SEGURANÇA E MANUTENÇÃO COMO VANTAGENS DE PAPEL E CELULOSE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SEGURANÇA E MANUTENÇÃO COMO VANTAGENS DE PAPEL E CELULOSE"

Transcrição

1

2 SEGURANÇA E MANUTENÇÃO COMO VANTAGENS COMPETITIVAS PARA O ABASTECIMENTO DE FÁBRICA DE PAPEL E CELULOSE

3 Resultados de Segurança Taxa de frequência de Acidentes de Trânsito 1,5 1,39 Acidente / Milhão Km Rodado 1,2 0,9 0,98 0,93 0, Ano Redução de 40%

4 Resultados de Segurança Custo de Acidentes de Trânsito ,00 R$ , , Ano Redução de 26%

5 Organização - Clientes

6 Organização ESCOPO DO PROJETO - Frota Frota Operacional Operações Florestais: Transporte: 669 Caminhões: 320 Reboque e Semi Reboque: 309 Veículos de Apoio: 40 Carregamento / Colheita: 159 Carregamento: 45 Equipamentos Colheita: 75 Equipamentos Manutenção de Estradas: 4 Equipamentos Veículos de Apoio: 35 Total: 828 equipamentos

7 Manutenção - Macrofluxograma MANUTENÇÃO PREVENTIVA INSPEÇÃO TÉCNICA DE ROTINA MANUTENÇÃO CORRETIVA PROGRAMADA SOCORRO MECÂNICO

8 Manutenção - Sistema de Gestão de Frota Módulo Abastecimento e Lubrificação Módulo Manutenção Mecânica Módulo Pneus Módulo Componentes Módulo Documentação de Frota Rotinas Básicas Módulo Gerencial de Frota Atualização de Contadores e Abastecimentos Gerenciador de Manutenção Ordens de Manutenção Movimentação de Pneus Relatórios

9 Sistema de Gestão de Frota - Atualização de Contadores e Abastecimentos

10 Sistema de Gestão de Frota - Gerenciador de manutenção

11 Sistema de Gestão de Frota Abertura de Ordens de Manutenção

12 Sistema de Gestão de Frota Ordens de Manutenção

13 Sistema de Gestão de Frota Movimentação de pneus

14 Sistema de Gestão de Frota Relatórios

15 Manutenção - Processos Cadastro de Equipamentos Assessoria Técnica Aquisição do equipamento Homologação de Lubrificantes e componentes Especificação dos Planos de Manutenção Cadastro do Equipamento Disponibilização para Operação CCM Monitoramento Planejamento Controle de Manutenção

16 Manutenção - Processos Manutenção Preventiva Planos de Manutenção: Inspeção Técnica de Rotina - ITR: Preditiva - Análise de óleo: CCM Manutenção Preventiva Controle de Manutenção Equipe Manutenção

17 Manutenção Processos - Preditiva Análise de Óleo

18 Manutenção Processos Preditiva Análise de Óleo

19 Processos de Manutenção Manutenção Corretiva Manutenção Corretiva Programada: Tratamento dos Defeitos detectados nas ITR s Manutenção Socorro Mecânico: Atendimento das Falhas ocorridas durante a operação. CCM Manutenção Corretiva Controle de Manutenção Equipe Manutenção

20 CCM Centro de Controle de Manutenção Jari Celulose Veracel Cenibra Suzano Papel Celulose VCP Liasa CCM Aracruz Celulose TRANSPORTE Stora Enso Klabin CARREGAMENTO COLHEITA

21 CCM - Indicadores de desempenho Consumo Médio de Diesel Disponibilidade Mecânica da Frota Intervalo de Execução de Revisão Taxa de socorro Mensais Índice de Lubrificação da Frota Índice de Calibragem da Frota Índice de Execução de ITR s Estratificação de sucateamento de pneus

22 CCM - Indicadores de desempenho

23 CCM - Indicadores de desempenho

24 CCM - Indicadores de desempenho

25 RI: Manchão CCM - Indicadores de desempenho Evolução do Sucateamento na AEN TRANSPORTES ESPECIAIS FC: Corte no flanco BR: corte FC: Decolamento do flanco: infiltração BR: Desgaste Irregular acentuado BR: Furos/perfurações FC: Deformação no flanco: rodar vazio TL: Quebra do talão BR: Arrancamento da banda BR: Separação das lonas superaqueci... OM: Quebra, corte ou trinca no ombro FC: Deformação no flanco TL: Superaquecimento: manutenção TL: Ruptura ou trinca FC: Agressão no flanco: Peça BR: Ruptura na banda CC: Degradação FC: Ruptura do flanco TL : Superaquecimento freios BR: Uso excessivo BR: Soltura da banda TL: Trinca por agressão

26 Business Intelligence BI - IDM - Sucateamento de Pneus - por Motivo

27 BI - IDM - Cumprimento dos Planos de Manutenção Preventiva

28 BI - IDM - Eficiência de Combustível

29 BI - Relatórios No BI temos um grupo de indicadores que trata somente as falhas que ocorrem na manutenção: 1- Índice de Manutenção Corretiva 2- Manutenção Corretiva - estrutura mecânica 3- Manutenção Corretiva - grupo de equipamentos 4- Manutenção Corretiva - modelos 5- Manutenção Corretiva - sistemas e subsistemas 6- Socorro Mecânico - estrutura mecânica 7- Socorro Mecânico - grupo de equipamentos 8- Socorro Mecânico - modelos 9- Socorro Mecânico - sistemas e subsistemas 10- Taxa de Falha - estrutura mecânica 11- Taxa de Falha - grupo de equipamentos 12- Taxa de Falha - modelos 13- Taxa de Falha - sistemas e subsistemas 14- Taxa de Freqüência de Socorro Mecânico

30 CCM - Desenvolvimento Desenvolvimento de Pessoas SEST/SENAT - Centro de Treinamento MBB - cursos regulares de atualização do produto. Treinamento sistemático nos planos e procedimentos de manutenção.

31 CCM - Case da Manutenção - Produtividade com Gruas Melhoria de 20% no desempenho das gruas

32 Manutenção - Resultados Perdas operacionais por motivo Socorro 11% Preventiva 1% Outros 13% Carregamento 43% Falha operacional 12% Descarga 3% Corretiva 17% Perdas operacionais por motivo Outros 13% Preventiva 1% Socorro 3% Falha operacional 12% Carregamento 61% Descarga 6% Corretiva 4%

33 Obrigado!

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz

Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais. Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Contratos de Manutenção Mercedes-Benz para Veículos Comerciais Bom para o seu veículo, rentável para o seu negócio. Mercedes-Benz Em um cenário competitivo, o sucesso não é determinado apenas pela oferta

Leia mais

Programas de Manutenção Scania.

Programas de Manutenção Scania. . Melhor performance, maior economia. SCAN1112_0857_Folheto_210x297mm.indd 1 A alta produtividade que somente um Scania pode apresentar é potencializada com os Programas de Manutenção Scania. Para oferecer

Leia mais

Gestão de Transporte. Gestão do Transporte: Próprio ou Terceiros? Gestão de Transporte Avaliação das modalidades. Que fatores a serem considerados?

Gestão de Transporte. Gestão do Transporte: Próprio ou Terceiros? Gestão de Transporte Avaliação das modalidades. Que fatores a serem considerados? Gestão de Transporte Que fatores a serem considerados? A Atividade de Transporte: Sua Gestão Barco Trem Caminhão Peso Morto por T transportada 350 kg 800kg 700 kg Força de Tração 4.000 kg 500 kg 150 kg

Leia mais

Apresentação. E&L ERP Frotas. PostgreSQL 8.2/ 8.3. Domingos Martins ES. v. 1.0

Apresentação. E&L ERP Frotas. PostgreSQL 8.2/ 8.3. Domingos Martins ES. v. 1.0 Apresentação 1 PostgreSQL 8.2/ 8.3 Domingos Martins ES v. 1.0 2 Introdução: O permite efetuar o controle sobre o consumo de combustível de cada veículo ou máquina permitindo o seu total monitoramento no

Leia mais

Programas de Manutenção Scania.

Programas de Manutenção Scania. Respeite os limites de velocidade. Programas de Manutenção. Melhor performance, maior economia. Para mais informações sobre os produtos e serviços, entre em contato com a Casa mais próxima ou acesse http://www.scania.com.br/pecas-e-servicos

Leia mais

E&L Controle de Frotas. Perguntas Frequentes

E&L Controle de Frotas. Perguntas Frequentes E&L Controle de Frotas Perguntas Frequentes 1. Quando ocorre a integração com o patrimônio e no cadastro de veículos na aba patrimônio o veículo não aparece, qual o procedimento a ser feito para que o

Leia mais

Projeto: ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO. Benchmarking Segmento: Farmacêutico

Projeto: ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO. Benchmarking Segmento: Farmacêutico Projeto: ENGENHARIA DE MANUTENÇÃO Benchmarking Segmento: Farmacêutico Eng. José Wagner Braidotti Junior Forma de atuação: Mista Nível Hierárquico: Diretoria: 70% Gerencial: 30% Almoxarifado: Próprio: 75%

Leia mais

TOTVS Manutenção de Ativos powered by NG

TOTVS Manutenção de Ativos powered by NG TOTVS Manutenção de Ativos powered by NG Gestão da engenharia de manutenção Otimização no uso de equipamentos Gestão de custos e mão de obra Aumente a confiabilidade e disponibilidade dos equipamentos

Leia mais

MECÂNICA PREVENTIVA E CORRETIVA EM VEÍCULOS PESADOS

MECÂNICA PREVENTIVA E CORRETIVA EM VEÍCULOS PESADOS Seleção Competitiva Interna 2013 MECÂNICA PREVENTIVA E CORRETIVA EM VEÍCULOS PESADOS Fabrício De Souza Alves MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA DE VEÍCULOS PESADOS. O que é manutenção preventiva? Trata-se

Leia mais

Inspeção Técnica Veicular

Inspeção Técnica Veicular Inspeção Técnica Veicular Paulo Cezar Gottlieb Engenheiro Mecânico Campanha de Segurança no Trânsito Fatores que causam acidentes Veículo Motorista - Falhas em componentes de segurança - Recall não realizado

Leia mais

Mercedes-Benz: da Robustez ao Custo Total da Operação, antes e depois. Camilo Adas

Mercedes-Benz: da Robustez ao Custo Total da Operação, antes e depois. Camilo Adas Mercedes-Benz: da Robustez ao Custo Total da Operação, antes e depois Camilo Adas Brasil: país continental com uma das malhas rodoviárias mais extensas do mundo 1,7 m ilhão de quilôm etros de estrada 12%estradas

Leia mais

Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias

Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias Pós-venda Informação à Imprensa Pós-venda Mercedes-Benz preparado para os novos produtos e tecnologias Data: 23 de outubro de 2011 Todos os itens necessários para a nova linha de veículos já estão disponíveis

Leia mais

Scania Serviços. Serviços Scania.

Scania Serviços. Serviços Scania. Serviços Scania Scania Serviços. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar Tudo bem do o que seu o Scania, você precisa em um para só lugar. cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. SERVIÇOS

Leia mais

Você economiza e a natureza agradece

Você economiza e a natureza agradece RECAPAGENS SUSTENTÁVEIS HOFF Linha agrícola Você economiza e a natureza agradece Reforma de pneus agrícolas com tecnologia e compostos especiais que prolongam a vida da carcaça, reduzem o custo pneu/safra

Leia mais

Serviços Scania. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar.

Serviços Scania. Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. Serviços Scania Serviços Scania. Tudo o que o você precisa para cuidar bem do seu Scania, em um só lugar. SERVIÇOS SCANIA Serviços Scania. Máxima disponibilidade do seu veículo para o melhor desempenho

Leia mais

CONHEÇA A VALECARD TODA ESSA ESTRUTURA EXISTE PRA VOCÊ: Reduzir custos. Ganhar tempo. Organizar processos.

CONHEÇA A VALECARD TODA ESSA ESTRUTURA EXISTE PRA VOCÊ: Reduzir custos. Ganhar tempo. Organizar processos. CONHEÇA A VALECARD Soluções completas e integradas para a gestão de benefícios, gestão financeira e de frotas. Cartões aceitos em todo território nacional, por meio da Redecard, Cielo e ValeNet, o que

Leia mais

Introdução à Manutenção O QUE VOCÊ ENTENDE POR MANUTENÇÃO?

Introdução à Manutenção O QUE VOCÊ ENTENDE POR MANUTENÇÃO? MANUTENÇÃO Introdução à Manutenção O QUE VOCÊ ENTENDE POR MANUTENÇÃO? Conceito de Manutenção segundo o dicionário Michaelis UOL 1. Ato ou efeito de manter (-se). 2. Sustento. 3. Dispêndio com a conservação

Leia mais

RIO GRANDE DO SUL CONTROLE INTERNO

RIO GRANDE DO SUL CONTROLE INTERNO 1/17 1 - DOS OBJETIVOS a) Regulamentar procedimentos de controle da frota de veículos leves e pesados da Prefeitura, visando otimizar o uso dos mesmos e reduzir custos de manutenção. 2- DOS ASPECTOS CONCEITUAIS

Leia mais

TERMO DE GARANTIA PARA CÂMARAS DE AR E PROTETORES PARA VEÍCULOS DE PASSEIO, CAMIONETAS, VEÍCULOS DE CARGA (CAMINHÕES E ÔNIBUS) E AGRÍCOLAS

TERMO DE GARANTIA PARA CÂMARAS DE AR E PROTETORES PARA VEÍCULOS DE PASSEIO, CAMIONETAS, VEÍCULOS DE CARGA (CAMINHÕES E ÔNIBUS) E AGRÍCOLAS AS CONDIÇÕES DESTA GARANTIA PASSAM A VALER PARA PRODUTOS COMERCIALIZADOS PELA TORTUGA CÂMARAS DE AR ADQUIRIDOS A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2011. Além da garantia legal, a Tortuga Câmaras de Ar, garante

Leia mais

USO & MANUTENÇÃO DE PNEUS

USO & MANUTENÇÃO DE PNEUS USO & MANUTENÇÃO DE PNEUS O QUE É O PNEU... É UM ELO DE LIGAÇÃO ENTRE O VEÍCULO E O SOLO FUNÇÕES DO PNEU SUPORTAR A CARGA ASSEGURAR A TRANSMISSÃO DA FORÇA MOTRIZ GARANTIR A DIRIGIBILIDADE DO VEÍCULO RESPODER

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA STR SISTEMA DE TRANSPORTES Nº. 002/2015. Unidade Responsável: Secretaria Municipal do Interior e Transportes CAPÍTULO I

INSTRUÇÃO NORMATIVA STR SISTEMA DE TRANSPORTES Nº. 002/2015. Unidade Responsável: Secretaria Municipal do Interior e Transportes CAPÍTULO I INSTRUÇÃO NORMATIVA STR SISTEMA DE TRANSPORTES Nº. 002/2015 DISPÕE SOBRE AS ROTINAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DE MANUTENÇÕES PREVENTIVAS E CORRETIVAS DA FROTA DE VEÍCULOS E NOS EQUIPAMENTOS PESADOS,

Leia mais

Gestão Ambiental na administração e operação de frotas de ônibus urbanos:

Gestão Ambiental na administração e operação de frotas de ônibus urbanos: Gestão Ambiental na administração e operação de frotas de ônibus urbanos: Objetivando facilitar a leitura e, consequentemente assimilar melhor o conteúdo, transcrevemos, na sua integra, o texto da Portaria

Leia mais

Harilaus G. Xenos. Gerenciando a Manutenção Produtiva

Harilaus G. Xenos. Gerenciando a Manutenção Produtiva Harilaus G. Xenos Gerenciando a Manutenção Produtiva PREFÁCIO....................................................................... 11 1. Uma Visão Geral da Manutenção de Equipamentos....................................

Leia mais

Mercedes-Benz apresenta o óleo lubrificante de sua própria marca

Mercedes-Benz apresenta o óleo lubrificante de sua própria marca Todos os itens necessários para a nova linha de veículos já estão disponíveis na Central de Distribuição de Peças da Mercedes-Benz em Campinas Empresa oferece treinamento a frotistas e concessionários

Leia mais

Gerencie adequadamente os custos da sua frota

Gerencie adequadamente os custos da sua frota Gerencie adequadamente os custos da sua frota O que é gestão de Frota? De acordo com definição encontrada no livro Gerenciamento de Transporte e Frota, o termo gestão de frota representa a atividade de

Leia mais

Prezados clientes, Atenciosamente, AMERICAN PNEUS

Prezados clientes, Atenciosamente, AMERICAN PNEUS Guia de análise Prezados clientes, Para facilitar o atendimento de sua garantia, segue anexo material contendo alguns defeitos e suas possíveis causas que não serão atendidos como reclamação. Informamos

Leia mais

Mantenha a frota em suas mãos.

Mantenha a frota em suas mãos. Mantenha a frota em suas mãos. SISTEMA DE MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA SOBRE A ASSISTE A ASSISTE tem sua sede em Piracicaba - SP e está presente em todo o Brasil e no Exterior, por meio de seus representantes

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE MECÂNICA A quilometragem percorrida pelo veículo é indicada pelo: 1 velocímetro. 2 hodômetro. 3 manômetro. 4 conta-giros. O termômetro é utilizado para indicar a temperatura: 1 do motor. 2 do combustível. 3 no

Leia mais

A Importância estratégica das frotas na cadeia de valor logística. Luciano Gazen lucianogazen@gmail.com Cel.: (11) 9 7608 5003

A Importância estratégica das frotas na cadeia de valor logística. Luciano Gazen lucianogazen@gmail.com Cel.: (11) 9 7608 5003 Luciano Gazen lucianogazen@gmail.com Cel.: (11) 9 7608 5003 CUSTO OTIMIZAÇÃO O veículo ideal para cada tipo de utilização CUSTO OTIMIZAÇÃO O veículo ideal para cada tipo de utilização CUSTO Custo total

Leia mais

MANUTENÇÃO E SEGURANÇA Aumentando a Confiabilidade e a Segurança Integrada. Eduardo Linzmayer

MANUTENÇÃO E SEGURANÇA Aumentando a Confiabilidade e a Segurança Integrada. Eduardo Linzmayer MANUTENÇÃO E SEGURANÇA Aumentando a Confiabilidade e a Segurança Integrada Eduardo Linzmayer INSTITUTO MAUÁ DE TECNOLOGIA CENTRO UNIVERSITÁRIO CENTRO DE PESQUISAS ESCOLA DE ENGENHARIA MAUÁ COORDENADORIA

Leia mais

Fiscalização e controle do excesso de peso nos veículos de carga nos aspectos relacionados

Fiscalização e controle do excesso de peso nos veículos de carga nos aspectos relacionados Palestra CEDATT Fiscalização e controle do excesso de peso nos veículos de carga nos aspectos relacionados com a segurança viária Eng. Rubem Penteado de Melo, MSc rubem@transtech.com.br 41 30333033-8700

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção

Curso de Engenharia de Produção. Manutenção dos Sistemas de Produção Curso de Engenharia de Produção Manutenção dos Sistemas de Produção Introdução: Existe uma grande variedade de denominações das formas de atuação da manutenção, isto provoca certa confusão em relação aos

Leia mais

Custeio do Transporte Rodoviário de Cargas

Custeio do Transporte Rodoviário de Cargas Custeio do Transporte Rodoviário de Cargas SUMÁRIO 1. Link Aula Anterior; 2. Gestão de Custos X Gastos; 3. Custo Direto, Indireto, Fixo e Variável; 4. Custo Marginal, Histórico, Orçado. 5. Etapas do Custeio;

Leia mais

ÍNDICE - 3 - cap Tópico pág. 1 2 3 4 5 6 7 8

ÍNDICE - 3 - cap Tópico pág. 1 2 3 4 5 6 7 8 Manual de Garantia Manual de garantia Manual de garantia ÍNDICE cap Tópico pág. 1 2 3 4 5 6 7 8 TERMOS DE GARANTIA MANUTENÇÃO PREVENTIVA/CONTROLE DE REVISÕES REGRAS GERAIS ITENS NÃO COBERTOS PELA GARANTIA

Leia mais

SOLUÇÕES PARA A TRANSPORTADORA:

SOLUÇÕES PARA A TRANSPORTADORA: SOLUÇÕES PARA A TRANSPORTADORA: O transportador de cargas e passageiros, tem uma frota a administrar e precisa conhecer todos os custos da empresa, pois todos eles compõe o custo do frete que vende aos

Leia mais

Introdução... 3 1 Comunidade Gestão de Frotas... 4 1.1 Fornecedor... 4 1.2 Plano de Manutenção... 7 1.3 Layout Importação... 11 1.4 Console...

Introdução... 3 1 Comunidade Gestão de Frotas... 4 1.1 Fornecedor... 4 1.2 Plano de Manutenção... 7 1.3 Layout Importação... 11 1.4 Console... Manual Referência Introdução... 3 1 Comunidade Gestão de Frotas... 4 1.1 Fornecedor... 4 1.2 Plano de Manutenção... 7 1.3 Layout Importação... 11 1.4 Console... 14 1.4.1 Marca... 14 1.4.2 Modelo... 16

Leia mais

Monitoramento Online de Máquinas e Equipamentos www.preditivaonline.com.br marceloterra@preditivaonline.com.br Tel. 15-997741518

Monitoramento Online de Máquinas e Equipamentos www.preditivaonline.com.br marceloterra@preditivaonline.com.br Tel. 15-997741518 Principais Conceitos Definição de manutenção : ato ou efeito de manter; cuidar de algum objeto ou bem. Conservação. Podemos entender manutenção como o conjunto de tratativas e cuidados técnicos, indispensáveis

Leia mais

Documento RAQ. Registro Acumulado da Quilometragem FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO APRESENTAÇÃO + PROCEDIMENTOS

Documento RAQ. Registro Acumulado da Quilometragem FROTA SIM - SISTEMA INTEGRADO DE MANUTENÇÃO APRESENTAÇÃO + PROCEDIMENTOS Documento RAQ Registro Acumulado da Quilometragem APRESENTAÇÃO + PROCEDIMENTOS FROTA OPERAÇÃO URBANA APRESENTAÇÃO RAQ - REGISTRO ACUMULADO QUILOMETRAGEM SET OR M E S / ANO T IPO VEÍC ULO No OR DEM KM ACUM.

Leia mais

Motores Estudo de Viabilidade de Aplicação de Filtros em by-pass no sistema de lubrificação

Motores Estudo de Viabilidade de Aplicação de Filtros em by-pass no sistema de lubrificação home page: São Paulo, 22 de abril de 2009 Motores Estudo de Viabilidade de Aplicação de Filtros em by-pass no sistema de lubrificação Sistema de lubrificação de motores Dados estimados: Frota: 100 Caminhões

Leia mais

A presente garantia terá 4 (quatro) anos de vigência sem limite de. garantia de 4 (quatro) anos contra defeitos de corrosão perfurativa.

A presente garantia terá 4 (quatro) anos de vigência sem limite de. garantia de 4 (quatro) anos contra defeitos de corrosão perfurativa. GARANTIA HYUNDAI I Terno de Garantia Hyundai O Presente Termo de Garantia Hyundai aplica-se única e exclusivamente ao veículo da marca e fabricação Hyundai devidamente identificado ao final deste documento,

Leia mais

Gestão da Qualidade Políticas. Elementos chaves da Qualidade 19/04/2009

Gestão da Qualidade Políticas. Elementos chaves da Qualidade 19/04/2009 Gestão da Qualidade Políticas Manutenção (corretiva, preventiva, preditiva). Elementos chaves da Qualidade Total satisfação do cliente Priorizar a qualidade Melhoria contínua Participação e comprometimento

Leia mais

PRINCÍPIO: PERFEIÇÃO SISTEMA DE PRODUÇÃO VOLKSWAGEN

PRINCÍPIO: PERFEIÇÃO SISTEMA DE PRODUÇÃO VOLKSWAGEN PRINCÍPIO: PERFEIÇÃO SISTEMA DE PRODUÇÃO VOLKSWAGEN 1 SISTEMA DE PRODUÇÃO VOLKSWAGEN PRINCÍPIO: PERFEIÇÃO Manutenção Produtiva Total MANTER CONSERVAR PREVENIR REPARAR SUBSTITUIR ADEQUAR MELHORAR PRODUÇÃO

Leia mais

23/08/2013. Tecnologia da Informação. Transportes SEMINÁRIO: MOVIMENTAÇÃO E TI

23/08/2013. Tecnologia da Informação. Transportes SEMINÁRIO: MOVIMENTAÇÃO E TI UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO EM GESTÃO INTEGRADA DA LOGISTICA SEMINÁRIO: MOVIMENTAÇÃO E TI ANNA KAROLINE DINIZ CAMILA MOURA FAVARO FERNANDO DOS ANJOS REINALDO FRANCISCO TIAGO SOUZA

Leia mais

José A. Totti Diretor Florestal - Klabin S.A.

José A. Totti Diretor Florestal - Klabin S.A. SISTEMA DE CONTROLE LOGÍSTICO DE FROTAS DE CAMINHÕES FLORESTAIS José A. Totti Diretor Florestal - Klabin S.A. 1. RESUMO O desenvolvimento da tecnologia contribuiu para a evolução da gestão e dos controles

Leia mais

COTEQ-000 SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA DE MANUTENÇÃO APLICADA EM FROTAS DE VEÍCULOS PESADOS Dr. Daniel Enrique Castro 1, Luiz Gustavo de Souza 2.

COTEQ-000 SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA DE MANUTENÇÃO APLICADA EM FROTAS DE VEÍCULOS PESADOS Dr. Daniel Enrique Castro 1, Luiz Gustavo de Souza 2. COTEQ-000 SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADA DE MANUTENÇÃO APLICADA EM FROTAS DE VEÍCULOS PESADOS Dr. Daniel Enrique Castro 1, Luiz Gustavo de Souza 2. Copyright 2007, ABENDE, ABRACO e IBP Trabalho apresentado

Leia mais

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com

TMS e Roteirizadores. Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com TMS e Roteirizadores Breno Amorim brenoamorim@hotmail.com Definição TMS (Transportation Management System) é um produto para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. Este

Leia mais

Manutenção preventiva: Estudo de caso em um comércio varejista de automóveis seminovos

Manutenção preventiva: Estudo de caso em um comércio varejista de automóveis seminovos Manutenção preventiva: Estudo de caso em um comércio varejista de automóveis seminovos Cristian Fin Schneider (FAHOR) cs001180@fahor.com.br Renan Vinicyus Perinazzo (FAHOR) rp001116@fahor.com.br Alex Storck

Leia mais

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva

Unidade IV GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva Unidade IV GERENCIAMENTO DE TRANSPORTE Prof. Altair da Silva Transporte em area urbana Perceba o volume de caminhões que circulam nas áreas urbanas em nosso país. Quais são os resultados para as empresas

Leia mais

SOLUÇÕES PARA O TRANSPORTADOR AUTÔNOMO:

SOLUÇÕES PARA O TRANSPORTADOR AUTÔNOMO: SOLUÇÕES PARA O TRANSPORTADOR AUTÔNOMO: Nesta categoria de transportador o motorista é o proprietário do caminhão, desta forma, sente na pele as decisões de compras em todas as áreas do seu veículo. Nos

Leia mais

Nova geração do FleetBoard reduz custos operacionais e assegura maior controle sobre os veículos

Nova geração do FleetBoard reduz custos operacionais e assegura maior controle sobre os veículos Veículos comerciais Nova geração do FleetBoard reduz custos operacionais e assegura maior controle sobre os veículos Informação à imprensa 27 de janeiro de 2015 Agora disponível para toda a linha de caminhões

Leia mais

Tel: 11 3382-1550 Fax: 11 3382-1551 Site: www.jwmtransportes.com.br E-mail: comercial@jwmtransportes.com.br

Tel: 11 3382-1550 Fax: 11 3382-1551 Site: www.jwmtransportes.com.br E-mail: comercial@jwmtransportes.com.br TRANSPORTE LOTAÇÃO / EXCEDENTE / INDIVISÍVEL / QUÍMICO / DTA CL Nº. 00341/2015 IFBQ OPERAÇÕES PORTUÁRIAS / MOVIMENTAÇÃO / LOGÍSTICA E ARMAZENAGEM Tel: 11 3382-1550 Fax: 11 3382-1551 Site: E-mail: Rev.:

Leia mais

Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America. Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas

Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America. Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas Jorge Carrer Gerente Executivo Serviços e Ass. Técnica MAN Latin America Serviços e Pós Vendas no auxílio à gestão e eficiência de frotas Importância do Custo Operacional TCO (Total Cost of Ownership)

Leia mais

Painel Setorial Pneus reformados para motocicleta Claudinir Chiomento Caio Rio de Janeiro, 26/11/2012

Painel Setorial Pneus reformados para motocicleta Claudinir Chiomento Caio Rio de Janeiro, 26/11/2012 Painel Setorial Pneus reformados para motocicleta Claudinir Chiomento Caio Rio de Janeiro, 26/11/2012 VIPALTEC GRUPO VIPAL CPT Centro de Pesquisa e Tecnologia Vipal GRUPO VIPAL GRUPO VIPAL Fábrica 1 Borrachas

Leia mais

UNESA Sistemas de Transportes Currículo 108 / 2008 MÓDULO 1 MANUTENÇÃO DE ATIIVOS

UNESA Sistemas de Transportes Currículo 108 / 2008 MÓDULO 1 MANUTENÇÃO DE ATIIVOS 1 INTRODUÇÃO MÓDULO 1 MANUTENÇÃO DE ATIIVOS O homem constrói máquinas, equipamentos, veículos, edificações, com o intuito de melhorar conforto e a segurança da sociedade. Entretanto, sabe-se que nada é

Leia mais

Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS. Versatilidade e robustez para o segmento urbano ou rodoviário

Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS. Versatilidade e robustez para o segmento urbano ou rodoviário Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS Versatilidade e robustez para o segmento urbano ou rodoviário Scania Série F ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS A performance que você pode confiar 2 3 Criado para

Leia mais

ESI[tronic] Ferramenta de eficiência. EE Operação simples. EE Acesso rápido EE Ampla cobertura de mercado EE Atualização constante

ESI[tronic] Ferramenta de eficiência. EE Operação simples. EE Acesso rápido EE Ampla cobertura de mercado EE Atualização constante ESI[tronic] Ferramenta de eficiência EE Operação simples EE Acesso rápido EE Ampla cobertura de mercado EE Atualização constante ESI[tronic] Muito mais que um catálogo de peças. Todo o conhecimento técnico

Leia mais

Dirigir ecologicamente com

Dirigir ecologicamente com Global Training. The finest automotive learning rpm x 100 Dirigir ecologicamente com PREFÁCIO Convidamos você para participar: - Treinamento de Condução Econômica, transmitindo-lhe conhecimento sobre uma

Leia mais

SERVIÇO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTO DE OURO PRETO SEMAE-OP CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 01/2007 ANEXO I ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

SERVIÇO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTO DE OURO PRETO SEMAE-OP CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 01/2007 ANEXO I ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS CARGO: 100 ADMINISTRADOR ANEXO I ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS Reportar-se ao Diretor de Gestão, de quem recebe orientação e supervisão; Redigir documentos e ter domínio de ferramentas de informática; Efetuar

Leia mais

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento.

É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. SCANIA Caminhões Semipesados É Semipesado. É Scania. É seu negócio sempre em movimento. Rentabilidade é o que nos move. Caminhões Semipesados Scania. Com um autêntico Scania, você sempre conta com resistência,

Leia mais

Ferramentas, Meios e Métodos para otimização do uso do Veículo em seu Ciclo de Vida

Ferramentas, Meios e Métodos para otimização do uso do Veículo em seu Ciclo de Vida Ferramentas, Meios e Métodos para otimização do uso do Veículo em seu Ciclo de Vida Fórum de Gestão e Eficiência de Frotas São Paulo, 22 e 23 de Setembro de 2014 Célio Meneguelo e Raul Grilo Tópicos A

Leia mais

* Produto deve ser usado por no máximo 6 horas continuas com intervalo de no mínimo 1 hora para resfriamento do motor. Manual Gerador Série ND7000

* Produto deve ser usado por no máximo 6 horas continuas com intervalo de no mínimo 1 hora para resfriamento do motor. Manual Gerador Série ND7000 * Produto deve ser usado por no máximo 6 horas continuas com intervalo de no mínimo 1 hora para resfriamento do motor. Manual Gerador Série ND7000 Termo de garantia A NTS do Brasil concede garantia

Leia mais

Leia com atenção este termo de garantia, mantenha-o ao seu alcance e consulte-o sempre que surgir dúvidas. TERMO DE GARANTIA

Leia com atenção este termo de garantia, mantenha-o ao seu alcance e consulte-o sempre que surgir dúvidas. TERMO DE GARANTIA Leia com atenção este termo de garantia, mantenha-o ao seu alcance e consulte-o sempre que surgir dúvidas. TERMO DE GARANTIA A Maggion Inds. de Pneus e Máquinas Ltda. garante, por um período de 5 ( cinco

Leia mais

Uso de Softwares destinados ao planejamento das operações

Uso de Softwares destinados ao planejamento das operações Logística Florestal Uso de Softwares destinados ao planejamento das operações AGENDA Estrutura Integração Florestal e Logística Fluxo de Operações Otimizador Transporte - GAPSO LOOMA (Logística Otimizada

Leia mais

São Paulo, À xxxxxxxxxxx. At. Sr. Assunto: PROPOSTA PARA CONTRATO DE MANUTENÇÃO VOLKSTOTAL PLUS

São Paulo, À xxxxxxxxxxx. At. Sr. Assunto: PROPOSTA PARA CONTRATO DE MANUTENÇÃO VOLKSTOTAL PLUS São Paulo, À xxxxxxxxxxx At. Sr. Assunto: PROPOSTA PARA CONTRATO DE MANUTENÇÃO VOLKSTOTAL PLUS Prezados Senhores, Apresentamos abaixo condições especiais de fornecimento da manutenção preventiva e corretiva,

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE BARBALHA EDITAL Nº. 02/2014 RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº01/2014

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE BARBALHA EDITAL Nº. 02/2014 RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº01/2014 EDITAL Nº. 02/2014 RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº01/2014 O MUNICÍPIO DE BARBALHA, Estado de Ceará, através da COMISSÃO EXECUTIVA DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO, designada

Leia mais

ENTREGAS RÁPIDAS, EFICIENTES E COM QUALIDADE. O diferencial que sua empresa busca para os negócios

ENTREGAS RÁPIDAS, EFICIENTES E COM QUALIDADE. O diferencial que sua empresa busca para os negócios ENTREGAS RÁPIDAS, EFICIENTES E COM QUALIDADE O diferencial que sua empresa busca para os negócios Índice APRESENTAÇÃO 03 CAPÍTULO 1 MOTIVOS DE SOBRA PARA TERCERIZAR SUA FROTA! 05 CAPÍTULO 2 POR QUE A TRANSMIT?

Leia mais

Sistema Produsoft de Gestão de Frotas. Manual do Módulo Manutenção MANUAL DO MÓDULO MANUTENÇÃO

Sistema Produsoft de Gestão de Frotas. Manual do Módulo Manutenção MANUAL DO MÓDULO MANUTENÇÃO MANUAL DO MÓDULO MANUTENÇÃO 1 Índice 1. Introdução.... 3 2. Principais funções do Módulo de Manutenção.... 4 3. O Menu Tabelas Manutenção.... 6 4. O Menu Banco de Dados - Manutenção.... 7 5. O Menu Relatórios

Leia mais

O desafio dos Correios. para uma frota sustentável

O desafio dos Correios. para uma frota sustentável O desafio dos Correios para uma frota sustentável Ações para sustentabilidade nos Correios AGENDA 1. O Brasil 2. Os Correios 3. A frota dos Correios 4. As ações AGENDA 1. O Brasil 2. Os Correios 3. A frota

Leia mais

TPM. Manutenção Produtiva Total ou Total Productive Maintenance

TPM. Manutenção Produtiva Total ou Total Productive Maintenance TPM Manutenção Produtiva Total ou Total Productive Maintenance ORIGEM DA TPM Durante muito tempo as indústrias funcionaram com o sistema de manutenção corretiva. Com isso, ocorriam: Desperdícios; Retrabalhos;

Leia mais

MANUTENÇÃO NO SISTEMA DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO

MANUTENÇÃO NO SISTEMA DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO MANUTENÇÃO NO SISTEMA DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO Kamila Soares dos Santos kamilasoares@hotmail.com.br Iasmim da Silva Oliveira iasmimoliveira@outlook.com Aiamare Maiare Marques Soares aiamaremaiare@gmail.com

Leia mais

dicas da volvo Peças e Serviços Genuínos olá! nesta edição, vamos ver por que comprar peças e serviços genuínos volvo é um ótimo negócio!

dicas da volvo Peças e Serviços Genuínos olá! nesta edição, vamos ver por que comprar peças e serviços genuínos volvo é um ótimo negócio! 15 dicas da Peças e Serviços Genuínos olá! nesta edição, vamos ver por que comprar peças e serviços genuínos é um ótimo negócio! Lembre-se: Sempre instale suas peças genuínas em uma concessionária Volvo,

Leia mais

CHALLENGE ARCHITECTS. Miguel Torres março 2015

CHALLENGE ARCHITECTS. Miguel Torres março 2015 CHALLENGE ARCHITECTS Miguel Torres março 2015 CENÁRIO PROPOSTO TRANSLESTE Cenário 7 Miguel Torres TOTVS ES Faturamento 120.000.000 Carga Fracionada 200 caminhões sendo 80 próprios e 120 terceiros Idade

Leia mais

Resolução nº, de 2015

Resolução nº, de 2015 Resolução nº, de 2015 Estabelece metodologia e publica parâmetros de referência para cálculo dos custos de frete do serviço de transporte rodoviário remunerado de cargas por conta de terceiros. O Diretor-Geral

Leia mais

Aula 17 Projetos de Melhorias

Aula 17 Projetos de Melhorias Projetos de Melhorias de Equipamentos e Instalações: A competitividade crescente dos últimos anos do desenvolvimento industrial foi marcada pela grande evolução dos processos produtivos das indústrias.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ TM 285 MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ TM 285 MANUTENÇÃO INDUSTRIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ TM 285 MANUTENÇÃO INDUSTRIAL CURITIBA DEZEMBRO / 2011 1 INTRODUÇÃO 1.1 - Conceitos Do dicionário: Manutenção = Ato de manter Manter = Sustentar, defender Exemplos: manutenção

Leia mais

Caminhões para longas distâncias

Caminhões para longas distâncias Caminhões para longas distâncias 2 SCANIA CAMINHÕES PARA LONGAS DISTÂNCIAS Veículos Rodoviários Scania, incomparáveis em todos os sentidos. Um caminhão Scania é, em muitos aspectos, o sonho de qualquer

Leia mais

Manutenção Centrada em Confiabilidade MCC

Manutenção Centrada em Confiabilidade MCC ANEXO IV A Manutenção Centrada em Confiabilidade MCC Diante desta nova regulamentação no setor de Transmissão de Energia Elétrica, os agentes de transmissão devem buscar estratégias para evitar as penalizações

Leia mais

Logística e Sustentabilidade. Valter Luís de Souza Diretor Presidente Tora Transportes Industriais Ltda

Logística e Sustentabilidade. Valter Luís de Souza Diretor Presidente Tora Transportes Industriais Ltda Logística e Sustentabilidade Valter Luís de Souza Diretor Presidente Tora Transportes Industriais Ltda Roteiro: Introdução; Situação atual; Iniciativas do Governo; As iniciativas da Tora voltadas a sustentabilidade;

Leia mais

Por que a HEAVYLOAD? GERENCIAMENTO LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS CERTIFICAÇÃO IÇAMENTO E LANÇAMENTO TESTE DE CARGA MOVIMENTAÇÃO CARGAS CARGA MANUTENÇÃO

Por que a HEAVYLOAD? GERENCIAMENTO LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS CERTIFICAÇÃO IÇAMENTO E LANÇAMENTO TESTE DE CARGA MOVIMENTAÇÃO CARGAS CARGA MANUTENÇÃO Por que a HEAVYLOAD? Possibilidade garantida de contratar um único fornecedor com foco em: Gerenciamento dos Ativos; Desenvolvimento e implementação de novas tecnologias; Centro de Treinamento Próprio

Leia mais

O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil. Impacto da Idade Média da Frota de Veículos no Brasil

O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil. Impacto da Idade Média da Frota de Veículos no Brasil O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil Impacto da Idade Média da Frota de Veículos no Brasil Objetivo Demonstrar as oportunidades que o Brasil vem perdendo, sejam elas econômicas, sociais e/ou

Leia mais

PROTEGER. Programa de Tecnologia e Gerenciamento de Emissões e Resíduos do Sistema EMTU/SP. Karin Regina de Casas Castro Marins

PROTEGER. Programa de Tecnologia e Gerenciamento de Emissões e Resíduos do Sistema EMTU/SP. Karin Regina de Casas Castro Marins PROTEGER Programa de Tecnologia e Gerenciamento de Emissões e Resíduos do Sistema EMTU/SP Karin Regina de Casas Castro Marins OBJETIVO Implantar um SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL (SGA) no transporte público

Leia mais

REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055

REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055 REGULAMENTO ACE ASSISTÊNCIA 24 HORAS VANS, MOTOS, CARROS, CAMINHÕES LIGUE PARA: 0800-601-4055 Somente quando estiver com documento do veículo em mãos, para fornecer ao atendente a placa e o chassi do veículo.

Leia mais

sabe... Você O aprendizado continua! Que o uso da ferramenta errada pode inutilizar o pneu?

sabe... Você O aprendizado continua! Que o uso da ferramenta errada pode inutilizar o pneu? Palavra do Presidente O aprendizado continua! Amigos frotistas, Voltamos a nos falar, por meio da Revista MAXXRodar, sobre a importância da gestão dos pneus. Além de representar economia, é ela quem vai

Leia mais

LOGÍSTICA INTEGRADA DA MADEIRA. Francisco Eduardo de Faria

LOGÍSTICA INTEGRADA DA MADEIRA. Francisco Eduardo de Faria LOGÍSTICA INTEGRADA DA MADEIRA Francisco Eduardo de Faria LOGÍSTICA INTEGRADA DA MADEIRA AGENDA: Introdução Desenvolvimento Resultados Conclusão LOGÍSTICA INTEGRADA DA MADEIRA AGENDA: Introdução Desenvolvimento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 4.810, DE 19 DE AGOSTO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 4.810, DE 19 DE AGOSTO DE 2015 Estabelece metodologia e publica parâmetros de referência para cálculo dos custos de frete do serviço de transporte rodoviário remunerado de cargas por conta de terceiros A Diretoria da Agência Nacional

Leia mais

IDEIAS EM CONSTRUÇÃO. Usando a Telemática Você Poderá Melhorar a Produtividade e o Lucro para o seu Negócio. Nesta edição

IDEIAS EM CONSTRUÇÃO. Usando a Telemática Você Poderá Melhorar a Produtividade e o Lucro para o seu Negócio. Nesta edição MARÇO 2015 CONEXPOLATINAMERICA.COM IDEIAS EM 1 Nesta edição TELEMÁTICA: A REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA Histórias de sucesso da implementação. Usando a Telemática Você Poderá Melhorar a Produtividade e o Lucro

Leia mais

Manual do Proprietário. Pneus Novos Caminhões e Ônibus

Manual do Proprietário. Pneus Novos Caminhões e Ônibus Manual do Proprietário Pneus Novos Caminhões e Ônibus ÍNDICE COMO ESCOLHER UM PNEU 04 COMO LER O SEU PNEU 08 ÍNDICES DE CARGA E VELOCIDADE 10 CUIDADOS BÁSICOS 12 MANUTENÇÃO DOS PNEUS DICAS PARA PROLONGAR

Leia mais

PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS

PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS PROGRAMAS MANTIDOS RESULTADOS ALCANÇADOS OBJETIVO DOS PROGRAMAS PREVENIR ATITUDES INSEGURAS NO TRANSPORTE POR MEIO DA CONSCIENTIZAÇÃO DOS MOTORISTAS. META ATINGIR O NÍVEL ZERO EM ACIDENTES SÉRIOS. PRINCIPAL

Leia mais

RHIND Group. Rhind Group. Nossa Equipe. Nosso objetivo

RHIND Group. Rhind Group. Nossa Equipe. Nosso objetivo Rhind Group É uma empresa estruturada para prover soluções em consultoria e assessoria empresarial aos seus clientes e parceiros de negócios. Com larga experiência no mercado, a Rhind Group tem uma trajetória

Leia mais

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº. 10.435, de 24 de abril de 2002. AUDITORIA INTERNA

Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº. 10.435, de 24 de abril de 2002. AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº. 06/2012 Setor: Transportes (PCU) Período: 15/10/2012 a 31/10/2012 Legislação Aplicada: - Instrução Normativa nº. 03/08 - IN/SEDAP nº. 205/88 ESCOPO DO TRABALHO I Os trabalhos

Leia mais

CAPÍTULO 3 PLANO DE MANUTENÇÃO

CAPÍTULO 3 PLANO DE MANUTENÇÃO 3.1 PLANO DE MANUTENÇÃO CAPÍTULO 3 PLANO DE MANUTENÇÃO O Plano de Manutenção é composto pelas oito ferramentas abaixo representadas. É feito via web, pelo software Leankeep. 3.2 SOFTWARE O software, a

Leia mais

Os principais equipamentos utilizados nas empresas de beneficiamento de mármore e granito, suas funções e importância no processo.

Os principais equipamentos utilizados nas empresas de beneficiamento de mármore e granito, suas funções e importância no processo. Os principais equipamentos utilizados nas empresas de beneficiamento de mármore e granito, suas funções e importância no processo. Armando Marques (UTFPR / CEFET-ES) amarques@cefetes.br Rui Francisco Martins

Leia mais

CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO

CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO CAMINHÃO MERCEDES-BENZ 1720 A UM 4x4 FORA DE ESTRADA MILITARIZADO O mais novo caminhão militar brasileiro é o Mercedes-Benz 1720 A, versão militarizada do modelo civil recentemente lançado no Brasil. O

Leia mais

NOSSA CENTRAL DE RELACIONAMENTO À SUA DISPOSIÇÃO

NOSSA CENTRAL DE RELACIONAMENTO À SUA DISPOSIÇÃO MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Apresentação...02 1 - Nossa central de relacionamento à sua disposição...03 2 - Serviço 24 horas...05 3 - Na hora da manutenção ou reparo...06 4 - Em caso de acidente...08 5 -

Leia mais

Programa de Ação Profissional: Transporte de um Vaso de Pressão São Paulo SP a Marau RS.

Programa de Ação Profissional: Transporte de um Vaso de Pressão São Paulo SP a Marau RS. Programa de Ação Profissional: Transporte de um Vaso de Pressão São Paulo SP a Marau RS. UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA GESTÃO LOGÍSTICA

Leia mais

índice A Empresa Nossa Infra Estrutura Porque utilizar Simulação Benefícios do Treinamento Metodologia de Ensino Simuladores Sistema de Treinamento

índice A Empresa Nossa Infra Estrutura Porque utilizar Simulação Benefícios do Treinamento Metodologia de Ensino Simuladores Sistema de Treinamento índice A Empresa Nossa Infra Estrutura Porque utilizar Simulação Benefícios do Treinamento Metodologia de Ensino Simuladores Sistema de Treinamento Modalidades de Treinamento Avaliação Profissional Nossos

Leia mais

Scania Série K ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS. Ônibus singulares começam aqui

Scania Série K ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS. Ônibus singulares começam aqui Scania Série K ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS Ônibus singulares começam aqui Scania Série K ÔNIBUS URBANOS E RODOVIÁRIOS Ajudando voc excelentes ôn O chassis é a base fundamental do ônibus. Desenvolvidos

Leia mais

SILISE SISTEMA LIMITE SEGURO

SILISE SISTEMA LIMITE SEGURO SILISE SISTEMA LIMITE SEGURO Resumo 2 Nós, alunos dos cursos Técnico em Sistemas Eletroeletrônicos de Transportes sobre Trilhos e Técnico em Sistemas Mecânicos de Transporte sobre Trilhos do Centro de

Leia mais

Manutenção preventiva

Manutenção preventiva A UU L AL A Manutenção preventiva Consideremos o motor de um automóvel. De tempos em tempos o usuário deverá trocar o óleo do cárter. Não realizando essa operação periódica, estaria correndo o risco de

Leia mais