CONTRATO DE MÚTUO. Assistido é o Participante ou seus beneficiários em gozo de Benefício de prestação continuada.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTRATO DE MÚTUO. Assistido é o Participante ou seus beneficiários em gozo de Benefício de prestação continuada."

Transcrição

1 Página 1 de 7 CONTRATO DE MÚTUO Cláusulas e Condições Gerais do Contrato de Mútuo que entre si fazem a Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social - VALIA e seus Participantes. Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social VALIA, Entidade Fechada de Previdência Complementar, sem fins lucrativos, com sede à Avenida das Américas, nº4430, 3º andar salas 301 e 302, Barra da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro - RJ, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas do Ministério da Fazenda, sob o número / , neste ato doravante denominada simplesmente VALIA, e, de outro, o Participante, devidamente qualificado no Termo de Requerimento de Mútuo (Anexo I), parte integrante deste Contrato para todos os efeitos legais, doravante denominado simplesmente MUTUÁRIO, resolvem celebrar o presente CONTRATO DE MÚTUO ( Contrato ), mediante as cláusulas e condições seguintes: DEFINIÇÕES: Para efeito deste Contrato, considera-se: Assistido é o Participante ou seus beneficiários em gozo de Benefício de prestação continuada. Benefício é a Suplementação de Aposentadoria por Invalidez; Renda de Aposentadoria Normal; Renda de Aposentadoria Antecipada; Suplementação de Auxílio-Doença; e a Renda ou Suplementação do Abono Anual. Mutuário é o Participante Ativo ou Autopatrocinado ou Assistido que recebe o Empréstimo mediante o presente Contrato. Participante é a pessoa física que adere a um dos Planos de Benefícios administrados pela Valia e esteja na condição de Participante Ativo ou Participante Autopatrocinado ou Participante Assistido. Patrocinador é a pessoa jurídica que tenha celebrado Convênio de Adesão aos Planos de Benefícios administrados pela VALIA. CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO 1.1 Constitui objeto do Contrato a concessão de empréstimo pela VALIA, em moeda corrente nacional, ao MUTUÁRIO, no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo, bem como observadas as disposições legais e normativas pertinentes, além dos termos do presente Contrato ( Empréstimo ). CLÁUSULA SEGUNDA DA CONCESSÃO DO EMPRÉSTIMO 2.1 O MUTUÁRIO reconhece o lançamento do Empréstimo realizado, por ordem da VALIA, por meio de crédito na conta corrente em que recebe o seu salário ou Benefício, como prova da efetivação da concessão do referido Empréstimo, para todos os fins.

2 Página 2 de Antes de lançado o crédito na conta corrente do MUTUÁRIO, a VALIA, por seu exclusivo critério, independentemente de aviso prévio, interpelação ou notificação judicial ou extrajudicial, poderá deixar de conceder o Empréstimo objeto do presente Contrato, não cabendo ao MUTUÁRIO, nessa hipótese, qualquer tipo de questionamento, nem tampouco reparação, resolvendo-se de pleno direito, com isso, este Contrato. 2.3 O MUTUÁRIO declara-se ciente de que o lançamento do crédito solicitado fica condicionado aos seguintes critérios, sem prejuízo de quaisquer outros que venham, a ser definidos pela VALIA: a) Existência de margem consignável na data da solicitação da concessão do Empréstimo; b) Inexistência de dívidas do MUTUÁRIO com a VALIA ou de litígio envolvendo, direta ou indiretamente, contratos de empréstimos anteriores celebrados entre as partes; c) Disponibilidade de recursos pela VALIA, na data da concessão do Empréstimo, na forma da legislação aplicadas às Entidades Fechadas de Previdência Complementar; d) Manutenção da condição de Participante Ativo ou Autopatrocinado ou Assistido até a data da efetivação do crédito na conta indicada pelo MUTUÁRIO, bem como inexistência de fato que, até a mesma data, revele a possibilidade de perda dessa condição. CLÁUSULA TERCEIRA DO VALOR DO EMPRÉSTIMO O valor do Empréstimo é aquele especificado no Termo de Requerimento de Mútuo O valor máximo permitido para concessão do Empréstimo será calculado com base na margem consignável, observado também o limite máximo para concessão deliberado pela VALIA, conforme suas políticas de investimentos vigentes. CLÁUSULA QUARTA DOS ENCARGOS FINANCEIROS E TRIBUTOS Sobre o valor principal do Empréstimo incidem e são de responsabilidade exclusiva do MUTUÁRIO os tributos pertinentes a este Contrato ( Tributos ), além de correção monetária e taxa de juros ( Encargos Financeiros ), sendo que tais Encargos Financeiros constam expressamente do Termo de Requerimento de Mútuo Caso ocorra o crédito na conta corrente do MUTUÁRIO antes do último dia do mês, serão acrescidos ao valor do Empréstimo os Tributos e Encargos Financeiros proporcionais ao período compreendido entre a data do crédito e o último dia do respectivo mês. 4.2 Caso o MUTUÁRIO liquide antecipadamente o Empréstimo antes do vencimento da primeira prestação, ao valor principal do Empréstimo serão acrescidos os Tributos e Encargos Financeiros pro rata die O indexador utilizado para a correção monetária do saldo devedor é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), considerando-se para fins de apuração o segundo mês anterior ao mês referente à prestação do pagamento do Empréstimo Caso o INPC deixe de ser apurado ou se a legislação superveniente vedar seu uso para os fins do presente Contrato, este índice será substituído pela VALIA por outro índice que reflita a variação inflacionária do período.

3 Página 3 de 7 CLÁUSULA QUINTA DO PRAZO DE VIGÊNCIA 5.1 A vigência do presente Contrato tem início na data do lançamento do Empréstimo por meio de crédito na conta corrente do MUTUÁRIO, devendo o Empréstimo ser amortizado no prazo previsto no Termo de Requerimento de Mútuo, ressalvado o disposto no item 7.5 da Cláusula Sétima deste Contrato O prazo máximo de amortização do Empréstimo fica limitado ao número de meses faltantes para o término do Benefício (i) dos Assistidos com aposentadoria de prazo certo, (ii) dos Assistidos com pensão de prazo certo, bem como (iii) dos Assistidos com pensão que completarem 24 (vinte e quatro) anos ou deixarem de cursar o ensino superior oficial ou reconhecido, este último tendo como parâmetro a validade da declaração do estabelecimento de ensino. CLÁUSULA SEXTA DO PAGAMENTO DO EMPRÉSTIMO 6.1 O pagamento do Empréstimo, Tributos e Encargos Financeiros será efetuado mediante o desconto do valor das prestações mensais e sucessivas, na forma pactuada, por meio de consignação em folha de pagamento na data do recebimento do seu salário ou Benefício, ou, na impossibilidade de realização da consignação, através de débito automático na conta corrente do MUTUÁRIO ou boleto bancário, a critério exclusivo da Valia, pelo que o MUTUÁRIO autoriza a VALIA a proceder ao desconto ou a cobrança nas formas mencionadas, expressamente, de forma irretratável e irrevogável, para todos os efeitos legais e contratuais. 6.2 Em razão da autorização da cobrança do valor das prestações do Empréstimo por meio de débito automático na conta corrente do MUTUÁRIO, este se obriga a manter saldo suficiente para quitação do valor correspondente. 6.3 O vencimento das parcelas para desconto do valor das prestações do Empréstimo dar-se-á no último dia de cada mês A cobrança do valor das prestações por meio de débito automático em conta corrente poderá ocorrer a partir do primeiro dia útil subsequente ao vencimento da prestação em atraso, a critério exclusivo da VALIA Se, por qualquer motivo, não for possível consignar em folha de pagamento ou debitar em conta corrente o valor das prestações do Empréstimo, ainda que parcialmente, o MUTUÁRIO poderá efetuar o pagamento através de solicitação de boleto bancário, por meio dos canais de atendimento da VALIA. 6.5 O MUTUÁRIO que não tiver o valor da prestação consignado em folha de pagamento, debitado em conta corrente ou não pagar mediante boleto bancário, ainda que não o tenha recebido, não se eximirá da obrigação do pagamento na data do vencimento, incidindo, em caso de atraso, as Penalidades previstas neste Contrato, independentemente de aviso, notificação judicial ou extrajudicial por parte da VALIA. 6.6 Caso o MUTUÁRIO deixe de ostentar, por qualquer motivo, a condição de Participante ou caso seu empregador perca a condição de Patrocinador, o MUTUÁRIO autoriza, de forma irretratável e irrevogável, para

4 Página 4 de 7 todos os efeitos legais e contratuais, que a VALIA permaneça descontando o valor das prestações do Empréstimo subsequentes por meio de consignação em folha de pagamento de salário junto ao seu novo empregador e/ou em folha de pagamento de Benefício percebido pelo MUTUÁRIO junto à nova entidade de previdência complementar à qual venha a se vincular ou, ainda, por meio de débito na conta corrente do MUTUÁRIO, ficando a critério exclusivo da VALIA a opção por uma dessas modalidades de cobrança. CLÁUSULA SÉTIMA DAS PENALIDADES 7.1 A impontualidade no pagamento do valor das prestações do Empréstimo na data de vencimento configura o inadimplemento. 7.2 Em caso de inadimplemento, sobre o valor da prestação atualizado monetariamente serão cobrados ( Penalidades ): a) multa de 2% (dois por cento); e, b) juros de mora de 1% a.m. (um por cento ao mês), calculados pro rata die, desde a data de vencimento das prestações inadimplidas até o seu efetivo pagamento. 7.3 O MUTUÁRIO concorda e autoriza que, configurado o inadimplemento, a VALIA poderá, a seu exclusivo critério, divulgar e encaminhar todos os documentos e informações cadastrais relativos ao Empréstimo a empresas de cobrança e advogados contratados, para fins de cobrança judicial ou extrajudicial, podendo, inclusive, inclui-lo em cadastros de restrição ao crédito A VALIA fica autorizada a promover a cobrança judicial da totalidade dos valores concedidos a título de Empréstimo, hipótese na qual o MUTUÁRIO, além do principal e dos Tributos e Encargos Financeiros, arcará com as despesas processuais, acrescidas de honorários advocatícios de 20% (vinte por cento) sobre o valor total da dívida atualizada. 7.4 Ocorrendo o inadimplemento, o MUTUÁRIO autoriza a VALIA a descontar o valor da prestação do Empréstimo em atraso, através de consignação em folha de pagamento de salário ou Benefício do MUTUÁRIO, conjuntamente com o valor da prestação dos meses em referência imediatamente subsequentes, até que o valor da prestação em atraso seja liquidado. 7.5 O MUTUÁRIO autoriza a VALIA, em caso de inadimplemento e impossibilidade da liquidação do valor do Empréstimo até a data prevista no Termo de Requerimento de Mútuo, a postergar o prazo deste Contrato para a liquidação do saldo devedor remanescente, mantendo as disposições referentes ao pagamento do empréstimo. CLÁUSULA OITAVA DA QUITAÇÃO ANTECIPADA O MUTUÁRIO poderá, a qualquer tempo, quitar totalmente o saldo devedor do Empréstimo, acrescido dos Tributos e Encargos Financeiros pertinentes calculados pro rata die. CLÁUSULA NONA DO VENCIMENTO ANTECIPADO POR INADIMPLEMENTO 9.1 O descumprimento de qualquer cláusula prevista neste Contrato, inclusive o inadimplemento no pagamento de quaisquer das prestações do Empréstimo, além dos casos previstos em lei, poderá ensejar, a exclusivo

5 Página 5 de 7 critério da VALIA, a resolução de pleno direito do Contrato e o vencimento antecipado da dívida, independentemente de aviso, notificação judicial ou extrajudicial, sujeitando-se o MUTUÁRIO à multa e demais consectários previstos na Cláusula Sétima deste Contrato. CLÁUSULA DÉCIMA ANTECIPAÇÃO DO SALDO DEVEDOR 10.1 A rescisão do contrato de trabalho ou perda da condição de dirigente do MUTUÁRIO ensejará a dedução do saldo devedor do Empréstimo sobre qualquer importância a ser recebida pelo MUTUÁRIO, incluída aquela recebida a título de Participação nos Lucros ou Resultados, bem como na ocorrência de Resgate, Portabilidade, recebimento de saldo de conta sob a forma de pagamento único ou recebimento em parcela única em caso de retirada de Patrocínio Na hipótese de saldo devedor remanescente do Empréstimo, após o procedimento previsto no 10.1, este será pago em prestações mensais e sucessivas de valor igual e nas mesmas condições estipuladas neste Contrato, com vencimento a partir do mês subsequente O MUTUÁRIO autoriza, desde logo, de forma irretratável e irrevogável, para todos os efeitos legais e contratuais, que em caso de rescisão do contrato de trabalho com a atual Patrocinadora e posterior admissão por quaisquer das Patrocinadoras da VALIA, a consignação em folha de pagamento das prestações referentes ao pagamento do Empréstimo, a partir da primeira data do recebimento do seu salário O MUTUÁRIO migrado para quaisquer dos planos mistos de Benefício, autoriza a VALIA, nas hipóteses aplicáveis, a deduzir o saldo devedor do Empréstimo das importâncias a que fizer jus a título de Resgate, bem como a título do total de contribuições atualizadas que tenha vertido ao Plano de Benefício Definido. CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA DAS DISPOSIÇÕES ESPECÍFICAS E GERAIS O MUTUÁRIO fica obrigado a comunicar à VALIA qualquer alteração em seus dados cadastrais indicados no Termo de Requerimento de Mútuo Caso não haja comunicação de qualquer mudança de endereço, serão considerados como recebidos, para todos os efeitos, os avisos, as notificações, as cartas, comunicações e outras correspondências enviadas por meio eletrônico ou impressas para o último endereço cadastrado do MUTUÁRIO, sem prejuízo da incidência das penalidades previstas neste Contrato Caso a conta corrente indicada para débito no Termo de Requerimento de Mútuo deste Contrato não esteja em uso normal ou tenha restrições, o MUTUÁRIO fica obrigado a informar imediatamente à VALIA os dados bancários de conta que esteja em uso normal e não tenha restrições, de modo a viabilizar, conforme o caso, a cobrança por débito na citada conta Caso inviabilizada a cobrança por débito na conta indicada no Termo de Requerimento de Mútuo em vista das razões mencionadas no item 11.3 supra, a VALIA poderá notificar o MUTUÁRIO a

6 Página 6 de 7 regularizar a informação de seus dados bancários, assinalando-lhe prazo de até 05 (cinco) dias para tal providência, sob pena de resolução do Contrato e vencimento antecipado da dívida Caso, notificado, o MUTUÁRIO não regularize a informação de seus dados bancários no prazo que lhe tenha sido assinalado, a VALIA poderá considerar o Contrato resolvido de pleno direito, com o vencimento antecipado da dívida, a incidência dos Tributos e Encargos Financeiros pertinentes e a possibilidade de cobrança, inclusive judicial, do valor devido Como garantia da liquidação do saldo devedor do Empréstimo em caso de óbito do MUTUÁRIO, a VALIA poderá inscrever o MUTUÁRIO nas apólices de seguro em grupo exclusivamente para esse fim, preservadas as condições financeiras previstas no Contrato Recebida a indenização do seguro, em caso de óbito, e sendo o respectivo montante suficiente para quitar o saldo devedor existente, a VALIA dará por satisfeito o Empréstimo objeto do presente Contrato. Não sendo suficiente o valor da indenização, o saldo devedor remanescente do Empréstimo será devido pelos sucessores do MUTUÁRIO, observado, inclusive, o disposto no item 11.5 desta Cláusula O MUTUÁRIO se obriga a cumprir os termos dos instrumentos que regem o Empréstimo por si e seus sucessores, autorizando, independentemente de qualquer outra formalidade, o desconto dos débitos de Empréstimo das importâncias não recebidas em vida do Participante Assistido, quando do pagamento a seus beneficiários habilitados, no caso de morte do MUTUÁRIO Eventual tolerância pela VALIA no que toca à inexecução das obrigações deste Contrato pelo MUTUÁRIO representa mera liberalidade, não consistindo em moratória ou novação, nem tampouco implicando na renúncia de direitos e obrigações exigíveis O MUTUÁRIO atesta, para todos os fins legais, a plena veracidade, legitimidade e fidedignidade das informações e documentos que forneceu à VALIA, quando do seu requerimento para a habilitação do Empréstimo, estando ciente da responsabilidade civil e penal advindas de informações e documentos parcialmente ou totalmente inverídicos, incorretos, ilegítimos ou não autênticos Na hipótese de MUTUÁRIO, na condição de Assistido, que tenha optado pelo recebimento de Benefício considerando a renda mensal por prazo certo, e que, posteriormente, altere a sua opção para prazo certo inferior ao prazo anteriormente escolhido, fica autorizada, desde já, a redução do prazo ora contratado para o Empréstimo, de modo a que este não ultrapasse o prazo de recebimento de Benefício por prazo certo pago pela VALIA Nesta hipótese, o valor das parcelas será revisto, de modo a ser compatibilizado com o novo prazo do Empréstimo, mantendo-se as demais condições contratuais.

7 Página 7 de O MUTUÁRIO fica ciente de que todas as ligações telefônicas mantidas entre ele e a VALIA, relacionadas com a solicitação do Empréstimo, cobrança de prestações ou valores em débito poderão ser gravadas, constituindo-se meio de prova judicial ou extrajudicial Para dirimir qualquer questão deste Contrato, bem como de eventuais aditivos, fica eleito o foro da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro, renunciando ambas as partes a qualquer outro, por mais privilegiado que seja. E, por estarem de pleno acordo com as cláusulas e condições deste Contrato, que se encontra devidamente registrado no Cartório de Registro de Títulos e Documentos do Estado do Rio de Janeiro, cujo conhecimento e cópia é dada ao MUTUÁRIO, firmam o Contrato de Mútuo consoante as condições específicas, assinando-o em duas vias, de igual teor, na presença de duas testemunhas que também o assinam, dando expressa ciência e concordância ao inteiro teor do presente.

CONTRATO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO COM FINALIDADE ESPECÍFICA

CONTRATO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO COM FINALIDADE ESPECÍFICA CONTRATO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO COM FINALIDADE ESPECÍFICA CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS DO BANCO DO BRASIL, entidade fechada de previdência complementar, com sede na Praia de Botafogo, nº

Leia mais

1 - A MUTUANTE concede ao MUTUÁRIO um empréstimo no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo.

1 - A MUTUANTE concede ao MUTUÁRIO um empréstimo no valor, prazo e demais condições indicadas no Termo de Requerimento de Mútuo. Folha 1 DE 6 Cláusulas e Condições Gerais do Contrato de Mútuo que entre si fazem a Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social - VALIA e seus participantes na forma do seu Regulamento Básico. Fundação

Leia mais

matrícula, inscrito(a) no CPF sob o n.º

matrícula, inscrito(a) no CPF sob o n.º CONTRATO DE MÚTUO, EMPRÉSTIMO FUNCEF NA MODALIDADE DE CREDINÂMICO 13º SALÁRIO FEVEREIRO QUE ENTRE SI FAZEM AS PARTES ABAIXO IDENTIFICADAS, NAS CONDIÇÕES QUE SE SEGUEM: SÃO PARTES DESTE CONTRATO: A FUNDAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO EMPRÉSTIMO CASANPREV

REGULAMENTO EMPRÉSTIMO CASANPREV REGULAMENTO EMPRÉSTIMO CASANPREV 1 CAPÍTULO I Do Objeto Art. 1º Este documento, doravante denominado Regulamento de Empréstimo, estabelece os direitos e as obrigações da CASANPREV, dos Participantes, Assistidos

Leia mais

PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) Nome. Matrícula Lotação Tel. Comercial. Email: Carteira de Identidade CPF

PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) Nome. Matrícula Lotação Tel. Comercial. Email: Carteira de Identidade CPF ELETRA - FUNDAÇÃO CELG DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA www.eletra.org.br - versão: 05/2015 12.08.2015 - pág.: 1 PROPOSTA DE EMPRÉSTIMO MODALIDADE PRÉ-FIXADO (Preenchimento Obrigatório) ( ) ATIVO ( ) APOSENTADO

Leia mais

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL. Empresa: Matrícula: Telefone: ( ) Renegociação? ( ) NÃO ( ) SIM Novo Contrato:

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL. Empresa: Matrícula: Telefone: ( ) Renegociação? ( ) NÃO ( ) SIM Novo Contrato: CONTRATO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL Nome do Participante/Assistido: Empresa: Matrícula: Telefone: ( ) Valor do Empréstimo: Quantidade de Prestações: Renegociação? ( ) NÃO ( ) SIM Novo Contrato: Valor liquido

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 1. FINALIDADE 1.1. Este Regulamento tem por finalidade disciplinar as concessões de empréstimos aos Participantes do Plano de Benefícios JMalucelli, administrado pelo

Leia mais

Credfaz Servidor Federal

Credfaz Servidor Federal COOPERATIVA DE CRÉDITO DO SERVIDOR FEDERAL LTDA. SICOOB CREDFAZ SERVIDOR FEDERAL Credfaz Servidor Federal Edifício CREDFAZ - SCS - Quadra 05 Bloco C - Ent. 165/9 - CEP 70305-921 - Brasília - Fone: 61 3035

Leia mais

Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III

Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III Norma do Empréstimo Pré-fixado Plano Prece III Sumário - Objetivo -1/6 - Conceitos Básicos -1/6 - Competências - 2/6 - Condições para o Financiamento - 2/6 - Disposições Gerais - 6/6 - Vigência - 6/6 Objetivo.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS À PROPOSTA DE CONTRATAÇÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MEDIANTE CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTOS

CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS À PROPOSTA DE CONTRATAÇÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MEDIANTE CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTOS CONDIÇÕES GERAIS APLICÁVEIS À PROPOSTA DE CONTRATAÇÃO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL MEDIANTE CONSIGNAÇÃO EM FOLHA DE PAGAMENTOS As Condições Gerais aqui estabelecidas são parte integrante e indissociável da Proposta

Leia mais

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO PARCELADO

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO PARCELADO CLÁUSULAS GERAIS que regem o Contrato de Abertura de Crédito Parcelado, tendo de um lado o BRB - BANCO DE BRASÍLIA S.A., com sede em Brasília, Capital Federal, inscrito no CNPJ/MF sob o número 00.000.208/0001-00,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CENTRO REGIONAL DE CULTURA, inscrito no CNPJ/MF sob o nº 17.860.164/0001-91, com sede na Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves nº 45, bairro Avenida, CEP

Leia mais

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física

Cédula de Crédito Bancário Abertura de Crédito Pessoa Física Cédula nº: Valor: Data da emissão: Data do vencimento: 1. EMITENTE(S): 1.1 Nome: 1.2 RG: 1.3 CPF/MF - CNPJ/MF: E os coemitentes, demais titulares da conta corrente ao final nomeados, todos qualificados

Leia mais

O mútuo, objeto deste contrato, será concedido conforme condições que se seguem:

O mútuo, objeto deste contrato, será concedido conforme condições que se seguem: SÃO PARTES DESTE CONTRATO: CONTRATO DE EMPRÉSTIMO FUNCEF NA MODALIDADE DE CREDINÂMICO FUNCEF 13º SALÁRIO QUE ENTRE SI FAZEM AS PARTES ABAIXO IDENTIFICADAS, NAS CONDIÇÕES QUE SE SEGUEM: A FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS

Leia mais

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL Nº DA CÉDULA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) (S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL RENAVAN CHASSI PLACA NOTA FISCAL (CASO VEÍCULO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GESTÃO DE PAGAMENTOS DO SISTEMA AUTO EXPRESSO ATRAVÉS DE TAG PLANO PRÉ-PAGO LIVRE e PLANO PRÉ-PAGO ESCOLHA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GESTÃO DE PAGAMENTOS DO SISTEMA AUTO EXPRESSO ATRAVÉS DE TAG PLANO PRÉ-PAGO LIVRE e PLANO PRÉ-PAGO ESCOLHA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE GESTÃO DE PAGAMENTOS DO SISTEMA AUTO EXPRESSO ATRAVÉS DE TAG PLANO PRÉ-PAGO LIVRE e PLANO PRÉ-PAGO ESCOLHA Por este instrumento, o CLIENTE, qualificado na respectiva

Leia mais

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CREDI-RÁPIDO CLIENTE - 1º TITULAR CPF CÓD. DA AGÊNCIA CLIENTE - 2º TITULAR CPF NÚMERO DA CONTA

CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CREDI-RÁPIDO CLIENTE - 1º TITULAR CPF CÓD. DA AGÊNCIA CLIENTE - 2º TITULAR CPF NÚMERO DA CONTA CLÁUSULAS GERAIS DO CONTRATO DE CREDI-RÁPIDO CLIENTE - 1º TITULAR CPF CÓD. DA AGÊNCIA CLIENTE - 2º TITULAR CPF NÚMERO DA CONTA CLÁUSULAS GERAIS, que regem o Contrato de Abertura de Credi-Rápido, que são

Leia mais

Tem entre si, certo e ajustado, o presente CONTRATO, que será regido pelas seguintes cláusulas e condições:

Tem entre si, certo e ajustado, o presente CONTRATO, que será regido pelas seguintes cláusulas e condições: ADMINISTRADORA DE CARTÕES LTDA. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO E DE FORNECIMENTO DE CARTÃO REFEIÇÃO Por este instrumento e na melhor forma de direito, de um lado, MAXXCARD ADMINISTRADORA

Leia mais

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições:

CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS. I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: CONTRATO DE EMISSÃO E UTILIZAÇÃO DO CARTÃO DE COMPRAS I -DEFINIÇÕES: para os fins deste CONTRATO, serão adotadas as seguintes definições: a) PASSA TEMPO ADMINISTRADORA DE CARTÃO LTDA., com sede na Rua

Leia mais

a seguir denominadas individualmente de Parte e em conjunto de Partes.

a seguir denominadas individualmente de Parte e em conjunto de Partes. TERMO DE COMPROMISSO CELEBRADO ENTRE A EMPRESA TELECOMUNCIAÇÕES LTDA E A TELEFÔNICA BRASIL S.A. TELEFÔNICA EMPRESA., inscrita no CNPJ sob o nº 00.000.000/0001-91, com sede na Rua YYY,, n nn, na cidade

Leia mais

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS ÍNDICE 1.0 - DOS EMPRÉSTIMOS...Página 2 2.0 - DA MODALIDADE... 2 3.0 - DOS LIMITES... 2 4.0 - DA CONCESSÃO... 3 5.0 - DOS PRAZOS... 4 6.0 - DA AMORTIZAÇÃO... 4

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE MÚTUO PARA CONCESSÃO FAAES- FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR

CONTRATO PARTICULAR DE MÚTUO PARA CONCESSÃO FAAES- FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR CONTRATO PARTICULAR DE MÚTUO PARA CONCESSÃO FAAES- FUNDO DE APOIO AO ACADÊMICO DO ENSINO SUPERIOR CONTRATO (2013/2) MUTUANTE: ASSOCIAÇÃO JUINENSE DO ENSINO SUPERIOR DO VALE DO JURUENA - AJES, inscrita

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA - PARCELADO -

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA - PARCELADO - INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA - PARCELADO - 1 LOTE Nº: I PROMITENTE VENDEDOR II PROMITENTE COMPRADOR III IMÓVEL A SITUAÇÃO DO IMÓVEL ( ) OCUPADO ( ) DESOCUPADO ( ) FRAÇÃO IDEAL IV

Leia mais

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO

CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO CLAÚSULAS E CONDIÇÕES DO EMPRÉSTIMO ANTECIPAÇÃO DO DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Pres. Juscelino Kubitschek,

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO Art. 1º Este documento, doravante denominado Regulamento de Empréstimo, estabelece os direitos e as obrigações da Boticário Prev, dos Participantes e Assistidos, para a concessão

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV.

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV. REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTE DO PLANO DE BENEFICIO CEBPREV. Sumário Capítulo I Da finalidade...1 Capítulo II - Dos contratantes...1 Capítulo III - Dos limites individuais...2 Capítulo IV -

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CCB

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO CCB CRÉDITO PROPOSTA CONSIGNADO DE CRÉDITO - CONSIGNADO ASSOCIADO: Nome: Conta Corrente Nº: CPF/CNPJ: Sigla: Matrícula na empresa: Carteira de Identidade: Órgão emissor: Endereço: CEP: Cidade: UF: E-mail:

Leia mais

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições:

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições: CONTRATO DE MÚTUO Prelo presente instrumento particular, [O Estudante, pessoa física proponente de empréstimo com determinadas características ( Proposta )], identificado e assinado no presente contrato

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATANTE : ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE ASSISTENTES SOCIAIS DO PODER JUDICIÁRIO ACASPJ, pessoa jurídica, estabelecida no endereço em São José do Cedro/SC, cito à Av. Salgado

Leia mais

E, matrícula, inscrito no CPF sob o n.º doravante denominado MUTUÁRIO.

E, matrícula, inscrito no CPF sob o n.º doravante denominado MUTUÁRIO. CONTRATO DE MÚTUO, EMPRÉSTIMO FUNCEF NA MODALIDADE DE NOVO CREDINÂMICO FUNCEF VARIÁVEL QUE ENTRE SI FAZEM AS PARTES ABAIXO IDENTIFICADAS, NAS CONDIÇÕES QUE SE SEGUEM: SÃO PARTES DESTE CONTRATO: A FUNDAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO PLANO BENEFÍCIO PREV-RENDA.

REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO PLANO BENEFÍCIO PREV-RENDA. REGULAMENTO A CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DE EMPRÉSTIMO SIMPLES AOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS DO PLANO BENEFÍCIO PREV-RENDA. Índice Capítulo I Da Carteira de Empréstimo Simples... 3 Capítulo II Dos Recursos

Leia mais

CONTRATO PARA CONCESSÃO DE ANTECIPAÇÃO DE CRÉDITO, MEDIANTE DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO

CONTRATO PARA CONCESSÃO DE ANTECIPAÇÃO DE CRÉDITO, MEDIANTE DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO CONTRATO PARA CONCESSÃO DE ANTECIPAÇÃO DE CRÉDITO, MEDIANTE DESCONTO EM FOLHA DE PAGAMENTO São partes neste Contrato: 1. PROCIDADES COMÉRCIO E SERVIÇOS DE APOIO LTDA, pessoa jurídica de direito privado

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA

INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA INSTRUMENTO PARTICULAR DE ESCRITURA DA QUARTA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE SUBORDINADA, DA AUTOPISTA FLUMINENSE S.A. 19 de outubro de 2015 INSTRUMENTO PARTICULAR

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO MENSAL FIXO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO MENSAL FIXO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO MENSAL FIXO Pelo presente instrumento particular, a TELEFÔNICA DATA S/A, empresa com sede na Cidade de Barueri, Estado de São Paulo, na Avenida Tamboré,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS Pelo presente instrumento particular (doravante denominado Contrato ), devidamente registrado no 1º Oficial de Registro de Títulos e Documentos e Civil de

Leia mais

As Partes têm justo e acertado o presente Contrato, que se regerá pelas seguintes disposições contratuais:

As Partes têm justo e acertado o presente Contrato, que se regerá pelas seguintes disposições contratuais: CONTRATO DE UTILIZAÇÃO DE CANAL PERMANENTE EM TV A CABO São partes no presente Contrato de Utilização de Canal Permanente em TV a Cabo ( Contrato ), doravante denominadas, conjuntamente, Partes e, separadamente,

Leia mais

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO COM CRÉDITO PRÉ-APROVADO

CONTRATO DE EMPRÉSTIMO COM CRÉDITO PRÉ-APROVADO PÁGINA 1/7 CONTRATO DE EMPRÉSTIMO Dados do Contratante Nome: CPF: - Carteira de Identidade: Órgão: Matrícula: - Endereço: Bairro: Cidade: UF: CEP: - Estado Civil: Profissão: Empresa: Lotação: Banco: Agência:

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO 0800 PROGRESSIVO CLÁUSULA PRIMEIRA DOCUMENTO INTEGRANTE DO CONTRATO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO 0800 PROGRESSIVO CLÁUSULA PRIMEIRA DOCUMENTO INTEGRANTE DO CONTRATO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO 0800 PROGRESSIVO Pelo presente instrumento, de um lado a TELEFÔNICA BRASIL S.A., inscrita no CNPJ/MF sob o nº. 02.558.157/0001-62, com sede na Av. Engenheiro Luiz Carlos

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL 1. OBJETIVO Estabelecer as condições, critérios e normas de concessão de Empréstimo Pessoal aos participantes da PREVICEL Previdência Privada da CELEPAR, obedecendo as disposições legais vigentes sobre

Leia mais

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA

REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA REGULAMENTO DE EMPRÉSTIMO PESSOAL GERDAU PREVIDÊNCIA Capítulo I Da Finalidade Artigo 1 - O presente Regulamento de Empréstimo Pessoal, doravante denominado Regulamento, tem por finalidade definir normas

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇAO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO Regiões I e II do Plano Geral de Outorgas PGO

CONTRATO DE PRESTAÇAO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO Regiões I e II do Plano Geral de Outorgas PGO CONTRATO DE PRESTAÇAO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO Regiões I e II do Plano Geral de Outorgas PGO Pelo presente instrumento, na melhor forma de direito, de um lado TELEFÔNICA BRASIL S.A., prestadora

Leia mais

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01

MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01 2 MODELO DE REGULAMENTO DE PLANO NA MODALIDADE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA CD 01 Brasília - DF Março/2015 3 Sumário GLOSSÁRIO... 5 CAPÍTULO

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE EMISSÃO DE FIANÇA E OUTRAS AVENÇAS

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE EMISSÃO DE FIANÇA E OUTRAS AVENÇAS Pelo presente instrumento, as partes: A BANCO BRADESCO S.A., com sede na Cidade de Deus, Município e Comarca de Osasco SP, inscrito no CNPJ/MF sob nº 60.746.948/0001 12, doravante denominado FIADOR; B...,

Leia mais

Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados.

Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados. INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO E ENVIO DO CONTRATO DE ABERTURA DE CRÉDITO ELETRÔNICO Este Contrato contém 5 (cinco) páginas que deverão ser lidas e preenchidas nos itens abaixo relacionados. página 1/5 -

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA DE USO E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SOFTWARE

CONTRATO DE LICENÇA DE USO E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SOFTWARE CONTRATO DE LICENÇA DE USO E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SOFTWARE I DA IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTES: CONTRATANTE:... Ltda, com sede na cidade de..., na Rua..., nº...,... andar, Condomínio Edifício...,

Leia mais

REGULAMENTO DA CARTEIRA DE EMPRÉSTIMO BÁSICO

REGULAMENTO DA CARTEIRA DE EMPRÉSTIMO BÁSICO Rev. 01 Data: 21/05/2014 Página 1 de 8 CAPÍTULO I DEFINIÇÕES Art. 1º - Para fins de aplicação deste Regulamento, o masculino incluirá o feminino e o singular incluirá o plural, a menos que o contexto indique

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO SANTANDER PARCELADO

CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO SANTANDER PARCELADO CLÁUSULAS E CONDIÇOES DO SANTANDER PARCELADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, o BANCO SANTANDER (BRASIL) S/A, com sede na Av. Juscelino Kubitscheck, 2041, São Paulo/SP, inscrito no CNPJ/MF

Leia mais

NOSSA FAMÍLIA Escola de Educação Infantil Ltda.

NOSSA FAMÍLIA Escola de Educação Infantil Ltda. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS Pelo presente instrumento particular de CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, de uma lado, a NOSSA FAMÍLIA ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL LTDA, com sede na Avenida

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E OUTRAS AVENÇAS EQUATORIAL NEGÓCIOS INTELIGENTES LTDA, com sede em Goiânia/GO, à av. Paranaíba nº 538 Setor Central, inscrita no CNPJ nº 09.416.292/0001-12, neste ato

Leia mais

REGULAMENTO EMPRÉSTIMO CASANPREV

REGULAMENTO EMPRÉSTIMO CASANPREV REGULAMENTO EMPRÉSTIMO CASANPREV 1/9 CAPÍTULO I Do Objeto Art. 1º Este documento, doravante denominado Regulamento de Empréstimo, estabelece os direitos e as obrigações da CASANPREV, dos Participantes,

Leia mais

FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO

FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO OABPrev-SP REGULAMENTO ÍNDICE CAPÍTULO I DO OBJETO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRA ESTRUTRA E DE TELEFONIA. Pelo presente instrumento particular de Contrato de Prestação de Serviços de Telefonia (doravante designado simplesmente Contrato ) o

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES. 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples.

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES. 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples. REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS SIMPLES 1 OBJETIVO 1.1 Estabelecer as diretrizes para a concessão de empréstimo simples. 2 CONCESSÃO 2.1 O empréstimo simples poderá ser concedido exclusivamente

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE VOZ SOBRE PROTOCOLO DE INTERNET VOIP PHONEX

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE VOZ SOBRE PROTOCOLO DE INTERNET VOIP PHONEX CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE VOZ SOBRE PROTOCOLO DE INTERNET VOIP PHONEX São partes deste Contrato: O CLIENTE devidamente qualificado na Proposta Comercial PHONEX parte integrante deste contrato,

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO CAPÍTULO I - DO OBJETO Art. 1º - Este Regulamento estabelece os direitos e as

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS DO ADVOGADO CAPÍTULO I - DO OBJETO Art. 1º - Este Regulamento estabelece os direitos e as REGULAMENTO FUNDO DE PENSÃO MULTIPATROCINADO DA SECCIONAL DE SÃO PAULO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL E DA CAASP CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO OABPrev-SP/CE ÍNDICE Capítulo I - DO OBJETIVO

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA CONTRATO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CONTRATADA: Universidade

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA. DEFINIÇÕES

CLÁUSULA PRIMEIRA. DEFINIÇÕES SINOPSE DO CONTRATO N AMN-002/2014, CELEBRADO ENTRE O ABRIGO DO MARINHEIRO (AMN) E A QUALICORP ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS S/A, PARA ADMINISTRAÇÃO DE BENEFÍCIOS, VISANDO À CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO DOS TERMOS DO PRESENTE CONTRATO.

CONTRATO DE ADESÃO DOS TERMOS DO PRESENTE CONTRATO. CONTRATO DE ADESÃO DOS TERMOS DO PRESENTE CONTRATO. São sujeitos deste contrato: A empresa PEOPLE CLUB. PEOPLECLUB LTDA., inscrita no CNPJ/MF sob o n. 19.308.938/0001-00, com sede à Av. Perimetral esq.

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE POR TEMPO INDETERMINADO COM ATUALIZAÇÕES

CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE POR TEMPO INDETERMINADO COM ATUALIZAÇÕES JIVA GESTÃO DE NEGÓCIOS LTDA.(LICENCIANTE), inscrita no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica sob o nº 10.276.926/0001-68, com sede na Av. Marcos de Freitas Costa, nº 309, Bairro Daniel Fonseca, Uberlândia/MG.;

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CURSOS PREPARATÓRIOS PARA CONCURSO - MODALIDADE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CURSOS PREPARATÓRIOS PARA CONCURSO - MODALIDADE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CURSOS PREPARATÓRIOS PARA CONCURSO - MODALIDADE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA Pelo presente Instrumento Particular de Contrato de Prestação de Serviços Educacionais,

Leia mais

- PROJETO CRESCER - - CONTRATO DE INCLUSÃO - QUE ENTRE SI CELEBRAM O SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE SCPA E.

- PROJETO CRESCER - - CONTRATO DE INCLUSÃO - QUE ENTRE SI CELEBRAM O SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE SCPA E. - PROJETO CRESCER - - CONTRATO DE INCLUSÃO - QUE ENTRE SI CELEBRAM O SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE SCPA E. SINDICATO DOS CONTABILISTAS DE PORTO ALEGRE com sede na Rua Riachuelo 1.641 1º andar,

Leia mais

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições:

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições: CONTRATO DE MÚTUO Prelo presente instrumento particular, [O Estudante, pessoa física proponente de empréstimo com determinadas características ( Proposta )], identificado e assinado no presente contrato

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTRUÇÃO DE SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTRUÇÃO DE SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONSTRUÇÃO DE SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO Pelo presente instrumento particular de constituição de sociedade se constitui a "SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO", formada

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE PROGRAMA DE COMPUTADOR

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE PROGRAMA DE COMPUTADOR Registro n 1662344 LOJA DE APLICATIVOS V.01.2011 INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE PROGRAMA DE COMPUTADOR 1. DO OBJETO DO CONTRATO... 4 2. DO PRAZO DO PRESENTE CONTRATO... 4 3. DO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO O presente Contrato de Prestação de Serviços ( Contrato ) é celebrado de um lado por (a) DATORA TELECOMUNICAÇÕES LTDA., com sede na,, Saquarema,

Leia mais

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO

CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO I EMITENTE e assim doravante designado(a): CNPJ/CPF n : II AVALISTA(S) e assim doravante designado(s): 1. CNPJ/CPF n : 2. CNPJ/CPF n : 3. CNPJ/CPF n : III GARANTIDOR(A) e assim doravante designado(a):

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LOCAL PLANOS DE SERVIÇO CLARO FIXO.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LOCAL PLANOS DE SERVIÇO CLARO FIXO. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DO SERVIÇO TELEFÔNICO FIXO COMUTADO NA MODALIDADE LOCAL PLANOS DE SERVIÇO CLARO FIXO. Objeto O objeto do presente Contrato é a prestação, pela EMBRATEL, do Serviço Telefônico Fixo

Leia mais

Regulamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual

Regulamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual Regulamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade disciplinar o funcionamento da Carteira de Empréstimo - Antecipação do Abono Anual,

Leia mais

AGROS INSTITUTO UFV DE SEGURIDADE SOCIAL. Regulamento do Plano de Instituidor AGROS CD-01

AGROS INSTITUTO UFV DE SEGURIDADE SOCIAL. Regulamento do Plano de Instituidor AGROS CD-01 AGROS INSTITUTO UFV DE SEGURIDADE SOCIAL Regulamento do Plano de Instituidor AGROS CD-01 Viçosa Minas Gerais Fevereiro/2008 Índice Página Glossário - Capítulo II Das Definições... 3 Nome do Plano de Benefícios

Leia mais

CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO

CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO CONTRATO DE CRÉDITO PRÉ-APROVADO Por este instrumento e na melhor forma de direito, a COOPERATIVA, doravante designada simplesmente COOPERATIVA, neste ato devidamente representada na forma de seu Estatuto

Leia mais

RASCUNHO INSTRUMENTO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PREÂMBULO 1. OBJETO 2. E-MAIL MARKETING

RASCUNHO INSTRUMENTO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PREÂMBULO 1. OBJETO 2. E-MAIL MARKETING INSTRUMENTO PARTICULAR DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE E-MAIL MARKETING Pelo presente instrumento e na melhor forma de direito, de um lado,, pessoa jurídica/física, inscrita no CNPJ/CPF sob o nº, com sede/endereço

Leia mais

SHLN Setor Hospitalar Local Norte Bl L sala 401 Centro Clínico Norte II. Asa Norte. Brasília/DF 70.770-905 Página 1

SHLN Setor Hospitalar Local Norte Bl L sala 401 Centro Clínico Norte II. Asa Norte. Brasília/DF 70.770-905 Página 1 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS DO CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM MEDICINA DO TRABALHO Aluno(a): CPF: RG: DN: / / Domicílio: Bairro: Cidade: Estado: Tel: E mail: Pelo presente instrumento particular

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE VEICULAÇÃO DE ANUNCIOS PUBLICITÁRIOS

TERMOS E CONDIÇÕES DE VEICULAÇÃO DE ANUNCIOS PUBLICITÁRIOS TERMOS E CONDIÇÕES DE VEICULAÇÃO DE ANUNCIOS PUBLICITÁRIOS 1. CONDIÇÕES 1.1. Rede Paraná Notícias Ltda(aRede) é proprietário de uma estrutura de serviços relacionados à Internet, os quais envolvem o fornecimento,

Leia mais

Contrato de Comodato de Equipamentos

Contrato de Comodato de Equipamentos Contrato de Comodato de Equipamentos ELITEINFOR com sede na Cidade de Lagoa Grande / PE, na Rua Joaquim Nabuco, 175, Centro, CEP: 56395-000, inscrita no CNPJ sob n.º 13.636.627/0001-85, doravante denominado

Leia mais

CONTRATO QUE DISCIPLINA A CONSTITUIÇÃO E O FUNCIONAMENTO DE GRUPOS DE CONSÓRCIO REFERENCIADOS EM BENS IMÓVEIS.

CONTRATO QUE DISCIPLINA A CONSTITUIÇÃO E O FUNCIONAMENTO DE GRUPOS DE CONSÓRCIO REFERENCIADOS EM BENS IMÓVEIS. CONTRATO QUE DISCIPLINA A CONSTITUIÇÃO E O FUNCIONAMENTO DE GRUPOS DE CONSÓRCIO REFERENCIADOS EM BENS IMÓVEIS. Cláusula 1ª - A Proposta de Adesão é o instrumento pelo qual o proponente, doravante denominado

Leia mais

VIGÊNCIA: 19/11/2014. (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014)

VIGÊNCIA: 19/11/2014. (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014) VIGÊNCIA: 19/11/2014 (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014) SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 3 2 DEFINIÇÕES... 3 3 - LIMITE DE CRÉDITO... 4 4 - ENCARGOS FINANCEIROS, ADMINISTRATIVO E

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS Pelo presente instrumento particular de CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS ( Contrato ), a ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA., devidamente inscrita

Leia mais

Segurança para quem você ama. Regulamento

Segurança para quem você ama. Regulamento Segurança para quem você ama. Regulamento Bem-vindo, novo participante! É com satisfação que recebemos sua adesão ao Família Previdência, plano desenhado para oferecer uma complementação de aposentadoria

Leia mais

TELENSAT CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MONITORAMETO WWW.TELENSAT.COM.BR 98 3304-4692. Rastreamento e Gestão de Frotas

TELENSAT CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MONITORAMETO WWW.TELENSAT.COM.BR 98 3304-4692. Rastreamento e Gestão de Frotas CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MONITORAMETO 98 3304-4692 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE RASTREAMENTO E MONITORAMENTO VEICULAR COM EMISSÃO DE SINAIS PARA BLOQUEIO DE VEÍCULO À DISTÂNCIA e CONTRATO

Leia mais

REDE VITAL HELP CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO

REDE VITAL HELP CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO REDE VITAL HELP CONTRATO DE CREDENCIAMENTO E ADESÃO DE ESTABELECIMENTO Por este instrumento particular, a Empresa devidamente qualificada na respectiva Proposta de Adesão e Credenciamento de Estabelecimentos

Leia mais

CAGEPREV - REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS

CAGEPREV - REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS 1 - OBJETIVO CAGEPREV - REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS 1.1 Estabelecer normas para concessão de empréstimos aos participantes ativos e assistidos. 2 - QUALIFICAÇÃO PARA O EMPRÉSTIMO 2.1 Ser

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AO SISTEMA SOROVALE DE BENEFÍCIOS - ALIMENTAÇÃO

CONTRATO DE ADESÃO AO SISTEMA SOROVALE DE BENEFÍCIOS - ALIMENTAÇÃO CONTRATO DE ADESÃO AO SISTEMA SOROVALE DE BENEFÍCIOS - ALIMENTAÇÃO Pelo presente contrato e na melhor forma de direito, as Partes, de um lado, SOROVALE ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS E CONVÊNIOS S/A, pessoa

Leia mais

CONTRATO DE CREDENCIAMENTO DE FORNECEDORES

CONTRATO DE CREDENCIAMENTO DE FORNECEDORES CONTRATO DE CREDENCIAMENTO DE FORNECEDORES São partes neste Contrato: 1. PROCIDADES COMÉRCIO E SERVIÇOS DE APOIO LTDA, pessoa jurídica de direito privado inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídicas

Leia mais

Quadro 5 Número de Vias deste Contrato Total: 2 (duas) vias Vias da ELETROBRAS: 1 (uma) via Vias da Contratante: 1 (uma) via

Quadro 5 Número de Vias deste Contrato Total: 2 (duas) vias Vias da ELETROBRAS: 1 (uma) via Vias da Contratante: 1 (uma) via CONTRATO PARA LICENÇA DE USO DE MÓDULO EXECUTÁVEL DE PROGRAMA COMPUTACIONAL QUE ENTRE SI FAZEM A CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS - ELETROBRÁS E A CONTRATANTE ABAIXO CARACTERIZADA. ECE-EGP-XXX/20XX Quadro

Leia mais

Norma do Programa de Empréstimo Pessoal TECHNOS

Norma do Programa de Empréstimo Pessoal TECHNOS Norma do Programa de Empréstimo Pessoal TECHNOS SUMÁRIO CAPÍTULO I - DA FINALIDADE...3 CAPÍTULO II - DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS...3 CAPÍTULO III - DOS CRITÉRIOS PARA CONCESSÕES...4 CAPÍTULO IV - DOS

Leia mais

CAIXA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA AOS FUNCIONÁRIOS DO BANPARÁ S/A.

CAIXA DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA AOS FUNCIONÁRIOS DO BANPARÁ S/A. ÍNDICE GERAL GLOSSÁRIO...4 CAPÍTULO I OBJETIVO...6 CAPÍTULO II MEMBROS DO PREV-RENDA...6 SEÇÃO I PATROCINADORES...6 SEÇÃO II PARTICIPANTES...7 SEÇÃO III BENEFICIÁRIOS...7 SEÇÃO IV ASSISTIDOS...8 CAPÍTULO

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TV VIA CABO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TV VIA CABO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE TV VIA CABO Pelo presente instrumento particular, de um lado TV CABO CENTRO MINAS SERVIÇOS LTDA, estabelecida na Cidade de Patos de Minas, Estado de Minas Gerais, na

Leia mais

CONTRATO ASSOCIATIVO QUE DEFINE DIRETRIZES PARA AS RELAÇÕES ENTRE ASSOCIADOS E ACIME

CONTRATO ASSOCIATIVO QUE DEFINE DIRETRIZES PARA AS RELAÇÕES ENTRE ASSOCIADOS E ACIME CONTRATO ASSOCIATIVO QUE DEFINE DIRETRIZES PARA AS RELAÇÕES ENTRE ASSOCIADOS E ACIME CLÁUSULA PRIMEIRA OBJETO Art. 1 Este Contrato Associativo destina-se a regular as relações entre a ACIME e seus Associados,

Leia mais

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS

CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO DE OPERAÇÕES E CUSTÓDIA EM MERCADOS ADMINISTRADOS E OUTRAS AVENÇAS Nome (Cliente): RG: CPF/ CNPJ: Endereço: Cidade: UF: CEP: Profissão: Estado Civil: Nacionalidade: Classificação

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CUSTÓDIA DE ATIVOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CUSTÓDIA DE ATIVOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE CUSTÓDIA DE ATIVOS A COMPANHIA BRASILEIRA DE LIQUIDAÇÃO E CUSTÓDIA, pessoa jurídica com sede na Rua XV de Novembro, n.º 275, em São Paulo, SP, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO DE OPÇÕES

CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO DE OPÇÕES CONTRATO PARA REALIZAÇÃO DE OPERAÇÕES NO MERCADO DE OPÇÕES São partes neste instrumento: I CORRETORA: ALFA CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.., com sede no Município de São Paulo, Estado de

Leia mais

CONTRATO GERAL DE MATRÍCULA PARA CURSOS E EVENTOS DE EXTENSÃO PESSOA JURÍDICA

CONTRATO GERAL DE MATRÍCULA PARA CURSOS E EVENTOS DE EXTENSÃO PESSOA JURÍDICA Criado em 29/09/2015 12:00 - Página 1 de 6 CONTRATO GERAL DE MATRÍCULA PARA CURSOS E EVENTOS DE EXTENSÃO PESSOA JURÍDICA Ao solicitar matrícula no curso ou evento, a empresa declara estar ciente das cláusulas

Leia mais

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. CNPJ/MF Nº 33.113.309/0001-47 NIRE 33.3.

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. CNPJ/MF Nº 33.113.309/0001-47 NIRE 33.3. VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. CNPJ/MF Nº 33.113.309/0001-47 NIRE 33.3.0027799-4 ATA DE REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 11 DE MAIO DE

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 060/2015 PROCESSO N.º 0609/2015 04/08/2015 ASSINATURA ANUAL DE ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA

CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 060/2015 PROCESSO N.º 0609/2015 04/08/2015 ASSINATURA ANUAL DE ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 060/2015 PROCESSO N.º 0609/2015 04/08/2015 ASSINATURA ANUAL DE ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA I Das Partes CLÁUSULA PRIMEIRA Pelo presente Contrato e na melhor forma de direito, de

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE PRESENCIAL CURSOS LIVRES DE CURTA DURAÇÃO

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE PRESENCIAL CURSOS LIVRES DE CURTA DURAÇÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE PRESENCIAL CURSOS LIVRES DE CURTA DURAÇÃO Pelo presente instrumento particular, de um lado, GRUPO IBMEC EDUCACIONAL S.A., sociedade anônima

Leia mais

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS Aprovado pela REDIR Nº. 257ª de 30/11/2010 e na 178ª Reunião do CD n 166ª de 03/12/2010. 1 REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS ÍNDICE 1.0 - DOS EMPRÉSTIMOS...Página

Leia mais

CAPÍTULO I Da Aplicação

CAPÍTULO I Da Aplicação CONDIÇÕES E CRITÉRIOS DE RENEGOCIAÇÃO DAS DÍVIDAS ORIGINÁRIAS DE PERDAS CONSTATADAS NAS ARMAZENAGENS DE PRODUTOS VINCULADOS À POLÍTICA DE GARANTIA DE PREÇOS MÍNIMOS PGPM E ESTOQUES REGULADORES DO GOVERNO

Leia mais

Resolução nº 003, de 02 de Fevereiro de 2.016

Resolução nº 003, de 02 de Fevereiro de 2.016 Resolução nº 003, de 02 de Fevereiro de 2.016 Regulamenta os serviços disponibilizados aos Associados e dependentes do SIRCOM/BENEFÍCIOS e dá outras providências Considerando a existência de uma regulamentação

Leia mais

De (Regulamento Original) Para (Regulamento Proposto) Justificativa

De (Regulamento Original) Para (Regulamento Proposto) Justificativa CAPÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETO DO OBJETO Art. 1º Este Regulamento estabelece os direitos e as obrigações dos Instituidores, dos Participantes, dos Beneficiários e do Fundo de Pensão Multipatrocinado da

Leia mais

Edital de Chamamento Público nº 001/2016 Protocolo nº 020/2015

Edital de Chamamento Público nº 001/2016 Protocolo nº 020/2015 Edital de Chamamento Público nº 001/2016 Protocolo nº 020/2015 Credenciamento de instituições financeiras interessadas na concessão de empréstimos consignados em folha de pagamento aos empregados desta

Leia mais