Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável"

Transcrição

1 Medição mecânica de temperatura Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM outras aprovações veja página 15 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias químicas e petroquímicas, óleo e gás, energia e abastecimento de água e saneamento básico Uso universal na indústria de fabricação de máquinas, instalações industriais, vasos de pressão, construção de equipamentos, indústria de alimentos Medição da temperatura sem nenhum contato com o meio Montagem em placas, painéis e gabinetes de controle Características especiais Faixa de medição de C Rápido tempo de resposta Caixa e haste de aço inoxidável Diversos modelos de conexão ao e montagem à caixa Descrição O termômetro à expansão de gás, modelo 73 foi desenvolvido e fabricado conforme o padrão EN O termômetro de alta qualidade foi projetado especialmente para os requisitos da indústria de. Especialmente nas indústrias química e petroquímica, óleo e gás, e geração de energia, o termômetro é fabricado totalmente em aço inoxidável e aplicado nestes s com sucesso. A haste, conexão ao e caixa de instrumento 1) são fabricados em aço inoxidável. Diversos comprimentos de haste e modelos de conexão ao permitem uma perfeita instalação do instrumento ao. Os termômetros possuem grau de proteção IP 65 e podem ser utilizados em aplicações ao ar livre e ou até mesmo em temperaturas negativas. É possível o uso em os de alta vibração com o uso de versões com líquido de enchimento. Devido à ampla variedade de combinações possíveis no projeto do termômetro à expansão de gás modelo 73, o mesmo se adapta perfeitamente à qualquer conexão de e local de instalação. Fig. esquerda: montagem inferior (radial), modelo R Fig. centro: com capilar e adaptador para montagem em superfície, modelo F Fig. direita: versão com haste e indicador ajustável, modelo S A versão com haste e mostrador ajustável pode ser ajustada em qualquer ângulo, o que permite uma fácil leitura da temperatura. A versão com bulbo de contato possibilita medição da temperatura sem qualquer tipo de contato com o fluido do, mesmo em tubulações de pequeno diâmetro. Neste modelo o bulbo de contato é montado externamente à tubulação ou em tanques.nestes tipos de montagem, deve-se assegurar que o comprimento total do bulbo esteja em contato com o ponto de medição. 1) Não para modelo Q73.144, montagem em painel, caixa de aço galvanizado Página 1 de 15

2 Série standard Princípio de medição Enchimento com gás inerte pressurizado, fisiologicamente seguro 100, 160, 144 x 144 Modelo de conexão S Padrão (conexão com rosca macho) 1) 1 Haste simples (sem rosca) 2 Porca macho 3 Porca união (fêmea) 4 Encaixe por compressão (deslizante na haste) 5 União fêmea com rosca 6 Conexão ajustável (no capilar e/ou mangueira espiral de proteção) 7 Conexão ajustável na caixa 1) Não para versão com capilar e montagem em painel Modelos Modelo DN Versão A Montagem traseira (axial) A R Montagem inferior (radial) R S Montagem traseira, haste e indicador S ajustável F Versão com capilar F Q x 144 Para montagem em painel Classe de exatidão Classe 1 conforme EN com 23 C ±10 C temperatura ambiente Faixa de trabalho Normal (1 ano): Faixa de medição (EN 13190) Curto tempo (máx. 24 h): Faixa de medição (EN 13190) Faixas e condições nominais EN Caixa, anel de encaixe Aço inoxidável Haste, conexão ao Aço inoxidável Versão com haste e indicador ajustável Aço inoxidável basculante 90 giratória 360 Caixa para montagem em painel e moldura de painel Aço, galvanizado Bulbo de contato 120 x 22 x 12 mm, aço inoxidável Capilar Ø 2 mm, aço inoxidável , raio mínimo de dobra 6 mm Comprimento conforme especificações de cliente Disco Alumínio com fundo branco e caracteres em preto Janela Vidro de segurança laminado (com montagem em painel: vidro de plástico inquebrável) Ponteiro Alumínio, preto, ajuste micro Limite de temperatura para armazenamento e transporte C sem líquido de amortecimento C com líquido de amortecimento Temperatura ambiente permissível C sem/com líquido de amortecimento Nível permissível de pressão da haste máx. 25 bar, estática Grau de proteção IP 65 conforme EN/IEC Exceção com modelo Q73.144: IP 65 na parte frontal IP 40 na parte traseira Tipos de montagem para F73.xxx Flange para montagem em superfície, aço inoxidável Adaptador para montagem em superfície, liga de alumínio injectado Flange para montagem em painel, aço inoxidável Encaixe triangular com clamp, aço inoxidável polido Opções Gama da escala em F, C/ F (escala dupla) Caixa com líquido de amortecimento Caixa com líquido de amortecimento compatível com alimentos Capilar com armadura ou revestimento: capilar com armadura Ø 7 mm, flexível ou capilar com revestimento PVC Diâmetro de haste 6, 10, 12 mm (outros sob consulta) Grau de proteção IP 66 Termômetro com contatos elétricos (folha de dados TV 27.01) Faixa especial de medição ou impressão de mostrador conforme especificação de cliente (sob consulta) Versão conforme ATEX Ex II 2 GD c TX Temperatura ambiente: C Página 2 de 15

3 Escala, faixa de medição 1), limites de erro (EN 11190) Graduação da escala conforme norma da WIKA Faixa de medição em C Faixa de medição em C Divisão de escala em C Limite de erro ± C , ) A faixa de medição é indicada pelas duas marcas triangulares no mostrador. O limite de erro indicado só é válido dentro desta faixa, conforme EN Comprimento mínimo de inserção Modelos A73 (montagem traseira) e R73 (montagem inferior) Conexão tipo 1 2 e 3 S, 4 e > > >10 Faixa de medição em C Página 3 de 15

4 Modelo S73 (montagem traseira, haste e indicador ajustável) Conexão tipo 1 2 e 3 S, 4 e > > >10 Faixa de medição em C Modelo F73 (versão com capilar) Capilar em m > > >10 Faixa de medição em C A viabilidade técnica dos comprimentos mínimos de inserção em conjunto com capilar > 15 m deve ser testado antecipadamente. Faixa de medição > 300 C (modelos A73, R73, S73) Conexão tipo S e 5 Faixa de medição em C , , , Página 4 de 15

5 Modelo de conexão Conexão padrão (conexão com rosca macho) 1) Comprimento de inserção padrão l 1 = 63, 100, 160, 200, 250 mm DN G i SW 4 100, 160 G ½ B G ¾ B ½ NPT ¾ NPT ) Não para versão com capilar (F73.xxx) e montagem em painel (Q73.144) 4 Diameter of the sealing collar SW Sextavado (chave) Conexão tipo 1, haste simples (sem rosca) Comprimento de inserção padrão I 1 = 100, 140, 200, 240, 290 mm DN d 1 2) a com a com 100, 160, 144 x 144 2) Não aplicável para versão com capilar axial haste e indicador ajustável a Distância entre a caixa e a junta articulada 1 Diâmetro de encaixe Conexão tipo 2, porca macho Comprimento de inserção padrão l 1 = 80, 140, 180, 230 mm DN G i SW 100, 160, 144 x 144 G ½ B M20 x 1, inclusive colar SW Sextavado (chave) Conexão tipo 3, porca união Comprimento de inserção padrão l 1 = 89, 126, 186, 226, 276 mm DN G i SW 100, 160, 144 x 144 G ½ B G ¾ B M24 x 1, G 1 Rosca fêmea SW Sextavado (chave) Página 5 de 15

6 Conexão tipo 4, encaixe por compressão (deslizante na haste) Comprimento de inserção l 1 = variável Comprimento L = l mm DN G i SW 4 100, 160, G ½ B x 144 G ¾ B M18 x 1, ½ NPT ¾ NPT Anel vedante 4 Diâmetro do colar de vedação SW Sextavado (chave) Conexão tipo 5, união fêmea com rosca Comprimento de inserção padrão l 1 = 100, 160, 200, 250 mm DN G i SW 4 100, 160, 144 x 144 G ½ B G ¾ B M18 x 1, ½ NPT ¾ NPT Diâmetro do colar de vedação SW Sextavado (chave) Opção: Conexão com união fêmea M24 x 1,5 com rosca M18 x 1,5 DN G i SW 4 100, 160 M18 x 1, Conexão tipo 6.1, conexão ajustável no capilar (conexão ajustável é à prova de vazamento) Comprimento de inserção l 1 = variável L: padrão 200 mm com = 6 mm padrão 170 mm com = 8 mm padrão 100 mm com = 10 mm DN G i SW 4 100, 160, G ½ B x 144 G ¾ B ½ NPT ¾ NPT Anel vedante I F Comprimento do capilar 4 Diâmetro do colar de vedação SW Sextavado (chave) Página 6 de 15

7 Conexão tipo 6.2, conexão ajustável no capilar com tubo de proteção espiral (neste caso a conexão ajustável provê estanqueidade) Comprimento de inserção l 1 : 300 mm com = 6,8 mm 200 mm com 10 mm L: padrão 200 mm com = 6 mm padrão 170 mm com = 8 mm padrão 100 mm com 10 mm DN G i SW 4 100, 160, G ½ B x 144 G ¾ B ½ NPT ¾ NPT Anel vedante I F Comprimento do capilar 4 Diâmetro do colar de vedação SW Sextavado (chave) Conexão tipo 6.3, conexão ajustável deslizante sobre o tubo de proteção espiral (neste caso a conexão ajustável não provê estanqueidade) Comprimento de inserção l 1 = variável L: padrão 200 mm com = 6 mm padrão 170 mm com = 8 mm padrão 100 mm com 10 mm DN G i SW 4 100, 160, G ½ B x 144 G ¾ B ½ NPT ¾ NPT Anel tipo clamp I F Comprimento do capilar 4 Diâmetro do colar de vedação SW Sextavado (chave) Conexão tipo 7, conexão ajustável na caixa Comprimento de inserção l 1 = 400 mm L: padrão 200 mm com = 6 mm padrão 170 mm com = 8 mm padrão 100 mm com 10 mm l B = padrão 100 mm (outros sob consulta) DN G i SW 4 100, 160 G ½ B G ¾ B ½ NPT ¾ NPT Anel vedante I F Comprimento do capilar I B Haste de montagem 4 Diâmetro do colar de vedação SW Sextavado (chave) Observação para os projetos 6.1, 6.2, 6.3 e 7: Em algumas combinações o comprimento ativo pode corresponder ao comprimento de sensor L. Se adicionalmente, uma conexão ajustável está desejada na haste, o comprimento de sensor L aumenta por, pelo menos, 60 mm. Página 7 de 15

8 Modelo A73, montagem traseira Modelo R73, montagem inferior Modelo S73, montagem traseira, haste e indicador ajustável Tabela de dimensões para modelos A73 e R73 Peso em kg DN b b 1 1) d d 4 D 1 D 2 F 1) i G SW ) G ½ B 27 1, ) G ½ B 27 1,4 Tabela de dimensões para modelo S73 Peso em kg DN b b 1 d D 1 D 2 F ) , ) ,6 1) Com faixas de medição C as dimensões aumentam por 40 mm 2) Opção: diâmetro da haste 6, 10, 12 mm Página 8 de 15

9 Modelo F73, com capilar e adaptador para montagem em painel Modelo F73, com capilar e flange para montagem em painel D 4 = Abertura para montagem em painel Modelo 73, com capilar e encaixe triangular com clamp Peso em kg DN b d d 1 d 2 d 3 D 1 D 2 D 3 D 4 h ) , ) ,8 2) Opção: diâmetro da haste 6, 10, 12 mm Página 9 de 15

10 Modelo F73.100, com capilar e flange para montagem em painel Modelo F73.160, com capilar e flange para montagem em painel Peso DN b 1 d d 1 d 2 d 3 D 1 D 2 em kg , ) ,8 2) Opção: diâmetro da haste 6, 10, 12 mm Página 10 de 15

11 Modelo A73, com bulbo de contato Montagem traseira (BM) Modelo R73, com bulbo de contato Montagem inferior (LM) Caixa giratória aproximadamente 350 Modelo S73, com bulbo de contato Montagem traseira, haste e indicador ajustável Caixa giratória aproximadamente 350, basculante Modelo Peso em kg NS b b 1 D 1 D 2 A ,8 A ,9 R ,8 R ,9 S ,9 S ,0 Página 11 de 15

12 Modelo F73, com bulbo de contato Capilar e adaptador para montagem em superfície Modelo F73, com bulbo de contato Capilar e flange para montagem em painel D 4 = Abertura para montagem em painel Modelo F73, com bulbo de contato Capilar e encaixe triangular com clamp Peso em kg DN b d 1 d 2 d 3 D 1 D 2 D 3 D 4 h , ,8 Página 12 de 15

13 Modelo F73.100, com bulbo de contato Capilar e flange para montagem em superfície Modelo F73.160, com bulbo de contato Capilar e flange para montagem em superfície Peso DN b 1 d 1 d 2 d 3 D 1 D 2 em kg , , , ,8 Página 13 de 15

14 Modelo Q73.144, para montagem em painel Caixa para montagem em painel, 144 x 144 mm, entrada de capilar na parte traseira inferior G Corte de painel máx G.01 Instruções de montagem para bulbo de contato Geral O bulbo de contato foi projetado para montagem em superfícies de tubos e tanques. Nestes tipos de montagem, deve-se assegurar que o comprimento total do bulbo esteja em contato com o ponto de medição. Os requisitos básicos para garantir um resultado perfeito de medição são de manter um bom contato termal entre o bulbo de contato montado ao superfície e parede externa de tubulação ou tanque com perda mínima de calor ao ambiente do bulbo de contato montado em superfície e ponto de medição. Proteção contra dobra Capilar Montagem em tubulações A geometria do bulbo de contato foi projetado para tubulações com diâmetros externos entre 20 e 160 mm. O bulbo de contato montado em superfície deve ter contato direto com o ponto de medição e firmemente afixado com o superfície da tubulação. Para locais com temperaturas abaixo de 200 C, uma pasta condutiva de calor pode ser utilizada para melhorar a transmissão de calor entre o bulbo de contato e a superfície da tubulação. Um isolamento deve ser instalado sobre o bulbo de contato montado à superfície para evitar erro devido a perda de calor. Este isolamento deve possuir resistência suficiente à temperatura e não é fornecido com o instrumento. Montagem em tanques A geometria do bulbo de contato foi projetado para tanques com um raio externo de até 80 mm. Se o ponto de montagem do bulbo de contato de superfície tiver um raio externo maior que 80 mm, nós recomendamos o uso de uma peça intermediária projetado para o diâmetro de tanque, fabricada com um material com boa condutividade térmica. O bulbo de contato deve ser afixado ao tanque com um adaptador para montagem em ângulo com roscas tipo clamp, ou qualquer método parecido. O bulbo de contato montado em superfície deve ter contato metálico direto com o ponto de medição e ter contato firme com o superfície do tanque. Montagem em tubo Isolamento Para locais com temperaturas abaixo de 200 C, uma pasta condutiva de calor pode ser utilizada para melhorar a transmissão de calor entre o bulbo de contato e a superfície da tubulação. Um isolamento deve ser instalado sobre o bulbo de contato montado à superfície para evitar erro devido a perda de calor. Este isolamento deve possuir resistência suficiente à temperatura e não é fornecido com o instrumento. Adaptador para montagem em ângulo Isolamento Página 14 de 15

15 Poço de proteção Em princípio, a operação de um termômetro mecânico é possível sem o uso de poço de proteção para baixas cargas de (baixa pressão, baixa viscosidade e baixa velocidade do fluxo). Porém, para possibilitar a troca do termômetro durante operação (por exemplo, substituição do instrumento ou calibração) e para garantir uma melhor proteção do instrumento e também da planta e do meio ambiente, é recomendável o uso de um poço de proteção do extenso portfólio de poços de proteção WIKA. Para mais informações sobre o cálculo de poços de proteção, veja a informação técnica IN Conformidade CE Diretiva ATEX (opção) 94/9/EC, II 2 GD c TX Aprovações (opção) EAC, certificado de importação, tipo de proteção c - segurança da construção, união aduaneira Rússia/ Bielorrússia/Cazaquistão CRN, segurança (por exemplo, segurança elétrica, pressão excessiva,...) Canadá Certificados (opção) 2.2 relatório de ensaio 3.1 certificações de inspeção DKD/DAkkS certificado de calibração Aprovações e certificados, veja o site 08/2015 PT based on 07/2015 EN Informações para cotações Modelo / dimensão / faixa de medição / tipo de conexão / conexão ao / comprimento I 1 / comprimento de capilar I F / opções 2006 WIKA Alexander Wiegand SE & Co. KG, todos os direitos são reservados. Especificações e dimensões apresentadas neste folheto representam a condição de engenharia no período da publicação. Modificações podem ocorrer e materiais especificados podem ser substituídos por outros sem aviso prévio. Página 15 de 15 WIKA do Brasil Ind. e Com. Ltda. CEP Iperó - SP/Brazil Tel Fax

Termômetro bimetálico Modelo 55, série em aço inoxidável

Termômetro bimetálico Modelo 55, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Modelo 55, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 55.01 outras aprovações veja página 7 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias

Leia mais

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 73.01 outras aprovações veja página 15 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias

Leia mais

Meter run Modelo FLC-MR

Meter run Modelo FLC-MR Medição de vazão Meter run Modelo FLC-MR WIKA folha de dados FL 10.02 Aplicações Geração de energia Produção de óleo e refino Tratamento e distribuição de água Processamento e transmissão de gases Indústria

Leia mais

Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção

Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção Medição elétrica de temperatura Termorresistência Modelo TR10-H, sem poço de proteção WIKA folha de dados TE 60.08 outras aprovações veja página 8 Aplicações Para montagem direta em processo Fabricante

Leia mais

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável

Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro à expansão de gás Modelo 73, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 73.01 outras aprovações veja página 15 Aplicações Instrumentação geral de processos

Leia mais

Selo diafragma com conexão flangeada Projeto rosqueado e de grande volume Modelo 990.41

Selo diafragma com conexão flangeada Projeto rosqueado e de grande volume Modelo 990.41 Selos diafragma Selo diafragma com conexão flangeada Projeto rosqueado e de grande volume Modelo 990.41 WIKA folha de dados DS 99.32 outras aprovações veja página 3 Aplicações Para montagem (montagem direta,

Leia mais

Termômetro bimetálico Modelo 52, série industrial

Termômetro bimetálico Modelo 52, série industrial Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Modelo 52, série industrial WIKA folha de dados TM 52.01 outras aprovações veja página 6 Aplicações Uma ampla faixa de aplicações na fabricação de

Leia mais

Termômetro bimetálico Versão de alta qualidade para processos conforme EN Modelo 55

Termômetro bimetálico Versão de alta qualidade para processos conforme EN Modelo 55 Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Versão de alta qualidade para s conforme EN 13190 Modelo 55 WIKA folha de dados TM 55.01 outras aprovações veja página 7 Aplicações Instrumentação

Leia mais

Cálculo de resistência para poços de proteção

Cálculo de resistência para poços de proteção Informação técnica Cálculo de resistência para poços de proteção WIKA folha de dados IN 00.15 Aplicações O cálculo de resistência para um poço de proteção é uma prova matemática da capacidade do mesmo

Leia mais

Cálculo de resistência para poços de proteção

Cálculo de resistência para poços de proteção Informação técnica Cálculo de resistência para poços de proteção WIKA folha de dados IN 00.15 Aplicações O cálculo de resistência em um poço de proteção é uma prova matemática da capacidade do mesmo em

Leia mais

Termômetro bimetálico Modelo 53, série industrial

Termômetro bimetálico Modelo 53, série industrial Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Modelo 53, série industrial WIKA folha de dados TM 53.01 outras aprovações veja página 6 Aplicações Indústria química, petroquímica, tecnologia de

Leia mais

Termômetro bimetálico Modelo 54, série industrial

Termômetro bimetálico Modelo 54, série industrial Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Modelo 54, série industrial WIKA folha de dados TM 54.01 outras aprovações veja página 6 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias químicas

Leia mais

Hand-held de temperatura Modelo CTH7000

Hand-held de temperatura Modelo CTH7000 Tecnologia de calibração Hand-held de temperatura Modelo CTH7000 Folha de dados WIKA CT 55.50 Aplicações Termômetro de precisão para medições de temperatura com alta exatidão em uma faixa de -200... +962

Leia mais

Termômetro bimetálico Modelo 55, versão de alta qualidade para processos conforme EN 13190

Termômetro bimetálico Modelo 55, versão de alta qualidade para processos conforme EN 13190 Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Modelo 55, versão de alta qualidade para s conforme EN 13190 WIKA folha de dados TM 55.01 outras aprovações veja página 7 Aplicações Instrumentação

Leia mais

Termômetro à expansão de gás Alta resistência contra vibração Modelo 75, série em aço inoxidável

Termômetro à expansão de gás Alta resistência contra vibração Modelo 75, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro à expansão de gás Alta resistência contra vibração Modelo 75, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 75.01 outras aprovações veja página 5 Aplicações

Leia mais

Instruções de montagem e operação EB 2430 PT. Termóstato Tipo 2430 K para Válvulas da Série 43

Instruções de montagem e operação EB 2430 PT. Termóstato Tipo 2430 K para Válvulas da Série 43 Termóstato Tipo 2430 K para Válvulas da Série 43 Fig. 1 Termóstato Tipo 2430 ligado a Válvula Tipo 2432 K (Regulador de Temperatura Tipo 43-2) Instruções de montagem e operação EB 2430 PT Edição de Setembro

Leia mais

Manômetro preenchido com glicerina

Manômetro preenchido com glicerina Manômetro preenchido com glicerina RP 50205/01.07 Substitui: AB 31-38 1/10 Tipo ABZMM Tamanho nominal 40, 63 e 100 Indicação máxima 1000 bar [14500 psi] Manômetro DN63/100 Conexão inferior Manômetro DN40/63/100

Leia mais

PT105 II TRANSMISSOR INTELIGENTE DE PRESSÃO COM SENSOR CAPACITIVO

PT105 II TRANSMISSOR INTELIGENTE DE PRESSÃO COM SENSOR CAPACITIVO PT105 II TRANSMISSOR INTELIGENTE DE PRESSÃO COM SENSOR CAPACITIVO O transmissor inteligente de pressão da série PT105 II é fabricado com uma célula capacitiva de alta confiabilidade e precisão para ser

Leia mais

Catálogo Airnet. www.airnet-system.com. rápido simples confiável

Catálogo Airnet. www.airnet-system.com. rápido simples confiável Catálogo Airnet www.airnet-system.com rápido simples confiável ÍNDICE Informação geral...1-2 Tubagem...3 Tubos...3 Conexões... 4- Ligação reta...4 Curva...4 T...5 Válvulas...6 Baixada...7 Conexões de transição...8

Leia mais

Medição de vazão. Aplicações. Características especiais. Descrição

Medição de vazão. Aplicações. Características especiais. Descrição Medição de vazão Bocal de vazão para instalação interna na tubulação, modelo FLC-FN-PIP Bocal de vazão para montagem entre flanges, modelo FLC-FN-FLN WIKA folha de dados FL 10.03 Aplicações Geração de

Leia mais

Multicalibrador portátil Modelo CEP3000

Multicalibrador portátil Modelo CEP3000 Tecnologia de calibração Multicalibrador portátil Modelo CEP3000 Folha de dados WIKA CT 82.01 Aplicações Prestadores de serviços de calibração e testes Laboratórios de medição e controle Indústria (laboratório,

Leia mais

Série InPro 7250. Suas principais características são: - excelente relação custo/benefício. - a mais alta precisão em medições

Série InPro 7250. Suas principais características são: - excelente relação custo/benefício. - a mais alta precisão em medições Série InPro 7250 Sensores de condutividade indutiva altamente resistentes para aplicações na indústrias química, papel e celulose, e também no tratamento de efluentes industriais. Dados técnicos A nova

Leia mais

Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27

Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27 Selo diafragma Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27 WIKA Folha técnica DS 99.27 Outras aprovações veja página 3 Aplicações Indústria de processos químicos

Leia mais

Manual de Operação e Instalação

Manual de Operação e Instalação Manual de Operação e Instalação Transmissor de nível Cod: 073AA-005-122M Rev. A Série LT-200 Fevereiro / 2004 S/A. Rua João Serrano, 250 Bairro do Limão São Paulo SP CEP 02551-060 Fone: (11) 3488-8999

Leia mais

Preparação de ar comprimido Programa complementar Manômetros. Catálogo impresso

Preparação de ar comprimido Programa complementar Manômetros. Catálogo impresso Preparação de ar Manômetros Catálogo impresso 2 Preparação de ar Manômetros Manômetros, Série P1-SNL conexão atrás Cor fundo: Cores da escala: Verde / Branco ocular: Poliestireno Unidades: bar / 4 Manômetros,

Leia mais

Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.22, 990.52 e 990.53, conexão tipo clamp

Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.22, 990.52 e 990.53, conexão tipo clamp Selos diafragma Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.22, 990.52 e 990.53, conexão tipo clamp WIKA folha de dados DS 99.41 outras aprovações veja página 3 Aplicações

Leia mais

Manômetro diferencial Série em aço inoxidável com diafragma Model , construção soldada

Manômetro diferencial Série em aço inoxidável com diafragma Model , construção soldada Medição mecânica de pressão Manômetro diferencial Série em aço inoxidável com diafragma Model 732.51, construção soldada WIKA folha de dados PM 07.05 outras aprovações veja página 2 Aplicações Adequado

Leia mais

Manômetro diferencial Para a indústria de processo Modelo , Câmara de medição totalmente metálica

Manômetro diferencial Para a indústria de processo Modelo , Câmara de medição totalmente metálica Pressão Manômetro diferencial Para a indústria de processo Modelo 732.51, Câmara de medição totalmente metálica WIKA folha de dados PM 07.05 outras aprovações veja página 4 Aplicações Adequado para os

Leia mais

Escoamento. Escoamentos de água no solo para a impermeabilização conjunta

Escoamento. Escoamentos de água no solo para a impermeabilização conjunta Schlüter -KERDI-DRAIN Escoamento 8.2 Escoamentos de água no solo para a impermeabilização conjunta Aplicação e funcionamento Schlüter -KERDI-DRAIN é um sistema de escoamento de águas no solo destinado

Leia mais

MEIOS DE LIGAÇÃO DE TUBOS

MEIOS DE LIGAÇÃO DE TUBOS MEIOS DE LIGAÇÃO DE TUBOS Ligações rosqueadas; Ligações soldadas; Ligações flangeadas; Ligações de ponta e bolsa; Outras Ligações: - Ligações de compressão; - Ligações patenteadas. 1 Fatores que influenciam

Leia mais

Medidor de vazão, plástico

Medidor de vazão, plástico Medidor de vazão, plástico Construção O medidor de vazão, num princípio de, dispõe de um tubo de medição em PA 63T ou seja, polissulfona, adequado para a utilização em meios neutros ou seja, agressivos*

Leia mais

Nova Série de Sondas InTrac Quando a Segurança no Processo é Essencial!

Nova Série de Sondas InTrac Quando a Segurança no Processo é Essencial! Nova Série de Sondas InTrac Quando a Segurança no Processo é Essencial! Dados Técnicos Descrição As sondas retráteis InTrac da METTLER TOLEDO com sistema de segurança TRI-LOCK TM permitem a instalação

Leia mais

Manômetros de 100 e 150mm Standard ou com Glicerina

Manômetros de 100 e 150mm Standard ou com Glicerina Manômetros de 100 e 150mm Standard ou com Glicerina Aplicação Foram desenvolvidos para indicarem com precisão a pressão que se quer monitorar nas linhas de vapor, gases ou líquidos, e em equipamentos.

Leia mais

Sistema de sensores Sensores de pressão Série PM1. Catálogo impresso

Sistema de sensores Sensores de pressão Série PM1. Catálogo impresso Sistema de sensores Sensores de pressão Série PM1 Catálogo impresso Sistema de sensores Sensores de pressão Série PM1 Pressão de comutação: -0,9-16 bar mecânico Conexão elétrica: Conector, ISO 4400, formato

Leia mais

Manômetro diferencial Para a indústria de processo Modelos , , alta proteção contra sobrecarrega de até 40, 100 ou 400 bar

Manômetro diferencial Para a indústria de processo Modelos , , alta proteção contra sobrecarrega de até 40, 100 ou 400 bar Pressão Manômetro diferencial Para a indústria de processo Modelos 732.14, 762.14, alta proteção contra sobrecarrega de até 40, 100 ou 400 bar WIKA folha de dados PM 07.13 outras aprovações veja página

Leia mais

Transmissor de Pressão Submersível 2.75

Transmissor de Pressão Submersível 2.75 Folha de Dados Transmissor de Pressão Submersível 2.75 Geral Os transmissores de pressão da MJK foram desenvolvidos para medição de nível pela imersão do transmissor de pressão em tanques abertos, poços

Leia mais

Manual técnico Caixas em poliéster KS

Manual técnico Caixas em poliéster KS Manual técnico Caixas em poliéster KS 1 2 3 6 7 6 4 5 1 As caixas em poliéster KS são altamente versáteis na aplicação. Elevado grau de proteção, sem risco de corrosão, alta resistência a produtos químicos

Leia mais

Válvulas e sifões para lava-louças, pias e aparelhos. Técnica de drenagem. PT 3/15 Tabela de Preços 2015 Reservados os direitos a alteracoes tecnicas.

Válvulas e sifões para lava-louças, pias e aparelhos. Técnica de drenagem. PT 3/15 Tabela de Preços 2015 Reservados os direitos a alteracoes tecnicas. Válvulas e sifões para lava-louças, pias e aparelhos Técnica de drenagem V3 PT 3/15 Tabela de Preços 2015 Reservados os direitos a alteracoes tecnicas. Válvulas, sifões e acessórios para lava-louças, pias

Leia mais

InTrac 787 Manual de Instruções

InTrac 787 Manual de Instruções 1 Manual de Instruções 2 Índice: 1. Introdução... 5 2. Observações importantes... 6 2.1 Verificando a entrega... 6 2.2 Instruções operacionais... 6 2.3 Uso normal... 7 2.4 Instruções de segurança... 7

Leia mais

Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.18, 990.19, 990.20 e 990.21, conexão rosqueada

Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.18, 990.19, 990.20 e 990.21, conexão rosqueada Selos diafragma Selo diafragma com conexão higiênica Para aplicações sanitárias Modelos 990.18, 990.19, 990.20 e 990.21, conexão rosqueada WIKA folha de dados DS 99.40 outras aprovações veja página 3 Aplicações

Leia mais

Manômetro de tubo Bourdon, liga de cobre Série para montagem em painel Modelos e

Manômetro de tubo Bourdon, liga de cobre Série para montagem em painel Modelos e Medição mecânica de pressão Manômetro de tubo Bourdon, liga de cobre Série para montagem em painel Modelos 111.16 e 111.26 WIKA folha de dados PM 01.10 outras aprovações veja página 3 Aplicações Para meios

Leia mais

MACACO DE TEN- SAR MONOFILAR AUTOMÁTICO

MACACO DE TEN- SAR MONOFILAR AUTOMÁTICO B E T Ã O P R É - E S F O R Ç A D O T E C N O L O G I A MACACO DE TEN- SAR MONOFILAR AUTOMÁTICO Versão de quatro mangueiras hidráulicas pt PAUL-Info B 131.14/21 L I D E R A N Ç A M U N D I A L Mais de

Leia mais

Manômetro diferencial para a indústria de processo Modelos , , alta proteção contra sobrecarrega de até 40, 100 ou 400 bar

Manômetro diferencial para a indústria de processo Modelos , , alta proteção contra sobrecarrega de até 40, 100 ou 400 bar Medição mecânica de pressão Manômetro diferencial para a indústria de processo Modelos 732.14, 762.14, alta proteção contra sobrecarrega de até 40, 100 ou 400 bar WIKA folha de dados PM 07.13 outras aprovações

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções SE 630 (X) MS MEMO SENS Manual de Instruções Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos www.knick.de Manual de Instruções Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos SE 630 Memosens Não deixe de ler e seguir as

Leia mais

Manômetro de tubo Bourdon, liga de cobre Construção padrão Modelos ,

Manômetro de tubo Bourdon, liga de cobre Construção padrão Modelos , Medição mecânica de pressão Manômetro de tubo Bourdon, liga de cobre Construção padrão Modelos 111.10, 111.12 WIKA folha de dados PM 01.01 outras aprovações veja página 3 Aplicações Para meios gasosos

Leia mais

Uni-Probe LB 490. Medição de Nível Sem Contato C O N T R O L E D E P R O C E S S O S

Uni-Probe LB 490. Medição de Nível Sem Contato C O N T R O L E D E P R O C E S S O S Uni-Probe LB 490 Medição de Nível Sem Contato C O N T R O L E D E P R O C E S S O S Transmissor de Nível LB 490 O sistema de medição LB 490 é usado para medição continua e sem contato em liquidos e materiala

Leia mais

Inovação e Qualidade. Gama de produtos. Prémios:

Inovação e Qualidade. Gama de produtos. Prémios: Inovação e Qualidade Válvulas, controlos + sistemas Unibox e limitação da temperatura de retorno de sistemas de piso radiante Floorbox Instalação de sistemas de piso radiante sem distribuidor / colector

Leia mais

Manômetros, modelo 7 conforme a diretiva 94/9/CE (ATEX)

Manômetros, modelo 7 conforme a diretiva 94/9/CE (ATEX) Manual de instruções Manômetros, modelo 7 conforme a diretiva 94/9/CE (ATEX) II 2 GD c TX Modelo 732.51.100 conforme ATEX Modelo 732.14.100 conforme ATEX Manual de instruções, modelo 7 conforme ATEX ágina

Leia mais

Termômetro de vidro para máquinas (Termômetro Capela) Modelo 32, Forma-V

Termômetro de vidro para máquinas (Termômetro Capela) Modelo 32, Forma-V Medição mecânica de temperatura Termômetro de vidro para máquinas (Termômetro Capela) Modelo 32, Forma-V WIKA folha de dados TM 32.02 outras aprovações veja página 5 Aplicações Aplicação universal Fabricante

Leia mais

Válvulas direcionais Acionamento pneumático Série 740. Catálogo impresso

Válvulas direcionais Acionamento pneumático Série 740. Catálogo impresso Válvulas direcionais Acionamento pneumático Série 740 Catálogo impresso 2 Válvulas direcionais Acionamento pneumático Série 740 Válvula direcional 5/2, Série 740 Qn = 700-950 l/min conexão de tubo conexão

Leia mais

Termostatos KP. Brochura técnica MAKING MODERN LIVING POSSIBLE. Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT.

Termostatos KP. Brochura técnica MAKING MODERN LIVING POSSIBLE. Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT. MAKING MODERN LIVING POSSIBLE Brochura técnica Termostatos KP Termostatos KP são interruptores elétricos ativados por temperatura com contatos SPDT. Um termostato KP pode ser conectado diretamente a um

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções SE 604 (X) MS MEMO SENS Manual de Instruções Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos www.knick.de Instruções de Uso Sensor de Condutividade de 2 Eletrodos Memosens SE 604 (X) MEMO SENS Leia e siga as seguintes

Leia mais

Manômetro com tubo bourdon e contatos elétricos Caixa de aço inoxidável Modelo PGS21, DN 100 e 160

Manômetro com tubo bourdon e contatos elétricos Caixa de aço inoxidável Modelo PGS21, DN 100 e 160 Medição mecatrônica de pressão Manômetro com tubo bourdon e contatos elétricos Caixa de aço inoxidável Modelo PGS21, DN 100 e 160 Folha de dados WIKA PV 22.01 outras aprovações veja página 3 Aplicações

Leia mais

Boletim da Engenharia

Boletim da Engenharia Boletim da Engenharia 10 Verificação e Ajuste da Folga Axial dos Compressores Parafuso 11/02 Tipos de compressores: OS.53 / OS.70 / OS.74 HS.53 / HS.64 / HS.74 HSKC 64 / HSKC 74 Sumário Página 1 Introdução

Leia mais

Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado

Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado Medição eletrônica de pressão Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado WIKA folha de dados PE 81.45 Aplicações

Leia mais

Fitting INLINE com turbina para medição de vazão

Fitting INLINE com turbina para medição de vazão Fitting ININE com turbina para medição de vazão Tipo pode ser combinado com N 06 a N 65 Sistema de canalização fechada, i.e. sensor dentro do fitting Tecnologia Quarto de Volta Componentes eletrônicos

Leia mais

Tecnologia de conexões para tubos aço

Tecnologia de conexões para tubos aço BR 7/ Cátalogo 0/06 Reservados os direitos a alteraçoes técnicas sem prévio aviso. Megapress Tecnologia de conexões para tubos aço F Sistema de prensar com conectores de prensar em aço de carbono.0308

Leia mais

Termômetro bimetálico com contatos elétricos Modelo 55, série em aço inoxidável

Termômetro bimetálico com contatos elétricos Modelo 55, série em aço inoxidável Temperatura Termômetro bimetálico com contatos elétricos Modelo 55, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TV 25.01 outras aprovações veja página 10 Aplicações Controle de processos industriais Monitoramento

Leia mais

REGULADOR DE AÇÃO DIRETA

REGULADOR DE AÇÃO DIRETA REGULADOR DE AÇÃO DIRETA ÍNDICE GENERALIDADES... 1 CARACTERÍSTICAS... 2 MARCAÇÃO... 2 DESCRIÇÃO... 3 PEÇAS DE SUBSTITUIÇÃO... 3 DIMENSÕES E PESOS... 3 FUNCIONAMENTO... 4 AJUSTE DA VÁLVULA... 4 INSTALAÇÃO...

Leia mais

Rodas Laminadas EXL e Discos Roloc EXL Scotch-Brite Industrial

Rodas Laminadas EXL e Discos Roloc EXL Scotch-Brite Industrial 3 Rodas Laminadas EXL e Discos Roloc EXL Scotch-Brite Industrial Dados Técnicos Fevereiro/2004 Substitui: Janeiro/2002 Página 1 de 8 Introdução: As Rodas Laminadas EXL e EXL Roloc Scotch-Brite para rebarbação

Leia mais

Regulador de Pressão Automotor Série 42 Regulador de Pressão Diferencial com actuador de abertura e válvula balanceada Tipo 2422 Tipo 42-20 Tipo 42-25

Regulador de Pressão Automotor Série 42 Regulador de Pressão Diferencial com actuador de abertura e válvula balanceada Tipo 2422 Tipo 42-20 Tipo 42-25 Regulador de Pressão Automotor Série 42 Regulador de Pressão Diferencial com actuador de abertura e válvula balanceada Tipo 2422 Tipo 42-20 Tipo 42-25 Aplicação Regulador de pressão diferencial para grandes

Leia mais

Termopares TE 65.10. com poço Modelo TC 200. Medição Eletrônica de Temperatura

Termopares TE 65.10. com poço Modelo TC 200. Medição Eletrônica de Temperatura TE 65.10 Termopares com poço Modelo TC 200 Medição Eletrônica de Temperatura Serviços planejados - Construção de máquinas, plantas e tanques - Geração de energia - Indústria química - Indústria alimentícia

Leia mais

DLP-S SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO SIMPLIFICADO. Clic! o essencial Para distribuição de correntes fortes e fracas. DLP-S, calhas de encaixe direto

DLP-S SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO SIMPLIFICADO. Clic! o essencial Para distribuição de correntes fortes e fracas. DLP-S, calhas de encaixe direto o essencial Para distribuição de correntes fortes e fracas DLP-S Encaixe direto, O «Clic» que faltava nas SUAS instalações... SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO SIMPLIFICADO Clic! DLP-S, calhas de encaixe direto

Leia mais

Conjunto de empilhamento para o vaporizador combinado (gás)

Conjunto de empilhamento para o vaporizador combinado (gás) SmartCombi Classic Combi Conjunto de empilhamento para o vaporizador 845986----AIRU6- / 2.05.200 / TAG-MaBr Versão Conjunto de empilhamento do vaporizador combinado a gás CE Conjunto de empilhamento do

Leia mais

Tanque vertical. Reservatório vertical em filamento contínuo. Manual de Instalação, Manutenção e Garantia

Tanque vertical. Reservatório vertical em filamento contínuo. Manual de Instalação, Manutenção e Garantia Tanque vertical Reservatório vertical em filamento contínuo Manual de Instalação, Manutenção e Garantia 1 - Descrição do equipamento Tanque vertical fabricado em PRFV (poliéster reforçado com fibra de

Leia mais

TREINAMENTO TERMOSTATO DANFOSS

TREINAMENTO TERMOSTATO DANFOSS TREINAMENTO TERMOSTATO DANFOSS Página 1 O que é o termostato? O termostato é um controlador de temperatura, ou seja, ele funciona como uma chave liga e desliga baseada na temperatura. Para melhor entender

Leia mais

Instruções complementares. Centragem. para VEGAFLEX Série 80. Document ID: 44967

Instruções complementares. Centragem. para VEGAFLEX Série 80. Document ID: 44967 Instruções complementares Centragem para VEGAFLEX Série 80 Document ID: 44967 Índice Índice 1 Descrição do produto 1.1 Vista geral... 3 1.2 Centragens... 3 2 Montagem 2.1 Informações gerais... 10 2.2 Estrelas

Leia mais

Apresentação. A Aceflan Acessórios Industriais Ltda. é uma empresa com mais de 20 anos no

Apresentação. A Aceflan Acessórios Industriais Ltda. é uma empresa com mais de 20 anos no Apresentação A Aceflan Acessórios Industriais Ltda. é uma empresa com mais de 20 anos no mercado, sempre atuando no segmento de acessórios para tubulação, tais como: Curvas, Tês, Flanges, Reduções, Válvulas,

Leia mais

Válvulas com disco ajustável

Válvulas com disco ajustável T 1.2/1/P/2 Válvulas com disco ajustável Tipo Para insuflação e exaustão de ar CONTIMETRA Lisboa Rua do Proletariado15B 2795648 CARNAXIDE tel. 214 203 900 fax 214 203 902 contimetra@contimetra.com www.contimetra.com

Leia mais

S E N S Y C A L. Especificações Gerais do Transmissor de Pressão Inteligente RP2000. Avenida do Estado, 4567 Mooca São Paulo SP CEP 03105-000

S E N S Y C A L. Especificações Gerais do Transmissor de Pressão Inteligente RP2000. Avenida do Estado, 4567 Mooca São Paulo SP CEP 03105-000 S E N S Y C A L I N S T R U M E N T O S E S I S T E M A S L T D A do Transmissor de Pressão Inteligente RP2000 Avenida do Estado, 4567 Mooca São Paulo SP CEP 03105-000 Fone: +55 11 3275-0094 e-mail: vendas@sensycal.com.br

Leia mais

POLIAS DE CORRENTE PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS. Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono

POLIAS DE CORRENTE PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS. Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono POLIAS DE CORRENTE E ACESSÓRIOS PARA OPERAÇÃO DE VÁLVULAS ELEVADAS Ferro dúctil Aço inox Alumínio Aço carbono Industries, Inc. POLIAS DE CORRENTE AJUSTÁVEIS DE FERRO DÚCTIL USADAS PARA OPERAR VÁLVULAS

Leia mais

TUBULAÇÕES JOSÉ AERTON ROCHA

TUBULAÇÕES JOSÉ AERTON ROCHA TUBULAÇÕES JOSÉ AERTON ROCHA Tubulações Industriais Tubulações industriais são um conjunto de tubos e seus diversos acessórios, que tem por objetivo o transporte de fluidos do seu ponto de armazenamento

Leia mais

SISTEMA DE MEDIÇÃO DE HIDROGÊNIO

SISTEMA DE MEDIÇÃO DE HIDROGÊNIO SISTEMA DE MEDIÇÃO DE HIDROGÊNIO em aço líquido O Sistema de Medição de Hidrogênio da ECIL foi desenvolvido para promover medições instantâneas de hidrogênio em aço líquido. Devido a sua precisão e o seu

Leia mais

Filtros Plissados F7-001 TROX DO BRASIL LTDA. Fone: (11) 3037-3900 Fax: (11) 3037-3910 E-mail: trox@troxbrasil.com.br www.troxbrasil.com.

Filtros Plissados F7-001 TROX DO BRASIL LTDA. Fone: (11) 3037-3900 Fax: (11) 3037-3910 E-mail: trox@troxbrasil.com.br www.troxbrasil.com. F7-001 Filtros Plissados TROX DO BRASIL LTDA. Rua Alvarenga, 2025 05509-005 São Paulo SP Fone: (11) 3037-3900 Fax: (11) 3037-3910 E-mail: trox@troxbrasil.com.br www.troxbrasil.com.br Índice - Descrição

Leia mais

Medidor de Nível. Modelo: NM-

Medidor de Nível. Modelo: NM- Medidor de Nível Medir Controlar Regular! Range de : Máximo 6000 mm! Precisão de : 0.5% para range = 3000 mm! Pressão: máxima 20 bar! Temperatura: máxima 120 C! Conexão: de R 3/8" a R 2" Flange: de DN

Leia mais

FAREX - Com. de Máquinas Ltda. Hydra-Tools Indl. e Coml. Ltda.

FAREX - Com. de Máquinas Ltda. Hydra-Tools Indl. e Coml. Ltda. FAREX - Com. de Máquinas Ltda. Hydra-Tools Indl. e Coml. Ltda. Manual de Instruções Maquina Hidráulica de Curvar Tubos Série CTN-4 A máquina de curvar tubos da série CTN-4, foi desenvolvida para curvar

Leia mais

Sistema de termosifão simples e eficaz Produção de água quente

Sistema de termosifão simples e eficaz Produção de água quente Sistema de termosifão simples e eficaz Produção de água quente Solar Keymark Solar Keymark Sistema de termosifão simples e eficaz Produção de água quente Um sistema solar para água quente que impressiona

Leia mais

www.cudell.pt B Linha de apoio: Tel. 707 30 50 30

www.cudell.pt B Linha de apoio: Tel. 707 30 50 30 ENCANAMENTOS RÍGIDOS Tubos de Aço sem Costura Abraçadeiras para Tubo Hidráulico Rígido Junções para Tubo Hidráulico Rígido Passadores de Esfera Flanges SAE com Ligação Roscada Máquina Manual de Curvar

Leia mais

Equívocos cometidos em tubulações de gás combustível. No dimensionamento das tubulações, são encontrados freqüentemente os seguintes equívocos:

Equívocos cometidos em tubulações de gás combustível. No dimensionamento das tubulações, são encontrados freqüentemente os seguintes equívocos: Equívocos cometidos em tubulações de gás combustível Houve, no Brasil, uma lacuna na normalização de Instalações Internas de Gás Combustível durante um grande período, pois a norma brasileira que tratava

Leia mais

10 Informação técnica

10 Informação técnica 10 Informação técnica Volumes e perdas térmicas Tamanho do depósito 356 456 656 756 956 Volumes nominais [I] 350 450 650 750 950 Volumes reais [I] 365 448 623 695 886 Volume de disponibilização de AQS

Leia mais

SOLUÇÔES INTEGRAIS 1

SOLUÇÔES INTEGRAIS 1 SOLUÇÔES INTEGRAIS 111 Sistema estrutural de alumínio Perfis e acessórios Série MICRO Tipo... Liga... Estado... Tolerâncias dimensionais... Terminação... Sistema modular de perfis de alumínio e seus acessórios

Leia mais

CARNEIRO HIDRÁULICO O QUE É - E COMO CONSTRUÍ-LO. Prof. Geraldo Lúcio Tiago Filho Revisão: Prof. Augusto Nelson Carvalho Viana

CARNEIRO HIDRÁULICO O QUE É - E COMO CONSTRUÍ-LO. Prof. Geraldo Lúcio Tiago Filho Revisão: Prof. Augusto Nelson Carvalho Viana CARNEIRO HIDRÁULICO O QUE É - E COMO CONSTRUÍ-LO Prof. Geraldo Lúcio Tiago Filho Revisão: Prof. Augusto Nelson Carvalho Viana Acesse www.hidrovector.com.br para baixar outros ebooks gratuitamente CARNEIRO

Leia mais

Manual de Instruções. Poços de Proteção. Exemplos

Manual de Instruções. Poços de Proteção. Exemplos Manual de Instruções oços de roteção Exemplos Manual de Instruções de oços de roteção ágina 3-11 2 Índice Índice 1. Instruções de segurança 4 2. Descrição 4 3. Condições de instalação e instalação 5 4.

Leia mais

06.06-PORB. Adaptadores Vic-Flange. Nº. Sistema Enviado por Seção Espec. Parágr. Local Data Aprovado Data TUBO DE AÇO-CARBONO ACOPLAMENTOS RANHURADOS

06.06-PORB. Adaptadores Vic-Flange. Nº. Sistema Enviado por Seção Espec. Parágr. Local Data Aprovado Data TUBO DE AÇO-CARBONO ACOPLAMENTOS RANHURADOS PARA MAIS DETALHES CONSULTE A PUBLICAÇÃO VICTAULIC 10.01 Modelo 741 O adaptador Modelo 741 é desenhado para incorporar diretamente componentes flangeados com padrões de orifício do parafuso ANSI CL. 125

Leia mais

Dados técnicos. Polaridade de saída Intervalo seguro de comutação s a 0... 7 mm Dados característicos Condições de montagem B. 5 mm C.

Dados técnicos. Polaridade de saída Intervalo seguro de comutação s a 0... 7 mm Dados característicos Condições de montagem B. 5 mm C. 0102 Designação para encomenda Características 10 mm não nivelado forma plana Entalhe de montagem para agrupador de cabos Dados técnicos Dados gerais Função do elemento de comutação Contacto de trabalho

Leia mais

40.69-PORB V33, K8.0 PRODUTOS DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS SPRINKLERS AUTOMÁTICOS

40.69-PORB V33, K8.0 PRODUTOS DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS SPRINKLERS AUTOMÁTICOS PARA MAIS DETALHES, CONSULTE A PUBLICAÇÃO VICTAULIC 10.01 O Sprinkler do tipo embutido, pendente, via-seca, Série V33 com tampa de proteção roscada e ajuste de ½" utiliza componentes internos de aço inox.

Leia mais

* Norma ANSI/FCI 70.2

* Norma ANSI/FCI 70.2 Steam Seal Válvula Borboleta CARACTERÍSTICAS E BENEFÍCIOS Corpo Monobloco wafer, de pescoço longo para facilitar o isolamento térmico quando instalada na tubulação, totalmente fundido em aço carbono ou

Leia mais

Acumuladores hidráulicos

Acumuladores hidráulicos Tipos de acumuladores Compressão isotérmica e adiabática Aplicações de acumuladores no circuito Volume útil Pré-carga em acumuladores Instalação Segurança Manutenção Acumuladores Hidráulicos de sistemas

Leia mais

S E N S Y C A L. Especificações Gerais do Transmissor de Pressão Inteligente RP2000. Avenida do Estado, 4567 Mooca São Paulo SP CEP 03105-000

S E N S Y C A L. Especificações Gerais do Transmissor de Pressão Inteligente RP2000. Avenida do Estado, 4567 Mooca São Paulo SP CEP 03105-000 S E N S Y C A L I N S T R U M E N T O S E S I S T E M A S L T D A do Transmissor de Pressão Inteligente RP2000 Avenida do Estado, 4567 Mooca São Paulo SP CEP 03105-000 Fone: +55 11 3275-0094 e-mail: vendas@sensycal.com.br

Leia mais

Metalo. Modular. Sistema de Andaimes em Alumínio. Instruções Técnicas

Metalo. Modular. Sistema de Andaimes em Alumínio. Instruções Técnicas Metalo Modular Sistema de Andaimes em Alumínio Instruções Técnicas Modular_AF4.indd 1 Modular Índice Favor observar: Nestas instruções técnicas, encontram-se todas as informações e indicações importantes

Leia mais

Caixa para medidores com ou sem leitura por vídeo câmeras

Caixa para medidores com ou sem leitura por vídeo câmeras Dobradiça Furação para passagem de cabo de Ø21 mm ( 12x ) Vista Inferior Item 1 e 2 Adaptador para parafuso A.A. Fixação dos trilhos através de parafuso e porca ( possibilitando regulagem ) Trilho de fixação

Leia mais

Varycontrol Caixas VAV

Varycontrol Caixas VAV 5//P/3 Varycontrol Caixas VAV Para Sistemas de Volume Variável Séries TVJ, TVT TROX DO BRASIL LTDA. Rua Alvarenga, 05 05509-005 São Paulo SP Fone: (11) 303-3900 Fax: (11) 303-39 E-mail: trox@troxbrasil.com.br

Leia mais

Calhas de duche Advantix. Técnica de drenagem. PT 3/15 Tabela de Preços 2015 Reservados os direitos a alteracoes tecnicas.

Calhas de duche Advantix. Técnica de drenagem. PT 3/15 Tabela de Preços 2015 Reservados os direitos a alteracoes tecnicas. Calhas de duche Advantix Técnica de drenagem X1 PT 3/15 Tabela de Preços 2015 Reservados os direitos a alteracoes tecnicas. As calhas de duche Advantix oferecem tudo o que está em conformidade com a mais

Leia mais

Conectores Elétricos Rotativos

Conectores Elétricos Rotativos Conectores Elétricos Rotativos Serior aos coletores escovas convencionais Blindado com rolamentos de esferas Maior confiabilidade, livre de manutenção Livre de ruídos elétricos Resistência de condução

Leia mais

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO MOTOR INCLUEM...

AS CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO MOTOR INCLUEM... Motores H-Compact COMPACTO, REFRIGERAÇÃO EFICIENTE A importância crescente da economia de energia, dos requerimentos ambientais, da procura por dimensões menores e das imposições dos mercados nacionais

Leia mais

Regulamentação da utilização de raquetes e "Figuras 8" para liberação segura de equipamento para serviços de manutenção

Regulamentação da utilização de raquetes e Figuras 8 para liberação segura de equipamento para serviços de manutenção Regulamentação da utilização de raquetes e "Figuras 8" para liberação segura de equipamento para serviços de manutenção Objetivos Determinar práticas de raqueteamento de liberação de unidades de processo

Leia mais

PRODUTO: SEL-SV--1-O40-K7 FOLHA TÉCNICA 1/5 SAC 55 11 3019-1616

PRODUTO: SEL-SV--1-O40-K7 FOLHA TÉCNICA 1/5 SAC 55 11 3019-1616 PRODUTO: SEL-SV--1-O40-K7 FOLHA TÉCNICA 1/5 APLICAÇÃO Sensor-transmissor de sinal de presença de chama à prova de explosão, certificado pelo TÜV, IPT e pelo CENPRA do MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA,

Leia mais

Fabricação de moldes I / 2016

Fabricação de moldes I / 2016 Novos produtos Fabricação de moldes I / 2016 Encomende agora na nossa loja online! www.meusburger.com Placas isolantes com paralelismo de 0.02 mm Standard otimizado para placas isolantes»» Precisão máxima

Leia mais

built build to LAJES LITEFORM

built build to LAJES LITEFORM uilt build to LAJES LAJES LITEFORM Lajes_LITEFORM 338 LITEFORM é o novo sistema de escoramento para lajes tradicionais de concreto moldado in loco. Apresenta as vantagens de incrementar a produtividade,

Leia mais

SISTEMAS MODULARES DE TREINO DE ENERGIA SOLAR E ENERGIA TÉRMICA

SISTEMAS MODULARES DE TREINO DE ENERGIA SOLAR E ENERGIA TÉRMICA SISTEMAS MODULARES DE TREINO DE ENERGIA SOLAR E ENERGIA TÉRMICA SISTEMA TREINO DE PAINÉIS FOTOVOLTAICOS SOLARTEC-70 Sistema didático para a aprendizagem ou treino teórico e prático de instalações de energia

Leia mais