Preço Madeira de Pinus Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul (4 Tri/2013)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Preço Madeira de Pinus Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul (4 Tri/2013)"

Transcrição

1 Preço Madeira de Pinus Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul (4 Tri/13) Curitiba Janeiro, 14

2 CONTEÚDO 1. Introdução 3 2. Metodologia 4 3. Base Amostral 5 4. Estado do Paraná Pólo de Telêmaco Borba Pólo de Jaguariaíva Pólo de Ponta Grossa Pólo de Curitiba 4.5. Pólo de Guarapuava Pólo de União da Vitória Estado de Santa Catarina Pólo de Três Barras Pólo de Rio Negrinho Pólo de Caçador Pólo de Correia Pinto Estado do Rio Grande do Sul Pólo de Serra Gaúcha Pólo de Encruzilhada do Sul 2

3 1. INTRODUÇÃO Este relatório apresenta os preços¹ de madeira de Pinus no quarto trimestre de 13 para os Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, os quais correspondem por % da área plantada com o gênero no país. Para tanto foram consultadas 4 empresas florestais, localizadas em 12 pólos florestais (Figura abaixo) e que juntas respondem por um volume aproximado de 1,8 milhão de m³/mês. Região de Abrangência do Estudo Regiões Florestais 1. Telêmaco Borba 2. Jaguariaíva 3. Ponta Grossa 4. Curitiba 5. Guarapuava 6. União da Vitória 7. Três Barras 8. Rio Negrinho 9. Caçador. Correia Pinto 11. Canela 12. Encruzilhada do Sul ¹ Preços com impostos. A pesquisa não considera preços especiais devido a negociações específicas decorrentes de acordos de suprimento ou comercialização de grandes volumes. 3

4 2. METODOLOGIA 2.1. Equalização da Unidade O comercializa a madeira em diferentes unidades de medida (st, m³, t). Para equalizar as medidas a CONSUFOR, por meio de fatores de conversão específicos, converteu todas as medidas para m³ Equalização da Forma de Comercialização O opera em diferentes modalidades de venda (em pé PE, carregado no caminhão CC e entregue na indústria PI ). A CONSUFOR subtraiu os custos de colheita, carregamento e transporte para os preços coletados em diferentes modalidades, tendo em vista que a modalidade apresentada neste documento é em pé Equalização do Sortimento Apesar do comumente praticar um sortimento específico (8-18, 18-25, e > 35 cm), há uma grande oscilação de classes praticadas pelo setor. Dessa forma, para fornecer os preços para diversos sortimentos, a CONSUFOR, por meio de técnicas estatísticas renomadas desenvolveu funções que estimam o preço por pólo pesquisado e para qualquer classe diamétrica negociável no. 4

5 3. BASE AMOSTRAL Nos gráficos a seguir apresenta-se a composição da base amostral (353 amostras de preços). Distribuição Geográfica Modalidade de Venda Rio Grande do Sul 18,3% Paraná 32,7% Posto na Indústria 31,4% Em Pé 19,3% Santa Catarina 49,% Carregado Caminhão 49,3% 5

6 Preço (R$/m³ em pé) 4. ESTADO DO PARANÁ

7 4.1 Pólo Telêmaco Borba

8 4.2 Pólo Jaguariaíva

9 4.3 Pólo Ponta Grossa

10 4.4 Pólo Curitiba

11 4.5 Pólo Guarapuava

12 4.6 Pólo União da Vitória

13 Preço (R$/m³ em pé) 5. ESTADO DE SANTA CATARINA

14 5.1 Pólo Três Barras

15 5.2 Pólo Rio Negrinho

16 5.3 Pólo Caçador

17 5.4 Pólo Correia Pinto

18 6. ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

19 6.1 Pólo Serra Gaúcha

20 6.2 Pólo Encruzilhada do Sul

21 Consufor Advisory & Research - todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida por nenhum meio (eletrônico ou mecânico). As informações contidas neste documento não podem ser divulgadas sem a expressa permissão da CONSUFOR. A retransmissão por fax, ou qualquer outra forma é ilegal. Consufor Advisory & Research reserves all rights. All rights reserved. No part of this document may be reproduced in any form or by any means without permission in writing from CONSUFOR.

22 Curitiba Paraná Brasil

OPORTUNIDADES PARA FLORESTAS ENERGÉTICAS NA GERAÇÃO DE ENERGIA NO BRASIL

OPORTUNIDADES PARA FLORESTAS ENERGÉTICAS NA GERAÇÃO DE ENERGIA NO BRASIL APRESENTAÇÃO OPORTUNIDADES PARA FLORESTAS ENERGÉTICAS NA GERAÇÃO DE ENERGIA NO BRASIL AGROICONE JULHO 2015 TEMA CÓDIGO FLORESTAL PROJETO OPORTUNIDADES PARA FLORESTAS ENERGÉTICAS NA GERAÇÃO DE BIOENERGIA

Leia mais

Josh Pauli Revisão técnica Scott White. Novatec

Josh Pauli Revisão técnica Scott White. Novatec Josh Pauli Revisão técnica Scott White Novatec Copyright 2013 Elsevier Inc. All rights reserved. No part of this publication may be reproduced or transmitted in any form or by any means, electronic or

Leia mais

Pramod J. Sadalage Martin Fowler

Pramod J. Sadalage Martin Fowler Pramod J. Sadalage Martin Fowler Novatec Authorized translation from the English language edition, entitled NOSQL DISTILLED: A BRIEF GUIDE TO THE EMERGING WORLD OF POLYGLOT PERSISTENCE, 1st Edition, 0321826620

Leia mais

Aula 14 - Transmissão de Potência e Torque.

Aula 14 - Transmissão de Potência e Torque. Aula 14 - Transmissão de Potência e Torque. Prof. Wanderson S. Paris, M.Eng. prof@cronosquality.com.br Transmissão de Potência Eixos e tubos com seção transversal circular são freqüentemente empregados

Leia mais

Bomba ANDRITZ de Fluxo Livre Série VP/CP

Bomba ANDRITZ de Fluxo Livre Série VP/CP Bomba ANDRITZ de Fluxo Livre Série VP/CP www.andritz.com Para as tarefas mais exigentes de transporte de líquidos Por mais de 100 anos, a ANDRITZ tem sido um sinônimo de competência e inovação no projeto

Leia mais

Uso múltiplo de eucalipto em propriedades rurais

Uso múltiplo de eucalipto em propriedades rurais Uso múltiplo de eucalipto em propriedades rurais Paulo Sérgio dos Santos Leles Prof. Instituto de Florestas / UFRRJ 02 a 04 de setembro de 2015, Vitória - ES O que é uso múltiplo / multiproduto do eucalipto?

Leia mais

Informativo CEPEA Setor Florestal Preços da Celulose se elevam pelo segundo mês consecutivo

Informativo CEPEA Setor Florestal Preços da Celulose se elevam pelo segundo mês consecutivo Informativo CEPEA Setor Florestal Preços da Celulose se elevam pelo segundo mês consecutivo Número 155 Novembro de 2014 Realização: Apoio: Elaboração Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA-

Leia mais

Energias Renováveis. -Novembro -2010

Energias Renováveis. -Novembro -2010 Energias Renováveis -Novembro -2010 Av. Dr. Cardoso de Melo, 1340 12º andar Vila Olímpia 04548-004 São Paulo SP Brasil Telefone: 55 11 3054 1020 Fax: 55 11 3054 1021 SBN Quadra 2, Bloco F, Conjuntos 1311-1312

Leia mais

IMÓVEIS FLORESTAIS: AVALIAÇÃO PELA ABNT NBR 14.653 X APPRAISAL PELA USPAP

IMÓVEIS FLORESTAIS: AVALIAÇÃO PELA ABNT NBR 14.653 X APPRAISAL PELA USPAP IMÓVEIS FLORESTAIS: AVALIAÇÃO PELA ABNT NBR 14.653 X APPRAISAL PELA USPAP Tania Matsuno Ramos tania@confal.com.br Outubro / 2013 Avaliação de imóveis: finalidade Estimar o valor de mercado de imóveis como

Leia mais

Receita Operacional Líquida (ROL) no 1T09 atingiu R$ 118,7 milhões, praticamente repetindo a cifra apresentada em igual período de 2008

Receita Operacional Líquida (ROL) no 1T09 atingiu R$ 118,7 milhões, praticamente repetindo a cifra apresentada em igual período de 2008 RESULTADOS 1T09 Destaques Destaques Receita Operacional Líquida (ROL) no 1T09 atingiu R$ 118,7 milhões, praticamente repetindo a cifra apresentada em igual período de 2008 Lucro Bruto de R$ 38,1 milhões

Leia mais

LEVANTAMENTO DA QUANTIDADE DE RESÍDUOS DA INDÚSTRIA MADEREIRA NO MUNICÍPIO DE GURUPI-TO

LEVANTAMENTO DA QUANTIDADE DE RESÍDUOS DA INDÚSTRIA MADEREIRA NO MUNICÍPIO DE GURUPI-TO LEVANTAMENTO DA QUANTIDADE DE RESÍDUOS DA INDÚSTRIA MADEREIRA NO MUNICÍPIO DE GURUPI-TO Adriana Cavalcante Conceição 1 ; Renato da Silva Vieira 2 ; Edy Eime Pereira Baraúna 3 ; Cândida Pereira da Silva

Leia mais

DINHEIRO DÁ EM ÁRVORE SIM!

DINHEIRO DÁ EM ÁRVORE SIM! ESPECIAL DINHEIRO DÁ EM ÁRVORE SIM! INVESTIMENTOS EM EMPREENDIMENTOS FLORESTAIS SÃO SEGUROS E COM BOA RENTABILIDADE, MAS É PRECISO SABER O QUE ESTÁ FAZENDO 58 www.referenciaflorestal.com.br C olocar dinheiro

Leia mais

Bomba ANDRITZ de Fluxo Livre Série VP/CP

Bomba ANDRITZ de Fluxo Livre Série VP/CP Bomba ANDRITZ de Fluxo Livre Série VP/CP www.andritz.com Para as tarefas de transporte de líquidos mais exigentes Por mais de 100 anos, a ANDRITZ tem sido um sinônimo de competência e inovação no projeto

Leia mais

XVI Seminário de Atualização sobre Sistema de Colheita de Madeira e Transporte Florestal, Campinas/ SP 11.4-13.4. 2011

XVI Seminário de Atualização sobre Sistema de Colheita de Madeira e Transporte Florestal, Campinas/ SP 11.4-13.4. 2011 COLHEITA DE MADEIRA EM TERRENOS ACIDENTADOS RECENTES DESENVOLVIMENTOS TÉCNICOS E SEU USO NA SUÍÇA XVI Seminário de Atualização sobre Sistema de Colheita de Madeira e Transporte Florestal, Campinas/ SP

Leia mais

Visão Geral do Potencial do Mercado Florestal para a Região do MATOPIBA Tocantins Florestal Nov/2013

Visão Geral do Potencial do Mercado Florestal para a Região do MATOPIBA Tocantins Florestal Nov/2013 Visão Geral do Potencial do Mercado Florestal para a Região do MATOPIBA Tocantins Florestal Nov/2013 www.consufor.com A EMPRESA A Consufor é uma empresa de consultoria em NEGÓCIOS e ESTRATÉGIAS, especializada

Leia mais

Principais Alterações Trazidas pela Instrução CVM nº 552/2014. Preparação para a Assembleia Geral Ordinária. 06 de março de 2015

Principais Alterações Trazidas pela Instrução CVM nº 552/2014. Preparação para a Assembleia Geral Ordinária. 06 de março de 2015 Principais Alterações Trazidas pela Instrução CVM nº 552/2014 e Preparação para a Assembleia Geral Ordinária 06 de março de 2015 1 Principais Alterações - Instrução CVM nº 552/2014 Divulgação Imediata

Leia mais

Associação de Florestas de Produção e Florestas Nativas

Associação de Florestas de Produção e Florestas Nativas Associação de Florestas de Produção e Florestas Nativas Proteção e Conservação Ivone Satsuki Namikawa Fier Coordenadora P&D, Qualidade e Ambiência Florestal Novembro/2008 Klabin Klabin: uma empresa líder

Leia mais

Bomba ANDRITZ Dupla-Sucção Carcaça Bi-partida Axial Série FP/FPS/SFWP

Bomba ANDRITZ Dupla-Sucção Carcaça Bi-partida Axial Série FP/FPS/SFWP Bomba ANDRITZ Dupla-Sucção Carcaça Bi-partida Axial Série FP/FPS/SFWP www.andritz.com Alta eficiência e baixa pulsação Por mais de 100 anos, a ANDRITZ tem sido um sinônimo de competência e inovação no

Leia mais

Computador móvel Dolphin TM 6500. Guia Rápido de Instalação

Computador móvel Dolphin TM 6500. Guia Rápido de Instalação Computador móvel Dolphin TM 6500 Guia Rápido de Instalação Computador móvel Dolphin 6500 Conteúdo da caixa Verifique se a caixa de seu produto contém os seguintes itens: Computador móvel Dolphin 6500

Leia mais

Sistema de Gestão Sa&M

Sistema de Gestão Sa&M Sistema de Gestão Sa&M Copyright 2008-2012 MediaWorks Sistemas de Informática LTDA. This document contains confidential and proprietary information of MediaWorks Sistemas de Informática LTDA. and may be

Leia mais

XV COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS - IBAPE/SP 2009

XV COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS - IBAPE/SP 2009 XV COBREAP - CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS - IBAPE/SP 2009 ANÁLISE COMPARATIVA NA AVALIAÇÃO DE FLORESTA PLANTADA DE PINUS PELO MÉTODO DO VALOR ECONÔMICO, UTILIZANDO COMO PARÂMETROS

Leia mais

ILPF. Integração Lavoura-Pecuária-Floresta. Experiências da Embrapa Agrossilvopastoril

ILPF. Integração Lavoura-Pecuária-Floresta. Experiências da Embrapa Agrossilvopastoril ILPF Integração Lavoura-Pecuária-Floresta Experiências da Embrapa Agrossilvopastoril Maurel Behling Eng.º Agr.º, D. Sc. Solos em Nutrição de Plantas Pesquisador Sistemas Integrados de Produção Tópicos

Leia mais

Revista Gestão Pública em Curitiba MOMENTOS I ENCONTRO INTERNACIONAL DE CURITIBA EM GESTÃO PÚBLICA Pública Gestão Curitiba 2011 em I Encontro Internacional de Curitiba Gestão Pública para Resultados 44

Leia mais

Prosperando na economia digital: quatro motivos para os executivos de finanças terem grandes expectativas em relação ao futuro

Prosperando na economia digital: quatro motivos para os executivos de finanças terem grandes expectativas em relação ao futuro Resumo executivo dos resultados da pesquisa Preparado pela CFO Research, em colaboração com a SAP CFO research Prosperando na economia digital: quatro motivos para os executivos finanças terem grans expectativas

Leia mais

PERFIS DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO MÉDIAS SALARIAIS 2013. hays.pt/it

PERFIS DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO MÉDIAS SALARIAIS 2013. hays.pt/it PERFIS DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO MÉDIAS SALARIAIS 2013 hays.pt/it Account Manager (Equipamento e Hardware) 2-5 anos 21,000 19,000 >5 anos 28,000 25,000 Consultor/a BI Até 2 anos 21,000 20,000 3-5 anos

Leia mais

Perfil de bancas de jornal e revistas no Brasil

Perfil de bancas de jornal e revistas no Brasil CONFIDENCIAL Perfil de bancas de jornal e revistas no Brasil Setembro de 2010 Este documento é para uso exclusivo do cliente. Nenhuma de suas partes pode ser veiculada, transcrita ou reproduzida para distribuição

Leia mais

Interoperabilidade Autodesk AutoCAD Plant 3D e Aveva PDMS

Interoperabilidade Autodesk AutoCAD Plant 3D e Aveva PDMS Interoperabilidade Autodesk AutoCAD Plant 3D e Aveva PDMS Alexandre Casalechi, Daniel Huamani, Kleber Bastos e Rodrigo Mioni Engenharia Petrobras, Autodesk Technical Specialist, Gerente Técnico ENGMEX

Leia mais

Klabin S.A. Uma Empresa Brasileira

Klabin S.A. Uma Empresa Brasileira Klabin S.A. Uma Empresa Brasileira Klabin 15 unidades fabris em oito estados do Brasil 15 unidades fabris em oito estados do Brasil e uma na Argentina Maior produtora, exportadora e recicladora de papéis

Leia mais

PLANTIOS FLORESTAIS E SISTEMAS AGROFLORESTAIS: ALTERNATIVAS PARA O AUMENTO O DE EMPREGO E RENDA NA PROPRIEDADE RURAL RESUMO

PLANTIOS FLORESTAIS E SISTEMAS AGROFLORESTAIS: ALTERNATIVAS PARA O AUMENTO O DE EMPREGO E RENDA NA PROPRIEDADE RURAL RESUMO PLANTIOS FLORESTAIS E SISTEMAS AGROFLORESTAIS: ALTERNATIVAS PARA O AUMENTO O DE EMPREGO E RENDA NA PROPRIEDADE RURAL RESUMO Honorino Roque Rodigheri * Este trabalho tem por objetivo apresentar indicadores

Leia mais

Consumo Aparente, Cotação e Valor da Produção de Madeira de Florestas Plantadas no Estado de São Paulo: uma visão das últimas décadas

Consumo Aparente, Cotação e Valor da Produção de Madeira de Florestas Plantadas no Estado de São Paulo: uma visão das últimas décadas Análises e Indicadores do Agronegócio ISSN 1980-0711 Consumo Aparente, Cotação e Valor da Produção de Madeira de Florestas Plantadas no Estado de São Paulo: uma visão das últimas décadas Uma das características

Leia mais

Tabela 01 Mundo Soja Área, produção e produtividade Safra 2009/10 a 2013/14

Tabela 01 Mundo Soja Área, produção e produtividade Safra 2009/10 a 2013/14 Soja Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro de 2013 MUNDO A economia mundial cada vez mais globalizada tem sido o principal propulsor responsável pelo aumento da produção de soja. Com o aumento do

Leia mais

Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico

Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico 8338 Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico 8339 Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico 8340 Documento

Leia mais

RcPDV. 2015 Rica Informática

RcPDV. 2015 Rica Informática RcPDV Note: To change the product logo for your ow n print manual or PDF, click "Tools > Manual Designer" and modify the print manual template. Title page 1 Use this page to introduce the product by Rica

Leia mais

1 AÚSA 2009 APIMEC IT

1 AÚSA 2009 APIMEC IT APIMEC ITAÚSA 2009 1 APIMEC ITAÚSA 2009 2 05 APIMEC ITAÚSA 2009 3 APIMEC ITAÚSA 2009 4 07 08 APIMEC ITAÚSA 2009 5 09 10 APIMEC ITAÚSA 2009 6 11 12 APIMEC ITAÚSA 2009 7 13 14 APIMEC ITAÚSA 2009 8 16 APIMEC

Leia mais

IMPACTOS DAS DISTORÇÕES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL

IMPACTOS DAS DISTORÇÕES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL IMPACTOS DAS DISTORÇÕES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL Brasília, Novembro/ 2013 Unidade de Políticas Públicas NOTA TÉCNICA IMPACTOS DAS DISTORÇOES DO ICMS NOS ESTADOS E DISTRITO FEDERAL Este estudo

Leia mais

AT073 INTRODUÇÃO EIM

AT073 INTRODUÇÃO EIM Engenharia Industrial Madeireira AT073 INTRODUÇÃO EIM MEDIÇÃO DA MADEIRA Prof. Dr. Umberto Klock Objetivo: Os acadêmicos de EIM devem estar aptos a determinar o volume de troncos, pilhas de lenha, de árvores

Leia mais

41º CAFÉ COM SUSTENTABILIDADE 2015

41º CAFÉ COM SUSTENTABILIDADE 2015 41º CAFÉ COM SUSTENTABILIDADE 2015 CENÁRIO MUNDIAL SETOR FLORESTAL PRESSÃO PARA PRESERVAÇÃO DAS FLORESTAS PRESSÃO PARA ABERTURA DE NOVAS FRONTEIRAS FLORESTA RISCO DE ESCASSEZ VALORIZAÇÃO 2 O BRASIL FLORESTAL

Leia mais

Subgrupo de Mapeamento & Monitoramento. 24 de julho de 2007

Subgrupo de Mapeamento & Monitoramento. 24 de julho de 2007 Subgrupo de Mapeamento & Monitoramento 24 de julho de 2007 1 Modelo operacional Mapeamento da situação em agosto de 2006, primeira informação oficial após a declaração da Moratória Identificação das áreas

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Atividade física e hábito de assistir televisão Notas Técnicas

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Atividade física e hábito de assistir televisão Notas Técnicas Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Estilo de Vida Atividade física e hábito de assistir televisão Notas Técnicas Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4

Leia mais

Andritz Bombas verticais

Andritz Bombas verticais Andritz Bombas verticais www.andritz.com Engenharia de Bombas Personalizadas Soluções à medida do cliente Há mais de 100 anos, a ANDRITZ tem sido sinônimo de competência e inovação na construção de bombas

Leia mais

EN 81-20 e EN 81-50 Impacto no Produto

EN 81-20 e EN 81-50 Impacto no Produto Impacto no Produto SUMÁRIO EN 81-20 e EN 81-50 - Objetivo Melhoria das condicionantes externas ao ascensor Melhoria da segurança para os utentes Melhoria da segurança para os trabalhadores Schindler -

Leia mais

RELATÓRIO DE MERCADO INDUSTRIAL E LOGÍSTICO

RELATÓRIO DE MERCADO INDUSTRIAL E LOGÍSTICO 2T 2015 BRASIL RELATÓRIO DE MERCADO INDUSTRIAL E LOGÍSTICO PRIMEIRO SEMESTRE ENCERRA COM CRESCIMENTO DA DEMANDA ABAIXO DA MÉDIA DOS ÚLTIMOS ANOS Brasil Indicadores Classe A Acumulado 2015 - Brasil Estoque

Leia mais

Desmatamento. Manter as florestas de pé é vital para o planeta.

Desmatamento. Manter as florestas de pé é vital para o planeta. Desmatamento de pé é vital para o planeta. 7 Nosso desafio é fazer as florestas valerem mais de pé do que derrubadas. O desmatamento é uma das grandes ameaças à sustentabilidade do planeta. Mais que o

Leia mais

Como calcular os metros cúbicos de madeira sólida numa pilha de madeira

Como calcular os metros cúbicos de madeira sólida numa pilha de madeira Nota Técnica Nº 3 Como calcular os metros cúbicos de madeira sólida numa pilha de madeira ENVALMA Máquinas para Madeira Ltda. comercial.envalma@gmail.com Nota Técnica Nº 3 Título: Estimação de Volume Estéreo

Leia mais

Devastação e perigo nos ecossistemas terrestres. a) Muitas espécies correm risco de extinção porque seus habitats estão sendo aos poucos

Devastação e perigo nos ecossistemas terrestres. a) Muitas espécies correm risco de extinção porque seus habitats estão sendo aos poucos COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION Lições de Língua Portuguesa, História e Vivência Religiosa - 4º ano Troca do Livro 4º ano A e B quinta-feira Segunda-feira Curitiba, 07 de outubro de 2013. Leia o texto abaixo:

Leia mais

VISITA TÉCNICA A SÃO PAULO. OBJETIVO: Conhecer algumas centrais de resíduos.

VISITA TÉCNICA A SÃO PAULO. OBJETIVO: Conhecer algumas centrais de resíduos. VISITA TÉCNICA A SÃO PAULO OBJETIVO: Conhecer algumas centrais de resíduos. 1. Biomassa Soluções Ambientais É uma empresa estabelecida na cidade de Jacareí-SP, os equipamentos utilizados em seu processo

Leia mais

Exemplos de Telas de Supervisórios

Exemplos de Telas de Supervisórios Exemplos de Sistemas Especiais Exemplos de Sistemas Especiais Exemplos de Sistemas Especiais Exemplos de Sistemas Especiais Exemplos de Sistemas Especiais Exemplos de Sistemas Especiais Exemplos de Sistemas

Leia mais

CISMEP - CONSÓRCIO INTERM. DE SAÚDE DO MÉDIO PARAOPEBA

CISMEP - CONSÓRCIO INTERM. DE SAÚDE DO MÉDIO PARAOPEBA AS 001851/2013 19/12/2013 Fornecedor: Código: 000309 Fornecedor: BIOTEC ASSISTÊNCIA TÉCNICA LTDA Endereço: CURITIBA, 862 Processo de compra: CNPJ: 02.017.661/0001-55 Bairro: CENTRO Cidade: BELO HORIZONTE

Leia mais

MATEMÁTICA REPLAY! matematicareplay.wordpress.com. Christine Córdula Dantas - 16/03/12. Números Racionais, Frações e Representações em Figuras

MATEMÁTICA REPLAY! matematicareplay.wordpress.com. Christine Córdula Dantas - 16/03/12. Números Racionais, Frações e Representações em Figuras MATEMÁTICA REPLAY! matematicareplay.wordpress.com Christine Córdula Dantas - 6/0/ Números Racionais, Frações e Representações em Figuras Definição : Números racionais são aqueles que podem ser escritos

Leia mais

O processo de produção audiovisual e artística através do Autodesk Maya

O processo de produção audiovisual e artística através do Autodesk Maya O processo de produção audiovisual e artística através do Autodesk Maya Rafael Domingues Hugo Frinzi 3D Generalista Gerente Comercial AUBR-82 Dicas e Truques Allen Motion A Allen Motion é uma produtora

Leia mais

EUCALIPTO COMO FORMA DE COMPLEMENTAÇÃO DE RENDA AO PRODUTOR RURAL

EUCALIPTO COMO FORMA DE COMPLEMENTAÇÃO DE RENDA AO PRODUTOR RURAL EUCALIPTO COMO FORMA DE COMPLEMENTAÇÃO DE RENDA AO PRODUTOR RURAL COLOMBINI, Alexandre Beckedorff Acadêmico Eng. Florestal FAIT/AGEG OLIVEIRA JUNIOR, Ezer Dias Docente FAIT/AGEG RESUMO O objetivo desse

Leia mais

Uberização da Economia e a revolução dos serviços digitais

Uberização da Economia e a revolução dos serviços digitais Uberização da Economia e a revolução dos serviços digitais Daniel Mangabeira, Diretor de Políticas Públicas, Uber 2 de setembro de 2016 Quem Somos Tecnologia a serviço das cidades Uma empresa de tecnologia

Leia mais

Guia Definitivo de. Email. DJ Waldow Jason Falls. Tradução Aline Naomi Sassaki. Novatec

Guia Definitivo de. Email. DJ Waldow Jason Falls. Tradução Aline Naomi Sassaki. Novatec Guia Definitivo de Email Marketing Aumente sua lista de emails, quebre as regras e venda mais DJ Waldow Jason Falls Tradução Aline Naomi Sassaki Novatec Authorized translation from the English language

Leia mais

Desempenho Hospitalar no Brasil

Desempenho Hospitalar no Brasil Desempenho Hospitalar no Brasil Em Busca da Excelência Gerard M. La Forgia Bernard F. Couttolenc Editora Singular 2008 The International Bank for Reconstruction and Development / The World Bank 1818 H

Leia mais

A Energia em Portugal Perspectiva de quem a utiliza

A Energia em Portugal Perspectiva de quem a utiliza A Energia em Portugal Perspectiva de quem a utiliza 2 Introdução A Associação Portuguesa da Energia (APE) publica a terceira edição de A Energia em Portugal - perspectiva de quem a utiliza, estudo que

Leia mais

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ

Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária. Novembro 2015 PARANÁ Soja - Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro 2015 PARANÁ A estimativa de área para a safra 2015/16 de soja é recorde no Paraná. Segundo os técnicos de campo serão semeados 5,24 milhões de hectares,

Leia mais

DOSAGEM DE CONCRETO DEFINIÇÕES FUNDAMENTAIS. Professora: Mayara Custódio

DOSAGEM DE CONCRETO DEFINIÇÕES FUNDAMENTAIS. Professora: Mayara Custódio DOSAGEM DE CONCRETO DEFINIÇÕES FUNDAMENTAIS Professora: Mayara Custódio TRAÇO DE CONCRETO TRAÇO: Expressão das quantidades relativas dos componentes do concreto. Agregados miúdos Agregados graúdos Água

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO (SEPLAN) Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE)

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO (SEPLAN) Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO (SEPLAN) Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) NOTA TÉCNICA Nº 17 UMA COMPARAÇÃO DA COBERTURA PREVIDENCIÁRIA

Leia mais

Enterprise JavaBeans. Java Deployment Course. por Jorge H. C. Fernandes (jhcf@di.ufpe.br) DI-UFPE Julho de 1999

Enterprise JavaBeans. Java Deployment Course. por Jorge H. C. Fernandes (jhcf@di.ufpe.br) DI-UFPE Julho de 1999 Enterprise JavaBeans Java Deployment Course por Jorge H. C. Fernandes (jhcf@di.ufpe.br) DI-UFPE Julho de 1999 Enterprise JavaBeans Java Deployment Course Copyright 1999 by Jorge H. C. Fernandes (jhcf@di.ufpe.br)

Leia mais

MARCOS REGULATÓRIOS DE FLORESTAS PLANTADAS. Seminário PDFS/MT 2015

MARCOS REGULATÓRIOS DE FLORESTAS PLANTADAS. Seminário PDFS/MT 2015 MARCOS REGULATÓRIOS DE FLORESTAS PLANTADAS Seminário PDFS/MT 2015 É referência em questões e atividades que interferem na cadeia de florestas plantadas, sugerindo e opinando em políticas públicas de pesquisa,

Leia mais

Revisão: Noções básicas de estatística aplicada a avaliações de imóveis

Revisão: Noções básicas de estatística aplicada a avaliações de imóveis Curso de Avaliações Prof. Carlos Aurélio Nadal cnadal@ufpr.br 1 AULA 03 Revisão: Noções básicas de estatística aplicada a avaliações de imóveis 2 OBSERVAÇÃO: é o valor obtido durante um processo de medição.

Leia mais

VANTAGENS ECOLÓGICAS E ECONÔMICAS DE REFLORESTAMENTOS EM PROPRIEDADES RURAIS NO SUL DO BRASIL RESUMO

VANTAGENS ECOLÓGICAS E ECONÔMICAS DE REFLORESTAMENTOS EM PROPRIEDADES RURAIS NO SUL DO BRASIL RESUMO VANTAGENS ECOLÓGICAS E ECONÔMICAS DE REFLORESTAMENTOS EM PROPRIEDADES RURAIS NO SUL DO BRASIL RESUMO Honorino Roque Rodigheri * Este estudo tem o objetivo de comparar os indicadores ecológicos (uso de

Leia mais

Principais constrangimentos dos actuais modelos de Pricing

Principais constrangimentos dos actuais modelos de Pricing Mário Trinca Quando existem uma multiplicidade de Produtos / Serviços, oferecidos a diferentes segmentos de clientes, através de diversos canais de distribuição, em várias geografias, nunca é fácil responder

Leia mais

Critérios Socioambientais para Concessão de Crédito na CAIXA Ação Madeira Legal. Juan Carlo Silva Abad GN Meio Ambiente SUDES / VIGOV

Critérios Socioambientais para Concessão de Crédito na CAIXA Ação Madeira Legal. Juan Carlo Silva Abad GN Meio Ambiente SUDES / VIGOV Critérios Socioambientais para Concessão de Crédito na CAIXA Ação Madeira Legal Juan Carlo Silva Abad GN Meio Ambiente SUDES / VIGOV ESTRATÉGIA AMBIENTAL CAIXA Portifólio de Produtos Socioambientais Risco

Leia mais

IT Service Management Foundation Bridge based on ISO/IEC 20000

IT Service Management Foundation Bridge based on ISO/IEC 20000 Exame simulado IT Service Management Foundation Bridge based on ISO/IEC 20000 Edição Novembro, 2013 Copyright 2013 EXIN All rights reserved. No part of this publication may be published, reproduced, copied

Leia mais

Lista de Exercícios - Unidade 6 O que é ciência, notação científica e unidades

Lista de Exercícios - Unidade 6 O que é ciência, notação científica e unidades Lista de Exercícios - Unidade 6 O que é ciência, notação científica e unidades Ordens de Grandeza Resumo Muitas vezes precisamos fazer uma estimativa para avaliar uma quantidade que não sabemos o valor

Leia mais

Regras de consistência para validação dos Balancetes Contábeis SICADI - Módulo Contábil. Regras de consistência - Anexo A

Regras de consistência para validação dos Balancetes Contábeis SICADI - Módulo Contábil. Regras de consistência - Anexo A Regras de consistência - Anexo A Regras de consistência (competência = janeiro/2002 a dezembro/2009) Balancete do(s) Plano(s) de Benefícios: 1 SZ (1.0.0.0.00.00) + (2.0.0.0.00.00) = 0 2 ST (1.0.0.0.00.00)

Leia mais

Thor VM3. Guia rápido de introdução. Computador veicular. VM3-PTBR-QS Rev A 1/16

Thor VM3. Guia rápido de introdução. Computador veicular. VM3-PTBR-QS Rev A 1/16 Thor VM3 Computador veicular Guia rápido de introdução VM3-PTBR-QS Rev A 1/16 Componentes - Vista frontal P1 P8 P2 P9 P3 P10 P4 P11 P5 P12 P6 P13 P7 P14 LEDs do sistema Botão de Liga/Desliga LEDs de conexão

Leia mais

Programa de Inovação Braskem PIB JOINOVA 2014. Luciane Sereda 11 Dezembro de 2014

Programa de Inovação Braskem PIB JOINOVA 2014. Luciane Sereda 11 Dezembro de 2014 PIB JOINOVA 2014 Luciane Sereda 11 Dezembro de 2014 Inovação em números 333 8 PLANTAS 24 INTEGRANTES DEDICADOS A I&T* PIPELINE LABORATORIOS 274 PROJETOS 17 TRIUNFO/RS 1 CAMAÇARI/BA 2 CAMPINAS/SP 1 ABC/SP

Leia mais

Sistema de Colheita de Alta Performance. Cassiano Schneider Cláudio Ortolan Rafael Malinovski Raphael Fonseca

Sistema de Colheita de Alta Performance. Cassiano Schneider Cláudio Ortolan Rafael Malinovski Raphael Fonseca Sistema de Colheita de Alta Performance Cassiano Schneider Cláudio Ortolan Rafael Malinovski Raphael Fonseca Contexto Produtivo Sistema Equipamentos Operação Ganhos Contexto Produtivo Sistema Equipamentos

Leia mais

Tal discussão faz parte das transformações nos paradigmas teóricos mais gerais, que atingem todas as áreas do conhecimento, no mundo contemporâneo,

Tal discussão faz parte das transformações nos paradigmas teóricos mais gerais, que atingem todas as áreas do conhecimento, no mundo contemporâneo, CULTURAS INFANTIS E SABERES: CAMINHOS RECOMPOSTOS SANTOS, Solange Estanislau dos FCT/UNESP GT: Educação de Crianças de 0 a 6 anos/ n.07 Agência Financiadora: CAPES Este artigo pretende divulgar os resultados

Leia mais

ANÁLISE DE VIABILIDADE ECONÔMICA PREMISSAS TÉCNICAS

ANÁLISE DE VIABILIDADE ECONÔMICA PREMISSAS TÉCNICAS PREMISSAS TÉCNICAS PREMISSAS TÉCNICAS Tabela 01 -Cotações da Terra Tipo de Terra 2003 2007 2008 Pastagem formada de baixo suporte em solo arenoso (Rondonópolis/Itiquira) R$ 1.325,00 R$ 1.974,00 R$ 2.500,00

Leia mais

Green Fleet Sistema de Gestão de Frota Auteq

Green Fleet Sistema de Gestão de Frota Auteq Unpublished work (2014) Deere & Company. All rights reserved worldwide. THIS MATERIAL IS THE PROPERTY OF DEERE & COMPANY. NO PORTION MAY BE USED, ALTERED, DISCLOSED AND/OR REPRODUCED WITHOUT EXPRESS WRITTEN

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATISTICA CABO VERDE. INQUÉRITO DE CONJUNTURA NO CONSUMIDOR Folha de Informação Rápida. 1º Trimestre 2015

INSTITUTO NACIONAL DE ESTATISTICA CABO VERDE. INQUÉRITO DE CONJUNTURA NO CONSUMIDOR Folha de Informação Rápida. 1º Trimestre 2015 INSTITUTO NACIONAL DE ESTATISTICA CABO VERDE INQUÉRITO DE CONJUNTURA NO CONSUMIDOR Folha de Informação Rápida 1º Trimestre 2015 Abril 2015 Ficha Técnica Presidente Antonio Duarte Editor Instituto Nacional

Leia mais

Programação. Folha Prática 4. Lab. 4. Departamento de Informática Universidade da Beira Interior Portugal. Copyright 2010 All rights reserved.

Programação. Folha Prática 4. Lab. 4. Departamento de Informática Universidade da Beira Interior Portugal. Copyright 2010 All rights reserved. Programação Folha Prática 4 Lab. 4 Departamento de Informática Universidade da Beira Interior Portugal Copyright 2010 All rights reserved. LAB. 4 4ª semana DESENHO E CONSTRUÇÃO DE ALGORITMOS 1. Revisão

Leia mais

Por que escolhemos investir no mercado de madeira tropical?

Por que escolhemos investir no mercado de madeira tropical? Por que escolhemos investir no mercado de madeira tropical? O Brasil possui uma superfície de 470 milhões de ha de florestas nativas. Fonte: FAO 2005 Apenas 45% da cobertura florestal nativa é considerada

Leia mais

Spirit Sampler Guia Rápido de Operação Manual Doc Number SpiritSampler-02-201406 - Tradução

Spirit Sampler Guia Rápido de Operação Manual Doc Number SpiritSampler-02-201406 - Tradução Spirit Sampler Guia Rápido de Operação Manual Doc Number SpiritSampler-02-201406 - Tradução Offices: Ocean Optics, Inc. World Headquarters 830 Douglas Ave., Dunedin, FL, USA 34698 Phone 727.733.2447 Fax

Leia mais

2. Patrocinadores do "The Kitchen Challenge": Há duas empresas brasileiras que patrocinam este desafio: Soliforte e EcoDesign.

2. Patrocinadores do The Kitchen Challenge: Há duas empresas brasileiras que patrocinam este desafio: Soliforte e EcoDesign. THE KITCHEN CHALLENGE No Brasil, as casas de baixa renda tem normalmente uma média de 42m² e em torno de 6m² sendo destinados para a cozinha. Se o espaço da cozinha já é bastante pequeno para os membros

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ SECRETARIA MUNICIPAL DOS TRANSPORTES COORDENADORIA DE ESTATÍSTICA E EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ SECRETARIA MUNICIPAL DOS TRANSPORTES COORDENADORIA DE ESTATÍSTICA E EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ SECRETARIA MUNICIPAL DOS TRANSPORTES COORDENADORIA DE ESTATÍSTICA E EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO COMPARATIVO DOS ACIDENTES COM ÓBITOS EM ALGUMAS CIDADES PARANAENSES COM TRÂNSITO

Leia mais

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA XX SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Versão 1.0 GLT.YY 22 a 25 Novembro de 2009 Recife - PE GRUPO III GRUPO DE ESTUDO DE LINHAS DE TRASMISSÃO - GLT RELATÓRIO AMBIENTAL

Leia mais

Simulação de Fluxo em Ambientes Industriais e Não Industriais

Simulação de Fluxo em Ambientes Industriais e Não Industriais Simulação de Fluxo em Ambientes Industriais e Não Industriais 5 de Novembro de 2012 2012. Siemens Product Lifecycle Management Protection Software notice Inc. / Copyright All rights reserved. notice Agenda

Leia mais

DESTAQUES DE DEZEMBRO/2014

DESTAQUES DE DEZEMBRO/2014 DESTAQUES DE DEZEMBRO/2014 IVV DEZEMBRO DE 2014: 9,8% COMENTÁRIO No mês dezembro de 2014 o Índice de Velocidade de Vendas IVV fechou em 9,8%, apresentando assim queda de 0,5 p.p. na comparação com o mês

Leia mais

cio-econômicos e ambientais dos SISTEMAS AGROSSILVIPASTORIS: Helton Damin da Silva Chefe Geral da Embrapa Florestas Chgeral@cnpf.embrapa.

cio-econômicos e ambientais dos SISTEMAS AGROSSILVIPASTORIS: Helton Damin da Silva Chefe Geral da Embrapa Florestas Chgeral@cnpf.embrapa. Benefícios sócios cio-econômicos e ambientais dos SISTEMAS AGRSSILVIPASTRIS: Helton Damin da Silva Chefe Geral da Embrapa Florestas Chgeral@cnpf.embrapa.br PREMISSAS DE MANEJ DE FLRESTAS, APPS E RL Reflorestamentos

Leia mais

Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES PARA: CREA-PR

Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES PARA: CREA-PR Relatório de Clipping BÁSICA COMUNICAÇÕES PARA: CREA-PR Curitiba, julho de 2014 Veículo: Portal Paraná Club editorial Negócios Página: http://paranaclub.com.br/site/2533/noticias-crea-pr-alerta-para-a-importancia-doprofissional-habilitado-na-dedetizacao-e-desratizacao-de-ambientes.html

Leia mais

Programa de Educação Continuada em Ressonância Magnética

Programa de Educação Continuada em Ressonância Magnética Healthcare Customer Services Information de Educação Continuada em Ressonância Magnética Este programa tem como objetivo levar ao cliente um maior e melhor nível de conhecimento teórico-prático através

Leia mais

IMPORTÂNCIA DO CARVÃO VEGETAL PARA A ECONOMIA BRASILEIRA. Alessandro Albino Fontes

IMPORTÂNCIA DO CARVÃO VEGETAL PARA A ECONOMIA BRASILEIRA. Alessandro Albino Fontes Universidade Federal de Viçosa Departamento de Engenharia Florestal IMPORTÂNCIA DO CARVÃO VEGETAL PARA A ECONOMIA BRASILEIRA Alessandro Albino Fontes 1. INTRODUÇÃO Definição O carvão vegetal é um subproduto

Leia mais

CHECK LIST NR 32. Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimento de Saúde

CHECK LIST NR 32. Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimento de Saúde CHECK LIST NR 32 Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimento de Saúde SEGURANÇA DO TRABALHO 1/1 Revisão Local da Inspeção: HOSPITAL AEROPORTO Técnico de Segurança no Trabalho: 32.5.3.2 Para os recipientes

Leia mais

Mudanças climáticas e projetos de créditos de carbono -REFLORESTAMENTO-

Mudanças climáticas e projetos de créditos de carbono -REFLORESTAMENTO- Mudanças climáticas e projetos de créditos de carbono -REFLORESTAMENTO- Magno Castelo Branco magno@iniciativaverde.org.br As florestas no âmbito do MDL -Definição das Modalidades e Procedimentos relacionados

Leia mais

DESTAQUES DE FEVEREIRO/2015

DESTAQUES DE FEVEREIRO/2015 DESTAQUES DE FEVEREIRO/2015 IVV FEVEREIRO DE 2015: 3,4% COMENTÁRIO: o IVV de fevereiro de 2015 fechou em 3,4% refletindo queda de 2,6 pontos percentuais na comparação com o mês anterior. VARIAÇÃO - em

Leia mais

MANUAL DO EXPOSITOR DA EXPOSIMEXMIN

MANUAL DO EXPOSITOR DA EXPOSIMEXMIN MANUAL DO EXPOSITOR DA EXPOSIMEXMIN 1) OBJETIVO 1.1) O presente Manual do Expositor, define o regulamento para a área dos estandes, durante o SIMEXMIN 2016. 1.2) Este Manual fornece ao EXPOSITOR e a outros

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL GEOGRAFIA (1ª SÉRIE A)

LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL GEOGRAFIA (1ª SÉRIE A) 1. (Unesp 2013) Analise os climogramas dos principais tipos climáticos do Brasil e as fotos que retratam as formações vegetais correspondentes. Identifique o climograma e a respectiva foto que representa

Leia mais

Maria Oliveira's Inglês Básico. Série II

Maria Oliveira's Inglês Básico. Série II Maria liveira's nglês Básico Série SM XCSS By M V, M.. Copyright 2014 by Maria eonor liveira SB: 1-888165-36-7 ll rights reserved. o part of this work may be reproduced or utilized in any form or by any

Leia mais

Para os. edition: AutoCAD. Mechanical. Showcase. Autodesk. Autodesk. SketchBook. Designer. Mudbox Vault. Autodesk. Autodesk. Ultimate.

Para os. edition: AutoCAD. Mechanical. Showcase. Autodesk. Autodesk. SketchBook. Designer. Mudbox Vault. Autodesk. Autodesk. Ultimate. Autodesk Product Design Suite Standard 20122 Requisitoss de sistema Persona e fluxo de trabalho típicos Para os projetistas e engenheiros responsáveis pela criação de produtos memoráveis, o Autodesk Product

Leia mais

VASCO DIAS LUIS HENRIQUE GUIMARÃES

VASCO DIAS LUIS HENRIQUE GUIMARÃES COSAN DAY 2016 VASCO DIAS LUIS HENRIQUE GUIMARÃES DISCLAIMER Esta apresentação contem estimativas prospectivas futuro. sobre nossa estratégia e oportunidades para o crescimento Essa informação é baseada

Leia mais

QUANTIFICAÇÃO DE BIOMASSA FLORESTAL DE PINUS ELLIOTTII COM SEIS ANOS DE IDADE, EM AUGUSTO PESTANA/RS 1

QUANTIFICAÇÃO DE BIOMASSA FLORESTAL DE PINUS ELLIOTTII COM SEIS ANOS DE IDADE, EM AUGUSTO PESTANA/RS 1 QUANTIFICAÇÃO DE BIOMASSA FLORESTAL DE PINUS ELLIOTTII COM SEIS ANOS DE IDADE, EM AUGUSTO PESTANA/RS 1 Jéssica Smaniotto 2, Osorio Antônio Lucchese 3, Cleusa Adriane Menegassi Bianchi 4, Rafael Pettenon

Leia mais

Taxa de desemprego estimada em 11,9%

Taxa de desemprego estimada em 11,9% 5 de agosto de 215 Estatísticas do Emprego 2º trimestre de 215 Taxa de desemprego estimada em 11,9% A taxa de desemprego no 2º trimestre de 215 foi de 11,9%. Este valor é inferior em 1,8 pontos percentuais

Leia mais

Modelos Hipsométricos Para Genipa americana L. Em Plantio Homogêneo No Estado Da Bahia

Modelos Hipsométricos Para Genipa americana L. Em Plantio Homogêneo No Estado Da Bahia Modelos Hipsométricos Para Genipa americana L. Em Plantio Homogêneo No Estado Da Bahia Celsiane Manfredi (1) ; Thaiana Ferreira Alves (2) ; Patrícia Anjos Bittencourt Barreto (3) (1) Engenheira Florestal,

Leia mais

VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing Out/12

VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing Out/12 VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing Out/12 OPORTUNIDADE DE NEGÓCIOS OPINIÃO INFORMAÇÃO Segunda à 00h15 SABE O QUE MAIS? Roberto Justus leva aos seus telespectadores, de forma dinâmica e irreverente

Leia mais

DEPARTMENT NAME. Aluízio Felix Eng. de Minas Mine Services felix@mmsi.com

DEPARTMENT NAME. Aluízio Felix Eng. de Minas Mine Services felix@mmsi.com Aluízio Felix Eng. de Minas Mine Services felix@mmsi.com 2011 2011 Modular Modular 2011 Modular Mining Mining Mining Systems, Systems, Systems, IncInc. Inc Legal Notice The contents of these materials

Leia mais

Copasa (CSMG3) ::: Volume de Fevereiro: Forte Crescimento Impulsionado pelo Número de Dias Faturados

Copasa (CSMG3) ::: Volume de Fevereiro: Forte Crescimento Impulsionado pelo Número de Dias Faturados São Paulo, 12 de março de 2013 Copasa (CSMG3) ::: Volume de Fevereiro: Forte Crescimento Impulsionado pelo Número de Dias Faturados Notícias OGX (OGXP3) ::: Atualização Muito Decepcionante Sobre a Produtividade

Leia mais