5º MEETING EMPREENDEDOR UNISUAM REGULAMENTO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "5º MEETING EMPREENDEDOR UNISUAM REGULAMENTO"

Transcrição

1 5º MEETING EMPREENDEDOR UNISUAM REGULAMENTO Prezado Participante, A proposta do 5º Meeting Empreendedor da UNISUAM é criar um ambiente propício ao desenvolvimento de empreendimentos de qualquer natureza, a partir de ideias inovadoras. Tudo no evento foi pensado para criar uma atmosfera de novidade, de excitamento, de criatividade e de negócios. Mais do que a ideia em si, o evento propõe a experiência de formar times/equipes de empreendedores ligados a uma ideia, que desejam juntar suas experiências, competências e habilidades para a geração de negócios e empreendimentos de valor. Por isso, mesmo que a sua ideia não seja selecionada para virar um grupo de desenvolvimento dentro do evento, ainda assim, você terá a oportunidade de ser cofundador de algum empreendimento, se acreditar na ideia de outra pessoa e quiser ajudar a viabilizá-la. Portanto, ao se inscrever para o 5º Meeting Empreendedor da UNISUAM você terá a oportunidade de mudar a sua vida e a de outra pessoa também. Aproveite a oportunidade, dedique-se e conte conosco. Boa sorte! A Comissão Organizadora. COORDENAÇÃO A 5º edição do Meeting Empreendedor da UNISUAM será coordenada pelo Núcleo de Apoio ao Empreendedorismo NAE. Responsável Operacional do Meeting - Adm. Camila de Oliveira Alves Responsável pela Equipe de Eventos Adm. Andrew Vieira, Coordenador de Eventos DAS INSCRIÇÕES Podem se inscrever para o 5º Meeting Empreendedor a) Alunos e Egressos de todos os cursos e períodos da Graduação, Pós-Graduação e Mestrado da UNISUAM, desde que maiores de 18 anos; b) Funcionários/Docentes de Graduação, Pós-Graduação e Mestrado, desde que possuam vínculo de trabalho com a UNISUAM; c) Público em geral, desde que maiores de 18 anos. 1

2 Se você tem uma ideia e gostaria de desenvolvê-la no evento, você deve informar os seus dados e um resumo da sua ideia no momento do credenciamento, no dia 07/11/2015, a partir das 8h30 até 9h30. Poderão participar dos Pitchs de ideias todos os participantes inscritos. DAS TAXAS DE INSCRIÇÃO Única para todos os públicos R$ 50,00 DO LIMITE DE INSCRIÇÕES As inscrições atenderão ao limite de 100 vagas. DA CONFIRMAÇÃO DAS INSCRIÇÕES Somente serão considerados inscritos os empreendedores cuja taxa de inscrição tenha sido paga, em tempo hábil, para a confirmação junto ao setor financeiro (até 04/11). No dia do evento, tenha consigo o seu comprovante de inscrição para facilitar o credenciamento no sábado pela manhã. DA DESISTÊNCIA O empreendedor inscrito poderá ter restituída sua taxa de inscrição, subtraída a taxa de serviço bancário (boleto ou PagSeguro), se desistir do evento até o dia 04/11/2015. No caso do empreendedor inscrito não comparecer ao evento ou desistir durante o evento, em hipótese alguma haverá restituição da taxa de inscrição. DA PARTICIPAÇÃO A inscrição no evento oferece ao empreendedor a oportunidade de: a) participar de todas as atividades programadas; b) participar do Caça-Talentos ; c) circular pela área de trabalho, pátio interno e cantina; d) participar do coffee break; e) fazer networking durante o evento; f) receber prêmios ao final do evento. A comunidade acadêmica da UNISUAM inscrita no evento participa em igualdade de condições com o público externo, devendo-se levar em consideração as experiências, competências técnicas, relacionais e profissionais que cada um pode agregar para o sucesso dos times. 2

3 DAS PREMIAÇÕES E DAS CERTIFICAÇÕES I. Todos os empreendedores que participarem ativamente do evento farão jus ao Certificado de Participação no 5º Meeting Empreendedor da UNISUAM, o qual estará disponível no Ambiente do Aluno após o evento. II. Apenas os times que apresentarem seus empreendimentos no sábado, 14/11, concorrerão às premiações. III. Prêmios especiais serão conferidos aos três melhores times/empreendimentos, avaliados por uma comissão de especialistas, pelo público, pelos organizadores e por convidados. A premiação constará de: 1 Lugar: Bolsa de 100% em 1 (um) curso de Graduação oferecido pela UNISUAM no semestre para cada membro do time.¹ 2 Lugar: Bolsa de 100% em 2 (dois) cursos do Pra Quem Faz para cada membro do time.² 3 Lugar: Bolsa de 100% em 1 (um) curso do Pra Quem Faz para cada membro do time.² Além de Assessoria e Capacitação durante um ciclo de 6 meses para o desenvolvimento do negócio, podendo ser renovável por mais 6 meses mediante avaliação do Grupo de Mentores e Orientadores do NAE - GMO aos três projetos de maior destaque. IV. Todos os alunos participantes receberão horas de atividades complementares correspondentes ao tempo em que estiveram efetivamente presentes no evento. Essas horas poderão variar entre 15 horas (apenas o primeiro sábado) e 30 horas (2 sábados). A confirmação da presença ao evento se dará através da entrega do comprovante de inscrição e da respectiva assinatura na lista de presença (entrada e na saída do evento). 1 A bolsa é intransferível e inconversível. O voucher é válido para o semestre ² As bolsas dos cursos Pra Quem Faz são intransferíveis e inconversíveis, e poderão ser cursadas quando houver a efetivação da turma. O voucher é valido até 30/06/2017. Saiba quais cursos são oferecidos pelo PQF através do site: 3

4 DOS PITCHES Poderão participar dos pitches de ideias todos os participantes inscritos. Cada pitch terá a duração máxima de 90 segundos. Os que desejarem colocar suas ideias para o plenário deverão informar os dados da ideia no momento do credenciamento, no dia 07/11, às 8h30 e estar no auditório assim que o evento começar. Procure estar perto do palco quando o evento começar. Há regras específicas para a apresentação dos Pitches: 1. Ao ser anunciado a sessão de pitch, apresente-se imediatamente. O participante tem 20 segundos para subir ao palco e se posicionar. O atraso desclassifica a apresentação. 2. Ultrapassar os 90 segundos desclassifica a apresentação. 3. O participante deve usar os 90 segundos disponíveis para: a. Apresentar-se (nome, curso); b. Dizer claramente qual é a sua ideia; c. Mostrar que problema a sua ideia soluciona; d. A que público a ideia é direcionada; e. Qual é a inovação proposta; f. Que tipo de colaboradores (formação, curso, experiência) que deseja para lhe ajudar a desenvolver a sua ideia. DA FORMAÇÃO DOS TIMES Os times podem ser formados livre e voluntariamente, por aderência. As ideias apresentadas nos pitches são os potenciais empreendimentos a serem desenvolvidos. Os participantes inscritos serão os eleitores das ideias. As 20 ideias mais votadas serão desenvolvidas em grupos de até 05 (cinco) participantes. Só serão permitidos ingresso de novos membros (respeitado o limite de cinco por grupo) até as 12h do dia 07/11. Após esse prazo, não será permitido o trânsito de empreendedores entre os times. Em hipótese alguma serão permitidos números de empreendedores abaixo do limite mínimo estabelecido, de 03 (três) participantes. Todos os empreendedores dos times serão considerados cofundadores do seu respectivo empreendimento. As equipes podem ser desfeitas a qualquer tempo e por quaisquer motivos. Membros também poderão ser desligados de times, desde que o desligamento não implique em número de empreendedores inferior a 03 (três). DO DESENVOLVIMENTO DOS EMPREENDIMENTOS Os times deverão se dedicar a compreender a ideia do proponente e, junto com ele: 1. Estruturar um modelo de negócios (CANVAS); 4

5 2. Testar a viabilidade do seu negócio ou produto ou serviço com o público/mercado-alvo ao longo da semana; 3. Fazer uma ou mais vendas do seu produto/serviço para o mercado-alvo. Ao longo do período de desenvolvimento do empreendimento no evento, os times deverão testar a viabilidade de mercado do seu produto/serviço, usando para isso um protótipo, que deverá ser montado com recursos tecnológicos próprios ou outros disponíveis na Internet. As funções gerenciais de finanças, administrativa, recursos humanos, marketing e operações devem estar previamente equacionadas para a apresentação final. Da mesma forma, cada time deverá definir um nome/uma marca para o empreendimento até as 16h do sábado, 07/11, e informar à Equipe Organizadora. A apresentação final para a banca de investidores deverá ser construída como uma apresentação de vendas e com impacto de comunicação. 5

6 DA APRESENTAÇÃO DOS EMPREENDIMENTOS DESENVOLVIDOS Somente poderão participar da apresentação para a banca de jurados os empreendimentos que tenham concluído todas as etapas de desenvolvimento, tenham concluído suas apresentações finais e que tenham sido inscritos, em tempo hábil, na coordenação do evento. As inscrições podem ser feitas até as 11h do dia 14/11. Uma comissão de avaliação será designada pela Organização do Evento para avaliar se todas as etapas foram realmente concluídas, para liberar as apresentações finais. As apresentações serão realizadas por ordem de inscrição e terão duração máxima de 5 (cinco) minutos. A apresentação deverá conter os seguintes itens: Nome/marca do empreendimento; Público-alvo; Produto/serviço oferecido com protótipo (MVP); Resultados da pesquisa de mercado e da aceitação do produto/serviço (venda efetiva); Projeção de receitas e previsão de custos. O roteiro da apresentação final é o seguinte: 1. Contextualização do problema; 2. Solução do problema; 3. Marketing; 4. Vendas (projeção de receitas / previsão de custos); 5. Realizações; 6. Fechamento; 7. Apresentação da equipe. Ao final de cada apresentação, a banca de jurados poderá fazer perguntas. Essas perguntas e respostas serão limitadas 02 (dois) minutos. DO ACESSO AOS MENTORES Os mentores especializados estarão à disposição dos empreendimentos durante os dois sábados. Ao longo do evento, diversos mentores estarão circulando pelo salão e poderão ser acessados mesmo fora dos horários específicos de orientação. Os mentores especializados são profissionais experientes no mundo dos negócios em suas áreas e que, por isso, podem dar dicas que venham a facilitar a solução de gargalos de desenvolvimento e também dar sugestões que venham a colocar a ideia nos trilhos. Os mentores do NAE ajudarão os grupos a modelar o negócio. 6

7 DA PARTICIPAÇÃO NAS OFICINAS A participação nas oficinas é voluntária a todos os empreendedores e convidados. Entretanto, nas oficinas Modelo de Negócio com CANVAS e Como Fazer um Pitch de Apresentação Final, todos os empreendedores devem participar. Os participantes que não estiverem envolvidos com os times poderão assistir a todas as oficinas. DO USO DOS ESPAÇOS COMUNS E DAS INSTALAÇÕES DA UNISUAM Para oferecer uma infraestrutura confortável e adequada ao evento, a UNISUAM disponibilizará aos empreendedores acesso às suas dependências, sob a supervisão de membros da organização do evento. Somente poderão circular pelos espaços comuns os participantes que estiverem devidamente identificados com seus crachás. A circulação sem o crachá de identificação poderá acarretar em cancelamento da inscrição e o consequente convite a se retirar das instalações da UNISUAM. DA REPRESENTAÇÃO, DIREITOS AUTORAIS E DIREITO DE USO DE IMAGEM O Meeting Empreendedor da UNISUAM é um evento público, embora restrito à comunidade acadêmica e aos convidados. Entretanto, por ser um evento aberto, existe o risco da perda do sigilo da ideia / projeto / empreendimento. Portanto, a inscrição e a participação no evento são de livre escolha e risco do grupo. Ao aceitar participar do evento, o(a) participante concorda em ceder voluntariamente sua imagem para fins de divulgação interna e externa pela UNISUAM. Para participar do Meeting Empreendedor, os grupos instituirão o Centro Universitário Augusto Motta UNISUAM como seu representante legal e advisory pelo prazo de 06 (seis) meses. Ao confirmar a participação no evento, o(a) aluno(a) estará automaticamente aceitando essas condições. DAS PENALIDADES As sanções disciplinares aplicadas pela Instituição são Censura, Suspensão e Exclusão. Caberá ao participante ler, em seu inteiro teor, o Regimento Interno do uso do campus universitário e as regras de participação contidas neste documento, no ato da inscrição. É importante frisar que a inscrição no evento só se confirmará após a leitura deste e da assinatura eletrônica Li e Concordo com os Termos, não podendo o participante suscitar o desconhecimento das regras internas da instituição. 7

8 Ao Coordenador do evento cabe a aplicação das sanções previstas acima, bem como definir sua gravidade, podendo o mesmo aplicar mais de uma sanção ao mesmo participante, indo da mais leve (censura) até a mais gravosa (exclusão), não cabendo quaisquer tipos de ressarcimento. A Sanção de Censura tem por objetivo resguardar a ordem das apresentações, impedindo que os times sejam de qualquer forma prejudicados. O participante que sofrer tal sanção comprometerá seu time, ficando impedido de representá-lo na apresentação final. A Sanção de Suspensão se aplicará aos participantes que receberem a prenotação da Sanção de Censura por duas vezes consecutivas. Chegando a esse ponto, o time perderá o direito de apresentar seu modelo de negócio no pitch final. A Sanção de Exclusão caberá ao participante cujas atitudes forem mais graves e que infrinjam as regras comportamentais exigidas pela UNISUAM. Neste caso, o participante será convidado a se retirar e o time perderá o direito de apresentar seu modelo de negócio no pitch final. Para todos os efeitos, a Coordenação do NAE arbitrará sobre os casos omissos. Equipe Organizadora 8

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de Gestão do Porto Digital

Leia mais

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário 2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da Universidade Federal de Goiás CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGÓCIOS Agosto de 2015 REGULAMENTO CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGOCIOS 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

O que é a Olimpíada de Empreendedorismo Universitário?! E quem pode participar?

O que é a Olimpíada de Empreendedorismo Universitário?! E quem pode participar? O que é a Olimpíada de Empreendedorismo Universitário?! Uma competição para apoiar você, universitário, no desenvolvimento daquela sua ideia inovadora e criação de um novo negócio! Essa é a sua chance

Leia mais

THE DEVELOPER'S CONFERENCE - TDC. Termos e Condições de Venda

THE DEVELOPER'S CONFERENCE - TDC. Termos e Condições de Venda THE DEVELOPER'S CONFERENCE - TDC Termos e Condições de Venda A Globalcode Treinamentos, organizadora e mentora do TDC, regula a realização de inscrição e pagamento online, para as edições dos eventos The

Leia mais

EDITAL Nº 47, DE 07 DE MAIO DE 2015.

EDITAL Nº 47, DE 07 DE MAIO DE 2015. EDITAL Nº 47, DE 07 DE MAIO DE 205. O PRÓ-REITOR DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições, torna público o presente Edital

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO UNITY 3D AVANÇADO

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO UNITY 3D AVANÇADO REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO UNITY 3D AVANÇADO 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de Gestão do Porto Digital (NGPD) para participação

Leia mais

Programa Startup in School Edição Google CPS 2016

Programa Startup in School Edição Google CPS 2016 Programa Startup in School Edição Google CPS 2016 REGULAMENTO O Startup in School é um programa de iniciação em Empreendedorismo Tecnológico para alunos do ensino médio. Em uma competição de 2 dias (dois

Leia mais

EDITAL SEDETEC Nº 04, DE 15 DE OUTUBRO DE 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PROCESSO SELETIVO PARA A INCUBAÇÃO DE EMPRESAS

EDITAL SEDETEC Nº 04, DE 15 DE OUTUBRO DE 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PROCESSO SELETIVO PARA A INCUBAÇÃO DE EMPRESAS EDITAL SEDETEC Nº 04, DE 15 DE OUTUBRO DE 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PROCESSO SELETIVO PARA A INCUBAÇÃO DE EMPRESAS O SECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE

Leia mais

INCUBADORA DE EMPRESAS I-DEIA EDITAL 01/2011 PROCEDIMENTOS PARA O PROCESSO SELETIVO

INCUBADORA DE EMPRESAS I-DEIA EDITAL 01/2011 PROCEDIMENTOS PARA O PROCESSO SELETIVO INCUBADORA DE EMPRESAS I-DEIA EDITAL 01/2011 PROCEDIMENTOS PARA O PROCESSO SELETIVO FEVEREIRO DE 2011 Telefones: (66) 3422 2461 / 6710 1 1. Apresentação da Incubadora de Empresas I-deia A Incubadora I-deia

Leia mais

Regulamento. Competição Sua Ideia na Prática

Regulamento. Competição Sua Ideia na Prática Competição Sua Ideia na Prática 1. Objetivo: A competição de empreendedorismo Sua Ideia na Prática tem como objetivo desenvolver a confiança empreendedora no jovem universitário brasileiro, por meio de

Leia mais

EDITAL 2016 PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 26/10/2015 ENCERRAMENTO: 11/09/2016

EDITAL 2016 PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 26/10/2015 ENCERRAMENTO: 11/09/2016 EDITAL 2016 PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 26/10/2015 ENCERRAMENTO: 11/09/2016 SELEÇÃO DE NOVOS PROJETOS / EMPRESAS, PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS E PROJETOS DO INATEL INSTITUTO NACIONAL DE

Leia mais

INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA URI URINOVA EDITAL Nº 004/2015 SELEÇÃO DE PROJETOS NO PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INTERNA

INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA URI URINOVA EDITAL Nº 004/2015 SELEÇÃO DE PROJETOS NO PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INTERNA INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA DA URI URINOVA EDITAL Nº 004/2015 SELEÇÃO DE PROJETOS NO PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INTERNA A Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões URI, Campus

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento visa orientar,

Leia mais

CONCURSO LOGOMARCA FACULDADE NOVOS HORIZONTES R E G U L A M E N T O

CONCURSO LOGOMARCA FACULDADE NOVOS HORIZONTES R E G U L A M E N T O CONCURSO LOGOMARCA FACULDADE NOVOS HORIZONTES R E G U L A M E N T O Capítulo I DO CONCURSO E SEU OBJETIVO Art. 1º - A Diretoria do Instituto Novos Horizontes de Ensino Superior e Pesquisa Ltda e a FACULDADE

Leia mais

DEVOXX4KIDS SÃO PAULO - BRASIL. Termos e Condições de Venda

DEVOXX4KIDS SÃO PAULO - BRASIL. Termos e Condições de Venda DEVOXX4KIDS SÃO PAULO - BRASIL Termos e Condições de Venda A Globalcode Treinamentos, organizadora do Devoxx4Kids São Paulo Brasil, regula a realização de inscrição e pagamento online, para as edições

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE INGLÊS DO PORTO DIGITAL

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE INGLÊS DO PORTO DIGITAL REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE INGLÊS DO PORTO DIGITAL 1. APRESENTAÇÃO Atento às demandas dos colaboradores das empresas embarcadas, e por entender a importância da continuidade do aprendizado

Leia mais

FACULDADE SÃO SALVADOR - FSS SEEB - Sociedade de Estudos Empresariais Avançados da Bahia Ltda CNPJ: 03.871.465/0001-06

FACULDADE SÃO SALVADOR - FSS SEEB - Sociedade de Estudos Empresariais Avançados da Bahia Ltda CNPJ: 03.871.465/0001-06 EDITAL COMPLETO PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA EXTERNA E PORTADORES DE DIPLOMA 2014.2 Nº 05/2014 O Diretor Geral da Faculdade São Salvador, no uso de suas atribuições legais, na conformidade do que

Leia mais

Programa de Voluntariado FLL

Programa de Voluntariado FLL Programa de Voluntariado FLL VENHA VIVER UMA EXPERIÊNCIA PARA TODA VIDA O Instituto Aprender Fazendo oferece diversas possibilidades para que estudantes, pais, professores, profissionais e demais interessados

Leia mais

Feira de Negócios Startups & Makers

Feira de Negócios Startups & Makers Feira de Negócios Startups & Makers 1. Objetivo O Startups&Makers (S&M) é o programa da Campus Party direcionado às startups. Em sua terceira edição no Brasil, o projeto terá duração de quatro dias e irá

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO MÃOS À OBRA - 2015

REGULAMENTO DO CONCURSO MÃOS À OBRA - 2015 REGULAMENTO DO CONCURSO MÃOS À OBRA - 2015 1. OBJETIVOS O Concurso MÃOS À OBRA tem por objetivo incentivar, aprofundar o debate sobre temas que impactam a competitividade da cadeia produtiva da construção

Leia mais

1 EDITAL DE SELEÇÃO PARA INCUBAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS NO PORTO SOCIAL

1 EDITAL DE SELEÇÃO PARA INCUBAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS NO PORTO SOCIAL PORTO SOCIAL Todo Mundo Junto 1 EDITAL DE SELEÇÃO PARA INCUBAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS NO PORTO SOCIAL 2016.1 1 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS PARA O PORTO SOCIAL 2016.1 A Coordenação da INCUBADORA

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE INGLÊS 2016.1 DO PORTO DIGITAL

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE INGLÊS 2016.1 DO PORTO DIGITAL REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE INGLÊS 2016.1 DO PORTO DIGITAL Parque Tecnológico 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de Gestão do Porto

Leia mais

1. DO OBJETIVO a. O Concurso Ftec de Empreendedorismo é promovido pelo CIEM (Centro de Inovação e Empreendedorismo) da instituição, e tem como

1. DO OBJETIVO a. O Concurso Ftec de Empreendedorismo é promovido pelo CIEM (Centro de Inovação e Empreendedorismo) da instituição, e tem como 1. DO OBJETIVO a. O Concurso Ftec de Empreendedorismo é promovido pelo CIEM (Centro de Inovação e Empreendedorismo) da instituição, e tem como objetivo divulgar a cultura do empreendedorismo de alto impacto

Leia mais

REGULAMENTO. Ao ler e concordar com os termos deste Regulamento, o CANDIDATO se compromete a:

REGULAMENTO. Ao ler e concordar com os termos deste Regulamento, o CANDIDATO se compromete a: REGULAMENTO 1. OBJETIVO Este instrumento tem por objetivo regular a participação do CANDIDATO no processo de seleção da Fundação Estudar para o Imersão, de acordo com os termos e condições adiante expostos.

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE

REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE REGULAMENTO SOBRE AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE LEGALE TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento visa orientar,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL Regulamento Específico do Curso de Especialização em Gestão e Tecnologia de Produção de Edifícios - CEGT CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

Leia mais

1º STARTUP DAY CHAPECÓ REGULAMENTO

1º STARTUP DAY CHAPECÓ REGULAMENTO 1º STARTUP DAY CHAPECÓ REGULAMENTO 1. DA REALIZAÇÃO O 1º Startup Day Chapecó será realizado pela FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DO DESENVOLVIMENTO DO OESTE - FUNDESTE, inscrita no CNPJ sob o n. 82.804.642/0001-08,

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO VESTIBULAR UNIFESP/2002

EDITAL DO CONCURSO VESTIBULAR UNIFESP/2002 EDITAL DO CONCURSO VESTIBULAR UNIFESP/2002 REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO/ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o aprovado pelo Conselho de Graduação

Leia mais

PRÊMIO GRANDES CASES DE EMBALAGEM 2015, da Revista EmbalagemMarca 9ª Edição

PRÊMIO GRANDES CASES DE EMBALAGEM 2015, da Revista EmbalagemMarca 9ª Edição PRÊMIO GRANDES CASES DE EMBALAGEM 2015, da Revista EmbalagemMarca 9ª Edição Iniciativa: Revista EmbalagemMarca Realização: Ciclo de Conhecimento Organização de Eventos Apoio operacional: Centro Universitário

Leia mais

Tipo de Documento: Documentos do SGQ Data de Emissão: 25/08/2010 Data de revisão: 12/01/2016

Tipo de Documento: Documentos do SGQ Data de Emissão: 25/08/2010 Data de revisão: 12/01/2016 Página 1 de 8 EDITAL Nº 02/2016 A INCIT - Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá torna público que estarão abertas às inscrições para o processo seletivo de novas startups para o Programa

Leia mais

Gestão de Marketing nos Shopping Centers. Início: 25 de Junho de 2016 Valor do curso: R$2.400,00 Consulte as condições de pagamento

Gestão de Marketing nos Shopping Centers. Início: 25 de Junho de 2016 Valor do curso: R$2.400,00 Consulte as condições de pagamento Gestão de Marketing nos Início: 25 de Junho de 2016 Valor do curso: R$2.400,00 Consulte as condições de pagamento Objetivo do curso Oferecer aos participantes uma visão aprofundada do segmento de Shopping

Leia mais

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO

PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Londrina Diretoria de Relações Empresariais e Comunitárias PROGRAMA DE EMPREENDEDORISMO

Leia mais

Regulamento. Competição Sua Ideia na Prática. Edição Rio de Janeiro 2015.2

Regulamento. Competição Sua Ideia na Prática. Edição Rio de Janeiro 2015.2 Competição Sua Ideia na Prática Edição Rio de Janeiro 2015.2 1. Objetivo: A competição de empreendedorismo universitária Sua Ideia na Prática tem como objetivo desenvolver a confiança empreendedora no

Leia mais

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica CENTEV/UFV Av. Oraida Mendes de Castro, 6000, Novo Silvestre CEP 36570-000 Viçosa/MG Tel/fax: 31 3899 2602

Incubadora de Empresas de Base Tecnológica CENTEV/UFV Av. Oraida Mendes de Castro, 6000, Novo Silvestre CEP 36570-000 Viçosa/MG Tel/fax: 31 3899 2602 EDITAL 03.2014 - SELEÇÃO DE NOVAS EMPRESAS PARA O PROGRAMA DE PRÉ - INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA CENTEV/UFV. O Centro Tecnológico de Desenvolvimento Regional de Viçosa

Leia mais

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS. Art. 2º As Bibliotecas da Univás estão a serviço da comunidade, oferecendo aos usuários:

REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS. Art. 2º As Bibliotecas da Univás estão a serviço da comunidade, oferecendo aos usuários: REGULAMENTO DAS BIBLIOTECAS CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1 Este Regulamento normatiza o funcionamento das Bibliotecas da Universidade do Vale do Sapucaí Univás, mantida pela Fundação de Ensino Superior

Leia mais

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 846

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 846 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 846 Altera a denominação do Curso de Especialização em Redes de Computadores, criado pela Resolução CEPEC nº 422, e aprova o novo

Leia mais

1. CONCEITOS 2. DOS OBJETIVOS DA PRÉ-INCUBAÇÃO

1. CONCEITOS 2. DOS OBJETIVOS DA PRÉ-INCUBAÇÃO Instituto Federal do Espírito Santo IFES Programa de pré-incubação do Núcleo Incubador Campus Colatina e Itapina Edital de Seleção de Empreendimentos de Base Tecnológica - Nº 01/2014 Os Diretores Gerais

Leia mais

Criação e Aceleração de Startups

Criação e Aceleração de Startups Criação e Aceleração de Startups Objetivos O curso se propõe desenvolver práticas de estruturação e validação de negócios inovadores. O aluno terá a oportunidade de: Estruturar um novo negócio ou unidade

Leia mais

Nessa área, e concomitante com o Ensino Médio, a ETEP oferece cursos em Mecânica, Mecatrônica, Eletrônica, Informática e Informática para Internet.

Nessa área, e concomitante com o Ensino Médio, a ETEP oferece cursos em Mecânica, Mecatrônica, Eletrônica, Informática e Informática para Internet. Manual do Candidato Ensino Médio Integrado 1º Semestre de 2016 Há 60 anos visando o aperfeiçoamento do aluno e sua inserção no mercado de trabalho, a ETEP Escola Técnica Prof. Everardo Passos, garante

Leia mais

EDITAL DA CHAMADA HACKATONA Let's GO 2015

EDITAL DA CHAMADA HACKATONA Let's GO 2015 EDITAL DA CHAMADA HACKATONA Let's GO 2015 O SECRETÁRIO DE ESTADO DE GESTÃO E PLANEJAMENTO DO ESTADO DE GOIÁS, no uso de suas atribuições que lhe confere a Lei Estadual n. 17.257, de 25 de janeiro de 2011,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS PICUÍ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS PICUÍ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS PICUÍ Regulamento do concurso de logomarca da IV Feira de

Leia mais

Educa Mais Brasil REGULAMENTO

Educa Mais Brasil REGULAMENTO Educa Mais Brasil REGULAMENTO 2015 Regulamento do Programa EDUCA MAIS BRASIL I DO PROGRAMA Art. 1.º - O Programa EDUCA MAIS BRASIL é um programa de INCLUSÃO EDUCACIONAL e tem por objetivos: I estimular

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE EDITAL DE SELEÇÃO 2016 O Programa de Pós-Graduação Processos Interativos dos Órgãos e Sistemas do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade

Leia mais

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO. Campus V Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio FAN - CEUNSP SALTO Campus V Regulamento Interno de Estágio Supervisionado e ou Trabalho Pedagógico Supervisionado FAN-CEUNSP-SALTO -Campus V O presente

Leia mais

SANTA CATARINA MODA E CULTURA SCMC Processo de Seleção Edição 9 - Ano 2014 REGULAMENTO

SANTA CATARINA MODA E CULTURA SCMC Processo de Seleção Edição 9 - Ano 2014 REGULAMENTO SANTA CATARINA MODA E CULTURA SCMC Processo de Seleção Edição 9 - Ano 2014 REGULAMENTO 1. APRESENTAÇÃO O programa Santa Catarina Moda e Cultura (SCMC), com sede em Blumenau, Santa Catarina, na Rua Dr.

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 - O discente ingressante no Curso de Direito da Faculdade Zumbi dos Palmares deverá cumprir obrigatoriamente 240 (duzentas e quarenta) de atividades complementares.

Leia mais

INCUBADORA EMPRESARIAL DE OSÓRIO

INCUBADORA EMPRESARIAL DE OSÓRIO INCUBADORA EMPRESARIAL DE OSÓRIO EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS PARA INGRESSO NA MODALIDADE DE INCUBAÇÃO INTERNA E INCUBAÇÃO EXTERNA Osório 2015 EDITAL nº 01/2015 DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPREENDEDORES

Leia mais

REGULAMENTO. As empresas de Utilities e Telecom e seus fornecedores podem inscrever um ou mais Cases nas categorias:

REGULAMENTO. As empresas de Utilities e Telecom e seus fornecedores podem inscrever um ou mais Cases nas categorias: REGULAMENTO 1. O PRÊMIO O PRÊMIO SMART Utilities & Telecom, regido por este regulamento, tem como objetivo distinguir e reconhecer as melhores práticas de relacionamento com o cliente em Utilities e Telecom:

Leia mais

EDITAL Nº 31/2014 OFERTA DE VAGAS PARA CURSO DE LÍNGUA FRANCESA

EDITAL Nº 31/2014 OFERTA DE VAGAS PARA CURSO DE LÍNGUA FRANCESA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 31/14 OFERTA DE VAGAS

Leia mais

1. HISTÓRICO E OBJETIVOS... 2

1. HISTÓRICO E OBJETIVOS... 2 UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESCOLA SUPERIOR DE DESENHO INDUSTRIAL INCUBADORA DE EMPRESAS DE DESIGN I EDITAL DE SELEÇÃO DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE DESIGN ANO 2012 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO E OBJETIVOS...

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA RIO GRANDE DO NORTE

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA RIO GRANDE DO NORTE EDITAL DA OFERTA DAS TURMAS MES006 NO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU MESTRADO PROFISSIONAL EM GESTÃO PÚBLICA, ANO LETIVO DE 2017, E RESPECTIVO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS. O Diretor Geral do

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 04/12/CP INSEP

RESOLUÇÃO Nº. 04/12/CP INSEP FACULDADE INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO PARANÁ MANTENEDORA: INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E DA CIDADANIA IEC CNPJ: 02.684.150/0001-97 Maringá: Rua dos Gerânios, 1893 CEP: 87060-010 Fone/Fax:

Leia mais

Novas Formas de Aprender e Empreender

Novas Formas de Aprender e Empreender Novas Formas de Aprender e Empreender DÚVIDAS FREQUENTES 1. Sobre o Prêmio Instituto Claro, Novas Formas de Aprender e Empreender 1.1. O que é o Prêmio? O Prêmio Instituto Claro Novas Formas de Aprender

Leia mais

PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL REGULAMENTO

PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL REGULAMENTO PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL REGULAMENTO A Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), com apoio do: Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência

Leia mais

Desafio INOVA Paula Souza IDEIAS a NEGÓCIOS

Desafio INOVA Paula Souza IDEIAS a NEGÓCIOS Desafio INOVA Paula Souza IDEIAS a NEGÓCIOS É uma competição de Modelo de Negócios, apresentados via tela do Modelo de Negócios CANVAS, entre equipes formadas por estudantes do ensino médio, técnico, tecnológico

Leia mais

Universidade de Uberaba Curso de Medicina ESTATUTO DA LIGA DE DIABETES DA UNIUBE

Universidade de Uberaba Curso de Medicina ESTATUTO DA LIGA DE DIABETES DA UNIUBE Universidade de Uberaba Curso de Medicina ESTATUTO DA LIGA DE DIABETES DA UNIUBE Capitulo I Da Sede. Fórum. Denominação e Finalidades Art. 1º - A Liga de Diabetes da Universidade de Uberaba é um órgão

Leia mais

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário 2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da Universidade Federal de Goiás CATEGORIA 2 EMPREENDEDORISMO SOCIAL Agosto de 2015 REGULAMENTO CATEGORIA 2 EMPREENDEDORISMO SOCIAL 1. APRESENTAÇÃO A Categoria

Leia mais

III Meeting dos Profissionais do Direito Privado Brasileiro

III Meeting dos Profissionais do Direito Privado Brasileiro III Meeting dos Profissionais do Direito Privado Brasileiro EDITAL OLIMPÍADAS DO CONHECIMENTO JURÍDICO A Academia Brasileira de Direito Civil (ABDC), nos termos do presente edital, torna público que estão

Leia mais

PMI Espírito Santo. Política de Voluntariado. Diretoria de Filiação e Voluntariado

PMI Espírito Santo. Política de Voluntariado. Diretoria de Filiação e Voluntariado PMI Espírito Santo Política de Voluntariado Diretoria de Filiação e Voluntariado Índice 1. Introdução...3 2. O Trabalho Voluntário...4 3. O PMI-ES e o Trabalho Voluntário...4 4. Expectativas do PMI-ES

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA DAMA E FACULDADE DAMA Regulamento Biblioteca DAMA

ESCOLA TÉCNICA DAMA E FACULDADE DAMA Regulamento Biblioteca DAMA ESCOLA TÉCNICA DAMA E FACULDADE DAMA Regulamento Biblioteca DAMA 1 INFORMAÇÕES GERAIS A Biblioteca DAMA é um órgão suplementar da Escola Técnica DAMA e Faculdade DAMA, com regulamento próprio, conforme

Leia mais

GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO

GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO Edital Nº 14/2015 - PROPA PROGRAMA DE APOIO FINANCEIRO PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA (UFSB) EM CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

Titulo do Case: Transforme a sociedade com a força do empreendedorismo social Categoria: Prática Interna Temática: Sociedade

Titulo do Case: Transforme a sociedade com a força do empreendedorismo social Categoria: Prática Interna Temática: Sociedade Titulo do Case: Transforme a sociedade com a força do empreendedorismo social Categoria: Prática Interna Temática: Sociedade Resumo: Quanto custa um projeto? As possíveis respostas são inúmeras. Os números

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS PARA AS TURMAS DE PRÉ- VESTIBULAR/PRÉ-ENEM DO EQUALIZAR 2016

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS PARA AS TURMAS DE PRÉ- VESTIBULAR/PRÉ-ENEM DO EQUALIZAR 2016 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS PARA AS TURMAS DE PRÉ- VESTIBULAR/PRÉ-ENEM DO EQUALIZAR 2016 Leia atentamente este edital. Você deverá concordar com todo o texto antes de se inscrever no processo

Leia mais

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente DICAS PARA ABRIR UM ESCRITÓRIO CONTÁBIL Começar um empreendimento requer coragem. Estar preparado para esse momento é fundamental, pois não vale, em hipótese alguma, aplicar o seu dinheiro no desconhecido.

Leia mais

Com alegria e gratidão pela caminhada de 2015.

Com alegria e gratidão pela caminhada de 2015. Circular: Matrícula 2016 Taguatinga, 01 de dezembro de 2015 Prezados pais/responsáveis, Com alegria e gratidão pela caminhada de 2015. Enviamos informações sobre o processo de renovação de matrícula para

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA 01/2013

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA 01/2013 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA 01/2013 OBJETIVO: O objetivo do EDITAL DE CHAMADA 01/2013 é apoiar através de provimento de Infraestrutura física, de apoio tecnológico e a gestão de negócios, até 04 (quatro)

Leia mais

AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO.

AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO. AUXÍLIO TRANSPORTE TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA MOSTRAR O SEU TALENTO. ÍNDICE APRESENTAÇÃO...04 MISSÃO E VISÃO DO SISTEMA FIEB... 06 VALORES... 08 OBJETIVOS DO PROGRAMA... 12 APROVEITAMENTO INTERNO... 14

Leia mais

Edital PROEX/IFRS nº 17/2016. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto

Edital PROEX/IFRS nº 17/2016. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto Edital PROEX/IFRS nº 17/2016 Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer - crie seu negócio de alto impacto O Pró-reitor de Extensão Substituto do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Rua Dr. Cesário Motta Junior 61 CEP 01221-020 São Paulo SP Telefone: (55 11) 3367-7700 www.fcmscsp.edu.br

Rua Dr. Cesário Motta Junior 61 CEP 01221-020 São Paulo SP Telefone: (55 11) 3367-7700 www.fcmscsp.edu.br CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS Pelo presente instrumento particular de Contrato para Prestação de Serviços Educacionais, de um lado, na qualidade de CONTRATADA e assim doravante simplesmente

Leia mais

Regulamento 30º Top de Marketing ADVB/RS

Regulamento 30º Top de Marketing ADVB/RS Regulamento 30º Top de Marketing ADVB/RS REGULAMENTO 30 TOP DE MARKETING ADVB/RS 1. Da Instituição 1.1. Fica instituído, pela Diretoria da ADVB/RS, o 30º TOP DE MARKETING ADVB-RS. 2. Dos Objetivos: 2.1.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA INCUBADORA TECNOLÓGICA E DO AGRONEGÓCIO DE MOSSORÓ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA INCUBADORA TECNOLÓGICA E DO AGRONEGÓCIO DE MOSSORÓ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO PRO-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA INCUBADORA TECNOLÓGICA E DO AGRONEGÓCIO DE MOSSORÓ CHAMADA Nº. 01/2016 IAGRAM A Incubadora Tecnológica

Leia mais

Regulamento Desafio Unicamp 2015

Regulamento Desafio Unicamp 2015 Regulamento Desafio Unicamp 2015 O Desafio Unicamp de inovação tecnológica é uma competição de modelos de negócio, idealizada pela Agência de Inovação Inova Unicamp, que tem como objetivo estimular a criação

Leia mais

Regulamento do Projeto Experimental em Artes Visuais 2014 Instituto de Artes da UNICAMP (Licenciatura e Bacharelado)

Regulamento do Projeto Experimental em Artes Visuais 2014 Instituto de Artes da UNICAMP (Licenciatura e Bacharelado) Regulamento do Projeto Experimental em Artes Visuais 2014 Instituto de Artes da UNICAMP (Licenciatura e Bacharelado) 1. O que é o Projeto Experimental em Artes Visuais 1.1.Caracterização Para integralizar

Leia mais

Startup Garagem Um programa de modelagem de negócios. RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS

Startup Garagem Um programa de modelagem de negócios. RAIAR Incubadora Multissetorial de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCRS Startup Garagem Um programa de modelagem de negócios RAIAR e Inovação da PUCRS TECNOPUC Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Porto Alegre, abril de 2015 1. Apresentação da Incubadora Raiar A e Inovação

Leia mais

NÚCLEO EXPERIMENTAL DE CINEMA DO MIS CONVOCATÓRIA PRODUÇÃO DE CURTA-METRAGEM 2016 PRIMEIRA EDIÇÃO: GÊNERO TERROR

NÚCLEO EXPERIMENTAL DE CINEMA DO MIS CONVOCATÓRIA PRODUÇÃO DE CURTA-METRAGEM 2016 PRIMEIRA EDIÇÃO: GÊNERO TERROR NÚCLEO EXPERIMENTAL DE CINEMA DO MIS CONVOCATÓRIA PRODUÇÃO DE CURTA-METRAGEM 2016 PRIMEIRA EDIÇÃO: GÊNERO TERROR Esta convocatória, iniciativa do Museu da Imagem e do Som (MIS), instituição da Secretaria

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TURISMO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TURISMO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I - OBJETIVOS Art. 1º. O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades de Estágio Supervisionado desenvolvidas no da

Leia mais

MBA EM GESTÃO PÚBLICA

MBA EM GESTÃO PÚBLICA EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM GESTÃO PÚBLICA Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

UNISAL Centro Universitário Salesiano de São Paulo Campus Liceu Salesiano Unidade Campinas Curso de Direito ESTRUTURA DA MONITORIA

UNISAL Centro Universitário Salesiano de São Paulo Campus Liceu Salesiano Unidade Campinas Curso de Direito ESTRUTURA DA MONITORIA UNISAL Centro Universitário Salesiano de São Paulo Campus Liceu Salesiano Unidade Campinas Curso de Direito ESTRUTURA DA MONITORIA Sumário Estrutura da Monitoria... 1 Edital de Convocação 2007... 5 Anexo

Leia mais

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente regulamento institui as regras e os procedimentos para a instituição do 1 ciclo do Programa de Certificação Profissional da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), nas categorias AVALIADOR, INSTRUTOR

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM PSICOLOGIA. Capítulo I

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM PSICOLOGIA. Capítulo I REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM PSICOLOGIA Capítulo I DOS OBJETIVOS Art. 1 O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia do Centro Universitário de Brasília é composto

Leia mais

II Gincana CulturANGLO 2015 REGULAMENTO GERAL

II Gincana CulturANGLO 2015 REGULAMENTO GERAL II Gincana CulturANGLO 2015 Tema: Mente Sã - Corpo São: uma história da relação mente e corpo Turmas: 1º e 2º Ano REGULAMENTO GERAL 1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1. Este documento contém os dispositivos

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE- UNINORTE LAUREATE Programa Incubadora Uninorte Empreende EDITAL Nº 01/2015 PRÉ-INCUBAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE- UNINORTE LAUREATE Programa Incubadora Uninorte Empreende EDITAL Nº 01/2015 PRÉ-INCUBAÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE- UNINORTE LAUREATE Programa Incubadora Uninorte Empreende EDITAL Nº 01/2015 PRÉ-INCUBAÇÃO A Incubadora Uninorte Empreende, incubadora de empresas do Centro Universitário do

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÁTICAS EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PPGPDS

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÁTICAS EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PPGPDS REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRÁTICAS EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PPGPDS DOS OBJETIVOS Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Práticas em Desenvolvimento Sustentável (PPGPDS) destina-se

Leia mais

Regulamento 4ª Corrida Rústica Base Aérea Guarulhos 6km e 12km SP

Regulamento 4ª Corrida Rústica Base Aérea Guarulhos 6km e 12km SP Regulamento 4ª Corrida Rústica Base Aérea Guarulhos 6km e 12km SP 1. A PROVA A Corrida Rústica da Base Aérea de Guarulhos será realizada no dia 22 de maio de 2016, na cidade de Guarulhos no estado de São

Leia mais

REGULAMENTO. Duplas Mistas: Formada por um integrante do sexo masculino e outro do sexo feminino.

REGULAMENTO. Duplas Mistas: Formada por um integrante do sexo masculino e outro do sexo feminino. REGULAMENTO A Prova de Corrida de Rua Meia Maratona SESC de Revezamento tem como objetivo promover a qualidade de vida dos empregados do comércio de bens, serviços e turismo, seus dependentes e da comunidade

Leia mais

DOCUMENTOS COMPLEMENTARES

DOCUMENTOS COMPLEMENTARES DOCUMENTOS COMPLEMENTARES REGULAMENTO DO CURSO DE DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO CDA EM ASSOCIAÇÃO DE IES (PUCRS e UCS) Janeiro de 2009 2 CAPÍTULO I Dos objetivos Art. 1 o - O curso confere o grau de Doutor

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE Curso: BACHAREL EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE Curso: BACHAREL EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FLUXO DO TCC 6o SEM 7o SEM 8o SEM PESQUISA EM INFORMÁTICA Além da ementa da disciplina, o aluno desenvolverá uma proposta de pesquisa, que poderá ou não continuar a ser trabalhada nas disciplinas de TCC1,

Leia mais

Gestão e Planejamento de Eventos Corporativos MANUAL DO CANDIDATO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP.

Gestão e Planejamento de Eventos Corporativos MANUAL DO CANDIDATO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Gestão e Planejamento de Eventos Corporativos MANUAL DO CANDIDATO ESPM Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP Informações Central de Candidatos: (11) 5081-8200 (opção 1) Segunda a sexta-feira

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO (BACHARELADO) Reconhecido pela Portaria MEC/SESu nº. 212 de 19/01/2011 - D.O.U. de 20/01/2011.

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO (BACHARELADO) Reconhecido pela Portaria MEC/SESu nº. 212 de 19/01/2011 - D.O.U. de 20/01/2011. FACULDADE DECISION DE NEGÓCIOS Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 1.591 de 15/09/2006, D.O.U. de 18/09/2006. Endereço: Av. Praia de Belas, 1510 Bairro Praia de Belas Porto Alegre, RS CURSO DE GRADUAÇÃO

Leia mais

CAPÍTULO I Do Programa

CAPÍTULO I Do Programa REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS E PROJETOS DO INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES INATEL Art. 1 O presente regulamento visa disciplinar a

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE HOMEOPATIA DA CIÊNCIAS MÉDICAS - LHCMA Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A LIGA DE HOMEOPATIA DA CIÊNCIAS MÉDICAS é uma entidade sem fins lucrativos, com duração

Leia mais

Manual JUIZ DE FORA - 2014

Manual JUIZ DE FORA - 2014 SELO DE RESPONSABILIDADE SOCIOEDUCATIVA PARA O TRÂNSITO 2014 2014 2014 SELO DE RESPONSABILIDADE SOCIOEDUCATIVA PARA O TRÂNSITO BRONZE SELO DE RESPONSABILIDADE SOCIOEDUCATIVA PARA O TRÂNSITO Manual JUIZ

Leia mais

Edital PROEX/IFRS nº 021/2015. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer crie seu negócio de alto impacto

Edital PROEX/IFRS nº 021/2015. Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer crie seu negócio de alto impacto Edital PROEX/IFRS nº 021/2015 Seleção de tutores para atuarem no curso Bota pra fazer crie seu negócio de alto impacto A Pró-reitora de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do

Leia mais

1.3. Aos futuros egressos do referido curso será outorgado o título de Mestre em Planejamento e uso de Recursos Renováveis.

1.3. Aos futuros egressos do referido curso será outorgado o título de Mestre em Planejamento e uso de Recursos Renováveis. EDITAL N o 001/2013/PPGPUR-So SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PLANEJAMENTO E USO DE RECURSOS RENOVÁVEIS PARA O CURSO DE MESTRADO ACADÊMICO PROCESSO SELETIVO 1º SEMESTRE/2014

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO ACADÊMICO DE PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 01/2014

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO ACADÊMICO DE PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 01/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO ACADÊMICO DE PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 01/2014 Estabelece as normas para o reconhecimento e funcionamento de

Leia mais

ALGUMAS RESPOSTAS A PERGUNTAS FREQUENTES

ALGUMAS RESPOSTAS A PERGUNTAS FREQUENTES ALGUMAS RESPOSTAS A PERGUNTAS FREQUENTES O que é a semestralidade? É o valor que deve ser pago por cada aluno durante os 6 (seis) meses de cada período letivo. Este valor depende da faixa de créditos (isto

Leia mais

EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA.

EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA. EDITAL Nº29-22/03/2013 DEDC SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS E PROJETOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET-MG NASCENTE EM LEOPOLDINA. O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO. Versão resumida. Pagamento da taxa de participação ou preenchimento da ficha de isenção;

REGULAMENTO NÚCLEO. Versão resumida. Pagamento da taxa de participação ou preenchimento da ficha de isenção; REGULAMENTO NÚCLEO Versão resumida ETAPAS I. Cadastro de dados específicos do programa; II. Pagamento da taxa de participação ou preenchimento da ficha de isenção; O Núcleo é uma rede com atividades contínuas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº. 01 CONSEPE, DE 5 DE MARÇO DE 2015. Regulamenta o Programa de Monitoria da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) e revoga as Resoluções CONSEPE nº 09/2013; 10/2014

Leia mais