Apresentação Institucional JBS Junho/Julho 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentação Institucional JBS Junho/Julho 2015"

Transcrição

1 Apresentação Institucional JBS Junho/Julho 05

2 Disclaimer Fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração e informações a que a Companhia atualmente tem acesso. Declarações sobre eventos futuros incluem informações sobre nossas intenções, crenças ou expectativas atuais, assim como aquelas dos membros do Conselho de Administração e Diretores da Companhia. As ressalvas com relação a declarações e informações acerca do futuro também incluem informações sobre resultados operacionais possíveis ou presumidos, bem como declarações que são precedidas, seguidas ou que incluem as palavras "acredita", "poderá", "irá", "continua", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "estima" ou expressões semelhantes. As declarações e informações sobre o futuro não são garantias de desempenho. Elas envolvem riscos, incertezas e suposições porque se referem a eventos futuros, dependendo, portanto, de circunstâncias que poderão ocorrer ou não. Os resultados futuros e a criação de valor para os acionistas poderão diferir de maneira significativa daqueles expressos ou sugeridos pelas declarações com relação ao futuro. Muitos dos fatores que irão determinar estes resultados e valores estão além da nossa capacidade de controle ou previsão.

3 A Globalização da JBS Receita Líquida de R$7,9 bilhões nos últimos meses (LTM) Segunda maior empresa global de alimentos¹ Preparados e Outros 30% Receita LTM T5 R$7,9 bi Bovinos 40% Capacidade de processar bovinos por dia em 73 unidades em sete países Capacidade de processar suínos por dia em unidades em operação no Brasil e nos Estados Unidos Suínos 0% Aves 0% unidades em operação nas Américas Capacidade de processar + de 3 milhões de aves por dia em 58 Capacidade de produzir + de 00 mil peças de couro por dia em 3 unidades espalhadas pelo mundo + de 5 mil colaboradores ao redor do mundo Nota : ranking do Bloomberg baseado na Receita Líquida 03 em US$ 3

4 A Globalização da JBS América do Norte ~5,8% da receita da JBS¹, ² Presença em 0+ países, Exportação para 50+ países e mais de clientes 83% da Receita da JBS é denominada em Moscou US$ Chicago Toronto Londres Ghent Hamburgo Xangai Seul Tóquio Dubai Taipei Hong Kong 7% da Receita da JBS é denominada em R$ Caracas Santiago São Paulo (sede) América do Sul ~7,6% da receita da JBS¹,3 Exportações ~30,6% da receita da JBS Nota. Considera apenas as vendas domésticas Nota. Inclui operações de bovinos e ovinos nos Estados Unidos e Austrália Nota 3. Inclui operações de couro na Alemanha, Brasil, China, México, Vietnã e Uruguai, além das operações da Rigamonti na Itália Escritórios comerciais Presença de escritórios comerciais Plataforma de produção 4

5 Histórico da Performance da JBS Nos últimos meses a Companhia atingiu R$7,9 bilhões de receita líquida, com um EBITDA de R$, bilhões, equivalente a uma margem EBITDA de 9,5%, e um lucro líquido de R$3,36 bilhões. bilhões. Convertendo os resultados das operações internacionais pelo câmbio de fechamento no final do T5, a Receita LTM fica em R$53,9 bilhões o EBITDA LTM em R$4,5 9,% 9,5% 4,3% 4, 3,8% 3,7% 30,3 34,3 0,6,,3 5,5% 54,7 5,0% 6,8 3,5 3, 5,8% 75,7 4,4 6,6% 9,9 6, 0,5 7,9,, LTMT5 Receita Líquida (R$ bi) EBITDA (R$ bi) Margem EBITDA (%) 5

6 Histórico da Performance da JBS desde o IPO em 007* Crescimento das Vendas 30x CAGR Lucro Líquido 36% para R$8 bilhões Melhora no EBITDA 50bps Margem de 4,3% para 9,5% Market Cap Multiplicada por 7,7x desde 007 *LTM até Q5 6

7 Criação de Valor Track Mais record de M&A e turnaround comprovados de 50 aquisições nos últimos 0 anos EBITDA e margem EBITDA 6,3%.486M 7,5%.506M 6,4%.88,5M -0,3% 3,0% 007 Pré JBS LTM Q/ Pré JBS LTM Q/05 03 Pré JBS LTM Q/05 7

8 Estratégia da JBS 3º passo: Desenvolver marcas líderes Marcas 0+% Produtos de valor agregado 8+% 4+% Plataforma de vendas e distribuição Plataforma de processamento º passo : Expandir a plataforma de distribuição em nível global para atingir consumidores; vender diretamente a consumidores nos mercados externos º passo: Desenvolver uma plataforma global de processamento eficiente e diversificada; otimizar mix A JBS criou uma plataforma integrada que vem aumentando a captura de valor ao longo da cadeia de valor 8

9 Fortes Fundamentos da Indústria Global A classe média global está crescendo () ,8 Bilhões 3, Bilhões 4.9 Bilhões Suportando o crescimento do consumo global () Projeção do consumo de carne (mm tons),6% % 338,3 78, 8, Ovina Bovina Suína Frango Comércio Global de Proteínas (3).000 MT E () Fonte: OECD. () Fonte : FAO OECD. (3) Fonte : Foreign Agricultural Service, Official USDA Estimates. Expreso em milhões de MT. 9

10 Comércio Global de Proteínas Maiores Exportadores & Importadores Top Exportadores de Carne Bovina em 04¹ (JBS presente em 68%) Mercosul 9% Canadá 4% Outros % Austrália 4% Top Exportadores de Frango em 04 (JBS presente em 65%) Oriente Médio 4,6% Ásia 9,9% Mercosul 3,5% Outros 5,6% Brasil 33,9% EUA % Índia % U.E. 0,8% Brasil 9% EUA 3,6% Top Exportadores de Carne Suína em 04 (JBS presente em 40%) Canadá 8% Brasil 8% Outros % EUA 3% México 8% Outros 9% África 8% Total de Importações em 04 Ásia 36% () Pode conter carne de outros bovinos. Fonte: USDA FAS; grupos regionais definidos pela Companhia. Nota: Países em negrito indicam presença da JBS. U.E. 3% EUA 8% Rússia 8% Oriente Médio 4% 0

11 Por que a JBS? LÍDER GLOBAL CRESCIMENTO CONSISTENTE E EXPANSÃO DE MARGEM DIVERSIFICAÇÃO GEOGRÁFICA PROTEÍNA PORTFÓLIO DE PRODUTOS MELHOR ESTRUTURA DE CUSTO EXCELÊNCIA OPERACIONAL GANHOS CONSISTENTES E MAIS ESTÁVEIS ADMINISTRAÇÃO EXPERIENTE

12 Resultados Consolidados T5

13 Destaques Consolidados do T5 Receita Líquida Consolidada (R$ Milhões) EBITDA Consolidado (R$ Milhões) Margem EBITDA (%) 6,6% 8,% ,0% 57,6% T4 T5 T4 Maior Receita e EBITDA em um primeiro trimestre. Crescimento do EBITDA maior que o da Receita. Expansão de 60 bps na margem EBITDA comparado ao T4. T5 3

14 Destaques Consolidados do T5 Geração de Caixa (R$ Milhões) Lucro Líquido (R$ Milhões) Lucro por ação (R$) 0, ,% 0,04 89,6% T4 T5 T4 Maior geração de caixa e lucro líquido em um primeiro trimestre. Geração de caixa livre anterior as aquisições de R$3,8 bilhões. Estratégia de hedge cambial efetiva na proteção do resultado. T5 4

15 Distribuição das Exportações JBS Consolidada em T5 e T4 Crescimento de 3% nas exportações do T5 comparado ao T4 Outros,3% África e Oriente Médio 4,7% Coreia do Sul 6,% U.E. 6,7% Canadá,3% Rússia 3,7% Outros 8,7% T5 US$ 3.547,3 milhões Am. do Sul 4,% África e Oriente Médio 3,4% Grande China¹,9% Canadá,5% México,4% Japão 9,9% Coreia do Sul 5,4% Rússia 6,4% T4 US$3.45,5 milhões Am. do Sul,% EUA,0% México,9% U.E. 7,% EUA 7,% Japão 9,5% Grande China¹,5% Nota.Considera China e Hong Kong 5

16 Destaques Consolidados do T5 Dívida Líquida (US$ Milhões) Dívida Líquida (R$ Milhões) / Alavancagem Aquisições e dividendos 3,3x Dívida Líquida,3x Alavancagem (x),9x Aquisições e dividendos 7.7 T4 T5 Redução de US$,8 bilhão na dívida em relação ao T4, quando analisada antes das aquisições do T5. T4 A alavancagem seria de,9x, anterior às aquisições. A Receita e o EBITDA da Primo não estão contemplados de forma pró-forma. T5 6

17 Perfil e Vencimento da Dívida Perfil da Dívida A Companhia encerrou o trimestre com R$4.0,8 milhões em caixa, equivalente a 04% da dívida de curto prazo, aproximadamente. A JBS USA possui US$,5 bilhão em linhas de crédito rotativas e garantidas que somadas às disponibilidades de caixa equivalem a 40% da dívida de curto prazo. A porcentagem da dívida de Curto Prazo (CP) em relação à dívida total ficou em 9% no T5. T4 T4 3T4 4T4 T5 9% 8% 30% 34% 9% 7% 7% 70% 66% 7% Vencimento (R$ milhões) Curto Prazo Longo Prazo Curto Prazo* após 0 * Líquido de Caixa 7

18 Ratings de Crédito da JBS Os ratings da JBS tem sido elevados constantemente Ratings atuais: Moody s Ba e S&P BB+ Ba / BB+ Ba / BB Ba3 / BB- B / B+ jan-06 jul-0 mar-3 abr-5 mai-5 Moody s Fitch S&P Perspectiva em Maio-5 Estável Estável Positiva Fonte: Moody s, Fitch e Standard & Poor s. 8

19 Perfomance das Ações da JBS JBSS3 vs IBOV Período JBSS3 IBOV 04 30,% -0,7% Jan-Maio 05 46,8% 4,4% 9

20 Unidades de Negócios 0

21 JBS Foods Posição de liderança na produção de alimentos preparados, aves e suínos in natura no Brasil Plataforma Operacional Brasil colaboradores ~5,6 milhões aves por dia Unidades nas regiões sul, sudeste e centro-oeste.00 suínos por dia Unidades nas regiões sul e centrooeste ~80 mil tons por mês AM MT MS 6 PR DF MG 3 RJ SP 4 3 BA CE 3 PE 30 unidades de processamento de aves 08 unidades de processamento de suínos 3 unidades de produtos de valor agregado 8 centros de distribuição Unidades nas regiões sul, sudeste, nordeste e centro-oeste RS 5 7 SC centros de distribuição Em 3 estados ª maior produtora e exportadora de aves e suínos do Brasil Grande plataforma de produção, com 6 complexos industriais e cerca de funcionários Plataforma de distribuição nacional atendendo ~79,000 pontos de venda Forte presença internacional com exportação para mais de 00 países Portfólio completo de produtos com marcas líderes e reconhecidas no mercado Posicionamento único como consolidador do setor no Brasil, trazendo crescimento acelerado Receita Líquida LTMT5 R$4,0 bilhões EBITDA LTMT5 R$.88,5 milhões 6,4% Margem Notas. Complexo Industrial: local com uma ou mais unidades de produção.

22 JBS Foods % ROL JBS S.A. 7% 44% 8% 0% % Receita Líquida (R$ Milhões) EBITDA (R$ Milhões) 3.874,5 5,9%.780,0 3,7% 379,8 39,4% 6,% 66,0 T4 T5 T4 Forte crescimento da receita, orgânico e inorgânico. Sucesso nas integrações e captura de sinergias. T5 Melhora contínua nos indicadores de qualidade, nível de serviço e execução. Ganho demarketshare em diversas categorias de produtos. Forte valorização e reconhecimento da marca Seara.

23 JBS Mercosul Carne bovina no Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, além de couro e outros negócios relacionados Plataforma Operacional ~ bovinos por dia 9% no Brasil, 3% na Argentina, 3% no Paraguai e % no Uruguai couros por dia Unidades no Brasil, Argentina, Uruguai, China, Vietnã e México 44 centros de distribuição centrais e 3 centros de distribuição regionais no Brasil e 0 na Argentina 09 negócios relacionados Biodiesel Fábrica de latas Colágeno Logística / Transportadora Trading Higiene e Limpeza Envoltórios Venda de caminhões Ambiental Recicladora Brasil AM AC RO MT Argentina PA Liderança na produção de carne bovina Paraguai A JBS é líder no processamento de bovinos e tem aproximadamente 5% do market share de exportações do Paraguai Uruguai Grande acesso aos mercados de exportação; único país a exportar carne in natura para os EUA Receita Líquida LTMT5 R$7, bilhões MS 4 4 PR RS 6 4 GO MA SC BA MG RJ CE ES SP PE EBITDA LTMT colaboradores 47 unidades de processamento de bovinos 06 confinamentos 30 unidades de couro 43 centros de distribuição 05 unidades de processamento 0 centro de distribuição 0 curtume 0 unidades de processamento 0 curtume 0 unidade de processamento 0 curtumes R$.099,4 milhões 7,7% Margem 3

24 JBS Mercosul % ROL JBS S.A. 0% Receita Líquida (R$ Milhões) EBITDA (R$ Milhões) 6.78,3 0,4% 5.75,3 596, 5,6% 8,5% -36,8% 376,4 T4 T5 T4 T5 Queda na rentabilidade advinda da menor disponibilidade de gado para abate devido à retenção de matrizes e pela diminuição nas exportações brasileiras no T5. Foco na expansão das vendas de produtos de maior valor agregado. Investimento contínuo na marca Friboi para diferenciação e valorização dos seus produtos no mercado brasileiro. 4

25 Bovinos JBS USA Produção de carne bovina nos Estados Unidos, Canadá e Austrália Plataforma Operacional Estados Unidos colaboradores ~4.000 bovinos por dia WI ID NE nos EUA UT no Canadá na Austrália CO 4 PA MI KS 09 unidades de processamento de bovinos OK AZ.000 peças de couros por dia confinamentos TX nos EUA 0 curtume 3 06 unidades de logística na Austrália 6 confinamentos (bovinos) nos EUA / Capacidade de,0 4 milhão de bovinos 0 no Canadá / Capacidade de 70 mil bovinos 05 na Austrália / Capacidade de 5 mil bovinos 4 4 centros de distribuição Austrália² Liderança na exportação de carne bovina Liderança no processamento de ovinos (.000 ovinos por dia) #º lugar no Ranking da Indústria de Alimentos¹ Crescimento de 7% na receita de 03 a 04 5 unidades de processamento Canadá Crescimento de 49% na receita de 03 a 04 0 unidade de processamento 0 confinamento 0 trading 4 CDs na Austrália e 06 unidades de logística nos EUA, com 580 caminhões Receita Líquida LTMT5 Nota. Fonte: Food&Drink Business Magazine; Nota. Inclui Primo Smallgoods US$,3 bilhões 08 de bovinos, 05 de ovinos e de suínos 07 confinamentos 05 de bovinos e 0 de ovinos 0 curtume 4 centros de distribuição 06 unidades de produtos preparados EBITDA LTMT5 US$.5, milhões 5,0% Margem 5

26 Bovinos JBS USA (incluindo Austrália e Canadá) % ROL JBS S.A. 44% Receita Líquida (US$ Milhões) EBITDA (US$ Milhões) 4.50,7 5.90,5 3,6% -0,5% 86,6 4,8% T4 -,5 T5 T4 Forte recuperação do rebanho nos EUA. T5 Diversificação na produção (Austrália, Canadá, gado de corte e unidades regionais) propicia maior flexibilidade e agilidade para se adequar às condições de mercado. Aquisição do Grupo Primo, líder na produção de produtos processados na Austrália e NZ, amplia a presença da Companhia em produtos de valor agregado e marcas. 6

27 Suínos JBS USA Produção de carne suína nos Estados Unidos Plataforma Operacional Estados Unidos colaboradores MN ~ suínos por dia 00% nos EUA IA 03 unidades de processamento de CO ~3.000 ovinos por dia suínos KY CA NC 0 unidades de pratos prontos 0 unidade de processamento de ovinos 0 unidades de pratos prontos Produtos Principais Marcas Swift Premium Costela Suína Swift Premium Filet Mignon Swift Premium Costela sem Osso Swift Premium Bisteca sem Osso Receita Líquida LTMT5 US$3,7 bilhões EBITDA LTMT5 US$45,9 milhões,3% Margem 7

28 Suínos JBS USA % ROL JBS S.A. 7% Receita Líquida (US$ Milhões) EBITDA (US$ Milhões) 896,9 76,3 9,%,% 93, 8,9-5,0%,4% T4 T5 T4 T5 Aumento do número de animais disponíveis para abate e consequente aumento do volume vendido. Crescimento orgânico em produtos prontos para cozinhar (ready to cook) e de conveniência. 8

29 Frango JBS USA (Pilgrim s Pride Corporation - PPC ) Produção de frango nos Estados Unidos, Porto Rico e no México Plataforma Operacional Estados Unidos colaboradores ~ 8, milhões de aves por dia 6,5 milhões nos EUA 50 mil em Porto Rico 4 unidades de processamento de WV,4 milhões no México KY 7 centros de distribuição TX 4 Localizados no México TN AR aves VA NC 05 unidades de pratos prontos AL GA SC 3 LA 7 FL + de integrados 36 incubatórios México 8 fábricas de ração Com a aquisição da Tyson, a PPC passou a contar com Mais três unidades no país, adicionando 600 mil aves de capacidade por dia e mais colaboradores 06 unidades de processamento 7 centros de distribuição Porto Rico 0 unidade de processamento 6 Receita Líquida LTMT5 US$8,6 bilhões EBITDA LTMT5 US$.505,3 milhões 7,5% Margem 9

30 Frango JBS USA (Pilgrim s Pride Corporation - PPC ) % ROL JBS S.A. 8% Receita Líquida (US$ Milhões) EBITDA (US$ Milhões).08,.05,9 7,7% 363,5,7% 0,% 05, 77,% T4 T5 Foco na excelência operacional. T4 T5 Eficiente estratégia no portfólio de produtos e na gestão dos canais de vendas. Crescimento de vendas em produtos de valor agregado. 30

31 Missão da JBS Sermos os melhores naquilo que nos propusermos a fazer, com foco absoluto em nossas atividades, garantindo os melhores produtos e serviços aos clientes, solidez aos fornecedores, rentabilidade aos acionistas e a oportunidade de um futuro melhor a todos os colaboradores. 3

32 Valores da JBS DETERMINAÇÃO Ser obstinado. Entregar resultados superiores. Ter senso de urgência. Fazer as coisas acontecerem. SIMPLICIDADE Ser prático. Focar no que é importante. Ser mão na massa. Evitar burocracia. DISPONIBILIDADE Ser receptivo e aberto. Estar sempre preparado e motivado para aceitar novos desafios. HUMILDADE Ouvir. Ser solicito e prestativo. Agir com respeito. Priorizar a equipe.valorizar a opinião dos outros. FRANQUEZA Ser direto, verdadeiro e transparente. Expressar opinião com respeito. Saber como dizer não, mas ser positivo e oferecer soluções. DISCIPLINA Ser pontual. Cumprir os compromissos. Entregar resultados. Não dar desculpas. ATITUDE DE DONO Ser comprometido com os resultados. Foco no detalhe. Tomar responsabilidade para si. 3

Apresentação Institucional JBS Incluindo resultados do 2T15. Uma Empresa Global de Alimentos

Apresentação Institucional JBS Incluindo resultados do 2T15. Uma Empresa Global de Alimentos Apresentação Institucional JBS Incluindo resultados do T5 Uma Empresa Global de Alimentos A Globalização da JBS Receita Líquida de R$37,8 bilhões nos últimos meses (LTM) Segunda maior empresa global de

Leia mais

JBS DAY - APIMEC Apresentação dos Resultados do 3T14 13 de Novembro de 2014 São Paulo - Brasil

JBS DAY - APIMEC Apresentação dos Resultados do 3T14 13 de Novembro de 2014 São Paulo - Brasil JBS DAY - APIMEC Apresentação dos Resultados do 3T4 3 de Novembro de 204 São Paulo - Brasil Disclaimer Fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações

Leia mais

JBS DAY Apresentação dos Resultados do 3T13 14 de Novembro de 2013

JBS DAY Apresentação dos Resultados do 3T13 14 de Novembro de 2013 JBS DAY Apresentação dos Resultados do 3T13 14 de Novembro de 2013 Apresentadores Wesley Batista Presidente Global da JBS André Nogueira Presidente da JBS USA Miguel Gularte Presidente da JBS Mercosul

Leia mais

JBS DAY UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS

JBS DAY UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS JBS DAY UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS São Paulo, 12 de Novembro de 2015 A JBS AT A GLANCE Receita Líquida de R$150 bilhões (LTM) Segunda maior empresa global de alimentos¹ Preparados e Outros 30% Receita

Leia mais

A JBS. A JBS tem seu capital listado na BM&FBovespa desde 2007. Perfil

A JBS. A JBS tem seu capital listado na BM&FBovespa desde 2007. Perfil Perfil GRI G4-3 G4-5 G4-7 S.A. é uma empresa de alimentos com 61 anos de tradição e líder global no processamento de proteína animal. Operando em mais de 20 países, a companhia atende uma base de mais

Leia mais

Financiamento ao Agronegócio. Internacionalização da Agroindústria

Financiamento ao Agronegócio. Internacionalização da Agroindústria Financiamento ao Agronegócio Internacionalização da Agroindústria BRF Visão Geral BRF Principais Key Brands Marcas Dados Financeiros 3 Uma das maiores empresas de alimentos do Brasil e do mundo 7 a maior

Leia mais

Aquisição da Seara Brasil e Zenda JBS S.A. Junho de 2013

Aquisição da Seara Brasil e Zenda JBS S.A. Junho de 2013 Aquisição da Seara Brasil e Zenda JBS S.A. Junho de 2013 PAGE 0 Disclaimer Fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

JBS S.A. (Bovespa: JBSS3; OTCQX: JBSAY) São Paulo, 24 de março de 2014. Receita Líquida (R$ Bilhões) EBITDA (R$ Milhões)

JBS S.A. (Bovespa: JBSS3; OTCQX: JBSAY) São Paulo, 24 de março de 2014. Receita Líquida (R$ Bilhões) EBITDA (R$ Milhões) JBS S.A. (Bovespa: JBSS3; OTCQX: JBSAY) São Paulo, 24 de março de 2014 Destaques do 4T13 Receita Líquida (R$ Bilhões) 21,9 24,6% 27,2 Receita líquida de R$27,2 bilhões, expansão de R$5,4 bilhões, ou 24,6%

Leia mais

Disclaimer. Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais

Disclaimer. Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais Setembro de 2010 Disclaimer Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições de nossa Administração e informações

Leia mais

JBS S.A. Confiamos em Deus, respeitamos a natureza. Janeiro de 2010 JBS S.A. JBS S.A.

JBS S.A. Confiamos em Deus, respeitamos a natureza. Janeiro de 2010 JBS S.A. JBS S.A. JBS S.A. Janeiro de 2010 JBS S.A. JBS S.A. Confiamos em Deus, respeitamos a natureza NOSSOS VALORES SÃO OS PILARES DA NOSSA CULTURA Planejamento Obstinação Disciplina Disponibilidade Franqueza Simplicidade

Leia mais

O Brasil em Meio às Transformações do Cenário Internacional Políticas Públicas de Internacionalização Fecomércio, 03 de agosto 2012 JBS S.A.

O Brasil em Meio às Transformações do Cenário Internacional Políticas Públicas de Internacionalização Fecomércio, 03 de agosto 2012 JBS S.A. O Brasil em Meio às Transformações do Cenário Internacional Políticas Públicas de Internacionalização Fecomércio, 03 de agosto 2012 JBS S.A. JBS S.A. Fundada na década de 50 na região Centro-Oeste do Brasil

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A.

Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. BRF RESULTADOS 2T14 Os resultados do segundo trimestre e primeiro semestre de 2014 consolidam as Empresas BRF S.A. As declarações contidas neste relatório relativas à perspectiva dos negócios da Empresa,

Leia mais

Operações. 55 unidades de. 6 unidades. 30 unidades de couro com. 44 centros de distribuição. JBS Mercosul

Operações. 55 unidades de. 6 unidades. 30 unidades de couro com. 44 centros de distribuição. JBS Mercosul Operações Assista ao vídeo com Miguel Gularte, presidente da JBS Mercosul Operações A JBS é a maior empresa em processamento de proteína animal do mundo e sua operação se estende pelos cinco continentes

Leia mais

BRF- Brasil Foods Conferência Santander Janeiro 2011

BRF- Brasil Foods Conferência Santander Janeiro 2011 BRF- Brasil Foods Conferência Santander Janeiro 2011 Os resultados do terceiro trimestre de 2010 consolidam as Empresas BRF - Brasil Foods S.A. e Sadia S.A. (subsidiária integral). Os resultados da Sadia

Leia mais

JURANDI MACHADO - DIRETOR. Cenário Carnes 2014/2015

JURANDI MACHADO - DIRETOR. Cenário Carnes 2014/2015 JURANDI MACHADO - DIRETOR Cenário Carnes 2014/2015 Oferta e Demanda de Carne Suína CARNE SUÍNA 2014 (a)* no Mundo (Mil toneladas) 2015 (b)* Var % (b/a) PRODUÇÃO 110.606 111.845 1,12 CONSUMO 109.882 111.174

Leia mais

Crescer agregando valor

Crescer agregando valor Crescer agregando valor Marcio Araujo de Lacerda Presidente do Conselho de Administração Maio de 2008 1/XX Orientações do Governo Mineiro Para Minas Gerais: Um Estado para Resultados Visão: Tornar Minas

Leia mais

Carlos Eduardo Rocha Paulista Grupo JBS S/A. Desafio da Industria Brasileira

Carlos Eduardo Rocha Paulista Grupo JBS S/A. Desafio da Industria Brasileira Carlos Eduardo Rocha Paulista Grupo JBS S/A Desafio da Industria Brasileira Carlos Eduardo Rocha Paulista Zootecnista FAZU Msc. Melhoramento Genético UNESP MBA em Marketing FEA USP AUSMEAT Curso de Formação

Leia mais

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados Resultados do 2T09 Teleconferência de Resultados Destaques do 2T09 2 Destaques do 2T09 em linha com a estratégia geral da Companhia Nossas conquistas do 2T09 são refletidas nos resultados da Companhia

Leia mais

Performance Econômico-Financeira

Performance Econômico-Financeira p. 46 Relatório Anual 2011 Performance Econômico-Financeira A receita líquida em 2011 foi de R$ 21,9 bilhões, 37,8% superior em relação aos R$ 15,9 bilhões registrados em 2010. O crescimento orgânico da

Leia mais

O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil. Aquisição da Rodoviário Schio Ltda. Apresentação a Investidores 22 de Novembro de 2011

O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil. Aquisição da Rodoviário Schio Ltda. Apresentação a Investidores 22 de Novembro de 2011 O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil Aquisição da Rodoviário Schio Ltda. Apresentação a Investidores 22 de Novembro de 2011 Agenda 1 Descrição e Estrutura da Transação 2 Racional da Aquisição

Leia mais

BRASIL FOODS - BRF MAIO 2012

BRASIL FOODS - BRF MAIO 2012 BRASIL FOODS - BRF MAIO 2012 Os resultados do primeiro trimestre de 2012 consolidam as Empresas BRF - Brasil Foods S.A. e Sadia S.A. (subsidiária integral). Os resultados da Sadia passaram a ser consolidados

Leia mais

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015

Resultados 1T15. 08 de maio de 2015 Resultados 1T15 08 de maio de 2015 2 Principais destaques do 1T15 Crescimento da receita líquida de 23%, sendo de 2 dígitos em todas unidades de negócio no comparativo ano vs. ano, favorecidas por 83%

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria

Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria VII Seminário ABMR&A da Cadeia Produtiva de Carne Bovina Feicorte 2007 Mercado internacional da carne bovina: a visão da indústria Médica Veterinária Andréa Veríssimo M. Appl. Sc. Farm Management Lincoln

Leia mais

PANORAMA DO SETOR EVOLUÇÃO

PANORAMA DO SETOR EVOLUÇÃO EVOLUÇÃO A Indústria Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos apresentou um crescimento médio deflacionado composto de 10% nos últimos 16 anos, tendo passado de um faturamento "ExFactory",

Leia mais

PANORAMA DO SETOR. Evolução do setor 2. Crescimento do setor x crescimento da economia 3. Comparativo de índices de preços 4. Comércio Exterior 5

PANORAMA DO SETOR. Evolução do setor 2. Crescimento do setor x crescimento da economia 3. Comparativo de índices de preços 4. Comércio Exterior 5 PANORAMA DO SETOR Evolução do setor 2 Crescimento do setor x crescimento da economia 3 Comparativo de índices de preços 4 Comércio Exterior 5 Perfil Empresarial 8 Mercado Brasileiro 11 Canais de distribuição

Leia mais

JBS S.A. CNPJ nº 02.916.265/0001-60 NIRE 35.300.330.587 Companhia Aberta de Capital Autorizado FATO RELEVANTE

JBS S.A. CNPJ nº 02.916.265/0001-60 NIRE 35.300.330.587 Companhia Aberta de Capital Autorizado FATO RELEVANTE JBS S.A. CNPJ nº 02.916.265/0001-60 NIRE 35.300.330.587 Companhia Aberta de Capital Autorizado FATO RELEVANTE A JBS S.A. ( JBS ), em atendimento ao disposto na Instrução CVM 358/02, comunica aos seus acionistas

Leia mais

APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009

APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009 APIMEC-MG Belo Horizonte 26 de agosto de 2009 1 1 Ressalvas As informações e declarações sobre eventos futuros estão sujeitas a riscos e incertezas, as quais têm como base estimativas e suposições da Administração

Leia mais

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa

Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Inventário das Emissões de gases de efeito estufa Ano de referência do inventário: 2012 JBS Nome fantasia: JBS S/A - CNPJ: 02.916.265/0001-60 Tipo da empresa: Holding Setor econômico: C. Indústrias de

Leia mais

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008

www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 www.estacioparticipacoes.com/ri Global Services Conference Phoenix-AZ, 27 de fevereiro de 2008 0 1. Visão Geral Setor de Ensino Superior no Brasil Visão Geral Estratégia Empresarial Destaques Financeiros

Leia mais

Responsabilidades Secretaria de Defesa Agropecuária

Responsabilidades Secretaria de Defesa Agropecuária Responsabilidades Secretaria de Defesa Agropecuária Prevenção, controle e erradicação de doenças e pragas animais e vegetais de interesse econômico e de importância para a saúde pública. Assegurar a sanidade,

Leia mais

Apresentação para Investidores. Março, 2009

Apresentação para Investidores. Março, 2009 Apresentação para Investidores Março, 2009 1 Filosofia Gerdau VISÃO Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Contexto Operacional. Operação. Receita Líquida. 12,9 bilhões. Composição da Receita Consolidada (%)

Contexto Operacional. Operação. Receita Líquida. 12,9 bilhões. Composição da Receita Consolidada (%) 103 Contexto Operacional A seguir seguem os comentários sobre o desempenho da S.A. referentes ao exercício de 2014. Com intuito de proporcionar a visibilidade anual dos resultados, tais comentários são

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE MÓVEIS OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE MÓVEIS OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE MÓVEIS OUTUBRO DE 2015 PRODUTOS INDÚSTRIA DE MÓVEIS Importação 3,3% Residenciais 67,7% Mercado interno 96,4% Escritório 16,6% INDÚSTRIA

Leia mais

APIMEC. 23 de outubro de 2008

APIMEC. 23 de outubro de 2008 APIMEC 23 de outubro de 2008 1 Importante As informações e declarações sobre eventos futuros estão sujeitas a riscos e incertezas, as quais têm como base estimativas e suposições da Administração e informações

Leia mais

QUEM SOMOS Brasil Brokers

QUEM SOMOS Brasil Brokers QUEM SOMOS Um dos maiores e mais completos grupos de venda de imóveis do país. Assim é a Brasil Brokers. Formado por 25 imobiliárias líderes em 12 estados, o grupo conta com mais de 14 mil corretores associados

Leia mais

Apresentação d t ã de Resultados 3T07

Apresentação d t ã de Resultados 3T07 A t ã d Apresentação de Resultados 3T07 Agenda Eventos Recentes Destaques Estratégicos Destaques Financeiros Resultados Financeiros Guidance 2007 Guidance 2008 2 RESULTADOS 3T07 Os resultados referentes

Leia mais

Local Conference Call. JBS Day. Resultados do Terceiro Trimestre de 2014. 13 de novembro de 2014

Local Conference Call. JBS Day. Resultados do Terceiro Trimestre de 2014. 13 de novembro de 2014 Local Conference Call JBS Day Resultados do Terceiro Trimestre de 2014 13 de novembro de 2014 Sr. Presidente da Apimec SP: Bom dia a todos. É mais uma vez um prazer, uma satisfação estar aqui na Apimec

Leia mais

CENÁRIO GLOBAL DE CARNES (FRANGO E SUÍNO) E MILHO

CENÁRIO GLOBAL DE CARNES (FRANGO E SUÍNO) E MILHO CENÁRIO GLOBAL DE CARNES (FRANGO E SUÍNO) E MILHO Leonardo Sologuren Céleres Junho de 2008 Cresce o consumo de proteína animal no BRIC BRASIL RÚSSIA 108 4,000 60 3.000 kg/habitante/ano 90 72 54 36 18 3,800

Leia mais

O volume em TKU aumentou 2,1% no 1T07 para 6.932 milhões de TKU, enquanto a receita caiu 0,7% para R$488,1 milhões no 1T07

O volume em TKU aumentou 2,1% no 1T07 para 6.932 milhões de TKU, enquanto a receita caiu 0,7% para R$488,1 milhões no 1T07 1 estaques do 1T07 O EBITDAR consolidado aumentou 60,9% no 1T07, atingindo R$195,3 milhões e a margem de EBITDAR cresceu 17,4 pontos, de 28,2% para 45,6%. O resultado líquido aumentou R$64 milhões no 1T07

Leia mais

APRESENTADORES 88 COMÉRCIO E CONSUMO MUNDIAL DE CARNE BOVINA Uruguai 5% Argentina 5% Canadá 6% Nova Zelândia 7% EU. 1% Outros 10% Índia 10% Estados Unidos 11% Brasil 27% Austrália 18% Egito 3% Canadá

Leia mais

Milho Perspectivas do mercado 2011/12

Milho Perspectivas do mercado 2011/12 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Milho Perspectivas do mercado 2011/12 março de 2012 Milho - Oferta e Demanda - Mundo milhões de t. Safras 2008/09 2009/10

Leia mais

Destaques do Trimestre

Destaques do Trimestre Resultados do 1T12 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente. Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira

RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente. Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira RUI EDUARDO SALDANHA VARGAS VICE Presidente Estimativas, Mercados e Desafios para a Exportação de Carne Suína Brasileira Localização da Suinocultura Norte e Nordeste Abates: 2% Exportações: 0% Matrizes

Leia mais

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR

Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR Paraná Cooperativo EDIÇÃO ESPECIAL EXPORTAÇÕES Informe Diário nº 2.092 Sexta-feira, 08 de maio de 2009 Assessoria de Imprensa da Ocepar/Sescoop-PR EXPORTAÇÕES DAS COOPERATIVAS NO AGRONEGÓCIO EM 1. RESULTADO

Leia mais

Teleconferência de Resultados do 3T09

Teleconferência de Resultados do 3T09 Teleconferência de Resultados do 3T09 2 Destaques do trimestre O forte resultado do 3T09 demonstrou nossa confortável posição competitiva na indústria de proteínas e confirmou os resultados esperados de

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE ALIMENTOS OUTUBRO DE 2015 PRODUTOS INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NO BRASIL 2012 EXPORTAÇÕES US$ 43 Bilhões (23%) 23% Ásia 22% União Europeia FATURAMENTO

Leia mais

Governo do Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Departamento de Cooperativismo e Associativismo DENACOOP

Governo do Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Departamento de Cooperativismo e Associativismo DENACOOP Governo do Brasil Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Departamento de Cooperativismo e Associativismo DENACOOP Integração Contratual para Acesso a Mercado Rodolfo Osorio de Oliveira Coordenador

Leia mais

O resultado do terceiro trimestre consolida as Empresas BRF S.A.

O resultado do terceiro trimestre consolida as Empresas BRF S.A. BRF DAY 2014 O resultado do terceiro trimestre consolida as Empresas BRF S.A. As declarações contidas neste relatório relativas à perspectiva dos negócios da Empresa, às projeções e resultado e ao potencial

Leia mais

Mercado do Boi Gordo

Mercado do Boi Gordo Mercado do Boi Gordo Perspectivas para os próximos anos SIC Esteio - RS Agosto 2006 Fabiano R. Tito Rosa Scot Consultoria Índice 1. Brasil: país pecuário 2. Comportamento dos preços internos 3. Perspectivas

Leia mais

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores Resultados 3T10 e 9M10 12/11/2010 > Relações com Investidores 1 Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e

Leia mais

EDP Energias do Brasil. Novembro de 2009

EDP Energias do Brasil. Novembro de 2009 EDP Energias do Brasil Novembro de 2009 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores

Leia mais

Caminhos da Soja Conquistas da Soja no Brasil

Caminhos da Soja Conquistas da Soja no Brasil Caminhos da Soja Conquistas da Soja no Brasil Francisco Sérgio Turra Presidente Executivo Soja no Mundo Mil toneladas Evolução da produção de soja por país (mil toneladas) 100 75 50 Brasil - 84 EUA - 82

Leia mais

Resultados do 1T09. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008

Resultados do 1T09. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008 Resultados do 1T09 Teleconferência de Resultados Lançamentos de 2008 Felice (Nova Lima-MG) Beach Park Wellness Resort (Aquiraz-CE) ViVer Zona Sul (Porto Alegre-RS) Viver São J. Pinhais (São J. Pinhais-PR)

Leia mais

Luiz Fernando Rolla. Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações

Luiz Fernando Rolla. Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações Luiz Fernando Rolla Diretor de Finanças, Relações com Investidores e Controle de Participações Nossa base de acionistas assegura liquidez América do Norte Canadá Estados Unidos México Europa Luxemburgo

Leia mais

I - Resultado mensal: 60,82%, acum. ano: 66,55% acum. 12 meses: 68,50%

I - Resultado mensal: 60,82%, acum. ano: 66,55% acum. 12 meses: 68,50% dez/12 fev/13 abr/13 jun/13 ago/13 out/13 dez/12 fev/13 abr/13 jun/13 ago/13 out/13-870 -953-919 -937-1.015-601 -623-714 -780-780 -860-266 Novembro de edição n. 28 I - Resultado mensal: 60,82%, acum. ano:

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos FEIJÃO OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos FEIJÃO OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos FEIJÃO OUTUBRO DE 2015 CALENDÁRIO AGRÍCOLA - FEIJÃO Safra 1ª - Safra das Águas 2ª - Safra da Seca 3ª - Safra de Inverno Principais Regiões Sul, Sudeste,

Leia mais

Reunião Pública 2013 Safra 13/14

Reunião Pública 2013 Safra 13/14 Reunião Pública 2013 Safra 13/14 Grupo São Martinho 300.000 ha Área agrícola de colheita 4 usinas São Martinho, Iracema, Santa Cruz e Boa Vista 21 milhões de tons Capacidade de processamento de cana de

Leia mais

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento

Mercado Segurador e Drivers de Crescimento APIMEC BH 2014 Mercado Segurador e Drivers de Crescimento BRASIL: PRINCIPAIS INDICADORES Crescimento da renda real, inflação sob controle e mobilidade social PIB PER CAPITA & DESEMPREGO (US$ milhares/ano)

Leia mais

APRESENTAÇÃO PARA INVESTIDORES 1T08

APRESENTAÇÃO PARA INVESTIDORES 1T08 APRESENTAÇÃO PARA INVESTIDORES 1T08 Agenda Visão Geral e Desempenho Consolidado Editora Saraiva Livraria Saraiva 2 Governança Corporativa Nível 2 de Governança Corporativa da Bovespa Primeira empresa no

Leia mais

Reunião Pública. Gilsomar Maia Diretor de Finanças Corporativas

Reunião Pública. Gilsomar Maia Diretor de Finanças Corporativas Reunião Pública Gilsomar Maia Diretor de Finanças Corporativas Receita Bruta (R$ Milhões) e Margem EBITDA (%) ¹ Visão Geral da Companhia - Trajetória História Fundação Fortalecimento DNA Liderança 1.557

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Março de 205 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 4T4 2 Sumário A VIA VAREJO EM RESUMO B POSICIONAMENTO DA VIA VAREJO C DESTAQUES DO 4T4

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE BOVINA NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS PARTICIPAÇÃO NA PRODUÇÃO Produção de carnes NACIONAL - USDA - mil ton DO COMPLEXO CARNES - 2014 Carne Bovina

Leia mais

Conjuntura Macroeconômica e Setorial

Conjuntura Macroeconômica e Setorial Conjuntura Macroeconômica e Setorial O ano de 2012 foi um ano desafiador para a indústria mundial de carnes. Apesar de uma crescente demanda por alimentos impulsionada pela contínua expansão da renda em

Leia mais

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 1 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO: O Mercado de títulos de capitalização vem mantendo crescimentos fortes e retornos robustos. Nesse período o volume de vendas atingiu

Leia mais

FOCAR PARA GANHAR. Resultados 1T14. Focar para Ganhar

FOCAR PARA GANHAR. Resultados 1T14. Focar para Ganhar FOCAR PARA GANHAR Resultados 1T14 1 Metas Financeiras Consolidado 1T14 Faixa da Meta em 2014 % de Atingimento Receita (1) 4,8 21,0 23,0 23% - 21% R$ bilhões Margem EBITDA 8,4 7,5 8,5 112% - 99% % Investimentos

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012 Apresentação de Resultados 4T11 1º de Março de 2012 Contax Visão Geral GRUPO CONTAX Operação em 4 países: Brasil, Colômbia, Argentina e Peru Líder na América Latina em serviços de relacionamento com consumidores

Leia mais

Panorama do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Panorama do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos Panorama do setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos Página 1 Evolução A Indústria Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos apresentou um crescimento médio deflacionado composto

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

Setor de Incorporadoras no Brasil. Junho, 2012

Setor de Incorporadoras no Brasil. Junho, 2012 Setor de Incorporadoras no Brasil Junho, 2012 Agenda Mercado Imobiliário Brasileiro - 2011 Desempenho das Incorporadoras Listadas Fundamentos do Setor 2 Mercado Imobiliário Brasileiro - 2011 VGV Lançado

Leia mais

LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005

LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005 LUCRO DO SUBMARINO SOBE 316% NO TERCEIRO TRIMESTRE 2005 São Paulo, 07 de Novembro de 2005 - O Submarino S.A. (Bovespa: SUBA3), empresa líder dentre aquelas que operam exclusivamente no varejo eletrônico

Leia mais

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados

APRESENTAÇÃO APIMEC. Março de 2015. Copyright Cielo Todos os direitos reservados APRESENTAÇÃO APIMEC Março de 2015 Copyright Cielo Todos os direitos reservados A COMPANHIA FAZ DECLARAÇÕES SOBRE EVENTOS FUTUROS QUE ESTÃO SUJEITAS A RISCOS E INCERTEZAS Tais declarações têm como base

Leia mais

Apresentação para Investidores 1S10

Apresentação para Investidores 1S10 Apresentação para Investidores 1S10 1 Agenda 1. Visão Geral e Desempenho Consolidado 2. Livraria Saraiva 3. Editora Saraiva 2 Governança Corporativa Nível 2 de Governança Corporativa da Bovespa Primeira

Leia mais

Resultados 3T12 FLRY 3. Novembro, 2012

Resultados 3T12 FLRY 3. Novembro, 2012 Resultados 3T12 FLRY 3 Novembro, 2012 ALL RIGHTS RESERVED 2012 Aviso Legal Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam

Leia mais

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001 Assim é a Telefónica A aquisição da Lycos, aliada ao fato de a nova empresa Terra Lycos operar em 43 países, permitiu, por um lado, uma maior penetração nos Estados Unidos e no Canadá. Por outro lado,

Leia mais

DESEMPENHO DA INDÚSTRIA CATARINENSE

DESEMPENHO DA INDÚSTRIA CATARINENSE DESEMPENHO DA INDÚSTRIA CATARINENSE SANTA CATARINA e BRASIL Desempenho econômico em 2013 INDICADOR SANTA CATARINA BR % % acumulado 2013/2012 % acumulado 2012/2011 acumulado 2013/2012 Produção Ind. (jan-ago)

Leia mais

Metals & Mining and Pulp & Paper Credit Suisse Conference

Metals & Mining and Pulp & Paper Credit Suisse Conference Metals & Mining and Pulp & Paper Credit Suisse Conference Aviso Geral Algumas afirmações nesta apresentação podem ser projeções ou afirmações sobre expectativas futuras. Tais afirmações estão sujeitas

Leia mais

21º Congresso Internacional do Trigo Abitrigo. O mercado de Commodities e as Novas Tendências para o Trigo. Alexandre Mendonça da Barros

21º Congresso Internacional do Trigo Abitrigo. O mercado de Commodities e as Novas Tendências para o Trigo. Alexandre Mendonça da Barros 21º Congresso Internacional do Trigo Abitrigo O mercado de Commodities e as Novas Tendências para o Trigo Alexandre Mendonça da Barros 20 de Outubro de 2014 Índice As transformações da economia agrícola

Leia mais

Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional

Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional Encontro Econômico Brasil-Alemanha Indústria Automobilística: O Desafio da Competitividade Internacional Jackson Schneider Presidente Anfavea Blumenau, 19 de novembro de 2007 1 Conteúdo 2 1. Representatividade

Leia mais

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009 1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados 14 de Maio de 2009 Aviso Legal Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A ESTRATÉGIA DO SENAI PARA APOIAR A COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA BRASILEIRA

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A ESTRATÉGIA DO SENAI PARA APOIAR A COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA BRASILEIRA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A ESTRATÉGIA DO SENAI PARA APOIAR A COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA BRASILEIRA Inovação é o que distingue um líder de um seguidor. Steven Paul Jobs Grandes ideias mudam o mundo. Missão

Leia mais

Commodities Agrícolas - Market Share por Porto

Commodities Agrícolas - Market Share por Porto 1 Destaques 2009 OvolumedaALLnoBrasilcresceu5,8%em2009para35.631bilhõesdeTKU,apesardo difícil cenário de mercado, com forte queda na produção industrial e redução de 12% na produção de produtos agrícolas

Leia mais

Oportunidades de Mercado na Visão do Serviço Florestal Brasileiro

Oportunidades de Mercado na Visão do Serviço Florestal Brasileiro Oportunidades de Mercado na Visão do Serviço Florestal Brasileiro - 2º Congresso Florestal do Tocantins - André Luiz Campos de Andrade, Me. Gerente Executivo de Economia e Mercados do Serviço Florestal

Leia mais

Indústria química no Brasil

Indústria química no Brasil www.pwc.com.br Indústria química no Brasil Um panorama do setor Indústria química no Brasil A indústria química e petroquímica é um dos mais importantes setores da economia brasileira e está entre as

Leia mais

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas Avanços e Pontos para Reflexão Renato da Fonseca Secretário-Executivo do Conselho da Micro e Pequena Empresa da Confederação Nacional da Indústria Pontos para reflexão Por que devemos criar um regime especial

Leia mais

Apresentação à XP Corretora

Apresentação à XP Corretora Apresentação à XP Corretora Fonte: Bloomberg (gráfico GP em 27/Set/12) SÃO CARLOS EMPREENDIMENTOS ticker: SCAR3 (R$ 39,6/ação, +64% em 2012 e +83% em 12 meses) website: www.scsa.com.br 28/Set/12 YTD 2012

Leia mais

CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR

CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR Situação Atual do Setor Têxtil e de Confecção Aguinaldo Diniz Filho Presidente da Abit Brasília, 19 de junho de 2013 PERFIL DO SETOR ESTRUTURA DA CADEIA TEXTIL E DE CONFECÇÃO

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL

INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL INDÚSTRIA DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL Em 2011: Registrou incremento de 5,2% Em 2011, o setor cresceu 5,2%, movimentou R$ 40 bilhões em insumos e produziu 64,5 milhões de toneladas de ração e 2,35milhões de suplementos

Leia mais

RIO ALÉM DO PETRÓLEO CONHECIMENTO E DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Adriana Fontes Mauricio Blanco Valéria Pero. Inovação tecnológica

RIO ALÉM DO PETRÓLEO CONHECIMENTO E DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Adriana Fontes Mauricio Blanco Valéria Pero. Inovação tecnológica RIO ALÉM DO PETRÓLEO CONHECIMENTO E DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Adriana Fontes Mauricio Blanco Valéria Pero Inovação tecnológica Uma das faces do desenvolvimento econômico pode ser vista

Leia mais

Índice da apresentação

Índice da apresentação Cenário da reparação de veículos 2013 Índice da apresentação 1. Indicadores 2. Ameaças e oportunidades 3. Cenário futuro Indicadores Total 5.565 Municípios NORTE 449 Amazonas 62 Pará 143 Rondônia 52 Acre

Leia mais

Economia Brasileira e o Agronegócio Riscos e Oportunidades. Roberto Giannetti da Fonseca Maio 2015

Economia Brasileira e o Agronegócio Riscos e Oportunidades. Roberto Giannetti da Fonseca Maio 2015 Economia Brasileira e o Agronegócio Riscos e Oportunidades Roberto Giannetti da Fonseca Maio 2015 Cenário Macro Econômico Brasileiro 2015 Economia em forte e crescente desequilibrio Deficit Fiscal 2014

Leia mais

Relatório Analítico 27 de março de 2012

Relatório Analítico 27 de março de 2012 VENDA Código de Negociação Bovespa TGM A3 Segmento de Atuação Principal Logística Categoria segundo a Liquidez 2 Linha Valor de M ercado por Ação (R$) 29,51 Valor Econômico por Ação (R$) 32,85 Potencial

Leia mais

EDP Energias do Brasil. Novembro de 2009

EDP Energias do Brasil. Novembro de 2009 EDP Energias do Brasil Novembro de 2009 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Conceito de Agronegócio e a atuação do Imea 2 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 2.1 Agronegócio Soja 2.2 Agronegócio Milho 2.3 Agronegócio Algodão

Leia mais

Retenção de Pessoas na Tokio Marine Seguradora

Retenção de Pessoas na Tokio Marine Seguradora Retenção de Pessoas na Tokio Marine Seguradora Institucional Tokio Marine Seguradora Tokio Marine no Mundo Grupo Tokio Marine é o um dos líderes entre os grupos seguradores globais. Fundada em1879 Ativos:US$98bilhões

Leia mais

Nova Pontocom Day. 30 de março de 2011

Nova Pontocom Day. 30 de março de 2011 Nova Pontocom Day 30 de março de 2011 Que empresa é essa que...... com menos de R$ 30 milhões de aporte de capital cresceu quase 10x em dois anos? Em 2008 Em 2010 R$ 290 mi R$ 2,4 bi R$ 2,7 bi 2 Muito

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES. VI SIMCORTE - Marketing da Carne Bovina no Contexto do Mercado Internacional

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES. VI SIMCORTE - Marketing da Carne Bovina no Contexto do Mercado Internacional ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE CARNES Viçosa - MG, Maio, 2008 VI SIMCORTE - Marketing da Carne Bovina no Contexto do Mercado Internacional Monique S. Morata TÓPICOS DO DIA O mercado

Leia mais

Perspectiva Regulatória. Novembro de 2015

Perspectiva Regulatória. Novembro de 2015 Perspectiva Regulatória Novembro de 2015 acesso móvel TV por assinatura telefone fixo banda larga fixa Panorama Setorial - Tradicional 44,1 milhões de assinantes 25,2 milhões de assinantes R$ 204 bi RECEITA

Leia mais