CatÁLogo. Literatura infantil e juvenil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CatÁLogo. Literatura infantil e juvenil"

Transcrição

1 CatÁLogo Literatura infantil e juvenil A ABACATTE EDITORIAL nasceu a partir da convicção de seus editores de que o primeiro passo para a formação intelectual, da cidadania e do desenvolvimento emocional de nossos leitores consiste em estimular desde cedo o prazer de ler. A partir de cuidadosa diversidade de temas, cores, formas, traços e estilos, vimos produzindo em parceria com escritores e ilustradores, consagrados ou estreantes, um catálogo do qual muito nos orgulhamos; esperamos que, através de educadores, pais, avós e demais contadores de histórias, nossos pequenos leitores se emocionem, viajem, aprendam ou simplesmente se divirtam. Neste catálogo estão presentes também os primeiros títulos de A SEMENTE, selo da ABACATTE criado especialmente para publicar obras destinadas à primeira infância. Já são 11 títulos e estão lindos. Visite nosso site: e curta nossa página:

2 ÍNDICE DAS OBRAS PRÉ-LEITOR LEITOR INICIANTE LEITOR EM PROCESSO BÉÉÉ ERA UMA VEZ UMA ÁRVORE MUNDO CÃO NO MEIO DA RUA NO MUNDO DA LUA PINTINHO DO LELÉ (O) POÁ QUEM QUER BRINCAR COMIGO? RAUL E O BAÚ DO VOVÔ VAGA-LUME (O) VIAGEM A VAPOR AMIGOS ARTESÃO (O) CABELINHO VERMELHO E O LOBO BOBO COMO NASCEM OS PÁSSAROS AZUIS GABRIEL DA CONCEIÇÃO BICICLETA HISTÓRIAS TÃO PEQUENAS DE NÓS DOIS ISSUM BOSHI O PEQUENO SAMURAI KIRA MUNDO MENDELÉVIO E O PLANETA TELÚRIA (O). 20 PARA O SEU ALMEIDA, COM UM ABRAÇO! PUM DE PEIXE QUATRO JABUTIS QUE VIDA EU QUERO TER? SAPATO PERDIDO TERRA MÃE URSO FIOTE VILA DA ONÇA ABECEDÁRIO HILÁRIO ABÍLIO BASÍLIO E SEU FUSQUETA ARMANDO E O MISTÉRIO DA GARRAFA DEZ FILHAS DO SEU JOÃO (AS) HÁ UM SOL NA SOLIDÃO DE EDUARDA ISSO NÃO É UM ELEFANTE JOÃO VALENTE LEITOR EM PROCESSO LEITOR FLUENTE LEITOR CRÍTICO PRÉ-LEITOR LENDA DOS DINOSSAUROS (A) LUDMILA E OS DOZE MESES MARGARIDA MEU AMIGO MAIS ANTIGO MINHA PRINCESA AFRICANA MULHER QUE NÃO SABIA GUARDAR SEGREDOS (A) PAI QUE LIA PENSAMENTOS (O) PESCARIA MAGNÉTICA DO SEU VIVINHO E OUTRAS HISTÓRIAS (A) PRIMEIRA PALAVRA PROFESSORA ENCANTADORA (A) SETE HISTÓRIAS DE PESCARIA DO SEU VIVINHO DONA FEIA HOMÃO E O MENININHO, (O) TAYA E O ESPELHO DA BABA YAGA MAR E OS SONHOS (O) TODO DIA É DIA DE POESIA ÍNDICE DAS OBRAS CELINA CHICO GUTA E A GATA NINO E BELA BIBO NO MERCADO BIBO NO SÍTIO BIBO NA PRAIA DEMAIS LADRÃO DE COMIDA (O) LUA CHEIA DE... (A) TRÊS GATOS E UM PEIXE DISTRIBUIDORES Página Inicial

3 PRÉ-LEITOR a partir de 0/5 anos Fase da descoberta do mundo concreto e do mundo da linguagem, estabelecimento de relações entre imagens e palavras. Fase da leitura visual e preferência por livros que pro-põem vivências radicadas no cotidiano familiar, cenas individualizadas e textos com rimas. Recomenda-se a participação do adulto na apresentação do texto, contando histórias e auxiliando a criança a descobrir o objeto-livro, seja de papel, de pano ou de plástico. Vale lembrar que o livro de imagem pode ser usado em turmas de qualquer faixa etária, pois cada leitor atribui sentidos ao texto segundo suas vivências e sua maturidade.

4 4 PRÉ-LEITOR O dia está bonito. Celina, toda feliz, sai para passear pelo campo com seu cachorrinho. Logo se depara com o galinheiro. A galinha parece guardar com cuidado os quatro ovos. Em seguida, a menina segue olhando as borboletas em seu voo sobre as flores. No pomar, um homem lhe oferece uma cesta de frutas. Quando vai embora, ela encontra um menino jogando bola e eles fazem um belo piquenique, deliciando-se com as frutas. ISBN páginas :: 4 cores :: 18x18cm Autora: Regina Rennó Brincadeira/jogos infantis Descorberta/humor Livro de imagem Natureza (bichos, plantas...) Propor uma leitura das imagens, observando cores, detalhes e a expressão das personagens. Pedir que a turma pense em outro título para a história. Eleger os três mais interessantes. Propor uma reviravolta no enredo, ou seja, inserir um problema em determinada cena e o modo como vai ser solucionado no final. Conversar sobre o espaço onde se passa a história: sítio dos pais, fazenda, casa da vovó, distância da cidade grande... Pedir que os alunos relatem vivências semelhantes àquelas retratadas no livro. Hora da música: pedir que os alunos se lembrem de canções sobre animais que vivem no campo. Orientar os alunos na confecção de uma maquete coletiva sobre a vida no campo. Poderão usar sucatas, brinquedinhos de madeira ou de plástico, papéis e tecidos coloridos. A maquete terá um título escolhido pela turma, podendo coincidir com o que elegeram no item 2. Por meio de imagens, ficamos conhecendo um episódio do cotidiano do menino Chico. Ele gosta de brincar e recebe com satisfação uma caixa das mãos de um adulto. Nela, encontram-se vários brinquedos de montar que ficam próximos de sua bola e de seu coelhinho. Mas depois chega a hora de guardar tudo, e o coelhinho não cabe na caixa. A bola também fica de fora. O que fazer? Veja a solução encontrada por Chico. ISBN páginas :: 4 cores :: 18x18cm Autora: Regina Rennó Brincadeiras/jogos infantis Descorberta/humor Fantasia/realidade Livro de imagem Propor, inicialmente, a leitura silenciosa das imagens. Em seguida, pedir que as crianças contem o que aconteceu, passo a passo, observando detalhes do cenário e expressões da personagem. Conversar sobre os brinquedos: preferências, horário de brincar e companhias de quem mais gostam. Roda de histórias: pedir que relatem pequenas histórias sobre seus brinquedos. Incentivar o uso de vocalizações, movimentos com o corpo, mímicas, onomatopeias, etc. Sugerir a construção de brinquedos feitos com sucata. Criar diálogos entre o menino e os brinquedos e imaginar outro desfecho para a história. Produção de texto oral coletivo: Naquela caixa de brinquedos...

5 5 PRÉ-LEITOR A menina Guta acomoda seus brinquedos na caixa e vai dormir, mas a gatinha branca parece não estar com sono. Na manhã seguinte, Guta acorda, vê a caixa vazia e os brinquedos espalhados pela casa. Debaixo da mesa, Guta surpreende a gatinha que brinca com a boneca. Então, brincam juntas. ISBN páginas :: 4 cores :: 18x18cm Autora: Regina Rennó Brincadeiras/jogos infantis Descoberta/humor Livro de imagem Convidar a turma para ler as imagens, silenciosamente, página por página. Em seguida, pedir comentários sobre cada cena, focalizando personagens, cenário e tempo decorrido. Conversar sobre a rotina de Guta. Imaginar o que ela faz ao acordar, de que gosta de brincar, quem seriam seus amigos, onde seus pais trabalham, etc. Propor a criação de diálogos entre Guta e a gata. Hora da música: incentivar a turma a contar a história das imagens através de versos simples e rimados, de 7 sílabas poéticas, e depois musicá-los, como, por exemplo: Guta brinca o dia inteiro/e à noite está cansada./ Ela junta os seus brinquedos/e vai dormir sossegada.//no outro dia ela acorda/e não vê a bonequinha./quem mexeu em seus brinquedos?./... (O final será completado pela turma que, certamente, fará um verso com rima em inha. Usar melodias, como: Ciranda, cirandinha, Peixe vivo, O sapo não lava o pé, etc.) Propor aos alunos a criação de um desenho: Meu quarto é assim! Duas crianças, Nino e Bela, brincam tranquilamente. Ela, com a sua boneca; ele, com seus carrinhos. Mas esse clima harmonioso não costuma durar muito. De repente, Nino tira a boneca do colo de Bela e sai, sob o pranto desconsolado da menina. Acontece que o coração de Nino parece perceber a maldade que fez e, pra espanto de Bela, devolve a boneca, e os dois redescobrem o prazer de brincar juntos. ISBN páginas :: 4 cores :: 18x18cm Autora: Regina Rennó Brincadeiras/jogos infantis Livro de imagem Questões étnicas/diversidade Propor a leitura das imagens, página por página. Em seguida, pedir que as crianças criem frases, compondo a história. Conversar sobre: brincadeiras de meninas e brincadeiras de meninos. Essa divisão existe? Pedir que imaginem: as personagens seriam parentes, amigos? Onde estavam brincando? Estragar a brincadeira de alguém vale a pena? Por quê? Perguntar se conhecem alguma letra presente nos nomes das personagens. Brincar de análise fonológica, apresentando um bingo de figuras em que a criança deve encontrar, numa cartela com várias figuras, uma que comece com a mesma sílaba que forma o nome das crianças. Painel de países: orientar as crianças numa pesquisa sobre etnias e pedir que tragam gravuras de crianças em trajes típicos de seus países de origem. Montar um painel com o material coletado. Bate-papo: numa roda, propor que as crianças descrevam seu melhor amigo, contando sobre as coisas que mais gostam de fazer, quando estão juntos.

6 6 PRÉ-LEITOR COLEÇÃO DO BIBO Autora: Silvana Rando ISBN páginas 4 cores :: 21x21cm ISBN páginas 4 cores :: 21x21cm ISBN páginas 4 cores :: 21x21cm ; Brincadeiras/jogos infantis; Descoberta/humor;. Os livros da Coleção ressaltam a importância da inserção das crianças na cultura escrita, uma vez que a alfabetização resulta de um longo processo que começa bem cedo. Os cenários focalizados sítio, praia e mercado estão muito próximos do universo infantil, assim como a ação das personagens nas narrativas. As histórias, atendendo aos interesses, principalmente, dos leitores da segunda infância, deixam ver o impulso crescente da adaptação ao meio físico e o interesse pela comunicação verbal. Fazer uma leitura teatralizada dos textos. Explorar o espaço gráfico, distinguindo ilustração e escrita. Mostrar que as marcas gráficas no papel, que são diferentes dos desenhos, também comunicam alguma coisa e transformam-se em linguagem. Apresentar questões que levem a turma a discutir as relações interpessoais presentes nas histórias, lembrando o valor da amizade e do respeito mútuo. Pedir comentários sobre determinadas cenas que privilegiam tempo e espaço diversos. Levar o leitor a perceber a inter-relação do mundo real que o cerca e o mundo das palavras que nomeia esse real. Na oportunidade, chamar a atenção para os vários objetos ilustrados nas páginas de guarda, pedindo que as crianças os reconheçam. Sugerir uma exposição de fotos em que as crianças apareçam na praia, no sítio ou no mercado. Produção de texto imagético: propor desenhos, colagens, pinturas, usando técnicas variadas, que retratem outras cenas (no sítio, na praia e no mercado) não exploradas nos livros, e que poderiam fazer parte dos enredos. Hora da música: com a melodia da canção sobre os dedos ( Polegar, polegar, onde está?... ), adaptar versos, como: Olha o Bibo/Olha o Bibo/ Onde está?/onde está?/foi ao mercado/comprar banana/e volta já/e volta já! (Fazer o mesmo em relação ao sítio e à praia.)

7 7 PRÉ-LEITOR DEMAIS LANÇAMENTO Autor: Tino Freitas Ilustradora: Lúcia Brandão Ecologia/meio ambiente Natureza (bichos, plantas...) TEXTO EM CAIXA ALTA Num universo de criaturas, o pequeno leitor vai deparar conceitos simples sobre mãe e filho, e que retratam o modo com que são percebidos. Ora o filhote se encontra em cima, ora embaixo, longe ou perto; dentro ou fora; diferente ou igual. O final encerra uma grande emoção. ISBN páginas :: 4 cores :: 20x20cm Incentivar a turma a formar pequenas histórias para cada imagem e situação. Conversar com os alunos sobre outras mães e filhotes que não figuram no livro, mas poderiam também estar incluídos. Compor um álbum com gravuras trazidas de casa. Perguntar o que acharam da capa do livro. Pedir que escolham a imagem mais bonita do miolo. Programar uma excursão (zoológico, fazenda ou sítio) para que as crianças possam observar a natureza, as espécies animais e suas principais características. Levar para a sala de aula alguns CDs que focalizem músicas sobre animais, principalmente aqueles retratados nas ilustrações. Entrevistar um profissional da saúde sobre os principais cuidados com o bebê. Pedir aos alunos que montem um mural com suas fotos quando ainda eram bebês. Propor a criação de um texto imagético, usando foto, desenho ou montagem com gravuras sobre como a criança se vê com sua mãe.

8 8 PRÉ-LEITOR COLEÇÃO GATO GAIATO Autor: LOR O gato Três comeu toda a sua comida e bolou um jeito de roubar a comida de seus amigos, o Um e o Dois. Por isso foi logo inventando a vinda de um cachorro malvado. Deu certo, porque ambos fugiram assustados. O gato Três se fartou e se deitou de barriga cheia. Com a chegada da chuva, não conseguia se levantar. Os amigos o socorreram, fazendo-o jurar não repetir a façanha. Dias depois, Três dividiu a sua comida com os amigos... e todos se aprontaram para a corrida. ISBN páginas :: 4 cores :: 21x21cm Os gatos Um, Dois e Três, pensando que a Lua era um grande queijo, cismam que ela deveria estar cheia de ratos. Fizeram grandes esforços para chegar até ela, como: subir nas costas do outro, subir na árvore e na montanha mais alta que havia e até apelar para um pula-pula. Não conseguiram chegar aonde queriam, mas aprenderam brincadeiras divertidíssimas, e se puseram a pensar no jantar... ISBN páginas :: 4 cores :: 21x21cm Era uma vez três gatos: o Um, o Dois e o Três, com tamanhos diretamente proporcionais à sequência numérica. Um dia encontraram um peixe e cada um queria matar a própria fome. Depois de muita confusão, entenderam que era melhor repartirem o peixe em partes proporcionais ao tamanho de cada um, e tudo acabou bem. ISBN páginas :: 4 cores :: 21x21cm TEXTOS EM CAIXA ALTA Brincadeiras/jogos infantis; Descoberta/humor; Fantasia/realidade; Maravilhoso fabular; Natureza (bichos, plantas...). Pedir às crianças relatos sobre vivências semelhantes às das histórias lidas. Propor a criação de diálogos entre as personagens, mudando a entonação segundo o tamanho dos gatos. Propor também que complementem a narração, criando novas frases. Pedir que mencionem detalhes presentes nas ilustrações, como a cor do céu, o tempo em que se passa a história, a expressão dos gatos, cores e objetos das cenas... Conversar sobre o nome da coleção Gato gaiato, e pedir que justifiquem a escolha. Incentivar as crianças a criarem uma trilha sonora para a coleção, escrevendo no quadro alguns versos que poderiam ser combinados, como, por exemplo: ERAM TRÊS GATOS GAIATOS/ CHAMADOS UM, DOIS E TRÊS/ GOSTAVAM MUITO DE RATOS/ COMIAM E LAMBIAM O PRATO/ UM DIA ERA UMA VEZ/ PULAVAM COM RAPIDEZ/VOU CONTAR PARA VOCÊS/ O TRIO ERA UM BARATO. Obs: o verso de 7 sílabas poéticas facilita cantar usando melodias de cantigas de roda. Propor a criação de desenhos, a partir das imagens criadas pelo autor/ilustrador.

9 PRÉ-LEITOR a partir de 0/5 anos Fase da descoberta do mundo concreto e do mundo da linguagem, estabelecimento de relações entre imagens e palavras. Fase da leitura visual e preferência por livros que pro-põem vivências radicadas no cotidiano familiar, cenas individualizadas e textos com rimas. Recomenda-se a participação do adulto na apresentação do texto, contando histórias e auxiliando a criança a descobrir o objeto-livro, seja de papel, de pano ou de plástico. Vale lembrar que o livro de imagem pode ser usado em turmas de qualquer faixa etária, pois cada leitor atribui sentidos ao texto segundo suas vivências e sua maturidade.

10 10 PRÉ-LEITOR Por meio de imagens, o autor conta a história de uma ovelha branca marginalizada pelo grupo, formado de ovelhas pardas. Certo dia, ela acaba caindo na lama e torna-se marrom, como suas colegas. Mas uma chuva cai e desfaz a breve semelhança. Por fim, a ovelha branca solta um berro libertador, aceitando sua identidade e fazendo-se respeitar pelo grupo. ISBN páginas :: 4 cores :: 21x21cm Autor: Marcelo Moreira Livro de imagem Questões étnicas/diversidade Relações sociais/comportamento Propor a leitura silenciosa das imagens e, em seguida, pedir comentários sobre o enredo da história. Discutir a questão das diferenças interpessoais, a importância do autoconhecimento e da autoafirmação. Iniciar um debate sobre a insatisfação das pessoas e as transformações possíveis e impossíveis. Na oportunidade, comentar o sentido da expressão ovelha negra. Confeccionar fantoches de vara para representar a história. Criar também um roteiro com falas improvisadas para a referida peça. Produção de texto: Eu sou mais eu ; Crescendo... no berro ; Sou assim, por que não?. Pedir comentários sobre o uso das cores vibrantes nas cenas em que a ovelha branca dispara seu berro libertador (p. 18 e 19). Um menino, debaixo de uma macieira, come a fruta e deixa cair uma semente na terra. Ele ama a árvore. No dia seguinte, ao acordar, corre com seu amigo passarinho para vê-la e se surpreende com uma triste verdade: a árvore fora cortada. A pessoa que a cortou acaba levando, nas reentrâncias do pneu, aquela sementinha, agora germinada. O pássaro a vê e a leva para o menino que a planta pertinho da antiga árvore cortada, e nova vida começa. ISBN páginas :: 4 cores :: 20x28cm Autor: Mario Vale Ecologia/meio ambiente Livro de imagem Conversar com os alunos sobre árvores: preferências; histórias da infância; a árvore e os antigos quintais; a árvore e a cidade grande. Orientar a classe numa minipesquisa sobre germinação. Debater: as delícias da vida ao ar livre X brinquedos eletrônicos e computador. Sugerir a leitura do livro Sai da toca, amigo!, de Anna Göbel, da Editora Lê, e pedir comentários. Propor a criação de uma história em que a personagem tem uma relação de afeto com a árvore, como Meu pé de laranja-lima, de José Mauro de Vasconcelos, Ed. Melhoramentos. Analisar o título do livro, fazendo analogias com os contos de fadas. Produção de texto: Outra vez uma árvore.

11 11 PRÉ-LEITOR Em traços bem delineados, é contada a história de um cachorrinho que um dia se solta do dono e foge em busca do desconhecido. Depois de muito correr, ele conhece um outro mundo e se depara com as dificuldades. A saudade do dono vem logo e o cãozinho volta. Mas, pra seu espanto, o menino, seu dono, agora brinca com outro cão. A surpresa está nas páginas finais, quando se percebe no muro um cartaz de Procura-se para a felicidade do cão e do menino... ISBN páginas :: 4 cores :: 22x22cm Autora: Silvana de Menezes Descoberta/humor Livro de imagem Natureza (bichos, plantas...) *Coleção Curtas do Lelé Debater: o afeto entre a criança e os animais domésticos; a perda do bichinho; a responsabilidade do dono; como encontrar o animal perdido. Observar: a imagem da folha de rosto (p. 3) conta uma história. Qual poderia ser? Conversar com os alunos sobre os possíveis motivos da fuga do cãozinho. Perguntar: depois de muito andar e correr, que mundo o cachorrinho conhece? Pedir que os alunos expressem, em frases, os sentimentos do cão ao se sentir substituído pelo outro cãozinho. Comentar: a autora trabalha com Cinema de Animação. Que ligação isso pode ter com os livros da série Curta os curtas do Lelé? O livro conta a história da trombada de uma lesma, que caminhava a esmo, com uma tartaruga, que devia estar no mundo da lua. A tartaruga, devido a seu casco duro, nada sofreu, mas a fragilzinha da lesma... foi parar no hospital. De quem foi a culpa? Leia e dê sua versão. ISBN páginas :: 4 cores :: 21x28cm Autor: Márcio Januário Pereira Ilustradora: Denise Rochael Descoberta/humor Maravilhoso fabular/fábula/ apólogos Após uma pesquisa, levantar as características principais das lesmas e das tartarugas: alimentação, hábitat, reprodução, etc. Debater: prós e contras da lentidão e da pressa. Discutir a adequação ou não do título do livro. Observar com os alunos a presença das rimas e das sonoridades do texto. Pedir a opinião da turma sobre o efeito da repetição das reticências em: O tempo curto.../ A rua longa.../ O sol a pino.... Propor a produção de um texto em que as personagens se dão mal por serem rápidas demais. Sugerir que escrevam um texto sensacionalista para ser veiculado num programa de tevê sobre o estado lastimável da lesma, após a trágica trombada ou colisão frontal. TEXTO EM CAIXA ALTA

12 12 PRÉ-LEITOR O texto se constitui de imagens em cores vibrantes e significativas. O menino Lelé compra um pintinho e o leva pra casa, tratando-o com o maior zelo, no que é observado por seu cão. Nos dias que se seguem, essa amizade se desdobra em mil cuidados, até que o pintinho vira um frango um tanto abusado. Quando, numa manhã, Lelé acorda, não vê o amigo, e depois, sobre a mesa, se depara com um frango assado, o desespero se instala. Culpa de quem? Brigas com o cão. Nesse momento, o pai intervém, leva o menino até o galinheiro e mostra o que aconteceu para a felicidade de todos. E alívio para o cão. Autora: Silvana de Menezes ISBN páginas :: 4 cores :: 22x22cm Aventura/suspense/mistério Livro de imagem Natureza (bichos, plantas...) *Coleção Curtas do Lelé Debater: crianças e bichinhos de estimação; os animais que crescem rápido exigindo espaço; o ciúme entre os animais; quem nasceu primeiro: o ovo ou a galinha? Perguntar sobre os significados da ampulheta (p. 9). Discutir a validade ou não de as pessoas dormirem com seus animais. Comentar com a turma as imagens contidas nos balões. Produção de texto: criar um poema coletivo sobre a história do pintinho de Lelé, adequando-o à melodia de Meu pintinho amarelinho/cabe aqui na minha mão.... O texto visual conta a história de uma galinha-d angola, a Poá, que mora no campo e passa a ver suas colegas de um modo estranho. Ela as percebe com pintas as mais diversas e fica estarrecida com o que vê. Então, tem uma ideia e bruscamente sai de cena, voltando com um par de óculos. A partir daí, visualiza as colegas galinhas com nitidez e indizível felicidade. ISBN páginas :: 4 cores :: 21x21cm Autor: Marcelo Moreira Livro de imagem Saúde/higiene/qualidade de vida Conversar sobre aves domésticas e vida no campo. Mostrar as imagens uma por uma, em silêncio. Depois comentar as cenas juntamente com os alunos, criando frases curtas para cada imagem. Pedir opinião sobre o problema da percepção visual comprometida e sobre a importância de uma boa visão. Produção de texto: O dia em que Poá foi se consultar com o Dr. Galo Boa Vista. Diálogo entre textos: contar ou sugerir a leitura do livro O mundo de Mariana, de Leda Maria, Editora Lê, e comparar os temas. Comentar a escolha do título. O que é poá? Criar outras cenas possíveis para a história, ilustrando-as com recortes de tecido.

13 13 PRÉ-LEITOR É engraçado imaginar como a casa da menina toda tarde se agiganta e ninguém mais se espanta com tanta visita esquisita : o patinho Todi, o gato Salgado, o porquinho Rosado, a vaca Pintada e até... pasmem o lobo Furacão! Ao desdobrar as páginas, o leitor se enche de curiosidade e embarca na fantasia, vivenciando a melodia das palavras e a beleza das imagens. ISBN páginas :: 4 cores :: 24x17cm Autor: Tino Freitas - Ilustrador: Ivan Zigg Brincadeiras/jogos infantis Descoberta/humor Infância e fantasia Apresentar o livro camuflado entre alguns brinquedos e fazer uma leitura teatralizada. Ressaltar a importância da campainha da casa, como fonte de surpresa pela vinda de um novo amigo. Ligar esse comentário à dedicatória do livro e à alegria que envolve a chegada de um portador de notícia boa. Conversar com a turma sobre o conto acumulativo: é uma história encadeada, em que os elementos vão se acumulando, tornando-se divertida. Comentar a ocorrência das onomatopeias, pedindo que a turma faça imitações. Ler a biografia dos autores e pedir que os alunos imaginem como deve ser a brincadeira de escrever um livro juntos. Propor a criação de um pequeno texto que conte a chegada de mais um convidado para brincar na casa da menina, nos moldes do livro: o toque da campainha, a descrição do recém-chegado, o som que emite e o desejo de brincar. Raul recebe de seu querido avô um velho baú. E dentro dele havia o mapa de um tesouro que algum pirata enterrara para sempre! O menino se despede do avô, e quando a noite chega, sua curiosidade o estimula a decifrar os enigmas do mapa. Ele enfrenta perigos sob a luz da Lua: gato preto, coruja, cão perseguidor. Seguindo o mapa, ele chega justamente à casa do avô, que o recebe de braços abertos... e lhe conta delícias e mistérios das histórias maravilhosas. ISBN páginas :: 4 cores :: 25x25cm Autora: Silvana de Menezes Aventura/suspense/mistério Descoberta/humor Fantasia/realidade Livro de imagem Fazer com a turma uma leitura silenciosa das imagens e depois, na segunda leitura, comentá-las. Observar detalhes nas imagens que deem pistas de espaço e tempo decorrido. Bate-papo: piratas, mapas de tesouro, medos, segredos, valentias e aventuras. Debater: as figuras do avô e avó, ontem e hoje, e sua ligação com as histórias. Se possível, convidar um deles para contar uma história à turma. Pedir que os alunos desenhem uma cena de sua história preferida. Após a identificação da história e do nome do aluno, expor os desenhos num Varal de histórias. Produção de texto coletivo: Lá na casa do vovô ; No porão da casa da vovó ; O baú de cacarecos.

14 14 PRÉ-LEITOR Através de imagens expressivas e efeitos de luz e sombra, a autora conta a história do menino Lelé, que sai à procura de um inseto. Um vaga-lume, que dormia num galho, é surpreendido e aprisionado dentro do vidro do menino. Em casa, à noite, Lelé toca no vidro com um lápis e, pra sua surpresa, a luz do vaga-lume se acende. O menino logo se encanta com a ideia de tornar-se um mágico e, no outro dia, sol a pino, mostra aos colegas seu grande talento. Infelizmente, não obtém sucesso e cai no riso dos amigos. À noite, resolve soltar o vaga-lume e este vai embora se juntar com as estrelas. Autora: Silvana de Menezes ISBN páginas :: 4 cores :: 22x22cm Brincadeiras/jogos infantis Livro de imagem Natureza (bichos, plantas...) *Coleção Curtas do Lelé Conversar sobre a importância das pesquisas, da observação dos insetos e do conhecimento da natureza. Pedir que coletem insetos em caixinhas para mostrá-los aos colegas. Discutir os motivos pelos quais a mágica de Lelé não deu certo. Ler para os alunos o texto da 4ª capa e pedir comentários sobre o final da história. Produção de texto: O dia em que o vaga-lume usou fralda ; O casamento do vaga-lume ; O vaga-lume e o pernilongo. Um menino e uma menina empreendem uma viagem num barco a vapor. Veem crocodilos, hipopótamos, grandes matas, castelos e, em terra, deparam-se com um dragão voando, um leão, um elefante e uma onça andando pela floresta. Amedrontados, voltam ao barco e aportam da viagem imaginária. Depois da perigosa façanha, retiram o barquinho de brinquedo da bacia com água, cercada de bichinhos de plástico, ou seja, dos animais selvagens encontrados durante a arriscada aventura. Autora: Regina Rennó Aventura/suspense/mistério Brincadeiras/jogos infantis Livro de imagem Natureza (bichos, plantas...) ISBN páginas :: 4 cores :: 20x20cm Observar: na falsa folha de rosto há letras bem coloridas, o barquinho e a dedicatória em forma de onda. Pedir que comentem esses detalhes. Leitura das imagens e comentários sobre o enredo. Levantar com a turma uma lista de outros lugares e bichos que as crianças poderiam ter encontrado na viagem empreendida. Pedir opiniões sobre o desfecho escolhido pela autora. Debater: a fantasia é necessária? O que podemos aprender com as brincadeiras? Como deve se sentir uma criança que, por motivos vários, não tem condições de brincar? Apresentar o livro A viagem, de Semíramis Paterno, Editora Lê, e verificar possíveis analogias com as imagens do Viagem a vapor. Produção de texto: Viagem de trem ; Um dia, num avião ou Viajando num foguete.

15 LEITOR INICIANTE a partir de 6/7 anos Fase de aprendizagem da leitura. O leitor reconhece a formação das sílabas simples e complexas. Inicia o processo de socialização e de racionalização da realidade, e tem preferência por histórias bem-humoradas, em que a astúcia do fraco vence a prepotência do forte; aventuras no ambiente próximo, histórias de animais, fantasia e problemas infantis.

16 16 LEITOR INICIANTE Amigos fazem muitas coisas. Eles se encontram em dias de sol ou de chuva, se divertem, inventam brincadeiras, brigam, choram, se aproximam, se separam. Mas nunca se esquecem. ISBN páginas :: 4 cores :: 23x23cm Autora: Silvana Rando Brincadeiras/jogos infantis Relações sociais/comportamento TEXTO EM CAIXA ALTA Fazer uma leitura do texto. Em seguida, uma leitura teatralizada, intercalando frases, trechos de músicas ou onomatopeias criadas pelas crianças. Propor a apresentação de um teatro de bonecos, de vara ou teatro vivo. Cada dupla representará uma cena do livro, acrescentando detalhes interessantes, podendo, inclusive, modificar o enredo original. Discutir a frase: Amigo é coisa pra se guardar/do lado esquerdo do peito/dentro do coração. ( Canção da América, de Milton Nascimento e Fernando Brant). Obs: se o professor considerar adequado, levar a gravação e pedir que os alunos comparem alguns trechos da música com trechos do livro lido. Sugerir a confecção de desenhos, pinturas ou colagens que retratem o(a) aluno(a) e seu (sua) amigo(a), realizando atividades que evidenciem suas diferenças. Debater, numa roda de conversas, a frase final do livro e o simbolismo da imagem feita pela autora. Walter Lara, premiado artista plástico, com vários trabalhos publicados, faz sua estreia como autor neste belíssimo livro de imagem, que nos envolve em um clima de lirismo e de realismo mágico. A partir de um tronco caído, o artesão inicia a realização de sua obra, que ultrapassa os limites da construção de um instrumento para se transformar em um elemento de inclusão e multiplicação de sua arte. ISBN páginas :: 4 cores :: 22x26cm Autor: Walter Lara Arte/ciência Livro de imagem Conversar com a turma sobre a figura do luthier e sua importância como artesão de sonhos. Orientar os alunos numa minipesquisa sobre a arte de construir instrumentos de corda, também conhecida como luteraria. Pesquisar também sobre projetos bem-sucedidos de formação de jovens luthiers. Pedir comentários sobre a narrativa por imagens: o protagonista e seus pequenos companheiros; luteraria e respeito à natureza; o ofício de formar instrumentistas. Incentivar a classe a responder às perguntas lançadas por Fábio Sombra, na 4ª capa. Levar, para uma audição em sala de aula, algumas faixas de CDs com músicas gravadas por grandes violonistas do Brasil. Produção de texto (em prosa ou em versos): Violão companheiro.

17 17 LEITOR INICIANTE Lendo atentamente as deliciosas imagens, o leitor conhece o Lobo Bobo perseguindo Cabelinho Vermelho, que caminha pela floresta, levando sua cesta até certa casinha. As situações se parecem muito com aquelas vivenciadas por outra personagem tão conhecida: Chapeuzinho Vermelho. No entanto, não se sabe com certeza o que acontecerá com o Lobo Bobo e, muito menos, quem Cabelinho vai visitar. Vale a pena entrar nesta história e descobrir tudo! ISBN páginas :: 4 cores :: 25x25cm Autora: Silvana de Menezes Aventura/suspense/mistério Descoberta/humor Emoções sentimentos Livro de imagem Pedir que a turma faça uma leitura silenciosa das imagens e, em seguida, uma leitura comentada do texto, passo a passo, observando todos os detalhes. Fazer com os alunos uma lista contendo as características físicas e emocionais do Lobo e de Cabelinho Vermelho, durante a história, mas antes do desfecho. Depois, fazer a descrição de ambos nas páginas finais. Propor uma pesquisa sobre as diferentes versões que o conto Chapeuzinho Vermelho já teve e convidar os grupos para uma apresentação na biblioteca. Debater questões pertinentes ao projeto gráfico: capa, folha de guarda, folha de rosto, imagens, cores e tonalidades escolhidas, determinação do tempo decorrido, como o dia e a noite, e páginas finais. Incentivar a produção de um texto coletivo, intitulado Um outro Lobo Bobo, que conte o que aconteceu depois do desfecho da história: as reações de Cabelinho, o comportamento do Lobo, a rotina do Vovô, a casinha da floresta e outros detalhes que a turma considerar interessantes. Através de imagens, o autor apresenta a história de um menino desenhista, apaixonado por pássaros. A princípio, ele os desenha com carinho numa grande folha em branco sobre uma mesa e os distribui pela página, tendo ao pé de sua banqueta o amigo cachorrinho. Quando sai do ambiente, levando o companheiro, a magia já está prestes a acontecer. Uma vasilha de tinta azul, do lado direito superior da mesa, parece seduzir os pássaros. Delicadamente, eles se deixam tingir, aguardam um pouco no peitoril da janela e, logo, se põem a voar com suas penas azuis, num tom sobre tom no azul do céu. ISBN páginas :: 4 cores :: 22x26cm Autor: Walter Lara Livro de imagem Natureza (bichos, plantas...) Propor a leitura silenciosa e pausada de todas as imagens. Fazer com os alunos uma leitura comentada das etapas da narrativa, página por página, ressaltando detalhes, traços e efeitos de luz e sombra. Debater, após breve pesquisa, a estrutura do conto etiológico que, segundo os folcloristas, é o conto inventado para explicar a origem de um ser, no caso, o nascimento dos Pássaros Azuis. Conversar com a turma sobre a importância da arte como produto criativo e como forma de conhecimento, tomando como base a história narrada neste livro e o trabalho executado por diversas pessoas, por meio de diferentes materiais, como tinta, barro, pedra, madeira, ferro, aço, sucata, etc. Incentivar os alunos a produzirem um texto verbal, parafraseando o título: Como nascem os peixes- -espadas ; Como nascem os ipês-brancos ; Como nascem os dálmatas.

18 18 LEITOR INICIANTE O texto conta a história de Titã, um cachorro que, além de descontente com seu nome, queria ser livre e cair no mundo. Depois de muito tentar e de aprender a se defender, ele consegue ser guia de um cego que lhe conta a história de uma cidade onde havia só cachorros. Após encontrar a tal cidade, ele se torna prefeito desse lugar, vivendo muito feliz. ISBN páginas :: 4 cores :: 19x24cm Autor: Nani Maravilhoso fabular/fábulas/apólogos Relações sociais/comportamento Comentar a questão da escolha dos nomes. Discutir sobre a importância da busca de um futuro melhor, por meio de tentativas e de um longo aprendizado. Pedir comentários sobre as vantagens e as desvantagens de alguém lançar-se no mundo, como o cão da história: Não, ele queria ir pro mundo, ir pra vida (p. 8). Propor a produção de uma tira de quadrinhos em que a personagem conclui no último quadro: A escola da vida é uma grande escola!. Produção de um miniconto: Historinha de cão ou Historinha de gato (ou outro animal). Expor os trabalhos num mural com o título: Contos reescritos a partir de Gabriel da Conceição Bicicleta, de Nani, Abacatte Editorial. O autor apresenta histórias em quadrinhos sobre os irmãos Mendelévio e Telúria, mostrando suas traquinagens e modos singulares de ver o mundo. As histórias são breves, exceto Banguela, que desenvolve o tema em pequenos esquetes. O humor está presente nas brincadeiras, nos passeios, nas divergências constantes, nas manias de cada um, mas deixando ver que, na verdade, os irmãos se amam como muitos outros irmãos por aí, inclusive os que temos em casa. ISBN páginas :: 4 cores :: 21x23cm Autor: João Marcos Descoberta/humor Família/questões familiares História em quadrinhos/cartum/charge Pedir aos alunos que escolham uma história e contem um fato semelhante que vivenciaram. Debater: a sagacidade infantil; o comportamento dos familiares das personagens do livro; crianças X passeios; brincadeiras infantis dentro de casa; crianças de ontem e de hoje. Escolher com a ajuda dos alunos a história mais fantástica do livro. Comentar os sentidos de: banguela e na banguela. Orientar a turma numa minipesquisa sobre a troca dos dentes. Produção de texto: propor a produção de uma crônica ou de um poema sobre uma história do livro, ou a continuação, em quadrinhos, de uma das histórias.

19 19 LEITOR INICIANTE Este conto popular muito conhecido no Japão narra a história de Issum Boshi, um menino com o tamanho de um dedo polegar. Ele sonhava ir para a capital, estudar e ser um grande homem. Ao partir, ganhou uma espada feita com uma agulha de costura. Depois de perigosa e longa viagem, chegou a um castelo, onde conseguiu trabalho. A princesa se encantou por ele. Certo dia, voltando do templo, foram surpreendidos por um monstro e o pequeno Issum foi engolido. Dando golpes com a espada no terrível inimigo, Issum conseguiu subir por sua garganta, alcançar o nariz e sair, deixando-o gemendo de dor. Ao fugir apressado, o monstro deixou cair seu martelo mágico. E com este, Issum realizou seu desejo: crescer. Tornou-se um belo moço, e é fácil adivinhar o que aconteceu. Autora: Lúcia Hiratsuka Aventura/suspense/mistério Folclore/contos populares ISBN páginas :: 4 cores :: 20,5x26cm Inicialmente, imaginar a história apenas a partir da observação da capa do livro. Pesquisar sobre a vida dos samurais em livros ou na Internet. Usar em frases as palavras em japonês que aparecem no decorrer da narrativa. Debater os aspectos simbólicos do nascimento do pequeno Issum, seu desejo de conhecer o mundo e tornar-se grande. Observar e analisar as ilustrações, relendo as explicações fornecidas pela própria ilustradora (p.40). Comentar: fantasia e realidade nos contos populares. A partir do texto poético descrito na p.24, criar uma história com o referido início e depois desenvolvê-la, mantendo proximidade com a narrativa ou criando um novo enredo. O texto, em prosa poética, fala do cotidiano de Kira, uma menina levada que pula e voa, dá nome às coisas aladas, acorda os galos, a casa e os objetos que a compõem, e se veste de fantasia até que o relógio ordena que chegou a hora de arrumar o quarto, tomar banho, alimentar-se e ir à escola. ISBN páginas :: 4 cores :: 22x26cm Autora: Roseana Murray Ilustradora: Elisabeth Teixeira Brincadeiras/jogos infantis Fantasia/realidade Pedir comentários sobre as cenas em que predomina a fantasia e as cenas em que a realidade se mostra evidente. Convidar os alunos para falarem sobre suas brincadeiras fantásticas e/ou seus passatempos favoritos. Na história, Kira abre um livro de floresta, escolhe uma árvore e entra num buraco de seu tronco. Peça que a turma, dividida em grupos, imagine o que a menina poderia encontrar nesse buraco e faça um minitexto poético relatando tudo. Em seguida, cada grupo lerá seu texto. Incentivar a turma a criar um poema coletivo, contando o encontro de sereias com a menina Kira. Ele poderia começar assim: As sereias vão espiar a areia/na hora da maré cheia/com olhos de madrepérolas/cabelos de algas marinhas/e cortejos de sardinhas. (Poema As sereias, do livro Fardo de carinho, de Roseana Murray, Editora Lê).

20 20 LEITOR INICIANTE Mendelévio e Telúria são um casal de irmãos como tantos que existem por aí: têm personalidades, gostos, manias, preferências opostas e, principalmente, formas diferentes de ver o mundo onde vivem. O livro traz uma coletânea de histórias em quadrinhos enfocando brincadeiras, diferenças, disputas e até saudades, quando um se ausenta, pois eles se amam como todos os irmãos do mundo. ISBN páginas :: 4 cores :: 21x23cm Autor: João Marcos Descoberta/humor Família/Questões familiares História em quadrinhos/cartum/charge Orientar os alunos numa minipesquisa sobre: a origem dos quadrinhos; os quadrinhos no Brasil; quadrinhos & arte; a criação de personagens; quadrinhos e formação do leitor. Pedir que os alunos entrevistem os pais sobre as HQs de sua época e que tragam as informações (oralmente ou por escrito) para um debate em sala de aula. Ler e comentar em classe o texto de apresentação feito por Mauricio de Sousa. Sugerir que escolham uma história do livro e comentem sobre o sentimento experimentado pelos irmãos, como: companheirismo, raiva, decepção, carinho, etc. Sugerir que os alunos criem uma tira de quadrinhos com um final bem interessante: imprevisível, cheio de emoção ou com muito humor. O Seu Almeida é um grande arruaceiro e sem educação: joga bituca de cigarro em qualquer lugar, é impaciente com as crianças, grita com a mulher... Mas isso pode mudar a partir do dia em que ele conhece as impagáveis meninas Noemi, Valéria e Yasmim, que põem em ação um plano memorável. ISBN páginas :: 4 cores :: 28,8x20,4cm Autores: Elisabeth Steinkellner e Michael Roher Brincadeiras/jogos infantis Relações sociais/comportamento Sugerir um bate-papo sobre pessoas que, de algum modo, se parecem com o Seu Almeida. Pedir comentários sobre detalhes da ilustração que conferem humor ao texto, ou que narram outras histórias. Cada representante de grupo relata o que foi observado. Reler as frases que se seguem à pergunta: Será que depois de amanhã vamos encontrá- -lo assim? Elas propõem ou imaginam cenas relativas a uma possível mudança do Seu Almeida, que cairão no agrado das três meninas e, certamente, no dos leitores também. Iniciar um bate-papo sobre temas sociais abordados no livro, como, por exemplo: os perigos do fumo; a intolerância com crianças e os gritos em casa. Propor que os alunos produzam um texto contando outras atitudes reprováveis do Seu Almeida, que bem poderiam ter sido incluídas na história. E que providências seriam tomadas para sanar os problemas.

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão!

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão! CLÁUDIO MARTINS & MAURILO ANDREAS PARA SABER MAIS Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES LÚCIA HIRATSUKA JASON GARDNER Priscilla Kellen Cabe aqui na minha mão! Frutas GUIA

Leia mais

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão!

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão! CLÁUDIO MARTINS & MAURILO ANDREAS PARA SABER MAIS Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES LÚCIA HIRATSUKA JASON GARDNER Priscilla Kellen Cabe aqui na minha mão! Frutas GUIA

Leia mais

Na sala de aula com as crianças

Na sala de aula com as crianças O CD Rubem Alves Novas Estórias, volume 3, abre novas janelas de oportunidade para quem gosta da literatura. Através do audiolivro podemos apreciar encantadoras histórias e deixar fluir a imaginação. Rubem

Leia mais

Relatório de Grupo. 1º Semestre/2015

Relatório de Grupo. 1º Semestre/2015 Relatório de Grupo 1º Semestre/2015 Turma: Maternal B Professora: Larissa Galvão de Lima Professora auxiliar: Giseli Jancoski Floriano Coordenação: Lucy Ramos Torres Professora: Eleonora Dantas Brum Professora

Leia mais

MINHA PRIMEIRA BIBLIOTECA

MINHA PRIMEIRA BIBLIOTECA CADERNO DE ATIVIDADES PRÉ-ESCOLA I PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL MINHA PRIMEIRA

Leia mais

Iracema estava na brinquedoteca

Iracema estava na brinquedoteca Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema estava na brinquedoteca com toda a turma quando recebeu a notícia de que seu sonho se realizaria. Era felicidade que

Leia mais

PROJETO ANIMAIS. 1. Tema: O mundo dos animais. Área de abrangência: 2. Duração: 01/06 a 30/06. 3. Apresentação do projeto:

PROJETO ANIMAIS. 1. Tema: O mundo dos animais. Área de abrangência: 2. Duração: 01/06 a 30/06. 3. Apresentação do projeto: PROJETO ANIMAIS 1. Tema: O mundo dos animais Área de abrangência: (x) Movimento (x) Musicalização (x) Artes Visuais (x) Linguagem Oral e Escrita (x) Natureza e Sociedade (x) Matemática 2. Duração: 01/06

Leia mais

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares 3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares UNIDADE 1 BICHO E GENTE, CADA UM TEM UM JEITO DIFERENTE! A proposta deste tema é estimular a criança a perceber as diferenças existentes

Leia mais

Cara Professora, Caro Professor,

Cara Professora, Caro Professor, A olhinhos menina de rasgados Cara Professora, Caro Professor, Estamos oferecendo a você e a seus alunos um belo livro de narrativa A menina de olhinhos rasgados, do premiado autor mineiro Vanderlei Timóteo.

Leia mais

Leya Leituras Projeto de Leitura

Leya Leituras Projeto de Leitura Leya Leituras Projeto de Leitura Nome do livro: Curuminzice Coleção: Aldeia Autor: Tiago Hakiy Nacionalidade do autor: Brasileira Currículo do autor: De origem Sateré-Mawé, povo indígena que habita a região

Leia mais

Projetos. Outubro 2012

Projetos. Outubro 2012 Projetos Outubro 2012 Assunto de gente grande para gente pequena. No mês de outubro os brasileiros foram às urnas para eleger prefeitos e vereadores e a Turma da Lagoa não poderia ficar fora deste grande

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE

NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE Projeto Identidade Quem sou eu??? NÚCLEO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NTE VARGINHA PROJETO IDENTIDADE ELABORAÇÃO: Míria Azevedo de Lima Bartelega --------------------------------Agosto / 2010 I A Questão

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Xixi na Cama. Cara Professora, Caro Professor,

Xixi na Cama. Cara Professora, Caro Professor, Xixi na Cama Cara Professora, Caro Professor, Estamos oferecendo a você e a seus alunos mais um livro da coleção Revoluções: Xixi na Cama, do autor mineiro Drummond Amorim. Junto com a obra, estamos também

Leia mais

PLANEJAMENTO (Poesia/poema) Expressão na oralidade, leitura fluente, produção textual, compreensão de texto poético.

PLANEJAMENTO (Poesia/poema) Expressão na oralidade, leitura fluente, produção textual, compreensão de texto poético. PLANEJAMENTO (Poesia/poema) Professor (a): Janete Fassini Alves Poesia: Das Flores Competências Objetivo Geral Objetivos Específicos Autor: Armando Wartha Expressão na oralidade, leitura fluente, produção

Leia mais

PROJETO DE LEITURA SUGESTÕES DE ATIVIDADES

PROJETO DE LEITURA SUGESTÕES DE ATIVIDADES PROJETO DE LEITURA URASHIMA TARO LÚCIA HIRATSUKA PARTE 1 PRÉ-LEITURA ATIVIDADES ANTERIORES À LEITURA INTENÇÃO: ATIVAÇÃO DO CONHECIMENTO PRÉVIO Atividade 1 SUGESTÕES DE ATIVIDADES Cada povo tem suas narrativas

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Notícias do grupo. REUNIÃO DE PAIS 1º ANO B e C 1º SEMESTRE/2011 PROFESSORAS:CRIS E JULIANA 21/3/2011

Notícias do grupo. REUNIÃO DE PAIS 1º ANO B e C 1º SEMESTRE/2011 PROFESSORAS:CRIS E JULIANA 21/3/2011 REUNIÃO DE PAIS 1º ANO B e C 1º SEMESTRE/2011 PROFESSORAS:CRIS E JULIANA Notícias do grupo QUANDO EU TINHA UM ANO, EU ESTAVA APENAS COMEÇANDO. QUANDO EU TINHA DOIS, EU ERA QUASE NOVO. QUANDO EU TINHA TRÊS,

Leia mais

Adivinhas. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

Adivinhas. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz Adivinhas CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz SINOPSE geral da série Chico, 6 anos, adora passar as tardes na estamparia de fundo de quintal do seu avô. Nela, Vô Manu construiu um Portal por

Leia mais

GT 10 - EXPERIENCIAS DE LEITURAS EM ESPAÇOS ESCOLARES E NÃO ESCOLARES

GT 10 - EXPERIENCIAS DE LEITURAS EM ESPAÇOS ESCOLARES E NÃO ESCOLARES GT 10 - EXPERIENCIAS DE LEITURAS EM ESPAÇOS ESCOLARES E NÃO ESCOLARES A CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS PARA A INSERÇÃO NO MUNDO LEITOR: PROPOSTA DE ATIVIDADE PARA CRIANÇAS DE 4 E 6 ANOS. Janaina Dantas dos Santos

Leia mais

Plano Anual. Interação e socialização da criança no meio social familiar e escolar. Ampliação progressiva do conhecimento do mundo.

Plano Anual. Interação e socialização da criança no meio social familiar e escolar. Ampliação progressiva do conhecimento do mundo. Centro Educacional Mundo do Saber Maternal II Ano Letivo: 2013 Tema: A fazenda do tio Chico Professora: Heloiza Regina Gervin Plano Anual Eu sou tio Chico, um menino muito esperto e que adora brincar e

Leia mais

Contação de Histórias PEF

Contação de Histórias PEF Contação de Histórias PEF Qual a importância da narração oral? -Exerce influência tanto sobre aspectos intelectuais quanto emocionais da criança. -Tem a capacidade de estimular a imaginação, a criatividade

Leia mais

Tripulação do Maternal A e as viagens com os piratas.

Tripulação do Maternal A e as viagens com os piratas. RELATÓRIO DE GRUPO MATERNAL A 2º SEMESTRE DE 2014 Professora: Jéssica Oliveira Professora auxiliar: Elizabeth Fontes Coordenação: Lucy Ramos Torres Tripulação do Maternal A e as viagens com os piratas.

Leia mais

Catálogo Livros. Editora: Minutos de Leitura REF: LB08 PVP: 12 euros (IVA incluído)

Catálogo Livros. Editora: Minutos de Leitura REF: LB08 PVP: 12 euros (IVA incluído) Crocodilo e Girafa Este livro aborda temáticas fundamentais para o desenvolvimento da criança tais como aceitação das diferenças, tolerância à frustração, regras de convivência em grupo; o respeito pelos

Leia mais

Sentimentos e emoções Quem vê cara não vê coração

Sentimentos e emoções Quem vê cara não vê coração Material pelo Ético Sistema de Ensino Elaborado para Educação Infantil Publicado em 2011 Projetos temáticos EDUCAÇÃO INFANTIL Data: / / Nível: Escola: Nome: Sentimentos e emoções Quem vê cara não vê coração

Leia mais

SER CRIANÇA É MUITO BOM

SER CRIANÇA É MUITO BOM SER CRIANÇA É MUITO BOM Débora Rodrigues Elen Liedke UNIDADEæ1 Educação infantil LIVRO DO PROFESSOR NOME: DATA: ESTA É A TURMA DO NOSSO AMIGUINHO. ELES QUEREM DIZER PRA VOCÊ QUE SER CRIANÇA É MUITO BOM.

Leia mais

Composição de pequenas músicas a partir de outras já existentes e de versos; a partir de objetos, da voz, do corpo, do silêncio.

Composição de pequenas músicas a partir de outras já existentes e de versos; a partir de objetos, da voz, do corpo, do silêncio. MÚSICA A música é uma linguagem expressiva importante a ser incentivada desde os primeiros anos de vida. O trabalho com música na escola de Educação Infantil deve respeitar as diferenças regionais e suas

Leia mais

SIMULADO/AVALIAÇÃO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO 3º ANO CADERNO DO ALUNO PRIMEIRO SEMESTRE 2012

SIMULADO/AVALIAÇÃO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO 3º ANO CADERNO DO ALUNO PRIMEIRO SEMESTRE 2012 Escola Estadual Professor Manoel Machado Povoado da Serra Verde Virgínia MG CEP 37465-000 SIMULADO/AVALIAÇÃO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO 3º ANO CADERNO DO ALUNO PRIMEIRO SEMESTRE 2012 ESCOLA: NOME: DATA DE

Leia mais

OFICINA DE POESIA, PROSA E MUSICALIZAÇÃOINFANTIL A MELODIA DA IMAGINAÇÃO

OFICINA DE POESIA, PROSA E MUSICALIZAÇÃOINFANTIL A MELODIA DA IMAGINAÇÃO OFICINA DE POESIA, PROSA E MUSICALIZAÇÃOINFANTIL ( para Secretarias de Educação e Escolas ) A MELODIA DA IMAGINAÇÃO ( CANTANDO E RECONTANDO A LITERATURA INFANTIL) OFICINEIRO: CARLOS HERACLITO MELLO NEVES

Leia mais

PROJETO DE ARTICULAÇÃO HORIZONTAL DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR ABEL SALAZAR

PROJETO DE ARTICULAÇÃO HORIZONTAL DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR ABEL SALAZAR PROJETO DE ARTICULAÇÃO HORIZONTAL DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PROFESSOR ABEL SALAZAR ANO LETIVO 2012/2013 Era uma vez um peixinho azul muito pequenino, que nadava no fundo

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014 Atividades Pedagógicas Agosto 2014 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO II A GRUPO II B GRUPO II C GRUPO II

Leia mais

LIVRO DO PROFESSOR LIBRAS 1 O ANO 35. Espaços da escola. Encaminhamento

LIVRO DO PROFESSOR LIBRAS 1 O ANO 35. Espaços da escola. Encaminhamento Atividade 9 Espaços da escola Encaminhamento Leve os alunos para conhecer os espaços da escola: sala de leitura, informática, refeitório, quadra de futebol, parque, etc. Peça para os alunos registrarem

Leia mais

Como é a criança de 4 a 6 anos

Como é a criança de 4 a 6 anos de 4 a 6 anos Como é a criança Brinque: lendo histórias, cantando e desenhando. A criança se comunica usando frases completas para dizer o que deseja e sente, dar opiniões, escolher o que quer. A criança

Leia mais

Espero que você descanse, sentirei saudades. Prô, 2011.

Espero que você descanse, sentirei saudades. Prô, 2011. Pensar em férias significa pensar em nada de horários e mudanças na rotina. Férias é o momento que as crianças têm para fazer coisas que durante o período letivo não lhes é permitido. Deitam-se mais tarde

Leia mais

EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO)

EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO) Explorando a obra EXPLORANDO A OBRA (ALUNOS SENTADOS EM CÍRCULO) INTRODUÇÃO Antes da leitura Peça para que seus alunos observem a capa por alguns instantes e faça perguntas: Qual é o título desse livro?

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013 Atividades Pedagógicas Outubro 2013 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO II A GRUPO II B GRUPO II C GRUPO II

Leia mais

Laranja-fogo. Cor-de-céu

Laranja-fogo. Cor-de-céu Laranja-fogo. Cor-de-céu Talita Baldin Eu. Você. Não. Quero. Ter. Nome. Voz. Quero ter voz. Não. Não quero ter voz. Correram pela escada. Correram pelo corredor. Espiando na porta. Olho de vidro para quem

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho

PROPOSTA PEDAGÓGICA. Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Elaborada por Ana Carolina Carvalho PROPOSTA PEDAGÓGICA Crianças do Brasil Suas histórias, seus brinquedos, seus sonhos elaborada por ANA CAROLINA CARVALHO livro de JOSÉ SANTOS ilustrações

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC. ROTEIRO SEMANAL 4 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA SEGUNDA-FEIRA 02/02/2015

Sistema de Ensino CNEC. ROTEIRO SEMANAL 4 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA SEGUNDA-FEIRA 02/02/2015 ROTEIRO SEMANAL 4 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA SEGUNDA-FEIRA 02/02/ Apresentação da professora (conversa informal) Atividades de integração: 1 o Hora da foto As crianças ficam esparramadas

Leia mais

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli DIANA + 3 Roteiro de Henry Grazinoli EXT. CALÇADA DO PORTINHO DIA Sombra de Pablo e Dino caminhando pela calçada do portinho de Cabo Frio. A calçada típica da cidade, com suas ondinhas e peixes desenhados.

Leia mais

Projeto Escola e família: construindo novos caminhos

Projeto Escola e família: construindo novos caminhos Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO Projeto Escola e família: construindo novos caminhos ELIZÂNGELA. S. VIEIRA COORDENADORA DE PROJETOS EDUCACIONAIS

Leia mais

Rio e Sagrado: um lugar de todos nós!

Rio e Sagrado: um lugar de todos nós! Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio Rua Tonelero, 56 Copacabana RJ site:www.redesagradorj.com.br / e-mail:cscm@redesagradorj.com.br Rio e Sagrado: um lugar de todos nós!.turma: 1º Período A Professora

Leia mais

Exercícios para estabelecer o contato com a nossa criança interior

Exercícios para estabelecer o contato com a nossa criança interior Exercícios para estabelecer o contato com a nossa criança interior C omo este é o mês das crianças, decidi propor para aqueles que estão em busca de autoconhecimento, alguns exercícios que ajudam a entrar

Leia mais

Cara Professora, Caro Professor,

Cara Professora, Caro Professor, Cara Professora, Caro Professor, Primeiramente, queremos dar-lhe nossos parabéns por você ter sugerido ou estar pensando em sugerir um livro de poemas, para leitura de seus alunos. Nem sempre se encontra

Leia mais

MINHA PRIMEIRA BIBLIOTECA

MINHA PRIMEIRA BIBLIOTECA CADERNO DE ATIVIDADES PRÉ-ESCOLA II PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL MINHA PRIMEIRA

Leia mais

Content Area: Língua Portuguesa Grade 1 Quarter I

Content Area: Língua Portuguesa Grade 1 Quarter I Content Area: Língua Portuguesa Grade 1 Quarter I 1- Produção de escrita 1.1- Escrita livre 1.2 - Listas (animais, brinquedos, alimentos, etc); 1.3 - Narrações sequenciadas com apoio de ilustrações; 1.4

Leia mais

Jussara Braga. Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva. Ilustrações de Rogério Borges

Jussara Braga. Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva. Ilustrações de Rogério Borges Jussara Braga Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Ilustrações de Rogério Borges 1 O desejo das águas é um livro poético escrito em prosa, mas cheio de poesia e lirismo. Por isso,

Leia mais

SOBRE ESTE LIVRO > SIGAM AS PISTAS...

SOBRE ESTE LIVRO > SIGAM AS PISTAS... As pistas e propostas de trabalho que se seguem são apenas isso mesmo: propostas e pistas, pontos de partida, sugestões, pontapés de saída... Não são lições nem fichas de trabalho, não procuram respostas

Leia mais

Pão, pão, pão. Estêvão Marques, Marina Pittier e Fê Sztok Ionit Zilberman. escrito por. ilustrado por

Pão, pão, pão. Estêvão Marques, Marina Pittier e Fê Sztok Ionit Zilberman. escrito por. ilustrado por elaboração: Tatiana Pita Mestre em Educação pela PUC (SP) Pão, pão, pão escrito por ilustrado por Estêvão Marques, Marina Pittier e Fê Sztok Ionit Zilberman 2 O encanto e as descobertas que o livro nos

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013 Atividades Pedagógicas Outubro 2013 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO IV A GRUPO IV B GRUPO IV C GRUPO IV

Leia mais

A importância da leitura na fase infantil.

A importância da leitura na fase infantil. EDIÇÃO II VOLUME 3 01/04/2011 A importância da leitura na fase infantil. O desenvolvimento de interesses e hábitos permanentes de leitura é um processo constante, que principia no lar, aperfeiçoa-se sistematicamente

Leia mais

Como estimularo. desenvolvimento da. filho. linguagem

Como estimularo. desenvolvimento da. filho. linguagem Como estimularo desenvolvimento da linguagem do seu filho Primeiros 3 meses Ao nascer, sua audição já está bem desenvolvida. Atente para a importância de realizar o Teste da Orelhinha no seu filho, logo

Leia mais

FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS

FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS GISELE CRISTINA DE SANTANA FERREIRA PEREIRA JÉSSICA PALOMA RATIS CORREIA NOBRE PEDAGOGIA: PROJETO MENINA BONITA DO LAÇO DE FITA JANDIRA - 2012 FACULDADE EÇA DE QUEIRÓS GISELE CRISTINA

Leia mais

O galo e a coruja cupinzeira Celeste Krauss 2

O galo e a coruja cupinzeira Celeste Krauss 2 E-livro FICHA CATALOGRÁFICA Celeste, Krauss O galo e a coruja cupinzeira/celeste Emília Krauss Guimarães Antônio Carlos Guimarães [organização e revisão] Lambari: Edição do Autor; Belo Horizonte: Antônio

Leia mais

Aprender linguagem > 18 meses a 3 anos > 1. VOCABULÁRIO. Primeiras palavras. Vamos acompanhar

Aprender linguagem > 18 meses a 3 anos > 1. VOCABULÁRIO. Primeiras palavras. Vamos acompanhar Aprender linguagem > 18 meses a 3 anos > 1. VOCABULÁRIO Primeiras palavras. Vamos acompanhar 1 Aprender linguagem > 18 meses a 3 anos > 1. VOCABULÁRIO > 1.1. Vamos acompanhar 01. Aproxima-se de 50 palavras?

Leia mais

Anexo 1: Jogos da dramatização e exercícios

Anexo 1: Jogos da dramatização e exercícios Anexo 1: Jogos da dramatização e exercícios Charadas Charadas é um jogo relativamente famoso em alguns lugares. Pode ser jogado de forma sentação de um tema por um indivíduo ou por um grupo. jogo. Eles

Leia mais

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA ATIVIDADES ANTERIORES À LEITURA INTENÇÃO: LEVANTAR HIPÓTESES SOBRE A AUTORA, SOBRE O LIVRO, INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO Para o professor Ou isto

Leia mais

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

APÊNDICE A - Músicas

APÊNDICE A - Músicas APÊNDICE A - Músicas Músicas 1 GUT GUT SEM PARAR Adaptação ao meio líquido Bebeu a água da piscina toda Fui ver quem era, era o João Ele bebia a água da piscina Ele fazia gut gut gut gut gut sem parar

Leia mais

"Palavra poética tem de chegar ao grau de brinquedo para ser séria."

Palavra poética tem de chegar ao grau de brinquedo para ser séria. "Palavra poética tem de chegar ao grau de brinquedo para ser séria." Manoel de Barros Cara Professora, Caro Professor, Primeiramente, queremos dar-lhe nossos parabéns por você ter sugerido ou estar pensando

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013

Atividades Pedagógicas. Outubro 2013 Atividades Pedagógicas Outubro 2013 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. GRUPO III A GRUPO III B GRUPO III C GRUPO III D ATIVIDADES DE SALA

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades: OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL V - 2012 A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

Leia mais

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Daniel Série: 9 ano Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE Análise de textos poéticos Texto 1 Um homem também chora Um homem também

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES OBJETIVOS DO TRABALHO A SER DESENVOLVIDO Vivenciar estratégias de leitura que ajudem as crianças a: Antecipar a leitura apoiando se no título e nas ilustrações;

Leia mais

Reescrevendo poesias

Reescrevendo poesias Reescrevendo poesias Turma Carlos Drummond de Andrade Escola Municipal Córrego São Miguel Rio Piracicaba-2015 As reescritas foram iniciadas a partir da proposta de trabalho para as aulas de Literatura.

Leia mais

Um grande abraço! Equipe Central de Produção Na Passagem

Um grande abraço! Equipe Central de Produção Na Passagem É com muito prazer que apresentamos o Catálogo Brincante, uma iniciativa do Polo Criativo Na Passagem. Reunimos trabalhos de artistas que mergulham na essência da infância para construir propostas de trabalhos

Leia mais

Aluno (a): n o. Professora: Turma: Sala: Colégio Cenecista Dr. José Ferreira

Aluno (a): n o. Professora: Turma: Sala: Colégio Cenecista Dr. José Ferreira Aluno (a): n o Professora: Turma: Sala: 2 o ano do Ensino Fundamental Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 2015 1 Para você, o que é o poema? VERSOS E ESTROFES Poema é um texto organizado em versos e estrofes.

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES PRÉ-ESCOLA II

CADERNO DE ATIVIDADES PRÉ-ESCOLA II FotoHelio Melo FotoHelio Melo EM JI ANÍBAL MACHADO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO Secretaria Municipal de Educação Subsecretaria de Ensino Coordenadoria de Educação Gerência de Educação Infantil

Leia mais

Fio Condutor Faz de conta Subtema(s): Branca de Neve Planejamento das atividades

Fio Condutor Faz de conta Subtema(s): Branca de Neve Planejamento das atividades Nome do bolsista: Priscila Barcellos Sabetta Escola em que atua: EMEI Sementinha Turma: Creche I Turno: Manhã Professora Supervisora: Milena Professora coordenadora do Subprojeto: Patrícia Pinho Fio Condutor

Leia mais

PLANEJAMENTO (Cantiga de Roda /Trava-língua /Adivinhas)

PLANEJAMENTO (Cantiga de Roda /Trava-língua /Adivinhas) PLANEJAMENTO (Cantiga de Roda /Trava-língua /Adivinhas) Professora: Juceli Pola Competências Objetivo Geral Objetivos Específicos Leitura; oralidade; memória; raciocínio; ritmo; dramatização. * Proporcionar

Leia mais

natural das crianças para esses seres que fazem tão bem às nossas vidas.

natural das crianças para esses seres que fazem tão bem às nossas vidas. Justificativa do Projeto Os animais têm forte presença no dia a dia das crianças, seja de forma física ou através de músicas, desenhos animados, jogos, historias e brinquedos. Além disso, possuem um importante

Leia mais

Histórias Tradicionais Portuguesas. Alice Vieira AS MOEDAS DE OURO. Autora: Lina. Publicado em: www.escolovar.org

Histórias Tradicionais Portuguesas. Alice Vieira AS MOEDAS DE OURO. Autora: Lina. Publicado em: www.escolovar.org Histórias Tradicionais Portuguesas Alice Vieira AS MOEDAS DE OURO DE PINTO PINTÃO VAMOS CONHECER O LIVRO A CAPA A CONTRACAPA A LOMBADA Observa a capa do livro e responde: 1.Título 2. Nome da autora 3.

Leia mais

CRECHE MUNICIPAL MACÁRIA MILITONA DE SANTANA PROJETO LITERATURA INFANTIL: "MUNDO ENCANTADOR"

CRECHE MUNICIPAL MACÁRIA MILITONA DE SANTANA PROJETO LITERATURA INFANTIL: MUNDO ENCANTADOR CRECHE MUNICIPAL MACÁRIA MILITONA DE SANTANA PROJETO LITERATURA INFANTIL: "MUNDO ENCANTADOR" CUIABÁ-MT 2015 CRECHE MUNICIPAL MÁCARIA MILITONA DE SANTANA 1- Tema: "Mundo Encantador" 1.2- Faixa etária: 2

Leia mais

Cadernos de apoio e aprendizagem. 1 o ano

Cadernos de apoio e aprendizagem. 1 o ano Cadernos de apoio e aprendizagem NATUREZA E SOCIEDADE 1 o ano P R O G R A M A. d e o r i e n t a ç Õ e s c u r r i c u l a r e s 2012 Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) São Paulo (SP).

Leia mais

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdiadasmaes 6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Apresentamos uma seleção com 6 dinâmicas de grupo para o Dia das Mães, são atividades que podem

Leia mais

Atlas Observe o mundo a sua volta. Como você classificaria os objetos que vê? Por seu uso, cor, forma, tamanho, natureza? A intenção aqui é que toda

Atlas Observe o mundo a sua volta. Como você classificaria os objetos que vê? Por seu uso, cor, forma, tamanho, natureza? A intenção aqui é que toda Atlas Observe o mundo a sua volta. Como você classificaria os objetos que vê? Por seu uso, cor, forma, tamanho, natureza? A intenção aqui é que toda a turma crie categorias de classificação. Grupos então

Leia mais

A.C. Ilustrações jordana germano

A.C. Ilustrações jordana germano A.C. Ilustrações jordana germano 2013, O autor 2013, Instituto Elo Projeto gráfico, capa, ilustração e diagramação: Jordana Germano C736 Quero-porque-quero!! Autor: Alexandre Compart. Belo Horizonte: Instituto

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 I A ADAPTAÇÃO Estamos chegando ao final do período de adaptação do grupo IA e a cada dia conhecemos mais sobre cada bebê. Começamos a perceber o temperamento, as particularidades

Leia mais

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro

DATAS COMEMORATIVAS. FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro FESTAS JUNINAS 12 de junho Santo Antônio 24 de junho São João 29 de junho São Pedro As festas juninas fazem parte da tradição católica, mas em muitos lugares essas festas perderam essa característica.

Leia mais

Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro Antônio de Oliveira)

Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro Antônio de Oliveira) PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 3 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro

Leia mais

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais)

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Tempo para tudo (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da

Leia mais

COLÉGIO NACIONAL DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO

COLÉGIO NACIONAL DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO COLÉGIO NACIONAL DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Harmonia no lar Duas regras infalíveis na santa escola do bem Quem não estuda não sabe, quem não trabalha não tem A alegria de uma casa tem esse preço em comum

Leia mais

SUMÁRIO EU E MEUS COLEGAS... 8 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES... 18 A ESCOLA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS COLEGAS...

SUMÁRIO EU E MEUS COLEGAS... 8 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES... 18 A ESCOLA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS COLEGAS... SUMÁRIO 1 EU E MEUS COLEGAS... 8 FAZENDO AMIGOS... 8 BRINCAR É CONVIVER COM OS AMIGOS... 10 VAMOS CIRANDAR?... 12 O MAPA DA MINHA MÃO... 16 PARA LER... 17 2 A CASA: ESPAÇO DE CONVIVÊNCIA COM MEUS FAMILIARES...

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2010 Infantil II Segmento I PLANO DE CURSO 2009 INFANTIL II Disciplina: ARTES Série: INFANTIL II Segmento: I COMPETÊNCIAS HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS -

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos

Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Dicas para você trabalhar o livro Menino brinca de boneca? com seus alunos Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

ortuguesa Língua Por Meu cachorro Pepe D 6/8/2009

ortuguesa Língua Por Meu cachorro Pepe D 6/8/2009 Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: Língua Por ortuguesa T ata: D 6/8/2009 Meu cachorro Pepe Sou filho único, meus pais sempre trabalharam fora e como passei a infância toda na cidade do Rio de Janeiro,

Leia mais

A sociedade das estrelas fica situada no Concelho da Fantasia. Ali, os dias são convidativos ao sonho e as noites propostas claras de ilusão.

A sociedade das estrelas fica situada no Concelho da Fantasia. Ali, os dias são convidativos ao sonho e as noites propostas claras de ilusão. A sociedade das estrelas fica situada no Concelho da Fantasia. Ali, os dias são convidativos ao sonho e as noites propostas claras de ilusão. Há muitos anos, nesse reino encantado, morava uma linda menina,

Leia mais

Período: Matutino. 1º semestre/2012. Professora: Giovana Barbosa de Souza. Coordenadora Pedagógica: Júlia Souto Guimarães Araújo

Período: Matutino. 1º semestre/2012. Professora: Giovana Barbosa de Souza. Coordenadora Pedagógica: Júlia Souto Guimarães Araújo Memórias de um Grupo 4 Período: Matutino 1º semestre/2012 Professora: Giovana Barbosa de Souza Coordenadora Pedagógica: Júlia Souto Guimarães Araújo Alimenta o fogo atormenta o mar arrepia o corpo joga

Leia mais

Livro 1. Activity. Tradução para o Português

Livro 1. Activity. Tradução para o Português 1 Pag. 5 Pag. 6 Pag. 7 Pag. 8 LIÇÃO 1 Diga as falas das crianças depois de ouvi-las. Estes são os seus novos amigos. Você vai aprender inglês com eles. Uau! Vamos ouvir as crianças. Preste atenção à fisionomia

Leia mais

Projeto Biodiversidade Bio=vida Diversidade=variedade Biodiversidade=variedade de vida no planeta FEIRA CULTURAL

Projeto Biodiversidade Bio=vida Diversidade=variedade Biodiversidade=variedade de vida no planeta FEIRA CULTURAL Projeto Biodiversidade Bio=vida Diversidade=variedade Biodiversidade=variedade de vida no planeta FEIRA CULTURAL Justificativa Em janeiro deste ano, a UNESCO (Organização das Nações Unidas, para a Educação,

Leia mais

O Pequeno Mundo de Maria Lúcia

O Pequeno Mundo de Maria Lúcia Eric Ponty O Pequeno Mundo de Maria Lúcia Pinturas de Fernando Campos [2005] Virtual Book s Numa noite de outubro a pequena Maria Lúcia viu o azul do céu escuro da tarde um homem andando de bicicleta.

Leia mais

Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos

Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos Brincadeiras são peças fundamentais na engrenagem da Educação Infantil. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento

Leia mais

As 12 Vitimas do Medo.

As 12 Vitimas do Medo. As 12 Vitimas do Medo. Em 1980 no interior de São Paulo, em um pequeno sítio nasceu Willyan de Sousa Filho. Filho único de Dionizia de Sousa Millito e Willian de Sousa. Sempre rodeado de toda atenção por

Leia mais

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 A IMPORTÂNCIA DAS ARTES NA FORMAÇÃO DAS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 A IMPORTÂNCIA DAS ARTES NA FORMAÇÃO DAS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL A IMPORTÂNCIA DAS ARTES NA FORMAÇÃO DAS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Marília Darc Cardoso Cabral e Silva 1 Tatiane Pereira da Silva 2 RESUMO Sendo a arte uma forma do ser humano expressar seus sentimentos,

Leia mais

A influência do contexto social na obra Chapeuzinho Vermelho

A influência do contexto social na obra Chapeuzinho Vermelho A influência do contexto social na obra Chapeuzinho Vermelho Guilherme Argenta Souza Ceres Helena Ziegler Bevilaqua UFSM A obra Chapeuzinho Vermelho é um clássico da literatura universal, apreciada por

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) O Desfile a fantasia. 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O desfile a

Leia mais