REFORMA POLÍTICA. Capítulo VI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REFORMA POLÍTICA. Capítulo VI"

Transcrição

1 REFORMA POLÍTICA Capítulo VI

2 REFORMA QUE O GOVERNO LULA E O CONGRESSO NACIONAL DEVEM PRIORIZAR [espontânea e única, em %] Pe so % Re fe rê ncia s a re form a s Re form a Agrá ria 7 Re form a Tra ba lhist a 5 Re form a Fisca l/ Tribut á ria 5 Re form a Polít ica 4 Re form a da Sa úde 4 Re form a da Pre v idê ncia 4 Re form a da Educa çã o 2 Re form a do Judiciá rio 1 Re form a da Se gura nça 1 Re fe rê ncia s à cria çã o de e m pre gos 1 0 Re fe rê ncia s a m e lhoria s na sa úde 8 Re fe rê ncia s a m e lhoria s na e duca çã o 5 At e nçã o a os m a is pobre s e ca re nt e s 3 Re fe rê ncia s a m e lhoria s na se gura nça 3 Re fe rê ncia s a o a um e nt o do sa lá rio m ínim o 2 Out ra s re fe rê ncia s a á re a s de a t ua çã o 1 4 Nã o sa be 2 2 Pergunta: Durante a campanha eleitoral Lula e outros candidatos falaram de várias reformas que precisam ser feitas no Brasil. Na sua opinião qual é a reforma mais importante, que o governo e o Congresso Nacional deveriam fazer primeiro? 2

3 3 REFORMA QUE O GOVERNO LULA E O CONGRESSO NACIONAL DEVEM PRIORIZAR [espontânea e única, em %] Escola rida de Até a 4 a sé r ie De 5 a a 8 a sé r ie Mé dio Supe r ior Pe so % 2 7 % 2 5 % 3 6 % 1 2 % Re fe rê ncia s a re form a s Re form a Agrá ria Re form a Tra ba lhist a Re form a Fisca l/ Tribut á ria Re form a Polít ica Re form a da Sa úde Re form a da Pre v idê ncia Re form a da Educa çã o 2 2 * 3 5 Re form a do Judiciá rio Re form a da Se gura nça Re fe rê ncia s à cria çã o de e m pre gos Re fe rê ncia s a m e lhoria s na sa úde Re fe rê ncia s a m e lhoria s na e duca çã o At e nçã o a os m a is pobre s e ca re nt e s Re fe rê ncia s a m e lhoria s na se gura nça Re fe rê ncia s a o a um e nt o do sa lá rio m ínim o Out ra s re fe rê ncia s a á re a s de a t ua çã o Nã o sa be

4 4 REFORMA QUE O GOVERNO LULA E O CONGRESSO NACIONAL DEVEM PRIORIZAR [espontânea e única, em %] PT PT de sde que sur giu Pa r tido de pr e fe r ê ncia Pa ssou a pr e fe r ir o PT de pois PMDB PSDB Ne nhum Pe so % 2 9 % 1 5 % 1 2 % 6 % 7 % 5 1 % Re fe rê ncia s a re form a s Re form a Agrá ria Re form a Tra ba lhist a Re form a Fisca l/ Tribut á ria Re form a Polít ica Re form a da Sa úde Re form a da Pre v idê ncia Re form a da Educa çã o Re form a do Judiciá rio * Re form a da Se gura nça * Re fe rê ncia s à cria çã o de e m pre gos Re fe rê ncia s a m e lhoria s na sa úde Re fe rê ncia s a m e lhoria s na e duca çã o At e nçã o a os m a is pobre s e ca re nte s Re fe rê ncia s a m e lhoria s na se gura nça Re fe rê ncia s a o a um e nto do sa lá rio m ínim o Out ra s re fe rê ncia s a á re a s de a tua çã o Nã o sa be

5 5 REFORMA QUE O GOVERNO LULA E O CONGRESSO NACINAL DEVEM PRIORIZAR [estimulada, em %] 1º lugar Soma das menções Reforma trabalhista Reforma da previdência Reforma fiscal Reforma política Reforma agrária Não sabe 4 4 Pergunta: Qual destas reformas (mostre cartão) o governo e o Congresso Nacional deveriam fazer primeiro? E em 2º lugar? E em 3º lugar?

6 6 REFORMA QUE O GOVERNO LULA E O CONGRESSO NACIONAL DEVEM PRIORIZAR [espontânea e única, em %] ESPONTÂNEA Re for m a que o gov e r no Lula e o Congr e sso Na ciona l de v e m pr ior iz a r e st im ula da ( e m 1 o luga r ) Política Fisca l Pr e v idê ncia Agr á r ia Tr a ba lhist a Pe so % 1 7 % 1 5 % 1 4 % 1 1 % 3 8 % Re fe rê ncia s a re form a s Re form a Agrá ria Re form a Tra ba lhist a Re form a Fisca l/ Tribut á ria Re form a Polít ica Re form a da Sa úde Re form a da Pre v idê ncia 4 * * Re form a da Educa çã o Re form a do Judiciá rio * Re form a da Se gura nça Re fe rê ncia s à cria çã o de e m pre gos Re fe rê ncia s a m e lhoria s na sa úde Re fe rê ncia s a m e lhoria s na e duca çã o At e nçã o a os m a is pobre s e ca re nt e s Re fe rê ncia s a m e lhoria s na se gura nça Re fe rê ncia s a o a um e nt o do sa lá rio m ínim o Out ra s re fe rê ncia s a á re a s de a t ua çã o Nã o sa be

7 7 REFORMA QUE O GOVERNO LULA E O CONGRESSO NACIONAL DEVEM PRIORIZAR [estimulada, em %] ESCOLARI DADE PARTI DO DE PREFERÊNCI A At é 4 a sé rie D e 5 a a 8 a sé rie Mé dio Supe rior passou a PT desde que surgiu preferir PT depois Peso 100% 27% 25% 36% 12% 29% 15% 12% 6% 7% 51% total PT PMD B PSD B N EN H U M 1 º LUGAR T ra ba lhista Política Fisca l Pre vidê ncia Agrá ria Nã o sa be SOMA DAS MENÇÕES T ra ba lhista Pre vidê ncia Fisca l Política Agrá ria Nã o sa be

8 8 REFORMA QUE O GOVERNO LULA E O CONGRESSO NACIONAL DEVEM PRIORIZAR [estimulada, em %] CONDI ÇÃO DE ATI VI DADE ECONOMI CA PEA Me rca do Form a l Me rca do I nf orm a l De se m pre ga do NÃO PEA Dona de ca sa Apose nt a do Peso 100% 64% 30% 23% 10% 36% 15% 11% 9% Est uda nt e 1 º LUGAR T ra ba lhista Política Fiscal Pre vidência Agrá ria Nã o sa be SOMA DAS MENÇÕES T ra ba lhista Pre vidência Fiscal Política Agrá ria Nã o sa be

9 EVOLUÇÃO GRAU DE IMPORTÂNCIA ATRIBUÍDA À REFORMA POLÍTICA [estimulada e única, em %] Base: Total das amostras IMPORTANTE muito mais ou menos NADA IMPORTANTE NÃO SABE FPA Mar.06 Criterium Mai.06 FPA Nov.06 Pergunta: Nos últimos anos tem se discutido sobre a necessidade ou não de uma reforma política no Brasil. Na sua opinião, qual é a importância hoje de uma reforma política... 9

10 10 GRAU DE IMPORTÂNCIA ATRIBUÍDA À REFORMA POLÍTICA NO BRASIL [estimulada e única, em %] Base: Total da amostra ESCOLARI DADE PARTI DO DE PREFERÊNCI A At é 4 a sé rie De 5 a a 8 a sé rie Mé dio Supe rior total PT passou a PT desde preferir PT que surgiu depois Peso % 2 7 % 2 5 % 3 6 % 1 2 % 2 9 % 1 5 % 1 2 % 6 % 7 % 5 1 % PMDB PSDB N ENHUM I MPORT ANT E Muit o Um pouco NADA I MPORT ANT E NÃO SABE

11 11 EVOLUÇÃO OPINIÃO SOBRE O FINANCIAMENTO DAS CAMPANHAS ELEITORAIS [estimulada e única, em %] Base: Total das amostras É melhor que o financiamento das campanhas continue como é hoje É melhor que tenha financiamento público das campanhas Outras respostas Não sabe FPA Mar.06 Criterium Mai.06 FPA Nov.06 Pergunta: Atualmente, na época de eleição, as campanhas e candidatos podem receber doações de empresas e de pessoas físicas. Tem um projeto no Congresso Nacional que proíbe essas doações e propõe que as campanhas eleitorais sejam financiadas só com dinheiro público. Na sua opinião, o que é melhor...

12 12 OPINIÃO SOBRE O FINANCIAMENTO DAS CAMPANHAS ELEITORAIS [estimulada e única, em %] At é 4 a sé rie ESCOLARI DADE D e 5 a a 8 a sé rie Mé dio Supe rior total PT PARTI DO DE PREFERÊNCI A passou PT a desde preferir que PT surgiu depois Pe so % 2 7 % 2 5 % 3 6 % 1 2 % 2 9 % 1 5 % 1 2 % 6 % 7 % 5 1 % PMD B PSD B N EN H UM É me lhor que o fina ncia mento da s ca mpa nha s continue como é hoje É me lhor que te nha fina ncia me nto público da s ca mpa nha s Outra s resposta s Nã o sa be

13 OPINIÃO SOBRE O SISTEMA DE VOTO PARA O LEGISLATIVO [estimulada e única, em %] PROPORCIONAL VERSUS DISTRITAL Manter o sistema proporcional atual 47 Mudar para o sistema distrital puro Mudar para o sistema distrital misto Não sabe 22 Pergunta: Hoje a eleição de deputados é feita através do voto proporcional e nominal, ou seja, em cada estado são eleitos os nomes mais votados de acordo com a proporção de votos de cada partido. Existe uma proposta de que os estados sejam divididos em vários distritos e que cada distrito eleja um deputado é o chamado sistema distrital puro. Outra proposta é de que parte dos deputados seja eleita entre os nomes mais votados no estado e outra parte nos distritos é o voto distrital misto. Na sua opinião o que é melhor... 13

14 14 OPINIÃO SOBRE O SISTEMA DE VOTO PARA O LEGISLATIVO [estimulada e única, em %] PROPORCIONAL VERSUS DISTRITAL ESCOLARI DADE PARTI DO DE PREFERÊNCI A At é 4 a sé rie D e 5 a a 8 a sé rie Mé dio Supe rior total PT PT desde que surgiu passou a preferir PT depois Peso % 2 7 % 2 5 % 3 6 % 1 2 % 2 9 % 1 5 % 1 2 % 6 % 7 % 5 1 % PMD B PSD B N EN H U M Ma nte r o siste ma proporciona l a tua l Muda r pa ra o siste ma distrita l puro Muda r pa ra o siste ma distrita l misto Nã o sa be

15 15 OPINIÃO SOBRE O SISTEMA DE VOTO PARA O LEGISLATIVO [estimulada e única, em %] PROPORCIONAL VERSUS DISTRITAL AV. CO NGRESSO NACI O NAL (últ imos 4 anos) POSI TI VA REGU LAR N EGATI VA APROVAÇÃO DESAPROVAÇÃO Peso % 2 1 % 3 9 % 3 4 % 3 0 % 4 3 % Ma nte r o siste ma proporciona l a tua l Muda r pa ra o siste ma distrita l puro Muda r pa ra o siste ma distrita l misto Nã o sa be

16 VOTO NOMINAL VERSUS VOTO EM LISTA PARA O LEGISLATIVO [estimulada e única, em %] Manter o voto no nome dos candidatos, como é hoje 63 Combinação entre o voto nominal e o voto em lista 14 Mudar para o voto só de lista 5 Não sabe 18 Pergunta: Hoje a eleição de deputados é nominal, ou seja, são eleitos os nomes mais votados em cada partido. Existe uma proposta de que a votação seja só na legenda, em que seriam eleitos, pela ordem, os candidatos indicados em uma lista feita pelos partidos é o chamado voto em lista. Outra proposta é de que parte dos deputados seja eleita entre os nomes mais votados e outra de acordo com a lista partidária. Na sua opinião o que é melhor... 16

17 17 VOTO NOMINAL VERSUS VOTO EM LISTA PARA O LEGISLATIVO [estimulada e única, em %] At é 4 a sé rie ESCOLARI DADE De 5 a a 8 a sé rie Mé dio Supe rior total PT PARTI DO DE PREFERÊNCI A passou PT a desde preferir que PT surgiu depois Peso % 2 7 % 2 5 % 3 6 % 1 2 % 29% 15% 12% 6 % 7 % 5 1 % PMDB PSD B NENHUM Ma nte r o voto no nome dos ca ndida tos, como é hoje Combina çã o e ntre o voto nomina l e o voto e m lista Muda r pa ra o voto só de lista Nã o sa be

18 18 VOTO NOMINAL VERSUS VOTO EM LISTA PARA O LEGISLATIVO [estimulada e única, em %] AV. CONGRESSO NACI ONAL (últ imos 4 anos) POSI TI VA REGU LAR N EGATI VA APROV AÇÃO D ESAPROVAÇÃO Peso % 2 1 % 3 9 % 3 4 % 3 0 % 4 3 % Ma nte r o voto no nome dos ca ndida tos, como é hoje Combina çã o e ntre o voto nomina l e o voto e m lista Muda r pa ra o voto só de lista Nã o sa be

19 OPINIÃO SOBRE A FIDELIDADE PARTIDÁRIA [estimulada e única, em %] Proibir a troca de partido entre os deputados, tirando o mandato dos que quiserem mudar 38 Limitar as mudanças, exigindo que fiquem pelo menos um ou dois anos no partido escolhido 28 Manter a liberdade dos deputados para mudarem de partido a qualquer momento, como é hoje 23 Não sabe 11 Pergunta: Atualmente os deputados eleitos podem trocar de partido a qualquer hora, até mesmo entre a eleição e a posse, antes de começar seu mandato. Existem propostas para impedir e para limitar a troca de legenda, a favor da fidelidade partidária. Na sua opinião o que é melhor... 19

20 OPINIÃO SOBRE A FIDELIDADE PARTIDÁRIA [estimulada e única, em %] ESCOLARI DADE PARTI DO DE PREFERÊNCI A At é 4 a série De 5 a a 8 a série Médio Superior t ot al PT PT desde que surgiu passou a preferir PT depois Peso % 2 7 % 2 5 % 3 6 % 1 2 % 2 9 % 1 5 % 1 2 % 6 % 7 % 5 1 % PMDB PSDB N EN H UM Proibir a troca de pa rtido e ntre os de puta dos, tira ndo o ma nda to dos que quise re m muda r Limita r a s muda nça s, e x igindo que fique m pe lo me nos um ou dois a nos no pa rtido e scolhido Ma nte r a libe rda de dos de puta dos pa ra muda re m de pa rtido a qua lque r mome nto, como é hoje Nã o sa be

21 21 OPINIÃO SOBRE A FIDELIDADE PARTIDÁRIA [estimulada e única, em %] AV. CONGRESSO NACI ONAL ( últ imos 4 anos) POSI TI VA REGULAR N EGATI VA APROVAÇÃO DESAPROVAÇÃO Peso % 2 1 % 3 9 % 3 4 % 3 0 % 4 3 % Proibir a troca de pa rtido e ntre os de puta dos, tira ndo o ma nda to dos que quise re m muda r Limita r a s muda nça s, e x igindo que fique m pe lo me nos um ou dois a nos no pa rtido e scolhido Ma nte r a libe rda de dos de puta dos pa ra muda re m de pa rtido a qua lque r mome nto, como é hoje Nã o sa be

22 22 EVOLUÇÃO OPINIÃO SOBRE A QUANTIDADE DE PARTIDOS POLÍTICOS NO BRASIL [estimulada e única, em %] É bom para o Brasil ter muitos partidos como tem hoje Seria melhor ter vários partidos, mas menos do que tem hoje FPA Nov97* Criterium Abr.05 Criterium Mai.06 Seria melhor se só tivesse um único partido Seria melhor se não existisse partido nenhum Não sabe *População urbana Pergunta: Como você sabe, existem vários partidos políticos no Brasil. Na sua opinião...

23 23 PROPORÇÃO DE DEPUTADOS FEDERAIS NO CONGRESSO NACIONAL E DE ELEITORES NO PAÍS segundo macro regiões (em%) Fonte: TSE/ Câmara dos Deputados Norte/ Centro Oeste Eleitores Deputados Federais Nordeste Sudeste São Paulo 26 Outros estados SE Sul 15 15

24 EVOLUÇÃO OPINIÃO SOBRE A REPRESENTATIVIDADE DE DEPUTADOS FEDERAIS NO CONGRESSO NACIONAL SEGUNDO A PROPORÇÃO DE ELEITORES DE CADA ESTADO [estimulada e única, em %] Base: Total das amostras É melhor que o número de deputados federais por estado volte a ser proporcional ao seu número de eleitores É melhor que o número de deputados federais por estado continue desproporcional, como é hoje Não sabe Criterium Mai FPA Nov.06 Pergunta: O Congresso no Brasil tem o Senado e a Câmara de Deputados. No Senado todos os estados são representados igualmente por três senadores, não importa o tamanho da população. Na Câmara, o número de deputados era proporcional ao número de eleitores de cada estado, mas isso foi mudando e atualmente os estados com menos eleitores têm, proporcionalmente, mais deputados que os estados com mais eleitores. Ou seja, nos estados com mais gente o voto vale menos, porque precisa mais votos para eleger um deputado do que nos estados com menos gente. Na sua opinião, o que é melhor... 24

25 25 OPINIÃO SOBRE A REPRESENTATIVIDADE DE DEPUTADOS FEDERAIS NO CONGRESSO NACIONAL SEGUNDO A PROPORÇÃO DE ELEITORES DE CADA ESTADO [estimulada e única, em %] ESCOLARI DADE PARTI DO DE PREFERÊNCI A At é 4 a sé rie De 5 a a 8 a sé rie Mé dio Supe rior t ot a l PT PT desde que surgiu passou a preferir PT depois Peso % 2 7 % 2 5 % 3 6 % 1 2 % 2 9 % 1 5 % 1 2 % 6 % 7 % 5 1 % PMD B PSDB NENHUM Que o núme ro de de puta dos de ca da e sta do volte a se r proporciona l a o se u núme ro de e le itore s Que o núme ro de de puta dos fe de ra is por e sta do continue de sproporciona l, como é hoje Nã o sa be

26 OPINIÃO SOBRE A REPRESENTATIVIDADE DE DEPUTADOS FEDERAIS NO CONGRESSO NACIONAL SEGUNDO A PROPORÇÃO DE ELEITORES DE CADA ESTADO [estimulada e única, em %] AV. CONGRESSO NACI ONAL REGI ÃO ( últ imos 4 anos) SUDESTE POSI TI VA REGU LAR NEGATI VA APROVAÇÃO D ESAPROVAÇÃO N/ CO NE TT SP OUTROS ESTADOS SUL Peso % 2 1 % 3 9 % 3 4 % 3 0 % 4 3 % 1 4 % 2 6 % 4 5 % 2 4 % 2 1 % 1 5 % Que o núm e ro de de pu t a dos de cada e st a do volt e a ser proporcion al ao seu n úm ero de eleit ores Que o núm e ro de de pu t a dos fe dera is por est ado cont in ue de sproporcion al, com o é h oj e Nã o sa be

27 27 OPINIÃO SOBRE O TAMANHO DO MANDATO E A REELEIÇÃO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA [estimulada e única, em %] Manter o mandato presidencial como é hoje, de 4 anos com direito a uma reeleição 52 Acabar com a reeleição, mantendo o mandato de 4 anos 25 Acabar com a reeleição, mas aumentar o mandato presidencial para 5 ou 6 anos 19 Não sabe 5 Pergunta: Outra coisa que se discute é o tamanho do mandato e a reeleição do presidente da República. Na sua opinião, o que é melhor...

28 28 TAMANHO DO MANDATO E REELEIÇÃO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA [estimulada e única, em %] Até 4 a sé rie ESCOLARI DADE De 5 a a 8 a sé rie Mé dio Supe rior t ot a l PT PARTI DO DE PREFERÊNCI A passou PT a desde preferir que PT surgiu depois Peso % 2 7 % 2 5 % 3 6 % 1 2 % 2 9 % 1 5 % 1 2 % 6 % 7 % 5 1 % PMDB PSDB NENHUM Ma nte r o ma nda to pre side ncia l como é hoje, de 4 a nos com dire ito a uma re e le içã o Aca ba r com a re e le içã o, ma nte ndo o ma nda to de 4 a nos Aca ba r com a re e le içã o, ma s a ume nta r o ma nda to pre side ncia l pa ra 5 ou 6 a nos Nã o sa be

29 29 EVOLUÇÃO OPINIÃO SOBRE A OBRIGATORIEDADE DO VOTO [estimulada e única, em %] Criterium Jun.02 Criterium Set.02 FPA Mar.06* Criterium Mai.06 Só deveria votar quem quisesse Deve continuar sendo obrigatório Indiferente Não sabe * População Pergunta: O voto no Brasil é obrigatório. Na sua opinião, o voto...

30 30 EVOLUÇÃO VOTARIA SE O VOTO FOSSE OBRIGATÓRIO? [estimulada e única, em %] Criterium Jun.02 Criterium Set.02 FPA Mar.06* Criterium Mai.06 Com certeza votaria mesmo assim Com certeza não votaria Talvez votasse, talvez não * População Pergunta: Se o voto não fosse obrigatório, o que você faria na eleição presidencial deste ano...

31 OPINIÃO SOBRE A OBRIGATORIEDADE DO VOTO VERSUS VOTARIA SE O VOTO NÃO FOSSE OBRIGATÓRIO? [estimulada e única, em %] PESQUISA NACIONAL REALIZADA EM MAIO DE 2006 Vot aria com cert eza Talvez vot asse Não vot aria com cert eza Peso 100% 61% 14% 24% Só deveria vot ar quem quisesse Deve cont inuar sendo obrigat ório Indiferent e Não sabe VOTARI A SE O VOTO NÃO FOSSE OBRI GATÓRI O? OPI NI ÃO SOBRE A OBRI GATORI EDADE DO VOTO Deve cont inuar obrigat ório Só deveria vot ar quem quisesse Peso 100% 43% 55% Com cert eza vot aria mesmo assim Com cert eza não vot aria Talvez vot asse, t alvez não Não sabe 1 1 * 31

CONTRATO Nº 229/ 2014

CONTRATO Nº 229/ 2014 CONTRATO Nº 229/ 2014 Prestação de Serviços de Consultoria especializada em gestão na área de planejamento estratégico e mapeamento de processos. Que fazem entre si de um lado a Prefeitura Municipal de

Leia mais

Sondagem de Opinião Parlamentar Reforma Política

Sondagem de Opinião Parlamentar Reforma Política Reforma Política Abril a Maio de 2009 Brasília, 28 de Maio de 2008 Introdução O recente envio da proposta do Poder Executivo de reforma política trouxe força e fôlego para o debate do tema no Brasil, mobilizando

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA JUNHO DE 2007 Dados Técnicos Pesquisa Pesquisa de opinião pública nacional Universo Eleitores e potenciais eleitores brasileiros que

Leia mais

Proposta de Reforma Política

Proposta de Reforma Política Proposta de Reforma Política Proposta de Reforma Política - 2 de 7 Senhores Parlamentares, agradecemos a cordialidade em nos receber e a oportunidades para que falemos nesta casa sobre um tema crucial

Leia mais

Reforma Política. Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil

Reforma Política. Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Reforma Política Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Introdução 2 Objetivos Abrangência Geográfica Método de coleta Datas

Leia mais

O siste ma foi de se nvolvido e m C # atra vé s da fe rrame nta Microsoft Visual S tudio 2008. Banco de dados Microsoft S QL S e rve r 2008 r2

O siste ma foi de se nvolvido e m C # atra vé s da fe rrame nta Microsoft Visual S tudio 2008. Banco de dados Microsoft S QL S e rve r 2008 r2 His tó ric o O de s e nvolvime nto do S is te ma Voto E le trônico do Ministé rio P úblico do E stado de S ão P aulo te ve s e u início e m 2009 com a fina lidade de automatiza r os proce ssos e le itorais

Leia mais

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff Homero de Oliveira Costa Revista Jurídica Consulex, Ano XV n. 335, 01/Janeiro/2011 Brasília DF A reforma política, entendida como o conjunto

Leia mais

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO *

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO * PARECER DO RELATOR (Sr. Rodrigo Maia) * RELATÓRIO * Em síntese, as propostas constitucionais ora em análise têm por escopo alterar o sistema político-eleitoral em vigor, de modo a ajustar o sistema eleitoral

Leia mais

Avaliação governo Dilma Rousseff. Expectativas econômicas. 03 a 05/06/2014. www.datafolha.com.br

Avaliação governo Dilma Rousseff. Expectativas econômicas. 03 a 05/06/2014. www.datafolha.com.br Intenção de voto presidente Avaliação governo Dilma Rousseff Opinião sobre os protestos Expectativas econômicas PO813747 03 a 05/06/2014 INTENÇÃO DE VOTO PARA PRESIDENTE JUNHO DE 2014 DILMA CAI, MAS ADVERSÁRIOS

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS ABRIL DE 2012 JOB690 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto aos eleitores da área em estudo opiniões relacionadas

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS JULHO DE 2010 JOB 1412-1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL O projeto tem por objetivo geral levantar um conjunto de

Leia mais

Índice alfabético. página: 565 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z. procura índice imprimir última página vista anterior seguinte

Índice alfabético. página: 565 a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z. procura índice imprimir última página vista anterior seguinte Í é á: 565 á é í ú á í é á: 566 A A é, 376 A, 378 379 A á, 146 147 A, 309 310 A á, 305 A ( ), 311 A, 305 308 A á B, 470 A á, 384 385 A,, ç Bç, 338 340 A é, 337 Aé, 333 A, 410 419 A K, 466 A, 123 A, 32

Leia mais

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.)

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.) 32988 Quarta-feira 22 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Ou tu bro de 2003 Art. 3º O Gru po Parlamentar reger-se-á pelo seu regulamento in ter no ou, na falta deste, pela decisão da ma i o ria absoluta de seus mem

Leia mais

TEMAS DA REFORMA POLÍTICA

TEMAS DA REFORMA POLÍTICA TEMAS DA REFORMA POLÍTICA 1 Sistemas Eleitorais 1.1 Sistema majoritário. 1.2 Sistema proporcional 1.2 Sistema misto 2 - Financiamento eleitoral e partidário 3- Suplência de senador 4- Filiação partidária

Leia mais

Intenção de voto para presidente 2014 PO813734. www.datafolha.com.br

Intenção de voto para presidente 2014 PO813734. www.datafolha.com.br Intenção de voto para presidente 2014 PO813734 19 e 20/02/2014 INTENÇÃO DE VOTO PARA PRESIDENTE FEVEREIRO DE 2014 MESMO COM DESEJO DE MUDANÇA, DILMA MANTÉM LIDERANÇA NA CORRIDA ELEITORAL 67% preferem ações

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Brasília-DF, 30 de outubro de 2006 Jornalista Ana Paula Padrão: Então vamos às perguntas, agora ao vivo, com

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº XXX, DE 00 DE XXXXX DE 2014

RESOLUÇÃO Nº XXX, DE 00 DE XXXXX DE 2014 RESOLUÇÃO Nº XXX, DE 00 DE XXXXX DE 2014 Dispõe sobre a regulamentação da avaliação e fluxo de procedimentos para a concessão do Reconhecimento de Saberes e Competências aos docentes pertencentes ao Plano

Leia mais

HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO

HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO REFORMA POLÍTICA NAS DISCUSSÕES EM CURSO NO CONGRESSO NACIONAL MÁRCIO NUNO RABAT Consultor Legislativo da Área XIX Ciência Política, Sociologia Política,

Leia mais

Política de cotas para mulheres na política tem 75% de aprovação

Política de cotas para mulheres na política tem 75% de aprovação Política de cotas para mulheres na política tem 75% de aprovação População conhece pouco a atual lei de cotas, mas acha que os partidos que não cumprem a lei deveriam ser punidos A maioria da população

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

O que fazer para reformar o Senado?

O que fazer para reformar o Senado? O que fazer para reformar o Senado? Cristovam Buarque As m e d i d a s para enfrentar a crise do momento não serão suficientes sem mudanças na estrutura do Senado. Pelo menos 26 medidas seriam necessárias

Leia mais

Metodologia AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO. A margem de erro máxima para o total da amostra é 2,0 pontos percentuais.

Metodologia AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO. A margem de erro máxima para o total da amostra é 2,0 pontos percentuais. Junho / 2014 Metodologia Metodologia AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO 2.126 pessoas foram entrevistadas, a partir de 16 anos, de todos os níveis econômicos em todas as regiões do país. As entrevistas

Leia mais

O P a pel da M ídia no C o ntro le da s P o lític a s de S a úde

O P a pel da M ídia no C o ntro le da s P o lític a s de S a úde B ra s ília, 26 de s etem bro de 2009 C o ntro le da s P o lític a s de L uiz R ibeiro FU N Ç Ã O D O J O R N A L I S M O J o r n a lis m o é a a tiv id a d e p r o fis s io n a l q u e c o n s is te e

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS JUNHO DE 2012 JOB1291 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto aos eleitores da área em estudo opiniões relacionadas

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL Pesquisa e Consultoria Relatório Síntese PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL RODADA 93 CNT 15 a 19 de Setembro de 2008 SAS Q 06 - Lote 03 - Bloco J Rua Grão Pará, 737-4º andar Ed. Camilo Cola - 2 o andar

Leia mais

SENSUS. Relatório Síntese CNT SENSUS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL RODADA 97. 25 a 29 de Maio de 2009

SENSUS. Relatório Síntese CNT SENSUS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL RODADA 97. 25 a 29 de Maio de 2009 Pesquisa e Consultoria Relatório Síntese PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL RODADA 97 CNT 25 a 29 de Maio de 2009 SAUS Q 01 - Bloco J - Entradas 10 e 20 Rua Grão Pará, 737 4ºandar Ed. CNT - 11 o andar

Leia mais

DE PESSOAL DE NÍVEL N. Brasília, Março de 2010 Ministério da Educação

DE PESSOAL DE NÍVEL N. Brasília, Março de 2010 Ministério da Educação Brasília, Março de 2010 I Conferência da ANAMBA e Encontro Regional Americano do EMBA COUNCIL São Paulo, 08 a 10 de março de 2010 A AVALIAÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE PÓS GRADUAÇÃO TÓPICOS O SNPG e a necessidade

Leia mais

o bje tiv o f in a l d o C oa c h in g é fa z e r c o m qu e o s c lie n te s t o rn e m -s e a u tô no m o s.

o bje tiv o f in a l d o C oa c h in g é fa z e r c o m qu e o s c lie n te s t o rn e m -s e a u tô no m o s. O r ie n ta ç õ e s In i ci ai s E u, R ic k N e ls o n - P e rs on a l & P rof e s s io n al C o a c h - a c re dito qu e o o bje tiv o f in a l d o C oa c h in g é fa z e r c o m qu e o s c lie n te

Leia mais

Prefeitura Municipal de Gavião-BA

Prefeitura Municipal de Gavião-BA Edição Nº Nº 024/2012 030/2012 Segunda-Feira Quinta-Feira 08 26 de Março Junho de 2012 Rua Irmã Dulce, nº 370 Gavião Bahia CEP: 44650-000. Tel/Fax: 75.3682 2271 CNPJ: 13.233.036/0001-67 www.gaviao.ba.gov.br

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O MINISTÉRIO PÚBLICO

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O MINISTÉRIO PÚBLICO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE O MINISTÉRIO PÚBLICO FEVEREIRO DE 2004 OPP 019 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA PERÍODO DE CAMPO - De 7 a 11 de fevereiro de 2004. UNIVERSO - A pesquisa foi realizada

Leia mais

Vamos Subir Nova Voz

Vamos Subir Nova Voz c c Vamos Subir Nova Voz 2 Letra e Música: Lucas Pimentel Arr: Henoch Thomas 2 5 2 to Eu-pos tem - po te-nho ou vi - do a pro- 2 g g 8 mes - sa de que vi - rás pra res -ga -tar os fi-lhos Teus Nem sem-pre

Leia mais

Guia de Reforma Política

Guia de Reforma Política Guia de Reforma Política Guia de Reforma Política - 2 de 13 O que os partidos querem com a Reforma Política e a proposta do Movimento Liberal Acorda Brasil O Movimento Liberal Acorda Brasil avaliou as

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Pesquisa de Opinião Pública Nacional Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Julho de 2008 Roteiro I. Metodologia II. III. IV. Eleições e Política Corrupção eleitoral

Leia mais

A mais um CURSO realizado pela

A mais um CURSO realizado pela A mais um CURSO realizado pela Aqui tem qualificação de Verdade! CONTROLE INTERNO Reforma Política: o que podemos melhorar? Dr. Luiz Fernando Pereira PERÍODO 09h00 X 12h00 09/12/2015 15h às 17h Por gentileza

Leia mais

PESQUISA RELATÓRIO 1/2 PESQUISA PRESIDENTE GOVERNADOR - SENADOR CONTRATANTE DA PESQUISA: PARTIDO DA REPÚBLICA-PR MINAS GERIAS ESTADO: MINAS GERAIS

PESQUISA RELATÓRIO 1/2 PESQUISA PRESIDENTE GOVERNADOR - SENADOR CONTRATANTE DA PESQUISA: PARTIDO DA REPÚBLICA-PR MINAS GERIAS ESTADO: MINAS GERAIS PESQUISA RELATÓRIO 1/2 PESQUISA PRESIDENTE GOVERNADOR - SENADOR CONTRATANTE DA PESQUISA: PARTIDO DA REPÚBLICA-PR MINAS GERIAS ESTADO: MINAS GERAIS PERÍODO DE REALIZAÇÃO DOS TRABALHOS: 12 A 19 DE SETEMBRO

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública Tema geral: Como o eleitor escolheu seus candidatos em 2010

Pesquisa de Opinião Pública Tema geral: Como o eleitor escolheu seus candidatos em 2010 Pesquisa de Opinião Pública Tema geral: Como o eleitor escolheu seus candidatos em 2010 Apresentação: Somos pesquisadores da Universidade Federal do Ceará e gostaríamos de saber como as pessoas votaram

Leia mais

Objetivos. Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político?

Objetivos. Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político? Objetivos Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político? Como desenvolver a consciência de que fazemos parte do sistema político? 1. O que eu tenho a ver com isso? O que

Leia mais

Portugiesisch Informações do Presidente da Comissão Eleitoral da Baixa Saxónia

Portugiesisch Informações do Presidente da Comissão Eleitoral da Baixa Saxónia Portugiesisch Informações do Presidente da Comissão Eleitoral da Baixa Saxónia Princípios do sistema de eleições autárquicas da Baixa Saxónia Princípios do sistema de eleições autárquicas da Baixa Saxónia

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Copenhague-Dinamarca, 01 de outubro de 2009 Bem, primeiro dizer a vocês da alegria de poder estar

Leia mais

Generated by CamScanner. O sistema eleitoral brasileiro ^ IomIo> ; 00+ C a p í, u l 3 i L z J b t p : f\ í u 7 ~.

Generated by CamScanner. O sistema eleitoral brasileiro ^ IomIo> ; 00+ C a p í, u l 3 i L z J b t p : f\ í u 7 ~. T C A., U 6 M ; C a p í, u l 3 i L z J b t p : f\ í u 7 ~. O sistema eleitoral brasileiro ^ IomIo> ; 00+ JAIRO NICOLAU Sistema eleitoral é o conjunto de regras que define como, em uma determinada eleição,

Leia mais

PO 813734A AVALIAÇÃO DA PRESIDENTE DILMA PO 813734B INTENÇÃO DE VOTO PRESIDENTE PO 813734C 50 ANOS DA DITADURA MILITAR Nº CIDADE:

PO 813734A AVALIAÇÃO DA PRESIDENTE DILMA PO 813734B INTENÇÃO DE VOTO PRESIDENTE PO 813734C 50 ANOS DA DITADURA MILITAR Nº CIDADE: PO 813734A AVALIAÇÃO DA PRESIDENTE DILMA PO 813734B INTENÇÃO DE VOTO PRESIDENTE PO 813734C 50 ANOS DA DITADURA MILITAR Nº CPD: Nº CIDADE: CHECAGEM: 1 CHECADO 2 SEM TELEFONE 3 TELEFONE ERRADO 4 NÃO ENCONTRADO

Leia mais

EXMO. SR. PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA

EXMO. SR. PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA * 91 9 REQUERIMENTO N llt"' "72014 Gabinete do Vereador Deodato Ramalho Líder da Bancada do PT EXMO. SR. PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA Requer a transcrição da

Leia mais

TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR. Foram aprovadas as seguintes alterações:

TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR. Foram aprovadas as seguintes alterações: Senado Federal Comissão da Reforma Política TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR a) Redução de dois suplentes de Senador para um; b) Em caso de afastamento o suplente assume; em

Leia mais

1. A cessan do o S I G P R H

1. A cessan do o S I G P R H 1. A cessan do o S I G P R H A c esse o en de reç o w w w.si3.ufc.br e selec i o ne a o p ç ã o S I G P R H (Siste m a I n te g ra d o de P la ne ja m e n t o, G estã o e R e c u rs os H u m a n os). Se

Leia mais

RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO

RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO RESULTADOS DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DO USUÁRIO EXTERNO COM A CONCILIAÇÃO E A MEDIAÇÃO 1. RESULTADOS QUESTIONÁRIO I - PARTES/ CONCILIAÇÃO 1.1- QUESTIONÁRIO I - PARTES/ CONCILIAÇÃO: AMOSTRA REFERENTE AS

Leia mais

A Semana no Congresso Nacional

A Semana no Congresso Nacional A Semana no Congresso Nacional Brasília, 10/08/2015 CÂMARA Câmara instalará seis comissões mistas para analisar MPs Relator da CPI do BNDES apresentará plano de trabalho Comissão de Finanças e Tributação

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Inteiro Teor do Acórdão - Página 92 de 215 18/06/2014 PLENÁRIO AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 4.947 DISTRITO FEDERAL DEBATE O SENHOR MINISTRO LUÍS ROBERTO BARROSO - Presidente, eu fiquei com uma

Leia mais

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio Elenco: Olga Barroso Renato Beserra dos Reis Zilânia Filgueiras Sérgio Francatti Dodi Reis Preparação de Atores e Direção: Dodi Reis Coordenação

Leia mais

PONTO DOS CONCURSOS Orçamento nas Constiuições Federais

PONTO DOS CONCURSOS Orçamento nas Constiuições Federais Olá, concurseiro (a)! Tenho observado que algumas bancas cobram um conhecimento histórico do orçamento público nas constituições federais brasileiras. Para facilitar tua vida, organizei a linha do tempo

Leia mais

v a p r a f e i r a (. c o m ) u m p r o j e t o d e i n c e n t i v o a o u s o d o e s p a ç o p ú b l i c o

v a p r a f e i r a (. c o m ) u m p r o j e t o d e i n c e n t i v o a o u s o d o e s p a ç o p ú b l i c o v a p r a f e i r a (. c o m ) u m p r o j e t o d e i n c e n t i v o a o u s o d o e s p a ç o p ú b l i c o vaprafeira.com M a r i n a B r i z a M o re l l i O r i e nta d o ra : I s a b e l A b a

Leia mais

Intenção de voto para presidente da República PO813749. www.datafolha.com.br

Intenção de voto para presidente da República PO813749. www.datafolha.com.br Intenção de voto para presidente da República PO813749 01 e 02/07/2014 INTENÇÃO DE VOTO PARA PRESIDENTE JULHO DE 2014 EM MÊS MARCADO POR COPA, DILMA RECUPERA PREFERÊNCIA DE ELEITORES Queda nos votos em

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS AGOSTO DE 2010 JOB1430-1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO O projeto tem por objetivo geral levantar um conjunto de informações

Leia mais

Lutar pelo êxito do governo Dilma e reforçar o papel do PCdoB

Lutar pelo êxito do governo Dilma e reforçar o papel do PCdoB Resolução da 5ª reunião do CC - eleito no 12º Congresso Lutar pelo êxito do governo Dilma e reforçar o papel do PCdoB A maioria da nação enalteceu a eleição de Dilma Rousseff para a presidência da República

Leia mais

22/05/2006. Discurso do Presidente da República

22/05/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de assinatura de protocolos de intenções no âmbito do Programa Saneamento para Todos Palácio do Planalto, 22 de maio de 2006 Primeiro, os números que estão no

Leia mais

Junho / 2014. Reformas políticas

Junho / 2014. Reformas políticas Junho / 2014 Reformas políticas Metodologia Metodologia AMOSTRA ABRANGÊNCIA PERÍODO MARGEM DE ERRO 2.125 pessoas foram entrevistadas, a partir de 16, de todos os níveis econômicos em todas as regiões do

Leia mais

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O

PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O PATR IMÔNIO PALEONTOLÓG IC O O s depós itos fos s ilíferos, o s s ítios paleontológ icos (paleobiológicos ou fossilíferos) e o s fós s eis q u e a p r e s e n ta m valores científico, educativo o u cultural

Leia mais

PESQUISA ELEITORAL. INSTITUTO METHODUS www.institutomethodus.com.br methodus@methodus.srv.br (51) 3221-2582. Março de 2010

PESQUISA ELEITORAL. INSTITUTO METHODUS www.institutomethodus.com.br methodus@methodus.srv.br (51) 3221-2582. Março de 2010 INSTITUTO METHODUS www.institutomethodus.com.br methodus@methodus.srv.br (51) 3221-2582 PESQUISA ELEITORAL Março de 2010 1 Esta pesquisa foi contratada pelo PSB - Partido Socialista Brasileiro/RS e foi

Leia mais

Câmara Municipal de Retirolândia-BA

Câmara Municipal de Retirolândia-BA Edição Nº 030/2012 007/2012 Terça-Feira Quinta-Feira 3108 de de Julho Março de 2012 de 2012 A CASA DA DEMOCRACIA Rua Joana Angélica, n.º 537 Centro CEP 48.750-000 Retirolândia/BA CNPJ 63.103.808/0001-14

Leia mais

O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E A FIDELIDADE PARTIDÁRIA:

O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E A FIDELIDADE PARTIDÁRIA: O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E A FIDELIDADE PARTIDÁRIA: RETORNO À EMENDA N 1/69? Por Francisco de Guimaraens 1 Introdução O presente ensaio tem por finalidade analisar criticamente os principais aspectos jurídicos

Leia mais

Oferta Significado 2011. Candidaturas POPH 3.2, 8.3.2 e 9.3.2 Formação para a Inovação e Gestão. Setembro 2011

Oferta Significado 2011. Candidaturas POPH 3.2, 8.3.2 e 9.3.2 Formação para a Inovação e Gestão. Setembro 2011 Oferta Significado 2011 Candidaturas POPH 3.2, 8.3.2 e 9.3.2 Formação para a Inovação e Gestão Setembro 2011 Data para submissão das Candidaturas: Até 10 de Outubro 2011 Financiamento Formação Geral Micro

Leia mais

Ebserh, a crise dos planos de saúde e o financiamento de campanha eleitoral

Ebserh, a crise dos planos de saúde e o financiamento de campanha eleitoral Ebserh, a crise dos planos de saúde e o financiamento de campanha eleitoral Gibran Jordão Segundo dados do próprio Tribunal superior Eleitoral (TSE), as empresas de Plano de Saúde privado doaram nas eleições

Leia mais

Cenário Político-Eleitoral. Set-2014

Cenário Político-Eleitoral. Set-2014 Cenário Político-Eleitoral Set-2014 Humberto Dantas Cientista social, mestre e doutor em Ciência Política USP Professor e pesquisador do Insper Coordenador de cursos de pós-graduação FIPE e FESP Comentarista

Leia mais

Sistema de Arquivos. Sistemas de Arquivos

Sistema de Arquivos. Sistemas de Arquivos Sistemas de Arquivos Definições Básicas 1.Um arquivo é uma unidade lógica de informação criado por processos. As informações podem representar instruções e dados de qualquer tipo [1]. Exemplo de arquivos.

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE CORRUPÇÃO PARA A TRANSPARÊNCIA FEVEREIRO DE 2005 OPP008 OBJETIVO LOCAL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA - Levantar junto a população da área em estudo opiniões relacionadas

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE RUBELITA - EDITAL 1/2014 -

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE RUBELITA - EDITAL 1/2014 - CADERNO 002 26/07/2015 9 Horas CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICIPAL DE RUBELITA - EDITAL 1/2014 - ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS:

Leia mais

Design de aplicativos moveis

Design de aplicativos moveis Design de aplicativos moveis Os dispositivos móveis mais comuns : S m a r t p h o n e ; P D A ; Te l e m ó v e l ( pt) / C e l u l a r ( br); C o n s o l e p o r t á t i l ; U l t r a M o b i l e P C ;

Leia mais

AVALIAÇÃO DO GOVERNO

AVALIAÇÃO DO GOVERNO Indicadores CNI Pesquisa CNI-Ibope AVALIAÇÃO DO GOVERNO Popularidade cresce no segundo semestre Mas presidente Dilma encerra primeiro mandato com popularidade menor que no seu início A popularidade da

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal Sobral-CE, 17 de março de 2004 Meu caro governador do estado do Ceará, Lúcio Alcântara, Meu caro companheiro

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, por ocasião da visita à Comunidade Linha Caravaggio

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, por ocasião da visita à Comunidade Linha Caravaggio Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, por ocasião da visita à Comunidade Linha Caravaggio Chapecó-SC, 23 de junho de 2006 Presidente: É um programa, talvez

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na solenidade de inauguração da Usina Termelétrica Cristiano Rocha

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na solenidade de inauguração da Usina Termelétrica Cristiano Rocha , Luiz Inácio Lula da Silva, na solenidade de inauguração da Usina Termelétrica Cristiano Rocha Manaus-AM, 18 de dezembro de 2006 Eu não sei se tem alguém se molhando, mas por mim pode chover à vontade,

Leia mais

Programa Copa do Mundo 2014

Programa Copa do Mundo 2014 Programa Copa do Mundo 2014 Programa Copa do Mundo 2014 Gerente do Programa: Mario Queiroz Guimarães Neto Rede do Programa: Rede de Cidades Objetivo do Programa: Organizar com excelência os eventos FIFA

Leia mais

A Reforma de Serviços Públicos: O Papel da Ação Coletiva e da Accountability Social (Delhi, Cidade de México e São Paulo)

A Reforma de Serviços Públicos: O Papel da Ação Coletiva e da Accountability Social (Delhi, Cidade de México e São Paulo) CENTRO BRASILEIRO DE ANÁLISE E PLANEJAMENTO-CEBRAP A Reforma de Serviços Públicos: O Papel da Ação Coletiva e da Accountability Social (Delhi, Cidade de México e São Paulo) QUESTIONÁRIO PARA LIDERANÇAS

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO SECRETARIADO NACIONAL DA MULHER

REGIMENTO INTERNO DO SECRETARIADO NACIONAL DA MULHER REGIMENTO INTERNO DO SECRETARIADO NACIONAL DA MULHER PREÂMBULO O Estatuto do PSDB, aprovado em 1988, previu em sua Seção V, art. 73, 2º a criação do Secretariado da Mulher como parte integrante da Executiva

Leia mais

30/07/2009. Entrevista do Presidente da República

30/07/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com a presidente do Chile, Michelle Bachelet, após encerramento do seminário empresarial Brasil-Chile

Leia mais

VI CONGRESSO NACIONAL DA PSICOLOGIA ETAPA REGIONAL Regulamento

VI CONGRESSO NACIONAL DA PSICOLOGIA ETAPA REGIONAL Regulamento VI CONGRESSO NACIONAL DA PSICOLOGIA ETAPA REGIONAL Regulamento CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - São objetivos do VI Congresso Nacional da Psicologia - Etapa Regional - Santa Catarina: a) Promover a organização

Leia mais

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009 FGV 010/1-13.1.009 VESTIBULAR FGV 010 DEZEMBRO 009 MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A PROVA DE MATEMÁTICA QUESTÃO 1 (Prova: Tipo B Resposta E; Tipo C Resposta C; Tipo D Resposta A) O gráfico abaio fornece o

Leia mais

PERDA DE CARGO ELETIVO

PERDA DE CARGO ELETIVO PERDA DE CARGO ELETIVO Elaborado em 01.2008 João Herbert Alessandri Advogado - graduado pela Universidade São Francisco - Campus - Bragança Paulista/SP. Resolução no. 22.610/2007 do TSE que disciplinou

Leia mais

MANUAL DE OFICINA VOTO CONSCIENTE - VOTO VAI ALÉM Metodologias & Informações extras

MANUAL DE OFICINA VOTO CONSCIENTE - VOTO VAI ALÉM Metodologias & Informações extras MANUAL DE OFICINA VOTO CONSCIENTE - VOTO VAI ALÉM Metodologias & Informações extras INTRODUÇÃO & OBJETIVOS 1. O QUE EU TENHO A VER COM ISSO? CONTEÚDOS: O QUE É POLÍTICA? Enfatizar a presença da política

Leia mais

Maria Selma Machado Lima A REFORMA POLÍTICA E SUAS IMPLICAÇÕES NA REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR

Maria Selma Machado Lima A REFORMA POLÍTICA E SUAS IMPLICAÇÕES NA REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR Maria Selma Machado Lima A REFORMA POLÍTICA E SUAS IMPLICAÇÕES NA REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR Projeto de pesquisa apresentado ao Programa de Pós-Graduação do Cefor como parte das exigências do curso de Especialização

Leia mais

Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças

Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças Eleições presidenciais no Brasil em 2010: o perfil dos candidatos e de suas alianças Aline Bruno Soares Rio de Janeiro, julho de 2010. Desde seu início, o ano de 2010 tem se mostrado marcante em relação

Leia mais

REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES ANTIGAS ASSINATURA. 30/7/2014 Salão de Gramado encerra nesta quinta-feira.

REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES ANTIGAS ASSINATURA. 30/7/2014 Salão de Gramado encerra nesta quinta-feira. Q u a, 3 0 d e J u l h o d e 2 0 1 4 search... REVIS TA CONTATO LEITOR GALERIA COLUNAS EDIÇÕES Selecione a Edição ANTIGAS C l i q u e n o l i n k a b a i xo p a r a a c e s s a r a s e d i ç õ e s a n

Leia mais

Tendências da Análise de Negócios e do IIBA

Tendências da Análise de Negócios e do IIBA Tendências da Análise de Negócios e do IIBA Moderador Os webinars em português são uma iniciativa do IIBA e do IIBA Brasília Chapter. Contam com a colaboração voluntária de profissionais de AN de todo

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de lançamento do PAC Saneamento e Urbanização no estado de Sergipe

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de lançamento do PAC Saneamento e Urbanização no estado de Sergipe Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de lançamento do PAC Saneamento e Urbanização no estado de Sergipe Aracaju - SE, 26 de julho de 2007 Meus queridos companheiros

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE DROGAS MARÇO DE 2003 OPP 046 OBJETIVO LOCAL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA - Levantar junto a população da área em estudo opiniões relacionadas a Drogas. - Brasil.

Leia mais

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 A Coalizão é uma articulação da sociedade brasileira visando a uma Reforma Política Democrática. Ela é composta atualmente por 101 entidades,

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PROCESSOS DOS CONVENENTES NO SICONV. Luiz Lustosa Vieira, Dr. Ministério do Planejamento

AVALIAÇÃO DOS PROCESSOS DOS CONVENENTES NO SICONV. Luiz Lustosa Vieira, Dr. Ministério do Planejamento AVALIAÇÃO DOS PROCESSOS DOS CONVENENTES NO SICONV Luiz Lustosa Vieira, Dr Ministério do Planejamento O Ministério do Planejamento visando facilitar o acesso aos recursos disponibilizados pelo Orçamento

Leia mais

SENSUS Pesquisa e Consultoria

SENSUS Pesquisa e Consultoria Pesquisa Eleições 2014 Regiões 5 Regiões Estados 24 Estados Municípios 136 Municípios Entrevistas 2.000 Entrevistas Data 12 a 15 de Julho de 2014 SENSUS Pesquisa e Consultoria Atenção Entrevistador Verificar

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Visita às Obras da Vila Brejal Minha

Leia mais

A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO

A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO SINDICATO APEOC DE CONSTRUIR A ADEQUAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO COM BASE NA LEI Nº 11738 DO PISO NACIONAL NA SUA FORMA ORIGINAL

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 100 Discurso na cerimónia do dia

Leia mais

Produção Brasil 2008

Produção Brasil 2008 Produção Brasil 2008 Produtividade do Rebanho 35 30 25 `tx media 6,68% a.a. Kg/cab 20 15 10 `tx media 5,78% a.a. 5 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 bovinos aves Mapeamento da Evolução

Leia mais

05/12/2006. Discurso do Presidente da República

05/12/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da 20ª Reunião Ordinária do Pleno Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Palácio do Planalto, 05 de dezembro de 2006 Eu acho que não cabe discurso aqui,

Leia mais

Núcleo de Cidadania Digital. Apresentam

Núcleo de Cidadania Digital. Apresentam Apresentam Apresentação O que você gostaria de saber sobre a política do nosso país, mas sempre teve dificuldade de entender ou de encontrar? Com base nessa pergunta, feita aos eleitores brasileiros, alunos

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 530/XII/3 (PSD, CDS-PP) - «LEI QUE DEFINE OS PRINCÍPIOS QUE REGEM A COBERTURA JORNALÍSTICA DAS ELEIÇÕES E DOS REFERENDOS REGIONAIS»

PROJETO DE LEI N.º 530/XII/3 (PSD, CDS-PP) - «LEI QUE DEFINE OS PRINCÍPIOS QUE REGEM A COBERTURA JORNALÍSTICA DAS ELEIÇÕES E DOS REFERENDOS REGIONAIS» PROJETO DE LEI N.º 530/XII/3 (PSD, CDS-PP) - «LEI QUE DEFINE OS PRINCÍPIOS QUE REGEM A COBERTURA JORNALÍSTICA DAS ELEIÇÕES E DOS REFERENDOS REGIONAIS» PROPOSTA DE SUBSTITUIÇÃO REGIME JURÍDICO DA COBERTURA

Leia mais

Cadastro Territorial Multifinalitário no planejamento e gestão territorial urbana

Cadastro Territorial Multifinalitário no planejamento e gestão territorial urbana Mundo Geo Connect Seminário Geotecnologia na Gestão Municipal Sessão Desafios para as Prefeituras: o CTM como instrumento de política fiscal e urbana São Paulo, 16 de junho de 2011 Cadastro Territorial

Leia mais

Opinião dos Vereadores sobre a Reforma Política

Opinião dos Vereadores sobre a Reforma Política Opinião dos Vereadores sobre a Reforma Política Resultado da pesquisa sobre Reforma Política com Vereadores presentes na 1ª Mobilização Nacional de Vereadores realizada, em Brasília, nos dias 06 e 07 de

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais