IPv6 nas Universidades e Redes Acadêmicas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "IPv6 nas Universidades e Redes Acadêmicas"

Transcrição

1 IPv6 nas Universidades e Redes Acadêmicas

2 O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) foi criado pela Portaria Interministerial nº 147, de 31 de maio de 1995, alterada pelo Decreto Presidencial nº 4.829, de 3 de setembro de 2003, para coordenar e integrar todas as iniciativas de serviços Internet no país, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados.

3 Nomes de domínio.br Números IP Segurança na Internet brasileira Indicadores sobre uso das TICs Infraestrutura PTTs IPv6 SIMET = medição de qualidade Censo Web Zappiens Padrões Web

4 Princípios da Internet O IP permite que qualquer dispositivo na Internet comunique-se diretamente com qualquer outro. O núcleo da rede só cuida do encaminhamento dos pacotes. Não há, nem deve haver, filtros outros mecanismos complexos no core. Isso simplifica, facilita sua operação. A inteligência, os protocolos complexos, as novas funcionalidades, são implementados nas extremidades, por qualquer um, sem precisar pedir permissão a terceiros. Não há um regulador central, ou uma empresa controlando o núcleo da rede (que é neutro). Então não é preciso pedir permissão para a inovação, para criar novas aplicações! Os pacotes de pequenas empresas ou startups são tratados da mesma forma pelo núcleo do que pacotes de empresas já consolidadas, dando chance aos novos entrantes! Internet A Internet tem um núcleo sem inteligência, não sabe fazer distinção entre os pacotes, nem filtrá-los, ou mudá-los, apenas os envia corretamente até seu destino. Esse é um de seus princípios mais básicos e um dos fatores chave em seu sucesso.

5 Distribuição dos IPs

6 Esgotamento

7 Projeto Plano de transição (inicial) IPv4 Jan 1983 Esgotamento do IPv4 Desativação do IPv4 IPv IPv Implantação IPv6 em toda a Internet Técnicas de Transição / Túneis IPv6 e IPv4 não são compatíveis, não interoperam diretamente

8 Projeto IPv4 Jan 1983 Atraso na transição! Isso não aconteceu assim O IPv4 esgotou-se e o IPv6 ainda não foi implantado na totalidade da rede. Esgotamento do IPv4 Desativação do IPv4 IPv IPv Implantação IPv6 em toda a Internet Técnicas de Transição / Túneis

9 Projeto Situação atual Mais complexa e arriscada! IPv4 Jan 1983 Esgotamento do IPv4 IPv4 Desativação do IPv4 Compart. IPv IPv Implantação IPv6 em toda a Internet Novas téc. / Túneis / Tradução Técnicas de Transição / Túneis

10 NAT444 Duplo NAT

11 Duplo NAT ou NAT444 Não faz avançar o IPv6 Quebra o modelo fim a fim Quebra o princípio de que o núcleo da rede tem de ser simples Piora a experiência do usuário Investimento alto, tende a perpetuar-se Pode ser casado com CDNs e tender a trazer o controle para a mão das grandes operadoras de telco

12 NAT IPv4 no provedor e logs Hoje: Provedor de acesso: Usuário X conectou-se em 05/07/ h10m32s com IP Usuário Y conectou-se em 05/07/ h10m33s com IP ( ) Provedor de serviços (banco ou loja, por exemplo): IP fez transação Z em 05/07/ h20m39s

13 NAT IPv4 guarda de portas de origem Com compartilhamento. Mesmo IP Provedor de acesso: Usuário X conectou-se em 05/07/ h10m32s com IP e portas de a Usuário Y conectou-se em 05/07/ h10m33s com IP e portas de a ( ) Provedor de serviços (banco ou loja, por exemplo): IP fez transação Z em 05/07/ h20m39s e porta de origem Informação extra = Porta de origem

14 IPv6 nas Universidades Tratando do FUTURO! O futuro (imediato) da Internet é o IPv6 Não adianta abordarmos a transição no mercado, se as universidades continuam formando profissionais sem conhecimento do IPv6 Exemplos de boas práticas para empresas Pesquisa pode gerar repasse de tecnologia para as empresas Alunos adquirem conhecimento que é a base para o que irão realizar depois

15 Sites.edu.br com IPv6

16 IPv6 nas redes acadêmicas RNP (AS 1916) 13 trânsitos IPv6 (54%) ANSP (AS 1251) 1 trânsito IPv6 (8%)

17 Convidados Samuel H. B. Brito (UNIMEP) Ricardo Bueno (UNICAMP) Guilherme Rhoden (UFSC) Carlos Coletti e Valdinei R. dos Reis (UNESP)

Esgotamento do IPv4 e implantação do IPv6

Esgotamento do IPv4 e implantação do IPv6 Esgotamento do IPv4 e implantação do IPv6 Reunião Itinerante do CGI.br Curitiba 19/03/2013 Milton Kaoru Kashiwakura Antonio Marcos Moreiras O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) foi criado pela

Leia mais

IPv6. Situação atual e desafios. Congresso SET 2012. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br

IPv6. Situação atual e desafios. Congresso SET 2012. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br IPv6 Situação atual e desafios Congresso SET 2012 Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) foi criado pela Portaria Interministerial nº 147, de 31 de maio de 1995,

Leia mais

Transição IPv4 è IPv6: Desafios e Riscos

Transição IPv4 è IPv6: Desafios e Riscos Transição IPv4 è IPv6: Desafios e Riscos Cristine Hoepers cristine@cert.br! Apresentação desenvolvida em conjunto com a equipe do CEPTRO.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança

Leia mais

Ensinando Redes com Emuladores. Edwin Cordeiro NIC.br

Ensinando Redes com Emuladores. Edwin Cordeiro NIC.br Ensinando Redes com Emuladores Edwin Cordeiro NIC.br Agenda Sobre o CGI.br e o NIC.br Curso IPv6.br Laboratórios reais Laboratórios virtuais Opções de emuladores Exemplos Conclusões O Comitê Gestor da

Leia mais

Introdução ao IPv6. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br

Introdução ao IPv6. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Introdução ao IPv6 Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O CGI.br e o NIC.br Breve Introdução ao IPv6 Agenda O CGI.br e o NIC.br O CGI.br e o NIC.br Breve Introdução ao IPv6 Sobre

Leia mais

Desafios no Tratamento de Incidentes de

Desafios no Tratamento de Incidentes de Desafios no Tratamento de Incidentes de Segurança Klaus Steding-Jessen jessen@cert.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil Núcleo de Informação e Coordenação do

Leia mais

Web Crawlers Open Source. Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br

Web Crawlers Open Source. Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br Web Open Source Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) foi criado pela Portaria Interministerial nº 147, de 31 de maio de 1995, alterada pelo

Leia mais

Fundamentos de Redes de Computadores. IPv6. Prof. Claudemir

Fundamentos de Redes de Computadores. IPv6. Prof. Claudemir Fundamentos de Redes de Computadores IPv6 Prof. Claudemir Implantação do IPv6 Implantação do IPv6 Implantação do IPv6 Implantação do IPv6 RIR Regional Internet Registries (Registrador Regional de Internet)

Leia mais

O que é a Internet e como ela funciona?

O que é a Internet e como ela funciona? IPv6: Introdução O que é a Internet e como ela funciona? Como o usuário vê a Internet Camadas Física e Lógica Aplicações na Internet web e-mail vídeos troca de arquivos http ftp smtp pop imap sip tcp udp

Leia mais

Transição para o IPv6 com IPv4 Compartilhado

Transição para o IPv6 com IPv4 Compartilhado Transição para o IPv6 com IPv4 Compartilhado DS-Lite, NAT64/DNS64, MAP-E, MAP-T e 464XLAT Edwin Cordeiro ecordeiro@nic.br GTER 23 de maio de 2013 Agenda A transição para o IPv6 Técnicas de transição para

Leia mais

Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic.

Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic. Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata (http://ptt.br). Milton Kaoru Kashiwakura mkaoruka@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O que é a Internet? E o protocolo IP? Quais

Leia mais

Tendências Web Estatísticas da rede. Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br

Tendências Web Estatísticas da rede. Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br Tendências Web Estatísticas da rede Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) foi criado pela Portaria Interministerial nº 147, de 31 de maio

Leia mais

26/2/2014. Numero de Web Sites no mundo. 1993 1996 1999 Agosto/2002

26/2/2014. Numero de Web Sites no mundo. 1993 1996 1999 Agosto/2002 História da Internet? No final dos anos 50, os EUA formaram uma instituição de investigação, a qual designaram por ARPA (Advanced Research Projec Agency). O objectivo desta instituição, parte integrante

Leia mais

Guia de implantação de IPv6 para empresas. Edwin Cordeiro NIC.br ecordeiro@nic.br

Guia de implantação de IPv6 para empresas. Edwin Cordeiro NIC.br ecordeiro@nic.br Guia de implantação de IPv6 para empresas Edwin Cordeiro NIC.br ecordeiro@nic.br O grupo v6ops do IETF O IETF é o local onde os protocolos e recomendações para a Internet são desenvolvidos O grupo v6ops

Leia mais

IPv6 nas redes de sensores o 6LoWPAN e a Internet das coisas

IPv6 nas redes de sensores o 6LoWPAN e a Internet das coisas IPv6 nas redes de sensores o 6LoWPAN e a Internet das coisas Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O CGI.br e o NIC.br O LAA Redes ubíquas e a Internet das coisas Breve Introdução

Leia mais

Processos Técnicos - Aulas 4 e 5

Processos Técnicos - Aulas 4 e 5 Processos Técnicos - Aulas 4 e 5 Trabalho / PEM Tema: Frameworks Públicos Grupo: equipe do TCC Entrega: versão digital, 1ª semana de Abril (de 31/03 a 04/04), no e-mail do professor (rodrigues.yuri@yahoo.com.br)

Leia mais

IPv6 Diretrizes e Implementação

IPv6 Diretrizes e Implementação IPv6 Diretrizes e Implementação Caso alguém ainda não saiba, no mundo IPv4... Estimativa de esgotamento Geoff Huston (cientista chefe do APNIC) http://www.potaroo.net/tools/ipv4/ Estimativa do esgotamento

Leia mais

Ata da Reunião de 04 de novembro de 1998

Ata da Reunião de 04 de novembro de 1998 Ata da Reunião de 04 de novembro de 1998 Reunião de 04 de novembro de 1998 Local: São Paulo - SP Participantes: Membros: Roberto Pinto Martins, Airton Aragão, Demi Getschko, Raphael Mandarino, Fabio Marinho,

Leia mais

PROPOSTA DE PATROCÍNIO. 5º PTT Fórum Encontro dos Sistemas Autônomos da Internet no Brasil

PROPOSTA DE PATROCÍNIO. 5º PTT Fórum Encontro dos Sistemas Autônomos da Internet no Brasil PROPOSTA DE PATROCÍNIO 5º PTT Fórum Encontro dos Sistemas Autônomos da Internet no Brasil Apresentação O PTT Fórum é um evento promovido pelo CEPTRO.br Centro de Estudos e Pesquisas em Tecnologia de Redes

Leia mais

Fórum IPv6 Plano de Disseminação do Uso IPv6

Fórum IPv6 Plano de Disseminação do Uso IPv6 Fórum IPv6 Plano de Disseminação do Uso IPv6 Novembro 2014 Competência da SLTI Propor políticas, planejar, coordenar, supervisionar e orientar normativamente as atividades: de administração dos recursos

Leia mais

PTT Fórum 6 Encontro dos Sistemas Autônomos da Internet no Brasil 3 e 4 de dezembro de 2012

PTT Fórum 6 Encontro dos Sistemas Autônomos da Internet no Brasil 3 e 4 de dezembro de 2012 PTT Fórum 6 Encontro dos Sistemas Autônomos da Internet no Brasil 3 e 4 de dezembro de 2012 MILTON KAORU KASHIWAKURA Diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento NIC.br Sobre o CGI.br e o NIC.br

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - Mobilidade IP em Telefonia Celular www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução Quando as idéias acerca da Internet foram concebidas em 1960-70, o objetivo

Leia mais

Redes e Internet do Futuro

Redes e Internet do Futuro Redes e Internet do Futuro ::: SDN e NDN ::: Samuel Henrique Bucke Brito Departamento de Engenharia de Computação e Automação Industrial (DCA) Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) Universidade

Leia mais

Gestão de Incidentes e Resiliência das Infraestruturas Críticas de Internet

Gestão de Incidentes e Resiliência das Infraestruturas Críticas de Internet Gestão de Incidentes e Resiliência das Infraestruturas Críticas de Internet Cristine Hoepers cristine@cert.br! Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil Núcleo de Informação

Leia mais

18/05/2014. Problemas atuais com o IPv4

18/05/2014. Problemas atuais com o IPv4 Problemas atuais com o IPv4 Fundamentos de Redes de Computadores Prof. Marcel Santos Silva Falhas de segurança: A maioria dos ataques contra computadores hoje na Internet só é possível devido a falhas

Leia mais

1969 ARPANet - Advanced Research Projects Agency Network

1969 ARPANet - Advanced Research Projects Agency Network FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br @ribeirord 1969 ARPANet - Advanced Research Projects Agency Network O

Leia mais

Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br

Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Os Pontos de Troca de Tráfego, o PTTMetro, e seu papel na Internet brasileira. Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br Agenda O CGI.br e o NIC.br O que é a Internet? E o protocolo IP? Quais as relações possíveis

Leia mais

PTTMetro. 11 Jan 2010

PTTMetro. 11 Jan 2010 PTTMetro 11 Jan 2010 Antonio Galvao de Rezende Filho Eduardo Ascenço Reis Milton Kaoru Kashiwakura PTTMetro http://ptt.br/ Apresentação 1 Sobre o CGI.br

Leia mais

IPv6: a próxima geração de IPs na Internet!

IPv6: a próxima geração de IPs na Internet! IPv6: a próxima geração de IPs na Internet! Antonio M. Moreiras moreiras@nic.br CONIP 14 o. Congresso de Inovação da Gestão Pública Governança da informação backoffice 05 de Junho de 2008 São Paulo - SP

Leia mais

Fabrício Tamusiunas. Aferição da Qualidade pelo Usuário e defesa de seus direitos. 5º Encontro de Telecomunicações respeito ao consumidor. NIC.

Fabrício Tamusiunas. Aferição da Qualidade pelo Usuário e defesa de seus direitos. 5º Encontro de Telecomunicações respeito ao consumidor. NIC. 5º Encontro de Telecomunicações respeito ao consumidor Aferição da Qualidade pelo Usuário e defesa de seus direitos Fabrício Tamusiunas NIC.br O que é Qualidade da Internet? Qualidade da Internet é muito

Leia mais

IPTABLES. Helder Nunes Haanunes@gmail.com

IPTABLES. Helder Nunes Haanunes@gmail.com IPTABLES Helder Nunes Haanunes@gmail.com Firewall Hoje em dia uma máquina sem conexão com a internet praticamente tem o mesmo valor que uma máquina de escrever. É certo que os micros precisam se conectar

Leia mais

Técnicas de Transição em 45 minutos

Técnicas de Transição em 45 minutos Capacitação IPv6.br Técnicas de Transição em 45 minutos Agenda Introdução Classificação das Técnicas Pilha Dupla DS-Lite e DS-Lite + A+P 6rd 6PE e 6VPE NAT64 e DNS64 464XLAT IVI, divi e divi-pd Considerações

Leia mais

Projeto Você pede, eu registro.

Projeto Você pede, eu registro. Projeto Você pede, eu registro. 1) IDENTIFICAÇÃO 1.1) Título do Projeto: Você pede eu registro. 1.2) Equipe responsável pela coordenação do projeto: Pedro Paulo Braga Bolzani Subsecretario de TI Antonio

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

Este é o NOSSO TEMPO. Desfrutar. Aprender. Criar. Compartilhar Novos relacionamentos

Este é o NOSSO TEMPO. Desfrutar. Aprender. Criar. Compartilhar Novos relacionamentos BEM-VINDOS Este é o NOSSO TEMPO Desfrutar Aprender Criar Compartilhar Novos relacionamentos vamos então começar Plataforma ArcGIS: transformando e inovando a tomada de decisão com o uso da Inteligência

Leia mais

Segurança da Informação na Internet no Brasil: Últimos Estudos do Comitê Gestor da Internet no Brasil e Iniciativas para Aumentar a Segurança

Segurança da Informação na Internet no Brasil: Últimos Estudos do Comitê Gestor da Internet no Brasil e Iniciativas para Aumentar a Segurança Segurança da Informação na Internet no Brasil: Últimos Estudos do Comitê Gestor da Internet no Brasil e Iniciativas para Aumentar a Segurança Cristine Hoepers cristine@cert.br Centro de Estudos, Resposta

Leia mais

RELATÓRIO 203 ASSUNTO: 79ª REUNIÃO DO COPISS COORDENADOR. 1. Participantes da 79ª reunião do COPISS; 2. Leitura e aprovação da ata 78ª reunião;

RELATÓRIO 203 ASSUNTO: 79ª REUNIÃO DO COPISS COORDENADOR. 1. Participantes da 79ª reunião do COPISS; 2. Leitura e aprovação da ata 78ª reunião; RELATÓRIO 203 ASSUNTO: 79ª REUNIÃO DO COPISS COORDENADOR DATA: 28/05/2015 LOCAL: ANS HORÁRIO: 09h às 12h30min Pauta: 1. Participantes da 79ª reunião do COPISS; 2. Leitura e aprovação da ata 78ª reunião;

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito - QoS e Engenharia de Tráfego www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução Em oposição ao paradigma best-effort (melhor esforço) da Internet, está crescendo

Leia mais

Desafios do IPv6 para profissionais de segurança

Desafios do IPv6 para profissionais de segurança Desafios do IPv6 para profissionais de segurança 2 o. Fórum Brasileiro de CSIRTS - 2013 Caso alguém ainda não saiba, no mundo IPv4... 2o. Fórum Brasileiro de CSIRTS - 2013 Desafios do NAT Dificuldade de

Leia mais

Sistema de Controle de Cheques GOLD

Sistema de Controle de Cheques GOLD Sistema de Controle de Cheques GOLD Cheques GOLD é um sistema para controlar cheques de clientes, terceiros ou emitidos. Não há limitações quanto as funcionalidades do programa, porém pode ser testado

Leia mais

Implementação do IPv6 na Vivo Status e Desafios

Implementação do IPv6 na Vivo Status e Desafios Implementação do IPv6 na Vivo Status e Desafios 26.11.2014 1 01 Endereçamento IPv4 Alocação na Vivo A Vivo possui amplo portfólio de serviços baseados em IP, tanto para usuários domésticos quanto corporativos.

Leia mais

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA Quem Somos A Vital T.I surgiu com apenas um propósito: atender com dedicação nossos clientes. Para nós, cada cliente é especial e procuramos entender toda a dinâmica

Leia mais

Entendendo como funciona o NAT

Entendendo como funciona o NAT Entendendo como funciona o NAT Vamos inicialmente entender exatamente qual a função do NAT e em que situações ele é indicado. O NAT surgiu como uma alternativa real para o problema de falta de endereços

Leia mais

Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação. Parte 4 - Programas Prioritários em Informática

Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação. Parte 4 - Programas Prioritários em Informática Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação Parte 4 - Programas Prioritários em Informática Rede Nacional de Pesquisa Ministério da Ciência e Tecnologia Resultados da Lei de Informática - Uma Avaliação

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE SITES PORTO SEGURO

POLÍTICA DE PRIVACIDADE SITES PORTO SEGURO POLÍTICA DE PRIVACIDADE SITES PORTO SEGURO Esta Política de Privacidade tem como objetivo informar você (doravante Usuário ), que acessa as páginas da Porto Seguro na Internet, quais informações são coletadas,

Leia mais

Mecanismos para Medição da Qualidade de Tráfego da Internet Brasileira. Fabricio Tamusiunas fabricio@nic.br César Linhares Rosa cesar@nic.

Mecanismos para Medição da Qualidade de Tráfego da Internet Brasileira. Fabricio Tamusiunas fabricio@nic.br César Linhares Rosa cesar@nic. Mecanismos para Medição da Qualidade de Tráfego da Internet Brasileira Fabricio Tamusiunas fabricio@nic.br César Linhares Rosa cesar@nic.br Necessidades para Medições de Qualidade na Internet Garantia

Leia mais

PTTMetro Informações e Destaques

PTTMetro Informações e Destaques PTTMetro Informações e Destaques 3 o PTT Forum 3 Dez 2009 Antonio Galvao de Rezende Filho Eduardo Ascenço Reis Milton Kaoru Kashiwakura 3o PTT Forum

Leia mais

www.cgi.br A EVOLUÇÃO DA INTERNET NO BRASIL 2005-2006 Comitê Gestor da Internet no Brasil www.cetic 25 de maio de 2007 RICYT, São Paulo

www.cgi.br A EVOLUÇÃO DA INTERNET NO BRASIL 2005-2006 Comitê Gestor da Internet no Brasil www.cetic 25 de maio de 2007 RICYT, São Paulo A EVOLUÇÃO DA INTERNET NO BRASIL Indicadores de uso da rede em domicílios e empresas 2005-2006 2006 Comitê Gestor da Internet no Brasil Augusto Cesar Gadelha Vieira Secretário de Política de Informática

Leia mais

Audiência Pública Senado Federal Escolha da EAQ da Banda Larga

Audiência Pública Senado Federal Escolha da EAQ da Banda Larga Audiência Pública Senado Federal Escolha da EAQ da Banda Larga Demi Getschko demi@cgi.br Brasília, 22 de março de 2012 Internet, características distintivas Colaboração A Internet é uma coleção de milhares

Leia mais

Técnicas de Transição

Técnicas de Transição Capacitação IPv6.br Técnicas de Transição Agenda Introdução 464XLAT Cenários 4rd Classificação das Técnicas 6PE e 6VPE Pilha Dupla 6rd 6in4 e 6over4 6to4 GRE Teredo Tunnel Brokers ISATAP DS-Lite e DS-Lite

Leia mais

Plataformas de BI Qual é a mais adequada para o meu negócio?

Plataformas de BI Qual é a mais adequada para o meu negócio? Plataformas de BI Qual é a mais adequada para o meu negócio? Comparativo prático para escolher a ferramenta perfeita para a sua empresa Faça nosso Quiz e veja as opções que combinam com o seu perfil ÍNDICE

Leia mais

Implementação do IPv6 na Vivo Estratégia, Status e Desafios

Implementação do IPv6 na Vivo Estratégia, Status e Desafios Implementação do IPv6 na Vivo Estratégia, Status e Desafios 09.12.2015 1 103,3MM Clientes Vivo e GVT juntas a partir de 2015 Em 2015, a Vivo adquiriu a GVT, consolidando o maior grupo de telecomunicações

Leia mais

NETWORK ADDRESS TRANSLATION

NETWORK ADDRESS TRANSLATION Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial E.E.P. Senac Pelotas Centro Histórico Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Curso Técnico em Informática TAMIRES NUNES RELATÓRIO TÉCNICO NETWORK

Leia mais

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. BANCO TOPÁZIO FORTALECE MONITORAMENTO E CONQUISTA MAIOR CREDIBILIDADE DOS CLIENTES

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. BANCO TOPÁZIO FORTALECE MONITORAMENTO E CONQUISTA MAIOR CREDIBILIDADE DOS CLIENTES Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. BANCO TOPÁZIO FORTALECE MONITORAMENTO E CONQUISTA MAIOR CREDIBILIDADE DOS CLIENTES Perfil O Banco Topázio é parte de um grupo empresarial que atua

Leia mais

Audiência Pública. Câmara dos Deputados. Comissão de Defesa do Consumidor

Audiência Pública. Câmara dos Deputados. Comissão de Defesa do Consumidor Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Defesa do Consumidor Agenda Central de Atendimento - Índices NII e Nextel Brasil Qualidade Técnica Conclusão Central de Atendimento Própria Serviço não

Leia mais

Estratégias de informação ao usuário na implantação de BRT.

Estratégias de informação ao usuário na implantação de BRT. Estratégias de informação ao usuário na implantação de BRT. José Eduardo Penna Amorim Pereira Logann Soluções em Tecnologia da Automação e Informação Ltda. Av. Nossa Senhora do Carmo, 45 6º andar - Belo

Leia mais

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES

AdminIP. Manual do Usuário Módulo Administrador IES 2 AdminIP Manual do Usuário Módulo Administrador IES Brasília 2012 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 4 1 SISTEMA ADMINIP... 4 1.1 O que é o AdminIP?... 4 1.2 Quem opera?... 4 1.3 Onde acessar?... 5 1.4 Como acessar?...

Leia mais

Regulamentação da Internet e seus impactos nos modelos de negócio

Regulamentação da Internet e seus impactos nos modelos de negócio Regulamentação da Internet e seus impactos nos modelos de negócio Virgilio Almeida Secretário de Política de Informática Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Brasilia Setembro de 2015 Elementos

Leia mais

Arquitetura TCP/IP. Parte IV Mapeamento de endereços IP em endereços físicos (ARP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares

Arquitetura TCP/IP. Parte IV Mapeamento de endereços IP em endereços físicos (ARP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares Arquitetura TCP/IP Parte IV Mapeamento de endereços IP em endereços físicos (ARP) Fabrízzio Alphonsus A. M. N. Soares Tópicos Problema de resolução de endereço Mapeamento direto Associação dinâmica ARP

Leia mais

Novas Ameaças na Internet e Iniciativas do CERT.br e CGI.br para Combatê-las

Novas Ameaças na Internet e Iniciativas do CERT.br e CGI.br para Combatê-las Novas Ameaças na Internet e Iniciativas do CERT.br e CGI.br para Combatê-las Klaus Steding-Jessen jessen@cert.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil CERT.br http://www.cert.br/

Leia mais

IPv6 no café da manhã Universidade Federal de Santa Catarina Ponto de Presença da RNP em Santa Catarina. 28 de maio de 2013

IPv6 no café da manhã Universidade Federal de Santa Catarina Ponto de Presença da RNP em Santa Catarina. 28 de maio de 2013 IPv6 no café da manhã Universidade Federal de Santa Catarina Ponto de Presença da RNP em Santa Catarina 28 de maio de 2013 Experiências com IPv6 em rede de Campus UFSC & PoP-SC Universidade Federal de

Leia mais

Perfil. Nossa estratégia de crescimento reside na excelência operacional, na inovação, no desenvolvimento do produto e no foco no cliente.

Perfil. Nossa estratégia de crescimento reside na excelência operacional, na inovação, no desenvolvimento do produto e no foco no cliente. Institucional Perfil A ARTSOFT SISTEMAS é uma empresa Brasileira, fundada em 1986, especializada no desenvolvimento de soluções em sistemas integrados de gestão empresarial ERP, customizáveis de acordo

Leia mais

Capítulo 5 Métodos de Defesa

Capítulo 5 Métodos de Defesa Capítulo 5 Métodos de Defesa Ricardo Antunes Vieira 29/05/2012 Neste trabalho serão apresentadas técnicas que podem proporcionar uma maior segurança em redes Wi-Fi. O concentrador se trata de um ponto

Leia mais

Sessão 5 Planejamento

Sessão 5 Planejamento Sessão 5 Planejamento Planejamento A decisão pela adoção do protocolo IPv6 gera muitas questões IPv6 é realmente necessário? Há alternativas viáveis ao IPv6? A transição deve ser feita de uma única vez

Leia mais

Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias

Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias Mesa Redonda Novas agendas de atuação e os perfis profissionais em bibliotecas universitárias Profa. Dra. Lillian Maria Araújo de Rezende Alvares Coordenadora-Geral de Pesquisa e Manutenção de Produtos

Leia mais

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.

IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc. Endereços IP Endereços IP IP significa Internet Protocol. A Internet é uma rede, e assim como ocorre em qualquer tipo de rede, os seus nós (computadores, impressoras, etc.) precisam ter endereços. Graças

Leia mais

Configurando o DDNS Management System

Configurando o DDNS Management System Configurando o DDNS Management System Solução 1: Com o desenvolvimento de sistemas de vigilância, cada vez mais usuários querem usar a conexão ADSL para realizar vigilância de vídeo através da rede. Porém

Leia mais

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. FERRAMENTA DE BPM TORNA CONTROLE DE FLUXO HOSPITALAR MAIS EFICAZ NO HCFMUSP

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. FERRAMENTA DE BPM TORNA CONTROLE DE FLUXO HOSPITALAR MAIS EFICAZ NO HCFMUSP Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. FERRAMENTA DE BPM TORNA CONTROLE DE FLUXO HOSPITALAR MAIS EFICAZ NO HCFMUSP Perfil O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade

Leia mais

Faculdade de tecnologia de Americana. Trabalho de Tecnologia Têxtil I Profº Agnaldo. Gaiolas Têxteis

Faculdade de tecnologia de Americana. Trabalho de Tecnologia Têxtil I Profº Agnaldo. Gaiolas Têxteis Faculdade de tecnologia de Americana Trabalho de Tecnologia Têxtil I Profº Agnaldo Gaiolas Têxteis Nome: R.A. Eduardo Alexandre de Araújo 072015 Marcio Benedito de Souza 072027 Guilherme Jordão Pavani

Leia mais

Microeletrônica no CNPq em 2006. Jackson Maia Coordenação de Apoio à Infra-estrutura

Microeletrônica no CNPq em 2006. Jackson Maia Coordenação de Apoio à Infra-estrutura Microeletrônica no CNPq em 2006 Jackson Maia Coordenação de Apoio à Infra-estrutura METAS INICIAIS Termo de Referência do CI-Brasil: Atração e criação de design houses: criação de pelo menos 10 design

Leia mais

COMO ENGAJAR UM FUNCIONÁRIO NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO?

COMO ENGAJAR UM FUNCIONÁRIO NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO? COMO ENGAJAR UM FUNCIONÁRIO NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO? COMO ENGAJAR UM FUNCIONÁRIO NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO? Engajar funcionários é conseguir envolver as pessoas em um mesmo propósito que a empresa

Leia mais

Aula 08. Firewall. Prof. Roitier Campos Gonçalves

Aula 08. Firewall. Prof. Roitier Campos Gonçalves Aula 08 Firewall Prof. Roitier Campos Gonçalves Conceito Um firewall, ou filtro de pacotes, é um recurso utilizado para proteger uma máquina ou uma rede através do controle e filtragem dos pacotes/datagramas

Leia mais

A Internet e o TCP/IP

A Internet e o TCP/IP A Internet e o TCP/IP 1969 Início da ARPANET 1981 Definição do IPv4 na RFC 791 1983 ARPANET adota o TCP/IP 1990 Primeiros estudos sobre o esgotamento dos endereços 1993 Internet passa a ser explorada comercialmente

Leia mais

Projeto PTT.br Atualização 2008 CGI.br - Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR Maio de 2008 Agenda Sobre o CGI.br e NIC.br Projeto PTTMetro Alguns dados

Leia mais

Proposta de Patroc o í c ni n o

Proposta de Patroc o í c ni n o Proposta de Patrocínio Apresentação O PTT Fórum é um evento promovido pelo CEPTRO.br Centro de Estudos e Pesquisas em Tecnologia de Redes e Operações do NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto

Leia mais

Ata da Reunião de 18 de maio 2012

Ata da Reunião de 18 de maio 2012 Ata da Reunião de 18 de maio 2012 Reunião de 18 de maio 2012 Local: Sede do NIC.br São Paulo/SP 0. Abertura A reunião é dirigida pelo Conselheiro Delfino Natal de Souza, tendo a participação dos seguintes

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás. Disciplina: Gerenciamento de Rede de Computadores. Goiânia, 16 de novembro de 2014.

Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás. Disciplina: Gerenciamento de Rede de Computadores. Goiânia, 16 de novembro de 2014. Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás Disciplina: Gerenciamento de Rede de Computadores : Goiânia, 16 de novembro de 2014. Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás Professor: Marissol Martins Alunos: Edy Laus,

Leia mais

Governança Corporativa. A importância da Governança de TI e Segurança da Informação na estratégia empresarial.

Governança Corporativa. A importância da Governança de TI e Segurança da Informação na estratégia empresarial. Governança Corporativa A importância da Governança de TI e Segurança da Informação na estratégia empresarial. A virtualização dos negócios tem impactado diretamente a condição de fazer negócio, conferindo

Leia mais

Desenvolvimento de Sistema de Software

Desenvolvimento de Sistema de Software Desenvolvimento de Sistema de Software Grupo 5 Abel Matos 51776 João Amorim 51771 João Guedes 51755 Luís Oliveira 51801 Pedro Reis 51829 Introdução Neste relatório, realizado no âmbito da primeira fase

Leia mais

Veja abaixo um exemplo de um endereço IP de 32 bits: 10000011 01101011 00010000 11001000

Veja abaixo um exemplo de um endereço IP de 32 bits: 10000011 01101011 00010000 11001000 4 Camada de Rede: O papel da camada de rede é transportar pacotes de um hospedeiro remetente a um hospedeiro destinatário. Para fazê-lo, duas importantes funções da camada de rede podem ser identificadas:

Leia mais

Redes de Computadores II. Professor Airton Ribeiro de Sousa

Redes de Computadores II. Professor Airton Ribeiro de Sousa Redes de Computadores II Professor Airton Ribeiro de Sousa 1 PROTOCOLO IP IPv4 - Endereçamento 2 PROTOCOLO IP IPv4 - Endereçamento A quantidade de endereços possíveis pode ser calculada de forma simples.

Leia mais

e-commerce: 13 maneiras de aumentar a conversão

e-commerce: 13 maneiras de aumentar a conversão e-commerce: 13 maneiras de aumentar a conversão Diego Biscaia prefácio: Aumentar a taxa de conversão é crucial para um e-commerce. Uma boa conversão é um bom volume de vendas. Você sabe exatamente o que

Leia mais

Internet das Coisas: Previsões e facilitadores. Amadeu Castro, Diretor, GSMA Brasil

Internet das Coisas: Previsões e facilitadores. Amadeu Castro, Diretor, GSMA Brasil Internet das Coisas: Previsões e facilitadores Amadeu Castro, Diretor, GSMA Brasil Agenda Visão GSMA Números e previsões Facilitadores: Redes seguras para a IoT Embedded SIM: aprovisionamento remoto Ambiente

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA UniFOA Curso Tecnológico de Redes de Computadores Disciplina: Redes Convergentes II Professor: José Maurício S. Pinheiro

Leia mais

Cenários do CGI.br. My Fire. Diretoria de Projetos 13 de setembro de 2011

Cenários do CGI.br. My Fire. Diretoria de Projetos 13 de setembro de 2011 Cenários do CGI.br My Fire Diretoria de Projetos 13 de setembro de 2011 Sobre o CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) Criado em maio de 1995 Pela Portaria Interministerial Nº 147 de 31/05/1995,

Leia mais

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL Documento: Tutorial Autor: Iuri Sonego Cardoso Data: 27/05/2005 E-mail: iuri@scripthome.cjb.net Home Page: http://www.scripthome.cjb.net ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

Leia mais

6 Quarta parte logística - Quarterização

6 Quarta parte logística - Quarterização 87 6 Conclusão A concorrência aumentou muito nos últimos anos e com isso os clientes estão recebendo produtos com melhor qualidade e um nível de serviço melhor. As empresas precisam, cada vez mais, melhorar

Leia mais

Fabrício Nogueira KPL

Fabrício Nogueira KPL Esta publicação, escrita por Fabrício Nogueira, sócio-diretor da KPL, tem como principal objetivo discutir o serviço de SAC em lojas virtuais. Ele funciona como um guia de boas práticas de atendimento

Leia mais

Sistemas Autônomos (AS) Brasileiros Introdução

Sistemas Autônomos (AS) Brasileiros Introdução Sistemas Autônomos (AS) Brasileiros Introdução Cleber Martim de Alexandre Eduardo Ascenco Reis GTER28 20091204 GTER28 Sistemas Autônomos (AS) Brasileiros Introdução

Leia mais

Capítulo 11: NAT para IPv4

Capítulo 11: NAT para IPv4 Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores Capítulo 11: NAT para IPv4 Roteamento e Switching Academia Local Cisco UNISUL Instrutora Ana Lúcia Rodrigues Wiggers Presentation_ID 1 Capítulo 11 11.0

Leia mais

BGP Traceback: Um Novo Método para Identificação de Origem de Ataques na Internet. Denilson Vedoveto Martins denilson@ravel.ufrj.

BGP Traceback: Um Novo Método para Identificação de Origem de Ataques na Internet. Denilson Vedoveto Martins denilson@ravel.ufrj. BGP Traceback: Um Novo Método para Identificação de Origem de Ataques na Internet Denilson Vedoveto Martins denilson@ravel.ufrj.br Estrutura Introdução Visão Geral do IP Traceback BGP Traceback Simulações

Leia mais

Gerenciamento de Incidentes: o Papel do CSIRT no Aumento da Segurança das Corporações

Gerenciamento de Incidentes: o Papel do CSIRT no Aumento da Segurança das Corporações Gerenciamento de Incidentes: o Papel do CSIRT no Aumento da Segurança das Corporações Cristine Hoepers Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil - CERT.br http://www.cert.br/

Leia mais

Desenvolvimento de software potencializa gestão de processos e gera economia estimada em R$ 80 milhões para Embasa

Desenvolvimento de software potencializa gestão de processos e gera economia estimada em R$ 80 milhões para Embasa Desenvolvimento de software potencializa gestão de processos e gera economia estimada em R$ 80 milhões para Embasa Perfil A Embasa é uma sociedade de economia mista de capital autorizado, pessoa jurídica

Leia mais

Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos

Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos Apresentação: WebTour - Sistema de Gestão de Pacotes Turísticos M&M Soluções Web www.mmsolucoesweb.com.br Página 2 de 18 Apresentação Criada oficialmente em 2009, a M&M iniciou suas atividades através

Leia mais