GUIA RÁPIDO PARA CERTIFICADOS SSL/TLS FAÇA A MELHOR ESCOLHA AO AVALIAR SUAS OPÇÕES DE SEGURANÇA DE SITES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUIA RÁPIDO PARA CERTIFICADOS SSL/TLS FAÇA A MELHOR ESCOLHA AO AVALIAR SUAS OPÇÕES DE SEGURANÇA DE SITES"

Transcrição

1 GUIA RÁPIDO PARA CERTIFICADOS SSL/TLS FAÇA A MELHOR ESCOLHA AO AVALIAR SUAS OPÇÕES DE SEGURANÇA DE SITES

2 Introdução Seja você um indivíduo ou uma empresa, sua abordagem de segurança online deve ser idêntica à abordagem da segurança física de sua casa ou de seu escritório. Não basta você se sentir mais seguro; também é preciso proteger os visitantes de sua casa, de seu local de trabalho ou de seu site. É importante entender os riscos potenciais e assim garantir que você esteja totalmente protegido contra eles. No mundo dinâmico da tecnologia, nem sempre é fácil ficar à frente dos avanços mais recentes. Por isso, a atitude sensata é criar uma parceria com uma empresa de segurança na Internet que tenha boa reputação. O que é um certificado SSL? Um certificado SSL é um arquivo digital (ou elemento de código) com duas funções específicas: 1. Autenticação e verificação: O certificado SSL tem informações sobre a autenticidade de certos detalhes relacionados à identidade de uma pessoa, empresa ou site, e exibirá esses detalhes aos visitantes de seu site quando eles clicarem no símbolo de cadeado ou na marca de confiança do navegador (por exemplo, o Selo Norton Secured). Os critérios de qualificação usados por autoridades de certificação a fim de determinarem se um certificado SSL deve ser emitido são mais rígidos para um certificado SSL Extended Validation (EV), o que torna esse tipo de certificado SSL o mais confiável disponível. 2. Criptografia de dados: O certificado SSL também habilita a criptografia, impedindo que informações sigilosas trocadas no site sejam interceptadas e lidas por outra pessoa que não o destinatário desejado. Da mesma forma que um documento de identidade ou passaporte só pode ser emitido pelos órgãos oficiais de um país, um certificado SSL torna-se mais confiável quando emitido por uma autoridade de certificação (CA). A CA precisa seguir regras e políticas muito estritas sobre quem pode receber ou não um certificado SSL. Quando você obtém um certificado SSL válido de uma CA de boa reputação, desfruta de um grau de confiança maior por parte de seus clientes e parceiros. SSL significa Secure Socket Layer, uma tecnologia que estabelece uma conexão de sessão segura entre o navegador do visitante e seu site, para que todas as comunicações transmitidas pela conexão sejam criptografadas e, portanto, protegidas. O SSL também é usado para transmitir s, arquivos seguros e outras formas de informação. Você enviaria suas informações privadas ou detalhes bancários no verso de um cartão-postal? O SSL cria um canal seguro e privado para a sua comunicação. 2 I Symantec Corporation Informe oficial: Guia rápido para certificados SSL/TLS

3 Como funciona a criptografia SSL? Da mesma forma que usamos uma chave para trancar e destrancar portas, a criptografia usa chaves para trancar e destrancar suas informações. A menos que você tenha a chave certa, não poderá destrancar as informações. Cada sessão SSL utiliza duas chaves:?!$ SSL A chave pública é usada para criptografar (embaralhar) as informações. A chave privada é usada para descriptografar (desembaralhar) as informações e restaurar seu formato original para que possam ser lidas. O processo: Todo certificado SSL emitido para uma entidade verificada por CA inclui um servidor e um domínio da Web (endereço de site) específicos. Quando alguém usa o navegador para visitar o endereço de um site com um certificado SSL, acontece um aperto de mão ( handshake ) de SSL entre o navegador e o servidor. São solicitadas informações do servidor, que depois são exibidas para a pessoa na janela do navegador. Serão exibidas indicações de que uma sessão segura foi iniciada, como uma marca de confiança. Se clicarmos na marca de confiança, veremos informações adicionais, como a validade do certificado SSL, o domínio protegido, o tipo de certificado SSL e a CA emissora. Tudo isso significa que foi estabelecida uma conexão segura para a sessão, com uma chave de sessão exclusiva, e que é possível iniciar comunicações seguras. 3 I Symantec Corporation Informe oficial: Guia rápido para certificados SSL/TLS

4 Como saber se um site tem um certificado SSL válido? 1 Um site comum sem segurança SSL exibe antes do seu endereço na barra de endereço do navegador. A sigla significa Hypertext Transfer Protocol, e é a forma convencional de transmitir informações pela Internet. 1 2 https://www.site.com 4 3 COMPRE Um site protegido com um certificado SSL, porém, exibe https:// (que significa Secure HTTP ) antes do endereço Um símbolo de cadeado também é exibido na parte superior ou inferior do navegador (dependendo do navegador usado). Com frequência, você verá uma marca de confiança exibida no próprio site. Os clientes da Symantec usam a marca de confiança Selo Norton Secured em seus sites. Quando você clica no Selo Norton Secured ou no símbolo de cadeado na página, são exibidos detalhes do certificado com todas as informações da empresa conforme verificadas e autenticadas pela CA. Ao clicar no cadeado fechado da janela do navegador, ou em certas marcas de confiança SSL como o Selo Norton Secured, o visitante do site vê o nome da organização autenticada. Em navegadores de alta segurança, o nome da organização autenticada é exibido em destaque e a barra de endereço fica verde quando um certificado SSL Extended Validation (EV) é detectado. Se as informações não coincidirem ou se o certificado tiver expirado, o navegador exibirá uma mensagem de erro ou um aviso. 4 I Symantec Corporation Informe oficial: Guia rápido para certificados SSL/TLS

5 Onde devo usar um certificado SSL? A resposta rápida para essa pergunta é que você deve usar um certificado SSL onde quer que deseje transmitir informações com segurança. Estes são alguns exemplos: Para proteger as comunicações entre seu site e o navegador de seu cliente Para proteger as comunicações internas de sua intranet corporativa Para proteger as comunicações de enviadas e recebidas em sua rede (ou em seu endereço de particular) Para proteger as informações trocadas entre servidores (internos e externos) Para proteger as informações trocadas entre dispositivos móveis 5 I Symantec Corporation Informe oficial: Guia rápido para certificados SSL/TLS

6 Diferentes tipos de certificados SSL Existem vários tipos de certificados SSL diferentes disponíveis no mercado hoje. Certificado autoassinado O primeiro tipo de certificado SSL é o certificado autoassinado. Como o nome implica, esse é um certificado gerado para fins internos, não sendo emitido por uma CA. Como o proprietário do site gera seu próprio certificado, ele não tem a mesma importância de um certificado SSL totalmente autenticado e verificado que é emitido por uma CA. Um certificado Domain Validated é considerado um certificado SSL de nível básico www. Um certificado Domain Validated é considerado um certificado SSL de nível básico e pode ser emitido rapidamente. A única verificação feita é para garantir que o solicitante seja proprietário do domínio (endereço do site) onde o certificado será usado. Não é feita nenhuma verificação adicional para garantir que o proprietário do domínio seja uma pessoa jurídica válida. Um certificado SSL totalmente autenticado é o primeiro passo para a verdadeira segurança online Um certificado SSL totalmente autenticado é o primeiro passo para a verdadeira segurança online e para a criação de confiança. Esses certificados, que levam um pouco mais de tempo para serem emitidos, somente serão concedidos se a organização for aprovada em diversos procedimentos e verificações de validação para confirmar a existência da empresa, a propriedade do domínio e a autoridade do usuário para solicitar o certificado. 6 I Symantec Corporation Informe oficial: Guia rápido para certificados SSL/TLS

7 Todos os certificados Symantec SSL são totalmente autenticados. Embora um certificado SSL possa fornecer criptografia de 128 bits ou 256 bits, certos navegadores e sistemas operacionais mais antigos ainda não podem se conectar nesse nível de segurança. Certificados SSL com a tecnologia SGC (Server-Gated Cryptography) habilitam a criptografia de 128 bits ou 256 bits para mais de 99,9 por cento dos visitantes de sites. Sem um certificado SGC no servidor Web, navegadores e sistemas operacionais sem suporte para a criptografia forte de 128 bits receberão apenas a criptografia de 40 bits ou 56 bits. Usuários de alguns navegadores e sistemas operacionais mais antigos serão temporariamente protegidos pela criptografia SSL de 128 bits caso visitem um site com certificado SSL habilitado para SGC. Para obter mais informações sobre a tecnologia SGC, visite: Um nome de domínio costuma ser usado com vários sufixos de host diferentes. Por esse motivo, você pode usar um certificado Wildcard que lhe permita fornecer segurança SSL completa a qualquer host de seu domínio por exemplo, host.seu_domínio.com (onde host varia mas o nome do domínio é o mesmo). Similar a um certificado Wildcard, porém mais versátil, o certificado SSL SAN (Subject Alternative Name) permite a inclusão de mais de um domínio em um único certificado SSL. Certificados de assinatura de código são desenvolvidos especificamente para garantir que o software que você obteve por download não foi adulterado durante a transmissão. Muitos criminosos cibernéticos adulteram softwares disponíveis na Internet. Eles podem anexar um vírus ou outro software malintencionado a um pacote inofensivo durante seu download. Esse tipo de certificado impede que isso ocorra. Certificados SSL Extended Validation (EV) oferecem o padrão de autenticação mais alto do setor e o melhor nível de confiança do cliente disponível. Quando consumidores visitam um site protegido por um certificado SSL EV, a barra de endereço fica verde (em navegadores de alta segurança) e um campo especial aparece, com o nome do proprietário legítimo do site e o nome do fornecedor de proteção que emitiu o certificado SSL EV. Essa garantia visual ajudou a aumentar a confiança do consumidor no e-commerce. 7 I Symantec Corporation Informe oficial: Guia rápido para certificados SSL/TLS

8 Papo técnico simplificado } Criptografia: As informações são embaralhadas para que não possam ser usadas por pessoas diferentes do destinatário desejado. { } Descriptografia: Desembaralha as informações e restaura seu formato original. { } Chave: Uma fórmula matemática, ou algoritmo, usada para criptografar ou descriptografar suas informações. Da mesma forma que uma trava com muitas combinações diferentes é mais difícil de abrir, quanto mais longa a chave (medida em número de bits), mais forte é a criptografia. { } Navegador: Um programa de software usado para acessar a Internet. Exemplos incluem: Microsoft Internet Explorer (IE), Mozilla Firefox, Apple Safari, RockMelt e Google Chrome. { Conclusão A confiança faz toda a diferença no mundo dos negócios online. Investimentos em tecnologias para proteger os clientes e conquistar a sua confiança são um fator de sucesso essencial para qualquer empresa que faça negócios online ou que hospede um site de e-commerce. A implementação eficaz de certificados SSL e o posicionamento e uso corretos de marcas de confiança são ferramentas comprovadas para ganhar a confiança do cliente. Com a aquisição do Symantec Authentication Services, a Symantec tornou-se o principal fornecedor global de certificados SSL, ajudando a garantir aos clientes que eles estão seguros durante a pesquisa, navegação, acesso e compra. A Symantec protege mais de um milhão de servidores Web em todo o mundo, mais do que qualquer outra CA. A Symantec também protege mais de dois terços dos sites com Extended Validation SSL incluindo os principais nomes em e-commerce e transações bancárias. Quando você escolhe a Symantec, tem a garantia de que seu site e sua reputação estão protegidos por uma CA com histórico comprovado e a marca de confiança mais reconhecida da Internet. Para obter mais informações, visite-nos em 8 I Symantec Corporation Informe oficial: Guia rápido para certificados SSL/TLS

9 Para obter informações de escritórios locais específicos e números de contato, visite nosso site. Para obter informações de produtos, ligue para: +1 (650) Symantec Brazil Av. Dr. Chucri Zaidan, º andar Market Place Tower São Paulo, SP Brasil Nenhuma parte do conteúdo deste informe oficial pode ser reproduzida ou transmitida em qualquer forma ou por qualquer meio sem a permissão por escrito do editor Symantec Corporation.Todos os direitos reservados. Symantec, o logotipo da Symantec, o logotipo circular com a marca de verificação e o logotipo do Norton Secured são marcas comerciais ou registradas da Symantec Corporation ou de suas afiliadas nos Estados Unidos e em outros países. Outros nomes podem ser marcas comerciais dos respectivos proprietários. Informe oficial: Guia rápido para certificados SSL/TLS

Introdução... O que é SSL... Quais são os tipos de SSL... Por que ter... Como contratar... Como é feita a manutenção...

Introdução... O que é SSL... Quais são os tipos de SSL... Por que ter... Como contratar... Como é feita a manutenção... Conteúdo do Ebook Introdução... O que é SSL... Quais são os tipos de SSL... Por que ter... Como contratar... Como é feita a manutenção... Quais foram as últimas falhas... Conclusão... 03 04 05 06 06 07

Leia mais

Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada

Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada Criptografia Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada Criptografia Onde pode ser usada? Arquivos de um Computador Internet Backups Redes

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA conceito inicial Amplo sistema de comunicação Conecta muitas redes de computadores Apresenta-se de várias formas Provê

Leia mais

TEORIA GERAL DE SISTEMAS

TEORIA GERAL DE SISTEMAS TEORIA GERAL DE SISTEMAS Vulnerabilidade dos sistemas e uso indevido Roubo de identidade Hackers e cibervandalismo Roubo de informações pessoais (número de identificação da Previdência Social, número da

Leia mais

Oficial de Justiça 2014. Informática Questões AULA 3

Oficial de Justiça 2014. Informática Questões AULA 3 Oficial de Justiça 2014 Informática Questões AULA 3 - Conceitos básicos de Certificação Digital - Sistema Operacional: Microsoft Windows 7 Professional (32 e 64-bits) operações com arquivos; configurações;

Leia mais

Certificado Digital: Como Funciona (www.bry.com.br)

Certificado Digital: Como Funciona (www.bry.com.br) Comércio Eletrônico Faculdade de Tecnologia SENAC Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Unidade Curricular: Comércio Eletrônico Edécio Fernando Iepsen (edecio@terra.com.br)

Leia mais

Symantec Encryption Management Server, com a tecnologia PGP

Symantec Encryption Management Server, com a tecnologia PGP Symantec Encryption Management Server, com a tecnologia PGP Informe técnico: criptografia As dificuldades crescentes de gerenciar várias soluções de criptografia Muitas empresas adotaram uma abordagem

Leia mais

Manual do Usuário Janeiro de 2016

Manual do Usuário Janeiro de 2016 Manual do Usuário Janeiro de 2016 SOBRE CMX CMX é uma interface que dá acesso aos estudantes a milhares de atividades, exercícios e recursos todos posicionados com os padrões e conceitos curriculares.

Leia mais

Guia de Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.6

Guia de Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.6 Guia de Usuário do Gateway do Avigilon Control Center Versão 5.6 2006-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedida por escrito, nenhuma licença será

Leia mais

INSTALAÇÃO DO FIREFOX E JAVA PORTÁVEL CUSTOMIZADO PELO TRT DA 13ª REGIÃO

INSTALAÇÃO DO FIREFOX E JAVA PORTÁVEL CUSTOMIZADO PELO TRT DA 13ª REGIÃO Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região INSTALAÇÃO DO FIREFOX E JAVA PORTÁVEL CUSTOMIZADO PELO TRT DA 13ª REGIÃO Por Ericson Benjamim Secretaria de Tecnologia da

Leia mais

Protocolos de Aplicação SSL, TLS, HTTPS, SHTTP

Protocolos de Aplicação SSL, TLS, HTTPS, SHTTP Protocolos de Aplicação SSL, TLS, HTTPS, SHTTP SSL - Secure Socket Layer Protocolos criptográfico que provê comunicação segura na Internet para serviços como: Telnet, FTP, SMTP, HTTP etc. Provê a privacidade

Leia mais

WatchKey. WatchKey USB PKI Token. Versão Windows. Manual de Instalação e Operação

WatchKey. WatchKey USB PKI Token. Versão Windows. Manual de Instalação e Operação WatchKey WatchKey USB PKI Token Manual de Instalação e Operação Versão Windows Copyright 2011 Watchdata Technologies. Todos os direitos reservados. É expressamente proibido copiar e distribuir o conteúdo

Leia mais

Comunicado. Ataque LogJam - Nova vulnerabilidade no SSL/TLS. www.certisign.com.br

Comunicado. Ataque LogJam - Nova vulnerabilidade no SSL/TLS. www.certisign.com.br Ataque LogJam - Nova vulnerabilidade no SSL/TLS O que está acontecendo? O setor de TI recentemente tem divulgando diversos ataques sobre os protocolos de criptografia. E na última semana, foi descoberta

Leia mais

ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais

ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais PRERELEASE 03/07/2011 Avisos legais Avisos legais Para consultar avisos legais, acesse o site http://help.adobe.com/pt_br/legalnotices/index.html.

Leia mais

MANUAL DE EMISSÃO DO CERTIFICADO TIPO A1

MANUAL DE EMISSÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 MANUAL DE EMISSÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 VERSÃO 9 Atualizado em 10/10/2014 Página 1 A renovação online do certificado somente poderá ser feita uma única vez e em sistema operacional Windows XP SP3 ou Windows

Leia mais

Visualização de alto nível dos Certificados e das autoridades em CUCM

Visualização de alto nível dos Certificados e das autoridades em CUCM Visualização de alto nível dos Certificados e das autoridades em CUCM Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Convenções Finalidade dos Certificados Defina a confiança do ponto

Leia mais

Última atualização em 16 de junho de 2016. Substitui a versão anterior na sua totalidade.

Última atualização em 16 de junho de 2016. Substitui a versão anterior na sua totalidade. Termos Adicionais de Uso do Document Cloud (incluindo Adobe Sign) Última atualização em 16 de junho de 2016. Substitui a versão anterior na sua totalidade. Os termos em letras maiúsculas usados nestes

Leia mais

INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO

INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO INFORMÁTICA PROF. RAFAEL ARAÚJO CERTIFICADO DIGITAL O certificado digital é um arquivo eletrônico que contém dados de uma pessoa ou instituição, utilizados para comprovar sua identidade. Este arquivo pode

Leia mais

TERMOS DE USO Versão de 15-01-2011 eadvantage

TERMOS DE USO Versão de 15-01-2011 eadvantage TERMOS DE USO Versão de 15-01-2011 eadvantage Acessando e utilizando o eadvantage, ou qualquer informação e/ou conteúdo presente em qualquer área do eadvantage, você estará reconhecendo que leu e concorda

Leia mais

O Que é Internet? Internet - é a maior interconexão de redes de computadores que permite a estes conexão e comunicação direta;

O Que é Internet? Internet - é a maior interconexão de redes de computadores que permite a estes conexão e comunicação direta; Internet O Que é Internet? Uma rede de computadores consiste de dois ou mais computadores ligados entre si e compartilhando dados, impressoras, trocando mensagens (e-mails), etc; Internet - é a maior interconexão

Leia mais

TEORIA GERAL DE SISTEMAS

TEORIA GERAL DE SISTEMAS TEORIA GERAL DE SISTEMAS Vulnerabilidade dos sistemas e uso indevido Vulnerabilidade do software Softwares comerciais contém falhas que criam vulnerabilidades na segurança Bugs escondidos (defeitos no

Leia mais

INSTALAÇAO DA CERTIFICADORA ICP- BRASIL NOS PRINCIPAIS NAVEGADORES

INSTALAÇAO DA CERTIFICADORA ICP- BRASIL NOS PRINCIPAIS NAVEGADORES PRESIDÊNCIA PRE COORDENAÇÃO-GERAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO CGTI COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COINF DIVISÃO DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DE RISCOS - DISEG INSTALAÇAO

Leia mais

Domínios. Domínios Mundiais Usado para atividades comerciais. Usado em instituições sem fins lucrativos. Usado para nomes pessoais.

Domínios. Domínios Mundiais Usado para atividades comerciais. Usado em instituições sem fins lucrativos. Usado para nomes pessoais. Aula 01 Domínios Domínios são todos os nomes registrados na base de dados do DNS e que, portanto, recebem um endereço IP e passam a estar disponíveis na Internet. Todos os endereços de sites existentes

Leia mais

Comentários da prova TJ-RS Oficial Escrevente

Comentários da prova TJ-RS Oficial Escrevente Comentários da prova TJ-RS Oficial Escrevente Resposta: C Comentários: Questão tranquila envolvendoa criação de um cálculo de porcentagem (menor / maior => B2/B5), que será copiado para as demais células,

Leia mais

Instalação do software e de opções da Série Polycom RealPresence Group e acessórios. Visão geral

Instalação do software e de opções da Série Polycom RealPresence Group e acessórios. Visão geral Instalação do software e de opções da Série Polycom RealPresence Group e acessórios Visão geral Quando você atualiza o software Polycom ou adquire opções adicionais do sistema, sua organização pode continuar

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Índice Hyperlinks Descanse o mouse na frase, aperte sem largar o botão Ctrl do seu teclado e click com o botão esquerdo do mouse para confirmar. Introdução

Leia mais

terceiros ou usar um aplicativo desenvolvido por terceiros, um cookie poderá ser colocado por essa página ou aplicativo).

terceiros ou usar um aplicativo desenvolvido por terceiros, um cookie poderá ser colocado por essa página ou aplicativo). Políticas de Privacidade Esta política descreve as formas como coletamos, armazenamos, usamos e protegemos suas informações pessoais. Você aceita essa política e concorda com tal coleta, armazenamento

Leia mais

FileMaker. Guia de instalação e novos recursos. do FileMaker Pro 15 e FileMaker Pro 15 Advanced

FileMaker. Guia de instalação e novos recursos. do FileMaker Pro 15 e FileMaker Pro 15 Advanced FileMaker Guia de instalação e novos recursos do FileMaker Pro 15 e FileMaker Pro 15 Advanced 2007-2016 FileMaker, Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Segurança da Informação e Proteção ao Conhecimento. Douglas Farias Cordeiro

Segurança da Informação e Proteção ao Conhecimento. Douglas Farias Cordeiro Segurança da Informação e Proteção ao Conhecimento Douglas Farias Cordeiro Revisando As transações eletrônicas demandam mecanismos de segurança que garantam: Autenticidade Confidencialidade Integridade

Leia mais

Configuração dos clientes da rede sem fio cefetmg_aluno

Configuração dos clientes da rede sem fio cefetmg_aluno Configuração dos clientes da rede sem fio cefetmg_aluno Para realizar as configurações do cliente, é necessário que o mesmo possua conta na base institucional de autenticação de usuários de sistemas de

Leia mais

Atualização do Certificado Digital

Atualização do Certificado Digital Atualização do Certificado Digital Houve uma renovação no certificado AC Raiz, este novo certificado Raiz da ICP-BRASIL ainda não está presente nos repositórios dos navegadores de internet. Por este motivo

Leia mais

Instalação e uso ymantec s Online Security de certificado Predictions f s SSL: or 2015 and Beyond

Instalação e uso ymantec s Online Security de certificado Predictions f s SSL: or 2015 and Beyond Symantec s Online Security Instalação e uso de certificados SSL: Beyond Predictions for 2015 and seu paraand o sucesso Asiaguia Pacific Japan Então você comprou certificados SSL. Adquirir seu certificado

Leia mais

GOOGLE.COM.BR - PRIVACY POLICY

GOOGLE.COM.BR - PRIVACY POLICY Última modificação: 27 de julho de 2012 ( visualizar versões arquivadas) Existem muitas maneiras diferentes pelas quais você pode usar nossos serviços pesquisar e compartilhar informações, comunicar-se

Leia mais

Autenticação de dois fatores no SonicOS

Autenticação de dois fatores no SonicOS Autenticação de dois fatores no SonicOS 1 Observações, cuidados e advertências OBSERVAÇÃO: uma OBSERVAÇÃO indica informações importantes que ajudam a usar seu sistema da melhor forma. CUIDADO: um CUIDADO

Leia mais

Lifesize Video Table of Contents

Lifesize Video Table of Contents Table of Contents Vamos começar Para quem devo ligar? Criar uma reunião Enviar um convite Ligar para alguém Vamos nos reunir Vamos conversar Compartilhando dados em uma chamada Como discar Tópicos avançados

Leia mais

Infraestrutura de Chaves Públicas Japonesa) é uma entidade. que, em cooperação mútua com as Províncias, oferecedoras

Infraestrutura de Chaves Públicas Japonesa) é uma entidade. que, em cooperação mútua com as Províncias, oferecedoras Serviços de Certificação Pública para Indivíduos GUIA DO USUÁRIO Associação das Províncias pela JPKI (JPKI: Infraestrutura de Chaves Públicas Japonesa) Sobre a Associação das Províncias pela JPKI (JPKI:

Leia mais

WHITE PAPER CERTIFICADOS SSL

WHITE PAPER CERTIFICADOS SSL WHITE PAPER CERTIFICADOS SSL Importância da Autoridade Certificadora, instalação e gerenciamento automatizados Certificados SSL são vitais para proteger comunicações. Desde que foi desenvolvida, essa tecnologia

Leia mais

Symantec Network Access Control

Symantec Network Access Control Conformidade abrangente de endpoints Visão geral O é uma solução completa para o controle de acesso que permite às empresas controlar o acesso às redes corporativas de forma segura e eficiente, através

Leia mais

Guia do Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.4.2

Guia do Usuário do Gateway do Avigilon Control Center. Versão 5.4.2 Guia do Usuário do Gateway do Avigilon Control Center Versão 5.4.2 2006-2014 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedido por escrito, nenhuma licença é

Leia mais

SIORP Sistema de Informação de Órgão Publico 2012

SIORP Sistema de Informação de Órgão Publico 2012 Portfólio 2012. O que é? SIORP Sistema de Informação de Órgão Público é um sistema cujo elemento principal é a informação. Seu objetivo é armazenar, tratar e fornecer informações de tal modo a apoiar as

Leia mais

Renovação do certificado A1

Renovação do certificado A1 Renovação do certificado A1 Requisitos: Os passos descritos neste procedimento foram testados no Windows 7 sem apresentar erros. Atente que algumas divergências poderão ser observadas caso a versão do

Leia mais

Norton 360 Online Guia do Usuário

Norton 360 Online Guia do Usuário Guia do Usuário Norton 360 Online Guia do Usuário Documentação versão 1.0 Copyright 2007 Symantec Corporation. Todos os direitos reservados. O software licenciado e a documentação são considerados software

Leia mais

MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (GOOGLE CHROME)

MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (GOOGLE CHROME) MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (GOOGLE CHROME) VERSÃO 10 Atualizado em 30/12/2015 Página 1 de 30 A renovação online do certificado somente poderá ser feita uma única vez (e-cpf)

Leia mais

Julgue os itens a seguir, referentes a programas de navegação, programas de correio eletrônico e sítios de busca e pesquisa na Internet.

Julgue os itens a seguir, referentes a programas de navegação, programas de correio eletrônico e sítios de busca e pesquisa na Internet. 01 Q360880 Noções de Informática Internet Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: MDICProva: Agente Administrativo BETA Julgue os itens a seguir, referentes a programas de navegação, programas de correio eletrônico

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Cap. 3: Visão Geral das Tecnologias de Segurança Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Tradução do Endereço de Rede (NAT) Network Address Translation Recurso que permite

Leia mais

Serviços Remotos Xerox Um passo na direção certa

Serviços Remotos Xerox Um passo na direção certa Serviços Remotos Xerox Um passo na direção certa Diagnóstico de problemas Avaliação dos dados da máquina Pesquisa de defeitos Segurança garantida do cliente 701P41699 Visão geral dos Serviços Remotos Sobre

Leia mais

VIAWEB service. Site de Serviços. Manual de utilização do Site

VIAWEB service. Site de Serviços. Manual de utilização do Site VIAWEB service Site de Serviços Manual de utilização do Site Outubro 2011 1 VIAWEB plugin Índice VIAWEB service...03 Principais Características...03 Especificações para Utilização...03 Como Funciona...05

Leia mais

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para a utilização dos sistemas de visualização

Leia mais

MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (INTERNET EXPLORER)

MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (INTERNET EXPLORER) MANUAL DE EMISSÃO E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO TIPO A1 (INTERNET EXPLORER) VERSÃO 10 Atualizado em 30/12/2015 Página 1 de 21 A renovação online do certificado somente poderá ser feita uma única vez (e-cpf)

Leia mais

PROJETO CERTIDÃO WEB

PROJETO CERTIDÃO WEB PROJETO CERTIDÃO WEB JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GERÊNCIA DE REGISTRO E ANÁLISE TÉCNICA VITÓRIA / ES ABRIL/2008 Documentação certidão web JUCEES Página

Leia mais

Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1

Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1 Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1 Sede das Américas Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San Jose, CA 95134-1706 EUA http://www.cisco.com Tel.: +1 408 526-4000

Leia mais

Processo de solicitação do Certificado Digital. Comodo Brasil Tecnologia - www.comodobr.com. Página 1 de 5

Processo de solicitação do Certificado Digital. Comodo Brasil Tecnologia - www.comodobr.com. Página 1 de 5 Processo de solicitação do Certificado Digital Página 1 de 5 Existem cinco passos na emissão de um certificado digital para habilitar SSL no seu servidor. Gerando o seu CSR (Certificate Signing Request)

Leia mais

Passando pelas Camadas TCP/IP Transmissão de Dados

Passando pelas Camadas TCP/IP Transmissão de Dados Passando pelas s TCP/IP Transmissão de Dados Professor Othon M. N. Batista Mestre em Informática s de Computadores e Sistemas Distribuídos http://www.othonbatista.com.br othonb@yahoo.com Roteiro Introdução

Leia mais

INTERNET. INTERNET http://www.jofilho.pro.br 1/40

INTERNET. INTERNET http://www.jofilho.pro.br 1/40 INTERNET INTERNET http://www.jofilho.pro.br 1/40 OBJETIVOS Apresentar definições e aspectos envolvidos Diferenciar por abrangência Apresentar tecnologias de segurança Apresentar usos e métodos de busca

Leia mais

Segurança Informática

Segurança Informática Cadeira de Tecnologias de Informação Ano lectivo 2009/10 Segurança Informática TI2009/2010_SI_1 Tópicos 1. O que é segurança? 2. Problemas relacionados com segurança 3. Criptografia 4. Assinatura digital

Leia mais

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta.

INTERNET OUTLOOK. 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. Prof. Júlio César S. Ramos P á g i n a 1 INTERNET OUTLOOK 1. Considerando os conceitos e os modos de navegação na Internet, assinale a opção correta. A O Outlook Express permite criar grupo de pessoas

Leia mais

Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.6

Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center. Versão 5.6 Guia de Usuário do Servidor do Avigilon Control Center Versão 5.6 2006-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. A menos que seja expressamente concedida por escrito, nenhuma licença será

Leia mais

Manual de Apoio SIBE Atestado Eletrônico. Emissão de Atestado Eletrônico pelo Site da Agência da Previdência Social

Manual de Apoio SIBE Atestado Eletrônico. Emissão de Atestado Eletrônico pelo Site da Agência da Previdência Social Manual de Apoio SIBE Atestado Eletrônico Emissão de Atestado Eletrônico pelo Site da Agência da Previdência Social Índice Hyperlinks Descanse o mouse na frase, aperte sem largar o botão Ctrl do seu teclado

Leia mais

INTRODUÇÃO. O conteúdo programático foi pensado em concursos, assim simularemos algumas questões mais usadas em vestibular e provas de concursos.

INTRODUÇÃO. O conteúdo programático foi pensado em concursos, assim simularemos algumas questões mais usadas em vestibular e provas de concursos. INTRODUÇÃO Essa apostila foi idealizada como suporte as aulas de Informática Educativa do professor Haroldo do Carmo. O conteúdo tem como objetivo a inclusão digital as ferramentas de pesquisas on-line

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Um serviço de diretório, como o Active Directory, fornece os métodos para armazenar os dados de diretório (informações sobre objetos

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.2. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.2. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.2 ExpressoMG 16/12/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper

Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Forefront Server Security Management Console: Gerenciamento Simplificado da Segurança para Mensagens e Colaboração White Paper Outubro de 2007 Resumo Este white paper explica a função do Forefront Server

Leia mais

CA Nimsoft Monitor Snap

CA Nimsoft Monitor Snap CA Nimsoft Monitor Snap Guia de Configuração do Monitoramento do WebSphere websphere série 1.6 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Snap Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente

Leia mais

Phishing As táticas mais recentes e o impacto potencial nos negócios

Phishing As táticas mais recentes e o impacto potencial nos negócios INFORME OFICIAL: PHISHING Informe oficial Phishing As táticas mais recentes e o impacto potencial nos negócios Phishing As táticas mais recentes e o impacto potencial nos negócios Conteúdo Introdução...

Leia mais

FTP Protocolo de Transferência de Arquivos

FTP Protocolo de Transferência de Arquivos FTP Protocolo de Transferência de Arquivos IFSC UNIDADE DE SÃO JOSÉ CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE DE TELECOMUNICAÇÕES! Prof. Tomás Grimm FTP - Protocolo O protocolo FTP é o serviço padrão da Internet para

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

Curso Juventude Brasileira e Ensino Médio Inovador. Manual do ambiente Moodle

Curso Juventude Brasileira e Ensino Médio Inovador. Manual do ambiente Moodle Curso Juventude Brasileira e Ensino Médio Inovador Manual do ambiente Moodle CURSO DE INTRODUÇÃO AO MOODLE 1. Introdução Estamos começando nossa viagem e nossa primeira parada é na unidade denominada Curso

Leia mais

Guia do Usuário do Norton 360

Guia do Usuário do Norton 360 Guia do Usuário Guia do Usuário do Norton 360 Documentação versão 2.0 Copyright 2008 Symantec Corporation. Todos os direitos reservados. O Software licenciado e a documentação são considerados software

Leia mais

Tema 4a A Segurança na Internet

Tema 4a A Segurança na Internet Tecnologias de Informação Tema 4a A Segurança na Internet 1 Segurança na Internet Segurança Ponto de Vista da Empresa Ponto de vista do utilizador A quem Interessa? Proxy Firewall SSL SET Mecanismos 2

Leia mais

Software SMART Bridgit Versão 4.5

Software SMART Bridgit Versão 4.5 Especificações Software SMART Bridgit Versão 4.5 Descrição do produto O software de conferências SMART Bridgit é um aplicativo cliente/servidor econômico que permite que você programe facilmente reuniões

Leia mais

Notificação de Política de Privacidade

Notificação de Política de Privacidade Notificação de Política de Privacidade Em vigor a partir de novembro de 2014. A Nestlé Brasil Ltda., sediada na Avenida Doutor Chucri Zaidan, 246, Vila Cordeiro, CEP 04583-110, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Filtros de Pacotes Criptografia SSL

Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Filtros de Pacotes Criptografia SSL Execícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour Filtros de Pacotes Criptografia SSL Exercício 1 Configure as regras do filtro de pacotes "E" para permitir que os computadores da rede interna

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação (Extraído da apostila de Segurança da Informação do Professor Carlos C. Mello) 1. Conceito A Segurança da Informação busca reduzir os riscos de vazamentos, fraudes, erros, uso indevido,

Leia mais

Manual de Configuração de Ambiente para Utilização do Login via Certificado Digital no Cadastro Web

Manual de Configuração de Ambiente para Utilização do Login via Certificado Digital no Cadastro Web Manual de Configuração de Ambiente para Utilização do Login via Certificado Digital no Cadastro Web AÇÕES IMPORTANTES Ao tentar acessar o Cadastro Web por meio da certificação digital, é fundamental realizar

Leia mais

67 das 88 vagas no AFRF no PR/SC 150 das 190 vagas no TRF no PR/SC 150 das 190 vagas no TRF Conquiste sua vitória ao nosso lado

67 das 88 vagas no AFRF no PR/SC 150 das 190 vagas no TRF no PR/SC 150 das 190 vagas no TRF Conquiste sua vitória ao nosso lado Carreira Policial Mais de 360 aprovados na Receita Federal em 2006 67 das 88 vagas no AFRF no PR/SC 150 das 190 vagas no TRF no PR/SC 150 das 190 vagas no TRF Conquiste sua vitória ao nosso lado Apostila

Leia mais

Manual de Utilização e-rh para Servidor em Geral

Manual de Utilização e-rh para Servidor em Geral UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS P.R.R.H Manual de Utilização e-rh para Servidor em Geral (Módulo Recadastramento) 1 SUMÁRIO 1. SEÇÃO - INFORMAÇÕES INICIAIS... 3 1.1.

Leia mais

Assinatura Digital de Contratos de Câmbio Banrisul Utilização dos certificados digitais para a Assinatura de Contratos de Câmbio Banrisul.

Assinatura Digital de Contratos de Câmbio Banrisul Utilização dos certificados digitais para a Assinatura de Contratos de Câmbio Banrisul. Assinatura Digital de Contratos de Câmbio Banrisul Utilização dos certificados digitais para a Assinatura de Contratos de Câmbio Banrisul. Manual Descritivo Índice 1. Introdução 1.1. Objetivo. 1.2. Escopo.

Leia mais

Guia do Fornecedor. WBC Public Pregão eletrônico

Guia do Fornecedor. WBC Public Pregão eletrônico Guia do Fornecedor WBC Public Pregão eletrônico As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas a mudança sem aviso prévio.

Leia mais

Procedimento de Acesso VPN

Procedimento de Acesso VPN Procedimento de Acesso Departamento de Tecnologia e Infraestrutura Este procedimento tem por objetivo definir as configurações básicas para acessar a rede corporativa do Esporte Clube Pinheiros via. Esporte

Leia mais

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário Manual do Usuário Produto: EmiteNF-e Versão: 1.2 Índice 1. Introdução... 2 2. Acesso ao EmiteNF-e... 2 3. Configurações Gerais... 4 3.1 Gerenciamento de Usuários... 4 3.2 Verificação de Disponibilidade

Leia mais

Instruções de Operação WV-SFV130 WV-SFV110M WV-SFN130 WV-SFN110. Câmera de rede Nº MODELO WV-SFV130 WV-SFV110

Instruções de Operação WV-SFV130 WV-SFV110M WV-SFN130 WV-SFN110. Câmera de rede Nº MODELO WV-SFV130 WV-SFV110 Instruções de Operação Câmera de rede Nº MODELO WV-SFV130 WV-SFV110 WV-SFV130M WV-SFV110M WV-SFN130 WV-SFN110 WV- SFN130 WV- SFV130 WV-SFV130 WV-SFN130 Antes de tentar conectar ou operar este produto,

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GLPI

Manual de Utilização do Sistema GLPI Manual de Utilização do Sistema GLPI 1 Introdução Prezado servidor, o GLPI é um sistema de Service Desk composto por um conjunto de serviços para a administração de inventário de equipamentos de informática,

Leia mais

Instalação da chave pública para o webmail do ICB

Instalação da chave pública para o webmail do ICB Instalação da chave pública para o webmail do ICB Documento criado em 22 de junho de 2009. Prezado usuário (a) do Webmail do ICB, O ICB conta hoje com um sistema de webmail, baseado em software livre,

Leia mais

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA FÍSICA

MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA FÍSICA MANUAL DE USO NA INTERNET PESSOA FÍSICA APRESENTAÇÃO 1.Bem-vindo ao SICREDI Total Internet! Agora você encontra o SICREDI em casa, no trabalho ou onde você estiver. É o SICREDI Total Internet, cooperando

Leia mais

PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA

PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA PROJETO INTEGRADOR LUIZ DAVI DOS SANTOS SOUZA Os serviços IP's citados abaixo são suscetíveis de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade de

Leia mais

Instruções de Operação

Instruções de Operação Instruções de Operação Câmera de rede Nº MODELO Série WV-SFV6 Série WV-SFR6 Série WV-SFN6 Série WV-SPN6 WV-SFV631L WV-SFN631L WV-SFV631L WV-SFN631L WV-SPN631 WV-SPN631 Este manual abrange os seguintes

Leia mais

Segurança da Informação. Prof. Gleison Batista de Sousa

Segurança da Informação. Prof. Gleison Batista de Sousa Segurança da Informação Prof. Gleison Batista de Sousa Ao longo do tempo e com a evolução tecnologia surgiram uma quantidade enorme de problemas desafiadores relacionados a segurança da informação. Quais

Leia mais

Questões de Informática Banca CESPE - Ano: 2010 Caderno 2 Fontes: Provas da Banca CESPE

Questões de Informática Banca CESPE - Ano: 2010 Caderno 2 Fontes: Provas da Banca CESPE 1. ( ) Um computador pode ser protegido contra vírus por meio da instalação de software específicos como, por exemplo, Norton Anti-virus, McAfee Security Center e AVG, que identificam e eliminam os vírus.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA DTI Departamento de Tecnologia da Informação

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA DTI Departamento de Tecnologia da Informação O SCSG é o sistema de acesso remoto que pode ser utilizado por todos os usuários da SEFAZ através do crachá digital para: Acesso ao WebMail 1 Acesso à Área de Trabalho: A Área de Trabalho é um portal com

Leia mais

SSH Secure Shell Secure Shell SSH

SSH Secure Shell Secure Shell SSH SSH SSH Secure Shell O protocolo Secure Shell, é um popular e poderoso, software baseado na abordagem de segurança de rede. Quando os dados são enviados por um computador para a rede, SSH criptografálos

Leia mais

Configuração de E-mail DTI/CIMR

Configuração de E-mail DTI/CIMR Configuração de E-mail DTI/CIMR Sumário ACESSANDO O E-MAIL VIA WEB: 2 CONFIGURANDO O E-MAIL NO WINDOWS LIVE MAIL(GRATUITO): 3 CONFIGURANDO O E-MAIL NO OUTLOOK 2010: 6 CONFIGURANDO O E-MAIL NO THUNDERBIRD:

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

Criptografia de chaves públicas

Criptografia de chaves públicas Marcelo Augusto Rauh Schmitt Maio de 2001 RNP/REF/0236 Criptografia 2001 RNP de chaves públicas Criptografia Introdução Conceito É a transformação de um texto original em um texto ininteligível (texto

Leia mais

Manual de Utilização de Certificados Digitais. Microsoft Word 2003

Manual de Utilização de Certificados Digitais. Microsoft Word 2003 Manual de Utilização de Certificados Digitais Microsoft Página 2 de 11 CONTROLO DOCUMENTAL REGISTO DE MODIFICAÇÕES Versão Data Motivo da Modificação 1.9 08/02/2013 Actualização do conteúdo do manual de

Leia mais

Instruções de operação Guia de segurança

Instruções de operação Guia de segurança Instruções de operação Guia de segurança Para um uso seguro e correto, certifique-se de ler as Informações de segurança em 'Leia isto primeiro' antes de usar o equipamento. CONTEÚDO 1. Instruções iniciais

Leia mais

Software ConnectKey Share to Cloud Versão 1.0 Abril de 2013. Xerox ConnectKey Share to Cloud Guia do Usuário / Administrador

Software ConnectKey Share to Cloud Versão 1.0 Abril de 2013. Xerox ConnectKey Share to Cloud Guia do Usuário / Administrador Software ConnectKey Share to Cloud Versão 1.0 Abril de 2013 Xerox ConnectKey Share to Cloud Guia do Usuário / Administrador 2013 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox, Xerox and Design

Leia mais