Preparação: Verifique se a máquina virtual já está copiada em sua máquina Execute o VMWare Acesse o Linux com o usuário asa e senha aslinux12

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Preparação: Verifique se a máquina virtual já está copiada em sua máquina Execute o VMWare Acesse o Linux com o usuário asa e senha aslinux12"

Transcrição

1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNC. E TEC. DA PARAÍBA CURSO DE GRADUAÇÃO DE TECNOLOGIA EM TELEMÁTICA DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS PROFESSOR: ANDERSON COSTA ASSUNTO: MÓDULOS, DISPOSITIVOS DE REDES, AGENDAMENTO DE TAREFAS E NFS Objetivo da Prática: Entender como trabalhar com módulos no Linux Exercitar os comandos para de dispositivos de rede Exercitar o agendamento de processos usando Cron Exercitar a montagem de sistemas de arquivos via NFS Preparação: Verifique se a máquina virtual já está copiada em sua máquina Execute o VMWare Acesse o Linux com o usuário asa e senha aslinux12 PRÁTICA Nº 8 I Suporte a Hardware no Linux (Módulos no Linux) A primeira coisa que é preciso pensar quando se fala em dispositivos no Linux, é listá-los. O comando lspci irá imprimir na tela as informações sobre meus dispositivos. Execute os comandos a seguir. #lspci #lspci -v more O -v é o modo verboso que serva para mostrar as informações em detalhes. Aqui é exibido a relação dos dispositivos que podem ser configurados no linux, tais como placa de rede, placa de som, vídeo etc. Para você saber mais informações sobre todo o seu hardware, você pode instalar um pacote chamado lshw. Execute os comandos a seguir. #su - #apt-get install lshw #lshw #lshw >> hw.txt #nano hw.txt Quando é instalado uma distribuição como, por exemplo, Debian, RedHat, Suse, Slackware, dentre outras, esta sendo utilizando um kernel que foi compilado pelos desenvolvedores da distribuição. Como esse kernel deve ser capaz de rodar em praticamente qualquer PC e dar suporte a qualquer tipo de recurso que o usuário pretenda utilizar, o desenvolvedor compila um kernel que fornece todas as funcionalidades básicas e, em separado, compila pedaços de código que dão suporte a funcionalidades mais específicas.

2 Esses pedaços de código são os chamados módulos. Dessa forma, quando o sistema é carregado, um kernel básico se coloca na memória e passa a controlar a máquina. Neste ponto são verificadas outras funcionalidades que se espera que o kernel dê suporte, como, por exemplo, utilizar uma partição XFS; neste momento, se o kernel não possuir suporte nativo a esse file system ele irá verificar se o módulo que dá suporte a ele foi compilado. Se esse módulo for encontrado, ele será carregado expandindo as funcionalidades do kernel. Para descobrir qual a versão do kernel está rode o seguinte comando: #uname -r Um módulo é built-in quando o mesmo já está incorporado no kernel do sistema, ou seja, assim que o kernel for iniciado, o dispositivo também será, caso a máquina o tenha. Agora os módulos que não são built-in, ou seja, que não são carregados quando o sistema inicia, significa que o kernel pode suportar, mas o mesmo precisa ser levantado manualmente. Então, módulo é como lego, pode estar ali, mas para funcionar, você precisa montar, ou melhor, carregar. E é justamente aí que entra a sua função. Já os built-in são transparentes para os usuários, não é necessário se preocupar com eles, pois já estão no kernel. Por exemplo: no Debian, em geral as placas de rede são built-in, então depois que o sistema liga, já é possível digitar: #ifconfig a Com esse comando é possível ver que a interface de rede já está funcionando, com isso é necessário apenas atribuir um endereço IP. Lembrando que só é possível aplicar um IP na placa de rede se a mesma já estiver com seu módulo levantado (ou fazendo uma analogia com o Windows, o driver configurado). Então se o módulo é built-in não é necessário ter trabalho nenhum. Agora se não for builtin, terá que levantar o módulo com os comandos a seguir. O comando lspci irá listar todos os dispositivos, mesmo que este já tenha o módulo builtin no kernel. Os demais comandos que vai ser mostrado, mas a frente não se aplica para módulos built-in (afinal de contas eles já foram carregados). Os comandos mostrados agora são para manipulação de módulos. Depois que foram listados nossos dispositivos com o comando lspci. Para listar todos os módulos ativos no meu sistema: #lsmod ou #cat /proc/modules

3 Esse comando tem a função de listar todos os módulos que estão ativos no sistema, mesmo que o módulo não esteja sendo usado no momento. O próximo comando essencial nessa parte de módulos é o modprobe, que tem a seguinte sintaxe: #modprobe nome_módulo Este comando é responsável por ativar/levantar um módulo. É através dele que se habilita um determinado dispositivo. Para ver quais os módulos estão compilados (disponíveis para uso), rode o seguinte comando: #modprobe -l Os módulos ficam no seguinte diretório: (rode os comandos) #cd /lib/modules/$(uname -r) #ls Você pode descobrir quais módulos têm disponíveis da seguinte forma: #find /lib/modules/$(uname -r) -name '*.ko' Para determinar o número de módulos carregados: #lsmod grep -v ^"Module" wc l Para determinar o número de módulos disponíveis: #modprobe -l wc l No caso tenho 2666 módulos disponíveis e 66 módulos carregados na memória (isso pode variar de sistema para sistema). Para levantar um módulo sem resolver sua dependência, lembre-se que nem todos os módulos têm dependências, pode ser usado o comando insmod com a seguinte sintaxe: #insmod módulo E para remover um módulo sem Dependência: #rmmod módulo OBS: Lembre-se de que um módulo só pode ser desativado se o mesmo não estiver em uso! Para realizar os próximos passos certifique-se que sua unidade de CD/DVD está corretamente ativa na sua máquina virtual (no virtual Box menu Dispositivos ). Os próximos passos foram testados em uma máquina real e em uma máquina virtual com software Virtual Box e Debian 6. Exemplo: Determine quais módulos são utilizados pelo dispositivo de cdrom: #lsmod grep cdrom cdrom sr_mod Essa mensagem significa que o módulo cdrom é usado pelo módulo sr_mod é o tamanho do módulo. 1 é quantidade de módulos que usam o módulo listado. Tente remover o módulo cdrom utilizando o rmmod: #rmmod cdrom ERROR: Module cdrom is in use by sr_mod

4 Não funcionou porque o módulo cdrom está sendo usado pelo sr_mod, e lembre-se que só é possível tirar um módulo da memória se ele não estiver em uso. Remova o módulo sr_mod com rmmod já que ele está utilizando o módulo cdrom: #rmmod sr_mod O comando não vai retornar nenhuma mensagem, significa que ele tirou o módulo da memória. Verifique que o módulo ide_cd foi removido, mas, o cdrom ainda está carregado: #lsmod grep sr_mod Não retornou nada, significa que não está mais na memória. #lsmod grep cdrom cdrom Retornou a linha do módulo cdrom, ele ainda continua na memória. Já que o módulo cdrom não está mais sendo utilizado podemos removê-lo: # rmmod cdrom # lsmod grep cdrom Abra a bandeja do cdrom e verifique que o suporte ao CDROM foi carregado novamente: # eject # lsmod grep cdrom Não foi! Então, levante os módulos do cdrom novamente, só que com o comando insmod (para o comando insmod deve ser informado o caminho completo de onde está o módulo): #modprobe -l cdrom /lib/modules/ /kernel/drivers/cdrom/cdrom.ko #insmod /lib/modules/ /kernel/drivers/cdrom/cdrom.ko E depois: #modprobe -l sr_mod /lib/modules/ /kernel/drivers/scsi/sr_mod.ko #insmod /lib/modules/ /kernel/drivers/scsi/sr_mod.ko Verificando se os módulos levantaram: #lsmod grep cdrom cdrom sr_mod Verifique se consegue usar o cdrom: #eject Para visualizar informações sobre um módulo utiliza-se o comando modinfo. Vá para o diretório que contém drivers de placa de rede. Escolha um driver e rode o comando modinfo. #cd /lib/modules/($uname -r)/kernel/drivers/net #modinfo nome_do_modulo (sem.ko) Para ver se sua placa de rede estará operando em modo fullduplex faça: #miitool eth0: negotiated 100baseTxFD flowcontrol, link ok Se isso 100baseTxFD aparecer, sua placa de rede está operando no modo full duplex. FD é uma abreviação para FullDuplex. HD é uma abreviação para HalfDuplex. Outros comandos importantes: Listagem de dispositivos USB: #lsusb

5 Mostra na tela o registro de log do kernel: #dmesg Comando útil para detectar falhas de hardware Cada novo dispositivo detectado também é mostrado aqui II Agendamento de tarefas: a) Crie um agendamento com a seguinte tarefa date >> /home/asa/data a.1) Programe-o para ser executado a cada 3 minutos i. Dica: Verifique a apostila de agendamento de tarefas a.2) Coloque este comando para ser executado no Cron do usuário asa b) De tempos em tempos, verifique o conteúdo deste arquivo para verificar o funcionamento do Cron c) Após ter verificado este funcionamento, apague a programação do Cron do usuário d) Crie um agendamento global (como usuário root) para de modo que a máquina seja desligada depois de dois minutos III NFS: a) ATENÇÃO: Você precisará de duas máquinas para este exercício. Escolha uma das máquinas para ser o cliente, e a outra para o servidor. b) Guarde os IPs de cada uma das máquinas c) Instale os pacotes nfs-common e nfs-kernel-server no servidor d) Configure o servidor para exportar a pasta /home/asa/pratica08 como leitura e escrita e) Na máquina cliente instale os pacotes portmap e nfs-common f) Na máquina cliente, monte o diretório exportado (compartilhado) e verifique se o diretório foi compartilhado corretamente, tentando criar arquivos neste diretório IV Dispositivos de rede: a) Acesse outro terminal virtual com o usuário asa b) Verifique o IP atual de sua máquina e anote-o b.1) Use apenas o comando ifconfig sem parâmetros b.2) Dica: este comando também exibe outras informações sobre o dispositivo, inclusive a ocorrência de erros. Caso este contador de erros seja diferente zero, substitua a placa de rede. c) Verifique o gateway default de sua máquina e anote-o c.1) Use apenas o comando route sem parâmetros c.2) Caso apareça apenas o nome do gateway default execute o comando route -n para mostrar as rotas sem resolução de nomes d) Verifique o conteúdo do arquivo /etc/network/interfaces e) Verifique o conteúdo do arquivo /etc/resolv.conf f) Desative sua interface de rede f.1) ifdown eth0 g) Mude a configuração de sua placa de rede para uma configuração estática, utilizando endereços da rede g.1) Edite o arquivo /etc/network/interfaces

6 g.2) Dica: copie as linhas de configuração atuais, e comente a anterior (verifique os slides da aula) h) Reative sua interface de rede h.1) ifup eth0 ou /etc/init.d/networking restart i) Verifique o IP configurado i.1) Comando ifconfig j) Teste um endereço de rede conhecido para verificar se suas configurações estão funcionando corretamente j.1) Usando o comando ping k) Modifique seu endereço de rede utilizando protocolo DHCP k.1) Utilize dhclient l) Teste novamente pingar para um endereço de rede conhecido m) Para você descobrir o endereço MAC da sua interface, faça: m.1) arp -n n) Instale o pacote iptraf n.1) Rode o iptraf e escolha a opção de estatísticas detalhadas i. Escolha a interface eth0 n.2) Acesse com o usuário asa em outro terminal virtual i. Utilize o comando ping para que haja algum tráfego na interface ii. Verifique o desempenho da interface de rede n.3) Verifique os outros menus do iptraf

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados.

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados. Redes Ponto a Ponto É fácil configurar uma rede ponto-a-ponto em qualquer versão do Windows. Antes entretanto é preciso tomar algumas providências em relação ao hardware: Todos os computadores devem estar

Leia mais

LABORATÓRIO UNIDADES 1 REVISÃO LINUX E COMANDOS BÁSICOS ABRINDO A MÁQUINA VIRTUAL UBUNTU SERVER 14.04.1 PELO VIRTUALBOX

LABORATÓRIO UNIDADES 1 REVISÃO LINUX E COMANDOS BÁSICOS ABRINDO A MÁQUINA VIRTUAL UBUNTU SERVER 14.04.1 PELO VIRTUALBOX LABORATÓRIO UNIDADES 1 REVISÃO LINUX E COMANDOS BÁSICOS ABRINDO A MÁQUINA VIRTUAL UBUNTU SERVER 14.04.1 PELO VIRTUALBOX Procure no MENU INICIAR PROGRAMAS o ícone do VirtualBox e execute-o. Em seguida clique

Leia mais

Linux System Administration 455

Linux System Administration 455 Linux System Administration 455 Nome do curso que é modificado no Slide Mestre Slide 1 2 Nome do curso que é modificado no Slide Mestre Slide 1 3 1) A primeira coisa que devemos saber para configurar a

Leia mais

Configurando NFS + NIS Ubuntu Linux

Configurando NFS + NIS Ubuntu Linux Configurando NFS + NIS Ubuntu Linux Introdução Este tutorial tem por objetivo ensinar a configurar o NFS + NIS no Ubuntu de forma rápida e simples, mas sem deixar de transmitir os conceitos necessários

Leia mais

Troubleshooting em rede básica

Troubleshooting em rede básica Troubleshooting em rede básica - 2 Sumário Capítulo 1 Troubleshooting em rede básica... 3 1.1. Objetivos... 3 1.2. Mãos a obra...4 Capítulo 2 Gerenciando... 14 2.1. Objetivos... 14 2.1. Troubleshooting...

Leia mais

Manual comandos Básicos para instalar e desinstalar Firebird em Sistema operacional Linux

Manual comandos Básicos para instalar e desinstalar Firebird em Sistema operacional Linux Manual comandos Básicos para instalar e desinstalar Firebird em Sistema operacional Linux Primeiramente certifique se que o Administrador de rede tem o Samba configurado no Linux,e se já não existe um

Leia mais

Comandos importantes Virtual Box Linux Compartilhamento

Comandos importantes Virtual Box Linux Compartilhamento Comandos importantes Virtual Box Linux Compartilhamento 1º passo - Acessar Virtual Box plataforma criada dispositivos pasta compartilhadas clicar no botão + no canto direito escolher destino ( Desktop)

Leia mais

Confguração básica da rede

Confguração básica da rede Confguração básica da rede www.4linux.com.br - Sumário Capítulo 1 Confguração básica da rede...3 1.1. Objetivos... 3 1.2. Mãos a obra...4 Capítulo 2 Gerenciando... 13 2.1. Objetivos... 13 2.2. Troubleshooting...

Leia mais

TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÕES DO LINUX EDUCACIONAL 5.0

TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÕES DO LINUX EDUCACIONAL 5.0 1 TUTORIAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÕES DO LINUX EDUCACIONAL 5.0 PAULO RODRIGO SCARTEZINI 2 Índice 1) Instalando linux educacional 5.0...3 Passo 1 Navegue até o site do linux educacional 5.0 e baixe a

Leia mais

Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços

Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços - italo@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia,

Leia mais

Capítulo 18 - Wireless e NTP

Capítulo 18 - Wireless e NTP - Wireless e NTP - 264 Capítulo 18 - Wireless e NTP 18.1. Objetivos Teoria de Rede Wireless; Compilação da placa de rede Wireless; Utilização da Placa Wireless; Métodos básicos de Rede Wireless; Utilização

Leia mais

Configuração de Rede

Configuração de Rede Configuração de Rede Introdução Quando uma interface de rede comum, que utiliza o padrão de rede Ethernet, é reconhecida no sistema (seja na inicialização ou acionando o módulo desta interface), o sistema

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede. Configuração de Rede

Sistemas Operacionais de Rede. Configuração de Rede Sistemas Operacionais de Rede Configuração de Rede Conteúdo Programático! Interfaces de rede! Ethernet! Loopback! Outras! Configuração dos parâmetros de rede! Dinâmico (DHCP)! Manual! Configuração de DNS

Leia mais

LABORATÓRIO I. UMA REDE DE DIFUSÃO SIMPLES USANDO HUB COMO DOMÍNIO DE COLISÃO Documento versão 0.2. Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135

LABORATÓRIO I. UMA REDE DE DIFUSÃO SIMPLES USANDO HUB COMO DOMÍNIO DE COLISÃO Documento versão 0.2. Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135 LABORATÓRIO I UMA REDE DE DIFUSÃO SIMPLES USANDO HUB COMO DOMÍNIO DE COLISÃO Documento versão 0.2 Aluno: Paulo Henrique Moreira Gurgel #5634135 Orientado pela Professora Kalinka Regina Lucas Jaquie Castelo

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 2 - DHCP

Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 2 - DHCP Projeto e Instalação de Servidores Servidores Linux Aula 2 - DHCP Prof.: Roberto Franciscatto O que é? Dynamic Host Configuration Protocol Qual sua função? Distribuir endereços IP aos micros da rede de

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Capitulo 1

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Capitulo 1 Capitulo 1 Montagem de duas pequenas redes com a mesma estrutura. Uma é comandada por um servidor Windows e outra por um servidor linux, os computadores clientes têm o Windows xp Professional instalados.

Leia mais

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO Revisão: Seg, 21 de Março de 2011 www.sneplivre.com.br Índice 1. Instalação...4 1.1. Pré Requisitos...4 1.2. Na Prática...4 1.2.1. Download...4

Leia mais

Software das Ferramentas Cliente e dos Drivers do Servidor de Impressão Xerox FreeFlow Accxes Guia de Instalação

Software das Ferramentas Cliente e dos Drivers do Servidor de Impressão Xerox FreeFlow Accxes Guia de Instalação Servidor de Impressão FreeFlow Accxes V15.0 Agosto de 2010 701P50921 Software das Ferramentas Cliente e dos Drivers do Servidor de Impressão Xerox FreeFlow 2010 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Uma Rede de Computadores consistem em dois ou mais dispositivos, tais como computadores, impressoras e equipamentos relacionados, os

Leia mais

Experiência 05: CONFIGURAÇÃO BÁSICA DE UMA REDE. Objetivo Geral Criar uma rede ponto-a-ponto com crossover e utiizando switch.

Experiência 05: CONFIGURAÇÃO BÁSICA DE UMA REDE. Objetivo Geral Criar uma rede ponto-a-ponto com crossover e utiizando switch. ( ) Prova ( ) Prova Semestral ( ) Exercícios ( ) Prova Modular ( ) Segunda Chamada ( ) Exame Final ( ) Prática de Laboratório ( ) Aproveitamento Extraordinário de Estudos Nota: Disciplina: Turma: Aluno

Leia mais

Trabalho de laboratório sobre ARP

Trabalho de laboratório sobre ARP Trabalho de laboratório sobre ARP Redes de Computadores I - 2005/2006 LEIC - Tagus Park Semana de 5 a 9 de Dezembro 1 Introdução O objectivo desta aula é a familiarização com conceitos básicos do protocolo

Leia mais

Solucionando outros problemas de impressão

Solucionando outros problemas de impressão outros de impressão Use a tabela a seguir para achar soluções para outros de impressão. 1 O painel do operador está em branco ou só exibe diamantes. Os trabalhos não são impressos. O autoteste da impressora

Leia mais

Fiery EXP8000/50 Color Server. Impressão no Mac OS

Fiery EXP8000/50 Color Server. Impressão no Mac OS Fiery EXP8000/50 Color Server Impressão no Mac OS 2007 Electronics for Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto. 45059257 14 de

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

Instalação e configuração Linux CentOS 6.x

Instalação e configuração Linux CentOS 6.x Instalação e configuração Linux CentOS 6.x Objetivo: Instalar e configurar o sistema operacional Linux CentOS e efetuar suas configurações iniciais. 1- Abra o Virtuabox e clique em novo, e configure conforme

Leia mais

Configuração de redes no Gnu/Linux

Configuração de redes no Gnu/Linux Configuração de redes no Gnu/Linux Comando ifconfig: É utilizado basicamente para configurar o ip, a mascara de rede e outras opções de placas de rede. Rodado sem opções ele retorna todas as placas de

Leia mais

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO

UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO UM PBX GENUINAMENTE BRASILEIRO MANUAL DE INSTALAÇÃO COM IMAGEM ISO Criado por: Flavio Henrique Somensi flavio@opens.com.br Revisão: qui, 25 de abril de 2013 www.sneplivre.com.br Índice 1. Instalação...4

Leia mais

M a n u a l d e I n s t a l a ç ã o d o

M a n u a l d e I n s t a l a ç ã o d o M a n u a l d e I n s t a l a ç ã o d o Q C a l l * C e n t e r WWW.QUALITOR.COM.BR / WWW.CONSTAT.COM.BR PÁGINA 1 Todos os direitos reservados a Constat. Uso autorizado mediante licenciamento Qualitor

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES (LINUX) Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES (LINUX) Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES (LINUX) Agendador de Tarefas Ocron é um ótimo agendador de tarefas, com ele você pode agendar para um determinado momento um programa qualquer a ser executado. Sua aplicação

Leia mais

Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian.

Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian. Tutorial configurando o dhcp no ubuntu ou debian. Pré requisitos para pratica desse tutorial. Saber utilizar maquina virtual no virtual Box ou vmware. Saber instalar ubuntu ou debian na maquina virtual.

Leia mais

Instalação Remota Distribuição Linux

Instalação Remota Distribuição Linux Instalação Remota Distribuição Linux A distribuição linux utilizada para a instalação é a Debian. Download pode ser realizado acessando o site: http://www.debian.org Distribuição Linux Instalação Remota

Leia mais

Sumário. 1. Instalando a Chave de Proteção 3. 2. Novas características da versão 1.3.8 3. 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4

Sumário. 1. Instalando a Chave de Proteção 3. 2. Novas características da versão 1.3.8 3. 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4 1 Sumário 1. Instalando a Chave de Proteção 3 2. Novas características da versão 1.3.8 3 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4 4. Executando o PhotoFacil Álbum 9 3.1. Verificação da Chave 9 3.1.1. Erro 0001-7

Leia mais

Alterna para o primeiro terminal. No Linux você pode ter vários (o padrão é 6) terminais abertos ao mesmo tempo.

Alterna para o primeiro terminal. No Linux você pode ter vários (o padrão é 6) terminais abertos ao mesmo tempo. Alterna para o primeiro terminal. No Linux você pode ter vários (o padrão é 6) terminais abertos ao mesmo tempo. (n=1 a 6) Alterna para o terminal (1 a 6).

Leia mais

Software RedeMB5 Manual do Usuário (Ver. 2)

Software RedeMB5 Manual do Usuário (Ver. 2) Manual do Usuário (Ver. 2) 1. Introdução O software RedeMB5 é uma ferramenta que permite monitorar em tempo real 247 medidores de energia ou multitransdutores digitais KRON em uma rede padrão RS-485 com

Leia mais

É altamente recomendável testar as conexões usando o programa PING (será visto posteriormente).

É altamente recomendável testar as conexões usando o programa PING (será visto posteriormente). Redes Ponto a Ponto Lista de checagem É fácil configurar uma rede ponto-a-ponto em qualquer versão do Windows. Antes entretanto é preciso tomar algumas providências em relação ao hardware: Todos os computadores

Leia mais

Administração de Sistemas GNU/Linux

Administração de Sistemas GNU/Linux Administração de Sistemas GNU/Linux Sistema de Inicialização do Linux e os Runlevels GRACO - Gestores da Rede Acadêmica de Computação Instrutor: Ibirisol Fontes Ferreira Monitor:

Leia mais

Instruções para Transferência de Dados OPL9728

Instruções para Transferência de Dados OPL9728 Instruções para Transferência de Dados OPL9728 1.0 Preparação para Configuração do PC Para carregar o aplicativo nos coletores da linha OPL972X, baixe e instale o aplicativo APPLOAD e siga as instruções

Leia mais

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP Guia de instalação do software HP LaserJet Enterprise M4555 MFP Series Guia de instalação do software Direitos autorais e licença 2011 Copyright Hewlett-Packard Development

Leia mais

Configurando um servidor DHCP

Configurando um servidor DHCP Configurando um servidor DHCP OBS.: Esse documento retrata uma configuração em uma rede do tipo rede local (192.168.xx.xx), onde existe um servidor contendo duas interfaces de rede, eth0 e eth1. Hoje em

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Online WebOpinião

Manual do Teclado de Satisfação Online WebOpinião Manual do Teclado de Satisfação Online WebOpinião Versão 1.2.3 27 de novembro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação

Leia mais

Capítulo 20 Servidor X

Capítulo 20 Servidor X Servidor X - 296 Capítulo 20 Servidor X 201 Objetivos Configurar a interface gráfica para os usuários comuns; Conhecer o arquivo de configuração; Instalar e configurar os Display Managers; Instalar e configurar

Leia mais

Instalando e Licenciando

Instalando e Licenciando Instalando e Licenciando Após a compra do Smaart v8, você receberá um e-mail contendo o código da licença. Guarde bem este e-mail e/ou imprima algumas cópias dele e deixe em local seguro para qualquer

Leia mais

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Sistemas Operacionais Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Conteúdo Programático CONTAS DE E GRUPOS DE O Microsoft Management Console - MMC Permissões de Segurança de um Console Contas de Usuários

Leia mais

Guia do usuário para sistemas Polycom CX7000

Guia do usuário para sistemas Polycom CX7000 Guia do usuário para sistemas Polycom CX7000 1.1 Agosto de 2012 3725-82842-114/A Informações sobre marcas comerciais Polycom, o logotipo de "Triângulos" da Polycom e os nomes e as marcas associados aos

Leia mais

Planejamento e Implantação de Servidores

Planejamento e Implantação de Servidores Planejamento e Implantação de Servidores Professor Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com Aula 01 - Servidores Abordagem geral Teoria e práticas Servidores Linux Comandos Linux 2 Bibliografias da apoio

Leia mais

INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX ENT. DESKTOP 10

INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX ENT. DESKTOP 10 Duração: 02:45 min INSTALAÇÃO DO SUSE LINUX ENT. DESKTOP 10 1. Inicializar o Virtual PC 2007 e criar uma máquina virtual. a. Salvar em C:\Laboratorio b. O nome da máquina virtual será: Linux_Suse_Seunome.vmc

Leia mais

Lync Acessando o Lync Web App

Lync Acessando o Lync Web App Lync Acessando o Lync Web App Saiba como ingressar em uma reunião, quais são os recursos disponíveis, as configurações e conheça o layout do Lync Web App. Sumário Lync Web App... 1 Ingressar em uma Reunião

Leia mais

Professor. Thiago Miranda Material: www.thiagomiranda.net. Email: mirandathiago@gmail.com

Professor. Thiago Miranda Material: www.thiagomiranda.net. Email: mirandathiago@gmail.com Microsoft Windows 1 Professor Thiago Miranda Material: www.thiagomiranda.net Email: mirandathiago@gmail.com Conceitos básicos de SO O que é um sistema operacional? É um programa ou conjunto de programas

Leia mais

Manual de Instalação SNEP 1.3.12 Asterisk 1.4.44

Manual de Instalação SNEP 1.3.12 Asterisk 1.4.44 Manual de Instalação SNEP 1.3.12 Asterisk 1.4.44 2015 Autoria: Flávio Henrique Somensi Colaboradores: Jean Carlos Coelho, Kauê Santos, Urik Barbosa da Silva, Eduardo Sotero por OpenS Tecnologia LTDA. Rua

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

Splash RPX-iii Xerox 700 Digital Color Press. Guia de impressão

Splash RPX-iii Xerox 700 Digital Color Press. Guia de impressão Splash RPX-iii Xerox 700 Digital Color Press Guia de impressão 2008 Electronics for Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto.

Leia mais

Yamaha UX16 - Interface MIDI-USB

Yamaha UX16 - Interface MIDI-USB Yamaha UX16 - Interface MIDI-USB A UX16 é uma interface MIDI que transfere dados em alta velocidade para o computador, através da conexão USB, e permite a execução simultânea de até 16 canais de MIDI.

Leia mais

LABORATÓRIO 0 Revisão GNU/Linux

LABORATÓRIO 0 Revisão GNU/Linux FACULDADE PITÁGORAS Tecnólogo em Redes de Computadores Redes Sem fio Prof. Ulisses Cotta Cavalca LABORATÓRIO 0 Revisão GNU/Linux OBJETIVOS Rever os principais comandos do sistema

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 8 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 2:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 8 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 2:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 8 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 2:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Instalando Impressoras da Rede... 3 1.3 Compartilhamento de Impressoras... 6 1.4 Mapeamento de Unidades de Rede...

Leia mais

Guia de Instalação de Software

Guia de Instalação de Software Guia de Instalação de Software Este manual explica como instalar o software por meio de uma conexão USB ou de rede. A conexão de rede não está disponível para os modelos SP 200/200S/203S/203SF/204SF. Fluxograma

Leia mais

Tutorial Wireless para Windows XP IA- UNESP v5

Tutorial Wireless para Windows XP IA- UNESP v5 Tutorial Wireless para Windows XP IA- UNESP v5 1. Fazer o download do Programa Wireless-unesp.exe no site: http://www.wifi.ia.unesp.br 2. Verificar se o seu PC está com o Service Pack 3 instalado. Para

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Montando Redes Ponto-a-Ponto... 3 1.2.1 Parte lógica... 3 1.2.2 Escolhendo o sistema operacional... 3 1.2.3 Instalação

Leia mais

Driver da KODAK D4000 Duplex Photo Printer para WINDOWS

Driver da KODAK D4000 Duplex Photo Printer para WINDOWS ReadMe_Driver.pdf 11/2011 Driver da KODAK D4000 Duplex Photo Printer para WINDOWS Descrição O driver da D4000 Printer é um driver da impressora MICROSOFT personalizado para uso com a D4000 Duplex Photo

Leia mais

Manual do Usuário. Windows 7/Vista/XP. iotablet Driver

Manual do Usuário. Windows 7/Vista/XP. iotablet Driver Manual do Usuário Windows 7/Vista/XP iotablet Driver I. Informações Gerais 2 1. Aspectos Gerais 2 2. Função da Mesa digitalizadora 2 3. Requisitos do Sistema 2 4. Instalação do Driver 3 5. Instalação do

Leia mais

Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga

Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga Roteiro de Práticas de Roteamento IGP usando Quagga RIP O objetivo desse roteiro é mostrar como o pacote Quagga pode ser utilizado para construir roteadores com suporte a protocolos de roteamento utilizando

Leia mais

Manual de Instalação SIM/SINASC

Manual de Instalação SIM/SINASC Manual de Instalação SIM/SINASC Agosto/2009 Versão 2.2 Índice CAPÍTULO 01 INTRODUÇÃO... 4 CAPÍTULO 02 - PERFIL DO HARDWARE... 5 CAPÍTULO 03 INSTALADOR SIM SINASC 2.2... 6 CAPÍTULO 04 - MODO DE INSTALAÇÃO...

Leia mais

QL-500 QL-560 QL-570 QL-650TD QL-1050

QL-500 QL-560 QL-570 QL-650TD QL-1050 QL-500 QL-560 QL-570 QL-650TD QL-1050 Manual de instalação do software Português LB9155001 Funcionalidades P-touch Editor Controlador da impressora P-touch Address Book (apenas Windows ) Introdução Torna

Leia mais

Instalação do Aparelho Virtual Bomgar. Base 3.2

Instalação do Aparelho Virtual Bomgar. Base 3.2 Instalação do Aparelho Virtual Bomgar Base 3.2 Obrigado por utilizar a Bomgar. Na Bomgar, o atendimento ao cliente é prioridade máxima. Ajude-nos a oferecer um excelente serviço. Se tiver algum comentário

Leia mais

Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Mac

Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Mac Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Mac Abril de 2015 Inicialização rápida O Novell Filr permite que você acesse facilmente todos os seus arquivos e pastas do desktop, browser

Leia mais

Instruções de operação Guia de segurança

Instruções de operação Guia de segurança Instruções de operação Guia de segurança Para um uso seguro e correto, certifique-se de ler as Informações de segurança em 'Leia isto primeiro' antes de usar o equipamento. CONTEÚDO 1. Instruções iniciais

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Versão 1.2 Histórico de revisões Revisão Data Descrição da alteração 1.0 18/09/2015 Criação deste manual 1.1 22/09/2015 Executando a instalação

Leia mais

Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0

Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0 2007 Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0 Por: Rafael Nink de Carvalho Web site: 2 Manual de Instalação do Linux Educacional 1.0 Por: Rafael Nink de Carvalho Machadinho D Oeste RO Agosto 2007

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

1) Verifique se o Microsoft.Net Framework 3.5 está instalado, para isto, abrir o Painel de Controle e verificar:

1) Verifique se o Microsoft.Net Framework 3.5 está instalado, para isto, abrir o Painel de Controle e verificar: Antes de instalar qualquer programa do ifox iticket, verificar: 1) Verifique se o Microsoft.Net Framework 3.5 está instalado, para isto, abrir o Painel de Controle e verificar: Caso não encontre o Microsoft.Net

Leia mais

Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1

Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1 Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1 Sede das Américas Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San Jose, CA 95134-1706 EUA http://www.cisco.com Tel.: +1 408 526-4000

Leia mais

Construindo um Linux Parte 1 - Disk Boot Objetivo: Entender que o Linux é como um LEGO (Pode ser montado).

Construindo um Linux Parte 1 - Disk Boot Objetivo: Entender que o Linux é como um LEGO (Pode ser montado). Construindo um Linux Parte 1 - Disk Boot Objetivo: Entender que o Linux é como um LEGO (Pode ser montado). Os disquetes Linux são úteis em diversas situações, tais como: Testes de um novo kernel; Recuperação

Leia mais

WorkCentre Pro 65/75/90. Instruções de Instalação da Rede. Leia isto antes de instalar 650K21750 701P39581

WorkCentre Pro 65/75/90. Instruções de Instalação da Rede. Leia isto antes de instalar 650K21750 701P39581 WorkCentre Pro 65/75/90 650K21750 Instruções de Instalação da Rede Leia isto antes de instalar 701P39581 Materiais de distribuição A equipe de instalação da Xerox entrega, desembala e instala a impressora.

Leia mais

O que é uma rede de computadores?

O que é uma rede de computadores? O que é uma rede de computadores? A rede é a conexão de duas ou mais máquinas com objetivo de compartilhar recursos entre elas. Os recursos compartilhados podem ser: Compartilhamento de conteúdos do disco

Leia mais

Escrito por Júlio Oliveira Ter, 30 de Junho de 2009 20:06 - Última atualização Seg, 17 de Agosto de 2009 17:25

Escrito por Júlio Oliveira Ter, 30 de Junho de 2009 20:06 - Última atualização Seg, 17 de Agosto de 2009 17:25 SendEmail - O que é No Linux temos algumas opções para enviar e-mails. Uma das mais conhecidas é o SendMail (isso mesmo, sem o E de SendEmail). O problema do SendMail é que ele é um servidor completo de

Leia mais

Instalação e Configuração Servidor DNS

Instalação e Configuração Servidor DNS Instalação e Configuração Servidor DNS Instalação e Configuração Servidor DNS Passo Nº 1 Conferir o nome da máquina ( já configurado no passo Servidor Configuração DHCP ). # nano /etc/hostname Passo Nº

Leia mais

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores

Organização do Curso. Instalação e Configuração. Módulo II. Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores 1 Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Prof.: Nelson Monnerat Instalação e Configuração 1 Sistemas Operacionais de Redes I - Linux Módulo

Leia mais

Trabalho de laboratório sobre ARP

Trabalho de laboratório sobre ARP Trabalho de laboratório sobre ARP Redes de Computadores I - 2007/2008 LEIC - Tagus Park Semana de 3 a 7 de Dezembro 1 Introdução O objectivo desta aula é a familiarização com conceitos básicos do protocolo

Leia mais

Etapa 1: Limpar o computador e executar o Windows Update

Etapa 1: Limpar o computador e executar o Windows Update Usuários do Windows 7: Tente usar o utilitário de diagnóstico gratuito da HP para ajudá-lo a encontrar o melhor driver! IMPORTANTE: Você deve seguir estas soluções na ordem que são apresentadas para resolver

Leia mais

cio Roteamento Linux

cio Roteamento Linux Exercício cio Roteamento Linux Edgard Jamhour Exercícios práticos para configuração de roteamento usando Linux Esses exercícios devem ser executados através do servidor de máquinas virtuais: espec.ppgia.pucpr.br

Leia mais

Virtual Box. Guia. Instalação E Utilização. Criado por Wancleber Vieira wancleber.vieira@ibest.com.br

Virtual Box. Guia. Instalação E Utilização. Criado por Wancleber Vieira wancleber.vieira@ibest.com.br Virtual Box Guia De Instalação E Utilização 1 Sumário Instalação do Linux Ubuntu através de um gerenciador de Máquinas Virtuais 1.1 Introdução, 3 1.2 Instalação do Virtual Box, 3 1.3 Configuração do Virtual

Leia mais

Guia do EasyMP Multi PC Projection

Guia do EasyMP Multi PC Projection Guia do EasyMP Multi PC Projection Conteúdo Introdução ao EasyMP Multi PC Projection... 7 Funções do EasyMP Multi PC Projection... 7 Conexão a vários dispositivos... 7 Exibição em quatro painéis... 8

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 Protocolo de rede... 3 Protocolo TCP/IP... 3 Máscara de sub-rede... 3 Hostname... 3

Leia mais

Fiery EXP8000 Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Impressão no Mac OS

Fiery EXP8000 Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS. Impressão no Mac OS Fiery EXP8000 Color Server SERVER & CONTROLLER SOLUTIONS Impressão no Mac OS 2005 Electronics for Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste

Leia mais

Terminal de Consulta de Preço. Linha Vader. Modelo TT300 e TT1000i

Terminal de Consulta de Preço. Linha Vader. Modelo TT300 e TT1000i Terminal de Consulta de Preço Linha Vader Modelo TT300 e TT1000i Índice 1. Conhecendo o Terminal de Consulta 03 1.1 Configurando o endereço IP no terminal 04 2. Conhecendo o Software TTSocket 06 3. Instalando

Leia mais

Guia de inicialização

Guia de inicialização 2. Configuração da impressora Guia de inicialização 1. Verifique o conteúdo da embalagem Unidade da impressora Cabo de alimentação (*) Suporte do papel Bandeja de papel (*) CD (*) Driver da impressora

Leia mais

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel

ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS. 10.0.0.0 até 10.255.255.255 172.16.0.0 até 172.31.255.255 192.168.0.0 até 192.168.255.255. Kernel ENDEREÇOS DE REDE PRIVADOS Foram reservados intervalos de endereços IP para serem utilizados exclusivamente em redes privadas, como é o caso das redes locais e Intranets. Esses endereços não devem ser

Leia mais

Uso de Bridges Linux no Controle de Tráfego entre Sub Redes em Uma Mesma Rede Lógica

Uso de Bridges Linux no Controle de Tráfego entre Sub Redes em Uma Mesma Rede Lógica Uso de Bridges Linux no Controle de Tráfego entre Sub Redes em Uma Mesma Rede Lógica Ricardo Kléber M. Galvão (rk@ufrn.br) http://naris.info.ufrn.br Núcleo de Atendimento e Resposta a Incidentes de Segurança

Leia mais

Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98

Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98 Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98 O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande velocidade

Leia mais

Fiery Network Controller para Xerox WorkCentre 7800 Series. Utilitários

Fiery Network Controller para Xerox WorkCentre 7800 Series. Utilitários Fiery Network Controller para Xerox WorkCentre 7800 Series Utilitários 2013 Electronics For Imaging. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto.

Leia mais

Linux Network Servers

Linux Network Servers Samba como compartilhador de arquivos & impressora O Samba surgiu da necessidade de integrar redes mistas (Windows com Linux). No Linux, há duas maneiras de se fazer isso, que é pelo uso do NFS e Samba.

Leia mais

Curso Técnico em Informática. Informática Aplicada Instrutor Rafael Barros Sales

Curso Técnico em Informática. Informática Aplicada Instrutor Rafael Barros Sales Curso Técnico em Informática Informática Aplicada Instrutor Rafael Barros Sales Serviços de Rede Windows Apesar do prompt de comando ser muitas vezes marginalizado e relegado a segundo plano, o Windows

Leia mais

Máquinas Virtuais com o VirtualBox

Máquinas Virtuais com o VirtualBox Máquinas Virtuais com o VirtualBox Marcos Elias Picão www.explorando.com.br No exemplo: Windows XP dentro do Windows 7 Você pode compartilhar livremente sem interesses comerciais, desde que não modifique.

Leia mais

Laboratório. Assunto: endereçamento IP e roteamento.

Laboratório. Assunto: endereçamento IP e roteamento. Assunto: endereçamento IP e roteamento. Laboratório Objetivo: verificar conectivade básica com a rede, atribuir (estaticamente) endereços IP, adicionar rotas (manualmente) e verificar o caminho seguido

Leia mais

Fiery Driver Configurator

Fiery Driver Configurator 2015 Electronics For Imaging, Inc. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto. 16 de novembro de 2015 Conteúdo 3 Conteúdo Fiery Driver Configurator...5

Leia mais

Configuração endereço IP da interface de rede

Configuração endereço IP da interface de rede Configuração endereço IP da interface de rede Download Imprimir Para configurar a interface de sua placa de rede como DHCP para obter um endereço IP automático ou especificar um um endereço IP estático

Leia mais