APRESENTAÇÃO JORGE HACHIYA SAEKI (11) /

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APRESENTAÇÃO JORGE HACHIYA SAEKI (11) 3016-8450 / 9.9996-1546"

Transcrição

1

2 APRESENTAÇÃO Jorge Hachiya Saeki é advogado, sócio do Clube de Campo de São Paulo onde já atuou na diretoria do departamento de golfe, atualmente faz parte da diretoria da Federação Paulista de Golfe no cargo de Vice-Presidente Administrativo/Financeiro e vem junto aos clubes filiados da entidade apresentar sua PROPOSTA DE TRABALHO visando as eleições da FPG mandato Esta apresentação considera os principais pontos a serem trabalhados levando em conta a continuidade das propostas aprovadas na diretoria anterior (mandato ), não medindo esforços para solidificar, a entidade que representa 53% do Golfe Brasileiro, perante o cenário nacional e internacional do esporte GOLFE. Nesta nova fase, Jorge H. Saeki contará com a extensa experiência de: Eduardo Junqueira Meirelles (TSJGC) Vice Presidente Administrativo Financeiro Carlos Ferreira Candido (CCSP) / Vice-Presidente Técnico Rodrigo Somlo (SFGC/CCSP) / Vice-Presidente de Marketing Pedro da Costa Lima (SPGC) Vice-Presidente de Desenvolvimento e Novos Projetos Conselho Fiscal: Antonio Esteve (SPGC) Mario Daecei Nagayama (SFGC) Leonardo Sacramento Yoshikawa (BGC) Suplentes: José Fernando Barreto (CCSP) Luiz Hisaya Miyagi (AGC) Mark Lawrence Moran (SPGC) O apoio de clubes e jogadores é de extrema importância para que se possa levar avante o projeto de desenvolvimento do golfe paulista, sempre com transparência, parceria e cordialidade, marcos de todas as diretorias que estiveram a frente da FPG nesses 40 anos de história. JORGE HACHIYA SAEKI (11) /

3 A. DEPARTAMENTO JUVENIL Nosso escopo estará principalmente concentrada no desenvolvimento dos jovens golfistas. Para o período de as ações programadas no calendário anual da entidade terão a devida continuidade, com atenção especial para a implementação de participações internacionais que consequentemente incentivarão nossos Juvenis a buscar sua melhor performance para alcançar melhores resultados. A.1 PARTICIPAÇÃO NOS EVENTOS APROVADOS NO CALENDÁRIO DA FPG E DA CBG Eventos Juvenis Estaduais; Eventos Juvenis Nacionais; Obs.: Calendários: Estudar os ajustes necessários; A.2 PARTICIPAÇÃO INTERNACIONAIS Eventos Juvenis Internacionais; Intercâmbio de juvenis ; Obs.: - Equipe Juvenil Paulista : Realizar seleção dos representantes e definir agenda de treinamento elaborado pelo coach da FPG; - Analisar inserção de modalidade (torneios) por equipe no calendário estadual como ferramenta de treinamento para nossos juvenis; A.3 CONTINUIDADE DO PROJETO: GOLFE NOTA10 A.4 ATÉ 2016 ELIMINAR (OU PELO MENOS REDUZIR) O VALOR DA TAXA DOS JUVENIS

4 B. AMADORES ATLETAS CATEGORIAS MASCULINA E FEMININA A 3 anos das olimpíadas de 2016 (RJ), temos pouco tempo para desenvolvimento de nossos atletas, mas visando as Olimpíadas de 2020, faz-se necessário um trabalho sério desde já. B.1 COLOCAR EM PRÁTICA AS AÇÕES PROPOSTAS PARA O DEP. JUVENIL (FUTURO DO GOLFE) B.2 ANALISAR REGULAMENTOS E BENEFÍCIOS EXISTENTES Atentar para ajustes/alterações nos regulamentos dos rankings scratch e com handicap; Conforme orçamento da instituição, criar sistema de benefícios aos jogadores em potencial/destaque com o intuito de contribuir e incentivar a participação de atletas do Estado de S. Paulo nos eventos regionais e dos rankings nacional e competições internacionais; B.3 FPGOLFCENTER Utilizar o espaço para desenvolver o programa de treinamento traçado pelo coach da Federação Paulista de Golfe;

5 C. NOVOS ATLETAS (AUMENTAR A BASE DE JOGADORES) Apesar do aumento no número de campos de golfe a base de jogadores pouco cresceu e a associação do esporte como elitista permanece muito forte. Para aumentar o número de jogadores faz-se necessário um trabalho de imagem e divulgação do esporte. C.1 DIVULGAÇÃO DE DRIVE RANGES E GOLFE NOS PARQUES Divulgar nas mídias abertas (através da Assessoria de Imprensa) estabelecimentos como o FPG Golfcenter, ou seja, bate-bola, para que as pessoas possam ter contato inicial com o esporte a preços módicos, sem precisar se associar a clubes no início ou possuir os equipamentos e em um ambiente de descontração; Realizar clínicas de golfe como atividade opcional em datas festivas/comemorativas (ex.: dia dos pais) tanto no FPG Golfcenter como em parques e praças; Golfe pelo interior de SP (itinerante); Participação na Virada Esportiva da Prefeitura Municipal de São Paulo; C.2 TREINAMENTO PARA OS CLUBES FILIADOS Realizar treinamento junto aos clubes filiados com o intuito de instruir seus funcionários para:» Realizar uma boa recepção aos interessados;» Saber dar informações sobre o esporte;» Facilitar o acesso destes novos jogadores; C.3 DIVULGAR O GOLFE NAS ESCOLAS (Golfe Nota 10) E UNIVERSIDADES (GOLFE UNIVERSITÁRIO e FACULDADES DE EDUCAÇÃO FÍSICA) C.4 ASSESSORIA DE IMPRENSA

6 D. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS MANUTENÇÃO DE CAMPO O projeto já em andamento será ampliado com a implementação de novos equipamentos cuja definição será avaliada junto com os clubes filiados para contribuir com a melhoria da manutenção dos campos. D.1 TREINAMENTO E INSTRUÇÕES SOBRE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Treinamento de profissionais dos clubes, responsáveis pelo campo de golfe; Palestra nos clubes de golfe do Estado de São Paulo, dividindo-as por grupos de clubes próximos geograficamente. D.2 ASSESSORIA PARA MANUTENÇÃO DE CAMPO Desenvolvimento de estudo sobre o meio ambiente e os problemas que os campos de golfe tem em sua manutenção anual; Viabilização da criação de um departamento de manutenção de campo dentro da FPG, para assessorar os Clubes na manutenção de gramados e campo em geral.

7 E. PROFISSIONAIS DO GOLFE JOGADORES E OUTROS Temos ao longo dos anos acompanhado o golfe profissional, que no passado tinha participação em vários torneios abertos dos clubes, além de um maior número de torneios próprios, o que incentivava os jovens jogadores a desenvolver seu jogo, espelhando-se nos seus ídolos. O número de torneios ficou bastante reduzido, com muita dificuldade de captação de recursos para premiação dos profissionais. Nossa proposta é de incentivar a categoria profissional, diretamente ou através dos clubes. E.1 INCENTIVO AOS JOGADORES PROFISSIONAIS Criar e buscar recursos para um Circuito Profissional no Estado de São Paulo (autônomo ou através de inserção dos profissionais nos torneios abertos dos clubes) Realizar palestras e cursos de orientação para profissionais que atuam também como professores de golfe; E.2 COLABORAÇÃO NA FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE OUTROS PROFISSIONAIS DO GOLFE Realizar palestras e cursos para aperfeiçoamento e formação de outros profissionais ligados ao golfe (starter, gerentes, outros funcionários de clubes de golfe) E.3 DESENVOLVER UM CANAL DE COMUNICAÇÃO ENTRE A FPG E OS PROFISSIONAIS DO GOLFE

8 F. DEPARTAMENTO FEMININO Melhor integração do departamento feminino com as demais áreas da entidade, buscando agilizar a comunicação com as associadas dos clubes filiados para o crescimento da categoria. F.1 INCENTIVO A PARTICIPAÇÃO DE JOGADORAS DA CATEGORIA Incentivar a disputa em torneios válidos para o Ranking Paulista Feminino Scratch; Criar parcerias entre a FPG e os clubes filiados visando incentivos/benefícios às jogadoras; Ajustar a disputa do Interclubes Feminino por Handicap Índex; F.2 MELHORIA NA COMUNICAÇÃO ENTRE A FPG E AS ASSOCIADAS DOS CLUBES FILIADOS; Promover ações entre a Diretoria de Golfe Feminino da FPG e os comitês dos clubes filiados; Promover simpósios anuais entre as jogadoras dos clubes filiados e convidadas de outros estados;

9 G. DEPARTAMENTO SÊNIOR (E PRÉ-SÊNIOR) Será retomada integralmente a participação nos eventos Sênior e Pré-Sênior, desde a elaboração do calendário de eventos junto aos clubes filiados até o apoio técnico e financeiro. G.1 ELABORAÇÃO DO CALENDÁRIO ESTADUAL Eventos sênior em parceria com os clubes filiados; G.2 INCENTIVO A PARTICIPAÇÃO DE JOGADORES DA CATEGORIA Inserção da Categoria Sênior no Ranking Estadual; Incentivo à disputa pelos clubes de São Paulo no Interclubes da categoria; Participação em eventos Internacionais; Retorno da disputa da Taça Augusto de Pádua Soares Camp. Aberto Sênior do ESP; G.3 MELHORIA NA COMUNICAÇÃO ENTRE A FPG E OS ASSOCIADOS SÊNIOR DOS CLUBES FILIADOS;

10 H. FPG GOLF CENTER O estabelecimento desde 2012 passou a pertencer integralmente à Federação Paulista de Golfe. Para o futuro nosso projeto é: H.1 IMPLEMENTAÇÕES Renovar gradativamente o espaço; Elevar padrão de qualidade - Manutenção e atendimento de excelência para um centro formador de jogadores/as de golfe; H.2 INVESTIDORES Comercialização do naming right e placas de publicidade disponíveis no estabelecimento; Conforme legislação vigente viabilizar verbas via Lei do Incentivo ao esporte (federal e estadual).

11 I. LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE (federal e estadual) Será dada continuidade aos trabalhos em andamento, porém como é do conhecimento de todos, aprovar projetos via Leis de Incentivo ao Esporte, tanto federal como estadual, não é difícil, mas há uma grande dificuldade na captação de recursos, que vamos trabalhar desde o início do ano. I-1 GOLFE NOTA 10 Valor proposto: R$ ,00 I.2 MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO GOLFE PAULISTA Valor proposto: R$ ,00 I.3 GOLFE DE BASE Valor proposto: R$ ,00 I.4 ALTO RENDIMENTO Valor proposto: R$ ,00

12 J. PROFISSIONALIZAÇÃO (ESTRUTURA FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE) Investimento na estrutura interna da organização Investimento em qualificação de funcionários, equipamentos e sistemas. Levantamento de informações para planejamento de investimentos necessários para o crescimento e a estruturação do esporte; J.1 TREINAMENTOS J.2 CENSO Equipe oficial da Federação Paulista de Golfe para auxiliar e/ou organizar os campeonatos e torneios dos clubes filiados (organização do evento + área técnica); Formação de Árbitros para atuar em eventos válidos para o Ranking; No primeiro trimestre do mandato iniciar o trabalho do CENSO do golfe do Estado de São Paulo onde iremos detalhar todos os aspectos relacionado a modalidade: quantidade de jogadores, quantidade de funcionários diretos/indiretos, valor de maquinário, valor de pagamento de tributos, área total preservada pelos campos de golfe e demais itens de importância para um relatório que servirá como base para futuras ações em beneficio dos clubes e seus jogadores; J.3 CONGRESSO Com os dados do censo criar um debate com os principais formadores de opinião e envolvidos no esporte (presidente dos clubes filiados, imprensa, patrocinadores, profissionais e atletas) para definir os rumos a seguir.

13 Muito obrigado pela oportunidade.

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE 1 MASCULINO e FEMININO JUVENIL E JUNIOR: 1. PARTICIPAÇÃO Poderão participar do RANKING PAULISTA SCRATCH JUVENIL/JUNIOR todos(as) os(as) jogadores/as filiados à Federação Paulista de Golfe que estejam em

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE 1 MASCULINO e FEMININO ADULTO O Regulamento do para as Categorias: Adulto Masculina e Feminina, 1. PARTICIPAÇÃO Poderão participar do todos(as) os(as) jogadores/as filiados à Federação Paulista de Golfe

Leia mais

Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball

Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball Planejamento Estratégico Gestão 2013 a 2016 Federação Mineira de Basketball Visão Ser uma referência na excelência no desenvolvimento do basquetebol no Brasil até 2016. Pilares Capacitação Qualificação

Leia mais

Proposta de projetos para o desenvolvimento do remo nacional Autor: Gustavo Maia Atualizado em: 27/03/2015

Proposta de projetos para o desenvolvimento do remo nacional Autor: Gustavo Maia Atualizado em: 27/03/2015 P1. Implantação e manutenção de unidades gerenciais na CBR Aumentar o nível de maturidade gerencial da CBR A melhoria do gerenciamento da CBR causará impacto positivo em todas as partes interessadas Captação

Leia mais

Natação Calendário Anual

Natação Calendário Anual Natação Calendário Anual O Clube Paineiras Fundado no início da década de 60, o Paineiras é um dos mais conceituados clubes de São Paulo, destacando-se em sua programação sociocultural, com grandes shows

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO SUMÁRIO 01. INTRODUÇÃO 01. a. APRESENTAÇÃO DA FEDERAÇÃO 03 01. b. DIFERENCIAIS COMPETITIVOS 04 02. PRINCIPIOS NORTEADORES 02. a. MISSÃO 05 02. b. VISÃO 05 02. c. VALORES 05 02.

Leia mais

Lei Federal de Incentivo ao ESPORTE

Lei Federal de Incentivo ao ESPORTE Lei Federal de Incentivo ao ESPORTE PATROCINE os Esportes do Paineiras! O Clube Fundado no início da década de 60, o Paineiras é um dos mais conceituados clubes de São Paulo, destacando-se em sua ampla

Leia mais

Gestão e Marketing Esportivo. Prof. José Carlos Brunoro

Gestão e Marketing Esportivo. Prof. José Carlos Brunoro Gestão e Marketing Esportivo Prof. José Carlos Brunoro O Sucesso depende de 3 pontos importantes 1. CONHECIMENTO 2. LIDERANÇA 3. CONDUTA PESSOAL 1 CONHECIMENTO Estudo Constante Aprender com todos Idioma

Leia mais

Xº Aberto de Golfe do Alphaville Graciosa Clube será realizado em duas etapas:

Xº Aberto de Golfe do Alphaville Graciosa Clube será realizado em duas etapas: Xº Aberto de Golfe do Alphaville Graciosa Clube será realizado em duas etapas: PROGRAMAÇÃO DO TORNEIO para a primeira etapa 120 vagas 30/09/2011 - sexta-feira Livre para treino dos participantes do torneio

Leia mais

3 ETAPAS JULHO SETEMBRO NOVEMBRO MAIS DE 400 ATLETAS

3 ETAPAS JULHO SETEMBRO NOVEMBRO MAIS DE 400 ATLETAS 3 ETAPAS JULHO SETEMBRO NOVEMBRO 2013 MAIS DE 400 ATLETAS Circuito Potiguar de Tênis Um novo evento para o calendário potiguar de grandes competições. O Circuito Potiguar de Tênis será realizado no mais

Leia mais

Futebol do Futuro. Resultados da Pesquisa: Os principais Problemas do Futebol Brasileiro

Futebol do Futuro. Resultados da Pesquisa: Os principais Problemas do Futebol Brasileiro Futebol do Futuro Resultados da Pesquisa: Os principais Problemas do Futebol Brasileiro Calendário Ruim, Baixa qualidade dos jogos, Clubes insolventes, Insegurança dos torcedores, Estádios vazios. Esses

Leia mais

PALESTRA _ GOLFE 19.03.2013 Club Athletico Paulistano

PALESTRA _ GOLFE 19.03.2013 Club Athletico Paulistano GOLFE Hoje o golfe após quase um século volta às Olimpíadas. É praticado na maioria dos países e já é considerado o esporte que mais cresce no planeta, de suma importância na formação de cidadãos, na proteção

Leia mais

Projeto Voleibol Valinhos

Projeto Voleibol Valinhos Projeto Voleibol Valinhos Atualmente o Country Club Valinhos em parceria com a Prefeitura Municipal de Valinhos e apoiado pela Lei Paulista de Incentivo ao Esporte possui 4 categorias de Voleibol Feminino,

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015 1 ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2015 1. FINALIDADE Regular a Orientação Técnica de 2015 às Federações filiadas à CBPM. 2. REFERÊNCIAS - Estatuto da CBPM; - Regulamento Técnico da CBPM; - Calendário Desportivo da

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES E CONTAS

RELATÓRIO DE ATIVIDADES E CONTAS RELATÓRIO DE ATIVIDADES E CONTAS 2014 INDÍCE 1. INTRODUÇÃO 2. VOTOS DE AGRADECIMENTO 3. PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO DO MINIGOLFE E APOIO PARA FORMAÇÃO NOS CLUBES 4. ORGANIZAÇÃO DE ESTRUTURAS DE APOIO ÀS

Leia mais

Pólo Aquático Calendário Anual

Pólo Aquático Calendário Anual Pólo Aquático Calendário Anual O Clube Paineiras Fundado no início da década de 60, o Paineiras é um dos mais conceituados clubes de São Paulo, destacando-se em sua programação sociocultural, com grandes

Leia mais

Projeto Novos Talentos

Projeto Novos Talentos Projeto Novos Talentos Introdução O golfe tem se caracterizado, no mundo inteiro, como o esporte que mais colabora com as causas sociais. Os eventos do esporte buscam ajudar, através de ações benemerentes,

Leia mais

Empresa que atua desde 2001 com marketing de relacionamento corporativo por meio de eventos esportivos. 6 edições em SP e RJ 2001 a 2005

Empresa que atua desde 2001 com marketing de relacionamento corporativo por meio de eventos esportivos. 6 edições em SP e RJ 2001 a 2005 Organização: Apoio: Histórico 2001-2006 Empresa que atua desde 2001 com marketing de relacionamento corporativo por meio de eventos esportivos. Eventos: 5 edições em SP e RJ 2003 a 2005 6 edições em SP

Leia mais

ÍNDICE GERAL. CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2. CATEGORIA JUVENIL E PRÉ- JUVENIL... Pág. 13. BOLETIM DE OCORRÊNCIAS... Pág. 21

ÍNDICE GERAL. CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2. CATEGORIA JUVENIL E PRÉ- JUVENIL... Pág. 13. BOLETIM DE OCORRÊNCIAS... Pág. 21 Manual de Normas e Procedimentos 2014 Campeonatos de Golfe Válidos para o Ranking Nacional e Ranking Mundial ÍNDICE GERAL CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2 CATEGORIA JUVENIL E PRÉ- JUVENIL... Pág. 13 BOLETIM

Leia mais

REGULAMENTO GERAL PARA O ANO DE 2015

REGULAMENTO GERAL PARA O ANO DE 2015 1. TRANSFERÊNCIAS DE ATLETAS REGULAMENTO GERAL PARA O ANO DE 2015 1.1. A transferência de atletas entre a FPBOL e demais Federações do país deverá ser por meio de formulário de solicitação de Transferência,

Leia mais

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO

CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO CIRCUITO NACIONAL CORREIOS DE BEACH TENNIS REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado nos meses de Junho, Agosto,Outubro e a Etapa Master final do ano(local e data a confirmar),

Leia mais

12 propostas para TRANSFORMAR o futebol Brasileiro

12 propostas para TRANSFORMAR o futebol Brasileiro Visão PLURI 12 propostas para TRANSFORMAR o futebol Brasileiro PLURI Consultoria São Paulo - Brasil Twitter: @pluriconsult www.facebook/pluriconsultoria Fernando Ferreira Economista, Especialista em Gestão

Leia mais

2º COPA CIDADE DE VOTUPORANGA DE JUDÔ

2º COPA CIDADE DE VOTUPORANGA DE JUDÔ 2º COPA CIDADE DE VOTUPORANGA DE JUDÔ CONVITE O DOJÔ CENTRO DE TREINAMENTO DE LUTAS com parceria com a PREFEITURA MUNICIPAL DE VOTUPORANGA têm a grata satisfação de convidar esta conceituada Entidade Associação

Leia mais

ÍNDICE GERAL. CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2. CATEGORIA JUVENIL E PRÉ-JUVENIL... Pág. 13. BOLETIM DE OCORRÊNCIAS... Pág. 21

ÍNDICE GERAL. CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2. CATEGORIA JUVENIL E PRÉ-JUVENIL... Pág. 13. BOLETIM DE OCORRÊNCIAS... Pág. 21 ÍNDICE GERAL CATEGORIA AMADOR ADULTO... Pág. 2 CATEGORIA JUVENIL E PRÉ-JUVENIL... Pág. 13 BOLETIM DE OCORRÊNCIAS... Pág. 21 1 CATEGORIA AMADOR ADULTO ÍNDICE 1. OBJETIVO... Pág. 3 2. DEFINIÇÃO DOS TIPOS

Leia mais

Projeto Futuros Craques São Paulo

Projeto Futuros Craques São Paulo Projeto Futuros Craques São Paulo O Projeto Futuros Craques é considerado o carro chefe da B16 em São Paulo, a sua programação destina-se à oferecer esportes de maneira saudável para crianças da rede pública

Leia mais

A. D. HANDEBOL MASCULINO 15 DE PIRACICABA PROJETO DE PATROCÍNIO TEMPORADA 2010

A. D. HANDEBOL MASCULINO 15 DE PIRACICABA PROJETO DE PATROCÍNIO TEMPORADA 2010 A. D. HANDEBOL MASCULINO 15 DE PIRACICABA PROJETO DE PATROCÍNIO TEMPORADA 2010 A História da Modalidade O Handebol: O jogo de "Urânia" era praticado com as mãos na antiga Grécia com uma bola do tamanho

Leia mais

REGULAMENTO 2015 RANKING CARIOCA SÊNIOR E PRÉ SÊNIOR 1. PARTICIPAÇÃO. 2. NÚMERO DE JOGADORES/as

REGULAMENTO 2015 RANKING CARIOCA SÊNIOR E PRÉ SÊNIOR 1. PARTICIPAÇÃO. 2. NÚMERO DE JOGADORES/as 1 O REGULAMENTO DO RANKING CARIOCA SÊNIOR E PRÉ SENIOR MASCULINO E FEMININO, terá as seguintes condições para a temporada 2015: 1. PARTICIPAÇÃO Poderão participar do Ranking Carioca Sênior e Pré Sênior

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE

FEDERAÇÃO PAULISTA DE GOLFE 1 PROGRAMA Campeonato Aberto BANDEIRANTES de Golfe Masc e Fem 2011 Antidoping Haverá coleta para realização de EXAME CONTROLE DE DOPAGEM Data: 18 a 20.03.2011 Treinos: 16.03= das 07h00 as 16h30 17.03=

Leia mais

Crianças e jovens, de 09 até 17 anos de idade, participam de Escolinha e das Equipes nas competições oficiais.

Crianças e jovens, de 09 até 17 anos de idade, participam de Escolinha e das Equipes nas competições oficiais. ABIG / JEQUIÁ BASQUETE * Localizado na Ilha do Governador * Há 40 anos participando das competições de Basquete no Estado do Rio de Janeiro * Equipes participando de 5 categorias nesta temporada Crianças

Leia mais

III Seminário Gestão e Otimização dos Espaços de Cultura, Esporte e Lazer

III Seminário Gestão e Otimização dos Espaços de Cultura, Esporte e Lazer III Seminário Gestão e Otimização dos Espaços de Cultura, Esporte e Lazer Unidades SESI 94 Unidades em 77 Municípios: 30 unidades escolares 43 unidades multioperacionais 6 Clubes 4 Centros de Cultura 6

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA

CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA CAMPEONATO BRASILEIRO INFANTO-JUVENIL CIRCUITO NACIONAL CORREIOS ETAPA BRASÍLIA REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO O Campeonato será realizado no mês de julho, regendo-se pelo presente regulamento,

Leia mais

Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa

Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa Daniela Bassi Técnica e Atleta Associação Jauense de Tênis de Mesa CURRICULUM IDENTIFICAÇÃO PESSOAL Nome: Daniela Bassi Naturalidade: Quatigua PR Data de Nascimento: 01/11/79 Idade: 33 anos Estado Civil:

Leia mais

A HISTÓRIA DA MODALIDADE EM INDAIATUBA

A HISTÓRIA DA MODALIDADE EM INDAIATUBA 1 A HISTÓRIA DA MODALIDADE EM INDAIATUBA O handebol é praticado em Indaiatuba há 20 anos. Nos primeiros anos sem um forte trabalho de base, os times foram montados com atletas migrados de outros esportes

Leia mais

Exposição de marca Além de obter maior visibilidade na mídia, através da associação com equipes e atletas de alto rendimento, a marca da instituição

Exposição de marca Além de obter maior visibilidade na mídia, através da associação com equipes e atletas de alto rendimento, a marca da instituição Os jogos olímpicos mais diretamente possuem vinculação com o ensino superior por ter a participação de atletas oriundos de disputas universitárias. Conforme aponta estimativa da Koch Tavares, empresa especializada

Leia mais

REGULAMENTO NESPRESSO TROPHY BRASIL 2015. ETAPAS CLASSIFICATÓRIAS: Clubes parceiros da campanha Hole in One Challenge

REGULAMENTO NESPRESSO TROPHY BRASIL 2015. ETAPAS CLASSIFICATÓRIAS: Clubes parceiros da campanha Hole in One Challenge CLUBES PARTICIPANTES: REGULAMENTO NESPRESSO TROPHY BRASIL 2015 Clubes parceiros da campanha Hole in One Challenge Alphaville Graciosa Clube Caxangá Country & Golf Club Clube de Campo de São Paulo Clube

Leia mais

REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009

REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009 REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2009 A Diretoria da Técnica da CBT, dando continuidade na reformulação e atualização de todo material disponibilizado para as

Leia mais

RELATÓRIO DE OUVIDORIA CAMPEONATO MINEIRO UNICEF 2015 MÓDULO II

RELATÓRIO DE OUVIDORIA CAMPEONATO MINEIRO UNICEF 2015 MÓDULO II RELATÓRIO DE OUVIDORIA CAMPEONATO MINEIRO UNICEF 2015 MÓDULO II Conforme determinam o art. 6º da Lei 10.671/03 e o art. 87 do Estatuto da FMF, sirvo-me do presente para apresentar o relatório da Ouvidoria

Leia mais

Workshop (Da Estrutura e Desenvolvimento)

Workshop (Da Estrutura e Desenvolvimento) NOTA PRÉVIA: Dada a diversidade e quantidade de ideias e propostas manifestadas, optou por fazer-se uma síntese dos assuntos abordados retirando os comentários e as trocas de opiniões que entretanto surgiram,

Leia mais

1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ

1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ 1º CAMPEONATO BRASILEIRO DE BADMINTON RIO DE JANEIRO / RJ A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro (FEBARJ) tem a honra de convidá-los para competir

Leia mais

Projeto Verão Para Todos

Projeto Verão Para Todos Projeto à Projeto Verão Para Todos O Verão Para Todos visa ser o maior torneio de São Paulo de esportes de praia incluindo modalidades de paradesporto. Levaremos ao litoral diversas competições em um mês

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE CICLISMO TEMPORADA 2015 Pontuações / categorias / metragens

FEDERAÇÃO PAULISTA DE CICLISMO TEMPORADA 2015 Pontuações / categorias / metragens FEDERAÇÃO PAULISTA DE CICLISMO TEMPORADA 2015 Pontuações / categorias / metragens Comunicado: Pensando em oferecer uma melhor segurança a todos os nossos filiados na temporada 2015, comunicamos a todos

Leia mais

Estrutura empresarial e Controle de Qualidade da Presidência ao Nível Técnico;

Estrutura empresarial e Controle de Qualidade da Presidência ao Nível Técnico; Estrutura empresarial e Controle de Qualidade da Presidência ao Nível Técnico; Geraldo José Piancó Junior _ Rio de Janeiro - Brasil 1. O Contexto O Futebol alcançou no mundo moderno o "status" de maior

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER. Lançamento oficial dos programas, projetos e ações do esporte e Lazer 2013

SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER. Lançamento oficial dos programas, projetos e ações do esporte e Lazer 2013 SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER Lançamento oficial dos programas, projetos e ações do esporte e Lazer 2013 Equipe Smel 2013 Programas e ações de Esporte e Lazer de Uberaba em 2013 Programa Esporte

Leia mais

Estado de Santa Catarina

Estado de Santa Catarina Estado de Santa Catarina Santa Catarina é o vigésimo estado brasileiro com maior extensão territorial e o décimo primeiro mais populoso. Seus índices sociais estão entre os melhores do Brasil e do Continente

Leia mais

Calendários e Regulamentos das Competições Federativas Nacionais 2015. Pesagens (horário provisório) 07/02 Sábado VIII Supertaça Fernando Gaspar 15:00

Calendários e Regulamentos das Competições Federativas Nacionais 2015. Pesagens (horário provisório) 07/02 Sábado VIII Supertaça Fernando Gaspar 15:00 Calendários e Regulamentos das Competições Federativas Nacionais 2015 1. Calendário Federativo Nacional Data Dia da Semana Evento Pesagens (horário provisório) 07/02 Sábado VIII Supertaça Fernando Gaspar

Leia mais

PLANO COMERCIAL PÉ DE VENTO 2014 À 2016

PLANO COMERCIAL PÉ DE VENTO 2014 À 2016 PLANO COMERCIAL PÉ DE VENTO 2014 À 2016 QUEM SOMOS A Associação Atlética Pé de Vento é uma organização não governamental. Considerada hoje uma das maiores equipes de corrida de longa distância da América

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2014

ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2014 1 ORIENTAÇÃO TÉCNICA 2014 1. FINALIDADE Regular a Orientação Técnica de 2014 às Federações filiadas à CBPM. 2. REFERÊNCIAS - Estatuto da CBPM; - Regulamento Técnico da CBPM; - Calendário Desportivo da

Leia mais

Apesar de se tratar de uma modalidade amadora, entendemos que a gestão federativa deve pautar-se por elevados padrões de rigor e profissionalismo.

Apesar de se tratar de uma modalidade amadora, entendemos que a gestão federativa deve pautar-se por elevados padrões de rigor e profissionalismo. ! A candidatura dos signatários apresenta-se com um espírito renovador e inovador das políticas e dos processos da gestão federativa do Bridge Português. Apesar de se tratar de uma modalidade amadora,

Leia mais

Federação Portuguesa de Canoagem

Federação Portuguesa de Canoagem Federação Portuguesa de Canoagem Eleições Ciclo Olímpico 2012 a 2016 Carlos Cunha de Sousa Este documento serve para apresentar a todos, as linhas orientadoras para o mandato que me proponho fazer enquanto

Leia mais

PROGRAMA DE TRABALHO DA CORRENTE LIBERAL - 2014/2015

PROGRAMA DE TRABALHO DA CORRENTE LIBERAL - 2014/2015 PROGRAMA DE TRABALHO DA CORRENTE LIBERAL - 2014/2015 Legendas aplicadas: T Total de Propostas R Realizadas PR Parcialmente realizadas NP Não percebidas NR Não realizadas PRESIDÊNCIA - Dar continuidade

Leia mais

Produto da Divisão Marketing

Produto da Divisão Marketing Marketing para o Terceiro Setor Produto da Divisão Marketing OBJETIVO Dispor ao mercado de entidades relacionadas ao Terceiro Setor, um leque de atividades relacionados ao marketing e comunicação voltados

Leia mais

REGULAMENTO. As empresas podem inscrever um ou mais Cases, nas seguintes categorias:

REGULAMENTO. As empresas podem inscrever um ou mais Cases, nas seguintes categorias: REGULAMENTO 1. O PRÊMIO O PRÊMIO SMART, regido por este regulamento, tem como objetivo distinguir e reconhecer as melhores práticas de relacionamento com o cliente em Utilities e Telecom: Energia Elétrica,

Leia mais

ESPORTE. Foto: Fabio Arantes/ Secom/ PMSP

ESPORTE. Foto: Fabio Arantes/ Secom/ PMSP ESPORTE O partido Solidariedade está atento à necessidade do esporte na vida da população. Entendemos que ele é uma importante ferramenta para retirar crianças das ruas e assim, reduzir a violência e o

Leia mais

2 DOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA REALIZAÇÃO DOS EVENTOS

2 DOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA REALIZAÇÃO DOS EVENTOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA ORGANIZAÇÃO DE TORNEIOS NACIONAIS INFANTO-JUVENIS EM 2015 Atualizado em 10 de Julho de 2015 Vigente a partir de 13 de Julho de 2015 Dando continuidade na atualização do material

Leia mais

APRENDER A APRENDER EDUCAÇÃO FÍSICA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES HOJE EU APRENDI. AULA: 11.2 Conteúdo: Formas de praticar futebol

APRENDER A APRENDER EDUCAÇÃO FÍSICA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES HOJE EU APRENDI. AULA: 11.2 Conteúdo: Formas de praticar futebol AULA: 11.2 Conteúdo: Formas de praticar futebol AULA: 11.2 Habilidades: Compreender as diferenças entre os esportes: educacional, de rendimento e de participação As dimensões sociais do esporte: Forma

Leia mais

BASQUETE FEMININO DE BLUMENAU FMD BLUMENAU / VASTO VERDE PROPOSTA DE PARCERIA

BASQUETE FEMININO DE BLUMENAU FMD BLUMENAU / VASTO VERDE PROPOSTA DE PARCERIA BASQUETE FEMININO DE BLUMENAU FMD BLUMENAU / VASTO VERDE PROPOSTA DE PARCERIA As empresas cidadãs como são chamadas as empresas que se utilizam do marketing social, sabem da importância de sua imagem e

Leia mais

29 DE AGOSTO DE 2013

29 DE AGOSTO DE 2013 CARTA CONVITE CAMPEONATO NACIONAL DE BADMINTON Etapa FORTALEZA / CE Enviar as inscrições para o e-mail inscricoes@badminton.org.br até às 23:59 hrs (horário de Brasília) do dia 29 DE AGOSTO DE 2013 A Confederação

Leia mais

O PAPEL DO ADMINISTRADOR NA RECUPERAÇÃO DAS EMPRESAS. BDO Brazil Page 1

O PAPEL DO ADMINISTRADOR NA RECUPERAÇÃO DAS EMPRESAS. BDO Brazil Page 1 O PAPEL DO ADMINISTRADOR NA RECUPERAÇÃO DAS EMPRESAS Page 1 Raul Corrêa da Silva Sócio-fundador e Presidente da BDO RCS; Administrador de empresas, Contador e Advogado ; Auditor Independente registrado

Leia mais

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES VOLVO DO BRASIL índice APRESENTAÇÃO...3 POLíTICA DE PATROCíNIOS DA VOLVO DO BRASIL...3 1. Objetivos dos Patrocínios...3 2. A Volvo como Patrocinadora...3 3. Foco de Atuação...4

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE SURF. Fundação - 14 de Março de 1989

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE SURF. Fundação - 14 de Março de 1989 FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE SURF Fundação - 14 de Março de 1989 Ficha Atualização 31.08.2015 SEDE Cascais Surf Centre Praia de Carcavelos 2775-604 CASCAIS CONTATOS Telefone: (+351) 21 922 89 14 / 964 117 723

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2006 GINÁSTICA ARTÍSTICA. * COPA A! BODYTECH de GINÁSTICA OLÍMPICA 06 / 05 / 06.

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2006 GINÁSTICA ARTÍSTICA. * COPA A! BODYTECH de GINÁSTICA OLÍMPICA 06 / 05 / 06. RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2006 GINÁSTICA ARTÍSTICA Eventos realizados na Ginástica Artística com o apoio da FGERJ. * COPA A! BODYTECH de GINÁSTICA OLÍMPICA 06 / 05 / 06. * COPA do Clube de Regatas Vasco

Leia mais

O que é o Padel: História do Padel:

O que é o Padel: História do Padel: O que é o Padel: O jogo é disputado sempre em duplas. A bola é igual à de tênis mas o campo tem algumas diferenças em relação a este desporto, pois tem 20 m de comprimento por 10 m de largura, com paredes

Leia mais

Promover maior integração

Promover maior integração Novos horizontes Reestruturação do Modelo de Gestão do SESI leva em conta metas traçadas pelo Mapa Estratégico Promover maior integração entre os departamentos regionais, as unidades de atuação e os produtos

Leia mais

CLIQUE NO MAPA PARA VER AMPLIADO O CAMPO BURACO A BURACO

CLIQUE NO MAPA PARA VER AMPLIADO O CAMPO BURACO A BURACO 1 1. Apresentação 2. Objetivo 3. Data do Evento 4. Participação 5. Atividades 6. Programa 7. Hospedagem 8. Comissão de Honra 9. Comitê Organizador 1. APRESENTAÇÃO O São Fernando Golf Club, que está localizado

Leia mais

Proposta Comercial Itamirim Clube de Campo

Proposta Comercial Itamirim Clube de Campo Proposta Comercial Itamirim Clube de Campo O Itamirim Clube de Campo têm um público seleto, exigente e qualificado, com perfil sócio- econômico de classes A e B. Atualmente temos cerca de 2100 sócios titulares

Leia mais

CLUBE COMERCIAL DE LORENA

CLUBE COMERCIAL DE LORENA TORNEIO DE BILHAR 2015 I - Dos Objetivos: REGULAMENTO Art. 1 - O evento tem por finalidade promover o intercambio social e esportivo entre os associados do Clube Comercial de Lorena e de toda a região,

Leia mais

NOTA OFICIAL 009/2014

NOTA OFICIAL 009/2014 NOTA OFICIAL 009/2014 O Presidente da Confederação Brasileira de Vela, no uso das atribuições que lhes são conferidas pelo Estatuto no Art.31 (a): CONSIDERANDO a necessidade de dar publicidade aos critérios

Leia mais

PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DO ESPORTE E LAZER FINANCIAMENTO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DO ESPORTE E LAZER - FIESPORTE

PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DO ESPORTE E LAZER FINANCIAMENTO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DO ESPORTE E LAZER - FIESPORTE PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DO ESPORTE E LAZER FINANCIAMENTO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DO ESPORTE E LAZER - EDITAL DO CONCURSO Nº 01/2014 SMEL ANEXO II A. IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE

Leia mais

Incentivos Fiscais ao Esporte

Incentivos Fiscais ao Esporte Incentivos Fiscais ao Esporte Lei nº 11.438/06 (Lei Federal de Incentivo ao Esporte) José Ricardo Rezende Advogado e Profissional de Ed. Física Autor do: Manual Completo da Lei de Incentivo ao Esporte

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CANOAGEM VELOCIDADE

PLANO DE TRABALHO CANOAGEM VELOCIDADE Versão 1 26/08/2015 PLANO DE TRABALHO CANOAGEM VELOCIDADE CRITÉRIOS PARA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS PARA O ANO DE 2016 E CONVOCAÇÃO PARA O CENTRO DE TREINAMENTO Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2.

Leia mais

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES GRUPO VOLVO América latina

POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES GRUPO VOLVO América latina POLíTICA DE PATROCíNIOS E DOAÇÕES GRUPO VOLVO América latina índice APRESENTAÇÃO...3 POLíTICA DE PATROCíNIOS Do Grupo Volvo América Latina...3 1. Objetivos dos Patrocínios...3 2. A Volvo como Patrocinadora...3

Leia mais

Objetivo. Um exemplo de como os Valores do Esporte. colaboram na complementação da formação. acadêmica e profissional do cidadão

Objetivo. Um exemplo de como os Valores do Esporte. colaboram na complementação da formação. acadêmica e profissional do cidadão POLI RUGBY Objetivo Um exemplo de como os Valores do Esporte colaboram na complementação da formação acadêmica e profissional do cidadão Agenda RUGBY e seus valores O caso POLI RUGBY Plano Estratégico

Leia mais

Terceiro Setor, Cultura e Responsabilidade Social. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados.

Terceiro Setor, Cultura e Responsabilidade Social. Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados. Terceiro Setor, Cultura e Responsabilidade Social Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados. Todos os direitos reservados. Nossos serviços Nossa equipe atende empresas que investem em responsabilidade

Leia mais

CONFEDERAÇÃOBRASILEIRADEESGRIMA FUNDADA EM 27 de JUNHO 1927

CONFEDERAÇÃOBRASILEIRADEESGRIMA FUNDADA EM 27 de JUNHO 1927 Brasília, DF, 30 de julho de 2015. OF / CBE / PRES / No. 2015.450. Do: Presidente da Confederação Brasileira de Esgrima - CBE. Às Federações e EPDs. ASSUNTO: Renovação de Contrato de patrocínio Petrobras

Leia mais

Tour Gaúcho Aberto de Santa Cruz do Sul Santa Cruz Country Club

Tour Gaúcho Aberto de Santa Cruz do Sul Santa Cruz Country Club Tour Gaúcho Aberto de Santa Cruz do Sul Santa Cruz Country Club DATA: Dias 11,12 e 13 de outubro de 2013; LOCAL: Santa Cruz Country Club na Avenida Léo Kraether, 2227 Cidade de Santa Cruz do Sul RS; MODALIDADE:

Leia mais

XXXI Campeonato Aberto Country Club Cidade do Rio Grande IV Etapa do Tour Estadual 2013

XXXI Campeonato Aberto Country Club Cidade do Rio Grande IV Etapa do Tour Estadual 2013 LOCAL Country Club Estrada Rio Grande Cassino 5508 Senandes - Rio Grande RS Fone / Fax: (53) 3236-9077 / 81240356 Email: country@mikrus.com.br DATA 22 a 24 de Março de 2013 Dia 22 Treino livre, última

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013. (Do Sr. JOSÉ STÉDILE)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013. (Do Sr. JOSÉ STÉDILE) PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Sr. JOSÉ STÉDILE) Determina que empresas de direito público, no âmbito federal, ao patrocinarem clubes de futebol, destinem 5% do valor do patrocínio para ser utilizado em

Leia mais

VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR!

VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR! Eleições 2014 Faculdade de Odontologia UFRJ VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR! PLANO DE TRABALHO EQUIPE - CHAPA 1: Diretor - Maria Cynésia Medeiros de Barros Substituto Eventual do Diretor - Ednilson

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP)

1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP) 1ª ETAPA NACIONAL 2015 CAMPINAS (SP) A Confederação Brasileira de Badminton, a Federação de Badminton do Estado de São Paulo (FEBASP) e a Sociedade Hípica de Campinas tem a honra de convidá-los para competir

Leia mais

Torneio de Futebol Entre Empresas. Uma Etapa do:

Torneio de Futebol Entre Empresas. Uma Etapa do: Torneio de Futebol Entre Empresas Uma Etapa do: Case Circuito Inter-Biz Em 2006, o torneio acontecerá entre os meses de julho e dezembro em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Campinas. Alguns dos participantes:

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

ABERTO DAMHA GOLF CLUB - TAÇA GOCIL DE GOLFE 2015

ABERTO DAMHA GOLF CLUB - TAÇA GOCIL DE GOLFE 2015 ABERTO DAMHA GOLF CLUB - TAÇA GOCIL DE GOLFE 2015 LOCAL: DAMHA GOLF CLUB PARQUE ECO-ESPORTIVO DAMHA SÃO CARLOS - SP ROD. SP 318 KM 234 (Estrada São Carlos Ribeirão Preto). ACESSE o SITE: www.dgc.com.br

Leia mais

PROJETO DE CONSTRUÇÃO DA SEDE DO REAL MARÉ F.C.

PROJETO DE CONSTRUÇÃO DA SEDE DO REAL MARÉ F.C. PROJETO DE CONSTRUÇÃO DA SEDE DO REAL MARÉ F.C. O lugar O Complexo da Maré é um agrupamento de favelas e conjuntos habitacionais na zona norte da cidade, um dos maiores do RJ. No universo de 28 grupos

Leia mais

PROJETO REAÇÃO OLÍMPICO VI

PROJETO REAÇÃO OLÍMPICO VI PROJETO REAÇÃO OLÍMPICO VI Temporada 2016/2017 Breve Histórico Criado pelo medalhista olímpico Flávio Canto em 2003, o Instituto Reação é uma organização não governamental que promove o desenvolvimento

Leia mais

Marketing esportivo é um mercado de ouro

Marketing esportivo é um mercado de ouro 1 de 5 05/04/2010 19:37 Imprimir Reportagem / mercado Marketing esportivo é um mercado de ouro Um patrocínio para uma corrida de rua pode chegar a R$ 1 milhão. Palestras com treinadores e atletas valem

Leia mais

A Década Esportiva para o Brasil. Desafios Oportunidades Legados

A Década Esportiva para o Brasil. Desafios Oportunidades Legados A Década Esportiva para o Brasil Desafios Oportunidades Legados Por que o Esporte? Porque é a resposta para uma nova comunicação... Exposição Conteúdo Marketing Connecting Consumidor Quantidade Tribo Emoção

Leia mais

CULTURA OBJETIVOS E METAS

CULTURA OBJETIVOS E METAS CULTURA OBJETIVOS E METAS 1. Garantir a participação juvenil na elaboração das políticas públicas na área de cultura com a participação de mais entidades e partidos políticos, via projetos e via mobilização

Leia mais

ÍNDICE CAMPO PÚBLICO - EXEMPLOS DE CAMPOS PÚBLICOS NO EXTERIOR CONSTRUÍDOS SOBRE CAMPO PÚBLICO - ÁREAS DEGRADADAS EM SÃO PAULO POR QUE NÃO CAMPOS DE

ÍNDICE CAMPO PÚBLICO - EXEMPLOS DE CAMPOS PÚBLICOS NO EXTERIOR CONSTRUÍDOS SOBRE CAMPO PÚBLICO - ÁREAS DEGRADADAS EM SÃO PAULO POR QUE NÃO CAMPOS DE ÍNDICE APRESENTAÇÃO...3 COMPOSIÇÃO DA CHAPA MAIS GOLFE...4 ALINHAMENTO COM OS S E PROJETOS DA CBG CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE GOLFE...5 CAMPO PÚBLICO NÃO HÁ MAIS TEMPO A PERDER...6 CAMPO PÚBLICO - EXEMPLOS

Leia mais

Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados

Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados Centro Paraolímpico Brasileiro, em São Paulo, é legado do Rio 2016 para os esportes adaptados Governo federal e governo do Estado de São Paulo constroem o maior legado dos Jogos Paraolímpicos de 2016 para

Leia mais

LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO

LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO LIGA REGIONAL 2016 / REGULAMENTO 1-CALENDÁRIO: DATA INSC. INÍCIO TÉRMINO TORNEIO E CIDADE ATÉ 06/01 16/01 à 06/02 TÊNIS CLUBE DE SOROCABA ATÉ 03/02 13/02 à 13/03 ST/RICARDO MIRANDA/CERQUILHO ATÉ 09/03

Leia mais

MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014

MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014 MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014 1. INSCRIÇÕES A EFECTUAR OBRIGATORIAMENTE NA FEDERAÇÃO - PO 01 - PO 02 - PO 03 Todos os agentes desportivos, Treinadores e Oficiais,

Leia mais

1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) Informações Gerais

1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) Informações Gerais 1ª ETAPA NACIONAL 2014 RIO DE JANEIRO (RJ) A Confederação Brasileira de Badminton e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro (FEBARJ) tem a honra de convidá-los para competir no Campeonato

Leia mais

Plano Aquarela 2020. Promoção Internacional do Turismo do Brasil Estratégia e Plano de Ação 2012. Porto Alegre, 28 de maio de 2012

Plano Aquarela 2020. Promoção Internacional do Turismo do Brasil Estratégia e Plano de Ação 2012. Porto Alegre, 28 de maio de 2012 Plano Aquarela 2020 Promoção Internacional do Turismo do Brasil Estratégia e Plano de Ação 2012 Porto Alegre, 28 de maio de 2012 EMBRATUR - Estrutura Organizacional Presidência Diretoria de Mercados Internacionais

Leia mais

Presidente: Sami Arap Sobrinho Vice Presidente: Werner Grau Neto

Presidente: Sami Arap Sobrinho Vice Presidente: Werner Grau Neto PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2010 Confederação Brasileira de Rugby ( CBRu ) Presidente: Sami Arap Sobrinho Vice Presidente: Werner Grau Neto Diretor eo Esportivo: o Antonio omartoni Diretor de Desenvolvimento:

Leia mais

ConstruBusiness - Rumo a 2022

ConstruBusiness - Rumo a 2022 ConstruBusiness - Rumo a 2022 EXPRESS ANO 1/12 Nº44 DEZ/12 CONSTRUBUSINESS 2012 10º CONGRESSO BRASILEIRO DA CONSTRUÇÃO Em sua 10ª edição, o Construbusiness elaborou o programa Compete Brasil, com soluções

Leia mais

- Aspectos limitadores: Produção com custo alto; Orçamentos mal elaborados; Dificuldade na análise e avaliação; Inadequação ao perfil empresarial;

- Aspectos limitadores: Produção com custo alto; Orçamentos mal elaborados; Dificuldade na análise e avaliação; Inadequação ao perfil empresarial; MARKETING ESPORTIVO E CULTURAL EAD MÓDULO XIX - RESUMO A evolução do ser humano no decorrer da história está associada diretamente ao conceito de cultura, que engloba os costumes e as experiências repassadas

Leia mais

TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição

TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição Art. 1º - Art. 2º - Art. 3º - O Troféu Brasil de Atletismo é uma competição realizada anualmente que têm por propósito básico a difusão do Atletismo e a verificação

Leia mais

Não há Pátria, sem que haja Educação; não haverá tênis de Alto Rendimento, se não houver Excelência no tênis Infanto-Juvenil.

Não há Pátria, sem que haja Educação; não haverá tênis de Alto Rendimento, se não houver Excelência no tênis Infanto-Juvenil. Não há Pátria, sem que haja Educação; não haverá tênis de Alto Rendimento, se não houver Excelência no tênis Infanto-Juvenil. 1 Este documento terá os seguintes itens. A) Quem somos; B) Abertura do documento;

Leia mais

DIRETRIZES APROVADAS PELA SESSÃO PLENÁRIA DO CONGRESSO

DIRETRIZES APROVADAS PELA SESSÃO PLENÁRIA DO CONGRESSO DIRETRIZES APROVADAS PELA SESSÃO PLENÁRIA DO CONGRESSO Brasília, 11 de setembro de 2010 TEMA 1 DIRETRIZES E HORIZONTES DA RELAÇÃO POLÍTICA E INSTITUCIONAL DO SISTEMA COOPERATIVISTA 1.1 - FORTALECER A REPRESENTAÇÃO

Leia mais

Regulamento. 8 Campeonato Ireceense Absoluto de Xadrez -2014

Regulamento. 8 Campeonato Ireceense Absoluto de Xadrez -2014 Regulamento 8 Campeonato Ireceense Absoluto de Xadrez -2014 1. Do Objetivo 1.1 Promover a prática do Xadrez em Irecê e micro região, como forma de aperfeiçoamento técnico da modalidade, mas sempre com

Leia mais