PROVA MULTIDISCIPLINAR I

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROVA MULTIDISCIPLINAR I"

Transcrição

1 Página1 COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO PROVA MULTIDISCIPLINAR I Matemática, CFB, Filosofia, Arte 3º bimestre de º ano Ensino Fundamental Aluno: Série: 6º ANO Turma: Data: 21 de agosto de 2013 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1. Leia atentamente todas as questões antes de respondê-las. Caso o caderno de provas esteja incompleto ou com defeito, solicite ao fiscal de sala outra prova. 2. Cada disciplina contém 06 (seis) questões do tipo A (Certo ou Errado) e 04 (quatro) do tipo B (múltipla escolha). 3. Nos itens do tipo A, deve-se marcar no cartão de respostas o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com o código E, para o que julgar ERRADO. 4. Os itens do tipo B são de múltipla escolha e possuem UMA ÚNICA alternativa a ser assinalada em campo apropriado. 5. O cartão de resposta deve ser preenchido apenas com caneta esferográfica de tinta azul ou preta. 6. Durante a prova, não se comunique com outros alunos, nem se levante sem autorização do fiscal de sala. 7. A saída da sala de aula, com ou sem os cadernos de provas, só será permitida após 2h. (duas horas) do início da prova. 8. As provas são individuais e sem consulta. Não será permitido o uso de calculadoras e quaisquer tipos de aparelhos eletrônicos de comunicação ou cálculo. 9. Atenção ao preencher o Cartão Resposta. 10. O prazo para apresentação de recurso será de 48 horas a contar da divulgação do gabarito provisório. 11. Estudo e concentração são fundamentais para um bom desempenho.

2 Página2 Matemática Todo número natural não primo, maior que 1, pode ser escrito na forma de uma multiplicação em que todos os fatores são números primos. Essa é a forma fatorada do número. A forma fatorada de um número natural é obtida através de uma operação denominada decomposição de fatores primos, que consiste em: Inicialmente dividir o número dado pelo seu menor divisor primo; A seguir, dividir o quociente obtido pelo seu menor divisor primo; Proceder dessa forma, daí por diante, até obter quociente 1. Com base nos estudo em sala, julgue os itens abaixo assinalando (C) se a alternativa for CORRETA ou (E) se a alternativa for ERRADA. 1. Um número natural está representado por Pode-se afirmar que essa multiplicação indica a fatoração completa do número 2. Ao decompor o número em fatores primos, você obtém... Nessas condições os valores dos expoentes são: Para determinar o número de divisores de um número natural, devemos, inicialmente, decompor o número dado em fatores primos; a seguir acrescentamos 1 unidade ao expoente de cada fator e fazemos a multiplicação dos números obtidos. O produto obtido representa o número de divisores, primos e compostos, do número dado. Continue julgando os itens em (C) se a alternativa for CORRETA ou (E) se a alternativa for ERRADA. 3. O número 48 tem 9 divisores. 4. O número que possui apenas dois divisores naturais (o número 1 e ele mesmo) é denominado de número primo. 5. Dados dois ou mais números naturais não simultaneamente nulos, denomina-se máximo divisor comum (m.d.c) desses números o maior dos seus divisores comuns. 6. Dados os números 66, 88 e 22, o máximo divisor comum entre eles é o número 20. Leia com calma e atenção as situações-problema abaixo, resolva-as, em seguida assinale a ÚNICA alternativa CORRETA. 7. Dados os números ( ) ( ) ao determinar o m.d.c entre ( ) encontramos como resultado: a) 50 b) 60 c) 100 d) A forma fatorada de um número natural é O quociente do número por 35 é: a) 125 b) 49 c) 175 d) 75

3 Página3 9. Sempre que determinada pessoa anda 650 centímetros, 800 centímetros e 1000 centímetros, ela caminha um número exato de passos. Qual é o maior comprimento possível de cada passo dado por essa pessoa? a) 50 centímetros b) 1000 centímetros c) 100 centímetros d) 150 centímetros 10. Duas tábuas devem ser cortadas em pedaços de mesmo comprimento e de tamanho maior possível. Se uma delas tem 196 centímetros e a outra tem 140 centímetros, quanto deve medir cada pedaço? a) 38 centímetros b) 48 centímetros c) 28 centímetros d) 58 centímetros CFB Julgue os itens de 11 a 16 assinalando (C) se a alternativa for CORRETA ou (E) se a alternativa for ERRADA. Análise a imagem abaixo: Fonte: acesso em 06/08/2013 às 22:22 h. 11. O Ciclo da Lua, com as quatro fases, completa-se em 29,5 dias. É importante observar que, ao longo do ciclo, o aspecto da Lua se altera gradualmente. Assim o aspecto lunar numa fase vai mudar direto de uma fase para a outra.

4 Página4 Leia e observe a Tirinha a seguir: Fonte: acesso em 06/08/2013 às 22:35 h. 12. No nosso planeta mais de um milhão de espécies de seres vivos conhecidos convivem e podem ser encontrados no solo, na água e no ar. Baseando-se nos comentários das crianças da tirinha e em seus conhecimentos adquiridos, a biodiversidade no planeta e tão importante, pois abrange poucas espécies. Observe a imagem abaixo: Fonte: acesso em 06/08/2013 às 23:07h 13. A imagem do homem polvo faz relação com o termo espécie. De acordo com seus estudos, espécie reúne seres vivos muito semelhantes entre si e que podem se reproduzir em condições naturais, gerando descendentes férteis.

5 Página5 Observe a imagem abaixo: Fonte: acesso em 06/08/2013 às 23:32 h. 14. Ao chamar a atenção do Derp, a professora faz relação ao horário de chegada do mesmo em sala de aula. Usando-se dos seus estudos dos calendários, podemos dizer que marcar a passagem do tempo é uma prática tão antiga quanto a civilização. A observação de fenômenos naturais que se repetem possibilitou dividir e organizar o tempo, adequando o trabalho humano aos melhores períodos do dia ou das estações do ano. Observe o planeta Terra demonstrado abaixo: Fonte: acesso em 06/08/2013 às 23:18 h. 15. As mudanças climáticas periódicas, que caracterizam as estações do ano primavera, verão, outono e inverno são produzidas durante o movimento de translação devido a posição do eixo de rotação da Terra, que apresenta uma inclinação de 66,5º, em relação ao plano orbital. 16. Ao ser iluminada pelo Sol, a Lua projeta no espaço uma grande sombra, chamada penumbra, e uma região de sombra apenas parcial, chamada umbra. Ao se colocar entre a Terra e o Sol durante sua órbita, a Lua pode encobrir total ou parcialmente nossa visão do sol.

6 Página6 Para responder a questão 17 sobre Solstícios e equinócios, observe a imagem abaixo: FONTE: SENE, E.; MOREIRA, J. C., 1998 (adaptação). Legenda: 1 - Trópico de Câncer 2 - Equador 3 - Trópico de Capricórnio 17. A distribuição de energia solar depende dos movimentos de rotação e translação da Terra. Esses movimentos são os responsáveis pela recepção do calor e, consequentemente, pela distribuição da vida em torno do globo. Considerando a importância da distribuição dos raios solares e observando a imagem anterior, NÃO se pode dizer que: a) O item B da figura demonstra o solstício de verão no hemisfério Norte ou o solstício de Inverno no hemisfério Sul, que ocorrem por volta de 21 de junho. b) A inclinação do eixo de rotação da Terra, em relação à sua trajetória em torno do Sol, é um dos fatos que determinam a ocorrência das estações do ano. c) Quanto mais nos afastamos do equador, maior a inclinação com que os raios solares incidem na superfície terrestre e maior, portanto, a área aquecida pela mesma quantidade de energia, o que torna as temperaturas mais baixas. d) No solstício de Verão, o dia é mais curto e a noite é mais longa; no solstício de Inverno, a noite é mais curta e o dia é mais longo. 18. De acordo com seus estudos sobre as quatro estações do ano, assinale a ÚNICA alternativa CORRETA. a) As estações do ano são bem definidas em todo o planeta. b) O movimento de translação, juntamente com a inclinação do eixo da Terra em relação ao plano orbital, é responsável pelas estações do ano. c) O verão é a estação do ano que começa com o término do outono e antecede a primavera. d) O outono é a estação do ano que recebe maior quantidade de radiação solar.

7 Página7 19. O Planeta Terra tem grande diversidade de seres vivos, que tem seu comportamento influenciado pelos movimentos que o planeta faz ao longo de um ano. O movimento da Terra responsável pelas estações do ano é chamado de: a) Rotação. b) Nutação. c) Translação. d) Precipitação. 20. A palavra eclipsar significa esconder, ocultar. Com relação aos eclipses está correta a afirmativa: I. São fenômenos celestes de desaparecimento total ou parcial de uma estrela, temporariamente, por interposição do Sol. II. Quando a Lua está alinhada entre o Sol e a Terra, dá-se eclipse do Sol, pois a sombra da Lua se projeta na Terra, ocorrendo à ocultação parcial ou total do Sol. III. O eclipse da Lua ocorre quando a Terra se interpõe entre o Sol e a Lua. Com esse alinhamento, a sombra da Terra se projeta na Lua, tornando-a invisível. Assinale o item cuja resposta esteja CORRETO: a) Apenas a afirmativa I. b) Apenas a afirmativa II. c) Somente as afirmativas II e III. d) Todas as afirmativas. Filosofia Conforme o conteúdo estudado no início do terceiro bimestre sobre Platão e Aristóteles, julgue os itens abaixo assinalando (C) para os CORRETOS e (E) para os ERRADOS. 21. Vimos que Platão foi discípulo de Sócrates e que foi ele que escreveu tudo o que conhecemos sobre a filosofia Socrática. 22. Aristóteles foi discípulo de Platão e concordava com seu mestre, sendo um continuador de seu pensamento. 23. A cadeira em que você está sentado agora, para Platão, é apenas uma cópia da cadeira que se encontra no mundo sensível. 24. Platão e Aristóteles são representantes da filosofia Socrática. 25. Platão pertencia à aristocracia (Classe rica) e fundou uma escola chamada de Academia. 26. Em As Sombras da Vida, com Piteco, vimos que ele tenta libertar os homens da caverna para o mundo inteligível.

8 Página8 27. A partir do que foi estudado neste bimestre sobre o pensamento de Aristóteles, julgue as alternativas que se seguem e assinale a ÚNICA CORRETA. a) Aristóteles, mestre de Sócrates, escreveu o mito da caverna onde nota-se que o que vemos no mundo sensível nada mais é do que uma sombra, uma cópia imperfeita da realidade que se encontra fora da caverna. b) Aristóteles concordava com seu mestre Platão no que se refere à existência de dois mundos: o das ideias e o sensível. c) Para Aristóteles, o conhecimento se dá por um processo chamado de anamnese. Todo aprendizado é um processo de relembrança (reminiscência). Nada é novo, pois já tivemos contato com todo tipo de conhecimento, seja em vidas passadas ou no mundo das ideias. d) Para Aristóteles só existe o mundo sensível. As ideias são formadas a partir de nossa percepção do mundo e não há nada em nossas mentes que não tenha passado primeiro pelos sentidos. 28. Conforme o que foi estudado sobre o Platão, assinale o ÚNICO item CORRETO. a) Para Platão, eram dois os mundos existentes: o Mundo das Ideias ou Inteligível, representado pelas sombras na parede da caverna; e o Mundo Sensível, representado pela realidade fora da caverna. b) Para Platão, eram dois os mundos existentes: o Mundo das Ideias ou Inteligível, representado pela realidade fora da caverna; e o Mundo Sensível, representado pela realidade dentro da caverna. c) Para Platão, eram dois os mundos existentes: o Mundo Sensível ou Inteligível, representado pelas sombras na parede da caverna; e o Mundo Inteligível ou Físico, representado pela realidade fora da caverna. d) Para Platão, eram dois os mundos existentes: o Mundo Inteligível, representado pelas sombras na parede da caverna e o Mundo Sensível real, representado pela realidade fora da caverna. 29. Vimos que os filósofos socráticos eram tratados como mestres e discípulos. Observando os itens abaixo assinale a alternativa CORRETA. a) Platão foi mestre de Sócrates. b) Aristóteles foi mestre de Platão. c) Platão foi mestre de Aristóteles. d) Sócrates foi discípulo de Sócrates. 30. Aristóteles discípulo de Platão acreditava apenas em um dos mundos defendidos como existentes pelo seu mestre. Em qual destes mundos ele acreditava? a) Aristóteles acreditava no mundo inteligível, pois só no mundo das ideias as coisas são perfeitas, inclusive, o homem. b) Aristóteles acreditava no mundo sensível como sendo a única realidade possível, onde homem é corpo e alma no mesmo mundo. c) Aristóteles acreditava no mundo sensível e inteligível como realidades possíveis, onde homem é corpo e alma no mundo inteligível. d) Aristóteles acreditava no mundo sensível, mas defendia que só no mundo das ideias as coisas são perfeitas, inclusive, o homem.

9 Página9 Arte A cidade é formada por todos e por tudo: pessoa, animais, casas, ruas, árvores, muros e carros, por exemplo. É uma forma de expressão dinâmica e coletiva... Projeto Radix: Arte, 6ºano/Beá Meira São Paulo: Scipione, 2009 (Coleção Radix) página 68. Sobre o texto Arte e cidade, julgue os itens de 31 a 34 assinalando (C) para os CORRETOS e (E) para os ERRADOS. 31. O poder público também pode promover concursos para intervenções artísticas em áreas públicas. 32. As instituições públicas como a Câmara dos Vereadores e a Prefeitura têm grande parte da responsabilidade de gerenciar e transformar as cidades. 33. Os arquitetos são profissionais que também criam projetos urbanísticos e só poderão ser contratados por funcionários que trabalham nas prefeituras das cidades, sem a autorização do Prefeito. 34. É de responsabilidade dos Prefeitos a criação de leis que regulam as construções e o uso do espaço público nas cidades. Em uma sociedade, cada produto tem um valor. Isso também acontece com objetos de Arte: eles recebem um preço de mercado... Projeto Radix: Arte, 6ºano/Beá Meira São Paulo:Scipione,2009(Coleção Radix) página 78. Sobre o texto Mercado de arte, julgue os itens de 35 e 36 em CERTO ou ERRADO: 35. A prática dos leilões é comum no mercado de Arte, assim quem oferece maior valor adquire a peça artística que está sendo negociada. 36. Na maioria das sociedades contemporâneas, cada produto fabricado ou feito a mão tem um valor comercial, porém todas as criações artísticas não possui um preço de mercado, portanto não poderão ser comercializadas. 37. As imagens abaixo representam técnicas diferentes de criação e estão presentes no módulo 5 do livro Projeto Radix: Arte, 6ºano/Beá Meira São Paulo: Scipione,2009(Coleção Radix) páginas 67 a 84. Considerando a sequência das imagens de 1 a 7 e o artista que a realizou, assinale a ÚNICA alternativa CORRETA.

10 Página a) 1. Alberto Korda; 2. Mestre Valentim; 3. Claes Oldenburg; 4. Oswald Goeldi; 5. Pablo Picasso; 6. Gêmeos Pandolfo; 7. Paul Landowski. b) 1. Paul Landowski; 2. Pablo Picasso; 3. Claes Oldenburg; 4. Oswald Goeldi; 5. Mestre Valentim; 6. Gêmeos Pandolfo; 7. Alberto Korda. c) 1. Oswald Goeldi; 2. Gêmeos Pandolfo; 3. Paul Landowski; 4. Pablo Picasso; 5. Mestre Valentim; 6. Alberto Korda; 7. Claes Oldenburg. d) 1. Paul Landowski; 2. Gêmeos Pandolfo; 3. Pablo Picasso; 4. Oswald Goeldi; 5. Claes Oldenburg; 6. Mestre Valentim; 7. Alberto Korda. 38. As imagens abaixo representam técnicas diferentes de criação e estão presentes no módulo 5 do livro Projeto Radix: Arte, 6ºano/Beá Meira São Paulo: Scipione,2009 (Coleção Radix) página 76. Considerando a sequência das imagens de 1 a 3, assinale a ÚNICA alternativa CORRETA: a) Fig. 1 Cartaz para o Congresso Mundial da Paz; Fig. 2 Cartaz para o 9º Festival Internacional de Videobrasil; Fig. 3 Cartaz para as edições do Estado de Leningrado. b) Fig. 1 Cartaz para as edições do Estado de Leningrado; Fig. 2 Cartaz para o Congresso Mundial da Paz; Fig. 3 Cartaz para o 9º Festival Internacional de Videobrasil. c) Fig. 1 Cartaz para o 9º Festival Internacional de Videobrasil; Fig. 2 Cartaz para o Congresso Mundial da Paz; Fig. 3 Cartaz para as edições do Estado de Leningrado. d) Fig. 1 Cartaz para as edições do Estado de Leningrado; Fig. 2 Cartaz para o 9º Festival Internacional de Videobrasil; Fig. 3 Cartaz para o Congresso Mundial da Paz.

11 Página Com base nos estudos realizados sobre o texto Arte e política, assinale a ÚNICA alternativa CORRETA: a) A Arte pode ser usada para retratar uma cena religiosa, um fato histórico, mas evita denunciar injustiças sofridas por grupos sociais. b) Os grupos marginalizados sofrem injustiças, violências e perseguições em quase todo o mundo, isso dificulta o envolvimento dos artistas nas causas sociais que envolve essas pessoas. c) Por não ter influência na sociedade, a única preocupação do artista está em não conseguir perpetuar os valores de um momento histórico as gerações futuras. d) A Arte também pode estar ligada a questões de guerras e revoluções. Os artistas podem usar sua influência para exprimir suas posições políticas. 40. Com base nos estudos realizados sobre o texto O projeto de Brasília, assinale a ÚNICA alternativa INCORRETA: a) A construção de Brasília foi iniciada em um momento em que o país vivia um grande crescimento industrial neste período Juscelino Kubitschek era o presidente do Brasil. b) Brasília ficou mundialmente conhecida em virtude dos projetos feitos por Oscar Niemeyer que criou importantes edifícios como a Catedral e o Congresso Nacional. c) As Regiões Administrativas de Brasília, que outrora eram conhecidas por cidades satélites, possuem muitos parques e jardins, grandes avenidas e diversos lugares agradáveis abertos ao público. d) Brasília foi construída nos moldes modernistas e foi planejada pelo urbanista Lúcio Costa.

PROVA MULTIDISCIPLINAR I Matemática, Ciências, Filosofia e Arte

PROVA MULTIDISCIPLINAR I Matemática, Ciências, Filosofia e Arte COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO 8º ano Ensino Fundamental 2º bimestre de 2016 PROVA MULTIDISCIPLINAR I Matemática, Ciências, Filosofia e Arte Aluno: Série: 8º ANO Turma: Data: 25 de

Leia mais

Respostas - Exercícios de rotação e translação

Respostas - Exercícios de rotação e translação Respostas - Exercícios de rotação e translação 1) "Durante a minha vida inteira me fiz essas perguntas: Existe vida além da Terra? Se existe, como se parece? De que é feita? Os seres de outros mundos se

Leia mais

02- Agrupamento de estrelas que juntas formam figuras imaginárias. R.: 03- Ciência que estudo os corpos celestes. R.:

02- Agrupamento de estrelas que juntas formam figuras imaginárias. R.: 03- Ciência que estudo os corpos celestes. R.: PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 5º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== De acordo com as dicas, responda: 01- Foi

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Óptica Geométrica. Mecanismos do Eclipse

Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Óptica Geométrica. Mecanismos do Eclipse Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Fabrízio Gentil Série: 3 o ano Disciplina: Física Óptica Geométrica 01 - (PUC RJ) A uma certa hora da manhã, a inclinação dos

Leia mais

Recuperação Final CFB 8º ano do EF

Recuperação Final CFB 8º ano do EF COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO Recuperação Final CFB 8º ano do EF Aluno: Série: 8º ano Turma: Data: de dezembro de 2015 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1. Esta prova é um documento

Leia mais

Movimentos da Terra. 4) Número de aulas: São seis etapas que serão divididas em aulas a critério do professor.

Movimentos da Terra. 4) Número de aulas: São seis etapas que serão divididas em aulas a critério do professor. Movimentos da Terra 1) Objetivo Geral Aplicar os conhecimentos sobre os movimentos da Terra e da Lua para o cotidiano, e mais especificamente, para a economia de energia elétrica como o horário de verão

Leia mais

3º Bimestre. Física II. Autor: Geraldo Velazquez

3º Bimestre. Física II. Autor: Geraldo Velazquez 3º Bimestre Autor: Geraldo Velazquez SUMÁRIO UNIDADE I Óptica Geométrica... 4 1 Natureza Da Luz... 4 2 Conceitos Preliminares... 5 2.1 Raios e Feixes... 5 2.2 Fontes De Luz... 6 2.3 MEIOS ÓPTICOS... 6

Leia mais

PROVA MULTIDISCIPLINAR I

PROVA MULTIDISCIPLINAR I COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO PROVA MULTIDISCIPLINAR I Matemática, CFB, Filosofia, Arte 1º bimestre de 2014 2ª Chamada 6º ano Ensino Fundamental Aluno: Série: 6º ANO Turma: Data:

Leia mais

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 QUÍMICA (NOTURNO)

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 QUÍMICA (NOTURNO) assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa. a Transferência Facultativa/00 Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se os dados

Leia mais

TESTE TIPO Nº2 SISTEMA SOLAR/ DISTÂNCIAS NO UNIVERSO/MOVIMENTOS DA TERRA

TESTE TIPO Nº2 SISTEMA SOLAR/ DISTÂNCIAS NO UNIVERSO/MOVIMENTOS DA TERRA TESTE TIPO Nº2 SISTEMA SOLAR/ DISTÂNCIAS NO UNIVERSO/MOVIMENTOS DA TERRA 1. Considera a figura 1, que representa um observador e o Sol no seu movimento, em três posições diferentes. Indica: Figura 1: O

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDA MUNICIPAL DE GARANHUNS-2016

CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDA MUNICIPAL DE GARANHUNS-2016 CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDA MUNICIPAL DE GARANHUNS-2016 Provimento de cargos da Guarda Municipal de Garanhuns. Nome do candidato: Número de inscrição: Assinatura do candidato: PROVA MÓDULO

Leia mais

CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES

CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES CONSTRUÇÃO DO EU LÍRICO E O RETRATO NA POETICA CECÍLIA MEIRELES Silvia Eula Muñoz¹ RESUMO Neste artigo pretendo compartilhar os diversos estudos e pesquisas que realizei com orientação do Prof. Me. Erion

Leia mais

CADERNO DE PROVAS OBJETIVA E REDAÇÃO

CADERNO DE PROVAS OBJETIVA E REDAÇÃO CADERNO DE PROVAS OBJETIVA E REDAÇÃO CURSO: COMUNICAÇÃO SOCIAL - JORNALISMO LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO: 1. Esta prova contém Redação e 20(vinte) questões objetivas. Caso o caderno esteja incompleto

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 3.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 3.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 3.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br A U A UL LA O céu Atenção Aquela semana tinha sido uma trabalheira! Na gráfica em que Júlio ganhava a vida como encadernador, as coisas iam bem e nunca faltava serviço. Ele gostava do trabalho, mas ficava

Leia mais

Neoclassicismo. Segundo a leitura acima analise os itens e marque uma ÚNICA alternativa:

Neoclassicismo. Segundo a leitura acima analise os itens e marque uma ÚNICA alternativa: Neoclassicismo Questão 01 De acordo com a tendência neoclássica, uma obra de arte só seria perfeitamente bela na medida em que imitasse não as formas da natureza, mas as que os artistas clássicos gregos

Leia mais

Sugestões de avaliação. Geografia 6 o ano Unidade 2

Sugestões de avaliação. Geografia 6 o ano Unidade 2 Sugestões de avaliação Geografia 6 o ano Unidade 2 5 Unidade 2 Nome: Data: 1. Preencha o quadro com as principais características do planeta Terra. Localização no Sistema Solar Formato Elementos presentes

Leia mais

Física B Extensivo V. 1

Física B Extensivo V. 1 Física B Extensivo V. 1 Exercícios 01) 38 01. Falsa. f Luz > f Rádio 02. Verdadeira. Todas as ondas eletromagnéticas são transversais. 04. Verdadeira. Do tipo secundária. 08. Falsa. Do tipo secundária.

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE BELO HORIZONTE MG 25 DE OUTUBRO DE 2003 DURAÇÃO: 120 MINUTOS CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO NÚMERO DE

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 5º ANO

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 5º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 5º ANO 2010 Questão 1 PROVA DE CIÊNCIAS 5 ANO Em torno

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 5. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

ENSINO MÉDIO 01 - PLANETA TERRA FORMA E MOVIMENTO

ENSINO MÉDIO 01 - PLANETA TERRA FORMA E MOVIMENTO ENSINO MÉDIO 01 - PLANETA TERRA FORMA E MOVIMENTO QUESTÃO 01 - Sobre as características gerais dos movimentos terrestres, julgue os itens: a) É incorreto dizer que o Sol nasce a leste e se põe a oeste,

Leia mais

Eclipse e outros fenômenos

Eclipse e outros fenômenos Eclipse e outros fenômenos Oficina de CNII/EF Presencial e EAD Todos os dias vários fenômenos ocorrem ao nosso redor, muito próximo de nós. Alguns são tão corriqueiros que nem percebemos sua ocorrência.

Leia mais

Caracterização Cronológica

Caracterização Cronológica Caracterização Cronológica Filosofia Medieval Século V ao XV Ano 0 (zero) Nascimento do Cristo Plotino (204-270) Neoplatônicos Patrística: Os grandes padres da igreja Santo Agostinho ( 354-430) Escolástica:

Leia mais

Refração da Luz Índice de refração absoluto Índice de refração relativo Leis da refração Reflexão total da luz Lentes Esféricas Vergência de uma lente

Refração da Luz Índice de refração absoluto Índice de refração relativo Leis da refração Reflexão total da luz Lentes Esféricas Vergência de uma lente Refração da Luz Índice de refração absoluto Índice de refração relativo Leis da refração Reflexão total da luz Lentes Esféricas Vergência de uma lente Introdução Você já deve ter reparado que, quando colocamos

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Ciências 6 o ano Unidade 1 5 Unidade 1 Nome: Data: 1. Marque V nas alternativas verdadeiras e F nas falsas. Em relação ao Universo, ao Sistema Solar e à Terra, podemos afirmar

Leia mais

Movimento Anual do Sol, Fases da Lua e Eclipses

Movimento Anual do Sol, Fases da Lua e Eclipses Elementos de Astronomia Movimento Anual do Sol, Fases da Lua e Eclipses Rogemar A. Riffel Sol, Terra e Lua Movimento Diurno do Sol Relembrando a aula passada De leste para oeste; O círculo diurno do Sol

Leia mais

CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES CADERNO 8 PROF.: Célio Normando CA 6 - Apropriar-se de conhecimentos da Física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

Leia mais

Data: Turma: 5º anos A B C

Data: Turma: 5º anos A B C Aluno (a): Nº TRABALHO 2º BIMESTRE - ENSINO FUNDAMENTAL Disciplina: Interdisciplinar Professor(a): Danielle e Patrícia Data: Turma: 5º anos A B C Vamos rumo ao 2 bimestre? Muito bem, nossa tarefa dessa

Leia mais

ARTES PLÁSTICAS (BACHARELADO)

ARTES PLÁSTICAS (BACHARELADO) assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 ARTES PLÁSTICAS (BACHARELADO) Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

Leia mais

UMA PROPOSTA DE ENSINO DA PROBABILIDADE A PARTIR DO MÉTODO DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E DA LUDICIDADE EM SALA DE AULA

UMA PROPOSTA DE ENSINO DA PROBABILIDADE A PARTIR DO MÉTODO DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E DA LUDICIDADE EM SALA DE AULA UMA PROPOSTA DE ENSINO DA PROBABILIDADE A PARTIR DO MÉTODO DE RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E DA LUDICIDADE EM SALA DE AULA RESUMO José Jorge de Sousa; Francisco Aureliano Vidal Instituto Federal de Educação,

Leia mais

Amarelo. 2b) (0,5 ponto) Pinte (de qualquer cor) a figura abaixo que melhor representa a forma da Terra.

Amarelo. 2b) (0,5 ponto) Pinte (de qualquer cor) a figura abaixo que melhor representa a forma da Terra. Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) - Agência Espacial Brasileira (AEB) VIII Olimpíada Brasileira de Astronomia e de Astronáutica - 2005 Gabarito da Prova do nível 2 (para alunos da 3ª à 4ª série) Questão

Leia mais

A Escola e o Relógio de Sol Resumo

A Escola e o Relógio de Sol Resumo Universidade Federal de São Carlos Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia Departamento de Matemática A Escola e o Relógio de Sol Resumo Autora: Raquel Duarte de Souza Orientador: Prof. Dr. José Antônio

Leia mais

como a arte pode mudar a vida?

como a arte pode mudar a vida? como a arte pode mudar a vida? LONGE DAQUI, AQUI MESMO 1 / 2 Longe daqui, aqui mesmo 1 Em um caderno, crie um diário para você. Pode usar a escrita, desenhos, recortes de revista ou jornais e qualquer

Leia mais

Processo Seletivo Salesiano

Processo Seletivo Salesiano COLÉGIO SALESIANO NOSSA SENHORA AUXILIADORA Processo Seletivo Salesiano Concurso de Bolsas de Estudos Nome do(a) aluno(a): Número de Inscrição: Série: 7º Ano Ensino Fundamental II ORIENTAÇÕES Ao receber

Leia mais

MEDICINA VETERINÁRIA

MEDICINA VETERINÁRIA assinatura do(a) candidato(a) Admissão para Portador de Diploma de Curso Superior. a DCS/0 Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se os dados pessoais transcritos

Leia mais

Sistema de Recuperação

Sistema de Recuperação Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I - 2º ano 2011 Sistema de Recuperação ATIVIDADES EXTRAS DE RECUPERAÇÃO PARALELA E CONTÍNUA FAÇA UMA CAPA PERSONALIZADA PARA SUA APOSTILA DE ESTUDOS Nome: Classe:

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado. Este Caderno contém 35 questões de múltipla escolha, dispostas

Leia mais

Iluminação de Espaços Urbanos. Necessidades e Limites da Valorização Cênica. Valmir Perez

Iluminação de Espaços Urbanos. Necessidades e Limites da Valorização Cênica. Valmir Perez Iluminação de Espaços Urbanos Necessidades e Limites da Valorização Cênica Valmir Perez Definição O espaço urbano é uma abstração do espaço social, que é o espaço total. Atribui-se, ao termo urbano, o

Leia mais

Identificação do projeto

Identificação do projeto Seção 1 Identificação do projeto ESTUDO BÍBLICO Respondendo a uma necessidade Leia Neemias 1 Neemias era um judeu exilado em uma terra alheia. Alguns dos judeus haviam regressado para Judá depois que os

Leia mais

O Princípio da Complementaridade e o papel do observador na Mecânica Quântica

O Princípio da Complementaridade e o papel do observador na Mecânica Quântica O Princípio da Complementaridade e o papel do observador na Mecânica Quântica A U L A 3 Metas da aula Descrever a experiência de interferência por uma fenda dupla com elétrons, na qual a trajetória destes

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. O PORCO-ESPINHO

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. O PORCO-ESPINHO ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 6º Ano 3º/4º Bimestre 2014 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Monique Data: / /2014 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara Redação Resultado

Leia mais

FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE)

FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE) FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE) SÓCRATES (469-399 a.c.) CONTRA OS SOFISTAS Sofistas não são filósofos: não têm amor pela sabedoria e nem respeito pela verdade. Ensinavam a defender o que

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A CADERNO DE EXERCÍCIOS 1A Ensino Fundamental Ciências da Natureza Questão Conteúdo 1 Biomas brasileiros - Mangue H18 2 Sistema solar duração da translação H4 3 Eclipse lunar H8 4 Eclipse solar H8 5 Movimento

Leia mais

FILOSOFIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 2 Assine apenas no local apropriado o cabeçalho desta página e quando autorizado pelo chefe de sala.

FILOSOFIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 2 Assine apenas no local apropriado o cabeçalho desta página e quando autorizado pelo chefe de sala. assinatura do(a) candidato(a) ADMISSÃO PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR. a DCS/0 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Prova Dissertativa Ao receber este caderno, confira atentamente se os dados

Leia mais

Frações. Números Racionais

Frações. Números Racionais Frações Números Racionais Consideremos a operação 4:5 =? onde o dividendo não é múltiplo do divisor. Vemos que não é possível determinar o quociente dessa divisão no conjunto dos números porque não há

Leia mais

3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão

3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas. Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão 3º ano Filosofia Teorias do conhecimento Prof. Gilmar Dantas Aula 4 Platão e o mundo das ideias ou A teoria do conhecimento em Platão ACADEMIA DE PLATÃO. Rafael, 1510 afresco, Vaticano. I-Revisão brevíssima

Leia mais

Para explicar o equilíbrio existente nesse conjunto organizado de astros a Astrofísica propôs:

Para explicar o equilíbrio existente nesse conjunto organizado de astros a Astrofísica propôs: O SISTEMA SOLAR Para entendermos o mecanismo do "SISTEMA TERRA" temos que ter noções básicas de um contexto mais amplo: o espaço cósmico, onde se processam, entre outros milhares, o "SISTEMA SOLAR". UNIVERSO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTANEIRA - CE DECISÃO DOS RECURSOS CONTRA GABARITO PRELIMINAR I DOS RECURSOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTANEIRA - CE DECISÃO DOS RECURSOS CONTRA GABARITO PRELIMINAR I DOS RECURSOS PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTANEIRA - CE DECISÃO DOS RECURSOS CONTRA GABARITO PRELIMINAR I DOS RECURSOS Trata-se de recursos interpostos pelos candidatos infra relacionados, concorrentes ao cargo, ENFERMEIRO

Leia mais

CÓDIGO CRÉDITOS PERÍODO PRÉ-REQUISITO TURMA ANO INTRODUÇÃO

CÓDIGO CRÉDITOS PERÍODO PRÉ-REQUISITO TURMA ANO INTRODUÇÃO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS ESCOLA DE GESTÃO E NEGÓCIOS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS, ADMINISTRAÇÃO E ECONOMIA DISCIPLINA: ESTRUTURA E ANÁLISE DE CUSTO CÓDIGO CRÉDITOS PERÍODO PRÉ-REQUISITO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE UNIÃO DA VITÓRIA, PARANÁ

CONCURSO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE UNIÃO DA VITÓRIA, PARANÁ CADERNO DE PROVA SERVENTE N.º DE INSCRIÇÃO DO(A) CANDIDATO(A) Domingo, 25 de janeiro de 2015. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 ANTES DE INICIAR A PROVA, LEIA AS INSTRUÇÕES

Leia mais

PAUTA DO DIA. Acolhida Revisão Interatividades Intervalo Avaliação

PAUTA DO DIA. Acolhida Revisão Interatividades Intervalo Avaliação PAUTA DO DIA Acolhida Revisão Interatividades Intervalo Avaliação REVISÃO 1 Astronomia Ciência que estuda os astros e os fenômenos relacionados a eles. REVISÃO 1 Relaciona os fenômenos celestes aos fatos

Leia mais

Questões de Concurso Público para estudar e se preparar... Prefeitura Olinda - Administrador. 1. Leia as afirmativas a seguir.

Questões de Concurso Público para estudar e se preparar... Prefeitura Olinda - Administrador. 1. Leia as afirmativas a seguir. Questões de Concurso Público para estudar e se preparar... Prefeitura Olinda - Administrador 1. Leia as afirmativas a seguir. I. O comportamento organizacional refere-se ao estudo de indivíduos e grupos

Leia mais

A formação moral de um povo

A formação moral de um povo É um grande desafio evangelizar crianças nos dias de hoje. Somos a primeira geração que irá dizer aos pais e evangelizadores como evangelizar os pequeninos conectados. Houve um tempo em que nos colocávamos

Leia mais

Unidade 5 O Universo e seus astros

Unidade 5 O Universo e seus astros Sugestões de atividades Unidade 5 O Universo e seus astros 6 CIÊNCIAS 1 Céu e constelações A Constelação do Cruzeiro de Sul é representada na bandeira do Brasil e na bandeira de outros países, como Austrália,

Leia mais

Empurra e puxa. Domingo, Gaspar reúne a família para uma. A força é um vetor

Empurra e puxa. Domingo, Gaspar reúne a família para uma. A força é um vetor A U A UL LA Empurra e puxa Domingo, Gaspar reúne a família para uma voltinha de carro. Ele senta ao volante e dá a partida. Nada. Tenta outra vez e nada consegue. Diz então para todos: O carro não quer

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ÍNDICE INSS - RLM...2 Proposições Conceitos Iniciais...2 1 Proposições Conceitos Iniciais Conceito: AlfaCon Concursos Públicos INSS - RLM _ Características: _ Valores: _ Princípios

Leia mais

(QRV3LFD]]LR NÃO HÁ PERMISSÃO DE USO PARCIAL OU TOTAL DESTE MATERIAL PARA OUTRAS FINALIDADES. NASA

(QRV3LFD]]LR NÃO HÁ PERMISSÃO DE USO PARCIAL OU TOTAL DESTE MATERIAL PARA OUTRAS FINALIDADES. NASA $6752120,$'26,67(0$62/$5$*$ 7(55$ H /8$ (QRV3LFD]]LR,$*863 NÃO HÁ PERMISSÃO DE USO PARCIAL OU TOTAL DESTE MATERIAL PARA OUTRAS FINALIDADES. NASA Parâmetros lunares mais relevantes Distância orbital média

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO EDITAL Nº 031/2015 SÓ ABRA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO EDITAL Nº 02/2014 CONVOCAÇÃO PARA REALIZAÇÃO

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE CIÊNCIAS 3º ANO Professor Vitor

PLANO DE TRABALHO DOCENTE CIÊNCIAS 3º ANO Professor Vitor PLANO DE TRABALHO DOCENTE CIÊNCIAS 3º ANO Professor Vitor CELESTE: PRODUÇÃO DO UNIVERSO 1. Componentes básicos do Universo matéria e energia: - Matéria e energia dos astros luminosos e iluminados; - Sol:

Leia mais

Introdução À Astronomia e Astrofísica 2010

Introdução À Astronomia e Astrofísica 2010 CAPÍTULO 3 ESTAÇÕES DO ANO E INSOLAÇÃO SOLAR. Movimento Anual do Sol e as Estações do Ano. Estação em diferentes latitudes. Insolação Solar. Recapitulando a aula anterior: Capítulo 2 Trigonometria Esférica

Leia mais

O ENSINO TRADICIONAL E O ENSINO PRODUTIVO DE LÍNGUA PORTUGUESA A PARTI DO USO DO TEXTO

O ENSINO TRADICIONAL E O ENSINO PRODUTIVO DE LÍNGUA PORTUGUESA A PARTI DO USO DO TEXTO O ENSINO TRADICIONAL E O ENSINO PRODUTIVO DE LÍNGUA PORTUGUESA A PARTI DO USO DO TEXTO Mayrla Ferreira da Silva; Flávia Meira dos Santos. Universidade Estadual da Paraíba E-mail: mayrlaf.silva2@gmail.com

Leia mais

PREFEITURA DO RECIFE SECRETARIA DE SAÚDE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ACS DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO

PREFEITURA DO RECIFE SECRETARIA DE SAÚDE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ACS DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO PREFEITURA DO RECIFE SECRETARIA DE SAÚDE SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ACS DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO Não deixe de preencher as informações a seguir: NOME Nº DE IDENTIDADE

Leia mais

AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA

AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA Apenas uma experiência que pode ser recriada para outros conteúdos Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Terminada a audição, eu escrevi na lousa o título da música, o nome

Leia mais

ESPAÇO INCLUSIVO Coordenação Geral Profa. Dra. Roberta Puccetti Coordenação Do Projeto Profa. Espa. Susy Mary Vieira Ferraz RESUMO

ESPAÇO INCLUSIVO Coordenação Geral Profa. Dra. Roberta Puccetti Coordenação Do Projeto Profa. Espa. Susy Mary Vieira Ferraz RESUMO ESPAÇO INCLUSIVO Coordenação Geral Profa. Dra. Roberta Puccetti Coordenação Do Projeto Profa. Espa. Susy Mary Vieira Ferraz RESUMO A inclusão é uma realidade mundial. Desde a Declaração de Salamanca em

Leia mais

CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI

CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI MATEMÁTICA ENSINO MÉDIO APOSTILA 03 Parabéns!!! Você já é um vencedor! Voltar a estudar é uma vitória que poucos podem dizer que conseguiram. É para você, caro aluno, que desenvolvemos

Leia mais

Ciências E Programa de Saúde

Ciências E Programa de Saúde Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Estado da Educação Ciências E Programa de Saúde 19 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE SP Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de

Leia mais

ESCOLA SALESIANA DE MANIQUE TESTE DE AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS ANO LECTIVO 2010/2011

ESCOLA SALESIANA DE MANIQUE TESTE DE AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS ANO LECTIVO 2010/2011 ESCOLA SALESIANA DE MANIQUE TESTE DE AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS ANO LECTIVO 2010/2011 Nome: 7.º Ano Turma Nº: Encarregado de Educação: Classificação: Professor: 1. Observe a figura seguinte,

Leia mais

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. PROVA ESCRITA OBJETIVA CARGO: PROFESSOR CLASSE SL (MATEMÁTICA) DATA: 20/01/2013 HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí)

RASCUNHO Nº DE INSCRIÇÃO. PROVA ESCRITA OBJETIVA CARGO: PROFESSOR CLASSE SL (MATEMÁTICA) DATA: 20/01/2013 HORÁRIO: 9h às 12h (horário do Piauí) NÚCLEO DE CONCURSOS E PROMOÇÃO DE EVENTOS NUCEPE PROCESSO SELETIVO SEDUC/PI - 2012 FOLHA DE ANOTAÇÃO DO GABARITO - ATENÇÃO: Esta parte somente deverá ser destacada pelo fiscal da sala, após o término da

Leia mais

MATEMÁTICA PARA VENCER. Apostilas complementares APOSTILA 08: PROVA CMSM SIMULADA. Pré-Curso. www.laercio.com.br

MATEMÁTICA PARA VENCER. Apostilas complementares APOSTILA 08: PROVA CMSM SIMULADA. Pré-Curso. www.laercio.com.br MATEMÁTICA PARA VENCER Apostilas complementares APOSTILA 08: PROVA CMSM SIMULADA Pré-Curso www.laercio.com.br APOSTILA 08 Colégio Militar 6º ano PROVA CMSM SIMULADA PRÉ-CURSO COLÉGIO MILITAR DE SANTA MARIA,

Leia mais

muito gás carbônico, gás de enxofre e monóxido de carbono. extremamente perigoso, pois ocupa o lugar do oxigênio no corpo. Conforme a concentração

muito gás carbônico, gás de enxofre e monóxido de carbono. extremamente perigoso, pois ocupa o lugar do oxigênio no corpo. Conforme a concentração A UU L AL A Respiração A poluição do ar é um dos problemas ambientais que mais preocupam os governos de vários países e a população em geral. A queima intensiva de combustíveis gasolina, óleo e carvão,

Leia mais

Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 4 o ano Ensino Fundamental Data da entrega: 17/04/2015. Nome: n o :

Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 4 o ano Ensino Fundamental Data da entrega: 17/04/2015. Nome: n o : Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 4 o ano Ensino Fundamental Data da entrega: 17/04/2015 Nome: n o : Créditos distribuídos: 8,0 Créditos obtidos: 1) A personagem Gabriela, que conta a história do planetário,

Leia mais

Fundamentos da Ciência Econômica MÓDULO I - INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECONOMIA. Ao final do estudo deste módulo, esperamos que você possa:

Fundamentos da Ciência Econômica MÓDULO I - INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECONOMIA. Ao final do estudo deste módulo, esperamos que você possa: Fundamentos da Ciência Econômica MÓDULO I - INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ECONOMIA Ao final do estudo deste módulo, esperamos que você possa: Explicar o objeto de estudo da ciência econômica e seus conceitos

Leia mais

Física Renato Av. Mensal 22/05/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

Física Renato Av. Mensal 22/05/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 9º Física Renato Av. Mensal 22/05/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova contém

Leia mais

(Perry Anderson, Linhagens do Estado absolutista. p. 18 e 39. Adaptado)

(Perry Anderson, Linhagens do Estado absolutista. p. 18 e 39. Adaptado) 1. (Fgv 2014) O paradoxo aparente do absolutismo na Europa ocidental era que ele representava fundamentalmente um aparelho de proteção da propriedade dos privilégios aristocráticos, embora, ao mesmo tempo,

Leia mais

Programação em papel quadriculado

Programação em papel quadriculado 4 NOME DA AULA: Programação em papel quadriculado Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 10 minutos Objetivo principal: ajudar os alunos a entender como a codificação funciona. RESUMO Ao "programar"

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1) Número de

Leia mais

GEOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS.

GEOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS. 2 a Etapa GEOGRAFIA SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções que se

Leia mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS 13. CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Área de atuação O curso pretende formar o arquiteto pleno, capacitado a atuar nos diversos âmbitos

Leia mais

As fases da Lua. Depois do Sol, o astro que sempre despertou. Desenhe as fases da Lua que você conhece.

As fases da Lua. Depois do Sol, o astro que sempre despertou. Desenhe as fases da Lua que você conhece. A U A UL LA Acesse: http://fuvestibular.com.br/ As fases da Lua Atenção Depois do Sol, o astro que sempre despertou mais o interesse das pessoas foi a Lua. Percorrendo a escuridão celeste, a Lua vem iluminando

Leia mais

O que são Direitos Humanos?

O que são Direitos Humanos? O que são Direitos Humanos? Técnico comercial 4 (1º ano) Direitos Humanos são os direitos e liberdades básicas de todos os seres humanos. O principal objetivo dos Direitos Humanos é tratar cada indivíduo

Leia mais

Alegoria da Caverna. Platão

Alegoria da Caverna. Platão Alegoria da Caverna Platão Imagina homens que vivem numa espécie de morada subterrânea em forma de caverna, que possui uma entrada que se abre em toda a largura da caverna para a luz; no interior dessa

Leia mais

SÃO PAULO TURISMO S/A SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 003/2014 OPERADOR DE ESTACIONAMENTO

SÃO PAULO TURISMO S/A SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 003/2014 OPERADOR DE ESTACIONAMENTO SÃO PAULO TURISMO S/A SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 003/2014 OPERADOR DE ESTACIONAMENTO NOME DO CANDIDATO: RG: INSTRUÇÕES: 1. O candidato está recebendo, juntamente com este caderno de provas, o cartão

Leia mais

FÍSICA Questões de 1 a 20

FÍSICA Questões de 1 a 20 2ªSérieLISTA DE EXERCÍCIOS DE FÍSICA FÍSICA Questões de 1 a 20 1) (UFRN) Os carros modernos usam diferentes tipos de espelhos retrovisores, de modo que o motorista possa melhor observar os veículos que

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem SENTIDOS (principal) Gosto de informações que eu posso verificar. Não há nada melhor para mim do que aprender junto

Leia mais

Movimentos da Terra PPGCC FCT/UNESP. Aulas EGL 2016 João Francisco Galera Monico unesp

Movimentos da Terra PPGCC FCT/UNESP. Aulas EGL 2016 João Francisco Galera Monico unesp Movimentos da Terra PPGCC FCT/UNESP Aulas EGL 2016 João Francisco Galera Monico Terra Movimentos da Terra Cientificamente falando, a Terra possui um único movimento. Dependendo de suas causas, pode ser

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

FORMOSA - GO - 002/2014

FORMOSA - GO - 002/2014 IBEG Instituto Brasileiro de Educação e Gestão Edital de Abertura do Concurso Público Prefeitura de Formosa - GO n o 02/2014 CARGO Agente de Serviços e Obras Públicas - Classe I CADERNO DE PROVA Prezado(a)

Leia mais

Escalas. Antes de representar objetos, modelos, peças, A U L A. Nossa aula. O que é escala

Escalas. Antes de representar objetos, modelos, peças, A U L A. Nossa aula. O que é escala Escalas Introdução Antes de representar objetos, modelos, peças, etc. deve-se estudar o seu tamanho real. Tamanho real é a grandeza que as coisas têm na realidade. Existem coisas que podem ser representadas

Leia mais

O ENSINO DE ASTRONOMIA PELA PRÁTICA DO CALENDÁRIO DA VIDA

O ENSINO DE ASTRONOMIA PELA PRÁTICA DO CALENDÁRIO DA VIDA O ENSINO DE ASTRONOMIA PELA PRÁTICA DO CALENDÁRIO DA VIDA FERREIRA, Rosa Hoepers SEEDPR rosahoepers@bol.com.br NICARETTA, Giselle Marquette SEEDPR gmnicaretta@seed.pr.gov.br BUENO, Marco Aurelio Pereira

Leia mais

Reconhecimento e explicação da importância da evolução tecnológica no nosso conhecimento atual sobre o Universo.

Reconhecimento e explicação da importância da evolução tecnológica no nosso conhecimento atual sobre o Universo. ESCOLA BÁSICA2,3 EUGÉNIO DOS SANTOS 2013 2014 página 1 ESCOLA BÁSICA DO 2.º E 3.º CICLOS EUGÉNIO DOS SANTOS PLANIFICAÇÃO E METAS DE APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 7.º ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

MATA ATLÂNTICA: CONHECER PARA PRESERVAR Pereira, Patrícia

MATA ATLÂNTICA: CONHECER PARA PRESERVAR Pereira, Patrícia MATA ATLÂNTICA: CONHECER PARA PRESERVAR Pereira, Patrícia Resumo O projeto se iniciou a partir da necessidade de ser apresentado esse conteúdo já previsto no material do PIC (Projeto Intensivo no Ciclo)

Leia mais

Extensivo noite - Aulas 01 e 02

Extensivo noite - Aulas 01 e 02 1. (Unesp 2011) A figura 1 mostra um quadro de Georges Seurat, grande expressão do pontilhismo. De forma grosseira podemos dizer que a pintura consiste de uma enorme quantidade de pontos de cores puras,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 051/2015 MUNICÍPIO DE IPORÃ - ESTADO DO PARANÁ

CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 051/2015 MUNICÍPIO DE IPORÃ - ESTADO DO PARANÁ CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 051/2015 MUNICÍPIO DE IPORÃ - ESTADO DO PARANÁ CARGO: MOTORISTA DISTRITO DE VILA NILZA DATA: 24/01/2016 LEIA AS INSTRUÇÕES: Verifique se este caderno de questões corresponde

Leia mais

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FILOSOFIA 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco questões, abrangendo um total de

Leia mais

Constelações da A A. Título original: A A Constellations. Escrito por Frater Alion.

Constelações da A A. Título original: A A Constellations. Escrito por Frater Alion. Constelações da A A Título original: A A Constellations. Escrito por Frater Alion. E-book gerado automaticamente em 23/09/2013 16:32:59. Baixe a versão mais recente em: http://hadnu.org/permalinks/publications/74

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande. 11 de Abril de 2010 AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande. 11 de Abril de 2010 AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS Pontifícia Universidade Católica do Paraná Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande 11 de Abril de 2010 CARGO Nº 30 AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS N.º DO CARTÃO NOME (LETRA DE FORMA) ASSINATURA INFORMAÇÕES

Leia mais

CONTEXTUALIZANDO AS OPERAÇÕES COM SINAIS DOS NÚMEROS INTEIROS RELATO DE EXPERIÊNCIA.

CONTEXTUALIZANDO AS OPERAÇÕES COM SINAIS DOS NÚMEROS INTEIROS RELATO DE EXPERIÊNCIA. 9 CONTEXTUALIZANDO AS OPERAÇÕES COM SINAIS DOS NÚMEROS INTEIROS RELATO DE EXPERIÊNCIA. Adriana A. Silva Éderson O. Passos INTRODUÇÃO Vergnaud (1982) propôs, em sua Teoria dos Campos Conceituais, que o

Leia mais

Cartilha da FIJ Os Jornalistas e o Direito Autoral

Cartilha da FIJ Os Jornalistas e o Direito Autoral Cartilha da FIJ Os Jornalistas e o Direito Autoral Esta é uma publicação que tem como tema o direito autoral dos jornalistas. Um tema intimamente ligado aos direitos dos cidadãos e da cidadania. Mas este

Leia mais