Instruções de Preenchimento do Questionário 5

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Instruções de Preenchimento do Questionário 5"

Transcrição

1 ANEXO QUESTIONÁRIO ÍNDICE Instruções de Preenchimento do Questionário 5 I. Seguros de Acidentes Pessoais 6 (1.) Aluno 6 (2.) Aprendiz 8 (3.) Atleta de alta competição 10 (4.) Bolseiro de investigação 12 (5.) Bombeiro municipal ou voluntário 15 (6.) Crianças e jovens acolhidos 17 (7.) Dador de sangue 19 (8.) Dirigente associativo voluntário 22 (9.) Entidades gestoras dos Centros de Actividades Ocupacionais (CAO) 24 (10.) Entidades promotoras e organizadoras de campos de férias 26 (11.) Entidades promotoras ou organizadoras de provas desportivas abertas ao público 28 (12.) Entidades promotoras de projectos de férias desportivas 31 (13.) Entidades responsáveis por instalações desportivas 33 (14.) Estudantes universitários e do ensino politécnico 35 (15.) Forcado 38 (16.) Formando 40 (17.) Membros de órgãos autárquicos 42 (18.) Prestadores de serviços de mergulho 44 (19.) Seguro desportivo 47 (20.) Tripulante a bordo de embarcação de pesca 49 (21.) Voluntário 51 Pág. 1/188

2 II. Seguros de Responsabilidade Civil 54 (22.) Actividade de produção de electricidade a partir da energia das ondas 54 (23.) Actividade marítimo-turística 55 (24.) Actividade de mediação de seguros ou de resseguros 57 (25.) Actividade termal 58 (26.) Actividade de transporte colectivo de crianças 60 (27.) Actividades que envolvam alto risco para o ambiente 61 (28.) Agências de câmbios 63 (29.) Agências de viagens e turismo 64 (30.) Auditores independentes registados na CMVM (Sociedades de Revisores Oficiais de Contas) 66 (31.) Automóvel 67 (32.) Autores de projectos e industriais da construção civil, quanto a obras particulares 68 (33.) Bens objecto de contratos de locação financeira 70 (34.) Caçador 71 (35.) Centros de bronzeamento artificial 73 (36.) Centros de inspecção de veículos automóveis 74 (37.) Clínicas e consultórios dentários privados 76 (38.) Consultores para investimento 77 (39.) Detenção de animais perigosos e potencialmente perigosos 79 (40.) Detentor da direcção efectiva de instalações, equipamentos ou material produtor de radiações ionizantes ou não ionizantes 80 (41.) Dispositivos médicos 82 (42.) Embarcações de recreio 83 (43.) Empreitadas de obras públicas (quando o dono o determine no caderno de encargos) 85 (44.) Empresas de animação turística 86 (45.) Empresas de estiva 88 (46.) Empresas de transporte por caminho de ferro e de gestão da infra-estrutura ferroviária 89 (47.) Empresas privadas de segurança 91 (48.) Empresas transitárias 92 (49.) Entidades certificadoras de assinaturas digitais 93 (50.) Entidades concessionárias das actividades de produção, transporte, distribuição e comercialização de electricidade 95 (51.) Entidades concessionárias das actividades de transporte e armazenamento subterrâneo de gás natural e de recepção, armazenamento e regaseificação em terminais de gás natural liquefeito (GNL) e de distribuição de gás natural 96 (52.) Entidades concessionárias da exploração e gestão dos sistemas multi-municipais e municipais de captação, tratamento e abastecimento de água para consumo público, de recolha, tratamento e rejeição de efluentes e de recolha e tratamento de resíduos sólidos 98 Pág. 2/188

3 (53.) Entidades concessionárias da exploração e gestão dos sistemas multi-municipais de captação, tratamento e abastecimento de água para consumo público 99 (54.) Entidades concessionárias da exploração e gestão dos sistemas multi-municipais de recolha, tratamento e rejeição de efluentes 101 (55.) Entidades concessionárias da exploração e gestão dos sistemas multi-municipais de tratamento de resíduos sólidos urbanos 102 (56.) Entidades de certificação e inspecção da conformidade de materiais de construção 104 (57.) Entidades exploradoras da actividade de comboios turísticos 105 (58.) Entidades exploradoras das armazenagens e das redes e ramais de distribuição de gás 107 (59.) Entidades exploradoras de instalações por cabo para o transporte de pessoas 108 (60.) Entidades exploradoras de recintos com diversões aquáticas 110 (61.) Entidades habilitadas à exploração de Aeródromos Civis Nacionais 111 (62.) Entidades que projectem e executem instalações de armazenamento de produtos do petróleo e instalações de abastecimento de combustíveis líquidos e gasosos derivados do petróleo 113 (63.) Entidades inspectoras das redes e ramais de distribuição e instalações de gás 114 (64.) Entidades instaladoras e montadoras de redes de gás 116 (65.) Entidades licenciadas para o exercício das actividades de armazenamento, transporte, distribuição, refinação e comercialização de petróleo bruto e de produtos de petróleo 117 (66.) Entidades licenciadas para a instalação e ou exploração de aterros destinados a resíduos 119 (67.) Entidades licenciadas para a posse, detenção, utilização ou transporte de fontes radioactivas seladas 120 (68.) Entidades licenciadas para prestação de serviços na área da protecção contra radiações ionizantes 122 (69.) Entidades licenciadas para utilização, com fins de diagnóstico, terapêutica e de prevenção, de radiações ionizantes 123 (70.) Entidades montadoras ou reparadoras de kits de conversão para veículos automóveis a GPL 125 (71.) Entidades qualificadas para a realização de exames, controlos e ensaios dos equipamentos de protecção individual (EPI) 126 (72.) Entidades responsáveis pelos espaços de jogo e recreio, respectivo equipamento e superfícies de impacte, destinados a crianças (jardins de infância, escolas, creches e jardins públicos) 128 (73.) Entidades responsáveis por instalações desportivas de uso público que concebam, instalem e mantenham balizas de futebol, andebol, hóquei e polo aquático, e equipamentos de basquetebol 129 (74.) Entidades responsáveis pela manutenção e inspecção de ascensores, monta-cargas, escadas mecânicas e tapetes rolantes 131 (75.) Entidades responsáveis pela instalação e funcionamento dos recintos de espectáculos e de divertimentos públicos 132 (76.) Entidades titulares de licença de comercialização e operadores de redes de transporte de gás natural 134 (77.) Exploração do terminal, do gasoduto e das redes de distribuição regional de gás natural 135 (78.) Guarda-noturno 137 (79.) Laboratórios privados 138 (80.) Mediação imobiliária 139 (81.) Mediador de jogos sociais do Estado 141 (82.) Notários 142 Pág. 3/188

4 (83.) Organismos com intervenção nos procedimentos de avaliação da conformidade das embarcações de recreio 144 (84.) Organismos com intervenção nos procedimentos de avaliação da conformidade das máquinas e dos componentes de segurança colocados no mercado isoladamente 145 (85.) Operadores marítimo-turísticos 147 (86.) Operadores portuários 148 (87.) Organismos autorizados a aplicar os processos de avaliação da conformidade na aprovação dos equipamentos sob pressão transportáveis destinados ao transporte de mercadorias perigosas por estrada e por caminho de ferro 150 (88.) Peritos avaliadores de imóveis dos Fundos de Investimento Imobiliário 151 (89.) Prestadores de serviços de assistência em escala 153 (90.) Prestação de serviços de aplicação de produtos fitofarmacêuticos por empresários individuais e por empresas de aplicação terrestre 154 (91.) Prestamista 156 (92.) Produtores de electricidade em instalações que utilizem a energia eólica ou que estejam localizadas em locais de livre acesso ao público 157 (93.) Profissional de terapêuticas não convencionais 159 (94.) Promotor de ensaios clínicos 160 (95.) Redes internas ou ramais de distribuição de combustíveis gasosos de gás 162 (96.) Revisores Oficiais de Contas 163 (97.) Sociedades de advogados com responsabilidade limitada 165 (98.) Solicitadores 166 (99.) Técnicos Oficiais de Contas 168 (100.) Titulares de estabelecimentos de culturas marinhas em mar aberto 169 (101.) Titulares de licenças e alvarás para o exercício da actividade de armeiro e de gestão de carreiras e campos de tiro 171 (102.) Titulares de licenças para uso e porte de armas ou sua detenção 172 (103.) Trabalho aéreo (compreende, entre outras, as actividades relacionadas com a agricultura, combate a incêndios e o páraquedismo) 173 (104.) TransportE aéreo 175 (105.) Transporte aéreo de passageiros nas operações não comerciais com aeronaves de MTOM igual ou inferior a 2700 kg 176 (106.) Transporte aéreo regular 178 (107.) Transporte de mercadorias perigosas por via aérea 179 (108.) Transporte transfronteiriço de resíduos perigosos 181 (109.) Ultraleves e aeronaves de voo livre 182 (110.) Unidades privadas de diálise 184 (111.) Unidades privadas de saúde 185 III. Seguro de ramo não determinado por lei 188 (112.) Dador de órgãos, tecidos e células 188 Pág. 4/188

5 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO 1. No caso das questões de escolha múltipla, para assinalar a respectiva resposta deve clicar na caixa com a opção pretendida. 2. Quando necessário, pode ser assinalada mais do que uma opção. 3. Para efeitos de preenchimento do ficheiro em formato Excel enviado em anexo ao presente questionário, salienta-se que o Anexo I diz respeito aos seguros de acidentes pessoais, o Anexo II aos seguros de responsabilidade civil e o Anexo III ao seguro obrigatório de ramo não determinado por lei. 4. No final do questionário, podem ser anexadas notas adicionais, devendo ser referenciado o número da questão e o seguro obrigatório a que respeitam. Pág. 5/188

6 I. SEGUROS DE ACIDENTES PESSOAIS (1.) ALUNO 1.1. A empresa de seguros comercializa este Se a empresa de seguros comercializa o seguro obrigatório, por favor preencha o Anexo I a este questionário e, em Acção ou omissão da pessoa segura sob efeito do álcool ou bebida alcoólica que determine grau de alcoolemia superior ao legalmente permitido e/ou uso de estupefacientes fora da prescrição médica, ou quando incapaz de controlar os seus actos Inobservância das disposições legais e regulamentares em geral e, em especial, das concernentes à actividade objecto do seguro ou ao tomador de seguro, às pessoas seguras ou aos respectivos beneficiários Acções ou omissões criminosas, mesmo que em forma tentada Actos ou omissões dolosos ou gravemente negligentes praticados pelo tomador de seguro, pessoas seguras, beneficiários, ou por pessoas por quem sejam civilmente responsáveis Suicídio ou tentativa de suicídio Acções praticadas pela pessoa segura sobre si própria Acções praticadas pelo beneficiário sobre a pessoa segura Acções praticadas pelo tomador do seguro sobre a pessoa segura Acções praticadas por todos aqueles pelos quais seja civilmente responsável a pessoa segura, o beneficiário ou o tomador do seguro Actos notoriamente perigosos que não sejam justificados pelo exercício da profissão Apostas e desafios Condução de veículo sem que a pessoa segura esteja legalmente habilitada e transporte de pessoa segura como passageiro de veículo conduzido por condutor não habilitado legalmente ou em situação de roubo, furto ou furto de uso, quando estas circunstâncias sejam do conhecimento da pessoa segura Implantação ou reparação de próteses e/ou órtoteses Perturbações ou danos exclusivamente do foro psíquico Infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida (SIDA) Ataque cardíaco, salvo se for causado por traumatismo físico externo Doenças, de qualquer natureza, excepto se directa e comprovadamente resultantes de acidente coberto Pág. 6/188

7 Hérnias de qualquer natureza, varizes e suas complicações, lombalgias de esforço, lumbagos, roturas ou distensões musculares Agravamento de doença ou lesão preexistente Prática profissional de desportos durante provas desportivas integradas em campeonatos, estágios, torneios e respectivos treinos Prática amadora de desportos em competições, estágios e respectivos treinos Pilotagem e utilização de aeronaves, excepto como passageiro de linha aérea regular Utilização de veículos motorizados de duas rodas Utilização de moto-quatro Utilização de tractores Utilização ou transporte de materiais radioactivos Desportos terrestres motorizados Artes marciais Paraquedismo, incluindo a prática de queda livre, parapente e asa-delta Saltos ou saltos invertidos com mecanismos de suspensão corporal (bungee jumping) Tauromaquia e largadas de touros ou rezes Caça de animais predadores ou que reconhecidamente sejam considerados perigosos Equitação Agressões por cães considerados, face à lei vigente, como perigosos ou potencialmente perigosos e por animais selvagens venenosos ou predadores, quando na posse da pessoa segura Motonáutica e sky aquático Desportos náuticos praticados sobre a prancha Descida de torrentes ou correntes originadas por desníveis nos cursos de água Mergulho com utilização de sistemas auxiliares de respiração (garrafas) Caça submarina Desportos de inverno Prática de alpinismo e escalada, descida em slide ou rappel, espeleologia Prática de artes marciais, boxe, motorismo, e outros desportos e actividades análogos na sua perigosidade Actos ou omissões da pessoa segura quando tome parte em distúrbios no trabalho, greves, lock-out, tumultos, motins e/ou alterações da ordem pública Guerra, incluindo guerra civil, declarada ou não, hostilidades entre nações estrangeiras (quer haja ou não declaração de guerra) ou actos bélicos provenientes, directa ou indirectamente, dessas hostilidades, operações bélicas, invasão, acto de inimigo estrangeiro Actos de terrorismo e sabotagem, como tal considerados pela legislação penal portuguesa vigente Pág. 7/188

8 Explosão, libertação de calor e irradiações provenientes de cisão de átomos ou radioactividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas Cataclismos da natureza, tais como tufões, tornados, ventos ciclónicos, trombas de água, terramotos, maremotos, erupções vulcânicas, acção de raio, impacto de corpos celestes, bem como inundações, incêndios, explosões, aluimentos ou deslizamentos de terras ou terrenos, queda de árvores e de construções ou estruturas, provocados por qualquer destes fenómenos se inscreve na política comercial da empresa (2.) APRENDIZ 1.1. A empresa de seguros comercializa este Se a empresa de seguros comercializa o seguro obrigatório, por favor preencha o Anexo I a este questionário e, em Acção ou omissão da pessoa segura sob efeito do álcool ou bebida alcoólica que determine grau de alcoolemia superior ao legalmente permitido e/ou uso de estupefacientes fora da prescrição médica, ou quando incapaz de controlar os seus actos Inobservância das disposições legais e regulamentares em geral e, em especial, das concernentes à actividade objecto do seguro ou ao tomador de seguro, às pessoas seguras ou aos respectivos beneficiários Acções ou omissões criminosas, mesmo que em forma tentada Actos ou omissões dolosos ou gravemente negligentes praticados pelo tomador de seguro, pessoas seguras, beneficiários, ou por pessoas por quem sejam civilmente responsáveis Suicídio ou tentativa de suicídio Acções praticadas pela pessoa segura sobre si própria Acções praticadas pelo beneficiário sobre a pessoa segura Acções praticadas pelo tomador do seguro sobre a pessoa segura Acções praticadas por todos aqueles pelos quais seja civilmente responsável a pessoa segura, o beneficiário ou o tomador do seguro Pág. 8/188

9 Actos notoriamente perigosos que não sejam justificados pelo exercício da profissão Apostas e desafios Condução de veículo sem que a pessoa segura esteja legalmente habilitada e transporte de pessoa segura como passageiro de veículo conduzido por condutor não habilitado legalmente ou em situação de roubo, furto ou furto de uso, quando estas circunstâncias sejam do conhecimento da pessoa segura Implantação ou reparação de próteses e/ou órtoteses Perturbações ou danos exclusivamente do foro psíquico Infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida (SIDA) Ataque cardíaco, salvo se for causado por traumatismo físico externo Doenças, de qualquer natureza, excepto se directa e comprovadamente resultantes de acidente coberto Hérnias de qualquer natureza, varizes e suas complicações, lombalgias de esforço, lumbagos, roturas ou distensões musculares Agravamento de doença ou lesão preexistente Prática profissional de desportos durante provas desportivas integradas em campeonatos, estágios, torneios e respectivos treinos Prática amadora de desportos em competições, estágios e respectivos treinos Pilotagem e utilização de aeronaves, excepto como passageiro de linha aérea regular Utilização de veículos motorizados de duas rodas Utilização de moto-quatro Utilização de tractores Utilização ou transporte de materiais radioactivos Desportos terrestres motorizados Artes marciais Paraquedismo, incluindo a prática de queda livre, parapente e asa-delta Saltos ou saltos invertidos com mecanismos de suspensão corporal (bungee jumping) Tauromaquia e largadas de touros ou rezes Caça de animais predadores ou que reconhecidamente sejam considerados perigosos Equitação Agressões por cães considerados, face à lei vigente, como perigosos ou potencialmente perigosos e por animais selvagens venenosos ou predadores, quando na posse da pessoa segura Motonáutica e sky aquático Desportos náuticos praticados sobre a prancha Descida de torrentes ou correntes originadas por desníveis nos cursos de água Mergulho com utilização de sistemas auxiliares de respiração (garrafas) Pág. 9/188

10 Caça submarina Desportos de inverno Prática de alpinismo e escalada, descida em slide ou rappel, espeleologia Prática de artes marciais, boxe, motorismo, e outros desportos e actividades análogos na sua perigosidade Actos ou omissões da pessoa segura quando tome parte em distúrbios no trabalho, greves, lock-out, tumultos, motins e/ou alterações da ordem pública Guerra, incluindo guerra civil, declarada ou não, hostilidades entre nações estrangeiras (quer haja ou não declaração de guerra) ou actos bélicos provenientes, directa ou indirectamente, dessas hostilidades, operações bélicas, invasão, acto de inimigo estrangeiro Actos de terrorismo e sabotagem, como tal considerados pela legislação penal portuguesa vigente Explosão, libertação de calor e irradiações provenientes de cisão de átomos ou radioactividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas Cataclismos da natureza, tais como tufões, tornados, ventos ciclónicos, trombas de água, terramotos, maremotos, erupções vulcânicas, acção de raio, impacto de corpos celestes, bem como inundações, incêndios, explosões, aluimentos ou deslizamentos de terras ou terrenos, queda de árvores e de construções ou estruturas, provocados por qualquer destes fenómenos se inscreve na política comercial da empresa (3.) ATLETA DE ALTA COMPETIÇÃO 1.1. A empresa de seguros comercializa este Se a empresa de seguros comercializa o seguro obrigatório, por favor preencha o Anexo I a este questionário e, em Acção ou omissão da pessoa segura sob efeito do álcool ou bebida alcoólica que determine grau de alcoolemia superior ao legalmente permitido e/ou uso de estupefacientes fora da prescrição médica, ou quando incapaz de controlar os seus actos Inobservância das disposições legais e regulamentares em geral e, em especial, das concernentes à actividade objecto do seguro ou ao tomador de seguro, às pessoas seguras ou aos respectivos beneficiários Pág. 10/188

11 Acções ou omissões criminosas, mesmo que em forma tentada Actos ou omissões dolosos ou gravemente negligentes praticados pelo tomador de seguro, pessoas seguras, beneficiários, ou por pessoas por quem sejam civilmente responsáveis Suicídio ou tentativa de suicídio Acções praticadas pela pessoa segura sobre si própria Acções praticadas pelo beneficiário sobre a pessoa segura Acções praticadas pelo tomador do seguro sobre a pessoa segura Acções praticadas por todos aqueles pelos quais seja civilmente responsável a pessoa segura, o beneficiário ou o tomador do seguro Actos notoriamente perigosos que não sejam justificados pelo exercício da profissão Apostas e desafios Condução de veículo sem que a pessoa segura esteja legalmente habilitada e transporte de pessoa segura como passageiro de veículo conduzido por condutor não habilitado legalmente ou em situação de roubo, furto ou furto de uso, quando estas circunstâncias sejam do conhecimento da pessoa segura Implantação ou reparação de próteses e/ou órtoteses Perturbações ou danos exclusivamente do foro psíquico Infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida (SIDA) Ataque cardíaco, salvo se for causado por traumatismo físico externo Doenças, de qualquer natureza, excepto se directa e comprovadamente resultantes de acidente coberto Hérnias de qualquer natureza, varizes e suas complicações, lombalgias de esforço, lumbagos, roturas ou distensões musculares Agravamento de doença ou lesão preexistente Prática profissional de desportos durante provas desportivas integradas em campeonatos, estágios, torneios e respectivos treinos Prática amadora de desportos em competições, estágios e respectivos treinos Pilotagem e utilização de aeronaves, excepto como passageiro de linha aérea regular Utilização de veículos motorizados de duas rodas Utilização de moto-quatro Utilização de tractores Utilização ou transporte de materiais radioactivos Desportos terrestres motorizados Artes marciais Paraquedismo, incluindo a prática de queda livre, parapente e asa-delta Saltos ou saltos invertidos com mecanismos de suspensão corporal (bungee jumping) Tauromaquia e largadas de touros ou rezes Pág. 11/188

12 Caça de animais predadores ou que reconhecidamente sejam considerados perigosos Equitação Agressões por cães considerados, face à lei vigente, como perigosos ou potencialmente perigosos e por animais selvagens venenosos ou predadores, quando na posse da pessoa segura Motonáutica e sky aquático Desportos náuticos praticados sobre a prancha Descida de torrentes ou correntes originadas por desníveis nos cursos de água Mergulho com utilização de sistemas auxiliares de respiração (garrafas) Caça submarina Desportos de inverno Prática de alpinismo e escalada, descida em slide ou rappel, espeleologia Prática de artes marciais, boxe, motorismo, e outros desportos e actividades análogos na sua perigosidade Actos ou omissões da pessoa segura quando tome parte em distúrbios no trabalho, greves, lock-out, tumultos, motins e/ou alterações da ordem pública Guerra, incluindo guerra civil, declarada ou não, hostilidades entre nações estrangeiras (quer haja ou não declaração de guerra) ou actos bélicos provenientes, directa ou indirectamente, dessas hostilidades, operações bélicas, invasão, acto de inimigo estrangeiro Actos de terrorismo e sabotagem, como tal considerados pela legislação penal portuguesa vigente Explosão, libertação de calor e irradiações provenientes de cisão de átomos ou radioactividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas Cataclismos da natureza, tais como tufões, tornados, ventos ciclónicos, trombas de água, terramotos, maremotos, erupções vulcânicas, acção de raio, impacto de corpos celestes, bem como inundações, incêndios, explosões, aluimentos ou deslizamentos de terras ou terrenos, queda de árvores e de construções ou estruturas, provocados por qualquer destes fenómenos se inscreve na política comercial da empresa (4.) BOLSEIRO DE INVESTIGAÇÃO 1.1. A empresa de seguros comercializa este Pág. 12/188

13 Se a empresa de seguros comercializa o seguro obrigatório, por favor preencha o Anexo I a este questionário e, em Acção ou omissão da pessoa segura sob efeito do álcool ou bebida alcoólica que determine grau de alcoolemia superior ao legalmente permitido e/ou uso de estupefacientes fora da prescrição médica, ou quando incapaz de controlar os seus actos Inobservância das disposições legais e regulamentares em geral e, em especial, das concernentes à actividade objecto do seguro ou ao tomador de seguro, às pessoas seguras ou aos respectivos beneficiários Acções ou omissões criminosas, mesmo que em forma tentada Actos ou omissões dolosos ou gravemente negligentes praticados pelo tomador de seguro, pessoas seguras, beneficiários, ou por pessoas por quem sejam civilmente responsáveis Suicídio ou tentativa de suicídio Acções praticadas pela pessoa segura sobre si própria Acções praticadas pelo beneficiário sobre a pessoa segura Acções praticadas pelo tomador do seguro sobre a pessoa segura Acções praticadas por todos aqueles pelos quais seja civilmente responsável a pessoa segura, o beneficiário ou o tomador do seguro Actos notoriamente perigosos que não sejam justificados pelo exercício da profissão Apostas e desafios Condução de veículo sem que a pessoa segura esteja legalmente habilitada e transporte de pessoa segura como passageiro de veículo conduzido por condutor não habilitado legalmente ou em situação de roubo, furto ou furto de uso, quando estas circunstâncias sejam do conhecimento da pessoa segura Implantação ou reparação de próteses e/ou órtoteses Perturbações ou danos exclusivamente do foro psíquico Infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida (SIDA) Ataque cardíaco, salvo se for causado por traumatismo físico externo Doenças, de qualquer natureza, excepto se directa e comprovadamente resultantes de acidente coberto Hérnias de qualquer natureza, varizes e suas complicações, lombalgias de esforço, lumbagos, roturas ou distensões musculares Agravamento de doença ou lesão preexistente Prática profissional de desportos durante provas desportivas integradas em campeonatos, estágios, torneios e respectivos treinos Prática amadora de desportos em competições, estágios e respectivos treinos Pilotagem e utilização de aeronaves, excepto como passageiro de linha aérea regular Utilização de veículos motorizados de duas rodas Pág. 13/188

14 Utilização de moto-quatro Utilização de tractores Utilização ou transporte de materiais radioactivos Desportos terrestres motorizados Artes marciais Paraquedismo, incluindo a prática de queda livre, parapente e asa-delta Saltos ou saltos invertidos com mecanismos de suspensão corporal (bungee jumping) Tauromaquia e largadas de touros ou rezes Caça de animais predadores ou que reconhecidamente sejam considerados perigosos Equitação Agressões por cães considerados, face à lei vigente, como perigosos ou potencialmente perigosos e por animais selvagens venenosos ou predadores, quando na posse da pessoa segura Motonáutica e sky aquático Desportos náuticos praticados sobre a prancha Descida de torrentes ou correntes originadas por desníveis nos cursos de água Mergulho com utilização de sistemas auxiliares de respiração (garrafas) Caça submarina Desportos de inverno Prática de alpinismo e escalada, descida em slide ou rappel, espeleologia Prática de artes marciais, boxe, motorismo, e outros desportos e actividades análogos na sua perigosidade Actos ou omissões da pessoa segura quando tome parte em distúrbios no trabalho, greves, lock-out, tumultos, motins e/ou alterações da ordem pública Guerra, incluindo guerra civil, declarada ou não, hostilidades entre nações estrangeiras (quer haja ou não declaração de guerra) ou actos bélicos provenientes, directa ou indirectamente, dessas hostilidades, operações bélicas, invasão, acto de inimigo estrangeiro Actos de terrorismo e sabotagem, como tal considerados pela legislação penal portuguesa vigente Explosão, libertação de calor e irradiações provenientes de cisão de átomos ou radioactividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas Cataclismos da natureza, tais como tufões, tornados, ventos ciclónicos, trombas de água, terramotos, maremotos, erupções vulcânicas, acção de raio, impacto de corpos celestes, bem como inundações, incêndios, explosões, aluimentos ou deslizamentos de terras ou terrenos, queda de árvores e de construções ou estruturas, provocados por qualquer destes fenómenos se inscreve na política comercial da empresa Pág. 14/188

15 (5.) BOMBEIRO MUNICIPAL OU VOLUNTÁRIO 1.1. A empresa de seguros comercializa este Se a empresa de seguros comercializa o seguro obrigatório, por favor preencha o Anexo I a este questionário e, em Acção ou omissão da pessoa segura sob efeito do álcool ou bebida alcoólica que determine grau de alcoolemia superior ao legalmente permitido e/ou uso de estupefacientes fora da prescrição médica, ou quando incapaz de controlar os seus actos Inobservância das disposições legais e regulamentares em geral e, em especial, das concernentes à actividade objecto do seguro ou ao tomador de seguro, às pessoas seguras ou aos respectivos beneficiários Acções ou omissões criminosas, mesmo que em forma tentada Actos ou omissões dolosos ou gravemente negligentes praticados pelo tomador de seguro, pessoas seguras, beneficiários, ou por pessoas por quem sejam civilmente responsáveis Suicídio ou tentativa de suicídio Acções praticadas pela pessoa segura sobre si própria Acções praticadas pelo beneficiário sobre a pessoa segura Acções praticadas pelo tomador do seguro sobre a pessoa segura Acções praticadas por todos aqueles pelos quais seja civilmente responsável a pessoa segura, o beneficiário ou o tomador do seguro Actos notoriamente perigosos que não sejam justificados pelo exercício da profissão Apostas e desafios Condução de veículo sem que a pessoa segura esteja legalmente habilitada e transporte de pessoa segura como passageiro de veículo conduzido por condutor não habilitado legalmente ou em situação de roubo, furto ou furto de uso, quando estas circunstâncias sejam do conhecimento da pessoa segura Implantação ou reparação de próteses e/ou órtoteses Perturbações ou danos exclusivamente do foro psíquico Infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida (SIDA) Pág. 15/188

16 Ataque cardíaco, salvo se for causado por traumatismo físico externo Doenças, de qualquer natureza, excepto se directa e comprovadamente resultantes de acidente coberto Hérnias de qualquer natureza, varizes e suas complicações, lombalgias de esforço, lumbagos, roturas ou distensões musculares Agravamento de doença ou lesão preexistente Prática profissional de desportos durante provas desportivas integradas em campeonatos, estágios, torneios e respectivos treinos Prática amadora de desportos em competições, estágios e respectivos treinos Pilotagem e utilização de aeronaves, excepto como passageiro de linha aérea regular Utilização de veículos motorizados de duas rodas Utilização de moto-quatro Utilização de tractores Utilização ou transporte de materiais radioactivos Desportos terrestres motorizados Artes marciais Paraquedismo, incluindo a prática de queda livre, parapente e asa-delta Saltos ou saltos invertidos com mecanismos de suspensão corporal (bungee jumping) Tauromaquia e largadas de touros ou rezes Caça de animais predadores ou que reconhecidamente sejam considerados perigosos Equitação Agressões por cães considerados, face à lei vigente, como perigosos ou potencialmente perigosos e por animais selvagens venenosos ou predadores, quando na posse da pessoa segura Motonáutica e sky aquático Desportos náuticos praticados sobre a prancha Descida de torrentes ou correntes originadas por desníveis nos cursos de água Mergulho com utilização de sistemas auxiliares de respiração (garrafas) Caça submarina Desportos de inverno Prática de alpinismo e escalada, descida em slide ou rappel, espeleologia Prática de artes marciais, boxe, motorismo, e outros desportos e actividades análogos na sua perigosidade Actos ou omissões da pessoa segura quando tome parte em distúrbios no trabalho, greves, lock-out, tumultos, motins e/ou alterações da ordem pública Guerra, incluindo guerra civil, declarada ou não, hostilidades entre nações estrangeiras (quer haja ou não declaração de guerra) ou actos bélicos provenientes, directa ou indirectamente, dessas hostilidades, operações bélicas, invasão, acto de inimigo estrangeiro Pág. 16/188

17 Actos de terrorismo e sabotagem, como tal considerados pela legislação penal portuguesa vigente Explosão, libertação de calor e irradiações provenientes de cisão de átomos ou radioactividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas Cataclismos da natureza, tais como tufões, tornados, ventos ciclónicos, trombas de água, terramotos, maremotos, erupções vulcânicas, acção de raio, impacto de corpos celestes, bem como inundações, incêndios, explosões, aluimentos ou deslizamentos de terras ou terrenos, queda de árvores e de construções ou estruturas, provocados por qualquer destes fenómenos se inscreve na política comercial da empresa (6.) CRIANÇAS E JOVENS ACOLHIDOS 1.1. A empresa de seguros comercializa este Se a empresa de seguros comercializa o seguro obrigatório, por favor preencha o Anexo I a este questionário e, em Acção ou omissão da pessoa segura sob efeito do álcool ou bebida alcoólica que determine grau de alcoolemia superior ao legalmente permitido e/ou uso de estupefacientes fora da prescrição médica, ou quando incapaz de controlar os seus actos Inobservância das disposições legais e regulamentares em geral e, em especial, das concernentes à actividade objecto do seguro ou ao tomador de seguro, às pessoas seguras ou aos respectivos beneficiários Acções ou omissões criminosas, mesmo que em forma tentada Actos ou omissões dolosos ou gravemente negligentes praticados pelo tomador de seguro, pessoas seguras, beneficiários, ou por pessoas por quem sejam civilmente responsáveis Suicídio ou tentativa de suicídio Acções praticadas pela pessoa segura sobre si própria Acções praticadas pelo beneficiário sobre a pessoa segura Acções praticadas pelo tomador do seguro sobre a pessoa segura Pág. 17/188

18 Acções praticadas por todos aqueles pelos quais seja civilmente responsável a pessoa segura, o beneficiário ou o tomador do seguro Actos notoriamente perigosos que não sejam justificados pelo exercício da profissão Apostas e desafios Condução de veículo sem que a pessoa segura esteja legalmente habilitada e transporte de pessoa segura como passageiro de veículo conduzido por condutor não habilitado legalmente ou em situação de roubo, furto ou furto de uso, quando estas circunstâncias sejam do conhecimento da pessoa segura Implantação ou reparação de próteses e/ou órtoteses Perturbações ou danos exclusivamente do foro psíquico Infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida (SIDA) Ataque cardíaco, salvo se for causado por traumatismo físico externo Doenças, de qualquer natureza, excepto se directa e comprovadamente resultantes de acidente coberto Hérnias de qualquer natureza, varizes e suas complicações, lombalgias de esforço, lumbagos, roturas ou distensões musculares Agravamento de doença ou lesão preexistente Prática profissional de desportos durante provas desportivas integradas em campeonatos, estágios, torneios e respectivos treinos Prática amadora de desportos em competições, estágios e respectivos treinos Pilotagem e utilização de aeronaves, excepto como passageiro de linha aérea regular Utilização de veículos motorizados de duas rodas Utilização de moto-quatro Utilização de tractores Utilização ou transporte de materiais radioactivos Desportos terrestres motorizados Artes marciais Paraquedismo, incluindo a prática de queda livre, parapente e asa-delta Saltos ou saltos invertidos com mecanismos de suspensão corporal (bungee jumping) Tauromaquia e largadas de touros ou rezes Caça de animais predadores ou que reconhecidamente sejam considerados perigosos Equitação Agressões por cães considerados, face à lei vigente, como perigosos ou potencialmente perigosos e por animais selvagens venenosos ou predadores, quando na posse da pessoa segura Motonáutica e sky aquático Desportos náuticos praticados sobre a prancha Descida de torrentes ou correntes originadas por desníveis nos cursos de água Pág. 18/188

19 Mergulho com utilização de sistemas auxiliares de respiração (garrafas) Caça submarina Desportos de inverno Prática de alpinismo e escalada, descida em slide ou rappel, espeleologia Prática de artes marciais, boxe, motorismo, e outros desportos e actividades análogos na sua perigosidade Actos ou omissões da pessoa segura quando tome parte em distúrbios no trabalho, greves, lock-out, tumultos, motins e/ou alterações da ordem pública Guerra, incluindo guerra civil, declarada ou não, hostilidades entre nações estrangeiras (quer haja ou não declaração de guerra) ou actos bélicos provenientes, directa ou indirectamente, dessas hostilidades, operações bélicas, invasão, acto de inimigo estrangeiro Actos de terrorismo e sabotagem, como tal considerados pela legislação penal portuguesa vigente Explosão, libertação de calor e irradiações provenientes de cisão de átomos ou radioactividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas Cataclismos da natureza, tais como tufões, tornados, ventos ciclónicos, trombas de água, terramotos, maremotos, erupções vulcânicas, acção de raio, impacto de corpos celestes, bem como inundações, incêndios, explosões, aluimentos ou deslizamentos de terras ou terrenos, queda de árvores e de construções ou estruturas, provocados por qualquer destes fenómenos se inscreve na política comercial da empresa (7.) DADOR DE SANGUE 1.1. A empresa de seguros comercializa este Se a empresa de seguros comercializa o seguro obrigatório, por favor preencha o Anexo I a este questionário e, em Pág. 19/188

20 Acção ou omissão da pessoa segura sob efeito do álcool ou bebida alcoólica que determine grau de alcoolemia superior ao legalmente permitido e/ou uso de estupefacientes fora da prescrição médica, ou quando incapaz de controlar os seus actos Inobservância das disposições legais e regulamentares em geral e, em especial, das concernentes à actividade objecto do seguro ou ao tomador de seguro, às pessoas seguras ou aos respectivos beneficiários Acções ou omissões criminosas, mesmo que em forma tentada Actos ou omissões dolosos ou gravemente negligentes praticados pelo tomador de seguro, pessoas seguras, beneficiários, ou por pessoas por quem sejam civilmente responsáveis Suicídio ou tentativa de suicídio Acções praticadas pela pessoa segura sobre si própria Acções praticadas pelo beneficiário sobre a pessoa segura Acções praticadas pelo tomador do seguro sobre a pessoa segura Acções praticadas por todos aqueles pelos quais seja civilmente responsável a pessoa segura, o beneficiário ou o tomador do seguro Actos notoriamente perigosos que não sejam justificados pelo exercício da profissão Apostas e desafios Condução de veículo sem que a pessoa segura esteja legalmente habilitada e transporte de pessoa segura como passageiro de veículo conduzido por condutor não habilitado legalmente ou em situação de roubo, furto ou furto de uso, quando estas circunstâncias sejam do conhecimento da pessoa segura Implantação ou reparação de próteses e/ou órtoteses Perturbações ou danos exclusivamente do foro psíquico Infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida (SIDA) Ataque cardíaco, salvo se for causado por traumatismo físico externo Doenças, de qualquer natureza, excepto se directa e comprovadamente resultantes de acidente coberto Hérnias de qualquer natureza, varizes e suas complicações, lombalgias de esforço, lumbagos, roturas ou distensões musculares Agravamento de doença ou lesão preexistente Prática profissional de desportos durante provas desportivas integradas em campeonatos, estágios, torneios e respectivos treinos Prática amadora de desportos em competições, estágios e respectivos treinos Pilotagem e utilização de aeronaves, excepto como passageiro de linha aérea regular Utilização de veículos motorizados de duas rodas Utilização de moto-quatro Utilização de tractores Utilização ou transporte de materiais radioactivos Desportos terrestres motorizados Artes marciais Pág. 20/188

21 Paraquedismo, incluindo a prática de queda livre, parapente e asa-delta Saltos ou saltos invertidos com mecanismos de suspensão corporal (bungee jumping) Tauromaquia e largadas de touros ou rezes Caça de animais predadores ou que reconhecidamente sejam considerados perigosos Equitação Agressões por cães considerados, face à lei vigente, como perigosos ou potencialmente perigosos e por animais selvagens venenosos ou predadores, quando na posse da pessoa segura Motonáutica e sky aquático Desportos náuticos praticados sobre a prancha Descida de torrentes ou correntes originadas por desníveis nos cursos de água Mergulho com utilização de sistemas auxiliares de respiração (garrafas) Caça submarina Desportos de inverno Prática de alpinismo e escalada, descida em slide ou rappel, espeleologia Prática de artes marciais, boxe, motorismo, e outros desportos e actividades análogos na sua perigosidade Actos ou omissões da pessoa segura quando tome parte em distúrbios no trabalho, greves, lock-out, tumultos, motins e/ou alterações da ordem pública Guerra, incluindo guerra civil, declarada ou não, hostilidades entre nações estrangeiras (quer haja ou não declaração de guerra) ou actos bélicos provenientes, directa ou indirectamente, dessas hostilidades, operações bélicas, invasão, acto de inimigo estrangeiro Actos de terrorismo e sabotagem, como tal considerados pela legislação penal portuguesa vigente Explosão, libertação de calor e irradiações provenientes de cisão de átomos ou radioactividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas Cataclismos da natureza, tais como tufões, tornados, ventos ciclónicos, trombas de água, terramotos, maremotos, erupções vulcânicas, acção de raio, impacto de corpos celestes, bem como inundações, incêndios, explosões, aluimentos ou deslizamentos de terras ou terrenos, queda de árvores e de construções ou estruturas, provocados por qualquer destes fenómenos se inscreve na política comercial da empresa Pág. 21/188

22 (8.) DIRIGENTE ASSOCIATIVO VOLUNTÁRIO 1.1. A empresa de seguros comercializa este Se a empresa de seguros comercializa o seguro obrigatório, por favor preencha o Anexo I a este questionário e, em Acção ou omissão da pessoa segura sob efeito do álcool ou bebida alcoólica que determine grau de alcoolemia superior ao legalmente permitido e/ou uso de estupefacientes fora da prescrição médica, ou quando incapaz de controlar os seus actos Inobservância das disposições legais e regulamentares em geral e, em especial, das concernentes à actividade objecto do seguro ou ao tomador de seguro, às pessoas seguras ou aos respectivos beneficiários Acções ou omissões criminosas, mesmo que em forma tentada Actos ou omissões dolosos ou gravemente negligentes praticados pelo tomador de seguro, pessoas seguras, beneficiários, ou por pessoas por quem sejam civilmente responsáveis Suicídio ou tentativa de suicídio Acções praticadas pela pessoa segura sobre si própria Acções praticadas pelo beneficiário sobre a pessoa segura Acções praticadas pelo tomador do seguro sobre a pessoa segura Acções praticadas por todos aqueles pelos quais seja civilmente responsável a pessoa segura, o beneficiário ou o tomador do seguro Actos notoriamente perigosos que não sejam justificados pelo exercício da profissão Apostas e desafios Condução de veículo sem que a pessoa segura esteja legalmente habilitada e transporte de pessoa segura como passageiro de veículo conduzido por condutor não habilitado legalmente ou em situação de roubo, furto ou furto de uso, quando estas circunstâncias sejam do conhecimento da pessoa segura Implantação ou reparação de próteses e/ou órtoteses Perturbações ou danos exclusivamente do foro psíquico Infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida (SIDA) Ataque cardíaco, salvo se for causado por traumatismo físico externo Doenças, de qualquer natureza, excepto se directa e comprovadamente resultantes de acidente coberto Pág. 22/188

23 Hérnias de qualquer natureza, varizes e suas complicações, lombalgias de esforço, lumbagos, roturas ou distensões musculares Agravamento de doença ou lesão preexistente Prática profissional de desportos durante provas desportivas integradas em campeonatos, estágios, torneios e respectivos treinos Prática amadora de desportos em competições, estágios e respectivos treinos Pilotagem e utilização de aeronaves, excepto como passageiro de linha aérea regular Utilização de veículos motorizados de duas rodas Utilização de moto-quatro Utilização de tractores Utilização ou transporte de materiais radioactivos Desportos terrestres motorizados Artes marciais Paraquedismo, incluindo a prática de queda livre, parapente e asa-delta Saltos ou saltos invertidos com mecanismos de suspensão corporal (bungee jumping) Tauromaquia e largadas de touros ou rezes Caça de animais predadores ou que reconhecidamente sejam considerados perigosos Equitação Agressões por cães considerados, face à lei vigente, como perigosos ou potencialmente perigosos e por animais selvagens venenosos ou predadores, quando na posse da pessoa segura Motonáutica e sky aquático Desportos náuticos praticados sobre a prancha Descida de torrentes ou correntes originadas por desníveis nos cursos de água Mergulho com utilização de sistemas auxiliares de respiração (garrafas) Caça submarina Desportos de inverno Prática de alpinismo e escalada, descida em slide ou rappel, espeleologia Prática de artes marciais, boxe, motorismo, e outros desportos e actividades análogos na sua perigosidade Actos ou omissões da pessoa segura quando tome parte em distúrbios no trabalho, greves, lock-out, tumultos, motins e/ou alterações da ordem pública Guerra, incluindo guerra civil, declarada ou não, hostilidades entre nações estrangeiras (quer haja ou não declaração de guerra) ou actos bélicos provenientes, directa ou indirectamente, dessas hostilidades, operações bélicas, invasão, acto de inimigo estrangeiro Actos de terrorismo e sabotagem, como tal considerados pela legislação penal portuguesa vigente Pág. 23/188

24 Explosão, libertação de calor e irradiações provenientes de cisão de átomos ou radioactividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas Cataclismos da natureza, tais como tufões, tornados, ventos ciclónicos, trombas de água, terramotos, maremotos, erupções vulcânicas, acção de raio, impacto de corpos celestes, bem como inundações, incêndios, explosões, aluimentos ou deslizamentos de terras ou terrenos, queda de árvores e de construções ou estruturas, provocados por qualquer destes fenómenos se inscreve na política comercial da empresa (9.) ENTIDADES GESTORAS DOS CENTROS DE ACTIVIDADES OCUPACIONAIS (CAO) 1.1. A empresa de seguros comercializa este Se a empresa de seguros comercializa o seguro obrigatório, por favor preencha o Anexo I a este questionário e, em Acção ou omissão da pessoa segura sob efeito do álcool ou bebida alcoólica que determine grau de alcoolemia superior ao legalmente permitido e/ou uso de estupefacientes fora da prescrição médica, ou quando incapaz de controlar os seus actos Inobservância das disposições legais e regulamentares em geral e, em especial, das concernentes à actividade objecto do seguro ou ao tomador de seguro, às pessoas seguras ou aos respectivos beneficiários Acções ou omissões criminosas, mesmo que em forma tentada Actos ou omissões dolosos ou gravemente negligentes praticados pelo tomador de seguro, pessoas seguras, beneficiários, ou por pessoas por quem sejam civilmente responsáveis Suicídio ou tentativa de suicídio Acções praticadas pela pessoa segura sobre si própria Acções praticadas pelo beneficiário sobre a pessoa segura Acções praticadas pelo tomador do seguro sobre a pessoa segura Acções praticadas por todos aqueles pelos quais seja civilmente responsável a pessoa segura, o beneficiário ou o tomador do seguro Pág. 24/188

25 Actos notoriamente perigosos que não sejam justificados pelo exercício da profissão Apostas e desafios Condução de veículo sem que a pessoa segura esteja legalmente habilitada e transporte de pessoa segura como passageiro de veículo conduzido por condutor não habilitado legalmente ou em situação de roubo, furto ou furto de uso, quando estas circunstâncias sejam do conhecimento da pessoa segura Implantação ou reparação de próteses e/ou órtoteses Perturbações ou danos exclusivamente do foro psíquico Infecção pelo vírus da imunodeficiência adquirida (SIDA) Ataque cardíaco, salvo se for causado por traumatismo físico externo Doenças, de qualquer natureza, excepto se directa e comprovadamente resultantes de acidente coberto Hérnias de qualquer natureza, varizes e suas complicações, lombalgias de esforço, lumbagos, roturas ou distensões musculares Agravamento de doença ou lesão preexistente Prática profissional de desportos durante provas desportivas integradas em campeonatos, estágios, torneios e respectivos treinos Prática amadora de desportos em competições, estágios e respectivos treinos Pilotagem e utilização de aeronaves, excepto como passageiro de linha aérea regular Utilização de veículos motorizados de duas rodas Utilização de moto-quatro Utilização de tractores Utilização ou transporte de materiais radioactivos Desportos terrestres motorizados Artes marciais Paraquedismo, incluindo a prática de queda livre, parapente e asa-delta Saltos ou saltos invertidos com mecanismos de suspensão corporal (bungee jumping) Tauromaquia e largadas de touros ou rezes Caça de animais predadores ou que reconhecidamente sejam considerados perigosos Equitação Agressões por cães considerados, face à lei vigente, como perigosos ou potencialmente perigosos e por animais selvagens venenosos ou predadores, quando na posse da pessoa segura Motonáutica e sky aquático Desportos náuticos praticados sobre a prancha Descida de torrentes ou correntes originadas por desníveis nos cursos de água Mergulho com utilização de sistemas auxiliares de respiração (garrafas) Pág. 25/188

26 Caça submarina Desportos de inverno Prática de alpinismo e escalada, descida em slide ou rappel, espeleologia Prática de artes marciais, boxe, motorismo, e outros desportos e actividades análogos na sua perigosidade Actos ou omissões da pessoa segura quando tome parte em distúrbios no trabalho, greves, lock-out, tumultos, motins e/ou alterações da ordem pública Guerra, incluindo guerra civil, declarada ou não, hostilidades entre nações estrangeiras (quer haja ou não declaração de guerra) ou actos bélicos provenientes, directa ou indirectamente, dessas hostilidades, operações bélicas, invasão, acto de inimigo estrangeiro Actos de terrorismo e sabotagem, como tal considerados pela legislação penal portuguesa vigente Explosão, libertação de calor e irradiações provenientes de cisão de átomos ou radioactividade e ainda os decorrentes de radiações provocadas pela aceleração artificial de partículas Cataclismos da natureza, tais como tufões, tornados, ventos ciclónicos, trombas de água, terramotos, maremotos, erupções vulcânicas, acção de raio, impacto de corpos celestes, bem como inundações, incêndios, explosões, aluimentos ou deslizamentos de terras ou terrenos, queda de árvores e de construções ou estruturas, provocados por qualquer destes fenómenos se inscreve na política comercial da empresa (10.) ENTIDADES PROMOTORAS E ORGANIZADORAS DE CAMPOS DE FÉRIAS 1.1. A empresa de seguros comercializa este Se a empresa de seguros comercializa o seguro obrigatório, por favor preencha o Anexo I a este questionário e, em Acção ou omissão da pessoa segura sob efeito do álcool ou bebida alcoólica que determine grau de alcoolemia superior ao legalmente permitido e/ou uso de estupefacientes fora da prescrição médica, ou quando incapaz de controlar os seus actos Pág. 26/188

Anexo I. Seguros obrigatórios de acidentes pessoais. Montante global dos capitais seguros a 31.12.2007 (em euros)

Anexo I. Seguros obrigatórios de acidentes pessoais. Montante global dos capitais seguros a 31.12.2007 (em euros) Anexo I Seguros obrigatórios de acidentes pessoais Seguro N.º de contratos em vigor a (1.) Aluno (2.) Aprendiz (3.) Atleta de alta competição (4.) Bolseiro de investigação (5.) Bombeiro municipal ou voluntário

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ACIDENTES PESSOAIS

MANUAL TÉCNICO ACIDENTES PESSOAIS MANUAL TÉCNICO ACIDENTES PESSOAIS Introdução O seguro de Acidentes Pessoais tem por objectivo garantir as prestações contra os prejuízos, que possam advir em consequência de acidentes susceptíveis de ocorrer

Leia mais

LISTA DOS SEGUROS OBRIGATÓRIOS

LISTA DOS SEGUROS OBRIGATÓRIOS LISTA DOS SEGUROS OBRIGATÓRIOS 1 ÍNDICE ACIDENTES DE TRABALHO... 3 ACIDENTES EM SERVIÇO... 5 ACIDENTES PESSOAIS... 6 DANOS... 10 DOENÇA... 11 INCÊNDIO... 12 RESPONSABILIDADE CIVIL... 13 ROUBO... 33 SOCIAL...

Leia mais

CONDIÇÕES ESPECIAIS SEGUROS ASSOCIADOS AO CARTÃO DE DÉBITO PRESTIGE

CONDIÇÕES ESPECIAIS SEGUROS ASSOCIADOS AO CARTÃO DE DÉBITO PRESTIGE CONDIÇÕES ESPECIAIS SEGUROS ASSOCIADOS AO CARTÃO DE DÉBITO PRESTIGE 1.1. Seguros - Definições Validade A validade dos Seguros associados ao Cartão de Débito Prestige para cada Pessoa Segura, começa com

Leia mais

PROTECÇÃO MAIS VIDA. Informações Pré-Contratuais. Seguro de Vida

PROTECÇÃO MAIS VIDA. Informações Pré-Contratuais. Seguro de Vida Seguro de Vida SEGURADOR PRODUTO Seguro de Vida temporário anual renovável. L - Morte ou Invalidez Absoluta e Definitiva XL - Morte ou Invalidez Absoluta e Definitiva - Morte por Acidente - Morte por Acidente

Leia mais

SEGURO TRANQUILIDADE NO GOLF

SEGURO TRANQUILIDADE NO GOLF PROPOSTA SEGURO TRANQUILIDADE NO GOLF Produto: HOLE1 - Hole in One NOVO ALTERAÇÃO TOMADOR DO SEGURO: - Dados Obrigatórios Nome Título/Sigla Nacionalidade Morada N.º Andar Código Postal Localidade N.º Contribuinte

Leia mais

LISTA DOS SEGUROS OBRIGATÓRIOS

LISTA DOS SEGUROS OBRIGATÓRIOS LISTA DOS SEGUROS OBRIGATÓRIOS 1 ÍNDICE ACIDENTES DE TRABALHO... 3 ACIDENTES EM SERVIÇO... 5 ACIDENTES PESSOAIS... 6 DANOS... 10 DOENÇA... 11 INCÊNDIO... 12 RESPONSABILIDADE CIVIL... 13 ROUBO... 38 SOCIAL...

Leia mais

PROPOSTA DE SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS - RISCOS EXTRA-PROFISSIONAL

PROPOSTA DE SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS - RISCOS EXTRA-PROFISSIONAL PROPOSTA DE SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS - RISCOS EXTRA-PROFISSIONAL 0 1 0 2 0 0 T (+351) 210 407 510 (+351) 220 407 510 (Dias úteis - das 08h30 às 19h30) F (+351) 213 973 090 E lusitania@lusitania.pt

Leia mais

MANUAL TÉCNICO. Global Companhia Seguros SA/ Companhia Seguros Açoreana SA

MANUAL TÉCNICO. Global Companhia Seguros SA/ Companhia Seguros Açoreana SA MANUAL TÉCNICO ACIDENTES PESSOAIS Tomador de Seguro: FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE AIKIDO Apólice: 209019875 Companhia: Global Companhia Seguros SA/ Companhia Seguros Açoreana SA Contactos: Av. Duque de Ávila,

Leia mais

Particularmente indicado para quem tem uma vida activa e efectua frequentes deslocações.

Particularmente indicado para quem tem uma vida activa e efectua frequentes deslocações. Ficha de Produto 1 - DEFINIÇÃO O Seguro de Acidentes Pessoais Valor Fixo garante o pagamento de indemnizações em caso de morte ou invalidez permanente da Pessoa Segura, em consequência de acidente. Garante,

Leia mais

Informações Pré-Contratuais Seguro Acidentes Pessoais Desporto

Informações Pré-Contratuais Seguro Acidentes Pessoais Desporto DMI_AP05 AGT2015 Informações Pré-Contratuais Seguro Acidentes Pessoais Desporto A - SEGURADOR VIA DIRECTA Companhia de Seguros, S.A. B PRODUTO Seguro de Acidentes Pessoais OK! Desporto C - DO SEGURO: O

Leia mais

REAL VIDA GRUPO - PME Ficha de Produto

REAL VIDA GRUPO - PME Ficha de Produto Tipo de Cliente Descrição Segmento-alvo Características Segurador Tomador do Seguro Pequenas e Médias Empresas Seguro de Grupo Temporário Anual Renovável não contributivo que garante o pagamento de um

Leia mais

INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS SEGURO DE VIDA INDIVIDUAL CAIXA PROTECÇÃO VIDA

INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS SEGURO DE VIDA INDIVIDUAL CAIXA PROTECÇÃO VIDA PROTEÇÃO PESSOAL E FAMILIAR INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS SEGURO DE VIDA INDIVIDUAL CAIXA PROTECÇÃO VIDA 1. SEGURADOR Fidelidade - Companhia de Seguros, S.A. 2. ÂMBITO DO SEGURO 2.1. O que é: Seguro de vida

Leia mais

REAL VIDA PREVIDÊNCIA Informações Pré-Contratuais

REAL VIDA PREVIDÊNCIA Informações Pré-Contratuais SEGURADOR PRODUTO Seguro de Vida temporário anual renovável. PLANO PREVIDÊNCIA Morte ou PLANO PREVIDÊNCIA MAIS Morte ou Morte por Acidente Morte por Acidente de Circulação GARANTIAS Morte ou Em caso de

Leia mais

Acidentes Pessoais (Planos)

Acidentes Pessoais (Planos) Acidentes Pessoais (Planos) A ACEITAÇÃO DO SEGURO AQUI PROPOSTO SÓ PODE SER CONSIDERADA DESDE QUE TODOS OS CAMPOS DA PROPOSTA SEJAM RESPONDIDOS NA ÍNTEGRA OU INUTILIZADOS, QUANDO NÃO APLICÁVEIS. TRATANDO-SE

Leia mais

CA CLINICARD. Condições Gerais e Especiais

CA CLINICARD. Condições Gerais e Especiais CA CLINICARD Condições Gerais e Especiais Crédito Agrícola Seguros Companhia de Seguros de Ramos Reais, SA Rua de Campolide, 372-3.º Dt.º 1070-040 Lisboa tel: (+351) 213 806 000 (dias úteis das 8:30 h

Leia mais

(PREENCHER APENAS OS DADOS A ALTERAR) PARTICULAR / EMPRESÁRIO É OU FOI CLIENTE DA CA SEGUROS? NÃO SIM N.º CLIENTE COLABORADOR?

(PREENCHER APENAS OS DADOS A ALTERAR) PARTICULAR / EMPRESÁRIO É OU FOI CLIENTE DA CA SEGUROS? NÃO SIM N.º CLIENTE COLABORADOR? Proposta SEGURO NOVO ALTERAÇÃO (PREENCHER APENAS OS DADOS A ALTERAR) N.º APÓLICE N.º COTAÇÃO TOMADOR DO SEGURO / PROPONENTE PARTICULAR / EMPRESÁRIO EMPRESA É OU FOI CLIENTE DA CA SEGUROS? NÃO SIM N.º CLIENTE

Leia mais

Proposta de Seguro de Saúde Multicare Proposta Império Bonança

Proposta de Seguro de Saúde Multicare Proposta Império Bonança Proposta de Seguro de Saúde Multicare Proposta Império Bonança É Cliente Império Bonança? Nº Cliente Nº Negócio Agência/Agente Nº Seguro Novo Alteração Nº Apólice Conta Cobrança Nº 1. TOMADOR DO SEGURO

Leia mais

Ministério dos Petróleos

Ministério dos Petróleos Ministério dos Petróleos Decreto Executivo nº 197/08 de 16 de Setembro Considerando a necessidade do estabelecimento de disposições relativas ao estatuto das entidades inspectoras das redes e ramais de

Leia mais

APÓLICE DE SEGURO CARAVELA CICLO.5. CONDIÇÕES GERAIS - Cláusula Preliminar 5. CAPÍTULO I - Definições, objecto e garantias do Contrato..

APÓLICE DE SEGURO CARAVELA CICLO.5. CONDIÇÕES GERAIS - Cláusula Preliminar 5. CAPÍTULO I - Definições, objecto e garantias do Contrato.. Condições Gerais e Especiais 1 ÍNDICE APÓLICE DE SEGURO CARAVELA CICLO.5 CONDIÇÕES GERAIS - Cláusula Preliminar 5 CAPÍTULO I - Definições, objecto e garantias do Contrato.. 5 Cláusula 1ª Definições 5 Cláusula

Leia mais

Ficha de Produto Condominio DECO

Ficha de Produto Condominio DECO Ficha de Produto Condominio DECO Generali Companhia de Seguros S.A. Sede: Rua Duque de Palmela, n.º 11 1269-270 Lisboa Tel.: 213 112 800 Fax: 213 563 067 Email: generali@generali.pt www.generali.pt Capital

Leia mais

PROPOSTA DE SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS OTL SEGURO DESPORTIVO

PROPOSTA DE SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS OTL SEGURO DESPORTIVO PROPOSTA DE SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS OTL SEGURO DESPORTIVO A ACEITAÇÃO DO SEGURO AQUI PROPOSTO SÓ PODE SER CONSIDERADA DESDE QUE TODOS OS CAMPOS DA PROPOSTA SEJAM RESPONDIDOS NA ÍNTEGRA OU INUTILIZADOS,

Leia mais

INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS SEGURO VIDA GRUPO CRÉDITO À HABITAÇÃO CAIXA SEGURO VIDA NOTA INFORMATIVA

INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS SEGURO VIDA GRUPO CRÉDITO À HABITAÇÃO CAIXA SEGURO VIDA NOTA INFORMATIVA PROTEÇÃO PESSOAL E FAMILIAR INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS SEGURO VIDA GRUPO CRÉDITO À HABITAÇÃO CAIXA SEGURO VIDA NOTA INFORMATIVA Para entrega ao cliente 1. SEGURADOR Fidelidade - Companhia de Seguros,

Leia mais

Plano Empresas Risco. Condições gerais e especiais. (sem Participação nos Resultados) Pela protecção dos valores da vida. 1/34 1010525 10.12.

Plano Empresas Risco. Condições gerais e especiais. (sem Participação nos Resultados) Pela protecção dos valores da vida. 1/34 1010525 10.12. Plano Empresas Risco (sem Participação nos Resultados) Condições gerais e especiais 1010525 10.12.20094 Pela protecção dos valores da vida. Liberty Seguros, S.A. - Av. Fontes Pereira de Melo, n.º 6 1069-001

Leia mais

REGULAMENTO DE COMBATE À VIOLÊNCIA NOS ESPECTÁCULOS DESPORTIVOS

REGULAMENTO DE COMBATE À VIOLÊNCIA NOS ESPECTÁCULOS DESPORTIVOS REGULAMENTO DE COMBATE À VIOLÊNCIA NOS ESPECTÁCULOS DESPORTIVOS 17 de Fevereiro de 2010 Página 1 de 8 Capítulo I PARTE GERAL Art.1º Objecto O presente regulamento estabelece medidas preventivas e punitivas

Leia mais

Setembro 2013 LEGAL FLASH I ANGOLA SIMPLIFICAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES CAMBIAIS DE INVISÍVEIS CORRENTES

Setembro 2013 LEGAL FLASH I ANGOLA SIMPLIFICAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES CAMBIAIS DE INVISÍVEIS CORRENTES LEGAL FLASH I ANGOLA Setembro 2013 LEGAL FLASH I ANGOLA SIMPLIFICAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES CAMBIAIS DE INVISÍVEIS CORRENTES 2 LEGISLAÇÃO EM DESTAQUE 5 SIMPLIFICAÇÃO DOS PROCEDIMENTOS

Leia mais

Protecção Vida 55-85. Coberturas Base

Protecção Vida 55-85. Coberturas Base PROTECÇÃO VIDA Protecção Vida 55-85 Coberturas Base 1/10 T E M P O R Á R I O A N U A L R EN O V Á V E L Ramo Vida - Grupo C O N D I Ç Õ E S G E R A I S 2/10 Artigo 1º - DEFINIÇÕES Artigo 2º - DISPOSIÇÕES

Leia mais

Decreto - Lei nº85/78 de 22 de Setembro 1

Decreto - Lei nº85/78 de 22 de Setembro 1 Decreto - Lei nº85/78 de 22 de Setembro 1 Os acidentes de viação constituem um verdadeiro flagelo pelas suas consequências sociais e económicas. Por isso se acentua em todo o mundo a tendência para tornar

Leia mais

Plano Proteção Vencimento. Condições Gerais e Especiais da Apólice

Plano Proteção Vencimento. Condições Gerais e Especiais da Apólice Ocidental - Companhia Portuguesa de Seguros, SA. Sede: Av. Dr. Mário Soares (Tagus Park), Edifício 10, Piso 1, 2744-002 Porto Salvo. Pessoa coletiva n.º-501_836_918, matriculada sob esse número na Conservatória

Leia mais

Seguro de Vida Individual Seguro Mulher

Seguro de Vida Individual Seguro Mulher Fevereiro/2011 - G335000 CONDIÇÕES GERAIS Grupo Caixa Geral de Depósitos Império Bonança Companhia de Seguros, S.A. NIPC e Matrícula 500 069 468, na CRC Lisboa Sede: Rua Alexandre Herculano, 53 1269-152

Leia mais

Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo Associação Empresarial das ilhas Terceira, Graciosa e São Jorge

Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo Associação Empresarial das ilhas Terceira, Graciosa e São Jorge Objetivos Contribuir para o incremento de uma nova cultura empresarial, baseada no conhecimento e na inovação, introduzindo uma cultura de risco e vontade empreendedora, através do estímulo ao aparecimento

Leia mais

pietaassistance.com.br

pietaassistance.com.br pietaassistance.com.br Manual do usuário da Assistência 24 Horas EDIÇÃO ANO 2012 ÍNDICE MANUAL DO USUÁRIO DA ASSISTÊNCIA 24 HORAS Capítulo 1 Âmbito Territorial... 6 Capítulo 2 Definições... 6 Capítulo

Leia mais

MANUAL TÉCNICO F.P. AIKIDO

MANUAL TÉCNICO F.P. AIKIDO MANUAL TÉCNICO F.P. AIKIDO (Versão 1.2015) Modalidade: Tomador de Seguro: Acidentes Pessoais Grupo Federação Portuguesa de Aikido Apólice: 29019875 Companhia: Açoreana Seguros S.A Contactos: Av. Duque

Leia mais

ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES ARTIGO 2.º OBJECTO DO CONTRATO ARTIGO 3.º INÍCIO E DURAÇÃO DO CONTRATO. SEGURO REAL VIDA Condições Gerais

ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES ARTIGO 2.º OBJECTO DO CONTRATO ARTIGO 3.º INÍCIO E DURAÇÃO DO CONTRATO. SEGURO REAL VIDA Condições Gerais ARTIGO 1.º DEFINIÇÕES 1. Para efeitos do presente contrato entende-se por: Seguradora: a Real Vida Seguros, S.A., que subscreve com o Tomador de Seguro o presente contrato; Tomador de Seguro: A entidade

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS

REGULAMENTO MUNICIPAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS REGULAMENTO MUNICIPAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS PREÂMBULO O regime jurídico geral aplicável aos recintos de espectáculos e divertimentos públicos

Leia mais

Requisitos do Sistema de Gestão de Segurança para a Prevenção de Acidentes Graves (SGSPAG)

Requisitos do Sistema de Gestão de Segurança para a Prevenção de Acidentes Graves (SGSPAG) Requisitos do Sistema de Gestão de Segurança para a Prevenção de Acidentes Graves (SGSPAG) Política de Prevenção de Acidentes Graves Revisão Revisão Identificação e avaliação dos riscos de acidentes graves

Leia mais

REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU. Regulamento Administrativo nº 24/2003

REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU. Regulamento Administrativo nº 24/2003 1 REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU Regulamento Administrativo nº 24/2003 Condições da Apólice Uniforme do Seguro Obrigatório de Responsabilidade Civil das Embarcações de Recreio O Chefe do Executivo,

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS GRUPO ADVOGADOS E SOLICITADORES OFERTA CPAS

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS GRUPO ADVOGADOS E SOLICITADORES OFERTA CPAS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS GRUPO ADVOGADOS E SOLICITADORES OFERTA CPAS 1 - RISCOS E COBERTURAS a) Riscos Profissionais e Extra-Profissionais b) Morte ou Invalidez Permanente 2 - SEGURADO E PESSOAS SEGURAS

Leia mais

PROJECTO DE NORMA REGULAMENTAR N.º /2008-R, DE...DE...

PROJECTO DE NORMA REGULAMENTAR N.º /2008-R, DE...DE... PROJECTO DE NORMA REGULAMENTAR N.º /2008-R, DE...DE... SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL DOS CONSULTORES PARA INVESTIMENTO EM VALORES MOBILIÁRIOS Com as alterações introduzidas no Código dos

Leia mais

ficha de produto acidentes pessoais

ficha de produto acidentes pessoais ficha de produto acidentes pessoais O que é? O seguro de Acidentes Pessoais é um seguro que visa garantir o pagamento de indemnizações em consequência de acidentes emergentes da atividade profissional

Leia mais

SEGURO GEOSTAR GOLD. Capítulo III Coberturas Por Atrasos, Bagagens E Gastos De Cancelamento A Cobertura de Bagagens e atrasos

SEGURO GEOSTAR GOLD. Capítulo III Coberturas Por Atrasos, Bagagens E Gastos De Cancelamento A Cobertura de Bagagens e atrasos SEGURO GEOSTAR GOLD Nota: este clausulado é um resumo da Apólice nº GEOSTA-01321-14 celebrada entre a MAPFRE ASSISTANCE e a Raso Viagens e Turismo, S.A.GEOSTAR. Em caso de dúvida peça na sua Agência de

Leia mais

Projectos de I&DT Empresas Individuais

Projectos de I&DT Empresas Individuais 1 Projectos de I&DT Empresas Individuais Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (SI I&DT) Projectos de I&DT Empresas Dezembro de 2011 2 s Enquadramento Aviso n.º 17/SI/2011

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL

RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL Page 1 RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL Sede: Av. 25 de Setembro, n.º 1230, 2.º Andar, Porta 201, Prédio 33 Andares Assinatura:... Page 2 CONDIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I DEFINIÇÕES, OBJECTO DO CONTRATO,

Leia mais

Regulamento Municipal de Inspecção e Manutenção de Ascensores, Monta-Cargas, Escadas Mecânicas e Tapetes Rolantes

Regulamento Municipal de Inspecção e Manutenção de Ascensores, Monta-Cargas, Escadas Mecânicas e Tapetes Rolantes Regulamento Municipal de Inspecção e Manutenção de Ascensores, Monta-Cargas, Escadas Mecânicas e Tapetes Rolantes Nota justificativa O Decreto-Lei n.º 320/2002, de 28 de Dezembro, na esteira do estabelecido

Leia mais

Município de Alfândega da Fé Câmara Municipal

Município de Alfândega da Fé Câmara Municipal Município de Alfândega da Fé Câmara Municipal REGULAMENTO INTERNO DE USO DE VEÍCULOS MUNICIPAIS Artigo 1º Objectivo O Regulamento Interno de Uso de Veículos Municipais visa definir o regime de utilização

Leia mais

ASSISTÊNCIA 24 HS CONDIÇÕES GERAIS

ASSISTÊNCIA 24 HS CONDIÇÕES GERAIS ASSISTÊNCIA 24 HS CONDIÇÕES GERAIS ARTIGO 1 - DEFINIÇÕES A) USUÁRIO: entende-se por Usuário o titular do Certificado, desde que tenha residência habitual no Brasil e esteja cadastrado em nossa base de

Leia mais

INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS Federação Portuguesa de Atletismo Cartão Portugal Runner - Seguro de Assistência (83046)

INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS Federação Portuguesa de Atletismo Cartão Portugal Runner - Seguro de Assistência (83046) INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS Federação Portuguesa de Atletismo Cartão Portugal Runner - Seguro de Assistência (83046) A. SEGURADOR Os contratos de seguro são subscritos pela AWP P&C SA SUCURSAL EM PORTUGAL,

Leia mais

RVH - REAL VIDA HABITAÇÃO

RVH - REAL VIDA HABITAÇÃO Tipo de Cliente Descrição Particulares. O Seguro de Vida associado ao crédito habitação visa garantir os riscos de Morte ou Invalidez Absoluta e Definitiva, em consequência de acidente ou doença, e é sempre

Leia mais

SEGURANÇA EM ESPECTÁCULOS DESPORTIVOS Lei nº 39/2009 de 30 de Julho

SEGURANÇA EM ESPECTÁCULOS DESPORTIVOS Lei nº 39/2009 de 30 de Julho Objecto (Artigo 1º) A presente lei estabelece o regime jurídico do combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espectáculos desportivos, de forma a possibilitar a realização dos mesmos

Leia mais

OFERTA SEGUROS TRANQUILIDADE

OFERTA SEGUROS TRANQUILIDADE OFERTA SEGUROS TRANQUILIDADE AGAP Condições em vigor para a rede Comercial Tranquilidade Agosto 2008 Rectificação dos procedimentos operacionais para os MONITORES DE FITNESS, SÓCIOS E COLABORADORES INTRODUÇÃO

Leia mais

Condições Gerais Assistência 24 Horas Caminhão

Condições Gerais Assistência 24 Horas Caminhão Condições Gerais Assistência 24 Horas Caminhão 1. Objeto dos Serviços 1.1 Ao contratar os serviços de Assistência 24 horas para veículos, a Contratante declara estar de acordo e ciente das condições previstas

Leia mais

Decreto-Lei n.º 100/2003 de 23 de Maio (Publicado no DR, I-A, n.º 119, de 23.05.2003, Págs. 3215 a 3218)

Decreto-Lei n.º 100/2003 de 23 de Maio (Publicado no DR, I-A, n.º 119, de 23.05.2003, Págs. 3215 a 3218) REGULAMENTO DAS CONDIÇÕES TÉCNICAS E DE SEGURANÇA A OBSERVAR NA CONCEPÇÃO, INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS BALIZAS DE FUTEBOL, DE ANDEBOL, DE HÓQUEI E DE PÓLO AQUÁTICO E DOS EQUIPAMENTOS DE BASQUETEBOL EXISTENTES

Leia mais

(PREENCHER APENAS OS DADOS A ALTERAR) PARTICULAR / EMPRESÁRIO É OU FOI CLIENTE DA CA SEGUROS? NÃO SIM N.º CLIENTE COLABORADOR?

(PREENCHER APENAS OS DADOS A ALTERAR) PARTICULAR / EMPRESÁRIO É OU FOI CLIENTE DA CA SEGUROS? NÃO SIM N.º CLIENTE COLABORADOR? Proposta SEGURO NOVO ALTERAÇÃO (PREENCHER APENAS OS DADOS A ALTERAR) N.º APÓLICE N.º COTAÇÃO TOMADOR DO SEGURO / PROPONENTE PARTICULAR / EMPRESÁRIO EMPRESA É OU FOI CLIENTE DA CA SEGUROS? NÃO SIM N.º CLIENTE

Leia mais

Condição Especial. Responsabilidade Civil Profissional. Farmacêuticos

Condição Especial. Responsabilidade Civil Profissional. Farmacêuticos Condição Especial Responsabilidade Civil Profissional Farmacêuticos 1. Objectivo Esta Condição Especial destina-se a acompanhar e a clarificar as coberturas e funcionamento dos Certificados de Seguro emitidos

Leia mais

Gases Fluorados com Efeito de Estufa Jornada Técnica Climatización

Gases Fluorados com Efeito de Estufa Jornada Técnica Climatización Gases Fluorados com Efeito de Estufa Jornada Técnica Climatización Compra e venda de Gases Fluorados, no âmbito do Regulamento (UE) 517/2014, de 16 de abril. Gases Fluorados com Efeito de Estufa Legislação

Leia mais

GNB VIDA SEGURA NOTA INFORMATIVA SOBRE AS CONDIÇÕES GERAIS E ESPECIAIS - GNB VIDA SEGURA -

GNB VIDA SEGURA NOTA INFORMATIVA SOBRE AS CONDIÇÕES GERAIS E ESPECIAIS - GNB VIDA SEGURA - NOTA INFORMATIVA SOBRE AS CONDIÇÕES GERAIS E ESPECIAIS - GNB VIDA SEGURA - CONTRATO O GNB VIDA SEGURA é um Contrato de Seguro de Vida celebrado entre o Tomador do Seguro e a GNB - COMPANHIA DE SEGUROS

Leia mais

Anúncio de pré-informação para contratos no domínio da defesa e da segurança

Anúncio de pré-informação para contratos no domínio da defesa e da segurança União Europeia Publicação no suplemento do Jornal Oficial da União Europeia 2, rue Mercier, 2985 Luxembourg, Luxemburgo +352 29 29 42 670 ojs@publications.europa.eu Informação e formulários em linha: http://simap.europa.eu

Leia mais

REGULAMENTO DE GESTÃO DE RESÍDUOS NO PORTO DE AVEIRO. CAPÍTULO 1 Disposições gerais. Artigo 1.º Objectivo e Âmbito de aplicação

REGULAMENTO DE GESTÃO DE RESÍDUOS NO PORTO DE AVEIRO. CAPÍTULO 1 Disposições gerais. Artigo 1.º Objectivo e Âmbito de aplicação REGULAMENTO DE GESTÃO DE RESÍDUOS NO PORTO DE AVEIRO CAPÍTULO 1 Disposições gerais Artigo 1.º Objectivo e Âmbito de aplicação O presente Regulamento aplica-se a toda a área portuária e tem como objectivo

Leia mais

SEGURO DE EMPREITADA

SEGURO DE EMPREITADA Page 1 SEGURO DE EMPREITADA Sede: Av. 25 de Setembro, n.º 1230, 2.º Andar, Porta 201, Prédio 33 Andares Assinatura:... Page 2 APÓLICE Nº. A Companhia de Seguros Indico, SA abreviadamente designada por

Leia mais

MEDIDAS DE REFORÇO DA SOLIDEZ FINANCEIRA DAS INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO

MEDIDAS DE REFORÇO DA SOLIDEZ FINANCEIRA DAS INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO NotíciasdoDireito Janeiro a Março de 2012 SECTOR BANCÁRIO E FINANCEIRO MEDIDAS DE REFORÇO DA SOLIDEZ FINANCEIRA DAS INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO A Lei n.º 4/2012, de 11 de Janeiro, altera a Lei n.º 63-A/2008,

Leia mais

MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO

MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 010101 TITULARES DE ÓRGÃOS DE SOBERANIA E 94.610,00 94.610,00 94.610,00 70.063,47 70.063,47 94.610,00 94.610,00 70.063,47 70.063,47 24.546,53

Leia mais

TEXTO INTEGRAL. Artigo 1.º (Objecto)

TEXTO INTEGRAL. Artigo 1.º (Objecto) DATA : Segunda-feira, 16 de Julho de 1990 NÚMERO : 162/90 SÉRIE I EMISSOR : Ministério da Indústria e Energia DIPLOMA/ACTO : Decreto-Lei n.º 232/90 SUMÁRIO: Estabelece os princípios a que deve obedecer

Leia mais

Regulamento de Utilização do Centro Náutico de Cheoc-Van

Regulamento de Utilização do Centro Náutico de Cheoc-Van Regulamento de Utilização do Centro Náutico de Cheoc-Van 1 o Objecto 1 O acesso, a permanência e a utilização das instalações do Centro Náutico de Cheoc-Van, adiante designado por Centro, afecto ao Instituto

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA AUTO.

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA AUTO. INSTRUMENTO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA AUTO. Pelo presente instrumento particular, as partes abaixo designadas á saber, de um lado na condição de contratada: ÔMEGA ASSIST, empresa

Leia mais

1. OBJETO DOS SERVIÇOS

1. OBJETO DOS SERVIÇOS CONDIÇÕES GERAIS DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA A VEÍCULOS 1. OBJETO DOS SERVIÇOS 1.1. Ao contratar os serviços de Assistência a Veículos 24 horas, o Contratante declara estar de acordo e ciente das condições

Leia mais

Você pode contar com vários serviços em situações emergenciais.

Você pode contar com vários serviços em situações emergenciais. CARO ASSOCIADO Você pode contar com vários serviços em situações emergenciais. Este é o manual da assistência 24 horas, no qual constam todas as informações necessárias para ajudá-lo no seu dia-a-dia.

Leia mais

REGULAMENTO DE CEDÊNCIA E UTILIZAÇÃO DA VIATURA DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS DO COMITÉ OLIMPICO DE PORTUGAL CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DE CEDÊNCIA E UTILIZAÇÃO DA VIATURA DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS DO COMITÉ OLIMPICO DE PORTUGAL CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DE CEDÊNCIA E UTILIZAÇÃO DA VIATURA DE TRANSPORTE DE PASSAGEIROS DO COMITÉ OLIMPICO DE PORTUGAL CAPITULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Objeto 1. O Presente Regulamento estabelece as condições

Leia mais

Prestação Directa. Seguros

Prestação Directa. Seguros 1 / 9 C O N D I Ç Õ E S E S P E C I A I S T O M A D O R D O S E G U R O UNIVERSIDADE PORTO PC GOMES TEIXEIRA 4099-002 PORTO 58805 D A T A E M I S S Ã O D A T A I N Í C I O D A T A T E R M O V E N C. A

Leia mais

Plano Hospitalar Unicre Condições Gerais

Plano Hospitalar Unicre Condições Gerais Plano Hospitalar Unicre Condições Gerais Instinto Protector Bons prognósticos para o seu futuro. PEANUTS 2013 Peanuts Worldwide Índice - Condições Gerais AP HOSPFAM 01/2013_v.1 Artigo Preliminar 4 Capítulo

Leia mais

Última alteração 03-12-2009

Última alteração 03-12-2009 01 Impostos directos * 01 02 Outros 01 02 02 Imposto municipal sobre imóveis * 01 02 03 Imposto único de circulação 01 02 04 Imposto municipal sobre as transacções onerosas de imóveis 01 02 05 Derrama

Leia mais

SEGURO PLATINA SPORSKI

SEGURO PLATINA SPORSKI SEGURO PLATINA SPORSKI NOTA IMPORTANTE: Este clausulado é um resumo da Apólice celebrada entre a MAPFRE ASISTENCIA e a MOVIMENTO VIAGENS VIAGENS E TURISMO UNIPESSOAL, LDA (Apólice nº SPORSK-01159-12).

Leia mais

MUNICÍPIO DO BARREIRO ASSEMBLEIA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DO BARREIRO ASSEMBLEIA MUNICIPAL MUNICÍPIO DO BARREIRO ASSEMBLEIA MUNICIPAL EDITAL Nº 11/10 - - - Frederico Fernandes Pereira, Presidente da Assembleia Municipal do Barreiro, torna pública que, por deliberação deste órgão autárquico na

Leia mais

Zurich cabeleireiro seguro

Zurich cabeleireiro seguro Zurich cabeleireiro seguro Proposta de eguro (preencher com maiúsculas) Zonas de cor a preencher pela Zurich Cliente nº. Cliente Associado Mediador Gestor de egócio Apólice nº. Linha de egócio egmento

Leia mais

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES DESPACHO Encontra-se previsto no Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC) para 2010 o projecto da responsabilidade do Instituto da Mobilidade e dos Transportes

Leia mais

Seguro Embarcações de Recreio

Seguro Embarcações de Recreio Seguro Embarcações de Recreio CONDIÇÕES GERAIS ARTIGO PRELIMINAR Entre a NOSSA NOVA SOCIEDADE DE SEGUROS DE ANGOLA, S.A., adiante abreviadamente referida por Seguradora, e o Tomador do Seguro mencionado

Leia mais

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS DESTAQUES DE 27 A 31 DE MAIO NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS ACTIVIDADE PARLAMENTAR E PROCESSO LEGISLATIVO ÚLTIMAS INICIATIVAS Proposta de Lei 151/XII Procede à primeira alteração

Leia mais

PONTUAL AUTO SEGURO AUTOMÓVEL

PONTUAL AUTO SEGURO AUTOMÓVEL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL PONTUAL AUTO SEGURO AUTOMÓVEL 1. SEGURADOR Açoreana Seguros, S.A. Sede: Largo da Matriz 45 / 52 Apartado 186 9501 922 Ponta Delgada Serviços Centrais: Av. Duque de Ávila, 171

Leia mais

LIBERTY AP ESCOLAR. 3. Grupo Segurado

LIBERTY AP ESCOLAR. 3. Grupo Segurado LIBERTY AP ESCOLAR 1. Objetivo do Seguro O objetivo do seguro é garantir ao segurado ou ao beneficiário, o pagamento do capital segurado contratado, em caso de ocorrência de um dos eventos cobertos pelo

Leia mais

SPV GRUPO Ficha de Produto

SPV GRUPO Ficha de Produto Tipo de Cliente Descrição Segmento-alvo Empresa Seguro de Grupo Temporário Anual Renovável não contributivo que garante o pagamento de um capital ao(s) beneficiário(s) designado(s) pelo Segurado, em caso

Leia mais

INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS

INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS N PROTEÇÃO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS Nota Informativa Segurador Âmbito do Risco Garantias Exclusões Exclusões Relativas Exclusões Absolutas Capital Seguro Duração, Prorrogação

Leia mais

PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 149 (Novembro/Dezembro de 2003) KÉRAMICA n.º 264 (Janeiro/Fevereiro de 2004)

PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 149 (Novembro/Dezembro de 2003) KÉRAMICA n.º 264 (Janeiro/Fevereiro de 2004) TÍTULO: Atmosferas explosivas risco de explosão AUTORIA: Paula Mendes PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 149 (Novembro/Dezembro de 2003) KÉRAMICA n.º 264 (Janeiro/Fevereiro de 2004) INTRODUÇÃO A protecção contra

Leia mais

PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013

PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013 PROPOSTA ÉPOCA DESPORTIVA 2012 / 2013 Proponente: Federação Portuguesa de Rugby Pág. 1 SEGURO DESPORTIVO DE ACIDENTES PESSOAIS ( Decreto-Lei Nº. 10/2009 ) FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE RUGBY ÉPOCA DESPORTIVA

Leia mais

REGRAS DA ASSISTÊNCIA 24 HORAS

REGRAS DA ASSISTÊNCIA 24 HORAS REGRAS DA ASSISTÊNCIA 24 HORAS OBSERVAÇÃO: Nosso contrato é de serviço de SOS e não de TRANSPORTE DE VEÍCULOS. OS LIMITES: Caso o cliente ultrapasse o limite de cobertura destas regras será cobrado no

Leia mais

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES

GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES Decreto Regulamentar Regional n.º 26/2007/A de 19 de Novembro de 2007 Regulamenta o Subsistema de Apoio ao Desenvolvimento da Qualidade e Inovação O Decreto Legislativo Regional

Leia mais

Pessoa Segura os Clientes do Grupo EDP enquanto aderentes ao edp5d.

Pessoa Segura os Clientes do Grupo EDP enquanto aderentes ao edp5d. Seguro de Assistência edp5d Guia de benefícios DEFINIÇÕES Para efeitos do presente contrato, entende-se por: Segurador a entidade legalmente autorizada para a exploração do SEGURO ASSISTÊNCIA EDP5D que,

Leia mais

PT PRIME - Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, S.A., pessoa colectiva nº 502 840 757, com

PT PRIME - Soluções Empresariais de Telecomunicações e Sistemas, S.A., pessoa colectiva nº 502 840 757, com Prime Soluções Empresariais SEDE: Rua de Entrecampos, 28, 1749-076 Lisboa Nº de Pessoa Colectiva 502 M 757 - N' de Matricula 08537 C.R.C.L Capital Social de EUR.; 30 000 000. I/ -I- CONTRATO DE PRESTAÇÃO

Leia mais

CONTEÚDOS FUNCIONAIS:

CONTEÚDOS FUNCIONAIS: CONTEÚDOS FUNCIONAIS: Ref.ª A) TÉCNICO SUPERIOR DE ENGENHARIA DO AMBIENTE Realizar análises, estudo e emissão de pareceres dos assuntos que lhe são submetidos, tendo como base as melhores praticas legais

Leia mais

ASSISTENCIA 24 HORAS AO ALUNO

ASSISTENCIA 24 HORAS AO ALUNO ASSISTENCIA 24 HORAS AO ALUNO 1. Objetivo Fornecimento de serviços de Assistência 24 horas Escolar, com as seguintes características: Abrangência: Território Nacional e exterior; Contratação: Compulsória;

Leia mais

NOVO REGIME DE ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SECTOR PETROLÍFERO

NOVO REGIME DE ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SECTOR PETROLÍFERO NOVO REGIME DE ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DO SECTOR PETROLÍFERO A Lei n.º 28/11, de 01.09., estabelece as bases gerais de organização e funcionamento aplicáveis às seguintes atividades: (i) refinação

Leia mais

Anexo XXVIII Programa de Seguros

Anexo XXVIII Programa de Seguros XXVIII Programa de Seguros Hospital de Loures Anexo XXVIII Programa de Seguros ANEXO XXVIII PROGRAMA DE SEGUROS ii SEGUROS A SUBSCREVER 1.1. Seguro para a Fase de Construção A ENTIDADE GESTORA DO EDIFÍCIO

Leia mais

SEGURO VIAGENS CORPORATE ACIDENTES PESSOAIS, BAGAGENS E ASSISTÊNCIA EM VIAGEM

SEGURO VIAGENS CORPORATE ACIDENTES PESSOAIS, BAGAGENS E ASSISTÊNCIA EM VIAGEM SEGURO DE VIAGEM Capítulo I Definições, Objectos e Garantias do Contrato Cláusula 1ª - Definições SEGURADOR VICTORIA Seguros, SA TOMADOR DO SEGURO VIAGENS ABREU Alvará nº 35/58. PESSOA SEGURA A Pessoa

Leia mais

FEDERAÇÃO DE MOTOCICLISMO DE PORTUGAL Licença Desportiva de Equipa para 2016

FEDERAÇÃO DE MOTOCICLISMO DE PORTUGAL Licença Desportiva de Equipa para 2016 FEDERAÇÃO DE MOTOCICLISMO DE PORTUGAL Licença Desportiva de Equipa para 2016 Número de Licença (Fotografia) Número do Recibo Nome completo do Representante (preencher em maiúsculas) Nome / Concorrente

Leia mais

6 INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS

6 INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS 6. INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS 6. Intermediários Financeiros O QUE SÃO INTERMEDIÁRIOS FINANCEIROS? Intermediários financeiros são as empresas prestadoras dos serviços que permitem aos investidores actuar

Leia mais

protec ligeiros INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS (nos termos do Decreto-Lei n.º 72/2008, de 16 de Abril)

protec ligeiros INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS (nos termos do Decreto-Lei n.º 72/2008, de 16 de Abril) protec ligeiros INFORMAÇÕES PRÉ-CONTRATUAIS (nos termos do Decreto-Lei n.º 72/2008, de 16 de Abril) Entidade de Supervisão Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões, com sede na Av. da República,

Leia mais

PROPOSTA REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS

PROPOSTA REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS Aprovado em reunião de Junta de Freguesia de 10/12/2009 Aprovado em reunião Assembleia de Freguesia de / / O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA, PROPOSTA REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS Em conformidade com o

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE AERONÁUTICA

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE AERONÁUTICA Regulamento Contra a Violência, Racismo, Xenofobia e Intolerância (*) Disposições gerais Artigo 1.º Objecto O presente regulamento visa o combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nas

Leia mais

Condições Gerais - Assistência Motocicleta

Condições Gerais - Assistência Motocicleta Condições Gerais - Assistência Motocicleta ARTIGO 1 - DEFINIÇÕES A ) ASSOCIADO: Entende-se por Associado, no caso de pessoas físicas, o proprietário do cartão de crédito ou o condutor da Motocicleta Assistida

Leia mais

Normas de Procedimentos para Expedição do Certificado de Origem do Acordo de Livre Comércio entre o MERCOSUL e o Estado de Israel. (MERCOSUL - ISRAEL)

Normas de Procedimentos para Expedição do Certificado de Origem do Acordo de Livre Comércio entre o MERCOSUL e o Estado de Israel. (MERCOSUL - ISRAEL) Normas de Procedimentos para Expedição do Certificado de Origem do Acordo de Livre Comércio entre o MERCOSUL e o Estado de Israel. (MERCOSUL - ISRAEL) Decreto Nº 7.159, de 29.05 - D.O.U. 27.04.2010 Comunicamos

Leia mais