ESTATISTICAS MONETARIAS E FINANCEIRAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTATISTICAS MONETARIAS E FINANCEIRAS"

Transcrição

1 ESTATISTICAS MONETARIAS E FINANCEIRAS MONETARY AND FINANCIAL STATISTICS Agregados monetarios e principais contrapartidas 8.0 Monetary aggregates and main counterparts Sfntese monetaria 8.1 Monetary survey Balanc;:o do Banco de Portugal 8.2 Balance sheet of the Banco de Portugal Balanc;:o das outras instituic;:oes financeiras monetarias 8.3 Balance sheet of the other monetary financial institutions Detalhes dos ativos das outras instituic;:oes financeiras monetarias face a residentes 8.4 Details of the assets of other monetary financial institutions vis-a-vis residents Detalhes dos passivos das outras instituic;:oes financeiras monetarias 8.5 face a residentes Details of the liabilities of other monetary financial institutions vis-a-vis residents Detalhes dos ativos e passivos das outras instituic;:oes financeiras 8.6 monetarias face a nao residentes Details of the assets and liabilities of other monetary financial institutions vis-a-vis non-residents Taxas de juro e rendibilidade das instituic;:oes financeiras monetarias 8.7 Monetary financial institutions' interest rates and profitability lnformac;:ao sobre instituic;:oes financeiras nao monetarias 8.8 Information on non-monetary financial institutions lnformac;:ao estatfstica da central de responsabilidades de credito 8.9 Central credit register statistical information Mercados de tftulos 8.10 Securities markets

2

3 8.0.1 AGREGADOS MONETARIOS DA AREA DO EUROII Saldos em fim de mes EURO AREA MONETARY AGGREGATESII End-of-month figures g gga gg 3 go gg g56 1 g g g g ggo g51 8 ag1 867 g g 381 4g g6 24g 7g g g g g g g g g g g g goo 31g 3 g g g8 ggg 3 g16 g24 3 g g gg8 g43 3g5g g g78 3g7 3 g8q 2g g g8q Qg g g g5 1 80g g g4q g g g gQ go gg g g1q g1g 1 g31 4g6 1 g g g g42 7g1 1 g4q g g g g4q g g5g g g gg gga go g6 8414g g g gag Q8g g4q g 8g g g1 g go gg8 44g 235 4g g g58 3g g g48 42g g5g g g goa 73g Q5g 734 g g37 g g g 54g 7go g 567 g48 g g g ag3 123 g686 12g g75g 120 g g g g g 7g4 114 g g g g g g (1) Exceto passivos a vista, dep6sitos cam pre-aviso e acordos de recompra. / Except overnight deposits, deposits redeemable at notice and repurchase agreements. (2) lnclui unidades de participa<;i3.o de fund os do mercado monetario e tftulos do mercado monetario. / Includes money market funds shares/units and money market paper CONTRIBUICAO NACIONAL PARA OS AGREGADOS MONETARIOS DA AREA DO EUROII Saldos em fim de mes NATIONAL CONTRIBUTION FOR THE EURO AREA MONETARY AGGREGATESII End-of-month figures M1, excluding currency in circulation g g ag g g g gg gQ g57 50 ogo 48 g58 48 og g 47 g28 4g g go g g8 7g8 g g gg g 5g oag g g g g g gg4 2 5g Q8g g2q g7 164 g oag 160 1g g g 51g g60 17 g g33 18 ggg 1g 3g6 1g ogo 1g 113 1g 14g 1g 1g6 1g 48g (1) Exceto passivos a vista, dep6sitos cam pre-aviso e acordos de recompra. / Except overnight deposits, deposits redeemable at notice and repurchase agreements. (2) lnclui unidades de participagao de fund os do mercado monetario e tftulos do mercado monetario. / Includes money market funds shares/units and money market paper. (3) Sabre o conceito ver notas no fim da publicagao. I For information on this concept see notes at the end of this publication. ho

4 8.0.3 PRINCIPAlS CONTRAPARTIDAS DO M3 DA AREA DO EUROII Saldos em fim de mes MAIN COUNTERPARTS OF EURO AREA M311 End-of-month figures Fonte I Source: Banco Central Europeu I European Central Bank Responsab11idades nao monetanas das IFM Cred1to ao setor nao monetano (1) Exceto passivos a vista, dep6sitos cam pre-aviso e acordos de recompra. / Except overnight deposits, deposits redeemable at notice and repurchase agreements CONTRIBUICAO NACIONAL PARA AS PRINCIPAlS CONTRAPARTIDAS DO M3 DA AREA DO EUROII Saldos em fim de mes NATIONAL CONTRIBUTION FOR THE MAIN COUNTERPARTS OF EURO AREA M311 End-of-month figures BOO (1) Exceto passivos a vista, dep6sitos cam pre-aviso e acordos de recompra. I Except overnight deposits, deposits redeemable at notice and repurchase agreements BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatistico

5 8.0.5 AGREGADOS MONETARIOS DA AREA DO EURO E CONTRIBUICAO NACIONALIIIbllol Taxas de varia9ao anual MONETARY AGGREGATES OF THE EURO AREA AND NATIONAL CONTRIBUTIONIIIbllol Annual growth rates Fonte I Source: Banco Central Europeu I European Central Bank Em percentage m /In percentages Agregados monetanos da area do euro Contnbuu;ao nac1onal Peso relat1vo da contnbuu;ao nac10nal ho

6

7 8.1.1 SiNTESE MONETARIA - ATIVO (continua) Saldos em fim de mes MONETARY SURVEY - ASSETS (to be continued) End-of-month figures Atlvos l1qu1dos sabre a extenor (1l Cred1to as admm1strag6es publlcas Cred1to mterno (exceto adm1n1strag6es pubhcas) Par memor1a SiNTESE MONETARIA - PASSIVO (continua<;ao) Saldos em fim de mes MONETARY SURVEY - LIABILITIES (continued) End-of-month figures Em1ssao T1tulos Un1dades de Cap1tal e D1versos Total exceto capital pa: c : reservas (3J(4J (llquidos) Pass1vos ate 2 pubhcas (AP) (mclumdo f1nance1ras f1nance1ras nao an os face a numerano do mercado monetano ;t: n (excetoac) de z a : Adm1n1strag6es Part1culares Soc1edades nao lnst1tuu;6:s Total denommado emlgrantes) monetanas p s:u; F res1dentes (2l Notes and Deposits and deposit-like instruments coins issued f , ,, , , excluding those held by resident MFis (2l General government (GG) Private individuals (including emigrants) Non-financial corporations Non-monetary financial institutions Total 20 21= Securities other than capital Money market funds shares/units Capital and rese1ves (3l(4l Other (net) Total 26= Memo Items: Liabilities up to 2 years vis-a-vis non-monetary resident sector (except CG) ggg ggg (1) Exclui passivos sob a forma de tftulos. I Excludes liabilities for securities issued. (2) Sabre o conceito, ver notas no fim da publica<;i3.o. I For information on this concept see notes at the end of this publication. (3) A n09ao de capital e reservas para fins estatfsticos inclui provisoes para cn ditos de cobran<;a duvidosa. I The capital and reseives definition for statistical purposes includes provisions for non-performing loans. (4) A partir de janeiro de 2003, inclui proveitos par natureza, lfquidos de custos par natureza. I From January 2003 onwards, includes operating income net of operating costs ho

8 B.1.2 CONTRAPARTIDA DA VARIACAO DOS PASS IV OS ATE 2 ANOS FACE AO SETOR NAO MONETARIO EXCETO ADMINISTRACAO CENTRAL (AC)I11121 (continua) Varia96es de saldos em fim de mes COUNTERPARTS TO CHANGES IN LIABILITIES UP TO 2 YEARS VIS-A-VIS NON MONETARY SECTOR EXCEPT CENTRAL GOVERNMENT (CG)I11121 (to be continued) Changes in end-of-month figures gg g 66g gg6 12 g2g g g g g g1o 3 34g g go 6 1go g g6 8 goo.sgo 316 g76.g goo g2 21 ODD 24 38g gss g og osg g g7s g g sg ogg g g g3 10 g6g 10 4g gso g sog 4 gs g g g g gss g g17 7g g2 5 g g g o.g g g g 15.g g 10.1 g g -7.g.g.4.g g g.o g g g.o g o.g s.g g g o.g g.1 1 B.1.2 CONTRAPARTIDA DA VARIACAO DOS PASS IV OS ATE 2 ANOS FACE AO SETOR NAO MONETARIO EXCETO ADMINISTRACAO CENTRAL (AC)I11121 (continua<;ao) Varia96es de saldos em fim de mes COUNTERPARTS TO CHANGES IN LIABILITIES UP TO 2 YEARS VIS-A-VIS NON-MONETARY SECTOR EXCEPT CENTRAL GOVERNMENT (CG)I11121 (continued) Changes in end-of-month figures g 248.g g g g gg g g 66g gg6 4g4-12 g2g g g gs o7g g -1 gos g g g28 1 ggo g og 1 6g g g g go3-1 sgg g og g2g.g g1 8go g g gg -8 g g.g og g g g g g (1) As percentagens correspond em a contrapartidas em percentagem dos passivos ate 2 an os face ao setor nao monetario (exceto administragao central) no infcio do period a. I The percentages are counterparts in percentage of liabilities up to 2 years vis-a-vis non-monetary sector (except central government) in the beginning of the period. (2) Circulagao monetaria e igual a emissao monetaria (sabre o conceito, ver notas no fim da publicagi3.o) deduzida de notas e moedas na posse de outras I FM. I Currency is equal to notes and coins (for information on this concept, see notes at the end of this publication) excluding those held by other MFI. (3) Varia<;6es calculadas cam base em sal dos em fim de mes corrigidos de reclassifica<;6es, de reavalia<;6es cambiais e de pre<;o e de abatimentos ao ativo. I Changes in end-of-month figures corrected of reclassifications, exchange rate changes, price revaluations and write-offs/write-downs. (4) Uquido dos passivos face a administra<;i3.o central. I Net of liabilities vis-a-vis central government g g -2 gs gss -3 g6s.g g g sg6 6 gos g g g g g g g gs g go gs og g gs g 3gs g g g gg go g g6 7 34g 66 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatistico

9 8.1.3 AGREGADOS DE CREDITO INTERNOI11 Taxas de varia9ao anualll DOMESTIC CREDIT AGGREGATESI'I Annual growth ratesll Total non-financial private corporations individuals (3J (1) lnclui cn dito titulado e nao titulado. / Includes securities and loans. (2) Uquido dos passivos face a administra<;i3.o central. I Net of liabilities vis-a-vis central government. (3) lnclui cn dito a emigrantes. / Includes credit to emigrants. 8. PASSIVOS ATE 2 ANOS FACE AO SETOR RESIDENTE NAO MONETARIO (EXCETO ADMINISTRACAO CENTRAL - AC) Saldos em fim de mes LIABILITIES UP TO 2 YEARS VIS-A-VIS NON-MONETARY RESIDENT SECTOR (EXCEPT CENTRAL GOVERNMENT - CG) End-of-month figures Notes and coins issued excluding those held by resident MFI (1l Overnight deposits Repurchase agreements Other deposits and deposit-like instruments (2l Securities Money market Non-monetary other than funds financial capital shares/units institutions General Non-financial Non-specified government sector (except sector (except CG) general goverrnment (3l Other currencies =1+ +6=7+ +10= g ggg gg gg 581 gg gg 445 gg 706 gg gg ODD (1) Sabre o conceito, ver notas no fim da publica<;i3.o. I For information on this concept see notes at the end of this publication. (2) Exceto dep6sitos cam pre-aviso superior a tn s meses. / Excluding deposits redeemable at notice over three months. (3) lnclui emigrantes. / lncludes emigrants. (4) lnclui saldos nas denomina<;6es nacionais do euro. / lncludes balances expressed in the national denominations of the euro. ho

10 8.1.5 POR MEMORIA: EMPRESTIMOS CEDIDOS POR OUTRAS IFM EM OPERACOES DE TITULARIZACAOI'II'I Saldos em fim de mes(jl MEMO ITEMS: LOANS SOLD BY OTHER MFI THROUGH SECURITISATIONI11121 End-of-month figures(jl or res1dente or ni3.o fnance1ro (1) Nao inclui cn dito titulado e inclui apenas os empn stimos que foram retirados do ativo das outras I FM. I Excludes securities and includes only loans redrawn from the other MFis' balance sheet. (2) lnforma<;i3.o desagregada de acordo cam as caracterfsticas originais do cn dito. /The data is brokendown according to its original features. (3) Valores registados em contas extrapatrimoniais. /Values recorded in off-balance sheet accounts. (4) lnclui emigrantes. / Includes emigrants BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatistico

11 B.2.1 BALANCO DO BANCO DE PORTUGAL Saldos em fim de mes BALANCE SHEET OF THE BANCO DE PORTUGAL End-of-month figures At IV OS Pass1vos gg (1) lnclui as responsabilidades par "Emissao monetaria" (sabre o conceito, ver notas no fim da publicagi3.o). / Includes liabilities for "Notes and coins" (for information on this concept, see notes at the end of this publication). (2)A partir de janeiro de 2002, inclui a contrapartida da discrepi3.ncia entre o montante de notas denominadas em euros legalmente emitidas eo montante efetivam ente colocado em circulagao (ver notas no fim da publicagao, sabre o conceito de "Emissao monetaria" ). I Since January 2002 it includes the counterpart of the adjustment between the value of euro banknotes legally issued and the value of the euro banknotes put into circulation (see notes at the end of this publication for information on the concept of "Notes and coins") gg B ATIVOS DO BANCO DE PORTUGAL FACE A RES I DENTES Saldos em fim de mes ASSETS OF THE BANCO DE PORTUGAL VIS-A-VIS RESIDENTS End-of-month figures Soc1edades fnance1ras g D (1) lnclui as "Opera<;6es ocasionais de regulariza<;i3.o de liquidez" e as "Opera<;6es estruturais de ajustamento de liquidez" / Includes "Fine-tuning operations" and "Structural operations" ODD ho

12 B PASSIVOS DO BANCO DE PORTUGAL FACE A RESIDENTES Saldos em fim de mes LIABILITIES OF THE BANCO DE PORTUGAL VIS-A-VIS RESIDENTS End-of-month figures Pass1vos par abson;ao de llquidez ros pass1vos ras 1nstltu1g6es fnance1ras monetanas g 1g 130 1g g go g 444 1g 415 1g 505 1g 742 1g goo g g goo g g goo ODD g g (1) Sabre o conceito, ver notas no fim da publicagao. / For information on this concept, see notes at the end of this publication. (2) lnclui "Dep6sitos a prazo" e "Acordos de recompra". /lncludes "Fixed-tenn deposits" and "Reverse transactions" g g g g 2 36g g g g g g g g g 2g Q1g B ATIVOS DO BANCO DE PORTUGAL FACE A NAO RESIDENTES Por instrumento financeiro e prazo - Saldos em fim de mes ASSETS OF THE BANCO DE PORTUGAL VIS-A-VIS NON-RESIDENTS By financial instrument and maturity - End-of-month figures g g7g 88 go7 g64 11g g g51 1g g 27 25g 36 g67 11 g g g Q8g g g g4g g g16 8g7 g16 g41 g33 g18 g2q g3q g65 g g g go g g go g g7g 4 3Qg 41gQ g g g 813 1g g6g g og g g 450 1g 7g g45 21 ogo g g82 1g g4 1g4 1g4 1g4 1g4 1g4 1g g g 5g g g g4q (1) lnclui o aura afeto a swaps. / lncludes gold swaps. 70 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatistico

13 B PASS IV OS DO BANCO DE PORTUGAL FACE A NAO RESIDENTES Por instrumento financeiro e prazo Saldos em fim de mes LIABILITIES OF THE BANCO DE PORTUGAL VIS-A-VIS NON-RESIDENTS By financial instrument and maturity - End-of-month figures Depos1tos e equ1parados B.2.4 ATIVOS E PASS IV OS DO BANCO DE PORTUGAL FACE A NAO RES I DENTES Por paises da area do euro e fora da area do euro - Saldos em fim de mes ASSETS AND LIABILITIES OF THE BANCO DE PORTUGAL VIS-A-VIS NON-RESIDENTS By euro area and non-euro area countries - End-of-month figures D ho

14

15 B.3.0 BALANCO CONSOLIDADO DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS (RESIDENTES)I'III - ATIVO (continua) Saldos em fim de mes OTHER (RESIDENT) MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS CONSOLIDATED BALANCE SHEETI'III - LIABILITIES (to be continued) End-of-month figures Assets Assets vis-i3.-vis non-residents Assets vis-i3.-vis the non-monetary vis-a-vis Banco de , , -, , resident sector Total Loans Securities Total Portugal( 2 l , , , , Issued by other MFis Issued by other sectors Remaining assets Total assets B.3.0 BALANCO CONSOLIDADO DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS (RESIDENTES)I'III - PASSIVO (continua<;ao) Saldos em fim de mes OTHER (RESIDENT) MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS CONSOLIDATED BALANCE SHEETI'III - LIABILITIES (continued) End-of-month figures Depos1tos e equ1parados de nao res1dentes (1) Sabre metodologias e conceitos ver suplemento 1/01 ao Boleti m Estatfstico de agosto 2001 e notas no fim da publica<;i3.o. Este quadro en contra-se referenciado coma A.3.13 naquele suplemento devido as altera<;oes entretanto ocorridas na numera<;i3.o dos quadros. Devido a atualiza<;i3.o de legisla<;i3.o, sugere-se tambem a consulta do regulamento (CE) N.0 25/2009 do Banco Central Europeu, de 19 de dezembro de 2008, relative ao balan<;o do setor das institui<;oes financeiras monetarias (BCE/2008/32) e da instru<;ao N 12/2010 do Banco de Portugal, de 17 de maio de 2010, relative as estatfsticas de balan<;o e de taxas de jura das institui<;oes financeiras monetarias./ For information on methodologies and concepts please see supplement to the Statistical Bulletin 1/01 of August 2001 and see notes at the end of this publication. This table was referenced as A.3.13 in that supplement due to the changes in the numbering sequence of the tables. Due to updates on legislation, it is also recom mended the consultation of Regulation (EC) No. 25/2009 of the European Central Bank, of 19 December 2008, concerning the balance sheet of the monetary financial institutions sector (ECB/2008/32) and of instruction No. 12/2010 of the Banco de Portugal, of 17 May 2010, concerning the statistics of the balance sheet and interest rate of the monetary financial institutions. (2) A partir de janeiro de 2002 inclui, tambem, as notas e moedas denominadas em euros na posse de outras I FM. I Since January 2002 also includes notes and coins denominated in euros held by other MFis. (3) A no<;. a de capital e reservas para fins estatfsticos inclui provisoes especfficas para credito de cobran<;a duvidosa e credito vencido. Anteriormente as referidas provisoes estavam incluidas nos "Passivos diversos" I The capital and reserves for statistical purposes includes specific provisions for non-performing loans and overdue loans. These provisions were previously included in "Remaining liabilities" (4) lnclui os proveitos par natureza, lfquidos de custos par natureza. / Includes operating income, net from operating costs. (5) 0 conceito estatfstico de provisoes para creditos de cobran<;a duvidosa inclui tambem as provisoes para credito vencido. I The provisions for non-performing loans for statistical purposes includes provisions for overdue loans ho

16 B.3.1 ATIVOS E PASSIVOS DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS FACE A INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS Saldos em fim de mes ASSETS AND LIABILITIES OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-A-VIS MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS End-of-month figures Atlvos Pass1vos Por memona Un1dades de part1c1pagao de fund os do mercado monetano Money market funds shares/units (1) lnclui notas e moedas denominadas em euros. / lncludes notes and coins denominated in euros. B ATIVOS E PASSIVOS DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS FACE A OUTROS INTERMEDIARIOS FINANCEIROS E AUXILIARES FINANCEIROS Saldos em fim de mes ASSETS AND LIABILITIES OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-A-VIS OTHER FINANCIAL INTERMEDIARIES AND FINANCIAL AUXILIARIES End-of-month figures g g 933 g 740 g 526 g 601 g 442 g 720 g 615 g 692 g g SJ (1) A partir de janeiro de 2003 inclui outros passivos a vista. I From January 2003 onwards includes other overnight deposits. 74 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatistico

17 B ATIVOS E PASS IV OS DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS FACE A SOCIEDADES DE SEGUROS E FUNDOS DE PENSOES Saldos em fim de mes ASSETS AND LIABILITIES OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-A-VIS INSURANCE CORPORATIONS AND PENSION FUNDS End-of-month figures AtiVOS Pass1vos g g 2 g g6o 4 67g og g g15 1 g4g gg5 1 ag g63 1 g g42 2 g6o g g gg6 3 g67 3 g24 3 6og g g6 3 76g agg g go5 go3 1 og6 1 og5 1 og6 1 og7 1 og6 g ag3 ag3 ag3 4 oog g7o g go g 237 g g gg7 g 081 g 094 g 644 g g5g g (1) A partir de janeiro de 2003 inclui outros passivos a vista. I From January 2003 onwards includes other overnight deposits B ATIVOS E PASSIVOS DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MO NET ARIAS FACE A ADMINISTRACAO CENTRAL Saldos em fim de mes ASSETS AND LIABILITIES OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-A-VIS CENTRAL GOVERNMENT End-of-month figures g g g g g g g 323 g g g g1o g ag4 22 6g g 677 2g g1g 26 4g g g g g g g 26 g74 28 g74 2g 102 2g 3g g4g BOO go gg 7ga 1 3g7 852 g4o g4 4 g go 7 go g13 g 315 g g g g g5o g g g g g6g 11 4g g (1)A partir dejaneiro de 2003 inclui outros passivos a vista. / From January 2003 onwards includes other overnight deposits. ho

18 ATIVOS DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS FACE As ADMINISTRACOES PUBLICAS EXCETO ADMINISTRACAO CENTRAL Saldos em fim de mes ASSETS OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-A-VIS GENERAL GOVERNMENT EXCEPT CENTRAL GOVERNMENT End-of-month figures lnstrumento f1nance1ro or lnst1tuc1onal PASSIVOS DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS FACE As ADMINISTRACOES PUBLICAS EXCETO ADMINISTRACAO CENTRAL Saldos em fim de mes LIABILITIES OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-A-VIS GENERAL GOVERNMENT EXCEPT CENTRAL GOVERNMENT End-of-month figures ODD (1) A partir de janeiro de 2003 inclui outros passivos a vista. I From January 2003 onwards includes other overnight deposits. 76 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatistico

19 B.3.4 ATIVOS E PASS IV OS DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS FACE A SOCIEDADES NAO FINANCEIRAS Saldos em fim de mes ASSETS AND LIABILITIES OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-A-VIS NON-FINANCIAL CORPORATIONS End-of-month figures AtiVOS Pass1vos g g g g g g ag g1g 10g g g 3gg g g ga g2g g gsa g6 5 g g2 6 87g go 8 2g3 8 g61 g g g ga g gg aog go 4 ago 4 gg6 4 g6g 4 g7a 4 g gas g ga gg7 140 g61 13g g g25 13g 13g oga g go g g g g5o 12 7g g o6g 17 g7o 1g 800 1g g g g gg g gg g g g g g3 32 (1)A partir dejaneiro de 2003 inclui outros passivos a vista. / From January 2003 onwards includes other overnight deposits. B.3.5 ATIVOS E PASS IV OS DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS FACE A PARTICULARES Saldos em fim de mes ASSETS AND LIABILITIES OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-A-VIS PRIVATE INDIVIDUALS End-of-month figures Pass1vos g go 656 g og ga ga4 g g g3 51g g3 10g g g g g g g g g 7g2 13g g g g g gg g3 10g g 6og 110 2ga ag g g g g ag ag6 2 7g g oga 5 g56 5 g g g ga g g 4gg 11g g g g ho

20 8.3.6 ATIVOS E PASS IV OS DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS FACE A EMIGRANTES Saldos em fim de mes ASSETS AND LIABILITIES OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-A-VIS EMIGRANTS End-of-month figures AtiVOS Pass1vos (1) lnclui a conta poupanga emigrante. / lncludes emigrants' savings deposits ATIVOS DAS OUTRAS INSTITUICOES FINANCEIRAS MONETARIAS FACE A NAO RES I DENTES Saldos em fim de mes ASSETS OF OTHER MONETARY FINANCIAL INSTITUTIONS VIS-A-VIS NON-RESIDENTS End-of-month figures lnst1tuu;6es Adm n strag6es Soc1edades Part1culares(3J Numerand1l Depos1tos ros Cred1tos de T1tulos Ag6es e transfenve1s depos1tos e cobranga exceto outras 8 f1nance1ras publlcas nao equiparados duv1dosa agoes( 2J part1c1pag6es anc nao f1nance1ras 1 Notes and coins(1l Transferable deposits Other deposits and deposit-like instruments Nonperforming loans Securities other than shares( 2 l Financial instrument Shares and centra1s Sede e outras monetanas sucursa1s da propna 1nst1tuu;ao Monetary financial institutions other equity f- - - C - e - n - trā 1-, ' th _ e _ r M - F - I-1s banks(1 1 f-- 0ē - pa _ rt _ m _ ēnt - s -, - -- Ōt - hēr-1 abroad Nonmonetary financial institutions 10 General government 11 Nonfinancial corporations Institutional sector 12 Private individuals(3l 1 3 Total Total 14=1+.6= OB gg g 146 g 882 g (1) Nao inclui notas e moedas denominadas em euros na posse das outras IFM que sao consideradas uma disponibilidade face ao Banco de Portugal. / Does not include notes and coins denominated in euros held by other MFis, which are viewed as an asset vis-i3.-vis the Banco de Portugal. (2) lnclui unidades de participagao de fund os do mercado monetario e tftulos do mercado monetario. / Includes money market funds shares/units and money market paper. (3) Nao inclui emigrantes. I Excludes emigrants BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatistico

ESTATISTICAS MONETARIAS E FINANCEIRAS

ESTATISTICAS MONETARIAS E FINANCEIRAS ESTATISTICAS MONETARIAS E FINANCEIRAS MONETARY AND FINANCIAL STATISTICS Agregados monetarios e principais contrapartidas 8.0 Monetary aggregates and main counterparts Sfntese monetaria 8.1 Monetary survey

Leia mais

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1)

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1) B.0.1 AGREGADOS MONETÁRIOS DA ÁREA DO EURO (a) EURO AREA MONETARY AGGREGATES (a) Saldos em fim de mês End-of-month figures Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank M3 Circulação monetária

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Internet online access to the Banco de Portugal Statistical Interactive Database O BPstat Estatísticas online

Leia mais

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Internet online access to the Banco de Portugal Statistical Interactive Database O BPstat Estatísticas online

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO STATISTICAL BULLETIN

BOLETIM ESTATÍSTICO STATISTICAL BULLETIN BOLETIM ESTATÍSTICO STATISTICAL BULLETIN 4 2011 Lisboa, 2011 Disponível em www.bportugal.pt Publicações Estatísticas Banco de Portugal EUROSISTEMA Banco de Portugal Departamento de Estatística Edifício

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 8 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 8 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO Statistical Bulletin 8 2015 Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO 2015 Banco de Portugal Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 2 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt

BOLETIM ESTATÍSTICO. Statistical Bulletin 2 2015. Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO Statistical Bulletin 2 2015 Lisboa, 2015 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO 2015 Banco de Portugal Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional Quarterly Financial National Accounts by Institutional Sector

Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional Quarterly Financial National Accounts by Institutional Sector Estatísticas Temáticas de Conjuntura 21 de abril de 2016 April, 21, 2016 Contas Nacionais Trimestrais Financeiras por Sector Institucional by Institutional Sector - 2006 a 2015 - - 2006 to 2015 - Dados

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de fevereiro de 2012

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de fevereiro de 2012 Nota de Informação Estatística Lisboa, 2 de fevereiro de 212 Novo capítulo do Boletim Estatístico relativo ao endividamento do setor não financeiro O Banco de Portugal inicia hoje a publicação do novo

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO. Dezembro Disponível em - Publicações e Estatísticas. Banco de Portugal

BOLETIM ESTATÍSTICO. Dezembro Disponível em  - Publicações e Estatísticas. Banco de Portugal BOLETIM ESTATÍSTICO Dezembro 2003 Disponível em www.bportugal.pt - Publicações e Estatísticas Banco de Portugal Special Data Dissemination Standard Em Abril de 1996 o Fundo Monetário Internacional (FMI)

Leia mais

Angola Estatísticas Monetárias. Angola Monetary Statistics. I.A.2 Agregados Monetários Monetary Aggregates

Angola Estatísticas Monetárias. Angola Monetary Statistics. I.A.2 Agregados Monetários Monetary Aggregates Angola Estatísticas Monetárias Índice Angola Monetary Statistics Table of Contents Nova Série das Estatísticas Monetárias e Financeiras Monetary and Financial Statistics New Series I.A Panorama monetário

Leia mais

BOLETIM ESTATÍSTICO JUN. 2016

BOLETIM ESTATÍSTICO JUN. 2016 BOLETIM ESTATÍSTICO JUN. 2016 Av. 4 de Fevereiro, nº 151 - Luanda, Angola Caixa Postal 1243 Tel: (+244) 222 679 200 - Fax: (+244) 222 339 125 www.bna.ao 2 Índice Geral ÍNDICE DOS PRINCIPAIS AGREGADOS E

Leia mais

II Seminário sobre o SCN - Brasil Referência 2010. Atividade Financeira

II Seminário sobre o SCN - Brasil Referência 2010. Atividade Financeira II Seminário sobre o SCN - Brasil Referência 2010 Atividade Financeira Coordenação de Contas Nacionais/IBGE (São Paulo, 19 de junho de 2013) 1 Setor Institucional Empresas Financeiras Unidades institucionais

Leia mais

Banco de Portugal divulga novas séries estatísticas

Banco de Portugal divulga novas séries estatísticas N.º 11 outubro 214 Banco de Portugal divulga novas séries estatísticas O Banco de Portugal publica hoje novas séries estatísticas nos seguintes domínios: Estatísticas de instituições financeiras não monetárias,

Leia mais

Boletim Estatístico. Statistical Bulletin BANCO DE PORTUGAL E U R O S I S T E M A

Boletim Estatístico. Statistical Bulletin BANCO DE PORTUGAL E U R O S I S T E M A BANCO DE PORTUGAL E U R O S I S T E M A Boletim Estatístico Statistical Bulletin 2 2016 BOLETIM ESTATÍSTICO Statistical Bulletin 2 2016 Lisboa, 2016 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO 2016 Banco de

Leia mais

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal

Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Acesso online através da Internet à Base de Dados Estatística Interativa do Banco de Portugal Internet online access to the Banco de Portugal Statistical Interactive Database O BPstat Estatísticas online

Leia mais

Estatísticas do Setor Externo Adoção da 6ª Edição do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimentos (BPM6)

Estatísticas do Setor Externo Adoção da 6ª Edição do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimentos (BPM6) Estatísticas do Setor Externo Adoção da 6ª Edição do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimentos (BPM6) Nota Metodológica nº 4 Dívida externa Junho de 2015 1. Introdução A

Leia mais

NOT AS EX PLICA TIVAS

NOT AS EX PLICA TIVAS NOTAS NOTES NOT AS EX PLICA TIVAS EXPLANATORY NOTES B. ESTATiSTICAS MONETARIAS E FINANCEIRAS B. MONETARY AND FINANCIAL STATISTICS Emissao monetaria Notes and coins Ate Dezembro de 2001, o valor de emissao

Leia mais

Estatísticas sobre ativos financeiros internacionais dos bancos portugueses em base consolidada

Estatísticas sobre ativos financeiros internacionais dos bancos portugueses em base consolidada N.º 13 novembro 215 Estatísticas sobre ativos financeiros internacionais dos bancos portugueses em base consolidada O Banco de Portugal inicia hoje a publicação, no Boletim Estatístico (quadros C.5.1 a

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de Outubro de 2010

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de Outubro de 2010 Nota de Informação Estatística, 20 de Outubro de 2010 Novos quadros de informação estatística da Central de Responsabilidades de Crédito - empréstimos concedidos pelo sistema financeiro residente a particulares

Leia mais

REGULAMENTO (UE) 2015/1599 DO BANCO CENTRAL EUROPEU

REGULAMENTO (UE) 2015/1599 DO BANCO CENTRAL EUROPEU 24.9.2015 L 248/45 REGULAMENTO (UE) 2015/1599 DO BANCO CENTRAL EUROPEU que altera o Regulamento (UE) n. o de 10 de setembro de 2015 1333/2014 relativo às estatísticas de mercados monetários (BCE/2015/30)

Leia mais

Portugal Enquadramento Económico

Portugal Enquadramento Económico Portugal Enquadramento Económico Fonte: INE PIB e Procura Interna em Volume (Tvh) em % do PIB 40 35 30 25 20 15 10 5 0 Formação bruta de capital fixo (total economia) FBCF excepto Construção FBCF Construção

Leia mais

Rating soberano do Brasil

Rating soberano do Brasil Rating soberano do Brasil Regina Nunes Presidente Standard & Poor s no Brasil Outubro 2014 Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of

Leia mais

GERDAU. 1 o Trim. 2001

GERDAU. 1 o Trim. 2001 GERDAU Informações Relevantes 2 o Trimestre de Senhores Acionistas: O ano de iniciou-se movido pelo bom desempenho econômico brasileiro do ano anterior: forte crescimento industrial, inflação sob controle,

Leia mais

Apresentação de contas de 2011. 02 de Maio de 2012

Apresentação de contas de 2011. 02 de Maio de 2012 Apresentação de contas de 02 de Maio de 2012 Balanço balanço simplificado Milhões de euros 2010 (Reexpresso) Variação Valor % Ouro 14 964 12 979 1 985 15,29% Activos de Gestão Activos de Política Monetária

Leia mais

Boletim estatístico Statistical Bulletin

Boletim estatístico Statistical Bulletin Boletim estatístico Statistical Bulletin 9 2017 Lisboa, 2017 www.bportugal.pt BOLETIM ESTATÍSTICO 2017 Banco de Portugal Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

Statistics on foreign financial claims of Portuguese banks on a consolidated basis

Statistics on foreign financial claims of Portuguese banks on a consolidated basis No 13 November 215 Statistics on foreign financial claims of Portuguese banks on a consolidated basis Banco de Portugal will publish statistical information in the Statistical Bulletin (Tables C.5.1 to

Leia mais

Banco de Portugal divulga estatísticas de balanço e taxas de juro dos bancos relativas a 2013

Banco de Portugal divulga estatísticas de balanço e taxas de juro dos bancos relativas a 2013 N.º fevereiro Banco de Portugal divulga estatísticas de balanço e taxas de juro dos bancos relativas a Estatísticas de balanço Aplicações Crédito interno Em e pelo terceiro ano consecutivo, o crédito interno

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 060 Balanços em 31 de Dezembro de 2007 e 2006 Balance at 31 December 2007 and 2006 Activo Assets 2007 2006

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Abril de 2011

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Abril de 2011 Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Abril de 211 Banco de Portugal divulga Contas Nacionais Financeiras para 21 O Banco de Portugal divulga hoje no Boletim Estatístico e no BPstat Estatísticas

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 068 Balanços em 31 de Dezembro de 2008 e 2007 Balance at 31 December 2008 and 2007 Activo Assets 2008 2007

Leia mais

RELATÓRIO & CONTAS Liquidação

RELATÓRIO & CONTAS Liquidação Fundo Especial de Investimento Aberto CAIXA FUNDO RENDIMENTO FIXO IV (em liquidação) RELATÓRIO & CONTAS Liquidação RELATÓRIO DE GESTÃO DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATÓRIO DO AUDITOR EXTERNO CAIXAGEST Técnicas

Leia mais

Banco de Portugal divulga estatísticas de balanço e taxas de juro dos bancos relativas a 2014

Banco de Portugal divulga estatísticas de balanço e taxas de juro dos bancos relativas a 2014 N.º 3 fevereiro 215 Banco de Portugal divulga estatísticas de balanço e taxas de juro dos bancos relativas a 21 O Banco de Portugal publica hoje, no Boletim Estatístico, as estatísticas de balanço e de

Leia mais

NºAULAS PONTO PROGRAMA Cap. 35 1 1 INTRODUÇÃO 1

NºAULAS PONTO PROGRAMA Cap. 35 1 1 INTRODUÇÃO 1 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA CURSO de ECONOMIA 2004-2005 NºAULAS PONTO PROGRAMA Cap. 35 1 1 INTRODUÇÃO 1 Porquê estudar mercados financeiros? Porquê estudar os bancos e as outras instituições financeiras?

Leia mais

Demonstrações Financeiras. Financial Statements

Demonstrações Financeiras. Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras em 31 de dezembro de 2015 Financial Statements as of december 31st, 2015 2. Balanço Balance Sheet CODIPOR ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA

Leia mais

IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 8 PROVEITOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os proveitos correntes do exercício.

IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 8 PROVEITOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os proveitos correntes do exercício. Anexo à Instrução nº 4/96 IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 8 PROVEITOS POR NATUREZA As contas desta classe registam os proveitos correntes do exercício. 80 - JUROS E PROVEITOS EQUIPARADOS Proveitos

Leia mais

QUADRO M2 DISTRIBUIÇÃO DE ALGUMAS RESPONSABILIDADES POR PRAZOS

QUADRO M2 DISTRIBUIÇÃO DE ALGUMAS RESPONSABILIDADES POR PRAZOS Anexo à Instrução nº 2/96 ESTATÍSTICAS MONETÁRIAS E FINANCEIRAS (Nome da Instituição) QUADRO M2 DISTRIBUIÇÃO DE ALGUMAS RESPONSABILIDADES POR PRAZOS SM (Responsável pela informação) 410 (Milhões de escudos)

Leia mais

Indicadores Económico Financeiros da Empresa e do Sector Ana Margarida de Almeida

Indicadores Económico Financeiros da Empresa e do Sector Ana Margarida de Almeida Indicadores Económico Financeiros da Empresa e do Sector Ana Margarida de Almeida TÓPICOS 1. Central de Balanços 2. Quadros da Empresa e do Sector 3. Estatísticas da Central de Balanços 4. Bases de dados

Leia mais

Senhores Acionistas: FATURAMENTO CRESCE 47% E SUPERA A MARCA DOS R$ 4 BILHÕES

Senhores Acionistas: FATURAMENTO CRESCE 47% E SUPERA A MARCA DOS R$ 4 BILHÕES Senhores Acionistas: Após sofrer o impacto causado pela desvalorização da moeda brasileira no início de 1999, a economia do País, de um modo geral, mostrou resultados bastante positivos no encerramento

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD PRESENTATION APIMEC BRASÍLIA ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD 1 1 Brasília, February, 5th 2015 Ellen Regina Steter WORLD

Leia mais

CONTAS NACIONAIS / NATIONAL ACCOUNTS

CONTAS NACIONAIS / NATIONAL ACCOUNTS MZ:2011:05 CONTAS NACIONAIS / NATIONAL ACCOUNTS Relatório duma missão ao Instituto Nacional de Estatística, Maputo, Moçambique Report from a mission to the National Statistical Institute of Mozambique,

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Julho de 2009

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Julho de 2009 Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Julho de 2009 Balanço e demonstração de resultados da actividade consolidada do sistema bancário 1. O Banco de Portugal retoma nesta edição do Boletim Estatístico

Leia mais

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %)

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %) Brasil e Coréia: Qualquer similaridade é mera coincidência? a Faz algum tempo que argumentamos sobre as lições importantes que a Coréia oferece ao Brasil. O país possui grau de investimento há muitos anos,

Leia mais

ANEXO II (PARTE 3) CORRESPONDÊNCIA ENTRE TIPOS DE CRÉDITO DA CRC E AS NCA Contas Individuais

ANEXO II (PARTE 3) CORRESPONDÊNCIA ENTRE TIPOS DE CRÉDITO DA CRC E AS NCA Contas Individuais Anexo à Instrução nº 7/2006 ANEXO II (PARTE ) CORRESPONDÊNCIA ENTRE TIPOS DE CRÉDITO DA CRC E AS NCA Contas Individuais As contas abaixo referenciadas são meramente indicativas, pelo que apenas deverão

Leia mais

Insurance Sector Sector Segurador. Insurance Sector Sector Segurador. dossiers. Banking and Insurance. Banca e Seguros

Insurance Sector Sector Segurador. Insurance Sector Sector Segurador. dossiers. Banking and Insurance. Banca e Seguros dossiers Banking and Insurance Banca e Last Update Última Actualização: 21/4/214 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 214 Portugal Economy Probe PE Probe

Leia mais

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China Last Update Última Actualização: 10-02-2015 Prepared

Leia mais

ASSUNTO: Reservas Mínimas do SEBC a partir de 1/01/1999

ASSUNTO: Reservas Mínimas do SEBC a partir de 1/01/1999 Banco de Portugal Carta-Circular nº 1 /99/DDE/DOC, de 07-01-1999 ASSUNTO: Reservas Mínimas do SEBC a partir de 1/01/1999 Como foi oportunamente divulgado está essa instituição sujeita, a partir de 1 de

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Sociodemographic profile Real delivery Panel IR% Total panelists: 10.382 90,7% Sex Man 4.231

Sociodemographic profile Real delivery Panel IR% Total panelists: 10.382 90,7% Sex Man 4.231 1 / 14 Bank Panel Portugal Features Panel size (ISO): 32.637 People profiled (ISO): 11.557 Estimated response rate (ISO): 41% Updated: 15/12/2014 Size (ISO): number of panelists according to ISO 26362

Leia mais

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008 1.6 Faturamento 1966/008 Revenue 1966/008 1966 1967 1968 1969 1970 1971 197 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 198 AUTOVEÍCULOS VEHICLES 7.991 8.11 9.971 11.796 13.031 15.9 17.793 0.78 3.947 6.851 6.64

Leia mais

Pension Fund Investment Strategy in Brazil. Ms. Solange Vieira. (Room Document N 28, Session 5)

Pension Fund Investment Strategy in Brazil. Ms. Solange Vieira. (Room Document N 28, Session 5) Pension Fund Investment Strategy in Brazil Ms. Solange Vieira (Room Document N 28, Session 5) System Overview Public % Private % Total Assets ( R$ milhões) 116.895 63 68.182 37 185.077 Workers 601.514

Leia mais

Notice to the Market

Notice to the Market Notice to the Market Recife, January 6, 2016, Ser Educacional (BM&FBOVESPA SEER3, Bloomberg SEER3:BZ and Reuters SEER3.SA), one of the largest private education groups in Brazil and the leader in the Northeast

Leia mais

O Sistema Expectativas de Mercado: Ferramenta de Suporte à Política Monetária

O Sistema Expectativas de Mercado: Ferramenta de Suporte à Política Monetária O Sistema Expectativas de Mercado: Ferramenta de Suporte à Política Monetária André Marques Março de 2015 I. Histórico II. Características Principais III. Relatórios IV. Uso no Processo de Política Monetária

Leia mais

Public Debt Dívida Pública. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica. Conjuntura Económica. Estado e Governo. Public Debt / Dívida Pública

Public Debt Dívida Pública. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica. Conjuntura Económica. Estado e Governo. Public Debt / Dívida Pública dossiers Economic Outlook Conjuntura Public Debt Dívida Pública Last Update Última Actualização:08/12/2015 Portugal Economy Probe (PE Probe) Prepared by PE Probe Preparado por PE Probe Copyright 2015 Portugal

Leia mais

INTRODUCTION 3 A. CURRENT NET VALUE OF THE PORTFOLIO (IN MILLION USD) 4 B. GEOGRAPHICAL COMPOSITION BY DURATION 4

INTRODUCTION 3 A. CURRENT NET VALUE OF THE PORTFOLIO (IN MILLION USD) 4 B. GEOGRAPHICAL COMPOSITION BY DURATION 4 TABLE OF CONTENTS INTRODUCTION 3 A. CURRENT NET VALUE OF THE PORTFOLIO (IN MILLION USD) 4 B. GEOGRAPHICAL COMPOSITION BY DURATION 4 C. PORTFOLIO COMPOSITION BY ASSET CLASSES 5 D. HOLDINGS WITH HIGH AND

Leia mais

As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem:

As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem: Aula Teórica nº 12 Sumário: Um modelo macroeconómico de economia aberta As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem: exportações líquidas investimento externo líquido taxas de

Leia mais

NOTICE OF SUCCESSORS. Issue of Up to 100,000 Pro-Rata Basket Credit Linked Securities due issued by Deutsche Bank AG, London (the "Issuer")

NOTICE OF SUCCESSORS. Issue of Up to 100,000 Pro-Rata Basket Credit Linked Securities due issued by Deutsche Bank AG, London (the Issuer) NOTICE OF SUCCESSORS Issue of Up to 100,000 Pro-Rata Basket Credit Linked Securities due 2017 issued by Deutsche Bank AG, London (the "Issuer") under its TM Programme (ISIN: XS0461349747) NOTICE TO THE

Leia mais

Estatísticas das Finanças Públicas

Estatísticas das Finanças Públicas Departamento de Estatística Área de Contas Nacionais Financeiras e de Estatísticas de Títulos Estatísticas das Finanças Públicas Dezembro de 2009 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 I CARACTERIZAÇÃO GERAL... 3 1. Versão/Data...

Leia mais

1. THE ANGOLAN ECONOMY

1. THE ANGOLAN ECONOMY BPC IN BRIEF ÍNDICE 1. THE ANGOLAN ECONOMY 2. EVOLUTION OF THE BANK SECTOR 3. SHAREHOLDERS 4. BPC MARKET RANKING 5. FINANCIAL INDICATORES 6. PROJECTS FINANCE 7. GERMAN CORRESPONDENTS 1. THE ANGOLAN ECONOMY

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO 4Q08 Results Conference Call Friday: March 13, 2008 Time: 12:00 p.m (Brazil) 11:00 a.m (US EDT) Phone: +1 (888) 700.0802 (USA) +1 (786) 924.6977 (other countries)

Leia mais

Anexo à Instrução 11/96

Anexo à Instrução 11/96 Anexo à Instrução 11/96 SOCIEDADES CORRETORAS Sociedade... SITUAÇÃO ANALÍTICA EM / / SALDOS DEVEDORES 10 - CAIXA VALORES (em contos) 11 - DEPÓSITOS À ORDEM NO BANCO DE PORTUGAL 12 - DISPONIBILIDADES SOBRE

Leia mais

Balanças Corrente e de Capital Current and Capital Accounts

Balanças Corrente e de Capital Current and Capital Accounts - Agosto de 2011 - - August, 2011 - Fonte / Source: BdP Nota: PIB ajustado de sazonalidade. Fonte INE. Note: Seasonally adjusted GDP. Source INE. 1 Índice / Index 1. / Capital and Current Accounts / /

Leia mais

1 Instruções gerais para os dois formulários. 2 Instruções para o formulário relativo ao total dos ativos. Fevereiro de 2015.

1 Instruções gerais para os dois formulários. 2 Instruções para o formulário relativo ao total dos ativos. Fevereiro de 2015. Instruções para preenchimento dos formulários relativos ao total dos ativos e das posições em risco para efeitos de recolha dos fatores de taxa utilizados no cálculo das taxas de supervisão Fevereiro de

Leia mais

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio COSEC 8 de Agosto de 2011 Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Mitos e Mistérios do Mercado

Leia mais

Manual de Instruções do Banco de Portugal. Instrução nº 13/2009. ASSUNTO: Informações periódicas de liquidez

Manual de Instruções do Banco de Portugal. Instrução nº 13/2009. ASSUNTO: Informações periódicas de liquidez Manual de Instruções do Banco de Portugal Instrução nº 13/2009 ASSUNTO: Informações periódicas de liquidez Considerando que o Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras prevê, no

Leia mais

IV JORNADAS IBERO-ATLÂNTICAS DE ESTATÍSTICAS REGIONAIS 22 e 23 de junho de 2012 ESTATÍSTICAS FINANCEIRAS REGIONAIS. João Cadete de Matos

IV JORNADAS IBERO-ATLÂNTICAS DE ESTATÍSTICAS REGIONAIS 22 e 23 de junho de 2012 ESTATÍSTICAS FINANCEIRAS REGIONAIS. João Cadete de Matos 22 e 23 de junho de 2012 ESTATÍSTICAS FINANCEIRAS REGIONAIS João Cadete de Matos 1ª Parte Estatísticas do Banco de Portugal Estatísticas Financeiras Regionais 2 Evolução da difusão Estatística no Banco

Leia mais

Depósito Indexado, denominado em Euros, pelo prazo de 6 meses (184 dias), não mobilizável antecipadamente.

Depósito Indexado, denominado em Euros, pelo prazo de 6 meses (184 dias), não mobilizável antecipadamente. Designação Classificação Depósito Indexado EUR/USD No Touch II Produto Financeiro Complexo Depósito Indexado Depósito Indexado, denominado em Euros, pelo prazo de 6 meses (184 dias), não mobilizável antecipadamente.

Leia mais

IV.2 - LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os custos correntes do exercício

IV.2 - LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os custos correntes do exercício Anexo à Instrução nº 5/96 IV.2 - LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA As contas desta classe registam os custos correntes do exercício 70 - JUROS E CUSTOS EQUIPARADOS 703 - Juros de recursos

Leia mais

Resultados consolidados do Banco BPI no 1.º semestre de 2011

Resultados consolidados do Banco BPI no 1.º semestre de 2011 www.ir.bpi.pt BANCO BPI, S.A. - Sociedade aberta Capital Social: 990 000 000 euros; Pessoa Colectiva n.º 501 214 534 Matrícula na Conservatória do Registo Comercial do Porto, sob o n.º 501 214 534 Sede:

Leia mais

Balanço de Pagamentos (BP)

Balanço de Pagamentos (BP) Balanço de Pagamentos (BP) Trata-se do registro sistemático das transações entre residentes e não residentes de um país num determinado período de tempo. Portanto, o estudo do BP torna-se relevante, uma

Leia mais

Estatísticas de Balanço das Instituições Financeiras Monetárias

Estatísticas de Balanço das Instituições Financeiras Monetárias Departamento de Estatística Área de Estatísticas Monetárias e Financeiras e de Centralização das Responsabilidades de Crédito Estatísticas de Balanço das Instituições Financeiras Monetárias Documento Metodológico

Leia mais

CLASSE 9 CONTAS EXTRAPATRIMONIAIS

CLASSE 9 CONTAS EXTRAPATRIMONIAIS Anexo à Instrução nº 4/96 CLASSE 9 CONTAS EXTRAPATRIMONIAIS As contas desta classe registam as responsabilidades ou compromissos assumidos pela instituição ou por terceiros perante esta e que não estão

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ALGARVE. GESTÃO BANCÁRIA Anexo 5

UNIVERSIDADE DO ALGARVE. GESTÃO BANCÁRIA Anexo 5 UNIVERSIDADE DO ALGARVE FACULDADE DE ECONOMIA GESTÃO BANCÁRIA Anexo 5 Fernando Félix Cardoso Outubro 2004 1 Mercado Monetário 2 Mercado Monetário O Mercado Monetário é o segmento do mercado financeiro

Leia mais

Informacao Publica Inicial. Estado de Mato Grosso. 27 de agosto de 2012

Informacao Publica Inicial. Estado de Mato Grosso. 27 de agosto de 2012 Informacao Publica Inicial Estado de Mato Grosso 27 de agosto de 2012 Item 1 Item 2 Item 3 Exportacao Brasileira, ranking por Estados entre 2008 e 2011 Comercio Exterior Mato-Grossense Evolucao das Exportacoes

Leia mais

Mestrado em Economia Monetária e

Mestrado em Economia Monetária e Mestrado em Economia Monetária e Financeira Ficha de Unidade Curricular Nome da Unidade Curricular (NUC) Departamento Área Científica Activa nos Planos Curriculares Estado Código da disciplina Nome (pt)

Leia mais

Indicadores de Conjuntura 4 2009. Disponível em www.bportugal.pt Publicações

Indicadores de Conjuntura 4 2009. Disponível em www.bportugal.pt Publicações Indicadores de Conjuntura 2009 Disponível em www.bportugal.pt Publicações ENQUADRAMENTO DA ECONOMIA PORTUGUESA Na reunião de 2 de Abril, o Conselho do Banco Central Europeu (BCE) reduziu as taxas de juro

Leia mais

O Futuro da Gestão no Brasil e no Exterior

O Futuro da Gestão no Brasil e no Exterior O Futuro da Gestão no Brasil e no Exterior 7º Congresso ANBIMA de Fundos de Investimento São Paulo, 14 de maio 2013 Daniel Celeghin, Sócio Resumo 1. Quem somos 2. Perspectiva ex-brasil : cinco fatores

Leia mais

Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga)

Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga) G1 Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga) 35 3 25 Em percentagem 2 15 1 5 Jan-91 Jan-92 Jan-93 Jan-94 Jan-95 Jan-96 Jan-97Jan-98 Jan-99 Jan- Jan-1 Sociedades não Financeiras

Leia mais

Programa de Assistência Económica e Financeira Medidas para assegurar a estabilidade do sistema bancário 1

Programa de Assistência Económica e Financeira Medidas para assegurar a estabilidade do sistema bancário 1 Programa de Assistência Económica e Financeira Medidas para assegurar a estabilidade do sistema bancário 1 O sistema bancário português tem vindo a apresentar uma forte capacidade de resistência e adaptação,

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

BPI MONETÁRIO CURTO PRAZO FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO ABERTO

BPI MONETÁRIO CURTO PRAZO FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO ABERTO BPI MONETÁRIO CURTO PRAZO FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO ABERTO Demonstrações Financeiras em 31 de Dezembro de 2010 acompanhadas do Relatório de Auditoria BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 Activo Mais-

Leia mais

Em Agosto de 2014, o indicador de sentimento económico diminuiu na União Europeia (-1.2 pontos) e na Área Euro (-1.5 pontos).

Em Agosto de 2014, o indicador de sentimento económico diminuiu na União Europeia (-1.2 pontos) e na Área Euro (-1.5 pontos). Ago-04 Ago-05 Ago-06 Ago-07 Ago-08 Ago-09 Ago-10 Ago-11 Ago-12 Ago-13 Ago-14 Análise de Conjuntura Setembro 2014 Indicador de Sentimento Económico Em Agosto de 2014, o indicador de sentimento económico

Leia mais

relatório e contas 2012 Volume 2 demonstrações financeiras consolidadas

relatório e contas 2012 Volume 2 demonstrações financeiras consolidadas relatório e contas 2012 Volume 2 demonstrações financeiras consolidadas relatório e contas 2012 Volume 2 demonstrações financeiras consolidadas Índice 01 02 Demonstrações financeiras consolidadas 6 Demonstração

Leia mais

SECTOR OF ACTIVIITY FOOD ENERGY COTTON BIODIESEL SOYA VEGETAL OIL CORN ETHANOL

SECTOR OF ACTIVIITY FOOD ENERGY COTTON BIODIESEL SOYA VEGETAL OIL CORN ETHANOL Results 08/15/2011 SECTOR OF ACTIVIITY FOOD ENERGY COTTON SOYA CORN BIODIESEL VEGETAL OIL ETHANOL BRAZILIAN BIODIESEL MARKET 2005 2007 Blend: up to 2% 1st Sem/08 Blend: min. 2% Jul/08 Jun/09 Blend: min.

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 10.01.2000 COM(1999) 749 final 2000/0019 (COD) Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO que altera o Regulamento (CE) n.º 2223/96 no que

Leia mais

Banco de Portugal. Suplemento 1 2008 ao Boletim Estatístico. Maio 2008

Banco de Portugal. Suplemento 1 2008 ao Boletim Estatístico. Maio 2008 Banco de Portugal EUROSISTEMA Suplemento 1 2008 ao Boletim Estatístico Maio 2008 Disponível em www.bportugal.pt Publicações e Estatísticas BANCO DE PORTUGAL Departamento de Estatística Av. Almirante Reis,

Leia mais

Schmidt, Valois, Miranda, Ferreira & Agel - Advogados

Schmidt, Valois, Miranda, Ferreira & Agel - Advogados Schmidt, Valois, Miranda, Ferreira & Agel - Advogados Deuxièmes rencontres Franco - Brésiliennes de la Société de Législation Comparée Contractual Renegotiation with Public Entities June - 2010 Index Principles

Leia mais

IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os custos correntes do exercício.

IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os custos correntes do exercício. Anexo à Instrução nº 4/96 IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA As contas desta classe registam os custos correntes do exercício. 70 - JUROS E CUSTOS EQUIPARADOS Encargos financeiros

Leia mais

Organização do Mercado de Capitais Português

Organização do Mercado de Capitais Português Instituto Superior de Economia e Gestão Organização do Mercado de Capitais Português Docente: Discentes : Prof. Dra. Raquel Gaspar Inês Santos João Encarnação Raquel Dias Ricardo Andrade Temas a abordar

Leia mais

Consolidated Results for the 1st Quarter 2017

Consolidated Results for the 1st Quarter 2017 SAG GEST Soluções Automóvel Globais, SGPS, SA Listed Company Estrada de Alfragide, nº 67, Amadora Registered Share Capital: 169,764,398 euros Registered at the Amadora Registrar of Companies under the

Leia mais

Banco de Portugal. Statistics Department. Av. Almirante Reis, 71/3º. 1150-012 Lisboa, Portugal. Distribution. Administrative Services Department

Banco de Portugal. Statistics Department. Av. Almirante Reis, 71/3º. 1150-012 Lisboa, Portugal. Distribution. Administrative Services Department Banco de Portugal Statistics Department Av. Almirante Reis, 71/3º 1150-012 Lisboa, Portugal Distribution Administrative Services Department Av. Almirante Reis, 71/2º 1150-012 Lisboa Printing Guide - Artes

Leia mais

Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições

Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições 2013R1071 PT 27.11.2013 000.001 1 Este documento constitui um instrumento de documentação e não vincula as instituições B REGULAMENTO (UE) N. o 1071/2013 DO BANCO CENTRAL EUROPEU de 24 de setembro de 2013

Leia mais

Banco de Portugal. Fevereiro/Março de 1999 NOVA APRESENTAÇÃO DAS ESTATÍSTICAS DA BALANÇA DE PAGAMENTOS. Departamento de Estatística

Banco de Portugal. Fevereiro/Março de 1999 NOVA APRESENTAÇÃO DAS ESTATÍSTICAS DA BALANÇA DE PAGAMENTOS. Departamento de Estatística Nova Apresentação das Estatísticas da Baança de Pagamentos Banco de Portuga Supemento ao Boetim Estatístico Fevereiro/Março de 1999 NOVA APRESENTAÇÃO DAS ESTATÍSTICAS DA BALANÇA DE PAGAMENTOS I - SUMÁRIO...

Leia mais

Overview. Resumo. dossiers. Financial Markets. Mercados Financeiros. Mercados Financeiros. Capital Markets Overview / Mercados Financeiros Resumo

Overview. Resumo. dossiers. Financial Markets. Mercados Financeiros. Mercados Financeiros. Capital Markets Overview / Mercados Financeiros Resumo dossiers Capital Markets Overview / Mercados Resumo Financial Markets Mercados Financial Markets Overview Mercados Resumo Last Update Última Actualização: 12/213 Next Release Próxima Actualização: 5/214

Leia mais

... A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z

... A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z Lista das Publicações Periódicas Recebidas no ISP A - B - C - D - E - F - G - H - I - J - K - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - W - X - Y - Z A ACÓRDÃOS DOUTRINAIS DO SUPREMO TRIBUNAL ADMINISTRATIVO.

Leia mais