Doing Business Informações Gerais: América Latina e Caribe

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Doing Business 2014 - Informações Gerais: América Latina e Caribe"

Transcrição

1 Doing Business Informações Gerais: América Latina e Caribe Dezessete das 32 economias da América Latina e do Caribe implementaram pelo menos uma reforma regulatória tornando mais fácil fazer negócios nos doze meses entre 2 de junho de 2012 a 1 de junho de 2013 totalizando 31 reformas. 1 Desde 2005, 97 por cento das economias da região implementaram reformas regulatórias nas áreas medidas pelo Doing Business 2. A Colômbia implementou o maior número de reformas da região, com 27 reformas durante este período, seguida pelo México, com 19. A Colômbia foi a economia que mais progrediu na melhoria da regulamentação de negócios para os empresários locais na região, e está entre as 20 economias mundiais que reduziu a diferença com as boas práticas globais desde Guatemala, Peru, Costa Rica e México estão entre os 50 países que mais estreitaram essa lacuna. A Guatemala está entre os 10 países que mais progrediram este ano, apresentando o maior avanço na regulamentação de negócios em relação ao ano passado. A Guatemala criou um balcão único para a obtenção de alvarás de construção, introduziu um novo sistema de declaração de impostos, e lançou uma plataforma online que permite empresários registrar simultaneamente um novo negócio em diferentes agências governamentais. O Chile tem a classificação mais alta da região na facilidade de fazer negócios, com a posição 34 entre as 189 economias. O relatório deste ano apresenta estudos de caso destacando duas economias da região. Um estudo de caso analisa a estrutura de custos para a obtenção de eletricidade em Trinidad e Tobago, visando à redução dos custos de conexão. Outro explora a experiência de Colômbia, Cingapura e Azerbaijão, na implementação de um sistema de janela única para o comércio eletrônico. 1 Não inclui Chile, classificado como país de alta renda da OCDE. 2 Não inclui Chile, classificado como país de alta renda da OCDE.

2 Nota: A medida de distância até a fronteira mostra quão longe, em média, uma economia está em um determinado ponto do tempo do melhor desempenho alcançado por qualquer economia em cada indicador do Doing Business, desde 2003 ou o primeiro ano em que foram coletados os dados para o indicador. A medida é normalizada para variar entre 0 e 100, sendo que 100 representa o melhor desempenho (a fronteira). As médias regionais excluem Barbados, que foi adicionado à amostra Doing Business depois de Elas também excluem o Chile, que é classificado como uma economia de alta renda da OCDE. A figura mostra os resultados individuais só para as 10 economias com maiores melhorias na região; as setas indicam aqueles que fazem os maiores avanços em direção à fronteira. Fonte: Banco de dados Doing Business. Resumo das reformas verificadas pelo Doing Business em 2012/13 na América Latina e no Caribe 3 Antígua e Barbuda Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 71 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 64.1 (em 2012: 64.0; melhoria: 0.1) Argentina A Argentina tornou o comércio entre fronteiras mais fácil, reduzindo o número de documentos necessários para a importação através da eliminação de requisitos de licença não automáticas. Por outro lado, dificultou a abertura de empresas aumentando os custos de incorporação. Áreas de reformas regulatórias: Comércio entre fronteiras, Abertura de negócios (tornando mais difícil) Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 126 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 55.8 (em 2012: 55.7; melhoria: 0.0) Bahamas As Bahamas fizeram o registro de propriedades mais fácil, reduzindo o imposto de selo. Além disso, aumentaram o seu processo de insolvência através da implementação de regras para a remuneração dos liquidantes, permitindo liquidações voluntárias, e delineando cláusulas de recuperação de transações suspeitas. Áreas de reformas regulatórias: Registro de propriedades, Resolução de insolvências Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 84 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 65.5 (em 2012: 65.1; melhoria: 0.3) 3 A diferença entre a distância até a fronteira mostradas em 2012 e 2013 pode ser diferente do tamanho da melhoria relatado devido ao arredondamento dos números.

3 Barbados Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 91 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 60.9 (em 2012: 60.9; melhoria: 0.0) Belize Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 106 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 63.8 (em 2012: 63.6; melhoria: 0.2) Bolívia Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 162 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 49.6 (em 2012: 49.9; melhoria: 0.3) Brasil Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 116 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 53.3 (em 2012: 52.5; melhoria: 0.9) Chile O Chile tornou a abertura de empresas mais fácil ao criar um novo sistema online para o registro de negócios. Áreas de reformas regulatórias: Abertura de empresas Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 34 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 70.7 (em 2012: 70.7; melhoria: 0.0) Colômbia A Colômbia tornou a obtenção de eletricidade mais fácil ao abrir um balcão único para ligação de energia elétrica e melhorou a eficiência dos processos internos da concessionária. Além disso, fez a execução de contratos mais fácil, simplificando e acelerando os processos de disputas comerciais. Áreas de reformas regulatórias: Obtenção de eletricidade, Execução de contratos Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 43 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 70.5 (em 2012: 69.6; melhoria: 1.0) Costa Rica A Costa Rica fez a abertura de empresas mais fácil através da criação de uma plataforma online para registro de empresas, reduzindo o tempo para registrar com a previdência social, e simplificando a legalização dos balanços das empresas. Além disso, tornou a obtenção de alvarás de construção mais fácil, eliminando procedimentos, melhorando a eficiência, e lançando uma plataforma online que simplificou o processo de licença de construção, ao integrar os processos de aprovação de diferentes agências. Áreas de reformas regulatórias: Abertura de negócios, Obtenção de alvarás de construção Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 102 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 61.9 (em 2012: 59.7; melhoria: 2.3) Dominica Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 77 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 64.1 (em 2012: 64.2; melhoria: 0.0) República Dominicana Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 117 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 61.1 (em 2012: 61.0; melhoria: 0.1) Equador O Equador tornou mais fácil a obtenção de eletricidade através da divisão da cidade de Quito em zonas com a finalidade de tratar os pedidos de novas ligações - uma mudança que melhorou o atendimento ao

4 cliente - e reduziu as taxas para obtenção de uma conexão. Áreas de reformas regulatórias: Obtenção de eletricidade. Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 135 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 57.1 (em 2012: 56.6; melhoria: 0.5) El Salvador El Salvador tornou o comércio entre fronteiras mais fácil através do desenvolvimento de um balcão único para a exportação e ao implementar um sistema de intercâmbio eletrônico de dados. Por outro lado, fez o pagamento de impostos mais dispendioso para as empresas, aumentando a taxa de imposto de renda. Áreas de reformas regulatórias: Comércio entre fronteiras, Pagando impostos (tornou mais difícil) Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 118 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 58.9 (em 2012: 58.7; melhoria: 0.2) Grenada Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 107 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 60.3 (em 2012: 60.3; melhoria: 0.0) Guatemala A Guatemala fez a abertura de empresas mais fácil através da criação de uma plataforma online que permite o registro simultâneo de uma nova empresa com diferentes órgãos governamentais. Também tornou a obtenção de alvarás de construção mais fácil, simplificando os procedimentos através da criação de um balcão único, apoiado por acordos entre instituições e agências envolvidas no processo de licenciamento. Além disso, fez o pagamento de impostos mais fácil para as empresas através da introdução de um depósito eletrônico e sistema de pagamento. Áreas de reformas regulatórias: Abertura de empresas, Obtenção de alvarás de construção, Pagamento de impostos Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 79 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 67.0 (em 2012: 64.2; melhoria: 2.9) Guiana Guiana fez o pagamento de impostos mais fácil para as empresas através da redução do imposto corporativo. Áreas de reformas regulatórias: Pagamento de impostos Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 115 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 58.0 (em 2012: 57.7; melhoria: 0.3) Haiti Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 177 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 43.2 (em 2012: 42.6; melhoria: 0.6) Honduras Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 127 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 58.1 (em 2012: 58.2; melhoria: 0.1) Jamaica A Jamaica fez a abertura de empresas ficar mais fácil, permitindo ao Gabinete de Empresas da Jamaica publicar o estatuto de incorporação da nova empresa no momento da inscrição. O país melhorou o seu sistema de informação de crédito através da criação de um quadro legal e regulamentar para agências de crédito privadas. A Jamaica também fez o pagamento de impostos menos oneroso para as empresas, reduzindo o imposto de renda, embora também tenha aumentado os impostos de veículos e ativos. Por outro lado, Jamaica tornou a transferência de propriedade mais difícil, aumentando a taxa de transferência e o imposto.

5 Áreas de reformas regulatórias: Abertura de empresas, Obtenção de crédito (informação de crédito), Pagamento de impostos, Registro de propriedades (tornando mais difícil) Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 94 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 65.0 (em 2012: 64.9; melhoria: 0.1) México O México tornou a obtenção de eletricidade mais fácil, aumentando a eficiência dos processos internos da concessionária e impondo uma regra de "quem cala consente" para a aprovação do estudo de viabilidade para uma nova conexão. Também fez o comércio entre fronteiras mais fácil através da implementação de uma janela única eletrônica. Além disso, o México tornou a execução de contratos mais fácil através da criação de juizados de pequenas causas, com processo oral, que podem ouvir tanto casos civis quanto comerciais. Áreas de reformas regulatórias: Obtenção de eletricidade, Comércio entre fronteiras, Execução de contratos Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 53 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 70.9 (em 2012: 70.7; melhoria: 0.2) Nicarágua A Nicarágua tornou a abertura de negócios mais fácil, fundindo os procedimentos de registro com a autoridade de receita e com o município e reduzindo o tempo necessário para a incorporação. Além disso, reduziu o tempo necessário para a obtenção de eletricidade, aumentando a eficiência na concessão de aprovação do projeto de conexão e informando o cliente de antemão o montante da caução. Áreas de reformas regulatórias: Abertura de empresas, Obtenção de eletricidade Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 124 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 58.5 (em 2012: 57.5; melhoria: 1.0) Panamá O Panamá tornou a abertura de empresas mais fácil, eliminando a necessidade de visitar o município para obter o número municipal do contribuinte. Também tornou a transferência de propriedade mais fácil, ligando o registro de propriedades com o cadastro. Além disso, fortaleceu a proteção dos investidores, aumentando as exigências de divulgação para empresas de capital aberto. Finalmente, o Panamá facilitou o pagamento de impostos para as empresas, alterando a frequência de pagamento de imposto de renda corporativo de mensal para trimestral e através da implementação de uma nova plataforma online para a apresentação da folha de pagamento da previdência social. Áreas de reformas regulatórias: Abertura de empresas, Registro de propriedades, Proteção de investidores, Pagamento de impostos Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 55 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 66.7 (em 2012: 65.1; melhoria: 1.6) Paraguai O Paraguai tornou mais fácil para as empresas pagar impostos, fazendo arquivamento eletrônico e obrigatório para os impostos sobre valor agregado de renda e pagamento. Áreas de reformas regulatórias: Pagamento de impostos Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 109 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 61.1 (em 2012: 60.7; melhoria: 0.4) Peru Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 42 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 70.7 (em 2012: 70.8; melhoria: 0.1) Porto Rico (E.U.A) Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 40

6 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 72.3 (em 2012: 72.2; melhoria: 0.0) São Kitts e Nevis Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 101 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 60.1 (em 2012: 60.1; melhoria: 0.0) Santa Lúcia Santa Lúcia tornou o comércio entre fronteiras mais difícil ao introduzir um novo documento de exportação. Áreas de reformas regulatórias: Comércio entre fronteiras (tornou mais difícil) Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 64 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 65.8 (em 2012: 65.9; melhoria: 0.1) São Vicente e Granadinas Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 82 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 63.5 (em 2012: 63.4; melhoria: 0.0) Suriname O Suriname tornou a abertura de negócios mais fácil, reduzindo o tempo necessário para obter a aprovação do presidente para o registro de uma nova empresa. Além disso, fez a transferência de propriedade mais fácil, aumentando a eficiência administrativa no cadastro. Áreas de reformas regulatórias: Abertura de empresas, Registro de propriedades Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 161 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 47.1 (em 2012: 45.8; melhoria: 1.4) Trinidad e Tobago Trinidad e Tobago tornou a abertura de empresas mais fácil, mesclando a declaração legal de conformidade em artigos padrão do formulário de incorporação. Áreas de reformas regulatórias: Abertura de empresas Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 66 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 63.6 (em 2012: 63.3; melhoria: 0.3) Uruguai O Uruguai fez o comércio entre fronteiras mais fácil através da implementação de um sistema eletrônico da declaração aduaneira. Áreas de reformas regulatórias: Comércio entre fronteiras Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 88 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 62.9 (em 2012: 62.6; melhoria: 0.3) Venezuela, República Bolivariana A República Bolivariana da Venezuela melhorou o acesso à informação de crédito ao começar a coletar dados sobre as empresas de instituições financeiras. Por outro lado, tornou a abertura de empresas mais cara, aumentando as taxas de registro de empresas. Áreas de reformas regulatórias: Obtenção de crédito (informação de crédito), Abertura de empresas (tornando mais difícil) Classificação na facilidade de fazer negócios no DB2014: 181 Distância até a fronteira em 2013 (pontos percentuais): 40.3 (em 2012: 40.4; melhoria: 0.1)

7 Sobre a série de relatórios Doing Business O relatório Doing Business, realizado em conjunto pelo Banco Mundial e a IFC, analisa regulamentações aplicáveis às empresas durante seu ciclo de vida, incluindo sua constituição e operações, comércio exterior, pagamento de impostos, e resolução de insolvências. A classificação agregada da facilidade de se fazer negócios é baseada em 10 indicadores e cobre 189 economias. Doing Business não mede todos os aspectos do ambiente de negócios que são importantes para empresas e investidores. Por exemplo, o relatório não mede questões relativas à qualidade da gestão fiscal, outros aspectos da estabilidade macroeconômica, os níveis de qualificação de mão-de-obra, ou a solidez dos sistemas financeiros. Seus resultados têm estimulado debates sobre políticas em todo o mundo, e permitiram um crescente manancial de pesquisas sobre a relação entre regulamentações no nível das empresas e os resultados econômicos nas economias em geral. O relatório deste ano marca a 11ª edição da série global de relatórios Doing Business, e cobre 189 economias. Para mais informações sobre a série de relatórios Doing Business, visite o site doingbusiness.org e nos acompanhe em doingbusiness.org/facebook. Sobre o Grupo Banco Mundial O Grupo Banco Mundial é uma das maiores fontes globais de financiamento e conhecimento para os países em desenvolvimento. O grupo é composto por de cinco instituições estreitamente associadas: o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD); a Associação Internacional de Desenvolvimento (AID); a Corporação Financeira Internacional (IFC); a Agência Multilateral de Garantia de Investimentos (MIGA); e o Centro Internacional para Arbitragem de Disputas sobre Investimentos (ICSID). Cada uma dessas instituições desempenha um papel diferente na missão de combater a pobreza e melhorar os padrões de vida das pessoas no mundo em desenvolvimento. Para obter mais informações, favor consultar os websites e Para mais informações sobre o Doing Business 2014, por favor contate: Nadine Ghannam +1 (202) Sushmitha Narsiah +1 (202) Contatos de imprensa regionais na América Latina e Caribe: Adriana Gomez +1 (202) Marcela Sanchez-Bender +1 (202)

Resumo das reformas verificadas pelo Doing Business em 2013/14 na América Latina e no Caribe 2

Resumo das reformas verificadas pelo Doing Business em 2013/14 na América Latina e no Caribe 2 Doing Business 2015 Fact Sheet: América Latina e Caribe Dezesseis das 32 economias da América Latina e do Caribe implementaram pelo menos uma reforma regulatória facilitando negócios no período de 1 de

Leia mais

Distance to frontier

Distance to frontier Boletim Informativo do Doing Business 2013: América Latina e Caribe Das 50 economias que desde 2005 mais tiveram melhorias regulamentares para facilitar a prática de fazer negócios para empresas locais,

Leia mais

A Economia da América Latina

A Economia da América Latina A Economia da América Latina adsense1 Agricultura A agricultura de subsistência era a principal atividade econômica dos povos originais da América Latina, Essa atividade era complementada pela caça, pela

Leia mais

Termos de acordos/blocos DEFINIÇÃO TERMO. Acordo Geral de Comércio de Serviços (GATS)

Termos de acordos/blocos DEFINIÇÃO TERMO. Acordo Geral de Comércio de Serviços (GATS) Termos de acordos/blocos TERMO Acordo Geral de Comércio de Serviços (GATS) Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio (GATT) Acordo Norte-Americano de Livre Comércio (NAFTA) Área de Livre Comércio das Américas

Leia mais

50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 27 de setembro a 1º de outubro de 2010 Tema 4.17 da agenda CD50/26

Leia mais

Introduction to Latin American Economies. Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP

Introduction to Latin American Economies. Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP Introduction to Latin American Economies Fabio Fonseca, Senior Director, FIESP América Latina México América Central Guianas América Andina América Platina Brasil México América Latina México América Central

Leia mais

COOPERAÇÃO SUL-SUL BRASILEIRA

COOPERAÇÃO SUL-SUL BRASILEIRA COOPERAÇÃO SUL-SUL BRASILEIRA Representação organizacional da ABC O Mandato da ABC Negociar, aprovar, coordenar e avaliar a cooperação técnica internacional no Brasil Coordenar e financiar ações de cooperação

Leia mais

O BID E A AGRICULTURA NA ALC - Financiando oportunidades para o desenvolvimento do setor cafeeiro

O BID E A AGRICULTURA NA ALC - Financiando oportunidades para o desenvolvimento do setor cafeeiro O BID E A AGRICULTURA NA ALC - Financiando oportunidades para o desenvolvimento do setor cafeeiro 4.º Fórum Consultivo da Organização Internacional do Café (OIC) Londres, Reino Unido, 23 de setembro de

Leia mais

Nota de trabalho. Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas REPRESENTAÇÃO COMERCIAL

Nota de trabalho. Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas REPRESENTAÇÃO COMERCIAL MISSÃO PERMANENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA JUNTO DA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS REPRESENTAÇÃO COMERCIAL GENEBRA - SUÍÇA Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas

Leia mais

R E M J A VIII. 24, 25 e 26 de fevereiro de 2010

R E M J A VIII. 24, 25 e 26 de fevereiro de 2010 R E M J A VIII Brasília, Brasil 24, 25 e 26 de fevereiro de 2010 Antecedentes da Rede Institucionalização da Rede Composição da Rede Progressos desde a REMJA VII Novos Avanços Propósito: aumentar e melhorar

Leia mais

TRIGÉSIMO QUARTO PERÍODO ORDINÁRIO DE SESSÕES DA ASSEMBLÉIA GERAL DA OEA MANUAL PARA OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

TRIGÉSIMO QUARTO PERÍODO ORDINÁRIO DE SESSÕES DA ASSEMBLÉIA GERAL DA OEA MANUAL PARA OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO Organización de los Estados Americanos Organização dos Estados Americanos Organisation des États Américains Organization of American States 17 th and Constitution Ave., N.W. Washington, D.C. 20006 TRIGÉSIMO

Leia mais

54 o CONSELHO DIRETOR

54 o CONSELHO DIRETOR 54 o CONSELHO DIRETOR 67 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL DA OMS PARA AS AMÉRICAS Washington, D.C., EUA, 28 de setembro a 2 de outubro de 2015 Tema 7.5 da agenda provisória CD54/INF/5 10 de julho de 2015 Original:

Leia mais

Brasil fica em quarto lugar em desigualdade social

Brasil fica em quarto lugar em desigualdade social Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 4 o Bimestre 5 o ano Geografia 1. Leia a notícia, divulgada em vários jornais brasileiros, no dia 21

Leia mais

Escola Regional MOST/UNESCO Programa Gestão das Transformações Sociais

Escola Regional MOST/UNESCO Programa Gestão das Transformações Sociais Escola Regional MOST/UNESCO Programa Gestão das Transformações Sociais 7 a 12 de outubro de 2013 Brasília, Brasil CONVOCATÓRIA Juventude, Participação e Desenvolvimento Social na América Latina e Caribe

Leia mais

MRE ABC CGRM CGPD CGRB

MRE ABC CGRM CGPD CGRB 1 Organograma da ABC MRE ABC CGRM CGPD CGRB 2 Competências da ABC Coordenar, negociar, aprovar e avaliar a cooperação técnica internacional do país. Coordenar todo o ciclo da cooperação técnica internacional

Leia mais

DOCUMENTO DE TRABALHO

DOCUMENTO DE TRABALHO ASAMBLEA PARLAMENTARIA EURO-LATINOAMERICANA EURO-LATIN AMERICAN PARLIAMENTARY ASSEMBLY ASSEMBLEIA PARLAMENTAR EURO-LATINO-AMERICANA ASSEMBLÉE PARLEMENTAIRE EURO-LATINO- AMÉRICAINE PARLAMENTARISCHE VERSAMMLUNG

Leia mais

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial ONU A ONU (Organização das Nações Unidas) foi fundada no dia 24 de outubro de 1945, em São Francisco, Estados Unidos. O encontro

Leia mais

2015 Global Feed Survey

2015 Global Feed Survey 2015 Global Feed Survey 2015 RESULTADOS DA PESQUISA RESUMO EXECUTIVO 2015 é o quarto ano consecutivo que a Alltech realiza a pesquisa global sobre rações. Este empreendimento exige uma quantidade significativa

Leia mais

Como não organizar todos os países do mundo?

Como não organizar todos os países do mundo? Como não organizar todos os países do mundo? A FIFA tem federações de 186 países independentes, de 19 regiões não independentes e das 4 regiões do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte (abreviado

Leia mais

OMS Global Salm-Surv: (OMS-GSS) Desenvolvendo Capacidade para a Vigilância e Método de Resposta a Doenças Transmitidas por Alimentos

OMS Global Salm-Surv: (OMS-GSS) Desenvolvendo Capacidade para a Vigilância e Método de Resposta a Doenças Transmitidas por Alimentos OMS Global Salm-Surv: (OMS-GSS) Desenvolvendo Capacidade para a Vigilância e Método de Resposta a Doenças Transmitidas por Alimentos 1 Comitê de Direção OMS Global Salm-Surv Institut Pasteur Public Health

Leia mais

POLÍTICA FISCAL E DÍVIDA PÚBLICA O difícil caminho até o Grau de Investimento Jedson César de Oliveira * Guilherme R. S.

POLÍTICA FISCAL E DÍVIDA PÚBLICA O difícil caminho até o Grau de Investimento Jedson César de Oliveira * Guilherme R. S. POLÍTICA FISCAL E DÍVIDA PÚBLICA O difícil caminho até o Grau de Investimento Jedson César de Oliveira * Guilherme R. S. Souza e Silva ** Nos últimos anos, tem crescido a expectativa em torno de uma possível

Leia mais

PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM

PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM 1 PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM PROCEDIMENTOS MIGRATÓRIOS E DOCUMENTOS DE VIAGEM 2 17. TABELA DE VISTOS Apresentamos a seguir uma tabela

Leia mais

Capitulo 5: O Comércio Internacional

Capitulo 5: O Comércio Internacional Capitulo 5: O Comércio Internacional O comércio nacional é regido por leis e diretrizes que regulamentam as negociações de bens e serviços entre duas ou mais pessoas, sejam físicas ou jurídicas. Dessa

Leia mais

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidade:

Leia mais

Programa de Incentivos para Empresas de Proprietary Trading na América Latina Perguntas & Respostas Janeiro de 2016

Programa de Incentivos para Empresas de Proprietary Trading na América Latina Perguntas & Respostas Janeiro de 2016 Programa de Incentivos para Empresas de Proprietary Trading na América Latina Perguntas & Respostas Janeiro de 2016 1. O que é o Programa de Incentivos para Empresas de Proprietary Trading na América Latina?

Leia mais

aprovado no Foro de Ministros de Meio Ambiente (2004-2006) para 2005-2007.

aprovado no Foro de Ministros de Meio Ambiente (2004-2006) para 2005-2007. PROGRAMA LATINO-AMERICANO E CARIBENHO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ACORDOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA ESTRATÉGIA DO PLACEA: 2005-2007 1 (DOCUMENTO EM VERSÃO PRELIMINAR) Introdução: Os especialistas em Gestão Pública

Leia mais

econômicos regionais e a economia brasileira

econômicos regionais e a economia brasileira 20 Blocos econômicos regionais e a economia brasileira Meta da aula Apresentar os principais blocos econômicos regionais e a relação com a economia brasileira. Objetivos Esperamos que, após o estudo do

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 24/11/2015) Legenda

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 24/11/2015) Legenda Ministério das Relações Exteriores Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

Primeiro Ciclo 2004-2005 Formulário de inscrição

Primeiro Ciclo 2004-2005 Formulário de inscrição INICIATIVA DA CEPAL COM O APOIO DA FUNDAÇÃO W.K. KELLOGG Primeiro Ciclo 2004-2005 Formulário de inscrição Os formulários para a inscrição estão disponíveis na página web da CEPAL, www.cepal.cl, e na do

Leia mais

Aos PAIS LEVANDO os FILHOS para o EXTERIOR, TRAZENDO os FILHOS para o JAPÃO

Aos PAIS LEVANDO os FILHOS para o EXTERIOR, TRAZENDO os FILHOS para o JAPÃO Aos PAIS LEVANDO os FILHOS para o EXTERIOR, TRAZENDO os FILHOS para o JAPÃO Problemas relacionados ao sequestro de crianças (Sistema jurídico de cada país e a Convenção de Haia) Ministério dos Negócios

Leia mais

A) Lista dos países terceiros cujos nacionais devem possuir um visto para transporem as fronteiras externas. 1. Estados:

A) Lista dos países terceiros cujos nacionais devem possuir um visto para transporem as fronteiras externas. 1. Estados: Lista dos países terceiros cujos nacionais estão sujeitos à obrigação de visto para transporem as fronteiras externas e lista dos países terceiros cujos nacionais estão isentos dessa obrigação A) Lista

Leia mais

MEM. Brasil. Mecanismo de Avaliação Multilateral. AVALiAção do QUINTA RODADA DE AVALIAÇÃO

MEM. Brasil. Mecanismo de Avaliação Multilateral. AVALiAção do QUINTA RODADA DE AVALIAÇÃO razil Dominican a Guyana Haiti ay Peru Saint Kitts Suriname Trinidad and gua nd Barbuda Argentina The sta Argentina Rica Dominica Dominican ados uras Belize Jamaica Bolivia Mexico Nicaragua ent bia and

Leia mais

Tendências e Perspectivas de Investimentos para o Setor de Bioenergia ABIMAQ Ribeirão Preto, 11 de novembro de 2009

Tendências e Perspectivas de Investimentos para o Setor de Bioenergia ABIMAQ Ribeirão Preto, 11 de novembro de 2009 Perspectivas Futuras e Evolução do Mercado de Biocombustíveis no Brasil e no Mundo Tendências e Perspectivas de Investimentos para o Setor de Bioenergia ABIMAQ Ribeirão Preto, 11 de novembro de 2009 Prof.

Leia mais

INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro

INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro ASSUNTO: CLASSIFICAÇÃO DE PAÍSES, BANCOS MULTILATERAIS DE DESENVOLVIMENTO E ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS Havendo necessidade de se estabelecerem critérios de classificação

Leia mais

ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS)

ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS) ANEXO 17 TABELA DENACIONALIDADES EPAÍSES (CARTÃO SUS) NACIONALIDADES Cód. Afeganistão 101 África do Sul 102 Albânia 103 Alemanha 104 Ando ra 105 Angola 106 Angui la 107 Antigua e Barbuda 108 Antilhas Holandesas

Leia mais

ATIVIDADES DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO FORA DA SEDE

ATIVIDADES DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO FORA DA SEDE VII. ATIVIDADES DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO FORA DA SEDE 143 Março Atividades do Secretário-Geral fora da Sede São Domingos, República Dominicana, 5-6 Abertura da XXIII MOE; Reunião

Leia mais

Eurofarma Edital de Prospecção e Seleção de Projetos Incentivados via Imposto de Renda (IR) Leis: FIA/FUMCAD, Fundo do Idoso, PRONON e PRONAS

Eurofarma Edital de Prospecção e Seleção de Projetos Incentivados via Imposto de Renda (IR) Leis: FIA/FUMCAD, Fundo do Idoso, PRONON e PRONAS Eurofarma Edital de Prospecção e Seleção de Projetos Incentivados via Imposto de Renda (IR) Leis: FIA/FUMCAD, Fundo do Idoso, PRONON e PRONAS 1 Objetivo do Edital Para reafirmar seu compromisso com o desenvolvimento

Leia mais

Espanha, Alemanha e Reino Unido também são usados como pontos de trânsito para precursores destinados à região. Pág. 85 Recentemente, vários países

Espanha, Alemanha e Reino Unido também são usados como pontos de trânsito para precursores destinados à região. Pág. 85 Recentemente, vários países Referências ao Brasil e ao Cone Sul Relatos da fabricação de ATS também surgiram em países da América Central e da América do Sul. Seis laboratórios ilícitos de ATS foram relatados apreendidos em 2009.

Leia mais

América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural. Capítulo 38

América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural. Capítulo 38 América Latina: Herança Colonial e Diversidade Cultural Capítulo 38 Expansão marítima européia; Mercantilismo (capitalismo comercial); Tratado de Tordesilhas (limites coloniais entre Portugal e Espanha):

Leia mais

Sugestões de avaliação. Geografia 8 o ano Unidade 3

Sugestões de avaliação. Geografia 8 o ano Unidade 3 Sugestões de avaliação Geografia 8 o ano Unidade 3 5 Nome: Data: Unidade 3 1. Complete o trecho a seguir com informações sobre a localização do continente americano. O continente americano é o segundo

Leia mais

Projeto Simon: Medindo a conec*vidade entre paises. Darío Gómez, dario @ lacnic.net

Projeto Simon: Medindo a conec*vidade entre paises. Darío Gómez, dario @ lacnic.net Projeto Simon: Medindo a conec*vidade entre paises Darío Gómez, dario @ lacnic.net Projecto Simon Os Começos O projeto começou em 2009 como um esforço colabora*vo, aberto e que procura a integração da

Leia mais

Construindo governos efetivos

Construindo governos efetivos Construindo governos efetivos Sucessos e desafios da gestão pública para resultados na América Latina e no Caribe Resumo executivo EDITORES Jorge Kaufmann, Mario Sanginés, Mauricio García Moreno Construindo

Leia mais

Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas no Leste Europeu e na Ásia Central

Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas no Leste Europeu e na Ásia Central Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas no Leste Europeu e na Ásia Central A Albânia tornou mais fácil e menos dispendioso o pagamento de impostos para as empresas mediante a emenda

Leia mais

Um país para investir, trabalhar e morar

Um país para investir, trabalhar e morar Por que o? Um país para investir, trabalhar e morar Graças ao ambiente favorável para o investimento e ao bom desempenho macroeconômico do país nos últimos anos, o tem se posicionado como destino confiável

Leia mais

Programa de Estudantes - Convênio de Pós-graduação - PEC-PG - 2006

Programa de Estudantes - Convênio de Pós-graduação - PEC-PG - 2006 Programa de Estudantes - Convênio de Pós-graduação - PEC-PG - 2006 1. Do objeto: O Ministério das Relações Exteriores (MRE), por intermédio do Departamento Cultural (DC), a Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

Criminalidade no Brasil

Criminalidade no Brasil Criminalidade no Brasil Instituto Avante Brasil Diretor- Presidente: Luiz Flávio Gomes Coordenação e elaboração de pesquisa: Flávia Mestriner Botelho De acordo com um levantamento realizado pelo Instituto

Leia mais

O Padrão de Financiamento da Saúde nas Américas. Autoria: Marislei Nishijima, Geraldo Biasoto Junior

O Padrão de Financiamento da Saúde nas Américas. Autoria: Marislei Nishijima, Geraldo Biasoto Junior O Padrão de Financiamento da Saúde nas Américas Autoria: Marislei Nishijima, Geraldo Biasoto Junior Resumo O objetivo deste trabalho é apresentar o padrão de financiamento da saúde nos países da Américas,

Leia mais

Políticas de conciliação entre família e trabalho: suas configurações em diferentes países

Políticas de conciliação entre família e trabalho: suas configurações em diferentes países Políticas de conciliação entre família e trabalho: suas configurações em diferentes países Liliane Moser Heloisa Helena Almeida Pereira Resumo: O artigo trata sobre as políticas de conciliação entre família

Leia mais

Desafíos para o financiamento do Sistema Público de Saúde no Brasil

Desafíos para o financiamento do Sistema Público de Saúde no Brasil Desafíos para o financiamento do Sistema Público de Saúde no Brasil André Medici Apresentação Realizada no IFHC São Paulo, 28 de Agôsto de 2014 9/12/2014 1 Principais Questões O Brasil Gasta Pouco em Saúde?

Leia mais

Brasil como agente global em negociações energéticas

Brasil como agente global em negociações energéticas Brasil como agente global em negociações energéticas Profa. Amalia del Carmen Casas de las Peñas del Corral IBMEC Negociações Internacionais UERJ - Direito do Petróleo MERCADOS INTERNACIONAIS Preços e

Leia mais

Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas na África Subsaariana

Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas na África Subsaariana Doing Business 2011 Dados Informativos Resumo das Reformas na África Subsaariana Angola reduziu o tempo de comércio internacional fazendo investimentos em infraestrutura e administração portuárias. Áreas

Leia mais

COMBATE À EVASÃO FISCAL INTERNACIONAL: A TROCA AUTOMÁTICA DE INFORMAÇÕES FINANCEIRAS

COMBATE À EVASÃO FISCAL INTERNACIONAL: A TROCA AUTOMÁTICA DE INFORMAÇÕES FINANCEIRAS COMBATE À EVASÃO FISCAL INTERNACIONAL: A TROCA AUTOMÁTICA DE INFORMAÇÕES FINANCEIRAS Uma verdadeira revolução está em curso relativamente à troca de informações financeiras em matéria fiscal. Até há muito

Leia mais

PROGRESSO, DIFICULDADES E ESTRATÉGIAS DA RINC PARA REALIZAR O PLANO QUINQUENAL DE SAÚDE 2010 2015 ATÉ O MOMENTO

PROGRESSO, DIFICULDADES E ESTRATÉGIAS DA RINC PARA REALIZAR O PLANO QUINQUENAL DE SAÚDE 2010 2015 ATÉ O MOMENTO PROGRESSO, DIFICULDADES E ESTRATÉGIAS DA RINC PARA REALIZAR O PLANO QUINQUENAL DE SAÚDE 2010 2015 ATÉ O MOMENTO 1 Perspectiva estratégica A RINC é uma estratégia de articulação e cooperação técnica da

Leia mais

X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012

X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012 X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012 DECLARAÇÃO DE PUNTA DEL ESTE (10 de outubro de 2012) Os Ministros da Defesa e

Leia mais

Programa de Incentivo para Bancos em Países Emergentes Perguntas & Respostas Janeiro de 2016

Programa de Incentivo para Bancos em Países Emergentes Perguntas & Respostas Janeiro de 2016 Programa de Incentivo para Bancos em Países Emergentes Perguntas & Respostas Janeiro de 2016 1. O que é o Programa de Incentivo para bancos em Países Emergentes? O Programa de Incentivo para Bancos em

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

ANATOMIA DA DESACELERAÇÃO RECENTE DA ECONOMIA Nova matriz econômica ou contrato social? Samuel Pessoa

ANATOMIA DA DESACELERAÇÃO RECENTE DA ECONOMIA Nova matriz econômica ou contrato social? Samuel Pessoa ANATOMIA DA DESACELERAÇÃO RECENTE DA ECONOMIA Nova matriz econômica ou contrato social? Samuel Pessoa ANATOMIA DA DESACELERAÇÃO RECENTE DA ECONOMIA Nova matriz econômica ou contrato social? Samuel Pessoa

Leia mais

Panorama da Educação Superior na América Latina e Caribe:

Panorama da Educação Superior na América Latina e Caribe: Panorama da Educação Superior na América Latina e Caribe: a importância da expansão quantitativa e qualitativa da pesquisa e da pós-graduação ANA LÚCIA GAZZOLA OUTUBRO 2008 Cenáriosda da Educação Superior

Leia mais

Oficina de Treinamento em Planejamento e Gestão Portuária

Oficina de Treinamento em Planejamento e Gestão Portuária Organização Oficina de Treinamento em Planejamento e Gestão Portuária Realização Introdução Este Workshop de Planejamento e Gestão Portuária foi criada pela PwC e organizada pela Port Finance International

Leia mais

Programa de Incentivo para Gestoras de Fundos de Investimento na América Latina Perguntas e Respostas Janeiro de 2015

Programa de Incentivo para Gestoras de Fundos de Investimento na América Latina Perguntas e Respostas Janeiro de 2015 Programa de Incentivo para Gestoras de Fundos de Investimento na América Latina Perguntas e Respostas Janeiro de 2015 1. O que é o Programa de Incentivo para Fundos de Investimento na América Latina? O

Leia mais

ANEXO A CONSELHOS E COMISSÕES INTERAMERICANOS CONSELHO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRAL (CIDI)

ANEXO A CONSELHOS E COMISSÕES INTERAMERICANOS CONSELHO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRAL (CIDI) ANEXOS ANEXO A CONSELHOS E COMISSÕES INTERAMERICANOS CONSELHO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRAL (CIDI) Presidente: Ramón Quiñónez (República Dominicana) Vice-Presidente: Federico Villegas (Argentina)

Leia mais

Desafios do Brasil contemporâneo Infraestrutura, produtividade, reformas e pacto federativo

Desafios do Brasil contemporâneo Infraestrutura, produtividade, reformas e pacto federativo Desafios do Brasil contemporâneo Infraestrutura, produtividade, reformas e pacto federativo A grande janela de oportunidades (O Brasil decola) A grande janela de oportunidades Linha do tempo das conquistas

Leia mais

Países Íbero-Americanos Comércio Exterior

Países Íbero-Americanos Comércio Exterior Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC Países Íbero-Americanos Comércio Exterior Setembro de 2014 Índice.

Leia mais

Como Economizar US$ 36 Bilhões em Eletricidade

Como Economizar US$ 36 Bilhões em Eletricidade Como Economizar US$ 36 Bilhões em Eletricidade (sem desligar as luzes) UMA PESQUISA SOBRE A PRODUTIVIDADE ENERGÉTICA NAS AMERICAS CONTINUE POR FAVOR 6 1,9 1 0,1 4 3 14 4 8 O Futuro Sem Eficiência Uma maneira

Leia mais

Análise do Relatório Doing Business 2016

Análise do Relatório Doing Business 2016 CTA-CONFEDERAÇÃO DASASSOCIAÇÕES ECONÓMICAS DE MOÇAMBIQUE Análise do Relatório Doing Business 2016 esengo@cta.org.mz Novembro, 2015 1 O Banco Mundial divulgou recentemente o relatório Doing Business 2016,

Leia mais

Índice de desenvolvimento humano

Índice de desenvolvimento humano 1Monitorizar o desenvolvimento humano: aumentar as escolhas das pessoas... Índice de desenvolvimento humano a DESENVOLVIMENTO HUMANO ELEVADO Valor do índice de desenvolvimento humano (IDH) Esperança de

Leia mais

MOTOS E SEGURANÇA RODOVIÁRIA A convivência segura das motos em uma rede viária desenhada para carros (urbana e rural)

MOTOS E SEGURANÇA RODOVIÁRIA A convivência segura das motos em uma rede viária desenhada para carros (urbana e rural) MOTOS E SEGURANÇA RODOVIÁRIA A convivência segura das motos em uma rede viária desenhada para carros (urbana e rural) São Paulo, 11 e 12 de setembro de 2013 Antecedentes O crescimento acelerado da frota

Leia mais

Entidades realizadoras FPAA Federación Panamericana de Asociaciones de Arquitectos. A FPAA é uma das entidades mais importantes da corporação dos

Entidades realizadoras FPAA Federación Panamericana de Asociaciones de Arquitectos. A FPAA é uma das entidades mais importantes da corporação dos Entidades realizadoras FPAA Federación Panamericana de Asociaciones de Arquitectos. A FPAA é uma das entidades mais importantes da corporação dos arquitetos no mundo, fundada em abril de 1950. Congrega

Leia mais

Assembleia Plenária que desejem oferecer seu país como anfitrião da 14ª Assembleia Plenária (2017) devem completar o Formulário D

Assembleia Plenária que desejem oferecer seu país como anfitrião da 14ª Assembleia Plenária (2017) devem completar o Formulário D Anúncio de eleições Cargo Conselho de Administração Presidente/a Vice-presidente/a Representante da América Central Representante do Caribe Representante do Caribe Representante da América do Sul Representante

Leia mais

Informativo SAI. 21 de junho

Informativo SAI. 21 de junho 21 de junho Informativo SAI 2012 Informativo com notícias sobre avaliação e regulação extraídas da mídia e de sítios eletrônicos de entidades da área educacional. Volume 13 Com 65 universidades, Brasil

Leia mais

Chile um sócio a longo prazo. Pedro Asenjo Comitê de Investimentos Estrangeiros

Chile um sócio a longo prazo. Pedro Asenjo Comitê de Investimentos Estrangeiros Chile um sócio a longo prazo Pedro Asenjo Comitê de Investimentos Estrangeiros Um sócio a longo prazo Nova política de atração de IED Temas Um ambiente de negócios maduro País de oportunidades Investimento

Leia mais

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC Categorias / Products:, INDUSTRIALIZADA / PROCESSED,,, 1 de 16 2000 1999 %(2000x1999) Janeiro / January US$ (000) US$/Ton 25.537 9.793 2.608 15.392 4.375 3.518 66% 124% -26% INDUSTRIALIZADA / PROCESSED

Leia mais

COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO JULHO DE 2013 (DADOS ATÉ JUNHO DE 2013)

COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO JULHO DE 2013 (DADOS ATÉ JUNHO DE 2013) Ministério das Relações Exteriores - MRE Departamento de Promoção Comercial e Investimentos - DPR Divisão de Inteligência Comercial - DIC COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO JULHO DE 2013 (DADOS ATÉ JUNHO DE

Leia mais

Global Development Finance: uma perspectiva mais positiva para os países em desenvolvimento

Global Development Finance: uma perspectiva mais positiva para os países em desenvolvimento Global Development Finance: uma perspectiva mais positiva para os países em desenvolvimento Os países em desenvolvimento estão se recuperando da crise recente mais rapidamente do que se esperava, mas o

Leia mais

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES DA REMJA-IX*

CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES DA REMJA-IX* NONA REUNIÃO DE MINISTROS DA JUSTIÇA OU DE OEA/Ser.K/XXXIV.9 OUTROS MINISTROS OU PROCURADORES-GERAIS REMJA-IX/doc.2/12 rev. 1 DAS AMÉRICAS 29 novembro 2012 Original: espanhol REMJA-IX CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 2º Ano Blocos Econômicos. Prof. Claudimar Fontinele

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 2º Ano Blocos Econômicos. Prof. Claudimar Fontinele Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 2º Ano Blocos Econômicos Prof. Claudimar Fontinele O mundo sofreu importantes transformações durante o século XX. O pós-segunda Guerra foi

Leia mais

CONSTRUINDO EVIDÊNCIAS SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DE PROGRAMAS DE RECURSOS HUMANOS EM SAÚDE: AVALIAÇÃO EM 15 PAÍSES LATINOAMERICANOS E CARIBE

CONSTRUINDO EVIDÊNCIAS SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DE PROGRAMAS DE RECURSOS HUMANOS EM SAÚDE: AVALIAÇÃO EM 15 PAÍSES LATINOAMERICANOS E CARIBE ObservaRH Estação de Trabalho IMS/UERJ www.observarh.org.br/ims CONSTRUINDO EVIDÊNCIAS SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DE PROGRAMAS DE RECURSOS HUMANOS EM SAÚDE: AVALIAÇÃO EM 15 PAÍSES LATINOAMERICANOS E CARIBE

Leia mais

Quero um empréstimo É uma ordem!

Quero um empréstimo É uma ordem! Quero um empréstimo É uma ordem! 2 de abril de 2014 Por Jesus Gonzalez-Garcia e Francesco Grigoli A participação estatal em bancos ainda é comum no mundo todo, apesar do grande número de privatizações

Leia mais

IFRS para PMEs. Semana de Contabilidade do Banco Central. International Financial Reporting Standards para Pequenas 1 e Médias Empresas

IFRS para PMEs. Semana de Contabilidade do Banco Central. International Financial Reporting Standards para Pequenas 1 e Médias Empresas International Financial Reporting Standards para Pequenas 1 e Médias Empresas IFRS para PMEs Semana de Contabilidade do Banco Central 5 a 6 de agosto de 2010 O IFRS para PMEs 2 Boas Demonstrações Contábeis

Leia mais

Para a REDEBLH, o futuro é agora

Para a REDEBLH, o futuro é agora Para a REDEBLH, o futuro é agora Planejamento Estratégico Paulo Ricardo da Silva Maia FIOCRUZ/IFF/REDEBLH pmaia@fiocruz.br Set-2011 O quadro Fonte: Vincent Van Gogh Gallery A Foto Primeira foto colorida.

Leia mais

O mercado de PPPs na visão do Setor Privado. Seminário Formação em Parcerias Público-Privadas 05 e 06 de Novembro de 2013 São Paulo/SP

O mercado de PPPs na visão do Setor Privado. Seminário Formação em Parcerias Público-Privadas 05 e 06 de Novembro de 2013 São Paulo/SP O mercado de PPPs na visão do Setor Privado Seminário Formação em Parcerias Público-Privadas 05 e 06 de Novembro de 2013 São Paulo/SP OS AGENTES PRIVADOS DO MERCADO DE PPPS Principais Players do Setor

Leia mais

Apresentação: Competências da DCE; Atividades recentes: atuação digital e Ciência sem Fronteiras; PEC-G e PEC-PG.

Apresentação: Competências da DCE; Atividades recentes: atuação digital e Ciência sem Fronteiras; PEC-G e PEC-PG. Apresentação: Competências da DCE; Atividades recentes: atuação digital e Ciência sem Fronteiras; PEC-G e PEC-PG. Competências da Divisão: Tratamento político dos temas educacionais nos fóruns multilaterais

Leia mais

50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 50 o CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, de 27 de setembro à 1º de outubro de 2010 Tema 5.1 da agenda

Leia mais

ENCONTRO DE MINISTROS DE TRANSPORTES E INFRA-ESTRUTURAS DA IBERO-AMÉRICA "DECLARAÇÃO DE MÁLAGA" 2005. Málaga, Espanha, 8 e 9 de Setembro de 2005

ENCONTRO DE MINISTROS DE TRANSPORTES E INFRA-ESTRUTURAS DA IBERO-AMÉRICA DECLARAÇÃO DE MÁLAGA 2005. Málaga, Espanha, 8 e 9 de Setembro de 2005 ENCONTRO DE MINISTROS DE TRANSPORTES E INFRA-ESTRUTURAS DA IBERO-AMÉRICA "DECLARAÇÃO DE MÁLAGA" 2005 Málaga, Espanha, 8 e 9 de Setembro de 2005 Os Ministros de Transportes e Infra-estruturas da Ibero-América,

Leia mais

SOBRE HERANÇAS E PRESENTES: O QUE PENSAM OS JOVENS SOBRE A DÉCADA DA EDUCAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 1

SOBRE HERANÇAS E PRESENTES: O QUE PENSAM OS JOVENS SOBRE A DÉCADA DA EDUCAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 1 SOBRE HERANÇAS E PRESENTES: O QUE PENSAM OS JOVENS SOBRE A DÉCADA DA EDUCAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 1 Philippe Pomier Layrargues Educador ambiental, técnico da Diretoria de Educação Ambiental

Leia mais

PLANO MESTRE DE INVESTIMENTO DE CAPITAL

PLANO MESTRE DE INVESTIMENTO DE CAPITAL CD50/INF/8, Rev. 1 (Port.) Anexo B - 14 - B PLANO MESTRE DE INVESTIMENTO DE CAPITAL Relatório periódico sobre a implantação do Plano Mestre de Investimento de Capital Introdução 1. Este documento resume

Leia mais

SOBRE HERANÇAS E PRESENTES: O QUE PENSAM OS

SOBRE HERANÇAS E PRESENTES: O QUE PENSAM OS SOBRE HERANÇAS E PRESENTES: O QUE PENSAM OS JOVENS SOBRE A DÉCADA DA EDUCAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 1 Philippe Pomier Layrargues Educador ambiental, técnico da Diretoria de Educação Ambiental

Leia mais

Assembleia Plenária que desejem oferecer seu país como anfitrião da 14ª Assembleia Plenária (2017) devem completar o Formulário D

Assembleia Plenária que desejem oferecer seu país como anfitrião da 14ª Assembleia Plenária (2017) devem completar o Formulário D Anúncio de eleições Cargo Conselho de Administração Presidente/a Vice-presidente/a do Norte do Norte Central Representante do Caribe Representante do Caribe do Sul do Sul País Anfitrião da 13ª Assembleia

Leia mais

Senado Federal Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática. Audiência Pública Plano Nacional de Banda Larga

Senado Federal Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática. Audiência Pública Plano Nacional de Banda Larga Senado Federal Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Audiência Pública Plano Nacional de Banda Larga Eduardo Levy Diretor Executivo do SindiTELEBRASIL Brasília, 26 de maio

Leia mais

III Assembléia Plenária Valparaíso, Chile 1 a 3 de abril de 2004

III Assembléia Plenária Valparaíso, Chile 1 a 3 de abril de 2004 Valparaíso, Chile 1 a 3 de abril de 2004 Relatório do III Grupo de Trabalho Assuntos fiscais O Grupo de Trabalho sobre Assuntos Fiscais realizou três reuniões, nos dias 1 e 2 de abril de 2004, sob a presidência

Leia mais

Cobertura Universal em Saúde nas Américas:

Cobertura Universal em Saúde nas Américas: I FORO INTERNACIONAL SOBRE COBERTURA UNIVERSAL DE SAUDE E SISTEMAS DE COBERTURA UNIVERSA- BRASILIA 1 E 2 DE FEVEREIRO Cobertura Universal em Saúde nas Américas: Análise de Situação e Agenda da OPAS/OMS

Leia mais

Secretaria de Biodiversidade e Florestas

Secretaria de Biodiversidade e Florestas Secretaria de Biodiversidade e Florestas Gerência de Biodiversidade Aquática e Recursos Pesqueiros Haroldo Palo Jr Ana Paula Leite Prates O que é a Convenção de Ramsar? Convenção de Zonas Úmidas de Importância

Leia mais

Diálogo para o fomento da Democracia Social

Diálogo para o fomento da Democracia Social A FRIEDRICH-EBERT-STIFTUNG NAS REGIÕES AMÉRICA LATINA E CARIBE Diálogo para o fomento da Democracia Social IDÉIA E MISSÃO No séc. XXI, política de desenvolvimento será sinônimo de política da paz. A Divisão

Leia mais

ATIVIDADES DO SISTEMA DA CEPAL NO BIÊNIO 2008-2009 PARA PROMOVER E APOIAR A COOPERAÇÃO SUL-SUL

ATIVIDADES DO SISTEMA DA CEPAL NO BIÊNIO 2008-2009 PARA PROMOVER E APOIAR A COOPERAÇÃO SUL-SUL Distr. GERAL LC/G.2439(SES.33/10) 11 de maio de 2010 PORTUGUÊS ORIGINAL: ESPANHOL ATIVIDADES DO SISTEMA DA CEPAL NO BIÊNIO 2008-2009 PARA PROMOVER E APOIAR A COOPERAÇÃO SUL-SUL 2010-232 2 ÍNDICE Página

Leia mais

Parceria para Governo Aberto Open Government Partnership (OGP)

Parceria para Governo Aberto Open Government Partnership (OGP) Parceria para Governo Aberto Open Government Partnership (OGP) Fórum de Debates sobre Governo Aberto Transparência, Participação e Cidadania: Governo Aberto e o Poder Executivo Ministro Jorge Hage Sobrinho

Leia mais

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO

VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO VII. VIAGENS DO SECRETÁRIO-GERAL E DO SECRETÁRIO-GERAL ADJUNTO 140 Viagens do Secretário-Geral Conferência sobre o Sistema Interamericano São Domingos, República Dominicana, 2 e 3 de junho de 2005 Trigésimo

Leia mais

AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira

AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira 1- INTRODUÇÃO Divisão do continente americano por critério físico por critérios culturais Área da América Latina:

Leia mais

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013 BRIEF INSTITUCIONAL 2013 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

A lista que se segue mostra o sistema de definição de televisão standard utilizado na maioria dos Países do Mundo. American Forces Radio.

A lista que se segue mostra o sistema de definição de televisão standard utilizado na maioria dos Países do Mundo. American Forces Radio. SISTEMAS DE TV MUNDIAIS Países diferentes usam sistemas de TV diferentes. A diferença entre estes sistemas reside em parte na forma como a informação do sinal de cor é modulada com a informação de luminosidade

Leia mais

Descobertas Chave sobre a Disponibilidade de Informação do Orçamento

Descobertas Chave sobre a Disponibilidade de Informação do Orçamento Descobertas Chave O interesse em promover o acesso público às informações do orçamento do governo tem aumentado muito nestas duas últimas décadas. Este interesse reflete o entendimento dos cidadãos, de

Leia mais