EDITAL DE DIVULGAÇÃO E SELEÇÃO PROGRAMA CALENDÁRIO CULTURAL 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL DE DIVULGAÇÃO E SELEÇÃO PROGRAMA CALENDÁRIO CULTURAL 2015"

Transcrição

1 EDITAL DE DIVULGAÇÃO E SELEÇÃO PROGRAMA CALENDÁRIO CULTURAL INTRODUÇÃO 1.1. O Programa Calendário Cultural edição 2015 é uma iniciativa da Fundação FEAC, desenvolvida pelo Escritório de Projetos, e tem como princípio básico difundir e valorizar ações e projetos artístico culturais implementados pelas entidades conveniadas junto aos públicos interno (quadro de colaboradores FEAC) e externo O referido Calendário é constituído por uma agenda, composta por seis (06) apresentações voltadas ao público interno da Fundação FEAC, tendo como espectadores os colaboradores, membros da Diretoria Executiva e Conselho Curador, e uma única apresentação externa formatada, nesta edição, como um Festival. Haverá também, nesta edição do Calendário Cultural, a realização de Oficinas dedicadas às entidades que se inscreverem para participarem das ações que compõe este edital. Dentro ainda da programação do Calendário Cultural 2015, há a apresentação do Coral Integrado FEAC, cujas inscrições não fazem parte deste edital Para viabilizar o Programa Calendário Cultural edição 2015 serão selecionadas seis (06) entidades que ficarão responsáveis por duas (02) apresentações: a apresentação interna, na sede da Fundação FEAC, e a apresentação externa, denominada Festival. 2. OBJETIVO DO EDITAL 2.1. O presente edital tem como finalidade divulgar o Programa Calendário Cultural edição 2015 e convidar para o processo de seleção que definirá as participantes das apresentações internas e do Festival que, por sua vez, realizam trabalhos que visam o desenvolvimento de seus beneficiários por meio de atividades socioculturais A seleção dos projetos das entidades aptas a participarem das apresentações internas e do Festival do Calendário Cultural de 2015 será regida por este edital promovido pela Fundação FEAC por meio do Escritório de Projetos.

2 2.3. As entidades que tiverem seus projetos selecionados assinarão Instrumento de Parceria com a Fundação FEAC, que preestabelecerá todas as cláusulas a serem cumpridas ao longo da programação do Calendário Cultural edição CRONOGRAMA DAS APRESENTAÇÕES INTERNAS E FESTIVAL DO CALENDÁRIO CULTURAL FEAC 3.1. A Fundação FEAC promoverá no período de abril a dezembro de 2015 o Programa Calendário Cultural com apresentações realizadas mensalmente, exceto nos meses de julho e novembro. Será realizada uma (01) apresentação mensal, denominada interna, e uma apresentação única a ser realizada no final do ano de 2015, denominada Festival, também com a participação coletiva das seis (06) entidades que se inscreverem neste edital e posteriormente forem selecionadas Será obedecido o seguinte cronograma: Recebimento das Propostas De 09/02 a 20/02/2015 Análise das propostas encaminhadas conforme estabelecido no item 5. Obs.: A FEAC se reserva o direito de desclassificar a entidade que não atender aos requisitos que nortearão a análise. Sorteio para definição das entidades participantes e respectivas datas das apresentações Divulgação do resultado às entidades inscritas 23/02 e 24/02/ /02/ /02/2015 Visita técnica às entidades sorteadas 02/03 a 13/03/2015 Apresentações Internas 01/04; 06/05; 03/06; 05/08; 09/09; 07/10 de 2015

3 Apresentação Externa - Festival Dezembro de data a definir 3.3. Responsabilidades - Todas as entidades que se inscreverem no Calendário Cultural 2015, independentemente da efetiva participação definida pós sorteio, terão direito a participar de quatro (04) oficinas formativas que visam qualificar os trabalhos desenvolvidos pelas instituições que têm objetivos artísticos e culturais; - As entidades selecionadas para compor o Calendário Cultural 2015, efetivamente participantes da agenda de apresentações, terão que participar das referidas oficinas e garantir presença em 75% da carga horária (as oficinas acontecerão nos meses de abril, junho, agosto e outubro, na Fundação FEAC, com data e horário a serem definidos). As oficinas serão destinadas aos profissionais que desenvolvem atividades socioculturais nas entidades; - As entidades participantes deverão se comprometer a garantir minimamente a presença de um representante da instituição na data de sua respectiva apresentação interna realizada na FEAC, bem como nas demais ocasiões nas quais outras instituições se apresentarão. Desse modo, fica garantido o conhecimento prévio de todos os trabalhos que serão apresentados ao longo da agenda proposta e que comporão o espetáculo coletivo denominado Festival. 4. APOIO FINANCEIRO 4.1. A Fundação FEAC se responsabilizará pelas despesas referentes aos custos com: a) Transporte para dois (02) ensaios e duas (02) apresentações; b) Lanches para dois (02) ensaios e duas (02) apresentações; c) Figurino único para as duas (02) apresentações respeitando as especificidades de cada espetáculo; d) Profissionais e materiais necessários para o desenvolvimento das oficinas A Fundação FEAC apreciará os custos do figurino e outras necessidades que venham a ser previamente apontadas quando do recebimento do projeto proponente, para validação ou não dessas solicitações É de exclusiva responsabilidade da Fundação FEAC a aquisição dos itens solicitados e aprovados para realização das apresentações.

4 4.4. Para a realização do Programa Calendário Cultural edição 2015 não haverá nenhuma transferência de recurso financeiro entre as Partes. 5. PRÉ-REQUISITOS PARA PARTICIPAÇÃO NO PROCESSO SELETIVO Para a entidade proponente participar do processo seletivo será preciso: 5.1. Ser entidade beneficente de assistência social que atue nas áreas de assistência social, educação e/ou saúde, conveniada à Fundação FEAC, que desenvolva iniciativas artístico-culturais, há pelo menos um ano, na modalidade a ser apresentada Apresentar proposta que contemple apresentações nas seguintes modalidades: Audiovisual; Artes Cênicas (dança, teatro e artes circenses); Música; Literatura e outras que serão previamente analisadas Apresentar proposta de espetáculo com duração mínima de 30 minutos e máxima de 50 minutos, composto por uma ou mais modalidades citadas no item Apresentar proposta que tenha compatibilidade com o espaço físico e tempo disponibilizado pela FEAC e/ou pelo espaço onde ocorrerá a apresentação externa Festival (modalidade, número de participantes, duração da apresentação) Responsabilizar-se pela apresentação interna, bem como pela mesma que comporá o Festival Responsabilizar-se pelo cumprimento das orientações transmitidas pela Fundação FEAC, de modo que sejam rigorosamente seguidas Enviar no ato da inscrição as informações solicitadas no Anexo I deste edital Não ter participado do Calendário Cultural na edição de DA INSCRIÇÃO 6.1. Prazo, forma e condições de participação: O prazo de inscrição será no período de 09 a 20 de fevereiro de 2015.

5 A inscrição é gratuita e deverá ser feita em nome da instituição proponente, indicando a unidade onde o trabalho é desenvolvido. As entidades deverão enviar com o Anexo I devidamente preenchido para impreterivelmente até as 17h30 do dia 20 de fevereiro de Será enviado pela FEAC, em até dois (02) dias úteis, um retorno confirmando o recebimento da inscrição. Não serão aceitas as inscrições que não atendam aos requisitos deste edital, bem como aquelas apresentadas fora do prazo. Para se inscrever a entidade deverá ler o Edital em sua íntegra e preencher todas as condições para inscrição. 7. SELEÇÃO 7.1. Serão selecionadas seis (06) entidades, sendo que cada uma se responsabilizará por uma (01) apresentação interna e uma (01) apresentação externa integrante do Festival, totalizando assim uma agenda de sete (07) apresentações O processo seletivo contará com a leitura das propostas encaminhadas e análise conforme o estabelecido no item 5. PRÉ-REQUISITOS PARA PARTICIPAÇÃO NO PROCESSO SELETIVO. A FEAC se reserva o direito de desclassificar a entidade que não atender ao item acima citado Haverá sorteio no dia 25 de fevereiro de 2015, com a presença obrigatória de representante(s) de cada entidade inscrita, para definir as que efetivamente comporão o Calendário Cultural caso ocorra número de inscrição superior ao número de apresentações previstas e respectivas datas da apresentação conforme o Cronograma previsto Serão sorteadas oito (08) entidades sendo que as duas (02) últimas ficarão em lista de espera, na qualidade de suplentes. A confirmação das participantes se dará após visita técnica in loco às seis (06) primeiras sorteadas, com a presença do coordenador e do profissional responsável pela execução do trabalho, para verificação da proposta apresentada. As entidades que ficarão em lista de espera serão acionadas no caso de desistência por parte da entidade contemplada ou se,

6 após visita técnica, a FEAC avaliar que a proposta apresentada não é condizente com a prática verificada Havendo número de inscrição inferior ou igual ao número de apresentações previstas, ainda assim se dará o sorteio programado para o dia 25 de fevereiro de 2015, a fim de definir a ordem de apresentações internas, conforme o Cronograma previsto Não será aceito recurso frente avaliação técnica da Fundação FEAC A Fundação FEAC se reserva o direito de solicitar documentação comprobatória, se necessário, durante as etapas deste processo seletivo. 8. DIVULGAÇÃO DOS NOMES DAS ENTIDADES SELECIONADAS A relação das entidades selecionadas será divulgada por em 25 de fevereiro de 2015, pela FEAC, com um comunicado especialmente dirigido às entidades candidatas que se inscreveram no PROGRAMA CALENDÁRIO CULTURAL EDIÇÃO 2015 e estiveram aptas a participar do sorteio. 9. VIGÊNCIA O Programa Calendário Cultural edição 2015 acontecerá de abril a dezembro de 2015, exceto no meses de julho e novembro, quando não ocorrerá evento. 10. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Os prazos previstos neste edital iniciam e vencem em dia de expediente na Fundação FEAC, ou seja, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h O ato de inscrição implica no conhecimento e na integral concordância do proponente com as normas e condições estabelecidas O proponente será o único responsável pela veracidade da proposta e documentos encaminhados A Fundação FEAC se reserva o direito de promover comunicações, solicitar documentos ou informações para as entidades/proponentes, bem como realizar visita técnica durante a execução do Programa Calendário Cultural edição 2015.

7 10.5. O descumprimento das obrigações previstas no presente edital ensejará no encerramento do apoio da Fundação FEAC Ocorrendo a suspensão, cancelamento e/ou não renovação do Convênio de Cooperação que rege a relação entre a Fundação FEAC e a entidade conveniada, ensejará no encerramento do apoio ao presente Programa. Campinas, fevereiro de 2015 FUNDAÇÃO FEAC

8 FUNDAÇÃO FEAC ANEXO I CALENDÁRIO CULTURAL 2015 PROPOSTA DE PARTICIPAÇÃO Dados da Instituição Nome: Unidade: Macrorregião: Coordenador Técnico: Telefone para contato: e mail: Descrição detalhada da mostra a ser apresentada Modalidade(s) que compõem a apresentação: Mostra Audiovisual ( ) Mostra de Artes Cênicas (dança, teatro e artes circenses) ( ) Mostra de Música ( ) Mostra Literária ( ) Outras ( ) Especificar: Data de Início do Trabalho: / / Dia da semana e horário que a atividade acontece na entidade: Informações Complementares Considerando o cronograma do Calendário (abril, maio, junho, agosto, setembro e outubro) a entidade poderá assumir a apresentação em qualquer um dos meses acima citados? Sim ( ) Não ( ) A entidade poderá assumir conforme Edital as duas apresentações: Interna (FEAC) e Externa Festival? Sim ( ) Não ( )

9 Dados Adicionais Número de participantes na apresentação: Faixa etária: Duração do espetáculo: Outras informações Infraestrutura necessária para a apresentação interna (FEAC): Figurino necessário: Profissional(is) responsável(is) pelo trabalho Nome: Telefone para contato: Preenchido por e mail: Nome: Função: Campinas, / /2015

FESTIVAL FUNDAÇÃO DAS ARTES DE TEATRO ESTUDANTIL 2016

FESTIVAL FUNDAÇÃO DAS ARTES DE TEATRO ESTUDANTIL 2016 FESTIVAL FUNDAÇÃO DAS ARTES DE TEATRO ESTUDANTIL 2016 REGULAMENTO 1. INSTITUIÇÃO E OBJETO 1.1. A Fundação das Artes de São Caetano do Sul é uma instituição pública da Administração Indireta da Prefeitura

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDITAL DE INCENTIVO AO ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA PROJETO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E CIDADANIA NUEC EDITAL

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E CIDADANIA NUEC EDITAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E CIDADANIA NUEC EDITAL A Universidade Federal Fluminense (UFF), por intermédio da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) e do

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO DE AUTORES BRASILEIROS NO EXTERIOR

EDITAL DO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO DE AUTORES BRASILEIROS NO EXTERIOR EDITAL DO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO DE AUTORES BRASILEIROS NO EXTERIOR A Fundação Biblioteca Nacional torna público que oferecerá apoio financeiro a editoras estrangeiras com o objetivo de promover a participação

Leia mais

Fazem parte do processo de seleção as seguintes etapas:

Fazem parte do processo de seleção as seguintes etapas: EDITAL CORO ACADÊMICO DA OSESP APRESENTAÇÃO O Coro Acadêmico da OSESP é um coro com 20 membros, idade entre 18 e 35 anos, destinado ao treinamento de jovens cantores através da experiência em prática coral,

Leia mais

EDITAL N o 001/2014 EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM LETRAS PROFLETRAS CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO

EDITAL N o 001/2014 EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM LETRAS PROFLETRAS CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL EM LETRAS EDITAL N o 001/2014 EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM LETRAS

Leia mais

EDITAL Nº. 41/2015. Programa Institucional de Iniciação Científica para o Ensino Médio - IC/EM. Bolsas de Iniciação Científica Ensino Médio

EDITAL Nº. 41/2015. Programa Institucional de Iniciação Científica para o Ensino Médio - IC/EM. Bolsas de Iniciação Científica Ensino Médio EDITAL Nº. 41/2015 Programa Institucional de Iniciação Científica para o Ensino Médio - IC/EM Bolsas de Iniciação Científica Ensino Médio A Universidade Católica de Santos, por meio da Pró-Reitoria de

Leia mais

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS. Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS. Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016 REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016 1. APRESENTAÇÃO 1.1. O Instituto Consulado da Mulher, ação social da marca Consul, torna público que estão abertas as

Leia mais

XI MOSTRA DE TEATRO DO COLÉGIO SANTA CRUZ

XI MOSTRA DE TEATRO DO COLÉGIO SANTA CRUZ XI MOSTRA DE TEATRO DO COLÉGIO SANTA CRUZ REGULAMENTO 1. OBJETO 1.1. A MOSTRA DE TEATRO DO COLÉGIO SANTA CRUZ 2016 tem caráter não competitivo e é realizada pelo Núcleo de Teatro do Colégio Santa Cruz

Leia mais

EDITAL N o 02/ 2015 1. OBJETIVO DO PROCESSO SELETIVO

EDITAL N o 02/ 2015 1. OBJETIVO DO PROCESSO SELETIVO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO - PROPPi FACULDADE DE EDUCAÇÃO - FEUFF COORDENADORIA DE ENSINO A DISTÂNCIA - CEAD EDITAL N o 02/ 2015 A Universidade Federal

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR CÁPITULO I SUMÁRIO Art. 1. Do Objetivo 02 CAPÍTULO II Art. 2. Da Bolsa Social 02 Art. 3. Do Âmbito 02 Arts. 4 a 8. Das

Leia mais

EDITAL Nº 01/2010 - etec TORNA PÚBLICO

EDITAL Nº 01/2010 - etec TORNA PÚBLICO EDITAL Nº 01/2010 - etec A Diretoria de Graduação e Educação Profissional, através do Departamento de Ensino de Tecnologia e da Coordenação de Tecnologias na Educação do da, no uso das suas atribuições,

Leia mais

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI/CNPq/USP. Pró-Reitoria de Pesquisa

Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI/CNPq/USP. Pró-Reitoria de Pesquisa EDITAL 2015/2016 A Pró-Reitoria de e o Comitê Institucional do Programa de Iniciação Científica e Tecnológica da Universidade de São Paulo PIC/PIBITI USP, tornam público o presente Edital de abertura de

Leia mais

Estudante de qualquer curso de nível universitário, incluindo mestrado e doutorado, com sede no Estado da Bahia.

Estudante de qualquer curso de nível universitário, incluindo mestrado e doutorado, com sede no Estado da Bahia. A NACE NÚCLEO DE AÇÕES CULTURAIS ESTRATÉGICAS, EMPRESA SEDIADA NA CIDADE DO SALVADOR, ESTADO DA BAHIA, FAZ PUBLICAR O PRESENTE EDITAL QUE REGULAMENTA A SELEÇÃO DE MÚSICAS ORIGINAIS e INÉDITAS, CONCORRENTES

Leia mais

REGULAMENTO PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE APLICADORES DE PROVAS EM PROCESSOS SELETIVOS DA UFOP

REGULAMENTO PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE APLICADORES DE PROVAS EM PROCESSOS SELETIVOS DA UFOP REGULAMENTO PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE APLICADORES DE PROVAS EM PROCESSOS SELETIVOS DA UFOP 1. DO OBJETIVO A Seleção de Aplicadores de Provas em Processos Seletivos - Vestibulares e Processos Isolados

Leia mais

EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016

EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016 EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016 Inscrição e Seleção de Alunos Bolsistas e voluntários para o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde/GraduaSUS A Direção Geral da Faculdade Unigran Capital,

Leia mais

EDITAL Nº 006/2013 PARA SELEÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO / PRÓ- CONSELHO/UFSJ

EDITAL Nº 006/2013 PARA SELEÇÃO DE ALUNOS DO CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO / PRÓ- CONSELHO/UFSJ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROGRAMA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL. Seleção Simplificada de Tutor

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL. Seleção Simplificada de Tutor Seleção Simplificada de Tutor Especialização em Tecnologias e Sistemas de Informação - TSI Edital UAB/UFABC 008/2012 Processo seletivo Tutor TSI A UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC, em parceria com o Programa

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ENSINO MÉDIO DA USC PIBIC/EM 2015/2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ENSINO MÉDIO DA USC PIBIC/EM 2015/2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ENSINO MÉDIO DA USC PIBIC/EM 2015/2016 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade do Sagrado Coração torna público o presente Edital de abertura de inscrições,

Leia mais

XI FESTIVAL DE TEATRO NA ESCOLA Ano 2012 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

XI FESTIVAL DE TEATRO NA ESCOLA Ano 2012 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO XI FESTIVAL DE TEATRO NA ESCOLA Ano 2012 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO 1. SOBRE A INSTITUIÇÃO REALIZADORA A Fundação Athos Bulcão foi criada em 1992 e atua na promoção, documentação, pesquisa e difusão da obra

Leia mais

EDITAL RED BULL HOUSE OF ART

EDITAL RED BULL HOUSE OF ART EDITAL RED BULL HOUSE OF ART 1 - Denominação e Finalidade O que é a Red Bull House of Art? A Red Bull House of Art é uma residência artística para artistas brasileiros com sede em São Paulo. Red Bull House

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO UNITY 3D AVANÇADO

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO UNITY 3D AVANÇADO REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO UNITY 3D AVANÇADO 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de Gestão do Porto Digital (NGPD) para participação

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de Gestão do Porto Digital

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Núcleo de Educação a Distância UAB/UFU

Universidade Federal de Uberlândia Núcleo de Educação a Distância UAB/UFU CHAMADA PÚBLICA 02/2010 Processo Seletivo simplificado para contratação de tutores a distância temporários. O Núcleo de Educação a Distância NEAD da Universidade Federal de Uberlândia em parceria com o

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 51 /2015

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 51 /2015 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 51 /2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais, estatutárias e regimentais, RESOLVE tornar público, para conhecimento dos interessados,

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 REGULAMENTO

PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS 1. Possibilitar o crescimento acadêmico de alunos do Curso, tanto do Aluno/Monitor quanto dos alunos por ele assistidos; 2. Oferecer

Leia mais

EDITAL Abertura de Processo Seletivo

EDITAL Abertura de Processo Seletivo EDITAL Abertura de Processo Seletivo Projeto de Iniciação Científica das Faculdades Integradas Campo-grandenses (FIC) Dispõe sobre as normas para o processo de chamada de propostas de projetos de iniciação

Leia mais

Programa Estágio de Curta Duração CAPES/Fundação Carolina

Programa Estágio de Curta Duração CAPES/Fundação Carolina SPArq nº 0000.01752/2011 Programa Estágio de Curta Duração CAPES/Fundação Carolina Edital CAPES nº. 02/2011 Publicada no DOU de 13/01/11 seção 3 pág. 24 A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal

Leia mais

Programa Institucional de Bolsa de Extensão PIBEX

Programa Institucional de Bolsa de Extensão PIBEX Programa Institucional de Bolsa de Extensão PIBEX EDITAL Nº 013/2015 PIBEX/UFPI - Bolsas de Extensão/2016 Processo Seletivo de Programas e Projetos de Extensão A Pró-Reitoria de Extensão PREX, por meio

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Artigo 1º - Visita técnica é atividade complementar dos componentes curriculares dos cursos

Leia mais

Regulamento: Mostra Competitiva e Não Competitiva de Curtas-Metragens

Regulamento: Mostra Competitiva e Não Competitiva de Curtas-Metragens Regulamento: Mostra Competitiva e Não Competitiva de Curtas-Metragens 1. Promoção: O 3º Festival de Cinema de Três Passos / 2016 Semeando Cultura - é promovido pelo Movimento Pró-Arte de Três Passos. 2.

Leia mais

Chamada de Propostas de Pesquisa na área de Mudanças Climáticas Globais Convênio FAPESP-FAPERJ

Chamada de Propostas de Pesquisa na área de Mudanças Climáticas Globais Convênio FAPESP-FAPERJ Chamada de Propostas de Pesquisa na área de Mudanças Climáticas Globais Convênio FAPESP-FAPERJ 1) Introdução A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo FAPESP e a Fundação de Amparo à Pesquisa

Leia mais

Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL.

Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Período 2015/2016 O Diretor da Santa Casa de Misericórdia de Sobral,

Leia mais

1.1 1.2 III VI. VII VII 2.1 2.2 2.3

1.1 1.2 III VI. VII VII 2.1 2.2 2.3 EDITAL 50/2012 O Diretor-Geral da Secretaria de Estado da Educação, no uso das atribuições legais, com base na Resolução n.º 933/2010, e considerando a necessidade de contratar professores para atuarem

Leia mais

1. OBJETIVO. 2 2. ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO. 2 3. SIGLAS UTILIZADAS. 2 4. DOCUMENTO DE REFERÊNCIA INTERNA. 3 5. DIRETRIZES. 3 6. 4 7.

1. OBJETIVO. 2 2. ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO. 2 3. SIGLAS UTILIZADAS. 2 4. DOCUMENTO DE REFERÊNCIA INTERNA. 3 5. DIRETRIZES. 3 6. 4 7. - DRH Pág. 1 de 12 INDÍCE 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO... 2 3. SIGLAS UTILIZADAS... 2 4. DOCUMENTO DE REFERÊNCIA INTERNA... 3 5. DIRETRIZES... 3 6. CRITÉRIOS PARA APROVAÇÃO DO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO Nº 005/2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO Nº 005/2014 Universidade Federal de Juiz de Fora Diretoria de Gerenciamento de Projetos da UFJF EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DE EXTENSÃO Nº 005/2014 PROJETOS DE EXTENSÃO: Casa da Criança / IBPeron / Axé Criança A

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR CÁPITULO I SUMÁRIO Art. 1. Do Objetivo 02 CAPÍTULO II Art. 2. Da Bolsa Social 02 Art. 3. Do Âmbito 02 Arts. 4 a 8. Das Disposições

Leia mais

EDITAL N.º 05/2015/COPQ/PROPP/UFGD Dourados/MS, 02 de março de 2015.

EDITAL N.º 05/2015/COPQ/PROPP/UFGD Dourados/MS, 02 de março de 2015. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA COORDENADORIA DE PESQUISA EDITAL N.º 05/2015/COPQ/PROPP/UFGD Dourados/MS, 02 de

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DA UFV PIVIC-UFV EDITAL DE SELEÇÃO 2015/2016

PROGRAMA DE APOIO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DA UFV PIVIC-UFV EDITAL DE SELEÇÃO 2015/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS- GRADUAÇÃO 36570-000 - VIÇOSA,MG BRASIL Fone: (31)3899-2147/2149 FAX: (31) 3899-2148 E-mail: ic.ppg@ufv.br PROGRAMA DE APOIO À INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

Educa Mais Brasil REGULAMENTO

Educa Mais Brasil REGULAMENTO Educa Mais Brasil REGULAMENTO 2015 Regulamento do Programa EDUCA MAIS BRASIL I DO PROGRAMA Art. 1.º - O Programa EDUCA MAIS BRASIL é um programa de INCLUSÃO EDUCACIONAL e tem por objetivos: I estimular

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDITAL Nº 05/2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDITAL Nº 05/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE TUTOR PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ACESSIBILIDADE NA ATIVIDADE FÍSICA ESCOLAR A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), por meio do Centro de Educação a Distância Cead,

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Campus Campinas

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Campus Campinas PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO Campus Campinas EDITAL N O 12, DE 23 DE ABRIL DE 2015 O Diretor Geral do Campus Campinas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Coordenação de Educação a Distância CEAD, Pró-Reitoria de Graduação- PROGRAD, Pró- Reitoria de Extensão e Cultura PROExC, a Pró-Reitoria de Pós-Graduação

Leia mais

EDITAL Nº 002/2015. 1.1. A atividade de monitoria semipresencial será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação.

EDITAL Nº 002/2015. 1.1. A atividade de monitoria semipresencial será exercida pelos alunos regulares dos cursos de graduação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Graduação Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 3356.7020 dpag.prograd@ufabc.edu.br EDITAL

Leia mais

MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO EDITAL N o 03, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR BRASILEIRAS PARA A UNIVERSIDADE EM REDE DO BRICS (BRASIL, RÚSSIA, ÍNDIA, CHINA

Leia mais

AUDITORIA E GESTÃO AMBIENTAL

AUDITORIA E GESTÃO AMBIENTAL FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS - UFT PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM PERICIA, AUDITORIA E GESTÃO AMBIENTAL EDITAL nº 1/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO A Fundação Universidade Federal

Leia mais

EDITAL PARA MONITORIA PERÍODO DE MARÇO DE 2015 A JULHO DE 2015

EDITAL PARA MONITORIA PERÍODO DE MARÇO DE 2015 A JULHO DE 2015 EDITAL PARA MONITORIA PERÍODO DE MARÇO DE 2015 A JULHO DE 2015 A pró-reitora do UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que as inscrições para o concurso interno de monitoria

Leia mais

EDITAL Nº 13 DE 12 JULHO DE 2010 PROCESSO DE SELEÇÃO DO CURSO A DISTÂNCIA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO

EDITAL Nº 13 DE 12 JULHO DE 2010 PROCESSO DE SELEÇÃO DO CURSO A DISTÂNCIA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS - UFT PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS. CENTRO DE TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS CTE EDITAL Nº 13 DE 12 JULHO DE 2010 PROCESSO

Leia mais

3.1. A Bolsa assegurará auxílio financeiro ao contemplado e será concedida em doze parcelas.

3.1. A Bolsa assegurará auxílio financeiro ao contemplado e será concedida em doze parcelas. EDITAL PIBIC-EM Nº 01/2015 O Reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, com vistas à chamada para a seleção de bolsista de Iniciação Científica para o Ensino Médio PIBIC-EM, sob a Coordenação

Leia mais

1ª SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA DE INCLUSÃO SÓCIO-DIGITAL 2015

1ª SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA DE INCLUSÃO SÓCIO-DIGITAL 2015 1ª SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA DE INCLUSÃO SÓCIO-DIGITAL 2015 O INSTITUTO DE CULTURA, ARTE, CIÊNCIA E ESPORTES- INSTITUTO CUCA, entidade privada, sem fins lucrativos, qualificada

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL Nº 01/2016

PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL Nº 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL Nº 01/2016 Campinas, 14 de fevereiro de 2016 Edital de Candidatura Processo Seletivo de Executores - 1º Semestre de 2016 Considerações iniciais A Estat Júnior - Consultoria

Leia mais

III Meeting dos Profissionais do Direito Privado Brasileiro

III Meeting dos Profissionais do Direito Privado Brasileiro III Meeting dos Profissionais do Direito Privado Brasileiro EDITAL OLIMPÍADAS DO CONHECIMENTO JURÍDICO A Academia Brasileira de Direito Civil (ABDC), nos termos do presente edital, torna público que estão

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA BOLSISTAS E VOLUNTÁRIOS (PET-QUÍMICA/ PUCRS)

EDITAL DE SELEÇÃO PARA BOLSISTAS E VOLUNTÁRIOS (PET-QUÍMICA/ PUCRS) Aos alunos do Curso de Química industrial e Licenciatura desta Universidade: O (PET) do Curso de Química desta Universidade, nos termos das disposições das normativas aplicáveis, abre este Edital de Seleção

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA - 7ª Região

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA CONSELHO REGIONAL DE PSICOLOGIA - 7ª Região I MOSTRA REGIONAL DE PRÁTICAS EM PSICOLOGIA A TÉCNICA ALIADA À ARTE 50 ANOS DE HISTÓRIA 1. OBJETIVOS REGULAMENTO 1.1. A I Mostra Regional de Práticas em Psicologia tem como objetivo reunir trabalhos que

Leia mais

RETIFICAÇÃO - EDITAL N o 01 1º SEMESTRE 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS MUZAMBINHO

RETIFICAÇÃO - EDITAL N o 01 1º SEMESTRE 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS MUZAMBINHO RETIFICAÇÃO - EDITAL N o 01 1º SEMESTRE 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS MUZAMBINHO CENTRO DE EDUACAÇÃO A DISTÂNCIA - CEAD PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS

Leia mais

REGULAMENTO Festival SESI Música 2015 Edição São Paulo

REGULAMENTO Festival SESI Música 2015 Edição São Paulo REGULAMENTO Festival SESI Música 2015 Edição São Paulo O SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA SESI-SP, Departamento Regional de São Paulo, doravante denominado Instituidor, faz saber, para conhecimento dos trabalhadores

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 019/2016-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 019/2016-UAB-UEM EDITAL Nº 019/2016-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação e formação de

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI EDITAL N o 03/2009

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI EDITAL N o 03/2009 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFCO E TECNOLÓGICO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAPÍTULO I DO CONCEITO E OBJETIVOS

REGULAMENTO DE PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAPÍTULO I DO CONCEITO E OBJETIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE RELAÇÕES EMPRESARIAIS E COMUNITÁRIAS PR REGULAMENTO DE PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO DA CAPÍTULO I DO CONCEITO E OBJETIVOS Art. 1º - A extensão universitária é

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 002/2013

CHAMADA PÚBLICA 002/2013 PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS - PMP SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SEMUS DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E PROMOÇÃO NA SAÚDE DIEPS SISTEMA INTEGRADO SAÚDE-ESCOLA DO SUS SISE-SUS CHAMADA PÚBLICA 002/2013 EDITAL DE

Leia mais

FUCS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL E D I T A L Nº 0 1 2 0 1 5 CAXIAS DO SUL, DE 01 DE OUTUBRO DE 2015 EDITAL DE BOLSAS DE ESTUDO

FUCS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL E D I T A L Nº 0 1 2 0 1 5 CAXIAS DO SUL, DE 01 DE OUTUBRO DE 2015 EDITAL DE BOLSAS DE ESTUDO E D I T A L Nº 0 1 2 0 1 5 CAXIAS DO SUL, DE 01 DE OUTUBRO DE 2015 EDITAL DE BOLSAS DE ESTUDO O Presidente da Fundação Universidade de Caxias do Sul, no uso das suas atribuições estatutárias e regimentais,

Leia mais

REGULAMENTO DA 4ª EXPOTEC - 2014

REGULAMENTO DA 4ª EXPOTEC - 2014 REGULAMENTO DA 4ª EXPOTEC - 2014 1- Exposição A quarta Mostra de Trabalhos dos Técnicos de Nível Superior da Prefeitura de Porto Alegre (PMPA), denominada 4ª Expotec, promovida pela ASTEC, a ser realizada

Leia mais

CHAMADA CNPq/MCT - MZ nº 047/2012

CHAMADA CNPq/MCT - MZ nº 047/2012 CHAMADA CNPq/MCT - MZ nº 047/2012 CHAMADA PROCESSO DE INSCRIÇÃO 2012 DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CNPq / MINISTÉRIO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MOÇAMBIQUE DETALHAMENTO GERAL 1. INTRODUÇÃO O Conselho Nacional

Leia mais

Regulamento de Estágios ORIENTAÇÕES GERAIS

Regulamento de Estágios ORIENTAÇÕES GERAIS Regulamento de Estágios ORIENTAÇÕES GERAIS Versão 1.0 2015 I. Introdução Consistirá o estágio em um período de trabalho, realizado pelo aluno, sob o controle de uma autoridade docente, em um estabelecimento

Leia mais

EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA

EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA EDITAL FACEPE 14/2008 PROGRAMA DE BOLSAS DE INCENTIVO ACADÊMICO - BIA A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Pernambuco FACEPE convida as universidades públicas de Pernambuco, federais ou estaduais,

Leia mais

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR EXPERIÊNCIA DE ADMINISTRADORES. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Fluxo e Detalhamento

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR EXPERIÊNCIA DE ADMINISTRADORES. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Fluxo e Detalhamento CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR EXPERIÊNCIA DE ADMINISTRADORES DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES Fluxo e Detalhamento ICSS 2013 1 2 Índice 1 FLUXO DO PROCESO DE CERTIFICAÇÃO POR EXPERIÊNCIA... 4 2 DETALHAMENTO DO

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SECRETARIA NACIONAL DE PROTEÇÃO E DEFESA CIVIL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE DESASTRES CEPED/RS CAPACITAÇÃO

Leia mais

FESB FUNDAÇÃO MUNICIPAL DEENSINO SUPERIOR DE BRAGANÇA PAULISTA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO PROFISSIONAL EM ATIVIDADE FÍSICA E PROMOÇÃO DA SAÚDE

FESB FUNDAÇÃO MUNICIPAL DEENSINO SUPERIOR DE BRAGANÇA PAULISTA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO PROFISSIONAL EM ATIVIDADE FÍSICA E PROMOÇÃO DA SAÚDE FESB FUNDAÇÃO MUNICIPAL DEENSINO SUPERIOR DE BRAGANÇA PAULISTA Av. Francisco Samuel Lucchesi Filho, 770 Penha / Bragança Paulista SP/ CEP: 12.929-600 Fone/Fax: (11) 4035 7800 / e-mail: faculdade@fesb.edu.br

Leia mais

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA REGIONAL DE CHAPECÓ UNOCHAPECÓ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DOCENTE N.

UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA REGIONAL DE CHAPECÓ UNOCHAPECÓ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DOCENTE N. UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA REGIONAL DE CHAPECÓ UNOCHAPECÓ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DOCENTE N.º 011/2005 Informações: 0** 49 33218181 http://www.unochapeco.edu.br

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO CONFERÊNCIA EXTRAORDINÁRIA MUNICIPAL DE CULTURA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO CONFERÊNCIA EXTRAORDINÁRIA MUNICIPAL DE CULTURA EDITAL DE CONVOCAÇÃO CONFERÊNCIA EXTRAORDINÁRIA MUNICIPAL DE CULTURA PROCESSO DE ELEIÇÃO DOS CONSELHEIROS REPRESENTANTES DA SOCIEDADE CIVIL QUE IRÃO COMPOR O CONSELHO MUNICIPAL DE POLÍTICAS CULTURAIS DE

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2016 BACKSTAGE TO THE FUTURE BACKSTAGE PARA O FUTURO

CHAMADA PÚBLICA 2016 BACKSTAGE TO THE FUTURE BACKSTAGE PARA O FUTURO CHAMADA PÚBLICA 2016 BACKSTAGE TO THE FUTURE BACKSTAGE PARA O FUTURO Programa de capacitação para jovens profissionais das áreas de produção de eventos, sonorização, iluminação e gestão de palco. 1 Apresentação

Leia mais

Tenham entre 18 e 35 anos completos.

Tenham entre 18 e 35 anos completos. De acordo com Portaria publicada no Diário Oficial da União em 15 de agosto 2012 EDITAL Bolsa de Aperfeiçoamento TÉCNICO E ARTÍSTICO em Música O Presidente da Fundação Nacional de Artes Funarte, no uso

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 06/2009 Fixa normas para as atividades de Iniciação Científica

Leia mais

PREFEITURA DE MACAPÁ FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA

PREFEITURA DE MACAPÁ FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA PREFEITURA DE MACAPÁ FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA EDITAL Nº 01/2015 FUMCULT- PMM SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ESPETÁCULOS DE TEATRO PARA O PROJETO CIRCUITO NATALINO 2015 A PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAPÁ, através

Leia mais

EDITAL Nº 01/ 2012 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE.

EDITAL Nº 01/ 2012 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CARDIOLOGIA E EPIDEMIOLOGIA. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS) INSTITUTO DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIA EM SAÚDE - IATS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

Normas específicas do Programa de Pós graduação em Nutrição e Produção Animal, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP.

Normas específicas do Programa de Pós graduação em Nutrição e Produção Animal, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP. Normas específicas do Programa de Pós graduação em Nutrição e Produção Animal, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP. I. Composição da Comissão Coordenadora do Programa (CCP) O Programa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO. Projeto Monitoria CAp 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO. Projeto Monitoria CAp 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO Projeto Monitoria CAp 2014 1. Definição O Projeto Monitoria CAp é uma ação institucional que abre mais um espaço de aprendizagem

Leia mais

Edital de Candidatura

Edital de Candidatura PROCESSO SELETIVO DE EXECUTORES EDITAL N.º 01/2014 Edital de Candidatura Processo Seletivo de Executores - 1º Semestre de 2014 Considerações iniciais A Estat Júnior - Estudos Aplicados à Estatística Consultoria

Leia mais

EDITAL 02/2014 - SELEÇÃO DO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA

EDITAL 02/2014 - SELEÇÃO DO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA - PPGECIM e-mail: ppgecim@furb.br Rua Antônio da Veiga 140 Fones:

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP 2015 ÍNDICE 1. Introdução... 2 2. Dos Objetivos Específicos... 2 3. Dos Envolvidos

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online ENFERMAGEM DO TRABALHO Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

PROCESSO SELETIVO N 02-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

PROCESSO SELETIVO N 02-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PROCESSO SELETIVO N 02-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL A unidade nacional do Sescoop Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo, personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

Regulamento Projeto interdisciplinar

Regulamento Projeto interdisciplinar Regulamento Projeto interdisciplinar 1 Apresentação O presente manual tem como objetivo orientar as atividades relativas à elaboração do Projeto Interdisciplinar (PI). O PI é o estudo sobre um tema específico

Leia mais

EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIBIC/FAPEMIG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

3.3. ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS E GERAIS NA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL:

3.3. ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS E GERAIS NA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL: PROCESSO SELETIVO Nº019/2014 NÚCLEO DE JUSTIÇA COMUNITÁRIA DA GRANDE MATHIAS VELHO EQUIPE MULTIPROFISSIONAL A GUAYÍ, Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, sediada na Rua José do Patrocínio

Leia mais

Edital Pronametro nº 1/2014

Edital Pronametro nº 1/2014 Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA NORMALIZAÇÃO, QUALIDADE E TECNOLOGIA - INMETRO Edital Pronametro nº 1/2014 Programa

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS PARA O SEMINÁRIO DE EXTENSÃO E INOVAÇÃO DA UTFPR - 5º SEI-UTFPR Nº 01/2015

EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS PARA O SEMINÁRIO DE EXTENSÃO E INOVAÇÃO DA UTFPR - 5º SEI-UTFPR Nº 01/2015 EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS PARA O SEMINÁRIO DE EXTENSÃO E INOVAÇÃO DA UTFPR - 5º SEI-UTFPR Nº 01/2015 A - UTFPR câmpus Campo Mourão comunica a abertura de Edital para seleção de trabalhos para o 5º

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO PARA BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO

PROGRAMA DE INCENTIVO PARA BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO PROGRAMA DE INCENTIVO PARA BOLSAS DE MESTRADO E DOUTORADO EDITAL nº 02/2016 ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO FATENEMODALIDADE MESTRADO E DOUTORADO O Diretor-Geral da Faculdade Terra

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO I ENCONTRO DE TEATRO UNIVERSITÁRIO: DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS PAULISTAS ( ETU )

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO I ENCONTRO DE TEATRO UNIVERSITÁRIO: DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS PAULISTAS ( ETU ) EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO I ENCONTRO DE TEATRO UNIVERSITÁRIO: DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS PAULISTAS ( ETU ) 1. OBJETIVO O ETU nasceu da proposta dos/as estudantes de Artes Cênicas das Universidades Públicas

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para seleção de projetos sociais. O edital destina-se às organizações

Leia mais

EDITAL DE 23 DE JDEZEMBRO DE 2015 PROCESSO DE INSCRIÇÕES INTERCÂMBIO LAUREATE 2016.2

EDITAL DE 23 DE JDEZEMBRO DE 2015 PROCESSO DE INSCRIÇÕES INTERCÂMBIO LAUREATE 2016.2 A Universidade Potiguar - UnP, mantida pela APEC - Sociedade Potiguar de Educação e Cultura Ltda., sociedade legalmente constituída, inscrita no CNPJ sob o nº 08.480.071/0001-40, torna pública as normas

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA PÚBLICA CHAMADA 02/2014 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DE FOMENTO (Bolsas Ap/UVV)

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA PÚBLICA CHAMADA 02/2014 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DE FOMENTO (Bolsas Ap/UVV) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA PÚBLICA CHAMADA 02/2014 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS DE FOMENTO (Bolsas Ap/UVV) A Coordenação do Programa de Pós Graduação em Segurança Pública (PPGSPo) Mestrado Profissional

Leia mais

REGULAMENTO. CAPÍTULO I Definições e Objetivos

REGULAMENTO. CAPÍTULO I Definições e Objetivos REGULAMENTO CAPÍTULO I Definições e Objetivos Art.1 : O VIII Festival de Teatro Velha Joana, tem o objetivo de mobilizar a classe artística, grupos, companhias, coletivos de teatro, instituições culturais,

Leia mais

São convenentes neste instrumento:

São convenentes neste instrumento: CONVÊNIO PARA A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES DE MOBILIDADE NACIONAL FIRMADO ENTRE A UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS - UFMG E O BANCO SANTANDER S/A São convenentes neste instrumento:

Leia mais

EDITAL Nº 001/2015 PARA OFERTA DE CURSOS DE EXTENSÃO SEÇÃO I - DA DEFINIÇÃO E FINALIDADE

EDITAL Nº 001/2015 PARA OFERTA DE CURSOS DE EXTENSÃO SEÇÃO I - DA DEFINIÇÃO E FINALIDADE EDITAL Nº 001/2015 PARA OFERTA DE CURSOS DE EXTENSÃO A Pró-Reitoria Comunitária e de Extensão - PROCE, da Universidade do Grande Rio - prof. José de Souza Herdy, no âmbito de suas atribuições, torna público

Leia mais

EDITAL FAPERGS/CAPES 14/2013 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO

EDITAL FAPERGS/CAPES 14/2013 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO EDITAL FAPERGS/CAPES 14/2013 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL FAPERGS e a COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES

Leia mais

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, no uso das suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais

INTREGRAPE PROJETO APE

INTREGRAPE PROJETO APE INTREGRAPE PROJETO APE Ações Preventivas na Escola Atua no fortalecimento e desenvolvimento do Eixo-Saúde no Programa Escola da Família, sistematizando ações de organização social, que qualifique multiplicadores

Leia mais

Universidade do Estado da Bahia UNEB

Universidade do Estado da Bahia UNEB Universidade do Estado da Bahia UNEB EDITAL Nº 001/2015 O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE tornar público, para conhecimento dos

Leia mais