Tribunal Superior Eleitoral

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tribunal Superior Eleitoral"

Transcrição

1 Tribunal Superior Eleitoral PROJETO ESCOLA DE GESTÃO Gestão de Pessoas Mostra Nacional de Trabalhos da Qualidade do Judiciário Brasília, agosto de 2011.

2 Conteúdo 1. Identificação do Órgão/Unidade IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA E ANÁLISE DAS PRINCIPAIS CAUSAS PLANO DE AÇÃO E RESULTADOS ESPERADOS METODOLOGIA E REFERENCIAL TEÓRICO DESENVOLVIMENTO... Erro! Indicador não definido DO RECRUTAMENTO E DA SELEÇÃO... Erro! Indicador não definido Do Recrutamento... Erro! Indicador não definido Da Seleção... Erro! Indicador não definido Dos Procedimentos... Erro! Indicador não definido Perfil demográfico dos servidores selecionados:... Erro! Indicador não definido DO PROJETO DE CADA TRAINEE... Erro! Indicador não definido DAS AÇÕES DE DESENVOLVIMENTO... Erro! Indicador não definido Trilhas de Aprendizagem... Erro! Indicador não definido Participação em treinamento de Gerenciamento de Projetos... Erro! Indicador não definido Workshops Temáticos... Erro! Indicador não definido Participação das reuniões estratégicas... Erro! Indicador não definido Sessões de Coaching... Erro! Indicador não definido DA AVALIAÇÃO NO PROJETO... Erro! Indicador não definido. 6. DOS BENEFÍCIOS DO PROJETO: Comparação, através de dados estatísticos, de maneira a comprovar a eficácia das ações no alcance dos objetivos Conclusão... 12

3 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Superior Eleitoral Secretaria de Gestão de Pessoas Endereço: Praça dos Tribunais Superiores, Bloco C, Setor de Autarquias Sul, Brasília DF CEP: Brasil Telefones: (+55-61) e 4208 Fax: (+55-61) para contato e envio de informações Nome do trabalho: Projeto Escola de Gestão Equipe (Cargo / Função) Patrocinadora e idealizadora: Ana Cláudia Braga Mendonça - Secretária de Gestão de Pessoas Gerente do Projeto: Paula Christina Batista dos Santos - Analista Judiciário Delimitação da ação O projeto teve o objetivo de preparar e habilitar servidores não-gerentes para o exercício de funções de liderança, a partir de um conjunto específico de ações de desenvolvimento, como forma de instituir planejamento sucessório como uma política de gestão de pessoas do TSE. Objetivos e Metas - Objetivo Geral: Desenvolver competências para o desempenho de excelência - Objetivos específicos: 1) capacitação dos servidores com potencial de liderança que não estão reconhecidos institucionalmente por meio de funções gerenciais; 2) instituir a cultura de preparação de potenciais gestores como uma política de gestão de pessoas do TSE; 3) habilitar servidores não ocupantes de funções gerenciais para o exercício de atividades de liderança a partir de um conjunto específico de ações de desenvolvimento; 4) construir uma cultura meritocrática; 5) minimizar os riscos em relação à perda de pessoal em posições estratégicas do TSE. - Meta: Até 2012, alcançar 50% das unidades do TSE com servidores preparados para a sucessão

4 2. IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA E ANÁLISE DAS PRINCIPAIS CAUSAS A função gestão de pessoas deve assumir caráter estratégico, tendo por premissa ser pilar fundamental para que o TSE atenda as expectativas da sociedade no cumprimento de sua missão, qual seja, assegurar os meios efetivos que garantam à sociedade a plena manifestação de sua vontade, pelo exercício do direito de votar e ser votado. O Projeto Escola de Gestão, do ponto de vista estratégico, traduz à sociedade a preocupação do TSE com seus resultados futuros, continuidade e perenidade, por entender que as organizações de excelência, principalmente no âmbito da gestão pública, não podem ter administradores ou funcionários insubstituíveis. De fato, uma política voltada à formação de trainees é um instrumento muito importante para combater uma tendência bastante nociva no processo de gestão de pessoas a concentração do comando e das informações vitais em uma única pessoa. Quanto mais descentralizados forem a administração e os processos de trabalho, menor será o impacto sofrido pela organização por conta da ausência de qualquer de seus membros. No TSE, especificamente, a necessidade de formar trainees tem se mostrado uma prioridade, visto que a reposição de servidores que ocupam posição estratégica nesse Tribunal pode ser difícil em determinadas áreas de atuação. Ademais, a formação do novo gestor requer tempo e não é um processo imediato. Além disso, a formação de trainees coloca em evidência novas perspectivas de autodesenvolvimento e de carreira, mediando a relação entre o servidor e o TSE. Ela assimila aspirações individuais de crescimento, reconhecimento e valorização. É, portanto, fator motivacional para os servidores que buscam reconhecimento institucional aos seus talentos. A primeira edição do projeto apresentou bons resultados, as estatísticas mostraram que 38% dos trainees de 2009 ocupam hoje alguma função comissionada, como forma de reconhecimento por um desempenho de excelência. Além da ocupação de funções, o projeto teve uma avaliação positiva dos trainees com relação ao conhecimento oferecido, habilidades desenvolvidas e oportunidades de colocar em prática o que apreenderam nas ações propostas ao longo do projeto. Para a SGP, as lições aprendidas na primeira edição do projeto têm sido úteis para compreensão da cultura organizacional do TSE, e conseqüente adequação de ações à realidade da instituição, como a política de reconhecimento da Casa, por exemplo. 3. PLANO DE AÇÃO E RESULTADOS ESPERADOS O plano de ação previu a preparação e habilitação de servidores não-gerentes para o exercício de funções de liderança, a partir de um conjunto específico de ações de desenvolvimento, com o objetivo de instituir o planejamento sucessório como uma política de gestão de pessoas do TSE. As etapas principais foram:

5 1. Fase inicial - Sensibilização dos Secretários 2. Indicação e Seleção de Candidatos 3. Inserção dos trainees em programa de desenvolvimento, contendo: Cursos a distância Workshops Temáticos Sessões de coaching com consultoria externa Reuniões com os trainees conduzido pela Seged Reuniões de Status Report com o Escritório Corporativo de Projetos 4. Designação de projeto a ser gerenciado pelo trainee 5. Avaliação do trainee. Alguns resultados esperados: garantir crescimento e sustentabilidade à organização com a contínua ampliação do nível de liderança; valorizar e aproveitar o capital humano do TSE; criar desafios àqueles servidores que se destacaram em suas unidades pela: visão sistêmica, inovação, proatividade, facilidade de comunicação e de mobilização de pessoas, e entregas em resultados; reconhecer institucionalmente, por meio da habilitação como sucessor, que o servidor se encontra preparado para assumir postos de maior responsabilidade e que requerem liderança; minimizar os riscos em relação à perda de pessoal em posições estratégicas do TSE, criando um núcleo de servidores preparados para assumirem essas posições; aproximar os gestores estratégicos das pessoas com potencial de liderança para contribuir com o seu desenvolvimento.

6 4. METODOLOGIA O Projeto Escola de Gestão, pautado na necessidade apresentada pelo Tribunal de alavancar, com determinada velocidade, as novas lideranças da organização, foi inspirado no Modelo de Aprendizagem 1, criado por Ram Charan, doutor em Administração, consultor de negócio e expert em governança corporativa. Princípios do Modelo de Aprendizagem - foco nos outputs: a organização tem os líderes de que necessita? - recursos necessários: atenção dos líderes e energia emocional; - recursos alocados desproporcionalmente a um grupo menor de líderes de alto potencial; - RH apóia o desenvolvimento de lideranças; os gestores exercem papel central no desenvolvimento dos líderes; - identificação de talentos, habilidades e características de cada líder individual; - saltos ascendentes em vários degraus ou níveis de complexidade; alguns movimentos horizontais; - ênfase na prática deliberada ; - criação ou adaptação de atribuições customizadas para as necessidades de desenvolvimento de cada líder. Pilares para o Projeto Escola de Gestão - a liderança só pode ser desenvolvida por meio da prática; - o aprendizado é a essência do desenvolvimento de lideranças; - a experiência e o feedback sistemáticos aceleram o desenvolvimento de um líder; - as pessoas com sinais de aptidão para a liderança precisam ser identificadas; - os líderes em qualquer nível não somente precisam desenvolver suas próprias competências de liderança, precisam também exercer um papel essencial na identificação e no desenvolvimento de outros líderes, em especial os seus subordinados diretos; - a aceleração do desenvolvimento do talento de cada líder fortalece a liderança em todos os níveis e, sobretudo, forma a base de um processo de sucessão mais sólido; - os colaboradores devem ser conscientes da responsabilidade pelo autodesenvolvimento e pela gestão da sua carreira; - cultura organizacional que acredita no processo; - processo de comunicação claro e transparente; - alta direção comprometida. 4.1 Da Sensibilização Será realizado evento de sensibilização com todos os titulares de secretarias do Tribunal. Para tanto: a) É necessário providenciar a escala de férias para mapear os gestores que estarão no Tribunal em janeiro e em fevereiro; b) Marcar uma ou duas reuniões, dependendo da disponibilidade dos gestores; c) A reunião será conduzida pela COEDE e terá a presença do Escritório Corporativo de Projetos; 1 Adaptado do livro O Líder Criador de Lideres (Leadears at All Levels), de Ram Charam

7 d) A apresentação do Projeto terá foco nos procedimentos a serem seguidos pelas Secretarias para a indicação dos servidores ao projeto Escola de Gestão, assim como no suporte ao(s) servidor(es) selecionado(s) que farão parte no projeto. Ainda como parte do processo de sensibilização e divulgação, será produzido material de divulgação para ser distribuído nas reuniões com os Secretários e pela intranet: a) Os textos serão produzidos e encaminhados para aprovação da Coordenadora de Educação e Desenvolvimento e Secretária de Gestão de Pessoas; b) Será produzido folder para ser distribuído para os Secretários; c) Além do folder, será também produzido CD com as informações relevantes sobre o Projeto e modelos de formulários que deverão ser preenchidos pelos secretários; d) Constará no material de divulgação o depoimento de um participante da primeira edição do Projeto; e) Todo o material de divulgação deverá estar pronto até o dia 31 de janeiro. 4.2 Do Recrutamento e da Seleção Do Recrutamento Para participar do processo seletivo, o servidor deve ser indicado pelo Secretário, participar de uma palestra informativa ministrada pela COEDE e manifestar interesse por meio do envio do currículo para SEGED Número de vagas no Projeto Escola de Gestão O número de vagas disponíveis no Projeto Escola de Gestão 2011 foi estabelecido levando em consideração a capacidade do Escritório Corporativo de Projetos em acompanhar e orientar os trainees selecionados durante o desenvolvimento de seus projetos. Assim, no ano de 2011 o Projeto Escola de Gestão terá no mínimo 12 e no máximo 15 trainees. Não haverá número mínimo ou máximo de trainees por secretaria. O número máximo de servidores que serão indicados por secretaria será estabelecido de acordo com a tabela abaixo: Unidade Nº Máx. de indicados Corregedoria Geral Eleitoral 2 Secretaria de Administração 5 Secretaria de Controle Interno e Auditoria 2 Secretaria de Gestão da Informação 4 Secretaria de Gestão de Pessoas 5 Secretaria de Planejamento, Orçamento, Finanças e 3 Contabilidade Secretaria de Tecnologia da Informação 5

8 Secretaria Judiciária 4 Secretaria do Tribunal 3 Total Da Seleção Pré-requisitos para participar do Projeto Escola de Gestão a) Ser servidor efetivo, com, no mínimo, um ano e meio de exercício no TSE no último dia de inscrição no projeto. b) Preferencialmente sem função. Serão aceitos servidores que sejam ocupantes de até FC 4, mas que não sejam substitutos. c) Ter no mínimo 85% de aprovação na última avaliação de desempenho. d) Não ter respondido a processo administrativo disciplinar nos últimos dois anos Perfil do candidato Ter visão sistêmica, capacidade de aprender e de trabalhar em equipe na diversidade. Ser automotivado e demonstrar interesse em ajudar os outros a prosperarem. Ter visão sobre o negócio de sua Unidade e de que forma ele reflete na estratégia do Tribunal. Mostrar-se interessado em aprender e comprometer-se com as atividades e projetos da Unidade. Apresentar potencial de liderança a ser desenvolvido, assim como apresentar competência para gestão de projetos. Ser comunicativo, apresentar potencial inovador e demonstrar alinhamento com os valores do TSE Do Procedimento de Indicação e Seleção Da Indicação Da Seleção a) Os candidatos serão indicados pelos Secretários de suas respectivas Secretarias; b) A indicação será feita através do envio à SEGED dos formulários de indicação, que poderá ser encontrado no CD informativo, entregue durante as reuniões de sensibilização; c) O servidor confirmará seu interesse em participar da seleção enviando seu currículo por também à SEGED. a) Análise de Currículo Serão analisados os currículos de todos os candidatos, com pontos atribuídos de acordo com a tabela a seguir: Atributos Pontos Curso de Gerenciamento de Projetos +1 Função de Gerência no TSE +2 Função de Gerência em outro local de +1 trabalho

9 Graduado +2 Cursando graduação +1 b) Entrevista Individual Todos os candidatos realizarão entrevista individual, que será conduzida por dois servidores da COEDE. Nesta entrevista serão analisados os planos do candidato para consecução do projeto em questão, assim como o candidato terá a oportunidade de expor seu ponto de vista quanto a seus próprios objetivos e metas em relação à condução de sua equipe de trabalho durante o desenvolvimento do projeto. c) Estudo de Caso Será submetido aos candidatos um case para análise. O estudo de caso descreverá uma ou mais situações que o candidato deverá dissertar a respeito, demonstrando como utilizaria algumas competências relacionadas à atividade gerencial e de que forma manejaria os desafios colocados. d) Dinâmicas Comportamentais Será aplicada uma dinâmica comportamental, em grupo, para todos os candidatos. As dinâmicas serão avaliadas por um grupo de 5 (cinco) observadores, incluindo dois ou três observadores externos Da Composição do Ranking Será feito um ranking dos candidatos aprovados no processo seletivo. Entrarão no ranking aqueles candidatos cuja nota for igual ou superior a 70% (setenta por cento) de aproveitamento, ordenados em ordem decrescente de nota. a) Serão selecionados para o Programa Escola de Gestão os 15 candidatos com melhor nota, respeitando a nota de corte relativa a 70% (setenta por cento) de aproveitamento; b) Os candidatos excedentes que obtiverem aproveitamento superior a 70% (setenta por cento) e posicionados no ranking após o décimo quinto lugar irão compor lista de espera, e poderão ingressar no Programa Escola de Gestão caso haja alguma desistência, respeitando a ordem de colocação. As desistências passíveis de substituição deverão acontecer até o dia 1º de abril; c) Se o número de candidatos que atingirem 70% (setenta por cento) de aproveitamento for inferior a 15, serão admitidos candidatos que obtiverem 60% (sessenta por cento) de aproveitamento, em ordem decrescente de nota, até que se chegue ao número de 15 participantes; d) Se o número de candidatos que alcançarem nota maior ou igual a 60% de aproveitamento for inferior a 12, o projeto não será realizado Da Divulgação dos Resultados O ranking será divulgado na intranet do Tribunal até o dia 31 de março de 2010.

10 4.3 Da Assinatura do Termo de Aceite Os candidatos selecionados assinarão Termo de Aceite (anexo II), documento que efetivará a inscrição do candidato no projeto Escola de Gestão. A assinatura do mesmo será feita durante reunião entre o candidato, o ECP e o titular da Secretaria à qual o candidato está vinculado. Também nesta reunião será estabelecido o projeto que deverá ficar sob a gerência do candidato. O projeto em questão deverá ser escolhido dentre aqueles que compõem a carteira de projetos da Secretaria da qual faz parte o servidor selecionado, conforme mapeado pelo Escritório Corporativo de Projetos para o período de DAS AÇÕES DE DESENVOLVIMENTO Workshops Temáticos Os servidores selecionados terão a oportunidade de participar de workshops que os auxiliem nos desenvolvimento de competências de liderança, sujeitos a avaliação de performance. O objetivo dos treinamentos é também prestar suporte às atividades que serão desenvolvidas ao longo do projeto Escola de Gestão. Assim, pretende-se que os workshops sigam uma trilha lógica relacionada ao processo de PDCA (plan-do-check-act), que efetivamente pode colaborar para uma gestão eficiente e voltada para resultados. Estão programados três workshops: - O primeiro Workshop, com o tema Gestão de Projetos; O primeiro workshop tem como foco a gestão de projetos, com ênfase no processo de planejamento. Está previsto para ser ministrado por instrutor interno, com carga horária de 12 horas-aula. - O segundo Workshop, com o tema liderança; A abordagem deste segundo workshop deverá ser mais prática, voltada para exercícios relativos à gestão de pessoas e comunicação. A idéia é que este workshop complemente a teoria aprendida no curso à distância de Gestão de Pessoas, programado para estar chegando ao fim na última quinzena de julho. - O terceiro Workshop, com o tema Gestão de Mudanças. O terceiro workshop tratará da Gestão de Mudanças com foco na leitura de cenários e avaliação de resultados e seus impactos. Pretende-se que a capacitação possa exercitar o senso crítico construtivo dos trainees e levá-los a reflexões sobre seu próprio projeto, além de colaborar para o aprofundamento da capacidade de observação, além da leitura de cenários e relações no ambiente organizacional Status Report As reuniões de status report têm o objetivo de promover o compartilhamento de experiências e de conhecimentos técnicos entre os trainees. Estes encontros serão conduzidos pelo Escritório Corporativo de Projetos. Pretende-se que todos os trainees façam uma breve apresentação de seus projetos, e possam então responder perguntas e receber orientações que colaborem para o

11 melhor desenvolvimento de seu trabalho. Caberá ao(s) representante(s) do ECP fazer uma avaliação de cada projeto apresentado, conforme critérios estabelecidos previamente Curso à Distância Será realizado curso na modalidade à distância, cujo tema será Gestão de Pessoas. O objetivo do curso será transmitir aos trainees teorias e melhores práticas atualizadas sobre o tema, provendo aos participantes uma ampla gama de conhecimentos. Embora as datas específicas de início e fim do curso dependam da instituição organizadora, haverá flexibilidade para que cada trainee possa desenvolver seu próprio cronograma de estudo, com a expectativa de que o curso esteja disponível a partir do início de maio e seja finalizado até a última quinzena de julho. Será disponibilizada uma comunidade no moodle, na qual serão incluídos tanto os trainees da segunda como os da primeira edição do projeto, para que os participantes possam compartilhar experiências Sessões de Coaching O coaching é uma técnica que possibilitará ao servidor selecionado para o Projeto receber orientações e traçar estratégias sobre a gestão do projeto e da equipe, proporcionando seu desenvolvimento pessoal e profissional. Para aplicação dessa ferramenta de suporte à aprendizagem, há necessidade de contratação de uma empresa com profissionais capacitados para prestar este serviço, ou ocorrer a capacitação de alguns servidores da COEDE para realizarem as sessões de coaching com os trainees Periodicidade: No mínimo 1 sessão mensal Participantes: Servidor selecionado (coachee) e profissional que irá aplicar a técnica de coaching (coach) Encontros de Trainees Os encontros de trainees são reuniões com todos os participantes do projeto Escola de Gestão, organizadas e conduzidas pela COEDE. O objetivo das reuniões é dar aos trainees a oportunidade de discutir abertamente os problemas que têm enfrentado na condução de seus projetos e na gestão de suas equipes, assim como compartilhar suas experiências de sucesso e encontrar apoio entre seus pares. Estão previstos dois encontros de trainees Acompanhamento periódico pela Coede

12 À Coede cabe o acompanhamento da evolução das sessões de coaching, mediante relatório mensal de presença dos trainees encaminhado pelo(s) coach(es). 4.5 DA AVALIAÇÃO NO PROJETO Os servidores participantes do Projeto passarão por avaliações diversas Avaliação de performance nos workshops Realizada por meio de autoavaliação e avaliação do facilitador Avaliação de performance em gestão de equipes: Realizada por meio de autoavaliação e avaliação do liderados Avaliação em performance em gestão de projetos: Realizada pelo Escritório Corporativo de Projetos. Serão utilizados os mesmos critérios de avaliação que são aplicados para os projetos em desenvolvimento no Tribunal: o Índice de Desempenho de Escopo (IDE) e o Índice de Qualidade do Projeto (IQP). 5. DOS BENEFÍCIOS DO PROJETO: Para o TSE: a) Valorizar e aproveitar o capital humano do TSE. b) Minimizar os riscos de perda de capital humano em funções de liderança. c) Possuir em seu corpo funcional grupo de servidores aptos à gestão de projetos e unidades, bem como à liderança de grupos de estudos, comissões, etc. d) Favorecer a formação de novos valores organizacionais relacionados à meritocracia. Para o servidor: a) Oportunidade de participar de Projeto inovador na Administração Pública. b) Reconhecimento institucional de que o servidor habilitado como potencial gestor encontra-se preparado para assumir postos de maior responsabilidade e que requerem liderança. c) Visibilidade. d) Possibilidade de premiação. 6. Resultados Devido à capacitação e a visibilidade proporcionada pelo projeto, 38% dos trainees, ao final do projeto, estavam ocupando funções de liderança de projetos ou equipes. A meta prevista de 40% de Unidades com servidores capacitados foi amplamente superada e chegou a 77%.

13 Além de servidores preparados para liderar, o projeto proporcionou ao tribunal o desenvolvimento de projetos em áreas diversas que agregaram valor às unidades da Casa. Portfólio de projetos desenvolvidos pelos trainees: - Divulgação dos resultados das eleições Implantação da tabela de periodicidade no SADP 3 - Exame periódico - Modernização do processo de reembolso odontológico - Programa de informação e cultura do TSE - Identificação Biométrica do Eleitor - Digitalização de documentos - Planejamento Eleitoral - Projeto político pedagógico para o TSE - Mapeamento/remodelagem do processo de trabalho da folha de pagamento - Projeto de arquitetura da informação do portal da JE - Gestão de políticas de TI - Racionalização de materiais - Projeto de atenção a pessoas - Projeto Tesauro dicionário de sinônimos - Rotatividade - Remodelagem do processo de trabalho da COMAP com quantificação de força de trabalho ideal - Acesso a corporativo via internet - Sistema de auditoria - Remodelagem do processo de trabalho da CEOFI com quantificação de força de trabalho ideal - Plano de desenvolvimento de arquitetura e padrões de TI - Projeto de valores

14 7. Conclusão A primeira versão do projeto Escola de Gestão foi implementada no Tribunal Superior Eleitoral com a meta de alcançar 40% de unidades com servidores preparados para sucessão até dezembro de 2009 e de atingir ainda os seguintes objetivos: instituir um planejamento sucessório visando a formação de servidores para assumir funções de liderança; promover a descentralização dos processos de trabalho para minimizar o impacto da perda de servidores em posições estratégicas; atendimento das expectativas dos servidores da chamada geração Y, segundo pesquisas de clima realizadas, com relação ao reconhecimento de talentos individuais; onstrução de uma cultura meritocrática; criação de novas perspectivas de autodesenvolvimento e carreira para os servidores selecionados para o Projeto, os trainees. Naquela ocasião houve a participação de 26 trainees e a conclusão satisfatória de 21 deles, atingindo-se 77% de Unidades com potenciais sucessores habilitados. Ao longo de 10 meses de trabalho, por meio de ações de desenvolvimento, como: participação em trilhas de aprendizagem para desenvolvimento de competências gerenciais, capacitação em gerenciamento de projetos, sessões de coaching, workshops temáticos, reuniões estratégicas com seus gestores, entre outras ações, os 26 trainees, escolhidos dentre as secretarias do tribunal, conduziram projetos importantes para suas unidades. Na condição de líderes dos projetos, juntamente com o conhecimento adquirido nas ações de desenvolvimento, os trainees puderam exercitar as habilidades de negociação, condução de equipe, gerenciamento de prazos, planejamento, bem como outras competências gerenciais que os prepararam para assumir posições de liderança no TSE. A expectativa se confirmou para 38% dos participantes, que foram designados para funções de liderança de projetos ou equipes, devido à visibilidade e à capacitação que o projeto proporcionou a este grupo. O investimento de 85 mil reais, concentrado na formação gerencial dos trainees garantiu retorno imediato à instituição na forma de desempenhos de excelência. Ao TSE, o projeto além de propiciar um grupo de servidores aptos à sucessão em cargos de liderança; pôde também fortalecer os pilares de uma cultura voltada à meritocracia. Outro ganho institucional foi o fortalecimento da gestão por projetos, alinhada ao desenvolvimento gerencial. Um projeto inovador como este proporcionou ainda a concomitante capacitação de sua equipe gestora, à medida que as dificuldades não previstas se apresentaram e colocaram a equipe no exercício delicado da tomada de decisão, sem referenciais teóricos ou práticas similares de outros órgãos como parâmetro. Do mesmo modo o projeto requereu da equipe gestora habilidades de negociação por melhores resultados ou mesmo por outras estratégias emergentes para a solução de riscos não mapeados. A equipe também teve oportunidade de aprofundar seu olhar sobre a cultura da organização à medida que evoluía

15 no projeto e percebia a dinâmica das relações no âmbito da instituição. O projeto, nessa perspectiva formou não só trainees, mas aprimorou a formação de seus idealizadores. O projeto, hoje revisto e atualizado a partir das lições aprendidas e das melhores práticas implementadas, foi transformado em processo de trabalho e foi incluído no Plano Estratégico 2010/2014, com previsão de realização bienal, nos anos não-eleitorais.

ESCOLA DE GESTÃO Formação de sucessores. Ivone Santos ivone.santos@tse.jus.br

ESCOLA DE GESTÃO Formação de sucessores. Ivone Santos ivone.santos@tse.jus.br ESCOLA DE GESTÃO Formação de sucessores Ivone Santos ivone.santos@tse.jus.br 1995 2006 2007 2009 2011 Primeiro concurso público realizado 1995 2006 2007 2009 2011 504 servidores Realização do 2º concurso

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO COM FOCO EM COMPETÊNCIAS:

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO COM FOCO EM COMPETÊNCIAS: AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO COM FOCO EM COMPETÊNCIAS: Implantação do sistema de Avaliação de Desempenho com Foco em Competências no Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região Belém PA 2013 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

Ana Cláudia Braga Mendonça

Ana Cláudia Braga Mendonça Plano de Cargos e Salários CSJT OCUPAÇÃO DE FUNÇÃO COMISSIONADA E CARGO EM COMISSÃO I - FUNÇÕES COMISSIONADAS (FC-1 - FC-6) 80% > servidores integrantes das Carreiras do Poder Judiciário da União; (Art.3º)

Leia mais

Oficina 1: CUSTOS. Ocorrência Desafio Ocorrências Lições Aprendidas Melhorias Considerações SGE. Procurar parceiros que dividam ou arquem com custos

Oficina 1: CUSTOS. Ocorrência Desafio Ocorrências Lições Aprendidas Melhorias Considerações SGE. Procurar parceiros que dividam ou arquem com custos Oficina : CUSTOS 2 Orçamento sem financeiro (Cronograma X Desembolso) Comunicação quanto ao Risco de não execução do projeto Procurar parceiros que dividam ou arquem com custos Negociação com SPOA/Secr.

Leia mais

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios CBA Gestão de Negócios Gestão de Negócios O curso desenvolve a capacidade de compreender, de forma ampla e sistêmica, a interação entre as diversas áreas funcionais de uma empresa, além dos aspectos externos

Leia mais

REGULAMENTO. Ao ler e concordar com os termos deste Regulamento, o candidato se compromete a:

REGULAMENTO. Ao ler e concordar com os termos deste Regulamento, o candidato se compromete a: Juntos pela Excelência REGULAMENTO Este instrumento tem por objetivo regulamentar o processo de seleção e desenvolvimento de Trainees Técnicos do Laboratório Leme, de acordo com os termos e condições adiante

Leia mais

Executive MBA. em Liderança e Gestão de RH

Executive MBA. em Liderança e Gestão de RH Executive MBA em Liderança e Gestão de RH B.I. INTERNATIONAL O B.I. International é uma escola de educação executiva que propõe um Modelo Único de Educação. Nossa premissa é desenvolver em cada aluno,

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa O Poder Judiciário tem-se conscientizado, cada vez mais, de que se faz necessária uma resposta para a sociedade que exige uma prestação jurisdicional mais célere e

Leia mais

Desenvolvendo competências nos gestores públicos

Desenvolvendo competências nos gestores públicos Desenvolvendo competências nos gestores públicos Walter Sigollo Superintendente de Recursos Humanos e Qualidade 26/maio/2011 Contexto do País - Mercado Estudo Mercer Consulting Outsourcing - abril 2011

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Apresentação O programa de MBA em Estratégia e Liderança Empresarial tem por objetivo preparar profissionais para

Leia mais

Catálogo de treinamentos

Catálogo de treinamentos Catálogo de treinamentos 11 3892-9572 www.institutonobile.com.br Desenvolvendo seus Talentos O Instituto Nobile desenvolve as mais modernas soluções em treinamento e desenvolvimento. Oferecemos programas

Leia mais

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias

MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias MBA Gestão de Pessoas Ênfase em Estratégias Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Especialização (versão 2011) Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

Liziane Castilhos de Oliveira Freitas Departamento de Planejamento, Orçamento e Gestão Escritório de Soluções em Comportamento Organizacional

Liziane Castilhos de Oliveira Freitas Departamento de Planejamento, Orçamento e Gestão Escritório de Soluções em Comportamento Organizacional CASO PRÁTICO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL E GESTÃO DE TALENTOS: COMO A GESTÃO DA CULTURA, DO CLIMA E DAS COMPETÊNCIAS CONTRIBUI PARA UM AMBIENTE PROPÍCIO À RETENÇÃO DE TALENTOS CASO PRÁTICO: COMPORTAMENTO

Leia mais

O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão

O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão O desafio da liderança: Avaliação, Desenvolvimento e Sucessão Esse artigo tem como objetivo apresentar estratégias para assegurar uma equipe eficiente em cargos de liderança, mantendo um ciclo virtuoso

Leia mais

Desenvolvendo Pessoas para Servirem com Excelência. Instituto Crer & Ser. A excelência honra a Deus!

Desenvolvendo Pessoas para Servirem com Excelência. Instituto Crer & Ser. A excelência honra a Deus! Palestras, Treinamentos e Consultoria para Gestão Ministerial Desenvolvendo Pessoas para Servirem com Excelência Instituto Crer & Ser A excelência honra a Deus! Quem somos O Instituto Crer & Ser nasceu

Leia mais

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

GESTÃO POR COMPETÊNCIAS GESTÃO POR COMPETÊNCIAS STM ANALISTA/2010 ( C ) Conforme legislação específica aplicada à administração pública federal, gestão por competência e gestão da capacitação são equivalentes. Lei 5.707/2006

Leia mais

Equipe com mais de 17 anos de experiência em Avaliação de Executivos, Coaching e Desenvolvimento de Lideranças

Equipe com mais de 17 anos de experiência em Avaliação de Executivos, Coaching e Desenvolvimento de Lideranças Equipe com mais de 17 anos de experiência em Avaliação de Executivos, Coaching e Desenvolvimento de Lideranças Responsável pela elaboração e realização de projetos em empresas de porte que foram reconhecidos

Leia mais

Implantação e operação de um Escritório Corporativo de Projetos do Tribunal Superior Eleitoral com foco nas Eleições 2010

Implantação e operação de um Escritório Corporativo de Projetos do Tribunal Superior Eleitoral com foco nas Eleições 2010 Órgão: Tribunal Superior Eleitoral TSE Unidade: Escritório Corporativo de Projetos e-mail: ecp@tse.gov.br Implantação e operação de um Escritório Corporativo de Projetos do Tribunal Superior Eleitoral

Leia mais

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Liderança e Gestão de Pessoas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Liderança e Gestão de Pessoas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann 1 OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

Sistema Gestão de Gente

Sistema Gestão de Gente Sistema Gestão de Gente Uma organização moderna requer ferramentas de gestão modernas, que incorpore as melhores práticas de mercado em gestão de recursos humanos, que seja fácil de usar e que permita

Leia mais

Secretaria de Gestão

Secretaria de Gestão Secretaria de Gestão A Prefeitura Municipal de Salvador enfrentou alguns desafios no início da gestão Foram identificados muitos problemas relacionados aos principais aspectos para uma gestão profissional

Leia mais

Position Paper. As Melhores Práticas Globais no Desenvolvimento de Trainees e Jovens Talentos. Edição Nº1. www.ipledu.com +55 11 2364 9355

Position Paper. As Melhores Práticas Globais no Desenvolvimento de Trainees e Jovens Talentos. Edição Nº1. www.ipledu.com +55 11 2364 9355 Position Paper Edição Nº As Melhores Práticas Globais no Desenvolvimento de Trainees e Jovens Talentos www.ipledu.com +55 64 955 O ipl Institute of Performance and Leadership é uma empresa especializada

Leia mais

Desenvolvendo pessoas e um melhor serviço à sociedade

Desenvolvendo pessoas e um melhor serviço à sociedade Desenvolvendo pessoas e um melhor serviço à sociedade Relatório de atividades 2014 Introdução No quadriênio de 2007 a 2010 a implantação de Modelo de Gestão de Pessoas por Competências na Secretaria da

Leia mais

V Congresso Auditar. Tema:

V Congresso Auditar. Tema: V Congresso Auditar Tema: Carreira em Organizações Públicas - Conceitos e Experiências Prof. Dr. José Antonio Monteiro Hipólito Brasília, 05 de setembro de 014 14:00 15:30h Agenda 1. Introdução: Importância

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS DA SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIC

POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS DA SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIC POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS DA SUPERINTENDÊNCIA NACIONAL DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIC 1. CONCEITOS E DEFINIÇÕES 1.1 Políticas de Gestão de Pessoas são o conjunto de estratégias ou políticas específicas

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO DE PESSOAS

ÊNFASE EM GESTÃO DE PESSOAS MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO DE PESSOAS O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente dinâmico e competitivo para

Leia mais

O RH dos sonhos dos CEOs

O RH dos sonhos dos CEOs O RH dos sonhos dos CEOs Expectativas e estratégias da liderança para os Recursos Humanos Presidentes de empresas de todos os portes falaram sobre a importância dos Recursos Humanos para as suas empresas

Leia mais

P R O G R A M A T R A I N E E 2 0 1 6

P R O G R A M A T R A I N E E 2 0 1 6 P R O G R A M A T R A I N E E 2 0 1 6 9ª Edição Introdução É com grande satisfação que o Grupo Protege inicia a 9ª edição do Programa Trainee, visando contratar, desenvolver e reter jovens com potencial

Leia mais

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências.

Competitividade e Resultados: conseqüência do alinhamento de estratégia, cultura e competências. 1 Programa Liderar O Grupo Solvi é um conglomerado de 30 empresas que atua nas áreas de saneamento, valorização energética e resíduos. Como alicerce primordial de seu crescimento encontrase o desenvolvimento

Leia mais

PES. 01 TREINAMENTO E INTEGRAÇÃO

PES. 01 TREINAMENTO E INTEGRAÇÃO 1 de 21 6 TREINAMENTO E INTEGRAÇÃO MACROPROCESSO GESTÃO DE PESSOAS PROCESSO TREINAMENTO E INTEGRAÇÃO TREINAMENTO E INTEGRAÇÃO 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS...

Leia mais

NOSSO OBJETIVO. GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização

NOSSO OBJETIVO. GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização NOSSO OBJETIVO GESTÃO DO DESEMPENHO: uma possibilidade de ampliar o negócio da Organização RHUMO CONSULTORIA EMPRESARIAL Oferecer soluções viáveis em tempo hábil e com qualidade. Essa é a receita que a

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO EXECUTIVA MBA em Gestão de Pessoas Coordenação Acadêmica: Profª. Dra. Ana Ligia Nunes Finamor A Escola de Negócios de Alagoas. A FAN Faculdade de Administração e Negócios foi fundada

Leia mais

Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você.

Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você. Já pesquisou alguma coisa sobre a Geração Y? Pois então corra, pois eles já vasculharam tudo para você. A HR Academy e a NextView realizaram uma pesquisa focada em geração y, com executivos de RH das principais

Leia mais

Meritocracia na Gestão Pública

Meritocracia na Gestão Pública Meritocracia na Gestão Pública A experiência do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) no processo seletivo para cargos de provimento em comissão Adriana Nóbrega Silva Azevedo Motivação

Leia mais

CAERN. Descrição de Perfis

CAERN. Descrição de Perfis Nível: Superior Reporte: Coordenador Sumário Participar do planejamento e desenvolvimento das políticas e práticas de Recursos Humanos da empresa. Desenvolver atividades técnicas de avaliação comportamental

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais

APRESENTAÇÃO PROFISSIONAL GABRIELA ALMEIDA. Consultora Independente de RH Novembro/2014

APRESENTAÇÃO PROFISSIONAL GABRIELA ALMEIDA. Consultora Independente de RH Novembro/2014 APRESENTAÇÃO PROFISSIONAL GABRIELA ALMEIDA Consultora Independente de RH Novembro/2014 Quem sou eu Psicóloga, Consultora de RH, Instrutora de treinamentos e Professora 8 anos de experiência em RH Pós-graduada

Leia mais

Pós-Graduação em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas

Pós-Graduação em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas Pós-Graduação em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas Turma em Santa Catarina Ingresso 2015 Modalidade Consórcio de Empresas Informações: IDAL- Instituto de Desenvolvimento Aprendizagem e Liderança

Leia mais

ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS E PESSOAS. Ingresso Agosto 2015. Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba

ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS E PESSOAS. Ingresso Agosto 2015. Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS E PESSOAS Ingresso Agosto 2015 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba MBA em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas Preparar profissionais para liderar equipes com visão

Leia mais

RESULTADOS FINAIS DO ENCONTRO NACIONAL - ÁREA MEIO - ESTRATÉGIA NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO

RESULTADOS FINAIS DO ENCONTRO NACIONAL - ÁREA MEIO - ESTRATÉGIA NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO RESULTADOS FINAIS DO ENCONTRO NACIONAL - ÁREA MEIO - ESTRATÉGIA NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SISTEMATIZAÇÃO DOS RESULTADOS Atendendo a solicitação do CNMP, o presente documento organiza os resultados

Leia mais

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO COMO FONTE DE VANTAGEM COMPETITIVA. Rogerio Leme rogerio@lemeconsultoria.com.br

TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO COMO FONTE DE VANTAGEM COMPETITIVA. Rogerio Leme rogerio@lemeconsultoria.com.br TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO COMO FONTE DE VANTAGEM COMPETITIVA Rogerio Leme rogerio@lemeconsultoria.com.br PUBLICAÇÕES Solicitar slides: eventos@lemeconsultoria.com.br Contato: rogerio@lemeconsultoria.com.br

Leia mais

O QUE SUA EMPRESA PODE FAZER PARA SER MAIS COMPETITIVA?

O QUE SUA EMPRESA PODE FAZER PARA SER MAIS COMPETITIVA? O QUE SUA EMPRESA PODE FAZER PARA SER MAIS COMPETITIVA? O IEL O Instituto Euvaldo Lodi é uma entidade vinculada à CNI - Confederação Nacional da Indústria. Com 101 unidades em 26 estados e no Distrito

Leia mais

SOLICITAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÕES DE INTERESSE Nº 029/2014 PROGRAMA IPEA PESQUISA SELEÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL

SOLICITAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÕES DE INTERESSE Nº 029/2014 PROGRAMA IPEA PESQUISA SELEÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL SOLICITAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÕES DE INTERESSE Nº 029/2014 PROGRAMA IPEA PESQUISA SELEÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL Contrato de Empréstimo de Cooperação Técnica nº 1841/OC-BR Projeto: Programa

Leia mais

COACHING E MENTORING APLICADOS A PROJETOS

COACHING E MENTORING APLICADOS A PROJETOS COACHING E MENTORING APLICADOS A PROJETOS CONHEÇA OS FUNDAMENTOS O QUE É O COACHING? Coaching é um processo de aceleração de resultados que consiste no desenvolvimento de competências e habilidades profissionais

Leia mais

Plano de Ação Política de Gestão de Pessoas

Plano de Ação Política de Gestão de Pessoas Plano de Ação Política de Gestão de Pessoas (Produto 1) TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DA BAHIA PROGRAMA DE MODERNIZAÇÃO DO SISTEMA DE CONTROLE EXTERNO DOS ESTADOS, DISTRITO FEDERAL E MUNICÍPIOS

Leia mais

Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos

Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos Curso de caráter teórico e prático, voltado para profissionais que buscam implantar uma unidade central de apoio à gestão por processos Semana de Estruturação do Escritório de Processos Objetivo do Curso

Leia mais

PROJETO DE MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA DO ESTADO DO PIAUÍ

PROJETO DE MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA DO ESTADO DO PIAUÍ PROJETO DE MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO PÚBLICA DO ESTADO DO PIAUÍ TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PESSOA JURÍDICA PARA REALIZAÇÃO DE CURSOS DE CAPACITAÇÃO DE SERVIDORES PÚBLICOS EM GESTÃO ESTRATÉGICA

Leia mais

CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP

CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP CURSOS GERENCIAIS 20/12/2010 Antonio Roberto Grazzia, MBA, PMP Em um ambiente de negócios competitivo, a condução de projetos de forma eficiente e sem desperdícios é um grande diferencial para o sucesso.

Leia mais

Programa de Excelência em Atendimento aos Clientes

Programa de Excelência em Atendimento aos Clientes Programa de Excelência em Atendimento aos Clientes PROPOSTA TÉCNICA COMERCIAL Versão 2.0 Setembro de 2014 Agosto de 2008 Índice ÍNDICE...2 1. CONTEXTO...3 2. VISÃO, ESCOPO E ATIVIDADES DESTE PROJETO...5

Leia mais

II. NOSSA MISSÃO, VISÃO E VALORES

II. NOSSA MISSÃO, VISÃO E VALORES I. NOSSA HISTÓRIA A história da Crescimentum começou em 2003, quando o então executivo do Grupo Santander, Arthur Diniz, decidiu jogar tudo para o alto e investir em uma nova carreira. Ele optou por se

Leia mais

Plano de Ação 2015: Objetivos estratégicos, Indicadores, Metas e Projetos priorizados

Plano de Ação 2015: Objetivos estratégicos, Indicadores, Metas e Projetos priorizados E77p Espírito Santo. Tribunal de Contas do Estado. Plano de Ação 2015: Objetivos estratégicos, Indicadores, Metas e Projetos priorizados / Tribunal de Contas do Estado. Vitória/ES: TCEES, 2015. 13p. 1.Tribunal

Leia mais

MBA EM COACHING EXECUTIVO, CONSULTORIA E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM DUPLA CERTIFICAÇÃO ESPM & ACADEMY OF EXECUTIVE COACHING (REINO UNIDO)

MBA EM COACHING EXECUTIVO, CONSULTORIA E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM DUPLA CERTIFICAÇÃO ESPM & ACADEMY OF EXECUTIVE COACHING (REINO UNIDO) MBA EM COACHING EXECUTIVO, CONSULTORIA E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM DUPLA CERTIFICAÇÃO ESPM & ACADEMY OF EXECUTIVE COACHING (REINO UNIDO) MANUAL DO CANDIDATO Ingresso Setembro 2013 ESPM Unidade Sul

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO NOVAS LIDERANÇAS

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO NOVAS LIDERANÇAS Apresentação Atenta aos movimentos do mercado e ao cenário competitivo vivenciado pelas empresas e profissionais, a ADVB/RS atua na área de educação corporativa e oferece conhecimentos alinhado às principais

Leia mais

Acreditamos em formas criativas e inovadoras de crescimento e desenvolvimento. Elas agregam valor ao cliente

Acreditamos em formas criativas e inovadoras de crescimento e desenvolvimento. Elas agregam valor ao cliente Portfólio QUEM SOMOS Somos uma empresa de consultoria organizacional que vem desenvolvendo e implementando em diversas clientes projetos nas áreas de Gestão Recursos Humanos e Comercial/Vendas. Silmar

Leia mais

RRelevância do curso. OObjetivo do curso. FFundamentação Teórica: ATENDIMENTO E POSTURA NO AMBIENTE DE TRABALHO. Público-alvo

RRelevância do curso. OObjetivo do curso. FFundamentação Teórica: ATENDIMENTO E POSTURA NO AMBIENTE DE TRABALHO. Público-alvo Vigilantes, vigias, porteiros ou interessados em ingressar nessas funções. A empresa que presta serviços de vigilância tem a grande preocupação de manter a segurança de seu cliente, mas também de não receber

Leia mais

Fevereiro 2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM

Fevereiro 2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM Fevereiro DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM 2 ÍNDICE PLANO ESTRATÉGICO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO... 3 Apresentação... 3 Missão... 4 Visão de Futuro... 4 Valores... 4 PERSPECTIVAS...

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 506, DE 28 DE JUNHO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº 506, DE 28 DE JUNHO DE 2013 Publicada no DJE/STF, n. 127, p. 1-3 em 3/7/2013. RESOLUÇÃO Nº 506, DE 28 DE JUNHO DE 2013 Dispõe sobre a Governança Corporativa de Tecnologia da Informação no âmbito do Supremo Tribunal Federal e dá outras

Leia mais

METODOLOGIA HSM Centrada nos participantes com professores com experiência executiva, materiais especialmente desenvolvidos e infraestrutura tecnológica privilegiada. O conteúdo exclusivo dos especialistas

Leia mais

Plano Anual de Educação Institucional 2013

Plano Anual de Educação Institucional 2013 Plano Anual de Educação Institucional 2013 Sumário Apresentação Metodologia de Construção do Plano Anual de Educação Ações do CEAF Planejadas para 2013 Programa Direito Programa Atuação Ministerial Programa

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

Levantamento de Governança e Gestão de Pessoas na APF

Levantamento de Governança e Gestão de Pessoas na APF Secretaria de Fiscalização de Pessoal Levantamento de Governança e Gestão de Pessoas na APF Fabiano Nijelschi Guercio Fernandes Auditor Federal de Controle Externo Brasília-DF, 25 de fevereiro de 2013

Leia mais

Consultoria em Treinamento & Desenvolvimento de Pessoas

Consultoria em Treinamento & Desenvolvimento de Pessoas Consultoria em Treinamento & Desenvolvimento de Pessoas Evolução PMC têm atuação diferenciada na gestão de pessoas e clima organizacional, gerando na equipe mais agilidade para a mudança e maior capacidade

Leia mais

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado

Professora Débora Dado. Prof.ª Débora Dado Professora Débora Dado Prof.ª Débora Dado Planejamento das aulas 7 Encontros 19/05 Contextualizando o Séc. XXI: Equipes e Competências 26/05 Competências e Processo de Comunicação 02/06 Processo de Comunicação

Leia mais

PROCESSO SELETIVO INTERNO: A experiência do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região com a implantação do projeto de gestão por competências

PROCESSO SELETIVO INTERNO: A experiência do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região com a implantação do projeto de gestão por competências PROCESSO SELETIVO INTERNO: A experiência do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região com a implantação do projeto de gestão por competências Belém PA 2013 PROCESSO SELETIVO INTERNO: A experiência do

Leia mais

Consultorias Associadas

Consultorias Associadas BEM VINDOS! 2013 Coordenação Geral : Coordenação Acadêmica: Somando Talentos : Consultorias Associadas CONSIDERAÇÕES GERAIS : A implantação da Escola de Líderes pelo Clube de RH vem de atender a uma necessidade

Leia mais

Coaching Executivo: Coaching como instrumento fundamental do Líder

Coaching Executivo: Coaching como instrumento fundamental do Líder Coaching Executivo: Coaching como instrumento fundamental do Líder I Simpósio Coaching - Arte e Ciência CRA-SP 28 de maio de 2013 1 COACH Sentido original da palavra: veículo para transporte de pessoas.

Leia mais

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho

IBMEC Jr. Consultoria. A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho IBMEC Jr. Consultoria A melhor maneira de ingressar no mercado de trabalho O mercado de trabalho que nos espera não é o mesmo dos nossos pais... ... ele mudou! As mudanças Certeza Incerteza Real Virtual

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

DETALHAMENTO DA FORMAÇÃO EM COACHING EM RESILIÊNCIA

DETALHAMENTO DA FORMAÇÃO EM COACHING EM RESILIÊNCIA DETALHAMENTO DA FORMAÇÃO EM COACHING EM RESILIÊNCIA FILOSOFIA DO TREINAMENTO, MODELO E ABORDAGEM O Coaching em Resiliência é uma formação de coaching exclusiva licenciada pela SOBRARE e única especializada

Leia mais

PREFEITURA DE RIO BRANCO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO - RBPREV. Programa de Capacitações Exercicio de 2015

PREFEITURA DE RIO BRANCO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO - RBPREV. Programa de Capacitações Exercicio de 2015 Prefeitura Municipal de Rio Branco RBPREV Programa de Capacitações Exercicio de 2015 Equipe do RBPREV Raquel de Araújo Nogueira Diretora-Presidente Maria Gecilda Araújo Ribeiro Diretora de Previdência

Leia mais

MIT - MASTER INFORMATION TECHNOLOGY

MIT - MASTER INFORMATION TECHNOLOGY MIT - MASTER INFORMATION TECHNOLOGY Os desafios de mercado vêm a cada dia transformando as organizações e impondo a necessidade de ações cada vez mais rápidas e assertivas na busca de novas metas e resultados

Leia mais

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES

APÊNDICE A QUESTIONÁRIO APLICADO AOS GESTORES 202 INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO ALGUNS COMENTÁRIOS ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO: a) Os blocos a seguir visam obter as impressões do ENTREVISTADO quanto aos processos de gestão da Policarbonatos,

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS Ana Carolina Freitas Teixeira¹ RESUMO O gerenciamento de projetos continua crescendo e cada

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA

A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA Fabiana Alves de Souza dos Santos Diretora de Gestão Estratégica do TRT 10 1/29 O TRT da 10ª Região Criado em 1982 32 Varas do Trabalho

Leia mais

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa

Educação Corporativa. Liderança Estratégia Gestão. KM Partners Educação Corporativa Educação Corporativa Liderança Estratégia Gestão O que é Educação corporativa? Educação corporativa pode ser definida como uma prática coordenada de gestão de pessoas e de gestão do conhecimento tendo

Leia mais

Regulamento de Recursos Humanos

Regulamento de Recursos Humanos Diretoria de Administração e Planejamento Novembro de 2001 Este regulamento estabelece as diretrizes e normas a serem adotadas pela RNP na gestão dos seus recursos humanos, aprovado na 2ª Reunião Ordinária

Leia mais

REFLEXÃO. (Warren Bennis)

REFLEXÃO. (Warren Bennis) RÉSUMÉ Consultora nas áreas de Desenvolvimento Organizacional e Gestão de Pessoas; Docente de Pós- Graduação; Coaching Experiência de mais de 31 anos na iniciativa privada e pública; Doutorado em Administração;

Leia mais

MBA Gestão de Negócios e Pessoas

MBA Gestão de Negócios e Pessoas PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Nome do Curso MBA Gestão de Negócios e Pessoas Área de Conhecimento Ciências Sociais Aplicadas Nome do Coordenador do Curso e Breve Currículo: Prof.

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Projetos tem por fornecer conhecimento teórico instrumental que

Leia mais

1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar

1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar 1 Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário Gestão de Projetos de EAD Conceber, Desenvolver e Entregar Prof. Dr. Stavros Panagiotis Xanthopoylos stavros@fgv.br Brasília, 27 de novembro de 2009

Leia mais

O NOVO MODELO DE AVALIAÇÃO

O NOVO MODELO DE AVALIAÇÃO III Congresso Consad de Gestão Pública O NOVO MODELO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DA SEPLAG Norma Maria Cavalcanti Alcoforado Painel 02/007 Avaliação de desempenho e remuneração variável O NOVO MODELO DE

Leia mais

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Avaliação desenvolvida por Mónica Galiano e Kenn Allen, publicado originalmente no livro The Big Tent: Corporate Volunteering in the Global Age. Texto

Leia mais

PROCESSO SELETIVO N 04-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

PROCESSO SELETIVO N 04-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PROCESSO SELETIVO N 04-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL A unidade nacional do Sescoop Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo, personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR A PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS em parceria

Leia mais

Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS. COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor

Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS. COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor Ribeirão Preto, Franca, São Carlos e Araraquara GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO: Profª Drª Ana Ligia Nunes Finamor OBJETIVO: A Gestão de Pessoas vem passando por inúmeras transformações nestes últimos anos.

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

CBA PERFIL DO ALUNO. Certification in Business Administration

CBA PERFIL DO ALUNO. Certification in Business Administration CBA Pós - Graduação QUEM SOMOS PARA PESSOAS QUE TÊM COMO OBJETIVO DE VIDA ATUAR LOCAL E GLOBALMENTE, SER EMPREENDEDORAS, CONECTADAS E BEM POSICIONADAS NO MERCADO, PROPORCIONAMOS UMA FORMAÇÃO DE EXCELÊNCIA,

Leia mais

PLANO DE CAPACITAÇÃO DO

PLANO DE CAPACITAÇÃO DO www.unp.br PLANO DE CAPACITAÇÃO do Corpo Técnico-Administrativo 2015 Plano de Capacitação do Corpo Técnico-Administrativo 2015 Natal/RN 2015 DIRIGENTES DA UNIVERSIDADE POTIGUAR PRESIDENTE Prof. Marcus

Leia mais

PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS PROJETO BARUERI

PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS PROJETO BARUERI PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS PROJETO BARUERI O Plano de Cargos e Salários aqui apresentado é resultado do entendimento e alinhamento dos direcionadores do Modelo de Organização e Gestão e das Políticas e

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Pessoas Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Gestão de Pessoas tem por objetivo o fornecimento de instrumental que possibilite

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO - Pós-Graduação em Gestão de Pessoas e Liderança Coach

MANUAL DO CANDIDATO - Pós-Graduação em Gestão de Pessoas e Liderança Coach QUEM SOMOS Educação de excelência de mãos dadas com o mercado de trabalho. Esse é o compromisso da rede FACCENTRO. Com mais de 17 anos de tradição e reconhecimento no setor de ensino, em 2011, ganhamos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº XXXX CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA. Contrato por Produto - Nacional

TERMO DE REFERÊNCIA Nº XXXX CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA. Contrato por Produto - Nacional Número e Título do Projeto: TERMO DE REFERÊNCIA Nº XXXX CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA Contrato por Produto - Nacional BRA/09/004 Fortalecimento das Capacidades da CAIXA para seu processo de

Leia mais

A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 A NOVA POLÍTICA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Pablo Sandin Amaral Renato Machado Albert

Leia mais

MBA. Controladoria PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Controladoria

MBA. Controladoria PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Controladoria MBA Controladoria Controladoria O MBA Controladoria une a tradição do Ibmec em pesquisas avançadas em Administração, Economia e Finanças com a Controladoria. Com este embasamento, propõe-se desenvolver

Leia mais

AUTORAS ROSANGELA SOUZA

AUTORAS ROSANGELA SOUZA AUTORAS ROSANGELA SOUZA Especialista em Gestão Empresarial com MBA pela FGV e Professora de Estratégia na Pós-Graduação da FGV. Desenvolveu projetos acadêmicos sobre segmento de idiomas, planejamento estratégico

Leia mais