2ªsérie 2º período B I O L O G I A

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2ªsérie 2º período B I O L O G I A"

Transcrição

1 2.2 B I O L O G I A 2ªsérie 2º período QUESTÃO 1 O filo Platyhelminthes inclui tanto formas de vida livre como organismos endo e ectoparasitas. Considerando a biologia destes animais, marque a opção que reúne características encontradas em espécies endoparasitas. presença de epitélio ciliado, de tubo digestório e de ocelos. ausência de cutícula, presença de ganchos e ventosas e de estágios larvais. (C)presença de cutícula, de ganchos e ventosas e de estágios larvais. (D)presença de cutícula, ausência de tubo digestório, presença de ocelos no estágio adulto. (E)presença de tubo digestório completo, com boca e ânus. QUESTÃO 2 O filo Nematoda é um dos grupos mais abundantes de animais conhecidos, ficando atrás apenas, em número de espécies descritas, dos grupos de moluscos e artrópodes. Considerando a biologia dos animais desse filo, marque a melhor opção: um sistema digestório completo, com boca e ânus, é uma importante novidade evolutiva que surge neste grupo. o corpo alongado dos nematelmintos apresenta, apenas nas formas parasitas, uma cutícula protetora, rica em colágeno, que é secretada pela epiderme do animal. (C) a presença de um sistema circulatório típico, com vasos sanguíneos e sangue, explica o formato cilíndrico do corpo desses vermes. (D) embora a maioria das espécies de nematoides seja dioica, não é possível distinguir, morfologicamente, machos de fêmeas. (E) por serem todos marinhos, os nematoides de vida livre não apresentam estruturas de controle osmótico. QUESTÃO 3 As cianobactérias e as arqueobactérias, representantes do Reino Monera, apresentam ampla distribuição e são fundamentais para a manutenção do equilíbrio biológico. Sobre esses seres, julgue os itens e marque C (se estiver correto) ou E (se estiver incorreto). A.( ) Quanto à nutrição, as arqueobactérias e as cianobactérias podem ser heterotróficas, autotróficas fotossintéticas ou autotróficas quimiossintéticas. B.( ) As cianobactérias filamentosas podem apresentar células com parede espessa, os heterocistos, nas quais se realiza a fixação do nitrogênio. C.( ) Apesar de serem morfologicamente similares e pertencerem ao mesmo reino, cianobactérias e arqueobactérias são formas de vida filogeneticamente distantes. D.( ) As arqueobactérias metanogênicas são aeróbias estritas, atuam na decomposição de matéria orgânica, sendo utilizadas em estação de tratamento de lixo para produção de metano. E.( ) Não há cianobactérias parasitas, no entanto, a reprodução exagerada dessas formas de vida, comum em casos de eutrofização, pode desequilibrar os ecossistemas aquáticos e produzir gosto e odor desagradáveis na água. QUESTÃO 4 A imagem abaixo representa o ciclo de vida de um parasita que pode causar sérios problemas de saúde em seres humanos. Observando essa imagem, julgue os itens a seguir: PÁG. 1

2 I. As proglótides se formam na carne do porco e são ingeridas pelo homem. II. Nessa parasitose, o porco assume o papel de hospedeiro definitivo. III. Pelo ciclo apresentado, a ingestão acidental de alimentos contaminados com fezes humanas pode levar à formação de cisticercos no organismo humano. IV. O ciclo apresentado é o da teníase. Marque a melhor opção. Apenas as afirmações I, II e IV estão corretas. Apenas as afirmações III e IV estão corretas. (C)Apenas as afirmações II, III e IV estão corretas. (D)Apenas as afirmações I, II e III estão corretas. (E) Apenas a afirmativa III está correta. QUESTÃO 5 O diagrama a seguir ilustra as relações de parentesco entre parasitos que acometem o homem: Schistosoma mansoni, Ascaris lumbricoides, Taenia solium, Wuchereria bancrofti, Taenia saginata e Ancylostoma duodenali. C G H A B D E F Forma larval de vida livre Monoicos Dioicos Ciclo monoxeno Ciclo heteroxeno corporal Cavidade corporal parcialmente revestida pela mesoderme 2 3 Após atenta observação, responda:? 1 Com relação aos folhetos germinativos, como é classificado o ancestral desses animais representado, no esquema acima, pelo número 1? Justifique sua resposta utilizando, para tanto, informações contidas no diagrama. (0,8) Identifique o filo dos animais da linhagem 3, cite o nome da cavidade corporal presente nestes animais, e uma vantagem evolutiva a ela associada.(0,7) QUESTÃO 6 Considerando o diagrama da questão anterior, responda: Indique a letra que representa corretamente cada um dos parasitas citados abaixo e cite a doença correspondente (0,8) Schistosoma mansoni: Ascaris lumbricoides: Taenia saginata: Ancylostoma duodenali: O parasito F apresenta desenvolvimento direto ou indireto? Justifique. (0,3) (C) Como diferenciamos os ciclos de vida de parasitas monoxenos e heteroxenos? (0,4) PÁG. 2

3 QUESTÃO 7 Observe atentamente a figura abaixo e responda ao que se pede. Ovo Vermes adultos Que verme tem o seu ciclo de vida representado pelas formas de vida ilustradas na figura? A que filo este animal pertence e em que órgão ou estrutura este parasita é encontrado no hospedeiro humano? (0,7) Cite o local no qual cada uma das formas de vida representadas no desenho é encontrada e a função que cada uma delas assume no processo que envolve o ciclo de vida do verme e a transmissão dessa doença. (0,8) QUESTÃO 8 É sabido que uma pessoa que abriga em seu intestino delgado vermes popularmente conhecidos como lombrigas, pode apresentar, entre as manifestações clínicas dessa verminose, lesões hepáticas e pulmonares podendo, em alguns casos, desenvolver um quadro pneumônico. Tendo como base a forma de contaminação e o ciclo de vida deste verme, explique os sintomas clínicos citados na questão. (1,5) :: PÁG. 3

4 2ªsérie 2.2 BIOLOGIA 2º período :: 28 de maio de 2014 Nas questões de 1 a 4, preencha o círculo completamente. Rasura implica anulação. QUESTÃO 5 (1,5) (C) QUESTÃO 7 (1,5) QUESTÃO 6 (1,5) Schistosoma mansoni: Ascaris lumbricoides: Taenia saginata: Ancylostoma duodenali: PÁG. 1

5 QUESTÃO 8 (1,5) PÁG. 2

2ªsérie B I O L O G I A QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 QUESTÃO 4 QUESTÃO 3. 4º período

2ªsérie B I O L O G I A QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 QUESTÃO 4 QUESTÃO 3. 4º período ªsérie B I O L O G I A 4º período QUESTÃO A ilustração a seguir mostra vários personagens do popular desenho "Bob Esponja", muitos pertencentes ao reino Animal. Com o auxílio da ilustração, responda aos

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Módulo 3 PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS 1 Ao abrir o envelope com o resultado de seu exame parasitológico de fezes, Jequinha leu Positivo para ovos de Ascaris

Leia mais

2ª SÉRIE ENS. MÉDIO MONITORIA DE BIOLOGIA 1 (OBJ. 2º PERÍODO) EXERCÍCIOS A B C CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN

2ª SÉRIE ENS. MÉDIO MONITORIA DE BIOLOGIA 1 (OBJ. 2º PERÍODO) EXERCÍCIOS A B C CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN 2ª SÉRIE ENS. MÉDIO MONITORIA DE BIOLOGIA 1 (OBJ. 2º PERÍODO) EXERCÍCIOS 1. Um tipo de característica que pode ser levada em conta quando vamos trabalhar com Biologia Comparada são as características observadas

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - BIOLOGIA PROFESSOR (A): Renato Azevedo TURMA: 1ª série EM

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - BIOLOGIA PROFESSOR (A): Renato Azevedo TURMA: 1ª série EM ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA - BIOLOGIA PROFESSOR (A): Renato Azevedo TURMA: 1ª série EM REVISÃO 1) Os moluscos bivalvos (ostras e mexilhões) são organismos economicamente importantes como fonte

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS Nome: Nº 7º Ano Data: / / 2015 Professor(a): Nota: (Valor 1,0) 3º Bimestre A - Introdução Neste bimestre começamos a estudar o reino animal com toda sua fantástica diversidade.

Leia mais

25/03/2014. Vermes achatados dorsoventralmente; Vida livre e parasitas; Triblásticos; Acelomados; Protostômios; Simetria bilateral;

25/03/2014. Vermes achatados dorsoventralmente; Vida livre e parasitas; Triblásticos; Acelomados; Protostômios; Simetria bilateral; FILO PLATYHELMINTES FILO NEMATODA(NEMATELMINTOS) Vermes achatados dorsoventralmente; Vida livre e parasitas; Triblásticos; Acelomados; Protostômios; Simetria bilateral; Revestimento Vida livre : muco e

Leia mais

FILO PLATYHELMINTHES. nitrogenados e o excesso de água da cavidade corporal eliminando-os através de canais para o meio externo.

FILO PLATYHELMINTHES. nitrogenados e o excesso de água da cavidade corporal eliminando-os através de canais para o meio externo. FILO PLATYHELMINTHES nitrogenados e o excesso de água da cavidade corporal eliminando-os através de canais para o meio externo. Lesma do mar (platelminto turbelário) O filo Platyhelminthes (do grego platýs,

Leia mais

Os Invertebrados. Prof. Luis Bruno

Os Invertebrados. Prof. Luis Bruno Os Invertebrados Prof. Luis Bruno Os Poríferos Animais simples que habitam o planeta; Não apresentam órgãos; Sésseis; Maioria de ambiente marinho, mas existem poucas espécies de água doce; São animais

Leia mais

Colégio São Paulo. Disciplina: Ciências Profª. Marana Vargas 7º ano

Colégio São Paulo. Disciplina: Ciências Profª. Marana Vargas 7º ano Colégio São Paulo Disciplina: Ciências Profª. Marana Vargas 7º ano Características principais do Reino Animalia Reúne organismos eucariotos, pluricelulares e com nutrição heterotrófica. O reino apresenta

Leia mais

REINO ANIMAL OS INVERTEBRADOS PROFESSORA PRISCILA

REINO ANIMAL OS INVERTEBRADOS PROFESSORA PRISCILA REINO ANIMAL OS INVERTEBRADOS PROFESSORA PRISCILA PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS VERMINOSES - DOENÇAS CAUSADAS POR VERMES: PLATELMINTOS: NEMATELMINTOS: TENÍASE (Taenia solium ou Taenia saginata) NEUROCISTICERCOSE

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO PROFESSOR DEBORA SOUZA DISCIPLINA CIÊNCIAS SIMULADO: P3 Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br ALUNO TURMA 701 Questão 1

Leia mais

Platelmintos e Nematelmintos

Platelmintos e Nematelmintos Simuladão 2º ano Platelmintos e Nematelmintos 01 - No início do século, o Jeca Tatu, personagem criado por Monteiro Lobato, representava o brasileiro de zona rural, descalço, mal vestido e espoliado por

Leia mais

Parasitoses - Ve V rminoses Prof. Tiago

Parasitoses - Ve V rminoses Prof. Tiago Parasitoses - Verminoses Prof. Tiago INTRODUÇÃO PLATELMINTOS E NEMATÓDEOS: RESPONSÁVEIS POR ALGUMAS PARASITOSES CONHECIDAS COMO VERMINOSES. TENÍASE E ESQUISTOSSOMOSE SÃO CAUSADAS POR PLATELMINTOS; ASCARIDÍASE

Leia mais

Platelmintos e nematódeos

Platelmintos e nematódeos PARTE II Unidade D Capítulo 11 Platelmintos e Seções: 111 Filo Platyhelminthes (platelmintos ou vermes achatados) 112 Filo Nematoda ( ou vermes cilíndricos) Antes de estudar o capítulo Veja nesta tabela

Leia mais

Características dos Nematoides

Características dos Nematoides Nematoides Características dos Nematoides Possuem o corpo cilíndrico e alongado, com pontas afiladas e musculatura desenvolvida. Apresentam tamanhos variados. Tubo digestório completo (boca e ânus). Podem

Leia mais

Zoologia. Escala zoológica. Celenterados

Zoologia. Escala zoológica. Celenterados Zoologia Escala zoológica Cnidários Habitat modo de vida Todos de vida livre, fixos ou moveis Podem ser individuais ou coloniais Embriologia Tipos morfológicos Pólipo boca cavidade gástrica cavidade gástrica

Leia mais

BIOLOGIA. Prof. Victor Rosalém

BIOLOGIA. Prof. Victor Rosalém BIOLOGIA Prof. Victor Rosalém 1. Pesquisadores de Pernambuco notificaram um surto de esquistossomose aguda na praia de Porto de Galinhas (PE) em 2000, quando 662 pessoas tiveram diagnóstico positivo. A

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária: CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Curso: Farmácia Disciplina: Parasitologia Básica Integral Professor(es):Ligia Beatriz Lopes Persoli Carga horária: Ementa: DRT: 1086619 Código

Leia mais

6) Assinale a alternativa que mostra o filo, cujos representantes são os animais menos complexos.

6) Assinale a alternativa que mostra o filo, cujos representantes são os animais menos complexos. ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA TRABALHO ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO RESOLUÇÃO SEE Nº 2.197, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012 Aluno: Ano Atual Data : Matéria: Turno: Valor :70pontos Nota:

Leia mais

Exercícios com Gabarito de Biologia I 2º ano Professor Leandro

Exercícios com Gabarito de Biologia I 2º ano Professor Leandro 1. O 'Ancylostoma' é um parasita intestinal que provoca o "amarelão", doença que se pode adquirir: a) por picada de um hemíptero (barbeiro). b) comendo carne de porco mal cozida. c) comendo carne bovina

Leia mais

BIOLOGIA - AULA 09: VERMES I (platelmintos e nematelmintos)

BIOLOGIA - AULA 09: VERMES I (platelmintos e nematelmintos) BIOLOGIA - AULA 09: VERMES I (platelmintos e nematelmintos) I. PLATELMINTOS São também conhecidos como vermes achatados. Dentre eles, os mais representativos são as planárias, tênias e o esquistossomo.

Leia mais

Aula 4. Atividades. Mapeado o genoma do Schistosoma mansoni, parasito causador da esquistossomose

Aula 4. Atividades. Mapeado o genoma do Schistosoma mansoni, parasito causador da esquistossomose Aula 4 1. Leia a notícia a seguir. Atividades IV. o mapeamento genético do verme pode auxiliar no controle dos problemas ambientais, como a falta de saneamento básico. V. resolverá definitivamente os problemas

Leia mais

Exercícios de Ciências

Exercícios de Ciências nome: n o : 7 o urma Ivana Fundamental a no: t : e nsino: data: p rofessor(a): b imestre: nota: Exercícios de Ciências 1) (1,0) Começamos nosso estudo do reino animal pelo grupo dos Poríferos, os invertebrados

Leia mais

Filo Platyhelminthes. Planos de Simetria

Filo Platyhelminthes. Planos de Simetria Filo Platyhelminthes Características: Do grego, platy = plano + helmins = verme Animais de corpo alongado e achatado dorsoventralmente; Maioria aquática (marinhos e dulcícolas). Os terrestres vivem em

Leia mais

BIOLOGIA MÓDULO II do PISM (triênio 2004-2006)

BIOLOGIA MÓDULO II do PISM (triênio 2004-2006) BIOLOGIA MÓDULO II do PISM (triênio 2004-2006) QUESTÕES OBJETIVAS 01. A evolução das fases esporofítica (E) e gametofítica (G) em diferentes grupos de plantas está representada na figura ao lado. Assinale

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS CURSO: NUTRIÇÃO

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS CURSO: NUTRIÇÃO FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS CURSO: NUTRIÇÃO Taenia sp Profª Cyntia Cajado Taxonomia Filo: Platyhelminthes Classe: Cestoda Família: Taenidae Hermafroditas Corpo achatado dorsoventralmente Gênero:

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS VERMINOSES PROFª. MAGDA 22 E 23/05/2013

LISTA DE EXERCÍCIOS VERMINOSES PROFª. MAGDA 22 E 23/05/2013 LISTA DE EXERCÍCIOS VERMINOSES PROFª. MAGDA 22 E 23/05/2013 01 - (MACK SP) As verminoses representam um grande problema de saúde, principalmente nos países subdesenvolvidos. A falta de redes de água e

Leia mais

PARASITAse alimenta dos tecidos ou fluídos de outro, no caso, o HOSPEDEIRO. Ectoparasitas superfície externa do hospedeiro. Endoparasitas dentro do

PARASITAse alimenta dos tecidos ou fluídos de outro, no caso, o HOSPEDEIRO. Ectoparasitas superfície externa do hospedeiro. Endoparasitas dentro do BA. 07 -Parasitismo: aspectos gerais e protozooses Apostila 1 Página 39 Generalidades PARASITAse alimenta dos tecidos ou fluídos de outro, no caso, o HOSPEDEIRO. Ectoparasitas superfície externa do hospedeiro.

Leia mais

Filo Porifera - Poríferos ou espongiários. - Corpo coberto por poros. - Não possuem organização tissular. - Diblásticos. - Aquáticos, sésseis e

Filo Porifera - Poríferos ou espongiários. - Corpo coberto por poros. - Não possuem organização tissular. - Diblásticos. - Aquáticos, sésseis e Filo Porifera - Poríferos ou espongiários. - Corpo coberto por poros. - Não possuem organização tissular. - Diblásticos. - Aquáticos, sésseis e filtradores. - Digestão intracelular. - Sustentação: Espículas

Leia mais

Características Gerais Classe Turbellaria Classe Trematoda Classe Cestoda. Platelmintos. Prof. Thiago Lins do Nascimento. tiagolinsnasc@gmail.

Características Gerais Classe Turbellaria Classe Trematoda Classe Cestoda. Platelmintos. Prof. Thiago Lins do Nascimento. tiagolinsnasc@gmail. Platelmintos Prof. Thiago Lins do Nascimento tiagolinsnasc@gmail.com 2014 1 / 33 Sumário Características Gerais 1 Características Gerais 2 Características garais Sistema Digestório 3 Risco à saúde: esquistossomose

Leia mais

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Nematoda. Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Nematoda. Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Nematoda Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia Filos: 1) Porifera; 2) Cnidaria; 3) Platyhelminthes; 4) Nematoda;

Leia mais

CAPÍTULO 14 SISTEMA POLIEDRO DE ENSINO PROFESSORA GISELLE CHERUTTI

CAPÍTULO 14 SISTEMA POLIEDRO DE ENSINO PROFESSORA GISELLE CHERUTTI CAPÍTULO 14 SISTEMA POLIEDRO DE ENSINO PROFESSORA GISELLE CHERUTTI Origem grega helmin: verme platy: achatado Variam de milímetros a metros de comprimento Surgiram na Terra há cerca de 600 milhões de anos.

Leia mais

c) I e IV d) II e IV c) II e III. d) II e IV.

c) I e IV d) II e IV c) II e III. d) II e IV. COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Lista de Biologia (poríferos, cnidários, platelmintos e nematelmintos) Nanni. 01) (PUCMG modificado)

Leia mais

BIOLOGIA. Questões de 27 a 34. 27. Os esquemas abaixo mostram separações cromossômicas que ocorrem em anáfases de divisões celulares.

BIOLOGIA. Questões de 27 a 34. 27. Os esquemas abaixo mostram separações cromossômicas que ocorrem em anáfases de divisões celulares. BIO. 12 BIOLOGIA Questões de 27 a 34 27. Os esquemas abaixo mostram separações cromossômicas que ocorrem em anáfases de divisões celulares. A B Sobre essas separações cromossômicas, pode-se afirmar: A)

Leia mais

Características Gerais

Características Gerais Características Gerais São vermes achatados; Ausência de sistema respiratório/circulatório Outros sistemas muito simples; Apresentam simetria bilateral; São parasitas; Características Gerais Platelminto

Leia mais

Unidade 3 Os animais invertebrados

Unidade 3 Os animais invertebrados Sugestões de atividades Unidade 3 Os animais invertebrados 7 CIÊNCIAS 1 Cnidários 1. Os cnidários podem ocorrer na natureza sob a forma de pólipos e medusas. Esses animais apresentam um tipo de célula

Leia mais

EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA RECUPERAÇÃO FINAL 2º ANO - EM PROFª. MARCELLA BRAGA

EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA RECUPERAÇÃO FINAL 2º ANO - EM PROFª. MARCELLA BRAGA EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA RECUPERAÇÃO FINAL 2º ANO - EM PROFª. MARCELLA BRAGA 1) O diagrama abaixo representa uma das hipóteses sobre a evolução dos animais metazoários. Nele, os retângulos com os números

Leia mais

Nematóides mais comuns em Seres Humanos e Animais

Nematóides mais comuns em Seres Humanos e Animais Nematóides mais comuns em Seres Humanos e Animais 1- Ascaridíase gênero Ascaris 2- Ancilostomíase gênero Ancylostoma 3- Oxiuríase gênero Enterobius 4- Filaríase gênero Wuchereria Ascaris O gênero Ascaris

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS Nome: Nº 7º Ano Data: / / 2015 Professor(a): Nota: (Valor 1,0/2,0) 3º e 4º Bimestres A - Introdução Neste semestre, fizemos um estudo sobre os invertebrados e sua ampla

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 56 REINO ANIMAL

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 56 REINO ANIMAL BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 56 REINO ANIMAL ocelos (olhos) superfície dorsal faringe boca superfície ventral cabeça ou escólex colo no homem tronco ou estróbilo autofecundação tênia adulta cisticerco no

Leia mais

Os Platelmintos. Caracteristicas exclusivas

Os Platelmintos. Caracteristicas exclusivas Os Platelmintos Caracteristicas exclusivas 1) Apresentam o corpo achatado. 2) Apresentam uma cabeça com um par de ocelos, que são órgãos sensíveis a luz. A função do ocelo é detectar quando o ambiente

Leia mais

Zoologia e Botânica. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 16, 17, 18 e 20/12/2015. Material de Apoio para Monitoria

Zoologia e Botânica. Biologia Monitores: Julio Junior e Thamirys Moraes 16, 17, 18 e 20/12/2015. Material de Apoio para Monitoria Zoologia e Botânica 1. A doença de Chagas atinge milhões de brasileiros, que podem apresentar, como sintoma, problemas no miocárdio, que levam à insuficiência cardíaca. Por que, na doença de Chagas, ocorre

Leia mais

Platelmintos e Nematelmintos

Platelmintos e Nematelmintos Platelmintos e Nematelmintos Verminoses Características PLATELMINTOS:VERMES ACHATADOS Platelmintos: PLATELMINTOS:ESQUISTOSSOMOSE LARVA CERCÁRIA CARAMUJO Biomphalaria FEZES COM OVOS LARVA MIRACÍDIO PLATELMINTOS:ESQUISTOSSOMOSE

Leia mais

DEFINIÇÕES AGENTE ETIOLÓGICO: HÁBITAT: INFECÇÃO: INFESTAÇÃO:

DEFINIÇÕES AGENTE ETIOLÓGICO: HÁBITAT: INFECÇÃO: INFESTAÇÃO: AGENTE ETIOLÓGICO: o responsável por causar uma certa doença (agente infeccioso). HÁBITAT: local em que o parasita vive e pode ser encontrado. INFECÇÃO: instalação e reprodução de um parasita dentro de

Leia mais

BIOLOGIA III Volume 1 RESOLUÇÕES DE EXERCÍCIOS CAPÍTULO 1

BIOLOGIA III Volume 1 RESOLUÇÕES DE EXERCÍCIOS CAPÍTULO 1 CAPÍTULO 1 BIOLOGIA III Volume 1 RESOLUÇÕES DE EXERCÍCIOS TAREFA DE CASA (BLOCO 01) 01. C A reprodução pode ocorrer entre tipos ou subespécies diferentes (raças), mas os indivíduos devem ser da mesma espécie

Leia mais

PARASITISMO E SAÚDE HUMANA

PARASITISMO E SAÚDE HUMANA PARASITISMO E SAÚDE HUMANA Antes de começar O que é um parasita? O que é um hospedeiro? Qual a diferença entre um ciclo monoxeno e um heteroxeno? Qual a diferença entre endemia, epidemia e pandemia? Endemia

Leia mais

1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se:

1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se: 1. Os óvulos de aves e répteis, por possuírem grande quantidade vitelo no pólo vegetativo, denominam-se: a) oligolécitos b) heterolécitos c) mediolécitos d) telolécitos e) centrolécitos 2. O esquema abaixo

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA - BIOLOGIA - GRUPOS A, B e M

PADRÃO DE RESPOSTA - BIOLOGIA - GRUPOS A, B e M PADRÃO DE RESPOSTA - BIOLOGIA - GRUPOS A, B e M 1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor Analise o esquema do ciclo do nitrogênio apresentado abaixo. a) Preencha as lacunas a, b, c e d com o número

Leia mais

Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com

Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com O filo é dividido em três classes: Turbelários: Planária (VIDA LIVRE) Trematódeos: Schistosoma sp (PARASITAS) Cestódeos: Taenia sp (PARASITAS) Corpo achatado

Leia mais

Introdução à Parasitologia

Introdução à Parasitologia Parasitologia Médica CBS06625 Carlos Eugênio Silva Aulas teóricas e práticas* Verificações Nota, conceito e aprovação Referências bibliográficas Representação Discente Todas as informações relativas à

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS ANIMAIS. Reino Animalia

CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS ANIMAIS. Reino Animalia CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS ANIMAIS Reino Animalia Organização do corpo e principais filos São pluricelulares, eucariontes e heterótrofos Apresentam grande diversidade (1 milhão de espécies distribuídas

Leia mais

BA B.. 0 6 0 6 Inv n e v rt r e t bra r dos o s m ais s si s m i ple l s s ( p ( la l t a e t lm l in i t n o t s o ) s Apostila 1 Pág.

BA B.. 0 6 0 6 Inv n e v rt r e t bra r dos o s m ais s si s m i ple l s s ( p ( la l t a e t lm l in i t n o t s o ) s Apostila 1 Pág. BA. 06 Invertebrados mais simples (platelmintos) Apostila 1 Pág. 34 REINO ANIMAL OU METAZOA -Pluricelular Eucarionte Heterótrofo - sem parede celular - PORÍFEROS Esponjas - CNIDÁRIOS Águas vivas, corais,

Leia mais

7. ZOOLOGIA QUESTÕES: 63-79

7. ZOOLOGIA QUESTÕES: 63-79 7. ZOOLOGIA QUESTÕES: 63-79 QUESTÃO - 63 Sobre os vermes do gênero taenia, assinale a(s) proposição(ões) correta(s). 01. A taenia solium é um asquelminto do grupo trematoda. 02. A teníase é causada pela

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS. alternativa E. alternativa B. A, B e C pertenceriam, respectivamente, a organismos

Questão 1. Questão 3. Questão 2 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS. alternativa E. alternativa B. A, B e C pertenceriam, respectivamente, a organismos 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS Questão 1 O exame de um epitélio e do tecido nervoso de um mesmo animal revelou que suas células apresentam diferentes características. Isso ocorre porque a) as moléculas de

Leia mais

UNICAMP - 2005. 2ª Fase BIOLOGIA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UNICAMP - 2005. 2ª Fase BIOLOGIA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UNICAMP - 2005 2ª Fase BIOLOGIA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Biologia Questão 01 O amido nas plantas pode ser facilmente detectado porque, em presença de uma solução fraca de iodo, apresenta coloração

Leia mais

Nome: Nº Ano: 2º Turma: Disciplina: Biologia Professor: Wanessa Data: / / Lista de exercícios exame final 2ºano

Nome: Nº Ano: 2º Turma: Disciplina: Biologia Professor: Wanessa Data: / / Lista de exercícios exame final 2ºano Nome: Nº Ano: 2º Turma: Disciplina: Biologia Professor: Wanessa Data: / / Lista de exercícios exame final 2ºano Questão 01) O ser humano tem travado batalhas constantes contra os vírus. A mais recente

Leia mais

QUESTÃO 01 BIOLOGIA A) O processo descrito no texto é a sucessão ecológica, que é caracterizada pelo conjunto de mudanças gradativas na composição das comunidades ao longo do tempo. B) Ao longo da sucessão

Leia mais

Entende-se que a diversidade de seres vivos é resultante de processos evolutivos e que esses processos ocorrem por anagênese e por cladogênese.

Entende-se que a diversidade de seres vivos é resultante de processos evolutivos e que esses processos ocorrem por anagênese e por cladogênese. Sistemática Filogenética ou Cladística Entende-se que a diversidade de seres vivos é resultante de processos evolutivos e que esses processos ocorrem por anagênese e por cladogênese. As relações evolutivas

Leia mais

Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: INVERTEBRADOS: PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS BATERIA DE EXERCÍCIOS 7º ANO

Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: INVERTEBRADOS: PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS BATERIA DE EXERCÍCIOS 7º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: INVERTEBRADOS: PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS 7º ANO 1. Dentre os grupos de doenças citados abaixo diga a quais filos

Leia mais

Vermes. 1. Filo Platelminto; 2. Filo Nematelminto 3. Filo Anelídeos. Professor Fernando Stuchi

Vermes. 1. Filo Platelminto; 2. Filo Nematelminto 3. Filo Anelídeos. Professor Fernando Stuchi Vermes 1. Filo Platelminto; 2. Filo Nematelminto 3. Filo Anelídeos Professor Fernando Stuchi Filo Platelminto Representantes (Classes) Vermes de corpo achatado: 1. 2. 3. Classe Cestoda Tênias; Classe Turbellaria

Leia mais

2ª SÉRIE Ensino Médio

2ª SÉRIE Ensino Médio E n s in o F o r t e e d e R e s u l t a do s Estudante: Centro Educacio nal Juscelino K ub itschek G u a r á / Valp ar a íso Exercícios Rec. Semestral 2º Bimestre B I O L O G I A 2ª SÉRIE Ensino Médio

Leia mais

Fisiologia: Digestão, respiração, circulação, excreção, coordenação e reprodução

Fisiologia: Digestão, respiração, circulação, excreção, coordenação e reprodução Fisiologia: Digestão, respiração, circulação, excreção, coordenação e reprodução 1. No nosso organismo existem dois tipos de enzimas do tipo amilase, a amilase pancreática e a amilase salivar, com velocidades

Leia mais

NOÇÕES DE PARASITOLOGIA (3) PROF. C. FREDERICO

NOÇÕES DE PARASITOLOGIA (3) PROF. C. FREDERICO NOÇÕES DE PARASITOLOGIA (3) PROF. C. FREDERICO VERMINOSES TENÍASE AGENTES ETIOLÓGICOS GICOS: Taenia solium saginata,, platelmintos da classe Cestoda. e Taenia CONTÁGIO GIO: Direto,, através s do consumo

Leia mais

CURSOS Agronomia, Ciências Habilitação em Biologia, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Zootecnia

CURSOS Agronomia, Ciências Habilitação em Biologia, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Zootecnia PROCESSO SELETIVO 2004/1 BIOLOGIA CURSOS Agronomia, Ciências Habilitação em Biologia, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Zootecnia Só abra este caderno quando o fiscal autorizar. Leia atentamente

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Módulo 3 PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS 1 Ao abrir o envelope com o resultado de seu exame parasitológico de fezes, Jequinha leu Positivo para ovos de Ascaris

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta

Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta Questão 1 Uma enzima, extraída da secreção de um órgão abdominal de um cão, foi purificada, dissolvida em uma solução fisiológica com ph 8 e distribuída em seis tubos de ensaio. Nos tubos 2, 4 e 6, foi

Leia mais

a) Indique a que filo cada um dos animais pertence: A: B:

a) Indique a que filo cada um dos animais pertence: A: B: valiação 1. baixo, temos a imagem de dois animais marinhos. mbos são muito simples estruturalmente. Observe ambos e responda aos questionamentos. Imagin/rchivo SM/ID/ES Imagin/rchivo SM/ID/ES a) Indique

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS

ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS RECUPERAÇÃO SEMESTRAL 3º Ano do Ensino Médio Disciplina: Biologia 1. Para os estudiosos, a manifestação de "... vida..." deve-se a características, tais como: ( ) uma composição química

Leia mais

Biologia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor:

Biologia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 (Fuvest 2010) Um determinado animal adulto é desprovido de crânio e apêndices articulares. Apresenta corpo alongado e cilíndrico. Esse

Leia mais

2. Nesse sistema, ocorre uma relação de protocooperação entre algas e bactérias.

2. Nesse sistema, ocorre uma relação de protocooperação entre algas e bactérias. PROVA DE BIOLOGIA QUESTÃO 01 Entre os vários sistemas de tratamento de esgoto, o mais econômico são as lagoas de oxidação. Essas lagoas são reservatórios especiais de esgoto, que propiciam às bactérias

Leia mais

Biologia. AIDS, dengue e gripe

Biologia. AIDS, dengue e gripe 01 - (PUC SP) Os recifes de corais são formados por colônias de animais providos de um esqueleto que protege um grande número de pólipos. Os animais presentes nos corais pertencem ao mesmo filo que a)

Leia mais

MENBEL. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido 500mg

MENBEL. Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido 500mg MENBEL Geolab Indústria Farmacêutica S/A Comprimido 500mg Menbel mebendazol MODELO DE BULA PARA O PACIENTE Esta bula é continuamente atualizada. Favor proceder a sua leitura antes de utilizar o medicamento.

Leia mais

Bimestr e: Data: Nome : Disciplina Ciências Valor da Prova / Atividade: 7 ANO Nº Ângela. Professo r:

Bimestr e: Data: Nome : Disciplina Ciências Valor da Prova / Atividade: 7 ANO Nº Ângela. Professo r: Data: Bimestr e: 4 Nome : Disciplina Ciências : Valor da Prova / Atividade: Professo r: 7 ANO Nº Ângela Nota: Objetivo/ Instruções: Lista de Recuperação 1.Assinale a alternativa CORRETA: É encontrada apenas

Leia mais

Nematódeos parasitas do ser humano. Prof.: Chico Pires

Nematódeos parasitas do ser humano. Prof.: Chico Pires Nematódeos parasitas do ser humano Prof.: Chico Pires Ascaris lumbricoides Ascaris lumbricoides (lombriga) Doença: Ascaridíase Modo de transmissão: Ingestão de alimentos e de água contaminados por ovos

Leia mais

REVISÃO PROTOZOÁRIOS, FUNGOS, PORÍFEROS E PLATELMINTOS

REVISÃO PROTOZOÁRIOS, FUNGOS, PORÍFEROS E PLATELMINTOS REVISÃO PROTOZOÁRIOS, FUNGOS, PORÍFEROS E PLATELMINTOS REINO PROTOCTISTA Reino Protoctista - Protozoários Eucariontes, unicelulares (alguns coloniais) Vida livre e parasitária Relações Ecológicas: mutualismo

Leia mais

BIOLOGIA Diversidade da Vida Exercícios complementares Platelmintos, nematódeos e anelídeos

BIOLOGIA Diversidade da Vida Exercícios complementares Platelmintos, nematódeos e anelídeos 01. (OSEC) Um Nematoide, como a lombriga, não possui: a) sistema circulatório. b) intestino. c) boca. d) ânus. e) sistema excretor duplo, em forma de H. 02. (PUC-MG) A lombriga e a planária são exemplos

Leia mais

BIOLOGIA. Consumidores Primários. Consumidores Secundários. Consumidores Terciários III

BIOLOGIA. Consumidores Primários. Consumidores Secundários. Consumidores Terciários III 46 c Em vários córregos existentes na periferia de uma cidade, foram encontradas larvas denominadas miracídios. Essas larvas dariam segmento ao ciclo de vida do verme 1 se pudessem se instalar no corpo

Leia mais

BIOLOGIA ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL PROF ESTEVAM DIGESTÃO

BIOLOGIA ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL PROF ESTEVAM DIGESTÃO BIOLOGIA ANATOMIA E FISIOLOGIA ANIMAL PROF ESTEVAM CONTEÚDO: Digestão e Circulação DIGESTÃO O processo de digestão é um dos primordiais dos seres vivos por ser por meio dele que se adquire a matéria necessária

Leia mais

TEMA: VERMINOSES HUMANAS

TEMA: VERMINOSES HUMANAS TEMA: VERMINOSES HUMANAS COLEGIO ESTADUAL MARIO AUGUSTO TEIXIRA DE FREITAS NOME: DEISIANE FELZEMBOURGH N 10 2 ANO TURMA: F VESPERTINO PROFESSORA: CAROLINA INTRODUÇÃO Verminoses é um grupo de doenças causadas

Leia mais

Identidade dos Seres Vivos (Animais)

Identidade dos Seres Vivos (Animais) Capítulo Identidade dos Seres Vivos (Animais) 01 Evolução e Padrões Anatômicos e Fisiológicos dos Animais Invertebrados e Saúde 01 01 (PUC RS) Quanto às características anatômicas dos espongiários, é correto

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO 1 PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina Parasitologia Básica Departamento DECBI Bloco I -Apresentação da disciplina Unidade ICEB Código 714 Carga Horária Semanal Teórica Prática 2

Leia mais

O reino animal. Poríferos. Como é o corpo das esponjas? Onde elas vivem? Como se alimentam? Esponja barril (Xestospongia muta).

O reino animal. Poríferos. Como é o corpo das esponjas? Onde elas vivem? Como se alimentam? Esponja barril (Xestospongia muta). JEFFREY L. / ROTMAN / CORBIS / LATINSTOCK Poríferos Como é o corpo das esponjas? Onde elas vivem? Como se alimentam? Esponja barril (Xestospongia muta). 2 FABIO COLOMBINI / ACERVO DO FOTÓGRAFO Esponjas

Leia mais

MATÉRIA. Juliana. Fósseis / Falta de alimento / Mutações / Seleção natural / Darwin / Evolução

MATÉRIA. Juliana. Fósseis / Falta de alimento / Mutações / Seleção natural / Darwin / Evolução Valores eternos. TD Recuperação ALUNO(A) MATÉRIA Ciências PROFESSOR(A) Juliana ANO SEMESTRE DATA 7º 1º Julho/2013 TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS ---- ---- 1. Relacione as palavras do quadro abaixo com

Leia mais

Profissional da Saúde

Profissional da Saúde Profissional da Saúde Qual a sua responsabilidade frente a essa prática? Figura 1: abate de ovino na propriedade Se você ficou em dúvida sobre a resposta, então leia as informações a seguir sobre HIDATIDOSE.

Leia mais

Questões. Biologia Professor: Rubens Oda 24/11/2014. #VaiTerEspecífica. 1 (UEMG 2014) Considere, a seguir, a recorrência de uma heredopatia.

Questões. Biologia Professor: Rubens Oda 24/11/2014. #VaiTerEspecífica. 1 (UEMG 2014) Considere, a seguir, a recorrência de uma heredopatia. Questões 1 (UEMG 2014) Considere, a seguir, a recorrência de uma heredopatia. De acordo com o heredograma e outros conhecimentos sobre o assunto, é CORRETO afirmar que a) normalidade ocorre na ausência

Leia mais

Introdução vermes cilíndricos galhas Alguns nematelmintos comuns. asquelmintos Galhas no caule produzidas por nematódeos em plantas.

Introdução vermes cilíndricos galhas Alguns nematelmintos comuns. asquelmintos Galhas no caule produzidas por nematódeos em plantas. Introdução O filo Nemathelminthes (do grego, nematos = fio;helminthes = verme) é formado por uma grande variedade de animais de corpo alongado e cilíndrico e, por isso, conhecidos como vermes cilíndricos.

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA DAS POPULAÇÕES HUMANAS. a DiSTRIBUIÇÃO DESIGUAL DA SAÚDE PELAS POPULAÇÕES: PARASITOSES

QUALIDADE DE VIDA DAS POPULAÇÕES HUMANAS. a DiSTRIBUIÇÃO DESIGUAL DA SAÚDE PELAS POPULAÇÕES: PARASITOSES QUALIDADE DE VIDA DAS POPULAÇÕES HUMANAS a DiSTRIBUIÇÃO DESIGUAL DA SAÚDE PELAS POPULAÇÕES: GUIA DO PROFESSOR (Áudio) SAÚDE SEM MISTÉRIO: Parasitoses (Softwares) CICLO DE VIDA DE PARASITAS: Schistosoma

Leia mais

Lista 2º ano/1ºtrim Biologia/prof. Karina CFNP

Lista 2º ano/1ºtrim Biologia/prof. Karina CFNP 1. (Ufg 2014) Analise a figura a seguir que representa a gástrula, uma estrutura embrionária. 02) Animais em que o blastóporo dá origem a boca e posteriormente surge o ânus são denominados deuterostômios.

Leia mais

Prof. Dorival Filho Zoologia

Prof. Dorival Filho Zoologia EMBRIOLOGIA Qual a vantagem de haver um terceiro folheto embrionário? A partir de um terceiro folheto, novos tecidos podem se formar, como mostra a tabela abaixo. Portanto, um animal triblástico possuirá

Leia mais

Exercício de Biologia - 3ª série

Exercício de Biologia - 3ª série Exercício de Biologia - 3ª série 1- A poluição atmosférica de Cubatão continua provocando efeitos negativos na vegetação da Serra do Mar, mesmo após a instalação de filtros nas indústrias na década de

Leia mais

Biologia. 8 o ano. Caderno 2

Biologia. 8 o ano. Caderno 2 Biologia 8 o ano Caderno 2 Módulos 7 e 8 1 A atividade das enzimas no organismo humano varia em função do grau de acidez do meio. Observe o gráfico e responda: Qual curva representa o local da ação da

Leia mais

7 O ANO EF CIÊNCIAS. Thiago Judice REINO ANIMAL

7 O ANO EF CIÊNCIAS. Thiago Judice REINO ANIMAL 7 O ANO EF CIÊNCIAS COMPLEMENTO Thiago Judice REINO ANIMAL O reino animal reúne os animais, seres pluricelulares com células eucariontes e nutrição heterotrófica. Você já aprendeu o significado destas

Leia mais

Lista de Exercícios. Aluno(a): Nº. Pré Universitário Uni-Anhanguera. Disciplina: Biologia

Lista de Exercícios. Aluno(a): Nº. Pré Universitário Uni-Anhanguera. Disciplina: Biologia Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Mário Neto Série: 3 Ano Disciplina: Biologia 1) (UFMG) Estes animais costumam estar presentes no dia-a-dia dos seres humanos:

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre MÓDULO 2 PORIFERA E CNIDARIA 1 - Em relação ao plano corporal dos animais, observamos que algumas espécies são assimétricas, enquanto outras apresentam

Leia mais

BIOLOGIA SETOR 1403 REVISÃO R 4

BIOLOGIA SETOR 1403 REVISÃO R 4 REVISÃO R 4 SETOR 1403 BIOLOGIA 1. (Fuvest) O rígido exoesqueleto dos artrópodes é periodicamente substituído para que seu corpo possa crescer. Após as mudas, com o revestimento do corpo ainda flexível,

Leia mais

Aula 4 Os animais. Os seres vivos são classificados nos Reinos:

Aula 4 Os animais. Os seres vivos são classificados nos Reinos: Aula 4 Os animais Os seres vivos apresentam uma diversidade muito grande; a cada ano, novas espécies vêm sendo descritas. Fica compreensível a necessidade de um sistema de classificação para a organização

Leia mais

PRÉ-VESTIBULAR DOS COMERCIÁRIOS-FCT DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR: MOUZER COSTA ALUNO (A):

PRÉ-VESTIBULAR DOS COMERCIÁRIOS-FCT DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR: MOUZER COSTA ALUNO (A): PRÉ-VESTIBULAR DOS COMERCIÁRIOS-FCT DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR: MOUZER COSTA ALUNO (A): 1. Um dos medicamentos que se deve evitar consumir quando se tem dengue é a aspirina (ácido acetilsalicílico),

Leia mais

GABARITO - BIOLOGIA - Grupos A e B

GABARITO - BIOLOGIA - Grupos A e B 1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor A figura abaixo representa um trecho da fita codificante de uma molécula de DNA que codifica um segmento peptídico de seis aminoácidos. A seta 1 indica o local

Leia mais

Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2

Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2014 Disciplina: Ciências Professor (a): Felipe Cesar Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais