o quantos queres da emoções

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "o quantos queres da emoções"

Transcrição

1 Brincadeiras de Brincar o quantos queres da emoções Recuperando um jogo tradicional da infância, o Quantos Queres das Emoções da Chão d andar, foi concebido como um jogo para os pais e os filhos atendendo aos aspectos salientes do desenvolvimento emocional das crianças dos 2 aos 5 anos. Sabia que aos dois anos as crianças já são perfeitamente capazes de reconhecer as emoções básicas (alegria, tristeza, medo, raiva, etc.) nas expressões faciais dos outros, aos três anos o conhecimento e o desenvolvimento da linguagem permite-lhes nomear estas mesmas emoções e aos 4 e 5 anos são capazes de contar histórias que integram estados emocionais. Nesta fase as crianças consolidam também a sua compreensão sobre emoções mais complexas como o ciúme, a inveja, a vergonha, etc.. O Quantos Queres das Emoções propõe um conjunto de tarefas a serem realizadas em conjunto, onde a partilha e a diversão são o aspecto central, ao mesmo tempo que reforça aprendizagens e promove o desenvolvimento do conhecimento, compreensão e consciência das emoções. Propomos, variações na construção dos quantos queres e nas regras do jogo. Á medida que a idade das crianças avança, os parceiros irão tendo papéis no jogo mais igualitários. Nas idades mais pequenas, os pais cumprem o seu papel de suporte e ajudam a superar dificuldades de execução. Depois de construido o quantos queres, o jogo começa!

2 A construção do quantos queres Para os pais que já não se recordam de como fazer este objecto mágico, podem seguir as indicações abaixo ou ver este filme de 3 disponível online (https://www.youtube.com/watch?v=tiikfalz7g8). Mas existem ourtas soluções online caso deseje pesquisar, uma mais do seu agrado. De seguida apresentamos os quantos queres das emoções para as crianças de 2 e 3 anos de idade, e para as de 4 e 5 anos. Quantos queres das emoções 2 e 3 anos No quantos queres dos 2 aos 3 anos, os pais deverão construir o objeto para depois brincarem com as suas crianças. Como se joga? Em cada separador do quantos queres deverão realizar com o vosso filho um desenho de cada animal. A criança pode garatujar os animais como ela é capaz de os desenhar, e os pais podem também desenhar os mesmos animais ao lado. Depois decidem em conjunto qual dos animais colar nos separadores do quantos queres.

3 Pertende-se que este seja um momento de construção conjunta, onde o suporte, a alegria e a estimulação impere. Não deverá haver imposição de qualquer solução por parte do adulto. A escolha surgirá naturalmente da vontade dos parceiros. Esta tarefa, poderá ser um pouco mais dificil para as crianças de 2 anos, pelo que apresentamos uma segunda variante. Na segunda variante para as crianças de 2 anos, poderá ser recortar diretamente as figuras que disponibilizamos em anexo. Depois de superada a fase de colagem dos desenhos no quantos queres, começa-se a jogar, pede-se à criança que diga um número de 0 a 8. Ao número escolhido sairá um animal. Do outro lado do separador (na dobra), e dependendo de cada animal, haverá uma emoção associada, que se escreveu previamente seguindo a chave que apresentamos de seguida. Neste momento pede-se à criança que imite o barulho do animal, e depois que faça o barulho desse animal como se este tivesse uma emoção (Ex. gato triste: a criança faz o som do gato como se estivesse triste). Isto faz-se de acordo com a seguinte chave de correspondência. Animais que irão aparecer no quantos queres e a sua respectiva emoção: - macaco alegre - burro alegre - gato tristeza - porco zangado - cão zangado - Elefante alegre - vaca tristeza - pato zangado A chave de correspondência pode sofrer alterações, e podem ser introduzidos novos animais, de acordo com as preferências da crianças. Em anexo colocámos uma figura suplementar, a ovelha. Sugerimos duas versões do jogo de acordo com a idade de desenvolvimento das crianças. Versão A 2 anos: um animal, uma emoção conforme chave anterior. Depois os parceiros de jogo (pai, mana, irmão, amigos, avós, etc.) também jogam.

4 Versão B 3 anos: ocorre uma variação face à versão A. Para cada animal a criança deve produzir os sons relativos às 3 emoções (alegre, triste, zangado). Depois os parceiros de jogo (pai, mana, irmão, amigos, avós, etc.) também jogam. Os pais podem filmar ou gravar os sons dos seus filhos a brincarem, para que depois possam ouvir em conjunto, melhorar e re-ouvir. Este processo, criará um efeito de antecipação, surpresa e alegria partilhada, e será uma recordação para o futuro. Quantos queres das emoções 4 e 5 anos Para este quantos queres, as regras são diferentes. As crianças, em companhia dos seus pais ou cuidadores, deverão construir em conjunto o quantos queres. Passo nº 1 Damos 8 cores diferentes às crianças, para que elas possam numerar estas cores por ordem de preferência, da que mais gostam à que menos gostam, atribuindo 1 à que mais gostam e 8 à que menos gostam: amarelo, verde, vermelho, azul, roxo, castanho, preto e cinzento. Quando as cores estiverem numeradas, as crianças deverão atribuir a cada cor, uma das seguintes 8 emoções: alegria, tristeza, raiva, surpresa, inveja/ciúme, vergonha, nojo, medo. Passo nº 2 Agora que já fizeram as suas escolhas, deverão construir o quantos queres de forma a que cada separador possua uma cor e, por detrás, tenha a emoção associada de acordo com a correspondência cor-emoção anteriormente feita pela criança. Passo nº 3 Agora já se pode brincar! A criança irá dizer um número, faz-se os movimentos contando o número e sai uma cor, abrir-se-á o separador e a criança poderá ver a emoção. Neste passo, a atividade pode-se dividir em duas alternativas, dependendo da idade da criança: Versão A: para as crianças com 4 anos, a criança deverá mencionar uma coisa ou situação, que lhe faça sentir aquela emoção. Depois os parceiros de jogo (pai, mana, irmão, amigos, avós, etc.) também jogam. É importante que os adultos sejam genuinos, pois as crianças compreendem quando não o são. Por exemplo os pais podem também alternar coisas do agora com coisas do quando eram pequenos.

5 Versão B: Para as crianças com 5 anos: a criança deverá contar uma história sobre essa emoção (pode ser uma memória ou uma história inventada). Depois os parceiros de jogo (pai, mana, irmão, amigos, avós, etc.) também jogam. Bom jogo e divirtam-se explorando as emoções que trazemos dentro de nós. A equipa Chão d andar Chão d andar* * O quantos queres das emoções, é propriedade intelectual dos seus autores e não está autorizado a ser desenvolvido com fins lucrativos.

6 Anexo Imagens de Animais vaca elefante macaco gato pato cão porco burro ovelha

Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011. Brincando

Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011. Brincando Aprender... Verónica & Ricardo 29 Outubro 2011 Brincando A Cigana - Caravaggio Vamos colorir??? Reparaste qual o tema do nosso casamento? Estavas desatento? Pois é, hoje falámos de pintura. Que tal fazermos

Leia mais

Sumário Psicologia Acessível, o que é?... 3 Por que trabalhar as emoções?... 4 Caderno de Atividades Trabalhando as Emoções... 5 1.

Sumário Psicologia Acessível, o que é?... 3 Por que trabalhar as emoções?... 4 Caderno de Atividades Trabalhando as Emoções... 5 1. Sumário Psicologia Acessível, o que é?... 3 Por que trabalhar as emoções?... 4 Caderno de Atividades Trabalhando as Emoções... 5 1. Ligue as expressões às emoções correspondentes... 6 2. Caça-palavras

Leia mais

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro O meu brinquedo é um livro é um projecto de promoção da leitura proposto pela Associação

Leia mais

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina.

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina. 7 12 Anos ESTAS IMAGENS SÃO UM RODOPIO!///////////////////// 3 CINEMA EM CASA!//////////////////////////////////////////////////// 4 QUE FEITIÇO É ESTE?/////////////////////////////////////////////////

Leia mais

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina.

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina. 12 18 Anos ESTAS IMAGENS SÃO UM RODOPIO!/////////////////////////////////////// 3 CINEMA EM CASA!////////////////////////////////////////////////////////////////////// 4 BRINQUEDOS ÓPTICOS///////////////////////////////////////////////////////////////

Leia mais

Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down

Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down Resumo Esse vídeo pretende oferecer instrumentos aos professores da educação infantil e do ensino fundamental para as tarefas da educação

Leia mais

PIBID/FSDB. Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil

PIBID/FSDB. Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil PIBID/FSDB Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil PROJETO DIDÁTICO: BRINCANDO COM FORMAS E CORES Turma: Berçário II, Maternal I e II, Jardim I e II Duração: 2 meses. Objetivo Compartilhado: Aprofundar

Leia mais

1) 2) 3) CD 4 Faixas: 80 80.

1) 2) 3) CD 4 Faixas: 80 80. 1ª Aula a) Cumprimentar cada criança cantando seu nome e dando um beijinho com fantoche. Nas primeiras aulas use sempre um fantoche na hora do cumprimento para ganhar a aproximação do aluno. Depois pode

Leia mais

Jornal das Novidades Abril de 2010 Sala de 2 anos 2

Jornal das Novidades Abril de 2010 Sala de 2 anos 2 EDIÇÃO N.º: 7 AUTORES: SALA 2 30 DE ABRIL DE 2010 Centro de Bem Estar Social Creche, Jardim de Infância e CATL JORNAL DAS NOVIDADES Notícia de Última Hora Chegamos ao final do mês e a nova edição do JORNAL

Leia mais

Auxílio ao Professor EBD Aprender+ Programa de Incentivo à Leitura

Auxílio ao Professor EBD Aprender+ Programa de Incentivo à Leitura O PIL KIDS foi desenvolvido para ajudar na fixação das lições das revistas EBD infantil da Editora Betel de forma lúdica e contém várias atividades semanais elaboradas dentro de uma perspectiva e linguagem

Leia mais

Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio. Arca de Noé

Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio. Arca de Noé Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio Rua Tonelero, 56 Copacabana RJ site:www.redesagradorj.com.br / e-mail:cscm@redesagradorj.com.br Arca de Noé Turma: Maternal I A Professora Gisele Data: 1º trimestre/2011

Leia mais

Projeto Minha Identidade

Projeto Minha Identidade Projeto Minha Identidade Esta apostila é a primeira a ser desenvolvida com as crianças do Espaço Voar e tem como objetivo fortalecer o senso de identidade da criança como indivíduo, oferecendo situações

Leia mais

Contextualização: Esta planificação vem ao encontro das necessidades das crianças e das Educadoras.

Contextualização: Esta planificação vem ao encontro das necessidades das crianças e das Educadoras. Centro de Competências de Ciências Sociais 1º Ciclo de Educação Básica Unidade Curricular de Iniciação à Prática Profissional VI Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escolar da Fonte da Rocha Contextualização:

Leia mais

PLANEJAMENTO (Jogo Infantil) Despertar a atenção, memória, raciocínio rápido e lógica.

PLANEJAMENTO (Jogo Infantil) Despertar a atenção, memória, raciocínio rápido e lógica. PLANEJAMENTO (Jogo Infantil) Professor (a): Suzana Biegelmeyer NOME DO JOGO: Competências Objetivo Geral Pense rápido Linguagem oral, leitura, escrita de palavras e frases, pontuação. Despertar a atenção,

Leia mais

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa JONAS RIBEIRO ilustrações de Suppa Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Deu a louca no guarda-roupa Supl_prof_ Deu a louca no guarda roupa.indd 1 02/12/2015 12:19 Deu a louca

Leia mais

Planificação Anual 3º ano

Planificação Anual 3º ano ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DA GRACIOSA Planificação Anual 3º ano Expressões e Cidadania Página1 Desenho de expressão livre Desenhar no chão do recreio; Desenhar no quadro da sala; Planificação Anual de

Leia mais

Guia de Orientações Kit Escola Pública Educação Infantil (4 e 5 anos)

Guia de Orientações Kit Escola Pública Educação Infantil (4 e 5 anos) Guia de Orientações Kit Escola Pública Educação Infantil (4 e 5 anos) Ano 202 À Direção e Coordenação Que bom tê-los como parceiros! Vocês estão recebendo um guia com o objetivo de apresentar a Biblioteca

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO EANES LOBATO Critérios de Avaliação Educação Pré Escolar Departamento Educação Pré Escolar Ano letivo 2013/2014 A avaliação do processo permite reconhecer a pertinência e sentido

Leia mais

Linguagem e Brincadeira

Linguagem e Brincadeira Linguagem e Brincadeira Falar e Brincar em Actividades Diárias Sabia que? Falar ou cantar com a criança durante as suas tarefas domésticas ajuda a criança a aprender palavras e actividades novas As relações

Leia mais

Trabalho Individual. Sessão de Leitura da História O Pedro e o Lobo

Trabalho Individual. Sessão de Leitura da História O Pedro e o Lobo Trabalho Individual Sessão de Leitura da História O Pedro e o Lobo Destinatários Alunos com idades entre os cinco, seis anos a frequentar o Ensino Pré-Escolar pela terceira vez. Local da Sessão de leitura

Leia mais

Aos 4 anos. Desenvolvimento Psicológico. i dos Pais

Aos 4 anos. Desenvolvimento Psicológico. i dos Pais i dos Pais Aos 4 anos Aos 4 anos de idade várias competencias intelectuais e emocionais surgem mais integradas dando à criança um acréscimo de autonomia e iniciativa no contexto das relações com os adultos

Leia mais

Português. 1) Marque como quiser, o pedacinho que começa o nome de cada figura. da pa na ca ma

Português. 1) Marque como quiser, o pedacinho que começa o nome de cada figura. da pa na ca ma Português 1) Marque como quiser, o pedacinho que começa o nome de cada figura. ca pa na ma da do po co no mo mi pi ni di pe de ne me da pa na ca ma 2) Em cada quadro, pinte a palavra que corresponde ao

Leia mais

A CRIANÇA DE SEIS ANOS NO ENSINO FUNDAMENTAL

A CRIANÇA DE SEIS ANOS NO ENSINO FUNDAMENTAL A CRIANÇA DE SEIS ANOS NO ENSINO FUNDAMENTAL Por que a criança de seis anos no ensino fundamental? Porque, pelo que entendi, em minha vida inteirinha, para umas coisas serei grande, para outras, pequenininha.

Leia mais

Aprender com o scratch. E.B. 2,3 José Afonso, Alhos Vedros Filomena Benavente e Ricardo Costa 5.º ano matemática

Aprender com o scratch. E.B. 2,3 José Afonso, Alhos Vedros Filomena Benavente e Ricardo Costa 5.º ano matemática Aprender com o scratch Filomena Benavente e Ricardo Costa 5.º ano matemática 2012 Aprender com o scratch Filomena Benavente e Ricardo Costa 2012 Designação: Aprender com o scratch Enquadramento curricular

Leia mais

Programa para promover as competências numéricas

Programa para promover as competências numéricas Programa para promover as competências numéricas Luísa Cotrim, Teresa Condeço ACTIVIDADES PARA PROMOVER A LINGUAGEM E O AMBIENTE MATEMÁTICO EM IDADE PRECOCE A experiência do numérico nas actividades quotidianas

Leia mais

laboratório de jogos da mind lab

laboratório de jogos da mind lab 50.34 laboratório de jogos da mind lab Kit Escola Pública 05 Guia de Orientações Educação Infantil (4 e 5 anos) À Direção e Coordenação Que bom tê-los como parceiros! Vocês estão recebendo um guia com

Leia mais

UNESP - Universidade Estadual Paulista SUPERLOGO Programação para o estudo de geometria

UNESP - Universidade Estadual Paulista SUPERLOGO Programação para o estudo de geometria UNESP - Universidade Estadual Paulista SUPERLOGO Programação para o estudo de geometria Orientanda: Viviane MarcelIa dos Santos Orientador: Prof. Dr. Mauri Cunha do Nascimento Bauru, Novembro de 2006 SUPERLOGO

Leia mais

LITUÂNIA Candle (Vela)

LITUÂNIA Candle (Vela) LITUÂNIA Candle (Vela) Materiais: - 1 Bola Jogadores o maior número possível Regras - Escolhem-se duas pessoas que ficarão nas pontas e o resto vai para o meio do campo. Os jogadores que estão nas pontas

Leia mais

1. Criar uma nova apresentação

1. Criar uma nova apresentação MANUAL DO Baixa da Banheira, 2006 1. Criar uma nova apresentação Para iniciar uma sessão de trabalho no PowerPoint é necessário criar uma nova apresentação para depois trabalhar a mesma. Ao iniciar uma

Leia mais

O PLANEJAMENTO E A AVALIAÇÃO INICIAL/DIAGNÓTICA. Profa. Me. Michele Costa

O PLANEJAMENTO E A AVALIAÇÃO INICIAL/DIAGNÓTICA. Profa. Me. Michele Costa O PLANEJAMENTO E A AVALIAÇÃO INICIAL/DIAGNÓTICA Profa. Me. Michele Costa CONVERSAREMOS SOBRE: CONCEITOS DE PLANEJAMENTO CURRÍCULO EIXOS DE TRABALHO www.zaroio.com.br As Cem Linguagens da Criança. A criança

Leia mais

CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Vale de Ovil Escola Básica e Secundária do Vale de Ovil Código 345702 CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A avaliação é qualitativa e contínua com o objectivo de reconhecer

Leia mais

qwer tyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiop asdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfgh jklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxc vbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmq

qwer tyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiop asdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfgh jklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxc vbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmq qwer tyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiop asdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfgh jklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxc Portefólio de Materiais vbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmq Escola Superior de Educação de Beja

Leia mais

www.libriseditora.com.br Informativo nº 13-2013 Abas Divertidas

www.libriseditora.com.br Informativo nº 13-2013 Abas Divertidas Abas Divertidas Uma coleção com várias abas para brincar, descobrir o som dos bichinhos, contar e se divertir de montão! EU GOSTO DE BRINCAR ISBN: 9788581494012 CONTANDO DE 1 A 10 ISBN: 9788581493992 MEU

Leia mais

Guia de Orientações Kit Escola Pública Educação Infantil ao 5º ano

Guia de Orientações Kit Escola Pública Educação Infantil ao 5º ano Guia de Orientações Kit Escola Pública Educação Infantil ao 5º ano Ano 0 À Direção e Coordenação Que bom tê-los como parceiros! Vocês estão recebendo um guia com o objetivo de apresentar a Biblioteca de

Leia mais

EXERCÍCIOS EXAMES E TESTES INTERMÉDIOS ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES

EXERCÍCIOS EXAMES E TESTES INTERMÉDIOS ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES EXERCÍCIOS EXAMES E TESTES INTERMÉDIOS ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES. Num acampamento de verão, estão jovens de três nacionalidades: jovens portugueses, espanhóis e italianos. Nenhum dos jovens tem dupla

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

PROJETO DE REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DO JOGO BLACKJACK/21

PROJETO DE REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DO JOGO BLACKJACK/21 PROJETO DE REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DO JOGO BLACKJACK/21 O Regime Jurídico dos Jogos e Apostas Online (RJO), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 66/2015, de 28 de abril, determina, no n.º 3 do seu

Leia mais

RECURSOS DE EXPRESSÃO

RECURSOS DE EXPRESSÃO RECURSOS DE EXPRESSÃO CHAMADA Onde encontramos as formas geométricas perfeitas? Na natureza nunca existem círculos, retas ou triângulos exatos. Por isso é claro que a razão principal para que os homens,

Leia mais

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções.

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções. 12 NOME DA AULA: Escrevendo músicas Duração da aula: 45 60 minutos de músicas durante vários dias) Preparação: 5 minutos (se possível com introduções Objetivo principal: aprender como definir e chamar

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a Scratch M a n

Leia mais

Quimibol - Revisando a Tabela Periódica

Quimibol - Revisando a Tabela Periódica Quimibol - Revisando a Tabela Periódica Apresentação O QUIMIBOL é um jogo de tabuleiro que simula o tradicional jogo de futebol. O objetivo desta atividade lúdica é revisar os conteúdos referentes à Tabela

Leia mais

Anexo 2. . Falar educação Um programa do Instituto de Tecnologia Educativa Radio Televisão Portuguesa (1975) EDUCAÇÃO PELA ARTE

Anexo 2. . Falar educação Um programa do Instituto de Tecnologia Educativa Radio Televisão Portuguesa (1975) EDUCAÇÃO PELA ARTE Anexo 2 O documento que se apresenta em seguida é um dos que consideramos mais apelativos neste estudo visto ser possível ver Cecília Menano e João dos Santos e a cumplicidade que caracterizou a sua parceria

Leia mais

Manual do Utilizador. Janeiro de 2012.

Manual do Utilizador. Janeiro de 2012. Janeiro de 2012. Índice 1. Introdução 2 Geral 2 Específico 2 Configurável 2 2. Acesso ao adapro 3 3. Descrição 4 Descrição Geral. 4 Funcionalidades específicas de um processador de textos. 5 Documento

Leia mais

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi)

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Este módulo irá ensinar-lhe como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica usando o programa Prezi. A produção de uma apresentação

Leia mais

A MAGIA DA MATEMÁTICA

A MAGIA DA MATEMÁTICA A MAGIA DA MATEMÁTICA Helena Rocha, Isabel Oitavem Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Nova de Lisboa hcr@fct.unl.pt, oitavem@fct.unl.pt Introdução Todos os professores se preocupam com as

Leia mais

Actividades familiares

Actividades familiares Actividades familiares PASSóteste Este jogo pode ser jogado por 2 a 4 jogadores, tendo como personagens passíveis de serem escolhidas os quatro amigos protagonistas da colecção de livros infantis ilustrados

Leia mais

E.S. de Valença. Trabalho realizado por: Tiago Emanuel Urze Afonso nº21 10ºB

E.S. de Valença. Trabalho realizado por: Tiago Emanuel Urze Afonso nº21 10ºB E.S. de Valença Trabalho realizado por: Tiago Emanuel Urze Afonso nº21 10ºB Valença, 26 de Outubro de 2003 Índice Pág.1 Índice Pág.2 Introdução Pág.3 Material utilizado Pág.4 Procedimentos Pág.5, 6 e 7

Leia mais

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO CADERNO DE REVISÃO-2011 Matemática Aluno (a) 5º ANO Caderno de revisão FICHA 1 COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO examesqueiros Os Números gloriabrindes.com.br noticias.terra.com.br cidadesaopaulo.olx... displaypaineis.com.br

Leia mais

Criação de Páginas Web - MS Word 2000

Criação de Páginas Web - MS Word 2000 Gestão Comercial e da Produção Informática I 2003/04 Ficha de Trabalho N.º 9 Criação de Páginas Web - MS Word 2000 1. Criação de uma página Web (HTML): Escreva o seu texto e introduza as imagens pretendidas

Leia mais

CRECHE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2012/2013. Telef: 238490000 Fax: 238490003 Av. Cidade da Covilhã Apto. 52 6290-322 Gouveia - www.abpg.

CRECHE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2012/2013. Telef: 238490000 Fax: 238490003 Av. Cidade da Covilhã Apto. 52 6290-322 Gouveia - www.abpg. CRECHE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2012/2013 Unidade 1 Vamos à escola PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2012/2013 Unidade 2 Uma árvore de Natal muito familiar Mês: Outubro/Novembro/Dezembro Objetivos

Leia mais

Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?)

Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?) Ler em família: viagens partilhadas (com a escola?) Ação nº41/2012 Formadora: Madalena Moniz Faria Lobo San-Bento Formanda: Rosemary Amaral Cabral de Frias Introdução Para se contar histórias a crianças,

Leia mais

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina.

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina. 3 7 Anos ONDE ESTÁ O ARCO-ÍRIS?//////////////////////////////////3 CAIXA MÁGICA////////////////////////////////////////////////////4 CASINHA, CASARÃO, ONDE É QUE ELES VIVERÃO?////////////////////////////5

Leia mais

PROGRAMA APRENDER A LER PARA APRENDER A FALAR A leitura como estratégia de ensino da linguagem

PROGRAMA APRENDER A LER PARA APRENDER A FALAR A leitura como estratégia de ensino da linguagem PROGRAMA APRENDER A LER PARA APRENDER A FALAR A leitura como estratégia de ensino da linguagem Como é que o PALAF se compara com outros programas? O PALAF foi traçado por duas psicólogas educacionais,

Leia mais

Índice. 5.1. Correção das Palavras do Texto... 5 5.2. Autocorreção... 5 5.3. Pontuação... 6 5.4. Escrita Ortográfica... 6. Grupo 5.

Índice. 5.1. Correção das Palavras do Texto... 5 5.2. Autocorreção... 5 5.3. Pontuação... 6 5.4. Escrita Ortográfica... 6. Grupo 5. GRUPO 5.4 MÓDULO 5 Índice 1. Reconstrução do Código Linguístico da Criança...3 2. Textos...3 3. Jogos de Análise Linguística...4 4. Letra Cursiva e Letra de Fôrma...4 5. Ortografia e Gramática...5 5.1.

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

COMO TRABALHAR COM BLOCOS LÓGICOS

COMO TRABALHAR COM BLOCOS LÓGICOS I. Descrição do Material: COMO TRABALHAR COM BLOCOS LÓGICOS Material criado por Dienes. Constitui-se de 48 peças, que combinam quatro atributos em cada uma sendo: Tamanho (grande e pequeno) Cor (amarelo,

Leia mais

MATERIAL DE APRESENTAÇÃO DO SCRATCH

MATERIAL DE APRESENTAÇÃO DO SCRATCH MATERIAL DE APRESENTAÇÃO DO SCRATCH 1 Scratch é uma nova linguagem de programação que permite a criação de histórias, animações, jogos e outras produções. Tudo pode ser feito a partir de comandos prontos

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Letrinhas Mágicas. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) Ideias Lunáticas. 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio Ideias Lunáticas faz parte

Leia mais

Avaliação-Pibid-Metas

Avaliação-Pibid-Metas Bolsista ID: Claines kremer Avaliação-Pibid-Metas A Inserção Este ano o reingresso na escola foi diferente, pois já estávamos inseridas na mesma há praticamente um ano. Fomos bem recepcionadas por toda

Leia mais

Resgatar antigas formas de brincar pode auxiliar na educação e também. na formação e no desenvolvimento da criança.

Resgatar antigas formas de brincar pode auxiliar na educação e também. na formação e no desenvolvimento da criança. www.iguatemy.com.br COMUNICADO 25-23 de Agosto de 2013 Ed. Infantil / Berçário / Integral Resgatar antigas formas de brincar pode auxiliar na educação e também na formação e no desenvolvimento da criança.

Leia mais

Fases do Desenvolvimento Infantil (0 a 6 anos)

Fases do Desenvolvimento Infantil (0 a 6 anos) Fases do Desenvolvimento Infantil (0 a 6 anos) Berçário, Pré-Maternal, Maternal I, Maternal II, Jardim A e Jardim B Faixa etária: 0 aos 6 anos A trajetória que uma criança percorre desde que começa a deixar

Leia mais

Guia rápido de criação e gestão de um espaço no SAPO Campus

Guia rápido de criação e gestão de um espaço no SAPO Campus Guia rápido de criação e gestão de um espaço no SAPO Campus O SAPO Campus é uma plataforma online, disponível em http://campus.sapo.pt, que permite a comunicação e a colaboração entre membros de uma Instituição

Leia mais

Unidade 1: A Bíblia: Um Guia de Sobrevivência e Vitória A Bíblia é como uma Semente: Ela pode ser Plantada em meu Coração

Unidade 1: A Bíblia: Um Guia de Sobrevivência e Vitória A Bíblia é como uma Semente: Ela pode ser Plantada em meu Coração Unidade 1: A Bíblia: Um Guia de Sobrevivência e Vitória A Bíblia é como uma Semente: Ela pode ser Plantada em meu Coração Para as crianças de 7 e 8 anos, este trimestre inicia enfatizando o Fruto, do Crescimento.

Leia mais

A FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO CIENTISTA SOCIAL: SABERES E COMPETÊNCIAS NECESSÁRIOS

A FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO CIENTISTA SOCIAL: SABERES E COMPETÊNCIAS NECESSÁRIOS O JOGO SEGUNDO A TEORIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO DE WALLON Cleudo Alves Freire Daiane Soares da Costa Ronnáli da Costa Rodrigues Rozeli Maria de Almeida Raimunda Ercilia Fernandes S. de Melo Graduandos

Leia mais

Soluções Web Centradas no Utilizador. Ivo Gomes

Soluções Web Centradas no Utilizador. Ivo Gomes Soluções Web Centradas no Utilizador Ivo Gomes 1 Soluções Web Centradas no Utilizador Os interfaces gráficos foram desenvolvidos para dar controlo às pessoas sobre os seus computadores. Colmatar as necessidades

Leia mais

UM GUIA RÁPIDO ORIENTADO A RESULTADOS (vigência: 29 JUN 2009)

UM GUIA RÁPIDO ORIENTADO A RESULTADOS (vigência: 29 JUN 2009) GESTÃO DE PROCESSOS UM GUIA RÁPIDO ORIENTADO A RESULTADOS (vigência: 29 JUN 2009) 1. O QUE É PROCESSO? Processos têm sido considerados uma importante ferramenta de gestão, um instrumento capaz de aproximar

Leia mais

OS JOGOS PEDAGÓGICOS COMO FERRAMENTAS DE ENSINO

OS JOGOS PEDAGÓGICOS COMO FERRAMENTAS DE ENSINO OS JOGOS PEDAGÓGICOS COMO FERRAMENTAS DE ENSINO Resumo FIALHO, Neusa Nogueira FACINTER neusa_nf@yahoo.com.br Área Temática: Educação: Teorias, Metodologias e Práticas. Não contou com financiamento A falta

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA PROCESSO SELETIVO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 30 (trinta) questões

Leia mais

O processo de aquisição da linguagem escrita: estudos de A. R. Lúria e L. S. Vygotsky

O processo de aquisição da linguagem escrita: estudos de A. R. Lúria e L. S. Vygotsky O PROCESSO DE AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM ESCRITA: ESTUDOS DE A. R. LÚRIA E L. S. VYGOTSKY Ana Carolina Rosendo Gonzalez C. Baptista Edileusa Lopes de L. Alves Kátia Garcia Vanessa Leite * INTRODUÇÃO O presente

Leia mais

Em duplas os alunos receberão uma folha contendo o material que será desenvolvido em aula.

Em duplas os alunos receberão uma folha contendo o material que será desenvolvido em aula. Série: 5ª série Carga horária: 2 períodos Conteúdo: Frações Objetivo: O aluno ao final da aula deverá verificar por meio de representações concretas, que o resultado de dividir a por b é o mesmo que dividir

Leia mais

Atividade Pedagógica Teatro de fantoches. Junho 2013

Atividade Pedagógica Teatro de fantoches. Junho 2013 Atividade Pedagógica Teatro de fantoches Junho 2013 III D Teatro de fantoches A criança que ainda não sabe ler convencionalmente pode fazê-lo por meio da escuta da leitura do professor, ainda que não possa

Leia mais

26/01/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL

26/01/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I TARDE MATERNAL I MANHÃ 26/01/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I MANHÃ - Antes de executar suas tarefas, revise a parte teórica RECREAÇÃO ATIVIDADE PRÁTICA NO PÁTIO CORES

Leia mais

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares 3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares UNIDADE 1 BICHO E GENTE, CADA UM TEM UM JEITO DIFERENTE! A proposta deste tema é estimular a criança a perceber as diferenças existentes

Leia mais

MAX LUSCHER PSICO CENTRO DE ESTUDOS E DE DIFUSÃO EM PSICOLOGIA. Rua Luís Pastor de Macedo, Lote 29 1750-158. Tel: 21 758 67 95.

MAX LUSCHER PSICO CENTRO DE ESTUDOS E DE DIFUSÃO EM PSICOLOGIA. Rua Luís Pastor de Macedo, Lote 29 1750-158. Tel: 21 758 67 95. TESTE DAS CORES MAX LUSCHER PSICO CENTRO DE ESTUDOS E DE DIFUSÃO EM PSICOLOGIA Rua Luís Pastor de Macedo, Lote 29 1750-158 Tel: 21 758 67 95 Fax: 21 759 88 91 Instruções Colocam-se os oito cartões em semi-círculo

Leia mais

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA?

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? Projeto Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro tem como tema o meio ambiente em que mostra o homem e a destruição da natureza,

Leia mais

...E NO FIM TAMBÉM NÓS COMEMOS A LUA! Actividades para crianças dos 3 aos 6 anos

...E NO FIM TAMBÉM NÓS COMEMOS A LUA! Actividades para crianças dos 3 aos 6 anos ...E NO FIM TAMBÉM NÓS COMEMOS A LUA! Actividades para crianças dos aos 6 anos Destacável Noesis nº 70 Concepção de Maria João Machado e Madalena Penedo Educadoras de Infância Ilustrações de Michael Grejniec

Leia mais

O livro que falava com o vento e outros contos

O livro que falava com o vento e outros contos LER a partir dos 10 anos GUIA DE LEITURA MARIAALZIRACABRAL O livro que falava com o vento e outros contos JOSÉ JORGE LETRIA Ilustrações de Alain Corbel Apresentação da obra O Livro Que Falava com o Vento

Leia mais

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social.

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social. EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Plano de Trabalho com Projetos

Plano de Trabalho com Projetos PREFEITURA DE JARAGUÁ DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL Plano de Trabalho com Projetos 1. Identificação: Escola Municipal de Ensino Fundamental Renato Pradi Professora:

Leia mais

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6 MANUAL DO UTILIZADOR A informação contida neste manual, pode ser alterada sem qualquer aviso prévio. A Estratega Software, apesar dos esforços constantes de actualização deste manual e do produto de software,

Leia mais

A fantástica máquina dos bichos

A fantástica máquina dos bichos A fantástica máquina dos bichos Texto: Ruth Rocha Ilustrações: Jean Claude R. Alphen Elaboração Anna Flora Brincadeira 1: Uma máquina fantástica Aviso: O início deste livro faz uma referência aos personagens

Leia mais

Janaina: muitas flores, uma estória. Me. Fernanda Kimie Tavares Mishima 1. Fernanda de Sousa Vieira 2. Profa. Dra. Maria Lucimar Fortes Paiva 3

Janaina: muitas flores, uma estória. Me. Fernanda Kimie Tavares Mishima 1. Fernanda de Sousa Vieira 2. Profa. Dra. Maria Lucimar Fortes Paiva 3 Janaina: muitas flores, uma estória Me. Fernanda Kimie Tavares Mishima 1 Fernanda de Sousa Vieira 2 Profa. Dra. Maria Lucimar Fortes Paiva 3 Resumo O presente trabalho traz contribuições acerca do atendimento

Leia mais

Prática com Projeto em aulas de Matemática: um desafio Antonio Roberto Barbutti arbarbutti@hotmail.com EMEF Padre Francisco Silva

Prática com Projeto em aulas de Matemática: um desafio Antonio Roberto Barbutti arbarbutti@hotmail.com EMEF Padre Francisco Silva Prática com Projeto em aulas de Matemática: um desafio Antonio Roberto Barbutti arbarbutti@hotmail.com EMEF Padre Francisco Silva Resumo: Este trabalho é resultado do curso de formação Gestar II Matemática,

Leia mais

4 de Outubro Dia Mundial do Animal

4 de Outubro Dia Mundial do Animal 4 de Outubro Dia Mundial do Animal Countdown Dia do Animal Dias Horas Minutos XX 0 0 0 Zoia-Acções Ambientais, R. Cristovão da Gama 12 A 1675-193 Pontinha www.zoia.pt zoia.ambiente@zoia.pt Tel. 21 478

Leia mais

Ferramenta de Testagem IECL Orientações para o Aluno (PT)

Ferramenta de Testagem IECL Orientações para o Aluno (PT) Ferramenta de Testagem IECL Orientações para o Aluno (PT) Índice 1 INTRODUÇÃO 3 2 REALIZAÇÃO DOS TESTES 3 2.1 Login 3 2.2 Verificação do áudio para o teste de Audição 5 2.3 Realização de um teste 5 3 Informação

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

Episódio 1: Transformando sua Atitude 1ª Parte: Atitude de Humildade

Episódio 1: Transformando sua Atitude 1ª Parte: Atitude de Humildade Metamorfose Transformação de vidas Lição 1 Episódio 1: Transformando sua Atitude 1ª Parte: Atitude de Humildade Conceito Chave Versículo Bíblico Ninguém elogie a si mesmo; se houver elogios, que venham

Leia mais

Javascript 101. Parte 2

Javascript 101. Parte 2 Javascript 101 Parte 2 Recapitulando O Javascript é uma linguagem de programação funcional Os nossos scripts são executados linha a linha à medida que são carregados. O código que está dentro de uma função

Leia mais

Início Rápido. Nero BackItUp. Ahead Software AG

Início Rápido. Nero BackItUp. Ahead Software AG Início Rápido Nero BackItUp Ahead Software AG Informações sobre copyright e marcas comerciais O manual do utilizador Nero BackItUp e a totalidade do respectivo conteúdo estão protegidos por copyright e

Leia mais

Ficha de Informação da Criança

Ficha de Informação da Criança Ficha de Informação da Criança Data: / / Nome: Data de Aniversário: / / Sexo: Masculino Feminino Apelido: Língua materna: Nome do pai: Língua materna: Nível de inglês: Nome da mãe: Língua materna: Nível

Leia mais

A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS

A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS LINGUAGENS DA CRIANÇA Professor(a), no tema anterior, A criança de seis anos no ensino fundamental, falamos sobre quem são e como são essas crianças que ingressam

Leia mais

TESTE DE CONSCIÊNCIA EMOCIONAL. (Adaptado de Jonh Gottman e Joan DeClaire, em A Inteligência Emocional na Educação) IRA

TESTE DE CONSCIÊNCIA EMOCIONAL. (Adaptado de Jonh Gottman e Joan DeClaire, em A Inteligência Emocional na Educação) IRA TESTE DE CONSCIÊNCIA EMOCIONAL (Adaptado de Jonh Gottman e Joan DeClaire, em A Inteligência Emocional na Educação) O seguinte teste foi concebido para o ajudar a encarar a sua própria vida emocional, o

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADE 1

PLANO DE ATIVIDADE 1 PLANO DE ATIVIDADE 1 Questão-Problema Para que serve e como funciona o filtro? Material - Filtro de Aquário - 2 Garrafas de Plástico 2L - Tesoura - Colher - Copo transparente - Terra - Areia de Aquário

Leia mais

8º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos

8º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos 8º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos Distribuição dos jogos por ciclo 1º 2º 3º Sec Semáforo x Gatos & Cães x x Ouri x x x Hex x x x Rastros x x Avanço x Semáforo Autor: Alan Parr 8 peças verdes,

Leia mais

INTRODUÇÃO E OBJETIVO DO JOGO

INTRODUÇÃO E OBJETIVO DO JOGO Instruções O K2 é a segunda maior montanha do mundo (depois do Monte Evereste) com uma altura de 8.611 metros acima do nível do mar. Também é considerada uma das mais difíceis. O K2 nunca foi conquistado

Leia mais

Criação de Orçamentos

Criação de Orçamentos Criação de Orçamentos As pessoas primeiro, depois o as coisas. Suze Orman, Consultora financeira H á muitas maneiras de gastar seu dinheiro. Será que você deve comprar aquele livro que você está querendo

Leia mais

Índice. Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação?

Índice. Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação? Índice Como aceder ao serviço de Certificação PME? Como efectuar uma operação de renovação da certificação? Como efectuar uma operação de confirmação de estimativas? Como aceder ao Serviço de Certificação

Leia mais

Manual para criar actividades com o Jclic. Versão 1.0. Manual de Luís Vives Traduzido e adaptado por. Milena Jorge

Manual para criar actividades com o Jclic. Versão 1.0. Manual de Luís Vives Traduzido e adaptado por. Milena Jorge Versão 1.0 Manual de Luís Vives Traduzido e adaptado por milena_jorge@cap-alda-guerreiro.rcts.pt 1 PROJECTO N.º 2 Criação de uma sopa de letras com conteúdo associado........ 4 Actividade proposta n.º

Leia mais

DNA COMPROVA Mulher deu à luz gêmeos filhos de pais diferentes

DNA COMPROVA Mulher deu à luz gêmeos filhos de pais diferentes DNA COMPROVA Mulher deu à luz gêmeos filhos de pais diferentes A americana Mia Washington, da cidade de Dallas, no Texas, engravidou de gêmeos. Até então, nada de extraordinário. A história, na verdade,

Leia mais