MAPA I RECEITAS DO ESTADO. [Alínea a) do artigo 1º.] RECEITAS CORRENTES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MAPA I RECEITAS DO ESTADO. [Alínea a) do artigo 1º.] RECEITAS CORRENTES"

Transcrição

1 - 1 - MAPA I RECEITAS DO ESTADO [Alínea a) do artigo 1º.] RECEITAS CORRENTES 01 IMPOSTOS DIRECTOS 01 Sobre o Rendimento 01 Imposto sobre o rendimento das pessoas singulares (IRS) 1,106,600, Imposto sobre o rendimento das pessoas colectivas (IRC) 590,500,000 1,697,100, Outros 01 Imposto sobre as sucessões e doações 7,110, Impostos abolidos pelos Decretos-Lei nº 442-A/88 e 442-B/88, de 30 de Novembro (*) 5,900, Imposto do uso, porte e detenção de armas 160, Impostos directos diversos (**) 30,000 13,200,000 1,710,300, IMPOSTOS INDIRECTOS 01 Transacções Internacionais 01 Direitos de importação 100, Sobretaxa de importação 10, , Sobre o Consumo 01 Imposto sobre os produtos petrolíferos 480,600, Imposto sobre o valor acrescentado 1,264,200, Imposto automóvel - IA 168,900, Imposto de consumo sobre o café 0 05 Imposto de consumo sobre o tabaco 175,630, Imposto de consumo sobre bebidas alcoólicas 13,626, Imposto de consumo sobre cerveja 18,053, Imposto interno de consumo 0 09 Imposto especial sobre o alcoól 458,000 2,121,467, Outros 01 Lotarias 4,750, Estampilhas fiscais 4,000, Imposto do selo 173,300, Imposto sobre minas 0 05 Imposto do jogo 1,480, Impostos rodoviários: De circulação 0 De camionagem 0 De compensação 0 07 Imposto e taxas sobre espectáculos e divertimentos 42, Impostos indirectos diversos 11,519, ,092,593 2,316,669,593

2 TAXAS, MULTAS E OUTRAS PENALIDADES 01 Taxas 01 Desconto nos vencimentos dos beneficiários da ADSE 12,700, Sobretaxa prevista no Decreto-Lei nº 338/87, de 21 de Outubro 0 03 Adicionais 0 04 Taxas diversas 29,264,550 41,964, Multas e Outras Penalidades 01 Juros de mora 12,001, Taxa de relaxe 20, Taxa de regularização de cheques sem provisão 100, Multas por infracção do imposto do selo 50, Multas e coimas por infracção ao Código da Estrada e demais legislação 11,710, Multas e penalidades diversas 1,093, Coimas e penalidades por contra-ordenações 3,660,294 28,635,626 70,600, RENDIMENTOS DA PROPRIEDADE 01 Juros - Sociedades e Quase Sociedades Não Financeiras 01 Empresas públicas, equiparadas ou participadas 751, Empresas privadas 826,915 1,577, Juros - Administrações Públicas 01 Estado (CGE) 730, Fundos autónomos 0 03 Serviços autónomos 439, Administração local - Continente 117, Administração local - Regiões Autónomas 0 06 Segurança Social 0 07 Regiões Autónomas 0 1,287, Juros - Administrações Privadas 01 Instituições particulares 5,140 5, Juros - Instituições de Crédito 01 Instituições públicas, equiparadas ou participadas 720, Outras instituições de crédito 17,200,300 17,920, Juros - Empresas de Seguros 01 Empresas públicas, equiparadas ou participadas 0 02 Empresas privadas Juros - Famílias 01 Particulares 780, , Juros - Exterior 01 Macau 2, CE 0 03 Outros 14,478,821 14,480, Dividendos e Participações nos Lucros de Sociedades e Quase Sociedades Não Financeiras 01 Empresas públicas, equiparadas ou participadas: EP's - Remunerações dos capitais estatutários 3,478,500 Estabelecimentos fabris militares 0

3 - 3 - Outras empresas 130,771, Empresas privadas 0 134,250, Dividendos e Participações nos Lucros de Instituições de Crédito 01 Instituições públicas, equiparadas ou participadas 14,250, Outras instituições de crédito 0 14,250, Dividendos e Participações nos Lucros de Empresas de Seguros 01 Empresas públicas, equiparadas ou participadas: EP's - Remunerações dos capitais estatutários 0 Outras empresas 0 02 Empresas privadas Participações nos Lucros de Administrações Públicas 01 Serviços autónomos 0 02 Outros Rendas de Terrenos 01 Sociedades e quase sociedades não financeiras 0 02 Administrações públicas 20, Administrações privadas: Empresas petrolíferas 0 04 Exterior 0 05 Outros sectores 1,122 21, ,573, TRANSFERÊNCIAS 01 Sociedades e Quase Sociedades Não Financeiras 01 Empresas públicas, equiparadas ou participadas 1, Empresas privadas 31,440 32, Administrações Públicas 01 Estado (CGE) 0 02 Fundos autónomos 3,436, Serviços autónomos 2,253, Administração Local - Continente 126, Administração Local - Regiões Autónomas 0 06 Segurança Social 1,220, Regiões Autónomas 50,000 7,086, Administrações Privadas 01 Instituições particulares 66,800 66, Instituições de Crédito 01 Instituições públicas, equiparadas ou participadas 6, Outras instituições de crédito 22,000 28, Empresas de Seguros 01 Empresas públicas, equiparadas ou participadas 9, Empresas privadas 8,000 17, Famílias 01 Particulares 319, , Exterior 01 Comunidades Europeias:

4 - 4 - Restituições 0 Compensação financeira 0 Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional - Intervenções e acções específicas 5,872,960 Fundo Social Europeu 157,500 Outras 777, Outros: Estrangeiro 7,800,411 Serviços consulares 0 Macau 0 14,608,157 22,158, VENDA DE BENS E SERVIÇOS CORRENTES 01 Venda de Bens Duradouros 01 Administrações públicas 3, Outros sectores: Fundo de Regularização da Dívida Pública 0 Outros serviços 538, , Venda de Bens Não Duradouros 01 Publicações e impressos 3,011, Fardamentos e artigos pessoais 88, Recursos diversos 2,551, Bens inutilizados: Fundo de Regularização da Dívida Pública 500 Serviços diversos 2, Outros bens não duradouros 7,071,269 12,725, Serviços 01 Administrações públicas 10,538, Outros sectores 3,352, Serviços diversos 21,937, Serviços - Exterior: Comunidades Europeias - Encargos de cobrança 3,391,900 Diversos 0 39,220, Rendas 01 Habitações 58, Edifícios 62, Outras 398, ,152 53,007, OUTRAS RECEITAS CORRENTES 01 Produto da venda de valores desamoedados 0 02 Prémios e taxas por garantias de riscos 4,825, Lucros de amoedação 6,000, Excesso de vencimentos 0 05 Outras 5,684,883-16,510,609 Total das receitas correntes 4,373,819,554

5 - 5 - RECEITAS DE CAPITAL 08 VENDA DE BENS DE INVESTIMENTO 01 Terrenos - Administrações Públicas 01 Fundo de Regularização da Dívida Pública 0 02 Diversos - Desamortização de imóveis 65,000 65, Terrenos - Exterior 0 03 Terrenos - Outros Sectores 43, Habitações - Administrações Públicas 0 05 Habitações - Exterior 0 06 Habitações - Outros Sectores 0 07 Edifícios - Administrações Públicas 01 Fundo de Regularização da Dívida Pública 3, Diversos - Desamortização de imóveis 64,000 67, Edifícios - Exterior 0 09 Edifícios - Outros Sectores 0 10 Outros Bens de Investimento - Administrações Públicas 01 Fundo de Regularização da Dívida Pública 10, Diversos - Desamortização de semoventes 100, , Outros Bens de Investimento - Exterior 0 12 Outros Bens de Investimento - Outros Sectores 416, , TRANSFERÊNCIAS 01 Sociedades e Quase Sociedades Não Financeiras 01 Empresas públicas, equiparadas ou participadas: Heranças jacentes e outros valores prescritos 20,000 Cauções e depósitos perdidos 70,050 Outras 277, Empresas privadas: Heranças jacentes e outros valores prescritos 90,000 Cauções e depósitos perdidos 195,050 Outras 0 652, Administrações Públicas 01 Estado (CGE) 25, Fundos autónomos 0 03 Serviços autónomos 0 04 Administração Local - Continente 0 05 Administração Local - Regiões Autónomas 0 06 Segurança Social 7,364,466 7,389, Administrações Privadas 0 04 Instituições de Crédito 01 Instituições públicas, equiparadas ou participadas 0 02 Outras instituições de crédito Empresas de Seguros 0 06 Famílias 01 Particulares: Heranças jacentes e outros valores prescritos 130,000 Cauções e depósitos perdidos 130,000

6 - 6 - Outras 81, , Exterior - CE 01 Comunidades Europeias: Fundo Europeu de Orientação e de Garantia Agrícola - Secção de Orientação 0 Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional - Intervenções e acções específicas 52,224,333 Fundo Social Europeu 15,000 Outras 100,500 52,339, Exterior - Outros 01 Estrangeiro Macau ,723, ACTIVOS FINANCEIROS 01 Títulos a Curto Prazo - Administrações Públicas 0 02 Títulos a Curto Prazo - Exterior 0 03 Títulos a Curto Prazo - Outros Sectores 0 04 Títulos a Médio e Longo Prazos - Administrações Públicas 01 Estado (CGE) 0 02 Fundos autónomos 0 03 Serviços autónomos Títulos a Médio e Longo Prazos - Exterior 0 06 Títulos a Médio e Longo Prazos - Outros Sectores 01 Sociedades e quase sociedades não financeiras: Empresas públicas, equiparadas ou participadas 0 Empresas privadas 520, Instituições de crédito: Instituições públicas, equiparadas ou participadas 0 Outras instituições de crédito 0 520, Títulos de Participação - Exterior 0 08 Títulos de Participação - Outros Sectores 0 09 Empréstimos a Curto Prazo - Administrações Públicas 0 10 Empréstimos a Curto Prazo - Exterior 0 11 Empréstimos a Curto Prazo - Outros Sectores 01 Particulares 9,000 9, Empréstimos a Médio e Longo Prazos - Administrações Públicas 01 Fundos autónomos 0 02 Serviços autónomos 244, Administração Local - Continente 89, Administração Local - Regiões Autónomas 0 05 Segurança Social 0 06 Regiões Autónomas 0 333, Empréstimos a Médio e Longo Prazos - Exterior 01 Amortizações diversas 518, , Empréstimos a Médio e Longo Prazos - Outros Sectores 01 Sociedades e quase sociedades não financeiras: Empresas públicas, equiparadas ou participadas 289,689

7 - 7 - Porto de Lisboa - Fundo de Regularização da Dívida Pública 5,774 Empresas privadas 60, Instituições de crédito: Instituições públicas, equiparadas ou participadas 470,402 Outras instituições de crédito 0 1,577, Outros Activos Financeiros 01 Alienação de partes sociais de empresas 410,000, Recuperação de créditos garantidos 917, Diversos 658, ,575, ,534, PASSIVOS FINANCEIROS 01 Títulos a Curto Prazo - Administrações Públicas 0 02 Títulos a Curto Prazo - Exterior 0 03 Títulos a Curto Prazo - Outros Sectores 0 04 Títulos a Médio e Longo Prazos - Administrações Públicas 0 05 Títulos a Médio e Longo Prazos - Exterior 01 Crédito externo 250,000, ,000, Títulos a Médio e Longo Prazos - Outros Sectores 01 Crédito interno 2,217,572,044 2,217,572, Empréstimos a Curto Prazo - Administrações Públicas 0 08 Empréstimos a Curto Prazo - Exterior 0 09 Empréstimos a Curto Prazo - Outros Sectores 0 10 Empréstimos a Médio e Longo Prazos - Administrações Públicas 01 Fundo de Regularização da Dívida Pública Empréstimos a Médio e Longo Prazos - Exterior 0 12 Empréstimos a Médio e Longo Prazos - Outros Sectores 0 13 Outros Passivos Financeiros 0 2,467,572, OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL 01 Saldo da gerência anterior: Na posse do serviço 4,883,981 Na posse do Tesouro 1,949, Mais-valias resultantes da colocação de Títulos da Dívida Pública 30,500,000-37,333,720 Total das receitas de capital 2,980,865,789 ****************************** 13 RECURSOS PRÓPRIOS COMUNITÁRIOS 01 Recursos Próprios Tradicionais 01 Direitos aduaneiros de importação 21,592, Direitos niveladores agrícolas 8,820, Quotização sobre açúcar e isoglucose 114,800 30,526, Outras Receitas Comunitárias 01 Montantes compensatórios monetários cobrados sobre as

8 - 8 - trocas intercomunitárias destinados ao FEOGA 0 02 Cauções cobradas nos termos da Decisão nº 3.717/83/CECA 0 03 Recursos diversos ,526, REPOSIÇÕES NÃO ABATIDAS NOS PAGAMEN- TOS 35,109, CONTAS DE ORDEM 01 Encargos Gerais da Nação 01 Tribunal de Contas: Serviços próprios 1,007,838 Serviço Regional dos Açores 44,500 Serviço Regional da Madeira 59, Serviços Sociais da Presidência do Conselho de Ministros 698, Serviço Nacional de Protecção Civil 600, Instituto do Desporto 10,046,797 12,457, Defesa Nacional 01 Arsenal do Alfeite 7,931, Instituto Hidrográfico 630,500 8,561, Negócios Estrangeiros 01 Instituto Camões 23,950 23, Administração Interna 01 Serviço Nacional de Bombeiros 6,934,400 6,934, Equipamento, Planeamento e da Administração do Território 01 Centro de Estudos e Formação Autárquica 205, Laboratório Nacional de Engenharia Civil 2,658, Junta Autónoma de Estradas 9,785, Juntas Autónomas dos Portos: Do Norte 669,700 De Aveiro 1,844,725 Da Figueira da Foz 690,050 Do Centro 284,600 Do Barlavento do Algarve 532,810 Do Sotavento do Algarve 388,000 17,059, Justiça 01 Instituto de Reinserção Social 600, Instituto de Medicina Legal de Lisboa 90, Instituto de Medicina Legal do Porto 45, Instituto de Medicina Legal de Coimbra 45, , Economia 01 Instituto Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial 1,441, Instituto Geológico e Mineiro 1,089, Instituto Nacional da Propriedade Industrial 1,658, Fundo do Turismo 41,785, Direcção-Geral do Turismo 220, Instituto Nacional de Formação Turística 905, Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril 27,820 47,127, Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas 01 Instituto Nacional de Investigação Agrária 2,187,442

9 Instituto da Vinha e do Vinho 45,000 2,232, Educação 01 Editorial do Ministério da Educação 1,375, Estádio Universitário de Lisboa 70, Escolas Profissionais Públicas: Escola Profissional Agrícola da Quinta da Lageosa 35,100 Escola Profissional Agrícola Conde de S. Bento 30,500 Escola Profissional Agrícola D. Dinis - Paiã 65,200 Escola Profissional Agrícola Fermil de Basto 30,760 Escola Profissional Agrícola do Rodo Universidade Aberta: Serviços próprios 370,000 Instituto de Comunicação Multimédia 320, Universidade dos Açores 91, Universidade do Algarve 215, Universidade de Aveiro 237, Universidade da Beira Interior 200, Universidade de Coimbra 1,240, Universidade de Coimbra - Faculdade de Ciências e Tecnologia 279, Universidade de Évora 399, Universidade de Lisboa: Reitoria 130,580 Faculdade de Letras 80,000 Faculdade de Direito 20,709 Faculdade de Medicina 51,920 Faculdade de Ciências 50,600 Faculdade de Farmácia 30,450 Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação 34,966 Faculdade de Medicina Dentária 82,000 Faculdade de Belas-Artes 51,200 Instituto de Ciências Sociais 22,000 Instituto Bacteriológico de Câmara Pestana 35,000 Instituto de Orientação Profissional 2, Universidade da Madeira 43, Universidade do Minho 1,158, Universidade Nova de Lisboa: Reitoria 38,000 Faculdade de Ciências e Tecnologia 92,700 Faculdade de Ciências Sociais e Humanas 50,000 Faculdade de Direito 200 Faculdade de Economia 35,000 Faculdade de Ciências Médicas 31,000 Escola Nacional de Saúde Pública 77,000 Instituto de Higiene e Medicina Tropical 23,500 Instituto Superior de Estatística e Gestão da Informação 110,500 Instituto de Tecnologia Química e Biológica 22, Universidade do Porto: Reitoria 383,417

10 Faculdade de Letras 38,400 Faculdade de Direito 250 Faculdade de Medicina 180,500 Faculdade de Ciências 52,000 Faculdade de Engenharia 210,000 Faculdade de Farmácia 81,300 Faculdade de Economia 70,674 Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação 39,500 Faculdade de Arquitectura 50,500 Faculdade de Ciências do Desporto e de Educação Física 35,150 Instituto de Ciências Biomédicas de Abel Salazar 33,500 Faculdade de Medicina Dentária 21,125 Faculdade de Belas-Artes 15,000 Instituto Superior de Ciências da Nutrição e Alimentação Universidade Técnica de Lisboa: Reitoria 130,000 Instituto Superior Técnico 135,000 Instituto Superior de Economia e Gestão 139,000 Instituto Superior de Agronomia 245,860 Faculdade Medicina Veterinária 38,200 Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas 70,000 Faculdade de Arquitectura 38,250 Faculdade de Motricidade Humana 95, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro 135, Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa 91, Institutos Politécnicos: Instituto Politécnico de Aveiro 200 Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Aveiro 27,699 Instituto Politécnico de Beja 5,000 Escola Superior de Educação de Beja 20,000 Escola Superior Agrária de Beja 34,400 Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Beja 400 Instituto Politécnico de Bragança 85,000 Instituto Politécnico de Castelo Branco 41,500 Instituto Politécnico do Cávado e do Ave 200 Instituto Politécnico de Coimbra 118,200 Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra 20,000 Instituto Superior de Engenharia de Coimbra 30,000 Instituto Politécnico da Guarda 65,000 Instituto Politécnico de Leiria 20,000 Instituto Politécnico de Lisboa 15,300 Escola Superior de Educação de Lisboa 40,000 Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa 19,600 Escola Superior de Música de Lisboa 5,000 Escola Superior de Dança de Lisboa 1,050 Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa 9,280

11 Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa 111,000 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa 232,500 Instituto Politécnico de Portalegre 6,560 Escola Superior de Educação de Portalegre 9,500 Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Portalegre 3,200 Instituto Politécnico do Porto 378,900 Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto 36,000 Instituto Superior de Engenharia do Porto 60,000 Instituto Politécnico de Santarém 154,640 Instituto Politécnico de Setúbal 25,200 Escola Superior de Educação de Setúbal 23,939 Escola Superior de Tecnologia de Setúbal 98,000 Instituto Politécnico de Tomar Instituto Politécnico de Viana do Castelo 19,000 Escola Superior de Educação de Viana do Castelo 4,200 Escola Superior Agrária de Ponte de Lima 27,420 Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viana do Castelo 21,500 Instituto Politécnico de Viseu 45,000 Escola Superior de Educação de Viseu 35,000 Escola Superior de Tecnologia de Viseu 35, Serviços de Acção Social das Universidades: Serviços de Acção Social da Universidade dos Açores 113,660 Serviços de Acção Social da Universidade do Algarve 198,000 Serviços de Acção Social da Universidade de Aveiro 477,472 Serviços de Acção Social da Universidade da Beira Interior 185,000 Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra 880,000 Serviços de Acção Social da Universidade de Évora 184,130 Serviços de Acção Social da Universidade de Lisboa 404,000 Serviços de Acção Social da Universidade da Madeira 71,260 Serviços de Acção Social da Universidade do Minho 414,500 Serviços de Acção Social da Universidade Nova de Lisboa 220,000 Serviços de Acção Social da Universidade do Porto 538,500 Serviços de Acção Social da Universidade Técnica de Lisboa 524,700 Serviços de Acção Social da Universidade de Trás-os- -Montes e Alto Douro 215, Serviços de Acção Social dos Institutos Politécnicos: Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Beja 27,100 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Bragança 56,000 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Castelo Branco 33,000 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Co-

12 imbra 41,975 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico da Guarda 84,079 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Leiria 72,000 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Lisboa 118,000 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Portalegre 27,500 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico do Porto 60,000 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Santarém 40,000 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Setúbal 5,000 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Tomar 27,500 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Viana do Castelo 107,682 Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico de Viseu 70,000 16,677, Saúde 01 Instituto de Gestão Informática e Financeira da Saúde 200, Instituto Nacional de Emergência Médica 10,758, Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento 1,572, Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo 4, Administração Regional de Saúde do Norte 2,320 12,537, Ambiente 01 Instituto da Conservação da Natureza 230, , Cultura 01 Delegação Regional do Algarve 1, Instituto Português do Património Arquitectónico e Arqueológico 1,020, Instituto Português de Arte Cinematográfica e Audiovisual 2,151, Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema 436, Companhia Nacional de Bailado 20,000 3,629, Ciência e Tecnologia 01 Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica 140, Instituto de Investigação Científica e Tropical 33, Instituto Tecnológico e Nuclear 100, , ,524,637 Total das receitas 7,548,846,348 (*) - Inclui Contribuição Industrial, Contribuição Predial, Imposto Profissional, Imposto de Capitais, Imposto Complementar, Imposto de Mais-Valias e Imposto sobre a Indústria Agrícola. (**) - Inclui Impostos Extraordinários, Imposto do Cadastro, Imposto criado pelo artigo 8º. da Lei nº , de 21 de Dezembro de 1961, Adicionais, Sisa e Imposto Especial sobre Veículos.

RECEITAS ADMINISTRADAS POR SERVIÇOS INTEGRADOS EM 2013 INFORMAÇÃO PRESTADA PELOS SERVIÇOS

RECEITAS ADMINISTRADAS POR SERVIÇOS INTEGRADOS EM 2013 INFORMAÇÃO PRESTADA PELOS SERVIÇOS Ministério 01 Encargos Gerais do Estado 1206 SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA 1207 SUPREMO TRIBUNAL ADMINISTRATIVO 2334 CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL 3045 COMISSÃO NACIONAL DE PROTEÇÃO DE DADOS 04 02 04 040199

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Sexta-feira, 24 de abril de 2015. Série. Número 66

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Sexta-feira, 24 de abril de 2015. Série. Número 66 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Sexta-feira, 24 de abril de 2015 Série Suplemento Sumário SECRETARIA REGIONAL DAS FINANÇAS E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Declaração n.º 3/2015 Mapas I a VIII, a que

Leia mais

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 SUPLEMENTO N.º 2 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA CURSOS CONGÉNERES DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR JULHO DE 2012

Leia mais

Última alteração 03-12-2009

Última alteração 03-12-2009 01 Impostos directos * 01 02 Outros 01 02 02 Imposto municipal sobre imóveis * 01 02 03 Imposto único de circulação 01 02 04 Imposto municipal sobre as transacções onerosas de imóveis 01 02 05 Derrama

Leia mais

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2011 Página 1 01 ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL DA MADEIRA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL

Leia mais

MAPA I RECEITAS DO ESTADO. [Alínea a) do n.º 1 do artigo 1.º] DESIGNAÇÃO DAS RECEITAS RECEITAS CORRENTES

MAPA I RECEITAS DO ESTADO. [Alínea a) do n.º 1 do artigo 1.º] DESIGNAÇÃO DAS RECEITAS RECEITAS CORRENTES MAPA I RECEITAS DO ESTADO [Alínea a) do n.º 1 do artigo 1.º] CAPÍ- IMTÂNCIAS EM CONTOS ARTI RECEITAS CORRENTES 01 IMTOS DIRECTOS 01 Sobre o Rendimento 01 Imposto sobre o rendimento das pessoas singulares

Leia mais

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2013 Página 1 01 - ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA - ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - AÇORES-ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL

Leia mais

(1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a

(1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a MAPA DE CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA - POR ENTIDADE MVN - MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS ANO 2014 JANEIRO A JUNHO - 2014/06/30 PAG 1 CLASSIFICAÇÃO ECONÓMICA REEMBOLSOS/RESTITUIÇÕES GRAU RECEITAS CORRENTES

Leia mais

Instituição. Número de Conselheiros Nacionais a eleger por Secção Sindical - 1

Instituição. Número de Conselheiros Nacionais a eleger por Secção Sindical - 1 Instituição Lugares no CN Academia Militar Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto Centro de Investigação Marinha e Ambiental, Laboratório Associado da Universidade

Leia mais

0202 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente

0202 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente 0110 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 8031 Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) 155,5 8085 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 128,8 8086 Medicina Veterinária (Preparatórios) 154,8 9022 Ciências

Leia mais

Município de Almeida - CMA

Município de Almeida - CMA RECEITAS CORRENTES 9.142.648,00 40.938,00 0,00 40.938,00 9.183.586,00 01 Impostos directos 648.164,00 0,00 0,00 0,00 648.164,00 0102 Outros 648.164,00 0,00 0,00 0,00 648.164,00 010202 Imposto municipal

Leia mais

CONTA GERAL DO ESTADO

CONTA GERAL DO ESTADO MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO-GERAL DO ORÇAMENTO CONTA GERAL DO ESTADO ANO DE 2003 VOLUME II (Tomo I) ÍNDICE ELEMENTOS INFORMATIVOS REFERENTES, EM COMUM, AOS SUBSECTORES DOS SERVIÇOS INTEGRADOS E DOS

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Direcção-Geral do Ensino Superior. Estabelecimento Vagas 3.ª Fase

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Direcção-Geral do Ensino Superior. Estabelecimento Vagas 3.ª Fase Vagas.ª Fase Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 00 0 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 00 0 Medicina Veterinária (Preparatórios) 00 0 Ciências Agrárias 00 0 Engenharia e Gestão do Ambiente

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Direcção-Geral do Ensino Superior. Estabelecimento Vagas 2.ª Fase

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - Direcção-Geral do Ensino Superior. Estabelecimento Vagas 2.ª Fase Vagas.ª Fase Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 00 0 Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) 00 0 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 00 0 Medicina Veterinária (Preparatórios) 00 0 Ciências Agrárias

Leia mais

Mapa de Fluxos de Caixa

Mapa de Fluxos de Caixa RECEBIMENTOS Saldo da Gerência Anterior 1.243.835,16 Execução Orçamental 1.090.463,60 Operações de Tesouraria 153.371,56 Receitas Orçamentais 18.346.140,09 01 IMPOSTOS DIRECTOS 4.120.643,81 0102 Outros

Leia mais

Direcção-Geral do Orçamento

Direcção-Geral do Orçamento Diário da República, 2. a série N. o 110 8 de Junho de 2007 15 859 Direcção-Geral do Orçamento Declaração n. o 126/2007 Em cumprimento do disposto no artigo 52. o da Lei n. o 91/2001, de 20 de Agosto,

Leia mais

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2014 Página 1 01 ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA - ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - AÇORES-ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIREÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO 6ª DELEGAÇÃO DE CONTABILIDADE

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIREÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO 6ª DELEGAÇÃO DE CONTABILIDADE 6ª DELEGAÇÃO DE CONTABILIDADE Alterações orçamentais autorizadas, no trimestre a seguir indicado, ao abrigo do artigo 51.º da Lei n.º 91/21, de 20 de Agosto, alterada pela Lei n.º 52/, de 13 de Outubro,

Leia mais

Documentos de Prestação de Contas

Documentos de Prestação de Contas Documentos de Prestação de Contas E DOCUMENTOS ANEXOS Segundo a Resolução nº04/2001-2ª Secção APROVAÇÃO Câmara Municipal - Reunião de / / Assembleia Municipal - Sessão de / / ACÓRDÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 310.276,31 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 103.137,41 Operações de Tesouraria 207.138,90 6.794.667,86 Receitas Correntes 5.881.296,87 01 Impostos

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2010 ENTIDADE CM AMADORA MUNICIPIO DA AMADORA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2010/12/31 R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A ANO 2010 ENTIDADE CM AMADORA MUNICIPIO DA AMADORA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2010/12/31 R E C E B I M E N T O S 15:10 2011/06/09 Fluxos de caixa Pag. 1 ENTIDADE CM AMADORA MUNICIPIO DA AMADORA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2010/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 54.683.639,20 EXECUÇÃO

Leia mais

LISTAS DAS ESCOLAS PROFISSIONAIS PÚBLICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

LISTAS DAS ESCOLAS PROFISSIONAIS PÚBLICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO LISTAS DAS ESCOLAS PROFISSIONAIS PÚBLICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO DREN: Escola Profissional de Fermil Celorico de Basto Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Carvalhais /Mirandela

Leia mais

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2010 Página 1 01 - ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL DA MADEIRA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL

Leia mais

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações Congénere 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada

Leia mais

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações

9718 Comunicação Social e Cultura 9720 Comunicação, Cultura e Organizações 0130 0130 0130 0130 0130 0130 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina Universidade dos Açores - Ponta Delgada Universidade dos Açores -

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 O Órgão Executivo; O Órgão Deliberativo;

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 O Órgão Executivo; O Órgão Deliberativo; PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 Junto se remetem os Documentos de Prestação de Contas referentes à Gerência de 2007, organizados em conformidade com o POCAL e de acordo com a Resolução n.º 04/2001 2.ª Secção,

Leia mais

9196 Línguas e Relações Empresariais 9196 Línguas e Relações Empresariais

9196 Línguas e Relações Empresariais 9196 Línguas e Relações Empresariais 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 8083 Ciclo Básico de Medicina 8083 Ciclo Básico de Medicina 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0130 Universidade

Leia mais

ENTIDADE DOTAÇÕES INICIAIS CÓDIGOS D E S I G N A Ç Ã O M O N T A N T E

ENTIDADE DOTAÇÕES INICIAIS CÓDIGOS D E S I G N A Ç Ã O M O N T A N T E PÁGINA : 1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 10.964.290,82 01 IMPOSTOS DIRECTOS 3.660.000,00 01.02 3.660.000,00 01.02.02 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS 1.900.000,00 01.02.03 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE VEÍCULOS

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2007 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31

F L U X O S D E C A I X A ANO 2007 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 2.998.192,70 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 1.267.764,59

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-2ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Classificações dos últimos colocados Código Instit.

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-2ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Classificações dos últimos colocados Código Instit. Classificações dos últimos s Nome da Instituição Nome do Grau de 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) PM 6 0 1 143,5 5 0110 8086 Universidade dos

Leia mais

Ensino Superior Universitário e Politécnico (Público; Privado; Militar e Policial; Católica)

Ensino Superior Universitário e Politécnico (Público; Privado; Militar e Policial; Católica) Ensino Superior Universitário e Politécnico (Público; Privado; Militar e Policial; Católica) Ano letivo 2012/2013 Nota informativa: esta listagem está ordenada por nome do curso da outra Intituição de

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE ACESSO

CONCURSO NACIONAL DE ACESSO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO 11 1.ª FASE DEZEMBRO DE 2011 ÍNDICE Nota Introdutória... 3 Conceitos... 4 Grandes Números... 5 Candidatos, Vagas, Colocados e Matriculados... 6 OFERTA FORMATIVA... 7 Vagas por

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 393.778,77 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 263.966,97 Operações de Tesouraria 129.811,80 16.355.231,25 Receitas Correntes 12.596.773,53 01 Impostos

Leia mais

1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO: 2009 Código Código

1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO: 2009 Código Código (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) (10) 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísm Ciências Farmacêuticas (Preparatórios PM 15 15 0 155,5 0 0110 8085 Universidade dos Açores - Angra do Heroísm

Leia mais

Estabelecimento/Curso Estabelecimento/Curso Estabelecimento/Curso

Estabelecimento/Curso Estabelecimento/Curso Estabelecimento/Curso ENSINO UNIVERSITÁRIO Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) PM 15 11 130,8 4 Ciências da Nutrição (Preparatórios) PL 15 5 122,5 10 Medicina Veterinária (Preparatórios)

Leia mais

Município de Mortágua

Município de Mortágua Município de Mortágua Documentos de Prestação de Contas Balanço Demonstração de Resultados Mapas de Execução Orçamental Anexos às Demonstrações Financeiras Relatório de Gestão 2004 Índice Índice: 5. Balanço

Leia mais

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a MAPA DO CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1 CLA SIFICAÇÃO ECONÓMICA PREVISÕES RECEITAS POR RECEITAS LIQUIDAÇÕES RECEITAS REEMBOLSOS/RESTITUIÇÕES

Leia mais

ORÇAMENTO DA RECEITA. Receitas Correntes 14.415.223

ORÇAMENTO DA RECEITA. Receitas Correntes 14.415.223 Receitas Correntes 14.415.223 01 Impostos Directos 4.655.446 01 02 Outros 4.655.446 01 02 02 IMI - Imposto municipal sobre imóveis 2.728.366 01 02 03 IUC Imposto único de circulação 278.183 01 02 04 IMT

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2014, 2015, 2016 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2014, 2015, 2016 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2014, 2015, 2016 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR Direção de Serviços

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A R E C E B I M E N T O S PERÍODO 2014/01/02 A 2014/12/31 Pág. 1 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 259.724,13 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 18.518,45 OPERAÇÕES DE TESOURARIA... 241.205,68 RECEITAS ORÇAMENTAIS... 4.975.283,44

Leia mais

Estabelecimento Sobras da 3.ª Fase. Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 0110 8085 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 16 3 10 9

Estabelecimento Sobras da 3.ª Fase. Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 0110 8085 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 16 3 10 9 Sobras da.ª Fase Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 00 0 Ciências Agrárias 00 0 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 00 Energias Renováveis 00 0 Engenharia e Gestão do Ambiente 0 00 Guias da Natureza

Leia mais

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2004 Página 1 01 ENCARGOS GERAIS DO ESTADO INSTITUTO DO DESPORTO DE PORTUGAL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SERVIÇO DO PROVEDOR DE JUSTIÇA TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL DA MADEIRA TRIBUNAL

Leia mais

Anexo à Instrução nº 16/96

Anexo à Instrução nº 16/96 Anexo à Instrução nº 16/96 SOCIEDADES DE LOCAÇÃO FINANCEIRA SITUAÇÃO ANALÍTICA CONTAS COM SALDOS DEVEDORES 10 - CAIXA VALORES (em contos) 11 - DEPÓSITOS À ORDEM NO BANCO DE PORTUGAL 12 - DISPONIBILIDADES

Leia mais

Tribunal de Contas ANEXO II LEGISLAÇÃO SOBRE BENEFÍCIOS FISCAIS

Tribunal de Contas ANEXO II LEGISLAÇÃO SOBRE BENEFÍCIOS FISCAIS ANEXO II LEGISLAÇÃO SOBRE BENEFÍCIOS FISCAIS LEGISLAÇÃO SOBRE BENEFÍCIOS FISCAIS I COM IMPLICAÇÕES NA RECEITA ESTADUAL A) No âmbito dos impostos directos a. 1) Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares

Leia mais

Município Marinha Grande

Município Marinha Grande Município Marinha Grande ORÇAMENTO DA RECEITA PÁGINA : 1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 18.923.350,71 01 IMPOSTOS DIRECTOS 7.173.657,00 01.02 OUTROS 7.173.657,00 01.02.02 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEI

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 316.566,25 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 264.031,03 Operações de Tesouraria 52.535,22 5.031.119,33 Receitas Correntes 2.585.384,84 01 Impostos

Leia mais

Estabelecimento Sobras da 1.ª Fase

Estabelecimento Sobras da 1.ª Fase Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo 00 90 Ciências Agrárias 00 0 Ciências da Nutrição (Preparatórios) 00 994 Energias Renováveis 00 9 Engenharia e Gestão do Ambiente 00 9 Guias da Natureza Universidade

Leia mais

C N C. Indice 11 - CÓDIGO DE CONTAS CLASSE 1 - DISPONIBILIDADES 11 - CÓDIGO DE CONTAS... 1

C N C. Indice 11 - CÓDIGO DE CONTAS CLASSE 1 - DISPONIBILIDADES 11 - CÓDIGO DE CONTAS... 1 Indice 11 - CÓDIGO DE CONTAS... 1 CLASSE 1 - DISPONIBILIDADES... 1 CLASSE 2 - TERCEIROS*... 2 CLASSE 3 - EXISTÊNCIAS*... 4 CLASSE 4 - IMOBILIZAÇÕES*... 5 CLASSE 5 - CAPITAL, RESERVAS E RESULTADOS TRANSITADOS...

Leia mais

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice Anexo C Estabelecimentos de Ensino Superior Índice Anexo C1 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1980...c.2 Anexo C2 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1990...c.4 Anexo C3

Leia mais

Orçamento Inicial para 2010

Orçamento Inicial para 2010 RECEITAS Económica Designação Previsão RECEITAS CORRENTES 7.527.796,00 01 Impostos directos 791.550,00 0102 Outros 791.550,00 010202 Imposto municipal sobre imóveis 230.000,00 010203 Imposto único de circulação

Leia mais

4312-(18) Diário da República, 1.ª série N.º 131 9 de Julho de 2008

4312-(18) Diário da República, 1.ª série N.º 131 9 de Julho de 2008 4312-(18) Diário da República, 1.ª série N.º 131 9 de Julho de 2008 pre que necessário, para a realização de entrevista e ou avaliação funcional das suas capacidades. 4 A comissão pode, face à prova documental

Leia mais

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2013 Página 1 01 ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA - ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - AÇORES-ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL

Leia mais

RESULTADOS DA 1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO

RESULTADOS DA 1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015 RESULTADOS DA 1.ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO NOTA 1. Encontra se concluída a colocação na primeira fase do 39.º concurso nacional de acesso, tendo sido admitidos,

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Diário da República,.ª série N.º 252 3 de Dezembro de 9225 automaticamente transferidos para os correspondentes novos departamentos, organismos ou serviços que os substituem, ou que os passam a integrar

Leia mais

Número de. Gabinete de Planeamento e Políticas. Inspecção-Geral da Agricultura e Pescas. 11 851 Tecnologia de protecção do ambiente

Número de. Gabinete de Planeamento e Políticas. Inspecção-Geral da Agricultura e Pescas. 11 851 Tecnologia de protecção do ambiente MADRP Entida Promotora Autorida Gestão do Programa Desenvolvimento Rural do Continente Autorida Gestão do PROMAR Autorida Florestal Nacional Direcção-Geral Veterinária Direcção Regional das Florestas Lisboa

Leia mais

CURSOS QUE CONFEREM HABILITAÇÃO PRÓPRIA PARA A DOCÊNCIA. Grupo de Recrutamento 530 - Educação Tecnológica

CURSOS QUE CONFEREM HABILITAÇÃO PRÓPRIA PARA A DOCÊNCIA. Grupo de Recrutamento 530 - Educação Tecnológica Arquitectura Arquitectura (Curso superior) 1º Arquitectura e Urbanismo Universidade Fernando Pessoa Arte e Comunicação ramo de Audiovisual; ramo Fotográfico; ramo de Multimédia Escola Superior Artística

Leia mais

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Ensino Superior Regulamento n.º 319/2013 Regulamento do Programa de Apoio Social a Estudantes através de atividades de tempo Parcial (PASEP) da Universidade

Leia mais

Serviço de Psicologia e Orientação Psicóloga Maria Cristina Andrade Janeiro/2012

Serviço de Psicologia e Orientação Psicóloga Maria Cristina Andrade Janeiro/2012 PERCURSOS PÓS SECUNDÁRIO Desporto Serviço de Psicologia e Orientação Psicóloga Maria Cristina Andrade 12º Ano.e agora? Ensino Superior Universitário/Politécnico Cursos de Especialização Tecnológica Inserção

Leia mais

9020 Ciência Política e Relações Internacionais

9020 Ciência Política e Relações Internacionais 0201 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais 9219 Psicologia 9219 Psicologia 0203 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências e Tecnologia 0110 Universidade dos Açores - Angra

Leia mais

Instituição da R.A. dos Açores Curso Superior. Instituição de Ensino Superior Curso Superior Congénere. 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada

Instituição da R.A. dos Açores Curso Superior. Instituição de Ensino Superior Curso Superior Congénere. 0130 Universidade dos Açores - Ponta Delgada 0201 Universidade do Algarve - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais 9219 Psicologia 9219 Psicologia 0203 0203 0203 0204 0204 0204 0300 0300 0300 0300 0300 0300 0300 0300 Universidade do Algarve - Faculdade

Leia mais

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO MODELO 10 RENDIMENTOS E RETENÇÕES DE SUJEITOS PASSIVOS RESIDENTES INDICAÇÕES GERAIS

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO MODELO 10 RENDIMENTOS E RETENÇÕES DE SUJEITOS PASSIVOS RESIDENTES INDICAÇÕES GERAIS INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO MODELO 10 RENDIMENTOS E RETENÇÕES DE SUJEITOS PASSIVOS RESIDENTES INDICAÇÕES GERAIS A declaração modelo 10 destina-se a declarar os rendimentos sujeitos a imposto,

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 2008. Provas de Ingresso - 2008. Ensino Superior Público

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 2008. Provas de Ingresso - 2008. Ensino Superior Público ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 2008 Provas de Ingresso - 2008 Ensino Superior Público Direcção-Geral do Ensino Superior Fevereiro de 2008 Ficha técnica Título: Acesso ao Ensino Superior 2008 - Provas de Ingresso

Leia mais

Lisboa Privado Politécnico 4002 Academia Nacional Superior de Orquestra Instrumentista de Orquestra

Lisboa Privado Politécnico 4002 Academia Nacional Superior de Orquestra Instrumentista de Orquestra Distrito Subsistema Tipo de ensino Cód. Estab. Nome do Estabelecimento Nome do Curso Grau Lisboa Privado Politécnico 4002 Academia Nacional Superior de Orquestra Direcção de Orquestra Lisboa Privado Politécnico

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objeto de concurso nacional Código Instit.

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objeto de concurso nacional Código Instit. ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Nome da Instituição Nome do Grau Fase (cont. geral) 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Preparatórios)

Leia mais

ORÇAMENTO PARA O ANO 2010 - Receita

ORÇAMENTO PARA O ANO 2010 - Receita ORÇAMENTO PARA O ANO 200 - Receita 0 Impostos directos 002 Outros 00202 Imposto municipal sobre imóveis 26.548.49 00203 Imposto único de circulação 6.4.999 00204 Imposto municipal s/ transacções onerosas

Leia mais

ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008

ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008 LINHA DE CRÉDITO PARA ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR COM GARANTIA MÚTUA ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008 Comissão de Acompanhamento 29 de Maio de 2008 Introdução, e principais conclusões Este documento

Leia mais

Nota informativa. Novo Regime Fiscal dos Organismos de Investimento Colectivo. Decreto-Lei n.º 7/2015, de 13 de Janeiro

Nota informativa. Novo Regime Fiscal dos Organismos de Investimento Colectivo. Decreto-Lei n.º 7/2015, de 13 de Janeiro Nota informativa Novo Regime Fiscal dos Organismos de Investimento Colectivo Decreto-Lei n.º 7/2015, de 13 de Janeiro Novo Regime Fiscal dos Organismos de Investimento Colectivo Decreto-Lei n.º 7/2015,

Leia mais

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2012 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES CURSOS CONGÉNERES DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR JULHO DE 2012

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES SECRETARIA REGIONAL DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL DIRECÇÃO REGIONAL DO TRABALHO, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E DEFESA DO CONSUMIDOR OBSERVATÓRIO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Resultados

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2015-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Resultados Instituição Grau (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) 3122 9670 Instituto Politécnico de Portalegre - Escola Superior de Tecnologia e GestãoAdministração de Publicidade e Marketing L1 27 18 111,3 9 3102

Leia mais

PRIVADO ENSINO SUPERIOR. Ocupação dos Cursos de Formação Inicial

PRIVADO ENSINO SUPERIOR. Ocupação dos Cursos de Formação Inicial ENSINO SUPERIOR PRIVADO Ocupação dos Cursos de Formação Inicial Ensino Superior Privado Ocupação dos Cursos de Formação Novembro Inicial 2011 DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR Direcção de Serviços de Suporte

Leia mais

8.2 NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS POR NATUREZA

8.2 NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS POR NATUREZA 8.2 NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS POR NATUREZA As demonstrações financeiras anexas foram preparadas com base nos livros e registos contabilísticos da ESHTE mantidos em conformidade com

Leia mais

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2011 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR

CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2011 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR ACESSO AO ENSINO SUPERIOR GUIAS DO ENSINO SUPERIOR CANDIDATURA AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO 2011 SUPLEMENTO N.º 1 REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES CURSOS CONGÉNERES DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR JULHO DE 2011

Leia mais

Secção III: Âmbito de Aplicação e Políticas de Risco 7. 2. Estratégias e Processos de Gestão de Risco 8

Secção III: Âmbito de Aplicação e Políticas de Risco 7. 2. Estratégias e Processos de Gestão de Risco 8 Secção I: Introdução 4 1. Enquadramento Regulamentar 5 2. Estrutura do Relatório 5 Secção II: Declaração de Responsabilidade 6 Secção III: Âmbito de Aplicação e Políticas de Risco 7 1. Âmbito de Aplicação

Leia mais

IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os custos correntes do exercício.

IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os custos correntes do exercício. Anexo à Instrução nº 4/96 IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA As contas desta classe registam os custos correntes do exercício. 70 - JUROS E CUSTOS EQUIPARADOS Encargos financeiros

Leia mais

Enquadramento Fiscal

Enquadramento Fiscal Organizações Sem Fins Lucrativos Enquadramento Fiscal Ponte da Barca, 14 de Maio de 2013 Organizações Sem Fins Lucrativos Os principais tipos de entidades sem fins lucrativos em Portugal são as associações,

Leia mais

É um sistema específico de incentivos fiscais ao investimento realizado pelo sujeito passivo de IRC.

É um sistema específico de incentivos fiscais ao investimento realizado pelo sujeito passivo de IRC. O presente resumo não dispensa a consulta dos respectivos diplomas legais, referentes a cada um dos programas. A sua leitura e análise é essencial para o devido enquadramento de cada caso específico. RFAI

Leia mais

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS

NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS DESTAQUES DE 27 A 31 DE MAIO NOVIDADES LEGISLATIVAS E REGULAMENTARES MAIS SIGNIFICATIVAS ACTIVIDADE PARLAMENTAR E PROCESSO LEGISLATIVO ÚLTIMAS INICIATIVAS Proposta de Lei 151/XII Procede à primeira alteração

Leia mais

23548 Diário da República, 2.ª série N.º 161 19 de agosto de 2015

23548 Diário da República, 2.ª série N.º 161 19 de agosto de 2015 Saldo do ano anterior: Movimento em dinheiro nas Caixas, Banco de Portugal, como Caixa Geral do Tesouro, e outros bancos no período decorrido de 1 de janeiro a 3 de junho de 25 Entrada Fundos saídos: No

Leia mais

Assembleia de Freguesia de Rebordões Souto Regulamento e Tabela Geral de Taxas

Assembleia de Freguesia de Rebordões Souto Regulamento e Tabela Geral de Taxas PREÂMBULO A Lei nº 53-E/2006, de 29 de Dezembro, aprovou o regime das taxas das Autarquias Locais, estabelecendo no Artigo 17.º: «As taxas para as autarquias locais actualmente existentes são revogadas

Leia mais

ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013

ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013 ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013 PÁGINA : 1 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL 31.800,00 D E S P E S A S C O R R E N T E S 31.800,00

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Beirafundo

Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Beirafundo Fundo de Investimento Imobiliário Fechado Beirafundo RELATÓRIO & CONTAS 2007 ÍNDICE ACTIVIDADE DO FUNDO 2 BALANÇO 4 DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS 5 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS MONETÁRIOS 6 ANEXO ÀS DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS MA OP-01 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 03 - SERVICOS NA AREA DA ECONOMIA 01 - IMEI - AGENCIA PARA A COMPETITIVIDADE E INOVAÇAO PROG MED 065 FUNÇÕES S - DIVERSAS NÃO ESPECIFICADAS 04 TAXAS,

Leia mais

DIREITO FINANCEIRO E FISCAL ANO LECTIVO 2005/2006 PROGRAMA

DIREITO FINANCEIRO E FISCAL ANO LECTIVO 2005/2006 PROGRAMA DIREITO FINANCEIRO E FISCAL ANO LECTIVO 2005/2006 PROGRAMA Introdução I. Aspectos gerais 1. As Finanças Públicas. Questões de ordem geral 2. Fixação de terminologia (Direito Financeiro, Economia Pública,

Leia mais

ANO 2007 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1

ANO 2007 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 383.685,64 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 161.920,09 OPERAÇÕES DE TESOURARIA... 221.765,55 RECEITAS ORÇAMENTAIS...

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA. UTL em Números 2011 ISSN: 1645-3670. www.utl.pt

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA. UTL em Números 2011 ISSN: 1645-3670. www.utl.pt UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA UTL em Números 2011 ISSN: 1645-3670 www.utl.pt Ficha Técnica Coordenador: Prof. Doutor António Palma dos Reis Edição Reitoria/DPD - Departamento de Planeamento e Documentação

Leia mais

AFONSO DE MELO PINTO VELOSO Legislaturas: I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX.

AFONSO DE MELO PINTO VELOSO Legislaturas: I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX. AFONSO DE MELO PINTO VELOSO Legislaturas: I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX. Data de nascimento 1878-09-09. Localidade Águeda. Data da morte 1968-02-15. Habilitações literárias Licenciatura em Direito

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO DE 2014: 1.ª FASE

CONCURSO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO DE 2014: 1.ª FASE da Nome da Nome Grau 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências Farmacêuticas (Preparatórios) PM 15 10 134,0 5 0110 8085 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo Ciências da Nutrição

Leia mais

PQS GLOBAIS. (c). Tempo de estabelecimento de chamada para chamadas nacionais (segundos) que correspondem ao percentil 95% das chamadas mais rápidas

PQS GLOBAIS. (c). Tempo de estabelecimento de chamada para chamadas nacionais (segundos) que correspondem ao percentil 95% das chamadas mais rápidas PQS GLOBAIS Anacom Objetivo SU Ano1 SU PQS 1 PQS 1 (a) PQS1. Prazo de fornecimento da ligação inicial (a) Demora no fornecimento das ligações, quando o cliente não define uma data objetivo (dias) PQS 1

Leia mais

O Orçamento de Estado 2011

O Orçamento de Estado 2011 O Orçamento de Estado 2011 Resumo dos aspectos essenciais da Lei do Orçamento de Estado de 2011, Lei n.º 55-A/2010. Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas Dupla tributação económica Eliminada

Leia mais

CONCURSO DE PROGRAMAS DE DOUTORAMENTO FCT 2012

CONCURSO DE PROGRAMAS DE DOUTORAMENTO FCT 2012 CONCURSO DE PROGRAMAS DE DOUTORAMENTO FCT 0 Resumo de Candidaturas e Programas Aprovados No concurso de 0: 38 candidaturas recebidas: 35 propostas 90 propostas propostas 9 propostas 58 programas recomendados

Leia mais

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2009 Página 1 01 - ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL DA MADEIRA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL

Leia mais

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA V RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS RECEITAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2009 Página 1 01 ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL DA MADEIRA COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - SECÇÃO REGIONAL

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2011-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objecto de concurso nacional

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR 2011-1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Pares instituição/curso objecto de concurso nacional ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - 1ª FASE DO CONCURSO NACIONAL DE ACESSO Designação da Localidade Fase (cont. geral) 110 Ensino Superior Público Universitário 0110 8031 Universidade dos Açores - Angra do Heroísmo

Leia mais

Fórum Reforma Tributária. Construir o Futuro

Fórum Reforma Tributária. Construir o Futuro Construir o Futuro 18 de Fevereiro de 2015 Agenda A Administração Geral Tributária Procedimento de inspecção fiscal e contencioso O Grande Contribuinte Imposto Industrial Imposto sobre os Rendimentos do

Leia mais

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO

MAPA VII DESPESAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS, POR CLASSIFICAÇÃO ORGANICA, COM ESPECIFICAÇÃO DAS DESPESAS GLOBAIS DE CADA SERVIÇO E FUNDO ANO ECONÓMICO DE 2014 Página 1 01 - ENCARGOS GERAIS DO ESTADO ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA - ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL DE CONTAS - AÇORES-ORÇAMENTO PRIVATIVO COFRE PRIVATIVO DO TRIBUNAL

Leia mais

8.2.1 Disposições do POCAL derrogadas e seus efeitos no Balanço e Demonstração de Resultados

8.2.1 Disposições do POCAL derrogadas e seus efeitos no Balanço e Demonstração de Resultados 8.2 O Balanço e a Demonstração de Resultados encontram-se elaborados de acordo com os princípios contabilísticos definidos pelo Plano Oficial de Contabilidade das Autarquias Locais (POCAL) e demais legislação

Leia mais

CONTINGENTE ESPECIAL PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA FÍSICA OU SENSORIAL: 2007-2011

CONTINGENTE ESPECIAL PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA FÍSICA OU SENSORIAL: 2007-2011 Colocados CONCURSO NACIONAL DE ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO CONTINGENTE ESPECIAL PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA FÍSICA OU SENSORIAL: 2007-2011 Etapa 1: colocação dos candidatos às vagas

Leia mais

da Uniiversiidade de Évora

da Uniiversiidade de Évora Universidade de Évora Rellatóriio sobre o Inquériito aos Liicenciiados da Uniiversiidade de Évora Pró-Reitoria para a Avaliação e Política da Qualidade Jacinto Vidigal da Silva Luís Raposo Julho de 2010

Leia mais

Legislação MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

Legislação MINISTÉRIO DAS FINANÇAS Diploma Decreto-Lei n.º 62/2005 11/03 Estado: Vigente Legislação Resumo: Transpõe para a ordem jurídica interna a Directiva n.º 2003/48/CE, do Conselho, de 3 de Junho, relativa à tributação dos rendimentos

Leia mais