Edital. Ações para o desenvolvimento integral na Primeira Infância

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Edital. Ações para o desenvolvimento integral na Primeira Infância"

Transcrição

1 Edital Ações para o desenvolvimento integral na Primeira Infância 1. OBJETIVO 1.1. Este edital tem o objetivo de apoiar financeiramente projetos de extensão universitária voltados a ações para o desenvolvimento integral de crianças na Primeira Infância. Por Primeira Infância, entende- se o período compreendido da gestação até a criança completar os seis anos de idade O apoio destina- se a projetos que transformem os saberes da Universidade de São Paulo em intervenções reais de promoção do desenvolvimento da Primeira Infância, pelo estabelecimento de vínculos efetivos com o poder público, movimentos comunitários e/ou organizações do terceiro setor que prestem atendimento à criança pequena e suas famílias. As intervenções devem sempre considerar as crianças e suas famílias. 2. PATROCINADORA 2.1. A Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, patrocinadora deste edital, é uma entidade privada sem fins lucrativos que tem como missão gerar e disseminar conhecimento para o desenvolvimento integral da criança. 3. TEMAS DE INTERESSE 3.1. Os projetos devem tratar dos principais desafios para o desenvolvimento integral na Primeira Infância e para a implementação e consolidação de políticas públicas, tais como: dificuldade da família em compreender a importância dos primeiros anos de vida para a formação do indivíduo; dificuldade dos profissionais da saúde, educação e desenvolvimento social em compreender a importância dos primeiros anos de vida para a formação do indivíduo e realizar atendimentos que valorizem o fortalecimento do vínculo entre a criança e seus cuidadores, promovam a estimulação adequada e cuidados necessários;

2 dificuldade dos profissionais, especialmente da saúde, educação e desenvolvimento social em trabalhar de forma integrada no atendimento à criança pequena; dificuldade em criar e manter espaços lúdicos comunitários adequados a crianças de 0 a 6 anos; dificuldade em criar ambientes inclusivos para a criança com deficiência de 0 a 6 anos nos espaços sociais regulares (família e comunidade). 4. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 4.1. São critérios para a avaliação dos projetos, que devem ser explicitados nas propostas: a) a relevância da intervenção para o desenvolvimento integral de crianças na Primeira Infância; b) a apresentação de uma instituição, cuja atuação contemple crianças na Primeira Infância com a qual serão desenvolvidas as ações propostas no projeto, mediante a efetivação de parceria nos termos legais de ambas as instituições. Esta instituição é, neste edital, denominada de parceiro beneficiário da intervenção; c) a possibilidade de disseminar e multiplicar os resultados do projeto junto a outras instituições e comunidades; d) o potencial de aproveitamento dos resultados como contribuições para a formulação de políticas públicas destinadas ao desenvolvimento integral de crianças na Primeira Infância; e) o alcance e impacto no desenvolvimento social das crianças; f) o potencial de parcerias interinstitucionais para a realização do projeto, a serem formalizadas por convênios entre a USP e comunidades, outras universidades, empresas, órgãos do poder público e/ou organizações do terceiro setor, que permitam a transformação do saber acadêmico em desenvolvimento social. Essas instituições parceiras são doravante denominadas, neste edital, de instituições colaboradoras do projeto; g) a formulação e realização de ações multidisciplinares e intersetoriais; h) o mérito do projeto, consideradas as suas qualidades formais e o conteúdo e

3 pertinência da proposta; i) a viabilidade de execução do projeto, consideradas a consistência dos objetivos e metodologia, a adequação orçamentária e a capacidade de realização do projeto dentro do plano de trabalho proposto; j) a capacidade e a experiência do Coordenador do Projeto e das equipes responsáveis pela execução do projeto; k) a vinculação do projeto com atividades de extensão, ensino e pesquisa da Universidade de São Paulo. 5. PROPONENTES 5.1. O projeto deve ser proposto por docente da USP, vinculado a unidade de ensino e pesquisa, museu, instituto especializado e demais órgãos da Universidade de São Paulo Este docente, responsável pela condução científica e administrativa do projeto, doravante será denominado coordenador do projeto e deverá atender aos itens abaixo: a) ter experiência e competência comprovadas e compatíveis com o projeto; b) ter qualidade e regularidade em sua produção científica; c) ter experiência prévia em projetos de extensão; d) ter experiência prévia na formação de pesquisadores; e) ter experiência de intercâmbio com instituições e pesquisadores; f) ter capacidade já demonstrada de formar grupos de extensão e pesquisa e de executar projetos; g) ter os dados comprobatórios das características acima listadas cadastrados e atualizados no Currículo Lattes, disponível no endereço: Os projetos deverão indicar, obrigatoriamente, o parceiro beneficiário da intervenção, conforme Item 4.1.b As instituições colaboradoras, conforme Item 4.1.f. deverão apresentar declaração de interesse em estabelecer convênio com a USP, com finalidade específica de participação no projeto.

4 5.5. A equipe técnica do projeto poderá ser constituída por: docentes da USP; servidores técnicos e administrativos da USP desde que suas atividades no projeto sejam compatíveis com as funções exercidas na Universidade; estudantes regularmente matriculados em cursos de graduação ou pós- graduação da Universidade de São Paulo Todos os pesquisadores da equipe técnica deverão prestar anuência formal escrita, a qual deve ser mantida sob a guarda do coordenador do projeto. Ainda, todos os pesquisadores da equipe técnica deverão ter seus dados cadastrados e atualizados no Currículo Lattes, disponível no endereço: A execução financeira dos projetos selecionados será conduzida pela Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo (FUSP). Os documentos ne- cessários à abertura dos projetos apoiados encontram- se em O coordenador do projeto deverá apresentar, no ato da inscrição, carta de anuência do dirigente de sua Unidade ou o documento de Abertura de Projeto da FUSP. 6. PRAZO PARA EXECUÇÃO DOS PROJETOS 6.1. Os projetos a serem apoiados pelo presente edital terão o prazo máximo de execução estabelecido de 16 (dezesseis) meses, contados a partir da data da liberação de recursos Os projetos deverão ser planejados para acontecer em duas fases A primeira fase deverá ser orientada ao estudo da demanda, à efetivação da parceria com o beneficiário da intervenção e à submissão das intervenções para aprovação por Comitê de Ética em Pesquisa (CEP), caso necessário. A primeira fase deverá ter a duração de até 4 meses A segunda fase deverá dar foco no desenvolvimento e implantação das ações propostas, e terá duração de até 12 meses A segunda fase será autorizada caso o andamento da primeira fase tenha sido satisfatório, de acordo com os critérios: a) viabilidade prática da proposta junto ao público alvo da intervenção;

5 b) preenchimento dos requisitos para o estabelecimento legal e formal do vínculo entre os proponentes e o parceiro beneficiário da intervenção; c) aprovação das intervenções pelo CEP Os relatórios de resultados acadêmicos e de prestação de contas estão relacionados no Item 15 deste edital. 7. CRONOGRAMA E DATAS IMPORTANTES 7.1. O cronograma abaixo apresenta todas as datas importantes para o projeto. Publicação do edital: 19/08/2013 Inscrição on- line das propostas: de 19/08/2013 a 22/09/2013 Entrega do processo com a proposta: até 23/09/2013 Verificação técnica formal: de 23/09/2013 a 30/09/2013 Divulgação da lista de projetos inscritos: 01/10/2013 Eventual interposição de recursos à lista de inscritos: de 01/10/2013 a 04/10/2013 Verificação técnica formal análise dos recursos: de 07/10/2013 a 11/10/2013 Divulgação da lista final de projetos inscritos, após análise dos recursos: 14/10/2013 Avaliação dos projetos pela Comissão Julgadora: de 14/10/2013 a 31/10/2013 Divulgação da lista dos projetos contemplados: 01/11/2013 Abertura dos projetos na FUSP e liberação dos recursos: de 01/11/2013 a 01/11/2013 Primeira fase: de 06/01/2014 a 30/04/2014 Apresentação dos resultados da primeira fase: 05/05/2014 1a. prestação de contas: 05/05/2014 Análise dos resultados da primeira fase pela Comissão Julgadora: de 05/05/2014 a 30/05/2014 Divulgação da lista: de projetos contemplados para a segunda fase e liberação dos recursos: 02/06/2014

6 Segunda fase: de 02/06/2014 a 02/06/2015 Apresentação do relatório de resultados parciais: 01/12/2014 2a. prestação de contas: 01/12/2014 Workshop de resultados parciais: 08/12/2014 Apresentação do relatório final: 02/08/2015 3a. prestação de contas: 02/08/2015 Workshop de resultados finais: 24/08/ RECURSOS FINANCEIROS 8.1. Verba total: As propostas aprovadas serão financiadas com recursos no valor total de R$ ,00 (quinhentos mil reais), oriundos da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal. O valor máximo financiável por projeto é de R$ ,00 (cem mil reais) Recolhimentos devidos para o cálculo do orçamento: Não serão aplicados aos projetos vencedores deste edital quaisquer percentuais de recolhimento relativos ao FUPPECEU- USP e aos fundos das unidades e departamentos. A Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo, da mesma forma, isenta os projetos da taxa referente às suas despesas gerenciais Distribuição do orçamento nas fases do projeto: O orçamento do projeto deverá ser distribuído nas duas fases de execução da seguinte forma: a) o orçamento máximo para a primeira fase, de diagnóstico e efetivação da parceria com o beneficiário da intervenção, é de 10% do valor total do orçamento do projeto; b) o restante do orçamento deverá ser atribuído às atividades da segunda fase, e será liberado mediante a aprovação dos resultados da primeira fase Itens financiáveis Poderão ser financiados os seguintes itens, observadas as regras estabelecidas pela Lei nº 4320/64 e pela Lei nº 8666/93: bolsas para alunos de graduação e pós- graduação, respeitados os valores nas tabelas da FUSP, em

7 material permanente: equipamentos, mobiliário, componentes ou peças de reposição, nacionais ou importados, desde que não ultrapasse 10% do valor total do projeto; material de consumo, nacional ou importado; serviços de terceiros (pessoa física ou jurídica), no máximo 30% do valor total do projeto; despesas com alimentação, transporte e hospedagem para professores, pesquisadores ou especialistas visitantes, que não ultrapassem 5% do valor total do projeto; obras civis de pequeno porte, que não ultrapassem o valor de 5% do total do projeto. Obs.: Quaisquer outras despesas necessárias à consecução do projeto serão de responsabilidade do coordenador do projeto ou sua unidade. Caso o orçamento apresentado seja superior às faixas previstas no edital, o proponente deverá fornecer documentação comprobatória da existência das outras fontes de financiamento Toda contratação deverá atender às regras da FUSP, constantes em Todos os encargos deverão ser incluídos no orçamento do custo do projeto, não cabendo qualquer aditivo por conta da não observância das regras de planejamento de projetos Não são financiáveis: a) remuneração de docentes e servidores técnico- administrativos da USP e de profissionais vinculados às instituições colaboradoras; b despesas referentes a manutenção de imóveis tais como reformas, aluguel, taxas públicas, etc. c) custos operacionais das organizações colaboradoras envolvidas Cronograma da prestação de contas A prestação de contas deverá ser realizada: a) ao término da primeira fase, ou seja, no máximo aos 120 dias do início do projeto, como parte integrante da documentação que autorizará a segunda fase;

8 b) na metade da segunda fase, ou seja, aos 180 dias do início da segunda fase; c) no encerramento gerencial do projeto, que se dará 2 meses após o término da segunda fase, ou seja, a 420 dias do início da segunda fase Contrapartidas No caso de alguma instituição colaboradora ser uma empresa a con- trapartida obrigatória mínima dessa empresa deverá ser de 30% do montante de recursos financiados Eventuais contrapartidas a serem oferecidas pela Unidade e demais instituições colaboradoras deverão ser indicadas na documentação do projeto Em todos os casos, a utilização do orçamento deverá ser detalhada Restos da execução financeira Eventuais restos da execução financeira do projeto deverão retornar à Fundação Maria Cecília Souto Vidigal. 9. DIREITOS AUTORAIS DE DIVULGAÇÃO E EXIBIÇÃO 9.1. Os proponentes deverão anexar declaração comprometendo- se a assegurar gratuitamente à Universidade de São Paulo e à Fundação Maria Cecília Souto Vidigal o direito de reprodução e veiculação pública dos resultados dos projetos contemplados Quaisquer ônus por questões de direitos autorais recairão, exclusivamente, sobre o Coordenador do Projeto Os proponentes comprometem- se a redigir relato ou artigo relativo ao projeto, a ser submetido para publicação na Revista Cultura e Extensão USP. 10. APRESENTAÇÃO DO PROJETO O principal documento de apresentação do projeto é o Plano do Projeto, que deverá conter: a) nome e número USP do Coordenador do Projeto; b) nome da unidade USP à qual o Coordenador do Projeto é vinculado; c) título do projeto, em português e em inglês;

9 d) resumo em português (máximo de 4000 caracteres) e abstract em inglês (máximo de 4000 caracteres); e) relação das instituições colaboradoras do projeto (máximo de 300 caracteres); f) nome do parceiro beneficiário da intervenção (máximo de 300 caracteres); g) nome dos membros da equipe participante do projeto; h) objetivos (máximo de 4000 caracteres); i) justificativa (máximo de 4000 caracteres); j) descrição detalhada da proposta (máximo de 6000 caracteres); k) metodologia, indicando o trabalho nas duas fases solicitadas neste edital (máximo de 6000 caracteres); l) plano de trabalho, ressaltando resultados tangíveis e verificáveis de cada etapa (máximo de 6000 caracteres); m) cronograma de execução, para as duas fases solicitadas neste edital (máximo de 4000 caracteres); n) montante de recursos solicitados na primeira fase; o) montante de recursos solicitados na segunda fase; p) planilha orçamentária, com detalhamento da utilização dos recursos financeiros. Obs.: os projetos deverão seguir o modelo de Plano de Projeto disponível em respeitando a formatação e os limites de número de caracteres informados. 11. INSCRIÇÃO As inscrições são gratuitas. Cada proponente poderá inscrever apenas um projeto. O ato de inscrição pressupõe a plena concordância do proponente com as condições e os termos integrais deste edital Os seguintes documentos, cujos modelos estão disponíveis para download no site são necessários para a

10 inscrição do projeto: a) 1 (uma) cópia impressa do Plano do Projeto no formato descrito no Item 9 ; b) súmulas curriculares de, no máximo, três páginas cada, do Coordenador do Projeto e dos membros da equipe envolvida na realização do projeto; c) declaração do dirigente da unidade executora à qual se refere o projeto, manifestando sua anuência com a realização do mesmo e com a administração dos recursos financeiros pela FUSP, caso o projeto seja contemplado; d) declaração de interesse dos dirigentes das instituições colaboradoras com o estabelecimento de convênio com a USP para participação no projeto; e) declaração de anuência do Coordenador do Projeto com a reprodução e veiculação pública por parte da USP e da FMCSV dos resultados dos projetos contemplados Inscrição on- line A inscrição deverá ser realizada pela Internet até as 23h59 horas do dia 22/09/2013, mediante acesso ao site tais/primeirainfancia No momento da inscrição online, o proponente deverá ter preparado previamente os seguintes documentos: plano do Projeto, em formato PDF, de acordo com o Item 10 deste Edital; súmulas curriculares de, no máximo, três páginas cada, do Coordenador do Projeto e dos membros da equipe envolvida na realização do projeto, inclusive colaboradores, compactadas em um único arquivo ZIP; planilha orçamentária, em formato PDF O proponente deverá preencher o formulário de inscrição no site e fazer o upload dos arquivos Em resposta ao preenchimento correto e completo dos itens de inscrição, o sistema enviará e- mail de confirmação da inscrição online A Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo não se responsabiliza por inscrições não recebidas por motivos de ordem

11 técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados Remessa dos documentos O proponente deverá solicitar à CCEx de sua unidade ou órgão a abertura de processo, o qual deverá conter os originais assinados de todos os documentos relacionados no Item 10.1 deste Edital Os dados que devem constar na capa do processo são: interessado: unidade executora; assunto: Edital Ações para o desenvolvimento integral na Primeira Infância - Projeto (nome do projeto) O processo deverá ser entregue no setor administrativo e financeiro da Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, localizado na Rua da Praça do Relógio, nº Edifício Anexo 01 - Térreo - Sala 77 - Cidade Universitária - São Paulo - SP , até as 17:00 do dia 23/09/ Os proponentes que apresentarem o processo fora do prazo e/ou que não estejam acompanhados dos documentos exigidos neste Edital serão desclassificados A entrega do processo no prazo correto é de inteira e exclusiva responsabilidade do proponente. Após o recebimento, não serão aceitas modificações, substituições ou acréscimos de nenhum tipo. 12 ADMISSÃO, ANÁLISE E JULGAMENTO 12.1 A seleção das propostas submetidas, em atendimento a este Edital, será realizada por intermédio de análises e avaliações comparativas Para tanto, são estabelecidas as seguintes etapas: a) verificação técnica formal: consiste na análise preliminar das propostas apresentadas, a ser realizada pela área técnica da PRCEU, quanto à sua adequação ao presente Edital; obs. 1: Será realizada a divulgação do resultado parcial da Etapa de Verificação

12 Técnica Formal no dia 01/10/2013, pelo site da Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, obs. 2: As eventuais interposições de recursos em relação à divulgação do resultado parcial da Verificação Técnica Formal deverão ser realizadas no período de 01/10/2013 a 04/10/2013, das 8h às 17h, junto à PRCEU, no endereço indicado pelo Item O recurso só será deferido caso o solicitante comprove a entrega de todos os documentos descritos no Item10.1 à Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, não se responsabilizando esta por eventuais falhas de terceiros; obs. 3: A relação final dos projetos homologados na referida etapa será divulgada no dia 14/10/2013 pelo site da Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, b) análise pela Comissão Julgadora, para seleção de projetos para a primeira fase: as propostas serão analisadas e classificadas nesta etapa por uma Comissão Julgadora, designada pela Vice- Reitoria da USP, pelo Núcleo dos Direitos da Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP e pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal: a análise consistirá na avaliação do mérito acadêmico das propostas enquadradas na etapa anterior, considerando os critérios constantes no Item 4 deste Edital; distribuição de recursos: consiste na distribuição dos recursos financeiros, tendo em vista a aprovação do mérito acadêmico, de acordo com os recursos financeiros disponíveis, conforme Item 8 ; os projetos aprovados deverão ser autorizados a proceder à primeira fase dos trabalhos; as decisões efetuadas pela Comissão Julgadora são irrecorríveis e não caberá recurso sobre o resultado final. c) análise pela Comissão Julgadora, para seleção de projetos para a segunda fase: os projetos que executaram a primeira fase passarão por avaliação da Comissão Julgadora, que verificará os resultados alcançados:

13 a análise consistirá na avaliação dos resultados obtidos, em função dos resultados planejados na proposta; os projetos aprovados deverão ser autorizados a proceder à segunda fase dos trabalhos; as decisões efetuadas pela Comissão Julgadora são irrecorríveis e não caberá recurso sobre o resultado final. 13. REPASSE DOS RECURSOS O repasse dos recursos para o projeto, na primeira fase, será efetuado em uma única parcela após a abertura do projeto na FUSP Para a segunda fase, o repasse de recursos será realizado ao projeto em uma única parcela, após a aprovação do seguimento do projeto. 14. RETORNO INSTITUCIONAL É obrigatória a inserção do logotipo da Universidade de São Paulo, da Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária e da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal nos materiais relativos ao projeto contemplado, conforme Manual de Marca da PRCEU, à disposição no site As peças deverão também incluir a expressão: Este projeto foi contemplado pela Vice- Reitoria e pela Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP com o apoio da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal. 15. RELATÓRIOS ACADÊMICOS E DE PRESTAÇÃO DE CONTAS O Coordenador do projeto deverá apresentar os seguintes documentos para acompanhamento do projeto: a) relatório de resultados acadêmicos da 1ª fase, em 05/05/2014, devi- damente ratificado pela Comissão de Cultura e Extensão Universitária da Unidade, que o encaminhará à Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP; b) 1ª prestação de contas, em 05/05/2014; c) relatório de resultados acadêmicos parciais da 2ª fase, em 01/12/2014, devidamente ratificado pela Comissão de Cultura e Extensão Universitária da

14 Unidade, que o encaminhará à Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP; d) 2ª prestação de contas, em 01/12/2014; e) relatório de resultados acadêmicos finais da 2ª fase, em 02/08/2015, devidamente ratificado pela Comissão de Cultura e Extensão Universitária da Unidade, que o encaminhará à Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP; f) 3ª. prestação de contas em 02/08/2015; g) apresentação dos resultados parciais da 2ª fase, no I Workshop de projetos, em dezembro de 2014, contendo no mínimo os seguintes itens: relatório de atividades; avaliação de resultados; proposta de sustentabilidade. h) apresentação dos resultados finais da 2ª fase, no II Workshop de projetos, em agosto de 2015, contendo no mínimo os seguintes itens: relatório de atividades; avaliação de resultados; proposta de sustentabilidade.

15 Prof. Dr. João Grandino Rodas Reitor da Universidade de São Paulo Profa. Dra. Maria Arminda do Nascimento Arruda Pró- Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP Eduardo de Campos Queiroz Diretor Presidente da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal

Programa de Fluxo Contínuo para Apoio a Projetos Especiais

Programa de Fluxo Contínuo para Apoio a Projetos Especiais Chamada Pública nº 03/2012 Programa de Fluxo Contínuo para Apoio a Projetos Especiais A FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná, em conformidade com suas finalidades,

Leia mais

MEMÓRIAS BRASILEIRAS: BIOGRAFIAS Edital N 13/2015

MEMÓRIAS BRASILEIRAS: BIOGRAFIAS Edital N 13/2015 MEMÓRIAS BRASILEIRAS: BIOGRAFIAS Edital N 13/2015 Publicado no DOU de 29/07/15 seção 3 pág. 33 DIRETORIA DE PROGRAMAS E BOLSAS NO PAÍS DPB Coordenação- Geral de Programas Estratégicos CGPE A Coordenação

Leia mais

APOIO À REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO EDITAL Nº030/ 2015 - AREC

APOIO À REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO EDITAL Nº030/ 2015 - AREC APOIO À REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO EDITAL Nº030/ 2015 - AREC O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação - SECTI, por meio

Leia mais

Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6

Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6 Chamada Pública 17/2014 Programa de Auxílio à Pós-Graduação Stricto Sensu Acadêmico Notas Capes 5 e 6 Acordo Capes/Fundação Araucária A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Leia mais

Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL.

Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Edital Nº 04/2015 DEPE DISPÕE SOBRE A SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA APOIO A PROJETOS DE PESQUISA NA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SOBRAL. Período 2015/2016 O Diretor da Santa Casa de Misericórdia de Sobral,

Leia mais

Edital de Seleção Pública de Projetos Sociais

Edital de Seleção Pública de Projetos Sociais Disposições Gerais As inscrições dos projetos serão aceitas com a entrega física do projeto, acompanhado de CD ROM com a versão digitalizada, nos escritórios das Regionais da CEMAR (relação ANEXO I), ou

Leia mais

1. DA AUTORIZAÇÃO 2. DO OBJETO

1. DA AUTORIZAÇÃO 2. DO OBJETO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE INCLUSÃO DIGITAL AVISO DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 02, DE 4 DE OUTUBRO DE 2012 PROGRAMA COMPUTADORES PARA INCLUSÃO A União, por intermédio da Secretaria de Inclusão

Leia mais

EDITAL PROPPI Nº 005/2015 - Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS

EDITAL PROPPI Nº 005/2015 - Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS EDITAL PROPPI Nº 005/2015 - Apoio à Edição de Periódicos Científicos do IFRS O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Leia mais

RESUMO DA CHAMADA MCTI/DBT N º 17/2015 - Programa de Cooperação SEPED/MCTI/CNPq com o Departamento de Biotecnologia (DBT) do Ministério da Ciência e

RESUMO DA CHAMADA MCTI/DBT N º 17/2015 - Programa de Cooperação SEPED/MCTI/CNPq com o Departamento de Biotecnologia (DBT) do Ministério da Ciência e RESUMO DA CHAMADA MCTI/DBT N º 17/2015 - Programa de Cooperação SEPED/MCTI/CNPq com o Departamento de Biotecnologia (DBT) do Ministério da Ciência e Tecnologia da Índia Salvador Out/2015 I CHAMADA A Secretaria

Leia mais

Edital FAPERJ n.º 17/2010 Parceria CAPES/FAPERJ PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO CAPES/FAPERJ 2010

Edital FAPERJ n.º 17/2010 Parceria CAPES/FAPERJ PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO CAPES/FAPERJ 2010 Edital n.º 17/2010 Parceria / PROGRAMA EQUIPAMENTO SOLIDÁRIO / 2010 O Ministério da Educação, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, e o Governo do Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

EDITAL Nº 429 de 29/07/2015

EDITAL Nº 429 de 29/07/2015 EDITAL Nº 429 de 29/07/2015 O Reitor em exercício do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, torna público o processo de seleção de invenções

Leia mais

EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 002/2015/PROPE SELEÇÃO DE ORIENTADORES E PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIBIC/FAPEMIG PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

BOLSA CULTURA 2015 EDITAL 003/2014 BOLSA DE EXTENSÃO VINCULADA ÀS AÇÕES DE ARTE E CULTURA

BOLSA CULTURA 2015 EDITAL 003/2014 BOLSA DE EXTENSÃO VINCULADA ÀS AÇÕES DE ARTE E CULTURA Secretaria de Cultura Gestão 2012 2016 secult@contato.ufsc.br (48) 3721-2376 BOLSA CULTURA 2015 EDITAL 003/2014 BOLSA DE EXTENSÃO VINCULADA ÀS AÇÕES DE ARTE E CULTURA Em consonância com a Resolução Normativa

Leia mais

EDITAL FAPESB N o 005/2016 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA OLIMPÍADAS DE CIÊNCIAS

EDITAL FAPESB N o 005/2016 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA OLIMPÍADAS DE CIÊNCIAS EDITAL FAPESB N o 005/2016 PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA OLIMPÍADAS DE CIÊNCIAS Edital para seleção de propostas de apoio à Organização de Olimpíadas de Ciências no Estado da Bahia

Leia mais

Novas Formas de Aprender e Empreender

Novas Formas de Aprender e Empreender Novas Formas de Aprender e Empreender DÚVIDAS FREQUENTES 1. Sobre o Prêmio Instituto Claro, Novas Formas de Aprender e Empreender 1.1. O que é o Prêmio? O Prêmio Instituto Claro Novas Formas de Aprender

Leia mais

Conjunto EDITAL N.º 025/2014 PROEPI/IFPR - RETIFICADO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN)

Conjunto EDITAL N.º 025/2014 PROEPI/IFPR - RETIFICADO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN) EDITAL N.º 025/2014 PROEPI/IFPR - RETIFICADO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN) A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação do Instituto Federal do Paraná

Leia mais

Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa

Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa Chamada Pública 15/2014 Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO

REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. As presentes disposições visam regulamentar o Programa Parceiros em Ação, instituído pela Área de Responsabilidade Social do BANCO

Leia mais

EDITAL Nº 005/2015/PROPE SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ORIENTADORES E PROPOSTAS DE ESTUDO PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 005/2015/PROPE SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ORIENTADORES E PROPOSTAS DE ESTUDO PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 005/2015/PROPE SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ORIENTADORES E PROPOSTAS DE ESTUDO PARA BOLSISTAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR PIBIC-JR/FAPEMIG

Leia mais

www.fundep.br/programacaptar, juntamente com este regulamento.

www.fundep.br/programacaptar, juntamente com este regulamento. PROGRAMA DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS FUNDEP REGULAMENTO PARA CADASTRAMENTO DE PROJETOS UFMG A Fundep//Gerência de Articulação de Parcerias convida a comunidade acadêmica da UFMG a cadastrar propostas de acordo

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana EDITAL PROEX 10/2014, de 05 de agosto de 2014 PROFIEX 2014 A Comissão Superior de Extensão e a Pró-Reitora de Extensão da Universidade

Leia mais

ALDEIA SOLIDÁRIA REGULAMENTO

ALDEIA SOLIDÁRIA REGULAMENTO ALDEIA SOLIDÁRIA REGULAMENTO 1. Apresentação 1.1. Conceitos Gerais O projeto Aldeia Solidária é uma ação de Responsabilidade Social do Aldeia das Águas Park Resort. A empresa entende a necessidade de promover

Leia mais

EDITAL Nº 003/2016/PR-PPGI/IFAM, DE 25 DE MAIO DE 2016

EDITAL Nº 003/2016/PR-PPGI/IFAM, DE 25 DE MAIO DE 2016 EDITAL Nº 003/2016/PR-PPGI/IFAM, DE 25 DE MAIO DE 2016 PROGRAMA DE APOIO À REALIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS DE CURSOS STRICTU SENSO - PAESS A PR- PPGI, no uso de suas atribuições estatutárias,

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 16/2011

EDITAL FAPEMIG 16/2011 EDITAL FAPEMIG 16/2011 PROGRAMA ESTRUTURADOR REDE DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA MESTRES E DOUTORES A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, atendendo à orientação

Leia mais

Programa CAPES-MINCYT

Programa CAPES-MINCYT Programa CAPES- Processo Seletivo 2014 Edital nº 22/2014 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, instituída como Fundação Pública, por meio da Lei nº. 8.405, de 09 de janeiro

Leia mais

Programa CAPES-UDELAR Docentes Processo Seletivo 2013 Edital nº 003/2013

Programa CAPES-UDELAR Docentes Processo Seletivo 2013 Edital nº 003/2013 Programa CAPES-UDELAR Docentes Processo Seletivo 2013 Edital nº 003/2013 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, instituída como Fundação Pública, por meio da Lei nº. 8.405,

Leia mais

CHAMADA PARA O PROCESSO DE INSCRIÇÃO 2014/2015 DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FUNCAP

CHAMADA PARA O PROCESSO DE INSCRIÇÃO 2014/2015 DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FUNCAP CHAMADA PARA O PROCESSO DE INSCRIÇÃO 2014/2015 DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FUNCAP CHAMADA Nº. 13/2013 DETALHAMENTO GERAL INTRODUÇÃO A (FUNCAP), vinculada

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL do CONCURSO de PROJETOS de SEDE de ONG - SUSTENTÁVEL

REGULAMENTO OFICIAL do CONCURSO de PROJETOS de SEDE de ONG - SUSTENTÁVEL REGULAMENTO OFICIAL do CONCURSO de PROJETOS de SEDE de ONG - SUSTENTÁVEL O Concurso de Projeto de Sede de ONG SUSTENTÁVEL, configurado pela ONG ASSOCIAÇÃO RECRIANÇA tem como objetivo PREMIAR A EQUIPE que

Leia mais

EDITAL FAPESB/SECTI/SEBRAE/IEL Apoio à Implantação de Cursos de Empreendedorismo 002/2006

EDITAL FAPESB/SECTI/SEBRAE/IEL Apoio à Implantação de Cursos de Empreendedorismo 002/2006 EDITAL FAPESB/SECTI/SEBRAE/IEL Apoio à Implantação de Cursos de Empreendedorismo 002/2006 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA BAHIA INOVAÇÃO REDE DE EMPREENDEDORISMO A Fundação de Amparo à Pesquisa

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX EDITAL Nº. 09/2016-PROEX/IFRN

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX EDITAL Nº. 09/2016-PROEX/IFRN 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROEX EDITAL Nº. 09/2016-PROEX/IFRN SELEÇÃO PÚBLICA PARA APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO EXERCÍCIO 2016

Leia mais

REGULAMENTO GERAL 5º Edição do Prêmio CISER de Inovação Tecnológica

REGULAMENTO GERAL 5º Edição do Prêmio CISER de Inovação Tecnológica REGULAMENTO GERAL 5º Edição do Prêmio CISER de Inovação Tecnológica 1. O PRÊMIO O Prêmio CISER de Inovação Tecnológica, doravante denominado PRÊMIO, promovido pela Cia. Industrial H. Carlos Schneider (CISER),

Leia mais

REITORIA EDITAL Nº 21/2015 FOMENTO À PESQUISA VINCULADA AOS PROGRAMAS STRICTO SENSU

REITORIA EDITAL Nº 21/2015 FOMENTO À PESQUISA VINCULADA AOS PROGRAMAS STRICTO SENSU REITORIA EDITAL Nº 21/2015 FOMENTO À PESQUISA VINCULADA AOS PROGRAMAS STRICTO SENSU O Reitor da Universidade Vila Velha UVV torna público a todos os interessados que estão abertas, de 10 de junho de 2014

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO CONSELHO EDITORIAL

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO CONSELHO EDITORIAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO CONSELHO EDITORIAL EDITAL N.º 22/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À PUBLICAÇÃO DE LIVROS

Leia mais

1. Objetivo. 2. Elegibilidades e restrições

1. Objetivo. 2. Elegibilidades e restrições Edital FAPERJ Nº 16/2015 Programa Apoio à Implantação, Recuperação e Modernização da Infraestrutura para Pesquisa nas Universidades Estaduais do Rio de Janeiro 2015 O Governo do Estado do Rio de Janeiro,

Leia mais

Reabertura de Inscriçõ es

Reabertura de Inscriçõ es Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá Diretoria de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico EDITAL PIBIC/CNPq/IEPA 2015/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE

Leia mais

Programa CAPES-DFAIT

Programa CAPES-DFAIT Programa CAPES- Edital CAPES nº 007/2011 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, Fundação Pública, criada pela Lei nº. 8.405, de 09 de janeiro de 1992, modificada pela Lei

Leia mais

EDITAL N.º 003/2014 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN)

EDITAL N.º 003/2014 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN) EDITAL N.º 003/2014 PROEPI/IFPR PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN) A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação do Instituto Federal do Paraná (IFPR),

Leia mais

EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA.

EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA. EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA. O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

Universidade Federal de Itajubá Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação (DPPG) Campus de Itabira

Universidade Federal de Itajubá Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação (DPPG) Campus de Itabira Universidade Federal de Itajubá Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Diretoria de Pesquisa e Pós Graduação (DPPG) Campus de Itabira EDITAL Nº 006/2016 Campus Itabira PIBIC/PIBITI CNPq, PIVIC Unifei

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DAS CIDADES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL Nº 01/2008 BRASÍLIA, 15 de setembro de 2008 PROGRAMA DE APOIO À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA PROEXT 2008 MEC/ CIDADES MINISTÉRIO DAS CIDADES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria

Leia mais

Programa de Apoio à Organização de Eventos Técnico-Científicos, de Extensão e Difusão Acadêmica

Programa de Apoio à Organização de Eventos Técnico-Científicos, de Extensão e Difusão Acadêmica 1 Chamada de Projetos 01/2011 Programa de Apoio à Organização de Eventos Técnico-Científicos, de Extensão e Difusão Acadêmica A FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do

Leia mais

10.207.232/0001-79, 1970 5 CEP: 04565-907, 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO

10.207.232/0001-79, 1970 5 CEP: 04565-907, 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO REGULAMENTO Realizadora: Instituto Claro, CNPJ: 10.207.232/0001-79, com sede na Rua Flórida, 1970 andar 5 CEP: 04565-907, Cidade Monções São Paulo/SP. 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO 1.1. O Prêmio Instituto

Leia mais

EDITAL PROPPI Nº 012/2015 APOIO A PROJETOS COOPERATIVOS DE PESQUISA APLICADA, DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO.

EDITAL PROPPI Nº 012/2015 APOIO A PROJETOS COOPERATIVOS DE PESQUISA APLICADA, DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO. EDITAL PROPPI Nº 012/2015 APOIO A PROJETOS COOPERATIVOS DE PESQUISA APLICADA, DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO. O Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

Programa Bolsa-Sênior

Programa Bolsa-Sênior CHAMADA PÚBLICA 09/2015 Programa Bolsa-Sênior A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná divulga a presente Chamada Pública e convida as instituições de ensino

Leia mais

EDITAL FAPESB Nº 002/2016 Apoio à Organização de Eventos Científicos e Tecnológicos

EDITAL FAPESB Nº 002/2016 Apoio à Organização de Eventos Científicos e Tecnológicos EDITAL FAPESB Nº 002/2016 Apoio à Organização de Eventos Científicos e Tecnológicos A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, órgão vinculado à Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ - REITORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ - REITORIA DE ENSINO E GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL EDITAL Nº 003/2013 DEaD/UNIFAP PROCESSO SELETIVO PARA TUTOR DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EM SAÚDE A Pró-Reitoria de Ensino e Graduação PROGRAD, através do Departamento de Educação à Distância,

Leia mais

EDITAL 001/2010-DAP/PROPESP/UFAM

EDITAL 001/2010-DAP/PROPESP/UFAM Universidade Federal do Amazonas Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Departamento de Apoio à Pesquisa Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Cientifica Júnior - PIBICJR EDITAL 001/2010-DAP/PROPESP/UFAM

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2012 GERAÇÃO DE RENDA (NEGÓCIOS INCLUSIVOS) REGULAMENTO

PROCESSO SELETIVO 2012 GERAÇÃO DE RENDA (NEGÓCIOS INCLUSIVOS) REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO 2012 GERAÇÃO DE RENDA (NEGÓCIOS INCLUSIVOS) REGULAMENTO Criado em 2006, o é responsável por gerenciar o investimento social do Grupo HSBC Brasil e tem como missão contribuir para o desenvolvimento

Leia mais

Universidade Aberta do Brasil Edital Nº. 02 de 31 de julho de 2009 DED/CAPES Edital Pró-Equipamentos

Universidade Aberta do Brasil Edital Nº. 02 de 31 de julho de 2009 DED/CAPES Edital Pró-Equipamentos Universidade Aberta do Brasil Edital Nº. 02 de 31 de julho de 2009 DED/CAPES Edital Pró-Equipamentos A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, sediada no Setor Bancário

Leia mais

EDITAL Nº 001/2012-PROPPG, de 17 de janeiro de 2012.

EDITAL Nº 001/2012-PROPPG, de 17 de janeiro de 2012. PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INCENTIVO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS PARA SERVIDORES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS (PIPECT/IFG) EDITAL Nº 001/-PROPPG,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO Termo de Concessão e Aceitação de Apoio Financeiro a Projeto CONCEDENTE:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE NÚCLEO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE NÚCLEO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE NÚCLEO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA Edital n.º 04/2012- NESC/UFRN Regulamenta o processo de admissão de alunos para o curso de Especialização

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO ENSINO MÉDIO (PIBIC-EM/CNPq) EDITAL Nº 005/2015 PROPPG, de 17 de março de 2015

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO ENSINO MÉDIO (PIBIC-EM/CNPq) EDITAL Nº 005/2015 PROPPG, de 17 de março de 2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO ENSINO MÉDIO (PIBIC-EM/CNPq) EDITAL Nº 005/2015 PROPPG, de 17 de março de 2015 A Reitoria do, por meio da (PROPPG/IFG), torna público o processo

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), por meio de sua Pró-reitoria de

Leia mais

EDITAL Verde-Amarelo/ Parques Tecnológicos: FINEP 04/2002

EDITAL Verde-Amarelo/ Parques Tecnológicos: FINEP 04/2002 EDITAL Verde-Amarelo/ Parques Tecnológicos: FINEP 04/2002 O Ministério da Ciência e Tecnologia, em cumprimento às recomendações do Comitê Gestor do Programa de Estímulo à Interação Universidade-Empresa

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO - 2011: CONCESSÃO INSTITUCIONAL ÀS IFES. Diretrizes para Elaboração do Projeto Institucional

PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO - 2011: CONCESSÃO INSTITUCIONAL ÀS IFES. Diretrizes para Elaboração do Projeto Institucional PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO - 2011: CONCESSÃO INSTITUCIONAL ÀS IFES Diretrizes para Elaboração do Projeto Institucional 1 Objetivos O Programa Nacional de Pós-doutorado da CAPES PNPD/2011: Concessão

Leia mais

EDITAL FAPAC_CAPES_006/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO ACORDO CAPES/FAPAC

EDITAL FAPAC_CAPES_006/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO ACORDO CAPES/FAPAC EDITAL FAPAC_CAPES_006/2014 PROGRAMA DE BOLSAS DE MESTRADO ACORDO CAPES/FAPAC O Governo do Estado do Acre, por meio da FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO ACRE (FAPAC) em parceria com a COORDENAÇÃO

Leia mais

EDITAL PROGRAMA INOVA UNIRIO PROPG/DPG 2016 (IN-UNIRIO) Edital IN-UNRIO n o 01/2016

EDITAL PROGRAMA INOVA UNIRIO PROPG/DPG 2016 (IN-UNIRIO) Edital IN-UNRIO n o 01/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa PROPG Diretoria de Pós-Graduação - DPG EDITAL PROGRAMA INOVA UNIRIO PROPG/DPG 2016 (IN-UNIRIO) Edital IN-UNRIO

Leia mais

PROGRAMA DE FOMENTO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO, TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO ESTADO DO PIAUÍ CHAMADA PÚBLICA FAPEPI N.º 001/2015

PROGRAMA DE FOMENTO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO, TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO ESTADO DO PIAUÍ CHAMADA PÚBLICA FAPEPI N.º 001/2015 PROGRAMA DE FOMENTO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO, TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO ESTADO DO PIAUÍ CHAMADA PÚBLICA FAPEPI N.º 001/2015 Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí FAPEPI torna público o lançamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPÁRTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROGRAMA ESCOLA TÉCNICA ABERTA DO BRASIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPÁRTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROGRAMA ESCOLA TÉCNICA ABERTA DO BRASIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPÁRTAMENTO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PROGRAMA ESCOLA TÉCNICA ABERTA DO BRASIL PROCESSO SELETIVO nº. 27/2015/DEAD EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROFESSOR

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Campus São Gonçalo CoEX - Coordenação de Extensão EDITAL INTERNO

Leia mais

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS

EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS EDITAL FAPESB 002/2013 APOIO À PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E/OU TECNOLÓGICOS A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia FAPESB, no uso das suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais

EDITAL UNEB N o 017/2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público o

EDITAL UNEB N o 017/2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público o EDITAL UNEB N o 017/2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público o presente Edital que visa apoiar financeiramente a realização

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 18/2007 PROGRAMA USO MÚLTIPLO DE FLORESTAS RENOVÁVEIS

EDITAL FAPEMIG 18/2007 PROGRAMA USO MÚLTIPLO DE FLORESTAS RENOVÁVEIS EDITAL FAPEMIG 18/2007 PROGRAMA USO MÚLTIPLO DE FLORESTAS RENOVÁVEIS USO MÚLTIPLO DA MADEIRA VISANDO A ESTRUTURAÇÃO E LANÇAMENTO DO PÓLO DE EXCELÊNCIA EM FLORESTAS RENOVÁVEIS. A Fundação de Amparo à Pesquisa

Leia mais

Pró Reitoria de Extensão Universitária. Reitoria

Pró Reitoria de Extensão Universitária. Reitoria EDITAL N 004/2015 PROEX/Central de Cursos de Inovação e da UNESP Apoio para Cursos de em temas ambientais Seleção de propostas de cursos de extensão universitária em temas ambientais no âmbito da PROEX

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2015

CHAMADA PÚBLICA 2015 EDITAL N º 10/PROPPI/2015 Retificado CHAMADA PÚBLICA 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO-PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO Câmpus SÃO MIGUEL DO OESTE

Leia mais

EDITAL FAPES N 003/2012 - ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

EDITAL FAPES N 003/2012 - ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS EDITAL FAPES N 003/2012 - ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS ALTERADO PELA DIREX NA 219ª REUNIÃO ORDINÁRIA Chamada Pública para seleção de propostas para auxílio financeiro à organização de eventos técnicocientíficos

Leia mais

CHAMADA INTERNA Nº 01/2012/Gabinete/IFBAIANO PROGRAMA CIÊNCIA ITINERANTE Programa de Fomento à Institucionalização do Projeto Escola Itinerante

CHAMADA INTERNA Nº 01/2012/Gabinete/IFBAIANO PROGRAMA CIÊNCIA ITINERANTE Programa de Fomento à Institucionalização do Projeto Escola Itinerante MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO GABINETE DA REITORIA CHAMADA INTERNA Nº 01/2012/Gabinete/IFBAIANO PROGRAMA

Leia mais

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Nº 1/2013

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Nº 1/2013 EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Nº 1/2013 Estabelece as regras para seleção de Projetos de Iniciação Científica nas modalidades INICIA-b e INICIA-v para execução em 2014 (INICIA-2014). A Coordenação de

Leia mais

2.2.1. Caso seja protocolado mais de 01 (um) projeto, será aceito o último projeto protocolado.

2.2.1. Caso seja protocolado mais de 01 (um) projeto, será aceito o último projeto protocolado. EDITAL DE CONCURSO N 002/2015 8 EDITAL DO FUNDO MUNICIPAL DE APOIO À CULTURA A FUNDAÇÃO CULTURAL DE BRUSQUE, inscrita no CNPJ sob o nº 04.894.677/0001-71, com sede na Rua Germano Schaefer, 110 Praça da

Leia mais

2. DAS MODALIDADES E DOS REQUISITOS PARA O CANDIDATO À BOLSA

2. DAS MODALIDADES E DOS REQUISITOS PARA O CANDIDATO À BOLSA C AM PUS II Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Tel: 18 3229 2077 / 2078 / 2079 E-mail: posgrad@unoeste.br www.unoeste.br Campus I Campus II Rua José Bongiovani, 700 Cidade Universitária CEP 19050

Leia mais

CHAMADA ESTÁGIO DE VERÃO AGÊNCIA ESPACIAL AMERICANA NASA I²

CHAMADA ESTÁGIO DE VERÃO AGÊNCIA ESPACIAL AMERICANA NASA I² CHAMADA ESTÁGIO DE VERÃO AGÊNCIA ESPACIAL AMERICANA NASA I² 1. DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1. A oportunidade de estágio de verão proporcionada pela parceria entre a Agência Espacial Brasileira e a Agência Espacial

Leia mais

3.1. A Bolsa assegurará auxílio financeiro ao contemplado e será concedida em doze parcelas.

3.1. A Bolsa assegurará auxílio financeiro ao contemplado e será concedida em doze parcelas. EDITAL PIBIC-EM Nº 01/2015 O Reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, com vistas à chamada para a seleção de bolsista de Iniciação Científica para o Ensino Médio PIBIC-EM, sob a Coordenação

Leia mais

EDITAL Nº 001/2016/PR-PPGI/IFAM, DE 28 DE MARÇO DE 2016 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E DE INOVAÇÃO TECNOLOGICA - PADCIT.

EDITAL Nº 001/2016/PR-PPGI/IFAM, DE 28 DE MARÇO DE 2016 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E DE INOVAÇÃO TECNOLOGICA - PADCIT. EDITAL Nº 001/2016/PR-PPGI/IFAM, DE 28 DE MARÇO DE 2016 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E DE INOVAÇÃO TECNOLOGICA - PADCIT. A PRO-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO - PR-PPGI,

Leia mais

CHAMADA INTERNA DA PROPPG/UDESC/MCT/FINEP/CT-INFRA-PROINFRA 01/2013

CHAMADA INTERNA DA PROPPG/UDESC/MCT/FINEP/CT-INFRA-PROINFRA 01/2013 CHAMADA INTERNA DA PROPPG/UDESC/MCT/FINEP/CT-INFRA-PROINFRA 01/2013 Para atender a chamada pública MCT/FINEP/CT-INFRA PROINFRA - 2014 a ser lançada pela FINEP, o NUCLEO DE PROJETOS E PARCERIAS e a PRÓ-REITORIA

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012 A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação (PROEPI) do Instituto Federal do Paraná, por meio da Diretoria de Pesquisa (DIPE)

Leia mais

EDITAL DE APOIO A PESQUISADORES INTERNACIONAIS VISITANTES UFMT

EDITAL DE APOIO A PESQUISADORES INTERNACIONAIS VISITANTES UFMT EDITAL DE APOIO A PESQUISADORES INTERNACIONAIS VISITANTES UFMT EDITAL PROPeq/UFMT DE APOIO A PESQUISADORES INTERNACIONAIS VISITANTES - Maio de 2015 I) OBJETIVOS: O Edital de Apoio à participação de pesquisadores

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL DE EXTENSÃO PARA ATIVIDADES ARTÍSTICAS E CULTURAIS Nº 01/2014

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL DE EXTENSÃO PARA ATIVIDADES ARTÍSTICAS E CULTURAIS Nº 01/2014 FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL DE EXTENSÃO PARA ATIVIDADES ARTÍSTICAS E CULTURAIS Nº 01/2014 Regras Gerais do Edital de Extensão para Atividades Artísticas e Culturais Nº 01/2014:

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA CREDENCIAMENTO NO SISTEMA EMBRAPII

CHAMADA PÚBLICA PARA CREDENCIAMENTO NO SISTEMA EMBRAPII CHAMADA PÚBLICA PARA CREDENCIAMENTO NO SISTEMA EMBRAPII A Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial EMBRAPII torna público o processo de seleção para habilitar Polos EMBRAPII IF (PEIF). Os

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DO EDITAL Nº 002/2013 PROJETOS ESPECIAIS

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DO EDITAL Nº 002/2013 PROJETOS ESPECIAIS CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DO EDITAL Nº 002/2013 PROJETOS ESPECIAIS DO OBJETO: Este Edital de Chamada Pública de Patrocínio visa promover a seleção de projetos especiais a serem patrocinados pelo

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SEBRAE-TO / SECT-TO INOVA TOCANTINS / PAPPE INTEGRAÇÃO - Nº 01 / 2010

CHAMADA PÚBLICA SEBRAE-TO / SECT-TO INOVA TOCANTINS / PAPPE INTEGRAÇÃO - Nº 01 / 2010 CHAMADA PÚBLICA SEBRAE-TO / SECT-TO INOVA TOCANTINS / PAPPE INTEGRAÇÃO - Nº 01 / 2010 SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS PARA APOIO À PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO

Leia mais

EDITAL PIBITI 2015/2016 (Aprovado em reunião do Comitê de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia (PITT) da UFAL em 17/03/2015)

EDITAL PIBITI 2015/2016 (Aprovado em reunião do Comitê de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia (PITT) da UFAL em 17/03/2015) UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E EMPREENDEDORISMO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EDITAL PIBITI 2015/2016 (Aprovado em reunião

Leia mais

MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO EDITAL N o 03, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR BRASILEIRAS PARA A UNIVERSIDADE EM REDE DO BRICS (BRASIL, RÚSSIA, ÍNDIA, CHINA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EDITAL 015/2015 - PRPGP/UFSM Auxílio à pesquisa de recém-doutores ( FIPE Enxoval ) A Pró-Reitoria de

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA

ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROFESSORES-TUTORES PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA, REALIZADO PELO CONVÊNIO UNIRIO-CISBAF E OFERTADO PELA UNIVERSIDADE ABERTA

Leia mais

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4139, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o Fundo Municipal de Esporte e Lazer e o Incentivo ao Esporte e Lazer e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

EDITAL Nº 002/2014- PARFOR/PREG, DE 24 DE MARÇO DE 2014.

EDITAL Nº 002/2014- PARFOR/PREG, DE 24 DE MARÇO DE 2014. EDITAL Nº 002/2014- PARFOR/PREG, DE 24 DE MARÇO DE 2014. RELATIVO AO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFESSOR FORMADOR, PROFESSOR ORIENTADOR E SUPERVISOR DE ESTÁGIO PARA O PARFOR/UESPI 2014.1. A Pró-Reitoria

Leia mais

Casa da Árvore Projetos Sociais Projeto Telinha de Cinema - Tecnologia, Arte e Educação

Casa da Árvore Projetos Sociais Projeto Telinha de Cinema - Tecnologia, Arte e Educação Casa da Árvore Projetos Sociais Projeto Telinha de Cinema - Tecnologia, Arte e Educação EDITAL 003/2011 1º. Circuito de Residências de Arte, Tecnologia e Educação Telinha de Cinema #ResTelinha# 1. Objeto

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ENSINO MÉDIO DA USC PIBIC/EM 2015/2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ENSINO MÉDIO DA USC PIBIC/EM 2015/2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ENSINO MÉDIO DA USC PIBIC/EM 2015/2016 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade do Sagrado Coração torna público o presente Edital de abertura de inscrições,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO PROGRAMA MARANHÃO MAIS MÚSICA

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO PROGRAMA MARANHÃO MAIS MÚSICA GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO MARANHÃO PROGRAMA MARANHÃO MAIS MÚSICA EDITAL FAPEMA Nº 43/2013 MÚSICA PRORROGAÇÃO Atividades Datas Data

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA DE APOIO À TRADUÇÃO E PUBLICAÇÃO DE AUTORES BRASILEIROS NO EXTERIOR

EDITAL DO PROGRAMA DE APOIO À TRADUÇÃO E PUBLICAÇÃO DE AUTORES BRASILEIROS NO EXTERIOR EDITAL DO PROGRAMA DE APOIO À TRADUÇÃO E PUBLICAÇÃO DE AUTORES BRASILEIROS NO EXTERIOR A Fundação Biblioteca Nacional torna público que oferecerá bolsas de apoio à tradução e publicação de obras de autoras

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA DE APOIO À TRADUÇÃO E À PUBLICAÇÃO DE AUTORES BRASILEIROS NO EXTERIOR

EDITAL DO PROGRAMA DE APOIO À TRADUÇÃO E À PUBLICAÇÃO DE AUTORES BRASILEIROS NO EXTERIOR EDITAL DO PROGRAMA DE APOIO À TRADUÇÃO E À PUBLICAÇÃO DE AUTORES BRASILEIROS NO EXTERIOR A Fundação Biblioteca Nacional torna público que oferecerá apoio financeiro às editoras estrangeiras que desejam

Leia mais

EDITAL Nº 18/2014 PROCESSO SELETIVO DE TUTORES A DISTANCIA PARA O BANCO DE TALENTOS DA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

EDITAL Nº 18/2014 PROCESSO SELETIVO DE TUTORES A DISTANCIA PARA O BANCO DE TALENTOS DA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS DIVISÃO DE EDUCAÇÃO E CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL EDITAL Nº 18/2014 PROCESSO SELETIVO DE TUTORES

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA COMISSÃO SUPERIOR DE EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA COMISSÃO SUPERIOR DE EXTENSÃO REGULAMENTO DA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA UNILA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Na UNILA, a extensão é o elo entre a Universidade e a Comunidade. 1º - A ação de extensão da UNILA é constituída

Leia mais

EDITAL 10/2014. PROGRAMA MINEIRO DE PÓS-DOUTORADO PMPD lli ACORDO CAPES/FAPEMIG

EDITAL 10/2014. PROGRAMA MINEIRO DE PÓS-DOUTORADO PMPD lli ACORDO CAPES/FAPEMIG EDITAL 10/2014 PROGRAMA MINEIRO DE PÓS-DOUTORADO PMPD lli ACORDO CAPES/FAPEMIG A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais FAPEMIG, atendendo à orientação programática da Secretaria de Estado

Leia mais

Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação Universidade de Brasília

Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação Universidade de Brasília (UnB) Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação (DPP) Programa de Bolsas de Mestrado e Doutorado da e Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (ProMD/UnB/FAPDF/2016) BOLSAS REMANESCENTES DO EDITAL ProMD/UnB/FAPDF

Leia mais

EDITAL Nº 07/2016 - PROEPI/IFPR CHAMADA PARA A III OLIMPÍADA IFPR DE ROBÓTICA

EDITAL Nº 07/2016 - PROEPI/IFPR CHAMADA PARA A III OLIMPÍADA IFPR DE ROBÓTICA EDITAL Nº 07/2016 - PROEPI/IFPR CHAMADA PARA A III OLIMPÍADA IFPR DE ROBÓTICA A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação do Instituto Federal do Paraná (IFPR), por meio da Diretoria de Pesquisa e

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação Tecnológica

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação Tecnológica EDITAL 01/2016 Propit PROGRAMA DE APOIO AO DOUTOR RECÉM-CONTRATADO A (Propit), em atenção ao Edital Nº 006/2015 da Fundação Amazônia de Amparo à Estudos e Pesquisa (FAPESPA), em parceria com a Coordenação

Leia mais

EDITAL Nº. 41/2015. Programa Institucional de Iniciação Científica para o Ensino Médio - IC/EM. Bolsas de Iniciação Científica Ensino Médio

EDITAL Nº. 41/2015. Programa Institucional de Iniciação Científica para o Ensino Médio - IC/EM. Bolsas de Iniciação Científica Ensino Médio EDITAL Nº. 41/2015 Programa Institucional de Iniciação Científica para o Ensino Médio - IC/EM Bolsas de Iniciação Científica Ensino Médio A Universidade Católica de Santos, por meio da Pró-Reitoria de

Leia mais

CHAMADA PARA CADASTRO DE PROJETOS DE ENSINO. EDITAL Nº 001/2015-DG, de 16 de março de 2015

CHAMADA PARA CADASTRO DE PROJETOS DE ENSINO. EDITAL Nº 001/2015-DG, de 16 de março de 2015 CHAMADA PARA CADASTRO DE PROJETOS DE ENSINO EDITAL Nº 001/2015-DG, de 16 de março de 2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Câmpus Anápolis, por meio do Departamento de Áreas

Leia mais