O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado"

Transcrição

1 O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado Manoel Mendonça Professor do DCC-IM-UFBA

2 Disclainmer Esta apresentação contém conselhos que considero úteis para o bom desenvolvimento de um curso de pós-graduação stricto sensu. A maioria dos conselhos aqui expressos são opiniões minhas e podem não ser as mesmas do seu orientador. Meu foco é em ciência da computação. Cada área conhecimento tem as suas peculiaridades Manoel Mendonça

3 O Mestrado É um programa de pós-graduação stricto sensu; Desenvolvido sob a orientação de um doutor na área escolhida; Dura usualmente de dois a dois anos e meio O aluno deve realizar pesquisas que deverão resultar em uma dissertação sobre um determinado assunto escolhido, com metodologia adequada ao desenvolvimento do trabalho. No mestrado você revisita disciplinas e se aprofunda em algumas outras;

4 O Mestrado O mestrado é ente diferente de uma graduação ou especialização, pois seu foco principal é no desenvolvimento de um trabalho de pesquisa e não no cumprimento de disciplinas; Um trabalho de pesquisa e desenvolvimento deve ser desenvolvido de forma completa. Levantamento bibliográfico, escolha de metodologia, desenvolvimento e validação do trabalho. O mestrado exigido no Brasil é mais completo e complexo do que se exige atualmente na Europa e EUA (inclusive do ponto de vista de reconhecimento de diplomas)

5 O Doutorado Doutorado é ente diferente do mestrado, requer mais disciplina e persistência, e envolve muito mais incerteza; Um doutor deve ter abrangência de conhecimento; Você deve procurar ter uma formação abrangente Você estudou teoria, algoritmos, linguagens, sistemas? Ser um Doutor é mais um estado de maturidade científica que um estado de saber. Em ciência você tem de estar continuamente reciclando conhecimento Esta apresentação procura discutir alguns destes pontos em detalhes

6 Para ser um Doutor Para ter um título de doutor você deve: Ter cumprido todas as exigências acadêmicas do um programa de doutorado reconhecido pela CAPES; Ter feito um trabalho de pesquisa com uma contribuição inovadora para sua área de conhecimento; Ter atingido a maturidade científica necessária. Você pode ter feito uma pesquisa muito interessante, ter bastante conhecimento sobre um assunto e, ainda assim, não ter maturidade para ser um doutor.

7 Maturidade Científica

8 Maturidade Científica Revela-se pela capacidade de desenvolver, adquirir e difundir conhecimento; Você deve saber como atacar novos problemas na sua grande área (i.e., computação) Revela-se pela capacidade de orientar trabalhos científicos, coordenar projetos de pesquisa e revisar de forma crítica trabalhos científicos; Revela-se na inserção nacional e internacional na comunidade científica da sua área de atuação.

9 Minha Área de Conhecimento Sei quais são os conceitos da minha área de conhecimento Tenho noção dos grandes problemas da minha área de conhecimento Sei quais são os principais congressos e periódicos da minha área de conhecimento Sei como fazer pesquisa bibliográfica na minha área Tenho senso crítico quando leio algo da minha área de conhecimento

10 A Comunidade Científica da Minha Área Sei mais que o meu orientador sobre o conteúdo científico da minha tese Sei quem são os principais pesquisadores da minha área de conhecimento Conheço as principais sociedades científicas da minha área Já conversei com alguns dos principais pesquisadores nacionais da minha área de conhecimento (mestrado) Já conversei com alguns dos principais pesquisadores internacionais da minha área de conhecimento (doutorado)

11 Eventos e Fóruns Fui ao menos uma vez ao principal congresso (simpósio ou workshop) nacional da minha área de conhecimento (mestrado) Fui a alguns congressos (simpósios ou workshops) internacionais da minha área de conhecimento (doutorado) Fui ao menos uma vez ao principal congresso (simpósio ou workshop) internacional da minha área de conhecimento (desejável doutorado)

12 Eventos e Fóruns Já publiquei em um dos principais workshops ou congressos nacionais na minha área de conhecimento (desejável para o mestrado) Já publiquei em um dos principais workshops ou congressos internacionais na minha área de conhecimento (doutorado) Já publiquei em um dos principais periódicos internacionais na minha área de conhecimento (desejável para o doutorado) Aqui cabe notar que computação é uma das poucas áreas de conhecimento aonde o índice de impacto de artigos de congressos é similar ao de periódicos.

13 Sou Parte de uma Comunidade

14 O Ambiente Acadêmico O ambiente acadêmico é aberto, um lugar aonde as pessoas compartilham conhecimento Esta é uma benção, use-a sabiamente! Participe ativamente e contribua com este ambiente Experiências vividas neste ambiente vão criar uma rede social para toda a sua vida.

15 Seu Grupo de Pesquisa O desenvolvimento de seu trabalho é muito facilitado se você está integrado a um grupo de pesquisa, isto é uma necessidade se o seu trabalho é de doutorado; Seu orientador certamente tem o grupo de pesquisa dele, você deve se integrar a este grupo. Seus colegas de grupo podem lhe ajudar com revisões, sugestões, idéias, indicação de recursos e ferramental, configuração de ferramentas, entre outras coisas; Você deve fazer o mesmo pelos seus colegas.

16 Convivendo no Ambiente Acadêmico Respeite seus colegas! (de verdade) Assuma que eles são tão inteligentes quanto você; O tempo deles é tão precioso quanto o seu. Procure participar em projetos de pesquisa do seu grupo; Estes projetos serão sua principal fonte de suporte financeiro para bolsas, viagens e aquisição de software e equipamentos; O primeiro passo para mostrar excelência científica para a comunidade em geral, é mostrar excelência científica junto ao seu grupo de pesquisa.

17 Sua Comunidade Científica Procure participar de eventos da sua área, conheça outros estudantes e os papas da sua área; Saiba diferenciar o joio do trigo! Indicadores de qualidade são importantes Aprenda quais são eles e como utilizá-los Junte-se às pessoas e às comunidades certas Não discrimine pessoas ou instituições! Como regra assuma que tem gente boa em todo lugar. Não pré-julgue ninguém pela sua instituição ou país de origem.

18 Sua Comunidade Científica Você deve se integrar a uma comunidade científica; Certamente há pessoas trabalhando em problemas similares aos seus Ache sua turma e se integre; Seu orientador deve lhe dar uma mão aqui.

19 Participando de sua Comunidade Científica Sua maturidade científica é demonstrada pela participação em eventos científicos, publicações e reconhecimento do seu trabalho pela comunidade acadêmica e científica; Uma coisa é ir a eventos e outra é participar deles (publicar, ajudar a organizar, participar de comitês, etc.); Se exponha, procure publicar, procure participar de workshops de teses e dissertações, e procure ajudar em trabalhos de revisão sempre que possível; Quando tiver alguma aspiração quanto a publicação e participação em eventos, converse com seu orientador, ele certamente pode lhe aconselhar e ajudar quando necessário.

20 Você e Sua Comunidade Científica É normal ter projetos indeferidos e artigos recusados; Ninguém está te perseguindo só porque recusaram o seu artigo ou projeto; Tente entender porque isto aconteceu; Seja aberto a críticas e não desista jamais.

21 Produção Científica

22 A Fazer Sociedades Científicas; Fontes Bibliográficas; Periódicos, revistas, congressos, simpósios e workshops; Qualis.

23 Você e o Seu Orientador

24 Seu Orientador Uma Raposa, um Lobo ou um Leão? Mais tempo para você bravo estudante Sábio Orientador Mais recursos, mais inserção e mais experiência para você

25 Escolha com Calma Como regra geral, orientadores mais novos têm mais tempo para trabalhar com você, menos experiência de orientação, menos inserção científica e menos dinheiro. Além disto mantenha em mente que existem vários perfis de orientadores: Os mais flexíveis e os mais controladores. Os mais calmos e os mais estourados. Os mais rígidos e os mais pragmáticos Escolha cuidadosamente o seu. É um casamento de pelo menos 4 anos!

26 Relacionamento Algumas vezes você não vai gostar quando seu orientador lhe cobrar ou corrigir, mas lembre-se que ele sabe melhor do que você o quê é uma boa publicação e o quê é um trabalho de pós-graduação. Se você não se dá bem com um orientador, troque imediatamente. Se você não se dá bem com vários orientadores, troque de atitude. O problema é muito provavelmente você!

27 Você, seu Orientador e a sua Tese Sua tese é sua cria e não de seu orientador; O seu orientador só vai lhe dar retorno quando você pedir; Ele não vai ficar atrás de você para você trabalhar; No melhor dos casos seu orientador vai continuamente desafiar você a produzir mais; Você vai ditar o ritmo do trabalho.

28 Você, seu Orientador e a Pesquisa Conjunta Orientação não é prestação de serviço, é um trabalho conjunto para produção de conhecimento; Apesar de ser um trabalho conjunto, muito provavelmente, é você quem vai por a mão na massa; Orientadores não têm tempo de sentar e desenvolver a tese para você. Como o trabalho é conjunto, tudo o quê você publicar fruto do seu trabalho de pós-graduação deve conter o nome de seu orientador, e vice-versa.

29 Você e seu Orientador (o todo poderoso!) O tempo do seu orientador é mais precioso que o seu; Este é pré-estabelecido e não está sob discussão; Seu orientador sabe o que é uma tese e você, muito provavelmente, não; Não suma e retorne com um algo pronto. Este comportamento é uma receita para perda de tempo, desperdício de esforço e aborrecimento; Obtenha continuamente o feedback de seu orientador durante o desenvolvimento de seu trabalho.

30 O Mundo do Ponto de Vista do seu Orientador Seu orientador já tem todas as titulações que ele precisa; Ele quer que você termine porque precisa produzir conhecimento, resultados científicos e publicações; Procure mostrar contínuo avanço no seu trabalho (o começo é sempre a pior fase); Produza artigos em congressos e periódicos quali(s)ficados. Esta é a melhor forma de mostrar ao seu orientador que você está produzindo conhecimento, e convencê-lo que você é maduro o suficiente para obter um mestrado ou doutorado.

31 Trabalhando Juntos 1 O trabalho de tese (ou dissertação) tem de interessar a vocês dois; É uma péssima ideia fazer algo que só interessa a um de vocês.

32 Trabalhando Juntos 2 Tente fazer uma reunião por semana com seu orientador e faça pelo menos uma por mês; Mantenha o registro de cada reunião; Procure sempre ter claro: o quê você quer fazer; o quê você está fazendo; o quê você já fez; e o quê você ainda falta fazer;

33 Trabalhando Juntos 3 Em um doutorado, por causa da inovação, há muita incerteza É comum mudar-se ou adaptar-se o quê você quer fazer; Tente progredir continuamente estabelecendo e cumprindo submetas. Estabeleça junto com seu orientador metas semanais ou mensais para seu trabalho Discuta com o orientador seu avanço ou dificuldades frente a estas metas

34 Minha Tese / Dissertação

35 Uma Tese é Difícil de Desenvolver Persistência e foco são fundamentais para um trabalho de pós-graduação stricto sensu; Só quem já fez um mestrado sabe o trabalho que dá fazer um mestrado; Só quem já fez um doutorado sabe o trabalho que dá fazer um doutorado.

36 Sua Dissertação (Thesis) Desenvolver uma dissertação de mestrado é muito mais difícil que desenvolver um trabalho de final de curso; O desenvolvimento da dissertação envolve mais esforço e dedicação que a conclusão das disciplinas; A dissertação de mestrado deve conter um trabalho de pesquisa bem embasado e executado em termos metodológicos; Trabalhos relacionados e a fronteira de conhecimento devem ser identificados; A metodologia deve ser bem estabelecida; O trabalho deve ser desenvolvido seguindo os preceitos da metodologia científica (incluindo sua avaliação e/ou validação).

37 Sua Tese (Dissertation) Fazer uma tese de doutorado é muito mais difícil que uma dissertação de mestrado; A tese de doutorado tem de envolver inovação; Sugiro que você comece pequeno para terminar grande; Pense sempre nos grandes problemas, mesmo quando estiver trabalhando em uma pequena parte dele;

38 Sua Tese (Dissertation) Sua tese tem de ter uma contribuição inovadora, mas não tem de mudar o mundo; Sua tese tem que demonstrar que você sabe o que está acontecendo no estado da arte do seu tema de trabalho; Seu trabalho tem que ser cientificamente avaliado e/ou matematicamente validado.

39 Um Guia Ilustrado para seu Doutorado Apresentação de Matt Might: The illustrated guide to a Ph.D. Distribuída através da licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 2.5 License ( Você pode distribuir, copiar, modificar e reproduzir desde que mantenha o novo trabalho sob as mesmas condições de licença e referencie o autor original. Você não pode vender ou lucrar com este documento ou qualquer outro derivado do mesmo.

40 Imagine que este círculo contém todo o conhecimento da humanidade

41 Quando você termina o ensino básico, passa a conhecer um pouco

42 Quando você termina o ensino médio, passa a saber um pouco mais

43 Concluindo o ensino superior, aprende mais e passa a ter uma especialidade...

44 Obter um mestrado, aprofunda em sua especialidade

45 Ler e estudar trabalhos científicos te levam à borda do conhecimento humano, em uma determinada área

46 Ao chegar lá e se focar...

47 Você tenta ultrapassar a borda por alguns anos...

48 Até que um dia, ela cede!

49 E, este pequeno ressalto que você causou é chamado de Doutorado

50 É claro que, agora, o mundo te parece diferente...

51 ...mas, não se esqueça de sua posição no círculo maior!!

52 Alguns Requisitos para uma Boa Tese Deve ser interessante; Deve valer a pena; Ter a estrutura correta; Deve ter o método correto; Deve ter inovação.

53 Desenvolvendo uma Tese Professor Carlos Lucena ( recomenda que sejam observados os seguintes itens: 1) Descrição do problema. Questões que a tese aborda. 2) Limitação do que a pesquisa resolve. 3) Quão significante é o problema? 4) Que conhecimento novo ou método a tese irá gerar? 5) Que experimentos, protótipos, estudo de caso serão realizados para atingir o objetivo? 6) Como será demonstrado que o objetivo foi atingido? 7) Como as contribuições serão medidas?

54 Escrevendo a Minha Dissertação/Tese Estabeleça o problema real e não solucionado Contexto Escopo Objetivos Testáveis Trabalhos relacionados de forma abrangente e afunile para o universo do seu problema Abordagem utilizada (metodologia) Sua Contribuição (solução e implementação) Mostre evidência que o problema foi solucionado e/ou uma contribuição foi dada ao estado da arte Conclua reforçando quê foi atingido, quais as limitações do trabalho e o quê pode ser feito a partir de agora. Mantenha a retórica afiada Siga os padrões de escrita!

55 Minha Ordem de Escrita Primeiro: Parte 3 Minha Contribuição Segundo: Parte 4 Avaliação do Trabalho Terceiro (ou em paralelo com a Parte 3 e 4): Parte 2 - Trabalhos Relacionados Quarto: Parte 5 - Conclusões Quinto: Parte 1 Introdução Sexto: Resumo Sétimo: Título

56 O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado Obrigado! Manoel Mendonça Professor do DCC-IM-UFBA

Especialização, Mestrado e Doutorado

Especialização, Mestrado e Doutorado Especialização, Mestrado e Doutorado Dúvidas Frequentes Anderson Kanegae Soares Rocha http://about.me/kanegae Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação Departamento de Computação Centro de Ciências

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

SEÇÃO ENTREVISTA A INICIAÇÃO CIENTÍFICA E A PUBLICAÇÃO NA GRADUAÇÃO COMO MEIOS DE QUALIDADE NA FORMAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR JOSÉ ROBERTO RUS PEREZ

SEÇÃO ENTREVISTA A INICIAÇÃO CIENTÍFICA E A PUBLICAÇÃO NA GRADUAÇÃO COMO MEIOS DE QUALIDADE NA FORMAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR JOSÉ ROBERTO RUS PEREZ Revista Eventos Pedagógicos v.5, n.4 (13. ed.), número regular, p. 115-121, nov./dez. 2014 SEÇÃO ENTREVISTA A INICIAÇÃO CIENTÍFICA E A PUBLICAÇÃO NA GRADUAÇÃO COMO MEIOS DE QUALIDADE NA FORMAÇÃO DE ENSINO

Leia mais

Planejamento de Marketing Digital

Planejamento de Marketing Digital .pdf [ebook] Planejamento de Marketing Digital 2012 2013 2014 2015 2016 Dicas para a leitura deste ebook Os itens do índice são todos clicáveis. Ao clicar no conteúdo de interesse você será levado para

Leia mais

Como Montar um Plano de Estudos Eficiente Para Concurso Público E-book gratuito do site www.concursosemsegredos.com

Como Montar um Plano de Estudos Eficiente Para Concurso Público E-book gratuito do site www.concursosemsegredos.com 1 Distribuição Gratuita. Este e-book em hipótese alguma deve ser comercializado ou ter seu conteúdo modificado. Nenhuma parte deste e-book pode ser reproduzida ou transmitida sem o consentimento prévio

Leia mais

LONDRES Sessão de planejamento do GAC para a reunião em Los Angeles

LONDRES Sessão de planejamento do GAC para a reunião em Los Angeles LONDRES Sessão de planejamento do GAC para a reunião em Los Angeles Quinta feira, 26 de junho, 2014 08:00 a 08:30 ICANN Londres, Inglaterra CHAIR DRYDEN: Bom dia a todos. Vamos começar com a nossa agenda.

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE ELEMENTOS TEXTUAIS DE PROJETO

ORIENTAÇÕES SOBRE ELEMENTOS TEXTUAIS DE PROJETO ORIENTAÇÕES SOBRE ELEMENTOS TEXTUAIS DE PROJETO OBJETIVOS OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS REVISÃO DE LITERATURA PROBLEMA HIPÓTESE METODOLOGIA IMPORTÂNCIA, IMPACTOS E RESULTADOS ESPERADOS CRONOGRAMA

Leia mais

Conversando com a Família Práticas Narrativas

Conversando com a Família Práticas Narrativas Conversando com a Família Práticas Narrativas Projeto Reciclando Mentes Conversando sobre o trauma A abordagem narrativa no trabalho com trauma Considerações importantes no trabalho com trauma A terapia

Leia mais

Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN)

Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN) Instituto Superior Técnico Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN) Núcleo de Engenharia Biológica Em primeiro lugar, a direcção do NEB gostaria de deixar claro que a resposta de forma

Leia mais

5 Passos para vender mais com o Instagram

5 Passos para vender mais com o Instagram 5 Passos para vender mais com o Instagram Guia para iniciantes melhorarem suas estratégias ÍNDICE 1. Introdução 2. O Comportamento das pessoas na internet 3. Passo 1: Tenha um objetivo 4. Passo 2: Defina

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

A SEGUIR ALGUMAS DICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO CIENTÍFICO

A SEGUIR ALGUMAS DICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO CIENTÍFICO A SEGUIR ALGUMAS DICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO CIENTÍFICO DESENVOLVENDO UM PROJETO 1. Pense em um tema de seu interesse ou um problema que você gostaria de resolver. 2. Obtenha um caderno

Leia mais

PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010

PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010 PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010 OBSERVAÇÃO NA ESCOLA Localização da Escola 29/03 16/04 Espaço Físico PPP e o Ensino de Ciências OBSERVAÇÃO NA SALA Relação Professor/Alunos

Leia mais

O Planejamento Participativo

O Planejamento Participativo O Planejamento Participativo Textos de um livro em preparação, a ser publicado em breve pela Ed. Vozes e que, provavelmente, se chamará Soluções de Planejamento para uma Visão Estratégica. Autor: Danilo

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem EXPLORAÇÃO Busco entender como as coisas funcionam e descobrir as relações entre as mesmas. Essa busca por conexões

Leia mais

SESSÃO 3: Criando Metas Atingíveis

SESSÃO 3: Criando Metas Atingíveis CURRÍCULO DE PROGRAMA SESSÃO 3: Criando Metas Atingíveis Esta sessão trata da importante habilidade pessoal e profissional do estabelecimento de metas. As participantes podem ter sentimentos diferentes

Leia mais

Markes Roberto Vaccaro

Markes Roberto Vaccaro Markes Roberto Vaccaro Sumário 1 - CONHECER OS SEGREDOS DO MARKETING DIGITAL... 3 2 CRIAR UM BLOG DE NICHO... 4 3 - COMEÇANDO A ESTRATÉGIA DE MARKETING... 4 4 - PRODUTOS DIGITAIS... 5 5 OPTIMIZAÇÃO DE

Leia mais

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI

A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI A Maquina de Vendas Online É Fraude, Reclame AQUI Muitas pessoas me perguntam se a maquina de vendas online é fraude do Tiago bastos funciona de verdade ou se não é apenas mais uma fraude dessas que encontramos

Leia mais

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo

Leia mais

O QUE CHECAR ANTES DE COMPRAR UM IMÓVEL EM LEILÃO

O QUE CHECAR ANTES DE COMPRAR UM IMÓVEL EM LEILÃO PROLEILOES.COM O QUE CHECAR ANTES DE COMPRAR UM IMÓVEL EM LEILÃO PONTOS PRINCIPAIS A SEREM VERIFICADOS ANTES DE COMPRAR UM IMÓVEL EM LEILÃO PARA EVITAR QUE OCORRAM IMPREVISTOS APÓS A ARREMATAÇÃO O que

Leia mais

Caros amigos e alunos, este espaço destaquei para que vocês possam perceber alguns testes em relação ao autoconhecimento, inteligência, autoestima,

Caros amigos e alunos, este espaço destaquei para que vocês possam perceber alguns testes em relação ao autoconhecimento, inteligência, autoestima, Testes em Geral Caros amigos e alunos, este espaço destaquei para que vocês possam perceber alguns testes em relação ao autoconhecimento, inteligência, autoestima, raciocínio lógico, empatia entre outros.

Leia mais

Um introdução. Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO. O Processo de Design. O Curso para o Design Centrado no Ser Humano

Um introdução. Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO. O Processo de Design. O Curso para o Design Centrado no Ser Humano Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO O Processo de Design Vamos começar! Nós sabemos por experiência que o único jeito de aprender o design centrado no ser humano é aplicando-o. Por isso,

Leia mais

Redação do Site Inovação Tecnológica - 28/08/2009. Humanos aprimorados versus humanos comuns

Redação do Site Inovação Tecnológica - 28/08/2009. Humanos aprimorados versus humanos comuns VOCÊ ESTÁ PREPARADO PARA CONVIVER COM OS HUMANOS APRIMORADOS? http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=voce-esta-preparado-conviver-humanosaprimorados&id=010850090828 Redação do

Leia mais

40 dicas para tornar seu site mais eficiente e funcional

40 dicas para tornar seu site mais eficiente e funcional 40 dicas para tornar seu site mais eficiente e funcional Essas 40 dicas são ótimas e assino embaixo. Foram passadas para mim pelo amigo Luiz Rodrigues, aluno também do Curso Online de Design Web. A fonte

Leia mais

O que veremos. O que tudo mundo quer? Liderança para aumentar a renda! 08/12/2015

O que veremos. O que tudo mundo quer? Liderança para aumentar a renda! 08/12/2015 Liderança para aumentar a renda! Iniciaremos em breve! Quero você me acompanhando porque as informações de hoje são extremamente vitais para seu sucesso! O que veremos 1 -Aprenda o que a liderança pode

Leia mais

Guia para líderes em educação

Guia para líderes em educação Guia para líderes em educação Índice O que é o Duolingo?...3 Como funciona o Duolingo?...4 Mantendo a motivação dos alunos...5 Aprender e ensinar...6 Ideias fáceis para a sala de aula...7 Aproveitando

Leia mais

Projeto da Disciplina Parte1: Estudo de Viabilidade. Um Estudo de Viabilidade

Projeto da Disciplina Parte1: Estudo de Viabilidade. Um Estudo de Viabilidade Projeto da Disciplina Parte1: Estudo de Viabilidade ENTREGA: 09/04/09 Professor: Carlos José Maria Olguin Um Estudo de Viabilidade Você deve fazer um estudo de viabilidade para um projeto de sistema de

Leia mais

MEU PLANO DE AÇÃO EM MASSA 7 PASSOS PARA UM INCRÍVEL 2015!

MEU PLANO DE AÇÃO EM MASSA 7 PASSOS PARA UM INCRÍVEL 2015! MEU PLANO DE AÇÃO EM MASSA 7 PASSOS PARA UM INCRÍVEL 2015! Você sabia que 95% das pessoas que traçam planos de Ano Novo NUNCA os seguem adiante? A razão é que a maioria das pessoas não entende o processo

Leia mais

GUIA DO ALUNO. Bom trabalho e conte conosco para trilhar este caminho com sucesso!

GUIA DO ALUNO. Bom trabalho e conte conosco para trilhar este caminho com sucesso! GUIA DO ALUNO Olá! Seja bem-vindo novamente! Este guia apresenta algumas informações e orientações para auxiliá-lo na sua participação e aprendizagem. Também lhe ajudará a organizar seu estudo no decorrer

Leia mais

FAZEMOS MONOGRAFIA PARA TODO BRASIL, QUALQUER TEMA! ENTRE EM CONTATO CONOSCO!

FAZEMOS MONOGRAFIA PARA TODO BRASIL, QUALQUER TEMA! ENTRE EM CONTATO CONOSCO! FAZEMOS MONOGRAFIA PARA TODO BRASIL, QUALQUER TEMA! ENTRE EM CONTATO CONOSCO! DEFINIÇÃO A pesquisa experimental é composta por um conjunto de atividades e técnicas metódicas realizados para recolher as

Leia mais

Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN)

Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN) Instituto Superior Técnico Programa de Estágios do Núcleo de Engenharia Biológica (PEN) Núcleo de Engenharia Biológica Em primeiro lugar, a direcção do NEB gostaria de deixar claro que a resposta de forma

Leia mais

LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN

LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN LONDRES Reunião do GAC: Processos Políticos da ICANN e Responsabilidades do interesse público em relação aos Direitos Humanos e Valores Democráticos Terça feira, 24 de junho de 2014 09:00 a 09:30 ICANN

Leia mais

Como escrever para o seu. Site. e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Blog do Advogado Moderno - PROMAD

Como escrever para o seu. Site. e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Blog do Advogado Moderno - PROMAD o seu Site e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Conteúdo Introdução Escrever bem é um misto entre arte e ciência Seus conhecimentos geram mais clientes Dicas práticas Faça

Leia mais

BEM-VINDA!! WWW.BOLSADEIDEASDENEGOCIO.COM

BEM-VINDA!! WWW.BOLSADEIDEASDENEGOCIO.COM BEM-VINDA!! Meu nome é Ives Lopes e eu sou a autora deste guia 22 ideias de negócios para começar já. Vê essa foto? Sou eu em minha Esmalteria, a Eva Nail Club. Foi um sucesso enquanto durou, mas infelizmente

Leia mais

Desejamos a você um completo sucesso, construindo sua verdadeira riqueza.

Desejamos a você um completo sucesso, construindo sua verdadeira riqueza. PROGRAMA MASTER 72h MASTER 72h Prezado Consultor, Nós da família Hinode preparamos esse material com muito carinho para você, pois temos um sonho de fazer desse mundo, um mundo melhor. Nosso objetivo é

Leia mais

A INCLUSÃO DOS DIREITOS HUMANOS NAS TURMAS DO EJA POR MEIO DAS NOVAS TECNOLOGIAS

A INCLUSÃO DOS DIREITOS HUMANOS NAS TURMAS DO EJA POR MEIO DAS NOVAS TECNOLOGIAS A INCLUSÃO DOS DIREITOS HUMANOS NAS TURMAS DO EJA POR MEIO DAS NOVAS TECNOLOGIAS Gisllayne Rufino Souza UFPB gisllayne.souza@gmail.com Profa. Dra. Marlene Helena de Oliveira França UFPB/Centro de Educação/Núcleo

Leia mais

C Por que é preciso fazer rápido o produto web?

C Por que é preciso fazer rápido o produto web? C Por que é preciso fazer rápido o produto web? Já falamos sobre algumas denições e requisitos para se ter uma startup. Depois falamos sobre como ter ideias de produtos para a startup e que essas ideias

Leia mais

da Computação Experimental nacamura@utfpr.edu.br

da Computação Experimental nacamura@utfpr.edu.br Métodos Quantitativos em Ciência da Computação Experimental Luiz Nacamura Júnior nacamura@utfpr.edu.br O sistema de pós graduação Especialização Mestrado profissional Mestrado acadêmico Doutorado Pós Doutorado

Leia mais

Homens. Inteligentes. Manifesto

Homens. Inteligentes. Manifesto Homens. Inteligentes. Manifesto Ser homem antigamente era algo muito simples. Você aprendia duas coisas desde cedo: lutar para se defender e caçar para se alimentar. Quem fazia isso muito bem, se dava

Leia mais

www.emagrecerdevez.com

www.emagrecerdevez.com www.emagrecerdevez.com page 1 / 7 As bases de como ganhar massa muscular + Vídeo by rpolesso - segunda-feira, julho 30, 2012 http://emagrecerdevez.com/as-bases-de-como-ganhar-massa-muscular YouTube Video

Leia mais

O CAMINHO PARA REFLEXÃO

O CAMINHO PARA REFLEXÃO O CAMINHO PARA REFLEXÃO a 3 Semana EMPREENDER É DAR A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOCIEDADE No mudo dos negócios existe a diferença visível do acomodado que nunca quer aprender a mesma coisa duas vezes e o

Leia mais

Guia Prático ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA PARA BANCAR A FACULDADE

Guia Prático ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA PARA BANCAR A FACULDADE Guia Prático ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA PARA BANCAR A FACULDADE ÍNDICE 1 Introdução 2 Qual a importância da educação financeira para estudantes? 3 Comece definindo onde é possível economizar 4 Poupar é muito

Leia mais

Objectivos PLANEAR 2/90. O que se pretende comunicar ou expor. Queremos:

Objectivos PLANEAR 2/90. O que se pretende comunicar ou expor. Queremos: Objectivos O que se pretende comunicar ou expor Queremos: De todos os passos deste e-book, começamos pelo maior desafio: ter boas ideias. Estas estão só à espera que alguém as tenha, e até há técnicas

Leia mais

R E L A T Ó R I O D E E N G E N H A R I A D E S O F T W A R E ( 2 0 0 5 / 2 0 0 6 )

R E L A T Ó R I O D E E N G E N H A R I A D E S O F T W A R E ( 2 0 0 5 / 2 0 0 6 ) R E L A T Ó R I O D E E N G E N H A R I A D E S O F T W A R E ( 2 0 0 5 / 2 0 0 6 ) Tendo iniciado no presente ano lectivo 2005/2006 o funcionamento da plataforma Moodle na Universidade Aberta, considerou-se

Leia mais

Beleza. Tá certo. Aleluia. Gloria a Deus e amem. Você está certo e vou fazer tudo o que você está falando. Domingo está chegando e lá na igreja vou

Beleza. Tá certo. Aleluia. Gloria a Deus e amem. Você está certo e vou fazer tudo o que você está falando. Domingo está chegando e lá na igreja vou Consultoria LOG Eu não sei porque cada um de vocês trabalha e está aqui hoje. Se por dinheiro? Se porque está fazendo o que gosta? Se os seus pais não te querem em casa? Até mesmo se você não tem nada

Leia mais

Avalie sua vida em 2015 Construa aprendizados para crescer em 2016

Avalie sua vida em 2015 Construa aprendizados para crescer em 2016 Avalie sua vida em 2015 Construa aprendizados para crescer em 2016 1. Introdução... 3 1.1. Orientações Gerais... 3 2. Principais Objetivos... 4 3. Direcionadores Estratégicos... 4 4. Ações realizadas...

Leia mais

Conseguimos te ajudar?

Conseguimos te ajudar? Controlar suas finanças deve ser um hábito. Não com o objetivo de restringir seus sonhos de consumo, mas sim de convidá-lo a planejar melhor a realização da cada um deles, gastando o seu dinheiro de maneira

Leia mais

MONITORIA: EXPERIENCIA DA PESQUISA EM SALA DE AULA NO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA. Resumo

MONITORIA: EXPERIENCIA DA PESQUISA EM SALA DE AULA NO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA. Resumo 1 MONITORIA: EXPERIENCIA DA PESQUISA EM SALA DE AULA NO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Resumo Patricia Santos de Barros/UFRJ A nossa vivência pedagógica situa-se no âmbito do curso de Licenciatura

Leia mais

14 segredos que você jamais deve contar a ele

14 segredos que você jamais deve contar a ele Link da matéria : http://www.dicasdemulher.com.br/segredos-que-voce-jamais-deve-contar-aele/ DICAS DE MULHER DICAS DE COMPORTAMENTO 14 segredos que você jamais deve contar a ele Algumas lembranças e comentários

Leia mais

Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO

Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO A Sra Mary Kay já dizia: nada acontece enquanto você não vende alguma coisa. Se você está

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Carol Oliveira Diretora de Vendas Independente Mary Kay

EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Carol Oliveira Diretora de Vendas Independente Mary Kay EDUCAÇÃO FINANCEIRA Carol Oliveira Diretora de Vendas Independente Mary Kay COMO A REALIDADE ENSINA... DESPESAS MENSAIS Aluguel Empréstimos Água, luz e internet Despesas com alimentação Despesa com filhos

Leia mais

5 Considerações finais

5 Considerações finais 5 Considerações finais 5.1. Conclusões A presente dissertação teve o objetivo principal de investigar a visão dos alunos que se formam em Administração sobre RSC e o seu ensino. Para alcançar esse objetivo,

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Gestão dos Pequenos Negócios

Gestão dos Pequenos Negócios Gestão dos Pequenos Negócios x Rangel Miranda Gerente Regional do Sebrae Porto Velho, RO, 20 de outubro de 2015 A Conjuntura Atual Queda na produção industrial Desemprego Alta dos juros Restrição ao crédito

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É

CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É Descobrindo-se... Fácil é olhar à sua volta e descobrir o que há de

Leia mais

Projeto Minha Identidade

Projeto Minha Identidade Projeto Minha Identidade Esta apostila é a primeira a ser desenvolvida com as crianças do Espaço Voar e tem como objetivo fortalecer o senso de identidade da criança como indivíduo, oferecendo situações

Leia mais

Tocar Violão. www.marcoskraide.com.br

Tocar Violão. www.marcoskraide.com.br Tocar Violão Sou muito grato aos meus mentores por ter obtido um sucesso considerável na carreira e na conclusão das METAS que tracei ao longo de minha jornada. Há algum tempo atrás, defini que minha missão

Leia mais

Anistia Internacional e o Dia de Doar

Anistia Internacional e o Dia de Doar Anistia Internacional e o Dia de Doar Chame seus amigos, amigas, colegas de trabalho e comunidade para, juntos, contribuírem para os direitos humanos com doações. É você quem faz a diferença! A beleza

Leia mais

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe O guia do profissional de Recursos Humanos Como melhorar o desenvolvimento da equipe 1 Introdução 03 Conhecendo as dores do seu time 05 Investir nos colaboradores! 08 Estabelecendo metas 11 A meditação

Leia mais

ACONSELHANDO O GRUPO DE NEGÓCIOS. Guia do participante

ACONSELHANDO O GRUPO DE NEGÓCIOS. Guia do participante ACONSELHANDO O GRUPO DE NEGÓCIOS Guia do participante Espaço reservado para a contracapa Sumário Seção 1: Conteúdo do treinamento e atividades de aplicação Introdução do treinamento 1 Aprendizado focado

Leia mais

O que aprendi sobre avaliação em cursos semipresenciais

O que aprendi sobre avaliação em cursos semipresenciais O que aprendi sobre avaliação em cursos semipresenciais José Moran Pesquisador, Professor, Conferencista e Orientador de projetos inovadores na educação. Publicado em: SILVA, Marco & SANTOS, Edméa (Orgs).

Leia mais

Plano de Negócios. Por que escrever um Plano de Negócios?

Plano de Negócios. Por que escrever um Plano de Negócios? Plano de Negócios Por que escrever um Plano de Negócios? A tarefa de escrever um plano de negócios não é uma tarefa fácil. Isso se você nunca escreveu um e não tem a menor idéia de como começar. O objetivo

Leia mais

Luciano Debastiani Direitos Reservados www.ggrabovoi.com.br

Luciano Debastiani Direitos Reservados www.ggrabovoi.com.br Luciano Debastiani Direitos Reservados www.ggrabovoi.com.br Ensinamentos de Grigori Grabovoi Luciano Debastiani Facilitador Autorizado Grabovoi Sobre todos os conteúdos que possuem a expressão cura, curar,

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

RELATÓRIO MESA DEVOLVER DESIGN (EXTENSÃO) Falta aplicação teórica (isso pode favorecer o aprendizado já que o aluno não tem a coisa pronta)

RELATÓRIO MESA DEVOLVER DESIGN (EXTENSÃO) Falta aplicação teórica (isso pode favorecer o aprendizado já que o aluno não tem a coisa pronta) 1ª RODADA RELAÇÃO PRÁTICA E TEORIA Pouca teoria, muitas oficinas Matérias não suprem as necessidades de um designer Falta aplicação teórica (isso pode favorecer o aprendizado já que o aluno não tem a coisa

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Brasília-DF, 30 de outubro de 2006 Jornalista Ana Paula Padrão: Então vamos às perguntas, agora ao vivo, com

Leia mais

Entenda a tributação dos fundos de previdência privada O Pequeno Investidor 04/11/2013

Entenda a tributação dos fundos de previdência privada O Pequeno Investidor 04/11/2013 Entenda a tributação dos fundos de previdência privada O Pequeno Investidor 04/11/2013 Antes de decidir aplicar seu dinheiro em fundos de previdência privada, é preciso entender que é uma aplicação que

Leia mais

Considerações sobre a elaboração de projeto de pesquisa em psicanálise

Considerações sobre a elaboração de projeto de pesquisa em psicanálise Considerações sobre a elaboração de projeto de pesquisa em psicanálise Manoel Tosta Berlinck Um projeto de pesquisa é um objeto escrito que resulta de um processo de elaboração, esclarecimento e precisão.

Leia mais

Estimativa de custo de software: roteiro e dicas para estimativas de projeto

Estimativa de custo de software: roteiro e dicas para estimativas de projeto 94 Estimativa de custo de software: roteiro e dicas para estimativas de projeto ANTONIO MENDES DA SILVA FILHO * Learn from yesterday, live for today, hope for tomorrow. The important thing is not to stop

Leia mais

CHAIR DRYDEN: Continuemos, vamos passar ao último tema do dia. Ainda temos 30 minutos.

CHAIR DRYDEN: Continuemos, vamos passar ao último tema do dia. Ainda temos 30 minutos. LOS ANGELES Grupo de Trabalho do GAC de processo da transição da custódia das funções da (IANA) e o fortalecimento da responsabilidade e a governança da (ICANN) Sábado, 11 de outubro de 2014 17:30 às 18:00

Leia mais

05/12/2006. Discurso do Presidente da República

05/12/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da 20ª Reunião Ordinária do Pleno Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Palácio do Planalto, 05 de dezembro de 2006 Eu acho que não cabe discurso aqui,

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem SENTIDOS (principal) Gosto de informações que eu posso verificar. Não há nada melhor para mim do que aprender junto

Leia mais

O que esperar do SVE KIT INFORMATIVO PARTE 1 O QUE ESPERAR DO SVE. Programa Juventude em Acção

O que esperar do SVE KIT INFORMATIVO PARTE 1 O QUE ESPERAR DO SVE. Programa Juventude em Acção O QUE ESPERAR DO SVE Programa Juventude em Acção KIT INFORMATIVO Parte 1 Maio de 2011 Introdução Este documento destina-se a voluntários e promotores envolvidos no SVE. Fornece informações claras a voluntários

Leia mais

Como Passar em Química Geral*

Como Passar em Química Geral* 1 Como Passar em Química Geral* por Dra. Brenna E. Lorenz Division of Natural Sciences University of Guam * traduzido livremente por: Eder João Lenardão; acesse o original em : http://www.heptune.com/passchem.html

Leia mais

Empreendedorismo. Tópico 1 O (a) Empreendedor (a)

Empreendedorismo. Tópico 1 O (a) Empreendedor (a) Empreendedorismo Tópico 1 O (a) Empreendedor (a) Conteúdo 1. Objetivos do Encontro... 3 2. Introdução... 3 3. A formação do empreendedor... 3 4. Empreendedorismo nato ou desenvolvido?... 4 4.1 Características

Leia mais

Ouvir o cliente e reconhecer o problema: ingredientes essenciais à gestão de projetos

Ouvir o cliente e reconhecer o problema: ingredientes essenciais à gestão de projetos Ouvir o cliente e reconhecer o problema: ingredientes essenciais à gestão de projetos Antonio Mendes da Silva Filho * The most important thing in communication is to hear what isn't being said. Peter Drucker

Leia mais

A COMUNICAÇÃO EM GESTÃO DE RISCOS E OS PARADIGMAS DO PENSAMENTO SISTÊMICO

A COMUNICAÇÃO EM GESTÃO DE RISCOS E OS PARADIGMAS DO PENSAMENTO SISTÊMICO A COMUNICAÇÃO EM GESTÃO DE RISCOS E OS PARADIGMAS DO PENSAMENTO SISTÊMICO Adm. Marlene Carnevali, PMP, PMI_RMP 1 Adm. Marlene Carnevali, PMP, PMI-RMP marlene@prorisks.com.br www.prorisks.com.br Neste artigo

Leia mais

Educação Financeira As Cinco Regras mais Importante da Educação Financeira para Enfrentar a Crise. A Terceira é a Minha Favorita

Educação Financeira As Cinco Regras mais Importante da Educação Financeira para Enfrentar a Crise. A Terceira é a Minha Favorita Educação Financeira As Cinco Regras mais Importante da Educação Financeira para Enfrentar a Crise. A Terceira é a Minha Favorita Flávio José de Almeida Ferreira Fevereiro/2016 Sumário Introdução... 3 Educação

Leia mais

Plano de Aula de Matemática. Competência 3: Aplicar os conhecimentos, adquiridos, adequando-os à sua realidade.

Plano de Aula de Matemática. Competência 3: Aplicar os conhecimentos, adquiridos, adequando-os à sua realidade. Plano de Aula de Matemática Competência 3: Aplicar os conhecimentos, adquiridos, adequando-os à sua realidade. Habilidade: H27. Resolver situações-problema de adição ou subtração envolvendo medidas ou

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível Para quem é este livro? Este livro é para todas aquelas pessoas que fazem o que amam em seu trabalho mas não estão tendo o retorno que gostariam. Este mini guia com 21 sacadas é um resumo dos atendimentos

Leia mais

MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0

MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0 MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0 Os 3 Passos Estratégicos para ser Aprovado em Concursos Priorizando os temas do Edital Gerson Aragão Ex-Defensor Público VERSÃO 2.1 Atualizado 12.11.2015 Índice Apresentação.. 03

Leia mais

UM GUIA RÁPIDO ORIENTADO A RESULTADOS (vigência: 29 JUN 2009)

UM GUIA RÁPIDO ORIENTADO A RESULTADOS (vigência: 29 JUN 2009) GESTÃO DE PROCESSOS UM GUIA RÁPIDO ORIENTADO A RESULTADOS (vigência: 29 JUN 2009) 1. O QUE É PROCESSO? Processos têm sido considerados uma importante ferramenta de gestão, um instrumento capaz de aproximar

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

Como planejar a sua carreira profissional

Como planejar a sua carreira profissional 1 Como planejar a sua carreira profissional Normalmente, as crises e os momentos difíceis pelos quais todos nós vivenciamos, são excelentes momentos para repensarmos as nossas decisões e ações. Talvez

Leia mais

Comércio Exterior. Cursos Completos

Comércio Exterior. Cursos Completos Comércio Exterior Relação de Cursos Cursos Completos Curso Completo de Comércio Exterior: Este curso inclui o conteúdo de quase todos os cursos que oferecemos na área de comércio exterior. Este curso é

Leia mais

O IMPACTO DO ENSINO DE EMPREENDEDORISMO NA GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA : RESULTADOS E PERSPECTIVAS.

O IMPACTO DO ENSINO DE EMPREENDEDORISMO NA GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA : RESULTADOS E PERSPECTIVAS. O IMPACTO DO ENSINO DE EMPREENDEDORISMO NA GRADUAÇÃO DE ENGENHARIA : RESULTADOS E PERSPECTIVAS. Fernando Toledo Ferraz - ferraz@cybernet.com.br Departamento de Engenharia de Produção Myriam Eugênia R.

Leia mais

1 Demonstrações Obrigatórias - Lei das S/A x Pronunciamentos Técnicos CPC

1 Demonstrações Obrigatórias - Lei das S/A x Pronunciamentos Técnicos CPC Sumário 1 Demonstrações Obrigatórias - Lei das S/A x Pronunciamentos Técnicos CPC... 1 1.1 Base Normativa... 1 1.2 Balanço Patrimonial... 2 1.3 Demonstração do Resultado, e do Resultado Abrangente... 4

Leia mais

Guia Prático para Encontrar o Seu. www.vidadvisor.com.br

Guia Prático para Encontrar o Seu. www.vidadvisor.com.br Guia Prático para Encontrar o Seu Propósito de Vida www.vidadvisor.com.br "Onde os seus talentos e as necessidades do mundo se cruzam: aí está a sua vocação". Aristóteles Orientações Este é um documento

Leia mais

GUIA PRÁTICO PARA PROFESSORES

GUIA PRÁTICO PARA PROFESSORES GUIA PRÁTICO PARA PROFESSORES (Des)motivação na sala de aula! Sugestões práticas da: Nota introdutória Ser professor é ter o privilégio de deixar em cada aluno algo que este possa levar para a vida, seja

Leia mais

VAMOS PLANEJAR... As três palavras mágicas para um bom planejamento financeiro...

VAMOS PLANEJAR... As três palavras mágicas para um bom planejamento financeiro... FASCÍCULO IV VAMOS PLANEJAR... Se você ainda não iniciou seu planejamento financeiro, é importante fazê-lo agora, definindo muito bem seus objetivos, pois, independentemente da sua idade, nunca é cedo

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

DISCIPLINAS ON-LINE GUIA DO ALUNO GRADUAÇÕES

DISCIPLINAS ON-LINE GUIA DO ALUNO GRADUAÇÕES DISCIPLINAS ON-LINE GUIA DO ALUNO GRADUAÇÕES GUIA DO ALUNO Seja bem-vindo(a) às disciplinas on-line dos cursos de gradução das Instituições do Grupo Ser Educacional! Agora que você já está matriculado(a)

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E ORGANIZA- ÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO. META Descrever como proceder para melhor elaborar e organizar um trabalho científico.

DESENVOLVIMENTO E ORGANIZA- ÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO. META Descrever como proceder para melhor elaborar e organizar um trabalho científico. DESENVOLVIMENTO E ORGANIZA- ÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO Aula 3 META Descrever como proceder para melhor elaborar e organizar um trabalho científico. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno(a) deverá: ler

Leia mais

Conteúdo. Introdução -------------------------------------------------------- 03. Quem sou? ------------------------------------------------------- 04

Conteúdo. Introdução -------------------------------------------------------- 03. Quem sou? ------------------------------------------------------- 04 Conteúdo Introdução -------------------------------------------------------- 03 Quem sou? ------------------------------------------------------- 04 Negócios Digitais --------------------------------------------------

Leia mais

O Guia Coach do Coach O livro para quem deseja mudar vidas.

O Guia Coach do Coach O livro para quem deseja mudar vidas. O Guia do Coach O livro para quem deseja mudar vidas. Que livro é este? Este livro foi criado a partir do conteúdo da formação de LIFE COACH do Instituto RM de Coaching. Sendo assim o livro contempla tudo

Leia mais