ANEXO DAS PRIORIDADES E METAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO DAS PRIORIDADES E METAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA"

Transcrição

1 PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAO PESSOA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO EXERCÍCIO: 200 ANEXO DAS PRIORIDADES E METAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ÓRGÃO: Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid. de Medida Meta 200 FORTALECER AS ATIVIDADESDOTAR OS DISTRITOS SANITÁRIOS DE GERENCIAIS DOS DISTRITOS SANITÁRIOS CONDIÇÕES DE GERENCIAMENTO DA REDE DE UNIDADES PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE SAÚDE LOCALIZADA EM SEU TERRITÓRIO IMPLANTAR OS CENTROS DE ATENÇÃO IMPLANTAR CAPS PARA OFERTAR AÇÕES DE PSICOSSOCIAL - CAPS SAÚDE MENTAL FORA DO MODELO ASILAR REFORMAR, AMPLIAR E EQUIPAR O REFORMAR, AMPLIAR E EQUIPAR O INSTITUTO INSTITUTO CÂNDIDA VARGAS CÂNDIDA VARGAS OFERTANDO À POPULAÇÃO SERVIÇOS DE OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA COM EFICÁCIA E EFICIÊNCIA ATIVIDADES GERENCIAS FORTALECIDAS UNID. DESC. 5 UNID.REF.AMPL.E IMPLANTAR CAPS 2 QUIP. IMPLANTAR CAPS NO ALTO DO MATEUS UCE AÇÕES DE INFORMÁTICA AGREGAR AÇÕES E DESPESAS RELACIONADAS COM INFORMÁTICA COMO ATIVIDADE MEIO, PARA O DESENVOLVIMENTO DE SERVIÇOS TÉCNICOS E ADMINISTRATIVOS. INSTITUTO CÂNDIDA VARGAS REFORMADO, AMPLIADO E EQUIPADO UNID.REF.AMPL.E QUIP. AÇÕES DE INFORMÁTICA SERVIÇO MANT. 28 AMPLIAÇÃO, REFORMA E RECUPERAÇÃO AMPLIAÇÃO, REFORMA E RECUPERAÇÃO DE DOS BENS IMÓVEIS PRÓPRIOS DA SMS BENS IMÓVEIS PRÓPRIOS DO MUNICÍPIO, CEDIDOS OU ALUGADOS, UTILIZADOS PELA SECRETARIA DA SAÚDE /0

2 Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid. de Medida Meta 200 CONSERVAÇÃO DE BENS IMÓVEIS DA SMS PROJETO AQUISIÇÃO E DESAPROPRIAÇÃO DE ADQUIRIR OU DESAPROPRIAR IMÓVEIS PARA IMÓVEIS INSTALAR SERVIÇOS DE SAÚDE RECUPERAÇÃO DO PSF DA FEIRINHA DE MANGABEIRA UND IMÓVEIS ADQUIRIDOS OU DESAPROPRIADOS UND. ADQUIR. 6 BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS PROPORCIONAR BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS A FAMÍLIA DO SERVIDOR, NA FORMA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL (A EXEMPLO DO AUXÍLIO-NATALIDADE, AUXÍLIO-FUNERAL). BENEFÍCIOS ASSISTENCIAIS PROGR CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS DE SAÚDE PROMOVER CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS DE SAÚDE COMO FORMA DE EXERCER O CONTROLE SOCIAL CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS REALIZADAS EVENT CONSTRUIR E EQUIPAR O ALMOXARIFADO CENTRAL CONSTRUIR E EQUIPAR O ALMOXARIFADO CENTRAL PARA FACILITAR O ABASTECIMENTO DA REDE DE SERVIÇOS DE SAÚDE COM MEDICAMENTOS, INSUMOS FARMACÊUTICOS, MATERIAIS ODONTOLÓGICOS, MÉDICO CIRURGICOS, LABORATORIAIS, MATERIAIS DE CONSUMO, EQUIPAMENTOS E MATERIAIS PERMANENTES CONSTRUIR E EQUIPAR UNIDADES DE CONSTRUIR AS UNIDADES DE SAÚDE DA SAÚDE DA FAMÍLIA. FAMÍLIA PARA O DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES E SERVI ÇOS DE SAÚDE DA ATENÇÃO BÁSICA. UNID.CONST.EQUI ALMOXARIFADO CENTRAL CONSTRUÍDO E EQUIPADO P. 2/0

3 Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid. de Medida Meta 200 CONSTRUIR, REFORMAR, AMPLIAR E AMPLIAR E ADEQUAR A REDE DE SERVIÇOS EQUIPAR UNIDADES DE SAÚDE DE SAÚDE DO MUNICÍPIO CONSULTORIA S E PROJETOS ESPECIAIS CONTRATAR EMPRESAS ESPECIALIZADAS EM CONSULTORIAS E PROJETOS COMPLEMENTARES PARA ESTABELECIMENTOS ASSISTENCIAIS DE CRIAR SERVIÇO DE ATENDIMENTOGARANTIR A IMPLANTAÇÃO DE UM SERVIÇO MÉDICO NATURAL DE ATENDIMENTO MÉDICO QUE BENEFICIE A PESQUISA, ATENDIMENTO E APLICAÇÃO DA CULTURA E DO SABER MÉDICO NATURAL, COMO ALTERNATIVA NO SERVIÇO DE SAÚDE OFICIAL DIVULGAR AS AÇÕES E SERVIÇOS DA DIVULGAR AS AÇÕES E SERVIÇOS DA SECRETARIA DA SAÚDE SECRETARIA DA SAÚDE A FIM DE FACILITAR O ACESSO DO USUÁRIO-CIDADÃO AOS BENS E SERVIÇOS OFERTADOS PELA SECRETARIA ENCARGOS COM PESSOAL ATIVO DA PAGAMENTO DE PESSOAL SAÚDE CONSTRUIR E EQUIPAR UNIDADES DE SAÚDE DA FAMÍLIA NOS BAIRROS DE CRUZ DAS ARMAS E CONSTRUIR UM PSF NO BAIRRO DE QUADRAMARES, CRUZ DAS ARMAS, FUNCIONÁRIOS II,III E COMUNIDADE MARIA DE NAZARÉ PROVIDENCIAR MELHORIAS DO PSF LOCALIZADO NA COMUNIDADE CIDADE VERDE, NO BAIRRO DAS INDÚSTRIAS, NO BAIRRO JO JOÃO PAULO II UNIDADES DE SAÚDE CONSTRUÍDAS,REFORMADAS, AMPLIADAS E EQUIPADAS CONSULTORIAS E PROJETOS COMPLEMENTARES CONTRATADOS ATENDER A POPULAÇÃO COM PROGRAMA DE MEDICINA NATURAL EVENTOS, FEIRAS DE SAÚDE, OFICINAS, CARTAZES, FOLDERS, MATÉRIAS DIVULGADAS NA MÍDIA UNID.CONST.EQUI P. UND UND UNIDS PA UND MAT.DIVULG ENCARGOS COM PESSOAL ATIVO DA SAÚDE SERV /0

4 Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid. de Medida Meta 200 ESTRUTURAR AS FARMÁCIAS DISTRITAIS DESCENTRALIZAR AS ATIVIDADES DE ABASTECIMENTO PARA FACILITAR O ACESSO DA POPULAÇÃO AOS MEDICAMENTOS FARMÁCIA PARA ATENDIMENTO COM PRODUTOS FITOTERÁPICOS E NATURAIS - FARMÁCIA VIVA UND FARMÁCIAS DISTRITAIS ESTRUTURADAS UNIDS 5 IMPLANTAÇÃO DE PROGRAMAREALIZAR VACINAÇÃO OBRIGATÓRIA OBRIGATÓRIO DE VACINAÇÃOCONTRA MENINGITE IMPLANTAÇÃO E MANUTENÇÃO DAS ASSEGURAR AOS PORTADORES DE RESIDÊNCIAS TERAPÊUTICAS TRANSTORNO MENTAL EGRESSOS DE UNIDADES HOSPITALARES LOCAL APROPRIADO DE MORADIA QUE RESPEITE A DIGNIDADE DO INDIVÍDUO IMPLANTAR OS CONSELHOS DISTRITAIS E PROMOVER A PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE LOCAIS DE SAÚDE. CIVIL ORGANIZADA NO DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES DE SAÚDE EM NÍVEL DE DISTRITOS SANITÁRIOS E UNIDADES PRESTADORAS DE SERVIÇO DE SAÚDE. MANTER A ASSIST. MEDICA-HOSP. DO PRESTAR ASSISTÊNCIA HOSPITALAR COMPLEXO HOSPITALAR MANGABEIRA - DESENVOLVENDO ATIVIDADES DE MÉDIA E GOV. TARCÍSIO M. BURITY ALTA COMPLEXIDADE MANTER A ASSISTÊNCIA AMBULATORIAL PRESTAR ASSISTÊNCIA AMBULATORIAL DE ESPECIALIZADA MÉDIA COMPLEXIDADE INSTITUI A VACINAÇÃO OBRIGATÓRIA CONTRA A MENINGITE NOS PSF, COMO PARTE INTEGRANTE DO CALENDÁRIO REGULAR DE VACINAÇÃO MUNICIPAL RESIDÊNCIAS TERAPEUTICAS IMPLANTDAS E MANTIDAS IMPLANTAR CONSELHO DISTRITAL DE SAÚDE EM MANGABEIRA PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA NAS ATIVIDADES DE SAÚDE DESENVOLVIDAS NOS DISTRITOS SANITÁRIOS E UNIDADES PRESTADORAS DE SERVIÇOS. CONSULTAS MÉDICAS; EXAMES LABORATORIAIS, DE IMAGENOLOGIA, RADIOLÓGICOS; CIRURGIAS E INTERNAÇÕES HOSPITALARES PROGR UNIDS UND UNIDS /0

5 Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid. de Medida Meta 200 MANTER A ASSISTÊNCIA AMBULATORIAL PRESTAR ASSISTÊNCIA AMBULATORIAL DE ESPECIALIZADA MÉDIA COMPLEXIDADE MANTER A ASSISTÊNCIA MÉDICA - PRESTAR ASSISTÊNCIA HOSPITALAR HOSPITALAR DO HOSPITAL MUNICIPAL DESENVOLVENDO ATIVIDADES DE MÉDIA E SANTA ISABEL ALTA COMPLEXIDADE MANTER A ASSISTÊNCIA MÉDICA - PRESTAR ASSISTÊNCIA HOSPITALAR HOSPITALAR DO HOSPITAL MUNICIPAL DESENVOLVENDO ATIVIDADES DE MÉDIA E VALENTINA DE FIGUEIREDO ALTA COMPLEXIDADE MANTER A ASSISTÊNCIA MÉDICA-PRESTAR ASSISTÊNCIA HOSPITALAR HOSPITALAR DO INSTITUTO CÂNDIDA DESENVOLVENDO ATIVIDADES DE MÉDIA E VARGAS ALTA COMPLEXIDADE MANTER AS ATIVIDADES DEFACILITAR O ACESSO DO USUÁRIO DO SUS CADASTRAMENTO E DISTRIBUIÇÃO DO AOS SERVIÇOS DE SAÚDE CARTÃO SUS CONSULTAS MÉDICAS ESPECIALIZADAS; EXAMES LABORATORIAIS, RADIOLÓGICOS, DE IMAGENOLOGIA E PROCEDIMENTOS MÉDICOS DE MÉDIA COMPLEXIDADE CONSULTAS MÉDICAS; EXAMES LABORATORIAIS, DE IMAGENOLOGIA E RADIOLÓGICOS; CIRURGIAS E INTERNAÇÕES HOSPITALARES CONSULTAS MÉDICAS ; EXAMES LABORATORIAIS, DE IMAGENOLOGIA, RADIOLÓGICOS; CIRURGIAS E INTERNAÇÕES HOSPITALARES CONSULTAS MÉDICAS; EXAMES LABORATORIAIS, DE IMAGENOLOGIA, RADIOLÓGICOS; CIRURGIAS E INTERNAÇÕES HOSPITALARES CARTÃO SUS DISTRIBUÍDO CART. DIST MANTER O CENTRO DE CONTROLE DE PREVINIR E CONTROLAR AS DOENÇAS ZOONOSES TRANSMITIDAS AO HOMEM PELOS ANIMAIS (ZOONOSES) MANTER O COMPLEXO REGULATÓRIO GARANTIR E AMPLIAR O ACESSO DA POPULAÇÃO DO MUNICÍPIO E REFERENCIADA ÀS AÇÕES DE SAÚDE, VISANDO A REDUÇÃO DE CASOS DE RAIVA E LEISHMANIOSE ANIMAL, CONTROLE DA POPULAÇÃO MURINA, CONTROLE DA POPULAÇÃO DE SINANTRÓPIOS UNID.MANT. 5/0

6 Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid. de Medida Meta 200 MANTER O COMPLEXO REGULATÓRIO INTEGRALIDADE DA ATENÇÃO, DO INDIVIDUAL AO COLETIVO, COM QUALIDADE, EM TODOS OS NÍVEIS DE ATENÇÃO PROCEDIMENTOS REGULADOS MANTER O CONSELHO MUNICIPAL DE GARANTIR A PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE SAÚDE CIVIL ORGANIZADA NA FORMULAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA POLÍTICA DE SAÚDE MANTER O SERVIÇO MÓVEL DEOFERTAR CONSULTAS E PROCEDIMENTOS OFTALMOLOGIA OFTALMOLÓGICOS E DISPONIBILIZAR ÓCULOS. PARTICIPAÇÃO DIRETA DA SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA NAS QUESTÕES RELATIVAS À SAÚDE DA POPULAÇÃO REUN. 22 MANTER OS CENTROS DE ATENÇÃO PRESTAR ASSISTÊNCIA AMBULATORIAL DE INTEGRAL À SAÚDE MÉDIA COMPLEXIDADE CONSULTAS, PROCEDIMENTOS OFTALMOLÓGICOS E ÓCULOS OFERTADOS À POPULAÇÃO CONSULTAS ESPECIALIZADAS; EXAMES LABORATORIAIS, RADIOLÓGICOS, DE IMAGENOLOGIA; PROCEDIMENTOS MÉDICOS DE PRONTO ATENDIMENTO CLÍNICO REALIZADOS IMPLANTAR O SETOR DE OFTALMOLOGIA NO CRAIS? CENTRO DE ATENÇÃO INTREGRAL À SAÚDE, LOCALIZADO NO BAIRRO DE CRUZ DAS ARMAS MANTER OS CENTROS DE ATENÇÃO OFERTAR À POPULAÇÃO SERVIÇOS E AÇÕES PSICOSSOCIAL DE JOÃO PESSOA VOLTADOS PARA A SAÚDE MENTAL, OBSERVANDO O SUJEITO INTEGRAL, RESPEITANDO-SE SUA INDIVIDUALIDADE Manutenção das Ações do Centro de Referência Manter o Centro de Referência de Saúde do em Saúde do Trabalahdor - CEREST Trabalhador objetivando a integração da rede de serviços do SUS voltados à assistência e a vigilância, para o desenvolvimento das ações ATENDIMENTO INDIVIDUAIS E TRABALHOS EM GRUPO, COM FUNCIONAMENTO DE NATUREZA ABERTA, EM PERÍODO DIURNO E EM REGIME DE PRONTO ATENDIMENTO UNID.MANT. 5 6/0

7 Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid. de Medida Meta 200 Manutenção das Ações do Centro de Referência de saúde do trabalhador em Saúde do Trabalahdor - CEREST MANUTENÇÃO DO PRONTOREALIZAR ATENDIMENTOS DE URGÊNCIA E ATENDIMENTO PSIQUIÁTRICO DOEMERGÊNCIA EM PSIQUIATRIA COMPLEXO HOSPITALAR MANGABEIRA MANUTENÇÃO DOS SERVIÇOSPROMOVER A MANUTENÇÃO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS GERAIS ADMINISTRATIVOS GERAIS MANUTENÇÃO DOS SERVIÇOS DE TRANSPORTES DA SMS MANUTENÇÃO DOS SERVIÇOS DE TRANSPORTES RELACIONADA À FROTA DE VEÍCULOS, UTILIZADA PELA SECRETARIA DA SAÚDE ENVOLVENDO VEÍCULOS PRÓPRIOS OU TERCEIRIZADOS PLANEJAMENTO, ACOMPANHAMENTO, PLANEJAMENTO, ACOMPANHAMENTO E INTEGRAÇÃO E AVALIAÇÃO DA POLÍTICA AVALIAÇÃO DA POLÍTICA DE SAÚDE DE SAÚDE PROGRAMA MUNICIPAL DE ATENÇÃO A PROMOVER DE FORMA INTEGRADA AÇÕES DE SAÚDE DO POVO NEGRO INFORMAÇÃO E DE ATENDIMENTO EM SAÚDE A DOENÇAS ESPECÍFICAS DO POVO NEGRO DE JOÃO PESSOA QUALIFICAR O PROCESSO DE TRABALHO Qualificar o processo de trabalho das equipes da NA SECRETARIA DA SAÚDE atenção e da gestão, na perspectiva da análise de situação, definição e avaliação de processos, resultados e efeitos da produção do cuidado integral em saúde Centro de Referência em Saúde do Trabalhador mantido ATENDIMENTOS DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA EM PSIQUIATRIA REALIZADOS MANUTENÇÃO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS GERAIS MANUTENÇÃO DOS SERVIÇOS DE TRANSPORTES DA SMS INSTRUMENTOS DE PLANEJAMENTO, ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA MUNICIPAL DE ATENÇÃO A SAÚDE DO POVO NEGRO UNID.MANT. UNID.MANT. SERVIÇO MANT. SERVIÇO MANT. INST.PLANEJ. PROGR 0 5 7/0

8 Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid. de Medida Meta 200 QUALIDADE DO CUIDADO INTEGRAL NA SMS/JP. PROGR REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO E IMPLANTAR INSTRUMENTOS DE GESTÃO DAS IMPLANTAÇÃO DO PLANO DE CARGOS, RELAÇÕES DE TRABALHO E DESPRECARIZAR CARREIRAS E VENCIMENTOS/SALÁRIOS O VÍNCULO DE TRABALHO NA SAÚDE OBJETIVANDO A VALORIZAÇÃO DOS TRABALHADORES DA SAÚDE. REDE MUNICIPAL DE INFORMAÇÃO EM PRODUZIR INFORMAÇÕES DE SAÚDE PARA SAÚDE SUBSIDIAR O PROCESSO DE PLANEJAMENTO DA SECRETARIA DA SAÚDE Redução da população de animais de rua Redução da população de animais semi-domiciliados e errantes (cães e gatos) PCCV/S IMPLANTADO E CONCURSO PÚBLICO REALIZADO REDE MUNICIPAL DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE IMPLANTADA PA REDE INF. 2 População de animais de rua reduzida 3 REFORMAR, AMPLIAR E EQUIPAR A SEDE DOTAR A SEDE DA SECRETARIA DA SAÚDE DE DA SECRETARIA DA SAÚDE INFRA ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO DE SUAS ATIVIDADES GERENCIAIS REFORMAR, AMPLIAR E EQUIPAR O REFORMAR, AMPLIAR E EQUIPAR O HOSPITAL HOSPITAL GERAL SANTA ISABEL GERAL SANTA ISABEL PARA MELHORAR A OFERTA DOS SERVIÇOS DE MÉDIA E ALTA COMPLEXIDADE Reformar, ampliar e equipar o Hospital Valentina Adequar o Hospital Valentina de Figueiredo para de Figueiredo prestar assistência hospitalar de média e alta complexidade REORGANIZAR A ASSISTÊNCIAFACILITAR O ABASTECIMENTO DA REDE DE FARMACÊUTICA SERVIÇOS DE SAÚDE COM MEDICAMENTOS E SECRETARIA DA SAÚDE REFORMADA, AMPLIADA E EQUIPADA HOSPITAL GERAL SANTA ISABEL REFORMADO, AMPLIADO E EQUIPADO Hospital Valentina de Figueiredo reformado, ampliado e equipado UNID.REF.AMPL.E QUIP. UNID.REF.AMPL.E QUIP. UNID.REF.AMPL.E QUIP. 8/0

9 Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid. de Medida Meta 200 REORGANIZAR A ASSISTÊNCIAINSUMOS FARMACÊUTICOS FARMACÊUTICA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA ORGANIZADA SERVIÇO MANT. 98 SAÚDE BUCAL OFERTAR SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS BÁSICOS SAÚDE DA FAMÍLIA PRESTAR ASSISTÊNCIA AMBULATORIAL BÁSICA EM ÁREAS PRÓXIMAS DOS LOCAIS DE RESIDÊNCIAS DOS USUÁRIOS DO SUS, FACILITANDO O ACESSO DOS MESMOS ÀS AÇÕES E SERVIÇOS DE SAÚDE CONSULTAS ODONTOLÓGICAS, PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS PREVENTIVOS, E PROCEDIMENTOS CURATIVOS REALIZADOS SISTEMA MUNICIPAL DE INFORMAÇÕES ESTRUTURAR E IMPLANTAR O EM SAÚDE - SISMIS GEOPROCESSAMENTO NA SMS ESPECIALIZANDO OS DADOS DE SAÚDE NO TERRITÓRIO DE JOÃO PESSOA VIGILÂNCIA AMBIENTAL DESENVOLVER ATIVIDADES EDUCATIVAS VOLTADAS PARA O CONTROLE AMBIENTAL OBJETIVANDO A ELIMINAÇÃO DE DOENÇAS TRANSMITIDAS POR VETORES VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA, REALIZAR O CONTROLE DE DOENÇAS COMO PREVENÇÃO E CONTROLE DE DOENÇAS FORMA DE PREVENÇÃO E PROMOÇÃO DA SAÚDE CONSULTAS MÉDICAS BÁSICAS E DE ENFERMAGEM, PROCEDIMENTOS MÉDICOS BÁSICOS, URGÊNCIAS BÁSICAS, CONSULTAS E VACINAÇÕES, ATIVIDADES PREVENTIVAS E EDUCATIVAS E VISITAS DOMICILIARES SISTEMA INFORMATIZADO PARA AUXILIAR O PLANEJAMENTO E TOMADA DE DECISÃO DAS AÇÕES EM SAÚDE VISITAS DOMICILIARES (INSPEÇÕES) E ATIVIDADES EDUCATIVAS REALIZADAS SIST.SOFTW. E HARDW /0

10 Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid. de Medida Meta 200 INVESTIGAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA, ATIVIDADES EDUCATIVAS, CAMPANHAS DE VACINAÇÃO E BLOQUEIO VACINAL REALIZADOS SERVIÇO MANT. 3 0/0

ANEXO DAS PRIORIDADES E METAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

ANEXO DAS PRIORIDADES E METAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAO PESSOA Secretaria Municipal de Planejamento EXERCÍCIO: 202 ANEXO DAS PRIORIDADES E METAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ÓRGÃO: Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid.

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PARACAMBI

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PARACAMBI SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PARACAMBI PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAUDE 2014 PROGRAMA: 06 Administração Governamental. Objetivo: Promover ações indispensáveis ao funcionamento administrativo e operacional

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES, PROGRAMAS, PROJETOS,ATIVIDADES E OPERAÇÕES ESPECIAIS (ANEXO 7)

DEMONSTRATIVO DE FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES, PROGRAMAS, PROJETOS,ATIVIDADES E OPERAÇÕES ESPECIAIS (ANEXO 7) PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAO PESSOA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO EXERCÍCIO 2011 DEMONSTRATIVO DE FUNÇÕES, SUBFUNÇÕES, PROGRAMAS, PROJETOS,ATIVIDADES E OPERAÇÕES ESPECIAIS (ANEXO 7) Código Especificação

Leia mais

Valores Propostos para o Programa no Período 2002 a 2005 2.002 2.003 2.004 2.005 Total Recursos 77,5 79,1 82,3 86,4 325,3

Valores Propostos para o Programa no Período 2002 a 2005 2.002 2.003 2.004 2.005 Total Recursos 77,5 79,1 82,3 86,4 325,3 Plano Plurianual 2.002 2.005 Saúde Objetivo Geral Principais secretarias envolvidas: SMS A Secretaria Municipal de Saúde, cumprindo o programa do Governo da Reconstrução, implantará o SUS no município.

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS

ORIENTAÇÕES SOBRE APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS ORIENTAÇÕES SOBRE APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS 1) PAB FIXO Podem ser custeados com o PAB-FIXO, todos os procedimentos pertinentes à atenção básica da saúde (ambulatorial),

Leia mais

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade.

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade. No programa de governo do senador Roberto Requião, candidato ao governo do estado pela coligação Paraná Com Governo (PMDB/PV/PPL), consta um capítulo destinado apenas à universalização do acesso à Saúde.

Leia mais

SECRETARIA DA SAUDE. Fonte:http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1

SECRETARIA DA SAUDE. Fonte:http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1 SECRETARIA DA SAUDE Fonte:http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1 1 2 UBS Equipe da Atenção Básica UBS Equipe da Atenção Básica + EACS Equipe de Agentes Comunitários da Saúde UBS Equipe da Atenção

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ DO SUL ANEXOII ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS PARA CONCURSO PÚBLICO PARA EMPREGO PÚBLICO Nº. 001/2010 JUNDIAÍ DO SUL PARANÁ 1. Para os cargos do grupo PSF Programa da Saúde da Família, conveniados com o Governo Federal:

Leia mais

PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO - PPA AÇÕES VOLTADAS AO DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA GOVERNAMENTAL

PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO - PPA AÇÕES VOLTADAS AO DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA GOVERNAMENTAL Exercício: 28//23-3:57:35 RUA ANTONIO TAVARES, 33, CENTRO, MIRASSOL DOESTE/MT ÓRGÃO: 6 - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAUDE UNIDADE 2 - FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE FUNÇÃO: - Saúde SUBFUNÇÃO: 22 - Administração

Leia mais

SER/OBSERVATÓRIO SOCIAL DE MARINGÁ R: Basílio Sautchuck, 388 - CEP 87.013-190 Maringá PR observatorio@cidadaniafiscal.org.br Fone: (44) 3025-1282

SER/OBSERVATÓRIO SOCIAL DE MARINGÁ R: Basílio Sautchuck, 388 - CEP 87.013-190 Maringá PR observatorio@cidadaniafiscal.org.br Fone: (44) 3025-1282 SER/OBSERVATÓRIO SOCIAL DE MARINGÁ R: Basílio Sautchuck, 388 - CEP 87.013-190 Maringá PR observatorio@cidadaniafiscal.org.br Fone: (44) 3025-1282 Prefeitura Municipal de Maringá Detalhamento de despesa

Leia mais

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 095

Câmara Municipal de Volta Redonda RJ PROGRAMA Nº - 095 PROGRAMA Nº - 095 Manutenção e Operacionalização da SMS SUB-FUNÇÃO: 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL Prover a SMS de Recursos materiais e Humanos para o bom desenvolvimento de suas funções.. Prover o bom atendimento

Leia mais

CURSO: O SUS PARA NOVOS SECRETÁRIOS DE SAÚDE. Início da Nova Gestão Diagnóstico, Planejamento e Controle Social.

CURSO: O SUS PARA NOVOS SECRETÁRIOS DE SAÚDE. Início da Nova Gestão Diagnóstico, Planejamento e Controle Social. CURSO: O SUS PARA NOVOS SECRETÁRIOS DE SAÚDE. Início da Nova Gestão Diagnóstico, Planejamento e Controle Social. TRANSIÇÃO Organograma Oficial da Secretaria com os atuais ocupantes, condição (efetivo ou

Leia mais

PROPOSTAS PARA A ESTRUTURAÇÃO DA ÁREA FARMACÊUTICA EM PERNAMBUCO

PROPOSTAS PARA A ESTRUTURAÇÃO DA ÁREA FARMACÊUTICA EM PERNAMBUCO PROPOSTAS PARA A ESTRUTURAÇÃO DA ÁREA FARMACÊUTICA EM PERNAMBUCO Documento elaborado a partir das discussões do Fórum Pernambucano de Valorização da Profissão Farmacêutica RECIFE/PE, AGOSTO DE 2014 Propostas

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS (ANO)

PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS (ANO) PROGRAMAÇÃO ANUAL DE SAÚDE - PAS (ANO) Mês e Ano de elaboração MODELO PARA ELABORAÇÃO DA PAS 2014: Gerência de Programação em Saúde- DEPLAN/SUSAM 1 SUMÁRIO IDENTIFICAÇÃO DO MUNICÍPIO...3 ELABORAÇÃO...4

Leia mais

Seminário de Doenças Crônicas

Seminário de Doenças Crônicas Seminário de Doenças Crônicas LINHA DE CUIDADO DE HIPERTENSÃO ARTERIAL E DIABETES EXPERIÊNCIA DE DIADEMA SP Dra Lidia Tobias Silveira Assistente Gabinete SMS Diadema Linha de cuidado de HAS e DM Experiência

Leia mais

043765 S/SUBVISA/SVFSZ/UJV Unidade de Diagnóstico, Vigilância, Fiscalização Sanitária e Medicina Veterinária Jorge Vaitsman

043765 S/SUBVISA/SVFSZ/UJV Unidade de Diagnóstico, Vigilância, Fiscalização Sanitária e Medicina Veterinária Jorge Vaitsman DO de 08/08/13 NOVA ESTRUTURA 043765 S/SUBVISA/SVFSZ/UJV Unidade de Diagnóstico, Vigilância, Fiscalização Sanitária e Medicina Veterinária Jorge Vaitsman Cumprir e fazer cumprir no Município do Rio de

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde Por uma política de saúde do trabalhador do SUS na Secretaria Municipal de Divinópolis/MG Marília Fraga Cerqueira

Leia mais

A saúde do tamanho do Brasil

A saúde do tamanho do Brasil A saúde do tamanho do Brasil BREVE HISTÓRIA DE UMA LONGA CAMINHADA A saúde é um direito de todos e um dever do Estado. Essa conquista social, incorporada à Constituição Federal de 1988 e construída a partir

Leia mais

O COAP na perspectiva da gestão da Vigilância em Saúde. Sonia Brito Secretaria de Vigilância em Saúde

O COAP na perspectiva da gestão da Vigilância em Saúde. Sonia Brito Secretaria de Vigilância em Saúde O COAP na perspectiva da gestão da Vigilância em Saúde Sonia Brito Secretaria de Vigilância em Saúde Decreto 7.508/11 Regulamenta a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRO REDONDO PLANO PLURIANUAL 2014/2017 ANEXO I - PROGRAMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRO REDONDO PLANO PLURIANUAL 2014/2017 ANEXO I - PROGRAMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRO REDONDO PLANO PLURIANUAL 2014/2017 ANEXO I - PROGRAMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL PROGRAMA: 0070- Gestão do SUS do Município OBJETIVO: Gerir e controlar

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E COMPETÊNCIA

CAPÍTULO I DA NATUREZA E COMPETÊNCIA CAPÍTULO I DA NATUREZA E COMPETÊNCIA Art.1º - A SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE - SUSAM integra a Administração Direta do Poder Executivo, na forma da Lei nº 2783, de 31 de janeiro de 2003, como órgão responsável,

Leia mais

Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas

Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas Plano Municipal de Enfrentamento ao uso prejudicial de Crack, Álcool e Outras Drogas 1. APRESENTAÇÃO e JUSTIFICATIVA: O consumo de crack vem aumentando nas grandes metrópoles, constituindo hoje um problema

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DE SÃO PAULO

SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DE SÃO PAULO A Secretaria Municipal da Saúde, gestora do Sistema Único de Saúde no Município, é responsável pela formulação e implantação de políticas, programas e projetos

Leia mais

PORTARIA Nº 2.841, DE 20 DE SETEMBRO DE 2010

PORTARIA Nº 2.841, DE 20 DE SETEMBRO DE 2010 PORTARIA Nº 2.841, DE 20 DE SETEMBRO DE 2010 Institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS, o Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e outras Drogas 24 horas - CAPS AD III. O MINISTRO DE ESTADO

Leia mais

DOCUMENTO FINAL VIII CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE ALAGOAS

DOCUMENTO FINAL VIII CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE ALAGOAS DOCUMENTO FINAL VIII CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE ALAGOAS EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE Prioritária 1: Atualizar anualmente a tabela do ministério da saúde de consultas e

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE

MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE MEMORIAL DESCRITIVO CONSTRUÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE Proponente: PREFEITURA MUNICIPAL DE ITATIBA DO SUL Localização: BAIRRO FUNDEC Área da construção: 232,93 m² Resp. Técnica: Marlei Salete Ogrodowski

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE SERVIÇO AUTÔNOMO HOSPITALAR

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE SERVIÇO AUTÔNOMO HOSPITALAR PROGRAMA Nº- 125 GESTÃO PELA QUALIDADE - I Código Descrição SUB-FUNÇÃO: 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL OBJETIVOS: Implantar um novo modelo de gestão pela qualidade que dinamiza a capacidade de gestão, agilize

Leia mais

Construção de Redes Intersetoriais para a atenção dos usuários em saúde mental, álcool, crack e outras drogas

Construção de Redes Intersetoriais para a atenção dos usuários em saúde mental, álcool, crack e outras drogas Construção de Redes Intersetoriais para a atenção dos usuários em saúde mental, álcool, crack e outras drogas EDUCAÇÃO PERMANENTE SAÚDE MENTAL - CGR CAMPINAS MÓDULO GESTÃO E PLANEJAMENTO 2012 Nelson Figueira

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANOS MUNICIPAIS DE SAÚDE BUCAL

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANOS MUNICIPAIS DE SAÚDE BUCAL Atualizado por Danusa em Nov/2007 ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PLANOS MUNICIPAIS DE SAÚDE BUCAL Para organizar um serviço local de atenção à saúde é necessário que o administrador, coordenador, gerente

Leia mais

Proteção à saúde e vigilâncias

Proteção à saúde e vigilâncias EPIDEMIOLÓGICA Detecção ou prevenção de qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes de saúde individual ou coletiva. ZOONOSES Controle e prevenção de agravos transmitidos por animais. CEREST

Leia mais

DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE

DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE Paulo Eduardo Elias* Alguns países constroem estruturas de saúde com a finalidade de garantir meios adequados para que as necessidades

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 871/2010, de 08-02-10.

LEI MUNICIPAL Nº 871/2010, de 08-02-10. LEI MUNICIPAL Nº 871/2010, de 08-02-10. DISPÕE SOBRE A CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA EMERGENCIAL DE PROFISSIONAIS PARA ÁREA MÉDICA ESPECIALIZADA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. IRANI LEONARDO CHERINI PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE Prioritária 1: Manter o incentivo aos Programas do Núcleo Apoio da Saúde da Família

Leia mais

GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS

GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS 1 COR TIPOGRAFIA GOTHAM BLACK PARA NOMES PRINCIPAIS 2 TOTEM ETERNO ESQUEMA Totem externo para sinalização das Unidades de Saúde

Leia mais

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO CEARÁ (ESP-CE) PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO PARA PREENCHIMENTO DOS EMPREGOS PÚBLICOS DE POLICLÍNICAS

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO CEARÁ (ESP-CE) PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO PARA PREENCHIMENTO DOS EMPREGOS PÚBLICOS DE POLICLÍNICAS 2024 003.507.983-54 80.00 (PACAJUS) ENFERMEIRO 2019 004.798.133-45 75.00 (PACAJUS) ENFERMEIRO 2143 600.324.453-42 75.00 (PACAJUS) ENFERMEIRO 2322 884.313.043-91 75.00 (PACAJUS) ENFERMEIRO 2027 631.747.313-72

Leia mais

Projeto Saúde On-line

Projeto Saúde On-line Projeto Saúde On-line Sistemas de computadorizados de registro médico e tecnologia de informação em saúde. INTRODUÇÃO: Visando organizar o acesso aos serviços, agilizar processo, impactar na qualidade

Leia mais

UFPI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL/ 2015-2018

UFPI PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL/ 2015-2018 Hospital de ensino, com funcionamento 24 horas, inaugurado em 09 de setembro de 2003. - Atende ao ensino de graduação em Medicina Veterinária - Pós-graduação - Execução das atividades dos Programas de

Leia mais

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA Manual das ações programáticas 1 M o d e l o S a ú d e T o d o D i a PROGRAMA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DE AGRAVOS TRANSMISSÍVEIS INDICE INTRODUÇÃO... 5 FLUXOGRAMA DO ENVIO

Leia mais

Experiências Nacionais na Abordagem de Hipertensão e Diabetes na Rede de Atenção Primária A Experiência de São Bernardo do Campo

Experiências Nacionais na Abordagem de Hipertensão e Diabetes na Rede de Atenção Primária A Experiência de São Bernardo do Campo Experiências Nacionais na Abordagem de Hipertensão e Diabetes na Rede de Atenção Primária A Experiência de São Bernardo do Campo VIII Encontro Nacional de Prevenção da Doença Renal Crônica Dra. Patrícia

Leia mais

Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN

Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN DIMENSIONAMENTO DE SERVIÇOS ASSISTENCIAIS E DA GERÊNCIA DE ENSINO E PESQUISA BRASÍLIA-DF, 27 DE MARÇO DE 2013. Página 1 de 20 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1.

Leia mais

MUNICÍPIO DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO DEMONSTRATIVO DE DESPESA POR UNIDADE

MUNICÍPIO DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO DEMONSTRATIVO DE DESPESA POR UNIDADE 3200 FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE 0059 NASCER E VIVER BEM EM PALMAS 10.301.0059.1022 CONSTRUÇÃO DA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE -1206 SUL 10.301.0059.1026 CONSTRUÇÃO DE UNIDADE DE SAÚDE 10.301.0059.2018 MANUTENÇÃO

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE PELOTAS OITAVA CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE. Comissão Organizadora

CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE PELOTAS OITAVA CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE. Comissão Organizadora CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE PELOTAS OITAVA CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE Comissão Organizadora Francisco Neto de Assis Jacqueline da Silva Dutra Francisco Isaias Ana Lúcia Afonso Pires da Costa Eleusa

Leia mais

PREFEITURA DE XINGUARA

PREFEITURA DE XINGUARA 50/000-20 Anexo IV - Programas, Metas e Ações - (PPA Inicial) Página de 5 Programa: 000 AÇÃO LEGISLATIVA Manutenção da CMX através do apoio financeiro às atividades legislativas, custeio de despesas administrativas,

Leia mais

ANEXO DAS PRIORIDADES E METAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

ANEXO DAS PRIORIDADES E METAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOAO PESSOA Secretaria Municipal de Planejamento EXERCÍCIO: 202 ANEXO DAS PRIORIDADES E METAS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ÓRGÃO: Projeto/Atividade Objetivo Denominação da Meta Unid.

Leia mais

Instituto Couto Maia

Instituto Couto Maia Instituto Couto Maia Hospital Couto Maia 1853: ato de criação do Hospital de Isolamento de Monte Serrat Objetivo: assistir pacientes com febre amarela desembarcados de navios mercantes Construção de 160

Leia mais

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO 1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS Médico Clínico 0 Médico Pediatra 1 Médico de Estratégia PSF 3 Psicólogo Clínico 30 horas 0 Psicólogo Clínico 40 horas 1 Cirurgião Dentista 2 Auxiliar de Saúde Bucal 2 Fonoaudiólogo

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: - Mais de 12 mil atendimentos nos mutirões:

SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: - Mais de 12 mil atendimentos nos mutirões: SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: o Pronto Socorro Adulto de Taubaté teve seu funcionamento aprovado pela Vigilância Sanitária Estadual. O documento

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 7ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE SANTA CATARINA

DOCUMENTO FINAL 7ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE SANTA CATARINA DOCUMENTO FINAL 7ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE SANTA CATARINA EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE DIRETRIZ: Fortalecer o Direito à Saúde, a Garantia de Acesso e a Atenção de Qualidade

Leia mais

CONTRATOS DE GESTÃO NA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - UMA EXPERIÊNCIA DE DESCENTRALIZAÇÃO AO NÍVEL LOCAL 1

CONTRATOS DE GESTÃO NA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - UMA EXPERIÊNCIA DE DESCENTRALIZAÇÃO AO NÍVEL LOCAL 1 CONTRATOS DE GESTÃO NA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - UMA EXPERIÊNCIA DE DESCENTRALIZAÇÃO AO NÍVEL LOCAL 1 O sistema de serviços de saúde é um sistema complexo, composto por diferentes atores sociais,

Leia mais

Projeto de Informatização. Como implantar um Sistema de Informação para a Saúde Pública em SP?

Projeto de Informatização. Como implantar um Sistema de Informação para a Saúde Pública em SP? Projeto de Informatização Como implantar um Sistema de Informação para a Saúde Pública em SP? Contato Cláudio Giulliano Alves da Costa, MD, MSc. Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo Assessoria Técnica

Leia mais

IV CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO E SAÚDE. Os Impactos da Judicialização na Saúde Pública e Privada

IV CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO E SAÚDE. Os Impactos da Judicialização na Saúde Pública e Privada IV CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO E SAÚDE Os Impactos da Judicialização na Saúde Pública e Privada 25/11/2015 HISTÓRICO: Período anterior a CF de 1988 INAMPS População e procedimentos restritos Movimento

Leia mais

O DIREITO À SAÚDE. Prof. Msc. Danilo César Siviero Ripoli

O DIREITO À SAÚDE. Prof. Msc. Danilo César Siviero Ripoli O DIREITO À SAÚDE Prof. Msc. Danilo César Siviero Ripoli Previsão : Arts. 196 à 200 da CF. Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO BENEDITO, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal, aprovou e eu sanciono a seguinte Lei:

O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO BENEDITO, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal, aprovou e eu sanciono a seguinte Lei: LEI ORDINÁRIA Nº 929/2015, DE 09 DE FEVEREIRO DE 2015 Altera a Lei Municipal nº 922/2014 e seu anexo e dá outras providencias. O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO BENEDITO, no uso de suas atribuições legais, faz

Leia mais

Sistemas de Informação em Saúde. Informatização da Atenção Básica Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo (SMS-SP)

Sistemas de Informação em Saúde. Informatização da Atenção Básica Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo (SMS-SP) Sistemas de Informação em Saúde Informatização da Atenção Básica Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo (SMS-SP) Contato Cláudio Giulliano Alves da Costa, MD, MSc. Secretaria Municipal de Saúde de

Leia mais

Sumário: 1. Saúde 1.1. Estratégia da Saúde da Família no território 2.1 (Rio de Janeiro);

Sumário: 1. Saúde 1.1. Estratégia da Saúde da Família no território 2.1 (Rio de Janeiro); PLANO DE TRABALHO 2014 Sumário: 1. Saúde 1.1. Estratégia da Saúde da Família no território 2.1 (Rio de Janeiro); 1.2. Estratégia da Saúde da Família no território 3.1 (Rio de Janeiro); 1.3. Estratégia

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SERAFINA CORRÊA ANEXO I - ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS E EMPREGOS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SERAFINA CORRÊA ANEXO I - ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS E EMPREGOS ANEXO I - ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS E EMPREGOS CARGO: ALMOXARIFE a) Descrição Sintética: Zelar pelo Patrimônio Público. b) Descrição Analítica: Controlar as mercadorias de uso da administração municipal;

Leia mais

Matriciamento em saúde Mental. Experiência em uma UBS do Modelo Tradicional de Atenção Primária à Saúde

Matriciamento em saúde Mental. Experiência em uma UBS do Modelo Tradicional de Atenção Primária à Saúde Matriciamento em saúde Mental Experiência em uma UBS do Modelo Tradicional de Atenção Primária à Saúde Matriciamento - conceito O suporte realizado por profissionais e diversas áreas especializadas dado

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL - SC CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N o 001/2013 ANEXO I

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL - SC CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N o 001/2013 ANEXO I DO FICIÊNCIA NÍVEL SUPERIOR - MAGISTÉRIO 01 PEDAGOGO Pedagogia com habilitação em Supervisão Escolar / Orientação Educacional ou Pedagogia com diploma expedido a partir da resolução CNE CP 01 de 15 de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL - SC CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N o 001/2013 ANEXO I

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL - SC CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N o 001/2013 ANEXO I DO (ESCOLARIDA/ FORMAÇÃO) NÍVEL SUPERIOR - MAGISTÉRIO 01 PEDAGOGO Pedagogia com habilitação em Supervisão Escolar / Orientação Educacional ou Pedagogia com diploma expedido a partir da resolução CNE CP

Leia mais

Dicas para você acertar na hora de contratar seu plano de saúde

Dicas para você acertar na hora de contratar seu plano de saúde Dicas para você acertar na hora de contratar seu plano de saúde A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) elaborou este guia para orientar você na hora de contratar um plano de saúde. São dicas sobre

Leia mais

PROPOSTAS DE ÂMBITO MUNICIPAL

PROPOSTAS DE ÂMBITO MUNICIPAL PROPOSTAS DE ÂMBITO MUNICIPAL Nº Propostas 1 Alterar estatuto dos servidores municipais reduzindo em 80% o prazo para efetivo exercício dos novos concursados; contratar funcionários efetivos via concurso

Leia mais

PLANO DE APLICAÇÃO DOS FUNDOS ESPECIAIS - 002 - FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE

PLANO DE APLICAÇÃO DOS FUNDOS ESPECIAIS - 002 - FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE 0071 - ASSISTENCIA A SAUDE NO MUNICIPIO Projeto/Atividade: 1049 - AQUISICAO DE EQUIPAMENTOS E MOBIIARIO PARA O FMS Caracterização do projeto: 1049 - AQUISICAO DE EQUIPAMENTOS E MOBIIARIO PARA O FMS 0238

Leia mais

GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS

GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS O Plano Diretor é uma lei municipal que estabelece diretrizes para a ocupação da cidade. Ele deve identificar e analisar as características físicas, as atividades predominantes

Leia mais

A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011

A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011 A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011 Departamento de Gestão da Vigilância em Saúde-DAGVS Secretaria de Vigilância em Saúde dagvs@saude.gov.br 06/03/2012 IMPLEMENTAÇÃO DO DECRETO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BETÂNIA Estado de Pernambuco LEI Nº 636 /2012 DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2013 Anexo de Prioridades e Metas ( Sintético )

PREFEITURA MUNICIPAL DE BETÂNIA Estado de Pernambuco LEI Nº 636 /2012 DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2013 Anexo de Prioridades e Metas ( Sintético ) Anexo de Prioridades e s ( Sintético ) s Processo Legislativo Administração Legislativa Planejamento Governamental Gestão Política Administrativa Suporte Administrativo Garantir o exercício da função legislativa

Leia mais

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014 PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP Maio de 2014 UMA RÁPIDA VISÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL HOJE Estrutura com grandes dimensões, complexa, onerosa e com falta de

Leia mais

Relatório da Pré Conferência Municipal de Saúde de Barra Mansa Região Leste (Distrito Sanitário III) INTRODUÇÃO

Relatório da Pré Conferência Municipal de Saúde de Barra Mansa Região Leste (Distrito Sanitário III) INTRODUÇÃO Relatório da Pré Conferência Municipal de Saúde de Barra Mansa Região Leste (Distrito Sanitário III) INTRODUÇÃO Aos trinta e um dias do mês de maio de dois mil e onze, nas dependências do Colégio Municipal

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 8ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE TOCANTINS

DOCUMENTO FINAL 8ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE TOCANTINS DOCUMENTO FINAL 8ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DE TOCANTINS EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE DIRETRIZ: Ampliação da cobertura e qualidade dos serviços de saúde, com o aprimoramento

Leia mais

10/04/2015. Lei Orgânica da Saúde Lei nº 8.080/1990

10/04/2015. Lei Orgânica da Saúde Lei nº 8.080/1990 Lei Orgânica da Saúde Lei nº 8.080/1990 1 Próximas aulas YOUTUBE www.romulopassos.com.br contato@romulopassos.com.br WhatsApp (074) 9926-6830 2 3 Já baixou o slide em PDF? Disposições Gerais do SUS Art.

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O NASF

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O NASF PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O NASF Preocupados com inúmeros questionamentos recebidos pela Comissão Nacional de Saúde Pública Veterinária do Conselho Federal de Medicina Veterinária, a CNSPV/CFMV vem por

Leia mais

D E C R E T A: Artigo 2º - Caberá à unidade responsável a divulgação da Instrução Normativa ora aprovada.

D E C R E T A: Artigo 2º - Caberá à unidade responsável a divulgação da Instrução Normativa ora aprovada. GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 17.271, DE 31 DE MARÇO DE 2014. Aprova a Instrução Normativa SSP nº 004/2014 : O Prefeito Municipal de Colatina, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas pelo

Leia mais

Carta de Joinville 1) Sobre o Financiamento

Carta de Joinville 1) Sobre o Financiamento Carta de Joinville Os Secretários e Secretárias Municipais de Saúde, reunidos no XXIII Congresso Nacional das Secretarias Municipais de Saúde e IV Congresso Brasileiro de Saúde, Cultura de Paz e Não-Violência,

Leia mais

Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres

Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres Desastre: interrupção grave do funcionamento normal de uma comunidade que supera sua capacidade de resposta e recuperação. Principais causas de

Leia mais

DECRETO Nº 1710, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2007.

DECRETO Nº 1710, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2007. DECRETO Nº 1710, DE 16 DE NOVEMBRO DE 2007. Institui o elenco de medicamentos e aprova o regulamento dos procedimentos de aquisição e dispensação de medicamentos especiais para tratamento ambulatorial

Leia mais

Detalhamento por Localizador

Detalhamento por Localizador Programa 2015 - Aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde (SUS) 20QI - Implantação e Manutenção da Força Nacional de Saúde Número de Ações 3 Esfera: 20 - Orçamento da Seguridade Social Função: 10 - Saúde

Leia mais

Agente Comunitário em Saúde

Agente Comunitário em Saúde Agente Comunitário em Saúde Introdução a Informática Ações de Promoção do ambiente saudável A sociedade em que vivemos Construção de Redes Comunitárias e Promoção à Saúde Introdução à Profissão de Agente

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 142/15 - CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando:

RESOLUÇÃO Nº 142/15 - CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: RESOLUÇÃO Nº 142/15 - CIB/RS A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: o Decreto nº 6.093, de 24 de abril de 2007, que dispõe sobre a reorganização do Programa

Leia mais

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2009/2012

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2009/2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 013/2010/CSCI Versão: 01 Aprovação em: 06.10.2010 Ato de Aprovação: Unidades Responsáveis: Secretaria Municipal de Saúde I -FINALIDADE: Dispõe sobre procedimentos para o controle

Leia mais

EIXO I - Política de saúde na seguridade social, segundo os princípios da integralidade, universalidade e equidade

EIXO I - Política de saúde na seguridade social, segundo os princípios da integralidade, universalidade e equidade 10ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE: OO"TODOS USAM O SUS! SUS NA SEGURIDADE SOCIAL - POLÍTICA PÚBLICA, PATRIMÔNIO DO POVO BRASILEIRO" EIXO I - Política de saúde na seguridade social, segundo os princípios

Leia mais

Melhor em Casa Curitiba-PR

Melhor em Casa Curitiba-PR Melhor em Casa Curitiba-PR ATENÇÃO DOMICILIAR Modalidade de Atenção à Saúde, substitutiva ou complementar às já existentes, caracterizada por um conjunto de ações de promoção à saúde, prevenção e tratamento

Leia mais

Gestão Estratégica da Cadeia de Suprimentos: Modelos e Tendências SANTA CASA DE SÃO PAULO. Dr. Antonio Carlos Forte

Gestão Estratégica da Cadeia de Suprimentos: Modelos e Tendências SANTA CASA DE SÃO PAULO. Dr. Antonio Carlos Forte Gestão Estratégica da Cadeia de Suprimentos: Modelos e Tendências SANTA CASA DE SÃO PAULO Dr. Antonio Carlos Forte SANTA CASA DE SÃO PAULO Complexo hospitalar formado por dez unidades de assistência a

Leia mais

O CUIDADO QUE EU PRECISO

O CUIDADO QUE EU PRECISO O CUIDADO QUE EU PRECISO GOVERNO FEDERAL GOVERNO ESTADUAL GOVERNO MUNICIPAL MOVIMENTOS SOCIAIS MEIOS DE COMUNICAÇÃO O CUIDADO QUE EU PRECISO Serviço Hospitalar de Referência AD CAPS AD III Pronto Atendimento

Leia mais

ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005

ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005 ANEXO I EDITAL Nº 20/2010-SEADM DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DA FUNÇÃO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA PSF - LEI Nº 6.938/2005 FUNÇÃO: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Realizar mapeamento de sua área; Cadastrar as famílias

Leia mais

ANEXO 8 ROTEIRO DE INSPEÇÃO DE ESTABELECIMENTOS VETERINÁRIOS

ANEXO 8 ROTEIRO DE INSPEÇÃO DE ESTABELECIMENTOS VETERINÁRIOS ANEXO 8 ROTEIRO DE INSPEÇÃO DE ESTABELECIMENTOS VETERINÁRIOS PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE ROTEIRO DE INSPEÇÃO DE ESTABELECIMENTOS VETERINÁRIOS Data da vistoria: / / A CADASTRO

Leia mais

Sistema Integrado de Saúde

Sistema Integrado de Saúde Sistema Integrado de Saúde Além de gerar automaticamente todas as informações obrigatórias para o SUS, o sistema permite a identificação de cada pessoa dentro da sua família, com seu histórico de saúde,

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL CONSTITUIÇÃO FEDERAL

CONSTITUIÇÃO FEDERAL CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1 Art. 196: A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário

Leia mais

Construindo a Rede de Atenção Psicossocial em São Bernardo do Campo. Reflexões a partir do Municipio

Construindo a Rede de Atenção Psicossocial em São Bernardo do Campo. Reflexões a partir do Municipio Construindo a Rede de Atenção Psicossocial em São Bernardo do Campo Reflexões a partir do Municipio . PENSAR A REFORMA PSIQUIÁTRICA É PENSAR A CIDADE: QUE CIDADE QUEREMOS? OS DIREITOS HUMANOS. A REFORMA

Leia mais

Política de Saúde da Pessoa Idosa

Política de Saúde da Pessoa Idosa Política de Saúde da Pessoa Idosa Conselho Estadual de Saúde LUCYANA MOREIRA Março/2015 O TEMPO É IRREVERSÍVEL Pernambuco em dados: PERNAMBUCO: 8.796.448 hab. 937.943 pessoas idosas 10,7% (IBGE- Censo

Leia mais

Orientações para Plano de Saúde PS (2014-2017) e Plano Plurianual da Saúde - PPA (2014-2017)

Orientações para Plano de Saúde PS (2014-2017) e Plano Plurianual da Saúde - PPA (2014-2017) Orientações para Plano de Saúde PS (2014-2017) e Plano Plurianual da Saúde - PPA (2014-2017) Gerência de Programação em Saúde DEPLAN/SUSAM Coordenação: Priscilla Lacerda (Revisado em Maio de 2014) O QUE

Leia mais

SECRETARIA ESPECIAL DE SAÚDE INDÍGENA: Um sonho que está se tornando realidade. Peru Setembro,2011

SECRETARIA ESPECIAL DE SAÚDE INDÍGENA: Um sonho que está se tornando realidade. Peru Setembro,2011 : Um sonho que está se tornando realidade Peru Setembro,2011 DEMOGRAFIA DOS POVOS INDÍGENAS DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO INDÍGENA Estão presentes : em 26 Estados e no DF em 438 municípios: 11% de médio porte

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

Sistema Único de Saúde. 15 anos de implantação: Desafios e propostas para sua consolidação.

Sistema Único de Saúde. 15 anos de implantação: Desafios e propostas para sua consolidação. Sistema Único de Saúde 15 anos de implantação: Desafios e propostas para sua consolidação. 2003 Sistema Único de Saúde! Saúde como direito de cidadania e dever do Estado, resultante de políticas públicas

Leia mais

I Encontro Nacional de Centros de Especialidades Odontológicas CEO e Equipes de Saúde Bucal da Estratégia Saúde da Família II Encontro Internacional dos Coordenadores de Saúde Bucal dos Países Latino-Americanos

Leia mais

Oficinas de tratamento. Redes sociais. Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas

Oficinas de tratamento. Redes sociais. Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas Oficinas de tratamento Redes sociais Centros de Atenção Psicossocial Álcool e drogas Irma Rossa Médica Residência em Medicina Interna- HNSC Médica Clínica- CAPS ad HNSC Mestre em Clínica Médica- UFRGS

Leia mais

EDITAL 01 NÍVEL SUPERIOR

EDITAL 01 NÍVEL SUPERIOR EDITAL NÍVEL SUPERIOR Quantidade de empregos por ocupação Concurso 25 Fundasus Emprego Público de Nível Superior Médico 100h 200h Médico Acupuntura 02 - em Saúde Anestesiologia 02 - Angiologia 03 - Antroposofia

Leia mais

Faculdade de Ciências Médicas - UNICAMP. 1º Edital Para Chamada de Candidatos a Tutores e Supervisores. Programa Mais Médicos Brasil - PMMB

Faculdade de Ciências Médicas - UNICAMP. 1º Edital Para Chamada de Candidatos a Tutores e Supervisores. Programa Mais Médicos Brasil - PMMB Faculdade de Ciências Médicas - UNICAMP 1º Edital Para Chamada de Candidatos a Tutores e Supervisores I Introdução. Programa Mais Médicos Brasil - PMMB Junho/2015 O Programa Mais Médicos Brasil, criado

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIANA ESTADO DE PERNAMBUCO Rua Marechal Deodoro da Fonseca, S/N, Centro, Goiana/PE CNPJ Nº 10.150.

PREFEITURA MUNICIPAL DE GOIANA ESTADO DE PERNAMBUCO Rua Marechal Deodoro da Fonseca, S/N, Centro, Goiana/PE CNPJ Nº 10.150. Item: Licitações e Compras Diretas ANO DATA DE HOMOLOGAÇÃO/ RATIFICAÇÃO REVOGADO PROCESSO N.º 001 MODALIDADE PREGÃO REGISTRO DE PREÇOS OBJETO Contratação de empresa para o fornecimento parcelado de combustíveis,

Leia mais

Ministério da Saúde Área Técnica de Saúde Mental Álcool e outras Drogas Miriam Di Giovanni Curitiba/PR - 12/11/2010

Ministério da Saúde Área Técnica de Saúde Mental Álcool e outras Drogas Miriam Di Giovanni Curitiba/PR - 12/11/2010 Saúde da População em Situação de Rua, com foco em Saúde Mental Consultório de Rua Ministério da Saúde Área Técnica de Saúde Mental Álcool e outras Drogas Miriam Di Giovanni Curitiba/PR - 12/11/2010 Saúde

Leia mais

LEI Nº 9.011 DE 1 DE JANEIRO DE 2005. Dispõe sobre a estrutura organizacional da Administração Direta do Poder Executivo e dá outras providências.

LEI Nº 9.011 DE 1 DE JANEIRO DE 2005. Dispõe sobre a estrutura organizacional da Administração Direta do Poder Executivo e dá outras providências. Diário Oficial do Município - Belo Horizonte Ano XI - Nº: 2.273-01/01/2005 Poder Executivo Secretaria Municipal de Governo Lei nº 9.011 de 1º de janeiro de 2005 - Anexos LEI Nº 9.011 DE 1 DE JANEIRO DE

Leia mais