PORTARIA-DG-001/2016 REGULAMENTA A BOLSA PARCIAL DE ESTUDO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA FARESC TÍTULO I

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PORTARIA-DG-001/2016 REGULAMENTA A BOLSA PARCIAL DE ESTUDO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA FARESC TÍTULO I"

Transcrição

1 PORTARIA-DG-001/2016 REGULAMENTA A BOLSA PARCIAL DE ESTUDO NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA FARESC O Diretor Geral das Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba FARESC, no uso das atribuições que lhe confere o inciso XIII do artigo 12 do Regimento e o disposto no artigo 51C da Resolução CONSUP 09/2008, resolve instituir a Bolsa Parcial de Estudos aos acadêmicos dos cursos de graduação da instituição que comprovem documentalmente seu estado de carência. TÍTULO I DOS FINS DA BOLSA Artigo 1º A BOLSA PARCIAL DE ESTUDO tem por finalidade garantir aos (as) alunos(as) das FARESC a formação educacional de nível superior de qualidade, promovendo a responsabilidade social, conforme a Constituição Federal e legislação aplicável. TÍTULO II DO CUSTEIO DAS BOLSAS Artigo 2º Os recursos que garantem a concessão e manutenção da BOLSA PARCIAL DE ESTUDO decorrem exclusivamente da receita bruta que a instituição percebe. Parágrafo Único. BOLSA PARCIAL DE ESTUDO equivalerá a:

2 a) 50% (cinqüenta por cento) a ser calculado sobre o valor da mensalidade do período da concessão, para os alunos participantes do último ENEM que não tenham zerado na redação, que não foram contemplados com o PROUNI, que possuam renda bruta per capita de até três salários mínimos, e tenham cursado o ensino médio completo em escola pública ou instituição privada na condição de bolsista integral; b) 40% (quarenta por cento) a ser calculado sobre valor da mensalidade do período da concessão, para os alunos participantes do último ENEM que não tenham zerado na redação, que não foram contemplados com o PROUNI, que possuam renda bruta per capita de até cinco salários mínimos, e tenham cursado o ensino médio completo em escola pública ou instituição privada na condição de bolsista integral. TÍTULO III DA COORDENAÇÃO DA BOLSA PARCIAL DE ESTUDO Artigo 3º O processo de concessão da BOLSA PARCIAL DE ESTUDO é coordenado pelo Setor de Benefícios Estudantis SEBES, com assessoramento de uma Comissão Permanente designada pela Direção Geral das Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba FARESC. Artigo 4º Compete ao SEBES e a Comissão Permanente da BOLSA PARCIAL DE ESTUDO: a) elaborar e publicar semestralmente em Edital próprio a quantidade de bolsas parciais que serão destinadas por curso; b) elaborar e publicar semestralmente as orientações aos interessados(as) e o segmentos envolvidos no processo de concessão das BOLSAS PARCIAIS DE ESTUDO, tais como data de inscrição e requisitos necessários para obtenção das mesmas; c) analisar os documentos comprobatórios, previstos no artigo 8º, dos (as) candidatos(as) préselecionados (as) e selecionar os pedidos que atendam as condições de classificação; d) elaborar e encaminhar relatório dos beneficiados à Direção Geral com vista a homologar os pedidos de bolsas; e) elaborar o Relatório de todo o processo de seleção e concessão de BOLSA PARCIAL DE ESTUDO;

3 f) acompanhar os mecanismos de fiscalização dos critérios de cancelamento de bolsas a qualquer tempo. TÍTULO IV DA INSCRIÇÃO Artigo 5º A inscrição em processo seletivo à BOLSA PARCIAL DE ESTUDO, deverá ser feita pelo(a) próprio(a) interessado(a) ou por representante legal junto ao Setor de Benefício Estudantis SEBES. TÍTULO V DA PRÉ-SELEÇÃO Artigo 6º Os(as) candidatos(as) que atenderem aos requisitos e às condições estabelecidas para inscrição serão aceitos(as) no processo de pré-seleção segundo os critérios de índice de carência obtidos pela fórmula a seguir: Fórmula do Índice de Carência = IC (RB x M x DC x IESP x CS X EP) / GF. IC Índice de Classificação RB Renda Bruta Mensal Familiar M Moradia (própria/cedida = 1; financiada/locada = 0,4] DC Doença Crônica (Existe no Grupo Familiar = 0,8; Inexistente = 1) IESP Instituição de Ensino Superior Pagas (por outros membros do grupo familiar = 0,8; Somente o candidato paga //faculdade = 1) CS Curso Superior (O candidato tem curso superior completo = 3; Se não tem curso superior completo = 1)

4 EP Egresso de Escola Pública/Particular com bolsa integral, se o(a) aluno(a) cursou pelo menos dois terços do ensino médio em escola não gratuita = 1; se o aluno cursou pelo menos dois terços do ensino médio em escola pública gratuita = 0,8) GF Grupo Familiar (Número de pessoas do Grupo Familiar, incluindo o Candidato) Artigo 7º A partir dos resultados obtidos com a aplicação da fórmula referida no artigo 6º deste regulamento, os (as) candidatos(as) serão relacionados(as) em ordem crescente de carência. Artigo 8º Os (as) candidatos (as) pré-selecionados(as) deverão entregar, no local, e no prazo definido pelo Edital, toda a documentação abaixo relacionada: I Cópia da Carteira de Identidade dos componentes do Grupo Familiar; se menor, Certidão de Nascimento; II Número do CPF dos componentes do Grupo Familiar; III Comprovante das condições de bem imóvel (Financiado: última prestação paga; Alugado: Último recibo pago e contrato de locação; Própria: IPTU; Cedida: declaração do proprietário com firma reconhecida em cartório); IV V Certidão de Óbito, se houver na família caso de morte de pai, mãe ou cônjuge; Certidão de Casamento e/ou União Estável, conforme o caso, Certidão de Separação Judicial dos pais do candidato caso algum deles não pertença ao grupo familiar; se a separação não estiver legalizada, apresentar declaração de ex-cônjuges com firma reconhecida em cartório; VI Comprovação de Renda: a) Com Vínculo Empregatício - Carteira do Trabalho atualizada de todas as pessoas que contribuem para a renda familiar e/ou último(s) três (3) contracheque(s); b) Sem Vínculo Empregatício - Comprovante de pró-labore e contrato social (se diretor de empresa) e comprovante de renda mensal (se Profissional Liberal); c) Se desempregado - apresentação de cópia da baixa na Carteira Profissional ou comprovante de recebimento de Salário Desemprego;

5 d) Se Trabalhador Autônomo - Declaração feita de próprio punho, constando dados pessoais, tipo de atividade, local, endereço, retirada mensal, guia de recolhimento do INSS, compatível com a renda declarada e/ou extrato bancário dos últimos três meses; VII Cópia da última Declaração do Imposto de Renda não podendo ser Declaração retificada após o processo seletivo ou isenção de todos os membros do Grupo Familiar; VIII água; Comprovante de endereço dos integrantes do grupo familiar: Última conta de telefone, luz e/ou IX Atestado Médico comprobatório, se houver caso de doença grave, conforme Portaria MPAS/MS nº 2.998, de 23 de agosto de 2001, ou a que vier a substituir; X Comprovante de pagamento de mensalidade de outra instituição de ensino superior particular; XI Declaração da instituição de ensino médio ou histórico escolar comprobatório dos períodos letivos cursados em escola pública, se for o caso; XII Outros documentos que a Comissão Permanente de Bolsa de Estudo Carência julgar necessários à comprovação das informações prestadas pelo candidato e que integram o cálculo do índice de classificação. XIII Ficha Sócio Econômica com Índice de Carência, que pré selecionou o candidato à bolsa. Parágrafo Único. A documentação de que trata o presente artigo também deverá ser apresentada atualizada, a cada semestre nas datas definidas em Edital, e a falta de apresentação de qualquer documento solicitado, tanto na inscrição como a cada semestre, implicará no desligamento automático do processo de seleção. TÍTULO VI DA EXCLUSIVIDADE DO BENEFÍCIO Artigo 9º O(a) beneficiado(a) não poderá acumular outro benefício (bolsa ou financiamento) com a BOLSA PARCIAL DE ESTUDO, ficando obrigado(a) a imediatamente optar por um deles, sob pena de, em assim não o fazendo, ser cancelada a concessão da BOLSA PARCIAL DE ESTUDO.

6 TÍTULO VII DO PRAZO DE VIGÊNCIA DA BOLSA Artigo 10. O prazo de vigência do benefício da Bolsa PARCIAL DE ESTUDO não poderá ultrapassar o prazo mínimo de integralização previsto à regular conclusão do curso freqüentado pelo(a) acadêmico(a) beneficiado(a). TÍTULO VIII DA INDISPONIBILIDADE DO BENEFÍCIO Artigo 11. O benefício concedido em razão da BOLSA PARCIAL DE ESTUDO é de caráter personalíssimo, motivo pelo qual não poderá ser compartilhado, alienado, cedido, transferido, tampouco servir de objeto em contrato firmado entre o beneficiado e terceira pessoa. TÍTULO IX DO IMEDIATO CANCELAMENTO DA BOLSA PARCIAL Artigo 12. A concessão da BOLSA PARCIAL DE ESTUDO poderá ser cancelada, a qualquer tempo, se ficar comprovado que o(a) beneficiado(a): a) restou reprovado por rendimento acadêmico insatisfatório em mais de uma disciplina num mesmo semestre; b) restou reprovado por falta de assiduidade; c) obteve mais de um benefício (bolsa de estudo ou financiamento), tendo deixado de optar imediatamente por um deles; d) incorreu no não pagamento de 3 (três) mensalidades consecutivas e sucessivas;

7 e) teve alterada a realidade socioeconômica de seu grupo familiar a ponto de descaracterizar sua carência; f) trancou, cancelou e/ou desistiu do curso; g) descumpriu o contrato de prestação de serviços educacionais; h) usou de falsidade e inidoneidade na documentação e nas informações prestadas à Comissão. Parágrafo único. A BOLSA PARCIAL DE ESTUDO também poderá ser cancelada imediatamente se a instituição perder a condição de entidade sem fins lucrativos ou ocorrer mudança na sua política econômica ou na do País que indique a necessidade da medida. TÍTULO X DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 13. Os casos omissos serão resolvidos pelo Setor de Benefícios Estudantis - SEBES com a Comissão Permanente de BOLSA PARCIAL DE ESTUDO, ouvida sempre a Direção Geral da instituição. Artigo 14. disposições em contrário. A presente portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogando todas as Curitiba, 18 de janeiro de 2016 Dr. Hugo Eduardo Meza Pinto Diretor Geral

Prefeitura Municipal de Cruzeiro Estado de São Paulo EDITAL DE PROCESSO SELETIVO BOLSA DE ESTUDO ESCOLA SUPERIOR DE CRUZEIRO Nº 001/2015

Prefeitura Municipal de Cruzeiro Estado de São Paulo EDITAL DE PROCESSO SELETIVO BOLSA DE ESTUDO ESCOLA SUPERIOR DE CRUZEIRO Nº 001/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO BOLSA DE ESTUDO ESCOLA SUPERIOR DE CRUZEIRO Nº 001/2015 A Prefeitura Municipal de Cruzeiro/SP, através da Secretaria de esportes, torna público o Edital nº 01/2015, de Processo

Leia mais

REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO POR CARÊNCIA SOCIOECONÔMICA

REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO POR CARÊNCIA SOCIOECONÔMICA REGULAMENTO DE BOLSA DE ESTUDO POR CARÊNCIA SOCIOECONÔMICA TÍTULO I DOS FINS DA BOLSA O Conselho Universitário Consun, do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix regulamenta a concessão de bolsas

Leia mais

COLÉGIO METODISTA GRANBERY EDITAL 2015 BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016

COLÉGIO METODISTA GRANBERY EDITAL 2015 BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016 COLÉGIO METODISTA GRANBERY EDITAL 2015 BOLSAS DE ESTUDO ANO LETIVO 2016 A Comissão Permanente de Bolsas de Estudo do Instituto Metodista Granbery torna público o edital para o processo de concessão de

Leia mais

EDITAL Nº 11/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL 2016/1

EDITAL Nº 11/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL 2016/1 EDITAL Nº 11/2015 BOLSA DE ESTUDO INSTITUCIONAL 2016/1 O Diretor da Faculdade São Luiz, Claudio Marcio Piontkewicz, faz saber aos interessados que, de acordo com a legislação vigente e com o Programa de

Leia mais

CAPÍTULO I DA BOLSA DE ESTUDO

CAPÍTULO I DA BOLSA DE ESTUDO RESOLUÇÃO Nº 01, de 01 de agosto de 2012 Estabelece procedimentos para o processo seletivo de Bolsas de Estudos do INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO NOSSA SENHORA DE SION. A Diretora do INSTITUTO SUPERIOR

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário Franciscano para estudantes dos cursos de graduação, executado

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS IFAL CÂMPUS SÃO MIGUEL DOS CAMPOS DIREÇÃO GERAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS IFAL CÂMPUS SÃO MIGUEL DOS CAMPOS DIREÇÃO GERAL 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS IFAL CÂMPUS SÃO MIGUEL DOS CAMPOS DIREÇÃO GERAL EDITAL INTERNO Nº01/2015/DG - IFAL CÂMPUS SÃO MIGUEL DOS CAMPOS A Direção Geral

Leia mais

SETOR DE ATENDIMENTO AO ALUNO S.A.A. PROGRAMA INTERNO DE BOLSAS DE ESTUDO CARÊNCIA. REGULAMENTO TÍTULO I DOS FINS DA BOLSA

SETOR DE ATENDIMENTO AO ALUNO S.A.A. PROGRAMA INTERNO DE BOLSAS DE ESTUDO CARÊNCIA. REGULAMENTO TÍTULO I DOS FINS DA BOLSA SETOR DE ATENDIMENTO AO ALUNO S.A.A. PROGRAMA INTERNO DE BOLSAS DE ESTUDO CARÊNCIA. REGULAMENTO TÍTULO I DOS FINS DA BOLSA O Conselho Universitário da Universidade do Oeste Paulista UNOESTE, regulamenta

Leia mais

ATENÇÃO ALUNOS!!! Serão abertas as Inscrições do FIES: INÍCIO: 06 DE NOVEMBRO/2006 TÉRMINO: 19 DE NOVEMBRO/2006 PARA ALUNOS COM PROUNI

ATENÇÃO ALUNOS!!! Serão abertas as Inscrições do FIES: INÍCIO: 06 DE NOVEMBRO/2006 TÉRMINO: 19 DE NOVEMBRO/2006 PARA ALUNOS COM PROUNI ATENÇÃO ALUNOS!!! Serão abertas as Inscrições do FIES: INÍCIO: 06 DE NOVEMBRO/2006 TÉRMINO: 19 DE NOVEMBRO/2006 PARA ALUNOS COM PROUNI TÉRMINO: 26 DE NOVEMBRO/2006 PARA AOS DEMAIS ALUNOS PRORROGADA AS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO CAMPI- ICÓ E BREJO SANTO EDITAL Nº 002/2015 DAE/UFCA A DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI (DAE/UFCA), em atendimento ao Decreto

Leia mais

EDITAL Nº 001 / 2014 FACULDADE IDEAU UNIDADE DE GETÚLIO VARGAS/RS

EDITAL Nº 001 / 2014 FACULDADE IDEAU UNIDADE DE GETÚLIO VARGAS/RS 1 EDITAL Nº 001 / 2014 FACULDADE IDEAU UNIDADE DE GETÚLIO VARGAS/RS O Conselho Superior da Faculdade IDEAU, no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais, resolve tornar público os critérios de

Leia mais

EDITAL/PROEX Nº. 02/2012 SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE ACESSO DEMOCRÁTICO À UNIVERSIDADE PADU / PALMAS

EDITAL/PROEX Nº. 02/2012 SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE ACESSO DEMOCRÁTICO À UNIVERSIDADE PADU / PALMAS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS UFT PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, CULTURA E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS PROEX Tel. (63) 3232-8212 / E-mail: prevestibular@uft.edu.br EDITAL/PROEX Nº. 02/2012

Leia mais

Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP

Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS - ProUni 1º SEMESTRE

Leia mais

Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP

Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP Centro Universitário Senac - São Paulo Sede - SP - Unidade Descentralizada de Águas de São Pedro - SP - Unidade Descentralizada de Campos do Jordão SP PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS - ProUni 2º SEMESTRE

Leia mais

II Das datas e dos prazos do Processo Seletivo de Bolsas Gratuidade 2016 Descrição 08/09/2015 Abertura do Processo Seletivo 09/09/2015 a 30/09/2015

II Das datas e dos prazos do Processo Seletivo de Bolsas Gratuidade 2016 Descrição 08/09/2015 Abertura do Processo Seletivo 09/09/2015 a 30/09/2015 EDITAL 01/2015 PROCESSO SELETIVO DE BOLSAS GRATUIDADE 2016 O Colégio Evangélico Augusto Pestana torna público que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo de Bolsas Gratuidade desta Instituição,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CESUPA PROCESSO SELETIVO PROUNI/CESUPA 2016

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CESUPA PROCESSO SELETIVO PROUNI/CESUPA 2016 ASSOCIAÇÃO CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CESUPA PROCESSO SELETIVO PROUNI/CESUPA 2016 EDITAL Nº 012/2016 PROUNI/CESUPA 1. O Reitor do Centro Universitário do

Leia mais

EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE

EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE EDITAL N.º 01/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA O ANO LETIVO DE 2015 (Em conformidade com a Lei nº 12.101/2009, Lei nº 12.868/2013 e Decreto nº 8.242/2014) A Associação Antônio

Leia mais

LEI Nº 2.284,DE 04 D E ABRIL DE 2016.

LEI Nº 2.284,DE 04 D E ABRIL DE 2016. LEI Nº 2.284,DE 04 D E ABRIL DE 2016. "Altera e cria dispositivos na Lei nº 1.887 de 08 de Junho de 2010 que Instituiu o Programa de Inclusão Social Universidade para todos FACULDADE DA PREFEITURA, e dá

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA RENOVAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA CLARETIANO - FACULDADE / RIO CLARO/SP EDITAL 2015 PERÍODOS LETIVOS: 1º E 2º SEMESTRES

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés Regulamento do Programa de Monitoria para os cursos de Graduação A Monitoria é uma atividade Acadêmica dos cursos de Graduação que visa dar oportunidade de aprofundamento vertical de estudos em alguma

Leia mais

Educa Mais Brasil REGULAMENTO

Educa Mais Brasil REGULAMENTO Educa Mais Brasil REGULAMENTO 2015 Regulamento do Programa EDUCA MAIS BRASIL I DO PROGRAMA Art. 1.º - O Programa EDUCA MAIS BRASIL é um programa de INCLUSÃO EDUCACIONAL e tem por objetivos: I estimular

Leia mais

Aluno: ( )Reavaliação ( )Veterano ( ) Ingressante

Aluno: ( )Reavaliação ( )Veterano ( ) Ingressante PROGRAMA DE APOIO AO ESTUDANTE CARENTE DO ITES REQUERIMENTO E QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO PROCESSO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO 2016 Aluno: ( )Reavaliação ( )Veterano ( ) Ingressante Nome: Curso: Data:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS Vitória, 16 de outubro de 2015. EDITAL 5/2015/SRI A Secretaria de Relações Internacionais (SRI) da Universidade Federal do Espírito

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

RESOLUÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO O Conselho de Administração do Instituto Infnet, no uso de suas atribuições e demais legislações correlatas, considerando necessário o estabelecimento de critérios para concessão de bolsas de estudo, resolve:

Leia mais

Documentação necessária para os candidatos pré-selecionados no PROUNI - 2016-1

Documentação necessária para os candidatos pré-selecionados no PROUNI - 2016-1 Documentação necessária para os candidatos pré-selecionados no PROUNI - 2016-1 Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, na fase de comprovação de informações. O

Leia mais

2. Dos Cursos da UNISA, Turnos, Duração, Vagas, Locais de Funcionamento, Número de Alunos por Turma, Atos de Legalização e Modalidade de Ensino

2. Dos Cursos da UNISA, Turnos, Duração, Vagas, Locais de Funcionamento, Número de Alunos por Turma, Atos de Legalização e Modalidade de Ensino EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS PRESENCIAIS E SEMIPRESENCIAIS DE GRADUAÇÃO/HABILITAÇÕES/MODALIDADES E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA, DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO 2009 - TURMAS DE AGOSTO -

Leia mais

REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014

REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014 REQUERIMENTO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO - 2014 A Escola Técnica de Eletrônica Francisco Moreira da Costa acredita que, ao conceder uma bolsa de estudo, está investindo no aluno, na família e no

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA SOLICITAÇÃO DE BOLSA DE ESTUDO NÃO RESTITUÍVEL (BOLSA FILANTRÓPICA) 2016 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 Será concedida a Bolsa Filantrópica com base nos critérios básicos consignados

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 17/CUn DE 10 DE ABRIL DE 2012. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal de Santa Catarina

RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 17/CUn DE 10 DE ABRIL DE 2012. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal de Santa Catarina RESOLUÇÃO NORMATIVA N.º 17/CUn DE 10 DE ABRIL DE 2012 Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal de Santa Catarina O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal de Santa

Leia mais

EDITAL BOLSA SOCIAL Faculdade FIPECAFI

EDITAL BOLSA SOCIAL Faculdade FIPECAFI EDITAL BOLSA SOCIAL Faculdade FIPECAFI A FACULDADE FIPECAFI, órgão institucional ligado ao Departamento de Contabilidade e Ciências Atuariais da FEA-USP, informa a abertura do Edital Bolsa Social para

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA BOLSA PROUNI A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato (a) ou pelo (a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada ao Núcleo de Apoio

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS SOCIAL DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR CÁPITULO I SUMÁRIO Art. 1. Do Objetivo 02 CAPÍTULO II Art. 2. Da Bolsa Social 02 Art. 3. Do Âmbito 02 Arts. 4 a 8. Das Disposições

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS Informações aos candidatos pré-selecionados ao ProUni 2016

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS Informações aos candidatos pré-selecionados ao ProUni 2016 CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS Informações aos candidatos pré-selecionados ao ProUni 2016 Durante o período para aferição das informações prestadas na ficha de inscrição do ProUni,

Leia mais

RESOLVE, TITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

RESOLVE, TITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO COP Nº 003/2015 REGULAMENTA AS CONDIÇÕES PARA CONCESSÃO E MANUTENÇÃO DAS MODALIDAES DE BOLSAS DE ESTUDO E DESCONTOS EDUCACIONAIS DA FACULDADE METROPOLITANA DE ANÁPOLIS O Presidente do Conselho

Leia mais

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.

INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015. INSTITUTO DAS APÓSTOLAS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Rua Coronel Melo de Oliveira, 221 Pompéia São Paulo SP - CNPJ: 61.015.087/0001-65 UNIDADE EXECUTORA: COLÉGIO COR JESU AV. L2 SUL /SGAS 615 - BRASÍLIA/DF

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDUCLAR CÁPITULO I SUMÁRIO Art. 1. Do Objetivo 02 CAPÍTULO II Art. 2. Da Bolsa Social 02 Art. 3. Do Âmbito 02 Arts. 4 a 8. Das

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA DOS ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO PRESENCIAIS E REGULARES

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA DOS ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO PRESENCIAIS E REGULARES PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS E COMUNITÁRIOS COORDENADORIA DE PROGRAMAS SOCIAIS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AVALIAÇÃO SOCIOECONÔMICA DOS ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO PRESENCIAIS E REGULARES

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS CAPES MESTRADO

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS CAPES MESTRADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE ENFERMAGEM MESTRADO EM ENFERMAGEM EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS CAPES MESTRADO CRITÉRIOS PARA CONCESSÃO E RENOVAÇÃO DE

Leia mais

Processo seletivo PROUNI 2016.1 1ª Chamada.

Processo seletivo PROUNI 2016.1 1ª Chamada. Processo seletivo PROUNI 2016.1 1ª Chamada. Quando: 25 de janeiro a 1º de fevereiro de 2016. Onde: Central de Atendimento (guichê 12) Quem: Alessandra Serra, Denis Nascimento e Nathália Máximo. Horário

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2014

EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2014 1 EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2014 A Pró-Reitoria de Graduação (PRG) e a (DAE) tornam público o lançamento do presente edital e convoca os discentes

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO EDUCRED

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO EDUCRED REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FINANCIAMENTO EDUCRED OBJETO O financiamento concedido pela EDUCRED é um programa de crédito educativo suplementar aos programas do Governo Federal já existentes. Destina-se

Leia mais

Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009

Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009 Decreto Nº 13.840 de 21/09/2009 Dispõe sobre estágios no âmbito da Administração Pública Direta e Indireta do Estado do Piauí para estudantes regularmente matriculados e com frequência efetiva, vinculados

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETO Nº 1950-R de 24 DE OUTUBRO de 2007. Regulamenta a Lei Nº 8263, de 25/01/2006 publicada no Diário Oficial do Estado em 26/01/06, alterada pela Lei n o 8642, publicada no Diário Oficial do Estado

Leia mais

E D I T A L Nº 003/2010 ARTIGO 170

E D I T A L Nº 003/2010 ARTIGO 170 E D I T A L Nº 003/2010 ARTIGO 170 Estabelece normas e critérios do processo seletivo aos alunos desta IES para bolsas de estudo e bolsas de pesquisa, instituída pela lei complementar nº. 281/05, que regulamenta

Leia mais

PREFEITURA DE FRANCA EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA BOLSA UNIVERSIDADE ano de 2015

PREFEITURA DE FRANCA EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA BOLSA UNIVERSIDADE ano de 2015 PREFEITURA DE FRANCA EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA BOLSA UNIVERSIDADE ano de 2015 A Prefeitura de Franca, mediante gestão da Secretaria Municipal de Educação, em consonância

Leia mais

EDITAL Nº 097/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESTUDANTIL SENAC 2º PROCESSO DE SELEÇÃO

EDITAL Nº 097/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESTUDANTIL SENAC 2º PROCESSO DE SELEÇÃO EDITAL Nº 097/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESTUDANTIL SENAC 2º PROCESSO DE SELEÇÃO O Reitor do Centro Universitário Senac, no uso de suas atribuições legais, torna pública a abertura

Leia mais

REGULAMENTO DE RENOVAÇÃO DA BOLSA DE ESTUDO DOAÇÃO DO COLÉGIO DOM AGUIRRE FINALIDADE

REGULAMENTO DE RENOVAÇÃO DA BOLSA DE ESTUDO DOAÇÃO DO COLÉGIO DOM AGUIRRE FINALIDADE REGULAMENTO DE RENOVAÇÃO DA BOLSA DE ESTUDO DOAÇÃO DO COLÉGIO DOM AGUIRRE FINALIDADE Art. 1º. O Programa de Bolsa de Estudo Doação, instituído pela Fundação Dom Aguirre, Entidade Mantenedora do Colégio

Leia mais

Documentos para o processo seletivo ProUni 200902

Documentos para o processo seletivo ProUni 200902 Documentos para o processo seletivo ProUni 200902 Os alunos pré-selecionados deverão marcar horário para entrevista através do telefone (51)3586.89.01, ficando ciente que a documentação abaixo deverá ser

Leia mais

FUCS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL E D I T A L Nº 0 1 2 0 1 5 CAXIAS DO SUL, DE 01 DE OUTUBRO DE 2015 EDITAL DE BOLSAS DE ESTUDO

FUCS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL E D I T A L Nº 0 1 2 0 1 5 CAXIAS DO SUL, DE 01 DE OUTUBRO DE 2015 EDITAL DE BOLSAS DE ESTUDO E D I T A L Nº 0 1 2 0 1 5 CAXIAS DO SUL, DE 01 DE OUTUBRO DE 2015 EDITAL DE BOLSAS DE ESTUDO O Presidente da Fundação Universidade de Caxias do Sul, no uso das suas atribuições estatutárias e regimentais,

Leia mais

Além de toda a documentação já contemplada para todos os candidatos:

Além de toda a documentação já contemplada para todos os candidatos: Para os candidatos classificados nas cotas de inclusão social Além de toda a documentação já contemplada para todos os candidatos: a) Cópia autenticada do histórico escolar ou cópia simples mediante apresentação

Leia mais

EDITAL PROGRAMA UBM BOLSA UNIVERSITÁRIA DR. GUILHERME DE CARVALHO CRUZ PROCESSO SELETIVO 2015 - I

EDITAL PROGRAMA UBM BOLSA UNIVERSITÁRIA DR. GUILHERME DE CARVALHO CRUZ PROCESSO SELETIVO 2015 - I EDITAL PROGRAMA UBM BOLSA UNIVERSITÁRIA DR. GUILHERME DE CARVALHO CRUZ PROCESSO SELETIVO 2015 - I O Magnífico Reitor do CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BARRA MANSA UBM, no uso de suas atribuições legais, torna

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE RESOLUÇÃO CONSUN Nº 009/2012

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE RESOLUÇÃO CONSUN Nº 009/2012 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO SUPERIOR DA UNIVERSIDADE RESOLUÇÃO CONSUN Nº 009/2012 Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. Alterada pela

Leia mais

EDITAL Nº 006, DE 29 DE JANEIRO DE 2014.

EDITAL Nº 006, DE 29 DE JANEIRO DE 2014. EDITAL Nº 006, DE 29 DE JANEIRO DE 2014. Torna público a abertura de inscrição para Processo Seletivo do Programa UNINGÁ de Benefício ao Estudante PROUBE, referente ao período letivo 2014. O Professor

Leia mais

EDITAL 01/2015-PCG ESCOLA/SESC/ES

EDITAL 01/2015-PCG ESCOLA/SESC/ES EDITAL 01/2015-PCG ESCOLA/SESC/ES O Diretor do Serviço Social do Comércio - Administração Regional no Estado do Espírito Santo - SESC-AR/ES, entidade de natureza jurídica privada, sem fins lucrativos,

Leia mais

Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2014

Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2014 Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2014 Cumprindo o que determina a Lei Municipal 11.608/2008 que instituiu o Programa

Leia mais

Art. 1º - Aprovar Norma que Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Vale do Rio Doce- UNIVALE.

Art. 1º - Aprovar Norma que Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Vale do Rio Doce- UNIVALE. Resolução CONSEPE: Nº. 049/2014 Aprova Norma que Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Vale do Rio Doce. O Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão - CONSEPE, da Universidade Vale do Rio Doce

Leia mais

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 01/2015

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 01/2015 PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 01/2015 DIVULGA PROCESSO PARA SOLICITAÇÃO DE AUXÍLIOS AOS DISCENTES O Diretor Geral do campus de Maracanaú, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO Resolução nº 004, de 25 de março de 2015 Estabelece requisitos a serem observados para obtenção de apoio financeiro ou institucional junto ao CRMV-PE.

Leia mais

SOCIEDADE DIVINA PROVIDÊNCIA

SOCIEDADE DIVINA PROVIDÊNCIA SOCIEDADE DIVINA PROVIDÊNCIA Edital de Processo Seletivo para Concessão de Assistência Social Educacional (Bolsas de Estudo) Educação Básica: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Edital

Leia mais

NORMAS DO SISTEMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DO CONCEITO

NORMAS DO SISTEMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DO CONCEITO NORMAS DO SISTEMA DE MONITORIA CAPÍTULO I DO CONCEITO Art. 1º A monitoria é uma atividade acadêmica, no âmbito da graduação, que pretende oferecer ao aluno experiência de iniciação à docência. 1º A monitoria

Leia mais

EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014. Para candidatar-se a Bolsa de Estudo ou Bolsa de Pesquisa o aluno deverá:

EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014. Para candidatar-se a Bolsa de Estudo ou Bolsa de Pesquisa o aluno deverá: EDITAL DE BOLSA DE ESTUDO E PESQUISA ART. 170-2014 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, através do seu Diretor Regional Sérgio Roberto Arruda, faz saber aos interessados que, de acordo com a

Leia mais

PORTARIA-DG-002/2016

PORTARIA-DG-002/2016 PORTARIA-DG-002/2016 REGULAMENTA O PROGRAMA SOU ALUNO E INDICO AS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA O Diretor Geral das Faculdades Integradas Santa Cruz de Curitiba FARESC, no uso das atribuições

Leia mais

REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA PROCESSO DE RENOVAÇÃO FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO 2016

REQUERIMENTO DE BOLSA DE ESTUDO FILANTRÓPICA PROCESSO DE RENOVAÇÃO FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO 2016 1-DADOS DO ESTUDANTE Nome do aluno(a): Série que cursará em 2016: RG/CPF: Sexo: F ( ) M ( ) Data de nascimento: / / Idade 2. SITUAÇÃO SOCIOECONÔMICA FAMILIAR Pai: Idade: Data de nascimento: / / Naturalidade:

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FÍSICA

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FÍSICA REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FÍSICA TÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º O Programa de Pós-Graduação em Física (PPGFIS) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) tem por finalidade a formação de

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES DE BOLSAS DE EDUCAÇÃO 2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES DE BOLSAS DE EDUCAÇÃO 2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES DE BOLSAS DE EDUCAÇÃO 2015 O Diretor Geral da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ibitinga - FAIBI, mantida pela Fundação Educacional

Leia mais

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR Art. 19 Devem ser apresentados os documentos do grupo familiar no qual o(a) candidato(a) encontra-se inserido, incluindo documentação do candidato, sendo

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos)

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos) Anexo 03 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA MATRÍCULA SISUTEC 2013 (Aplica-se a todos os candidatos) a) Certificado de conclusão do Ensino Médio (original e fotocópia legível); b) Histórico Escolar do Ensino Médio

Leia mais

EDITAL N o 36/2014 PROENS/IFPR NOVO PRODOUTORAL/CAPES

EDITAL N o 36/2014 PROENS/IFPR NOVO PRODOUTORAL/CAPES EDITAL N o 36/2014 PROENS/IFPR NOVO PRODOUTORAL/CAPES O PRÓ-REITOR DE ENSINO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ (IFPR), no uso de suas atribuições regimentais, por meio da Portaria n.º 86, de 03 de fevereiro

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA PENÍNSULA - GRADUAÇÃO BOLSAS INICIAIS E RENOVAÇÃO 1º SEMESTRE 2016

EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA PENÍNSULA - GRADUAÇÃO BOLSAS INICIAIS E RENOVAÇÃO 1º SEMESTRE 2016 EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA PENÍNSULA - GRADUAÇÃO BOLSAS INICIAIS E RENOVAÇÃO 1º SEMESTRE 2016 A Diretora Executiva do INSTITUTO PENÍNSULA, no uso de suas atribuições e em conformidade com as Regulamentações

Leia mais

EDITAL Nº 058/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE BOLSA NA MODALIDADE INCENTIVO ACADÊMICO

EDITAL Nº 058/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE BOLSA NA MODALIDADE INCENTIVO ACADÊMICO EDITAL Nº 058/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE BOLSA NA MODALIDADE INCENTIVO ACADÊMICO A Reitoria do Centro Universitário Senac torna pública a abertura das inscrições para o processo de seleção

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PROEC

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL PROEC Edital Nº 021/ 2013 - PAE- /UEMS A Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários, no uso de suas atribuições legais, torna público para conhecimento da comunidade acadêmica UEMS o Edital Nº

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSAS semestre 2016.1

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSAS semestre 2016.1 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO DE SOLICITAÇÃO DE BOLSAS semestre 2016.1 A Fundação Getulio Vargas torna pública a abertura das inscrições para o Processo de Solicitação de Bolsas aos candidatos

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE

EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE EDITAL Nº 02/2015 - CONSEPE A Direção da Faculdade Herrero torna públicos os procedimentos e normas para inscrição e seleção de Monitores 2015/1. Este Edital está em conformidade com a RESOLUÇÃO Nº 11/2010

Leia mais

EDITAL referente à concessão de bolsa filantrópica 01/2016

EDITAL referente à concessão de bolsa filantrópica 01/2016 EDITAL referente à concessão de bolsa filantrópica 01/2016 Edital de seleção bolsas de estudo para o ensino superior com recursos decorrentes da condição de Entidade Filantrópica conforme disposições da

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E CRITÉRIOS PARA PROCESSO SELETIVO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DO PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS EM PERNAMBUCO PROUPE

MANUAL DE NORMAS E CRITÉRIOS PARA PROCESSO SELETIVO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DO PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS EM PERNAMBUCO PROUPE MANUAL DE NORMAS E CRITÉRIOS PARA PROCESSO SELETIVO DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DO PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS EM PERNAMBUCO PROUPE 1. DA FINALIDADE DO PROUPE 1.1 O Programa Universidade para

Leia mais

UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1

UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1 UNIABEU CENTRO UNIVERSITÁRIO EDITAL CONCURSOS DE BOLSAS 2016.1 O Reitor do UNIABEU - Centro Universitário torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Social, para o 1º semestre de 2016,

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA

EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS DA AÇÃO EDUCACIONAL CLARETIANA CLARETIANO - CENTRO UNIVERSITÁRIO / BATATAIS/SP EDITAL 2016 PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE

Leia mais

EDITAL 01/2006 BOLSAS DE ESTUDOS PARA CALOUROS E VETERANOS

EDITAL 01/2006 BOLSAS DE ESTUDOS PARA CALOUROS E VETERANOS EDITAL 01/2006 BOLSAS DE ESTUDOS PARA CALOUROS E VETERANOS O presente edital tem por objetivo determinar o lançamento do Programa Especial de Bolsas de Estudo (PEBE) da URI Campus de Erechim para os alunos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - Ufac PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS - Proaes DIRETORIA DE APOIO ESTUDANTIL - DAE EDITAL Nº 22/2016 Proaes DAE PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL BOLSA Pró-Inclusão 2016

Leia mais

1. DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR

1. DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR Anexo Documentos exigidos pelo Programa Bolsa FADEP 1. DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DOS MEMBROS DE SEU GRUPO FAMILIAR A Comissão do Programa Bolsa Fadep deverá solicitar, salvo em caso de

Leia mais

www.facebook.com/colegiocest VETEC TESTE gratuito para BOLSAS* DE ESTUDO 2016

www.facebook.com/colegiocest VETEC TESTE gratuito para BOLSAS* DE ESTUDO 2016 www.facebook.com/colegiocest VETEC TESTE gratuito para BOLSAS* DE ESTUDO 2016 EDITAL BOLSAS DE ESTUDOS VETEC Vestibular Técnico CEST/2016 Do Programa 1.1 O VETEC Vestibular Técnico CEST é um Processo Seletivo

Leia mais

RESOLUÇÃO 04/2001 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES. Art. 1º - Fixar normas para o Funcionamento do Programa de Bolsas de Monitoria na UESB.

RESOLUÇÃO 04/2001 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES. Art. 1º - Fixar normas para o Funcionamento do Programa de Bolsas de Monitoria na UESB. Dispõe sobre o Programa de Bolsa de Monitoria da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia UESB, revogando as disposições em contrário, em especial as Resoluções CONSEPE/UESB 18/94 e 48/97. O Conselho

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL PROGRAMA AUXÍLIO EMERGENCIAL DA DOCUMENTAÇÃO 1. Documentos de identificação: a) 1 (uma) Foto 3x4 do candidato; b) Formulário de Inscrição; c) Atestado de Matrícula; d) Histórico Acadêmico (caso já tenha

Leia mais

NORMAS PARA EXECUÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO

NORMAS PARA EXECUÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO NORMAS PARA EXECUÇÃO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE EXTENSÃO Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º A presente Resolução fixa as normas para o funcionamento do Programa de Bolsa de Extensão.

Leia mais

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015

REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUCMINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA ALUNO CARENTE 2015 1. INSCRIÇÃO 1.1 Poderão participar do Processo, de que trata este

Leia mais

Educação Básica. Edital nº 01/2016,

Educação Básica. Edital nº 01/2016, Educação Básica Edital nº 01/2016, Dispõe sobre processo seletivo para a renovação de Bolsas de Estudo, da Educação Básica para ano de 2016 pelo Colégio Cenecista de Bento Gonçalves, mantido pela Campanha

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 07/2008 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2008. O DIRETOR DA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS, no uso e gozo de suas atribuições e,

RESOLUÇÃO Nº 07/2008 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2008. O DIRETOR DA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS, no uso e gozo de suas atribuições e, RESOLUÇÃO Nº 07/2008 DE 13 DE DEZEMBRO DE 2008. Altera o regulamento da Monitoria. O DIRETOR DA FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS, no uso e gozo de suas atribuições e, Considerando a necessidade de

Leia mais

EDITAL Nº 2, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2015. Bolsa de estudos para ingressantes 2016/01 nos Cursos Técnicos do Colégio Tecnológico da AERP

EDITAL Nº 2, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2015. Bolsa de estudos para ingressantes 2016/01 nos Cursos Técnicos do Colégio Tecnológico da AERP EDITAL Nº 2, DE 08 DE DEZEMBRO DE 2015. Bolsa de estudos para ingressantes 2016/01 nos Cursos Técnicos do Colégio Tecnológico da AERP A Associação de Ensino de Ribeirão Preto AERP, mantenedora do Colégio

Leia mais

A Fundação concederá apenas bolsas de estudo integrais (100%).

A Fundação concederá apenas bolsas de estudo integrais (100%). ENEM 1 - Quando serão feitas as inscrições para o Enem 2014? Do dia 12 de maio até às 23h59 do dia 23 de maio, observado o horário oficial de Brasília-DF. 2 - Quando será a aplicação das provas do Enem

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ANÁLISE SOCIOECONÔMICA DE CONCESSÃO DA BOLSA PROUNI - 1º SEMESTRE LETIVO DE 2016

PROCESSO SELETIVO PARA ANÁLISE SOCIOECONÔMICA DE CONCESSÃO DA BOLSA PROUNI - 1º SEMESTRE LETIVO DE 2016 A UBEC União Brasiliense de Educação e Cultura, Mantenedora das seguintes Instituições de Ensino Superior: A) UCB Universidade Católica de Brasília; B) UNILESTE Centro Universitário do Leste de Minas Gerais;

Leia mais

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR

III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR III - DA DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA DO GRUPO FAMILIAR Art. 19 Na entrevista com a Assistente Social devem ser apresentados os documentos do grupo familiar no qual o candidato encontra-se inserido, incluindo

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS COORDENAÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS COORDENAÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS COORDENAÇÃO DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS Edital de abertura do processo de seleção para a concessão de assistência estudantil para o ano de 2015 A UNIVERSIDADE

Leia mais

Ato: Portaria Normativa 8/2015 31/07/2015 15:17:40 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 2 DE JULHO DE 2015

Ato: Portaria Normativa 8/2015 31/07/2015 15:17:40 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 2 DE JULHO DE 2015 Ato: Portaria Normativa 8/2015 31/07/2015 15:17:40 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA Nº 8, DE 2 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre o processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil Fies referente

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA PROCESSO SELETIVO 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA PROCESSO SELETIVO 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA PROCESSO SELETIVO 2015 EDITAL N.º 02/2015 de 07 de janeiro de 2015 COMPLEMENTAR ao EDITAL N.º 01/2015 de 05/01/2015/REITORIA

Leia mais

Estado da Paraíba. Prefeitura Municipal de João Pessoa. Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2016

Estado da Paraíba. Prefeitura Municipal de João Pessoa. Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2016 Estado da Paraíba Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Desenvolvimento Social EDITAL DE SELEÇÃO N.º 001/2016 Cumprindo o que determina a Lei Municipal 11.608/2008 que instituiu o Programa

Leia mais

EDITAL Nº 02/2016 DIGAE/IFRN INSCRIÇÃO PARA OS PROGRAMAS DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL, ALIMENTAÇÃO E AUXÍLIO-TRANSPORTE.

EDITAL Nº 02/2016 DIGAE/IFRN INSCRIÇÃO PARA OS PROGRAMAS DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL, ALIMENTAÇÃO E AUXÍLIO-TRANSPORTE. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE DIRETORIA DE GESTÃO DE ATIVIDADES ESTUDANTIS EDITAL Nº 02/2016 DIGAE/IFRN INSCRIÇÃO PARA OS PROGRAMAS

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: QUÍMICA DA VIDA E SAÚDE

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: QUÍMICA DA VIDA E SAÚDE REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS: QUÍMICA DA VIDA E SAÚDE CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1 - O Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde, caracteriza-se

Leia mais

Documentação necessária PROUNI /FIES

Documentação necessária PROUNI /FIES Documentação necessária PROUNI /FIES Documentação que deve ser apresentada pelo candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na fase de comprovação de informações. É vedado ao coordenador

Leia mais

Análise Social para redução de mensalidade 2015

Análise Social para redução de mensalidade 2015 Análise Social para redução de mensalidade 2015 ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Das disposições preliminares 1.1 As bolsas de estudo serão concedidas a alunos selecionados pela Comissão de Bolsas. 1.2 A seleção

Leia mais

Edital de Seleção de Participantes do Programa de Parcelamento de Mensalidades para Calouros Planos Fixo e Progressivo 1ª Semestre de 2016

Edital de Seleção de Participantes do Programa de Parcelamento de Mensalidades para Calouros Planos Fixo e Progressivo 1ª Semestre de 2016 Edital de Seleção de Participantes do Programa de Parcelamento de Mensalidades para Calouros Planos Fixo e Progressivo 1ª Semestre de 2016 Como parte de suas atividades filantrópicas, a Associação Cultural

Leia mais