LIGHT STEEL FRAMING EDIFÍCIOS COM ESTRUTURA EM AÇO GALVANIZADO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LIGHT STEEL FRAMING EDIFÍCIOS COM ESTRUTURA EM AÇO GALVANIZADO"

Transcrição

1 LIGHT STEEL FRAMING EDIFÍCIOS COM ESTRUTURA EM AÇO GALVANIZADO Março 2009

2 STEEL SOCIEDADE TÉCNICA DE EDIFICAÇÃO DE ESTRUTURAS LEVES, LDA. A S.T.E.E.L., sociedade técnica de edificação de estruturas leves, Lda., surgiu em resposta a uma necessidade crescente de inovação no âmbito de novos métodos construtivos. De origem nacional, fundada em 1966 com o nome Sociedade de Construções Castro Lobo, Lda. foi adquirida em 1998, e após alguns reajustes estruturais, está actualmente sedeada em São João da Talha, concelho de Loures. O seus sócios-gerentes são António Carvalho e Fernando Tomé, actualmente únicos responsáveis pela gestão global da empresa. A STEEL foi a empresa pioneira na inserção do método construtivo em Portugal, ampliando significativamente a escala da construção em Aço.

3 QUEM SOMOS: A STEEL veio preencher o vazio existente no mercado português, que se caracterizava fortemente direccionado para as técnicas tradicionais do betão e alvenaria em tijolo, e que não apresentava respostas alternativas a outras metodologias construtivas e novas concepções arquitectónicas. No percurso evolutivo da empresa fomos crescendo e adaptando-nos ás necessidades actuais, procurando produtos e serviços de forma a exceder as expectativas dos nossos clientes. Com uma politica de crescimento sustentado, assente em parcerias seguras, apostamos, acima de tudo, com uma postura de rigor, lealdade e ética, em consolidar uma posição no mercado. A empresa apresenta-se como a principal referência nacional na utilização do L.S.F.(Light Steel Framing) em alternativa à construção tradicional, e devido a essa premissa, garantimos-lhe a máxima satisfação e uma resposta equilibrada às suas necessidades. Ao longo dos anos, os resultados demonstram-nos que temos vindo a prestar a nossa melhor colaboração para responder as suas legitimas exigências, num esforço permanente de inovação e desenvolvimento.

4 O CONCEITO Como é de conhecimento geral, a boa construção tradicional tem custos demasiado elevados para ser competitiva. Assim, fomos em busca de algo inovador e que aumentasse os parâmetros de qualidade construtiva existentes sem comprometer a viabilidade económica do nosso conceito construtivo. Na recolha de informação efectuada junto dos mercados mais experientes e evoluídos, (E.U.A., Canadá, Países Nórdicos) constatámos que a madeira, tradicionalmente aplicada, estava fortemente penalizada por razões ambientais. Considerando a existência de um novo CONCEITO baseado na mesma filosofia construtiva, que usava o AÇO Galvanizado em substituição à dispendiosa madeira, definimos o campo de acção do nosso projecto. Para o nosso know how recolhemos toda a informação disponível em várias feiras da especialidade e através de associações especialmente dedicadas ao fenómeno das estruturas L.S.F. (Ligth Steel Framing). Este processo dinâmico de partilha de informação é um pilar estrutural do nosso dia-a-dia, garantindo sempre a formação contínua dos nossos colaboradores de modo a prestar serviços actualizados de excelente qualidade.

5 O QUE FAZEMOS: A STEEL, Sociedade Técnica de Edificação de Estruturas Leves Lda., tem nos seus quadros, técnicos competentes e capazes de responder a todas as exigências dos nossos clientes, com soluções economicamente vantajosas. Procuramos prestar um serviço integrado, com as soluções que melhor se adaptem às suas ideias, consolidando as várias hipóteses, no sentido de apresentar um projecto sólido de modo a concretizar as suas ideias. Estamos aptos a dar resposta nas mais distintas áreas de intervenção, nomeadamente: Edifícios de habitação unifamiliar, edifícios de escritórios e espaços comerciais, reabilitação de edifícios, naves industriais, entre outros. A STEEL tem a capacidade de executar todo o processo construtivo desde o primeiro contacto até à entrega da chave ao cliente PROJECTO CHAVE NA MÃO O serviço prestado pela STEEL é baseado na garantia total de satisfação dos seus clientes, desde a concepção até ao resultado final.

6 CONSTRUÇÃO EM AÇO UMA ALTERNATIVA EFICAZ Os materiais e os métodos mais utilizados são deficientes tanto ao nível da impermeabilização como na capacidade de isolar térmica e acusticamente o edifício. A sua execução exige uma maior de mão-de-obra e os materiais são, muitas vezes, de difícil manuseamento causando o não cumprimento dos prazos previamente estipulados. Actualmente existe uma maior preocupação em reduzir os tempos de construção, criar edifícios acústica e termicamente equilibrados, garantindo elevados níveis de segurança. UMA ALTERNATIVA CONSTRUÇÃO EM AÇO

7 CONSTRUÇÃO EM AÇO UMA ALTERNATIVA EFICAZ As estruturas metálicas possuem diversas vantagens, o que as torna adequadas a qualquer tipo de construção, eliminando os problemas anteriormente apresentados em relação aos métodos usuais. O conceito : Alinhamento vertical e horizontal de cada peça estrutural, tal como as vigas de piso, montantes e asnas, interligadas e colocadas a espaçamentos regulares como se de uma gaiola se tratasse. Isto permite utilizar elementos resistentes mais leves ao mesmo tempo que confere características anti-sísmicas ao edifício.

8 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS O AÇO Num edifício Light Steel Framing (LSF) utiliza-se aço galvanizado a quente e moldado a frio tendo grande resistência e baixo peso. Todos os componentes metálicos são resistentes à corrosão, não combustíveis e dimensionalmente estáveis sendo compatíveis com praticamente todos os materiais de acabamento e decoração.

9 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS O AÇO CARACTERÍSTICAS: Dimensões Os perfis e vigas são fabricados com comprimentos adequados à sua finalidade. As peças estruturais, tal como vigas de telhado e de piso, poderão alcançar um comprimento máximo de 12 metros. A secção das peças também varia consoante a aplicação seguindo normalmente a tabela abaixo: Perfis de Parede Exterior 90 ou 150 mm Interior 90 mm Vigas de Telhado 150 ou 200 mm de Tecto 150 ou 200 mm de Piso 200 ou 250 mm Espessura A espessura varia conforme a finalidade das peças. Utilizam-se espessuras desde 0.8 mm nas paredes não estruturais até aos 2,5 mm nas vigas de piso. Peso Segundo os padrões industriais, o peso de uma determinada peça é calculado da seguinte forma: DESENVOLVIMENTO X 7,85 X ESPESSURA X COMPRIMENTO Assim, um metro linear de um perfil com uma secção de 90 x 43 x 15 mm com 1,5 mm de espessura pesará 2,426 Kg ao passo que uma viga de piso com secção 250 x 43 x 15 mm e 2,5 mm de espessura pesará 7,183 Kg. Considerando apenas a estrutura metálica, um edifício de dois pisos com cerca de 100 m 2 em cada um terá um peso superior a oito toneladas de aço galvanizado.

10 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS PLACAS DE PARTICULAS ORIENTADAS (OSB) Placas são produzidas a partir de partículas de madeira com dimensões médias de 10 por 2,5 cm, aglomeradas sob calor e pressão com resinas e produtos químicos que a tornam estruturalmente estável, completamente inerte e resistente à água. Alguns fabricantes poderão também adicionar produtos que retardem a acção do fogo.

11 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS PLACAS DE PARTICULAS ORIENTADAS (OSB) CARACTERÍSTICAS: Dimensões Standard Comprimento 2400 mm Largura 1200 mm Espessura As placas usadas no revestimento de paredes e de coberturas possuem uma espessura de 11 mm. Placas com 18 mm de espessura são aplicadas nos pisos. No entanto, conforme as exigências da aplicação, poderão ser usadas placas cujas espessuras variam desde os 6 mm aos 22 mm. Tolerâncias Espessura 0,8 mm Comprimento e largura 2,0 mm Esquadria 1,5 mm Densidade 10% Juntas de Expansão Prevendo possíveis movimentos, as placas adjacentes deverão ser aplicadas com um intervalo de 2 mm entre elas. Teor de Formaldeído O teor médio de formaldeído está abaixo de 3mg por cada 100 gr sendo que a emissão total não é superior a 8 mg por cada 100 mg.

12 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS PLACAS DE PARTICULAS ORIENTADAS (OSB) CARACTERÍSTICAS: Estabilidade Dimensional Em condições de humidade relativa entre 30% e 85% Comprimento0,15% Largura 0,25% Isolamento Acústico R 32 Resistência Térmica O coeficiente de resistência térmica de um material é a quantificação da resistência oferecida à passagem do calor sendo influenciado pela densidade e espessura do material. Em placas de 11 mm de espessura este valor é de R = 0,071 m2 ºC / W. Teor de Humidade 6% a 12% Após imersão em água durante 24 horas a placa sofre uma expansão máxima de 15% na espessura e de 0,40% tanto na largura como no comprimento. Densidade Peso médio 640 Kg/m 3 Propriedades Mecânicas Módulo de Rotura a) 36 MPa b) 16 MPa Módulo de Elasticidade a) 5200 MPa b) 2100 MPa a) Paralelo à placa b) Perpendicular à placa

13 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS ISOLAMENTO TÉRMICO / ACÚSTICO Uma das principais preocupações do sistema usado pela STEEL é garantir um lar com temperatura equilibrada durante todo o ano conferindo aos seus ocupantes o necessário conforto. Assim, conforme as exigências climatéricas, o isolamento é alvo de um estudo detalhado de forma a se escolher o processo mais adequado. Um bom isolante deve estabilizar a temperatura interior independentemente das condições exteriores permitindo no entanto a respiração do edifício. Para alcançar estas condições, o isolamento das paredes exteriores e coberturas pode ser assegurado pela utilização de lã de rocha, poliestireno expandido ou outros materiais isolantes.

14 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS ISOLAMENTO TÉRMICO / ACÚSTICO CARACTERÍSTICAS: LÃ DE ROCHA Dimensões Standard Painéis semi-rígidos 1350 x 600 mm Mantas 800 a 2700 x 1200 mm Espessura Conforme o cálculo térmico efectuado poderão ser usadas diversas espessuras. A lã de rocha, tanto em painéis como em mantas, encontra-se disponível desde 40 a 200 mm de espessura. Resistência Térmica Em mantas de 70 mm de espessura este valor é de R = 1,85 m2 ºC / W. Isolamento Acústico Índice Atenuante em Ruídos de Impacto: DL = 23dB (A) Nível Residual em Ruídos de Impacto: Ln = 60dB (A) Densidade Peso médio 40 Kg / m3 Comportamento Perante a Água A lã de rocha não retém água por possuir uma estrutura não capilar. É permeável ao vapor de água e não se altera com a presença de eventuais condensações. Estabilidade Dimensional Sendo um material estável as variações dimensionais são nulas. Resistência ao Fogo Material incombustível, classificado como M0 e cujo ponto de fusão é atingido a 1200 ºC.

15 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS ISOLAMENTO TÉRMICO / ACÚSTICO POLIESTIRENO EXPANDIDO CARACTERÍSTICAS: Dimensões Standard Comprimento1250 mm Largura 600 mm Espessura Conforme o cálculo térmico efectuado poderão ser usadas diversas espessuras. As placas de poliestireno extrudido encontram-se disponíveis desde 20 a 80 mm de espessura. Densidade Peso médio +15 Kg / m 3 Comportamento Perante a Água Elevada resistência à humidade com um índice de absorção inferior a 0,3% do seu volume. Estabilidade Dimensional Sendo um material estável as variações dimensionais são mínimas. Resistência Térmica Em placas de 30 mm de espessura este valor é R = 0,91 m2 ºC / W. Resistência ao Fogo Material não inflamável M1. As placas contém um aditivo retardante de chama a fim de evitar a combustão proveniente de uma pequena fonte de incêndio. No entanto, se expostas a fogo intenso, as placas são combustíveis em contacto com a fonte de calor.

16 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS PLACAS DE GESSO CARTONADO Protecção Contra Incêndios REVESTIMENTO INTERIOR As duas moléculas de água por cada uma de gesso representam 1,7litros de água por m² em placas de 13mm. Perante um incêndio, a placa absorve uma apreciável quantidade de calor por desidratação: 4034 cal/m². Enquanto não ocorre a total desidratação, o gesso permanece entre os 100ºC e os 160ºC, evitando o choque térmico e a transmissão do calor, retardando a propagação do fogo durante uma hora. Sendo incombustível e com prolongada resistência ao fogo, o gesso limita a dilatação das estruturas, especialmente as metálicas, permitindo que o fluxo térmico se distribua uniformemente evitando pontos de concentração de calor que danificariam as estruturas.

17 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS REVESTIMENTO INTERIOR PLACAS DE GESSO CARTONADO Isolamento Acústico As placas de gesso formam uma superfície contínua embora não sejam de densidade e de espessura elevadas. Mas, o facto de o gesso ser de estrutura interior porosa, aliada a uma elasticidade bastante significativa, confere-lhe características de bom absorvente e amortecedor acústico. Isolamento Térmico Uma casa mal isolada exige maior consumo de energia para prover um ambiente minimamente confortável. No entanto, o facto de existirem poderosas fontes de aquecimento não garante um ambiente confortável, visto que o ar é aquecido nas imediações da fonte de calor mas permanece frio junto às paredes. As placas de gesso de apenas 13 mm, por terem uma estrutura contínua e um baixo coeficiente de condutibilidade térmica (0,26 Kcal/h/m ºC), garantem um ambiente uniformemente confortável visto ter um poder isolante três vezes maior do que o tijolo e quatro vezes e meia maior do que o betão.

18 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS REVESTIMENTO INTERIOR PLACAS DE GESSO CARTONADO Equilíbrio da Humidade Ambiente A produção média de vapor de água numa casa habitada por quatro pessoas é de, aproximadamente, 20 a 25 kg em cada 24 horas. Quando um dado volume de ar atinge os 100% de humidade relativa, o vapor existente condensa-se dando origem a água especialmente nas superfícies mais frias. Dado que o gesso é um material poroso, pode absorver o excesso de humidade para depois o devolver ao ambiente quando este estiver mais seco. Assim, um único quarto de 12 m² (4 m x 3 m), forrado com 48 m² de placas de gesso cartonado, tem a possibilidade de absorver num dia cerca de 24 kg de vapor de água, ou seja, o equivalente ao que é produzido na inteira habitação durante o mesmo período. Sendo o gesso um material isolante, evita-se a condensação de vapor de água tal como acontece nas paredes frias vulgares o que impedirá a formação de fungos que enegrecem as paredes e os tectos. O gesso cartonado é um material de fácil manuseamento e aplicação devido ao seu baixo peso e permite um acabamento final com todos os materiais normalmente usados na construção, desde revestimentos cerâmicos até tintas das mais diversas características. Nas juntas entre placas é aplicada uma cinta de papel especial microperfurado de alta resistência utilizando uma pasta adesiva com base vinílica. Protegendo as arestas e esquinas é usada uma cinta guardavivos reforçada por duas lâminas de chapa galvanizada.

19 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS PLACAS DE GESSO CARTONADO CARACTERÍSTICAS: Dimensões Standard As placas de gesso cartonado são fabricadas em várias dimensões, tipos e espessuras. Normalmente, numa habitação com estrutura em aço são usadas as seguintes dimensões: Comprimento 2600 mm Largura 1200 mm Espessura Espessura em Paredes Espessura em Tectos REVESTIMENTO INTERIOR 15 mm 13 mm Resistência ao Vapor de Água 347 mm Hg. m 2 dia/g Densidade Peso médio 800 Kg/m 3 Estabilidade Dimensional Material estável. Variações dimensionais nulas. Resistência ao Fogo Material considerado não inflamável e de difícil combustão, classificado como M1. Para situações mais exigentes poder-se-ão empregar placas com fibra de vidro incorporada o que aumenta a sua resistência à combustão. Resistência Térmica O coeficiente de resistência térmica de um material é a quantificação da resistência oferecida à passagem do calor sendo influenciado pela densidade e espessura do material. Em placas de 11 mm de espessura este valor é de R = 0,093 m2 ºC / W.

20 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS REVESTIMENTO EXTERIOR - EIFS Nos edifícios LSF é empregue um sistema onde todos os componentes envolvidos foram devidamente testados e combinam entre si para garantir a mais eficaz protecção possível. Internacionalmente, sistemas como este são conhecidos como EIFS (External Insulation and Finishing Systems), ou seja, Sistemas de Isolamento e Acabamento Exterior. Todos os produtos envolvidos num sistema deste género deverão ser compatíveis entre si, a nível de propriedades mecânicas e aderência, bem como ser perfeitamente adequados à estrutura e à base sobre a qual são aplicados. Quando comparado com os rebocos convencionais, este sistema possui a vantagem de aumentar a protecção térmica do edifício sendo. Como primeiro elemento são as placas de poliestireno expandido atrás referidas. Seguidamente, é aplicada uma argamassa polimérica obtida quando se misturam dois componentes: um pó cinzento à base de cimento Portland e um líquido branco à base de resinas acrílicas. Após amassados, obtêm-se uma pasta tixotrópica que se aplica em camadas de 2 mm. Algumas marcas já apresentam este produto pronto a ser aplicado.

21 CONSTRUÇÃO EM AÇO OS MATERIAIS REVESTIMENTO EXTERIOR - EIFS Ao ser colocada a argamassa sobre as placas de poliestireno, é embebida uma malha ou armadura em fibra de vidro com tratamento anti-alcalino como protecção contra impactos ou fissuras. Finalmente, é aplicado um revestimento impermeável resistente ao desgaste apesar de flexível. É uma argamassa de consistência pastosa à base de uma solução aquosa de copolímeros acrílicos com pigmentos resistentes à acção da luz e com sílicas seleccionadas que lhe conferem extraordinária resistênciaà intempérie. 1. Adesivo sobre OSB (poderá ser substituído por fixação mecânica) 2. Poliestireno Expandido 3. Armadura em fibra de vidro 4. Argamassa de Base 5. Resvestimento final

22 CONSTRUÇÃO EM AÇO O PROCESSO A estrutura O revestimento O interior O exterior Habitação Unifamiliar Santo Estevão, Benavente (tempo de execução 6 meses) NOTA: Para uma discrição de todo o processo por favor consultar a brochura técnica existente neste CD

23 STEEL O Nosso Compromisso S egurança, edifícios anti-sísmicos e cumpridores de todas as normas ambientais e legislação em vigor. T ecnologia, de vanguarda que utiliza materiais inovadores topo de gama. E conomia, de tempo de construção e custos equilibrados. E cologia, solução limpa e sem resíduos com poupança energética. L iberdade arquitectónica. E O FUTURO COMEÇOU ONTEM...

24 STEEL - PORTFÓLIO Os trabalhos já executados são a garantia do nosso profissionalismo aliado à nossa experiência, que foi e continuará a ser construído com o rigoroso cumprimento dos prazos, com soluções térmica e acusticamente sustentáveis e uma maior optimização dos recursos naturais. Orgulhamonos de possuir uma gestão integrada de todo o processo, que garante o seu conforto a todos os níveis. Para mais informação consultar o site: Ou contacto-nos directamente através do: Telefone ( António Carvalho ) ( Fernando Tomé ) Fax

25 Habitação Unifamiliar V3 Santo Estêvão, Benavente 2004 Habitação bifamiliar geminada V5+5 Qt da Beloura, Sintra 2000

26 Habitação unifamiliar V3 Malveira, Mafra 2004/05 Habitação unifamiliar V4 Almornos, Sintra 2005

27 Habitação Unifamiliar V5 Oeiras, Oeiras 1998 Reabilitação Santo Amaro, 1998 Oeiras

28 Loja Saccor Arrábida Shooping, Porto 2003 Habitação unifamiliar V5 Belas, Sintra 1999

29 Reabilitação Restelo, Lisboa 2006 Habitação Unifamiliar V7 Santarém 2004

30 Pavilhão do Japão (Edifício Multiusos) Sintra, 2001 Reabilitação de Cobertura Praça de Espanha, Lisboa 2006

31 Reabilitação de Pisos Intermédios 1 e 2, Instituto Superior Técnico, Lisboa 2007 Alguns pormenores construtivos

32 Habitação unifamiliar V7 Abrigada, Alenquer 2005

33 Edifício Multiusos 3 pisos Abrigada, Alenquer 2003 Edifícios de escritórios 2 pisos Abrigada, Alenquer 2003/04

34 Habitação unifamiliar V8 Mafra 1999 Reabilitação na Rua da Lapa Lisboa, 2007

35 Habitação Unifamiliar V8 Mafra, 2002 Ampliação de uma Habitação Unifamiliar V7 Tomar 2003 Colocamo-nos à vossa disposição para apresentarmos pessoalmente a nossa empresa e o nosso portfólio, e, em conjunto encontrar-mos a melhor solução para a concretização dos seus projectos. Muito Obrigado pela Confiança que tem depositado no nosso trabalho! Aos antigos clientes e aos futuros!

A Construção AÇO O LEVE GALVANIZADO MARÇO 2011 (ACTUALIZAÇÃO)

A Construção AÇO O LEVE GALVANIZADO MARÇO 2011 (ACTUALIZAÇÃO) A Construção AÇO O LEVE GALVANIZADO MARÇO 2011 (ACTUALIZAÇÃO) CONCEITO STEEL A DESTACA, Arquitectura e Construção, Lda., surgiu em resposta a uma necessidade crescente de inovação no âmbito de novos métodos

Leia mais

LIGHT STEEL FRAMING. Em Portugal o sistema é vulgarmente conhecido por Estrutura em Aço Leve.

LIGHT STEEL FRAMING. Em Portugal o sistema é vulgarmente conhecido por Estrutura em Aço Leve. Light Steel Framing PORTEFÓLIO 2 QUEM SOMOS A INSIDEPLAN foi criada com o intuito de responder às exigências do mercado no âmbito da prestação de serviços a nível de projecto e obra. Na execução de projectos

Leia mais

São assim denominados pois não utilizam o processo de queima cerâmica que levaria à derrubada de árvores para utilizar a madeira como combustível,

São assim denominados pois não utilizam o processo de queima cerâmica que levaria à derrubada de árvores para utilizar a madeira como combustível, TIJOLOS ECOLÓGICOS Casa construída com tijolos ecológicos Fonte: paoeecologia.wordpress.com TIJOLOS ECOLÓGICOS CARACTERÍSTICAS São assim denominados pois não utilizam o processo de queima cerâmica que

Leia mais

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR. O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes

SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR. O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO PELO EXTERIOR O sistema de acabamento leve para isolamento térmico e protecção de paredes O SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO DA VIERO O sistema de isolamento térmico da VIERO

Leia mais

ISOLAMENTOS ACÚSTICOS

ISOLAMENTOS ACÚSTICOS ISOLAMENTOS ACÚSTICOS Ruídos de impacto (intra inquilinos): Aplicação em pisos Außer ia02 Außer ia0 Außer ia1 Außer ia Ruídos aéreos: Aplicação em divisórias verticais Außer ia1 Außer ia Außer ia60 Außer

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt topeca glass block argamassa para

Leia mais

CIMENTOS COLA ADHERE

CIMENTOS COLA ADHERE CIMENTOS COLA ADHERE Cimentos Cola Adhere. Introdução 03 A utilização de revestimentos cerâmicos como elemento decorativo nas paredes e pavimentos remonta à antiguidade, constituindo uma parte integrante

Leia mais

Isolamento Térmico EZ

Isolamento Térmico EZ Catálogo de produtos Grazimac Isolamento Térmico EZ www.grazimac.pt 2 GRAZIMAC O isolamento térmico EZ é a solução indicada para uma cobertura inclinada. Permite aumentar o conforto térmico e diminuir

Leia mais

Aglomerado de cortiça expandida - ICB

Aglomerado de cortiça expandida - ICB Aglomerado de cortiça expandida - ICB Características Técnicas Características essenciais Massa Volúmica / Densidade Coeficiente de Condutibilidade Térmica Tensão de Ruptura à Flexão Tensão de Compressão

Leia mais

GSEducationalVersion LIGHT STEEL FRAME P R O J E T O E C O N S T R U Ç Ã O

GSEducationalVersion LIGHT STEEL FRAME P R O J E T O E C O N S T R U Ç Ã O GSEducationalVersion LIGHT STEEL FRAME P R O J E T O E C O N S T R U Ç Ã O SEDIAME Quem Somos Construção em LSF 03 SISTEMA CONSTRUTIVO Características Exemplos 04 07 SOLUÇÕES MODULARES Módulos para Mercados

Leia mais

Pré-Certificado Energético Edifício de Habitação SCE84144829 PROVISÓRIO

Pré-Certificado Energético Edifício de Habitação SCE84144829 PROVISÓRIO Válido até IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DOS ESCUTEIROS,, Localidade RIBAMAR Freguesia RIBAMAR Concelho LOURINHÃ GPS 39.197874, -9.330633 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL Conservatória do Registo Predial

Leia mais

Placas vinílicas autoportantes de alta qualidade

Placas vinílicas autoportantes de alta qualidade Especificações técnicas Flex design preenche os requisitos da normas ISO 10582 e EN 649. criando ambientes melhores design Placas vinílicas autoportantes de alta qualidade Flex Design é uma coleção de

Leia mais

CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE

CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE CENTRO UNIVERSITARIO DE BELO HORIZONTE Estúdio de Arquitetura: Sustentabilidade Steel Framing Aluna: Gabriela Carvalho Ávila Maio de 2014 ÍNDICE 1 Introdução... 4 2 Sistema Ligth Steel Framing... 5 2.1

Leia mais

Catálogo de Produtos

Catálogo de Produtos Catálogo de Produtos Gesso Convenciona O gesso é um material versátil: ele auxilia nas tarefas de embutir a iluminação, esconder ferragens e disfarçar vigas, além de criar efeitos fantásticos, especialmente

Leia mais

A equipa desenvolveu dois sistemas de pré-fabricação pensando num desenho atrativo e amável, do qual a parede curva é o testemunho desse compromisso.

A equipa desenvolveu dois sistemas de pré-fabricação pensando num desenho atrativo e amável, do qual a parede curva é o testemunho desse compromisso. Construção Modular Conceito A equipa técnica da dreamdomus aprofundou o conceito de pré-fabricação, levando ao limite a noção de economia habitualmente associada a este tipo de construção, conseguindo

Leia mais

CONFORTO EM ÁGUA QUENTE

CONFORTO EM ÁGUA QUENTE CONFORTO EM ÁGUA QUENTE 2 TERMOACUMULADORES ELÉCTRICOS Rigorosamente testado A fiabilidade dos termoacumuladores da Gorenje é garantida pelo controlo rigoroso de qualidade: % Testado sobre pressão; % Testado

Leia mais

bloco de vidro ficha técnica do produto

bloco de vidro ficha técnica do produto 01 Descrição: votomassa é uma argamassa leve de excelente trabalhabilidade e aderência, formulada especialmente para assentamento e rejuntamento de s. 02 Classificação técnica: ANTES 205 Bloco votomassa

Leia mais

REINVENTING SUSTAINABLE, GREEN AND ACOUSTIC INSULATION.

REINVENTING SUSTAINABLE, GREEN AND ACOUSTIC INSULATION. REINVENTING SUSTAINABLE, GREEN AND ACOUSTIC INSULATION. Reinventing how cork engages the world. A REINVENÇÃO DO CONFORTO E DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Maximizando o conforto e a eficiência energética com

Leia mais

G R U P O Painéis Ventilados em G.F.R.C. damos forma ao progresso Painéis Ventilados em G.F.R.C. A Pavicentro apresenta uma solução inovadora de painéis para tamponamento de edifícios - o PAINEL VENTILADO

Leia mais

C2faup. Construção em Light Steel Frame. Ana Luísa Mesquita Marco Moreira Orlando Guimarães

C2faup. Construção em Light Steel Frame. Ana Luísa Mesquita Marco Moreira Orlando Guimarães C2faup Construção em Light Steel Frame Ana Luísa Mesquita Marco Moreira Orlando Guimarães Introdução Neste trabalho pretendemos estudar o sistema construtivo de estrutura em aço leve, ou Light Steel Frame.

Leia mais

PLACA GYPCORK. Reabilitação Sustentável

PLACA GYPCORK. Reabilitação Sustentável PLACA GYPCORK Reabilitação Sustentável PLACA GYPCORK A nova placa GYPCORK reúne dois produtos portugueses de excelência: as placas de gesso Gyptec produzidas na Figueira da Foz, utilizando matérias primas

Leia mais

N.14 Abril 2003 PAREDES DIVISÓRIAS PAINEIS PRÉFABRICADOS DE ALVENARIA DE TIJOLO REVESTIDA A GESSO. Estudo Comparativo.

N.14 Abril 2003 PAREDES DIVISÓRIAS PAINEIS PRÉFABRICADOS DE ALVENARIA DE TIJOLO REVESTIDA A GESSO. Estudo Comparativo. N.14 Abril 2003 PAREDES DIVISÓRIAS PAINEIS PRÉFABRICADOS DE ALVENARIA DE TIJOLO REVESTIDA A GESSO Estudo Comparativo Mafalda Ramalho EDIÇÃO: Construlink, SA Tagus Park, - Edifício Eastecníca 2780-920 Porto

Leia mais

Parabond Zinco. Produto elástico para todo tipo de metais.

Parabond Zinco. Produto elástico para todo tipo de metais. Parabond Zinco Produto elástico para todo tipo de metais. Produto: Parabond Zinco é um elastómero de alta qualidade, de rápido endurecimento, permanentemente elástico, à base de MS polímero com elevada

Leia mais

/estudo preliminar pesquisa de materialidades: o steel framing e seus componentes

/estudo preliminar pesquisa de materialidades: o steel framing e seus componentes /estudo preliminar pesquisa de materialidades: o steel framing e seus componentes Gustavo Alves Rocha Zago Izabela Dalla Libera O Light Steel Framing (LSF) é um sistema construtivo de concepção racional

Leia mais

Esta na altura de poupar energia! Gama acústica 02/2009. Nova lã mineral natural Gama Ultracoustic

Esta na altura de poupar energia! Gama acústica 02/2009. Nova lã mineral natural Gama Ultracoustic Esta na altura de poupar energia! Gama acústica 02/2009 Nova lã mineral natural Gama Ultracoustic Índice Nova lã mineral natural com ECOSE Technology... 3 O que é a ECOSE Technology?... 4 Lã mineral Ultracoustic,

Leia mais

Argamassa TIPOS. AC-I: Uso interno, com exceção de saunas, churrasqueiras, estufas e outros revestimentos especiais. AC-II: Uso interno e externo.

Argamassa TIPOS. AC-I: Uso interno, com exceção de saunas, churrasqueiras, estufas e outros revestimentos especiais. AC-II: Uso interno e externo. Especificações Técnicas Argamassa INDUSTRIALIZADA : Produto industrializado, constituído de aglomerantes e agregados miúdos, podendo ainda ser adicionados produtos especiais (aditivos), pigmentos com a

Leia mais

LIGHT STEEL FRAMING COMO ALTERNATIVA PARA A CONSTRUÇÃO DE MORADIAS POPULARES

LIGHT STEEL FRAMING COMO ALTERNATIVA PARA A CONSTRUÇÃO DE MORADIAS POPULARES Contribuição técnica nº 23 LIGHT STEEL FRAMING COMO ALTERNATIVA PARA A CONSTRUÇÃO DE MORADIAS POPULARES Autores: ALEXANDRE KOKKE SANTIAGO MAÍRA NEVES RODRIGUES MÁRCIO SEQUEIRA DE OLIVEIRA 1 CONSTRUMETAL

Leia mais

... escute o silêncio...

... escute o silêncio... ...TCHUU Nas suas diferentes funções os edifícios encerram um conjunto de exigência funcionais das quais o comportamento acústico é, ao nível do conforto, um dos aspectos centrais. Quer se trate de edifícios

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL

PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL PROCEDIMENTOS PARA EXECUÇÃO DE REVESTIMENTO INTERNO COM PROGESSO PROJETÁVEL DESCRIÇÃO DO MÉTODO DE EXECUÇÃO: 1. Condições para o início dos serviços A alvenaria deve estar concluída e verificada. As superfícies

Leia mais

ETICS e argamassas térmicas: novos desafios de desempenho e sustentabilidade. Maria do Rosário Veiga rveiga@lnec.pt Sofia Malanho smalanho@lnec.

ETICS e argamassas térmicas: novos desafios de desempenho e sustentabilidade. Maria do Rosário Veiga rveiga@lnec.pt Sofia Malanho smalanho@lnec. e argamassas térmicas: novos desafios de desempenho e sustentabilidade Maria do Rosário Veiga rveiga@lnec.pt Sofia Malanho smalanho@lnec.pt Isolamento térmico pelo exterior Vantagens O isolamento térmico

Leia mais

Revestimentos térmicos acoplados a sistemas impermeabilizantes, subcoberturas e isolantes térmicos de alto desempenho. Produtos ideais para tornar

Revestimentos térmicos acoplados a sistemas impermeabilizantes, subcoberturas e isolantes térmicos de alto desempenho. Produtos ideais para tornar Divisão Nota As informações contidas nesta ficha são baseadas em nosso conhecimento para a sua ajuda e orientação. Salientamos que o desempenho dos nossos produtos depende das condições de preparo da superfície,

Leia mais

Sistema de Construção Rápida, Limpa e Econômica QUALIDADE E RESPONSABILIDADE É O NOSSO COMPROMISSO

Sistema de Construção Rápida, Limpa e Econômica QUALIDADE E RESPONSABILIDADE É O NOSSO COMPROMISSO Sistema de Construção Rápida, Limpa e Econômica Quem somos? A Empresa A Monteky - Especializada em construção a seco Produtos: STELL FRAME e DRYWALL. Atuamos na região da grande Florianópolis, desenvolvendo

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME

SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME Sistema de ds A SOLUÇÃO INTELIGENTE PARA A SUA OBRA SUPORTE TÉCNICO SOBRE LIGHT STEEL FRAME www.placlux.com.br VOCÊ CONHECE O SISTEMA CONSTRUTIVO LIGHT STEEL FRAME? VANTAGENS LIGHT STEEL FRAME MENOR CARGA

Leia mais

NOX SISTEMAS CONSTRUTIVOS

NOX SISTEMAS CONSTRUTIVOS LABORATÓRIO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LMCC ENDEREÇO: Cidade Universitária Camobi, Santa Maria/RS CEP 97105 900 TELEFONE: (55) 3220 8608 (Fax) Direção 3220 8313 Secretaria E-MAIL: lmcc@ct.ufsm.br

Leia mais

Elevado e inteligente conforto

Elevado e inteligente conforto devimat devimat devimat devimat devimat Membro do Grupo Danfoss Elevado e inteligente conforto DEVI - Sistema de aquecimento por piso radiante DEVI - Desembaciador de espelho DEVI - Secador de toalhas

Leia mais

Construction. Argamassa cimentosa fluída SCC reforçada com fibras para reparação de betão armado, pavimentação e ancoragem de varões de aço

Construction. Argamassa cimentosa fluída SCC reforçada com fibras para reparação de betão armado, pavimentação e ancoragem de varões de aço Ficha de Produto Edição de julho de 2014 Nº de identificação: 02.007 Versão nº 1 Sika Grout-312 RFA Argamassa cimentosa fluída SCC reforçada com fibras para reparação de betão armado, pavimentação e ancoragem

Leia mais

Relatório de Auditoria Energética

Relatório de Auditoria Energética Relatório de Auditoria Energética Relatório de Certificação Energética Local: 0 Today() www.classe-energetica.com Índice 1. Objectivos da Certificação Energética 2. escrição do Imóvel 3. Resultados da

Leia mais

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm

DIMENSÃO MÁXIMA PLACAS CERÂMICAS E PORCELANATOS. 45 x 45 cm. 45 x 45 cm. 60 x 60 cm. 60x 60 cm 01 DESCRIÇÃO: Argamassa leve de excelente trabalhabilidade, ideal para assentamento de revestimentos cerâmicos, porcelanatos, pedras rústicas em áreas internas e externas em pisos e paredes; Aplicação

Leia mais

DIATHONITE CORK RENDER. Revestimento colorido ecológico à base de cortiça

DIATHONITE CORK RENDER. Revestimento colorido ecológico à base de cortiça DIATHONITE CORK RENDER Revestimento colorido ecológico à base de cortiça O que é Diathonite Cork Render representa a última evolução do revestimento colorido: não é uma pintura tradicional, mas um verdadeiro

Leia mais

FACHADAS Janeiro 2010. Soluções para isolamento térmico-acústico em fachadas. Lã Mineral Natural

FACHADAS Janeiro 2010. Soluções para isolamento térmico-acústico em fachadas. Lã Mineral Natural FACHADAS Janeiro 2010 Soluções para isolamento térmico-acústico em fachadas Lã Mineral Natural Soluções Knauf Insulation para isolamento térmico-acústico em fachadas CLASSE ENERGÉTICA A A + B- B C D E

Leia mais

REINVENTAR MATERIAIS DE NÚCLEO SUSTENTÁVEIS

REINVENTAR MATERIAIS DE NÚCLEO SUSTENTÁVEIS REINVENTAR MATERIAIS DE NÚCLEO SUSTENTÁVEIS Reinventing how cork engages the world. ESTRUTURAS FORTES, SÓLIDAS, LEVES E DURADOURAS Descubra soluções inovadores de Materiais de Núcleo O conceito de utilizar

Leia mais

Tuper LAJES MISTAS NERVURADAS Mais velocidade e economia em sua obra.

Tuper LAJES MISTAS NERVURADAS Mais velocidade e economia em sua obra. Tuper LAJES MISTAS NERVURADAS Mais velocidade e economia em sua obra. O sistema industrializado de Lajes Mistas Nervuradas da Tuper é composto por vigotas metálicas fabricadas com aço estrutural galvanizado

Leia mais

Nº2 JUNHO 2002 PAREDES DIVISÓRIAS DE PAINÉIS LEVES

Nº2 JUNHO 2002 PAREDES DIVISÓRIAS DE PAINÉIS LEVES Nº2 JUNHO 2002 PAREDES DIVISÓRIAS DE PAINÉIS LEVES Catarina Aguiar Bentes A monografia apresentada foi realizada no âmbito da cadeira de Tecnologias da Construção de Edifícios do 11º Mestrado em Construção

Leia mais

Construction. Sika Pyroplast HW-130. Com acabamento Sika Pyroplast HW-130 Top

Construction. Sika Pyroplast HW-130. Com acabamento Sika Pyroplast HW-130 Top Ficha de Produto Edição de julho de 2014 Nº de identificação: 06.315 Versão nº 1 Com acabamento Top Revestimento intumescente, dispersão aquosa, para madeira, para utilizações no interior Construction

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVª FONTES PEREIRA DE MELO, 51 A 51-G, 8º ESQ Localidade LISBOA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVª FONTES PEREIRA DE MELO, 51 A 51-G, 8º ESQ Localidade LISBOA Válido até 19/01/2015 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada AVª FONTES PEREIRA DE MELO, 51 A 51-G, 8º ESQ Localidade LISBOA Freguesia AVENIDAS NOVAS Concelho LISBOA GPS 39.700000, -8.000000 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

CATÁLOGO PILHÃO MENOS RESÍDUOS - MENOS POLUIÇÃO MAIS FUTURO

CATÁLOGO PILHÃO MENOS RESÍDUOS - MENOS POLUIÇÃO MAIS FUTURO CATÁLOGO PILHÃO MENOS RESÍDUOS - MENOS POLUIÇÃO MAIS FUTURO i A ALMOVERDE Ecologia, Lda. dedica se, desde o seu início, à comercialização de equipamentos para a recolha selectiva de resíduos sólidos, nomeadamente

Leia mais

Revestimento de protecção à base de resinas epoxi

Revestimento de protecção à base de resinas epoxi Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 06.202 Versão nº 2 Sikagard -63N PT Revestimento de protecção à base de resinas epoxi Descrição do produto Sikagard -63N PT é um revestimento

Leia mais

Desempenho Acústico de Edifícios Casos de Estudo

Desempenho Acústico de Edifícios Casos de Estudo Desempenho Acústico de Edifícios Casos de Estudo Diogo Mateus (dm@contraruido.com) Conteúdo da apresentação: Enquadramento e objectivos do trabalho Problemas típicos na execução de soluções construtivas

Leia mais

CHAPAS E ACESSÓRIOS P177

CHAPAS E ACESSÓRIOS P177 Chapas onduladas P177 As chapas de fibrocimento fazem parte da paisagem tradicional do nosso país há mais de 60 anos. De norte a sul é comum encontrá-las nos locais mais recônditos e nas mais variadas

Leia mais

AULA 4 AGLOMERANTES continuação

AULA 4 AGLOMERANTES continuação AULA 4 AGLOMERANTES continuação Disciplina: Materiais de Construção I Professora: Dra. Carmeane Effting 1 o semestre 2014 Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Engenharia Civil O que tem em comum

Leia mais

Reparação, Fixação e Criação n a p a l m a d a s u a m ã o... aconselha...

Reparação, Fixação e Criação n a p a l m a d a s u a m ã o... aconselha... as.com intinh www.t Gama Reparação, Fixação e Criação n a p a l m a d a s u a m ã o... o aconselha... Reparações e Fixações em paredes e tectos Interior Indicado para enchimento e/ou pequenas reparações

Leia mais

8.5. Inter-relação entre os requisitos acústicos e as exigências de conforto higrotérmico e ventilação

8.5. Inter-relação entre os requisitos acústicos e as exigências de conforto higrotérmico e ventilação 8.5. Inter-relação entre os requisitos acústicos e as exigências de conforto higrotérmico e ventilação 8.5.1. Introdução O conforto higrotérmico tem motivado o desenvolvimento de tecnologias passivas com

Leia mais

1. Introdução 2. 2. As funções da embalagem 2. 3. Classificação das embalagens 5. 4. Principais características dos materiais de embalagem 6

1. Introdução 2. 2. As funções da embalagem 2. 3. Classificação das embalagens 5. 4. Principais características dos materiais de embalagem 6 Capítulo I CONCEITOS GERAIS SOBRE EMBALAGEM 1. Introdução 2 2. As funções da embalagem 2 3. Classificação das embalagens 5 4. Principais características dos materiais de embalagem 6 5. O ambiente e a embalagem

Leia mais

Construction. Sikagard -550 W Elastic. Revestimento elástico com capacidade de ponte de fissuração para protecção de betão. Descrição do produto

Construction. Sikagard -550 W Elastic. Revestimento elástico com capacidade de ponte de fissuração para protecção de betão. Descrição do produto Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação:03.205 Versão nº 1 Sikagard -550 W Elastic Revestimento elástico com capacidade de ponte de fissuração para protecção de betão Construction

Leia mais

Construction. Argamassa de impermeabilização à base de cimento. Descrição do produto

Construction. Argamassa de impermeabilização à base de cimento. Descrição do produto Ficha de Produto Edição de dezembro de 2013 Nº de identificação: 07.008 Versão nº 2 SikaTop Seal-107 Argamassa de impermeabilização à base de cimento Descrição do produto SikaTop Seal-107 é uma argamassa

Leia mais

Adesivos e Fitas Adesivas Industriais 3M 3M VHB. fitas de montagem. permanente. Alternativa comprovada a parafusos, rebites e soldaduras

Adesivos e Fitas Adesivas Industriais 3M 3M VHB. fitas de montagem. permanente. Alternativa comprovada a parafusos, rebites e soldaduras Adesivos e Fitas Adesivas Industriais 3M 3M VHB fitas de montagem permanente Alternativa comprovada a parafusos, rebites e soldaduras Pode uma fita substituir realmente sistemas de fixação mecânica? Sim.

Leia mais

sistema de construção

sistema de construção sistema de construção o que é o ICF ICF é a sigla inglesa de Insulated Concrete Forms usada para designar o sistema de construção constituído por blocos isolantes em poliestireno expandido (EPS), que após

Leia mais

epotech aqua Ficha técnica Aplicações recomendadas Materiais Suportes Características

epotech aqua Ficha técnica Aplicações recomendadas Materiais Suportes Características Ficha técnica epotech aqua epotech aqua é uma nova linha de massas de base epoxídica para a selagem de juntas em ladrilhos cerâmicos. Massa bicomponente isenta de solventes orgânicos, caracteriza-se pela

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AV. WENCESLAU BALSEIRO GUERRA,, 115, 2º B Localidade PAREDE

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AV. WENCESLAU BALSEIRO GUERRA,, 115, 2º B Localidade PAREDE Válido até 11/06/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada AV. WENCESLAU BALSEIRO GUERRA,, 115, 2º B Localidade PAREDE Freguesia CARCAVELOS E PAREDE Concelho CASCAIS GPS 38.688617, -9.434011 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

CHAPAS NATUROCIMENTO P177. Desde 1999 a Cimianto integrou na sua gama standard o NaturoCimento. A sua composição não inclui amianto.

CHAPAS NATUROCIMENTO P177. Desde 1999 a Cimianto integrou na sua gama standard o NaturoCimento. A sua composição não inclui amianto. Chapas NaturoCimento P177 Desde 1999 a Cimianto integrou na sua gama standard o NaturoCimento. A sua composição não inclui amianto. As características técnicas do produto bem como as suas performances

Leia mais

Marco de porta tipo Americano

Marco de porta tipo Americano Marco de porta tipo Americano em resistente à umidade* proteção contra cupins* pré pintado ecológico soluções em sistemas construtivos O que é é a sigla de Medium Density Fiberboard ou Painel de Fibras

Leia mais

tesa ACX plus o mundo das aplicações estruturais adesivas

tesa ACX plus o mundo das aplicações estruturais adesivas o mundo das aplicações estruturais adesivas Baseado em 75 anos de experiência na produção de fitas e soluções adesivas, a tesa tornou-se num dos fornecedores líderes mundiais em muitos campos de aplicação

Leia mais

AMORIM ISOLAMENTOS S.A. www.amorimisolamentos.com

AMORIM ISOLAMENTOS S.A. www.amorimisolamentos.com AMORIM ISOLAMENTOS S.A. www.amorimisolamentos.com LÍDER MUNDIAL EM CORTIÇA EM MAIS DE 100 PAISES FACTURAÇÃO SUPERIOR A 540 MILHÕES DE EUROS 3350 FUNCIONÁRIOS UNIDADES DE NEGÓCIO: AMORIM & IRMÃO: Rolhas

Leia mais

CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS

CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS CONDIÇÕES TÉCNICAS ESPECIAIS Coberturas Inclinadas de Telhado 1 de 10 1.Objectivos 1.1 A presente especificação estabelece as condições técnicas a satisfazer em coberturas inclinadas de telhado LightCob

Leia mais

ARREFECIMENTO POR SUPERFÍCIES RADIANTES PRODUTOS E ACESSÓRIOS. www.rehau.com. Construção Automóvel Indústria

ARREFECIMENTO POR SUPERFÍCIES RADIANTES PRODUTOS E ACESSÓRIOS. www.rehau.com. Construção Automóvel Indústria ARREFECIMENTO POR SUPERFÍCIES RADIANTES PRODUTOS E ACESSÓRIOS www.rehau.com Construção Automóvel Indústria ARREFECIMENTO POR SUPERFÍCIES RADIANTES UMA GRANDE INOVAÇÃO PARA O MÁXIMO CONFORTO GAMA DE PRODUTOS

Leia mais

Manual de Projeto de Sistemas Drywall paredes, forros e revestimentos

Manual de Projeto de Sistemas Drywall paredes, forros e revestimentos Manual de Projeto de Sistemas Drywall paredes, forros e revestimentos 1 Prefácio Este é o primeiro manual de projeto de sistemas drywall publicado no Brasil um trabalho aguardado por arquitetos, engenheiros,

Leia mais

PROJECTO DE INSTALAÇÕES DE CLIMATIZAÇÃO MEMÓRIA DESCRITIVA. Processo: 6950.9.01 Data: Outubro 10 Rev: A. Mod. (09) CP1_00

PROJECTO DE INSTALAÇÕES DE CLIMATIZAÇÃO MEMÓRIA DESCRITIVA. Processo: 6950.9.01 Data: Outubro 10 Rev: A. Mod. (09) CP1_00 Mod. (09) CP1_00 SOCIEDADE POLIS LITORAL RIA FORMOSA, SA Elaboração de Projectos de Execução para a requalificação de espaços ribeirinhos, de parques públicos e percursos pedonais - Parque Ribeirinho de

Leia mais

INSPECÇÃO E REABILITAÇÃO DO SEMINÁRIO CONCILIAR DE BRAGA

INSPECÇÃO E REABILITAÇÃO DO SEMINÁRIO CONCILIAR DE BRAGA Encontro Nacional Betão Estrutural 2004 1 INSPECÇÃO E REABILITAÇÃO DO SEMINÁRIO CONCILIAR DE BRAGA P.B. LOURENÇO Prof. Associado EEUM Guimarães J. BARBOSA LOURENÇO Eng. Civil GPBL, Lda Porto D.V. OLIVEIRA

Leia mais

SISTEMA CONSTRUTIVO ISOCRET ESTRUTURA /REVESTIMENTO

SISTEMA CONSTRUTIVO ISOCRET ESTRUTURA /REVESTIMENTO Sistema Construtivo Fabricado de acordo com a ISO 9002 Conforto as normas ASTM( EUA) e ABNT (Brasil). Comprovada em testes de desempenho realizados pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo

Leia mais

ANEXO 01. Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall.

ANEXO 01. Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall. ANEXO 01 Sala MEV DW DW B B Figura 1 - Planta da área a ser trabalhada. DW indica os locais a serem trabalhados com drywall. 1 Figura 2 Detalhes das portas em drywall. A porta P11, destinada a acesso à

Leia mais

Primário de base epoxi e ligante para argamassas de reparação

Primário de base epoxi e ligante para argamassas de reparação Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 07.502 Versão nº 1 Sikagard 186 Primário de base epoxi e ligante para argamassas de reparação Construction Descrição do produto Utilizações

Leia mais

Placa Cimentícia. Impermeabilizada GUIA DO MONTADOR

Placa Cimentícia. Impermeabilizada GUIA DO MONTADOR Placa Cimentícia Impermeabilizada GUIA DO MONTADOR Placa Cimentícia Impermeabilizada RECOMENDAÇÃO INICIAL civil para o dimensionamento de qualquer tipo de reforma ou construção, principalmente aquelas

Leia mais

CONSTRUÇÃO MODULAR. Rev A 1-7-2011

CONSTRUÇÃO MODULAR. Rev A 1-7-2011 CONSTRUÇÃO MODULAR SM Rev A 1-7-2011 1 A U.E.M. Unidade de Estruturas Metálicas, SA com 15 anos de actividade, inicialmente direccionada para a fabricação e comercialização dos módulos pré-fabricados que,

Leia mais

REINVENTANDO O ISOLAMENTO ACÚSTICO E SUSTENTÁVEL

REINVENTANDO O ISOLAMENTO ACÚSTICO E SUSTENTÁVEL REINVENTANDO O ISOLAMENTO ACÚSTICO E SUSTENTÁVEL Reinventing how cork engages the world. A REINVENÇÃO DO CONFORTO E DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Maximizando o conforto e a eficiência energética com ACOUSTICORK.

Leia mais

Em contínua inovação. create and protect

Em contínua inovação. create and protect Em contínua inovação create and protect A Rockwool, em contínua inovação O desenvolvimento do Processo Produtivo Engloba foi mais um passo no nosso processo contínuo de inovação, posicionando a Rockwool

Leia mais

veneza Armário de automação IP 55

veneza Armário de automação IP 55 Armário de automação IP 55 Armário de automação IP 55 veneza A solução flexível para compor A oferta da Hager acaba de ser ampliada com a nova série veneza, a solução ideal para realizar armários de automação,

Leia mais

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015 STEEL FRAMING: COMPARATIVO DE CUSTOS E AS NOVAS PERSPECTIVAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO MUNICÍPIO DE UBERABA Jéssica Cristina Barboza 1 ; Amanda Bernardes Ribeiro 2 ; Cássia Fernanda Borges da Silva 3 ; Pedro

Leia mais

CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS

CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS CAPÍTULO XX APLICAÇÃO DE TINTAS E VERNIZES SOBRE MADEIRAS 20.1 INTRODUÇÃO A madeira, devido à sua natureza, é um material muito sujeito a ataques de agentes exteriores, o que a torna pouco durável. Os

Leia mais

Reabilitação Sustentável

Reabilitação Sustentável Reabilitação Sustentável APRESENTAÇÃO 4 A empresa QUEM SOMOS 5 A nossa visão, missão e valores SOLUÇÕES 6 À sua medida REABILITAÇÃO SUSTENTÁVEL 7 O próximo desafio ARQUITETURA 8 Deixe que as suas ideias

Leia mais

Soluções Recomendadas

Soluções Recomendadas Cement Wood Board Soluções Recomendadas Fachadas Fichas de Aplicação Fachadas Ventiladas Sistema de s Fachadas Aplicação: Exterior Estrutura de suporte: Madeira ou metal Fixação: s de cabeça externa Espessura:

Leia mais

Portfólio de Produtos

Portfólio de Produtos www.isorecort.com.br Portfólio de Produtos Faça o download de um leitor de QR Code na loja virtual do seu celular ou tablet e baixe nosso catálogo. Qualidade em suas Diversas Formas Qualidade Quando o

Leia mais

Click to edit Master subtitle style SISTEMA ISOLTERMIX SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO ACÚSTICO

Click to edit Master subtitle style SISTEMA ISOLTERMIX SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO ACÚSTICO SISTEMA ISOLTERMIX SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO ACÚSTICO SISTEMA ISOLTERMIX SISTEMA DE ISOLAMENTO TÉRMICO ACÚSTICO Abílio Azevedo António Chaves 5 de Dezembro 2012 14:00H IPGV ESTGV Viseu Índice Evolução

Leia mais

Apresentação. Conceito

Apresentação. Conceito Apresentação Apresentamos um novo conceito de Mercado para a Distribuição e Venda Direta de Produtos e Serviços para o Setor da Construção Civil; Com Ênfase em atender principalmente, construtoras, lojas

Leia mais

Wood Frame CONCEITO. O Wood-Frame é um sistema composta por perfis de madeira que em conjunto com placas estruturais formam painéis

Wood Frame CONCEITO. O Wood-Frame é um sistema composta por perfis de madeira que em conjunto com placas estruturais formam painéis CONCEITO O Wood-Frame é um sistema composta por perfis de madeira que em conjunto com placas estruturais formam painéis estruturais capazes de resistir às cargas verticais (telhados e pavimentos), perpendiculares

Leia mais

SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA. Solução para o seu projeto

SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA. Solução para o seu projeto SISTEMA DE AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA Solução para o seu projeto Indústria brasileira KOMECO. SOLUÇÃO PARA O SEU PROJETO. FABRICANDO QUALIDADE. Os sistemas de aquecimento solar Komeco são fabricados em

Leia mais

Lâminas em PVC-p para selagem de juntas. Isento de chumbo. Isento de plastificantes DOP.

Lâminas em PVC-p para selagem de juntas. Isento de chumbo. Isento de plastificantes DOP. Ficha de Produto Edição de janeiro de 2015 Nº de identificação: 07.201 Versão nº 3 Lâminas em PVC-p para selagem de juntas Descrição do produto Lâminas flexíveis em PVC-p, produzidas em perfis específicos

Leia mais

Painel Sandwich em Madeira

Painel Sandwich em Madeira Painel Sandwich em Madeira Dossier Técnico Soluções para Coberturas www.jular.pt Lisboa: Norte: Centro: Sul: Sede e Fábrica: Quinta de Santa Rosa Apartado 1042 P-2681-855 Camarate (Lisboa) Rua Oriental,

Leia mais

AQUECIMENTO POR PISO RADIANTE ambi piso

AQUECIMENTO POR PISO RADIANTE ambi piso Aquecimento Central por piso radiante 1 AQUECIMENTO POR PISO RADIANTE I. Piso radiante O aquecimento por piso radiante consiste em converter toda a superfície de um piso num grande painel emissor de um

Leia mais

Equipamento para o fabrico de Betões celulares técnicos. BETÕES CELULARES DOSIFICADORES. garcía fernández. Catálogo

Equipamento para o fabrico de Betões celulares técnicos. BETÕES CELULARES DOSIFICADORES. garcía fernández. Catálogo Equipamento para o fabrico de Betões celulares técnicos. garcía fernández DOSIFICADORES R BETÕES CELULARES Catálogo Cada cliente recebe o melhor e sempre o deve exigir O Betão Celular fabricado no local

Leia mais

SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME

SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME GESSO SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME Gesso O gesso é uma substância, normalmente vendida na forma de um pó branco, produzida a partir do mineral gipsita, composto basicamente de sulfato de cálcio hidratado.

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS O que é a Isark? A Isark é uma câmara frigorífica modular, inovadora, capaz de marcar a diferença face às câmaras tradicionais. É o resultado de um importante esforço de investigação

Leia mais

Materiais de Construção. Prof. Aline Fernandes de Oliveira, Arquiteta Urbanista 2010

Materiais de Construção. Prof. Aline Fernandes de Oliveira, Arquiteta Urbanista 2010 Materiais de Construção de Oliveira, Arquiteta Urbanista 2010 AGREGADOS AGREGADOS DEFINIÇÃO É o material particulado, incoesivo, de atividade química praticamente nula, constituído de misturas de partículas

Leia mais

VENCENDO OS DESAFIOS DAS ARGAMASSAS PRODUZIDAS EM CENTRAIS DOSADORAS argamassa estabilizada e contrapiso autoadensável

VENCENDO OS DESAFIOS DAS ARGAMASSAS PRODUZIDAS EM CENTRAIS DOSADORAS argamassa estabilizada e contrapiso autoadensável VENCENDO OS DESAFIOS DAS ARGAMASSAS PRODUZIDAS EM CENTRAIS DOSADORAS argamassa estabilizada e contrapiso autoadensável Juliano Moresco Silva Especialista em Tecnologia do Concreto juliano.silva@azulconcretos.com.br

Leia mais

A Planivis incorpora nas suas construções modulares materiais sustentáveis, nomeadamente*:

A Planivis incorpora nas suas construções modulares materiais sustentáveis, nomeadamente*: Princípio construtivo: O conceito de construção modular, assenta na execução de módulos com uma estrutura metálica mista, 100% reciclável, de aço laminado a quente (aço pesado ) e aço leve galvanizado.

Leia mais

DAR FUTURO ÀS CASAS DO PASSADO

DAR FUTURO ÀS CASAS DO PASSADO Celestino Flórido Quaresma Engenheiro Civil. INOVADOMUS-UNIVERSIDADE DE AVEIRO - 25 de Maio de 2011 1 De Architectura(dez livros sobre a arquitectura de Vitruvio) foi um tratado latino sobre a arquitectura

Leia mais

Água. Quente. Grátis. A nova geração de soluções solares compactas e com um design único

Água. Quente. Grátis. A nova geração de soluções solares compactas e com um design único Água. Quente. Grátis. A nova geração de soluções solares compactas e com um design único Água. Quente. Grátis. A visão da Solcrafte uma visão com futuro. Os recursos energéticos fósseis tornam-se cada

Leia mais

Descrição Geral...2. Aplicação em Obra...2. Pontos Singulares... 3. Manutenção... 4. Ambiente... 4. Segurança... 4. Sistemas de Impermeabilização...

Descrição Geral...2. Aplicação em Obra...2. Pontos Singulares... 3. Manutenção... 4. Ambiente... 4. Segurança... 4. Sistemas de Impermeabilização... ÍNDICE Descrição Geral...2 Aplicação em Obra...2 Pontos Singulares... 3 Manutenção... 4 Ambiente... 4 Segurança... 4 Sistemas de Impermeabilização... 5 Coberturas Acessíveis... 5 Coberturas de Acessibilidade

Leia mais

Reabilitação de Edifícios Antigos e Sustentabilidade

Reabilitação de Edifícios Antigos e Sustentabilidade João Appleton Abril de 2010 A sustentabilidade corresponde a um conceito recente que, pode dizerse, substituiu o de análise custo/benefício, no que refere à construção e reabilitação de edifícios. A noção

Leia mais

Painel da Construção Civil

Painel da Construção Civil Painel da Construção Civil FEICON-2016 Giorgio Solinas Presença da TEXIGLASS no mundo 3 Presença da TEXIGLASS no mundo 4 APLICAÇÕES : Plástico Reforçado Isolamentos Térmicos (altas temp. e substituição

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO CHOUPELO, 811, R/C ESQUERDO Localidade VILA NOVA DE GAIA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO CHOUPELO, 811, R/C ESQUERDO Localidade VILA NOVA DE GAIA Válido até 11/02/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DO CHOUPELO, 811, R/C ESQUERDO Localidade VILA NOVA DE GAIA Freguesia VILA NOVA DE GAIA (SANTA MARINHA) Concelho VILA NOVA DE GAIA GPS 41.070000, -8.360000

Leia mais