Celso Filipe. Escrevam a dizer quem foi ao meu funeral. escrevam a dizer_3as.indd 5 13/02/15 17:23

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Celso Filipe. Escrevam a dizer quem foi ao meu funeral. escrevam a dizer_3as.indd 5 13/02/15 17:23"

Transcrição

1 Celso Filipe Escrevam a dizer quem foi ao meu funeral escrevam a dizer_3as.indd 5 13/02/15 17:23

2 Criança era outro Naquele em que me tornei Cresci e esqueci. Tenho de meu, agora, um silêncio, uma lei. Ganhei ou perdi? Fernando Pessoa escrevam a dizer_3as.indd 7 13/02/15 17:23

3 escrevam a dizer_3as.indd 8 13/02/15 17:23

4 Aos meus filhos, por ordem de chegada ao mundo: Vasco, Marta, Margarida e Afonso. À Manuela. Aos meus pais, Celso e Ilda. Ao meu irmão, Nuno. Aos meus tios, Albertino e Cláudia. escrevam a dizer_3as.indd 9 13/02/15 17:23

5 escrevam a dizer_3as.indd 10 13/02/15 17:23

6 1 Ingrid Bauman foi encontrada morta na tarde de sábado, 25 de Julho de Um dia excessivamente quente, que a sensatez aconselhava a enfrentar à sombra. O seu corpo só foi descoberto porque o Zé da TVI, no pino do calor, resolveu observar os patos que procuravam abrigo na Lagoa Salgada, para avaliar as suas possibilidades de sucesso durante a época de caça. A Lagoa Salgada, nas suas zonas mais fundas, não tem mais de um metro e meio de altura. Está coberta de canaviais e de acordo com a terminologia dos ambientalistas é uma zona húmida, ideal para abrigar os patos e outras espécies de aves migratórias que ali nidificam e se protegem da canícula alentejana, tendo alimento de sobra nas zonas circundantes. À volta dos mais de 10 hectares da lagoa avistam se pinheiros, sobreiros, oliveiras, eucaliptos, plantações de trigo e tremocilha e raras casas, cuja função primordial é a de apoio às actividades agrícolas. A alemoa, alcunha que lhe tinham dado na pequena aldeia da Silha da Palha, foi encontrada deitada de borco na lagoa e o Zé, desde logo, estranhou as vestimentas que cobriam o corpo de Ingrid. Telemóvel em riste, contactou o cabo da GNR da vila de Arvelos e ainda o seu amigo, o capitão Lobato, que tinha uma casa de Verão na aldeia, para lhe dar conta do macabro achado. 11 escrevam a dizer_3as.indd 11 13/02/15 17:23

7 Celso Filipe O cabo da GNR pediu a Zé para não abandonar o lugar da ocorrência e o capitão Lobato, evocando a sua instrução militar e a experiência obtida na guerra da Guiné, traçou o plano de acção mantenha se atento e vigie a retaguarda, que os reforços estão a chegar. O Zé dirigiu se ao carro de onde tirou uma mini, que estava embrulhada em papel de jornal para manter o estado de fresquidão, e bebeu a de um trago. Resguardou se num chaparro que em classificação militar seria uma guarita e dispôs se a esperar. Em cumprimento absoluto das suas promessas, o capitão Lobato chegou ao local do crime vinte minutos após o aviso do Zé da TVI, caçadeira de dois canos ao ombro, cartucheira à cintura e o jeep, um Nissan Pajero, estrategicamente escondido à sombra de um vetusto pinheiro para que o sol não lhe queimasse os estofos. Porra, Zé, o que é que aconteceu à alemoa?! Sei lá eu, capitão Lobato. Encontrei a gaja aqui esparramada e já avisei o cabo da guarda. Os dois ficaram a aguardar a autoridade, enquanto olhavam silenciosamente para o cadáver. Estranho. A Ingrid envergava um vestido com efeitos de cortiça, nas orelhas tinha dois brincos feitos de bolotas e ao pescoço um colar de carrapas de pinha. A completar este quadro excêntrico, tanto as unhas como os lábios da alemoa estavam pintados de rosa-vivo. O cabelo, amarelo, contrastava com o verde do canavial da Lagoa Salgada e o seu rosto transmitia uma mistura de espanto e resignação, se é que é possível a um rosto dizer alguma coisa. Não sendo, resta a hipótese de o Zé e de o capitão Lobato terem verbalizado esta descrição para fugir aos incómodos do silêncio. O cabo da GNR chegou entretanto e selou o local. Fez umas perguntas de circunstância ao Zé e ao capitão Lobato, agradeceu a colaboração de ambos e rematou dizendo que os voltaria a contactar logo que escrevesse o relatório da ocorrência, para que atestassem a veracidade do que haveria de ser escrito com as suas credíveis assinaturas. O cabo da GNR envergava o seu dólman, reservado para circunstâncias especiais. Polainas por cima das botas e os acessórios de latão amarelo impecavelmente polidos. Uma farda pouco recomendável para enfrentar uma 12 escrevam a dizer_3as.indd 12 13/02/15 17:23

8 Escrevam a dizer quem foi ao meu funeral temperatura superior a 40 graus. Para mais, o Land Rover não tinha ar condicionado, porque os sacanas do Governo haviam decidido cortar nos fundos destinados a reequipar as forças paramilitares. Gostava é que eles estivessem aqui, agora, a bater os costados, resmungou o cabo, Carneiro de apelido paterno, natural de Freixo de Espada à Cinta, que há dez anos se havia apaixonado pelo Alentejo. Ou dito de outra forma, pela alentejana Judite, que o prendeu à planície parindo uma menina, a Cláudia Cristina. O corpo de Ingrid foi envolto numa mortalha e enviado na ambulância dos bombeiros para a morgue do Centro de Saúde de Arvelos. O local do crime foi vedado com aquelas fitas policiais às riscas vermelhas e brancas, que parecem assobiar quando o vento sopra forte, e o pobre do soldado Caetano foi encarregue da espinhosa missão de passar a noite a vigiar o perímetro foi assim que o capitão Lobato lhe chamou, um sítio ermo, longe de tudo e de todos, com o espírito de Ingrid a apoquentar lhe o pensamento. Valeu lhe, ao início da noite, a visita do Zé da TVI, portador de uma garrafa de vinho, duas minis para beber na altura, uma linguiça e meio pão. O soldado Caetano já havia montado a tenda e o Zé acompanhou o no petisco por meia hora. A seguir desejou lhe boa noite e o GNR deixou se aconchegar pelo sabor do vinho. De tal sorte que o local do crime poderia ter sido violado por quem o desejasse, dado que o ressonar do soldado se ouvia a uma distância de 200 metros, tendo mesmo perturbado o sono dos patos da Lagoa Salgada, dos coelhos, das lebres e até dos mochos e das corujas, que, como se sabe, só dormitam. Uma noite que, enfim, não foi boa para ninguém. 13 escrevam a dizer_3as.indd 13 13/02/15 17:23

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia

O livro. Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia O livro Vanderney Lopes da Gama 1 Todos diziam que ele era um homem só e evasivo. Fugia de tudo e de todos. Vivia enfurnado em seu apartamento moderno na zona sul do Rio de Janeiro em busca de criar ou

Leia mais

ÁREA DA AUTONOMIA. Objectivos

ÁREA DA AUTONOMIA. Objectivos ÁREA DA AUTONOMIA Ser autónomo ao nível da alimentação Preparar o seu lanche: barrar fatias de pão Descascar fruto: banana Esmagar a banana Comer o iogurte sem apoio ACTIVIDADE 1: Quais são os frutos iguais?

Leia mais

- Papá, é hoje! É hoje, papá! Temos que montar o nosso pinheirinho de Natal. disse o rapaz, correndo na direção de seu pai.

- Papá, é hoje! É hoje, papá! Temos que montar o nosso pinheirinho de Natal. disse o rapaz, correndo na direção de seu pai. Conto de Natal Já um ano havia passado desde o último Natal. Timóteo estava em pulgas para que chegasse o deste ano. Menino com cara doce, uma tenra idade de 10 aninhos, pobre, usava roupas ou melhor,

Leia mais

Brincar às guerras. Está muito calor para jogar basquete. Vamos fazer outra coisa sugeriu Luke.

Brincar às guerras. Está muito calor para jogar basquete. Vamos fazer outra coisa sugeriu Luke. Brincar às guerras Está muito calor para jogar basquete. Vamos fazer outra coisa sugeriu Luke. Os amigos sentaram-se à sombra do salgueiro a decidir o que fazer. Tens mais balões de água? perguntou Danny.

Leia mais

GRUPOS NIVEL SUBNÍVEL INSTRUÇÃO RESPOSTA

GRUPOS NIVEL SUBNÍVEL INSTRUÇÃO RESPOSTA JOGO 1 NIVEL 1 Exemplos de instruções e respostas que podem ser utilizadas nos oito contextos. CONTEXTUALIZAÇÃO DESENVOLVER A COMPREENSÃO SEMÂNTICA AUMENTO DO VOCABULÁRIO VISUAL IDENTIFICAÇÃO DE ELEMENTOS

Leia mais

Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história.

Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história. Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história. Nem um sopro de vento. E já ali, imóvel frente à cidade de portas e janelas abertas, entre a noite vermelha do poente e a penumbra do jardim,

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

Hora do Conto Sáb. às 11h. Hora do Conto Sáb. às 11h. Histórias de Fim de Tarde 5ª F. às 18h. Hora do Conto Sáb. às 11h. Hora do Conto Sáb.

Hora do Conto Sáb. às 11h. Hora do Conto Sáb. às 11h. Histórias de Fim de Tarde 5ª F. às 18h. Hora do Conto Sáb. às 11h. Hora do Conto Sáb. Abril 3 5 10 12 Serviço Educativo e Dinamização Cultural 14/15 17 19 24 26 Ler e fazer... Atelier às 14:00h sob inscrição Maio 3 8 10 15 17 22 24 29 31 Junho 5 7 12 14 19 21 26 28 30 Atelier às 14:00h

Leia mais

BRASIL: UM PAÍS DE MUITAS ESPÉCIES

BRASIL: UM PAÍS DE MUITAS ESPÉCIES Nome: Data: / / 2015 ENSINO FUNDAMENTAL Visto: Disciplina: Natureza e Cultura Ano: 1º Lista de Exercícios de VC Nota: BRASIL: UM PAÍS DE MUITAS ESPÉCIES QUANDO OS PORTUGUESES CHEGARAM AO BRASIL, COMANDADOS

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Fotos necessárias para a confecção da estatueta. Rosto

Fotos necessárias para a confecção da estatueta. Rosto Fotos necessárias para a confecção da estatueta Todo o trabalho é referenciado em fotos, ou seja, não nos responsabilizamos por material fotográfico que confecção, para isto criamos este guia, para atender

Leia mais

copyright Todos os direitos reservados

copyright Todos os direitos reservados 1 2 Espaço das folhas 3 copyright Todos os direitos reservados 4 Autor Jorge Luiz de Moraes Minas Gerais 5 6 Introdução Folha é apenas uma folha, uma branca cor cheia de paz voltada para um querer, um

Leia mais

Bem-vindo à Evonik Antwerpen

Bem-vindo à Evonik Antwerpen pagina 1 van 31 1. Bem-vindo Bem-vindo à Evonik Antwerpen Evonik Antwerpen é uma empresa química, que faz parte de uma multinacional. A sua e a nossa segurança é muito importante, por isso, vigoram regulamentações

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

Dia da Conservação do Solo - 15 de Abril

Dia da Conservação do Solo - 15 de Abril Dia da Conservação do Solo - 15 de Abril Tema: Comemoração do Dia da Conservação do Solo Destinatários: Crianças dos 6 aos 10 anos - 1º ciclo Objectivo: Pretende-se que no final das actividades as crianças

Leia mais

Incêndio. quilómetros, devido aos seus fumos negros e densos

Incêndio. quilómetros, devido aos seus fumos negros e densos Incêndio A propagação de um incêndio depende das condições meteorológicas (direcção e intensidade do vento, humidade relativa do ar, temperatura), do grau de secura e do tipo do coberto vegetal, orografia

Leia mais

Tema: Quatro Pecados Contaminantes

Tema: Quatro Pecados Contaminantes Tema: Quatro Pecados Contaminantes Data: 01.11.14 Culto: Sábado Pr. Leandro Hoje o mundo está à mercê do vírus ebola que é um vírus extremamente contaminante, porém há algo mais contaminante que este vírus

Leia mais

As 12 Vitimas do Medo.

As 12 Vitimas do Medo. As 12 Vitimas do Medo. Em 1980 no interior de São Paulo, em um pequeno sítio nasceu Willyan de Sousa Filho. Filho único de Dionizia de Sousa Millito e Willian de Sousa. Sempre rodeado de toda atenção por

Leia mais

As prostitutas de BH perguntam: e a gente, como fica?

As prostitutas de BH perguntam: e a gente, como fica? As prostitutas de BH perguntam: e a gente, como fica? Categories : Copa Pública Date : 18 de setembro de 2012 Maria Aparecida Menezes Vieira, a Cida, de 46 anos, há mais de 20 anos faz ponto na rua Afonso

Leia mais

NA BATALHA DE ATOLEIROS

NA BATALHA DE ATOLEIROS NA BATALHA DE ATOLEIROS Passaram 627 anos, desde que os Portugueses e os Espanhóis, se defrontaram na batalha de Atoleiros. Mais uma vez se comemorará na Vila de Fronteira, a vitoria dos Portugueses, que

Leia mais

QUESTÃO 1 Primeiro o cãozinho Bidu, depois o Franjinha, Cebolinha e Cascão... Estava faltando uma menina nessa turma. Então, há 50 anos, em 1963, ela

QUESTÃO 1 Primeiro o cãozinho Bidu, depois o Franjinha, Cebolinha e Cascão... Estava faltando uma menina nessa turma. Então, há 50 anos, em 1963, ela Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 5.O ANO EM 2013 Disciplina: Prova: PoRTUGUÊs desafio nota: Este ano, a personagem mais famosa de Mauricio de Sousa está completando

Leia mais

Como a casa dos Larsen estava abandonada desde o ano anterior, as folhas secas cobrindo o caminho até a porta, o que Tomás fez foi tirar uma tábua e

Como a casa dos Larsen estava abandonada desde o ano anterior, as folhas secas cobrindo o caminho até a porta, o que Tomás fez foi tirar uma tábua e 11 a caixa 2007 Como a casa dos Larsen estava abandonada desde o ano anterior, as folhas secas cobrindo o caminho até a porta, o que Tomás fez foi tirar uma tábua e passar pela janela quebrada, vendo então

Leia mais

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM?

PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? PORQUE É QUE NÃO DANÇAM? Na cozinha, ele serviu se de mais uma bebida e olhou para a mobília de quarto de cama que estava no pátio da frente. O colchão estava a descoberto e os lençóis às riscas estavam

Leia mais

David pensou que o pai, às vezes, dizia coisas raras, estranhas. A mãe suspirou fundo ao enfiar de novo a agulha.

David pensou que o pai, às vezes, dizia coisas raras, estranhas. A mãe suspirou fundo ao enfiar de novo a agulha. ESTRELAS DE NATAL David acordou. O pai tinha aberto a janela e estava a olhar para as estrelas. Suspirava. David aproximou-se. Ouviu novo suspiro. O que tens, pai? perguntou. O pai pôs-lhe as mãos nos

Leia mais

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER

Atividades Lição 5 ESCOLA É LUGAR DE APRENDER Atividades Lição 5 NOME: N º : CLASSE: ESCOLA É LUGAR DE APRENDER 1. CANTE A MÚSICA, IDENTIFICANDO AS PALAVRAS. A PALAVRA PIRULITO APARECE DUAS VEZES. ONDE ESTÃO? PINTE-AS.. PIRULITO QUE BATE BATE PIRULITO

Leia mais

José da Fonte Santa. Magia Alentejana. Poesia e desenhos. Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa. Edições Colibri

José da Fonte Santa. Magia Alentejana. Poesia e desenhos. Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa. Edições Colibri José da Fonte Santa Magia Alentejana Poesia e desenhos Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa Edições Colibri índice Nota Prévia 3 Prefácio 5 O Amor e a Natureza Desenho I 10 A rapariga mais triste do

Leia mais

Manual de montagem. Equipamento básico ISOBUS com tomada de cabine ISOBUS

Manual de montagem. Equipamento básico ISOBUS com tomada de cabine ISOBUS Manual de montagem Equipamento básico ISOBUS com tomada de cabine ISOBUS Última atualização: V1.20150220 30322575-02-PT Leia e respeite este manual de instruções. Guarde este manual de instruções para

Leia mais

PLANEJAMENTO JULHO, AGOSTO E SETEMBRO 2014

PLANEJAMENTO JULHO, AGOSTO E SETEMBRO 2014 CENTRO EDUCACIONAL DA LAGOA PLANEJAMENTO JULHO, AGOSTO E SETEMBRO 2014 PROJETO VENCER OU PERDER: O desafio da vida JULHO Dia 26/07 : Dia dos avós INVESTIGAÇÃO SOBRE ALGUNS FENÔMENOS DA NATUREZA: Início

Leia mais

CAVA A DOIS TEMPOS. 47. quarenta e sete.

CAVA A DOIS TEMPOS. 47. quarenta e sete. 47. quarenta e sete. CAVA A DOIS TEMPOS luís mariapais cabelos loiros e olhos esverdeados, com os seus catorze anos. Os dois rapazes viviam num edifício antigo, de paredes grossas de uma pedra acinzentada,

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 Apresentação do livro de Nuno Baptista-Afonso Nuno Baptista-Afonso nasceu em Mirandela, em 1979, mas é um Alfandeguense, pois aqui foi

Leia mais

Anexo II - Guião (Versão 1)

Anexo II - Guião (Versão 1) Anexo II - Guião (Versão 1) ( ) nº do item na matriz Treino História do Coelho (i) [Imagem 1] Era uma vez um coelhinho que estava a passear no bosque com o pai coelho. Entretanto, o coelhinho começou a

Leia mais

O 10 de Junho JORNALINHO DO CAMPO

O 10 de Junho JORNALINHO DO CAMPO O 10 de Junho O mês de Junho chegou. O tempo começa a aquecer. Nos pomares, nas hortas e nas searas, o sol bate forte. Nas videiras as uvas doiram ao sol, ficando cada vez mais saborosas. O Zeca e a Mariana

Leia mais

Caderno 1. 45 minutos. Prova de Aferição de Língua Portuguesa. 1.º Ciclo do Ensino Básico. prova de aferição do ensino básico.

Caderno 1. 45 minutos. Prova de Aferição de Língua Portuguesa. 1.º Ciclo do Ensino Básico. prova de aferição do ensino básico. prova de aferição do ensino básico 2011 A preencher pelo aluno Rubrica do Professor Aplicador Nome A preencher pelo agrupamento Número convencional do Aluno Número convencional do Aluno A preencher pela

Leia mais

Vamos todos celebrar o Dia do Leite,

Vamos todos celebrar o Dia do Leite, Vamos todos celebrar o Dia do Leite, que só podia ser no dia da Criança! DIA DO Leite E DA Criança amigos para a vida No âmbito da celebração do Dia do Leite e da Criança e da festa de encerramento do

Leia mais

Gratuidade com os outros

Gratuidade com os outros 2ª feira, dia 21 de setembro de 2015 Gratuidade com os outros Bom dia! Com certeza, todos nós já experimentamos como é bom brincar com amigos, como nos faz felizes trocar jogos e brinquedos, como sabe

Leia mais

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli DIANA + 3 Roteiro de Henry Grazinoli EXT. CALÇADA DO PORTINHO DIA Sombra de Pablo e Dino caminhando pela calçada do portinho de Cabo Frio. A calçada típica da cidade, com suas ondinhas e peixes desenhados.

Leia mais

Art. 3º - Compete ainda, ao Comandante Geral estabelecer normas para aplicação do Regulamento ora aprovado.

Art. 3º - Compete ainda, ao Comandante Geral estabelecer normas para aplicação do Regulamento ora aprovado. DECRETO N.º 18.063, de 06 de agosto de 1986 Aprova o Regulamento de Uniformes da Polícia Militar do Ceará e dá outras providências O GOVERNADOR DO ESTADO DO CEARÁ, no uso de suas atribuições legais que

Leia mais

"ATIROU PARA MATAR" Um roteiro de. Nuno Balducci (6º TRATAMENTO)

ATIROU PARA MATAR Um roteiro de. Nuno Balducci (6º TRATAMENTO) "ATIROU PARA MATAR" Um roteiro de Nuno Balducci (6º TRATAMENTO) Copyright 2013 de Nuno Balducci Todos os direitos reservados. balducci.vu@gmail.com (82) 96669831 1 INT. DIA. LANCHONETE CHINESA Uma GAROTA

Leia mais

ATIVIDADES PARA O DIA DO ÍNDIO 19 DE ABRIL

ATIVIDADES PARA O DIA DO ÍNDIO 19 DE ABRIL ATIVIDADES PARA O DIA DO ÍNDIO 19 DE ABRIL Pintura facial pg. 02 Saia indígena pg. 02 Dança indígena pg. 02 Passeio pela floresta pg. 02 Modelo de cocar para o do livro Natureza e Sociedade 5 anos pg.

Leia mais

O LAVA JATO MACABRO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

O LAVA JATO MACABRO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA O LAVA JATO MACABRO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA Rua alameda dom Pedro II n 718 Venda da cruz São Gonçalo. e-mail:jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.LAGE DA CASA.DIA Renam está sentado na

Leia mais

::Seu João o Senhor sabe o que é o meio ambiente?

::Seu João o Senhor sabe o que é o meio ambiente? O Meio Ambiente ::Seu João o Senhor sabe o que é o meio ambiente? Seu João: Não sei não! Mas quero que você me diga direitinho pra eu aprender e ensinar todo mundo lá no povoado onde eu moro. : Seu João,

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

GUIÃO DA ACÇÃO. Promover o trabalho que a RENAULT tem desenvolvido no campo da segurança;

GUIÃO DA ACÇÃO. Promover o trabalho que a RENAULT tem desenvolvido no campo da segurança; GUIÃO DA ACÇÃO Objectivos: Promover o trabalho que a RENAULT tem desenvolvido no campo da segurança; Divulgar o Programa Segurança para todos, iniciativa que a RENAULT desenvolve desde 2000 junto das escolas,

Leia mais

Índice Geral. Índice de Autores

Índice Geral. Índice de Autores Victor Fernandes 1 Índice Geral A perua-galinha 3 A vida de um porco chamado Ricky 4 Um burro chamado Burro 5 O atrevido 6 O Burro que abandonou a família por causa de uma rã 7 A burra Alfazema 8 Índice

Leia mais

início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta

início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta Início contos e poemas que não deveriam ser esquecidos na gaveta Mariana Pimenta Lagoa Santa, 2015 Mariana Pimenta 2015

Leia mais

Cadeira voltada para trás Manual de instruções. Grupo Peso Idade. 0+ 0-13 kg 0-12 m

Cadeira voltada para trás Manual de instruções. Grupo Peso Idade. 0+ 0-13 kg 0-12 m Cadeira voltada para trás Manual de instruções ECE R44 04 Grupo Peso Idade 0+ 0-13 kg 0-12 m 1 !! Obrigado por optar pela BeSafe izi Sleep A BeSafe desenvolveu esta cadeira com todo o cuidado, para proteger

Leia mais

Ficha Técnica Texto e Edição: Daniela Costa Ilustração: Vera Guedes Impressão: Colorshow. www.biografiasporencomenda.com

Ficha Técnica Texto e Edição: Daniela Costa Ilustração: Vera Guedes Impressão: Colorshow. www.biografiasporencomenda.com O balão. Ficha Técnica Texto e Edição: Daniela Costa Ilustração: Vera Guedes Impressão: Colorshow www.biografiasporencomenda.com O Balão Ainda não tinhas nascido quando recebeste o teu primeiro presente.

Leia mais

Laranja-fogo. Cor-de-céu

Laranja-fogo. Cor-de-céu Laranja-fogo. Cor-de-céu Talita Baldin Eu. Você. Não. Quero. Ter. Nome. Voz. Quero ter voz. Não. Não quero ter voz. Correram pela escada. Correram pelo corredor. Espiando na porta. Olho de vidro para quem

Leia mais

Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às 4 Instituições do Ensino Superior (2017)

Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às 4 Instituições do Ensino Superior (2017) Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às 4 Instituições do Ensino Superior (2017) Português B 澳 門 四 高 校 聯 合 入 學 考 試 ( 語 言 科 及 數 學 科 )2017 Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às

Leia mais

O ENSINO ESPECIAL A LENDA DA SERRA DA ESTRELA DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 A MARIA CASTANHA A TURMA DO O DIA DE S.MARTINHO O PÃO NA NOSSA

O ENSINO ESPECIAL A LENDA DA SERRA DA ESTRELA DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 A MARIA CASTANHA A TURMA DO O DIA DE S.MARTINHO O PÃO NA NOSSA VOLUME 1, EDIÇÃO 1 DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 NESTA EDIÇÃO: A MARIA CASTANHA 2 A TURMA DO 2.º 2.ª 3 O DIA DE S.MARTINHO 4 O PÃO NA NOSSA ALIMENTAÇÃO A TURMA DO 1.º 2.ª 5 6 O ENSINO ESPECIAL 7 SOLIDARIEDADE

Leia mais

Banco voltado para trás. Manual de instruções. Grupo Peso Idade. 0+ 0-13 kg 0-12 m

Banco voltado para trás. Manual de instruções. Grupo Peso Idade. 0+ 0-13 kg 0-12 m Banco voltado para trás Manual de instruções ECE R44 04 Grupo Peso Idade 0+ 0-13 kg 0-12 m 1 Obrigado por optar pela BeSafe izi Sleep ISOfix A BeSafe desenvolveu esta cadeira com todo o cuidado, para proteger

Leia mais

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa MODELO 1 Compreensão da Leitura e Expressão Escrita Parte 1 Questões 1 20 O Luís enviou cinco mensagens através do telemóvel. Leia as frases 1 a 5. A cada frase corresponde uma mensagem enviada pelo Luís.

Leia mais

COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Maternal Manhã e Tarde Gaúchos (sugestão das roupas anexa) Meninos: calça jeans preta ou bombacha; camisa branca; lenço vermelho no pescoço; tênis ou botas. Meninas: vestido rodado de prenda cor lisa ou

Leia mais

Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS)/Entidades sem fins lucrativos, segundo as valências

Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS)/Entidades sem fins lucrativos, segundo as valências Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS)/Entidades sem fins lucrativos, segundo as valências Valência Instituição Freguesia Creche Jardim-de-infância Centro de Dia Lar de Idosos Serviço

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

Uma estrela subiu ao céu

Uma estrela subiu ao céu Compaixão 1 Compaixão Não desprezes aqueles a quem a vida desfavoreceu, mas ajuda-os no que estiver ao teu alcance. Cada pessoa tem em si algo de bom que é preciso fazer desabrochar. Uma estrela subiu

Leia mais

mundo. A gente não é contra branco. Somos aliados, queremos um mundo melhor para todo mundo. A gente está sentindo muito aqui.

mundo. A gente não é contra branco. Somos aliados, queremos um mundo melhor para todo mundo. A gente está sentindo muito aqui. Em 22 de maio de 2014 eu, Rebeca Campos Ferreira, Perita em Antropologia do Ministério Público Federal, estive na Penitenciária de Médio Porte Pandinha, em Porto Velho RO, com os indígenas Gilson Tenharim,

Leia mais

22/12/13 THE TIMES REINO UNIDO http://www.thetimes.co.uk/tto/news/world/americas/article3956414.ece

22/12/13 THE TIMES REINO UNIDO http://www.thetimes.co.uk/tto/news/world/americas/article3956414.ece 22/12/13 THE TIMES REINO UNIDO http://www.thetimes.co.uk/tto/news/world/americas/article3956414.ece No Brasil, empregados dos Correios ajudam Papai Noel a levar o Natal aos mais pobres Por: James Hider

Leia mais

Receção aos alunos e encarregados de educação da Educação Pré-Escolar, nos respetivos jardins de infância. Dia 18 de setembro 2015 6.

Receção aos alunos e encarregados de educação da Educação Pré-Escolar, nos respetivos jardins de infância. Dia 18 de setembro 2015 6. Receção aos alunos e encarregados de educação da Educação Pré-Escolar, nos respetivos jardins de infância Dia 18 de setembro 2015 6.ª feira 09h00 Jardim de Infância Buarcos Vila Verde Educadora Titular

Leia mais

O LEÃO, A FEITICEIRA E O GUARDA-ROUPA

O LEÃO, A FEITICEIRA E O GUARDA-ROUPA C. S. LEWIS O LEÃO, A FEITICEIRA E O GUARDA-ROUPA ILUSTRAÇÕES DE PAULINE BAYNES Martins Fontes São Paulo 1997 CAPÍTULO I Uma estranha descoberta ERA uma vez duas meninas e dois meninos: Susana, Lúcia,

Leia mais

HISTÓRIAS EM QUADRINHOS. 01- Quem são os personagens que dialogam na história? R.:

HISTÓRIAS EM QUADRINHOS. 01- Quem são os personagens que dialogam na história? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - PRODUÇÃO TEXTUAL - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= Querido(a)

Leia mais

Exemplos para o preenchimento:

Exemplos para o preenchimento: DÚVIDAS COMUNS NO PREENCHIMENTO DO QBS: Atenção : Cumpra todas as instruções para preenchimento contidas na folha de rosto do Questionário. Exemplos para o preenchimento: 14- Últimos endereços anteriores

Leia mais

Manuel Alegre CÃO COMO NÓS. Novela. 20.ª edição

Manuel Alegre CÃO COMO NÓS. Novela. 20.ª edição Manuel Alegre CÃO COMO NÓS Novela 20.ª edição 1. (Sei que andas por aí, oiço os teus passos em certas noites, quando me esqueço e fecho as portas começas a raspar devagarinho, às vezes rosnas, posso mesmo

Leia mais

Coordenadoria de Educação III CADERNO DE APOIO PEDAGÓGICO. Matemática aluno CICLO

Coordenadoria de Educação III CADERNO DE APOIO PEDAGÓGICO. Matemática aluno CICLO Coordenadoria de Educação III CADERNO DE APOIO PEDAGÓGICO Matemática aluno CICLO CICLO Caderno 3 Atividade 3 Coordenadoria de Educação Eduardo Paes Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro Profª Claudia Costin

Leia mais

Palestra: Cambono CENTRO ESPÍRITA DE UMBANDA CABOCLA JUREMA ARIANA VARELA & RICARDO BERTONI MARÇO DE 2014

Palestra: Cambono CENTRO ESPÍRITA DE UMBANDA CABOCLA JUREMA ARIANA VARELA & RICARDO BERTONI MARÇO DE 2014 Palestra: Cambono CENTRO ESPÍRITA DE UMBANDA CABOCLA JUREMA ARIANA VARELA & RICARDO BERTONI MARÇO DE 2014 Origem e definição A palavra Cambono é originada do termo Kamdondo, Kambono, Kambundu e nada mais

Leia mais

Estações do Ano. Procedimentos com ArteVerão

Estações do Ano. Procedimentos com ArteVerão Estações do Ano Procedimentos com ArteVerão Faixas de Verão (3º Dia) Leia o livro da turma No Verão. Discuta brevemente as coisas que acontecem no verão. Depois distribua folhas de papel branco para que

Leia mais

Maximiliano Barrientos HOTÉIS. Tradução e posfácio JOCA REINERS TERRON

Maximiliano Barrientos HOTÉIS. Tradução e posfácio JOCA REINERS TERRON Maximiliano Barrientos HOTÉIS Tradução e posfácio JOCA REINERS TERRON hoteis.p65 3 Um Chrysler Imperial na noite e nos entardeceres mais alaranjados. A poeira atapetava os vidros devemos recordá-lo dessa

Leia mais

Nível 1 Nível Atitudinal; Nível 4 Nível Operacional. Tema 6 Domínio das Situações de Trânsito Tema 7 Controlo do Veículo

Nível 1 Nível Atitudinal; Nível 4 Nível Operacional. Tema 6 Domínio das Situações de Trânsito Tema 7 Controlo do Veículo FICHA TÉCNICA ATUAÇÃO EM CASO DE AVARIA OU ACIDENTE Níveis GDE: Nível 1 Nível Atitudinal; Nível 4 Nível Operacional Temas Transversais: Tema 6 Domínio das Situações de Trânsito Tema 7 Controlo do Veículo

Leia mais

PROGRAMA PEDAGÓGICO 2015 / 2016. www.escolaequestreaveiro.com 234 912 108 969 428 670 quintapedagogica@grupomayaseco.com

PROGRAMA PEDAGÓGICO 2015 / 2016. www.escolaequestreaveiro.com 234 912 108 969 428 670 quintapedagogica@grupomayaseco.com PROGRAMA PEDAGÓGICO 2015 / 2016 www.escolaequestreaveiro.com 234 912 108 969 428 670 quintapedagogica@grupomayaseco.com A QUINTA PEDAGÓGICA de AVEIRO, situa-se a 4km do centro de AVEIRO, o que permite

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Bom dia! Há gestos que nesta altura a quaresma, ganham uma dimensão ainda maior. Enchem-nos. Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas de uma aldeia

Leia mais

AUTORES E ILUSTRADORES: GIOVANNA CHICARINO ROSA JOÃO VICTOR CAPUTO E SILVA

AUTORES E ILUSTRADORES: GIOVANNA CHICARINO ROSA JOÃO VICTOR CAPUTO E SILVA AUTORES E ILUSTRADORES: GIOVANNA CHICARINO ROSA JOÃO VICTOR CAPUTO E SILVA 1ºA - 2011 APRESENTAÇÃO AO LONGO DESTE SEMESTRE AS CRIANÇAS DO 1º ANO REALIZARAM EM DUPLA UM TRABALHO DE PRODUÇÃO DE TEXTOS A

Leia mais

O dia em que ele nasceu

O dia em que ele nasceu O dia em que ele nasceu E le nasceu no verão mais seco dos últimos quarenta anos. O sol cozinhava a argila vermelha do Alabama, transformando-a em pó, e não havia água por quilômetros ao redor. A comida

Leia mais

Rosana! Rosanaaa! Ô menina! Onde que cê se meteu, diacho de moleca!!

Rosana! Rosanaaa! Ô menina! Onde que cê se meteu, diacho de moleca!! A Promessa N.Lym Consegui um bom emprego em São Paulo! Não posso levar você comigo, mas você pode me esperar. Prometo que vou voltar, vamos nos casar e morar juntos, bem longe daqui! Rosana ficou a pensar

Leia mais

Dossier de presse Dossier de imprensa

Dossier de presse Dossier de imprensa Dossier de presse Dossier de imprensa 1 A Villa Extramuros situa- se em Arraiolos, no coração do Alentejo, a curta distância de Lisboa e apenas a 20 km de Évora, cidade Património mundial da Unesco. No

Leia mais

Guia de Puericultura. Alimentação

Guia de Puericultura. Alimentação Guia de Puericultura Com o nascimento do bebé, os pais necessitam de adquirir uma série de artigos. A oferta no mercado é cada vez maior, por isso é importante estar informado: com este guia ajudamo-la

Leia mais

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas).

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Titulo - VENENO Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Corta para dentro de um apartamento (O apartamento é bem mobiliado. Estofados

Leia mais

CLÁUDIA TAVARES AMIGOS DOS AÇORES

CLÁUDIA TAVARES AMIGOS DOS AÇORES CLÁUDIA TAVARES AMIGOS DOS AÇORES FICHA TÉCNICA Título: Viagem no Tempo Autor: Cláudia Tavares Ilustração: Olga Tavares Edição: Amigos dos Açores - Associação Ecológica Ribeira Grande - 2008 Iniciativa:

Leia mais

Apresentação. Tá na hora! O momento é de felicidade. Tudo indica que seu bebê está para nascer! É tempo de cuidados mais que especiais.

Apresentação. Tá na hora! O momento é de felicidade. Tudo indica que seu bebê está para nascer! É tempo de cuidados mais que especiais. Apresentação Tá na hora! O momento é de felicidade. Tudo indica que seu bebê está para nascer! É tempo de cuidados mais que especiais. A gravidez dura 280 dias ou 40 semanas, de acordo com os médicos,

Leia mais

O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias.

O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias. 1 Olá! O tema da nossa edição deste mês é Ouvindo histórias. Este mês, conhecemos histórias muito interessantes que deixaram tantas recordações e aprendizados para nossos alunos! Padrinhos Argumento: EM

Leia mais

CEGO, SURDO E MUDO (porque nao?) LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F.

CEGO, SURDO E MUDO (porque nao?) LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F. FRUTO PROIBIDO FRUTO PROIBIDO 1 Cego, surdo e mudo (porque não?) 2 Mundo inteiro 3 Acordo a tempo 4 Contradição 5 A água não mata a fome 6 Quem és é quanto basta 7 Nascer de novo (és capaz de me encontrar)

Leia mais

MG 158 P Esteira de massagem Instruções de utilização

MG 158 P Esteira de massagem Instruções de utilização MG 158 P P Esteira de massagem Instruções de utilização BEURER GmbH Söflinger Str. 218 89077 Ulm (Germany) Tel.: +49 (0) 731 / 39 89-144 Fax: +49 (0) 731 / 39 89-255 www.beurer.de Mail: kd@beurer.de Portugues

Leia mais

Compostagem doméstica

Compostagem doméstica Compostagem doméstica Na Natureza tudo se transforma 1 2 3 Este guia vai ser-lhe útil! Com este pequeno guia pode, finalmente, tirar partido do seu lixo e sentir-se bem por isso! Os restos de comida, as

Leia mais

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 A mentira não agrada a Deus Principio: Quando mentimos servimos o Diabo o Pai da mentira. Versículo: O caminho para vida é de quem guarda o ensino, mas o que abandona

Leia mais

- solda em conector feita com cola do tipo SuperBonder. E até que realmente segura no lugar! Agora, quanto ao contato elétrico...

- solda em conector feita com cola do tipo SuperBonder. E até que realmente segura no lugar! Agora, quanto ao contato elétrico... Jeitinho brasileiro Autor: Fernando Antônio Bersan Pinheiro Brasileiro é famoso, por sempre dar um "jeitinho" nas coisas. Aparece um problema, e lá vem o brasileiro com uma solução, um modo de fazer as

Leia mais

eunice arruda - poesias alguns (poemas selecionados de eunice arruda)

eunice arruda - poesias alguns (poemas selecionados de eunice arruda) eunice arruda - poesias alguns (poemas selecionados de eunice arruda) propósito Viver pouco mas viver muito Ser todo o pensamento Toda a esperança Toda a alegria ou angústia mas ser Nunca morrer enquanto

Leia mais

Manoel de Barros Menino do mato

Manoel de Barros Menino do mato Manoel de Barros Menino do mato [ 3 ] SUMÁRIO Menino do mato 7 Caderno de aprendiz 23 [ 5 ] Primeira parte MENINO DO MATO O homem seria metafisicamente grande se a criança fosse seu mestre. SÖREN KIERKEGAARD

Leia mais

Lygia Fagundes. A Disciplina do Amor. Memória e Ficção. Noemi Jaffe. Nova edição revista pela autora. posfácio de

Lygia Fagundes. A Disciplina do Amor. Memória e Ficção. Noemi Jaffe. Nova edição revista pela autora. posfácio de Lygia Fagundes Telles A Disciplina do Amor Memória e Ficção Nova edição revista pela autora posfácio de Noemi Jaffe Copyright 1980, 2010 by Lygia Fagundes Telles Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico

Leia mais

Fitas soltas (1cm de largura) Nesta ordem. Camiseta preta ou body com fitas soltas pregadas na gola (nas cores vermelha, amarela, e verde)

Fitas soltas (1cm de largura) Nesta ordem. Camiseta preta ou body com fitas soltas pregadas na gola (nas cores vermelha, amarela, e verde) MENINAS GRUPO 04 A Cabelo com penteado utilizando elásticos nas cores verde, amarela e vermelha MENINAS GRUPO 04 A Cabelo com penteado utilizando elásticos nas cores verde, amarela e vermelha Fitas soltas

Leia mais

A PINTORA Era madrugada, fumaça e pincéis estampavam a paisagem interna de um loft. Lá fora uma grande lua pintava as ruas semi-iluminadas com um fantasmagórico prateado. Uma mão delicada retocava a gravata

Leia mais

Como surgiu o projecto:

Como surgiu o projecto: Projeto O ovo Como surgiu o projecto: O projeto do ovo surgiu ao trabalhar o tema da alimentação: 1. Visualizaram as imagens dos alimentos que trouxeram de casa; 2. Visualizaram a roda dos alimentos que

Leia mais

ASSOCIAÇÃO TRANSUMÂNCIA E NATUREZA. apoie esta campanha em www.ppl.com.pt

ASSOCIAÇÃO TRANSUMÂNCIA E NATUREZA. apoie esta campanha em www.ppl.com.pt ASSOCIAÇÃO TRANSUMÂNCIA E NATUREZA apoie esta campanha em www.ppl.com.pt A Pombal do Coto Fernando Romão A Faia Brava é a primeira área protegida privada do país, no coração do vale do Côa, no Nordeste

Leia mais

A PAC pós-2013 - Áreas potencialmente elegíveis e suas implicações nas decisões nacionais

A PAC pós-2013 - Áreas potencialmente elegíveis e suas implicações nas decisões nacionais A PAC pós-2013 - Áreas potencialmente elegíveis e suas implicações nas decisões nacionais Francisco Avillez (Professor Emérito do ISA, UTL e Coordenador Científico da AGRO.GES) CAP, 29 de Novembro de 2012

Leia mais

Regulamento de Acesso, Circulação e Permanência nas Instalações da Assembleia da República

Regulamento de Acesso, Circulação e Permanência nas Instalações da Assembleia da República Regulamento de Acesso, Circulação e Permanência nas Instalações da Assembleia da República Despacho n.º 1/93, de 19 de março publicado no Diário da Assembleia da República, II Série C, n.º 22 de 22 de

Leia mais

Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe!

Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe! Dedico este livro a todas as MMM S* da minha vida. Eu ainda tenho a minha, e é a MMM. Amo-te Mãe! *MELHOR MÃE DO MUNDO Coaching para Mães Disponíveis, www.emotionalcoaching.pt 1 Nota da Autora Olá, Coaching

Leia mais

BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS DA BÍBLIA

BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS DA BÍBLIA BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS DA BÍBLIA Queridos pais, Vocês já pararam para acompanhar as brincadeiras de seus filhos no dia a dia? Que tipo de brincadeiras eles fazem? As brincadeiras das crianças normalmente

Leia mais

Etologia e Bem-estar animal. Comportamento de cavalos Ana Silva Pereira 2007/2008

Etologia e Bem-estar animal. Comportamento de cavalos Ana Silva Pereira 2007/2008 Etologia e Bem-estar animal Comportamento de cavalos Ana Silva Pereira 2007/2008 Cavalos Os cavalos têm sido, ao longo dos séculos utilizados na agricultura, no transporte, na guerra, em cerimónias, no

Leia mais

Fany Aktinol. o tom da infância. o tom da infancia - miolo 7L.indd 3 24/1/2011 14:24:50

Fany Aktinol. o tom da infância. o tom da infancia - miolo 7L.indd 3 24/1/2011 14:24:50 Fany Aktinol o tom da infância o tom da infancia - miolo 7L.indd 3 24/1/2011 14:24:50 Eu me chamo Françoise e escrevo para não esquecer, para não deixar morrer, mas principalmente para lembrar e preencher

Leia mais

As Tecnologias de Informação na minha Vida Pessoal e Profissional

As Tecnologias de Informação na minha Vida Pessoal e Profissional As Tecnologias de Informação na minha Vida Pessoal e Profissional Foi na madrugada de 03 de Agosto de 1972, que nasceu uma linda menina, no Hospital de Faro, e deram-lhe o nome de Fernanda Maria. Essa

Leia mais