Aula 4 - Aprofundamento conceitual sobre Antropologia e cultura: etnocentrismo e relativismo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aula 4 - Aprofundamento conceitual sobre Antropologia e cultura: etnocentrismo e relativismo"

Transcrição

1 Aula 4 - Aprofundamento conceitual sobre Antropologia e cultura: etnocentrismo e relativismo Antropossociologia e Trabalho de campo Faculdade Piaget - Suzano - 1º semestre de 2019 Profº Ms Antonio Gracias Vieira Filho

2 Conceitos desta aula 1. Etnocentrismo: um dos elementos causadores do preconceito, intolerância e extremismo; 2. Relativismo: uma solução metodológica e política contra tais questões.

3 1. Etnocentrismo Acima, o antropólogo James Frazer ( ) e a Rainha Victoria ( , reinado entre 1837 e 1901). O primeiro é associado à escola evolucionista na Antropologia. A monarca, por sua vez, simboliza o apogeu do Império Britânico. A leitura evolucionista e etnocêntrica do mundo e suas diferentes culturas está ligada a essas duas figuras históricas. Fotos: 1933 e 1882, respectivamente, ambas de domínio público.

4 Etnocentrismo [1] - Como definir? O etnocentrismo pode ser definido como a prática de avaliar hábitos, comportamentos e valores de outra cultura ou grupo cultural a partir dos elementos da própria cultura. Em outras palavras, seria o ato do indivíduo da cultura A de julgar elementos da cultura B a partir de seu próprio conjunto de práticas e valores culturais. De forma geral, a utilização desse mecanismo ocorre com o objetivo de diminuir/discriminar a cultura alheia e valorizar a própria. Embora seja uma atitude que a antropologia se esforça por superar, é um hábito relativamente comum: o olhar de estranheza - ou espanto - diante de costumes com os quais não nos identificamos. Tal estranheza, todavia, pode resultar em atitudes individuais ou coletivas de preconceito e discriminação.

5 Etnocentrismo [2] - Qual a história do conceito? O etnocentrismo na antropologia aparece em destaque na teoria evolucionista (final do século XIX até 1920) - a primeira grande escola claramente delimitada da disciplina. Os antropólogos evolucionistas, muitos britânicos (como E. B. Tylor e James Frazer), utilizaram ideias retiradas do evolucionismo biológico de Darwin para classificar diferentes sociedades em uma ordem evolutiva. A sociedade britânica do final do século XIX - local e período em que estavam escrevendo -, seria o ideal de civilização e, portanto, o ponto máximo de evolução das culturas humanas. Todas as demais, em uma escala de desenvolvimento, viriam em seguida e ainda deveriam evoluir para alcançar tal patamar. Essa é uma característica importante do etnocentrismo: a cultura do eu é sempre melhor que a do outro.

6 Etnocentrismo [3] - O que esse fenômeno pode gerar? Tal modelo de classificação é problemático na medida em que cada sistema cultural possui regras e valores próprios, desenvolvendo uma lógica interna particular. Essa compreensão das diferenças e particularidades que envolvem cada grupo deixa claro que uma hierarquia de evolução entre culturas só pode ser fruto de uma atitude etnocêntrica - com resultados tão complexos quanto a xenofobia e o racismo. Malinowski, Boas e outros antropólogos funcionalistas e culturalistas indicaram que um bom antídoto contra o etnocentrismo é a prática da etnografia, com a observação direta e prolongada de outras culturas que não a do próprio pesquisador.

7 2. Relativismo cultural A superação do evolucionismo cultural está ligada à análise relativista das diversas culturas mundiais. Embora seja um conceito orientador de toda a Antropologia contemporânea, o relativismo deve muito à escola culturalista, com destaque para Franz Boas ( ) e Ruth Benedict ( ). Fotos: ca e 1937, respectivamente, ambas de domínio público.

8 Relativismo cultural [1] Trata-se da ideia de que as crenças, valores e práticas de uma pessoa devem ser entendidos nos termos da cultura da própria pessoa - ao invés de serem julgados levando em conta os critérios de um outro sistema cultural. Por exemplo: devemos analisar as atitudes de um indivíduo pertencente a uma comunidade indígena de acordo com a cultura da qual ele e seu povo fazem parte - e não a partir da cultura de um observador externo que se julga, de algum modo, mais ou menos evoluído. Franz Boas pontuou que a civilização não é algo absoluto, mas sim relativo. Nossas ideias e concepções são verdadeiras somente até onde vai nossa [própria] civilização. BOAS, F. Museums of Ethnology and their classification" in Science, número 9, p. 589, 1887.

9 Relativismo cultural [2] O relativismo cultural é uma atitude de fundamental importância metodológica pois chama atenção para o contexto local no entendimento do significado de crenças e atividades humanas particulares. O relativismo permite que tomemos contato, de forma equilibrada, com a imensa quantidade de variações culturais presentes na humanidade. Por equilibrada podemos compreender a atitude de perceber que cada uma dessas variações possui uma estrutura interna própria, com seu sistema particular de crenças e valores. Não podemos absorver seu real significado a menos que tomemos contato profundo com cada cultura - daí a importância da etnografia. Somente ao vivermos de forma prolongada entre nativos seremos capazes de entender suas dinâmicas próprias.

10 Relativismo cultural [3] O relativismo como método. Qualquer entendimento da totalidade da humanidade precisa ser baseado na mais ampla e variada amostra de culturas quanto possível. Somente pela apreciação de uma cultura que é profundamente diferente da nossa poderemos compreender a extensão pela qual nossas próprias crenças e atividades são ligadas à nossa cultura, mais que algo natural ou universal. O relativismo cultural é fundamental porque chama a atenção para a importância da variação em qualquer amostra que é usada para fazer generalizações sobre a humanidade. [Baseado em BENEDICT, R. Patterns of Culture. Boston, Houghton Mifflin Co., 1959 [1934].

11 Relativismo cultural [4] O relativismo pode ser útil como ferramenta para análise, em perspectiva, de nossa própria cultura. Ao invés de assumirmos nossas crenças como universais, podemos utilizar o conhecimento sobre outras culturas para reflexão sobre nossas próprias práticas. Assim: (...) A antropologia pode servir como uma forma de crítica cultural para nós mesmos. Ao usar retratos de outros padrões culturais para refletir criticamente sobre nossos próprios modos, a antropologia rompe com o senso comum e nos faz reexaminar nossas suposições, que dávamos por verdadeiras. MARCUS, G. & FISCHER, M.M.J. Anthropology as Cultural Critique: The Experimental Moment in the Human Sciences. Chicago, Univ. of Chicago Press, P.1

12 Relativismo cultural [5] Talvez a única generalização absolutamente certeira sobre a humanidade é a de que se trata de uma construção incrivelmente diversa.

13 Bibliografia GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro (RJ), LTC, 2008 [1973]. LAPLANTINE, François. Aprender antropologia. São Paulo (SP), Brasiliense, 2003 [1988]. LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. Rio de Janeiro (RJ), Jorge Zahar, 2001 [1986].

14 Muito obrigado por sua atenção! Profº Ms Antonio Gracias Vieira Filho Contato: Visite:

ANTROPOLOGIA E OS PRINCIPAIS CONCEITOS

ANTROPOLOGIA E OS PRINCIPAIS CONCEITOS Aula ANTROPOLOGIA E OS PRINCIPAIS CONCEITOS META Apresentar os diversos conceitos da Antropologia. OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá: conhecer e relacionar os principais conceitos da Antropologia

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Psicologia Disciplina: Fundamentos Sócio-Antroplógicos da Psicologia Professor: Salomão David Vergne e-mail: vergne07@gmail.com Cardoso Código:

Leia mais

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues Escola Cenecista Dr. José Ferreira

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues   Escola Cenecista Dr. José Ferreira Sociologia Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues E-mail: matheus.bortoleto@cnec.edu.br Escola Cenecista Dr. José Ferreira Cultura Objetivo: Problematizar o desenvolvimento das diferentes sociedades humanas

Leia mais

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues Escola Cenecista Dr. José Ferreira

Sociologia. Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues   Escola Cenecista Dr. José Ferreira Sociologia Professor: Matheus Bortoleto Rodrigues E-mail: matheus.bortoleto@cnec.edu.br Escola Cenecista Dr. José Ferreira Cultura Objetivo: Problematizar o desenvolvimento das diferentes sociedades humanas

Leia mais

RELAÇÃO COM OUTRAS ÁREAS DO CONHECIMENTO

RELAÇÃO COM OUTRAS ÁREAS DO CONHECIMENTO Aula 6 ANTROPOLOGIA: LIMITES METODOLÓGICOS E A RELAÇÃO COM OUTRAS ÁREAS DO CONHECIMENTO META Apresentar os limites metodológicos e a relação entre Antropologia e outras áreas do conhecimento no âmbito

Leia mais

Apresentação do curso e acordo de trabalho

Apresentação do curso e acordo de trabalho Apresentação do curso e acordo de trabalho Antropossociologia e Trabalho de campo Faculdade Piaget - Suzano - 1º semestre de 2019 Profº Ms Antonio Gracias Vieira Filho Apresentações Apresentação do professor

Leia mais

FICHA DE DISCIPLINA. Antropologia DISCIPLINA: UNIDADE ACADÊMICA: INCIS CH TOTAL TEÓRIC A: CH TOTA L: CH TOTAL PRÁTIC A:

FICHA DE DISCIPLINA. Antropologia DISCIPLINA: UNIDADE ACADÊMICA: INCIS CH TOTAL TEÓRIC A: CH TOTA L: CH TOTAL PRÁTIC A: UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA FIA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Antropologia CÓDIGO: PERÍODO/SÉRIE: 1º OBRIGATÓRIA: (X ) OPTATIVA: ( ) PROFESSORA:

Leia mais

META Apresentar o pensamento funcionalista no âmbito da antropologia.

META Apresentar o pensamento funcionalista no âmbito da antropologia. Aula 9 O FUNCIONALISMO NA ANTROPOLOGIA META Apresentar o pensamento funcionalista no âmbito da antropologia. OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá: saber defi nir o pensamento funcionalista; identifi

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS SCH DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS SCH DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA EMENTA DE DISCIPLINA Código HS 104 Carga Horária Disciplina Antropologia cultural norte-americana: Práti perspectivas clássicas e contemporâneas Teóricas cas Estágio Total Ementa A formação da Antropologia

Leia mais

PROGRAMA GERAL DO COMPONENTE CURRICULAR- PGCC 1

PROGRAMA GERAL DO COMPONENTE CURRICULAR- PGCC 1 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Reitoria de Ensino de Graduação PROEG Home Page: http://www.uern.br

Leia mais

Av. Senador Roberto Simonsen, nº Jardim Imperador CEP: Suzano-SP Telefone: (11) Página 1

Av. Senador Roberto Simonsen, nº Jardim Imperador CEP: Suzano-SP Telefone: (11) Página 1 1 IDENTIFICAÇÃO Curso: ENGENHARIA CIVIL Disciplina: Antropossociologia e trabalho de campo SEMESTRE: 1º Carga Horária: 40 h Ano Letivo: 2019 Professor (a): Ms Antonio Gracias Vieira Filho 2 OBJETIVOS 2.1

Leia mais

Av. Senador Roberto Simonsen, nº Jardim Imperador CEP: Suzano-SP Telefone: (11) Página 1

Av. Senador Roberto Simonsen, nº Jardim Imperador CEP: Suzano-SP Telefone: (11) Página 1 1 IDENTIFICAÇÃO Curso: Fisioterapia Disciplina: Antropossociologia e trabalho de campo SEMESTRE: 1º Carga Horária: 40 h Ano Letivo: 2019 Professor (a): Ms Antonio Gracias Vieira Filho 2 OBJETIVOS 2.1 Objetivos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS SCH DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS SCH DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA EMENTA DE DISCIPLINA Código HS 104 Carga Horária Disciplina Antropologia cultural norte-americana: Práti perspectivas clássicas e contemporâneas Teóricas cas Estágio Total Ementa A formação da Antropologia

Leia mais

Av. Senador Roberto Simonsen, nº Jardim Imperador CEP: Suzano-SP Telefone: (11) Página 1

Av. Senador Roberto Simonsen, nº Jardim Imperador CEP: Suzano-SP Telefone: (11) Página 1 1 IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura em Educação física Disciplina: Antropossociologia e trabalho de campo SEMESTRE: 1º Carga Horária: 40 h Ano Letivo: 2019/1 Professor (a): Ms Antonio Gracias Vieira Filho

Leia mais

antropologia & cultura

antropologia & cultura antropologia & cultura carlos joão correia estudos africanos filosofia artes & humanidades 2011-2012/2ºsemestre As inúmeras culturas no mundo não são tentativas falhadas de serem modernas, de serem como

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA NOME DO CURSO: DIREITO, ECONOMIA E PEDAGOGIA 2. EMENTA 3.

1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA NOME DO CURSO: DIREITO, ECONOMIA E PEDAGOGIA 2. EMENTA 3. 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA NOME DO CURSO: DIREITO, ECONOMIA E PEDAGOGIA 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 A construção do conhecimento

Leia mais

Antropologia. Prof. Elson Junior. Santo Antônio de Pádua, março de 2017

Antropologia. Prof. Elson Junior. Santo Antônio de Pádua, março de 2017 Antropologia Prof. Elson Junior Santo Antônio de Pádua, março de 2017 O Que é a Antropologia? Ciência da cultura humana. É uma disciplina que investiga as origens, o desenvolvimento e as semelhanças das

Leia mais

Antropologia. Prof. Elson Junior

Antropologia. Prof. Elson Junior Antropologia Prof. Elson Junior Santo Antônio de Pádua, fevereiro de 2018 O Que é a Antropologia? Ciência da cultura humana. É uma disciplina que investiga as origens, o desenvolvimento e as semelhanças

Leia mais

OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá: ter uma visão panorâmica da Antropologia como ciência que estuda o homem.

OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá: ter uma visão panorâmica da Antropologia como ciência que estuda o homem. ANTROPOLOGIA: REVISITANDO OS CONCEITOS Aula 10 META Relembrar os principais conceitos trabalhados nesta unidade. OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá: ter uma visão panorâmica da Antropologia como

Leia mais

Disciplina: Sociologia Prof. Edson Elias Turma: 1 ano Ensino Médio. O QUE É ANTROPOLOGIA?

Disciplina: Sociologia Prof. Edson Elias Turma: 1 ano Ensino Médio. O QUE É ANTROPOLOGIA? Disciplina: Sociologia Prof. Edson Elias Turma: 1 ano Ensino Médio. O QUE É ANTROPOLOGIA? Por: Vagner Gonçalves da Silva http://www.fflch.usp.br/da/vagner/antropo.html A Antropologia é o estudo do homem

Leia mais

PLANO DE CURSO. 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Curso: Bacharelado em Psicologia Disciplina: Fundamentos Sócio-Antropológicos da Psicologia

PLANO DE CURSO. 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Curso: Bacharelado em Psicologia Disciplina: Fundamentos Sócio-Antropológicos da Psicologia PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Curso: Bacharelado em Psicologia Disciplina: Fundamentos Sócio-Antropológicos da Psicologia Código: PSI07 Professor: Eloy Lago Nascimento E-mail: eloy.nascimento@fasete.edu.br

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO 2. EMENTA 3. OBJETIVOS CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: I

1. IDENTIFICAÇÃO 2. EMENTA 3. OBJETIVOS CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: I 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 NOME DO CURSO: DIREITO/ECONOMIA/PEDAGOGIA 2. EMENTA A evolução do conhecimento antropológico.

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: 1º

1. IDENTIFICAÇÃO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: 1º 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 1º CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 NOME DO CURSO: DIREITO/ECONOMIA/DIREITO 2. EMENTA A evolução do conhecimento antropológico.

Leia mais

Aula 2 - Definição de conceitos e construção de instrumental teórico

Aula 2 - Definição de conceitos e construção de instrumental teórico Aula 2 - Definição de conceitos e construção de instrumental teórico Antropossociologia e Trabalho de campo Faculdade Piaget - Suzano - 1º semestre de 2019 Profº Ms Antonio Gracias Vieira Filho Objetivos

Leia mais

Antônio Ruas: Professor Universitário UERGS, Administração

Antônio Ruas: Professor Universitário UERGS, Administração Antropologia: 4ª. Cultura e etnocentrismo: Dinâmica de grupo: o ponto de vista. Trabalho com o livro O que é etnocentrismo de E. Rocha. Dinâmica do ponto de vista. Questões dirigidas em grupo. 4b. Dinâmica

Leia mais

Soc.Semana 18. Lara Rocha (Leidiane Oliveira)

Soc.Semana 18. Lara Rocha (Leidiane Oliveira) Lara Rocha (Leidiane Oliveira) Semana 18 Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. Antropologia

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DO CURSO: DIREITO/ECONOMIA/DIREITO

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DO CURSO: DIREITO/ECONOMIA/DIREITO 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DO CURSO: DIREITO/ECONOMIA/DIREITO 2. EMENTA O homem como ser biológico, social e

Leia mais

Teorias da Cultura: O Evolucionismo na Cultura

Teorias da Cultura: O Evolucionismo na Cultura Teorias da Cultura: O Evolucionismo na Cultura O Evolucionismo na Antropologia Edward Tylor - Primitive Culture (1871) Tylor procurou demonstrar que cultura pode ser objeto de um estudo sistemático, pois

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓREITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓREITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO I. IDENTIFICAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PLANO DE ENSINO UNIDADE ACADÊMICA: Faculdade de Ciências Sociais CURSO: DISCIPLINA: Antropologia 1 CARGA HORÁRIA SEMANAL: CARGA HORÁRIA TOTAL: 64 ANO/SEMESTRE: 2017/1

Leia mais

momento presente, buscando explicar a lógica do sistema como uma totalidade orgânica e identificar as estruturas e funções sociais de modo preciso.

momento presente, buscando explicar a lógica do sistema como uma totalidade orgânica e identificar as estruturas e funções sociais de modo preciso. 1 CULTURA E IDENTIDADE A cultura encontra-se essencialmente vinculada ao processo de formação das sociedades humanas, numa relação simbiótica, interdependente e dinâmica que acompanha o desenvolvimento

Leia mais

8 O EVOLUCIONISMO NA ANTROPOLOGIA

8 O EVOLUCIONISMO NA ANTROPOLOGIA Aula O EVOLUCIONISMO NA ANTROPOLOGIA META Apresentar o pensamento evolucionista no âmbito da antropologia. OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá: interpretar de forma crítica o pensamento evolucionista.

Leia mais

Introdução à Antropologia (135011) Turma E Professor: Edson Alencar Collares de Bessa 1º Semestre de 2016

Introdução à Antropologia (135011) Turma E Professor: Edson Alencar Collares de Bessa 1º Semestre de 2016 Universidade de Brasília Instituto de Ciências Sociais Departamento de Antropologia Introdução à Antropologia (135011) Turma E Professor: Edson Alencar Collares de Bessa edsbessa@gmail.com 1º Semestre

Leia mais

da disciplina: (somente para baixar os textos digitalizados) Senha: turma12017

da disciplina: (somente para baixar os textos digitalizados) Senha: turma12017 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA (DAN) Disciplina: Introdução à antropologia- 135011 Semestre: 1/2017 Créditos: 04 Prof. José Pimenta E-mail do professor:

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA Disciplina: Introdução à Antropologia (Cód: 135011) Turma: G (História-Noturno) Período: 1º período de 2018 Prof.º: Breno

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA NOME DO CURSO: PEDAGOGIA/DIREITO/ECONOMIA/FILOSOFIA

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA NOME DO CURSO: PEDAGOGIA/DIREITO/ECONOMIA/FILOSOFIA 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA NOME DO CURSO: PEDAGOGIA/DIREITO/ECONOMIA/FILOSOFIA 2. EMENTA A construção

Leia mais

ANTROPOLOGIA E O CONCEITO DE CULTURA

ANTROPOLOGIA E O CONCEITO DE CULTURA Antropologia e o conceito de cultura Aula 4 ANTROPOLOGIA E O CONCEITO DE CULTURA META Apresentar a importância do conceito de cultura no âmbito da construção da Antropologia. OBJETIVOS Ao final desta aula,

Leia mais

COMUNICAÇÃO SOCIAL Cultura brasileira AULA III

COMUNICAÇÃO SOCIAL Cultura brasileira AULA III COMUNICAÇÃO SOCIAL Cultura brasileira AULA III 1. Definições de cultura 2. Definições de Identidade Cultural 2.1. Nos Estudos Culturais, as identidades culturais dizem respeito àqueles aspectos de nossas

Leia mais

Assistência do filme: A Guerra do Fogo, 1981, de Jean-Jacques Annaud.

Assistência do filme: A Guerra do Fogo, 1981, de Jean-Jacques Annaud. Universidade de Brasília Departamento de Antropologia Disciplina: Introdução à Antropologia 135011 2º Semestre de 2008 Turma F segundas-feiras e quartas-feiras de 8:00 às 9:50 sala AT44 04 créditos Professor:

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA. Período: Carga Horária: 60 h

PLANO DE DISCIPLINA. Período: Carga Horária: 60 h PLANO DE DISCIPLINA Curso: SERVIÇO SOCIAL Disciplina: Introdução a Antropologia Coordenação: Naiara C. Magalhães Professor (a): Robert Wagner Período: 2014.1 Carga Horária: 60 h 1. UNIDADE TEMÁTICA: Ementa:

Leia mais

Av. Senador Roberto Simonsen, nº Jardim Imperador CEP: Suzano-SP Telefone: (11) Página 1

Av. Senador Roberto Simonsen, nº Jardim Imperador CEP: Suzano-SP Telefone: (11) Página 1 1 IDENTIFICAÇÃO Curso: FARMÁCIA Disciplina: Antropossociologia e trabalho de campo SEMESTRE: 1º Carga Horária: 40 h Ano Letivo: 2019 Professor (a): Ms Antonio Gracias Vieira Filho 2 OBJETIVOS 2.1 Objetivos

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA 1. Disciplina: Introdução às Ciências Sociais (Antropologia) - 1º semestre/ 2016 Sextas-feiras à noite (das 19h30 às 23h) Prof ª Ana Lúcia Pastore Schritzmeyer alps@usp.br (sala 20) 2. Código: FLA0101

Leia mais

Objetivos: O objetivo da disciplina desdobrar-se-á em:

Objetivos: O objetivo da disciplina desdobrar-se-á em: UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA{PRIVATE } INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA 135011 - INTRODUÇÃO A ANTROPOLOGIA PROF. GERSEM J. SANTOS LUCIANO (DOUTORANDO) 2/2007 P R O G R A M A Ementa:

Leia mais

EMENTA DINÂMICA DO CURSO EM CLASSE

EMENTA DINÂMICA DO CURSO EM CLASSE Universidade de Brasília Instituto de Ciências Sociais Departamento de Antropologia Disciplina: INTRODUÇÃO À ANTROPOLOGIA Professora: ARIANA TIMBÓ MOTA. 1 semestre de 2004. EMENTA O curso tem por objetivo

Leia mais

Ementa: Teorias antropológicas III; tópicos especiais em teorias contemporâneas. PROGRAMA DE DISCIPLINA

Ementa: Teorias antropológicas III; tópicos especiais em teorias contemporâneas. PROGRAMA DE DISCIPLINA HS046 Antropologia IV: Teorias Antropológicas III 2º semestre de 2007 Profª Edilene Coffaci de Lima Ementa: Teorias antropológicas III; tópicos especiais em teorias contemporâneas. I - Conteúdo PROGRAMA

Leia mais

A constituição da Antropologia como ciência. Diversidade cultural, relativismo e etnocentrismo. Evolucionismo. Críticas ao Evolucionismo.

A constituição da Antropologia como ciência. Diversidade cultural, relativismo e etnocentrismo. Evolucionismo. Críticas ao Evolucionismo. Disciplina: Introdução à Antropologia (Antropologia I) Período: 2006/1 Profa. Sandra Jacqueline Stoll EMENTA A constituição da Antropologia como ciência. Diversidade cultural, relativismo e etnocentrismo.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE Introdução à Antropologia 135011 Turma I Quartas e Sextas de 10h00 as 11h50 (04 créditos) Professora Soraya Fleischer Ementa: A especificidade

Leia mais

ANTROPOLOGIA. Professora Magda Vilas-Boas 01/10/2011

ANTROPOLOGIA. Professora Magda Vilas-Boas  01/10/2011 ANTROPOLOGIA CULTURAL Professora Magda Vilas-Boas www.magdavilasboas.com.br magdavilasboas@gmail.com 01/10/2011 ANTROPOLOGIA Antropos=homem e logia=estudo Surgimento: século XVIII Disciplina científica

Leia mais

O sentido da cultura nas propostas curriculares para o ensino médio

O sentido da cultura nas propostas curriculares para o ensino médio XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE SOCIOLOGIA 27 a 31 de Julho de 2009 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO UFRJ GRUPO DE TRABALHO 06: ENSINO DE SOCIOLOGIA O sentido da cultura nas propostas curriculares para

Leia mais

EVOLUCIONISMO CULTURAL: Tylor, Morgan e Frazer.

EVOLUCIONISMO CULTURAL: Tylor, Morgan e Frazer. EVOLUCIONISMO CULTURAL: Tylor, Morgan e Frazer. Prof. Elson Junior Santo Antônio de Pádua, março de 2017 Edward Tylor (1832-1917) Edward Tylor (1832-1917) Tylor lançando-se no debate da época no qual as

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA I. IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA Antropologia I CARGA HORÁRIA 72 horas CURSO Sociologia e Política SEMESTRE 1º semestre PROFESSOR

Leia mais

PLANO DE APRENDIZAGEM

PLANO DE APRENDIZAGEM PLANO DE APRENDIZAGEM 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Educação Física Disciplina: Fundamentos Sócio Antropológicos da Educação Física e do Esporte Professores: Eloy Lago Nascimento Código:

Leia mais

Disciplina: Introdução à antropologia Semestre: 2/2015 Créditos: 04 Prof. José Pimenta

Disciplina: Introdução à antropologia Semestre: 2/2015 Créditos: 04 Prof. José Pimenta UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA (DAN) Disciplina: Introdução à antropologia- 135011 Semestre: 2/2015 Créditos: 04 Prof. José Pimenta Turma D (Ciências

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PROGRAMA DE DISCIPLINA I. IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA Antropologia I CARGA HORÁRIA 72 horas CURSO Sociologia e Política SEMESTRE 1º semestre PROFESSOR

Leia mais

Cultura e política: debates contemporâneos sobre Ementa conceito de cultura, etnocentrismo, identidade e Requ DOCENTE(S) VALIDADE

Cultura e política: debates contemporâneos sobre Ementa conceito de cultura, etnocentrismo, identidade e Requ DOCENTE(S) VALIDADE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS SCH DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA EMENTA DE DISCIPLINA Codigo HS 099 Carga Horária Disciplina ANTROPOLOGIA E DINÂMICAS DA CULTURA Teóricas Práticas

Leia mais

DISCIPLINA: HS082 Antropologia II: Teorias antropológicas I CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS. Profª Maria Inês Smiljanic. 2º Semestre de 2006

DISCIPLINA: HS082 Antropologia II: Teorias antropológicas I CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS. Profª Maria Inês Smiljanic. 2º Semestre de 2006 DISCIPLINA: HS082 Antropologia II: Teorias antropológicas I CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS Profª Maria Inês Smiljanic 2º Semestre de 2006 EMENTA Teorias clássicas em Antropologia: A escola Americana e a escola

Leia mais

IFCH Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Universidade Estadual de Campinas Carga Horária Semanal: 02 hrs Departamento de Ciências Sociais

IFCH Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Universidade Estadual de Campinas Carga Horária Semanal: 02 hrs Departamento de Ciências Sociais Disciplina: HZ104 Estágio Supervisionado em docência II IFCH Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Universidade Estadual de Campinas Carga Horária Semanal: 02 hrs Departamento de Ciências Sociais Curso:

Leia mais

Disciplina: HS Antropologia IV: Teorias Antropológicas III 2º semestre de 2007 Profª Ciméa B. Bevilaqua

Disciplina: HS Antropologia IV: Teorias Antropológicas III 2º semestre de 2007 Profª Ciméa B. Bevilaqua Disciplina: HS 046 - Antropologia IV: Teorias Antropológicas III 2º semestre de 2007 Profª Ciméa B. Bevilaqua Ementa: Teorias antropológicas III; tópicos especiais em teorias contemporâneas. PROGRAMA I.

Leia mais

ANT 7201 Teoria Antropológica I

ANT 7201 Teoria Antropológica I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE FILOSOFIA E CIENCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA CURSO DE GRADUAÇÃO ANTROPOLOGIA ANT 7201 Teoria Antropológica I Semestre: 2014-2 Prof. Pedro Castelo

Leia mais

OS MÉTODOS DA ANTROPOLOGIA

OS MÉTODOS DA ANTROPOLOGIA Aula 7 OS MÉTODOS DA ANTROPOLOGIA META Apresentar os principais métodos da antropologia. OBJETIVOS Ao final desta aula o aluno deverá: compreender os principais métodos da antropologia e deverá ser capaz

Leia mais

Antropologia IV - Questões de Antropologia Contemporânea (2 semestre 2016) Código: FLA0206

Antropologia IV - Questões de Antropologia Contemporânea (2 semestre 2016) Código: FLA0206 Antropologia IV - Questões de Antropologia Contemporânea (2 semestre 2016) Código: FLA0206 Disciplina requisito ou indicação de conjunto: FLA0205 Curso: Ciências Sociais Créditos - Total: 4 Professores

Leia mais

Para cada aula será indicado, pelo menos, um texto-base para discussão, cuja leitura prévia será obrigatória para todos os alunos.

Para cada aula será indicado, pelo menos, um texto-base para discussão, cuja leitura prévia será obrigatória para todos os alunos. Universidade de Brasília Instituto de Ciências Sociais Departamento de Antropologia Introdução à Antropologia (135011) Turma A Professora Mônica Nogueira Primeiro semestre de 2005 Terças e quintas-feiras,

Leia mais

Plano de Ensino-Aprendizagem do Componente Curricular

Plano de Ensino-Aprendizagem do Componente Curricular CONSELHO UNIVERSITÁRIO PLANO DE ENSINO-APRENDIZAGEM E PROGRAMAÇÃO DO COMPONENTE CURRICULAR Plano de Ensino-Aprendizagem do Componente Curricular Instância de aprovação: Colegiado do curso de Bacharelado

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO PLANEJAMENTO DA DISCIPLINA ESTUDOS CULTURAIS I CABO FRIO 2009.1 2 Prof a Jussara Santos Pimenta ESTUDOS CULTURAIS I Planejamento semestral para a turma de Primeiro Período

Leia mais

Escola Principais autores Abordagens teóricas Metodologia

Escola Principais autores Abordagens teóricas Metodologia Revisão Antropologia II Escola Principais autores Abordagens teóricas Metodologia Evolucionismo Tylor, Fraser, Morgan Unidade humana, compreensão das diferenças através de uma linha evolutiva da humanidade,

Leia mais

Os textos estarão disponíveis na copiadora Multiuso, pasta n 200.

Os textos estarão disponíveis na copiadora Multiuso, pasta n 200. UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA INTRODUÇÃO À ANTROPOLOGIA 135011 Turma B PERÍODO: Segundas e Quartas de 14h00 às 16h00 (04 créditos) PROFESSORA: Mariana

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Licenciatura Plena em Educação Artística. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso Licenciatura Plena em Educação Artística. Ênfase Curso 1404 - Licenciatura Plena em Educação Artística Ênfase Identificação Disciplina 0003320A - Antropologia das Culturas Populares Docente(s) Rosa Maria Araujo Simões Unidade Faculdade de Arquitetura,

Leia mais

Ementa Objetivo Metodologia e Avalia o

Ementa Objetivo Metodologia e Avalia o Universidade de Brasília UnB Instituto de Ciências Sociais ICS Departamento de Antropologia DAN Introdução à Antropologia Turma H (terças e quintas-feiras, das 8h às 10h) Professora: Izis Morais (doutoranda

Leia mais

AXIOLOGIA OU TEORIA DOS VALORES

AXIOLOGIA OU TEORIA DOS VALORES AXIOLOGIA OU TEORIA DOS VALORES 2. Valores e Cultura - Definição de cultura. - Etnocentrismo. - Relativismo cultural. - Críticas ao relativismo cultural. - O problema da tolerância. - Definição de Cultura.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS SCH PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS SCH PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS SCH PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA HA800 - História do Pensamento Antropológico Professora Edilene Coffaci de Lima 1 semestre de 2017

Leia mais

COLEGIADO DE ANTROPOLOGIA

COLEGIADO DE ANTROPOLOGIA 1 Aprender Antropologia LAPLANTINE, F. Brasiliense 2009 4 2 Identidade BAUMAN, Zigmunt. Jorge Zahar 2005 4 3 Globalização: as consequências humanas BAUMAN, Zigmunt. Jorge Zahar 1999 4 4 O Atlântico Negro

Leia mais

A abrangência da antropologia Mércio Gomes

A abrangência da antropologia Mércio Gomes A abrangência da antropologia Mércio Gomes Antropologia - termo Anthropos = homem Logos = estudo, razão, lógica Estudo do homem Sociologia, Economia Ciência humana, Lógica do homem Filosofia, Lógica Características

Leia mais

Antropologia. Igor Assaf Mendes

Antropologia. Igor Assaf Mendes Antropologia Igor Assaf Mendes Conteúdo da Aula A definição antropológica de cultura Primeiros estudos: antropologia de gabinete Desenvolvimento do conceito de cultura Franz Boas: evolucionismo Kroeber:

Leia mais

Principais paradigmas e escolas de pensamento antropológico

Principais paradigmas e escolas de pensamento antropológico Principais paradigmas e escolas de pensamento antropológico (Material didático elaborado por Vagner Gonçalves da Silva; disponível em http://www.fflch.usp.br/da/vagner/antropo.html) Alguns Alguns Formação

Leia mais

Ementa: Teorias antropológicas III; tópicos especiais em teorias contemporâneas PROGRAMA DE DISCIPLINA

Ementa: Teorias antropológicas III; tópicos especiais em teorias contemporâneas PROGRAMA DE DISCIPLINA HS046 Antropologia IV: Teorias Antropológicas III 2º semestre de 2009 Profª Edilene Coffaci de Lima Ementa: Teorias antropológicas III; tópicos especiais em teorias contemporâneas I - Conteúdo PROGRAMA

Leia mais

Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação FAED PLANO DE ENSINO

Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação FAED PLANO DE ENSINO Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação FAED PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO DCH Departamento Ciências Humanas ANO/SEMESTRE 2016/01 CURSO Biblioteconomina FASE:

Leia mais

Teoria Antropológica I

Teoria Antropológica I Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Humanas Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Disciplina: Teoria Antropológica I Professor: Raphael Bispo Horário: quartas-feiras (14h

Leia mais

Disciplina: Introdução ás Ciências Sociais. Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Humanas e Sociais Carga Horária Semanal: 04 hrs

Disciplina: Introdução ás Ciências Sociais. Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Humanas e Sociais Carga Horária Semanal: 04 hrs Disciplina: Introdução ás Ciências Sociais Profa. Dra. Mirela Berger Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Humanas e Sociais Carga Horária Semanal: 04 hrs Departamento de Ciências Sociais

Leia mais

Programa. 14/03: Distribuição do programa da disciplina, reconhecimento da sala de aula, apresentação do professor e dos alunos.

Programa. 14/03: Distribuição do programa da disciplina, reconhecimento da sala de aula, apresentação do professor e dos alunos. 1 Universidade de Brasília Instituto de Ciências Sociais Departamento de Antropologia Introdução à Antropologia (135011) turma J. local: PAT AT 036 Professor: Marcus Vinícius Carvalho Garcia (doutorando)

Leia mais

META Apresentar o processo de construção da ciência antropológica no contexto do século XIX e as principais dificuldades epistemológicas.

META Apresentar o processo de construção da ciência antropológica no contexto do século XIX e as principais dificuldades epistemológicas. Aula ANTROPOLOGIA: CONSTRUÇÃO E DIFICULDADES META Apresentar o processo de construção da ciência antropológica no contexto do século XIX e as principais dificuldades epistemológicas. OBJETIVOS Ao final

Leia mais

PROGRAMA GERAL DO COMPONENTE CURRICULAR- PGCC 1

PROGRAMA GERAL DO COMPONENTE CURRICULAR- PGCC 1 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Reitoria de Ensino de Graduação PROEG Home Page: http://www.uern.br

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA DISCIPLINA SOCIOLOGIA E ÉTICA NATUREZA, CULTURA E SOCIEDADE

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA DISCIPLINA SOCIOLOGIA E ÉTICA NATUREZA, CULTURA E SOCIEDADE UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA DISCIPLINA SOCIOLOGIA E ÉTICA NATUREZA, CULTURA E SOCIEDADE Prof. Antonio Lázaro Sant Ana ILHA SOLTEIRA SP MARÇO - 2018 OS SIGNIFICADOS

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA DISCIPLINA SOCIOLOGIA E ÉTICA NATUREZA, CULTURA E SOCIEDADE

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA DISCIPLINA SOCIOLOGIA E ÉTICA NATUREZA, CULTURA E SOCIEDADE UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA FACULDADE DE ENGENHARIA DE ILHA SOLTEIRA DISCIPLINA SOCIOLOGIA E ÉTICA NATUREZA, CULTURA E SOCIEDADE Prof. Antonio Lázaro Sant Ana ILHA SOLTEIRA SP SETEMBRO - 2017 OS SIGNIFICADOS

Leia mais

LARAIA, Roque De Barros. Cultura um conceito Antropológico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed p. CONCEITO ANTROPOLÓGICO DE CULTURA.

LARAIA, Roque De Barros. Cultura um conceito Antropológico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed p. CONCEITO ANTROPOLÓGICO DE CULTURA. LARAIA, Roque De Barros. Cultura um conceito Antropológico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. 1986. 116 p. Subsídios de Estudo Professor Sandro Luiz Bazzanella CONCEITO ANTROPOLÓGICO DE CULTURA. Da Natureza

Leia mais

Programa: Aula 1 ( ): Apresentação do programa e introdução. BLOCO I: A origem da disciplina dentro das ciências sociais.

Programa: Aula 1 ( ): Apresentação do programa e introdução. BLOCO I: A origem da disciplina dentro das ciências sociais. 1 Disciplina HUM05006 Antropologia Introdução (60 horas 4 créditos). IFICH-UFRGS Curso de Graduação. Disciplina Introdução à Antropologia. Período Letivo: 2016-II. Segundas feiras 18:30 21:50. Cultura,

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela portaria do MEC nº 3.355,de 05/12/02-DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Antropologia Jurídica

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela portaria do MEC nº 3.355,de 05/12/02-DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Antropologia Jurídica COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela portaria do MEC nº 3.355,de 05/12/02-DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Antropologia Jurídica Código: DIR 211 Pré-requisito: Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

FRANZ BOAS E A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ANTROPOLOGIA NOS ESTADOS UNIDOS

FRANZ BOAS E A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ANTROPOLOGIA NOS ESTADOS UNIDOS FRANZ BOAS E A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ANTROPOLOGIA NOS ESTADOS UNIDOS DIOGO DA SILVA ROIZ 1 UEMS RESENHA BOAS, Franz. A formação da antropologia americana, 1883-1911. Rio de Janeiro: Contraponto, 2004.

Leia mais

Antropologia IV - Questões de Antropologia Contemporânea (2 semestre 2016) Código: FLA0206

Antropologia IV - Questões de Antropologia Contemporânea (2 semestre 2016) Código: FLA0206 Antropologia IV - Questões de Antropologia Contemporânea (2 semestre 2016) Código: FLA0206 Disciplina requisito ou indicação de conjunto: FLA0205 Curso: Ciências Sociais Créditos - Total: 4 Professores

Leia mais

Turma B Quinta-feira 13:30-16:50 Campus Vale Sala 207. Turma C Quinta-feira 18:30 21:50 Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Sala de Aula

Turma B Quinta-feira 13:30-16:50 Campus Vale Sala 207. Turma C Quinta-feira 18:30 21:50 Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Sala de Aula 1 Disciplina HUM05020-B Antropologia Fundamentos (60 horas 4 créditos). IFICH-UFRGS Curso de Graduação. Disciplina Fundamentos de Antropologia. Período Letivo: 2017-II. Turma B Quinta-feira 13:30-16:50

Leia mais

2.2. Seminário de Antropologia Daniel Henrique C. Gomes da Costa 1

2.2. Seminário de Antropologia Daniel Henrique C. Gomes da Costa 1 2.2. Seminário de Antropologia Daniel Henrique C. Gomes da Costa 1 Introdução O Seminário de Antropologia começou a operar num momento especial da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde, no ano lectivo

Leia mais

PODER EXECUTIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA

PODER EXECUTIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA PODER EXECUTIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA CURSO: Mestrado em Antropologia Social PERÍODO LETIVO: 1 Semestre - 2019 TURMA 1 DISCIPLINA

Leia mais

16. CADA POVO UMA CULTURA, CADA CULTURA UMA SENTENÇA: A DIVERSIDADE CULTURAL

16. CADA POVO UMA CULTURA, CADA CULTURA UMA SENTENÇA: A DIVERSIDADE CULTURAL 16. CADA POVO UMA CULTURA, CADA CULTURA UMA SENTENÇA: A DIVERSIDADE CULTURAL Principais conceitos: etnocentrismo, relativismo cultural, diversidade cultural, alteridade, cultura evoluída,cultura primitiva,

Leia mais

ENTRE O OLHAR E O ESCREVER: O USO DA ETNOGRAFIA NA PESQUISA COM SURDOS

ENTRE O OLHAR E O ESCREVER: O USO DA ETNOGRAFIA NA PESQUISA COM SURDOS ENTRE O OLHAR E O ESCREVER: O USO DA ETNOGRAFIA NA PESQUISA COM SURDOS Denise Cristina Ferreira (1); Carlos Joseph Ramos Rafael (1); Patrícia Oliveira Santana dos Santos (2) Doutoranda pelo programa de

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DA ANTROPOLOGIA PARA A PESQUISA DE TENDÊNCIAS DE MODA. Stephania Luiza da Cunha1. 6 Resumo

A CONTRIBUIÇÃO DA ANTROPOLOGIA PARA A PESQUISA DE TENDÊNCIAS DE MODA. Stephania Luiza da Cunha1. 6 Resumo A CONTRIBUIÇÃO DA ANTROPOLOGIA PARA A PESQUISA DE TENDÊNCIAS DE MODA Stephania Luiza da Cunha1 6 Resumo Este artigo procurará mostrar como a pesquisa etnográfica e a pesquisa de tendências de moda se relacionam,

Leia mais

Universidade de Brasília Instituto de Ciências Sociais Departamento de Antropologia

Universidade de Brasília Instituto de Ciências Sociais Departamento de Antropologia Universidade de Brasília Instituto de Ciências Sociais Departamento de Antropologia INTRODUÇÃO À ANTROPOLOGIA (135011) Período: 2018/1 Prof.ª Diana Dianovsky (dianamvd@gmail.com) Turma: F (Comunicação

Leia mais

HOMEM E SOCIEDADE MÓDULO 6 CADA POVO UMA CULTURA, CADA CULTURA UMA SENTENÇA: A DIVERSIDADE CULTURAL

HOMEM E SOCIEDADE MÓDULO 6 CADA POVO UMA CULTURA, CADA CULTURA UMA SENTENÇA: A DIVERSIDADE CULTURAL HOMEM E SOCIEDADE MÓDULO 6 CADA POVO UMA CULTURA, CADA CULTURA UMA SENTENÇA: A DIVERSIDADE CULTURAL Índice 1. Cada Povo uma Cultura, Cada Cultura uma Sentença: A Diversidade Cultural...3 1.1...3 1.2 Cultura

Leia mais

INSTITUTO ÁGORA PROFICIÊNCIA FILOSÓFICA. Resenha do módulo II Antropologia Cultural

INSTITUTO ÁGORA PROFICIÊNCIA FILOSÓFICA. Resenha do módulo II Antropologia Cultural INSTITUTO ÁGORA PROFICIÊNCIA FILOSÓFICA Resenha do módulo II Antropologia Cultural Alexandre Queibre Baltazar Volta Redonda 2015 O termo cultura significa segundo o Novo Dicionário da língua portuguesa:

Leia mais

A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA NA ESCOLA INDÍGENA: O VÍNCULO DA CULTURA INDÍGENA COM O PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA

A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA NA ESCOLA INDÍGENA: O VÍNCULO DA CULTURA INDÍGENA COM O PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA NA ESCOLA INDÍGENA: O VÍNCULO DA CULTURA INDÍGENA COM O PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA Joseilson Gomes Beserra (1); Lucicléa Gomes Beserra Tomaz (1); Danielle Apolinário

Leia mais

PLANO DE APRENDIZAGEM. Código:

PLANO DE APRENDIZAGEM. Código: 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Biomedicina Disciplina: Fundamentos da Sociologia e Antropologia Professores: Eloy Lago Nascimento PLANO DE APRENDIZAGEM Código: e-mail: mgilvanira.silva@fasete.edu.br

Leia mais

Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001.

Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001. CURSO DE ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: Fundamentos Sociológicos e Antropológicos Código: ODO-005 CH

Leia mais

Teoria Antropológica I Turma D Qua: 10h - 11:50 Sex: 10h - 11:50

Teoria Antropológica I Turma D Qua: 10h - 11:50 Sex: 10h - 11:50 Profª Graciela Froehlich gracielafr@gmail.com Teoria Antropológica I Turma D Qua: 10h - 11:50 Sex: 10h - 11:50 Ementa Exame das principais manifestações teóricas que contribuíram para a formação de conhecimento

Leia mais