ANO III 01 a 15 de NOVEMBRO ª EDIÇÃO QUINZENAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANO III 01 a 15 de NOVEMBRO 2014 17ª EDIÇÃO QUINZENAL"

Transcrição

1 NOTICIAS EM DESTAQUE GM vai investir cerca de R$ 3 bi, diz sindicato Mercedes anuncia investimentos de R$ 730 milhões no Brasil até 2018 Setor metalúrgico deve investir R$ 10 bilhões na região do ABC Jaguar Land Rover começa obras no Rio Grande encomenda alivia a crise nas fábricas de ônibus Geely ainda estuda fábrica no Brasil e confirma 2 lançamentos em 2015 FIAT vai investir R$ 15 bilhões na América Latina até 2016 NOTICIAS ANTERIORES Airship confirma fábrica de dirigíveis em São Carlos ArcelorMittal: mais de US$ 350 mi no setor Volks ainda não definiu valor a investir em São Carlos Siemens anuncia nova fábrica no Brasil Setor industrial define suas prioridades Alíquota de 3% do Reintegra passa a valer em outubro, diz Mantega

2 GM vai investir cerca de R$ 3 bi, diz sindicato Por Pedro Souza/ Diário do Grande ABC 03/10/2014 A General Motors (GM) vai investir, pelo menos, 50% dos R$ 6,5 bilhões que aplicará em suas fábricas no Brasil na unidade de São Caetano, cerca de R$ 3 bilhões, a partir de 2015, garantiu o presidente licenciado do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano, Aparecido Inácio da Silva, o Cidão. No entanto, informou o sindicalista, a empresa abriu PDV (Programa de Demissão Voluntária) na última quarta-feira (1), pois pretende dispensar cerca de 50 funcionários depois das eleições, realizadas no domingo. Cidão revelou que participou de reunião, na segunda-feira, com o presidente da GM para a América do Sul, Jaime Ardila. Na ocasião, o executivo apresentou a intenção da companhia e também sinalizou a dispensa dos funcionários neste ano, principalmente pelo alto nível de estoque que a fábrica teria, disse o presidente do sindicato. O motivo é (queda na) venda. O parque está abarrotado de carros. Não tem mais lugar para pôr unidades. As concessionárias não estão absorvendo. Só de Cobalt, estão falando na fábrica que 70 mil estão no estoque. Só de Cobalt! O normal seria o estoque de ou 10 mil, no máximo. Os 70 mil equivalem a dois meses de produção, período que a empresa ficaria parada e não afetaria nada, explicou Cidão. Ontem à tarde, o sindicato reuniu os trabalhadores na porta da fábrica e realizou assembleia para informar sobre o atual cenário da companhia. A GM confirmou que abriu o PDV e que manterá o programa até segunda-feira, sem divulgar detalhes sobre valores ou número de trabalhadores que quer atingir. Questionada em relação ao direcionamento do investimento e ao suposto elevado estoque, a montadora preferiu não se posicionar. Cidão acrescentou ainda que as demissões completarão cerca de 200 desligamentos, que a empresa teria iniciado no fim da Copa do Mundo. Era para ser 600. Eles queriam fechar o terceiro turno (da 0h12 às 6h10). Mas nós brigamos para que isso não ocorresse. Serão cortados mais 30 a 50, não terá jeito, explicou. Comparação O sindicalista destacou também que, mesmo com o investimento que teve conhecimento, em torno de R$ 3 bilhões, a situação da unidade da GM de São Caetano, com cerca de 11,5 mil operários, pode ser alvo de mais demissões pela menor competitividade com concorrentes, no que diz respeito aos custos do número de funcionários por carro produzido. Cidão garantiu que, em pleno vapor, cerca de veículos são fabricados por dia, e comparou com a produção da Hyundai, de Piracicaba, que estava próxima a isso com 76% menos de trabalhadores diretos. Segundo a Hyundai, sua única unidade brasileira tem capacidade de produzir 180 mil HB20 por ano e tem trabalhadores. A empresa não confirmou se os funcionários atuam de sábado e domingo. Mas, considerando cinco dias por semana, o potencial diário seria de 750 automóveis. 1

3 Mercedes anuncia investimentos de R$ 730 milhões no Brasil até 2018 Por Eduardo Laguna/ Valor Econômico 10/10/2014 A Mercedes-Benz anunciou hoje (10) uma reorganização das atividades de suas duas fábricas de veículos comerciais no Brasil, com a transferência da linha de montagem do caminhão leve Accelo da unidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais, para o parque industrial da empresa em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, a partir de Dentro dessa reestruturação, a empresa também informou que realizará investimentos adicionais de R$ 730 milhões no Brasil até 2018 somando-se ao programa de R$ 2,5 bilhões anunciado anteriormente e que está em curso desde A fábrica mineira perde a linha de montagem do Accelo mas, por outro lado, passará a concentrar toda a produção de cabines da marca porque essa atividade será desativada no ABC. A Mercedes Benz diz que a fábrica paulista ganha dessa forma espaço para futuras expansões. Segundo a montadora, a reestruturação tem como objetivo garantir eficiência e a competitividade de seu parque industrial no Brasil. A empresa não confirmou, contudo, o fim da produção do caminhão extrapesado Actros na fábrica de Juiz de Fora a partir de 2018, como havia informado o sindicato dos metalúrgicos da região. Só a fábrica de São Bernardo vai receber mais R$ 500 milhões na modernização e ampliação das instalações produtivas. O restante, R$ 230 milhões, vai para a ampliação de 50 mil para 80 mil unidades - da capacidade de montagem de cabines em Juiz de Fora. Com isso, o programa de investimentos da Mercedes no Brasil soma agora R$ 3,2 bilhões no período de 2010 a 2018, sem considerar a construção de uma fábrica de carros no interior paulista, onde estão sendo investidos outros R$ 500 milhões. Setor metalúrgico deve investir R$ 10 bilhões na região do ABC Por Leone Farias/ Diário do Grande ABC 10/10/2014 Montadoras e outras indústrias ligadas ao ramo metalúrgico têm investimentos programados para a região até 2019 que superam R$ 10 bilhões, de acordo com balanço feito pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Segundo o presidente da entidade, Rafael Marques, o montante inclui pelo menos metade dos R$ 10 bilhões da Volkswagen para o período de 2014 a 2018, que vai contemplar a montagem final do sedã Jetta (hoje importado do México) na fábrica Anchieta, em São Bernardo, no primeiro semestre de 2015, e ainda as atualizações do Saveiro e do Gol, e a garantia de plataforma mundial para a produção de novos modelos para além de 2018 nessa unidade fabril. Outro recurso expressivo que está somado nesse balanço é o aporte de R$ 3 bilhões pela Mercedes-Benz, para concentrar a produção de 2

4 caminhões e ônibus em São Bernardo, e a modernização das linhas de montagem desses veículos até Também está nessa conta os R$ 800 milhões aplicados pela Ford na produção do New Fiesta no município e outros R$ 670 milhões para as operações de caminhões série F, da mesma montadora; em ambos os casos, para o período de 2011 a O sindicato incluiu, ainda, mais R$ 300 milhões que estariam previstos pela Scania (R$ 100 milhões por ano) em manutenção e atualização de equipamentos; e R$ 60 milhões que a entidade afirma que a Toyota aportará para trazer para a região a linha de montagem do Prius elétrico. Em relação a esse último investimento, embora a montadora não confirme, Marques cita que há acordo com a empresa para criar condições para que isso ocorra e que, em novembro, a diretoria mundial do grupo deve bater o martelo sobre a questão. A retomada de produção de carros pela companhia na região significará a geração de 600 empregos nessa fábrica (hoje com funcionários) a partir de O balanço abrange também aportes feitos por autopeças e indústrias de máquinas, como B.Grob (R$ 12 milhões entre 2013 e 2015 para modernização), Kostal (R$ 50 milhões para troca de máquinas até 2018) e a Termomecanica (R$ 300 milhões, entre 2011 e 2014 em novas plantas fabris em São Bernardo). Aeronaves No levantamento do sindicato, estão também computados recursos da companhia sueca Saab para implantação de fábrica de caças no município da região (outros R$ 363 milhões) em parceria com o grupo Inbra, a partir de 2015, que pode gerar empregos diretos e propiciar o desenvolvimento de cadeia de fornecedores para esse segmento, segundo o vice-presidente da entidade, Aroaldo Oliveira da Silva. Até dezembro, deve ser anunciado onde será localizada a unidade fabril. Jaguar Land Rover começa obras no Rio Por Eduardo Laguna/ Valor Econômico 23/10/2014 Onze meses depois do anúncio oficial do projeto, a Jaguar Land Rover deu o pontapé inicial nas obras da fábrica de R$ 750 milhões que será erguida pela montadora britânica em Itatiaia, no sul do Rio de Janeiro. Os trabalhos de preparação do terreno - ou seja, a fase de terraplenagem - tiveram início nesta semana para que a fábrica comece a ser construída entre o fim deste ano ou, no mais tardar, nos primeiros meses de Se tudo sair como prevê o cronograma da empresa, os primeiros veículos vão sair das linhas de produção em Segundo apurou o Valor, dois utilitários esportivos - ou SUVs, como esse tipo de veículo também é conhecido na sigla em inglês - serão montados no local. Primeiro, o Discovery Sport, o SUV compacto apresentado ao mundo no início deste mês durante o salão do automóvel de Paris. Depois, a nova geração do Evoque, da família Range Rover, junta-se à linha de produção, conforme previsto no projeto industrial apresentado ao governo para habilitação no Inovar-Auto - o regime automotivo brasileiro que concede benefícios fiscais a investimentos em novas fábricas de automóveis no país. 3

5 A montadora não se manifesta sobre o que vai ser montado na fábrica brasileira, a primeira da Land Rover nas Américas e única controlada totalmente por ela fora da Inglaterra. Mas a expectativa é que pelo menos a produção local do Discovery seja confirmada na semana que vem, durante o salão do automóvel de São Paulo. Os dois modelos escolhidos indicam que a montadora controlada pelo grupo indiano Tata busca escala para ocupar ao máximo possível a capacidade de produção de 24 mil carros por ano da futura fábrica. Enquanto o Discovery Sport chega como a opção de entrada da marca, o Evoque é responsável por mais de 60% das vendas da Land Rover no país. Segundo apurou o Valor, a ideia inicial era começar as operações com o Evoque, mas o plano mudou com a possibilidade de oferecer um modelo "mais acessível" aos consumidores brasileiros. Sucessor do Freelander - o carro de entrada da Land Rover, com preços que partem de R$ 165,1 mil -, o Discovery passou a ser então a primeira opção para a estreia em Itatiaia, adiando o início da produção do Evoque, que custa mais de R$ 195,8 mil. Os dois carros estão inseridos num segmento do mercado que cresce mesmo em momentos de crise, como o vivido hoje pelas montadoras brasileiras. Levantamento da consultoria Jato Dynamics mostra que nos últimos dez anos a participação dos SUVs no mercado nacional de automóveis e utilitários leves passou de 3% para 7,7%. Esse crescimento, diz a Jato, se deve à combinação de desenvolvimento econômico - que levou à ascensão da renda - com a chegada de novos modelos e mudanças no perfil do consumidor. Conforme o estudo, mais de 30 modelos foram lançados no segmento nos últimos cinco anos. Em 2014, na contramão da queda próxima de 9% do consumo de carros no país, os licenciamentos de utilitários esportivos sobe 6% (veja o gráfico). Por números como esses, todas as marcas do segmento de luxo que anunciaram investimentos em fábricas no Brasil vão produzir SUVs no país. Puxando a fila, a BMW deve iniciar já no mês que vem a montagem do utilitário esportivo X1 na fábrica recém-inaugurada em Araquari, no norte de Santa Catarina. No ano que vem, o X3, outro SUV da BMW, também será produzido no local. Carros do tipo também serão produzidos pela Audi - com a montagem do Q3 prevista para o primeiro semestre de 2016 no Paraná - e pela Mercedes-Benz, que já iniciou a terraplenagem no terreno da fábrica de automóveis a ser erguida em Iracemápolis, no interior paulista - onde, além do sedã Classe C, serão produzidos SUVs do modelo GLA. A nacionalização de utilitários esportivos também está nos planos da Honda, que estuda montar o Vezel no país, e da chinesa Chery. Grande encomenda alivia a crise nas fábricas de ônibus Por Eduardo Laguna/ Valor Econômico 27/10/2014 Não diferente da situação de quase toda a indústria de veículos, 2014 tem sido um ano difícil nas fábricas de ônibus. O cenário de incertezas - seja em virtude das eleições, seja pela indefinição sobre as concessões dos operadores de linhas de transporte rodoviário interestaduais - soma-se à redução nas encomendas de ônibus escolares pelo governo federal para explicar a baixa de quase 17% das vendas desse setor entre janeiro e setembro. É um percentual que supera tanto os 8,9% negativos dos licenciamentos de carros quanto a queda próxima de 14% dos caminhões. 4

6 Mas as encomendas de uma das maiores companhias de transporte por rodovias do país têm ajudado a aliviar esse cenário. Desde julho, 130 ônibus rodoviários foram comprados pelo grupo JCA, dono de empresas de viação como Cometa, 1001 e Catarinense, em pedidos que ainda têm entregas previstas até o mês que vêm. O maior contrato ficou com a Scania, que está fornecendo 73 dos novos ônibus pedidos pela JCA, o equivalente a quase um mês inteiro de vendas da marca - sua média mensal ronda 80 coletivos neste ano. Outros 40 ônibus, entregues para equipar a frota da Viação Cometa, ficaram com a Mercedes-Benz, enquanto a Volvo levou um lote de 17 unidades. A Mercedes também recebeu recentemente da JCA outra encomenda importante, envolvendo 120 ônibus de circulação urbana, entregues em três lotes de 40 unidades entre agosto, setembro e outubro. "É uma compra importante, que chega num ano em que todos estão em dificuldade", diz Paulo Corso, diretor de operações comerciais da Marcopolo, responsável pela fabricação das carrocerias dos veículos pedidos pela JCA. A encomenda é comemorada não apenas pela quantidade, mas também pelo tipo de produto. O segmento rodoviário não é o maior do mercado de coletivos, mas representa o filão onde se pratica preços mais altos, dado o alto nível de equipamentos e tecnologia embarcada dos veículos. Só o contrato fechado com a Scania supera R$ 70 milhões e inclui 67 ônibus de dois andares, conhecidos também como "double deckers". A maior parte - cerca de 50 "double deckers" - vai para a frota da Viação Catarinense. "Em termos de perfil de produto, essa venda é uma das mais significativas para a Scania nos últimos dez anos", afirma Ciro Pastore, chefe de vendas de chassis rodoviários da Scania no Brasil. A compra da JCA faz parte de um programa de renovação das frotas do grupo que já consumiu investimentos de R$ 633 milhões na compra de 1,5 mil ônibus novos desde O objetivo é reduzir para três anos a idade média de uma frota de quase 3 mil veículos, que no início do ciclo de renovação estava em cinco anos. "Temos como objetivo renovar entre 10% e 15% da frota a cada ano", diz Marcelo Antunes, conselheiro da JCA. Isso, porém, não tem sido uma constante no setor. Nos últimos seis anos, a possibilidade de perder linhas em licitações do serviço fez com que muitas operadoras de transporte rodoviário interestadual cortassem investimentos em frota. Recentemente, o governo, atendendo a pleito dessas empresas, derrubou o processo de licitação das linhas de transporte entre Estados e definiu que a operação vai se dar sob um sistema de autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). FIAT vai investir R$ 15 bilhões na América Latina até 2016 Aportes virão do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e servirão para fortalecer marca Jeep na região. Por Sammy Eduardo/ DCI 28/10/2014 Com o objetivo de fortalecer a marca Jeep na América Latina, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou, durante a abertura do 28º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, que vai investir R$ 15 bilhões até O aporte vai servir para erguer uma fábrica da Jeep, em Pernambuco, e modernizar a planta de Betim (MG). A linha de montagem no Nordeste já está em fase de finalização. A estimativa da Fiat é começar a produção dos carros ainda no primeiro semestre de "É um momento especial para nós. Ao criar a FCA, adquirindo 100% das ações da Chrysler, finalizamos a criação do sétimo maior grupo automobilístico do mundo. Agora, pretendemos fortalecer a Jeep, 5

7 uma das marcas do grupo, na América Latina", disse o presidente da FCA na região, Cledorvino Belini. A montadora aproveitou para comemorar os resultados obtidos nos últimos anos. Segundo Belini, a Fiat acaba de completar 13 anos de liderança no mercado automotivo brasileiro. O motivo do sucesso, de acordo com o executivo, é "ter conhecimento sobre o consumidor", diz. A modernização em Betim envolve a ampliação da cabine de pintura, que agora, segundo Belini, poderá receber até 180 veículos por hora. O Brasil é o segundo mercado da FCA, atrás apenas dos Estados Unidos. Ao todo, o grupo é responsável por 16 marcas. Até setembro, a Fiat comercializou unidades no Brasil. A montadora detém 21,48% de participação de todo o mercado automotivo do País. Recado O presidente do grupo FCA aproveitou para parabenizar a presidente Dilma Rousseff pela vitória nas eleições do último domingo e se mostrou confiante quanto à recuperação da economia e a uma redução na inflação. "Desejo sucesso à presidente. Estamos otimistas quanto à retomada do crescimento", finalizou. Geely ainda estuda fábrica no Brasil e confirma 2 lançamentos em 2015 Por G1 30/10/2014 Em sua estreia no Salão do Automóvel de São Paulo, a Geely confirmou o lançamento do EC7 hatch e do utilitário esportivo EX7 no Brasil em 2015, o que dobra o número de modelos disponíveis no mercado nacional. Também no final do próximo ano o sedã EC7 aparece com câmbio automático (CVT). De acordo com Ivan Fonseca, presidente da importadora, a Geely deve anunciar a definição sobre a possível fábrica brasileira até junho do ano que vem. Se for confirmada, ela será no estado de São Paulo e poderá fazer veículos Volvo também - a empresa chinesa comprou a sueca em "Seria muito fácil incluir modelos da Volvo em qualquer uma das alternativas analisadas", afirmou Ivan Fonseca, presidente da importadora. O maior parte do investimento em uma planta nacional viria da China (60%), e o restante do Grupo Gandini (40%), representante oficial da marca no país. Por enquanto, o carros da Geely são montados no Uruguai, cuja planta instalada tem limite de 20 mil unidades por ano. A montadora chinesa espera encerrar o ano com 2 mil unidades vendidas no Brasil e deve atingir 5 mil em O EC7 hatch deve adotar o mesmo motor 1.8 de 130 cavalos do sedã. Com 4,40 m de comprimento e 2,65 m de entreeixos, o chinês tem porte semelhante ao do Ford Focus. Porém, a estratégia da marca deve ser de rechear o hatch de equipamentos e colocá-lo para brigar no andar de baixo do segmento, com Fiat Bravo e as versões mais caras de Ford New Fiesta e Hyundai HB20. A versão aventureira do subcompacto GC2 também está cotada para o Brasil. O GX2 não possui a inspiração do panda 6

8 na dianteira - as linhas parecem mais "masculinas" do que as do modelo do qual é derivado. O modelo tem design próprio, com linhas menos fofas. O primeiro SUV da marca a chegar no país também pertence a divisão de luxo da Geely, a Emgrand. Daí a nomenclatura EX7. Sem muitas ousadias visuais, o jipão tem porte de Chevrolet Captiva, com 4,54 m de comprimento e 2,66 m de entre-eixos. Porém, assim como acontece com o EC7, ele deve brigar em um segmento abaixo, com EcoSport e Tracker. Conta com duas motorizações lá fora. Uma delas é um 2.0 de 140 cv com câmbio manual de 5 marchas e outra com um 2.4 de 160 cv, acoplado a uma transmissão automática de 6 velocidades. 7

Assim como o salário mínimo, que passou a ser R$ 788,00 em 2015, todos os mercados tiveram adequações ao longo de 10 anos.

Assim como o salário mínimo, que passou a ser R$ 788,00 em 2015, todos os mercados tiveram adequações ao longo de 10 anos. Curiosidade automotiva Preços de automóveis x salário mínimo A JATO Dynamics do Brasil, líder em fornecimento de informações automotivas, desenvolveu uma análise que apurou o valor do salário mínimo e

Leia mais

Iveco para montagem de pesados e blindados

Iveco para montagem de pesados e blindados Iveco para montagem de pesados e blindados Por Eduardo Laguna A Iveco se juntou ao grupo de montadoras que estão dando férias coletivas neste mês devido à forte queda das vendas de veículos. A partir de

Leia mais

A nova onda de inovação Novas projetos e tecnologias para o Brasil

A nova onda de inovação Novas projetos e tecnologias para o Brasil A nova onda de inovação Novas projetos e tecnologias para o Brasil Stephan Keese, Sócio São Paulo, 22 de agosto de 2011 1 O Brasil Brasil oferece oferece forte forte perspectiva perspectiva de de crescimento

Leia mais

RESUMO EXECUTIVO IMPORTAÇÕES DE AUTOMÓVEIS NO BRASIL

RESUMO EXECUTIVO IMPORTAÇÕES DE AUTOMÓVEIS NO BRASIL RESUMO EXECUTIVO IMPORTAÇÕES DE AUTOMÓVEIS NO BRASIL 1. Em 2010 o Brasil importou 634,8 mil veículos. 2. Hyundai e Kia, juntas, significam 23% desse total. 3. As 4 maiores montadoras instaladas no país

Leia mais

Indústria começa a substituir insumos importados

Indústria começa a substituir insumos importados Boletim 823/2015 Ano VII 01/09/2015 Indústria começa a substituir insumos importados Com alta do dólar, empresas aceleram planos para comprar no mercado nacional matériasprimas e componentes usados nas

Leia mais

1 O Problema 1.1. Introdução

1 O Problema 1.1. Introdução 1 O Problema 1.1. Introdução O mercado automobilístico nacional passou por intensas mudanças na década de 90. Desde a declaração do Presidente da República que em 1990 afirmou serem carroças os veículos

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO REGIONAL INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS

DISTRIBUIÇÃO REGIONAL INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 - AO2 GERÊNCIA SETORIAL DO COMPLEXO AUTOMOTIVO Data: Setembro/99 N o 26 DISTRIBUIÇÃO REGIONAL INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS Com o recente ciclo de investimentos

Leia mais

Brasil é o maior fabricante

Brasil é o maior fabricante Produtos No Brasil a fabricação artesanal do primeiro ônibus é atribuída aos imigrantes italianos e irmãos Luiz e Fortunato Grassi. Em 1904 eles fabricavam carruagens em São Paulo e em 1911 encarroçaram

Leia mais

2 A Indústria Automobilística Nacional 2.1. Breve histórico

2 A Indústria Automobilística Nacional 2.1. Breve histórico 2 A Indústria Automobilística Nacional 2.1. Breve histórico A indústria automobilística nacional nasceu com a instalação da Ford Brasil em 1919. Ela iniciou a montagem dos famosos modelos T por meio de

Leia mais

Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto

Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto Perspectiva da Indústria de Autopeças no contexto do Inovar-Auto Apresentação Paulo Butori Presidente do Sindipeças Elaboração: Assessoria Econômica do Sindipeças São Paulo, novembro de 2013 Números do

Leia mais

NOVO CICLO DE EXPANSÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NO BRASIL

NOVO CICLO DE EXPANSÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NO BRASIL NOVO CICLO DE EXPANSÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NO BRASIL Fernando Raphael Ferro de Lima* O Brasil encerrou 2010 como o sexto maior produtor de veículos do mundo, com cerca de 3,64 milhões de automóveis

Leia mais

Automotivo. setores de negócios

Automotivo. setores de negócios setores de negócios Automotivo Mais de 40% das fábricas do complexo automotivo do Brasil encontram-se em São Paulo, berço da indústria automobilística nacional. As principais empresas instaladas no Estado

Leia mais

Inovar-Auto: Conheça os desafios e as soluções para desenvolver projetos de acordo com o novo regime automotivo brasileiro

Inovar-Auto: Conheça os desafios e as soluções para desenvolver projetos de acordo com o novo regime automotivo brasileiro Inovar-Auto: Conheça os desafios e as soluções para desenvolver projetos de acordo com o novo regime automotivo brasileiro Marcos Cardoso Gerente de desenvolvimento de negócios da National Instruments

Leia mais

Empregados do grupo Eletrobras param por 72 horas para receber PLR

Empregados do grupo Eletrobras param por 72 horas para receber PLR Boletim 757/2015 Ano VII 12/05/2015 Empregados do grupo Eletrobras param por 72 horas para receber PLR A Eletrobras garantiu ontem que a paralisação dos funcionários da companhia iniciada na segunda-feira

Leia mais

Fórum IQA da Qualidade Automotiva. O Papel da Qualidade no Inovar-Auto A Qualidade como Diferencial para Competir

Fórum IQA da Qualidade Automotiva. O Papel da Qualidade no Inovar-Auto A Qualidade como Diferencial para Competir Fórum IQA da Qualidade Automotiva O Papel da Qualidade no Inovar-Auto A Qualidade como Diferencial para Competir Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC INOVAR-AUTO e o Papel

Leia mais

indústria automobilística

indústria automobilística Investimentos Os ventos da internacionalização da economia e a necessidade de modernizar estruturas e reduzir custos levaram à reordenação da indústria. 30 indústria automobilística no Brasil elegeu o

Leia mais

CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS

CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA E DE AUTOPEÇAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 10 ANOS Iervolino, Fernando 1 RESUMO Nos últimos dez anos a indústria automobilística no Brasil passou por um período de forte

Leia mais

ANO II 16 a 31 de OUTUBRO 16ª EDIÇÃO QUINZENAL

ANO II 16 a 31 de OUTUBRO 16ª EDIÇÃO QUINZENAL NOTICIAS EM DESTAQUE Honda anuncia nova fábrica no Brasil para 2015 Empresas estão de olho em bons negociadores John Deere investe US$ 13 mi em centro de distribuição Mantega avalia câmbio atual mais favorável

Leia mais

Viação Cometa adquire 40 ônibus rodoviários

Viação Cometa adquire 40 ônibus rodoviários Ônibus Viação Cometa adquire 40 ônibus rodoviários Informação à imprensa 22 de setembro de 2014 Mercedes-Benz para renovação de frota Dos mais de 1.000 ônibus da frota do grupo Cometa, cerca de 85% são

Leia mais

indústria automobilística nasceu com o caminhão.

indústria automobilística nasceu com o caminhão. Produtos O País gastava US$ 166,1 milhões importando veículos, mais do que era gasto com trigo e petróleo. 136 indústria automobilística brasileira nasceu com o caminhão. De 1957, quando a indústria foi

Leia mais

A HISTÓRIA EM FOTOS INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA DO BRASIL. Linha de montagem da Ford instalada em 1920

A HISTÓRIA EM FOTOS INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA DO BRASIL. Linha de montagem da Ford instalada em 1920 A HISTÓRIA EM FOTOS INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA DO BRASIL Linha de montagem da Ford instalada em 1920 Em 25 de janeiro de 1925 é inaugurada a General Motors do Brasil. Em dezembro de 1928 a empresa comemora

Leia mais

PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 JUNHO 2015.

PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 JUNHO 2015. PLASCAR ANUNCIA RESULTADOS EM 30 JUNHO 2015. Cotação (30/06/15) PLAS3 - R$ 0,27 Valor de mercado em 30/06/15 (MARKET CAP BOVESPA) R$ 67 milhões Quantidade Ações Ordinárias: 249 MM Relação com Investidores

Leia mais

Voto consciente. É hora de exercer a cidadania!

Voto consciente. É hora de exercer a cidadania! O Concessionarista R e p r o d u ç ã o Sindicato dos Empregados em Concessionárias e Distribuidoras de Veículos Automotores no Estado do RJ Editorial Edição 09 Setembro de 2014 Todas as imagens desta edição

Leia mais

NOVO REGIME AUTOMOTIVO INOVAR-AUTO

NOVO REGIME AUTOMOTIVO INOVAR-AUTO NOVO REGIME AUTOMOTIVO INOVAR-AUTO OBJETIVOS Atração de Investimentos Inovação Tecnológica Incorporação Tecnológica Competitividade da Cadeia Automotiva Adensamento da Cadeia Automotiva Abrangência Automóveis,

Leia mais

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil

Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Corporativo Informação à Imprensa Mercedes-Benz renova toda a linha de veículos comerciais no Brasil Data: 23 de outubro de 2011 De forma inédita na indústria automobilística nacional, a Mercedes- Benz

Leia mais

Automóveis nacionais e importados; Comerciais leves; Caminhões e ônibus; Motocicletas; Tratores e máquinas agrícolas; Implementos rodoviários.

Automóveis nacionais e importados; Comerciais leves; Caminhões e ônibus; Motocicletas; Tratores e máquinas agrícolas; Implementos rodoviários. Título APIMEC A FENABRAVE Fundada em 1965 Reúne 48 Associações de Marca Representam mais de 7.600 Concessionárias: 24 Escritórios Regionais. Automóveis nacionais e importados; Comerciais leves; Caminhões

Leia mais

ASSESSORIA DE IMPRENSA

ASSESSORIA DE IMPRENSA ASSESSORIA DE IMPRENSA Claudio Licciardi Celular: (11) 9.8258-0444 E-mail: prscc@dglnet.com.br JULHO DE 2015 VENDAS DE COTAS DE IMÓVEIS CRESCEM 40% E SISTEMA ULTRAPASSA UM MILHÃO DE ADESÕES NO PRIMEIRO

Leia mais

Tabela 02 - Vendas Atacado Mercado Interno por Modelo - Importados 2005

Tabela 02 - Vendas Atacado Mercado Interno por Modelo - Importados 2005 ANFAVEA - Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores Assessoria de Planejamento Ecônomico e Estatístico Indústria Automobilística Brasileira - Empresas Associadas Tabela 02 - Vendas Atacado

Leia mais

Inovar-Auto: novas perspectivas para a indústria automotiva nacional?

Inovar-Auto: novas perspectivas para a indústria automotiva nacional? Inovar-Auto: novas perspectivas para a indústria automotiva nacional? Com a participação ativa dos Metalúrgicos da CNM/CUT, em 3 de outubro de 2012 o Governo Federal publicou o decreto 7.819/2012 1 que

Leia mais

Automóveis no mercado norte-americano terão em média 179 kg de alumínio em 2015, diz estudo

Automóveis no mercado norte-americano terão em média 179 kg de alumínio em 2015, diz estudo + Entrevista: Uma questão de combustível + Produção Fábrica de componentes em alumínio fundido deve entrar em operação em 2015 + Transportes Ideais para pegar no pesado + Inovação Inédita, leve e robusta

Leia mais

GRUPO FIAT CNM/CUT - CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS METALÚRGICOS DA CUT

GRUPO FIAT CNM/CUT - CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS METALÚRGICOS DA CUT CNM/CUT - CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS METALÚRGICOS DA CUT DIEESE - DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SÓCIO-ECONÔMICOS SUBSEÇÃO CNM/CUT GRUPO FIAT Mundo A FIAT iniciou suas atividades em

Leia mais

CONHEÇA NOSSOS CARROS E VALORES TIGGO. CELER. NEW QQ

CONHEÇA NOSSOS CARROS E VALORES TIGGO. CELER. NEW QQ Creditran **CHERY BRASIL, OLEGARIO MOTORS E SICOOB CREDITRAN firmam acordo inédito a seus cooperados, com as menores taxas de juros, melhores prazos de pagamento e com preço imbatível, nossos carros vem

Leia mais

O BNDES como instrumento de fomento do mercado automotivo

O BNDES como instrumento de fomento do mercado automotivo O BNDES como instrumento de fomento do mercado automotivo XXI CONGRESSO FENABRAVE São Paulo, 25 de novembro de 2011 Luciano Coutinho Presidente Conjuntura econômica recente 2 Persiste a deterioração do

Leia mais

Venha conferir as novidades do mercado!

Venha conferir as novidades do mercado! 21ª Edição Venha conferir as novidades do mercado! - Honda chega aos 4 milhões de motos flex em Manaus. - Mercado: vendas de motos em fevereiro diminuem 21,5%. - BMW reafirma aposta de crescer no Brasil.

Leia mais

Previsões para a Indústria Automobilística América do Sul. 18 de Agosto de 2014

Previsões para a Indústria Automobilística América do Sul. 18 de Agosto de 2014 Previsões para a Indústria Automobilística América do Sul 18 de Agosto de 2014 Agenda Indicadores Econômicos Relevantes Maiores problemas que afetam a produção no Brasil Exportações para a Argentina Declínio

Leia mais

A briga pelo menor consumo

A briga pelo menor consumo + Entrevista: Mais informação para o consumidor + Mercado: Carroceria 100% em alumínio será realidade nos veículos de produção em massa, nos EUA, diz especialista + Transportes: O alumínio no semirreboque

Leia mais

Brasil: Qual o tamanho do desafio da capacidade instalada automotiva nas OEM s? Julian G. Semple, Consultor Sênior CARCON Automotive

Brasil: Qual o tamanho do desafio da capacidade instalada automotiva nas OEM s? Julian G. Semple, Consultor Sênior CARCON Automotive Brasil: Qual o tamanho do desafio da capacidade instalada automotiva nas OEM s? Julian G. Semple, Consultor Sênior CARCON Automotive E a capacidade produtiva instalada? O Brasil enfrenta novamente o desafio

Leia mais

Boletim 802/2015 Ano VII 30/07/2015. Dilma vai vetar nova regra de correção das aposentadorias

Boletim 802/2015 Ano VII 30/07/2015. Dilma vai vetar nova regra de correção das aposentadorias Boletim 802/2015 Ano VII 30/07/2015 Dilma vai vetar nova regra de correção das aposentadorias A presidente Dilma Rousseff vai vetar, ainda nesta quarta-feira, o texto aprovado pelo Congresso que incorporou

Leia mais

Objetivos. Benefícios

Objetivos. Benefícios Objetivos Mais competitividade, tecnologia e segurança para os carros produzidos e vendidos no Brasil. Grande mercado nacional permite, via incentivo tributário, colocar os carros vendidos e produzidos

Leia mais

Estudo de Caso: A maior aposta da Ford. Uma fábrica e um carro novos são as armas da montadora para crescer no Brasil. Por: Denise Ramiro, de

Estudo de Caso: A maior aposta da Ford. Uma fábrica e um carro novos são as armas da montadora para crescer no Brasil. Por: Denise Ramiro, de 1 Estudo de Caso: A maior aposta da Ford. Uma fábrica e um carro novos são as armas da montadora para crescer no Brasil. Por: Denise Ramiro, de Camaçari (Veja on-line) A aposta da Ford para continuar brigando

Leia mais

Empresas associadas à ANFAVEA ANFAVEA member companies

Empresas associadas à ANFAVEA ANFAVEA member companies AGCO do Brasil Comércio e Indústria Ltda. Agrale S.A. Caterpillar Brasil Ltda. CNH Latin America Ltda. Fiat Automóveis S.A. Ford Motor Company Brasil Ltda. General Motors do Brasil Ltda. Honda Automóveis

Leia mais

A INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NO BRASIL Diagnóstico do Setor e Análise do Novo Regime Automotivo Sumário

A INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NO BRASIL Diagnóstico do Setor e Análise do Novo Regime Automotivo Sumário A INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NO BRASIL Diagnóstico do Setor e Análise do Novo Regime Automotivo Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. A DINÂMICA DO SETOR: O lugar do Brasil na atual estratégia global da indústria

Leia mais

15 Modelos Mais Vendidos em Março de 2007

15 Modelos Mais Vendidos em Março de 2007 Análise do Mercado de Passageiros - Março de 2007 O mercado de ligeiros de passageiros no mês de Março foi de 20.631 unidades vendidas, obtendo-se um acumulado de 49.132 viaturas vendidas. A tendência

Leia mais

ABINFER. Programa para a cadeia produtiva de FERRAMENTARIA

ABINFER. Programa para a cadeia produtiva de FERRAMENTARIA ABINFER Programa para a cadeia produtiva de FERRAMENTARIA O Plano de Metas foi um importante programa de industrialização e modernização levado a cabo na presidência de Juscelino Kubitschek 1956-1961.

Leia mais

1 de 8 14/02/2012 15:10

1 de 8 14/02/2012 15:10 1 de 8 14/02/2012 15:10 Montadora relaciona emprego a redução de IPI Hyundai cresce nos EUA GM corta salários de executivos para se ajustar aos novos tempos Montadora relaciona emprego a redução de IPI

Leia mais

30 de outubro a 9 de novembro de 2014 Anhembi São Paulo

30 de outubro a 9 de novembro de 2014 Anhembi São Paulo 30 de outubro a 9 de novembro de 2014 Anhembi São Paulo O EVENTO O EVENTO O Salão Internacional do Automóvel de São Paulo é uma oportunidade para o público apaixonado por automóveis ter a primeira oportunidade

Leia mais

ANO III 15 a 30 de SETEMBRO 2014 15ª EDIÇÃO QUINZENAL

ANO III 15 a 30 de SETEMBRO 2014 15ª EDIÇÃO QUINZENAL NOTICIAS EM DESTAQUE Plano para máquinas prevê R$ 200 bi em 10 anos S&P Ventilação anuncia nova fábrica em Mogi das Cruzes Indústria volta a crescer, indica CNI JAC define nova data para fábrica no Brasil

Leia mais

FAZENDA APRESENTA TABELA E ESCALA DO IPVA 2013 7,7 milhões de veículos estão sujeitos ao pagamento do Imposto

FAZENDA APRESENTA TABELA E ESCALA DO IPVA 2013 7,7 milhões de veículos estão sujeitos ao pagamento do Imposto FAZENDA APRESENTA TABELA E ESCALA DO IPVA 2013 7,7 milhões de veículos estão sujeitos ao pagamento do Imposto A divulgou, nesta terça-feira (4), a tabela e a escala de pagamento do IPVA em Minas Gerais

Leia mais

Mudança tecnológica na indústria automotiva

Mudança tecnológica na indústria automotiva ESTUDOS E PESQUISAS Nº 380 Mudança tecnológica na indústria automotiva Dyogo Oliveira * Fórum Especial 2010 Manifesto por um Brasil Desenvolvido (Fórum Nacional) Como Tornar o Brasil um País Desenvolvido,

Leia mais

Proposição de Estudo de Caso para Resolução. Estudo de Caso

Proposição de Estudo de Caso para Resolução. Estudo de Caso NÚCLEO DE PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS Laboratório de Estudos de Casos Proposição de Estudo de Caso para Resolução Estudo de Caso Código Título EC-003/11 A velha fábrica vira pó O Scientific Management morreu

Leia mais

&203/(;2$872027,92 REESTRUTURAÇÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NA AMÉRICA DO SUL. Angela M. Medeiros M. Santos*

&203/(;2$872027,92 REESTRUTURAÇÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NA AMÉRICA DO SUL. Angela M. Medeiros M. Santos* REESTRUTURAÇÃO DA INDÚSTRIA AUTOMOBILÍSTICA NA AMÉRICA DO SUL Angela M. Medeiros M. Santos* * Gerente Setorial de Indústria Automobilística e Comércio e Serviços do BNDES. &203/(;2$872027,92 Resumo Nos

Leia mais

ÚLTIMOS LANÇAMENTOS ÚLTIMOS LANÇAMENTOS

ÚLTIMOS LANÇAMENTOS ÚLTIMOS LANÇAMENTOS ÚLTIMOS LANÇAMENTOS ABRIL 2014 - ABRIL 2015 Referências Produto Posição Montadora Aplicação Série Ano Peso 680602 Articulação Axial Esquerdo / Direito Polaris RZR 14/ 0,428 335417 Terminal de Direção Esquerdo

Leia mais

Informativo do ODI/Paraná - Setor Automotivo

Informativo do ODI/Paraná - Setor Automotivo De: Carla Fontana Enviada em: sexta-feira, 13 de novembro de 2009 16:02 Assunto: Informativo do ODI/Paraná - Setor Automotivo - 13 de Novembro de 2009. Caros! Segue Informativo ODI/Paraná Setor Automotivo.

Leia mais

UMA ANÁLISE HISTÓRICA DOS PRINCIPAIS PROJETOS DE CARROS MUNDIAIS

UMA ANÁLISE HISTÓRICA DOS PRINCIPAIS PROJETOS DE CARROS MUNDIAIS COSTA, Rafael Osmar de Oliveira e BOTELHO, Róber Dias UMA ANÁLISE HISTÓRICA DOS PRINCIPAIS PROJETOS DE CARROS MUNDIAIS 1 Introdução O Design foi um setor que também sofreu fortes influências da globalização,

Leia mais

Vendas e Mercados. Capacidade para atender à crescente demanda do mercado. Vendas Físicas por Região Geográfica (em milhares de toneladas)

Vendas e Mercados. Capacidade para atender à crescente demanda do mercado. Vendas Físicas por Região Geográfica (em milhares de toneladas) Vendas e Mercados Capacidade para atender à crescente demanda do mercado Vendas Físicas por Região Geográfica (em milhares de toneladas) BRASIL 12.144 6.587 5.141 416 2003 12.561 6.630 520 2004 CANADÁ

Leia mais

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística

SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística SAE - Simpósio Novas Tecnologias na Indústria Automobilística 13 de abril de 2009 1 O Papel da Tecnologia para o Futuro da GM Jaime Ardila Presidente, GM do Brasil & Operações Mercosul 2 O Papel da Tecnologia

Leia mais

Associações de Marca filiadas à Fenabrave

Associações de Marca filiadas à Fenabrave Associações de Marca filiadas à Fenabrave AUTOS E COMERCIAIS LEVES ABBM Assoc. Bras. dos Concessionários BMW ABCN Assoc. Bras. dos Concessionários Nissan ABRAC Assoc. Bras. dos Concessionários Chevrolet

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6

S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6 S I N O P S E S I N D I C A L S E T E M B R O D E 2 0 0 6 ALIMENTAÇÃO. Com data-base em 1º de setembro, o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação (Setor de Derivados de Milho e Soja), representando

Leia mais

mudanças nos modelos de negócios do setor automobilístico, impulsionadas pelas pesquisas de novas tecnologias energéticas e de segurança.

mudanças nos modelos de negócios do setor automobilístico, impulsionadas pelas pesquisas de novas tecnologias energéticas e de segurança. AUTOMOTIVE Mudança de rumos Pressões dos consumidores por praticidade e economia, somadas à necessidade de adaptação dos veículos ao planejamento urbano, criam um cenário desafiador para a indústria automobilística

Leia mais

SETOR AUTOMOTIVO E OPORTUNIDADES PARA O NORDESTE

SETOR AUTOMOTIVO E OPORTUNIDADES PARA O NORDESTE Ano V N 0 02 Janeiro de 2011 INFORME ETENE Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste - ETENE Célula de Estudos Macroeconômicos, Industriais e de Serviços - CEIS SETOR AUTOMOTIVO E OPORTUNIDADES

Leia mais

Conquistas do Grupo Volkswagen - 2011

Conquistas do Grupo Volkswagen - 2011 Conquistas do Grupo Volkswagen - 2011 Conquistas do Grupo Volkswagen - 2011 Recorde nas Vendas Globais: 8,16 milhões Todas as marcas do Grupo apresentaram crescimento. Consolidação como maior montadora

Leia mais

Mais um ano de transição

Mais um ano de transição Mais um ano de transição Boas perspectivas de crescimento nos países emergentes, estagnação na Europa Ocidental, recuperação lenta nos Estados Unidos e avanço das montadoras alemãs e asiáticas devem caracterizar

Leia mais

moving to the future.

moving to the future. Carros elétricos, motores híbridos e eletropostos. Acompanhamos as inovações nos caminhões e esperamos que em algum momento da próxima década os veículos pesados também utilizem tecnologias híbridas reduzindo

Leia mais

Moda em SP, reúso de água é praxe na indústria

Moda em SP, reúso de água é praxe na indústria Moda em SP, reúso de água é praxe na indústria - Dotadas de poderosas estações de tratamento, montadoras chegam a recuperar 99% da água usada no processo produtivo Incomodada com a recente crise de abastecimento

Leia mais

Tabela 01 - Vendas Atacado Mercado Interno por Modelo - 2010

Tabela 01 - Vendas Atacado Mercado Interno por Modelo - 2010 ANFAVEA - Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores Assessoria de Planejamento Ecônomico e Estatístico Indústria Automobilística Brasileira - Empresas Associadas Tabela 01 - Vendas Atacado

Leia mais

TABELA 1TABELA 2TABELA 3TABELA 4TABELA 5TABELA 6 QUADRO 1QUADRO 2. Todos os direitos reservados - Copyright Maristela Mitsuko Ono 2004

TABELA 1TABELA 2TABELA 3TABELA 4TABELA 5TABELA 6 QUADRO 1QUADRO 2. Todos os direitos reservados - Copyright Maristela Mitsuko Ono 2004 284 FIGURA 1FIGURA 2FIGURA 3FIGURA 4FIGURA 5FIGURA 6FIGURA 7FIGURA 8FIGURA 9FIGURA 10FIGURA 11FIGURA 12FIGURA 13FIGURA 14FIGURA 15FIGURA 16FIGURA 17FIGURA 18FIGURA 19FIGURA 20FIGURA 21FIGURA 22FIGURA 23FIGURA

Leia mais

CSHG Dividendos Comentário do Gestor

CSHG Dividendos Comentário do Gestor A presente instituição aderiu ao Código ANBID de Regulação e Melhores Práticas para os Fundos de Investimento. CSHG Dividendos Comentário do Gestor Maio 2010 Em maio, o fundo CSHG Dividendos teve uma queda

Leia mais

INFORMAÇÕES CONSOLIDADAS 1T14

INFORMAÇÕES CONSOLIDADAS 1T14 Caxias do Sul, 12 de maio de 2014 - A Marcopolo S.A. (BM&FBOVESPA: POMO3; POMO4), divulga os resultados do primeiro trimestre de 2014 (1T14). As demonstrações financeiras são apresentadas de acordo com

Leia mais

15 Modelos MaisVendidos em Janeiro de 2007

15 Modelos MaisVendidos em Janeiro de 2007 Análise do Mercado Janeiro de 2007 O ano de 2007 teve um início completamente desastroso em termos de vendas, com o mercado a apresentar um dos piores resultados dos últimos anos. As notícias que começaram

Leia mais

OS CARROS FLEX FUEL NO BRASIL

OS CARROS FLEX FUEL NO BRASIL OS CARROS FLEX FUEL NO BRASIL PAULO CÉSAR RIBEIRO LIMA Consultor Legislativo da Área XII Recursos Minerais, Hídricos e Energéticos MARÇO/2009 Paulo César Ribeiro Lima 2 SUMÁRIO 1. Introdução...3 2. Histórico...3

Leia mais

Segue abaixo demonstrativo gráfico da evolução dos recursos já integralizados, e do patrimônio imobiliário sob gestão da TRX Realty:

Segue abaixo demonstrativo gráfico da evolução dos recursos já integralizados, e do patrimônio imobiliário sob gestão da TRX Realty: Comentários Iniciais Passado o primeiro semestre do ano, é o momento para realizarmos um balanço dos principais acontecimentos deste período e apresentar nossas expectativas para o 2º semestre. Nas sessões

Leia mais

Terra é azul, umas das mais marcantes frases da indústria da mobilidade,

Terra é azul, umas das mais marcantes frases da indústria da mobilidade, Exportações As exportações pioneiras foram realizadas a partir de 1961, e começaram com ônibus e caminhões, que tiveram a América do Sul como destino. 44 Terra é azul, umas das mais marcantes frases da

Leia mais

Categoria: Customizadas Subcategoria: Indústria

Categoria: Customizadas Subcategoria: Indústria Categoria: Customizadas Subcategoria: Indústria Agência: Global Assessoria de Comunicação Case: Eu Faço Parte - 100 edições consolidam a comunicação com o trade Histórico Há mais de um século, na Alemanha,

Leia mais

FILTROS. Filtros / Filters. Catálogo Catalogo Catalog. Vehicles: Passenger Cars & Light Trucks, Heavy Trucks, Buses & Off Highway

FILTROS. Filtros / Filters. Catálogo Catalogo Catalog. Vehicles: Passenger Cars & Light Trucks, Heavy Trucks, Buses & Off Highway FILTROS Filtros / Filters Catálogo Catalogo Catalog Vehículos: Paseo y Camionetas, Camiones, Autobuses y Vehículos Fuera de Carretera Veículos: Passeio e Pickups, Caminhões, Ônibus e Máquinas Agrícolas

Leia mais

Northern Telecom Ltd (Nortel). Isto devido ao seu atraso na substituição da tecnologia analógica pela digital.

Northern Telecom Ltd (Nortel). Isto devido ao seu atraso na substituição da tecnologia analógica pela digital. MOTOROLA A empresa alcançou um faturamento global da ordem de US$ $37.6 bilhões em 2000. É líder mundial em sistemas e serviços eletrônicos avançados. Atuando de maneira globalizada em 45 países, mais

Leia mais

CAPÍTULO 12 Brasília e as rodovias

CAPÍTULO 12 Brasília e as rodovias CAPÍTULO 12 Brasília e as rodovias O projeto, segundo Lúcio Costa, nasceu do gesto primário de quem assinala um lugar ou dele toma posse: dois eixos cruzando-se em ângulo reto, ou seja, o próprio sinal

Leia mais

6.1 Conclusões sobre o resultado da pesquisa

6.1 Conclusões sobre o resultado da pesquisa 6 Conclusão 6.1 Conclusões sobre o resultado da pesquisa O principal objetivo desta pesquisa foi estudar o setor automobilístico brasileiro, analisando o posicionamento estratégico das empresas, segundo

Leia mais

Perspectivas, Desafios e Qualidade

Perspectivas, Desafios e Qualidade Perspectivas, Desafios e Qualidade 11. Encontro das Montadoras para a Qualidade Paulo Butori Presidente do Sindipeças e da Abipeças Sistemistas Tier 2 Tier 3 São Paulo, fevereiro novembro de de 2014 Agenda

Leia mais

Na base desta comunidade, as empresas do segmento automotivo são a grande fonte de informação, estudo e análise deste público, e para quem a Quatro

Na base desta comunidade, as empresas do segmento automotivo são a grande fonte de informação, estudo e análise deste público, e para quem a Quatro Com mais de 50 anos de tradição, a QUATRO RODAS é a maior revista de automóveis do Brasil e uma parada obrigatória para quem não consegue viver sem carro. Os grandes lançamentos do mercado, os superesportivos

Leia mais

1- Objetivos e métodos

1- Objetivos e métodos Resumo: O dinamismo e a competitividade sempre caracterizaram a indústria automobilística, a qual está em constante busca por inovações que agreguem valor ao seu processo produtivo, reduzindo custos com

Leia mais

Os custos de propriedade dos automóveis são cada vez mais relevantes para os proprietários de veículos no Brasil

Os custos de propriedade dos automóveis são cada vez mais relevantes para os proprietários de veículos no Brasil J.D. Power do Brasil informa: Toyota é eleita a empresa de maior satisfação entre os proprietários de veículos pelo segundo ano consecutivo; dois modelos da Chevrolet, um da Fiat, Kia e Nissam recebem

Leia mais

Informativo do ODI/Paraná - Setor Automotivo

Informativo do ODI/Paraná - Setor Automotivo Caros! Segue Informativo ODI/Paraná Setor Automotivo. Atenciosamente Carla Fontana e Camila Bruning Observatório de Desenvolvimento da Indústria Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná e-mail:carla.fontana@fiepr.org.br

Leia mais

MELHORIA DA QUALIDADE DO AUTOMÓVEL BRASILEIRO

MELHORIA DA QUALIDADE DO AUTOMÓVEL BRASILEIRO MELHORIA DA QUALIDADE DO AUTOMÓVEL BRASILEIRO JOÃO RICARDO SANTOS TORRES DA MOTTA Consultor Legislativo da Área IX Política e Planejamento Econômicos, Desenvolvimento Econômico, Economia Internacional,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06367/2009/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício n 3102/2009/SDE/GAB, de 6 de maio de 2009. Em 02 de julho de 2009. Assunto: ATO DE

Leia mais

Nova plataforma Toyota (TNGA) para produzir Carros cada vez Melhores i

Nova plataforma Toyota (TNGA) para produzir Carros cada vez Melhores i Nova plataforma Toyota (TNGA) para produzir Carros cada vez Melhores i "Com as repentinas e drásticas evoluções no mundo automóvel, as formas convencionais de pensar e de fazer negócios já não nos permitem

Leia mais

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo Cliente: Trade Energy Veículo: Portal R7 Assunto: Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas Data: 21/01/2015 http://noticias.r7.com/economia/saiba-o-que-vai-mudar-no-seu-bolso-com-as-novas-medidaseconomicas-do-governo-21012015

Leia mais

Teste COMO FIZEMOS O TESTE

Teste COMO FIZEMOS O TESTE Teste Cintos protegem mais o motorista Para nós, a vida de todos os ocupantes de um carro é igualmente importante. Mas constatamos que a diferença da tecnologia entre esses dispositivos de segurança dianteiros

Leia mais

Desempenho de vendas do setor segue forte

Desempenho de vendas do setor segue forte Macro Setorial segunda-feira, 20 de maio de 2013 Veículos Desempenho de vendas do setor segue forte Depois de obter recorde na venda de automóveis e comerciais leves em 2012, impulsionado por incentivos

Leia mais

Registro OAB-RS nº 1.578

Registro OAB-RS nº 1.578 Responsabilidade de Norte Rebelo Advogados Associados S/S Registro OAB-RS nº 1.578 Elaborado por Nikolai Sosa Rebelo [OAB/RS 76.330] Supervisionado e revisado por Darci Norte Rebelo [OAB/RS 2.437] e Darci

Leia mais

Distribuição do Mercado de Veículos Leves Passeio e Comerciais Leves

Distribuição do Mercado de Veículos Leves Passeio e Comerciais Leves ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 2 - AO2 GERÊNCIA SETORIAL DO COMPLEXO AUTOMOTIVO Data: Dezembro/99 N o 28 Distribuição do Mercado de Veículos Leves Passeio e Comerciais Leves Este trabalho procura analisar

Leia mais

Estudos. Inovação. Setoriais de. Setor Automotivo

Estudos. Inovação. Setoriais de. Setor Automotivo Estudos Setoriais de Inovação Setor Automotivo AGÊNCIA BRASILEIRA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL DETERMINANTES DA ACUMULAÇÃO DE CONHECIMENTO PARA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NOS SETORES INDUSTRIAIS NO BRASIL SETOR

Leia mais

Enquadramento de veículos Publicação - D.O.E 04/10/2012 Executivo I Retificação - D.O.E 12/03/2013 Executivo I

Enquadramento de veículos Publicação - D.O.E 04/10/2012 Executivo I Retificação - D.O.E 12/03/2013 Executivo I PORTARIA GCTI 01 de 03/10/2012 A Diretora do Grupo Central de Transportes Internos - GCTI, da Unidade de Desenvolvimento e Melhoria das Organizações, da Secretaria de Gestão Pública, em cumprimento ao

Leia mais

PORTARIA GCTI 02 de 04/02/2014

PORTARIA GCTI 02 de 04/02/2014 PORTARIA GCTI 02 de 04/02/2014 O Diretor do Grupo Central de Transportes Internos - GCTI, da Unidade de Desenvolvimento e Melhoria das Organizações, da Secretaria de Gestão Pública, em cumprimento ao que

Leia mais

ABEIVA CONSIDERAÇÕES INICIAIS: COMO DE COSTUME, TODOS OS NOSSOS DADOS SÃO BASEADOS EM VEÍCULOS EMPLACADOS.

ABEIVA CONSIDERAÇÕES INICIAIS: COMO DE COSTUME, TODOS OS NOSSOS DADOS SÃO BASEADOS EM VEÍCULOS EMPLACADOS. CONSIDERAÇÕES INICIAIS: COMO DE COSTUME, TODOS OS NOSSOS DADOS SÃO BASEADOS EM VEÍCULOS EMPLACADOS. CONSIDERAÇÕES INICIAIS: MENSALMENTE, O VOLUME DE VEÍCULOS IMPORTADOS EMPLACADOS É MUITO PRÓXIMO AO VOLUME

Leia mais

INFORMATIVO DO OBSERVATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL/PARANÁ

INFORMATIVO DO OBSERVATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL/PARANÁ ODI Automotive News INFORMATIVO DO OBSERVATÓRIO DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL/PARANÁ Carros no Brasil custam bem mais caro que no exterior DESTAQUES Ano 3, nº 34 02 de fevereiro de 2009. Pesquisa aponta

Leia mais

Em 16 de junho de 1903, Henry Ford e seus 11 sócios assinaram a constituição da Ford Motor Company em Michigan, nos Estados Unidos, com um capital de

Em 16 de junho de 1903, Henry Ford e seus 11 sócios assinaram a constituição da Ford Motor Company em Michigan, nos Estados Unidos, com um capital de 20 Em 16 de junho de 1903, Henry Ford e seus 11 sócios assinaram a constituição da Ford Motor Company em Michigan, nos Estados Unidos, com um capital de apenas US$28.000 e um sonho: fazer do automóvel

Leia mais

Estudo revela penetração do alumínio por montadora

Estudo revela penetração do alumínio por montadora + Na linha de montagem: Estudo revela penetração do alumínio por montadora + Acabamento: Alumínio em pó para tintas automotivas + Transportes: Alcoa, Sergomel e CTC desenvolvem carroceria leve, resistente

Leia mais

65 BOAS INICIATIVAS DO SETOR DISPUTAM O PRÊMIO REI 2015 JEEP

65 BOAS INICIATIVAS DO SETOR DISPUTAM O PRÊMIO REI 2015 JEEP ELETRÔNICA AMPLIA HORIZONTE DOS AUTOMÓVEIS BRASILEIROS Automotive ABRIL DE 2015 ANO 7 NÚMERO 32 65 BOAS INICIATIVAS DO SETOR DISPUTAM O PRÊMIO REI 2015 FÓRUM AVALIA A RETOMADA DOS NEGÓCIOS NA INDÚSTRIA

Leia mais

AS ESTRATÉGIAS DE PRODUTO DAS SUBSIDIÁRIAS DAS MONTADORAS NO BRASIL: ADAPTAÇÃO OU DESENVOLVIMENTO LOCAL? 1

AS ESTRATÉGIAS DE PRODUTO DAS SUBSIDIÁRIAS DAS MONTADORAS NO BRASIL: ADAPTAÇÃO OU DESENVOLVIMENTO LOCAL? 1 1 AS ESTRATÉGIAS DE PRODUTO DAS SUBSIDIÁRIAS DAS MONTADORAS NO BRASIL: ADAPTAÇÃO OU DESENVOLVIMENTO LOCAL? 1 Flávia Consoni 2 Ruy Quadros 3 RESUMO O objetivo deste artigo é fazer uma análise acerca da

Leia mais