Índice Contents. Mensagem do Presidente do Conselho de Administração A word from the Chairman of the Board

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Índice Contents. Mensagem do Presidente do Conselho de Administração A word from the Chairman of the Board"

Transcrição

1

2

3 Mensagem do Presidente do Conselho de Administração A word from the Chairman of the Board Órgãos Sociais Governing Bodies Marcos de Actividade Milestones Ambiente Macro-Económico e Financeiro Macroeconomic and Financial Situation Síntese de Indicadores Summary of Indicators Análise da actividade Analysis of Activities 5 Mensagem do Presidente do Conselho de Administração A word from the Chairman of the Board 11 Órgãos Sociais Governing Bodies 12 Mesa da Assembleia General Board of the Annual General Meeting 13 Conselho de Administração Board of Directors 13 Conselho Fiscal Supervisory Board 15 Marcos de Actividade Milestones 19 Ambiente Macro-Económico e Financeiro Macroeconomic and Financial Situation 21 Enquadramento Internacional The International Framework 22 Desempenho da Economia Angolana The Angolan Economy 24 Panorama do Sector Bancário Banking Sector Overview 27 Síntese de Indicadores Summary of Indicators 29 Principais Indicadores dos Últimos 5 Anos Main Indicators for the Past 5 Years 30 Balanço dos Últimos 5 Anos Balance Sheet For The Past 5 Years 31 Demonstração de Resultados dos Últimos 5 Anos Profit and Loss Account for the Past 5 Years 33 Análise da Actividade Analysis of Activities 35 Evolução da Taxa de Câmbio AKZ/USD AKZ/USD Exchange Rate Trend 35 Estrutura do Banco Bank Structure 36 Carteira de Depósitos Deposits 37 Carteira de Crédito Concedido Credit Portfolio Indicadores Financeiros e de Gestão Financial and Management Indicators Proposta de Aplicação e Distribuição de Resultados Proposal for Distribution of Results Aprovação do Conselho de Administração Approval by The Board of Directors Demonstrações Financeiras Financial Statements Anexos Annexes Parecer dos Auditores ao Conselho de Administração Auditors Report to the Board Relatório e Parecer do Conselho Fiscal Report and Opinion of the Supervisory Board Agências Branches 39 Indicadores Financeiros e de Gestão Financial and Management Indicators 41 Análise dos Indicadores Analysis of Indicators 45 Proposta de Aplicação e Distribuição de Resultados Proposal for Distribution of Results 49 Aprovação do Conselho de Administração Approval By The Board Of Directors 53 Demonstrações Financeiras Financial Statements 55 Balanço em 31 de Dezembro de Balance Sheet as at 31 December 56 Demonstração dos Resultados Referente ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de Profit and Loss Account for the Year Ending as at 31 December 57 Notas às Demonstrações Financeiras para o Exercício Findo em 31 de Dezembro de Notes to the Financial Statements for the Year Ending as at 31 December 91 Anexos Annexes 92 Mapa do Movimento Anual do Imobilizado (em AKZ) Chart of Annual Movements in Fixed Assets In AKZ 93 Mapa do Movimento Anual do Imobilizado (em USD) Chart of Annual Movements in Fixed Assets Restated in USD 95 Parecer dos Auditores ao Conselho de Administração Auditors Report to the Board 99 Relatório e Parecer dos Auditores do Conselho Fiscal Report and Opinion of the Supervisory Board 103 Agências Branches Índice Contents

4 Mensagem do Presidente do Conselho de Administração A Word from the Chairman of the Board

5 Mensagem do Presidente do Conselho de Administração A Word from the Chairman of the Board Senhores Accionistas, To the shareholders, Relatório Anual Annual Report O ano de foi marcado pela confirmação do compromisso do Governo para com os princípios da estabilidade do mercado cambial e da contenção da inflação, tendo com isso, propiciado o aumento da confiança dos investidores na economia nacional e como resultado observamos a aceleração da actividade económica em Angola. Sendo a banca um importante agente do desenvolvimento da economia, este sector de actividade observou níveis de expansão e crescimento considerados significativos, com a adesão de novos clientes aos serviços bancários e o consequente aumento no volume de depósitos no sistema bancário nacional que em Dezembro de atingiu o estoque de USD 3,2 bilhões. No final do exercício económico de, o BAI manteve-se na posição de liderança no mercado financeiro no que respeita aos principais indicadores de desempenho. Com a entrada de novas instituições de crédito no mercado, as alternativas disponibilizadas e níveis de exigência dos clientes aumentaram e observamos também uma tendência clara destes trabalharem com vários bancos. Como estratégia de actuação, os vários intervenientes no mercado adoptaram uma clara política de expansão da sua rede comercial visando não só aumentar a sua base de clientes como também uma forte aposta na fidelização da clientela através da melhoria dos serviços prestados. Foi num cenário de alta concorrência e de forte investimento na rede e canais de atendimento que o BAI deu continuidade à implementação da estratégia de consolidação da posição no mercado, reestruturação do modelo de gestão e reorganização interna. Em termos de estrutura, e com o objectivo de a adequar ao rápido crescimento observado no mercado e de melhor responder às expectativas dos nossos trabalhadores, foi ajustado o organigrama funcional. The year was marked by the fact that the Government kept its pledge: the foreign exchange market was stable and inflation held under control. This led to rising confidence among local investors, with economic activity in the country gathering pace. The banking system is an important element in the development of the economy and there was significant expansion and growth in the sector. New customers started using banking services, bolstering deposits in the domestic banking system. At year-end, stock stood at USD 3.2bn. At that point in time, the BAI was still the financial market leader in all the main performance indicators. New credit institutions were penetrating the market, there was a broader range of options, and customer demands were rising. It became clear that customers were tending to use more than one bank. A number of credit institutions set out on a strategy focusing clearly on expansion of their commercial networks. The aim was to increase their customer base and improve their services to the point where customer loyalty could be consolidated. Against this backdrop of major investment in the network and customer service channels, the BAI continued with its strategy: consolidation of its market position, overhaul of its management model and internal reorganisation. The Bank s organisation structure was adjusted to match the rapid growth of the market and give a better response to the expectation of our employees. This allowed the enhancement of our institutional capacity to pro-actively identify the needs of our customers and to meet expectations of our employees, in terms of career and professional job satisfaction. Mensagem do Presidente do Conselho de Administração A word from the Chairman of the Board 6 7

6 Relatório Anual Annual Report O ajustamento organizacional permitiu o reforço da capacidade institucional de identificar de forma proactiva as necessidades dos nossos clientes e de procurar corresponder às expectativas dos nossos trabalhadores quanto à carreira e o seu grau de satisfação profissional. Ainda em relação à organização, foi formalmente criado o Canal BaiDirecto, cujo objectivo fundamental é o acompanhamento e gestão de clientes que utilizam as facilidades oferecidas pelo Internet Banking. Em termos de negócio, pudemos afirmar que constitui-se no ano da consolidação dos resultados obtidos até agora e que permitem olhar para o futuro com maior segurança. Durante o ano, foram levadas ao cabo uma série de iniciativas visando obter um consenso interno quanto à definição futuro modelo de gestão do negócio, a definição da nova carta de visão, missão, valores e elementos chave da estratégia corporativa, assim como, foram desenvolvidas acções de consolidação dos processos e sistemas de negócio. Em termos de negócio, pudemos afirmar que constitui-se no ano da consolidação dos resultados obtidos até agora e que permitem olhar para o futuro com maior segurança. Como resultado da implementação concertada da referida estratégia os resultados líquidos preliminares do banco apontam para um montante de USD milhões, a que corresponde um aumento de 4,1% em relação à. O resultado líquido por acção (EPS) ascendeu a USD 6,47 (+4,1% relativamente a ). Estes indicadores reflectem, fundamentalmente, a alteração da estrutura de mercado financeiro, With this focus, the Canal BaiDirecto was officially inaugurated. The fundamental purpose of this channel is to run a service for customers who use Internet banking facilities. A series of initiatives was set in motion during the year to reach a consensus in the bank on the definition of a future business model, the definition of a new mission statement, and the values and key components of a corporate strategy. Actions were also taken to consolidate procedures and business operation systems. In terms of business, the year saw results consolidated to the point where we can look forward to the future with greater certainty. In terms of business, the year saw results consolidated to the point where we can look forward to the future with greater certainty. As a result of the implementation of the Bank s strategy in a concerted way, preliminary net results look set to come in at USD 21.04m. This represents a 4.1% increase over earnings per share (EPS) rose to USD 6.47, up 4.1% on. These indicators reflect essentially a change in financial market structure. It moved from being a market focused on foreing exchange transactions to become a banking services market. In terms of human resources, the payroll was 390, with 54% between 25 and 34 years old. This is a budding organisation. Our aim for 2005 is to continue to consolidate the position of the Bank, adopting a customer segmentation strategy and the creation of financial solutions tailored to our markets. que deixou de ser um mercado eminentemente cambial para se tornar num mercado de serviços. Em termos dos indicadores de recursos humanos, verificou-se que o quadro geral de pessoal era de um total de 390 dos quais 54% com idades entre os 25 e 34 anos, o que significa que estamos perante uma organização jovem. Para 2005, é nossa intenção dar continuidade ao processo de consolidação da posição do banco adoptando a estratégia de segmentação dos clientes e a criação de soluções financeiras adaptadas aos nossos mercados. Adicionalmente, continuaremos os esforços no sentido de tornar mais eficiente a nossa organização, tornando-a mais capaz de responder às cada vez mais exigentes necessidades dos nossos clientes. Em relação aos nossos trabalhadores, e tendo em vista a melhoria dos níveis de satisfação dar-se-á continuidade à implementação gradual das medidas propostas no estudo de clima organizacional, dando prioridade às acções de formação técnico-profissional e de reconhecimento pelo desempenho individual. O processo de adequação da estrutura organizacional e dos sistemas de gestão continuarão a merecer a nossa atenção especial com a implementação paulatina e corrigida dos manuais de organização propostos pela consultoria externa. Em termos de indicadores de referência de desempenho, esperamos atingir um volume de depósitos na ordem de USD 725 milhões e um volume de crédito de $350 milhões. Para tal, é nosso objectivo atingir a meta de 65,000 clientes com uma base de 470 trabalhadores. Mário A. Palhares Presidente do Conselho de Administração Chairman of the Board of Directors In addition, we will continue our efforts to make our organisation more efficient and better able to respond to customer requirements as they reach an ever and more demanding level. We shall continue to improve the job satisfaction level of our employees. We shall steadily bring in the measures proposed in our study of working conditions. We shall prioritise vocational training courses and performance-related pay. The process of streamlining the structure and management system will continue to warrant our special attention as we work on the steady and proper implementation of the organisational construct set out in the handbooks produced by our outsourced consultants. In terms of performance indicators, we are targeting deposits tallying USD 725m and a credit portfolio of USD 350m. To achieve this, our aim for the year is to reach 65,000 customers, served by 470 staff. Mensagem do Presidente do Conselho de Administração A word from the Chairman of the Board 8 9

7 Órgãos Sociais Governing Bodies

8 Órgãos Sociais Governing Bodies Mesa da Assembleia Board of the Annual General Meeting Gerald Bender Presidente Chair Conselho de Administração Board of Directors Mário Abílio Pinheiro Rodrigues Moreira Palhares Presidente Chair Conselho Fiscal Supervisory Board Mário Santos Barber Presidente Chair Pedro Filipe Vice Presidente Vice President Ana Paula Gray José Carlos de Castro Paiva Vice Presidentes Vice Presidents Jaime de Carvalho Bastos Vogal Member Manuel Gonçalves 1.º Secretário 1st Secretary Manuel Domingos Vicente Theodore Jameson Giletti Administradores Directors Da esquerda para a direita: Mário Abílio Palhares Ana Paula Gray José Carlos de Castro Paiva Manuel Domingos Vicente Relatório Anual Annual Report Theodore Jameson Giletti Relatório Anual 2005 Annual Report

9 Marcos de Actividade Milestones

10 Marcos de Actividade Milestones v Relatório Anual Annual Report Marcos de Actividade Milestones 16 17

11 Ambiente Macro-Económico e Financeiro Macroeconomic and Financial Situation

12 Ambiente Macro-Económico e Financeiro Macroeconomic and Financial Situation Enquadramento Internacional The international framework Relatório Anual Annual Report O comportamento da economia internacional durante foi dominado por um ambiente de incertezas motivado principalmente pelas variações em alta nos preços do petróleo, pela guerra do Iraque, pela forte apreciação do Euro face ao Dólar, e pelas pressões inflacionistas sobretudo na economia americana. A alta de preços do crude, que chegou a atingir USD em Novembro, sacudiu o mercado petrolífero mundial marcado por restrições na oferta devidas à conjugação de vários factores, entre os quais se apontam o conflito do Médio Oriente, a continuação da violência no Iraque, as tensões políticas na Venezuela, as greves e destruição de oleodutos na Nigéria, e pela expansão da procura influenciada pelo aumento do consumo na China e na Índia. A economia mundial evidenciou em um crescimento de 5% superando o pico de 4.7% alcançado em 2000, num claro sinal de recuperação do produto mundial, sobretudo graças aos desempenhos positivos registados na Europa Central e Oriental, Comunidade dos Estados Independentes, e Ásia, nomeadamente a ascensão de uma nova potência mundial como motora do crescimento económico, a China. O abrandamento da actividade económica dos Estados Unidos durante o 2º semestre de, após o elevado crescimento do produto iniciado em, resultou numa taxa de crescimento de 4,3% no final do ano. Para esse abrandamento contribuíram, a incerteza quanto à sustentabilidade da retoma económica gerada pela diminuição do consumo das famílias, o efeito do aumento das rendas e do mercado imobiliário na poupança das famílias, a par dum crescimento do emprego abaixo das expectativas devido aos elevados ganhos de produtividade e à destruição de empregos motivada pelo avanços tecnológicos. O regresso das incertezas, e uma inflação alta de 3.0% obrigaram o FED a intervir e adoptar uma The international economic climate was dominated by the cloud of uncertainty thrown up by successive oil price hikes, the Iraq War, a big rise in the value of the euro against the dollar, and inflationary pressures in the US economy. The price of crude reached USD in November, causing upheaval in a global oil market already suffering a number of supply-side constraints. Among these were the conflict in the Middle East, continued violence in Iraq, political unrest in Venezuela, strikes and pipeline sabotage in Nigeria, and an increase in demand fuelled by consumer growth in both China and India. The global economy grew by 5% in, outstripping the 4.7% peak recorded in 2000, a sure sign of a recovery in output driven by positive developments in Central and Eastern Europe, the Russian Federation, and Asia. The stage was dominated by China, the new global powerhouse for economic growth. US economic activity slowed during the second half of the year, following a big spurt in output dating from. Year-end growth stood at 4.3%. There were many reasons for the slowdown: uncertainty regarding economic recovery caused by a fall in household consumption; the effect on household savings of increases in rents and house prices; and a lower-than-expected growth in employment in the wake of high productivity gains and a fall-off in jobs triggered by advances in technology. Uncertainty was back, and when inflation hit the 3% mark, the FED intervened, tightening monetary policy and embarking on a series of stepped rises in key interest rates that was to continue throughout. The Eurozone economy grew by 2.2% in, still below the 3.5% recorded in Growth was moderate, hampered as it was by excessive dependence on external demand, budget consolidation concerns, and difficulties reining in Ambiente Macro-Económico e Financeiro Macroeconomic and Financial Situation 20 21

13 Relatório Anual Annual Report política monetária mais restritiva, com aumentos discretos da sua taxa de juro reitora até ao final de. A economia dos países da Zona Euro registou um crescimento de 2.2% em, ainda abaixo dos 3.5% alcançados em 2000, um comportamento moderado devido à sua excessiva dependência da procura externa, a problemas de consolidação orçamental e à dificuldade em controlar o desemprego. Apesar dos sinais positivos observados em algumas das principais economias associados ao aumento da procura interna, ao crescimento dos mercados accionistas e dos resultados das empresas, estes não foram suficientes para potenciar uma recuperação económica mais significativa da economia da Zona Euro. A política monetária acomodatícia do BCE, de manter as taxas de juro de curto prazo inalteradas não foi suficiente para acelerar a recuperação económica, a qual se mostrou largamente condicionada pela subida do preço do petróleo e a consequente pressão inflacionista. O comportamento da economia do Japão foi em foi muito positivo ao situar-se em 4.4%, acima do pico de 3.5% alcançado em Este desempenho baseou-se no aumento do consumo e do investimento privados e no crescimento das exportações sobretudo para os países da região Ásia Pacífico. No entanto, o crescimento a partir do 2º trimestre foi afectado pela diminuição do investimento público e pelo menor dinamismo dos mercados accionistas. Desempenho da Economia Angolana O objectivo de estabilização macro-económica para assentou numa melhor coordenação das políticas monetária, cambial e fiscal visando o controlo sobre o crescimento da base monetária, e a adequação do controlo de liquidez na economia. Como resultado dessa melhor articulação das políticas, os níveis de inflação baixaram e a taxa de câmbio do Kwanza em relação ao USD tem experimentado o período mais longo de estabilidade dos últimos anos, favorecendo a criação de um ambiente favorável unemployment. There were positive indicators in a number of major European economies, but these were all connected with increased domestic demand, stock-market growth, and enhanced company performance. They were insufficient to kickstart the Eurozone economy as a whole. The European Central Bank focused on containment. The fact that short-term interest rates were left as they were proved an insufficient spur to economic recovery, in the light of the rise in oil prices and consequent inflationary pressures. The Japanese economy was more robust, coming in with a 4.4% growth rate, higher than the previous peak recorded in Performance was based on growth in consumption, private investment, and exports, especially in the countries of the Pacific rim. From the second quarter onwards, growth was somewhat dampened by a fall in public investment and a less bullish share market. The Angolan economy The macroeconomic objective was stabilization through improved coordination of monetary policy, exchange rates, and fiscal policy. The aim was to control the money supply and tighten controls on liquidity in the economy. Policy was better coordinated than before, reducing inflation and giving the Kwanza/USD exchange rate its longest period of stability over recent years. As a result, the outlook improved and the economic climate was more favourable for the development of business and private investment. The forecast was for a real growth in output in of 11.7%. The oil sector accounted for 48.3% of growth in, a figure that rose to 52.1% in. The most dynamic sectors of the economy, in terms of real growth, were agriculture, forestry, and fishing (14.1%), construction (14.0%), and manufacturing and mining, including oil (13.5%). The budget deficit fell to 5.3% of GDP, down from 7.2% in. Nearly 48% of this was financed from abroad. In terms of the balance of ao desenvolvimento dos negócios e ao investimento privado. A estimativa do crescimento real do produto em foi de 11.7%, com a contribuição do sector petrolífero a passar de 48.3% em para 52.1% em. Com base nas suas taxas de crescimento real, os sectores mais dinâmicos do crescimento foram os seguintes: agricultura, silvicultura e pescas com 14.1%, construção com 14.0%, e as indústrias transformadora e extractiva (incluindo o petróleo), ambas com 13.5%. O défice das contas fiscal caiu para 5.3% do PIB em, abaixo dos 7.2% em, financiado em cerca de 48% por recursos externos. Já ao nível das contas externas, o fluxo líquido de capitais em deverá aumentar de cerca de USD 719 milhões em para USD milhões em, sendo que o investimento directo estrangeiro e os créditos de médio e longo prazo deverão contribuir aproximadamente na mesma proporção, USD milhões. O índice de preços ao consumidor em Luanda manteve-se numa tendência de desaceleração ao cair cerca de 45 pontos percentuais passando de 76.57% em para 31.02% em. O sucesso relativo na redução da inflação deveu-se ao melhor controlo monetário e à estabilização do câmbio do Kwanza em relação ao USD, o que influenciou os preços domésticos por via da componente de produtos importados no IPC. Com o início da venda directa de TBC e BT pelo BNA a empresas não-bancárias e a pessoas singulares no mercado secundário, as taxas de juro de mercado dos TBC ao situarem-se abaixo das taxas indicativas passaram a sinalizar a procura dos TBC, e a influenciar o comportamento das taxas de juro dos bancos. Não obstante isso, as taxas de juro dos depósitos e dos créditos para Empresas em Kwanza não tiveram variações significativas, em termos nominais. Para o crédito a Particulares em Kwanza a taxa de juros diminui na maior parte das maturidades. payments, the net capital flow appeared to have risen from USD 719m in to USD 2 370m in. Estimated direct foreign investment was USD 1398m, while medium and longterm loans appeared largely unchanged. The Luanda consumer price index fell once again, dropping some 45 percentage points from 76.57% in to 31.02% in. Relative success in curbing inflation, which can be ascribed to tighter monetary control and a more stable Kwanza/USD exchange rate, impacted on domestic prices through the cost of imports that are factored into the CPI. The National Bank of Angola began selling TBCs and BTs to non-banking enterprises and to individuals in the secondary market, resulting in a fall below base rate in TBC market interest rates. The demand on TBCs produced a knockon effect in bank interest rates and impacted on the behavior of their interest rates. However, nominal interest rates on deposits and company loans in Kwanza did not have significant variations. Interest rates on Kwanza household loans in most maturities also fell. Ambiente Macro-Económico e Financeiro Macroeconomic and Financial Situation 22 23

14 Relatório Anual Annual Report Panorama do Sector Bancário Os activos externos líquidos do sistema bancário angolano cresceram de USD milhões em Dezembro de para USD milhões em Dezembro de. As reservas internacionais líquidas mais do que duplicaram ao passar de USD milhões em Dezembro de para USD milhões em Dezembro de, não obstante o significativo aumento na venda de divisas efectuadas no mercado cambial. As notas e moedas em caixa nos bancos comerciais passaram de 12.77% do total de notas e moedas em circulação em Dezembro de para 18.45% em Dezembro de, um indicador representativo da subida de confiança do público no sistema bancário. O crédito total conheceu um aumento de 95.47%, atingindo o montante de USD milhões em Dezembro de, sendo constituído em cerca 59% por crédito ao sector privado, 35% por crédito ao governo e 5% por crédito ao sector público empresarial. O crédito da banca comercial em moeda nacional representava 53.06% do crédito concedido em Dezembro de, valor que passou para 56.85% em Dezembro de, confirmando a tendência já indicada em de perda de importância relativa do crédito em moeda estrangeira em relação ao crédito em Kwanzas. A evolução da quota do crédito dos cinco bancos de topo (ordem descendente) no período Dez. - Dez., é indicada no quadro já a seguir: Quota do Mercado Crédito Market Share - Credit Outros Others (gráfico: Quota de mercado ) 10.56% BPC 33.74% (gráfico: quota de mercado ) 22.85% 19.82% BFA BAI 3.36% 9.67% BESA BCI Banking sector overview Net external assets in the Angolan banking sector as a whole rose from USD 1 798m in December to USD 2 575m in December. Net international reserves more than doubled over the same period, from USD m to USD m, despite a substantial increase in hard currency sales on the foreign exchange market. Currency (both notes and coin) held on call at commercial banks rose from 12.77% of total legal tender in December to 18.45% twelve months later. This was a clear indication of greater confidence in the banking system among the general public. Total credit grew by 95.47%, reaching USD 1 656m in December. A breakdown of the figures reveals that the private sector accounted for 59% of all credit, while government was responsible for a further 35% and public sector business contributed 5%. Commercial banking credit in Angolan currency accounted for 53.06% of the December total, a figure that rose to 56.85% in December. The trend away from foreign currency loans and towards loans in Kwanza, which began in, was by now firmly entrenched. The share of the credit market achieved by the top five banks (and other banks combined) for the period from December to December is as follows: % BPC Quota do Mercado Crédito Market Share - Credit BESA BRK SOL BTA 1.4% 2.1% 6.9% 5.4% 27.6% BCP 1.8% 18.3% 25.9% BAI BFA 3.5% 7.1% BCA BCI Em relação ao stock dos depósitos na banca comercial, registou-se um aumento dos depósitos no período superior a 43%, ao atingir o montante de USD milhões em Dezembro de, dos quais 44.32% em Kwanzas e 55.68% em moeda estrangeira, contra USD milhões em Dezembro de, dos quais 34.39% em Kwanza e 65.61% em moeda estrangeira. A mais marcante evolução registada no período na composição dos depósitos, segundo a sua moeda e natureza (quadro a seguir), registou-se na alteração da estrutura dos depósitos a prazo, ao ocorrer uma redução em cerca de 1.5 dos depósitos a prazo em moeda estrangeira, contrabalançada pelo aumento dos depósitos a prazo em moeda nacional em cerca de 1.2 vezes. A evolução da quota dos depósitos dos cinco bancos de topo (ordem descendente) no período Dez. - Dez., é indicada no quadro já a seguir. MN Angola currency ME Foreign currency Dep. à ordem Current accounts Dep. a prazo Term deposits Cheques e títulos Cheques and securities Dep. à ordem Current accounts Dep. a prazo Term deposits Cheques e títulos Cheques and securities Quota do Mercado Depósitos Market Share - Deposits Outros Others BPC 25.86% 12.67% 29.34% BFA 22.07% BAI 3.98% 6.08% BESA BCI Deposits in the commercial banking sector rose by some 43% over the year to stand at USD 3 026m in December. Of these, 44.32% were in Kwanza and the remaining 55.68% in foreign currencies. The comparable figures for were USD 2 114m, with 34.39% in Kwanza and 65.61% in foreign currencies. The biggest change over the reporting period came in the term structure of deposits. The following table provides a breakdown by type of currency and account terms and shows a contraction of term deposits in foreign currencies by 1.5 times which was partially compensated by an expansion by 1.2 times of term deposits in Angolan currency. The share of the loan market for the top five banks (and other banks combined) for the period December -December is as follows: Dezembro December Dezembro December Quota do Mercado Depósitos Market Share - Deposits 23.64% 1.32% 6.33% 2% 4.9% 1.42% 28.03% 22.99% 2.7% 6.64% Ambiente Macro-Económico e Financeiro Macroeconomic and Financial Situation 24 25

15 Por último, há a salientar a entrada em operação do 2º Banco de micro-crédito no país, o Novo Banco, em Agosto de. It is worth noting that the second national microcredit bank, Novo Banco, came on stream in August. Referências: BNA: Evolução Recente da Economia e Perspectivas para (website) BNA: A Evolução da Economia Mundial no mês de Novembro (website) BNA: Estatísticas Monetárias e Financeira, Séries (Janeiro a Junho e Julho a Novembro Fundo Monetário Internacional: World Economic Outlook Ministério das Finanças: Relatório de Fundamentação do Orçamento Geral do Estado References: BNA: Recent economic developments and outlook for (website) BNA: Developments in the global economy - November (website) BNA: Monetary and financial statistics, series (June July, July November) IMF: World Economic Outlook Ministry of Finance: Explanatory report on the state budget Síntese de Indicadores Summary of Indicators Relatório Anual Annual Report 26

16 Síntese de Indicadores Summary of Indicators Principais Indicadores dos Últimos 5 Anos Main Indicators for the Previous 5 Years Principais Indicadores dos Últimos 5 Anos Main Indicators for the Previous 5 Years Actividade Activity Produtividade Efficiency Activo líquido Net assets Nº médio de clientes por empregado Average number of customers per employee Créditos s/clientes (líquidos) Customer credit (net) Depósitos Deposits Responsabilidades por títulos Securities Fundos próprios Equity Activo/nº médio de empregados Assets/Average number of employees Indicadores Custos de estrutura/activo dos 5 Anos General overhead/assets Indicators for the 5 years Cost to income ratio (gráfico: Cost to income indicadores ratio dos 5 anos) Rentabilidade Earnings ,4% 2,8% 2,2% 2,9% 3,1% 36,5% 30,8% 23,4% 29,3% 43,31% Produto bancário líquido Net operating income Resultado do exercício/fundos próprios(roe) Results for the year/equity (ROE) 7,9% 15,3% 24,1% 26,1% 26,5 Custos de estrutura General overhead Resultado do exercício/activo líquido(roa) Results for the year/net assets (ROA) 0,91% 1,81% 2,42 3,07% 2,5% Cash flow Cash Flow RAI antes do efeito de reexpressão/fundos próprios Pre-tax results before re-expression effect/equity 9,8% 23,3% 37,0% 42,2% 44,9% Resultados líquidos do exercício Net results for the year Solvabilidade Solvency 14,3% 12,0% 10,0% 11,8% 9,5% Funcionamento Performance Nº médio empregados Average number of employees Nº balcões Number of branches Nº médio de clientes Average number of customers Indicadores dos últimos 5 anos Indicators for the previous 5 years Relatório Anual Annual Report Síntese de Indicadores Summary of Indicators 28 29

17 Balanço dos Últimos 5 Anos Balance Sheet for the Previous 5 Years Demonstração de Resultados dos Últimos 5 Anos Profit and Loss Account for the Previous 5 Years Activo Assets Caixa e disponibilidade no Banco Central Cash and deposits at the central bank Disponibilidades sobre instituições de crédito Deposits at credit institutions Outros créditos sobre instituições de crédito Other credit on credit institutions Crédito sobre os clientes Customer credit Obrigações e outros títulos Bonds and other securities Título de investimentos Investment securities Imobilizações financeiras Financial investments Imobilizações incorpóreas Intangible fixed assets Imobilizações corpóreas e em curso Fixed assets and assets in progress Outros activos Other assets Contas de regularização Accruals and deferrals Total do activo Total assets Passivo e Fundos Próprios Liabilities and Equity Recursos de instituições de crédito Funds from Credit institutions Recursos de outras entidades Funds from other entities Responsabilidades por títulos Liabilities for securities Outros recursos Other funds Outros passivos Other liabilities Contas de regularização Accruals and deferrals Provisões Provisions Fundos próprios Equity Capital Share capital Juros e proveitos equiparados Interest and similar income Juros e custos equiparados Interest and similar expenses Margem financeira Financial margin Rendimentos de títulos Yield on securities Comissões recebidas Comission income Resultados em operações financeiras Gains on financial operations Outros proveitos Other operating income Comissões pagas Comission expense Produto Bancário líquido Net operating income Custos com o pessoal Personnel costs Gastos administrativos Administrative expenses Impostos e taxas Taxes and surcharges Outros custos Other expenses Amortização do exercício Depreciation for the year Provisões do exercício Provisions Resultado operacional Operating result Resultados extraordinários Extraordinary results Resultado antes de efeito de conversão Result before re-expression effect Perda cambial de conversão para USD Foreign exchange loss Resultado antes de impostos Income before taxes Provisões para imposto industrial Provision for corporate tax Resultado do exercício Net income for the year (5 863) (14 782) (2 604) (5 232) (6 570) (436) (546) (683) (368) (1 226) (1 875) (3 770) (5 279) (8 341) (10 680) (2 693) (5 218) (5 584) (9 423) (13 511) (66) (213) (181) (211) (368) (108) (589) (633) (1 278) (1 147) (972) (1 137) (1 301) (2 080) (3 815) (4 792) (7 410) (11 961) (16 250) (4 302) (473) 10 (271) (918) (4 518) (8 428) (8 145) (2 283) (642) (1 388) (3 936) (7 645) (11 774) (14 656) Reservas legais e livres Legal and free reserves Relatório Anual Annual Report Reserva de reexpressão Re-expression effects reserves Outras reservas Other reserves Resultados transitados Results carried forward Resultados do exercício Results for the year Total do passivo e fundos próprios Total liability and equity (564) (2 455) Síntese de Indicadores Summary of Indicators 30 31

18 Análise da Actividade Analysis of Activities Relatório Anual Annual Report 32

19 Análise da Actividade Analysis of Activities Evolução da Taxa de Câmbio AKZ/USD Exchange Rate Trend Em Dezembro de a taxa de câmbio de AKZ face ao dólar fixou-se em 85,64 correspondendo a uma depreciação de 8% ao longo do período em análise. A partir de Agosto de verificou-se uma redução da desvalorização cambial da moeda, como resultado das medidas implementadas pelo Governo e pelo Banco Central, seguida de um crescimento moderado, que permitiu uma estabilidade cambial até ao final do Ano. A evolução da taxa de câmbio manteve a sua tendência de desvalorização dos últimos 7 Anos. Contudo ao longo deste exercício registou-se uma significativa diminuição da mesma, relativamente à registada em que rondou os 34,8%. Estrutura do Banco O Banco em procedeu a abertura de novas Agências e Balcões, tendo actualmente atingido o número de 22 Agências e Dependências, permitindo assim a o desenvolvimento da actividade de angariação de novos clientes, particulares e empresas. Fruto desse crescimento, registou-se um correspondente aumento do número de funcionários, atingindo o número de 390. The AKZ exchange rate against the USD was valued at in December, a figure that represents an 8% depreciation during the year. From August, the pace at which the exchange rate was depreciating slowed in the wake of measures implemented by government and by the central bank. This slowdown was even followed by a slight improvement, permitting a stable exchange rate as year-end approached. The currency devaluation followed a pattern which had set in over the last seven years, thought the pace has significantly slowed compared with the annual rate of 34.8% recorded in. Bank Structure In the Bank went ahead with the planned opening of new agencies and branches, bringing to 22 the total number that have been established as part of a campaign to recruit new customers, both individuals and enterprises. A reflection of the success of this drive has been the increase in the number of Bank employees, which has now reached 390. Agências e Balcões Agencies and Branches Relatório Anual Annual Report Análise da Actividade Analysis of Activities 34 35

20 Carteira de Depósitos Em observamos que a estrutura dos depósitos manteve a sua concentração na carteira em moeda externa, representando 57% (23% em ). Este facto é justificado pelo crescente número de clientes existentes e novos clientes a procurar estabelecer e subscrever os Títulos Garantidos, produto que tem vindo a obter grande aceitação no mercado. A diminuição da carteira de aplicações a prazo deve-se fundamentalmente à substituição por parte dos clientes deste produto tradicional para os referidos Títulos Garantidos BAI. Tipo de produto Product type Depósitos à ordem Current accounts Conta fácil Conta fácil Depósitos a prazo Term deposits Deposits The focus on foreign currency deposits continued in. These accounted for 57% of the total, as compared with 23% in. The figures can be explained by the increasing number of both new and existing customers keen on subscribing to the Bank s Guaranteed Securities. This has become increasingly popular with investors. The fall in the number of term deposit placements can in large part be attributed to a widespread tendency among customers to switch from this traditional product to the new BAI Guaranteed Securities. Variação Variation % % % (58 996) -40% substancial da carteira de depósitos a prazo, tendo sido mobilizados depósitos no montante de USD 58,9 Milhões, dando origem a um aumento mais que proporcional dos Títulos Garantidos BAI, que registaram um aumento de 327% relativamente ao Ano de. Apesar das taxas serem bastante atractivas, ainda não existe no mercado o conceito de constituição de poupança privada, direccionada para os filhos, sendo essa razão justificativa do aumento modesto deste produto em mais USD 603 Mil, relativamente ao montante do Exercício Anterior. Na sequência da estratégia iniciada em relativamente à captação e manutenção de novos depósitos, o Banco, disponibilizou para o mercado um volume de Títulos Garantidos BAI que permitiram um aumento desta carteira em USD 103 Milhões, ou seja um acréscimo de 327%, sendo que esta carteira em apresentava um valor de USD Milhões. Although the rates of return are relatively attractive, there is still no widespread acceptance in the market towards the constitution of saving accounts for the youth, and this explains why there is still only a modest growth in such schemes. This rise was only USD 603 thousand over the figure for. As part of its follow-up to the initiatives directed at keeping and increasing its share of deposits, the Bank released a further USD 103m BAI Guaranteed Securities. This led to a 327% rise and the total portfolio is now worth USD 134,9m. Relatório Anual Annual Report Conta jovem Youth savings account Maxi prémio/bai classic Maxi prémio/bai classic Títulos garantidos BAI BAI Guaranteed Securities Depósitos + Títulos Deposits + Securities A contínua aposta dos clientes no Banco está reflectida no aumento dos depósitos à ordem, que cresceram 22%. Outro elemento importante é a crescente aposta nos Títulos Garantidos BAI, em substituição dos Depósitos a Prazo tradicionais que registaram uma diminuição de 40%. A adesão dos clientes ao Produto Conta Fácil, tem sido cada vez maior, tendo-se registado um aumento de aderentes a este produto na ordem de 104% em, relativamente ao Exercício Anterior. Dadas as baixas taxas de remuneração dos depósitos tradicionais, verificou-se uma redução % (74) -5% % % % Customer loyalty is reflected in a 22% increase in deposits lodged with the Bank. Another significant trend is the growth in popularity of the BAI Guaranteed Securities, involving a switch that led to a 40% drop in traditional term deposits. An increasing number of customers continue to be attracted by our Conta Fácil, which in saw a 104% increase on the previous year. There was a substantial reduction in term deposits reflecting the low rates of return on this product, funds to the value of USD 58.9m were withdrawn and switched to BAI Guaranteed Securities, which grew by 327% on the figure. Crédito Credit Curto prazo Short-term Médio prazo Medium-term Longo prazo Long-term Carteira de Crédito Concedido No decorrer do Exercício de, constatou-se um aumento a nível dos três tipos de maturidade de crédito. O aumento de 72% no crédito de curto de prazo, é na sua maior parte concedido às empresas em forma de crédito de tesouraria. Considerando a diminuição do risco, por conse- Maturidade Maturity Credit Portfolio Variação Variation % % % % % Increases were recorded during the course of in all three types of credit. Most of the 72% increase of in short-term credit was for company working capital requirements. There is greater scope for long-term credit in a climate of greater macroeconomic stability and diminishing risks, and this is reflected in a 150% Análise da Actividade Analysis of Activities 36 37

1. THE ANGOLAN ECONOMY

1. THE ANGOLAN ECONOMY BPC IN BRIEF ÍNDICE 1. THE ANGOLAN ECONOMY 2. EVOLUTION OF THE BANK SECTOR 3. SHAREHOLDERS 4. BPC MARKET RANKING 5. FINANCIAL INDICATORES 6. PROJECTS FINANCE 7. GERMAN CORRESPONDENTS 1. THE ANGOLAN ECONOMY

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 060 Balanços em 31 de Dezembro de 2007 e 2006 Balance at 31 December 2007 and 2006 Activo Assets 2007 2006

Leia mais

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements

05. Demonstrações Financeiras Financial Statements 05. Demonstrações Financeiras Financial Statements Demonstrações Financeiras Financial Statements 068 Balanços em 31 de Dezembro de 2008 e 2007 Balance at 31 December 2008 and 2007 Activo Assets 2008 2007

Leia mais

Senhores Acionistas: FATURAMENTO CRESCE 47% E SUPERA A MARCA DOS R$ 4 BILHÕES

Senhores Acionistas: FATURAMENTO CRESCE 47% E SUPERA A MARCA DOS R$ 4 BILHÕES Senhores Acionistas: Após sofrer o impacto causado pela desvalorização da moeda brasileira no início de 1999, a economia do País, de um modo geral, mostrou resultados bastante positivos no encerramento

Leia mais

GERDAU. 1 o Trim. 2001

GERDAU. 1 o Trim. 2001 GERDAU Informações Relevantes 2 o Trimestre de Senhores Acionistas: O ano de iniciou-se movido pelo bom desempenho econômico brasileiro do ano anterior: forte crescimento industrial, inflação sob controle,

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

BANCO NACIONAL DE ANGOLA DEPARTAMENTO DE SUPERVISÃO DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

BANCO NACIONAL DE ANGOLA DEPARTAMENTO DE SUPERVISÃO DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS BANCO NACIONAL DE ANGOLA DEPARTAMENTO DE SUPERVISÃO DAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DO SISTEMA FINANCEIRO ANGOLANO NO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2011 1. INTRODUÇÃO É missão do Banco Nacional

Leia mais

Boletim Económico - 3º Trimestre de 2010

Boletim Económico - 3º Trimestre de 2010 Economia Angolana Boletim Económico - 3º Trimestre de 2010 I. Nota Prévia Nesta edição do Boletim Económico do BAIE foi decidido inserir, para além da habitual informação e comentário sobre a evolução

Leia mais

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China Last Update Última Actualização: 10-02-2015 Prepared

Leia mais

Mensagem do Presidente do Conselho de Administração Cessante

Mensagem do Presidente do Conselho de Administração Cessante BANCO AFRICANO DE INVESTIMENTOS RELATÓRIO & CONTAS DE 2005 ÍNDICE MENSAGEM DO PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO ÓRGÃOS SOCIAIS 03 05 MARCOS DE ACTIVIDADE AMBIENTE MACRO - ECONÓMICO E FINANCEIRO SÍNTESE

Leia mais

BNI Banco de Negócios Internacional, S.A.

BNI Banco de Negócios Internacional, S.A. Balanço Em 31 de Dezembro de 2006 ACTIVO Notas Caixa e disponibilidades no Banco Central 5 204 460 2 547 Disponibilidades sobre instituições de crédito 6 2 847 256 35 474 Créditos sobre clientes 7 75 154

Leia mais

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos A SAP aumenta a um ritmo de 14% as receitas de software e de serviços relacionados com software em 2008 e apresenta um crescimento nas receitas totais de

Leia mais

III Fórum Banca Expansão. João Fonseca Luanda, 4 de Julho de 2013

III Fórum Banca Expansão. João Fonseca Luanda, 4 de Julho de 2013 Novo Regime Cambial para o Sector Petrolífero (NRCSP) Impacto na economia Desdolarização, desenvolvimento do mercado cambial e da economia não petrolífera. III Fórum Banca Expansão João Fonseca Luanda,

Leia mais

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1)

Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank. Depósitos com pré-aviso até 3 meses. equiparados até 2 anos (1) B.0.1 AGREGADOS MONETÁRIOS DA ÁREA DO EURO (a) EURO AREA MONETARY AGGREGATES (a) Saldos em fim de mês End-of-month figures Fonte / Source: Banco Central Europeu / European Central Bank M3 Circulação monetária

Leia mais

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio COSEC 8 de Agosto de 2011 Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Mitos e Mistérios do Mercado

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO 4Q08 Results Conference Call Friday: March 13, 2008 Time: 12:00 p.m (Brazil) 11:00 a.m (US EDT) Phone: +1 (888) 700.0802 (USA) +1 (786) 924.6977 (other countries)

Leia mais

Administração de Capital de Giro e Planejamento a Curto Prazo. Chapter Outline

Administração de Capital de Giro e Planejamento a Curto Prazo. Chapter Outline 26-0 Universidade Federal de Itajubá Instituto de Engenharia de Produção e Gestão Curso de Finanças Corporativas Prof. Edson Pamplona (www.iem.efei.br/edson) CAPÍTULO 27 Administração de Capital de Giro

Leia mais

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008 1.6 Faturamento 1966/008 Revenue 1966/008 1966 1967 1968 1969 1970 1971 197 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 198 AUTOVEÍCULOS VEHICLES 7.991 8.11 9.971 11.796 13.031 15.9 17.793 0.78 3.947 6.851 6.64

Leia mais

Distintos Membros dos Órgãos Sociais da Banca Comercial; Chegamos ao final de mais um ano e, por isso, é oportuno, fazer-se um

Distintos Membros dos Órgãos Sociais da Banca Comercial; Chegamos ao final de mais um ano e, por isso, é oportuno, fazer-se um Sr. Vice-Governador do BNA; Srs. Membros do Conselho de Administração do BNA; Distintos Membros dos Órgãos Sociais da Banca Comercial; Sr Representante das Casas de Câmbios Srs. Directores e responsáveis

Leia mais

01 _ Enquadramento macroeconómico

01 _ Enquadramento macroeconómico 01 _ Enquadramento macroeconómico 01 _ Enquadramento macroeconómico O agravamento da crise do crédito hipotecário subprime transformou-se numa crise generalizada de confiança com repercursões nos mercados

Leia mais

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD PRESENTATION APIMEC BRASÍLIA ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD 1 1 Brasília, February, 5th 2015 Ellen Regina Steter WORLD

Leia mais

RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO

RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO RELATÓRIO E CONTAS BBVA MULTIFUNDO ALTERNATIVO FUNDO ESPECIAL DE INVESTIMENTO 30 JUNHO 20 1 BREVE ENQUADRAMENTO MACROECONÓMICO 1º semestre de 20 No contexto macroeconómico, o mais relevante no primeiro

Leia mais

FUNCIONAMENTO DA GESTÃO DA RESERVA FINANCEIRA DA REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU E RESPECTIVOS DADOS

FUNCIONAMENTO DA GESTÃO DA RESERVA FINANCEIRA DA REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU E RESPECTIVOS DADOS FUNCIONAMENTO DA GESTÃO DA RESERVA FINANCEIRA DA REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU E RESPECTIVOS DADOS 1. REGIME DA RESERVA FINANCEIRA A Lei n. o 8/2011 estabelece o regime jurídico da reserva financeira

Leia mais

Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA

Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA Dezembro de 2013 Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA Relatório Gestão Sumário Executivo 2 Síntese Financeira O Fundo de Pensões BESA OPÇÕES REFORMA apresenta em 31 de Dezembro de 2013, o valor de 402

Leia mais

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %)

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %) Brasil e Coréia: Qualquer similaridade é mera coincidência? a Faz algum tempo que argumentamos sobre as lições importantes que a Coréia oferece ao Brasil. O país possui grau de investimento há muitos anos,

Leia mais

COMUNICADO. Bank Millennium na Polónia apresenta Resultados de 2005

COMUNICADO. Bank Millennium na Polónia apresenta Resultados de 2005 BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Praça D. João I, 28, Porto Mat. CRC do Porto: 40.043 NIPC: 501.525.882 Capital Social Registado: 3.588.331.338 Euros COMUNICADO Bank Millennium na

Leia mais

Rating soberano do Brasil

Rating soberano do Brasil Rating soberano do Brasil Regina Nunes Presidente Standard & Poor s no Brasil Outubro 2014 Permission to reprint or distribute any content from this presentation requires the prior written approval of

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Angola Boletim Económico - Junho 2009

Angola Boletim Económico - Junho 2009 Angola Boletim Económico - Junho 2009 Angola retira pé do acelerador na economia Tem sido notícia nas últimas semanas em Portugal uma mudança de clima em relação à economia angolana: de um ambiente de

Leia mais

COMUNICADO Resultados Consolidados do BCP no segundo trimestre de 2003

COMUNICADO Resultados Consolidados do BCP no segundo trimestre de 2003 BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Praça D. João I, 28, Porto Mat. CRC do Porto: 40.043 NIPC: 501.525.882 Capital Social Registado: 3.257.400.827 Euros COMUNICADO Resultados Consolidados

Leia mais

O Sector Bancário Angolano. Fernando Costa Lima Luanda, 3 de Julho de 2012

O Sector Bancário Angolano. Fernando Costa Lima Luanda, 3 de Julho de 2012 O Sector Bancário Angolano Fernando Costa Lima Luanda, 3 de Julho de 2012 1 Julho de 2012 The big picture... 23 (2011) 47% (Abril 2012) 7 Bancos (#) Quota depósitos a ordem 21% Bancos Angolanos no Top

Leia mais

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES RECURSOS HUMANOS HUMAN RESOURCES . RECURSOS HUMANOS RECRUTAMENTO E SELECÇÃO. HUMAN RESOURCES RECRUITMENT AND SELECTION O recrutamento e a situação contratual, no ano em análise, e face ao anterior, caracterizaram-se

Leia mais

Dignos Presidentes dos Conselhos de Administração e das Comissões Executivas dos bancos comerciais

Dignos Presidentes dos Conselhos de Administração e das Comissões Executivas dos bancos comerciais Exmo Senhor Presidente da Associação Angolana de Bancos Sr. Amílcar Silva Dignos Presidentes dos Conselhos de Administração e das Comissões Executivas dos bancos comerciais Estimados Bancários Minhas Senhoras

Leia mais

October, 2013. Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil

October, 2013. Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil October, 2013 Um Olhar Estratégico para o Setor de Seguros de Automóvel no Brasil AGENDA Visão da Industria de Seguros (Brasil x Mundo) Drivers que movem a Indústria Análise da Penetração da Indústria

Leia mais

SUMÁRIO. 3º Trimestre 2009 RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA. Produção de seguro directo. Custos com sinistros

SUMÁRIO. 3º Trimestre 2009 RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA. Produção de seguro directo. Custos com sinistros SUMÁRIO Produção de seguro directo No terceiro trimestre de, seguindo a tendência evidenciada ao longo do ano, assistiu-se a uma contracção na produção de seguro directo das empresas de seguros sob a supervisão

Leia mais

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water André Rauen Leonardo Ribeiro Rodnei Fagundes Dias Taiana Fortunato Araujo Taynah Lopes de Souza Inmetro / Brasil

Leia mais

Comunicado Reuters>bcp.Is Exchange>MCP Bloomberg>bcp pl ISIN PTBCP0AM00007

Comunicado Reuters>bcp.Is Exchange>MCP Bloomberg>bcp pl ISIN PTBCP0AM00007 26 de Outubro de 2010 Actividade do Bank Millennium (Polónia) no 3º Trimestre de 2010 O Banco Comercial Português, S.A. informa que o Bank Millennium S.A. com sede em Varsóvia, Polónia, entidade na qual

Leia mais

O processo de criação de moeda. 1. Conceitos básicos 31

O processo de criação de moeda. 1. Conceitos básicos 31 Índice LISTA DE SÍMBOLOS 17 PREFÁCIO 23 INTRODUÇÃO 25 Capítulo 1 O processo de criação de moeda 1. Conceitos básicos 31 1.1. Moeda e outros activos de uma economia 31 1.2. Sector monetário de uma economia

Leia mais

A Importância da Informação Contabilística e do Relato Financeiro

A Importância da Informação Contabilística e do Relato Financeiro A Importância da Informação Contabilística e do Relato Financeiro Pedro Silva Ferreira Diretor do Departamento de Contabilidade e Controlo do Banco de Portugal 7 outubro 0 Lisboa XIII Conferência sobre

Leia mais

No rescaldo da crise, fase mais difícil parece ultrapassada

No rescaldo da crise, fase mais difícil parece ultrapassada Angola Setembro 2009 No rescaldo da crise, fase mais difícil parece ultrapassada I.- Evolução recente das reservas cambiais 1. O dado mais relevante a assinalar na evolução da conjuntura económica e financeira

Leia mais

Os bancos angolanos no estrangeiro e os bancos estrangeiros em Angola II Fórum Banca Expansão Diário Económico

Os bancos angolanos no estrangeiro e os bancos estrangeiros em Angola II Fórum Banca Expansão Diário Económico Os bancos angolanos no estrangeiro e os bancos estrangeiros em Angola II Fórum Banca Expansão Diário Económico João Fonseca Luanda, EPIC Sana 2 de Junho de 212 Agenda 1. Investimento estrangeiro de bancos

Leia mais

Conference Call 2Q13 and 1H13 Results

Conference Call 2Q13 and 1H13 Results Conference Call 2Q13 and 1H13 Results 2 Performance in the Negócios Internacionais Negócios domestic Nacionais and USA,Europa e international markets Exportações Márcio Utsch Net Revenue 3 Net revenue

Leia mais

Situação Económico-Financeira Balanço e Contas

Situação Económico-Financeira Balanço e Contas II Situação Económico-Financeira Balanço e Contas Esta parte do Relatório respeita à situação económico-financeira da Instituição, através da publicação dos respectivos Balanço e Contas e do Relatório

Leia mais

Será que as Taxas de Juro das Instituições de Microfinanças, em Moçambique, são muito elevadas?

Será que as Taxas de Juro das Instituições de Microfinanças, em Moçambique, são muito elevadas? Será que as Taxas de Juro das Instituições de Microfinanças, em Moçambique, são muito elevadas? Nota preparada por Sandra Bila e John Rand Direcção Nacional de Estudos e Análise de Políticas (DNEAP) De

Leia mais

The Portuguese Economy in Angola

The Portuguese Economy in Angola Luanda via Lisbon Parcerias luso-alemãs para uma presença mais forte em Angola The Portuguese Economy in Angola João Luís Traça Member of the Executive Board WHO ARE WE? The Portugal-Angola Chamber of

Leia mais

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico da Guarda R E L AT Ó R I O D E AT I V I D A D E P R O F I S S I O N A L N A J. V A R G A S - G A B I N E T E T É C N I C O D E G E S T Ã O E

Leia mais

4. ANÁLISE ECONÓMICA E FINANCEIRA 4. ECONOMIC AND FINANCIAL ANALYSIS 1 SITUAÇÃO ECONÓMICA 1 ECONOMIC SITUATION

4. ANÁLISE ECONÓMICA E FINANCEIRA 4. ECONOMIC AND FINANCIAL ANALYSIS 1 SITUAÇÃO ECONÓMICA 1 ECONOMIC SITUATION 4 ANÁLISE ECONÓMICA E FINANCEIRA ECONOMIC AND FINANCIAL ANALYSIS 4. ANÁLISE ECONÓMICA E FINANCEIRA 4. ECONOMIC AND FINANCIAL ANALYSIS 1 SITUAÇÃO ECONÓMICA 1 ECONOMIC SITUATION A análise do exercício económico

Leia mais

Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE)

Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE) Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE) Países em recessão oficial (dois trimestres consecutivos) Países em recessão não-oficial (um trimestre) Países com desaceleração econômica de mais

Leia mais

As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem:

As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem: Aula Teórica nº 12 Sumário: Um modelo macroeconómico de economia aberta As variáveis macroeconómicas importantes numa economia aberta incluem: exportações líquidas investimento externo líquido taxas de

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Agenda Agenda Futuro da produção farmacêutica Future of pharmaceutical production Compressão como principal ponto no processo de

Leia mais

Subject: The finance source/ new application/ project submission form COMPANY / PROJECT INFORMATION. Date of Submission: Registered Company Name

Subject: The finance source/ new application/ project submission form COMPANY / PROJECT INFORMATION. Date of Submission: Registered Company Name Subject: The finance source/ new application/ project submission form All questions must be answered in details to receive an informed response. All information & data are to be provided directly by the

Leia mais

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DO INVESTIMENTO INTERNACIONAL ANO 2010. I. Balança de Pagamentos

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DO INVESTIMENTO INTERNACIONAL ANO 2010. I. Balança de Pagamentos RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DO INVESTIMENTO INTERNACIONAL ANO 2010 I. Balança de Pagamentos As contas externas mostram de forma resumida as relações económicas entre residentes e nãoresidentes

Leia mais

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 PORTUGAL Economic Outlook Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 Portugal: Adaptação a um novo ambiente económico global A economia portuguesa enfrenta o impacto de um ambiente externo difícil,

Leia mais

BANCO ESPIRITO SANTO RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001

BANCO ESPIRITO SANTO RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001 BANCO ESPIRITO SANTO RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001 2 RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2001 ASPECTOS MAIS RELEVANTES: SIGNIFICATIVO CRESCIMENTO DA ACTIVIDADE DESIGNADAMENTE A CAPTAÇÃO DE RECURSOS

Leia mais

Sonae Sierra registou Resultado Líquido de 1,3 milhões no primeiro semestre

Sonae Sierra registou Resultado Líquido de 1,3 milhões no primeiro semestre Maia, 31 de Julho de 2008 Desempenho afectado por desvalorização dos activos ditada pelo mercado Sonae Sierra registou Resultado Líquido de 1,3 milhões no primeiro semestre Rendas cresceram 4,5% numa base

Leia mais

Definição de competitividade

Definição de competitividade TRIBUTAÇÃO E COMPETITIVIDADE VII Jornadas do IPCA 25.11.2006 Claudia Dias Soares Universidade Católica Portuguesa Definição de competitividade EC 2004: a sustained rise in the standards of living of a

Leia mais

Missão Empresarial a Moçambique. O financiamento para as empresas em Moçambique

Missão Empresarial a Moçambique. O financiamento para as empresas em Moçambique Missão Empresarial a Moçambique O financiamento para as empresas em Moçambique Maio de 2013 Enquadramento Macroeconómico Financiamento Bancário: - Tipos de Crédito; - Riscos de Crédito Água: Tipos de negócio

Leia mais

Miguel Coelho Universidade Lusíada de Lisboa

Miguel Coelho Universidade Lusíada de Lisboa Demasiado tarde para ser perdoada? Uma análise sintética sobre o impacto de uma renegociação da dívida pública Miguel Coelho Universidade Lusíada de Lisboa Lusíada. Economia & Empresa. Lisboa, n.º 16/2013

Leia mais

ELEnA European Local ENergy Assistance

ELEnA European Local ENergy Assistance ECO.AP Programa de Eficiência Energética na Administração Pública ELEnA European Local ENergy Assistance Lisboa, 6/03/2015 Desafios 1 Conhecimento: a) Edifícios/equipamentos; b) Capacidade técnica; c)

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011 RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011 I. BALANÇA DE PAGAMENTOS A estatística da Balança de Pagamentos regista as transacções económicas ocorridas, durante

Leia mais

II Seminário sobre o SCN - Brasil Referência 2010. Atividade Financeira

II Seminário sobre o SCN - Brasil Referência 2010. Atividade Financeira II Seminário sobre o SCN - Brasil Referência 2010 Atividade Financeira Coordenação de Contas Nacionais/IBGE (São Paulo, 19 de junho de 2013) 1 Setor Institucional Empresas Financeiras Unidades institucionais

Leia mais

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo PRESS RELEASE 8 de Dezembro de 2009 Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo FNABA representou Portugal, em Pequim (China), na First Global Conference da World Business

Leia mais

RELATÓRIO INTERCALAR DO EXERCÍCIO DE 2015

RELATÓRIO INTERCALAR DO EXERCÍCIO DE 2015 Sumário executivo No decurso do primeiro semestre de 2015, a Administração do BNI prosseguiu de forma consistente a missão, visão e objectivos do Banco orientados no objectivo central de contribuir para

Leia mais

Condições Particulares do Distribuidor Banco de Investimento Global, S.A. - MARÇO 2014 -

Condições Particulares do Distribuidor Banco de Investimento Global, S.A. - MARÇO 2014 - Condições Particulares do Distribuidor Banco de Investimento Global, S.A. - MARÇO 2014 - Identificação do Distribuidor O Banco de Investimento Global (de ora em diante o Distribuidor ), com sede na Av.

Leia mais

FUNDO MONETÁRIO INTERNACIONAL

FUNDO MONETÁRIO INTERNACIONAL FUNDO MONETÁRIO INTERNACIONAL DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO Comunicado de Imprensa n.º 14/110 Fundo Monetário Internacional PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA 700 19 th Street, NW 19 de Março de 2014 Washington, D.C.

Leia mais

As Novas Formas de Financiamento da Economia

As Novas Formas de Financiamento da Economia As Novas Formas de Financiamento da Economia Francisco Fonseca Vice-Presidente ANJE 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS - LISBOA O que são? Formas alternativas de financiamento incluem

Leia mais

Resultados Consolidados a 30 de Junho de 2007

Resultados Consolidados a 30 de Junho de 2007 Resultados Consolidados a 30 de Junho de 2007 ( IFRS/IAS ) Volume de Negócios: 151.1 (125.4 em ) EBITDA: 10.5 (10.0 em ) 26 de Julho de 2007 1. Indicadores Chave 1.1. Volume de Negócios Resultados Líquidos:

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS ANUAL 2015 FEVEREIRO 2016 Conferência de imprensa Disclaimer A informação constante neste documento foi preparada de acordo com as normas internacionais de relato financeiro

Leia mais

A. Situação / Situation

A. Situação / Situation A. Situação / Situation A Assembleia Mundial da Saúde (OMS) aprova em 1969 o Regulamento Sanitário Internacional, revisto pela quarta vez em 2005. Esta última versão entrou em vigor no plano internacional

Leia mais

II.1.1. Síntese PRINCIPAIS INDICADORES ECONÓMICOS

II.1.1. Síntese PRINCIPAIS INDICADORES ECONÓMICOS Angola Capítulo II II.1.1. Síntese 25 revelou-se como um ano de referência no comportamento da economia angolana: o produto interno bruto registou um crescimento real superior a 2% (um dos mais elevados

Leia mais

O RISCO SEMPRE EXISTIU E ESTAMOS TODOS SUJEITOS A ELE

O RISCO SEMPRE EXISTIU E ESTAMOS TODOS SUJEITOS A ELE 64 CAPA ENTREVISTA AMÍLCAR SILVA, PRESIDENTE, E NÍRIA ORAMALU, COORDENADORA DO NÚCLEO DE ESTUDOS E ESTATÍSTICAS DA ABANC O RISCO SEMPRE EXISTIU E ESTAMOS TODOS SUJEITOS A ELE Na sede da Associação Angolana

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

A CRISE ACTUAL EXPÔS A VULNERABILIDADE DO FINANCIAMENTO DO TECIDO EMPRESARIAL NACIONAL. Encerramento de sociedades (consequente desemprego)

A CRISE ACTUAL EXPÔS A VULNERABILIDADE DO FINANCIAMENTO DO TECIDO EMPRESARIAL NACIONAL. Encerramento de sociedades (consequente desemprego) A CRISE ACTUAL EXPÔS A VULNERABILIDADE DO FINANCIAMENTO DO TECIDO EMPRESARIAL NACIONAL Encerramento de sociedades (consequente desemprego) Empresas com encomendas rentáveis que não podem satisfazer Linhas

Leia mais

Gestão de Crédito e Riscos

Gestão de Crédito e Riscos www.pwc.com Gestão de Crédito e Riscos Desafios e soluções no contexto actual Associação Portuguesa de Tintas - Seminário 2012 Agenda Introdução e enquadramento Optimização do fundo de maneio Gestão de

Leia mais

Capítulo 3. Taxas de câmbio e mercados de divisas. Objectivos do capítulo

Capítulo 3. Taxas de câmbio e mercados de divisas. Objectivos do capítulo Capítulo 3 Taxas de câmbio e mercados de divisas Objectivos do capítulo A função das taxas de câmbio no comércio internacional; Como se determinam as taxas de câmbio? Preços e decisões dos agentes económicos

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de fevereiro de 2012

Nota de Informação Estatística Lisboa, 20 de fevereiro de 2012 Nota de Informação Estatística Lisboa, 2 de fevereiro de 212 Novo capítulo do Boletim Estatístico relativo ao endividamento do setor não financeiro O Banco de Portugal inicia hoje a publicação do novo

Leia mais

Angola : business opportunities highlight

Angola : business opportunities highlight 13-01-2014 O Ministério da Energia e Águas da República de Angola, no âmbito do Plano de Desenvolvimento do Subsector Eléctrico de Angola alicerçado na Política e a Estratégia de Segurança Energética Nacional

Leia mais

RESULTADOS CONSOLIDADOS

RESULTADOS CONSOLIDADOS 2012 RESULTADOS CONSOLIDADOS Lisboa, 8 de Fevereiro de 2013 A presente informação anual não foi sujeita a auditoria. Processo de Recapitalização A 31 de Dezembro de 2012 foi anunciada a aprovação por parte

Leia mais

Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE IV EXPOEPI International Perspectives on Air Quality: Risk Management Principles for Oficina de Trabalho: Os Desafios e Perspectivas da Vigilância Ambiental

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Sociodemographic profile Real delivery Panel IR% Total panelists: 10.382 90,7% Sex Man 4.231

Sociodemographic profile Real delivery Panel IR% Total panelists: 10.382 90,7% Sex Man 4.231 1 / 14 Bank Panel Portugal Features Panel size (ISO): 32.637 People profiled (ISO): 11.557 Estimated response rate (ISO): 41% Updated: 15/12/2014 Size (ISO): number of panelists according to ISO 26362

Leia mais

Índice Table of Contents

Índice Table of Contents Índice Table of Contents 01 03 05 12 19 33 38 42 46 50 54 65 Mensagem do Conselho de Administração Apresentação Economia Internacional Economia Interna Inflação e Políticas Monetária, Cambial e Creditícia

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Abril de 2011

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Abril de 2011 Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Abril de 211 Banco de Portugal divulga Contas Nacionais Financeiras para 21 O Banco de Portugal divulga hoje no Boletim Estatístico e no BPstat Estatísticas

Leia mais

Roberta Franco Terziani. Estratégias de Entrada no Mercado Brasileiro de Telefonia Móvel Estudo de Caso da Oi. Dissertação de Mestrado

Roberta Franco Terziani. Estratégias de Entrada no Mercado Brasileiro de Telefonia Móvel Estudo de Caso da Oi. Dissertação de Mestrado Roberta Franco Terziani Estratégias de Entrada no Mercado Brasileiro de Telefonia Móvel Estudo de Caso da Oi Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação em Administração

Leia mais

www.pwc.com/pt Disclosure management Breakfast seminar 17 de Janeiro de 2011

www.pwc.com/pt Disclosure management Breakfast seminar 17 de Janeiro de 2011 www.pwc.com/pt Disclosure management Breakfast seminar 17 de Janeiro de 2011 Agenda 08:45 Registo de participantes 09:00 Introdução 09:10 A divulgação e produção de declarações financeiras na perspectiva

Leia mais

Banco Santander Totta, S.A.

Banco Santander Totta, S.A. NINTH SUPPLEMENT (dated 26 October 2011) to the BASE PROSPECTUS (dated 4 April 2008) Banco Santander Totta, S.A. (incorporated with limited liability in Portugal) 5,000,000,000 (increased to 12,500,000,000)

Leia mais

Reuters: BANIF.LS Bloomberg: BANIF PL ISIN: PTBAF0AM0002 www.banif.pt/investidores 1S2015 RESULTADOS CONSOLIDADOS. Informação não auditada.

Reuters: BANIF.LS Bloomberg: BANIF PL ISIN: PTBAF0AM0002 www.banif.pt/investidores 1S2015 RESULTADOS CONSOLIDADOS. Informação não auditada. Reuters: BANIF.LS Bloomberg: BANIF PL ISIN: PTBAF0AM0002 www.banif.pt/investidores 2015 1S2015 RESULTADOS CONSOLIDADOS Lisboa, 7 de Agosto de 2015 Informação não auditada. RESULTADOS CONSOLIDADOS: Janeiro

Leia mais

Resultados consolidados do Banco BPI no 1.º semestre de 2011

Resultados consolidados do Banco BPI no 1.º semestre de 2011 www.ir.bpi.pt BANCO BPI, S.A. - Sociedade aberta Capital Social: 990 000 000 euros; Pessoa Colectiva n.º 501 214 534 Matrícula na Conservatória do Registo Comercial do Porto, sob o n.º 501 214 534 Sede:

Leia mais

DESEMPENHO E RESULTADOS

DESEMPENHO E RESULTADOS BANCO BPI, S.A. Sociedade aberta Capital Social: 1 293 063 324.98 euros; Pessoa Colectiva n.º 501 214 534 Matrícula na Conservatória do Registo Comercial do Porto, sob o n.º 501 214 534 Sede: Rua Tenente

Leia mais

COMUNICADO 9M 2015 COMUNICADO 9M 2015. (Contas não auditadas)

COMUNICADO 9M 2015 COMUNICADO 9M 2015. (Contas não auditadas) COMUNICADO 9M 2015 (Contas não auditadas) 30 novembro 2015 1 1. EVOLUÇÃO DOS NEGÓCIOS 1.1. ÁREA FINANCEIRA A Área Financeira do Grupo concentra as atividades financeiras, incluindo a Orey Financial e as

Leia mais

Brazil and Latin America Economic Outlook

Brazil and Latin America Economic Outlook Brazil and Latin America Economic Outlook Minister Paulo Bernardo Washington, 13 de maio de 2009 Apresentação Impactos da Crise Econômica Situação Econômica Brasileira Ações Contra-Cíclicas Previsões para

Leia mais

ANO I Abertura Opening Os primeiros movimentos do jogo Há um ano, três advogados vindos de renomados escritórios de advocacia, onde exerciam funções de destaque, se reuniram em torno de uma idéia:

Leia mais

Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos. Érica Amorim Simon Schwartzman IETS

Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos. Érica Amorim Simon Schwartzman IETS Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos Érica Amorim Simon Schwartzman IETS Os principais modelos Modelo europeu tradicional: diferenciação no secundário entre vertentes acadêmicas e técnico-profissionais

Leia mais