base de Dados dos Clientes 7. Expertise em Logística Infra-estrutura Estabelecida Centralizada 3. Montagem de Lojas 6. Relacionamento com Empreendedores de Shoppings 5. Treinamento e Desenvolvimento dos Colaboradores 4. Sistemas de Back-Office 12

13 Conceito Lifestyle Cada marca reflete o estilo de vida de um grupo de clientes com base em suas atitudes, interesses individuais, valores e personalidades. Vantagens para os clientes Facilita escolha do produto Melhor aproveitamento do tempo de compra One-stop shop para toda a família Disponibilidade de acessórios para cada Lifestyle Vantagens para a Renner Aumento do cross-selling Maior giro dos estoques INFANTIL JOVEM ESPORTE Conceito Lifestyle NEO TRADICIONAL FASHION CONTEM- PORÂNEO CASUAL Menor necessidade de mark-downs Possibilidade de maior mark-up 13

14 Cultura Corporativa Conceito Lifestyle Foco no Consumidor Encantando o cliente Layout Atraente Localizações Convenientes 14

15 Agenda Visão Geral do Setor de Varejo Sobre a Lojas Renner S.A. Resultados Lojas Renner S.A. Plano de Expansão e Perspectivas 2006 Mercado de Capitais 15

16 Demonstração dos Resultados DRE 9M05 x 9M04 (R$ MM) 9M05 9M04 Variação % Receita Bruta % Deduções da Receita Bruta (253) (214) 18% Receita Líquida % Custo das Vendas (396) (337) 18% Lucro Bruto % Receitas /Despesas Operacionais (283) (271) 4% Despesa com Vendas (201) (174) 16% Despesas Gerais e Adm.* (80) (62) 29% Desp. Receitas Financeiras Líquidas 14 (13) - Depreciações e Amortizações (25) (36) -31% Outras Rec./Desp. Operacionais % Resultado em Participações Societárias Despesas Extraordinárias (IPO) 1 (19) Resultado Operacional % Resultado Não Operacional (1) 2 - Lucro Antes de IR e CS % IR e CS Corrente e Diferido (18) (5) 260% Lucro / Prejuízo % * Inclui despesas tributárias e remuneração dos administradores 16

17 Destaques dos 9M05 Receita Líquida / m 2 R$ MM 4,1 4,6 5,0 Receita Líquida R$ MM + 17,1% + 17,5% 625,8 732,6 532,7 9M03 9M04 9M05 Evolução da Área de Vendas em Mesmas Lojas Milhares m 2 147,0 9M03 9M04 9M05 +11,6% 9M03/9M04 +12,4% 9M04/9M05 Crescimento de Vendas Mesmas Lojas 56 Lojas 130,3 138,9 61 Lojas 64* Lojas * Total de 66 lojas em dezembro de 2005, devido à inauguração de duas novas lojas durante o 4T05 9M03 9M04 9M05 17

18 Margens Operacionais Lucro Bruto e Margem Bruta R$ MM 237,3 289,2 336,8 Maiores remarcações devido ao inverno menos favorável, com temperaturas mais elevadas que médias históricas 44,6% 46,2% 46,0% Lucro Bruto Margem Bruta 9M03 9M04 9M05 EBITDA e Margem EBITDA R$ MM 84,2 67,1 42,3 10,7% 11,5% 8,0% Expansão e maturação das lojas Investimentos em sistemas de logística e apresentação das mercadorias Melhoria do conceito de Lifestyles Constante busca de redução de custos operacionais EBITDA Margem EBITDA 9M03 9M04 9M05 * EBITDA exclui despesas extraordinárias relacionadas ao IPO 18

19 Despesas Operacionais Despesas com Vendas R$ MM 148,0 174,4 201,3 Constantes esforços no aprimoramento de processos de controle e na racionalização de custos 27,8% 27,9% 27,5% Despesas com Vendas Despesas com Vendas / Receita Líquida 9M03 9M04 9M05 Despesas Gerais e Administrativas R$ MM + 9,7% 54,4 49,6 + 23,5% 67,2 Aumento das despesas com salários do pessoal administrativo e de compras, para dar suporte ao processo de expansão Despesas Gerais e Administrativas (excluindo despesas tributárias e remuneração dos administradores) 9M03 9M04 9M05 19

20 Resultado Financeiro Líquido Resultado Financeiro Líquido R$ MM 30,2 13,8 Encargos de CPMF e juros Menor volume de endividamento financeiro em 2005 Efeito da variação cambial sobre a dívida com o ex-controlador (13,2) 9M03 9M04 9M05 Caixa Líquido / Dívida Líquida (R$ MM) Setembro/05 Junho/05 Setembro/04 Disponibilidades 266,3 110,1 101,9 Dívida Financeira de Curto Prazo (88,3) (74,6) (64,8) Dívida Financeira de Longo Prazo - (188,0) (228,7) Dívida Bruta (88,3) (262,6) (293,5) Caixa Líquido / Dívida Líquida 178,0 (152,5) (191,6) 20

21 Outras Receitas / Despesas Operacionais Multa (2%) e encargos (9,9% a.m.) de pagamentos em atraso Perdas líquidas das recuperações após 180 dias Encargos das operações de 0+8 (4,5% a.m.), pagamentos antecipados aos fornecedores e outros (R$ MM) Receitas com Recuperação de Crédito Perdas em Créditos, Líquida Outras Receitas 9M05 44,9 (23,8) 5,9 9M04 33,7 (22,2) 3,0 9M03 26,6 (18,5) 2,7 Total 27,0 14,5 10,8 % Sobre a Receita Líquida 3,7% 2,3% 2,0% Maior eficiência no sistema de cobrança dos inadimplentes. Esforço contínuo na recuperação das perdas de crédito. Inadimplência sob controle. 21

22 Lucro Líquido Evolução do Lucro Líquido R$ MM 32,1 34,6 14, Lucro Líquido teria sido de R$ 47,4 milhões, desconsideradas as despesas do IPO e os efeitos de Imposto de Renda e Contribuição Social 22

23 Investimentos em Ativo Fixo Abertura dos Investimentos nos 9M05 Evolução dos Investimentos (CAPEX) R$ MM R$ 10,9 milhões em novas lojas R$ 6,7 milhões em remodelação de instalações 32,7 27,1 23,5 R$ 4,7 milhões em sistemas de equipamentos de tecnologia R$ 1,2 milhão em outros investimentos 9M03 9M04 9M05 CAPEX planejado de 2005 = R$ milhões CAPEX planejado de 2006 = R$ milhões 23

24 Cartão Renner Cartões Renner Emitidos Em Milhões de Unidades Emitidas Ticket Médio de Vendas do Cartão Renner R$ 93 6,7 7,6 8,5 R$ 88 R$ 78 Dez 2003 Dez 2004 Dez 2005 (Projetado) Dez 2003 Dez 2004 Set

25 Opção de Pagamento de 0+8 com Encargos Formas de Pagamento (Setembro 2005) Ávista 16% Cartão Renner Sem Encargos 72% Outros Cartões 10% Cartão Renner com Encargos 2% Ticket médio 50% maior que nas outras formas de pagamento. Redução do valor mínimo das parcelas mensais. Maior circulação de clientes nas lojas. Clientes normalmente fazem novas compras no momento em efetuam os pagamentos das prestações nas lojas. 25

26 Agenda Visão Geral do Setor de Varejo Sobre a Lojas Renner S.A. Resultados Lojas Renner S.A. Plano de Expansão e Perspectivas 2006 Mercado de Capitais 26

27 Oportunidades de Crescimento Crescimento do Varejo Aumento da Produtividade nas Lojas 1 Fortalecer Presença nos Mercados Existentes 2 Expansão Geográfica no Brasil 3 4 Oferta de Produtos Financeiros 5 Oportunidades de Crescimento da Renner 27

28 Plano de Expansão Varejo de Vestuário no Brasil: Alto Potencial de Crescimento Setor de varejo brasileiro está crescendo rapidamente Região Nordeste representa um mercado potencial muito interessante Demografia atrativa: população brasileira é jovem e atenda à moda 55% da população tem menos de 29 anos de idade Setor altamente fragmentado MT 1 MS 1 PR DF GO 3 1 SP 25 5 MG ES RJ Representa 28% da população Brasileira 15% do Indice de Consumo Potencial (1) 37 shopping centers (14% do total do Brasil) com área de vendas de 949 mil m 2(2) Shopping centers ganhando fatia de mercado no varejo do Brasil SC RS 12 4 (1) Fonte: Target Marketing (2) Fonte: ABRASCE 28

29 Mercados Existentes Capacidade de Vendas (%) 100% Diagrama de Maturação das Lojas Abertas nos Últimos Anos na Região Sudeste 75% 50% 25% FASE 1 Potencial de Crescimento de Vendas FASE 2 Inauguração Anos de funcionamento Abertura de mais 15 lojas nos próximos 4 anos. Cidades com no mínimo 400 mil habitantes. Lojas localizadas preferencialmente em shopping centers. 23 lojas serão remodeladas nos próximos anos. Capacidade de venda das lojas medida com base nas unidades mais antigas e com bons volumes de vendas da região sul. 29

30 Novos Mercados Capacidade de Vendas (%) 100% Diagrama de Maturação Esperada Para as Novas Lojas na Região Nordeste 75% Maturação mais rápida 50% 25% NORDESTE SUDESTE Inauguração Anos de funcionamento Incentivos fiscais estão trazendo empresas para a região nordeste. Europeus estão trazendo capital para o nordeste, principalmente com turismo. Público mais receptivo a moda. Maior disposição para gasto e maior propensão a contrair dívida. % mais elevado de despesas com vestuário em todo o país. Capacidade de venda das lojas medida com base nas unidades mais antigas e com bons volumes de vendas da região sul. 30

31 Perspectivas 4T05 Ajustes no custo de vida Crescimento real dos salários 13 salário Queda nos índices de inflação Bom panorama macroeconômico Crescimento no número de funcionários temporários 2006 Crescimento do PIB Queda nos índices de inflação Queda na taxa de juros Bom panorama macroeconômico Eleições Crescimento das taxas de emprego Aumento do salário mínimo Boas perspectivas nos ajustes do custo de vida = CRESCIMENTO DA RENDA DISPONÍVEL = CRESCIMENTO DA CONFIANÇA DO CONSUMIDOR Melhoria da renda disponível deverá trazer impactos positivos em setores como vestuário, bebidas e comida. 31

32 Renda Disponível e Taxa de Juros Renda Disponível (%) Taxa Meta Selic - fim do período (%) 3,3% Empregos Gerados 1,7% Crescimento da Renda 3,6 2,1 5,0 5, ,00 15, ,7 13-3,4 12-5,2 Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez -6, Fonte: IpeaData / Bacen Dados do Bacen com informações iniciais baseadas nas expectativas apresentadas naquela época

33 PIB e Inflação Crescimento do PIB (%) IPCA (%) 4,2 4,0 3,8 3,6 3,4 3,2 3,0 2,8 Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun Ago Set Out Nov Dez 3,50 2,66 6,5 6,0 5,5 5,0 4,5 Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun Ago Set Out Nov Dez 5,63 4,51 Fonte: Bacen Dados com informações iniciais baseadas nas expectativas apresentadas naquela época

34 Agenda Visão Geral do Setor de Varejo Sobre a Lojas Renner S.A. Resultados Lojas Renner S.A. Plano de Expansão e Perspectivas 2006 Mercado de Capitais 34

35 Performance das Ações R$/ ação 230 LREN3 R$ 74,0 +92,2% Divulgação de Resultados 3T Divulgação de Resultados 2T05 IBOV pts +29,2% 130 IPO /07 13/07 25/07 4/08 16/08 26/08 8/09 20/09 30/09 13/10 25/10 7/11 18/11 30/11 Lojas Renner S.A. Índice Bovespa Dados: Bovespa / Yahoo Finance, até 05/12/2005 Base 100 em 1/7/05 35

36 Liquidez das Ações Média Diária do Número de Negócios Média diária do volume negociado (R$ milhões) 12 Média diária de R$ 5,5 MM ,2 46 6,1 29 4,9 3,9 6,2 49 9,9 9, , Média diária de R$ 8,6 MM /jul 11/ago 1/set 23/set 17/out 8/nov 23/nov 5/dez 0 Número de negócios Volume negociado Fonte: Bovespa / Yahoo Finance, dados até 05/12/2005, excluindo os efeitos do IPO. 36

37 Governança Corporativa Assembléia de Acionistas Membros Independentes no Conselho de Administração Conselho de Administração Presidente do Conselho e CEO diferentes Presidente Francisco Gros Vice Pres. Egon Handel Membro CA José Galló Membro CA José L. Osório Membro CA Glória Kalil Conselho Fiscal Diretoria Comitê de Remuneração 100% de Tag Along CEO José Galló Operação CFO e DRI José C. Hruby 100% das ações em circulação 100% ações ordinárias Operações Luis Elísio de Melo Compras Sylvio Mandel Novo Mercado da Bovespa Grupo Executivos 37

38 LOJAS RENNER S.A. José Carlos Hruby Diretor Administrativo e de RI Paula Picinini Gerente de RI

39 39

LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08

LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 Porto Alegre, 30 de outubro de 2008 LOJAS RENNER S.A. (Bovespa: LREN3), segunda maior rede de lojas de departamentos de vestuário

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A. Resultados 2T15 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008 Apresentação de Resultados 1T08 19 de Maio de 2008 Agenda A Companhia Resultados Operacionais Resultados Financeiros 2 Operação Virtual Canal Lojas A Companhia Globex S.A. Globex Utilidades S.A.: operadora

Leia mais

Apresentação Resultados 1T09

Apresentação Resultados 1T09 Apresentação Resultados 1T09 São Paulo, 18 de maio de 2009 Contatos: Flávio Rocha Presidente da Riachuelo e Diretor de RI Tulio Queiroz Controller e Gerente de RI ri@riachuelo.com.br Esta apresentação

Leia mais

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões 4 T 10 Passo Fundo, 14 de março de 2011 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

Apresentação para Investidores 1S10

Apresentação para Investidores 1S10 Apresentação para Investidores 1S10 1 Agenda 1. Visão Geral e Desempenho Consolidado 2. Livraria Saraiva 3. Editora Saraiva 2 Governança Corporativa Nível 2 de Governança Corporativa da Bovespa Primeira

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Setembro, 2011 José Galló: CEO Adalberto Santos: CFO e DRI Paula Picinini: Gerente de RI Equipe de RI: Tel. (51) 2121-7183 / (51) 2121-7045 ri_lojasrenner@lojasrenner.com.br

Leia mais

Apresentação Institucional 1T09

Apresentação Institucional 1T09 Apresentação Institucional 1T09 Nota de ressalva Esta apresentação foi preparada pela Marisa S.A. ( Marisa ou Companhia ) apenas com propósito informativo institucional. A não ser que esteja disposto de

Leia mais

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias 2 Nota Importante Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Guararapes

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas Blumenau, 07 de maio de 2008 Cia. Hering (Bovespa: HGTX3), uma das maiores empresas de varejo e design de vestuário do Brasil, divulga os resultados do 1º trimestre de 2008 (1T08). As informações operacionais

Leia mais

Dados da Empresa / Composição do Capital

Dados da Empresa / Composição do Capital Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A. LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação brasileira. Negociada

Leia mais

BTG Pactual XIII CEO Conference

BTG Pactual XIII CEO Conference BTG Pactual XIII CEO Conference Fevereiro 2012 Agenda Visão Geral Magazine Luiza Principais Eventos em 2011 Expectativas para 2012 2 Visão Geral Magazine Luiza Liderança de Mercado Uma das maiores redes

Leia mais

Dezembro de 2008 BRML3

Dezembro de 2008 BRML3 Dezembro de 2008 BRML3 0 BRMALLS: A Visão Geral Visão Geral da Companhia NorteShopping Maior Empresa de Shopping Centers da América Latina 34 shopping centers 5 shopping centers em desenvolvimento e 11

Leia mais

Lojas Renner. Apresentação Institucional Junho de 2008

Lojas Renner. Apresentação Institucional Junho de 2008 Lojas Renner Apresentação Institucional Junho de 2008 1 Visão Geral da Lojas Renner Rede de Lojas 1 Uma das 3 maiores lojas de departamentos de vestuário do Brasil 101 lojas 93% das lojas localizadas em

Leia mais

Lojas Renner. Reunião com Analistas e Investidores. São Paulo, 18 de maio de 2007

Lojas Renner. Reunião com Analistas e Investidores. São Paulo, 18 de maio de 2007 Lojas Renner Reunião com Analistas e Investidores São Paulo, 18 de maio de 2007 1 O Varejo e Seus Indicadores A Lojas Renner Resultados 1T07 Serviços Financeiros Mercado de Capitais Eventuais declarações

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 Resultados 1T15 www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float,

Leia mais

Helbor Empreendimentos

Helbor Empreendimentos Helbor Empreendimentos Aviso Legal Esta apresentação pode conter certas afirmações que expressam expectativas, crenças e previsões da administração da Helbor sobre eventos ou resultados futuros. Tais afirmações

Leia mais

estão, portanto sujeitas a mudanças sem aviso prévio.

estão, portanto sujeitas a mudanças sem aviso prévio. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS 3º TRIMESTRE DE 200 Teleconferência Português 13 de Novembro de 200 11:00 (Horário de Brasília) 09:00 (East Time) Tel.: +55 11 2188-0188 Replay: +55 11 2188-0188 Código: MULTIPLAN

Leia mais

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados Resultados do 2T09 Teleconferência de Resultados Destaques do 2T09 2 Destaques do 2T09 em linha com a estratégia geral da Companhia Nossas conquistas do 2T09 são refletidas nos resultados da Companhia

Leia mais

O Grupo. Grupo 4,6% 16,6% 51,4% 27,4% Pormenos. Franco Giorgi. % do faturamento por Rede de Lojas 116.815,06 121.164,07 128.310,52. Tottal.

O Grupo. Grupo 4,6% 16,6% 51,4% 27,4% Pormenos. Franco Giorgi. % do faturamento por Rede de Lojas 116.815,06 121.164,07 128.310,52. Tottal. Grupo O Grupo 4,6% A administração da empresa é centralizada na cidade de Passo Fundo, onde tem seus escritórios (2.500m²), área de treinamento (1.000,89m²) e as centrais de distribuição (28.000 m²), numa

Leia mais

Apresent n a t çã ç o o d a M ul u t l i t p i la l n Março 2009

Apresent n a t çã ç o o d a M ul u t l i t p i la l n Março 2009 Apresentação da Multiplan Março 2009 Quem Somos Shopping Centers de Qualidade Aluguel Mesmas Lojas 3T08 (R$/m² ) Liderança no Setor (R$ milhões) 3T08 +48% 244 +5% 232 111 BRMalls Multiplan Iguatemi 89

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Operadora: Alexandre Dias:

Operadora: Alexandre Dias: Operadora: Boa tarde, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência de resultados do 3T da Anhanguera Educacional. Hoje nós temos a presença do Sr. Alexandre Dias, CEO da Companhia, Sr. Ricardo

Leia mais

AGENDA. Unicasa Overview Resultados Históricos e do 3T12/ 9M12 Perspectivas

AGENDA. Unicasa Overview Resultados Históricos e do 3T12/ 9M12 Perspectivas APIMEC 2012 Aviso Legal As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados operacionais e financeiros e aquelas relacionadas a perspectivas

Leia mais

RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013(1T13)

RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013(1T13) LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação brasileira. Negociada

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

Conference Call. Maio 2008

Conference Call. Maio 2008 Conference Call Maio 2008 Cenário macro O Brasil é Investment Grade: E agora? Taxa de câmbio/ taxa de juros Atração de capital de longo prazo Potencial impacto positivo no PIB Disponibilidade de crédito:

Leia mais

Resultados do 2T10 28 de julho de 2010

Resultados do 2T10 28 de julho de 2010 Resultados do 2T10 28 de julho de 2010 Aviso Os comentários apresentados a seguir sobre o desempenho operacional e financeiro do Grupo Pão de Açúcar (GPA) referem-se aos seguintes números: (i) consolidados

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013 . São Paulo, 13 de maio de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009 1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados 14 de Maio de 2009 Aviso Legal Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

Transcrição Teleconferência Resultados 3T07 Trisul 14 de Novembro de 2007

Transcrição Teleconferência Resultados 3T07 Trisul 14 de Novembro de 2007 Boa tarde, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência dos resultados referentes ao 3T07 da. Hoje nós temos a presença do Sr. Jorge Cury Neto, Diretor Presidente, Sr. Marco Antonio Cattini

Leia mais

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior Última Cotação em 30/09/2014 FBMC4 - R$ 20,60 por ação Total de Ações: 726.514 FBMC3: 265.160 FBMC4: 461.354 Valor de Mercado (30/09/2014): R$ 20.269,7 mil US$ 9.234,5 mil São Bernardo do Campo, 12 de

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Resultados do 4T05 e do ano de 2005

Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Teleconferência 24/03/2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T12

Divulgação de Resultados 1T12 Divulgação de Resultados 1T12 17 de maio de 2012 Palestrantes Bruno Padilha Presidente do Conselho de Administração Tuca Ramos - Presidente Luis Eduardo Fischman Diretor Financeiro e de RI José Ricardo

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15. 29 de outubro de 2015

Teleconferência de Resultados 3T15. 29 de outubro de 2015 Teleconferência de Resultados 3T15 Exoneração de Responsabilidade As eventuais declarações que possam ser feitas durante essa teleconferência relativas à perspectiva dos negócios, às projeções e metas

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE 2009 E DO 4T09. 24 de Março 2010

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE 2009 E DO 4T09. 24 de Março 2010 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE 2009 E DO 4T09 24 de Março 2010 Destaques Financeiros e Operacionais de 2009 e do 4T09 As vendas nos Shopping Centers da Companhia tiveram um crescimento no ano de 14,1%; Taxa

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T13 e 2013

Teleconferência de Resultados 4T13 e 2013 Teleconferência de Resultados 4T13 e 2013 14 de fevereiro de 2014 13h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa Nota de Ressalva E s

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF N 92.754.738/0001-62 NIRE 43300004848

LOJAS RENNER S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF N 92.754.738/0001-62 NIRE 43300004848 LOJAS RENNER S.A. COMPANHIA ABERTA CNPJ/MF N 92.754.738/0001-62 NIRE 43300004848 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Aos nove (9) dias do mês de fevereiro de 2006, às 14:30horas, reuniram-se em

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Disclaimer Nossas estimativas e declarações futuras têm por embasamento, em grande parte, expectativas atuais e projeções sobre eventos futuros e tendências financeiras que afetam

Leia mais

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 49% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 35% MARGEM DE EBITDA ATINGIU 29% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 3T06. As demonstrações financeiras

Leia mais

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016.

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein Diretor-Presidente e de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15 Relações com Investidores DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T15 Apresentação: José Rubens de la Rosa CEO José Antonio Valiati CFO & Diretor de Relações com Investidores Thiago Deiro Gerente Financeiro & de

Leia mais

Apresentação Institucional. Novembro 2015

Apresentação Institucional. Novembro 2015 Apresentação Institucional Novembro 2015 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 3ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO Resultados Financeiros e Operacionais 30 de junho de 2015 1 Disclaimer As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre

Leia mais

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013

Reunião Pública Anual. 19 de dezembro de 2013 Reunião Pública Anual 19 de dezembro de 2013 2 Aviso importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros. Tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia, e envolve

Leia mais

Arezzo&Co s Investor Day

Arezzo&Co s Investor Day Arezzo&Co s Investor Day Marca Anacapri Yumi Chibusa Gerente Geral UN Alexandre Birman CEO Thiago Borges CFO Canal de Distribuição Anacapri Visão Geral da Marca A marca Anacapri vem se consolidando como

Leia mais

TIME UNICAMP CFA INSTITUTE RESEARCH CHALLENGE ANNA FOLTRAN GABRIEL DISSELLI GUSTAVO COELHO LUAN ORTEGA VICTOR PANETTA

TIME UNICAMP CFA INSTITUTE RESEARCH CHALLENGE ANNA FOLTRAN GABRIEL DISSELLI GUSTAVO COELHO LUAN ORTEGA VICTOR PANETTA TIME UNICAMP CFA INSTITUTE RESEARCH CHALLENGE ANNA FOLTRAN GABRIEL DISSELLI GUSTAVO COELHO LUAN ORTEGA VICTOR PANETTA Recomendação Preço atual BRL 15,95 Preço alvo BRL 17,49 UPSIDE 9,7% HOLD 21 19 Preço

Leia mais

10 Anos de Transmissão das Reuniões APIMEC pela Internet

10 Anos de Transmissão das Reuniões APIMEC pela Internet Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas da direção da companhia. As palavras "antecipa",

Leia mais

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil)

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 1.829 Fornecedores 58.422 Contas a Receber 238.880

Leia mais

Resultados 4T12 e 2012. Relações com Investidores

Resultados 4T12 e 2012. Relações com Investidores Resultados 4T12 e 2012 Relações com Investidores Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e suposições de

Leia mais

7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa. 21 e 22 de agosto de 2006

7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa. 21 e 22 de agosto de 2006 7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa 21 e 22 de agosto de 2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados

Leia mais

Resultados 1T15. 05 de Maio de 2015 11h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa

Resultados 1T15. 05 de Maio de 2015 11h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa Resultados 05 de Maio de 2015 11h00 (Brasília) / 10h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa Nota de Ressalva E s t a a p r e s e n t a ç ã o pode i

Leia mais

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008 4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados 13 de Fevereiro de 2008 Aviso Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

Resultados 4T14 13 de fevereiro de 2014

Resultados 4T14 13 de fevereiro de 2014 Resultados 4T14 13 de fevereiro de 2014 12h00 (Brasília) / 09h00 (US EST) Português: +55 (11) 2188-0155 Inglês: +1 (646) 843-6054 Código de Acesso: Marisa Nota de Ressalva E s t a a p r e s e n t a ç ã

Leia mais

TELECONFERÊNCIA 4T08

TELECONFERÊNCIA 4T08 TELECONFERÊNCIA 4T08 5 de agosto de 2008 1 08/07 09/07 10/07 11/07 12/07 01/08 02/08 03/08 Cenário Preço de Commodities 04/08 05/08 06/08 07/08 08/08 Preço das Commodities 220.0 200.0 180.0 160.0 140.0

Leia mais

Apresentação da Companhia e Discussão do Resultados do 1T05

Apresentação da Companhia e Discussão do Resultados do 1T05 Apresentação da Companhia e Discussão do Resultados do 1T05 Safe Harbor Statement Certas declarações na apresentação a seguir estão relacionadas com resultados futuros, que são considerados como projeções,

Leia mais

Ativos de Base Imobiliária O Mercado de Capitais como fonte de recursos e alternativa de investimento. Maio 2015

Ativos de Base Imobiliária O Mercado de Capitais como fonte de recursos e alternativa de investimento. Maio 2015 Ativos de Base Imobiliária O Mercado de Capitais como fonte de recursos e alternativa de investimento. 1 Maio 2015 Seção 1 Panorama do Mercado Imobiliário Seção 2 Produtos Financeiros i de Base Imobiliária

Leia mais

Reunião Pública Dezembro de 2015

Reunião Pública Dezembro de 2015 Reunião Pública Dezembro de 2015 Cenário Macroeconômico Arlindo de Azevedo Moura CEO 2 Cenário Macroeconômico 3 COMMODITIES Pressão de queda nos preços Menor preço dos últimos 16 anos TAXA DE CÂMBIO RESTRIÇÃO

Leia mais

Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais

Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais Resultados 2T14 e 1S14 Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais Belo Horizonte, 5 de agosto de 2014 - A Companhia

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

DESTAQUES DO CONSOLIDADO

DESTAQUES DO CONSOLIDADO 1 T 13 Passo Fundo, 30 de abril de 2013 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

Net Net Serviços de de Comunicação S.A Reunião Resultados Pública com 2005 Investidores 2T05

Net Net Serviços de de Comunicação S.A Reunião Resultados Pública com 2005 Investidores 2T05 Net Net Serviços de de Comunicação S.A Reunião Resultados Pública com 2005 Investidores 2T05 1 Considerações Futuras Eventuais declarações que possam ser feitas durante essa apresentação, relativas às

Leia mais

Apresentação dos Resultados 3T06

Apresentação dos Resultados 3T06 Apresentação dos Resultados 3T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Início das obras para a segunda expansão do Shopping Cidade Jardim, adicionando aproximadamente 7 mil m 2 de ABL - 90% negociada.

Início das obras para a segunda expansão do Shopping Cidade Jardim, adicionando aproximadamente 7 mil m 2 de ABL - 90% negociada. Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas

Leia mais

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 Aviso Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2 o Trimestre de 2007

Teleconferência. Resultados do 2 o Trimestre de 2007 Teleconferência Resultados do 2 o Trimestre de 2007 Aviso Legal Este documento contém declarações futuras, que podem ser identificadas por palavras como espera, pretende, planeja, acredita, procura, estima

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

Relatório da Administração 2007 Mensagens da Presidência

Relatório da Administração 2007 Mensagens da Presidência Do Conselho de Administração Relatório da Administração 2007 Mensagens da Presidência O ano de 2007, em que a Lojas Renner celebrou seus quarenta anos de listagem em bolsa, mais uma vez, foi marcado por

Leia mais

Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12

Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12 Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12 Sexta-feira, 8 de Março de 2013 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EST) Webcast: http://ri.lasa.com.br/webcast4t12 Tel: +55 (11) 4688-6361

Leia mais

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015 POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15 17 de agosto de 2015 Seção I Destaques & Conjuntura Positivo Informática registra crescimento de 3,1% na receita líquida no varejo no 2T15 Mesmo em um trimestre de

Leia mais

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004 Apresentação Corporativa Maio - 2004 Apresentação Telemar - Agenda 1. Destaques 2003/2004 1 2. Estratégia de Crescimento 3 3. Revisão do Resultado Operacional 12 4. Resultados Financeiros 20 1 Destaques

Leia mais

Gostaria agora de passar a palavra ao Sr. Alexandre Afrange, que iniciará a apresentação. Por favor, Sr. Afrange pode prosseguir.

Gostaria agora de passar a palavra ao Sr. Alexandre Afrange, que iniciará a apresentação. Por favor, Sr. Afrange pode prosseguir. Operadora: Bom dia, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência dos resultados referentes ao 2T08 da Le Lis Blanc. Estão presentes conosco o Sr. Alexandre Afrange, Presidente, e o Sr. Marcelo

Leia mais

Estácio Registra Crescimento de 166% no Lucro Líquido Ajustado EBITDA ajustado aos impostos cresceu R$ 17,2 milhões

Estácio Registra Crescimento de 166% no Lucro Líquido Ajustado EBITDA ajustado aos impostos cresceu R$ 17,2 milhões 2T07 Estácio Registra Crescimento de 166% no Lucro Líquido Ajustado EBITDA ajustado aos impostos cresceu R$ 17,2 milhões Rio de Janeiro, de 2007 A Estácio Participações (BOVESPA: ESTC11), maior organização

Leia mais

Divulgação de de Resultados

Divulgação de de Resultados Divulgação de de Resultados 4T06 4T05 e e Ano OHL BRASIL ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$99,4 MILHÕES. EBITDA AJUSTADO DE R$277,5 MILHÕES, MARGEM DE 64,5% Francisco Leonardo Moura da Costa Diretor Adm. Financeiro

Leia mais

Apresentação Unidas. Maio 2014

Apresentação Unidas. Maio 2014 Apresentação Unidas Maio 2014 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 2ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007.

Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007. Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007. Margem Bruta atinge 38,8%, crescendo 2,5 p.p. em relação a 2006. São Paulo, 10 de março de 2008 A Even Construtora e Incorporadora S.A. EVEN

Leia mais

Transcrição da Teleconferência São Carlos (SCAR3 BZ) Resultados do 3T09 16 de novembro de 2009

Transcrição da Teleconferência São Carlos (SCAR3 BZ) Resultados do 3T09 16 de novembro de 2009 Operadora: Bom dia. Sejam bem-vindos à teleconferência da São Carlos sobre os resultados do terceiro trimestre de 2009. Estão presentes hoje conosco os senhores Rolando Mifano, presidente da São Carlos,

Leia mais

Marisa Lojas S.A. RESULTADOS DO 4º TRIMESTRE DE 2012

Marisa Lojas S.A. RESULTADOS DO 4º TRIMESTRE DE 2012 Dados de Negociação AMAR3 em 31/dez/12: Preço por ação: R$ 32,53 Número de ações: 185.448.891 Valor de mercado: R$ 6.032 milhões Teleconferência de Resultados do 4T12: Data: 06/fev/12 Horário: 13:00 (Brasília)

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

Apresentação d t ã de Resultados 3T07

Apresentação d t ã de Resultados 3T07 A t ã d Apresentação de Resultados 3T07 Agenda Eventos Recentes Destaques Estratégicos Destaques Financeiros Resultados Financeiros Guidance 2007 Guidance 2008 2 RESULTADOS 3T07 Os resultados referentes

Leia mais

A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11.

A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11. A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11. O Lucro Líquido do 1T09 (sem ajustes) apresentou queda de 1,4%

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T11

Teleconferência de Resultados 1T11 Teleconferência de Resultados 1T11 13 de Maio de 2011 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

Resumo da Demonstração de Resultados (em R$ milhões) Variação

Resumo da Demonstração de Resultados (em R$ milhões) Variação BM&FBOVESPA ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 Derivativos e outras receitas não ligadas a volumes direcionaram o crescimento na receita total Crescimento do lucro líquido ajustado 1 resultou,

Leia mais

Ministério da Fazenda. Junho 20041

Ministério da Fazenda. Junho 20041 Ministério da Fazenda Junho 20041 Roteiro Os avanços do Governo Lula O Brasil está crescendo Consolidando a agenda para o crescimento 2 Os avanços do Governo Lula 3 Consolidando a estabilidade macroeconômica

Leia mais

Apresentação dos Resultados 2T06

Apresentação dos Resultados 2T06 Apresentação dos Resultados 2T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

APIMEC-SP 31 de Julho de 2012

APIMEC-SP 31 de Julho de 2012 APIMEC-SP 31 de Julho de 2012 AVISO LEGAL A Companhia faz declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração

Leia mais

Release de Resultados 3T15

Release de Resultados 3T15 Release de Resultados 3T15 Barueri, 4 de novembro de 2015 A Smiles S.A. (BM&FBOVESPA: SMLE3), um dos maiores programas de coalizão do Brasil com mais de 11 milhões de participantes inscritos, anuncia seus

Leia mais

PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/2013 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis

PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/2013 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/201 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis Com 4,27 no mes, Minas Gerais e Paraná registraram as maiores taxas de juros

Leia mais

Expansão de receita da marca Hering atinge 43,5% EBITDA cresce 82,6% e margem EBITDA alcança 21,9% R$ mil 3T09 3T08 Var. 9M09 9M08 Var.

Expansão de receita da marca Hering atinge 43,5% EBITDA cresce 82,6% e margem EBITDA alcança 21,9% R$ mil 3T09 3T08 Var. 9M09 9M08 Var. 3T09 Dados 30/09/2009 HGTX3 R$ 20,45 por ação Valor de Mercado R$ 1,1 bilhão US$ 620,2 milhões Blumenau, 03 de novembro de 2009 Cia. Hering (BM&FBOVESPA: HGTX3), uma das maiores empresas de varejo e design

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 1. Mercado de Capitais Cotações: (14/05/2010) ALPA3 R$ 6,10 ALPA4 R$ 5,95 Valore de Mercado: R$ 2,1 bilhões 2. Teleconferência Data: 18/05/2010 às 16h00

Leia mais

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 0 1. Visão Geral Setor de Ensino Superior no Brasil Visão Geral Estratégia Empresarial Destaques Financeiros

Leia mais

LOJAS COLOMBO S.A. - COMÉRCIO DE UTILIDADES DOMÉSTICAS E EMPRESAS CONTROLADAS

LOJAS COLOMBO S.A. - COMÉRCIO DE UTILIDADES DOMÉSTICAS E EMPRESAS CONTROLADAS LOJAS COLOMBO S.A. - COMÉRCIO DE UTILIDADES DOMÉSTICAS E EMPRESAS CONTROLADAS RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas: Atendendo às disposições legais e estatutárias, a administração de Lojas Colombo

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T15

Divulgação de Resultados 3T15 São Paulo - SP, 4 de Novembro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Apresentação Institucional. Segundo Trimestre de 2007

Apresentação Institucional. Segundo Trimestre de 2007 Apresentação Institucional Segundo Trimestre de 2007 Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de

Leia mais

Teleconferência de Resultados São Carlos (SCAR3 BZ) Resultados do 2T12 7 de agosto de 2012

Teleconferência de Resultados São Carlos (SCAR3 BZ) Resultados do 2T12 7 de agosto de 2012 OPERADORA: Bom dia. Sejam bem-vindos à teleconferência da São Carlos sobre os resultados do segundo trimestre de 2012. Estão presentes hoje conosco os senhores Felipe Góes, diretor-presidente da São Carlos;

Leia mais